Você está na página 1de 308

DIOCESE DE TUBARÃO – SC

CELEBRAI
EDIÇÃO 2009

CIFRAS PARA
VIOLÃO
APRESENTAÇÃO

O CELEBRAI – edição 2009, continuação das edições anteriores,


tem algumas novidades. Tivemos a preocupação de manter a finalidade do
livro, isto é, de ser um livro de cantos litúrgicos, especialmente para a
celebração eucarística. Por isso, alguns cantos foram retirados do livro, outros
tiveram alteração do momento da sua exucação. E foram acrescentados
muitos outros cantos.
É importante tocar e cantar corretamente, segundo a partitura, isto
é, cantar a música que o compositor fez. É necessário aprender bem a música.
Daí a necessidade de conhecer o canto, o seu ritmo, seu compasso, sua
melodia e seu andamento.
Como instrumentista você auxilia a execução do canto: dá a
tonalidade, o ritmo e o suporte para o cantor e para o grupo de cantos. Este é
o seu papel e a sua função na liturgia: ajudar o povo de Deus a cantar.
Nosso eterno agradecimento ao Pe. Silvestre Philippi, que dedicou
a sua vida para a música e nos deixou organizado boa parte do Celebrai.
Agora, nós o completamos, acrescentando mais de 500 músicas e
reorganizamos o livro. Mas, o nosso livro de cantos vai lembrar a figura do Pe.
Silvestre que nele deixou impresso as marcas do seu talento e da sua
maestria. Com estas palavras deixamos impressa a nossa homenagem
póstuma.
Adquira, também, as outras peças do Celebrai: 1. partituras; 2. livro
do povo; 3. gravação.
Algumas observações para entendr o ritmo, o compasso e as cifras
dos cantos:
1. Na linha abaixo do número e do título do canto você encontra o autor do canto,
o ritmo do canto (2/4, 3/4, 4/4, 3/8, 6/8) e o momento certo da sua execuação.
2. No ritmo binário (dois tempos em cada compasso) o primeiro tempo é forte
(acentuado) e o segundo é fraco (não acentuado).
3. No ritmo quaternário (quatro tempos em cada compasso), o primeiro tempo é
forte, o segundo é fraco, o terceiro é mais fraco e o quarto é bem fraco.
4. No ritmo ternário (tres tempos em cada compasso) o primeiro tempo é forte, o
segundo e terceiro são fracos.
5. Utilizamos as Cifras: A (lá), B (si), C (dó), D (ré), E (mi), F (fá), G (sol).
6. Quando a Cifra vier acompanhada de um “m”, quer dizer que é tom menor, e
quando vier apenas a cifra quer dizer que é maior. Exemplo: Em = mi menor; F
= fá maior.
7. As outras letras das cifras: C7 = dó sétimo; Gdim = sol diminuta; D6 = ré sexta;
D9 = ré nona.
8. O índice temático irá ajudá-lo a encontrar cantos certos para os vários
momentos da liturgia. Esta foi a nossa preocupação. A seguir apresentamos os
sessena(60) temas aos quais os cantos estão agrupados.

A MISSA EM CANTO
1 Sinal da cruz e saudação
2 Entrada
3 Ato penitencial
4 Aspersão com água benta
5 Glória ou hino de louvor
6 Acolhida da Palavra de Deus
7 Aclamação ao Evangelho
8 Creio – profissão de fé
9 Resposta à prece dos fiéis
10 Apresentação das oferendas
11 Santo
12 Aclamações às orações eucarísticas
13 Aclamação após a consagração
14 Por Cristo, com Cristo...
15 Amém
16 Pai nosso
17 Abraço da paz
18 Cordeiro de Deus
19 Comunhão
20 Pós-comunhão
21 Bênção final
22 Despedida

CANTOS PARA O TEMPO LITÚRGICO

23 Tempo de Advento
24 Tempo de Natal
25 Tempo da Quaresma
26 Semana Santa
27 Domingo de Ramos
28 Quinta-feira Santa
29 Sexta-feira Santa
30 Sábado Santo
31 Páscoa e tempo pascal
32 Ascensão do Senhor
33 Tempo de Pentecostes e Esp.Santo
34 Santíssima Trindade
35 Corpus Christi
36 Sagrado Coração de Jesus
37 Cristo Rei

CANTO PARA OS SACRAMENTOS

38 Batismo
39 Matrimônio
40 Penitência
41 Crisma
42 Exéquias

CANTOS PARA VÁRIAS CIRCUNSTÂNCIAS

43 Jesus Cristo
44 Santos Padroeiros
45 Nossa Senhora
46 Mantras
47 Vocações
48 Missões
49 Santíssimo Sacramento
50 Salmos
51 Celebração da palavra
52 Encontros
53 Ecumenismo
54 Procissões
55 Campanha da Fraternidade
56 Diversos
57 Crianças
58 Família
59 Via sacra cantada
60 Dízimo
4
5

CELEBRAI 2009
TEXTO COM CIFRAS

001 - EIS-ME AQUI, SENHOR


FR. FABRETI - 4/4 – Entrada

E A E B7 E A B7
Eis-me aqui, Senhor, eis-me aqui, Senhor, / Pra fazer tua vontade, pra viver
E E7 A F#m B7 E
no teu amor, / Pra fazer tua vontade, pra viver no teu amor:/ Eis-me aqui, Senhor.
E7 A B7 E G#7 C#m
O Senhor é o Pastor que me conduz, por caminho nunca visto me envi---ou. Sou
F#m B7 E A B7
chamado a ser fermento, sal e luz e por isso respondi: "Aqui estou"!
2. Ele pôs em minha boca uma canção, me ungiu como profeta e trovador da história e da
vida do meu povo, e por isso respondi: "Aqui estou"!
3. Ponho a minha confiança no Senhor, da esperança sou chamado a ser sinal. Seu ouvido
se enclinou ao meu clamor. E por isso respondi: "Aqui estou"!

002 - AGORA É TEMPO


MARIA LUIZA RICCIARDI - 2/4 - Entrada

D G A Bm A D
Agora é tempo de ser Igreja, / Caminhar juntos, participar.
Bm F#m G Em A Em
Somos povo escolhido / E na fronte assinalados / Com o nome do Senhor / Que caminha
A7 D
ao nosso la----do.
2. Somos povo em missão. / Já é tempo de partir. / É o Senhor que nos envia, / Em seu
nome a servir.
3. Somos povo esperança. / Vamos juntos planejar:/ Ser Igreja a serviço/ E a fé
testemunhar.
3. Somos povo a caminho/ Construindo em mutirão/ Nova terra, Novo Reino/ De fraterna
comunhão.

003 - BENDITA E LOUVADA SEJA


ZÉ VICENTE - 2/4 - Procissões

D D7 G D D7 G D
Bendita e louvada seja esta Santa Eucaristi---a! /: Bendito o povo que marcha,
Bm Em A7 D
bendito o marcha, tendo Cristo como guia!.:/
A7 D
Sou, sou teu, Senhor, / Sou povo novo retirante e lutador! / Deus dos peregrinos,
A7 D
dos pequeninos, / Jesus Cristo, Redentor!

2. No Egito, antigamente, do meio da escravidão /:Deus libertou o seu povo. Hoje ele passa
de novo, gritando libertação.:/

3. Para a terra prometida o povo de Deus marchou. /:Moisés andava na frente, hoje Moisés
é a gente quando enfrenta a opressão.:/
6

004 - ENTRANDO EM VOSSO TEMPLO


4/4 - Entrada

G D C D7 G C D7
Entrando em vosso templo, / Na casa do Senhor, / Trazemos nossa vida / Num canto
G
de louvor.
Bm C Am D7 G
Felizes habitamos vossa casa, / Como irmãos vos louvaremos para sempre. /
Bm C Am D7 G
Felizes retornamos ao trabalho, / Porque sois nosso vigor eternamente.
2. Chegar da caminhada, / Reunir-se como irmãos, / Partir em nova estrada, / Levar palavra
e pão.

005 - EM NOME DO PAI


2/4 – Sinal da cruz e saudação

A D Bm E7 A
Em nome do Pai, em nome do Filho, Em nome do Espírito Santo. Amém. (bis)
D Bm E7 A
Todos os meus dias, vou recomeçar. Em nome do Pai vou recomeçar.
2. Minha oração vou recomeçar. Em nome do Pai, vou recomeçar.

006 – JAVÉ, O DEUS DOS POBRES


FR. FABRETI - 2/4 - Entrada

D D7 G D E7
Javé, o Deus dos pobres, do povo sofredor, / Aqui nos reuniu pra cantar o seu
A D D7 G D
louvor, / Pra nos dar a esperança e contar com sua mão / Na construção do Reino,
A7 D
Reino novo, povo irmão.
G F#m B7 Em A
Sua mão sustenta o pobre, / Ninguém fica ao desabrigo:/ Dá sustento a quem tem fome /
D E7 A
Com a fina flor do trigo.
2. Alimenta os nossos sonhos, / Mesmo dentro da prisão; / Ouve o grito do oprimido / Que
lhe toca o coração.
3. Cura os corações feridos, / Mostra ao forte seu poder, / Dos pequenos é a defesa: Deixa a
vida florescer.

008 - REUNIDOS NOVAMENTE


MARIA SARDENBERG - 6/8 - Entrada

C G C
7

Reunidos novamente nesta Santa Comunhão, encontramos Deus presente, feito nossa
G7 C
refeição.
G F G F C G
Pela força deste pão, renovemos a missão: Ai do sal se não salgar, ai da luz se
C
Não brilhar!
2. No trabalho partilhamos nossa vida e nosso dom, e ao mundo revelamos que o Senhor é
justo e bom.
3. Vocação que é assumida se reparte a cada irmão; vai se transformando em vida,
promovendo a salvação.
4. Cristo chama com ternura, o melhor não é fugir; pois a messe está madura, é preciso
repartir.

009 - UM DIA ESCUTEI TEU CHAMADO


JOSÉ ACÁCIO SANTANA - 6/8 - Vocacional - Entrada

D A G A7 D G
Um dia escutei teu chamado, divino recado, batendo no coração. Deixei desta vida as
D Em A D
promessas e fui bem depressa no rumo da tua mão.
D7 G A D
Tu és a razão da jornada, tu és minha estrada, meu guia e meu fim. No grito que
D7 G D A7 D
vem do meu povo te escuto de novo chamando por mim.
2. Os anos passaram ligeiro, me fiz um obreiro no reino de paz e amor. Nos mares do mundo
navego e às redes me entrego, tornei-me teu pescador.
3. Embora tão fraco e pequeno, caminho sereno com a força que vem de ti. A cada momento
que passa, revivo esta graça de ser teu sinal aqui.

010 - POVO DE DEUS, VEM CÁ


2/4 - Entrada

Bm Em Bm Em F#7 Bm
Povo de Deus, vem cá! / Participa da Ceia de Nosso Senhor!
Bm Em Bm Em F#7 Bm
Já vou, já vou, atendendo / O chamado de Nosso Senhor!

011 - PELOS CAMINHOS


FR. LUIZ TURRA - 2/4 - ENTRADA

G C D G D G D7 G
Pelos caminhos que Ele conduz, / Há sempre vida, há sempre luz!
D Em D C D7 G D G
Cristo nos reúne neste alegre encontro, / Para celebrar a vida em doação:/ Vida que não
D C D C D7 G
mede horas de trabalho, / Vida para o irmão.
2. Ser fiel a Cristo, ser fiel ao povo, / Vem nos confirmar na própria vocação. / Luz que não
se apaga, / Vida que não morre é ressurreição.

012 - COM A PRESENÇA DE CRISTO


FR. LUIZ TURRA - 4/4 - PÁSCOA - ENTRADA
8

G Em Am D7 G
Com a presença de Cristo entre nós, temos certeza que o Reino chegou / Tudo de novo
Em C G D7 G
renasce de Deus e o povo sente que tudo mudou.
Am D D7 G C G Em
Este é o Reino chegando, aurora nascendo e a fonte jorrando. / Jesus está vivo
D7 G
no meio de nós!
2. Jesus convoca e reúne no amor; faz enxergar o que o povo não vê / Revela ao pobre o
seu grande valor; garante a vida a todo o que crê.
3. O povo simples encontra em Jesus uma resposta que vem confirmar:/ O que é de Deus, o
que é bom, o que é luz, e um tempo novo que vai começar.

013 - JUNTOS COMO IRMÃOS


PE. JOSÉ WEBER - 2/4 - ENTRADA

C Am F Dm
Juntos como irmãos, / Membros da Igreja, / Vamos caminhando, / Vamos
G C G7 C
caminhando, / Juntos como irmãos, / Ao encontro do Senhor.
Am F Dm G7
Somos povo que caminha / Num deserto como outrora,/ Lado a lado sempre unido / Para
C
A terra Prometida.
2. Na unidade caminhemos; / Foi Jesus quem nos uniu. / Nosso Deus hoje louvemos, / Seu
amor nos reuniu.
3. A Igreja está em marcha, / A um mundo novo vamos nós / Onde reinará a paz / Onde
reinará o amor.

014 - O POVO DE DEUS- NELY SILVA RAMOS


6/8 - ENTRADA

D A7 D
O Povo de Deus, no deserto andava, / Mas á sua frente alguém caminhava. / O povo de
A7 D
Deus era rico de nada, / Só tinha esperança e o pó da estrada.
G A7 D Bm Em A7
Também sou teu povo, Senhor, / E estou nesta estrada / Somente tua graça / Me
D
basta e mais nada.
2. O Povo de Deus também vacilava; / Às vezes custava a crer no amor. / O povo de Deus,
chorando rezava, / Pedia perdão e recomeçava. Também sou teu povo, Senhor, / E
estou nesta estrada / Perdoa se às vezes, / Não creio em mais nada. (bis)
3. O Povo de Deus também teve fome / E Tu lhe mandaste o pão lá do céu. / O povo de
Deus cantando deu graças, / Provou teu amor, teu amor que não passa. Também sou teu
povo, Senhor / E estou nesta estrada, / Tu és o alimento, / Da longa jornada. (bis)

4. O Povo de Deus ao longe avistou / A terra querida, que o Amor preparou. / O povo de
Deus sorria e cantava / E nos seus louvores, / Seu poder proclamava. Também sou teu
povo, Senhor, / E estou nesta estrada / Cada dia mais perto / Da terra esperada. (bis)

015 - JESUS CRISTO É O SENHOR


9

JORGE HIMITIAM - 6/8 – JESUS CRISTO

G Em Am D7 G Em Am D7
Jesus Cristo é o Senhor, o Senhor, o Senhor. / Jesus Cristo é o Senhor, Glória a
G
ti, Senhor.
Em Am D7 G G7
Da minha vida ele é o Senhor, Da minha vida ele é o Senhor, Da minha vida ele é o
C G D7 G
Senhor, Glória a ti, Senhor!
2.Do meu passado ele é o Senhor, (3x) Glória a ti Senhor.
3. Do meu presente ele é o Senhor, (3x) Glória a ti Senhor.
4. Do meu futuro ele é o Senhor, (3x) Glória a ti Senhor.

16 - ESTE ENCONTRO
2/4 - ENCONTROS

D Bm Em A7 D D7
/:Este encontro será abençoado, / Pois o Senhor vai derramar o seu amor:/
G D Bm Em A7 D
/:Derrama, ó Senhor, derrama, ó Senhor, / Derrama sobre nós o teu amor:/

17 - SIM, EU QUERO
PE. JOSE WEBER - 4/4 - Batismo

D Bm Em A7
Sim, eu quero que a luz de Deus / Que um dia em mim brilhou / Jamais se
D G A
esconda / E não se apague em mim o seu fulgor. / Sim, eu quero que o meu amor /
F#m Em A7 D
Ajude o meu irmão / A caminhar guiado por tua mão / Em tua lei, em tua luz, Senhor.
Bm Em F#m Bm Em
Esta terra, os astros, o sertão em paz / Esta flor e o pássaro feliz que vês / Não sentirão,
A7 D
não poderão jamais viver / esta vida singular que Deus nos dá.

2. Quando eu sou um sol a transmitir a luz / E o meu ser é templo onde habita Deus, / Todo o
céu está presente dentro em mim / Envolvendo-me na vida e no calor.

18 - SENHOR, QUEM ENTRARÁ


D.R. - 6/8 - ENTRADA

C A7 Dm G7 C
/:Senhor, quem entrará no Santuário pra te louvar.:/
C7 F G7 C A7 Dm G7 C
/:Quem tem as mãos limpas e o coração puro, / Quem não é vaidoso e sabe amar:/
2. /:Senhor, eu quero entrar no Santuário pra te louvar,:/
10

/:Oh, dá-me mãos limpas e um coração puro / Arranca a vaidade, / ensina-me a amar.:/
3. /:Senhor, já posso entrar no Santuário pra te louvar,
/:Teu sangue me lava, / Teu fogo me queima, / O Espírito Santo, / inunda meu ser.:/

19 - CANTAI AO SENHOR
J. GELINEAU - 3/4 - ENTRADA - SL 97

Dm Gm A7 Dm
Cantai ao Senhor / Um cântico novo, cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor
D7 Gm Dm A7 Dm
um cântico novo, cantai ao Senhor, cantai ao Senhor.
2. Porque Ele fez, / Ele fez maravilhas. (3x) Cantai ao Senhor, / Cantai ao Senhor.
3. É Ele quem dá / O Espírito Santo. (3x) Cantai ao Senhor, / Cantai ao Senhor.
4. Jesus é o Senhor, / Amém, Aleluia. (3x) Cantai ao Senhor, / Cantai ao Senhor.

20 - ABRE, SENHOR
LUIZ CARLOS SUZIN - 4/4 - ENTRADA

C Am Dm G7 C Am Dm
Abre, Senhor, os meus lábios, / Pois quero entoar a canção / Que vem da fonte da vida / E
G7 C
toma o meu coração.
F G C G7 C
/:Abre, Senhor, os meus lábios e toma o meu coração.:/
2. Tu és rochedo que salva, / Nas águas do mar desta vida, / É teu abismo profundo / É tua a
montanha infinita.

21 - ESCUTAMOS TUA VOZ


JOSÉ ACÁCIO SANTANA - 2/4 - ENTRADA

F C7 F F7 Bb F Gm
Escutamos tua voz que nos chamou / Para estarmos reunidos a rezar; / E trouxemos
C7 F Dm Gm C7 F
nossas lutas e trabalhos / Para juntos neste altar apresentar.
2. Pelo grande sacramento do batismo, / Por amor nos aceitaste como irmãos; / E por isso
agradecidos nós viemos / Renovar a nossa fé no teu perdão.
3. Tu desejas que façamos penitência, / Porque ela purifica a nossa vida; / Aceitamos com
amor o teu desejo, / Pois queremos ter a alma redimida.
4. Entre inúmeras lições que recebemos, / Através de nossa longa caminhada, / O
Evangelho foi o livro onde aprendemos / A servir e dar amor sem querer nada.

22 - QUEREMOS DEUS
X. MOREAU - 4/4 - PROCISSÕES

F F7 Bb G7 C F
Queremos Deus, povo escolhido, em Jesus Cristo Salvador, que em seu amor tem
Dm G7 C C7
reunido assim o justo e o pecador.
F Dm Gm C7 F F7 Bb
A todos nós, ó Virgem, firmes na fé guardai. Queremos Deus que é nosso Rei,
F C7 F F7 Bb F
11

queremos Deus que é nosso Pai, queremos Deus que é nosso Rei, queremos
C7 F
Deus que é nosso Pai.

23 - MAIS OUTRO DIA


PE. ZEZINHO - 3/8- ENTRADA

G B7 Em D7 G
Mais outro dia findou. / Eu venho te ver, para conversar. / Mais outra noite chegou. / Eu
B7 Em D7 G
venho agradecer, antes de repousar.
Am D7 G Am
Andei o dia inteiro / Pocurando meu irmão. / Eu quis ser instrumento / Do teu
D7 G
amor / Do teu perdão.
2. Muito obrigado, Senhor, / Pelo amor que eu ensinei, / Pelo amor que eu recebi. / Muito
obrigado, Senhor, / Pela dor que suavizei, / Por sorrisos que sorri.

24 - Ó SENHOR, NÓS ESTAMOS AQUI


FR. LUIZ TURRA - 2/4 - ENTRADA

D A7 D D7 G A7 D Bm
Ó Senhor, nós estamos aqui, / Junto à mesa da celebração, / Simplesmente atraídos por
G D A7 D
vós / Desejamos formar comunhão.
A D A G
Igualdade, fraternidade, / Nesta mesa nos ensinais. / As lições que melhor
D Bm Em A7 D
Educam / Na Eucaristia é que nos dais.
2. Todos cantam o vosso louvor, / Pois em vós todos somos irmãos, / Ouviremos com fé, ó
Senhor, / Os apelos de libertação.

25 - NOSSA FÉ NO MESMO DEUS


PE. ZEZINHO - 4/4 - ENTRADA

D A7 D A7 D D7 G
Nossa fé no mesmo Deus nos reuniu, / Seu amor em Jesus Cristo nos uniu. / Em Jesus
F#m B7 E7 A D
de Nazaré somos irmãos, / E o mundo inteiro nos chama de cristãos. / Relembrando
A7 D A7 D D7 G F#m
aquilo que Jesus pediu, / Que soubéssemos viver no seu amor, / Reunidos nesta ceia de
B7 Em A7 D
amizade, / A comunidade do povo do Senhor.
B7 Em A7 D
/:Somos cidadãos do Reino, / Do Reino de Jesus de Nazaré.:/
2. Ao redor da mesa santa do Senhor, / Nossa gente se faz povo por amor, / Em Jesus de
Nazaré somos irmãos, / E carregamos a história em nossas mãos, / Cada vez que
oferecemos vinho e pão, / Que se tornem nosso ponto de união. / Revivemos num momento
de unidade, / A eternidade da nossa religião.

26 - A TI, MEU DEUS


FR. FABRETI - 6/8 - PENITÊNCIA
12

F Gm C Bb F C7
A ti, meu Deus, elevo meu coração, elevo as minhas mãos, meu olhar, minha voz! A ti,
F F7 Bb Bbm F C7 F Bb F
meu Deus, eu quero oferecer, meus passos e meu viver, meus caminhos, meu sofrer
Bb F D7 Gm
A tua ternura, Senhor, vem me abraçar. / E a tua bondade infinita me perdoar. /
Bbm F D Gm C7 F Bb F
Vou ser o teu seguidor e te dar o meu coração, / Eu quero sentir o calor de tuas mãos!

A ti, meu Deus, que és bom e que tens amor, ao pobre e ao sofredor vou servir e esperar.
Em ti, Senhor, humildes se alegrarão cantando a nova canção de esperança e de paz!

27 - CONVITE GENTIL
FR. FABRETI - 6/8 - ATO PNITENCIAL

Bm G A D G A D Bm
Convite gentil não sei desprezar. Que importa o que foi... "Eu vim pra curar". Quem nega
F# Bm F#m G Bm F#7 Bm
o perdão em nome da lei, não quer ver um mundo irmão.
G A F#m Bm Em Bm A Bm F#7 Bm
Perdão, ó Senhor, misericór----dia. Perdão, Senhor Deus da vi............da (bis).
2. Não posso aceitar o zelo fatal do fogo do céu em troca do mal. Eu vim me propor, não vim
pra forjar respostas com tal furor.

