Você está na página 1de 85

Aula 01

Sistema Financeiro Nacional e Sistema de Pagamentos Brasileiro p/ Analista do


BACEN

Professor: Vicente Camillo


Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

AULA 01: SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL II:


INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PÚBLICAS E
PRIVADAS, INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS
BANCÁRIAS, NÃO BANCÁRIAS E AUXILIARES

SUMÁRIO PÁGINA
1. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PÚBLICAS
02
E PRIVADAS

2. INSTITUIÇOES FINANCEIRAS 11
BANCÁRIAS

3. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO 23


BANCÁRIAS

4. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 33
AUXILIARES

5. LISTA DE QUESTÕES E GABARITO 49

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!1!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
1. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PÚBLICAS E PRIVADAS

Na aula passada, vimos os detalhes teóricos das instituições


normativas e supervisoras do sistema financeiro nacional.

Nesta, nos resta detalhar as características das instituições


financeiras bancárias, não bancárias e auxiliares.

Para iniciar, nada mais apropriado do que apresentar o conceito de


instituição financeira.

Consideram-se instituições financeiras (“IFs”) as pessoas


jurídicas públicas ou privadas, que tenham como atividade
principal ou acessória a coleta, intermediação ou aplicação
de recursos financeiros próprios ou de terceiros, em moeda
nacional ou estrangeira, e a custódia de valor de propriedade
de terceiros. Importante citar que se equiparam às IFs as
pessoas físicas que exerçam qualquer das atividades
referidas acima, de forma permanente ou eventual.

Para funcionar no País, dependem de prévia autorização do BACEN,


quando nacionais; quando estrangeiras, cabe decreto do Poder
Executivo. Isto mesmo, se a IF não tiver nacionalidade brasileira, é
preciso um decreto do Presidente da República para que ela
funcione no Brasil.

Por enquanto, recorde destes conceitos:

Características de instituição financeira:

• Pessoa jurídica pública ou privada


• Tenha como atividade principal ou acessória:
o a coleta, de recursos financeiros próprios ou de
o a intermediação ou terceiros, em moeda nacional ou estrangeira, e
o a aplicação a custódia de valor de propriedade de terceiros!
!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!4!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Equipara-se à IF

• Pessoas físicas que exerçam qualquer das atividades referidas


acima, de forma permanente ou eventual.

Para funcionar:

• IFs nacionais ! autorização do BACEN


• IFs não nacionais ! decreto do Poder Executivo

Continuando, é preciso definir as diferenças entre instituições


financeiras públicas e privadas.

1.2. IFs Públicas

A relevância das IFs públicas é entendida já pela sua definição: as


instituições financeiras públicas são órgãos auxiliares da
execução da política de crédito do Governo Federal.

A legislação separa, para fins de classificação, as IFs púbicas


federais das IFs públicas estaduais.

O Conselho Monetário Nacional regulará as atividades, capacidade e


modalidade operacionais das instituições financeiras públicas
federais, que deverão submeter à aprovação deste órgão, com a
prioridade por ele prescrita, seus programas de recursos e
aplicações, de forma que se ajustem à política de crédito do
Governo Federal. Ademais, acabe ao CMN estatuir normas para as
operações das instituições financeiras públicas, para preservar sua
solidez e adequar seu funcionamento aos objetivos do sistema
financeiro nacional (promover desenvolvimento sustentado).

Muito interessante esta disposição. Isto é, o CMN pode atribuir


prioridades às IFS públicas federais, ajustando a aplicação de seus
recursos, de forma que se ajustem à política crédito do Governo
Federal. Um exemplo interessante são as aplicações do Banco do
Brasil (BB) em crédito rural. A concessão de crédito para este setor
da economia é parte da política de crédito do Governo Federal, cuja

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!5!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
regulação do CMN concedeu como função prioritária do Banco do
Brasil.

Além do BB, outra importante IF pública federal é o Banco Nacional


de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pois ele é o
principal instrumento de execução de política de investimentos do
Governo Federal. O objetivo primordial do BNDES é apoiar
programas, projetos, obras e serviços que se relacionem com o
desenvolvimento econômico e social do País, visando a estimular a
iniciativa privada, sem prejuízo de apoio a empreendimentos de
interesse nacional a cargo do setor público.

Por fim, em relação às IFs públicas federais, a escolha dos seus


Diretores ou Administradores das e a nomeação dos respectivos
Presidentes é feita da seguinte forma:

• O Presidente e os Diretores das IFS públicas federais deverão ser


pessoas de reputação ilibada e notória capacidade

• A nomeação do Presidente da IFs públicas federais será feita pelo


Presidente da República, após aprovação do Senado Federal; e

• As substituições eventuais do Presidente das IFs pública federais


não poderão exceder o prazo de 30 (trinta) dias consecutivos, sem
que o Presidente da República submeta ao Senado Federal o nome
do substituto.

Já as instituições financeiras públicas não federais ficam


sujeitas às disposições relativas às instituições financeiras privadas,
como visto adiante.

1.3. IFs Privadas

As instituições financeiras privadas, exceto as cooperativas de


crédito, constituir-se-ão unicamente sob a forma de sociedade
anônima, devendo a totalidade de seu capital com direito a voto ser
representada por ações nominativas. Observadas as normas fixadas

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!3!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
pelo Conselho Monetário Nacional as IFs privadas poderão emitir
até o limite de 50% de seu capital social em ações preferenciais.

A justificativa para a emissão de ações preferenciais é muito


simples. Como estas concedem preferência no recebimento de
direitos econômicos pelos seus titulares, mas, em geral, não
conferem direito a voto nas decisões assembleares, atraem
acionistas interessados apenas no exercício de direitos econômicos
(como, por exemplo, preferência no recebimento de dividendos),
mas respeitam um percentual mínimo de ações ordinárias, que
conferem direito a voto, de 50% do capital social.

Uma importante regra aplica-se às instituições financeiras privadas


(e também públicas): o capital inicial será sempre realizado em
moeda corrente. Ou seja, não é possível, quando da sua
constituição, que o acionista realize o capital em bens ou créditos. É
preciso que o faça em moeda corrente (dinheiro).

Adicionalmente, será exigida no ato a realização de, pelo menos


50% (cinquenta por cento) do montante subscrito. O valor
remanescente do capital subscrito, inicial ou aumentado, em moeda
corrente, deverá ser integralizado dentro de um ano da data da
solução do respectivo processo.

Mas, como tudo em direito, existem exceções às subscrições em


dinheiro, que são:

• Decorrentes de incorporação de reservas; e

• Decorrentes da reavaliação da parcela dos bens do ativo


imobilizado, representado por imóveis de uso e instalações

Em resumo, a regra geral é que todo o acionista subscreva sua


parcela no capital social em dinheiro. No mínimo, 50% desta
subscrição deve ser feita à vista e o restante em até 1 ano. Exceção
à rega são as possibilidades de aumento do capital decorrentes de

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!6!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
incorporação de reservas (por exemplo, incorporação de reservas
de lucros) e realização de bens do ativo imobilizado. Esta segunda
possibilidade ocorre quando os bens são reavaliados pelo valor de
mercado e este fato aumentativo também eleva o patrimônio
líquido, sendo registrado como aumento de capital.

Em relação aos seus administradores (diretores e conselheiros de


administração), as instituições financeiras privadas deverão
comunicar ao Banco Central da República do Brasil os atos relativos
à eleição de diretores e membros de órgão consultivos, fiscais e
semelhantes, no prazo de 15 dias de sua ocorrência. O BACEN, no
prazo máximo de 60 (sessenta) dias, decidirá aceitar ou recusar o
nome do eleito.

E, para encerrar o assunto, temos que analisar as vedações


aplicadas às IFs públicas e privadas. Recordem que, as vedações
abaixo, aplicam-se às IFs, independente se de constituição pública
ou privada. Abaixo, seguem de forma esquematizada:

• conceder empréstimos ou adiantamentos

o a seus diretores e membros dos conselhos consultivos ou


administrativo, fiscais e semelhantes, bem como aos respectivos
cônjuges;

o aos parentes, até o 2º grau, das pessoas anteriormente


referidas;

o as pessoas físicas ou jurídicas que participem de seu capital,


com mais de 10% (dez por cento), salvo autorização específica do
Banco Central da República do Brasil, em cada caso, quando se
tratar de operações lastreadas por efeitos comerciais resultantes de
transações de compra e venda ou penhor de mercadorias, em
limites que forem fixados pelo Conselho Monetário Nacional, em
caráter geral;

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!7!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
o as pessoas jurídicas de cujo capital participem, com mais de
10% (dez por cento);

o às pessoas jurídicas de cujo capital participem com mais de


10% (dez por cento), quaisquer dos diretores ou administradores
da própria instituição financeira, bem como seus cônjuges e
respectivos parentes, até o 2º grau;

• emitir debêntures, salvo as IFs que não recebem depósitos do


público, quando autorizadas pelo BACEN; e

• adquirir bens imóveis não destinados ao próprio uso, salvo os


recebidos em liquidação de empréstimos de difícil ou duvidosa
solução, caso em que deverão vendê-los dentro do prazo de um (1)
ano, a contar do recebimento, prorrogável até duas vezes, a critério
do Banco Central da República do Brasil.

A concessão de empréstimos ou adiantamentos aos seus diretores e


membros dos conselhos consultivos ou administrativo, fiscais e
semelhantes, bem como aos respectivos cônjuges constitui crime e
sujeitará os responsáveis pela transgressão à pena de reclusão de
um a quatro anos, aplicando-se, no que couber, o Código Penal e o
Código de Processo Penal.

Cabe ainda afirmar que há uma exceção às vedações acima


expostas em relação às IFs públicas. Elas não estão vedadas da
prática de concessão de empréstimos ou adiantamentos às
pessoas jurídicas de cujo capital participem, com mais de
10% (dez por cento).

Agora, vejamos duas questões sobre o assunto:

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!8!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
01. FUNIVERSA - Perito Criminal (PC DF)/Ciências
Contábeis/2012/

A respeito da constituição e do funcionamento das


instituições financeiras, assinale a alternativa correta.

a) Quando uma empresa tem como atividade acessória a custódia


de valores cambiais de propriedade de terceiros, ela deve ser
considerada instituição financeira, para efeito da legislação em
vigor.

b) Uma pessoa física não pode ser equiparada às instituições


financeiras, ainda que exerça atividade típica dessas instituições.

c) As instituições financeiras privadas constituir-se-ão sob a forma


de sociedades anônimas ou sociedades de quotas de
responsabilidade limitada.

d) As instituições financeiras são obrigadas a levantar balanços


gerais em 31 de dezembro de cada ano, sendo-lhes, porém,
facultado o levantamento de balanço geral em 30 de junho.

e) As instituições financeiras somente poderão emitir debêntures,


quando o respectivo empréstimo for realizado com empresas
subsidiárias ou controladas.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!2!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
No início da aula vimos que é considerada instituição financeira as
pessoas jurídicas públicas ou privadas, que tenham como atividade
principal ou acessória a coleta, intermediação ou aplicação de
recursos financeiros próprios ou de terceiros, em moeda nacional ou
estrangeira, e a custódia de valor de propriedade de terceiros,
como descrito na alternativa A.

Vejamos o erro das demais alternativas:

b) Equiparam-se às IFs as pessoas físicas que exerçam qualquer


das atividades referidas acima, de forma permanente ou eventual.

c) Apenas sociedades anônimas

d) As instituições financeiras levantarão balanços gerais a 30 de


junho e 31 de dezembro de cada ano, obrigatoriamente, com
observância das regras contábeis estabelecidas pelo Conselho
Monetário Nacional.

e) É vedada às IFs a emissão de debêntures.

GABARITO: LETRA A

02. CESGRANRIO - Técnico Administrativo (BNDES)/2010

Integram o Sistema Financeiro Nacional (SFN)

a) o Ministério do Planejamento e Coordenação Geral, na condição


de órgão ao qual o BNDES está vinculado.

b) as Instituições financeiras públicas.

c) as instituições financeiras estrangeiras, uma vez autorizado o seu


funcionamento no país por resolução do Banco Central.

d) a Secretaria de Direito Econômico.

e) a Receita Federal.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!9!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Discutimos o Sistema Financeiro Nacional na aula passada. Nesta, o
que nos coube foi analisar conceitos sobre as instituições
financeiras, inclusive as públicas, que integram o SFN (como
informado na Letra B).

Vejamos o erro das demais:

a) O BNDES está vinculado ao MDIC, e o MPOG é parte da


administração direta

c) As IFs estrangeiras são autorizadas por decreto do Poder


Executivo Federal

d) Incorreto

e) Incorreto

GABARITO: LETRA B

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!1:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
2. INSTITUIÇOES FINANCEIRAS BANCÁRIAS
O Sistema Financeiro Nacional não é composto apenas pelo CMN,
Banco Central, COPOM, CVM e CRSFN. Há outros órgãos, sobretudo
aqueles que efetuam as operações financeiras propriamente ditas.

