Você está na página 1de 2

04/10/2018 Situação do Benefício

Situação do Benefício Indeferido

COMUNICAÇÃO DE DECISÃO

Número do Benefício: 1822889330 Espécie: 42

Ao(a) Sr(a): GEDEON PEREIRA

ASSUNTO: Pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição


DECISÃO: Indeferimento do Pedido.
Falta de tempo de contribuição até 16/12/98 ou até a data de entrada do
MOTIVO:
requerimento.
FUNDAMENTAÇÃO Emenda Constitucional nº 20 de 16/12/98 e Regulamento da Previdência Social,
LEGAL: aprovado pelo Decreto nº 3.048 de 06/05/99, Art. 187.

Em atenção ao seu pedido de Aposentadoria por Tempo de Contribuição, formulado em 04/09/2017,


informamos que, após análise da documentação apresentada, não foi reconhecido o direito ao
benefício, pois até 16/12/98 foi comprovado apenas 14 anos, 4 meses e 19 dias, ou seja, não foi
atingido o tempo mínimo de contribuição exigida, 30 (trinta) anos se homem e 25 (vinte e cinco) anos se
mulher, nem tampouco comprovou na data do requerimento o período adicional de contribuição
equivalente a, no mínimo, 40% do tempo que, em 16/12/98, faltava para atingir o tempo mínimo exigível
nessa data.

Tempo de contribuição apurado até a DER: 29 anos, 7 meses e 6 dias.

Tempo mínimo necessário até a DER: 35 anos, 0 meses e 0 dias.

Desta decisão poderá ser interposto recurso à Junta de Recursos da Previdência Social, dentro do
prazo de 30 (trinta) dias contados da data do recebimento da presente comunicação.

De acordo com o art. 103 da Lei 8.213/91, e suas alterações posteriores, é de dez anos o prazo de
decadência para Revisão do ato de concessão ou de indeferimento do benefício.

Atenciosamente,
INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS

AG DA PREVIDENCIA SOCIAL NOVA IGUACU

Exigências cumulativas para o recebimento deste tipo de benefício:

1 - Comprovação de tempo de contribuição, observado o disposto no Art. 55 da Lei nº 8.213/91 e


Art. 60 a 63 do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 3.048/99;

2 - Comprovação da carência, isto é, período mínimo de contribuições mensais. No caso de


contribuinte individual ou empregado doméstico, a primeira contribuição a ser contada deve ter o
seu pagamento efetuado dentro do prazo legal de vencimento (Art. 27, Lei nº 8.213/91 e Art. 30
da Lei nº 8.212/91);

https://sipa.inss.gov.br/SipaINSS/pages/consit/consitResultado.xhtml 1/2
04/10/2018 Situação do Benefício

2.1 - O tempo de gozo de auxílio-doença ou de aposentadoria por invalidez, intercalado


com período de atividade não é computado para efeito de carência e somente para tempo
de contribuição (Art. 55, Lei nº 8.213/91 e Art. 60, Regulamento aprovado pelo Decreto nº
3.048/99);

2.2 - O tempo de serviço como trabalhador rural, anterior à 11/91, não é computado para
efeito de carência (§ 2º, Art. 55, Lei nº 8.213/91).

https://sipa.inss.gov.br/SipaINSS/pages/consit/consitResultado.xhtml 2/2