29 - SENHOR, CONFESSO
IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - PENITÊNCIA

Em B7 Em B7 Em E7
Senhor, confesso que errei, do bem me desviei, peço perdão!
Am D7 G C Am B7
Senhor, o teu perdão me abre o coração: com amor também acolho o meu
Em
irmão!
2. Senhor, o amor eu não vivi, e triste me senti, peço perdão!
3. Senhor, ensina-me a viver, feliz eu quero ser, peço perdão!

30 - POR NOSSAS FRAQUEZAS


FR. FABRETI - 6/8 - ATO PENITENCIAL

Em Am Em B7 Em Am
Por nossas fraquezas humanas, Senhor, tende piedade. / Por nosso injusto egoísmo,
Em B7 Em
Senhor, tende piedade.
Am D7 G Em Am B7 Em
/:Por nossas faltas de fé e de amor, piedade, piedade, Senhor!:/
2. Porque eu não fui solidário, Senhor, tende piedade. / Porque fomos indiferentes, Senhor,
tende piedade.

31 - KYRIE, ELEISON
13

ADAPT. FR. LUIZ TURRA - 4/4 - ATO PENITENCIAL

D Bm Em A D Bm Em A7 D Bm Em
Kyrie, eleison! Christe, eleison! / Kyrie eleison! Christe, eleison! / Senhor, piedade! Cristo,
A D Bm Em A7 D Bm Em A D Bm
Piedade! / Senhor, piedade! Cristo, piedade! Kyrie, eleison! Christe, eleison! / Kyrie, eleison!
Em A7 D
Christe, eleison!

32 - SENHOR, TENDE PIEDADE


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - ATO PENITENCIAL

E A B7 E B7
Solo: Senhor, tende piedade e perdoai a nossa culpa.
A B7 E E7
Duo: E perdoai a nossa culpa.
A B7 E A B7 E
Todos: Porque nós somos vosso po----------vo / Que vem pedir vosso perdão.
Solo: Cristo, tende piedade e perdoai a nossa culpa.
Duo: E perdoai a nossa culpa.
Todos: Porque nós somos vosso povo / Que vem pedir vosso perdão.
Solo: Senhor, tende piedade e perdoai a nossa culpa.
Duo: E perdoai a nossa culpa.
Todos: Porque nós somos vosso povo / Que vem pedir vosso perdão.

33 - ALÔ, MEU DEUS


PE. ZEZINHO - 4/4 - PENITÊNCIA

F C7 F
Alô, meu Deus, / Fazia tanto tempo / Que eu não mais te procurava. / Alô, meu
C7 F F7 Bb Bbm
Deus,/Senti saudades tuas / E acabei voltando aqui. Andei por mil caminhos / e, como as
F Dm Gm C7 F F7 Bb
andorinhas, / eu vim fazer meu ninho / em tua casa e repousar, / Embora eu me
Bbm F Dm Gm C7 F
afastasse / e andasse desligado / meu coração cansado / Resolveu voltar.
Dm Gm C7 F
/:Eu não me acostumei / Nas terras onde andei.:
2. Alô, meu Deus, / Fazia tanto tempo / Que eu não mais te procurava. / Alô, meu Deus, /
Senti saudades tuas / E acabei voltando aqui.Gastei a minha herança / Comprando só
matéria; / Restou-me a esperança / De outra vez te encontrar. / Voltei arrependido, / meu
coração ferido, / E volto convencido / Que este é o meu lugar.

34 - EU PEQUEI, SENHOR
PE. ZEZINHO - 2/4 - PENITÊNCIA

D Bm Em A A7 D
Eu pequei, Senhor, eu reconheço que não mereço / O teu perdão, o teu perdão. /
Bm Em A A7 D
Eu voltei, Senhor, por isso eu peço, / Que tu me estendas a tua mão, a tua mão.
D7 G D Em A D7 G
Meu egoísmo me destruiu, não deu em nada, / Não construiu. / A minha vida não
D Em A A7
14

floresceu, / Minha alegria emudeceu.


2. Dos teus caminhos eu me apartei, / Fiquei sozinho, paz não achei. / Arrependido, eu
retornei, e como filho, eu viverei.

35 - PERDOAI-ME OUTRA VEZ


D.R. - 4/4 - ATO PENITENCIAL

D Bm Em A7 D Bm Em
Perdoai-me outra vez, Senhor, / Novamente eu me fechei. / Dentro do meu desamor /
A7 D
Vossa imagem mutilei.
Em A7 D Em
Perdoai-me, Senhor, / Não vivi minha vocação. / Perdoai-me, Senhor, / Não amei o
A7 D
meu irmão.
2. Deveria ser vosso apóstolo, / Mas pequei por omissão. / Eu também me acomodei, / Fracassei
vossa missão.
3. Deveria ser bom discípulo, / Mas calei a minha voz. / Camuflando o ideal, / Sem pregar a vossa
paz.

36 - SENHOR, TENDE PIEDADE


PE. ZEZINHO - 6/8 - ATO PENITENCIAL

D G A7 D
Senhor, tende piedade de nós, Senhor, tende piedade de nós.
D7 G D A7 D
/:Pai de infinita bondade, / Que a tua vontade / Se faça verdade no meio de nós.:/

/:Senhor, tende piedade de nós.:/ /:Senhor Jesus Cristo, piedade, / Piedade de mim / Que
não te obedeci / Nem segui tua voz.:/

/:Senhor, tende piedade de nós.:/ /:Que teu Espírito Santo / Nos mostre o caminho / De paz
e justiça / Sem ódio e sem dor.:
D D
Senhor, Senhor, Senhor...

37 - SENHOR, QUE VIESTES SALVAR


PE. JOSE CANDIDO DA SILVA - 4/4 - ATO PENITENCIAL

D A7 D D7 G A7 D D7
Senhor, que viestes salvar / Os corações arrependi---dos.
G D Bm Em A7 D
Piedade, pieda--de, pieda----de de nós! (bis)
2. Ó Cristo, que viestes chamar / Os pecadores humilhados.
3. Senhor, que intercedeis por nós / Junto a Deus Pai que nos perdoa.

38 - PERDOAI-NOS, Ó PAI
PE. JOSE WEBER - 4/4 - PENITÊNCIA

C G7 C Am Dm G7
Perdoai-nos, ó Pai, as nossas ofensas, / Como nós perdoamos a quem nos
C
ofendeu.
15

F G Dm G7 C F
Se eu não perdoar o meu irmão, / O Senhor não me dá o seu perdão. / Eu não julgo para
G Dm G7 C
não ser julgado; / Perdoando é que serei perdoado.
2. Ajudai-me, Senhor, a perdoar; / E livrai-nos de julgar e condenar! / Vou ficar sempre unido
em comunhão, / Ao Senhor e também ao meu irmão.
3. Vou levar para a vida, a união, / Que floresce nesta santa Comunhão. / Vivo em Cristo a
vida de cristão / Sou mensagem de sua reconciliação.

39 - GLÓRIA AO PAI
PE. ZEZINHO - 2/4 - GLÓRIA

G C D7 G
Glória ao Pai ao Deus da luz / Glória ao seu Filho Jesus / Glória ao Espírito
C G D7 G
Santo, / Glória, A---mém!
Bm Am D G
Nós louvamos o Pai que criou este mundo. / E ao criá-lo deixou aos cuidados da gente. /
Em Am G D7 G
Confiou-nos valores que em nós colocou. / Por amor foi que Ele este mundo criou.
2. Nós louvamos o Filho de Deus encarnado / Que nasceu e viveu e morreu por amor. / E
deixou para o mundo o mais doce recado. / E por isso o chamamos de Cristo, Senhor.
3. Nós louvamos também o Espírito Santo, / Que do Pai e do Filho é amor que nos vem. /
Que coloca ternura no riso e no pranto. / E nos mostra o sentido que a vida contém.

43 - GLÓRIA A DEUS
JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - GLÓRIA

G C G D7 G
Glória a Deus no mais alto dos céus / E paz na terra aos filhos seus!
C D7
Glória, glória ao Pai eterno, providente e criador (criador).
2. Glória ao Filho Jesus Cristo, nosso irmão e Redentor (Redentor).
3. Ao Espírito, que é Santo, nosso canto de louvor (de louvor).

44 - DEUS ETERNO
HAYDN (1772) - 3/4 - DIVERSOS

F Dm C F Dm Am C F Dm C F
Deus eterno, a vós louvor! / Glória a vossa majestade! / Anjos e homens com amor / Vos
Dm Am C Gm F F7 Bb F C7 F
adoram, Deus Trindade, /:Santo, santo a Vós sem fim / Cante amor de Serafim.:/
2. "Pai Eterno"! a Criação / Que chamastes Vós do nada, / Que sustenta vossa mão, / Com
acorde imenso brada: /:Quem me fez foi vosso amor, / Glória a Vós, Pai Criador!:/
3. "Filho Eterno"! nosso irmão, / Vossa morte deu-nos vida, / Vosso sangue salvação. / Toda
Igreja agradecida /:Louva, exalta a Vós, Jesus, / Glórias canta à vossa Cruz.:/

45 - GLÓRIA A DEUS NOS MAIS ALTO


DAVID JULIEN 2/4 - GLÓRIA

G D7 G
Glória a Deus no mais alto dos céus.
Em C
16

Glória a Deus nosso Pai: seu poder nos criou.


2. Glória a Cristo seu Filho que nos resgatou.
3. Glória ao Espírito Santo que nos confirmou.

46 - GLÓRIA A DEUS NO CÉU


PE. NEY BRASIL - 4/4 - GLÓRIA

G D7 G D Am D7 G C D7 G
Glória a Deus no céu / E na terra paz aos homens. / Glória, Alelu------ia!
Em Am D A7 D7
Glória ao Pai, o Criador, / Seu poder nos chamou à vi----da.
2. Glória ao Filho Redentor, / Sua Cruz reconciliou-nos.
3. Glória ao Espírito de Amor, / Sua Graça é que nos renova.

47 - GLÓRIA A DEUS NA IMENSIDÃO


PE. ZEZINHO - 4/4 - GLÓRIA

G C D7 G C G A7 D7
Glória a Deus na imensidão, / E paz na terra ao homem, nosso irmão.
G C D7 G C G D7 G
Glória a Deus na imensidão, e paz na terra ao homem nosso irmão.
D7 G D7 G
Senhor, Deus Pai, Criador onipotente, / Nós vos louvamos e vos bendizemos, / Por nos
D7 G
terdes dado o Cristo salvador.
2. Senhor Jesus, unigênito do Pai, / Nós vos damos graças por terdes vindo ao mundo, /
feito nosso irmão sois nosso Redentor.
3. Senhor, Espírito Santo, Deus Amor. / Nós vos adoramos e vos glorificamos, / Por nos
conduzirdes por Cristo a nosso Pai.

48 - EU LOUVAREI
D.R. - 2/4 - DIVERSOS

G Em Am D7 G
/:Eu louvarei, eu louvarei,Eu louvarei, eu louvarei:/ Eu louvarei o meu Senhor.
Am D Am
João viu o número dos redimidos / E todos louvavam o Senhor. / Uns oravam, outros
D7 G
cantavam / E todos louvavam o Senhor.
2. Todos unidos, alegres cantavam:/ Glória e louvores ao Senhor. / Glória ao Pai, glória ao
Filho, / Glória ao Espírito de Amor.
3. Somos filhos de Ti, Pai Eterno, / Tu nos criaste por amor, / Nós te adoramos, te
bendizemos / E todos cantamos teu louvor.

49 - LOUVAI DEUS, Ó CRIATURAS


PE. JONAR ABIB - 6/8 - SANTÍSSIMO SACRAMENTO
D A7 D E7 A D Em
Louvai Deus, ó criaturas, / Louvai Deus que nos criou. / Louvai Deus, ó céus e terras, /
A7 D D7
Louvai Deus Nosso Senhor.
17

G A7 D Em A7 D
Refr.: /:Exaltai-o e bendizei-o / Com alegria e com amor.:/
2. Louvai Deus, louvai ó lua, / Louvai Deus que nos criou. / Louvai Deus, louvai, irmão sol,
/ Louvai Deus Nosso Senhor.
3. Louvai Deus, ó mar, ó vento, / Louvai Deus que nos criou. / Louvai Deus, ó noite, ó dia, /
Louvai Deus Nosso Senhor.

51 - VEM ESPÍRITO SANTO


FR. WILSON JOÃO - 6/8 - ESPIRITO SANTO – ENTRADA

D A7 D
/:Vem, Espírito Santo, vem, / Vem iluminar.:/
A7 D
Nossos caminhos vem iluminar, / Nossas idéias vem iluminar. / Nossas angústias vem
A7 D
iluminar, / As incertezas vem iluminar.
2. Nosso encontro vem iluminar, / Nossa história vem iluminar, / Toda a Igreja vem
iluminar, / A humanidade vem iluminar.

52 - BENDITA A PALAVRA
PE. JOSÉ WEBER E WALDECI FARIAS - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

G Em Am D7 G Em Am D7
Bendita, bendita, bendita a palavra do Senhor. / Bendito, bendito, bendito
G
quem a vive com amor.
C G Em A7 D7 G G7 C
A palavra de Deus escutai. / No Evangelho Jesus vai falar:/ "A justiça do reino do Pai, /
G D7 G
Procurai em primeiro lugar".

53 - COMO OUTRORA
JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

E C#m F#m B7 E E7 A
Como outrora Moisés na montanha, / Escutou tua voz a falar; / Nós viemos ouvir tua lei, /
B7 E
Na montanha divina do altar.

54 - TODA SEMENTE
JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - CELEBRAÇÃO DA PALAVRA

C F G7 C F G7 C
Toda semente é um anseio de frutificar, / E todo fruto é uma forma de a gente se dar.
C7 F C G7
Põe a semente na terra, / Não será em vão / Não te preocupe a colheita, /
C
Plantas para o irmão.
2. Toda palavra é um anseio de comunicar, / E toda fala é uma forma de a gente se dar.
3. Todo tijolo é um anseio de edificar, / E toda obra é uma forma de a gente se dar.

55 - EU VIM PARA ESCUTAR


PE. ZEZINHO - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
18

Dm A7 Dm
Eu vim para escutar....
D7 Gm C F Bb A7 Dm
/:Tua palavra, tua palavra, / Tua palavra de amor.:/
2. Eu gosto de escutar... 3. Eu quero entender melhor... 4. O mundo ainda vai viver...

56 - TODA A BÍBLIA
PE. JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 4/4 - ACLAMAÇÃO

D Bm Em G D D7
Toda a Bíblia é comunicação. / De um Deus-Amor, de um Deus-Irmão. / É feliz
G D A7 D
quem crê na Revelação, / Quem tem Deus no coração.
F#7 Bm E7 A G D Bm Em
Jesus Cristo é a palavra, / Pura imagem de Deus Pai. / Ele é vida e verdade, / A
A7 D
suprema caridade.
2. Os profetas sempre mostram / A vontade do Senhor. / Precisamos ser profetas, / Para
o mundo ser melhor.

57 - PORQUE ÉS, SENHOR


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

D B7 Em A7 D D7
Porque és, Senhor, o caminho / Que devemos nós seguir.
G D Bm Em A7 D
Nós te damos, hoje e sempre toda glória e louvor. ( bis )
2. Porque és, Senhor, a verdade / Que devemos aceitar.
3. Porque és, Senhor, plena vida / Que devemos nós viver.

58 - A ESCRITURA NOS DOIS TESTAMENTOS


CON. CAVALLINI - 2/4 - ACOLHIDA DA PALAVRA

D A7 D D7
A Escritura nos dois Testamentos, / É a palavra inspirada por Deus. / É o Pai educando
G D A7 D
seus filhos, / é o Pai revelando-se aos seus.
D7 G D A7 D
/:Nós amamos a Bíbia sagrada, / Paternal testamento de Deus.:/
2. Profecias, exemplos, doutrinas / Aprendamos, fazei-nos, Senhor, / Conhecer-vos na Bíblia
sagrada, / De que sois principal escritor.

59 - A NÓS DESCEI
D.R. - 4/4 - ACLAMAÇÃO

E A E C#m E E7 A E C#m
A nós descei divina luz, A nós descei, divina luz, /:Em nossas almas acendei /
F#m B7 E
o amor, o amor de Jesus:/
F#m B7 E C#m F#m B7 E
Vinde, Santo Espírito, e do céu mandai / De tua luz um raio, de tua luz um raio.
19

Vinde, Pai dos pobres, doador dos dons, / Luz dos corações, luz dos corações.
2. Grão consolador, nossa alma habitais / E nos confortais, e nos confortais.
Na fadiga pouso, no ardor brandura / E na dor ternura, e na dor ternura.

60 - ENVIA TEU ESPÍRITO


D.R.- 2/4 - ACLAMAÇÃO
A F#m Bm E7 A
/:Envia teu Espírito, Senhor, e renova a face da terra.:/
E D Bm E7
Bendize, minha alma, ao Senhor. / Senhor, meu Deus, como és tão grande.

2. Como são numerosas tuas obras, Senhor! / A terra está cheia de tuas criaturas.
3. Quando ocultas tua face, elas se perturbam. / Quando lhes tiras sua vida, voltam ao
seunada.

61 - VAI FALAR NO EVANGELHO


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

G E7 Am D7 G E7 Am D7 G7
Vai falar no Evangelho / Jesus Cristo. Aleluia. / Sua palavra é alimento / Que dá vida. Aleluia.
C D7 G Em Am D7 G
/:Glória a ti, Senhor, / Toda graça e louvor.:/

62 - BUSCAI PRIMEIRO
TAEZÉ - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

C Em F C F C G C Em F C
Buscai primeiro o Reino de Deus / E a sua justiça, / E tudo mais vos será acrescentado, /
F C G7 C
Aleluia, Alelu--ia.
2. Não só de pão o homem viverá, / Mas de toda a palavra / Que procede da boca de
Deus, /Aleluia, Aleluia.
3. Se vos perseguem por causa de mim, / Não esqueçais o porquê! / Não é o servo maior
que o Senhor, / Aleluia, Aleluia.

63 - PELA PALAVRA DE DEUS


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - E 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

D F#m G D A D F#m G
Pela palavra de Deus / Saberemos por onde andar! / Ela é luz e verdade, / Precisamos
A7 D Bm Em A7 D Bm Em A7 D
acreditar; / Cristo me chama, Ele é o Pastor, / Sabe meu nome; fala, Senhor.

64 - PALAVRAS SANTAS
JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

E E7 A B7 E C#m F#m B7 E
/:Palavras santas do Senhor / Eu gravarei no coração.:/
B7 E B7 E
20

Vossa palavra é uma luz a iluminar / O vosso povo em marcha alegre para o Pai.
2. Palavra viva / Penetrante e eficaz / Que nos dá força, nos dá vida, amor e paz.
3. De muitos modos Deus falou a nossos pais, / Ultimamente por seu filho nos falou.

65 - ALELUIA PONHO-ME A OUVIR


FR. FABRETI - 2/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

C G7 C G7 C
/:Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!:/
G7 C G7 C G7
Ponho-me a ouvir: o que o Senhor dirá? Ele vai falar, vai falar de paz. Pela minha voz e
C G7 C
pelas minhas mãos Jesus Cristo vai, vai falar de paz.

66 - JESUS CRISTO
FR. TURRA - 2/4 - JESUS CRISTO
G C G Em D7 G Em Am D7 G
Jesus Cristo ontem, hoje e sempre! Ontem, hoje e sempre, alelu---ia!
D7 G D C G Am D7
Ele é a imagem do Deus invisível, o Primogênito da criação. Tudo o que existe foi nele
G C D7 G
criado, nele encontramos a Redenção.
2. Ele é cabeça da Igreja, seu corpo, o Primogênito entre os mortais. Que nela habite a vida
mais plena, foi do agrado de nosso Pai.

68 - QUANDO O ESPÍRITO
ZÉ VICENTE - 4/4 - ESPIRITO SANTO – CRISMA

A E7 A C#m
Quando o Espírito de Deus soprou, o mundo inteiro se iluminou. A esperança da terra
F#m Bm E7 A
brotou e um povo novo deu-se as mãos e caminhou.
E7 A E7 A E7 A E7
Lutar e crer, vencer a dor, louvar o Criador. / Justiça e paz hão de reinar. E viva o
A
amor!
2. Quando Jesus a terra visitou, a boa nova da justiça anunciou. O cego viu, o surdo
escutou e os oprimidos das correntes libertou.
3. Nosso poder está na união, o mundo novo vem de Deus e dos irmãos. Vamos lutando
contra a divisão e preparando a festa da libertação.

69 - QUERO LEVAR ESTA BÍBLIA


IR. MIRIA T. KOLLING 6/8 – ACOLHIDA DA PALAVRA

G D7 G E7 Am Cm G Em A7
Quero levar esta Bíblia, /Ir cantando em procissão; /Ir feliz como quem leva / A luz do céu
D7 G
em sua mão.
C D7 G D7 G C
Ergo bem alto esta Bíblia; / Ei-la entre nós e o bom Deus! / É bênção que à terra
G D7 G
21

desce, / É prece que sobe aos céus!


2. Quero nas mãos este livro, / Vou levá-lo aonde for! / E o levo pela vida,! E ele me leva ao
Senhor!
3. Quero beijar esta Bíblia, / Como beijo sempre, sim! / Mão de Pai que me abençoa, / Mãe
sorrindo para mim!

70 - SENHOR, TUA SANTA PALAVRA


JOSÉ ACÁCIO SANTANA - 6/8 - ACOLHIDA DA PALAVRA

G D7 G D7 G D7
Senhor, tua santa Palavra é mensagem de vida, nos fala de paz. É luz que ilumina os
G D7 G
caminhos, põe rumo nos passos, nos fala de amor.
C D7 G D7 G
Por tua Palavra sempre estarás falando de amor e paz. (bis)
2. Ensina, Senhor, a mensagem da tua Palavra, que fala de paz. Queremos viver o sentido
do teu mandamento, que fala de amor.

71 - TEU POVO AQUI REUNIDO


PE. JORGE TREVISOL - 6/8 - Acolhida da Palavra

G D7 G D7 G
Teu povo aqui reunido, procura vida nova. Tu és a esperança, o Deus que nos consola.
D7 G D7 G
/:Fala, Senhor, fala da vida. Só tu tens palavras eternas, queremos ouvir.:/
2. São tantos os apelos que vêm dos oprimidos. Tu és quem liberta, o Deus dos esquecidos.

72 - VEM, VEM, VEM


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - ESPIRITO SANTO

F Bb F C Gm Bb C C7 F
Vem, vem, vem, vem, Espírito Santo de amor. Vem a nós, traz à Igreja um novo vigor
Dm Bb C Gm Bb C7
Presente no início do mundo, presente na criação, do nada tiras a vida. Que a vida não
F
sofra no irmão.
2. Presença que gera esperança, Maria por ti concebeu. No povo renasce a esperança, ó
Espírito Santo de Deus.
3. Presença na Igreja nascente, os povos consegues reunir. Na mesma linguagem se
entendem. O amor faz a Igreja surgir.