Nesta seção serão tratados conceitos básicos sobre estas entidades.


O que são, para que servem, quais as principais atividades
exercidas.

Antes, há que se detalhar o porquê estas entidades estão dividas


em instituições financeiras bancarias, não bancarias e auxiliares.

Comecemos pela diferença entre instituições financeiras bancárias e


não bancárias.

O mercado bancário é composto de instituições financeiras que


captam depósitos à vista e, portanto, multiplicam a moeda em
circulação na economia.

Guarde este conceito: para ser bancária, a instituição deve


captar depósitos à vista.

Esta regra aparentemente simples permite ganhar pontos preciosos


no momento da prova. Há grandes chances de a Banca tentar
confundir os candidatos sobre a diferença entre instituição bancária
e não bancária.

Outra maneira de confundir é denominar as instituições bancárias


de instituições monetárias. Não se assuste, pois as duas entidades
representam a mesma coisa. Do mesmo modo, as instituições não
bancárias são também chamadas de não monetárias.

Fique com o esquema:

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!11!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
5∋6−∋!
∗&+,−.%/01! ;∋&3#4%∋!
7)68+%−1+!9!
2%&∋&3)%4∋! <=1&)−#4%∋>!
:%+−∋!
;<,!5∋6−∋! ;<,!;∋&3#4%∋!
∗&+,−.%/01!2%&∋&3)%4∋! 7)68+%−1+!9! <;<,!
:%+−∋! =1&)−#4%∋>!

Mas, como seria este processo de multiplicar a moeda?

As instituições bancárias, assim como qualquer outra entidade,


possuem ativos e passivos. Seus ativos correspondem às aplicações
que possuem. Por exemplo, títulos públicos, ações de empresas,
entre outros investimentos diversos.

O financiamento destas aplicações é feito de diversas formas e


corresponde ao passivo destas instituições.

A modalidade de financiamento que nos interessa são os depósitos


à vista. Todos os indivíduos que realizam transações bancárias já
realizaram depósitos à vista. Consistem nos valores líquidos,
prontamente disponíveis aos correntistas.

Desta forma, quando nos dirigimos ao banco para realizar um saque


da conta corrente, o dinheiro estará ali pronto para ser sacado e
utilizado. Até aqui tudo bem!

Mas, apesar de não ser tão aparente assim, nossas disponibilidades


líquidas (depósitos à vista) não estão totalmente reservadas no
caixa do banco. Elas são circulantes e financiam diversas outras
aplicações do banco. Assim, caso você tenha um saldo de R$ 1 mil
em conta corrente, parte deste valor provavelmente estará
financiando outro indivíduo com saldo negativo.

Consequentemente, se todos os correntistas forem ao banco sacar


toda sua disponibilidade, o banco não terá como pagar a todos.

Por isto diz-se que os bancos multiplicam os depósitos à vista. Ou


seja, eles elevam a quantidade de depósitos à vista em sua posse.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!14!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Na teoria econômica, este valor é dado pelo multiplicador
bancário, o qual multiplica a quantidade de depósitos à vista,
resultando na quantidade de moeda em circulação. Não é preciso
conhecê-lo a fundo, pois, felizmente, não está expressamente
solicitado pelo Edital. Mas, ao menos você sabe o conceito por trás
do multiplicador bancário.

Isto é, a possibilidade de receber depósitos à vista, além de


categorizar as instituições financeiras como bancárias (monetárias),
permite que elas multipliquem a quantidade de moeda em
circulação na economia.

E, por fim, o que seriam as instituições financeiras auxiliares?

Resumidamente, são auxiliares as instituições que se prestam à


intermediação de recursos entre poupadores e devedores (e
investidores) na economia, mesmo que não forneçam propriamente
os recursos. Os 3 melhores exemplos (que serão explicados logo
mais) são as Bolsas de Valores, as Sociedades Corretoras de Títulos
e Valores Mobiliários e as Sociedades Distribuidoras de Títulos e
Valores Mobiliários.

Portanto, cabe-nos detalhar cada uma das entidades solicitadas no


Edital.

Antecipo que são muitas: é bom estudar e reestudar este tema!

2.2. Bancos Comerciais

O banco comercial é a instituição bancária por excelência, pois o


recebimento de depósitos à vista consiste em sua mais importante
função.

O objetivo principal dos bancos comerciais é proporcionar o


suprimento de recursos necessários para financiar, a curto e
médio prazos, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras
de serviços e as pessoas físicas.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!15!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Atenção! no prazo de financiamento. Os bancos comerciais
trabalham no curto e médio prazos.

Dentre as maneiras que os bancos comerciais possuem para


atender estes objetivos estão:

" Desconto de títulos

" Operações de crédito simples e de conta corrente (conta


garantia)

" Operações especiais, tais como as de crédito direcionado


(crédito rural, entre outras) e câmbio

" Captar depósitos à vista e a prazo

" Obter recursos internos e externos para repasse

Em resumo, os bancos comerciais se colocam como intermediários


financeiros entre os agentes superavitários (poupadores) e os
deficitários (devedores, investidores). A captação, via depósitos à
vista e a prazo, além de outras maneiras, é direcionada de forma
seletiva aos que necessitam destes recursos para cumprir com suas
obrigações deficitárias.

Vejamos as seguintes questões:

03. (CESPE; BRB 2009) A captação de depósitos à vista


representa a atividade básica dos bancos comerciais e os
qualifica como instituições financeiras monetárias.

04. (CESPE; BRB 2009) Os bancos comerciais podem captar


depósitos à vista, mas não podem captar depósitos a prazo,
o que está facultado apenas aos bancos de investimento.

05. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012) Os bancos


comerciais são o tipo de instituição financeira que mais
realizam movimentação monetária em número de
transações, devido ao grande número de instituições e

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!13!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
clientes. Dentre os tipos de captação de recursos dos
clientes, os bancos possuem um tipo de captação conhecida
como “captação a custo zero”, realizada por meio das
contas-correntes dos clientes.

O tipo de operação em que são realizadas entradas de


dinheiro em contas-correntes é denominado captação de

a) clientes

b) dinheiro

c) depósitos à vista

d) recursos a prazo

e) investimentos a curto prazo

06. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) Os depósitos à


vista são os recursos captados dos clientes pelos bancos
comerciais que, para facilitar livre movimentação desses
recursos, disponibilizam o serviço bancário sem
remuneração denominado

a) Certificado de Depósito Bancário (CDB).

b) conta-corrente.

c) poupança.

d) cartão de crédito.

e) fundo de investimento.

07. IADES - Analista Metroferroviário (METRO


DF)/Administrativa/Economista/2014/

Os bancos comerciais atuam como parte na intermediação


financeira, captando recursos dos agentes econômicos

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!16!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
superavitários, os investidores, e disponibilizando-os para os
agentes econômicos deficitários, os tomadores. A captação
de recursos por meio de depósitos a prazo constitui-se, para
o banco, em uma

a) operação ativa.

b) operação passiva.

c) aplicação financeira.

d) intermediação financeira.

e) aplicação de renda variável.

e) II, III e IV.

08. FGV - Analista Bancário (BNB)/2014/

Os bancos ganham dinheiro com receitas de intermediação


financeira e com receitas de prestação de serviços e tarifas.
Entre as principais receitas bancárias de prestação de
serviços e tarifas, destacam-se:

I. tarifas sobre depósito à vista e sobre aplicações em CDBs;

II. tarifas sobre serviços de conta corrente e de corretagem


e custódia;

III. tarifas sobre emissões e anuidades de cartões de


crédito;

IV. receitas sobre administração de fundos de investimento e


administração de consórcios.

Está(ão) correta(s) somente:

a) I e IV;

b) II e III;
!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!17!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
c) III;

d) IV;

e) II, III e IV.

03 - Corretíssimo!

Os bancos comerciais exercem como atividade básica a captação de


depósitos à vista, fato que os qualifica como instituições
monetárias.

GABARITO: CERTO

04 - Uma coisa não inviabiliza a outra.

Ou seja, a possibilidade de captar depósitos à vista e, desta forma,


estar configurada como instituição monetária, não impossibilita
estas entidades a captar via depósitos a prazo.

Portanto, os bancos comerciais podem captar tanto à vista, como a


prazo.

GABARITO: ERRADO

05 - Como já salientado, os depósitos à vista caracterizam a


possibilidade de multiplicar a quantidade de dinheiro na economia,
realizada pelos bancos comerciais.

Adicionalmente, estas operações conferem recursos aos bancos a


custo zero, pois não há remuneração aos seus titulares
(correntistas).

GABARITO: LETRA C

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!18!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
06 - Novamente, os recursos captados sem remuneração aos
titulares, conhecidos como depósitos à vista, são realizados em
conta corrente.

GABARITO: LETRA B

07. A principal forma de captação dos bancos comerciais são os


depósitos à vista, como explicado. É isto que os permite multiplicar
a quantidade de moeda e se categorizar como instituições
bancárias.

Mas, eles também captam depósitos a prazo. E, todas as formas de


captação de recursos pelos bancos são consideradas operações
passivas.

GABARITO: LETRA B

08. Questão interessante que complementa os assuntos vistos até o


momento.

Nas suas atividades os bancos cobram tarifas de seus clientes. E, as


mais importantes são:

II. tarifas sobre serviços de conta corrente e de corretagem e


custódia;

III. tarifas sobre emissões e anuidades de cartões de crédito;

IV. receitas sobre administração de fundos de investimento e


administração de consórcios.

GABARITO: LETRA E

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!12!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
2.3. Caixas Econômicas

Além de captarem depósitos à vista e operarem como banco


comercial, as Caixas Econômicas integram o Sistema Brasileiro de
Poupança (SBP) e o Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Quanto ao SBP, as Caixas Econômicas captam os depósitos


na tradicional caderneta de poupança. Estes recursos são
direcionados ao SFH, financiando o crédito imobiliário.

Ademais, cabe a estas instituições a captação e


gerenciamento dos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de
Serviços (FGTS).

Atualmente existe tão somente 1 instituição neste âmbito: a


Caixa Econômica Federal (CEF).

A CEF é a instituição financeira sob a forma de empresa


pública (possui como único acionista a União Federal) e responsável
pela operacionalização das políticas de do Governo Federal para
habitação popular e saneamento básico.
Basicamente, a CEF exerce as seguintes atividades:
" Bancária, sendo também Banco Múltiplo
" Captação e administração de recursos da poupança, para
aplicação em empréstimos vinculados, principalmente na
habitação
" Administração de loterias e de fundos, dentre o quais se destaca
o FGTS.
O Estatuto da CEF dispõe sobre todas suas funções cujas
principais seguem a seguir:

• receber depósitos, a qualquer título, inclusive os


garantidos pela União, em especial os de economia
popular, com o propósito de incentivar e educar a
população brasileira nos hábitos da poupança e fomentar
o crédito em todas as regiões do País;
!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!19!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
• prestar serviços bancários de qualquer natureza, por meio
de operações ativas, passivas e acessórias, inclusive de
intermediação e suprimento financeiro, sob suas múltiplas
formas;
• administrar, com exclusividade, os serviços das loterias
federais, nos termos da legislação específica;
• exercer o monopólio das operações de penhor civil, em
caráter permanente e contínuo;
• prestar serviços delegados pelo Governo federal e prestar
serviços, mediante convênio, com outras entidades ou
empresas, observada sua estrutura e natureza de instituição
financeira;
• realizar quaisquer operações, serviços e atividades negociais nos
mercados financeiros e de capitais, internos ou externos;
• efetuar operações de subscrição, aquisição e distribuição de
ações, obrigações e quaisquer outros títulos ou valores
mobiliários no mercado de capitais, para investimento ou
revenda;
• realizar operações de câmbio;
• realizar operações de corretagem de seguros e de valores
mobiliários, arrendamento residencial e mercantil, inclusive sob
a forma de leasing;
• prestar, direta ou indiretamente, serviços relacionados às
atividades de fomento da cultura e do turismo, inclusive
mediante intermediação e apoio financeiro;
• atuar como agente financeiro dos programas oficiais de
habitação e saneamento e como principal órgão de
execução da política habitacional e de saneamento do
Governo federal, e operar como sociedade de crédito
imobiliário para promover o acesso à moradia,
especialmente para a população de menor renda;

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!4:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
• atuar como agente operador e financeiro do FGTS;
• administrar fundos e programas delegados pelo Governo
federal;
• conceder empréstimos e financiamentos de natureza social de
acordo com a política do Governo federal, observadas as
condições de retorno, que deverão, no mínimo, ressarcir os
custos operacionais, de captação e de capital alocado;
• manter linhas de crédito específicas para as
microempresas e para as empresas de pequeno porte;
• realizar, na qualidade de agente do Governo federal, por conta e
ordem deste, quaisquer operações ou serviços que lhe forem
delegados, nos mercados financeiro e de capitais;
• prestar serviços de custódia de valores mobiliários;
• prestar serviços de assessoria, consultoria e gerenciamento de
atividades econômicas, de políticas públicas, de previdência e de
outras matérias relacionadas a sua área de atuação,
diretamente ou mediante convênio ou consórcio com órgãos,
entidades ou empresas;
• realizar, na forma fixada pelo Conselho Diretor e aprovada pelo
Conselho de Administração da CEF, aplicações não
reembolsáveis ou parcialmente reembolsáveis destinadas
especificamente a apoiar projetos e investimentos de caráter
socioambiental, que se enquadrem em seus programas e ações,
que beneficiem prioritariamente a população de baixa renda, e
principalmente nas áreas de habitação de interesse social,
saneamento ambiental, gestão ambiental, geração de trabalho e
renda, saúde, educação, desportos, cultura, justiça,
alimentação, desenvolvimento institucional, desenvolvimento
rural, e outras vinculadas ao desenvolvimento sustentável.
Das operações acima citadas, foram destacadas aquelas que
diferenciam a CEF de outras instituições financeiras bancárias. É o

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!41!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
caso, por exemplo, das funções de cunho social geridas pela
instituição, como a administração do FGTS.

