Você está na página 1de 2

Tendo as amostras preparadas (resfriada e usinada), marcar-se-iam a

princípio, os primeiros cinco pontos para realizar a medição de dureza Rockwell


C (HRC), porém acabaram-se marcando todos os pontos para a medição, as
marcas foram feitas a cada 116” até se atingir duas polegadas a partir da base
da amostra (a mesma base que foi resfriada pelo ensaio e assim sendo, sofreu
tempera), totalizando trinta e duas medições.

O ensaio foi feito com duas amostras de aço, o 1040 e o 4340, e os resultados
aferidos são mostrados na tabela 1.

Dureza Dureza Dureza Dureza


Distância de HRC HRC Distância de HRC HRC
aferimento Aço Aço aferimento Aço Aço
1040 4340 1040 4340
116" 30 52 1716" 14 44
216" 45 50 1816" * 65
316" 36 49 1916" ** 56
416" 33 49 2016" 15 49
516" 28 70 2116" ** 51
616" 43 60 2216" 22 53
716" 40 58 2316" ** 55
816" 57 44 2416" 25 48
916" 52 50 2516" ** 49
1016" 21 55 2616" 26 54
1116" 18 * 2716" ** 48
1216" 17 32 2816" 14 47
1316" 18 49 2916" ** 46
1416" 14 48 3016" 20 55
1516" 15 49 3116" ** 57
1” 17 57 2” ** 50
Tabela 1 – Dados de medida HRC das amostras 1040 e 4340 (os valores ** na
tabela significam que não foram realizadas medidas de dureza para essa distância e
os valores * tiveram seus valores descartados)

Com os valores da distancia e da dureza plota-se um gráfico de HRC x


distancia. Esse gráfico é demonstrado na figura 1.

Figura 1 – Gráfico de HRC x distância para os aços 1040 e 4340 (os valores que
estavam em brancos foram preenchidos com uma media simples para dar
continuidade ao gráfico)

O gráfico (figura 1) obtido a princípio não seguiu a seqüência de dureza


esperada, isso ocorreu devido ao fato, dentre outros, do aparato que serviria de
suporte para a amostra, e que deveria ter uma rosca de uma polegada, tinha
um milímetro, menos da metade da distância esperada, isto com certeza foi
responsável pela aferição errônea dos dados, pois essa distância já é
determinada para que a medida de dureza feita anteriormente não interfira na
nova medida, e como as medidas estavam sendo feitas em uma distância
errada o encruamento causado na queda do peso para a medida de HRC
possivelmente causou as grandes variações de valores. E é claro sem o apoio
correto é possível que tenha ocorrido certo movimento durante a aferição que
pode ter causado certa variação.

Ainda assim pode-se considerar que os resultados foram satisfatórios, pois se


percebe nítida diferença entre os aços, enquanto o aço 1040 começa com uma
dureza de 30 HC e com o passar da distância tem uma queda brusca e rápida
de dureza o aço 4340 consegue manter muito mais a sua dureza ao longo de
seu comprimento com pequena queda de dureza. Isso se deve ao fato do aço
4340 ter elementos de liga (Ni, Cr e Mo), a porcentagem de carbono também
interfere, porém ambos os aços tem a mesma porcentagem de carbono (0,4%p
de C), esses elementos ocasionam maior facilidade do material de formar a
fase martensita, o que faz com que essa fase se forme em maior quantidade e
mais distante dentro do material, esses elementos deslocam a curva CCT mais
para a direita, ocasionando uma menor taxa de resfriamento para a formação
de martensita e como a taxa de resfriamento da superfície em contato com a
água é diferente da interior da peça isso explica porque se tem também
martensita em uma distância maior em relação ao aço 1040. A curva CCT para
o aço 1040 também explica porque ocorre a queda de dureza ao longo do
corpo de prova, pois ao contrario do aço 4340 a taxa de resfriamento para a
transformação de austenita para martensita é muito mais rápida, fazendo com
que o interior do corpo de prova não tenha martensita, que é muito mais dura
que a nova fase formada, que provavelmente é perlita fina.