73 - NÃO PODE FALTAR


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - CELEBRAÇÃO DA PALAVRA

C A7 Dm G7 C Am Em
Não pode faltar a palavra, / Não pode faltar-nos o pão, / Não pode faltar compromisso / A
F G7 C
quem quer um mundo de irmãos.
22

F G C A7
Teu pão, ó Senhor, nos sustenta, / Na luta de um mundo melhor. / O teu
Dm G C
Evangelho transforma! Tu és nosso Deus Salvador! ( Bis)
2. assaste no mundo dos homens fazendo a todos o bem. Teu jeito de amar os humildes, a
todos ensina também.

75 - ESCUTA, ISRAEL
IR. AGOSTINHA DE MELO - 6/8 - ACOLHIDA DA PALAVRA

Dm A7 Dm Gm A7 Dm Gm Dm Bb A
Escuta, Is--rael, Javé teu Deus, quer falar! - Fala, Senhor Javé: Israel quer te escutar!
Gm Dm Bb A7 Dm
Fala, Senhor Javé: Israel quer te escutar!

76 - ALELUIA, ACOLHAMOS
JOSÉ R. GALVÃO - 4/4 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

G C G A7 D G C G D7 G
Aleluia, aleluia! Acolhamos nosso Deus! Aleluia, aleluia, vem falar nos filhos seus!

77 - A VOSSA PALAVRA, SENHOR


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - ACOLHIDA DA PALAVRA
G Bm Em Am D7 G
Refr.: A vossa palavra, Senhor, / É sinal de interesse por nós. (bis)
Em G7 C A7 D7
1. Como um pai ao redor de sua mesa, / Revelando seus planos de amor.
2. É feliz quem escuta a palavra / E a guarda no seu coração.
3. Neste encontro da Eucaristia / Aprendemos a grande lição.

79 - CREIO, SENHOR
DAVID JULIEN - 3/4 - CREIO
C Am G7 C
Refr.: Creio, Senhor, mas aumentai minha fé!
F C Am Dm G7 C
1. Eu creio em Deus, Pai onipotente / Criador da terra e do céu.
2. Creio em Jesus, nosso irmão, / Verdadeiramente Homem-Deus.
3. Creio também no Espírito de amor, / Grande dom que a Igreja recebeu.

82 - O NOSSO DEUS
JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS
D A7 D G D A7 D
O nosso Deus com amor sem medida,/Chamou-nos à vida, nos deu muitos dons. / Nossa
A7 D G D A7 D
resposta ao amor será feita se a nossa colheita mostrar frutos bons.
A D A7 D
Mas é preciso que o fruto se parta e se reparta na mesa do amor. (bis)
2. Participar é criar comunhão, / Fermento no pão, saber repartir. / Comprometer-se com a
vida do irmão, / Viver a missão de se dar e servir.
3. Os grãos de trigo em farinha se tornam / Depois se transformam em vida no pão. / Assim
também, quando participamos, unidos criamos maior comunhão.
23

83 - ÉS, JESUS
PE. VIRGILIO E FR. FABRETI - 2/4 - Apresentação das Oferendas
D Bm G A7 D Bm E7 A D Bm G
1. És, Jesus, a oferta preferida pelo Pai, do mundo a redenção. / Junto vai contigo minha
A7 D Bm G A7 D
vida:/ Como tu, me entrego pelo irmão.
G Em A F#m Em A7 D D7G Em A7
Refr.: Ofertar ao Pai o vinho e o pão / É lembrar a morte do Senhor. / É entrar com ele
B7 Em A7 D
em comunhão, / Partilhar sua vida e seu amor.
2. "Eis-me aqui", ao Pai falaste um dia. / De meu ser eu faço uma oblação. / Eu também,
assim como querias, / Vou ficar unido à tua paixão.

84 - MUITOS GRÃOS DE TRIGO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - Apresentação das Oferendas

C G7 C F G7 C F G C
1. Muitos grãos de trigo se tornaram pão. Hoje são teu Corpo, ceia e comunhão. Muitos
Dm G7 C
grãos de trigo se tornaram pão.
F G7 C
Refr.: Toma, Senhor, nossa vida em ação, para mudá-la em fruto e missão! Toma,
F G7 C
Senhor, nossa vida em ação, para mudá-la em missão.
2. Muitos cachos de uva se tornaram vinho. Hoje são teu Sangue, força no caminho. Muitos
cachos de uva se tornaram vinho.
3. Muitas são as vidas feitas vocação hoje oferecidas em consagração. Muitas são as vidas
feitas vocação.

85 - CADA VEZ QUE EU VENHO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - Apresentação das Oferendas

C F G C G7 C
1. Cada vez que eu venho para te falar, na verdade eu venho para te escutar. Fala-me da
G F C F G F G7 C
vida, preciso te escutar. Fala da verdade que vai me libertar.
2. Cada vez que eu venho para oferecer, na verdade eu venho para receber. Dá-me o pão
da vida, que vai me alimentar. Dá-me a água viva, que vai me saciar.

86 - OFERTAR NOSSA VIDA


MATEUS ANTONELLO - 4/4 - Apresentação das Oferendas

D A G A7 D D7
1. Ofertar nossa vida queremos, como gesto de amor, doação. Procuramos criar mundo
G D A7 D
novo, trazer para o povo a libertação.
D7 G A F#m A D
24

Refr.: De braços erguidos, a Deus ofertamos aquilo que somos e tudo o que amamos.
D7 G A F#m B7 Em A7 D
Os dons que nós temos compartilharemos, aqueles que sofrem, sorrir os faremos.
2. A injustiça que fere e que mata tanto homem, criança e mulher, faz o jovem viver sem
sentido, frustrado, perdido, distante da fé.

87 - TODOS OS TRABALHADORES
PE. JOÃOZINHO - 2/4 – SÃO JOSÉ OPERÁRIO - Apresentação das Oferendas

C C7 F G C G7
1. Todos os trabalhadores, vamos juntos entoar, operários, lavradores, São José vamos
C G7 C G7 C C7 F G
saudar... ai - ai - ai - ai. A mulher trabalhadora, faxineira e professora, e também dona de
C G7 C G7 C G7 C
casa, tem os filhos pra cuidar... ai - ai - ai - ai.
G C G7 C G
Refr.: São José, homem do povo, entendeu a mensagem do Senhor. Operário, feliz
C G7 C G7 C G7 C G7 C
esposo de Maria, a Mãe do Salvador, de Maria, a Mãe do Salvador... ai - ai - ai - ai.
2. Empregada, balconista, empresário e escritor, comerciante e artista, cantem juntos o
louvor... ai - ai - ai - ai. Santo humilde, homem justo, elevemos nossa voz. Teu exemplo
nos ajude que a justiça habite em nós... ai -ai - ai - ai.

88 - EU VENHO TRAZER
D.R. 3/4 - Apresentação das Oferendas

G C G Em Am D7 G Em
Refr.: Eu venho trazer pra junto do altar / O que fui colher no meu caminhar, / O que fui
Am D7 G
colher no meu caminhar.
E7 Am D7 G
1. A sede de amor de todos os irmãos / Te oferto, Senhor, com vinho e com pão.
2. Oferto a criança, o jovem e o velho, / A paz, a esperança na luz do Evangelho.
3. Eu trago também ao teu santo altar / Os passos de quem te quer anunciar.

89 - O PÃO AMASSADO
PE. JOSÉ FREITAS CAMPOS - 2/4 - Apresentação das Oferendas

E F#m B7 A F#m A B7
O pão amassado, a uva pisada:/ Eis a oblação. / Pastores sofridos, o pobre esquecido, o
E
povo sem pão.
B7 E B7
Refr.: /:Quero ser fiel a Deus / Respondendo à vocação. / Quero ser junto do povo / o
E
irmão entre os irmãos.:/
2. O tempo e a idade, o bem e a verdade, a paz e o perdão, / Vigor, esperança, amor,
confiança jamais faltarão.
3. A dor, alegria, a vida vazia / De tantos irmãos / cansados, vencidos, / Também oprimidos,
ofertas serão.
25

90 - VAMOS, IRMÃOS, OFERECER


D.R. - 2/4 - Apresentação das Oferendas

C Em F C A7 Dm
Vamos, irmãos, oferecer / Ao nosso Pai o nosso amor, / A nossa fé que nele crê,
G7 C
A nossa vida em seu valor.
1. Sobre a patena colocamos / Os sofrimentos, as alegrias, / As coisas belas que amamos, /
A nossa vida em cada dia.
2. Senhor, Jesus, tudo te damos, / nosso futuro, nosso passado, / E este presente em que
estamos / Seja por ti abençoado.

91 - SABES, SENHOR
LINDBERG PIRES - 2/4 - Apresentação das Oferendas
E A E B7 E7 A
Refr.: Sabes, Senhor, o que temos é tão pouco pra dar. / Mas este pouco, / Nós
E B7 E
queremos com os irmãos compartilhar.
C#m F#m B7 E C#m F#m B7 E
1. Queremos nesta hora, / Diante dos irmãos / Comprometer a vida, / Buscando a união.
2. Sabemos que é difícil, / Os bens compartilhar; / Mas com a tua graça, / Senhor, queremos
dar.

93 - MINHA VIDA TEM SENTIDO


PE. ZEZINHO - 4/4 - Apresentação das Oferendas

D A7 D Bm D A7 D A7 D Bm
1. Minha vida tem sentido, / Cada vez que eu venho aqui, / E te faço o meu pedido, / De não
D A7 D G A7 D Bm Em A7
me esquecer de ti. / Meu amor é como este pão, / Que era trigo, / Que alguém plantou, /
D G A7 D Bm Em A7 D
depois colheu. / E depois tornou-se salvação, / E deu mais vida / E alimentou o povo meu.

B7 Em A7 D
Eu te ofereço este pão, / Eu te ofereço o meu amor.:/
2. Minha vida tem sentido, / Cada vez que eu venho aqui / E te faço e meu pedido, / De não
me esquecer de Ti. / Meu amor é como este vinho, / Que era fruto, / Que alguém plantou, /
Depois colheu. / E depois, encheu-se de carinho, / E deu mais vida / E alimentou o povo
meu.
Eu te ofereço vinho e pão, / Eu te ofereço o meu amor.:/

95 - SENHOR, VOS OFERTAMOS


PE. J. XIMENES - 2/4 - Apresentação das Oferendas

F Dm C F Bb F G7 C
1. Senhor, vos ofertamos, / Em súplice oração, /:O cálice com vinho / E na patena o
C7 F C7 F
pão.:/ O cálice com vinho e na patena o pão.
26

2. O pão vai converter-se / na carne de Jesus, /:E o vinho será sangue / Que derramou na
cruz.:/
3. Senhor, vos damos tudo:/ Nosso pesar e gozo, /:Nossa alegria e dores, / Trabalhos e
repouso.:/
4. Amigos e parentes / Os vivos e defuntos /:Em torno desta mesa / Estamos sempre
juntos.:/

96 - SE MEU IRMÃO - PE. ZEZINHO


4/4 - Apresentação das Oferendas

F C F
1. Se meu irmão me estende a mão / E pede um pouco do meu pão; / Eu não respondo ou
C F C F
digo "não", / Errei de rumo e direção. / Nesta mesa do perdão, / O pão e o vinho elevarei. /
C F
E pensando em meu irmão, / O meu Senhor receberei.
D7 Gm C7
Refr.: Quero ver no meu irmão, / A imagem dele, / Meu irmão que até nem tem / O
F D7 Gm C7
necessário pra ter paz. / Quero ser pro meu irmão / A resposta dele, / Eu que vivo
F
mais feliz / E às vezes tenho até demais.
2. O corpo e sangue do Senhor, / O corpo e sangue se um irmão / O mesmo Pai, o mesmo
amor, / O mesmo rumo e direção. / Nesta mesa do Senhor, / Sou responsável pela paz. /
De quem no riso e na dor comigo vai buscar o pai.

97 - RECEBEI, Ó DEUS DE AMOR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - Apresentação das Oferendas

E E7 A E B7 E C#m F#m B7 E
1. Recebei, ó Deus de amor, / Os dons da criação; / Com eles entregamos / O nosso
coração.
E7 A E B7 E E7 A E B7 E
Refr.: Pai santo, recebei, / A nossa gratidão; / Fazei-nos á imagem, / Do vosso coração.
2. Nosso gesto de oferenda, / Trazemos sobre as mãos, / A vida e o trabalho / De todos os
irmãos.

99 - OS GRÃOS QUE FORMAM A ESPIGA


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - - Apresentação das Oferendas

D A7 D Em
Os grãos que formam a espiga, / Se unem pra serem pão / Os homens que são Igreja, /
A7 D
se unem pela oblação.
B7 Em A7 D A7
Refr.: Diante do altar, Senhor, / Entendo minha vocação, / Devo sacrificar a vida por
D
meu irmão. ( bis )
2. O grão caído por terra, / Só vive se vai morrer, / É dando que se recebe, / Morrendo se vai
viver.

100 - UM NOVO DIA


FR. LUIZ CARLOS SUZIN - 4/4 - Apresentação das Oferendas
27

D Bm Em G
1. Um novo dia, mais vida e esperança / Aqui trazemos com toda confiança / Ao teu altar,
A7 D Bm Em A7 D D7
Senhor, nós elevamos / A vida que nos deste e os bens que esperamos.
G D Bm Em A7 D D7
Refr.: Nós ofertamos, Senhor, a nossa vida, / O mundo que suspira por tua luz. / A
G D Bm Em A7 D
nossa oferta é feita de esperança, / De esforço que não cansa de ouvir tua voz.
2. De ti saimos, a ti é que voltamos / Na caminhada que neste mundo damos. / E com tua
bênção, no altar nos consagramos, / Tornando nossa vida o dom que te ofertamos.

101 - ESTA MESA NOS ENSINA


LÚCIO FLORO E MARILIA M. ESTEVÃO - 2/4 - Apresentação das Oferendas

Bm A
/:Esta mesa nos ensina, / todo bem que a gente alcança / Em comum devemos
D F#7 Bm A
pôr, / O remédio, a medicina, / pão e vinho e segurança, / alegria,
D F#7 Bm
fé e amor, Alegria, fé e amor.
D Bm D Bm F#7 Bm
1. Meu irmão eu vi plantar, / Meu irmão nos fez o pão:/ Mas na hora do jantar, / Não
F#7 Bm
chamaram meu irmão.
2. Minha irmã trabalhadora / É operária e mãe também; / Sai de casa o filho chora; / Fica em
casa, o pão não vem.
3. Meu irmão pagou imposto / Para a vida melhorar:/ Mas não tem doutor nem posto, /
porque é pobre o seu lugar.

102 - Ó MÃE, POR INTERMÉDIO DE TEU NOME


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Nossa Senhora - Apresentação das Oferendas

C G7 C C7 F G7 C
1. Ó Mãe, por intermédio de teu nome, / Queremos nossos dons oferecer. / O povo não
G7 C G7 C
tem pão e passa fome, espera nossa oferta acontecer.
F G
Refr.: Maria, medianeira divinal, se pedes, teu Jesus atenderá / Repete teu apêlo
C G7 C
maternal, assim como nas Bodas de Caná!
2. Ó Mãe, por teu materno sentimento, / Queremos nossos dons oferecer. / O povo não tem
vinho e está sedento, / Espera nossa oferta acontecer.

104 - O SENHOR É SANTO


DAVID JULIEN E D. CARLOS ALBERTO NAVARO - 4/4, 6/8 - 2/4 - Santo

F Dm C F
Refr.: O Senhor é Santo, o Senhor é Santo, / O Senhor é Santo.
Dm Gm C F Am Dm
1. O Senhor é nosso Deus, / O Senhor é nosso Pai. / Que o seu Reino de amor,
Gm C7 F
28

/ Se estenda sobre a ter---ra.


Bb F C Dm Gm C7 F
2. Bendito o que vem, / Em nome do Senhor; / Bendito o que vem, / Em nome do Senhor.
C7 F
Hosana, hosana, hosa---na!

105 - DEUS É SANTO


FR. LUZ TURRA - 3/4 - Santo

G Em C D7 Am D7
1. Deus é Santo, Deus é Amor! / Deus é Pai e Criador. / E nos deu Jesus por irmão; /
G
Louvado seja o Senhor.
2. Céus e terra cantarão / Ao que vem nos acolher, / No seu Reino de amor:/ Hosana damos
ao Senhor!

108 - SANTO É O SENHOR


PE. NEY BRASIL - 6/8 - Santo

D Bm F#m Bm D Bm F#m Bm Em A
Santo é o Senhor, Santo é o Senhor, Deus do universo, a vós o louvor! O céu e a terra
F#m Bm Em A D G D7 G A F#m Bm
proclamam vossa glória! Hosana nas alturas. Bendito o que vem em nome do Senhor.
Em A D A7 D D7 G A F#m Bm
Hosana nas altu--------------------ras. Bendito o que vem em nome do Senhor.
Em A7 D G D
Hosana nas altu----ras!

110 - O SENHOR É SANTO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Santo

G C G Am D7 G
O Senhor é Santo e o seu nome brilha, / Nós o proclamamos com amor e voz. / Foi o seu
C G Am D7 G
poder que fez as maravilhas / Pelo universo e em cada um de nós.
C G D7 G
Refr.: /:Hosana, hosana, hosana nas alturas.:/
2. E bendito seja Cristo, Filho amado, que em seu nome veio ser o Redentor. Foi por nossa
causa, morto e sepultado, mas ressuscitou em glória e esplendor.

111 – SANTO
FR. FABRETI - 2/4 - Santo

G D7 G D7 G C D7
Santo, Santo, Santo, / Senhor Deus do Universo. / O céu e a terra proclamam a vossa
G
glória.
C D7 G C D7 G
/:Hosana, hosana, hosa--------na, / Hosana nas altu---------ras.:/
D7 G D7 G
Bendito o que vem / Em nome do Senhor.
29

112 - PAI NOSSO


PE. ZEZINHO - 4/4 - Pai nosso

D A7 D A7 D D7 G D7 G
Pai nosso, que estais no céu,/ Santificado seja o vosso nome. /Venha nós o vosso Reino,
D A7 D Bm Em
Seja feita a vossa vontade /Assim na terra como no céu./O pão nosso de cada dia nos dai
A7 D Bm Em A7 D D7 G A7 D D7 G A7
ho----je,/ Perdoai-nos as nossas ofensas, / Assim como nós perdoamos / A quem nos tem
D D7 G A7 D Bm Em A7 D
ofendido / E não nos deixeis cair em tentação, / em tentação, mas livrai-nos do mal.

113 - PAI, PAI, PAI


Pe. Irala - 6/8 - Pai nosso

C F C F G
Cantemos confiantes a oração que o Senhor nos ensinou:
C Em F C F C
Pai, Pai, Pai, Pai nosso que estais no céu,
F C F C
Santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade
D G7 C
assim na terra como no céu. Pai...

F C D7 G7 F C F
O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós
C D7 G7 C
perdoamos a quem nos tem ofendido. Pai...
F C F C C
E não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal. Pai...

114 - PAI NOSSO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Pai nosso

A E7 A
Refr.: Pai nosso, Pai nosso, Pai nosso, Pai nosso que estais nos céus.
D A
1. Santificado seja o vosso nome / Venha a nós o vosso Reino / Seja feita a vossa
E7 A
vontade / Assim na terra como no céu.

2. O pão nosso de cada dia / Nos dai hoje / Perdoai as nossas ofensas / Como nós
D A E7
perdoamos a quem nos tem ofendido, / Não nos deixeis cair em tentação / Mas livrai-nos
A
do mal.
30

116 - PAZ, PAZ DE CRISTO


PE. ELIO ATHAYDE - 4/4 - Abraço da paz

Em F#m B7 Em B7 Em
Refr.: Paz, paz de Cristo; /Paz, paz, que vem do amor, /Lhe desejo, irmão, /Paz que é
F#m B7 Em B7 Em
felicidade / De ver em você / Cristo nosso irmão.
E7 Am D7 G Em F#m B7
Se algum dia na vida. /Você de mim precisar, /Saiba: eu sou seu amigo, /Pode comigo
B7
contar. /
Em E7 Am D7 G Em F#m
O mundo dá tantas voltas... / A gente vai se encontrar. / Quero nas voltas da vida, /
Em
A sua mão apertar.

117 - A PAZ, A PAZ, A PAZ


D.R. - 3/4 - - Abraço da paz

C F G7 C
A paz, a paz, a paz com você. A paz, a paz, a paz com você. A paz, a paz, a paz com
Dm C
você, Trá - lá, lá, lá, lá, lá
G7 C
Shalom, shalom, shalom com você (3x)

118 - CHEGOU A HORA


D.R. - 4/4 - Abraço da paz

E A B7 E
Chegou a hora de apertar a sua mão / Jesus nos disse que somos todos irmãos.
A E C#m F#m B7 E
A paz de Cristo a paz de Cristo, Jesus nos disse que somos todos irmãos.(bis)
B7 E
A paz de Cristo, a paz de Cristo! ( Bis )

121 - IRÁ CHEGAR


VERA L.DO NASCIMENTO - 2/4 - Abraço da paz

D B7 Em G A7 D
Refr.: Irá chegar um novo dia, um novo céu, uma nova terra, um novo mar, / E neste
B7 Em G A7 D
dia os oprimidos numa só voz a liberdade irão cantar.:/
Bm Em G A7 D
1 - Na nova terra o negro não vai ter corrente / E o nosso índio vai ser visto como gente. /
Bm Em G A7 D
Na nova terra o negro, o índio e o mulato, o branco e todos vão comer no mesmo prato.
31

122 - PELOS PRADOS


FR. FABRETI - 4/4 - Salmos

D Bm G D F#m G E A7
1. Pelos prados e campinas verdejantes, eu vou! / É o Senhor que me leva a descansar. /
D Bm G D F#m G A
Junto às fontes de águas puras repousantes, eu vou! / Minhas forças o Senhor vai animar!
G A F#m G D A D D7
Refr.: Tu és, Senhor, o meu Pastor! / Por isso nada em minha vida faltará.
G A F#m G D A7 D G D
Tu és, Senhor, o meu Pastor! Por isso nada em minha vida faltará! Nada faltará!
2. Nos caminhos mais seguros junto dele, eu vou! / E pra sempre o seu nome eu
honrarei. / Se eu encontro mil abismos nos caminhos, eu vou! / Segurança sempre tenho
em suas mãos!
3. No banquete em sua casa, muito alegre, eu vou! / Um lugar em sua mesa me preparou! /
Ele negro, o índio e o mulato, / O branco e todos vão comer no mesmo prato.unge minha
fronte e me faz ser feliz, / E transborda a minha taça em seu amor.
4. Co'alegria e esperança, caminhando eu vou! / Minha vida está sempre em suas mãos. / E
na casa do Senhor eu irei habitar. / E este canto para sempre irei cantar!