Adicionalmente, verifica-se outras funções não exatamente


compreendidas em uma instituião financeira bancária, como a
administração da loteria federal e o monopólio nas operações de
penhor comum, operação na qual o devedor entrega bem móvel
de valor ao credor (neste caso, a CEF), com a finalidade de garantir
o pagamento do débito.

Desta forma, o interessado na obtenção de um


financiamento pode se dirigir à Caixa Econômica Federal e entregar
à instituição financeira algum bem de valor, geralmente metais
preciosos e bens afins, como garantia de pagamento do crédito
tomado.

O financiamento é liberado após a aprovação da penhora,


podendo o devedor emprestar até o limite de 130% do valor do
bem penhorado.

Podem ser penhorado os seguintes bens:

" Joias

" Metais Nobres

" Diamantes Lapidados

" Pérolas

" Relógios

" Canetas e Pratarias originais de valor significativo

Feitas estas observações sobre a CEF, vamos às questões:

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!44!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
09. FGV - Analista Bancário (BNB)/2014/

As Instituições Financeiras podem ser classificadas em


monetárias e não monetárias. Entre as instituições
financeiras monetárias, encontram-se:

a) Bancos Comerciais e Bancos de Investimento;

b) Bancos de Investimento e Bancos de Desenvolvimento;

c) Bancos Comerciais e Bancos de Desenvolvimento;

d) Bancos de Investimento e Caixas Econômicas;

e) Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

10. (FCC - Escriturário (BB)/2011/2) Os depósitos de


poupança constituem operações passivas de

a) bancos de desenvolvimento.

b) cooperativas centrais de crédito.

c) bancos de investimento.

d) sociedades de crédito, financiamento e investimento.

e) sociedades de crédito imobiliário.

11. CESPE - Técnico Bancário Novo (CEF)/Tecnologia da


Informação/2014/

Em relação à CAIXA, julgue o item abaixo.

A CAIXA equipara-se aos bancos comerciais, sendo-lhe facultada a


captação de depósitos de poupança, mas não a de depósitos à
vista.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!45!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
09. As instituições financeiras monetárias são aquelas que captam
depósitos à vista. Vimos que os bancos comerciais e as caixas
econômicas possuem esta característica.

GABARITO: LETRA E

10. Ótima questão. Foi citado que os depósitos em cadernetas de


poupança são direcionados ao financiamento de crédito imobiliário.

Desta forma, os depósitos em poupança são ativos dos poupadores


e passivos das entidades que utilizam destes recursos para financiar
suas operações, ou seja, são passivos das sociedades de crédito
imobiliário.

GABARITO: LETRA E

11. Completamente incorreto. Como salientado acima, a CEF é


responsável pela captação e administração de recursos da
poupança, para aplicação em empréstimos vinculados,
principalmente na habitação.

GABARITO: ERRADO

2.4. Cooperativas de Crédito

Uma sociedade cooperativa consiste na união de pessoas que


reciprocamente se obriguem a contribuir com bens ou serviços
para o exercício de atividade econômica, de proveito comum,
sem objetivo de lucro.

Naturalmente, uma cooperativa de crédito atende a finalidade de


conceder crédito e, desta maneira, está inclusa no organograma do
SFN.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!43!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Desta forma, a cooperativa de crédito é uma instituição financeira
formada por uma associação autônoma de pessoas unidas
voluntariamente, com forma e natureza jurídica próprias, de
natureza civil, sem fins lucrativos, constituída para prestar serviços
a seus associados. O objetivo da constituição de uma cooperativa
de crédito é prestar serviços financeiros de modo mais simples e
vantajoso aos seus associados, possibilitando o acesso ao crédito e
outros produtos financeiros (aplicações, investimentos,
empréstimos, financiamentos, recebimento de contas, seguros,
etc.).

As cooperativas de crédito podem atuar das seguintes maneiras:

" Captar depósitos, somente de associados.

" Obter empréstimos ou repasses de instituições financeiras


nacionais ou estrangeiras

" Conceder créditos e prestar garantias

" Aplicar recursos no mercado financeiro, inclusive em


depósitos à vista e a prazo

" Prestar serviços a associados ou não associados, serviços de


cobrança, de custódia, de recebimentos e pagamentos por conta de
terceiros, entidades públicas e privadas

E seguem mais questões!

12. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012/) De acordo com


a Lei no 4.595/1964, as Cooperativas de Crédito são
equiparadas às demais instituições financeiras, e seu
funcionamento deve ser autorizado e regulado pelo Banco
Central do Brasil.

O principal objetivo de uma Cooperativa de Crédito é a

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!46!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
a) concessão de cartas de crédito, que estejam vinculadas a títulos
do Governo Federal, às demais instituições financeiras.

b) fiscalização das operações de crédito realizadas pelas demais


instituições financeiras.

c) prestação de assistência creditícia e de serviços de natureza


bancária a seus associados, em condições mais favoráveis que as
praticadas pelo mercado.

d) prestação do serviço de proteção ao crédito ao mercado


financeiro, atuando principalmente como um Fundo Garantidor de
Crédito.

e) regulamentação da prestação do serviço de concessão de crédito,


realizado por pessoas físicas associadas a uma determinada
instituição financeira.

13. (CESPE; BB 2009) As cooperativas de crédito estão


autorizadas a realizar operações de captação por meio de
depósitos à vista e a prazo somente vindos de associados, de
empréstimos, repasses e refinanciamentos oriundos de
outras entidades financeiras e de doações.

14. (CESPE; BB 2009) As cooperativas de crédito podem


conceder crédito somente a brasileiros maiores de 21 anos
de idade, por meio de desconto de títulos, empréstimos e
financiamentos, e realizar aplicação de recursos no mercado
financeiro.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!47!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
12 - As cooperativas de crédito, sendo instituições bancárias, se
prestam ao serviço de conceder créditos, recebendo depósitos à
vista, a prazo e outras formas de financiamento de suas operações.

Não obstante, seu diferencial é exercer a atividade financeira em


proveito de seus associados, ou seja, prestar assistência creditícia e
de serviços de natureza bancária a seus associados, em condições
mais favoráveis que as praticadas pelo mercado.

GABARITO: LETRA C

13 - Devemos ter em mente que as cooperativas são instituições


monetárias e, desta forma, estão autorizadas a captar via depósitos
à vista. Ademais, as cooperativas funcionam para seus associados,
e não terceiros. Deste modo, a captação de depósitos à vista e a
prazo deve ser feita somente de associados. Há outras maneiras de
financiamento, dentre elas repasses e refinanciamentos oriundos de
outras entidades financeiras e de doações.

GABARITO: CERTO

14 - Como já citado, as cooperativas de crédito direcionam suas


atividades a seus associados. Estes, podem ter menos, ou mais de
21 anos. Portanto, é possível conceder créditos a menores de 21
anos.

GABARITO: ERRADO

2.5. Bancos Comerciais Cooperativos

É caracterizado como banco comercial na forma de sociedade


anônima de capital fechado, com participação exclusiva de

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!48!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
sociedades cooperativas de crédito singulares e centrais
cooperativas. Desta forma, são instituições financeiras bancárias.

É vedado a estas instituições participar do capital social de outras


instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Bacen. Esta
vedação é aplicada para manter viva a ideia de cooperativa, ou
seja, o atendimento de seus associados.

Em resumo, tratam-se de cooperativas de crédito organizadas na


forma de banco comercial, pois a natureza das operações praticadas
pelas cooperativas de crédito são mantidas e a elas adicionadas as
operações bancárias tradicionais, como a emissão de talão de
cheques, de cartões de crédito e administração de carteira de
crédito.

Uma grande vantagem dos bancos cooperativos é a possibilidade de


captação de recursos no exterior, atividade vedada às cooperativas
de crédito.

Adicionalmente, visto se organizarem como banco comercial, cabe


aos bancos cooperativos o respeitos às normas regulamentares e
prudenciais estabelecidas pelo Bacen, como o respeito ao Acordo de
Basileia.

2.6. Bancos Múltiplos

O Banco Múltiplo é a pessoa jurídica que oferece diversos


serviços financeiros. Ou seja, mantém operações financeiras
diversas, que seriam prestadas por distintas instituições, como uma
só instituição. As carteiras de um banco múltiplo envolvem carteira
comercial, carteira de investimento, carteira de crédito imobiliário,
carteira de aceite, carteira de desenvolvimento e carteira de
leasing.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!42!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Para configurar como banco múltiplo, a instituição financeira
deve, no mínimo, possuir ao menos duas carteiras, sendo,
obrigatoriamente, uma delas comercial ou de investimento.

Os bancos múltiplos cumprem um relevante papel na economia


nacional, pois permitem reduzir os custos das operações financeiras
por eles realizadas, conferindo maior eficiência à intermediação
financeira. A ideia é muito simples. Podemos imaginar duas
instituições distintas, uma realizando atividades bancárias, e outras
atividades de câmbio. A união destas duas instituições em um
banco múltiplo permite a diluição de custos operacionais,
barateando o custo total da atividade. Desta forma, todos ganham.

Merece Atenção! esta possibilidade de exercício de diversas


atividades por um banco múltiplo. Nem todas as operações de um
banco múltiplo criam moeda, tão somente as envolvidas na carteira
comercial, pois são as que aceitam depósitos à vista. Abaixo, outra
questão para reforçar o conceito:

15. (FCC - Escriturário (BB)/2010) De acordo com as normas


do Conselho Monetário Nacional – CMN, os bancos múltiplos
devem ser constituídos com, no mínimo, duas carteiras, sendo
uma delas obrigatoriamente de

a) investimento.

b) crédito, financiamento e investimento.

c) crédito imobiliário.

d) câmbio.

e) arrendamento mercantil.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!49!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

Para configurar como banco múltiplo, a instituição financeira deve,


no mínimo, possuir ao menos duas carteiras, sendo,
obrigatoriamente, uma delas comercial ou de investimento.

GABARITO: LETRA A

2.7. Banco do Brasil

O Banco do Brasil já desempenhou diversas funções pela história.


Já desempenhou funções de Banco Central, quando podia emitir
moeda, além de cuidar da política cambial.

Atualmente o Banco do Brasil desempenha suas funções como


Banco Múltiplo, realizando operações bancárias de varejo e
atacado, investimento, crédito imobiliário, leasing, entre outras
operações financeiras.

Adicionalmente, cabe ao Banco do Brasil:

" Efetuar pagamentos e suprimentos necessários à execução do


Orçamento Geral da União (é o BB que administra os pagamentos
recebimentos do Governo Federal)

" Administrar a Câmara de Compensação de Cheques e outros


papeis. Atenção!, pois enquanto o BACEN regula esta função, o
BB a administra (cuidado com a maneira que os termos são
utilizados, podem a Banca pode tentar confundir)

" Executar os serviços bancários de interesse do Governo


Federal

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!5:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

3. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO BANCÁRIAS

As instituições não bancárias (não monetárias) não captam


depósitos à vista e, portanto, não multiplicam a quantidade de
moeda em circulação na economia.