123 - A MESA TÃO GRANDE


ZÉ VICENTE - 6/8 - Comunhão

D A G D D7 G E7
1. A mesa tão grande e vazia de amor e de paz! De paz! / Aonde há o luxo de alguns, alegria
D F#m Em A7 D F#m Em
não há, jamais! A mesa da Eucaristia nos quer ensinar, a - a, \ Que a ordem de Deus,

A7 D D7
nosso Pai, é o pão partilhar!
G D Em A7 D D7 G D Em
Pão em todas as mesas, / Da Páscoa nova certe----za. /:A festa haverá / e o povo
A7 D
a cantar, Alelu ------ ia.:/
2. As forças da morte: a injustiça e a ganância de ter - de ter, / Agindo naqueles que
impedem ao pobre viver - viver, / Sem terra, trabalho e comida, a vida não há, - não há /
Quem deixa e não age, a festa não vai celebrar.
3. Irmãos, companheiros na luta, nos demos as mãos - as mãos, / Na grande corrente do
amor, na feliz comunhão! - irmãos! / Unindo a peleja e a certeza, vamos construir aqui, /
Na terra o projeto de Deus: Todo povo a sorrir!
4. Que em todas as mesas dos pobres haja festa de pão - de pão! / E as mesas dos ricos
não mais concentrando o pão - o pão! / Busquemos aqui, nesta mesa do pão redentor -
do céu, / A força e a esperança que faz todo povo ser Deus!

124 - CRISTO, QUERO SER INSTRUMENTO


FR. FABRETI - 6/8 – Pós- Comunhão

D Bm G E7 A D
Cristo, quero ser instrumento / De tua paz e do teu infinito amor:/ Onde houver ódio e
Bm G E7 A
rancor, / Que eu leve a concórdia, que eu leve o amor.
32

G A F#m G
Onde há ofensa que dói, que eu leve o perdão; / Onde houver a discórdia, que eu
A A7 D G A7 D
leve a união e tua paz!
2. Mesmo que haja um só coração / Que duvida do bem, do amor e do céu, / Quero com
firmeza anunciar / A Palavra que traz a clareza da fé.
3. Onde houver erro, Senhor, / Que eu leve a verdade, fruto de tua luz. / Onde encontrar
desespero, / Que eu leve a esperança do teu nome, Jesus.
4. Onde eu encontrar um irmão / A chorar de tristeza sem ter voz e nem vez, / Quero bem no
seu coração / Semear alegria pra florir gratidão.
5. Mestre, que eu saiba amar, / Compreender, consolar e dar sem receber. / Quero sempre
mais perdoar, / Trabalhar na conquista e vitória da paz.

125 - QUEM NOS SEPARARÁ


VALDIR NEVES DA SILVA - 6/8 - Comunhão

G Am D7
Refr.: Quem nos separará, quem vai nos separar? / Do amor de Cristo, quem nos
G G7 C Am
separará? / Se Ele é por nós, quem será, quem será contra nós? Quem vai nos
G D7 G
separar do Amor de Cristo, quem será?
G7 C Am D7
1. Nem a espada ou perigo, nem os erros do meu irmão. / Nenhuma das criaturas, nem a
G
condenação.
2. Nem a vida, nem a morte, nem tão pouco a perseguição, / Nem passado nem presente, ou futuro
e a opressão.
3. Nem alturas, ou abismos, nem tão pouco a perseguição, / Nem angústia, dor ou fome, nem a
tribulação.

126 - AINDA QUE EU FALE


FR. FABRETI - 6/8 - Comunhão

G E7 Am D C
1. Ainda que eu fale / as línguas dos homens / Ainda que eu fale / A língua dos
G D7 G G7 C G D7 G
an-jos,/ Serei como bronze que soa em vão:Se eu não tenho amor, amor aos irmãos.
C G Em D C G G7 C
Refr.: O amor é paciente, tudo crê... / É compassivo, não tem rancor. / Não se alegra
G Em D C G
com a injustiça e com o mal. / Tudo suporta! É dom total.
2. Ainda que eu tenha / Vigor de profeta, e o dom da ciência / Firmeza na fé. / Ainda que eu
possa / Transpor as montanhas / Se eu não tenho amor / De nada adianta!
3. Ainda que eu doe / Meus bens para os pobres, / Que eu deixe meu corpo / Em chamas
arder. / Será como sonhos / Será tudo em vão:/ Se eu não tenho amor / Amor aos irmãos!

127- EU TE EXALTAREI
FR. FABRETI - 4/4 - Pós - Comunhão
33

G Am D G D G Am
Eu te exaltarei, meu Deus e Rei, por todas as gerações. / És o meu Senhor, pai que me
D7 G D7
quer no amor!
G G7 C G Em A D7 G G7 C
Refr.: "Entoai Ação de Graças" / E cantai um canto novo! / Aclamai a Deus Javé, /
G D7 G
Aclamai com amor e fé!
1. Eu vou reunir Jerusalém / Pra te louvar, ó Senhor! / Te glorificar ao dar-me a tua paz!
2. Ao me revelar a tua lei / As tuas mãos eu senti. / Sim, te louvarei enquanto eu existir.

128 - POR ESTA PAZ


FR. FABRETI - 6/8 - Comunhão

C Am Em F D7 G
1. Por esta paz que a juventude tanto quer, / Pela alegria que as crianças têm à mão / Eu
C Am Em F G7 C C7
rendo graças ao meu Pai que se compraz / E assim me pede para abrir meu coração.
F G Em Am F
Refr.: Tomai, comei! Tomai, bebei, meu corpo e sangue que vos dou / O pão da vida
G7 C C7 F G Em
sou eu mesmo em refeição! / Pai de bondade, Deus do amor e do universo
Am F G7 C
sustentai, / os que se doam por um mundo irmão.
2. Pelos que firmam na justiça os próprios pés, / Pelo suor dos que mais lutam pelo pão / Eu
rendo graças ao meu Pai, o Deus fiel, / Que assim me pede para abrir meu coração.
3. Pelos que sabem enxergar um pouco além / E assim repartem a esperança com razão, /
Eu rendo graças ao meu Pai que tudo vê, / E assim me pede para abrir meu coração.

130 - NA MESA SAGRADA


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - Comunhão

F Gm Dm Gm G7 C F Bb C F D7
Na mesa sagrada se faz unidade no pão que alimenta, que é o pão do Senhor, formamos
Gm C7 F Dm Gm C7 F
família na fraternidade: não há diferença de raça e de cor.
D7 Gm C7 F Dm Gm C7
Refr.: Importa viver, Senhor, unidos no amor, na participação, vivendo em
F
comunhão.
2. Chegar junto à mesa é comprometer-se, é a Deus converter-se com sinceridade. O grito
dos fracos devemos ouvir e em nome de Cristo amar e servir!

131 – VEJAM
FR. FABRETI - 6/8 - Comunhão

D Bm Em A F#
34

Vejam: eu andei pelas vilas, apontei as saídas como o Pai me pediu. Portas, eu cheguei
Bm Em A7 D D7
para abri-las. Eu curei as feridas como nunca se viu!
G F#m Bm Em A
Por onde formos também nós, que brilhe a tua luz! Fala, Senhor, na nossa voz,
G D G F#m Bm
em nossa vi---da. Nosso caminho então conduz. Queremos ser assim!
Em A7 D G D
Que o pão da vida nos revigore no nosso “sim”!
2. Vejam: fiz de novo a leitura das raízes da vida, que meu Pai vê melhor. Luzes
acendi com
bravura, para a ovelha perdida não medi meu suor.
3. Vejam: procurei bem aqueles, que ninguém procurava e falei de meu Pai. Pobres, a
esperança é deles, eu não quis ser escravo de um poder que retrai.

132 - VIM DE LONGE


FR. FABRETI - 4/4 - Comunhão

D Bm F#m G E7
1. Vim de longe, de outras terras, pelo Espírito enviado, pelo Cristo separado,
A
proclamar a salvação.
Bm F#m Bm F#m Bm F#m G A7 D
Refr.: Cristo, Pão, vem me sustentar. Sua Palavra é vida para a vida iluminar
2. Mas, me lembro: o sofrimento, os açoites que ganhei, os insultos que levei por amor ao
meu irmão.

134 - BENVINDOS À MESA


PE. JOSÉ FARIAS CAMPOS - 6/8 - Comunhão

F Bb C7 F Bb
Benvindos à mesa do Pai, onde o Filho se faz fraternal refeição. É Cristo a forte comida,
C7 F
o pão que dá vida, o amor comunhão.
C Bb C F Am Dm
Refr.: Vinde, ó irmãos, adorar, vinde adorar o Senhor. A Eucaristia nos faz Igreja,
G7 C C7 F
comunidade de amor. (Bis) seg.vez: comunidade de amor.
2. A vida é um dom precioso do Pai tão bondoso, total doação. Na mesa não falte comida,
que o pão seja vida pra todo o irmão.
3. Há gente morrendo de fome, sofrendo, e sem nome, sem terra e sem lar. Não é vontade
de Deus, pois Jesus, Filho seu, quis por nós se doar.
4. Partimos o único pão no altar-refeição, ó mistério de amor! Nós somos sinais de unidade,
na fé, na verdade, conosco, ó Senhor!

135 - PARTIR O PÃO NA MESA


ELIOMAR RIBEIRO - 4/4 - Comunhão

Em G Am Em Am Em B7
Partir o pão na mesa, partilhando em mutirão, / Acabando com a fome fazendo
Em
35

comunhão.
D7 G D7 G E7 Am B7
1. O pão e o vinho, frutos da terra, são alimentos da caminhada! / As nossas mãos, os
Em B7 Em
nossos sonhos, são alimentos na caminhada.
2. Meu irmão índio, sobrevivente é resistência na caminhada! / Meu irmão negrom axé pra
gente é resistência na caminhada!
3. Criança e jovem, mulher e homem, nossos irmãos na caminhada! / Desempregados e
abandoandos, nossos irmãos na caminhada!
4. Jesus amigo, Ressuscitado, é companheiro na caminhada! / Nossa Senhora, Mãe da
esperança, é companheira na caminhada!

136 - AO SENHOR DOS SENHORES


ELIOMAR RIBEIRO - 4/4 - SALMO 136

A D E7
Ao Senhor dos senhores cantai / Ao Senhor, Deus dos deuses louvai! / Maravilhas só ele
A D A
é quem faz, /Bom é Deus, ao Senhor, pois, louvai./ Com saber ele fez terra e céu / Sobre
D E7 A D A
as águas a terra firmou; / Para o dia reger fez o sol / E as estrelas pra noite criou.
F#m Bm E7 A
Refr.: Pois, eterno é seu amor por nós, / Eterno é seu amor! (bis)
2. Primogênitos todos feriu / Do Egito um povo opressor, / E daí Israel fez sair:/ O poder de
sua mão o salvou. / No mar bravo ele fez perecer / Os soldados do Rei Faraó; / Aliança
ele fez com Israel / No deserto seu povo guiou.
3. Poderosos sem dó abateu / A famosos reis desbaratou; / Sua terra Israel recebeu, / Como
herança seu povo entregou. / Se lembrou de nós na humilhação, / Ao Senhor Salvador
proclamai, / Dele nós recebemos o pão:/ Ao Senhor, Deus do céu, celebrai!

137 - DEUS INFINITO


PE. ZEZINHO - 2/4 - Diversos

Em B7 Em G
1. Deus infinito, nós te louvamos e nos submetemos ao teu poder. / As criaturas no seu
Em Am B7 Em
mistério, mostram a grandeza de quem lhes deu o ser. / Todos os povos sonham e vivem
B7 Em G Em Am
nesta esperança de encontrar a paz. / Suas histórias todas apontam para o mesmo rumo,
B7 Em
onde tu estás.
Am B7 Em Am B7 Em
Refr.: Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, todo poderoso é o nosso Deus.
2. Senhor Jesus Cristo, nós te louvamos e te agradecemos teu imenso amor. / Teu
nascimento, teu sofrimento, trouxe vida nova, onde existe a dor. / Nós te adoramos e
acreditamos que és o Filho Santo do nosso criador. / E professamos tua verdade que na
humanidade plantou tamanho amor.
3. Deus infinito, teu Santo Espírito renova o mundo sem jamais cessar. / Nossa esperança.
nossos projetos só se realizam quando ele falar. / Todo poderoso somos o teu povo que
na esperança vive a caminhar. / Dá que sejamos teu povo santo que fará do mundo teu
trono e teu altar.
36

138 - MESA PRONTA


JOSÉ EDSON DE FREITAS - 6/8 - Comunhão

G Am D7
Mesa pronta, toalha limpa, / Flores, luzes e canções. / Nos olhares um sorriso, / Muita paz
G C D7 G
nos corações. / É a ceia partilhada / Nesta casa de irmãos, / Páscoa sempre renovada, /
D7 G
Recriando a comunhão.
Em G Am R7
/:És, Senhor, o Deus da vida, / És a festa, és a dança. / No banquete de tua casa, /
G E7 Am D7 G
Somos povo da aliança. No banquete de tua casa somos povo da Aliança!
2. Somos povo em travessia, / No deserto a caminhar, / Revestidos de esperança, / Contra o
mal vamos lutar. / Na montanha contemplamos / Na sua glória o esplendor, / Jesus
Cristo - nosso Guia / Companheiro sofredor.

139 - SENHOR, MEU DEUS


VALDECI FARIAS - 4/4 - Diversos

A D A E7 A
Senhor, meu Deus, quando eu maravilhado / Fico a pensar nas obras de tuas mãos / No
D A E7 A
céu azul de estrelas pontilhado / O teu poder mostrando a criação.
D A E7 A
Refr.: /:Então minh'alma canta a ti, Senhor / Quão grande és tu, quão grande és tu.:/
2. Quando a vagar nas matas e florestas / O passaredo alegre ouço a cantar. / Olhando os
montes, vales e campinas, / Em tudo vejo o teu poder sem par.
3. Quando eu medito em seu amor tão grande / Seu filho dando ao mundo pra salvar. / Na
cruz vertendo o seu precioso sangue / Minh'alma pode assim purificar.
4. Quando enfim, Jesus vier em glória / E ao lar Celeste então me transportar. / Te adorarei,
prostrado e para sempre / Quão grande és Tu, Meu Deus, hei de cantar.

140 - É BOM ESTARMOS JUNTOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Comunhão

A G#m C#m D E7 A B7 E B7 E
É bom estarmos juntos, / À mesa do Senhor; / E unidos na alegria, / Partir o pão do amor.
E7 A E D A E7 A D
Refr.: Na vida caminha / Quem come deste pão. / Não anda sozinho, / Quem vive em
E7 A
comunhão.
2. Embora sendo muitos, / É um o nosso Deus. / Com ele vamos juntos / Seguindo os passos
seus.
3. Formamos a Igreja, / O corpo do Senhor, / Que em nós o mundo veja, / A luz do seu amor.
4. Foi Deus quem deu outrora, / Ao povo o pão do céu. / Porém, nos dá agora, / O próprio
filho seu.
5. Será bem mais fecundo, / O encontro, a comunhão, / Se formos para o mundo / Sinal de
salvação.
6. A nossa Eucaristia, / Ajude a sustentar / Quem quer no dia-a-dia, / O amor testemunhar.

141 - ELE ASSUMIU NOSSAS DORES


37

PE. ZEZINHO - 6/8 - Diversos

E F#m B7 E B7
1. Ele assumiu nossas dores, / Veio viver como nós. / Santificou nossas vidas, cansadas,
E F#m B7 E
vencidas de tanta ilusão. / Ele falou do teu Reino / E te chamava de Pai, / E revelou tua
B7 E E7
imagem e deu-nos coragem de sermos irmãos.
A E B7 E E7 A
Ousamos chamar-te de Pai, / Ousamos chamar-te Senhor. /:Jesus nos mostrou
E B7 E F#m B7
que tu sentes/E ficas presente onde mora o amor://:Pai nosso,que estás no céu,/Pai
E
nosso, que estás aqui.:/
2. Ele mostrou o caminho, / veio mostrar quem tu és, / Disse com graça e com jeito / Que os
nosso defeitos / Tu vais perdoar. / Disse que a vida que deste / Queres com juros ganhar. /
Cuidas de cada cabelo / Que vamos perdendo sem mesmo notar.

142 - Ó SENHOR, NOS ENSINASTE


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - - Comunhão

F C7 F F7 Bb
1. Ó Senhor, nos ensinaste, / Por teu gesto redentor, / A estarmos sempre unidos, / Pelos
C7 F
laços do amor.
2. Foi na quinta-feira santa, / Que nos deste o mandamento, / De amarmos uns aos outros, / Este foi o
testamento.
3. Quem amar o seu irmão, / Escutou a tua voz, / Que na cruz deu testemunho / Do teu grande amor por nós.
4. Nesta grande caminhada, / Rumo à casa do Senhor / Tu serás nosso caminho, / Nosso mestre e condutor.

143 - EU QUIS COMER ESTA CEIA


WALDECI FARIAS - 6/8 - Comunhão

G Em D7 G Em D7
1. Eu quis comer esta ceia agora, / Pois vou morrer, já chegou minha hora.
G G7 C Em G
Refr.: /:Comei, tomai: é meu corpo e meu sangue que dou. / Vivei no amor, eu vou
D7 G
preparar a ceia na casa do Pai.:/
2. Comei o pão: é meu corpo imolado / Por vós; perdão para todo o pecado.
3. E vai nascer do meu sangue a esperança, / O amor, a paz, uma nova aliança.
4. Eu vou partir; deixo o meu testamento, / Vivei no amor, eis o meu mandamento.
5. Irei ao Pai: sinto a vossa tristeza; / Porém, no céu vos preparo outra mesa.
6. De Deus virá o Espírito Santo, / Que vou mandar pra enxugar vosso pranto.

144 - O PÃO DA VIDA


PE. JOSÉ WEBER - 3/4 - Comunhão

D A7 D A7 D G
/:O pão da vida, a comunhão, / Nos une a Cristo e aos irmãos. / E nos ensina abrir
D A7 D
as mãos / Para partir, repartir o pão.:/
F#7 Bm B7 Em Bm
38

1. Lá no deserto a multidão / Com fome segue o Bom Pastor. / Com sede busca a Nova
Em F#7 Bm
Palavra:/ Jesus tem pena e reparte o pão.
2. Na Páscoa Nova da Nova Lei, / Quando amou-nos até o fim, / Partiu o pão e disse:/ "Isto é meu corpo por
vós doado:/ Tomai, Comei".
3. Se neste pão, nesta comunhão, / Jesus por nós, dá a própria vida, / Vamos também repartir os dons, / Doar
a vida por nosso irmão.
4. Onde houver fome, reparte o pão / E tuas trevas hão de ser luz; / Encontrarás Cristo no irmão, / Serás
bendito do Eterno Pai.

145 - UM REI FEZ UM GRANDE BANQUETE


JOCY RODRIGUES E FR. JOEL POSTMA - 4/4 - Comunhão

C F Dm G7 C Am
Refr.: Um rei fez um grande banquete, / O povo já foi convidado. / A mesa já está
G G7 C
preparada, / Já foi o cordeiro imolado.
F C Dm G7 C
1. Eu me sinto feliz perto de Deus, / Em achar um abrigo no Senhor.
2. Eu agora estarei sempre com ele, / Pois me veio trazendo pela mão.
3. Vosso plano de amor me vai guiando, / Para chegar finalmente em vossa glória.
4. Os desejos do mundo nada valem / Eu me firmo na pedra que é meu Deus.
5. Quem se afasta de vós nada consegue, / Quem se alegra sem vós não é feliz.
6. Para mim ser feliz é ter meu Deus, / É conservá-lo sempre dentro de mim.
7. É cantar a bondade do Senhor, / Pelas ruas e praças da cidade.

148 - POR CAUSA DE UM CERTO REINO


PE. ZEZINHO - 6/8 - Comunhão

E B7 E B7
Por causa de um certo Reino estradas eu caminhei, / Buscando sem ter sossego o reino
E E7 A B7 E A
que eu vislumbrei./Brilhava a estrela D'Alva e eu quase sem dormir, /:Buscando este certo
E B7 E
Reino e a lembrança dele a me perseguir.:/
2. Por causa daquele Reino mil vezes eu me enganei, / Tomando o caminho errado, errando
quando acertei, / Chegava ao cair da tarde e eu quase sem dormir, /:Buscando este certo
Reino e a lembrança dele a me perseguir.:/
3. Um filho de carpinteiro, que veio de Nazaré, / Mostrou-se tão verdadeiro, pôs vida na minha fé, /
Falava de um novo Reino, de flores e de pardais, /:De gente arrastando a rede que eu tive sede
da sua paz.:/
4. O filho de carpinteiro falava de um mundo irmão, / De um pai que era companheiro de amor e
libertação, / Lançou-me um olhar profundo, / gelando meu coração, / /:Depois me falou do
mundo e me deu o selo da vocação.:/
5. Agora quem me conhece pergunta se eu encontrei, / O Reino que eu procurava se é tudo o que
eu desejei, / Eu digo, pensando nele: no meio de vós está /:O Reino que andais buscando e
quem tem amor compreenderá.:/
6. Jesus me ensinou de novo as coisas que eu aprendi, / Por isso eu amei meu povo e o livro da
vida eu li, / E em cada menina moça, em cada moço e rapaz, /:Eu sonho que a minha gente será
semente da eterna paz.:/

149 - UM CERTO DIA


PE. ZEZINHO - 4/4 - Diversos
39

D Em A7 D Em
Um certo dia, à beira-mar / Apareceu um jovem Galileu. / Ninguém podia imaginar, /
A7 D Em
Que alguém pudesse amar / Do jeito que ele amava. / Seu jeito simples de conversar, /
A7 D
Tocava o coração / De quem o escutava.
F#m Bm Em A7 D G D
E seu nome era Jesus de Nazaré, / Sua fama se espalhou e todos vinham ver / O
F#m Bm Em A7 D A7 D
fenômeno do jovem pregador / Que tinha tanto amor.
2. Naquelas praias, naquele mar, naquele rio, / Em casa de Zaqueu; naquela estrada,
naquele sol, / E o povo a escutar histórias tão bonitas. / Seu jeito amigo de se expressar /
Enchia o coração de paz tão infinita.
3. Em plena rua, naquele chão; naquele poço, / Em casa de Simão. / Naquela relva, no
entardecer, o mundo viu nascer / A paz de uma esperança. / Seu jeito puro de perdoar, /
Fazia o coração, voltar a ser criança.
4. Um certo dia, ao tribunal, / Alguém levou o jovem Galileu; / Ninguém sabia qual foi o mal /
E os crimes que ele fez. / Quais foram seus pecados. / Seu jeito honesto de denunciar, /
Mexeu na posição de alguns privilegiados.
/:E mataram a Jesus de Nazaré / E no meio de ladrões puseram sua cruz. / Mas o
mundo ainda tem medo de Jesus / Que tinha tanto amor.:/

150 - CANTAREI AO MEU SENHOR


PE. ZEZINHO - 4/4 - Diversos

Em B7 Em B7 Em
1. Cantarei ao meu Senhor e Deus, / Cantarei ao meu Senhor e Pai.
Am D G Em Am B7 Em
/:No meu canto louvarei / Tudo aquilo que ele faz / E cantando chegarei ao Pai.:/
2. Bendirei o nome do meu Deus / E direi que me deixou em paz.
/:Com Jesus repetirei / Tudo aquilo que já sei / E cantando bendirei seu Pai.:/
3. Viverei na casa do meu Deus, / Levarei comigo o seu amor.
/:Onde eu for eu gritarei / Que acredito em meu Senhor / E onde eu for eu falarei do
Amor.:/

151 - ESTOU PENSANDO EM DEUS


PE. ZEZINHO - 4/4 - Pós - Comunhão

E F#m B7 E
Refr.: /:Estou pensando em Deus, / Estou pensando no amor.:/
A E
1. Os homens fogem do amor, / E depois que se esvaziam / No vazio se angustiam / E
B7 E A E B7 E
duvidam de você. / Você chega perto deles, / Mesmo assim ninguém tem fé.
2. Eu me angustio quando vejo / Que depois de dois mil anos / Entre tantos desenganos /
Poucos vivem sua fé, / Muitos falam de esperança, / Mas esquecem de você.
3. Tudo podia ser melhor, / Se meu povo procurasse / Nos caminhos onde andasse, / Pensar
mais no seu Senhor, / Mas você fica esquecido e por isso falta o amor.
4. Tudo seria bem melhor, / Se o Natal não fosse um dia / E se as mães fossem Maria / E se
os pais fossem José / E se a gente parecesse / Com Jesus de Nazaré.