Em resumo, as entidades não monetárias captam recursos, através


da emissão de títulos e depósitos a prazo em geral, para concessão
de empréstimos e financiamentos diversos. Desta forma, exercem
intermediação da moeda.

Vamos ver uma questão?

16. (CESGRANRIO; BACEN 2009) As instituições financeiras


não monetárias

(A) incluem os bancos comerciais.

(B) incluem as cooperativas de crédito.

(C) incluem as caixas econômicas.

(D) captam recursos através da emissão de títulos.

(E) captam recursos através de depósitos à vista.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!51!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

Já citamos que para figurar como instituição não monetária a


instituição financeira não pode captar depósitos à vista. Desta
forma, já é possível excluir as alternativas A, B, C e E.

A alternativa D é a correta. A emissão de títulos é uma das formas


de financiamento das instituições não monetárias. Como não podem
captar via depósitos à vista, elas captam a poupança de médio e
longo prazo da economia.

GABARITO: LETRA D

As instituições financeiras não bancárias estão divididas em:

3.2. Bancos de Desenvolvimento

Os bancos de desenvolvimento existem para promover o


desenvolvimento da região à qual fazem parte. Meio obvio, não é?

Os Bancos de Desenvolvimento são instituições financeiras


públicas não federais, constituídas sob a forma de sociedade
anônima, com sede na Capital do Estado da Federação que detiver
seu controle acionário.

Seu objetivo principal é proporcionar o suprimento oportuno e


adequado dos recursos necessários ao financiamento, a médio e
longo prazos, de programas e projetos que visem a promover o
desenvolvimento econômico e social dos respectivos Estados da
Federação onde tenham sede, cabendo-lhes apoiar prioritariamente
o setor privado.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!54!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Pelas características acima, é importante citar o caráter regional dos
bancos de desenvolvimento. São controlados pelos governos do
estado que fazem parte e sua atuação se limita a esta região.

Estão autorizados a financiar projetos de desenvolvimento fora da


região que fazem parte tão somente se o empreendimento visar
benefícios de interesse comum, ou seja, que atenda também a sua
região.

Entre suas funções estão:

" Impulsionar o desenvolvimento econômico e social do


País/Região/Estado.

" Fortalecer o setor empresarial.

" Atenuar os desequilíbrios regionais, criando novos polos de


produção.

" Promover o desenvolvimento integrado das atividades


agrícolas, industriais e de serviços.

Para atender a seu objetivo, os Bancos de Desenvolvimento podem


apoiar iniciativas que visem a:

I - Ampliar a capacidade produtiva da economia, mediante


implantação, expansão e/ou relocalização de empreendimentos;

II - Incentivar a melhoria da produtividade, por meio de


reorganização, racionalização, modernização de empresas e
formação de estoques - em níveis técnicos adequados - de matérias
primas e de produtos finais, ou por meio da formação de empresas
de comercialização integrada;

III - Assegurar melhor ordenação de setores da economia regional e


o saneamento de empresas por meio de incorporação, fusão,
associação, assunção de controle acionário e de acervo e/ou
liquidação ou consolidação de passivo ou ativo onerosos;

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!55!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
IV - Incrementar a produção rural por meio de projetos integrados
de investimentos destinados à formação de capital fixo ou semifixo;

V - Promover a incorporação e o desenvolvimento de tecnologia de


produção, o aperfeiçoamento gerencial, a formação e o
aprimoramento de pessoal técnico, podendo, para este fim,
patrocinar programas de assistência técnica, preferencialmente
através de empresas e entidades especializadas.

Cabe salientar que no caso dos empreendimentos de que trata o


item IV (produção rural), o financiamento do custeio pode ser
realizado diretamente pelo Banco de Desenvolvimento, ou,
preferencialmente, por intermédio de convênios com outras
instituições financeiras autorizadas a realizar esse tipo de atividade.

Adicionalmente, ressalta-se o seguinte fato: O Estado da


Federação autorizado a constituir Banco de Desenvolvimento
detém, obrigatoriamente, o controle acionário da instituição.
Isto não significa que em todos os casos o Estado terá a
totalidade das ações emitidas pelo banco, pois é permitido,
em relação aos Bancos de Desenvolvimento registrados
como sociedade anônima de capital aberto, emitir ações
preferenciais, nas formas nominativas e ao portador, sem
direito a voto, neste último caso desde que previamente
autorizados pelo Banco Central.

Ou seja, os Bancos de Desenvolvimento estão autorizados a


negociar suas ações com terceiros, não relacionados com o
acionista controlador, desde que seguindo as regras dispostas
acima.

É necessário se atentar a esta espécie de instituição financeira,


tendo em vista ser a forma do BNB.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!53!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

17. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012) As instituições


financeiras, controladas pelos Governos Estaduais, que
fornecem crédito de médio e longo prazos para as empresas
de seus respectivos Estados são as(os)

a) Caixas Econômicas

b) Cooperativas de Crédito

c) Sociedades Distribuidoras

d) Bancos Comerciais

e) Bancos de Desenvolvimento

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!56!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

Acabamos de discutir o tema. Os bancos de desenvolvimento


estaduais são controlados pelo governo estaduais do qual fazem
parte. Ademais, os bancos de desenvolvimento se prestam ao
fornecimento de crédito de médio e longo prazos para as empresas
de seus respectivos Estados.

GABARITO: LETRA E

3.3. Bancos de Investimento

Os bancos de investimento existem para prover recursos de


médio e longo prazos às companhias privadas.

São considerados instituições financeiras de natureza


privada (não controlados por ente público), especializadas
em operações de participação societária de caráter
temporário, de financiamento da atividade produtiva para
suprimento de capital fixo e de giro e de administração de
recursos de terceiros, constituídos sob a forma de sociedade
anônima.

São diferentes dos bancos de desenvolvimento. Estes, têm como


finalidade o desenvolvimento social e econômico local, no sentido
amplo. Os bancos de investimento financiam, preponderantemente,
o desenvolvimento privado (empresas e afins). Além dos bancos de
desenvolvimento serem controlados por entes estatais, enquanto os
bancos de investimento são controlados por agentes privados.

Além das atividades apresentadas anteriormente, os bancos de


investimento podem realizar as seguintes operações:

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!57!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
• praticar operações de compra e venda, por conta própria ou de
terceiros, de metais preciosos, no mercado físico, e de quaisquer
títulos e valores mobiliários, nos mercados financeiros e de capitais;

• operar em bolsas de mercadorias e de futuros, bem como em


mercados de balcão organizados, por conta própria e de terceiros;

• operar em todas as modalidades de concessão de crédito para


financiamento de capital fixo e de giro;

• participar do processo de emissão, subscrição para revenda e


distribuição de títulos e valores mobiliários;

• operar em câmbio, mediante autorização específica do Banco


Central do Brasil;

• coordenar processos de reorganização e reestruturação de


sociedades e conglomerados, financeiros ou não, mediante
prestação de serviços de consultoria, participação societária e/ou
concessão de financiamentos ou empréstimos; e

• realizar outras operações autorizadas pelo Banco Central do Brasil

Os bancos de investimento financiam suas operações ativas através


da emissão de títulos, tais com CDBs, RDBs, cotas de fundos, entre
outros. Os recursos captados são direcionados ao desenvolvimento
das empresas privadas, através da aquisição de ações destas
empresas, compra de títulos emitidos pelas empresas (por exemplo,
debêntures), promoção de eventos societários, como fusões,
aquisições, cisões etc.

Em suma, as operações realizadas pelos bancos de investimentos


conferem maior eficiência na alocação de recursos em empresas,
através do alongamento de prazos das operações creditícias, entre
outras que realiza, e fortalecimento do setor privado.

Apenas um ponto precisa de maior atenção. Os bancos de


investimento podem manter contas, sem juros e não

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!58!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
movimentáveis por cheque, relativas a recursos de terceiros (i)
recebidos para aplicação em títulos e valores mobiliários e outros
ativos financeiros e/ou modalidades operacionais disponíveis nos
mercados financeiro e de capitais, referentes à movimentação
dessas aplicações ou (ii) vinculados à execução de suas operações
ativas ou relacionadas com a prestação de serviços

Ressalta-se apenas que estas contas não são contas correntes,


afinal, eles não captam depósitos à vista.

Vejamos a questão abaixo:

18. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) Atualmente os


grandes bancos do mercado financeiro realizam desde as
atividades mais simples, como o pagamento de um título, até
as mais complexas, como as operações de Corporate
Finance, que envolvem a

a) realização de um contrato de câmbio para viabilizar as


exportações e as importações.

b) realização de atividades corporativas no exterior.

c) gestão de ativos financeiros no segmento corporativo.

d) manutenção de contas-correntes de expatriados no exterior.

e) intermediação de fusões, cisões, aquisições e incorporações de


empresas.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!52!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

As operações de finanças corporativas (corporate finance) são


também realizadas pelos Bancos de Investimento.

Em suma, compreendem as atividades de administração de riscos


financeiros de uma grande companhia, além de outras operações
que visam maximizar o valor da empresa no mercado.

A intermediação de fusões, cisões, aquisições e incorporações de


empresas faz parte da atividade de corporate finance.

GABARITO: LETRA E

3.4. Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento –


Financeiras

As Financeiras têm como objetivo o financiamento de bens


duráveis, serviços e capital de giro por empresas e indivíduos.

Popularmente conhecidas pela concessão de “crediário”, estas


entidades não podem se valer de contas correntes, pelo que captam
seus recursos através da emissão de títulos conhecidos como
Recibos de Depósito Bancário (RBD) e Letras de Câmbio.

19. (FCC - Escriturário (BB)/2011) As sociedades de crédito,


financiamento e investimento

a) captam recursos por meio de aceite e colocação de letras de


câmbio.

b) participam da distribuição de títulos e valores mobiliários.

c) são especializadas na administração de recursos de terceiros.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!59!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
d) desenvolvem operações de financiamento da atividade produtiva
para suprimento de capital fixo.

e) são instituições financeiras públicas ou privadas.

Questão muito importante!

Vamos analisar todas as alternativas:

a) Correto! Mas, o que são aceite e letras de câmbio?

O aceite é operação em que a financeira adquire créditos comerciais


de determinado estabelecimento comercial. Ao vender seus
produtos a prazo, o estabelecimento comercial pode repassar estes
créditos, descontados dos custos financeiros, às financeiras.
Quando o comprado dos bens efetua o pagamento, os valores são
creditados à financeira.

Já a letra de câmbio é emitida pelo devedor de determinado


financiamento e aceitas por outra instituição financeira, que financia
a operação. Desta forma, o devedor toma um crédito junto à
financeira, emite um título que garante a operação e outra
instituição financeira financia esta operação, tendo a garantia da
financeira e do devedor quanto ao pagamento.

Estas duas modalidades são as principais formas de financiamento


utilizadas pelas sociedades de crédito, financiamento e
investimento

b) a distribuição de valores mobiliários é feitos pelas Distribuidoras


de Valores Mobiliários, entidades que estudaremos com detalhes na
Aula 03

c) A administração de recursos de terceiros é feita, principalmente,


por Gestoras e Corretoras de Recursos, entidades que serão vistas
na Aula 03

d) Estas atividades são realizadas pelos bancos de investimentos

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!3:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
e) São apenas privadas.

GABARITO: LETRA A

3.5. Sociedades de Crédito Imobiliário

As SCIs são instituições especializadas no financiamento imobiliário


e constituídas sob a forma de sociedade anônima.

Elas utilizam principalmente os depósitos de poupança como


recurso para financiar suas operações de financiamento imobiliário.

Os demais recursos, além dos gerados através de suas operações


financeiras, podem ser utilizados:

" Letras hipotecárias

" Letras imobiliárias

" Repasses e refinanciamentos contraídos no País e no Exterior

" Depósitos Interfinanceiros (CDIs)

Como visto, não há muito o que tratar sobre as SCIs. Devemos


lembrar que se destinam ao financiamento imobiliário, utilizando,
sobretudo, recursos derivados dos depósitos em poupança para
financiar suas atividades.

3.6. Associações de Poupança e Empréstimo

As APEs são muito parecidas com as SCIs. A única diferença é que


podem ser constituídas sob a forma de fundação, cooperativa ou
outra forma associativa sem finalidade de lucro para a
construção e aquisição da casa própria.

Como não possui a finalidade lucrativa, o lucro eventualmente


resultante das suas operações de financiamento é dividido entre os
associados, que são os titulares dos depósitos em poupança
utilizados no financiamento das operações ativas das APEs.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!31!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Atualmente já apenas 1 APE em funcionamento, chamada de
Poupex e administrada pelo Banco do Brasil.

4. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS AUXILIARES

São auxiliares as instituições financeiras que se prestam a tão


somente auxiliar na intermediação financeira entre agentes
deficitários e superavitários. Por auxiliar devemos entender que
elas não concedem créditos, mas servem de suporte às operações
financeiras.