152 - ÉS O PASTOR
40

JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - Comunhão

G D7 G
Refr.: És o Pastor e as ovelhas somos nós.
C G
1. Nós te louvamos, Senhor nosso Pai.
2. És nosso Pai, somos todos irmãos. 3. Só por amor nos criaste, Senhor.
4. Só por amor nos salvaste, Senhor. 5. Criaste o mundo num gesto de amor.
6. Salvas o mundo num gesto de amor.

153 - NA ÚLTIMA CEIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - Comunhão

E B7 E B7 E
1. Na última ceia Jesus disse assim:/ "Fazei isto em memória de mim".
2. Tomando nas mãos um pedaço de pão / Ele disse: "Isto é o meu corpo".
3. Tomando nas mãos uma taça com vinho / Ele disse: "Isto é meu sangue".
3. E todas as vezes que isto fizerdes / Fazei sempre em memória de mim.

154 - TU TE ABEIRASTE DA PRAIA


CESARIO GABARAIN - 6/8 - Vocacional

C G7 C C7 F Dm G C G7
Tu te abeiraste da praia,/ Não buscaste nem sábios nem ricos,/ Somente queres que C
C7
Eu Te siga.
F C A7 Dm G7 C C7
Refr.: Senhor, Tu me olhaste nos olhos / E a sorrir, pronunciaste meu nome. / Lá na
F C A7 Dm G7 C
praia, eu larguei o meu barco, / Junto a Ti, buscarei outro mar.
2. Tu sabes bem que em meu barco / Eu não tenho nem ouro nem espadas, / Somente redes
e o meu trabalho.
3. Tu minhas mãos solicitas / Meu cansaço, / Que a outros descanse, / Amor que almeja
seguir amando.
4. Tu pescador de outros lagos, / Ânsia eterna de almas que esperam, / Bondoso amigo que
assim me chamas.

155 - TU DESTE SAÚDE


JOSÉ NERI E GERALDO P. - 2/4 - Comunhão

C Dm G7 C Dm G7 C Am
Tu deste saúde aos doentes, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
G F C F C G7 C
queremos os fracos amar, /:da vida e saúde de todos cuidar .:\ (bis)
2. Dos cegos curaste a vista, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
queremos os cegos amar, / Da vida e saúde de todos cuidar. (bis)
3. Dos mudos soltaste a língua, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
queremos os mudos amar, / da vida e saúde de todos cuidar. (bis)
4. Dos surdos abriste o ouvido, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
queremos os surdos amar, / Da vida e saúde de todos cuidar. (bis)
5. O mal de leprosos saraste, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
queremos os doentes amar, / Da vida e saúde de todos cuidar.
41

6. Os mortos chamaste à vida, Senhor, / Mostrando que veio Teu Reino de Amor. / Contigo
queremos a vida doar, / Da vida e saúde de todos cuidar. (bis)

156 - DOU GRAÇAS, SENHOR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 – Pós -Comunhão

G D7 G
Refr.: Dou graças, Senhor, por teu grande amor.
Em D7 G
1. Feliz quem recebe a visita de Deus. 2. Nas horas felizes que a vida me traz.
3 - Nas horas de pranto que a vida me traz. 4. De dia e de noite, na alegria e na dor.

157 - GRAÇAS DOU


ALICE O. DENYSZCZUK E J. A. HULTMANN - 3/4 - Pós - Comunhão

G D7 G G7 C D7
Graças dou por esta vida, pelo bem que revelou./ Graças dou pelo futuro e por tudo o que
G C G D7 G7 C
passou. / Pelas bênçãos derramadas, pela dor, pela aflição, / Pelas graças reveladas, /
G D7 G
Graças dou pelo perdão.
2. Graças pelo azul celeste e por nuvens que há também. / Pelas rosas no caminho e os
espinhos que elas têm. / Pela escuridão da noite, pela estrela que brilhou. / Pela prece
respondida e a esperança que falhou.
3. Pela cruz e o sofrimento e também ressurreição. / Pelo amor que é sem medida, / Pela
paz no coração. / Pela lágrima vertida e o consolo que é sem par. / Pelo dom da eterna
vida, sempre graças hei de dar.

158 - EM CORO A DEUS LOUVEMOS


FR. LUIZ CARLO SUZIN - 3/4 – Pós – Comunhão

D F#m Bm A7 D F#m Bm A7 D A7
Em coro a Deus louvemos: eterno é seu amor./ Pois Deus é admirável:eterno é seu amor.
G A7 D Bm Em A7 D
\:Por nós fez maravilhas, louvemos ao Senhor.:/
2. Criou o céu e a terra, eterno é seu amor. / Criou o sol e a lua, eterno é seu amor.
3. Fez águas, nuvens, chuvas, eterno é seu amor. / Fez pedras, terras, montes, eterno é seu amor.
4. Distribuiu a vida, eterno é seu amor. / Na planta, peixe e ave, eterno é seu amor.
5. E fez à sua imagem, eterno é seu amor. / O homem livre e forte, eterno é seu amor.
6. Na história que fazemos, eterno é seu amor. / Deus vai à nossa frente, eterno é seu amor.
7. E quando nós pecamos, eterno é seu amor. / Perdoa e fortalece, eterno é seu amor.

159 - VAMOS EM PAZ


D.R. - 2/4 - Final

E B7 E B7
Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe para sempre. / Nossa missão é construir
E
um mundo novo mais irmão.
42

160 - CORAÇÃO ESTÁ BATENDO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Coração de Jesus

A E7 A E7 A
Coração está batendo aqui por mim, por ti. / No silêncio escuto a sua voz bater por nós.
E7 A
Refr.: Outro coração maior do que o meu, / Outro coração maior do que o teu. / Bate
E7 A
sempre com amor de Pai / Por todos nós. (bis)
2. Coração está chorando aqui por mim, por ti. / No silêncio escuto a sua voz chorar por nós.
3. Coração está sorrindo aqui por mim, por ti. / No silêncio escuto a sua voz sorrir por nós.
4. Coração está dizendo adeus por mim, por ti. / No silêncio escuto a sua
voz "adeus" por nós.

161 - A GRAÇA DESTE ENCONTRO


FR. LUIZ TURRA - 4/4 - Final

A F#m Bm E Bm
1. A graça deste encontro que fizemos anima nossa fé, nossa missão, corrige os
E7 A
desencontros que tivemos, motiva todo encontro com o irmão.
Bm E7 A Bm
Refr.: Deus que nos chamou, hoje nos envia a trabalhar. Ele nos mandou:
E7 A
Boa Nova mundo anunciar.
2. Encontros que despertam esperança são frutos deste encontro no Senhor. A missa que
levamos para a vida, da vida faz um hino de louvor.

162 - QUEM CONHECEU


ANTONIO CARDOSO - 6/8 - Diversos
A D A E7 A D E7 A A7
Quem conheceu um amigo jamais morrerá, pois os amigos são um pedaço do céu.
D A F#m Bm E7
É como ser uma flor no quintal, desapegada, no chão floresceu. Quem descobriu um
A A7
amigo, descobriu o seu Deus.

D A F#m B7 E7 A A7 D A
Mas, o bem maior é ter no peito um jeito sincero de se dar. É deixar o coração
F#m B7 E7 A
se abrir direito do jeito que alguém precisar.
2. Quem aceitou um amigo para caminhar, sente que não vai cair no espinho da flor. É como
ter descoberto o amor, ter encontrado um conforto maior, sentir o carinho de alguém na
hora da dor.
3. Quem acolheu um amigo encontrou a paz. Não há discórdias no mundo. Ninguém sabe
mais. Não há feridos, nem guerras, todos são filhos do mesmo Pai. Quem aceitou um
amigo, não morre jamais.

163 - JUVENTUDE É DIZER


CF JUVENTUDE - 4/4 - Final
43

A D E D
Juventude é dizer "não".Nâo à guerra, não à fome. Não ao homem opressor. Não a quem
E A D E
só quer mandar. Juventude é não à ira, à violência e à mentira. Dizer não à desunião e
D E
cantar juntos assim:
D F#m
Refr.: Oh... Oh... Oh... Oh! paz na terra meu irmão. Paz a quem tem boa vontade.
E D E D
Paz no campo e na cidade! Paz é coisa que se faz... Na partilha deste pão,
F#m E E7 A
que nos faz uma família. Paz, irmão: eu preciso de tua paz!
2. Juventude é dizer "sim" e tomar uma atitude. Desarmar o coração. Não deixar a paz
morrer. Juventude é dizer sim a quem ama e quer servir. Dizer não à desunião e cantar
juntos assim:

164 - A MISSÃO QUE RECEBEMOS


FR. LUIZ TURRA - 2/4 – Missões

E A C#m E F#m
Refr.: A missão que recebemos de Jesus, / É a mesma que Deus Pai lhe confiou:/
A B7 E B7 E
Anunciar a Boa Nova porque o Reino já chegou.
A B7 E A B7 E
1. Uma certeza alegra a vida: / A própria morte já foi vencida.
2. Deus quer de todos fraternidade. / Juntos formemos comunidade.
3. Lançar sementes de vida nova. / Dentro da luta a fé se prova.

165 - DEUS TE ABENÇOE


D.R. - 2/4 - Benção Final

D G A7 D Bm Em A7 D
Deus te abençoe! Deus te proteja! Deus te dê a paz! Deus te dê a paz

166 - IDE POR TODO O UNIVERSO


- JOSÉ ACACIO SANTNA - 6/8 - Missões

C Em Am G C Em Am
1. Ide por todo o universo meu Reino anunciar, / Dizei a todos os povos que eu vim pra
F C G7
salvar! / Quero que todos conheçam a luz da verdade, / Possam trilhar os caminhos da
C
felicidade.
F G C F G
Refr.: Ide anunciar minha paz, / Ide sem olhar para trás! / Estarei convosco e serei /
F G C
Vossa luz na missão! (bis)
2. Vós sois os meus mensageiros e meus missionários, / Ide salvar o meu povo de tantos calvários. /
Minha verdade liberta e a vida promove, / Meu Evangelho ilumina e as trevas remove.
3. Eu anunciei o meu Reino na cruz e no templo, / Dei minha vida por todos, deixei meu exemplo. /
Quem por amor der a vida, será meu amigo. / E na riqueza do Pai terá parte comigo!
44

167 - MARIA DE NAZARÉ


PE. ZEZINHO - 3/8 - N. SENHORA

D Em A7 D Em A7 D
1. Maria de Nazaré, Maria me cativou. / Fez mais forte a minha fé / E por filho me adotou. /
Às
Am R7 G Gm D Bm Em
vezes eu paro e fico a pensar / E sem perceber me vejo a rezar / E meu coração se põe a
A7 D Am R7 G Gm
cantar / Pra Virgem de Nazaré. / Menina que Deus amou e escolheu / Pra Mãe de Jesus o
D Bm Em A7 D
Filho de Deus / Maria que o povo inteiro elegeu / Senhora e Mãe do céu.
Bm Em A7 D Bm Em A7 D
Refr.: A----ve, Maria, A----ve, Maria, A-----ve, Maria, Mãe do Senhor.
2. Maria que eu quero bem, / Maria do puro amor, / Igual a você ninguém, / Mãe pura do meu
Senhor. / Em cada mulher que a terra criou / Um traço de Deus Maria deixou, / Um sonho de Mãe
Maria plantou / Pro mundo encontrar a paz. / Maria que fez o Cristo falar, / Maria que fez Jesus
caminhar, / Maria que só viveu pra seu Deus, / Maria do povo meu!

168 - ENSINA TEU POVO A REZAR


PE. ZEZINHO - 6/8 - N. SENHORA

E B7 E E7 A B7 E
Ensina teu povo a rezar, Maria Mãe de Jesus, / Que um dia teu povo desperta e na
B7 E B7 E E7 A B7 E B7 E B7 E
certa vai ver a luz, / Que um dia teu povo se anima e caminha com teu Jesus.
C#m F#m B7 E E7 A B7 E
Maria de Jesus Cristo, Maria de Deus, Maria mulher, /:Ensina a teu povo o teu jeito de
B7 E B7 E
ser o que Deus quiser.:/
2. Maria, Senhora Nossa, Maria do povo, povo de Deus, /:Ensina o teu jeito perfeito de
sempre encontrar teu Deus.:/

169 - PELAS ESTRADAS DA VIDA


M. ESPINOSA - 3/4 - NOSSA SENHORA

C F C G7 C F C Am G7 C
Pelas estradas da vi---da nunca sozinho estás; / Contigo pelo caminho Santa Maria vai.
C7 F C G7 C
Refr.: /:Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria, vem.:/
2. Mesmo que digam os homens: Nada pode mudar, / Luta por um mundo novo de unidade e
paz.
3. Se pelo mundo, os homens, sem conhecer-se vão, / Não negues nunca a tua mão a quem
te encontrar.
4. Se parecer tua vida inútil caminhar, / Pensa que abres caminho, outros te seguirão.

170 - MARIA DO SIM


MARY CECILIA - 6/8 - Final
45

G Em Am D7 G Em Am D7
Maria do Sim, / Ensina-me a viver meu Sim. / Ó roga por mim / Que eu seja fiel até
G
o fim.
C G Em Am D7 G C G
1. Um dia, Maria deu o seu sim:/ Mudou-se a face da terra. / Porque pelo Sim nasceu o
Em Am D7 G
Senhor / E veio morar entre nós o amor.
2. Um dia eu dei, também o meu sim, / Um sim que mudou minha vida. / Porque dar um Sim
é igual a morrer / A fim de que Deus possa em nós viver.
3. Ensina-me a ser fiel como Tu, / Vivendo meu Sim cada dia. / Que eu possa no mundo ser
um sinal / Da tua humildade, Maria.

171 - MARIA O MAGNIFICAT CANTOU


NOVENAS - 2/4 - N. SENHORA

D Bm Em A7
Maria o Magnificat cantou, / E com ela também nós vamos cantar. / Pão e vida é o brado
D D7
de um Brasil / Que de norte a sul se uniu / Para a paz realizar.
G D Bm Em A7 D
Aparecida é a mãe do pescador / É a mãe do Salvador, / É a mãe de todos nós.
2. Maria o Magnificat cantou, / E com ela também nós vamos cantar, / Protegendo e
defendendo nosso irmão / Que merece peixe e pão / Pra sua fome saciar.
3. Maria o Magnificat cantou, / E com ela também nós vamos cantar / O amor que se fazendo
refeição / Sobre a mesa vinho e pão / É o corpo do Senhor.

172 - A TREZE DE MAIO


POPULAR BRASILEIRO - 3/4 - N. SENHORA

D F#m Bm Em A7 D A7 D
1. A treze de maio, na cova da Iria, / Do céu aparece a Virgem Maria.
Bm Em A7 D A7 D
Ave, A---ve, Ave, Maria! A---ve, a---ve, a---ve, Maria!
2. Os três pastorinhos cercados de luz / Visita Maria, a Mãe de Jesus.
3. Então perguntaram que nome era o seu. / A Virgem lhes disse a Mãe ser do céu.
4. Das mãos lhe pendiam continhas de luz. / Assim era o terço da Mãe de Jesus.

173 - O SOL SE PÕE


D.R. - 6/8 - N. SENHORA

D Em A7 D Em
1. O sol se põe e o sino que bate / Ao som da Ave-Maria. / Voltamos pra casa depois do
A7 D
trabalho, / Sentindo aqui dentro a nossa alegria.
D7 G A7 D
Refr.: Quando à tardinha à Nossa Senhora / Se fica lá fora tentando rezar, / É forte a
A7 D
emoção que se sente no peito. Precisa ser Forte para não chorar. (bis)
2. Quando a criança nos marcou bastante / Certo momento de grande emoção. / O pôr do
sol, a casa e o poente, / Que nós trazemos na recordação.
46

3. Maria em meus olhos me olha profundo / Querendo falar de sua grande missão. Tem
gente sofrendo e morrendo de fome. / Precisa lutar pela libertação.

174 - LOUVANDO MARIA


TRADICIONAL - 3/4 - N. SENHORA
D Bm A7 D Bm A7 D D7
1. Louvando Maria o povo fiel / A voz repetia de São Gabriel.
G D E7 A G D A7 D
Refr.: Ave, Ave, Ave, Maria. Ave, ave, ave, Maria!
2. Humilde, piedosa, rezava Maria. / Mensagem grandiosa o anjo anuncia.
3. A Mãe pressurosa, à graça fiel, / Correu jubilosa à prima Isabel.
4. Um dia sagrado nas trevas brilhou:/ Um Rei nos foi dado, que os homens salvou.
5. A Deus consagraram Jesus nosso Rei, / No templo ensinaram o amor à sua lei.
6. Maria, ansiosa, procura Jesus. / Encontra, ditosa, do mundo a luz.

175 - COM MINHA MÃE ESTAREI


TRADICIONAL - 6/8 - N. SENHORA
D F#m Em G D Bm Em A7 D
Com minha mãe estarei na santa glória um di--a,/Junto á Virgem Maria, no céu triunfarei.
D7 G D Em A7 D
Refr.: No céu, no céu, com minha mãe estarei. (bis)
2. Com minha mãe estarei, os anjos me ajudando, / Do Onipotente ao mando hosanas lhe
darei.
3. Com minha mãe estarei, palavra deliciosa, / Que em hora trabalhosa sempre
recordarei.

176 - EU ERA PEQUENO


PE. ZÉZINHO - 4/4 - N. SENHORA

D A7 D
1. Eu era pequeno, nem me lembro, / Só lembro que à noite, ao pé da cama, / Juntava as
D7 G A7 D
mãozinhas e rezava apressado, /Mas rezava como alguém que ama./Nas Ave-Marias que
A7 D D7 G
eu rezava / Eu sempre engolia uma palavras, / E muito cansado acabava dormindo, / Mas
A7 D
dormia como quem amava.
Em A7 D
Refr.: Ave-Maria, Mãe de Jesus! / O tempo passa, não volta mais. / Tenho saudades
Em A7 D Em
daquele tempo, / Que eu te chamava de minha mãe. / Ave-Maria, Mãe de Jesus, / Ave-
A7 D
Maria, Mãe de Jesus.
2. Depois fui crescendo, eu me lembro. / E fui esquecendo, nossa amizade, / Chegava lá em
casa, chateado e cansado, / De rezar não tinha nem vontade. / Andei duvidando, eu me
lembro, / Das coisas mais puras que me ensinavam, / Perdi o costume da criança
inocente / Minhas mãos já não se ajuntavam.
3. O teu amor cresce com a gente, / A mãe nunca esquece um filho ausente. / Eu chego lá
em casa, chateado e cansado, / Mas eu rezo como antigamente. / Nas Ave-Marias que
47

hoje eu rezo, / Esqueço as palavras e adormeço. / E embora cansado, sem rezar como eu
devo, / Eu de ti, Maria, não esqueço.

177 - GRAÇAS VOS DAMOS, SENHORA


TRADICIONAL - 4/4 - N. SENHORA

C Am Dm G7 C Am Em F C G7
Graças vos damos, Senhora, Virgem por Deus escolhida /:Para a Mãe do Reden--tor, ó
C
Senhora Aparecida!:/
2. Protegei a Santa Igreja, Mãe terna e compadecida, /:Protegei a nossa Pátria, ó Senhora
Aparecida.:/
3. Velai por nossas famílias, pela infância desvalida, /:Pelo povo brasileiro, ó Senhora
Aparecida.:/
4. E na hora derradeira, ao sairmos desta vida, /:Suplicai a Deus por nós, Virgem Mãe
Aparecida.:/

178 - NESTE DIA


FR. PEDRO SINZIG - 3/4 - N. SENHORA

D A D F#m G D F#m D A7 D
1. Neste dia, ó Maria, Nós de damos nosso amor, nós te damos nosso amor!
2. Céus e terra estão cantando, /:Celebrando teu louvor.:/
3. Dá-nos sempre, Mãe querida, /:Nesta vida puro amor.:/
4. E da morte no momento, /:Traze o alento do Senhor.:/

179 - Ó VINDE, VAMOS TODOS


TRADICIONAL - 6/8 - N. SENHORA

G D7 G D7 G Em Am D7 G
Ó vinde, vamos todos, com flores à porfia/Com flores a Maria que é nossa boa Mãe.
Em D7 G Em Am D7 G D A7 D7
De novo, Mãe celeste, os filhos teus amados / Estão aqui prostrados aos pés do teu altar.
2. Recebe, ó Mãe querida, as nossas lindas flores, / Por elas teus favores queremos
alcançar.
3. Nas flores vês expresso, o amor do nosso peito, / Que neste humilde preito, te vimos
ofertar.

180 - ENTOEMOS FIÉIS, ENTOEMOS


TRADICIONAL - 4/4 - N. SENHORA

C G7 C F
Entoemos, fiéis, entoemos, neste mês o mais puro louvor, /:A Maria, dos céus a rainha,
C G7 C
nossa Mãe de ternura e amor.:/

181 - VIVA A MÃE DE DEUS


J. VIEIRA DE AZEVEDO - 4/4 - N. SENHORA

Em Am B7
Viva a Mãe de Deus e nossa, sem pecado concebida, / Viva a Mãe do Redentor, / A
Em
48

Senhora Aparecida.
Am D7 B7 Em Am B7
1. Virgem Santa, Virgem bela, / Mãe amável, Mãe querida, / Amparai-nos, socorrei-nos, Ó
Em
Senhora Aparecida.
2. Protegei a Santa Igreja, / Nossa Mãe tão combatida, / Protegei a nossa Pátria, / Ó
Senhora Aparecida.
3. Oh! velai por nossos lares, / Pela infância desvalida, / Pelo povo brasileiro / Ó Senhora
Aparecida.

182 - QUEM PODERÁ


TRADICIONAL - 4/4 - N. SENHORA

A F#m E7 A C#m D E D
Quem poderá definir o encanto que há no espelho do teu olhar? /:Ó Mãe de Deus eu te
A F#m Bm E7 A
amo tanto, / Mas cada vez mais te quero amar.:/
2. Teu rosto é sol que, brilhando, aquece as horas tristes da solidão; / /: E ao teu sorriso de
Mãe parece, / Abrir-se em flor nosso coração.:/
3. Tu és a mais santa das mulheres, Tu és do céu a mais linda flor! /:Faze de nós o que
bem quiseres! / Somos escravos do teu amor.:/

183 - VIRGEM, TE SAUDAMOS


D.R. - 2/4 - N. SENHORA

D A7 D A7 D
1. Virgem, te saudamos, vem nos amparar! / Nós te suplicamos, vem nos amparar.
A7 D A7 D
Refr.: Ó Maria, Mãe de Deus, vem salvar os filhos teus. (bis)
2. Em qualquer perigo, vem nos amparar. / Dá-nos teu abrigo, vem nos amparar.
3. Cheia de bondade, vem nos amparar. / Salva a humanidade, vem nos amparar!

184 - MARIA, MÃE DOS CAMINHANTES


PE. GERALDO PENNOCK - 4/4 - N. SENHORA

E B7 E E7 A C#7 F#m B7 E B7
Refr.: Maria, mãe dos caminhantes, ensina-nos a caminhar, / Nós somos todos
E F#m B7 E
viandantes, mas é difícil sempre andar.
B7 E B7
Fizeste longa caminhada, / Para servir a Isabel. / Sabendo-te de Deus morada / Após teu
E
Sim a Gabriel.
2. Depois de dura caminhada, / Para a cidade de Belém, / Não encontraste lá pousada; /
Mandaram-te passar além.
3. Com fé fizeste a caminhada, / Levando ao Templo teu Jesus, / Mas lá ouviste da espada, /
Da longa estrada para a cruz.
49

185 - EU CANTO LOUVANDO MARIA


PE. ÉLIO DE ATHAYDE - 6/8 - N. SENHORA

D Em A7 D
Eu canto louvando Maria, minha Mãe. / A ela um eterno obrigado direi / Maria foi
Em A7 D
quem me ensinou a viver, / Maria foi quem me ensinou a sofrer.
D7 G A7
1. Maria em minha vida, / É luz a me guiar, / É Mãe que me aconselha, / Me ajuda a
D Em A7 D
caminhar. / Mãe do bom conselho, / Rogai por nós!
2. Quando eu sentir a tristeza, / Sentir a cruz pesar / Ó Virgem Mãe das Dores, / De ti vou
me lembrar. / Virgem Mãe das Dores, / Rogai por nós!

186 - COMPANHEIRA MARIA


R. BRANDÃO - 6/8 - N. SENHORA

C Em F C F C
1. Companheira Maria, perfeita harmonia entre nós e o Pai. / Modelo dos consagrados,
D7 G
nosso "sim" ao chamado do Senhor confirmai.
C G Am Em F C D7
Refr.: Ave, Maria, cheia de graça, plena de graça e beleza, queres com certeza que a
G7 C G Am Em F C
vida renasça. Santa Maria, Mãe do Senhor, que se fez pão para todos, criou mundo
G7 C
novo só por amor.
2. Intercessora Maria, perfeita harmonia entre nós e o Pai. / Justiça dos explorados, combate o
pecado, torna os homens iguais.
3. Transformadora Maria, perfeita harmonia entre nós e o Pai, espe-lho de competência, afasta a
violência, enche o mundo de paz.

187 - AVE, CHEIA DE GRAÇA


J. FREITAS CAMPOS - 2/4 - N. SENHORA

D Em A7 D A7
Ave, cheia de graça! Ave, cheia de amor... / /:Salve, ó Mãe de Jesus, / A Ti nosso
D
canto e nosso louvor. :/
D7 G A7 D Bm Em A7 D D7
Mãe do Redentor, rogai! / Mãe do Salvador, rogai! /Do Libertador, rogai por nós! /Mãe dos
G A7 D Bm Em A7 D
oprimidos, rogai! / Mãe dos perseguidos, rogai! / dos desvalidos, rogai por nós!
2. Mãe do bóia-fria, rogai! / Causa da alegria, rogai! / Mãe das mães Maria, rogai por nós! / Mãe dos
humilhados, rogai! / Dos martirizados, rogai! / Marginalizados, rogai por nós.
1. Mãe dos despejados, rogai! / Dos abandonados, rogai! / Dos desempregados, rogai por
nós! / Mãe dos pescadores, rogai! / Dos agricultores, rogai! / Santos e doutores, rogai por nós!

188 – IMACULADA
FR. FABRETI - 6/8 - N. SENHORA
50

G G7 C Am D C G D7 G G7
Imaculada Maria de Deus, / Coração pobre acolhendo Jesus. / Imaculada Maria
C Am D7 G
do povo, / Mãe dos aflitos que estão junto à cruz.
G7 C D7 G
1. Um coração que era "sim" para a vida, / Um coração que era "sim" para o irmão. / Um
C D7 G E7 Am D7 G
coração que era "sim" para Deus:/ Reino de Deus renovando este chão.
2 - Olhos abertos pra sede do povo, / Passo bem firme que o medo desterra. /
Mãos estendidas que os tronos renegam, / Reino de Deus que renova esta terra!
3 - Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade:/ Que os nossos passos se tornem memória /
Do amor fiel que Maria gerou:/ Reino de Deus atuando na história.

189 - SANTA MÃE MARIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - N. SENHORA

A E7
Santa Mãe Maria, nessa travessia, /Cubra-nos teu manto cor de anil./ Guarda nossa vida,
A
Mãe Aparecida, / Santa Padroeira do Brasil.
D E7 A E7 A
Refr.: Ave, Maria! Ave, Maria! (bis)
2. Com amor divino / Guarda os peregrinos / Nesta caminhada para o além. / Dá-lhes companhia, /
Pois também um dia / Foste peregrina de Belém.
3. Mulher peregrina, / Força feminina / A mais importante que existiu. / Com justiça queres / Que
nossas mulheres / Sejam construtoras do Brasil.
4. Com seus passos lentos, / Enfrentando os ventos, / Quando sopram noutra
direção. / Toda a Mãe Igreja / Pede que tu sejas / Companheira de libertação.

190 - CERTO DIA


IR. ZIOLDÉ CALDAS - 2/4 - N. SENHORA

C F C Am Dm G7 C F C Am Dm G7
1. Certo dia em Nazaré, numa casa pequenina, veio o Anjo Gabriel, quis falar com a
C C7
menina.
F G F C Dm G7 C
Refr.: A----ve, Mari....a! A-----ve, Mari..........a! (bis)
2 - A mensagem foi ouvida, com surpresa e atenção.
Ela foi a escolhida, pra trazer a salvação.
3 - A menina encontrou em Deus muita graça e muito amor.
E por isso respondeu: "Sim, aqui estou, Senhor!"

191 - ÉS, MARIA


J.P. LECAT - 3/4 - N. SENHORA

D A7 D F#m G A Em Bm Em A
És Maria, dos pequeninos, /Dos humildes, dos sem lar; / Pois és a Mãe do meu Salvador. /
D F#m G D
Virgem da gruta, a Ti vou cantar.
A Em Bm F#m G A7 D
A----ve, A------ve, A------ve, Mari------a!
51

2. És Maria dos desvalidos, / Dos que sofrem luto e dor, / Pois és a Mãe do meu Redentor. /
Virgem das Dores, a Ti vou amar.

192 - MARIA, TEU POVO TE AMA


GLÓRIA VIANA - 3/4 - N. SENHORA

C G7
1. Maria, teu povo te ama e quer contigo caminhar. / Hoje nasceu a esperança, / Junto de
C C7
nós Ele está.
F G7 C G7
Refr.: Ajuda te povo, Maria, / Ensina teu povo a rezar. / Ajuda-nos na caminhada. /
C
Ensina teu povo a amar. ( bis )
2. Exemplo de vida nos deste mostrando ao mundo o amor. / Não é um bercinho de palha /
Que vai diminuir teu valor.

193 - Ó MARIA SERVE O VINHO


ZÉ VICENTE - 6/8 - N. SENHORA

G D7 G E7 Am
Maria serve o vinho, / Um copo pra todos nós, / Um pão para todas as fomes, / Um só
D7 G C G D7 G G7
canto em toda voz! Um pão pra todas as fomes, um só canto em toda voz.
C D G Em D G
Refr.: O mesmo canto, o mesmo copo / Um grande brinde ao nosso amor. (bis)
2. Nos beijamos, irmãos todos, / Mulheres, jovens, crianças! / Os velhos contando histórias, /
Comunhão de esperanças!

194 - MÃE MARIA


GLÓRIA VIANA - 3/4 - Final

C G C G C
Mãe Maria, um dia fizeste o mundo cantar. / Ao trazer o teu Filho Menino pra nos alegrar.
G C G
Refr.: Ó Maria, Tu és venerada, pelo mundo tu és aclamada / O teu povo a cada
C
momento mais quer te amar. (bis)

2. Mãe Maria, o mundo caminha com muita aflição, / Procurando buscar em teus braços a
libertação.
3. Mãe Maria, abençoa este povo com teu manto azul / E o protege da fome, da guerra do
Norte a Sul.

195 - DÁ-NOS A BÊNÇÃO


TRADICIONAL BRASILEIRO - 4/4 - N. SENHORA

D A Em A7 D
Dá-nos a bênção, / Ó mãe querida / Nossa Senhora Aparecida. Dá-nos a bênção,
52

G A7 D A7 D
ó Mãe querida, Nossa Senhora Aparecida

196 - COM MARIA


F.D DOS SANTOS - 3/4 - N. SENHORA

D G Bm G A D D7 G A
1. Com Maria em Deus exultemos / Neste canto de amor-louvação. /:Escolhida dentre os
F#m Bm A7 D G Bm G
pequenos / Mãe profeta da libertação.:/ És a imagem da nova cidade / Sem domínio dos
A D D7 G A F#m Bm A7
grandes ou nobres. /:O teu canto nos mostra a verda-----de / Que teu Deus é do lado dos
D
pobres.:/
G D Bm Em A7 D D7 G A
Maria de Deus, Maria da gente, / Maria da singeleza da flor. / Vem caminhar, vem
F#m Bm Em A7 D
com teu po-------vo / De quem provaste a dor.
2. És o grito do irmão bóia-fria / Nesta América empobrecida, /:Espoliada com vil valentia do
direito ao chão de sua vida.:/ És Maria de nossos caminhos, / Solidária de tantas
Marias. /:Coroadas de sangue e espinhos / Pela exploração noite e dia.:/
3. És a força da nossa esperança / Ó Maria da fraternidade: /:No cansaço de nossas
andanças / Guia os passos da real liberdade.:/ Com as flores e o pão partilhados /
preparamos a mesa da história /:Da opressão, afinal, libertados, / Cantaremos contigo a
vitória.:/

197 - VENHO CANTAR MEU CANTO


PE. ZEZINHO - 6/8 - Final

G D7 G Am E7 Am D7
Refr.: Venho cantar meu canto cheio de amor e vida, / Venho louvar aquela a quem
G E7 Am C G
chamo"Senhora Aparecida"/ Venho louvar Maria, Mãe do libertador./:Venho louvar a
D7 G
Virgem de cor morena, por teu amor.:/

D7 G D C E7 Am D7
1. Quero lembrar os fatos que aconteceram naquele dia, / Quando por entre as redes,
G E7 Am
aquela imagem aparecia. / Vendo surgir das águas a tosca imagem de negra cor,
C G D7 G
/:Agradeceram todos à Mãe de Cristo por tanto amor.:/
2. Quero entender o culto que começou desde aquele dia, / Muitos não compreendem, dizendo ser idolatria. /
Mas neste simbolismo daquela imagem de negra cor, /:Chega-se com Maria ao Santuário do Salvador.:/
3. Torno a lembrar os fatos que agora tocam a tanta gente, / Esta Senhora humilde, de cor morena, se faz
presente. / Numa nação onde imperava a mancha da escravidão, /:Nossa Senhora escura nos diz que
Cristo nos quer irmãos.:/
4. Hoje que eu vejo tanta gente voltar contente de Aparecida. / Penso na minha gente com os pequenos
comprometida. / Penso nas diferenças que ainda ferem no meu País. /:Peço que a Mãe de Cristo conduza
o povo a um final feliz.:/
53

5. Hoje eu me fiz romeiro sem ilusão e sem utopia, / Fui visitar a casa que construíram pra
Mãe Maria; / É no jeito simples de entender esta devoção, /:Virgem Morena, eu disse:
conduz o povo à libertação.:/

198 - ABRE TUA PORTA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Advento – Entrada

D G D A G F#m
Abre tua porta / Que alguém está batendo, /Abre tua porta que alguém / Está nascendo. /
G D A7 D
É Jesus que vem a ti.
G A7 D
Refr.: Por que não respondes? / Por que tu escondes / Impedes Jesus de renascer!
2. Tira este manto que veste o velho homem, / Tira da vida ideais que te consomem, / Abre a
porta a Jesus.
3. Quando acolheres idosos e crianças, / Para cobrí-los de paz e esperança, / É Jesus que
vem a ti.

199 - CHEGOU A HORA DE SONHAR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Advento – Entrada

D Bm Em A7
Chegou a hora de sonhar de novo, / De tornar-se povo, e se fazer irmão. / Chegou a hora
D D7
que ligeiro passa, / De ganhar a graça e a conversão.
G D F#m Em
Refr.: Meu caro irmão, / Olha pra dentro do teu coração. / Vê se o Natal se tornou
A7 D
conversão, / E te ensinou a viver. (bis)
2. Chegou a hora de viver o Cristo / E acreditar que isto é se tornar maior. / Chegou a hora
de pensar profundo / E perceber que o mundo pode ser melhor.
3. Será difícil tantas mãos unidas, / Não fazer da vida um tempo sem igual. / Será difícil tanto
amor e afeto, / Não tornar concreto, o gesto do Natal.

200 - CANTEMOS DE ALEGRIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal – Entrada

D G A7 D
1. Cantemos de alegria, ovelhas sem pastor, / Na gruta de Belém nasceu o Salvador.
D7 G A7 D
Refr.: Cristo se fez homem por amor dos homens.
2. Na escuridão da noite brilhou-nos uma luz! / Aos cânticos dos anjos, a nós nasceu Jesus.
3. Prostrados vos pedimos das culpas o perdão, / Nasceu, Jesus, por graça em nosso
coração.
4. Também vos pede paz o século da luz / Porque ele precisa do Vosso amor, Jesus.
54

201 - VINDE DE NOVO, SENHOR


PE. JOSÉ WEBER - 6/8 - Natal – Comunhão

A F#m Bm E7 A E7 A
1. Vinde de novo, Senhor, / Vinde nascer entre os homens. / Pois onde nasce o amor /
D E7 A
Colhe-se pão para a fome.
2. Vinde acender as estrelas / Que o egoísmo apagou. / Vinde plantar a esperança / Nos
campos onde secou.
3. Vinde depor os soberbos / Nos tronos seus instalados. / Vinde exaltar os humildes / Há
tanto tempo humilhados.
4. Vinde juntar os irmãos / Em torno à mesma fogueira, / E derrubar as barreiras / Para unir
nossas mãos.

202 - O TEMPO VAI PASSANDO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal

D D7 G D Bm Em A7
1. O tempo vai passando sutilmente. / De repente, / A gente lembra que o Natal / Já vai
D D7 G A7 D Bm Em A7 D
chegar. / É preciso parar, / É preciso lembrar / Que Cristo veio para nos salvar!
2. A praça apareceu iluminada, / Na calçada, / O povo pensa que em pacotes / Compra a
paz. / Só de Deus vem a paz. / É só Ele que traz / Felicidade para todos nós.
3. O meu natal seria uma prece, / Se eu pudesse / Em alegria todo pranto transformar. / Ele
veio salvar, / Todo pranto enxugar, / Tornou-se gente para humanizar.

203 - GUIADOS PELA ESTRELA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - - Natal – Entrada

E F#m B7 E F#m B7 E
1. Guiados pela estrela da nossa fé ardente, / Iremos ao altar ver Cristo que nasceu.
E7 A B7 E
Refr.: Cristo nasceu para todos nós.
2. Reis Magos e Pastores, patrões e operários, / Conosco vinde ver, o Cristo que nasceu.
3. Reis Magos e Pastores, os grandes e pequenos, / Conosco vinde ver, o Cristo que
nasceu.
204 - VINDE, CRISTÃOS
TRADICIONAL NATALINO - 4/4 - Natal – Entrada

D A7 D A7 D A7 D
1. Vinde, cristãos, vinde à porfia, cantar um hino de louvor, / Hino de paz e de harmonia, /
A7 D
Que os anjos cantam ao Senhor:
D G F#m Bm Em A D A D G D A
Refr.: /:Gló------------------------------ria a Deus nas al----tu--ras!:/
D G F#m Bm Em A D A D G D A7 D
Gló-----------------------------ria a Deus nas al----tu----------ras!
2. Foi nesta noite venturosa, em que nasceu o Salvador / Que os anjos com voz amorosa, /
Deram no céu este clamor:

205 - NOITE FELIZ


55

J. GRUBER - 3/4 - Natal – Comunhão

A E7 A D A D
Noite Feliz! Noite Feliz! O Senhor Deus de amor, / Pobrezinho nasceu em Belém, eis na
A E7 A E7 A
lapa Jesus, nosso bem! /:Dorme em paz, ó Jesus. Dorme em paz, ó Jesus!
2. Noite Feliz! Noite Feliz! Ó Jesus, Deus da luz, / Quão afável é teu Coração. Que quiseste
nascer nosso irmão. /:E a nós todos salvar.:/
3. Noite Feliz! Noite Feliz! Eis que no ar vêm cantar / Aos pastores os anjos do céu,
anunciando a chegada de Deus. /:De Jesus Salvador!:/

206 - CRISTÃOS, VINDE TODOS


MELODIA DO SÉCULO XVII - 4/4 - Natal – Comunhão

F C F C Dm C G7 C F
1. Cristãos, vinde todos com alegres cantos. / Oh! Vinde, oh! Vinde até Belém. / Vede
Bb F C Dm G7 C
nasci----do, vosso Rei eter------no.
F Dm Gm Bb A7 Dm F C7 F
Refr.: Oh! Vinde adoremos, oh! Vinde adoremos, / Oh! Vinde, adoremos o Sal-va--dor.
2. Humildes pastores, deixam seu rebanho / E alegres acorrem ao Rei do céu. / Nós
igualmente, cheios de alegria:

207 - MEUS IRMÃOS, É NATAL


NOVENAS - 3/4 - Natal – Entrada

A D E7 A A7 D E7 A
1. Meus irmãos, é Natal, vamos rezar, / Convidemos os amigos, é hora de amar.
A7 D E7 A A7 D E7 A
Refr.: É Natal, é Natal, é Natal, nasceu o Salvador, / Vamos, irmãos, é Natal do Senhor.
2. Meus irmãos, é Natal, tempo de amar. / Unidos vamos todos, / louvar o Senhor.
3. Meus irmãos, é Natal, noite de amor. / Celebremos bem alegres, o Natal do Senhor.

208 - NATAL É VIDA QUE NASCE


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/8 - Natal – Entrada

D A7 D D7 G A7 D F#m G D Bm
Natal é vida que nasce. / Natal é Cristo que vem. / Nós somos o seu presépio e a
Em A7 D
nossa casa é Belém.
F#m G D Bm Em A7 D G
Deus se tornou nossa grande esperança. / E como criança no mundo nasceu. / Por isso
A F#m Bm Em A7 D
vamos abrir nossa porta, / A Cristo o que importa é conosco viver.
2. Ele assumiu nossa vida terrena. / Ao céu nos acena com gesto de amor. / Veio a todos
salvar igualmente. / Queria somente ser nosso Pastor.
3. Deus infinito aos homens se iguala. / E a todos só fala palavras de paz. / Quer ser o
nosso irmão mais fraterno. / Do seu Reino eterno herdeiros nos faz.

209 - É NATAL DE JESUS


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal – Entrada
56

D G D A7 D A7 D
Refr.: É Natal de Jesus / Festa de alegria / De esperança e luz. (bis)
A Bm G D A Bm
Toda terra canta um hino,/ bendizendo o Salvador, /que em Belém se fez menino / dando
D A
o exemplo de amor.
2. Uma estrela diferente / Toda a terra iluminou / Foi Jesus que humanamente / A nós todos
se igualou.
3. Nasceu pobre e sem palácio / Este Rei que trouxe o bem / Quis apenas ensinar-nos / A
mensagem de Belém.

210 - NO PRESÉPIO
JOSÉ WEBER E M.FÁTIMA DE OLIVEIRA - 4/4 - Natal – Comunhão

G Am D7 G
No presépio, pequenino, Deus é hoje nosso irmão / E nos dá seu Corpo e
Am D7 G
Sangue nesta Santa Comunhão.
Am D7 G Em
1. Para os homens que erravam nas trevas / Lá do céu resplandece uma luz, / Hoje Deus
Am D7 G
visitou nossa terra / E nos deu o seu Filho Jesus.
2. Duma flor germinada na terra, / Fecundada por sopro de Deus, / Hoje um novo começo
desponta, / E se abraçam a terra e os céus.
3. Boas novas de grande alegria / Mensageiros do céu vêm cantar, / E aos pastores um anjo
anuncia:/ Deus nasceu em Belém de Judá.
4. Para nós hoje nasceu um menino, / Do seu povo Ele é Salvador. / Glória a Deus no mais
alto dos céus, / Paz aos homens aos quais tanto amou.

211 - EIS O TEMPO DE CONVERSÃO


JOSÉ WEBER - 6/8 - Quaresma – Comunhão

D Bm A7 D Bm F#m Em Bm D7 G Em
Refr.: Eis o tempo de conversão, / Eis o dia da salvação. / Ao Pai voltemos, / Juntos
A D Bm A7 D
andemos, / Eis o tempo de conversão.
Am B7 Em
1. Os caminhos do Senhor, / São verdade, são amor! / Dirigi os passos meus, / Em vós
A7 D
espero, ó Senhor!
Am B7 Em
Ele guia ao bom caminho / Quem errou e quer voltar. / Ele é bom, fiel e justo, /
A7 D
Ele busca e vem salvar.

212 - BENDITA E LOUVADA SEJA


POPULAR BRASILEIRO - 4/4 - Quaresma – Entrada

D A7 D G A7 D G A7 D Bm Em A7
Bendita e louvada seja no céu a divina luz;/:E nós também na terra, louvemos a Santa
57

D
Cruz.:/
2. Os anjos no céu contentes, louvando estão a Jesus; /:Cantemos também na terra,
louvores à Santa Cruz.:/
3. Já Santa doutrina temos, para nosso guia e luz, /:Com o sangue divino escrita no livro
da Santa Cruz.:/
4. No mais alto do Calvário morreu nosso bom Jesus; /:Dando o último suspiro nos
braços da Santa Cruz.:/
5. É arma em qualquer perigo, o raio de eterna luz, /:Bandeira vitoriosa, o Santo sinal da
Cruz.:/

213 - VITÓRIA, TU REINARÁS


DAVID JULIEN - 4/2 - Quaresma – Final

D G A D
Refr.: Vitória, Tu reinarás! / Ó Cruz, tu nos salvarás!
Em A7 D Em A7 D
Brilhando sobre o mundo, que vive sem tua luz, / Tu és um sol fecundo de amor e de paz, ó Cruz.
2. Aumenta a confiança, do pobre e do pecador. / Confirma a nossa esperança na marcha
para o Senhor.
3. À sombra dos teus braços a Igreja viverá. / Por ti no eterno abraço o Pai nos acolherá.