As instituições mais tradicionais, aqui discutidas, são as Bolsas de


Valores e de Mercadorias e Futuros, as Sociedades Corretoras e
Distribuidoras de Valores Mobiliários, a SELIC e a CETIP.

Vejamos.

4.2. Bolsas de Valores e de Mercadorias e Futuros

As bolsas de valores são entidades que pretendem fornecer


um local adequado para a realização de negócios com títulos
e valores mobiliários.

A Lei 6.385/76 define como valor mobiliário os seguintes títulos:

• as ações, debêntures e bônus de subscrição;


• os cupons, direitos, recibos de subscrição e certificados de
desdobramento relativos aos valores mobiliários referidos no inciso
II;
• os certificados de depósito de valores mobiliários;
• as cédulas de debêntures;
• as cotas de fundos de investimento em valores mobiliários ou de
clubes de investimento em quaisquer ativos;
• as notas comerciais; (Inciso incluído pela Lei nº 10.303, de
31.10.2001)

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!34!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
• os contratos futuros, de opções e outros derivativos, cujos ativos
subjacentes sejam valores mobiliários;
• outros contratos derivativos, independentemente dos ativos
subjacentes; e
• quando ofertados publicamente, quaisquer outros títulos ou
contratos de investimento coletivo, que gerem direito de
participação, de parceria ou de remuneração, inclusive resultante de
prestação de serviços, cujos rendimentos advêm do esforço do
empreendedor ou de terceiros. Mas, imagine o quanto difícil e
custoso seria encontrar os interessados em adquirir estes títulos e
valores mobiliários?

É para isto que servem as bolsas de valores. Elas conferem


organização, controle e sistemas propícios para o encontro entre
compradores e vendedores de títulos e valores mobliários. Ademais,
propiciam formação eficiente de preços, transparência e divulgação
das informações pertinentes aos negócios, além de segurança na
liquidez e compensação das operações.

Ufa! Quanta coisa!

É isto mesmo. As bolsas de valores possuem muitas funções, quase


todas pertinentes à realização mais ordeira de negócios com títulos
e valores mobiliários e, por isto, é muito importante para o mercado
de capitais e para a economia do País.

Para ser considerada bolsa de valores, a instituição deve:

" funcionar regularmente como sistema centralizado e


multilateral de negociação que possibilite o encontro e a interação
de ofertas de compra e de venda de valores mobiliários;

" ou permitir a execução de negócios tendo como contraparte


formador de mercado que assuma a obrigação de colocar ofertas
firmes de compra e de venda, respeitadas as condições
estabelecidas na norma.
!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!35!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Entende-se como sistemas centralizados e multilaterais de
negociação aqueles em que todas as ofertas relativas a um mesmo
valor mobiliário são direcionadas a um mesmo canal de negociação,
ficando expostas a aceitação e concorrência por todas as partes
autorizadas a negociar no sistema.

Nos ambientes de bolsa, todas as informações sobre os negócios,


como os preços, as quantidades e horários, entre outras, devem ser
publicadas continuamente, com no máximo 15 minutos de atraso.
As entidades administradoras de mercados de bolsa devem manter
sistemas de controle de riscos e, especialmente, manter mecanismo
de ressarcimento de prejuízos, para assegurar aos investidores o
ressarcimento de prejuízos decorrentes de erros ou omissões das
instituições intermediadoras ou seus administradores e
empregados.

E as bolsas de valores devem ser administradas por entidade


específica para isto, autorizada pela CVM.

Atualmente no Brasil existe apenas a Bolsa de Valores de São Paulo


(BM&FBOVESPA). Cumpre citar que a legislação nacional permite a
existência demais bolsas de valores, mesmo que, no momento,
exista tão somente uma em funcionamento.

A BM&FBOVESPA foi originada da união entre Bovespa e BM&F. Esta


se destinava às transações com mercadoria e futuros. Ou seja,
eram negociados contratos de mercadorias (principalmente
commodities) e derivativos, com vencimento futuro.

Localizava-se na cidade de São Paulo, e operava principalmente


com taxa de câmbio, taxa de juros, café, açúcar, soja, gado bovino,
milho e ouro.

Diferentemente da antiga Bovespa, não se transacionavam ações e


títulos emitidos por companhias abertas.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!33!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

4.3. SELIC

O Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC) foi criado no


início dos anos 80 com a finalidade de realizar a liquidar as
operações com Títulos Públicos.

Apenas instituições credenciadas no mercado financeiro


podem operar no SELIC (bancos, caixas econômicas, sociedades
corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliário, fundos de
investimento, entre outros), tendo os negócios liquidação
imediata. Ou seja, as ordens de compra e venda de Títulos
Públicos são feitas e pagas pontualmente.

O grande atrativo do SELIC é fornecer segurança e garantia para a


realização de operações com títulos públicos. Imagine que você
tenha interesse em adquirir estes títulos, mas não confiar que assim
que você efetuar o pagamento o título realmente será creditado a
você.

É para isto que existe um sistema especial.

As operações com títulos públicos possuem uma finalidade nobre: o


exercício da política monetária. As variações da quantidade de
moeda em circulação na economia são preponderantemente
determinadas através das negociações feitas no SELIC.

Ademais, a taxa média de juros derivada nas negociações deste


mercado é a Taxa Selic –a taxa básica de juros da economia. Como
taxa básica de juros, cuja meta é determinada pelo COPOM, serve
de parâmetro para a determinação de todas as outras taxas de
juros praticadas na economia.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!36!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Assim, caso você compre um carro e financie a aquisição, irá pagar
uma taxa de remuneração à instituição financeira que te emprestou
este valor. A remuneração desta operação é determinada, entre
outros fatores, através da Taxa Selic – por isto que a SELIC é
chamada de taxa básica de juros.

Vejamos como o tema é cobrado em concursos:

20. (FCC - Escriturário (BB)/2011) O Sistema Especial de


Liquidação e de Custódia (SELIC), do Banco Central do
Brasil, é um sistema informatizado que

a) é operado em parceria com a CETIP S.A. Balcão Organizado de


Ativos e Derivativos.

b) substituiu o Sistema de Pagamentos Brasileiro − SPB.

c) tem como participantes, exclusivamente, a Secretaria do Tesouro


Nacional e bancos múltiplos.

d) impossibilita a realização de operações compromissadas, ou seja,


a venda ou compra de títulos com o compromisso de recompra ou
revenda.

e) se destina à custódia de títulos escriturais de emissão do Tesouro


Nacional, bem como ao registro e à liquidação de operações com
esses títulos.

21. (FCC - Escriturário (BB)/2011/3) O Sistema Especial de


Liquidação e de Custódia (SELIC)

a) é o depositário central de títulos emitidos pelo Tesouro Nacional.

b) pode ter investidores individuais como participantes titulares de


contas de custódia.

c) é contraparte nas operações de leilão de títulos privados.

d) registra operações com debêntures no mercado secundário.


!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!37!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
e) é a câmara de liquidação física e financeira de títulos de emissão
privada.

22. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) O SELIC –


Sistema Especial de Liquidação e Custódia – foi desenvolvido
em 1979 pelo Banco Central do Brasil e pela ANDIMA
(Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto)
com a finalidade de

a) custodiar os títulos públicos e privados negociados no mercado


aberto antes de sua liquidação financeira.

b) liquidar financeiramente as ações negociadas no mercado de


Bolsa de Valores e custodiar os títulos públicos.

c) regular e fiscalizar a atividade de liquidação e custódia dos títulos


públicos federais, exercida pelas instituições financeiras.

d) verificar e controlar o índice de liquidez dos títulos públicos e


privados antes da sua custódia.

e) controlar e liquidar financeiramente as operações de compra e


venda de títulos públicos e manter sua custódia física e escritural.

23. CESGRANRIO/CEF/2012

Com as alterações do Sistema de Pagamentos Brasileiro


(SPB), o Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic)
passou a liquidar as operações com títulos públicos federais
em

a) dois dias úteis

b) três dias úteis

c) uma semana

d) tempo real

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!38!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
e) curto prazo

20 - Como já citado, o SELIC se destina à custódia de títulos


escriturais de emissão do Tesouro Nacional, bem como ao registro e
à liquidação de operações com esses títulos.

GABARITO: LETRA E

21 - O SELIC não realiza operações com títulos privados, tais como


as debêntures.

Ademais, ressalta-se que os titulares das contas de depósitos


devem ser investidores jurídicos autorizados, como os bancos.

Portanto, resta a alternativa A. Citamos diversas vezes que ao


SELIC cabe realizar a liquidação e custódia dos títulos públicos
negociados no mercado. Como custódia é sinônimo de depósitos, o
SELIC é o depositário central de títulos emitidos pelo Tesouro
Nacional.

GABARITO: LETRA A

22. O Selic cuida da liquidação e custódia dos títulos públicos, ou


seja, controlar e liquidar financeiramente as operações de compra e
venda de títulos públicos e manter sua custódia física e escritural.

Cabe citar que o Selic não administra títulos privados, ações


negociadas em Bolsas de Valores, além de não realizar regulação e
fiscalização do mercado, atividades exercidas pelos entidades
supervisoras do SNF.

GABARITO: LETRA E

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!32!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
23. O Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) é
responsável pela realização da liquidação e custódia dos títulos
públicos federais.

Por custódia entende-se o depósito e guarda dos títulos. Por


liquidação, a concretização dos atos necessários para realizar a
compra e venda destes títulos.

Atualmente, a liquidação é feita em tempo real.

Ou seja, caso determinada instituição compre um título público, o


pagamento é feito no momento da operação, havendo, também, a
necessidade do título estar custodiado na conta do vendedor.

O não cumprimento destas obrigações pode postergar a realização


da operação em até 60 minutos. Não se cumprindo, a operação é
cancelada.

GABARITO: LETRA D

4.4. CETIP S.A.

A Cetip S.A. – Mercados Organizados é uma empresa de


serviços financeiros na qual a função de entidade
administradora de mercado de balcão organizado é a
principal atividade. Está dividida em duas unidades de negócios:
Títulos e Valores Mobiliários e Financiamentos.

Utilizam os serviços da Cetip: fundos de investimento; bancos


comerciais, múltiplos e de investimento; corretoras e distribuidoras;
financeiras; consórcios; empresas de leasing e crédito imobiliário;
cooperativas de crédito e investidores estrangeiros; além de
empresas não financeiras, tais como fundações e seguradoras.

No segmento de financiamentos, a empresa oferece serviço de


entrega eletrônica das informações necessárias para o registro de

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!39!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
contratos e anotação dos gravames pelos órgãos de trânsito. Opera
o Sistema Nacional de Gravames (SNG), que centraliza as
informações de restrições financeiras incidentes sobre veículos,
fornecendo dados para bancos usuários do sistema.

Em resumo, a CETIP, além de administradora de mercados de


balcão, é uma entidade que realiza serviços financeiros de
liquidação financeira e compensação de ativos. Ou seja, confere
mais garantia, transparência e liquidez nas transações com ativos
privados ao garantir o pagamento da transação e a custódia dos
ativos em lugar adequado.

Fazendo uma comparação com a SELIC, enquanto esta serve de


ambiente de liquidação e custódias de títulos públicos, a CETIP faz a
mesma função com ativos privados.

Abaixo, questões sobre a CETIP:

24. FCC - Escriturário (BB)/2006

Os depósitos interfinanceiros (DI) constituem um


mecanismo ágil de transferência de recursos entre
instituições financeiras. As operações para liquidação no dia
seguinte ao da negociação são registradas

a) na Bolsa de Mercadorias & Futuros.

b) no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia − SELIC.

c) na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – CBLC.

d) na Câmara de Custódia e Liquidação − CETIP.

e) na Câmara Interbancária de Pagamentos − CIP.

25. (FCC - Escriturário (BB)/2011) A CETIP S.A. Balcão


Organizado de Ativos e Derivativos

a) registra operações de ações realizadas no mercado de bolsa.


!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!6:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
b) efetua a custódia escritural de títulos privados de renda fixa.

c) é contraparte nas operações do mercado primário dos títulos que


mantém registro.

d) é a câmara de compensação e liquidação de todos os títulos do


Tesouro Nacional.

e) atua separadamente do Sistema de Pagamentos Brasileiro – SPB.

24. A CETIP fornece serviços financeiros para a negociação de


ativos privados. Os DIs são considerados títulos privados e, desta
forma, negociados na CETIP.

GABARITO: LETRA D

25. A CETIP S.A. é câmara de compensação e liquidação de títulos


privados. Analisando as alternativas, a única que se encaixa neste
conceito é a letra b.