214 - PELA VIRGEM DOLOROSA


TRADICIONAL - 4/4 - Quaresma

D A Em A7 D G D Em A
Refr.: Pela virgem dolorosa, vossa Mãe tão piedosa, / Perdoai-nos, bom Jesus,
G D A7 D
Perdoai-nos, bom Jesus.
1. A morrer crucificado, teu Jesus é condenado / Por teus crimes, pecador - Por teus crimes,
pecador.
2. Com a Cruz é carregado e do peso acabrunhado. / Vai morrer por teu amor - Vai morrer
por teu amor.
3. Pela Cruz tão oprimido cai Jesus desfalecido / Pela tua salvação - Pela tua salvação.

215 - BOM JESUS


TRADICIONAL - 4/4 - Quaresma

C F C G
1. Bom Jesus, a vossos pés chora agora arrependido / O pecador mais ingrato que no
C G F G7 C
mundo foi nascido. O pecador mais ingrato que no mundo foi nascido.
2. Sois clemente, sois tão bom e de tanta compaixão / Que, merecendo eu o inferno,
prometeis pleno perdão.
3. Nessa Cruz, agonizante, tão ferido e tão chagado / Para nos dardes a vida Vós morreis
crucificado.
4. Pelas vossas cinco chagas, o cruel tormento em cruz, / Pela sagrada paixão perdoai-me,
bom Jesus.

216 - Ó MEU JESUS AMADO


TRADICIONAL - 4/4 - Quaresma

C Dm G7 C C7 F G7 C
58

1. Ó meu Jesus amado, / Ao vosso coração, / Arrependido eu peço / A graça do perdão.


2. Tão inocente e puro, / Amável Salvador! / Vós padecer quisestes / Por mim tão pecador.
3. A cruz, os duros cravos, / Para a bebida o fel, / O triste desamparo, / enfim morte cruel.
4. E não contente ainda / De tão cruel penar, / Na hóstia consagrada, / Morais no santo altar.

217 - VIRGEM DOLOROSA


TRADICIONAL - 6/8 – Quaresma

D Bm Em A G A7 D Bm Em A7 D
1. Virgem dolorosa, que aflita chorais, / Repleta de angústia, Bendi----ta sejais.
Em A G A D Bm Em A7 D
Refr.: Bendita sejais, Senhora das Dores, / Ouvi nossos rogos, / Mãe dos pecadores.
2. Uma dura espada de dores mortais, / O peito Vos passa / Bendita sejais.
3. Manda o céu um anjo dizer / Que fujais do ímpio Herodes. / Bendita sejais.
4. Ao voltar do templo, / Jesus não achais, que mágoa sofrestes. / Bendita sejais.
5. Com a cruz às costas, / Jesus encontrais, que dor indizível. / Bendita sejais.
6. Entre dois bandidos, / Jesus avistais pendente de cravos, / Bendita sejais.

218 - AO REDOR DA MESA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Quaresma – Comunhão

F Gm C C7 F
Ao redor da mesa, repartindo o pão / A maior riqueza dos que são irmãos. (bis)
C F
1. Era quinta-feira Santa, / Quando o sol não mais clareia / Estavam Cristo e seus
C F
discípulos / Reunidos para a ceia.
2. Jesus Cristo, após a ceia, / Levantou-se do seu lugar / E os pés dos seus discípulos /
Começou logo a lavar.
3. Disse Cristo, então, a Pedro, / Que não tinha compreendido. / Se eu não te lavar os pés, /
Não terás parte comigo.
4. Cristo deu-nos o exemplo / De amor e humildade / E pediu a todos nós / Muita fé e
caridade.

219 - JÁ RESSUSCITOU
REBOUD - 2/4 - Páscoa – Entrada

D G D G D A7 D
Refr.: Já ressuscitou, aleluia. / Cristo Jesus, ei-lo vivo entre nós.
1. Enfim Jesus venceu, aleluia! / Abrindo o céu para todos nós.
A7 D G D G D
2. Jerusalém, Jesus não morre mais. / Cantai, cristãos, cantai, aleluia! / Ao Redentor dai
A7 D
glória.

220 - POR SUA MORTE


WALDECI FARIAS - 2/4 - Páscoa – Comunhão

G C G D7 G
Por sua morte, a morte viu o fim / Do sangue derramado a vida renascer. / Seu pé ferido
C D7 G
nova estrada abriu / E neste Homem o homem enfim se descobriu.
G7 C Cm G D G7 C Cm G
Refr.: Meu coração me diz: "O amor me amou/ E se entregou por mim, / Jesus
59

D7 G G7 C Cm G D G7 C Cm G
ressuscitou! / Passou a escuridão, / O sol nasceu; a vida triunfou / Jesus
D7 G
ressuscitou!"
2. "Jesus me amou e se entregou por mim" / Os homens todos podem o mesmo repetir. / Não
temeremos mais a morte e a dor, / O coração humano em Cristo descansou.

221 - O SENHOR RESSURGIU


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Páscoa - Apresentação das Oferendas
D A7 D A7 D
Refr.: O Senhor ressurgiu e ainda está conosco / Cantemos e exultemos, alelu-ia.
A7 D D7 G D A D A7
1. Vinde, todos, trazer os louvores à vítima santa que ressuscitou. / Nossas almas, do Pai
D D7 G A7 D
afastadas, Jesus inocente reconciliou.
2. Jesus Cristo que é nossa esperança reinou sobre a morte, / Coberto de luz; Ele vai
proceder a jornada / Que à Pátria celeste a nós todos conduz.

222 - ESTE É O HINO


- JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 2/4 - Páscoa – Entrada

F G7 C F Dm C7 F Am Dm
1. Este é o hino do povo de Deus, / Que caminha para a u-ni--ão. / Venham todos à
G7 C F Bb C7 F
comunhão, / Com Jesus e com nosso irmão.
F7 Bb C7 F Dm Gm C7 F
Refr.: Cristo ressuscitou, / Cristo ressuscitou, / Vive em nosso meio, alelu----ia!
2. Quem comer deste pão viverá, / É o pão vivo que vem do céu. / Esperamos a Salvação, /
Novos céus, nova terra.
3. Meus irmãos, venham todos cear, / É a ceia da ressurreição. / O cordeiro está imolado, /
Celebramos a salvação.

223 - AO PARTIRMOS O PÃO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - Páscoa – Apresentação das Oferendas e Comunhão

E C#m F#m B7 E7 A C#M


Ao partirmos o pão reconhecemos / Jesus Cristo por nós ressuscitado. / Sua paz
B7 E A B7 E
recebemos e levamos, / Ao nosso irmão que está necessitado.
1. Ele amou-nos na vida e na morte, / Ressurgido conosco permanece. / Em Jesus
encontramos o alimento. / E a vida que a nós todos fortalece.
2. Jesus Cristo por nós sacrificado, / Ressurgiu para dar-nos Nova Vida; / Permanece entre
nós como alimento / Não morre quem recebe esta comida.
3. Através da Igreja, Cristo fala:/ Com os irmãos e comigo caminhai, / Tende fé porque eu
venci o mundo, / Comigo chegareis até o Pai.

224 - ESTE FOI O DIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - Páscoa - Entrada

E B7 E B7 E
1. Este foi o dia feito para rezar, / Que Jesus escolheu para ressuscitar.
2. Dia em que Jesus triunfou sobre o mal, / Dia em que celebramos nossa vida pascal.
60

226 – EU CREIO NUM MUNDO NOVO


GERALDO PENNOCK - 3/4 -- Páscoa - Apresentação das Oferendas
D A7 D
Eu creio num mundo novo, / Pois Cristo ressuscitou! / Eu vejo sua luz no povo, /
A7 D
Por isso alegre sou.
A7 D A7 D G D E7
1. Em toda pequena oferta, / Na força da união, / no pobre que se liberta, / Eu vejo
A
ressurreição!
2. Na mão que foi estendida, / No dom da libertação, / Nascendo uma nova vida, / Eu vejo
ressurreição!
3. Nas flores oferecidas / E quando se dá o perdão, / Nas dores compadecidas, / Eu vejo
ressurreição!
4. Nos homens que estão unidos, / Com outros partindo o pão, / Nos fracos fortalecidos, / Eu vejo
ressurreição!
5. Na fé dos que estão sofrendo, / No riso do meu irmão, / Na hora em que está morrendo, / Eu vejo
ressurreição!

230 - CORAÇÃO COMPADECIDO


FR. FABRETI - 4/4 - Páscoa – Comunhão

C F C Em F C
1. Coração compadecido, o meu Pai se viu movido, / "Vou tirar-vos deste Egito, sou
D7 G
libertação".
F Dm G Em
Refr.: Aprendei os meus caminhos / Não vos deixo aqui sozinhos, / Permaneço em
F C G7 C
vosso meio: sou o vos---so pão.
2. Nos caminhos do deserto, o meu Pai foi braço certo, / sustentou os vossos passos vos
deu nova lei.
2. Toda vez que a prepotência, / Decretou vossa falência, / O meu Pai marcou presença,
vos reconduziu.

231 - NÃO FIQUES TRISTES


PE..JOSÉ MARTINS - 3/4 - ASCENSÃO – Comunhão

G C Am D7 G
Refr.: Não fiqueis tristes, eu vou partir / Eu vou partir, mas voltarei. (bis)
Am C D7 G A7 D7
1. Vou preparar-vos um lugar, / Não fiqueis tristes, tende fé.
2. Vou enviar-vos o Espírito, / Que vos dará toda a verdade.
3. Sereis as minhas testemunhas, / Para que todos me conheçam.
4. Anunciai a Boa Nova, / Vou para o Pai que me enviou. /
5. Ficarei sempre ao vosso lado, / Onde estiverdes, Eu estou.
6. Hão de expulsar-vos das cidades, / Por minha causa sofrereis.
61

232 - BEM - VINDO! BEM - VINDA!


PE. AURICÉLIO COSTA - 4/4 - Encontros

C Dm G7 C Dm
Bem-vindo! Bem - vinda! Bem - vindo! Bem - vinda! Bem - vindo! Bem - vinda!
G7 C
Bem - vindo! Bem - vinda!
Dm G7 C
O nosso encontro está mais bonito! O nosso encontro já é especial!
C7 F C G7 C
Sua presença é presença de amigo, sua presença de Deus é sinal!

233 - JESUS, UM DIA


2/4 - Vocacional – Entrada

D Em A7 D Bm Em A7 D
1. Jesus um dia passando pelo mar, chamou os pescadores:/ "Rede e barco deixem lá".
Em A7 D Bm Em A7 D
Assim fizeram, deixaram tudo ali. / Foi gesto de quem diz: "Senhor, estou aqui."
G A7 D Bm Em A7 D G A7 D
Refr. Cristo continua passando ao nosso lado, passando pela rua. Cristo continua
Bm Em A7 D
passando e ninguém vê, passando por você.
2. E noutro dia, um homem Jesus viu, um cobrador de impostos, / Jesus logo descobriu.
Olhou para ele e logo o chamou. / Mateus escutou, levantou-se e o seguiu.
3. Também eu quero ver Cristo passar, estar bem atento, / Ele vai me chamar. Que alegria,
resposta de amor. / Lembrando Maria: "Senhor, aqui estou".

234 - IDE, PREGAI O EVANGELHO


6/8 – Missões

G Bm C G C
Refr.: "Ide, pregai o Evangelho", / Assim nos disse Jesus. / Mesmo sabendo que o
G Em A7 D7 G
preço é sofrer / Entre as grades ou morrer numa cruz!
Bm C G C G Em A7
Cristo pregou na Judéia, / Em toda a Palestina; / Prega através de sua Igre--ja / Hoje em
D7
terras Latinas.
2. Não vacileis quando virdes / Tombar na messe operários. / Cristo também deu sua vida /
Por nós no monte Calvário!
3. Sofre o que prega a justiça / Denunciando, em teu nome / Os que acumulam riquezas, /
Vendo o irmão passar fome.

235 - VAI, VAI, MISSIONÁRIO DO SENHOR


- JARBAS GREGÓRIO - 4/4 - Missões

E A B7 E C#m A B7 E
Refr.: Vai, vai, missionário do Senhor, / Vai trabalhar na messe com ardor. / Cristo
A B7 E C#m B7 E
também chegou para anunciar. / Não tenhas medo de evangelizar.
A E A B7 E
Chegou a hora de mostrarmos quem é Deus/ À América Latina e aos sofridos povos seus
62

A B7 E A B7 E
Que passam fome, labutam, se condoem. / Mas acreditam na libertação.
2. Ai daqueles que massacram os pobres, / Vivendo mui tranquilos, ocultando exploração, /
Enquanto o irmão à sua porta vem bater, / Implorando piedade, água e pão.
3. Se és cristão és também comprometido. / Chamado foste tu e também foste escolhido. /
Pra construção do Reino do Senhor. / Vai, meu irmão, sem reserva, sem temor.

236 - QUANDO CHAMASTE OS DOZE


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 – Missões

D A7 D A7 D G A7
1. Quando chamaste os doze primeiros pra te seguir, / Sei que chamavas todos os que
D D7
haviam de vir.
G A D A7 D G A G
/:Tua voz me fez refletir, / Deixei tudo pra te seguir, / Nos teus mares eu quero
A7 D
navegar.:/
2. Quando pediste aos doze primeiros: Ide e ensinai! / Sei que pedias a todos nós:
Evangelizai!
3. Quando enviaste os doze primeiros e dois a dois, / Sei que enviavas os que viessem
depois.

237 - QUEM É QUE VAI


PE. KIKO - 4/4 - Vocacional

D A D A G D
Refr.: Quem é que vai? Quem é que vai? / Quem é que vai nesta barca de Jesus? /
A7 D
Quem é que vai?
G A7 D Bm
1. Tem muita gente esperando por você, / A caminhar, esperando por você. / Todos
Em A7 D G D G
cantando, esperando por você / Juntos com Jesus, esperando por você. / E tem lugar,
A7 D Bm Em A7
esperando por você. / para sentar, esperando por você, A barca está, esperando por você
D G D
Para partir, esperando por você.
2. Jesus está, esperando por você, / Com um sorriso, esperando por você, / A caminhar,
esperando por você, / Com a multidão, esperando por você, / A acenar, esperando por
você, / Chamando, vem, esperando por você, / De coração, esperando por você.

238 - EU VENHO DO SUL E DO NORTE


PE. ZEZINHO - 4/4 - Vocacional

Dm A7 Dm
1. Eu venho do Sul e do Norte, do Oeste, do Leste, de todo lugar:/ Estradas da vida eu
A7 Dm Gm
percorro, levando socorro a quem precisar. / Assunto de paz é meu forte. / Eu cruzo
Dm Gm Dm
montanhas mas vou aprender. / O mundo não me satisfaz. / O que eu quero é a paz. / O
A7 Dm
63

que eu quero é viver.


Gm Dm Gm A7 Dm A7 Dm
Refr.: No peito eu levo uma cruz. / No meu coração, o que disse Jesus.:/
2. Eu sei que eu não tenho a idade da maturidade de quem já viveu. / Mas eu sei que já
tenho a idade de ver a verdade. / O que eu quero é ser eu. / O mundo ferido e cansado de
um negro passado, de guerras sem fim, / Tem medo da bomba que fez e da fé que desfez,
mas aponta pra mim.

239 - SE OUVIRES A VOZ


PE. ZEZINHO - 6/8 - Vocacional - Apresentação das Oferendas

Bm F#7 Bm F#7
1. Se ouvires a voz do vento, chamando sem cessar, / Se ouvires a voz do tempo
Bm
mandando esperar:
A Bm A Bm F#7 Bm G A Bm
Refr.: A decisão é tua. / A decisão é tu----------a. / São muitos os convidados. / São
G A Bm A Bm A Bm F#7 Bm
muitos os convidados. / Quase ninguém tem tempo. / Quase ninguém tem tem----------po.
2. Se ouvires a voz de Deus, chamando sem cessar, / Se ouvires a voz do mundo, querendo
te enganar.
3. O trigo já se perdeu. Cresceu, ninguém colheu. / E o mundo passando fome, passando
fome de Deus.

240 - JESUS CRISTO ME DEIXOU INQUIETO


PE. ZEZINHO - 4/4 -Vocacional

D Em A7 D
Jesus Cristo me deixou inquieto, / Nas palavras que Ele proferiu, /:Nunca mais
G D A7 D
eu pude olhar o mundo, / Sem sentir aquilo que Jesus sentiu.:/
Em A7 D
1. Eu vivia tão tranquilo e descansado, / E pensava ter chegado ao que busquei. / Muitas
Em A7 D
vezes proclamei extasiado, / Que ao seguir a lei de Cristo eu me salvei. / Mas depois que
D7 G D A7 D
meu Senhor passou, / Nunca mais meu coração se acomodou.
2. Minha vida que eu pensei realizada, / Esbanjei como semente em qualquer chão. / Pouco
a pouco ao caminhar da longa estrada, / Percebi que havia tido uma ilusão. / Mas depois
que meu Senhor passou, / Ilusão e comodismo se acabou.
3. Hoje quando vou andando pela vida, / Encontrando a minha gente a me esperar, / Já não
canso nem reclamo da subida, / Pois entendo que é preciso caminhar. / Coração daquele
que tem fé, / Vai mais longe, bem mais longe que seu pé.

241 - SENHOR, SE TU ME CHAMAS


FR. LUIZ CARLOS SUZIN 2/4 - Entrada

D G A7 D Bm Em
Refr.: Senhor, se tu me chamas, / Eu quero te ouvir; / Se queres que eu te siga /
A7 D
Respondo: "Eis-me aqui". ( bis )
Bm G A Em A7 D
Profetas te ouviram e seguiram tua voz; / Andaram mundo afora e pregaram sem temor. /
G Em A7 D Bm Em A7
64

Seus passos tu firmaste sustentando seu vigor. / Profeta tu me chamas: Vê, Senhor, aqui
D
estou.
2 - Nos passos do teu Filho toda a Igreja também vai, / Seguindo teu chamado de ser santo
qual Jesus. / Apóstolos e mártires se deram sem medir; / Apóstolo me chamas: Vè,
Senhor, estou aqui.
3. Os séculos passaram, não passou porém tua voz / Que chama ainda hoje, que convida a
te seguir. / Há homens e mulheres que se amam mais que a si. / E dizem com firmeza: Vê,
Senhor, estou aqui.

242 - QUANDO JESUS PASSAR


PE. ZEZINHO - 4/4 - Vocacional – Final

D Em A7 D D7 G
Quando Jesus passar, / Quando Jesus passar, / Quando Jesus passar, / Eu quero
D A7 D
estar no meu lugar.
A7 D A7 D A7
No meu telônio ou jogando a rede / Sob a figueira ou a caminhar, / Buscando água pra
D A7 D
minha sede / Querendo ver meu Senhor passar.
2. No meu trabalho e na minha casa, / No meu estudo e no meu lazer, / No compromisso e
no meu descanso, / No meu direito e no meu dever.
3. Nos meus projetos olhando em frente, / No meu sucesso e na decepção, / No sofrimento
que fere a gente, / Sonhando o sonho de um mundo irmão.
4. Com meus amigos, com minha gente, / Com quem da vida já se cansou, / A semear e
a espalhar sementes / Na terra onde meu Deus andou.

243 - FELIZ DE QUEM CAMINHA


FR. FABRETI - 2/4 - Vocacional - final

G C D7 G D7
Feliz de quem caminha tendo Deus no coração, quem faz da sua vida uma eterna
G D7 G
procissão, quem faz da sua vida uma eterna procissão.
D7 G D7 G D7
Escolhi o Cristo como companhia, escolhi o Reino como vocação, escolhi o mundo como
G D7 G
moradia, escolhi o pobre como meu irmão.
2. Quero ver o mundo com o teu olhar, e a dor da vida com teu coração. Quero levar a juda a quem preciisar.
Vou cantar a vida como uma canção.

244 - HÁ UM BARCO
PE. ZEZINHO - 6/8 - Vocacional
E B7 E B7 E B7 E E7 A B7
1. Há um barco esquecido na praia... já não
leva ninguém a pescar: é o barco de André
E C#m B7 E B7 E B7 E
e de Pedro, que partiram pra não mais voltar. Quantas vezes partiram seguros, enfrentando
65

B7 E E7 A B7 E C#m B7 E
os perigos do mar! Era chuva, era noite, era escuro...Mas os dois precisavam pescar!
E7 A B7 E F#m
De repente aparece Jesus... pouco a pouco se acende uma luz! É preciso pescar
B7 E E7 A
diferente! Que o povo já sente que tempo chegou! E partiram, sem mesmo pensar
B7 E F#m B7 F#m
nos perigos de profetizar. Há um barco esquecido na praia. Há um barco esquecido
B7 F#m B7 E B7 E
na praia...Há um barco esquecido na pra------ia.

2 - Há um barco esquecido na praia...Já não leva ninguém a pescar: É o barco de João e


Tiago, que partiram pra não mais voltar. Quantas vezes, em tempos sombrios,
enfrentando os perigos do mar, barco e redes voltavam vazios... Mas os dois precisavam
pescar!
3. Quantos barcos deixados na praia... Entre eles o meu deve estar! Era o barco dos sonhos
que eu tinha, mas eu nunca deixei de sonhar! Quantas vezes enfrentei os perigos no meu
barco de sonho a singrar... Jesus Cristo remava comigo: eu no leme, Jesus a remar..
De repente me envolve uma luz! E eu entrego o meu leme a Jesus... É preciso pescar
diferente, que o povo já sente que o tempo chegou! E partimos pra onde ele quis...
Tenho cruzes, mas vivo feliz! Há um barco esquecido na praia... Há um barco
esquecido na praia...Há um barco esque cido na praia!

245 - ME CHAMASTE
VICTOR KRUGER - 6/8 - Vocacional – Entrada

G C Cm G C A7
1. Me chamaste para caminhar na vida contigo. Decidi para sempre seguir-te e não voltar
D7 G7 C Cm G Em Am
atrás. Me puseste uma brasa no peito e uma flecha na alma. É difícil agora viver sem
D7 G
lembrar-me de ti.
D7 G Em C Am
Refr. Te amarei, Senhor! Te amarei, Senhor! Eu só encontro a paz e alegria
D7 G
bem perto de ti. (Bis)
2. Eu pensei muitas vezes calar e não dar nem respostas. Eu pensei na fuga esconder-me e ir para longe
de ti. Mas tua força venceu e ao final fiquei seduzido. É difícil agora viver sem saudades de ti.
3. Ó Jesus, não me deixes jamais caminhar solitário. Pois conheces a minha fraqueza e o meu coração. Vem,
ensina-me a viver a vida na tua presença, no amor dos irmãos, na alegria, na paz, na união.