Afinal, a custódia escritural é faz parte da liquidação e custódia.

GABARITO: LETRA B

4.5. Sociedades Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários


(SCTVMs)

As SCTVMs atuam, principalmente, na intermediação de operações


realizadas em bolsas de valores – no chamado mercado secundário.

Não obstante, desde 2008, atuam também no mercado primário,


que é o responsável pela negociação de títulos que acabaram de ser
emitidos no mercado de capitais para captação de recursos pelos
seus emissores (em geral companhias).

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!61!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Desta forma, são entidades a intermediar a compra e venda de
títulos e valores mobiliários no mercado de capitais. Assim, quando
você realiza uma compra/venda de ações na bolsa de valores em
geral faz isto através de uma corretora.

Em resumo, possuem as seguintes funções:

" operar em recinto ou em sistema mantido por bolsa de


valores;

" subscrever, isoladamente ou em consórcio com outras


sociedades autorizadas, emissões de títulos e valores mobiliários
para revenda;

" intermediar oferta pública e distribuição de títulos e valores


mobiliários no mercado;

" comprar e vender títulos e valores mobiliários por conta


própria e de terceiros;

" instituir, organizar e administrar fundos e clubes de


investimento;

" constituir sociedade de investimento - capital estrangeiro e


administrar a respectiva carteira de títulos e valores mobiliários;

" exercer as funções de agente emissor de certificados e manter


serviços de ações escriturais;

" intermediar operações de câmbio;

" praticar operações de compra e venda de metais preciosos, no


mercado físico, por conta própria e de terceiros;

" operar em bolsas de mercadorias e de futuros por conta


própria e de terceiros.

A constituição e o funcionamento de sociedade corretora


dependem de autorização do Banco Central do Brasil. A

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!64!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
sociedade corretora deverá ser constituída sob a forma de
sociedade anônima ou por quotas de responsabilidade limitada.

4.6. Sociedades e Distribuidoras de Títulos e Valores


Mobiliários (SDTVM)

As SDTVMs também exercem atividades de intermediação de títulos


e valores mobiliários.

Seu foco de atuação, até 2008, era o mercado primário,


intermediando o lançamento de títulos no mercado de capitais.
Porém, da mesma forma que as SCTVMs tiveram foco de atuação
expandido, as SDTVMs passaram a poder operar no mercado
secundário.

Desta forma, a atuação das SCTVms e das SDTVMs é, na prática, a


mesma. As diferenças entre estas instituições serão citadas adiante.
Em resumo, suas principais atividades são:

" subscrever, isoladamente ou em consórcio com outras


sociedades autorizadas, emissões de títulos e valores mobiliários
para revenda;

" intermediar oferta pública e distribuição de títulos e valores


mobiliários no mercado;

" comprar e vender títulos e valores mobiliários, por conta


própria e de terceiros;

" encarregar-se da administração de carteiras e da custódia de


títulos e valores mobiliários;

" incumbir-se da subscrição, da transferência e da autenticação


de endossos, desdobramento de cautelas, de recebimento e
pagamento de resgates, juros e outros proventos de títulos e
valores mobiliários;

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!65!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
" instituir, organizar e administrar fundos e clubes de
investimento;

" praticar operações no mercado de câmbio de taxas flutuantes;

" praticar operações de compra e venda de metais preciosos no


mercado físico, por conta própria e de terceiros;

" operar em bolsas de mercadorias e de futuros, por conta


própria e de terceiros.

A constituição e o funcionamento de sociedade distribuidora


dependem de autorização do Banco Central do Brasil. O
exercício de atividades de sociedade distribuidora no mercado de
valores mobiliários depende de prévia e expressa autorização
da Comissão de Valores Mobiliários.

Atenção! A constituição e funcionamento das DTVMs


depende de autorização do Bacen, enquanto que o exercício
de suas atividades, de autorização da CVM. Desta forma,
enquanto para existir elas dependem do Bacen, para se
exercitar dependem da CVM.

Esta diferença, por ser muito sutil, pode muito bem ser cobrada na
prova.

A sociedade distribuidora deve constituir-se sob a forma de


sociedade anônima ou por quotas de responsabilidade limitada,
devendo constar obrigatoriamente de sua denominação social a
expressão "DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES
MOBILIÁRIOS".

Bom, aqui encerramos nossa aula. Na próxima, iremos analisar o


sistema de pagamentos brasileiro.

Mas, antes de encerrar, mais uma série de questões sobre todos os


temas vistos na aula. Agora sim, questões mais “difíceis”....

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!63!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

26. CESPE - Analista do Banco Central do Brasil/Área 1 -


Análise e Desenvolvimento de Sistemas/2013/

Acerca do Sistema Financeiro Nacional e do Sistema de


Pagamentos Brasileiro (SPB), julgue o item subsecutivo.

O papel dos bancos comerciais é captar recursos, particularmente


sob as formas de depósitos à vista e poupança, e fornecer crédito
para pessoas físicas e jurídicas, ao passo que os bancos
cooperativos e cooperativas de crédito estão voltados para a
concessão de crédito e prestação de serviços bancários aos
cooperados, que muitas vezes são produtores rurais.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!66!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

A questão está correta.

De fato, bancos comerciais concentram suas atividades na


captação de depósitos à vista de seus clientes, mantidos nas contas
correntes, e na promoção de operações ativas que geram
rendimentos, tais como concessão de créditos, empréstimos e
financiamentos diversos.

As cooperativas de crédito cumprem com a mesma função, no


entanto o foco de atuação destas entidades são seus cooperados.
Ou seja, o indivíduo que escolhe uma cooperativa de crédito para
realizar suas operações bancárias se torna um associado da mesma.

Como benefício, a ele é destinado parte dos lucros (e outros


rendimentos) da instituição.

Em tempo, as cooperativas rurais são as que mais se destacam


atualmente, de modo que, muitas vezes, os cooperados são
produtores rurais.

GABARITO: CERTO

27. CESGRANRIO - Profissional Básico


(BNDES)/Contabilidade/2013/

Os bancos comerciais são instituições financeiras que


realizam operações ativas e passivas nos termos das normas
vigentes.

Dentre as operações passivas, realizadas pelos bancos


comerciais, tem-se a de

a) depósitos à vista
!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!67!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
b) depósitos interfinanceiros

c) repasses e refinanciamentos

d) empréstimos para capital de giro

e) aquisição de créditos com coobrigação do cedente

As operações ativas são aqueles que remuneram o patrimônio do


banco. Ou seja, são os empréstimos, financiamentos, aplicações em
títulos, entre outras.

As operações passivas são aqueles que fornecem os fundos para as


operações ativas dos bancos, ou seja, é o funding do banco.

Sabendo deste conceito, vejamos as alternativas:

a) Item Correto. De fato, os depósitos à vista servem de funding


para algumas operações ativas dos bancos comerciais. Por exemplo,
o saldo positivo em determinada conta corrente pode servir de
funding pra financiar o saldo negativo de outra conta corrente.

b) Os depósitos interfinanceiros não são utilizados como recurso


para financiar operações ativas dos bancos, mas sim para financiar
saldos descobertos de caixa verificados no dia. Assim, se o banco
captou R$ 1 mil e foram sacados R$ 2 mil no dia, há uma diferença
de caixa de R$ 1 mil, coberta através de depósitos interbancários.

c) É operação ativa

d) É operação ativa

e) É operação ativa

GABARITO: LETRA A

28. ESAF - Analista do Banco Central do


Brasil/Supervisão/2002

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!68!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Tanto o SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia),
quanto a CETIP (Central de Custódia e Liquidação Financeira
de Títulos) correspondem a sistemas onde são feitas a
custódia e liquidação de operações com títulos. Sobre estes
dois sistemas, assinale a opção correta.

a) A custódia e liquidação das operações com títulos públicos


federais podem ser feitas tanto no SELIC, quanto na CETIP,
cabendo às partes envolvidas no negócio realizar a escolha do
sistema a ser utilizado.

b) Os títulos negociados no SELIC são escriturais, o que


praticamente elimina os riscos relativos a extravio, roubo ou
falsificação dos papéis negociados naquele sistema.

c) A liquidação das operações realizadas na CETIP são feitas


exclusivamente pela Centralizadora de Compensação de Cheques e
Outros Papéis.

d) Somente instituições com conta de reserva bancária junto ao


Banco Central do Brasil podem registrar suas operações na CETIP.

e) A CETIP custodia e promove a liquidação tanto dos CDB


(Certificados de Depósito Bancário) ao portador quanto dos CDB
nominativos.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!62!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

Vejamos as alternativas:

a) Incorreta. A custódia e liquidação das operações com títulos


públicos federais componentes da dívida pública federal interna são
feitas predominantemente na SELIC. Adicionalmente, não cabe às
partes escolherem qual dos sistemas a utilizar, pois o SELIC é
utilizado na grande maioria dos títulos, sobretudo aqueles utilizados
para fins de política monetária.

B) Correta. Todos os títulos transacionados no SELIC são


escriturais, ou seja, emitidos exclusivamente na forma eletrônica.

c) Incorreta. As liquidações das operações realizadas na CETIP são


realizadas via Sistema de Transferência de Reservas - STR, sistema
de transferência de fundos com liquidação bruta em tempo real, que
veremos com mais detalhes na próxima aula.

d) Incorreta. O registro das operações do CETIP não são de


exclusividade de instituições com conta de reserva bancária junto
ao BACEN (bancos comerciais, bancos múltiplos com carteira
comercial, bancos de investimento e caixas econômicas); em
verdade tal registro também pode ser feito por bancos de
desenvolvimento, sociedades corretoras de valores, sociedades
distribuidoras de valores, sociedades corretoras de mercadorias e
de contratos futuros, empresas de leasing, companhias de seguro,
bolsas de valores, bolsas de mercadorias e futuros, investidores
institucionais, pessoas jurídicas não financeiras, incluindo fundos de
investimento e sociedades de previdência privada, investidores
estrangeiros, além de outras instituições também autorizadas a
operar nos mercados financeiros e de capitais.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!69!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
a) Incorreta. A CETIP não promove liquidação e custódia de títulos
ao portador.

GABARITO: LETRA B

5. LISTA DE QUESTÕES E GABARITO

01. FUNIVERSA - Perito Criminal (PC DF)/Ciências


Contábeis/2012/

A respeito da constituição e do funcionamento das


instituições financeiras, assinale a alternativa correta.

a) Quando uma empresa tem como atividade acessória a custódia


de valores cambiais de propriedade de terceiros, ela deve ser
considerada instituição financeira, para efeito da legislação em
vigor.

b) Uma pessoa física não pode ser equiparada às instituições


financeiras, ainda que exerça atividade típica dessas instituições.

c) As instituições financeiras privadas constituir-se-ão sob a forma


de sociedades anônimas ou sociedades de quotas de
responsabilidade limitada.

d) As instituições financeiras são obrigadas a levantar balanços


gerais em 31 de dezembro de cada ano, sendo-lhes, porém,
facultado o levantamento de balanço geral em 30 de junho.

e) As instituições financeiras somente poderão emitir debêntures,


quando o respectivo empréstimo for realizado com empresas
subsidiárias ou controladas.

No início da aula vimos que é considerada instituição financeira as


pessoas jurídicas públicas ou privadas, que tenham como atividade
principal ou acessória a coleta, intermediação ou aplicação de
recursos financeiros próprios ou de terceiros, em moeda nacional ou

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!7:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
estrangeira, e a custódia de valor de propriedade de terceiros,
como descrito na alternativa A.

Vejamos o erro das demais alternativas:

b) Equiparam-se às IFs as pessoas físicas que exerçam qualquer


das atividades referidas acima, de forma permanente ou eventual.

c) Apenas sociedades anônimas

d) As instituições financeiras levantarão balanços gerais a 30 de


junho e 31 de dezembro de cada ano, obrigatoriamente, com
observância das regras contábeis estabelecidas pelo Conselho
Monetário Nacional.

e) É vedada às IFs a emissão de debêntures.

GABARITO: LETRA A

02. CESGRANRIO - Técnico Administrativo (BNDES)/2010

Integram o Sistema Financeiro Nacional (SFN)

a) o Ministério do Planejamento e Coordenação Geral, na condição


de órgão ao qual o BNDES está vinculado.

b) as Instituições financeiras públicas.

c) as instituições financeiras estrangeiras, uma vez autorizado o seu


funcionamento no país por resolução do Banco Central.

d) a Secretaria de Direito Econômico.

e) a Receita Federal.

Discutimos o Sistema Financeiro Nacional na aula passada. Nesta, o


que nos coube foi analisar conceitos sobre as instituições
financeiras, inclusive as públicas, que integram o SFN (como
informado na Letra B).

Vejamos o erro das demais:

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!71!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
a) O BNDES está vinculado ao MDIC, e o MPOG é parte da
administração direta

c) As IFs estrangeiras são autorizadas por decreto do Poder


Executivo Federal

d) Incorreto

e) Incorreto

GABARITO: LETRA B

03. (CESPE; BRB 2009) A captação de depósitos à vista


representa a atividade básica dos bancos comerciais e os
qualifica como instituições financeiras monetárias.

03 - Corretíssimo!

Os bancos comerciais exercem como atividade básica a captação de


depósitos à vista, fato que os qualifica como instituições
monetárias.

GABARITO: CERTO

04. (CESPE; BRB 2009) Os bancos comerciais podem captar


depósitos à vista, mas não podem captar depósitos a prazo,
o que está facultado apenas aos bancos de investimento.

04 - Uma coisa não inviabiliza a outra.

Ou seja, a possibilidade de captar depósitos à vista e, desta forma,


estar configurada como instituição monetária, não impossibilita
estas entidades a captar via depósitos a prazo.

Portanto, os bancos comerciais podem captar tanto à vista, como a


prazo.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!74!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
GABARITO: ERRADO

05. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012) Os bancos


comerciais são o tipo de instituição financeira que mais
realizam movimentação monetária em número de
transações, devido ao grande número de instituições e
clientes. Dentre os tipos de captação de recursos dos
clientes, os bancos possuem um tipo de captação conhecida
como “captação a custo zero”, realizada por meio das
contas-correntes dos clientes.

O tipo de operação em que são realizadas entradas de


dinheiro em contas-correntes é denominado captação de

a) clientes

b) dinheiro

c) depósitos à vista

d) recursos a prazo

e) investimentos a curto prazo

05 - Como já salientado, os depósitos à vista caracterizam a


possibilidade de multiplicar a quantidade de dinheiro na economia,
realizada pelos bancos comerciais.

Adicionalmente, estas operações conferem recursos aos bancos a


custo zero, pois não há remuneração aos seus titulares
(correntistas).

GABARITO: LETRA C

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!75!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
06. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) Os depósitos à
vista são os recursos captados dos clientes pelos bancos
comerciais que, para facilitar livre movimentação desses
recursos, disponibilizam o serviço bancário sem
remuneração denominado

a) Certificado de Depósito Bancário (CDB).

b) conta-corrente.

c) poupança.

d) cartão de crédito.

e) fundo de investimento.

06 - Novamente, os recursos captados sem remuneração aos


titulares, conhecidos como depósitos à vista, são realizados em
conta corrente.

GABARITO: LETRA B

07. IADES - Analista Metroferroviário (METRO


DF)/Administrativa/Economista/2014/

Os bancos comerciais atuam como parte na intermediação


financeira, captando recursos dos agentes econômicos
superavitários, os investidores, e disponibilizando-os para os
agentes econômicos deficitários, os tomadores. A captação
de recursos por meio de depósitos a prazo constitui-se, para
o banco, em uma

a) operação ativa.

b) operação passiva.

c) aplicação financeira.

d) intermediação financeira.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!73!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
e) aplicação de renda variável.

e) II, III e IV.

07. A principal forma de captação dos bancos comerciais são os


depósitos à vista, como explicado. É isto que os permite multiplicar
a quantidade de moeda e se categorizar como instituições
bancárias.

Mas, eles também captam depósitos a prazo. E, todas as formas de


captação de recursos pelos bancos são consideradas operações
passivas.

GABARITO: LETRA B

08. FGV - Analista Bancário (BNB)/2014/

Os bancos ganham dinheiro com receitas de intermediação


financeira e com receitas de prestação de serviços e tarifas.
Entre as principais receitas bancárias de prestação de
serviços e tarifas, destacam-se:

I. tarifas sobre depósito à vista e sobre aplicações em CDBs;

II. tarifas sobre serviços de conta corrente e de corretagem


e custódia;

III. tarifas sobre emissões e anuidades de cartões de


crédito;

IV. receitas sobre administração de fundos de investimento e


administração de consórcios.

Está(ão) correta(s) somente:

a) I e IV;

b) II e III;

c) III;

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!76!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
d) IV;

e) II, III e IV.

08. Questão interessante que complementa os assuntos vistos até o


momento.

Nas suas atividades os bancos cobram tarifas de seus clientes. E, as


mais importantes são:

II. tarifas sobre serviços de conta corrente e de corretagem e


custódia;

III. tarifas sobre emissões e anuidades de cartões de crédito;

IV. receitas sobre administração de fundos de investimento e


administração de consórcios.

GABARITO: LETRA E

09. FGV - Analista Bancário (BNB)/2014/

As Instituições Financeiras podem ser classificadas em


monetárias e não monetárias. Entre as instituições
financeiras monetárias, encontram-se:

a) Bancos Comerciais e Bancos de Investimento;

b) Bancos de Investimento e Bancos de Desenvolvimento;

c) Bancos Comerciais e Bancos de Desenvolvimento;

d) Bancos de Investimento e Caixas Econômicas;

e) Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

09. As instituições financeiras monetárias são aquelas que captam


depósitos à vista. Vimos que os bancos comerciais e as caixas
econômicas possuem esta característica.

GABARITO: LETRA E

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!77!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

10. (FCC - Escriturário (BB)/2011/2) Os depósitos de


poupança constituem operações passivas de

a) bancos de desenvolvimento.

b) cooperativas centrais de crédito.

c) bancos de investimento.

d) sociedades de crédito, financiamento e investimento.

e) sociedades de crédito imobiliário.

10. Ótima questão. Foi citado que os depósitos em cadernetas de


poupança são direcionados ao financiamento de crédito imobiliário.

Desta forma, os depósitos em poupança são ativos dos poupadores


e passivos das entidades que utilizam destes recursos para financiar
suas operações, ou seja, são passivos das sociedades de crédito
imobiliário.

GABARITO: LETRA E

11. CESPE - Técnico Bancário Novo (CEF)/Tecnologia da


Informação/2014/

Em relação à CAIXA, julgue o item abaixo.

A CAIXA equipara-se aos bancos comerciais, sendo-lhe facultada a


captação de depósitos de poupança, mas não a de depósitos à
vista.

11. Completamente incorreto. Como salientado acima, a CEF é


responsável pela captação e administração de recursos da
poupança, para aplicação em empréstimos vinculados,
principalmente na habitação.

GABARITO: ERRADO

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!78!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

12. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012/) De acordo com


a Lei no 4.595/1964, as Cooperativas de Crédito são
equiparadas às demais instituições financeiras, e seu
funcionamento deve ser autorizado e regulado pelo Banco
Central do Brasil.

O principal objetivo de uma Cooperativa de Crédito é a

a) concessão de cartas de crédito, que estejam vinculadas a títulos


do Governo Federal, às demais instituições financeiras.

b) fiscalização das operações de crédito realizadas pelas demais


instituições financeiras.

c) prestação de assistência creditícia e de serviços de natureza


bancária a seus associados, em condições mais favoráveis que as
praticadas pelo mercado.

d) prestação do serviço de proteção ao crédito ao mercado


financeiro, atuando principalmente como um Fundo Garantidor de
Crédito.

e) regulamentação da prestação do serviço de concessão de crédito,


realizado por pessoas físicas associadas a uma determinada
instituição financeira.

12 - As cooperativas de crédito, sendo instituições bancárias, se


prestam ao serviço de conceder créditos, recebendo depósitos à
vista, a prazo e outras formas de financiamento de suas operações.

Não obstante, seu diferencial é exercer a atividade financeira em


proveito de seus associados, ou seja, prestar assistência creditícia e
de serviços de natureza bancária a seus associados, em condições
mais favoráveis que as praticadas pelo mercado.

GABARITO: LETRA C

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!72!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!

13. (CESPE; BB 2009) As cooperativas de crédito estão


autorizadas a realizar operações de captação por meio de
depósitos à vista e a prazo somente vindos de associados, de
empréstimos, repasses e refinanciamentos oriundos de
outras entidades financeiras e de doações.

13 - Devemos ter em mente que as cooperativas são instituições


monetárias e, desta forma, estão autorizadas a captar via depósitos
à vista. Ademais, as cooperativas funcionam para seus associados,
e não terceiros. Deste modo, a captação de depósitos à vista e a
prazo deve ser feita somente de associados. Há outras maneiras de
financiamento, dentre elas repasses e refinanciamentos oriundos de
outras entidades financeiras e de doações.

GABARITO: CERTO

14. (CESPE; BB 2009) As cooperativas de crédito podem


conceder crédito somente a brasileiros maiores de 21 anos
de idade, por meio de desconto de títulos, empréstimos e
financiamentos, e realizar aplicação de recursos no mercado
financeiro.

14 - Como já citado, as cooperativas de crédito direcionam suas


atividades a seus associados. Estes, podem ter menos, ou mais de
21 anos. Portanto, é possível conceder créditos a menores de 21
anos.

GABARITO: ERRADO

15. (FCC - Escriturário (BB)/2010) De acordo com as normas


do Conselho Monetário Nacional – CMN, os bancos múltiplos

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!79!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
devem ser constituídos com, no mínimo, duas carteiras, sendo
uma delas obrigatoriamente de

a) investimento.

b) crédito, financiamento e investimento.

c) crédito imobiliário.

d) câmbio.

e) arrendamento mercantil.

Para configurar como banco múltiplo, a instituição financeira deve,


no mínimo, possuir ao menos duas carteiras, sendo,
obrigatoriamente, uma delas comercial ou de investimento.

GABARITO: LETRA A

16. (CESGRANRIO; BACEN 2009) As instituições financeiras


não monetárias

(A) incluem os bancos comerciais.

(B) incluem as cooperativas de crédito.

(C) incluem as caixas econômicas.

(D) captam recursos através da emissão de títulos.

(E) captam recursos através de depósitos à vista.

Já citamos que para figurar como instituição não monetária a


instituição financeira não pode captar depósitos à vista. Desta
forma, já é possível excluir as alternativas A, B, C e E.

A alternativa D é a correta. A emissão de títulos é uma das formas


de financiamento das instituições não monetárias. Como não podem

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!8:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
captar via depósitos à vista, elas captam a poupança de médio e
longo prazo da economia.

GABARITO: LETRA D

17. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2012) As instituições


financeiras, controladas pelos Governos Estaduais, que
fornecem crédito de médio e longo prazos para as empresas
de seus respectivos Estados são as(os)

a) Caixas Econômicas

b) Cooperativas de Crédito

c) Sociedades Distribuidoras

d) Bancos Comerciais

e) Bancos de Desenvolvimento

Acabamos de discutir o tema. Os bancos de desenvolvimento


estaduais são controlados pelo governo estaduais do qual fazem
parte. Ademais, os bancos de desenvolvimento se prestam ao
fornecimento de crédito de médio e longo prazos para as empresas
de seus respectivos Estados.

GABARITO: LETRA E

18. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) Atualmente os


grandes bancos do mercado financeiro realizam desde as
atividades mais simples, como o pagamento de um título, até
as mais complexas, como as operações de Corporate
Finance, que envolvem a

a) realização de um contrato de câmbio para viabilizar as


exportações e as importações.

b) realização de atividades corporativas no exterior.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!81!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
c) gestão de ativos financeiros no segmento corporativo.

d) manutenção de contas-correntes de expatriados no exterior.

e) intermediação de fusões, cisões, aquisições e incorporações de


empresas.

As operações de finanças corporativas (corporate finance) são


também realizadas pelos Bancos de Investimento.

Em suma, compreendem as atividades de administração de riscos


financeiros de uma grande companhia, além de outras operações
que visam maximizar o valor da empresa no mercado.

A intermediação de fusões, cisões, aquisições e incorporações de


empresas faz parte da atividade de corporate finance.

GABARITO: LETRA E

19. (FCC - Escriturário (BB)/2011) As sociedades de crédito,


financiamento e investimento

a) captam recursos por meio de aceite e colocação de letras de


câmbio.

b) participam da distribuição de títulos e valores mobiliários.

c) são especializadas na administração de recursos de terceiros.

d) desenvolvem operações de financiamento da atividade produtiva


para suprimento de capital fixo.

e) são instituições financeiras públicas ou privadas.

Questão muito importante!

Vamos analisar todas as alternativas:

a) Correto! Mas, o que são aceite e letras de câmbio?

O aceite é operação em que a financeira adquire créditos comerciais


de determinado estabelecimento comercial. Ao vender seus

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!84!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
produtos a prazo, o estabelecimento comercial pode repassar estes
créditos, descontados dos custos financeiros, às financeiras.
Quando o comprado dos bens efetua o pagamento, os valores são
creditados à financeira.

Já a letra de câmbio é emitida pelo devedor de determinado


financiamento e aceitas por outra instituição financeira, que financia
a operação. Desta forma, o devedor toma um crédito junto à
financeira, emite um título que garante a operação e outra
instituição financeira financia esta operação, tendo a garantia da
financeira e do devedor quanto ao pagamento.

Estas duas modalidades são as principais formas de financiamento


utilizadas pelas sociedades de crédito, financiamento e
investimento

b) a distribuição de valores mobiliários é feitos pelas Distribuidoras


de Valores Mobiliários, entidades que estudaremos com detalhes na
Aula 03

c) A administração de recursos de terceiros é feita, principalmente,


por Gestoras e Corretoras de Recursos, entidades que serão vistas
na Aula 03

d) Estas atividades são realizadas pelos bancos de investimentos

e) São apenas privadas.

GABARITO: LETRA A

20. (FCC - Escriturário (BB)/2011) O Sistema Especial de


Liquidação e de Custódia (SELIC), do Banco Central do
Brasil, é um sistema informatizado que

a) é operado em parceria com a CETIP S.A. Balcão Organizado de


Ativos e Derivativos.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!85!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
b) substituiu o Sistema de Pagamentos Brasileiro − SPB.

c) tem como participantes, exclusivamente, a Secretaria do Tesouro


Nacional e bancos múltiplos.

d) impossibilita a realização de operações compromissadas, ou seja,


a venda ou compra de títulos com o compromisso de recompra ou
revenda.

e) se destina à custódia de títulos escriturais de emissão do Tesouro


Nacional, bem como ao registro e à liquidação de operações com
esses títulos.

20 - Como já citado, o SELIC se destina à custódia de títulos


escriturais de emissão do Tesouro Nacional, bem como ao registro e
à liquidação de operações com esses títulos.

GABARITO: LETRA E

21. (FCC - Escriturário (BB)/2011/3) O Sistema Especial de


Liquidação e de Custódia (SELIC)

a) é o depositário central de títulos emitidos pelo Tesouro Nacional.

b) pode ter investidores individuais como participantes titulares de


contas de custódia.

c) é contraparte nas operações de leilão de títulos privados.

d) registra operações com debêntures no mercado secundário.

e) é a câmara de liquidação física e financeira de títulos de emissão


privada.

21 - O SELIC não realiza operações com títulos privados, tais como


as debêntures.

Ademais, ressalta-se que os titulares das contas de depósitos


devem ser investidores jurídicos autorizados, como os bancos.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!83!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Portanto, resta a alternativa A. Citamos diversas vezes que ao
SELIC cabe realizar a liquidação e custódia dos títulos públicos
negociados no mercado. Como custódia é sinônimo de depósitos, o
SELIC é o depositário central de títulos emitidos pelo Tesouro
Nacional.

GABARITO: LETRA A

22. (CESGRANRIO - Escriturário (BB)/2010) O SELIC –


Sistema Especial de Liquidação e Custódia – foi desenvolvido
em 1979 pelo Banco Central do Brasil e pela ANDIMA
(Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto)
com a finalidade de

a) custodiar os títulos públicos e privados negociados no mercado


aberto antes de sua liquidação financeira.

b) liquidar financeiramente as ações negociadas no mercado de


Bolsa de Valores e custodiar os títulos públicos.

c) regular e fiscalizar a atividade de liquidação e custódia dos títulos


públicos federais, exercida pelas instituições financeiras.

d) verificar e controlar o índice de liquidez dos títulos públicos e


privados antes da sua custódia.

e) controlar e liquidar financeiramente as operações de compra e


venda de títulos públicos e manter sua custódia física e escritural.

22. O Selic cuida da liquidação e custódia dos títulos públicos, ou


seja, controlar e liquidar financeiramente as operações de compra e
venda de títulos públicos e manter sua custódia física e escritural.

Cabe citar que o Selic não administra títulos privados, ações


negociadas em Bolsas de Valores, além de não realizar regulação e

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!86!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
fiscalização do mercado, atividades exercidas pelos entidades
supervisoras do SNF.

GABARITO: LETRA E

23. CESGRANRIO/CEF/2012

Com as alterações do Sistema de Pagamentos Brasileiro


(SPB), o Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic)
passou a liquidar as operações com títulos públicos federais
em

a) dois dias úteis

b) três dias úteis

c) uma semana

d) tempo real

e) curto prazo

23. O Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) é


responsável pela realização da liquidação e custódia dos títulos
públicos federais.

Por custódia entende-se o depósito e guarda dos títulos. Por


liquidação, a concretização dos atos necessários para realizar a
compra e venda destes títulos.

Atualmente, a liquidação é feita em tempo real.

Ou seja, caso determinada instituição compre um título público, o


pagamento é feito no momento da operação, havendo, também, a
necessidade do título estar custodiado na conta do vendedor.

O não cumprimento destas obrigações pode postergar a realização


da operação em até 60 minutos. Não se cumprindo, a operação é
cancelada.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!87!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
GABARITO: LETRA D

24. FCC - Escriturário (BB)/2006

Os depósitos interfinanceiros (DI) constituem um


mecanismo ágil de transferência de recursos entre
instituições financeiras. As operações para liquidação no dia
seguinte ao da negociação são registradas

a) na Bolsa de Mercadorias & Futuros.

b) no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia − SELIC.

c) na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia – CBLC.

d) na Câmara de Custódia e Liquidação − CETIP.

e) na Câmara Interbancária de Pagamentos − CIP.

24. A CETIP fornece serviços financeiros para a negociação de


ativos privados. Os DIs são considerados títulos privados e, desta
forma, negociados na CETIP.

GABARITO: LETRA D

25. (FCC - Escriturário (BB)/2011) A CETIP S.A. Balcão


Organizado de Ativos e Derivativos

a) registra operações de ações realizadas no mercado de bolsa.

b) efetua a custódia escritural de títulos privados de renda fixa.

c) é contraparte nas operações do mercado primário dos títulos que


mantém registro.

d) é a câmara de compensação e liquidação de todos os títulos do


Tesouro Nacional.

e) atua separadamente do Sistema de Pagamentos Brasileiro – SPB.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!88!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
25. A CETIP S.A. é câmara de compensação e liquidação de títulos
privados. Analisando as alternativas, a única que se encaixa neste
conceito é a letra b.

Afinal, a custódia escritural é faz parte da liquidação e custódia.

GABARITO: LETRA B

26. CESPE - Analista do Banco Central do Brasil/Área 1 -


Análise e Desenvolvimento de Sistemas/2013/

Acerca do Sistema Financeiro Nacional e do Sistema de


Pagamentos Brasileiro (SPB), julgue o item subsecutivo.

O papel dos bancos comerciais é captar recursos, particularmente


sob as formas de depósitos à vista e poupança, e fornecer crédito
para pessoas físicas e jurídicas, ao passo que os bancos
cooperativos e cooperativas de crédito estão voltados para a
concessão de crédito e prestação de serviços bancários aos
cooperados, que muitas vezes são produtores rurais.

A questão está correta.

De fato, bancos comerciais concentram suas atividades na


captação de depósitos à vista de seus clientes, mantidos nas contas
correntes, e na promoção de operações ativas que geram
rendimentos, tais como concessão de créditos, empréstimos e
financiamentos diversos.

As cooperativas de crédito cumprem com a mesma função, no


entanto o foco de atuação destas entidades são seus cooperados.
Ou seja, o indivíduo que escolhe uma cooperativa de crédito para
realizar suas operações bancárias se torna um associado da mesma.

Como benefício, a ele é destinado parte dos lucros (e outros


rendimentos) da instituição.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!82!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
Em tempo, as cooperativas rurais são as que mais se destacam
atualmente, de modo que, muitas vezes, os cooperados são
produtores rurais.

GABARITO: CERTO

27. CESGRANRIO - Profissional Básico


(BNDES)/Contabilidade/2013/

Os bancos comerciais são instituições financeiras que


realizam operações ativas e passivas nos termos das normas
vigentes.

Dentre as operações passivas, realizadas pelos bancos


comerciais, tem-se a de

a) depósitos à vista

b) depósitos interfinanceiros

c) repasses e refinanciamentos

d) empréstimos para capital de giro

e) aquisição de créditos com coobrigação do cedente

As operações ativas são aqueles que remuneram o patrimônio do


banco. Ou seja, são os empréstimos, financiamentos, aplicações em
títulos, entre outras.

As operações passivas são aqueles que fornecem os fundos para as


operações ativas dos bancos, ou seja, é o funding do banco.

Sabendo deste conceito, vejamos as alternativas:

a) Item Correto. De fato, os depósitos à vista servem de funding


para algumas operações ativas dos bancos comerciais. Por exemplo,

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!89!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
o saldo positivo em determinada conta corrente pode servir de
funding pra financiar o saldo negativo de outra conta corrente.

b) Os depósitos interfinanceiros não são utilizados como recurso


para financiar operações ativas dos bancos, mas sim para financiar
saldos descobertos de caixa verificados no dia. Assim, se o banco
captou R$ 1 mil e foram sacados R$ 2 mil no dia, há uma diferença
de caixa de R$ 1 mil, coberta através de depósitos interbancários.

c) É operação ativa

d) É operação ativa

e) É operação ativa

GABARITO: LETRA A

28. ESAF - Analista do Banco Central do


Brasil/Supervisão/2002

Tanto o SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia),


quanto a CETIP (Central de Custódia e Liquidação Financeira
de Títulos) correspondem a sistemas onde são feitas a
custódia e liquidação de operações com títulos. Sobre estes
dois sistemas, assinale a opção correta.

a) A custódia e liquidação das operações com títulos públicos


federais podem ser feitas tanto no SELIC, quanto na CETIP,
cabendo às partes envolvidas no negócio realizar a escolha do
sistema a ser utilizado.

b) Os títulos negociados no SELIC são escriturais, o que


praticamente elimina os riscos relativos a extravio, roubo ou
falsificação dos papéis negociados naquele sistema.

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!2:!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
c) A liquidação das operações realizadas na CETIP são feitas
exclusivamente pela Centralizadora de Compensação de Cheques e
Outros Papéis.

d) Somente instituições com conta de reserva bancária junto ao


Banco Central do Brasil podem registrar suas operações na CETIP.

e) A CETIP custodia e promove a liquidação tanto dos CDB


(Certificados de Depósito Bancário) ao portador quanto dos CDB
nominativos.

Vejamos as alternativas:

a) Incorreta. A custódia e liquidação das operações com títulos


públicos federais componentes da dívida pública federal interna são
feitas predominantemente na SELIC. Adicionalmente, não cabe às
partes escolherem qual dos sistemas a utilizar, pois o SELIC é
utilizado na grande maioria dos títulos, sobretudo aqueles utilizados
para fins de política monetária.

B) Correta. Todos os títulos transacionados no SELIC são


escriturais, ou seja, emitidos exclusivamente na forma eletrônica.

c) Incorreta. As liquidações das operações realizadas na CETIP são


realizadas via Sistema de Transferência de Reservas - STR, sistema
de transferência de fundos com liquidação bruta em tempo real, que
veremos com mais detalhes na próxima aula.

d) Incorreta. O registro das operações do CETIP não são de


exclusividade de instituições com conta de reserva bancária junto
ao BACEN (bancos comerciais, bancos múltiplos com carteira
comercial, bancos de investimento e caixas econômicas); em
verdade tal registro também pode ser feito por bancos de
desenvolvimento, sociedades corretoras de valores, sociedades
distribuidoras de valores, sociedades corretoras de mercadorias e
de contratos futuros, empresas de leasing, companhias de seguro,

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!21!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
bolsas de valores, bolsas de mercadorias e futuros, investidores
institucionais, pessoas jurídicas não financeiras, incluindo fundos de
investimento e sociedades de previdência privada, investidores
estrangeiros, além de outras instituições também autorizadas a
operar nos mercados financeiros e de capitais.

a) Incorreta. A CETIP não promove liquidação e custódia de títulos


ao portador.

GABARITO: LETRA B

QUESTÃO GABARITO

01 A

02 B

03 CERTO

04 ERRADO

05 C

06 B

07 B

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!24!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
08 E

09 E

10 E

11 ERRADO

12 C

13 CERTO

14 ERRADO

15 A

16 D

17 E

18 E

19 A

20 E

21 A

22 E

23 D

24 D

25 B

26 CERTO

27 A

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!25!()!23!
!
Sistema Financeiro Nacional e
Sistema de Pagamentos Brasileiro
! ! ! Analista BACEN - Todos os cargos
! Prof. Vicente Camillo
!
28 B

!∀#∃%&∋()∗+,∗&−./(00#&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!∀#∃%&∋!23!()!23!
!