246 - PASTOR DO POVO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - Vocacional – Comunhão

F C G7 C F Gm C7 F
1. Pastor do povo santo, / Senhor vieste ser. / Enxugas o meu pranto, / Renovas meu viver.
F7 Bb C7 F Dm Gm C7
Refr.: /:Ouvi tu me dizeres, / Que eras meu Pastor, / Deixei meus afazeres, / Pra te
F
seguir, Senhor.:/
2. Aclaras minha vida / Com a luz do teu olhar. / A tua mão erguida / Consduz meu caminhar.
3. Seguindo o teu caminho, / Meu passos firmes vão, / Não ando mais sozinho, / Nem sofro
solidão.
66

249 - NO MEU CORAÇÃO


BABINOT E OSMAR COPPI - 4/4 - Vocacional - Final
G D C D7 G
No meu coração sinto o chamado, /Fico inquieto: preciso responder. / Então pergunto:
D C A7 D7 C G
Mestre onde moras? / E me respondes que é preciso caminhar, /:Seguindo teus passos,
C G C G A7 D D7 G
fazendo a história. / Construindo o novo no meio do povo.:/ (2.vez:) no meio do povo
G C B7 Em Am D7 G G7 C B7 Em Am D7 G
Refr.: Mestre, onde moras, / Mestre onde estás? / No meio do povo. / Vem e verás.
2. Te vejo em cada rosto das pessoas, / Tua imagem que anima e faz viver. / No coração amigo e
que se doa, / No sonho do Reino acontecer. /:Teu Reino é de justiça; é paz e amor; / É a boa
nova da libertação.
3. Tua palavra abre novos horizontes, / É convite de serviços aos irmãos. / A fé me dá coragem de
assumir teu projeto / Nesta vida, neste chão. /:Meu "sim" é resposta, é meu jeito de amar, / Estar
com teu povo, contigo morar.:/

250 - TÃO SUBLIME SACRAMENTO (1)


3/4 - Bênção do Santíssimo

F C7 F Bb F C7 F C7 F Bb F
Tão sublime sacramento / Adoremos neste altar./ Pois o Antigo Testamento /Deu ao novo
C7 F Bb F Bb F C7 F
o seu lugar. / Venha a Fé, por suplemento, / Os sentidos completar.
2. Ao eterno Pai cantemos, / E a Jesus o Salvador. / Ao Espírito Exaltemos, / Na Trindade
C7 F C7 F
eterno amor. / Ao Deus uno e trino demos / A alegria do louvor. Amém. Amém.
S. Do céu lhes destes o pão, (Aleluia)
P. Que contém todo o sabor, (Aleluia)

250 - TÃO SUBLIME SACRAMENTO (2)


4/4 - Bênção do Santíssimo

D A7 D
Tão sublime sacramento /Adoremos neste altar./ Pois o Antigo Testamento / Deu ao novo
A7 D A7 D A7 D G D A7 D
o seu lugar. / /:Venha a Fé, por suplemento, / Os sentidos completar. :/
2. Ao eterno Pai cantemos, / E a Jesus o Salvador. / Ao Espírito Exaltemos, / Na Trindade
A7 D A7 D
eterno amor. / Ao Deus uno e trino demos / A alegria do louvor. Amém. Amém.
S. Do céu lhes destes o pão, (Aleluia)
Q. Que contém todo o sabor, (Aleluia)

250 - TÃO SUBLIME SACRAMENTO (3)


3/4 - Bênção do Santíssimo

D A7 D Bm Em A7
Tão sublime sacramento /Adoremos neste altar./ Pois o Antigo Testamento / Deu ao novo
D Bm Em A7 D
o seu lugar. / Venha a Fé, por suplemento, / Os sentidos completar.
2. Ao eterno Pai cantemos, / E a Jesus o Salvador. / Ao Espírito Exaltemos, / Na Trindade
G A7 D
eterno amor. / Ao Deus uno e trino demos / A alegria do louvor. A----------mém.
67

S. Do céu lhes destes o pão, (Aleluia)


R. Que contém todo o sabor, (Aleluia)

250 - TÃO SUBLIME SACRAMENTO (4)


gregoriano (sem ritmo) - Bênção do Santíssimo
Em Dm C F C F C G C F G
Tão sublime sacramento /Adoremos neste altar./ Pois o Antigo Testamento / Deu ao novo
F Dm Em C F C Dm E
o seu lugar. / Venha a Fé, por suplemento, / Os sentidos completar.
2. Ao eterno Pai cantemos, / E a Jesus o Salvador. / Ao Espírito Exaltemos, / Na Trindade
Am F E
eterno amor. / Ao Deus uno e trino demos / A alegria do louvor. A----mém.
S. Do céu lhes destes o pão, (Aleluia)
S. Que contém todo o sabor, (Aleluia)

251 - BENDITO, LOUVADO SEJA


4/4 - Santíssimo

C G C C7 F G7 C
1. Bendito, louvado seja (bis) /:O Santíssimo Sacramento. :/
2. Os anjos adorem todos...3. Os santos adorem todos...
4. Os povos adorem todos...5. Os astros adorem todos...

252 - CORAÇÃO SANTO


TIBURTINO MONDIN - 3/4 - COR. DE JESUS - ENTRADA

Dm A7 Dm A7 Dm
Refr.: Coração Santo, Tu reinarás. / Tu nosso encanto, sempre serás. (Bis)
Gm Dm A7 Dm Gm
Jesus amável, Jesus piedoso, / Pai amoroso, frágua de amor, / A teus pés venho, se Tu
Dm A7 Dm
me deixas, / Humildes queixas, sentido expor.

253 - SALVE, SALVE, DIVINO TESOURO


FR. BASÍLIO ROVER - 4/4 - COR. DE JESUS

G Em D Em A7
Salve, salve, divino tesouro, / Que do céu as riquezas encerra, / Salve guia das almas na
D D7 G
terra, / Coração divinal do Senhor.

Am C D G C G Am Em D7
Dá-nos fé, esperança e amor, / Coração de Jesus Redentor, Coração de Jesus
G
Redentor.
2. És morada das almas dos justos, / Pecadores te encontram bondoso, / És asilo, és
alívio, és o gozo, / Coração divinal do Senhor.
3. Qual o servo que ardente procura, / Linfa pura nas frescas correntes, / Vão buscar-te fiéis
penitentes, / Coração divinal do Senhor.
68

254 - REI DIVINO


2/4 - CRISTO REI

A D A E7 A D
Rei divino, que à terra desceste,/ Vindo a nós de um trono de glória, / Alcançaste fulgente
A E B7 E
vitória / Sobre a culpa, origem da dor!
D A E7 A
Refr.: Reina, reina, nas almas, no mundo, / Rei dos reis, Jesus Cristo, / Senhor!
A7 D A E7 A
Reina, reina, nas almas, no mundo,\ Rei dos reis, Jesus Cristo,\ Senhor!
2. Rei bondoso, tu nosso resgate / Obtiveste do vil cativeiro, / Escolhendo por trono um
madeiro / E por lei um sacrário de amor!
3. Rei piedoso, de sangue é teu manto, / É de espinhos o augusto diadema, / Mas nos deste
uma vida suprema. / E a ti mesmo em suave penhor!

255 - HONRA, GLÓRIA


MELODIA ALEMÃ - 4/4 - CRISTO REI

C Dm G7 C G D7 G C Dm
Honra, glória, louvor sempiterno / A Jesus, a Jesus Redentor. / Deus de Deus, luz de luz,
G7 C G D7 G
verbo eterno, / Cristo Rei do universo Senhor.
C G C F Dm
Refr.: /:Jesus Rei, Deus verdadeiro, / O teu Reino venha a nós. / Obedeça o mundo
Am C G7 C
inteiro ao poder de tua voz.:/
2. Todo o orbe homenagem lhe renda. / Aos seus pés traga o mundo cristão. / De almas
livres a livre oferenda, / Corações para o seu coração.

256 - VINDE, ALEGRES CANTEMOS


POPULAR - 6/8 - São José - Entrada

D Bm A D Bm Em A D Bm A Bm E7
Vinde, alegres cantemos, /A Deus demos louvor. /A um Pai exaltemos /Sempre com mais
A
fervor.
D Em A7 D Bm G A7
Refr.: São José, a vós nosso amor. / Sede nosso bom protetor; / Aumentai o nosso
D
fervor.
2. Quis o Verbo Divino dar-vos nome de pai; / Um glorioso destino para nós impetrai.
3. Vós, esposo preclaro, amantíssimo Pai; / Dos cristãos firmes amparo, este canto aceitai

257 - JOSÉ FELIZ ESPOSO


– POPULAR - 4/4 - São José – Entrada

C Am Em F G7 C F G C Am Dm G7
José, feliz esposo, da Virgem Mãe de Deus, / Com teu favor poderoso, / Ampara os filhos
C F G C Am Dm G7 C
teus Com teu favor poderoso, ampara os filhos teus.
2. Entre os varões mais célebres, / Tu só foste escolhido, / Por guarda fildelíssimo do
Redentor nascido.
69

3. Banhado em ternas lágrimas, / Viste aos acenos teus, / Sujeito o Rei da glória. / O criador
dos céus.
4. Proféticas visões, em ti se averiguaram, / A ti o sol e a lua, humildes se inclinaram.

258 - UM DIA NA GALILÉIA


GERALDO C. DA SILVA - 6/8 - São João – Entrada

D A D D7 G A7 D A7
Um dia, na Galiléia, / Um homem chamado João /:Falava com ternura de amor a seus
D
irmãos.:/
A7 D D7 G A7 D A7
Refr.: Viva João Batista, / Viva o precursor! /:Porque João Batista, / Anunciava o
D
Salvador.:/
2. Seu rosto resplandecia, / A paz que ele trazia. /:"Fazei penitência", / Sempre, sempre
João dizia.:/
3. Às margens do Jordão / João batizava o povo, /:Dizendo que Deus viria / Instaurar um
reino novo.:/
4. Às vezes João se zangava / Com os duros de coração, / Dizendo que já estava / Muito
perto a salvação.:/

259 - ABRE A PORTA DO TEU CORAÇÃO


2/4 - Diversos

A F#m Bm D E7
1. Abre a porta do teu coração / E deixa Cristo entrar. / Ele te dará salvação / E ao céu te
A A7 D
levará. Abre a porta do teu coração / E deixa Cristo em ti habitar. / Abre a porta do teu
A E7 A
coração / Que Jesus te abençoará.
D A F#m Bm E7 A D
Refr. Abre a porta, abre a porta, abre a porta do teu coração. Abre a porta, abre a
A F#m Bm E7 A
porta que Jesus te abençoará!

260 - SEU NOME É JESUS CRISTO


CEBS - 2/4 - Comunhão

Dm Bb A Dm Bb A Gm
1. Seu nome é Jesus Cristo e passa fome, / E grita pela boca dos famintos. / E a gente
Dm Bb F A Dm
quando o vê passa adiante, / Às vezes pra chegar depressa à Igreja. / Seu nome é Jesus
Bb A Dm Bb A Gm
Cristo e está sem casa,/E dorme pelas beiras das calçadas./ E a gente quando o vê
Dm Bb F A
aperta o passo, / E diz que ele dormiu embriagado.
Gm C A7 Dm Gm A A7 Dm
Refr.: Entre nós está e não o conhecemos. / Entre nós está e nós o desprezamos.
Gm C A7 Dm Gm A A7 Dm
Entre nós está e não o conhecemos.\ Entre nós está e nós o desprezamos.
70

2. Seu nome é Jesus Cristo e é analfabeto / E vive mendigando subemprego, / E a gente


quando o vê diz: "é um a-toa, / Melhor que trabalhasse e não pedisse". / Seu nome é
Jesus Cristo e está banido / Das rodas sociais e das Igrejas, / Porque dele fizeram um rei
potente, / Enquanto que ele vive com o pobre.
3. Seu nome é Jesus Cristo e está doente, / E vive atrás das grades da cadeia. / E nós tão
raramente vamos vê-lo, / Sabemos que ele é um marginal. / Seu nome é Jesus Cristo e anda
sedento / Por um mundo de amor e de justiça. / Mas logo que contesta pela paz, / A ordem o
obriga a ser da guerra.

261 - FELICIDADE CHEGOU


4/4 - Diversos

E B7 E E7 A Am
Felicidade chegou, / Nem sequer se apresentou. / Foi entrando de mansinho / Pela fresta
B7 E C#m F#m B7 E
que eu deixei, / Quando a porta eu fechei / E jurei não mais amar.
2. Esperança chegou, / Nem sequer se apresentou. / Foi entrando de mansinho / Pela fresta
que eu deixei, / No sermão que eu escutei / E lutei pra não chorar.
3. Jesus Cristo chegou, / Nem sequer se apresentou. / Foi entrando de mansinho / pela
fresta que eu deixei, / Num irmão que eu ajudei / Sem querer devolução.
4. Minha vida mudou. / Minha paz eu encontrei. / Ela veio de mansinho / Pelas frestas que
eu deixei, / E porque me descuidei, / Deus entrou com seu amor.

262 - PARA MIM


RITA DE C. RIBEIRO - 4/4 - Diversos

C G G7 C A7 Dm G G7
1. Para mim a chuva no telhado, é cantiga de ninar; / Mas o pobre meu irmão, para
C C7 F Am G7 C
ele chuva fria / Vai entrando em seu barraco e faz lama pelo chão.
C7 F Dm G C G G7
Como posso ter sono sossegado / Se no dia que passou, / Os meus braços eu
C C7 F Am G C G G7
cruzei. /:Como posso ser feliz?:/ /:Se ao pobre meu irmão:/ /:Eu fechei o coração:/
C
/:Meu amor eu recusei.:/
2. Para mim o vento que assobia, é noturna melodia, / Mas o pobre meu irmão, ouve o vento
angustiado; / Pois o vento, este malvado, lhe desmancha o barracão.

263 - SENHOR, FAZEI-ME INSTRUMENTO


PE. IRALA - 2/4 - Comunhão

Bm D Em Bm Em G Bm
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz./Onde houver ódio que eu leve o amor,/ Onde
Em G Bm D A Bm
houver ofensa, que eu leve o perdão./Onde houver discórida, que eu leve a união. / Onde
D Em Bm Em G Bm
houver dúvida que eu leve a fé. / Onde houver erro, que eu leve a verdade, / Onde houver
Em G Bm D A Bm
desespero que eu leve a esperança / Onde houver tristeza que eu leve a alegria / Onde
D Em Bm
houver trevas, que eu leve a luz.
71

D Em D Bm
Ó Mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado,
G D A D A7 D F#7
Compreender que ser compreendido, / Amar que ser amado. / Pois é dando que se
Bm G D A D A Em Bm Em
recebe, / É perdoando que se é perdoado. / E é morrendo que se vive para a vida
F#7 Bm
eter--------------na.:/

264 - DAS MUITAS COISAS


PE. ZEZINHO - 4/4 – Família

F C7 F C7 F F7
Das muitas coisas do meu tempo de criança / Guardo vivo na lembrança, / O aconchego
Bb Gm C Gm C Gm
do meu lar, / No fim da tarde quando tudo se aquietava / A família se ajuntava / Lá no
C7 F C7 F C7
alpendre a conversar./Meus pais não tinham nem escola nem dinheiro, /Todo o dia, o ano
F F7 Bb F D7
inteiro /Trabalhavam sem parar;/ Faltava tudo, mas a gente não ligava; / O importante não
Gm C7 F
faltava:/ Seu sorriso e seu olhar.
C7 F C7 F
:\Ô... Ô... Ô... Ô... Ô... Ô...Ô...Ô...Ô...Ô...Ô.......Ô:\
2. Eu tantas vezes vi meu pai chegar cansado, / Mas aquilo era sagrado, / Um por um ele
afagava / E perguntava quem fizera estrepolia; / E mamãe nos defendia e tudo aos
poucos se ajeitava; / O sol se punha, e a viola alguém trazia, / Todo mundo então queria
ver papai cantar com a gente, / Desafinado, meio rouco e voz cansada, / Ele cantava mil
toadas, seu olhar no sol poente.
3. Correu o tempo e hoje eu vejo a maravilha / De se ter uma família quando tantos não a
têm; / Agora falam do desquite e do divórcio, / O amor virou consórcio, compromisso de
ninguém. / Há tantos filhos que bem mais do que um palácio / Gostariam de um abraço e
do carinho de seus pais; / Se os pais amassem, o divórcio não viria; / Chamam a isto de
utopia, / Eu a isto chamo, paz...

265 - TODO DIA EU ENCONTRO


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Entrada

A E7 A
1. Todo dia eu encontro muita gente, / Que vai, que vem / O que pensa, o que vive, o que
E B7 E
sente / Eu não sei se o sabe alguém.
E7 A E7 A E7 A
Refr.: Caminhar com razão, / Eis da vida uma lição / E sorrir, e cantar, / E o mundo a
E7 A
Deus levar.
2. Tenho pena de quem anda pela vida / Sem ter pra quê. / É jornada que se vê quase
perdida, / Quando há tanto que aprender.
72

3. Nossa vida deve ter um rumo certo:/ O céu, no além. / Cada passo nos conduz dele mais
perto, / Mas aqui é céu também.

266 - POR MELHOR


WALDECI FARIAS - 6/8 - Salmos

F A Bb F
Por melhor que seja alguém, /Chega o dia em que há de faltar. / Só o Deus vivo a palavra
Dm G7 C
mantém / E jamais ele há de faltar.
F Am Bb D7 Gm C Am
Refr.: Quero cantar ao Senhor, / Sempre, e enquanto eu viver. / Hei de provar seu
Dm Gm F C7 F
amor, / Seu valor e seu poder. ( bis )
2. Nosso Deus põe-se do lado / Dos famintos e injustiçados / Dos pobres e oprimidos, / Dos
injustamente vencidos.
3. Ele barra os caminhos dos maus / Que exploram sem compaixão; / Mas dá força ao braço
dos bons / Que sustentam o peso do irmão.

267 - NOSSA ALEGRIA


2/4 - Diversos

E B7 E
Nossa alegria é saber que um dia / Todo esse povo se libertará. /:Pois Jesus Cristo é o
E7 A E B7 E
Senhor do mundo / Nossa esperança realizará.:/
2. Jesus manda libertar os pobres / E ser cristão é ser libertador. /:Nascemos livres pra
crescer na vida, / Não pra ser pobres, nem viver na dor.:/
3. Vendo no mundo tanta coisa errada / A gente pensa em desanimar. /:Mas quem tem fé
ele está com Cristo / Tem esperança e força pra lutar.:/
4. Não diga nada que Deus é culpado / Quando na vida o sofrimento vem. /:Vamos lutar
que o sofrimento passa, / Pois Jesus Cristo já sofreu também.:/
5. Libertação se alcança no trabalho / Mas há dois modos de se trabalhar. /:Há quem
trabalha escravo do dinheiro, / Há quem procura o mundo melhorar.:/
6. E pouco a pouco o tempo vai passando / A gente espera a libertação. /:Se a gente luta
ela vai chegando / Se a gente pára ela não chega não.:/

268 - SÓ NO SILÊNCIO
2/4 - Diversos

C Am Dm G7 C Am
Só no silêncio Deus se revela a você. / Só no silêncio entendemos por que / é importante
Dm G7 C C7
calar / para ouvir a sua voz.
F C Am Dm G7
Refr.: Agora é hora, de silêncio interior, / De deixar Cristo falar, / Sua mensagem de
C
amor.:/
G7 C G7
É fácil encontrar-se com Deus:/ É só saber silenciar. / Em tudo Ele se faz presente, / Até
C
no barulho do mar.
73

269 - TU ME CONHECES
RCC - 2/4 - Salmos

Dm A7
1. Tu me conheces quando estou sentado / Te me conheces quando estou de pé. / Vês
Dm
claramente quando estou andando, /Quando repouso tu também me vês./Se pelas costas
D7 Gm
sinto que me abranges, / Também de frente sei que me percebes, / Pra ficar longe do teu
Dm Bb A7 Dm
espírito, / O que farei, Aonde irei, não sei.
Gm A7 Dm Gm A7
Refr.: Para onde irei? Para onde fugirei? / Se subo ao céu ou se me prosto no abismo /
Dm Gm A7 Dm Gm A7
Eu te encontro lá./Para onde irei? Para onde fugirei? / Se estás no alto da montanha
Dm
verdejante / Ou nos confins do mar!
2. Se eu disser que as trevas me escondam / E que não haja luz onde eu passar, / Pra ti a
noite é clara como o dia / Nada se oculta ao teu divino olhar. / Tu me tocaste no seio
materno / E definiste todo o meu viver, / As tuas obras são maravilhosas / Que maravilha,
meu Senhor, sou eu.
3. Dá-me tuas mãos, ó meu Senhor bendito, / Benditas sejam sempre as tuas mãos, / Prova-
me, Deus, e vê meus pensamentos, / Olha-me, Deus, e vê meu coração. / Livra-me, Deus,
de todo o mau caminho; / Quero viver, quero sorrir, cantar. / Pelo caminho da eternidade, /
Senhor, terei toda felicidade.

270 – MAGNIFICAT
NOVENAS DE NATAL - 2/4 - N. SENHORA

E B7 E B7
Magníficat, magníficat é o canto de amor. / Minha alma engrandece a Deus, meu
E
Salvador.
E7 A B7 E E7
1. /:Canta coração, alegre e feliz, / Com gratidão a Deus bendiz. Canta, coração, alegre e
A E B7 E
feliz. Com gratidão a Deus bendiz.
2. /:Santo é seu nome que está em toda a terra, / Puro é seu amor que alegria encerra.:/
3. /:Nossa união é o milagre de amor / Vindo de Jesus, o nosso Salvador.:/

271 - O MEU CORAÇÃO


- IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Crianças – Final

C D7 G C Am D7 G
1. O meu coração se alegra no Senhor. / Me sinto feliz e canto o seu amor.
C A7 Dm G7 C
Refr.: /:Trá-lá-lá-lá-lá, eu não vou só. / Trá-lá-lá-lá-lá, eu vou com Deus.
C7 F C G7 C
Trá-lá-lá-lá, eu não vou só. Trá-lá-lá-lá, eu vou com Deus!
2. Aos outros direi o que ele fez por mim. / Pra casa irei feliz, can-tando assim:
3. Ninguém fique só, vamos nos dar as mãos. / E venham cantar comigo este refrão:
74

272 - EU SOU FELIZ


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 – Crianças – Entrada

D A7
Eu sou feliz, tu és feliz, porque viemos com o Pai nos encontrar para falar, / Para ouvir o
D D7
que ele tem a nos dizer.
G D A7 D D7 G D A7 D
Refr.: /:Com Deus, meu pai, eu sou feliz. / Com meus irmãos eu sou feliz.:/
2. O próprio Deus nos preparou a grande festa do encontro e do amor. / E a todos quer
alimentar com Jesus Cristo, o Pão do céu.
3. Vamos rezar, vamos cantar o amor de Deus que nos salvou e nos quer bem. / Ele nos fez
todos irmãos, somos família no Senhor.

274 - ACEITA, SENHOR


PE. ZEZINHO - 6/8 - Apresentação das Oferendas

G C Am D7
Refr.: Aceita, Senhor, nossos dons, / Aceita, Senhor, nosso pão, / Aceita, Senhor,
G C Am D7
nosso vinho. Aceita, Senhor, nossa gente /Sofrida, oprimida, esquecida,/Aceita esta
G
dor que machuca demais.

Am D7 G
1. Aceita, também nossa fome de paz. / Aceita, Senhor, nossa fome de amor. / Aceita,
Am D7 G
Senhor, este humano calor / Dos povos latinos que querem viver / Sem fome e sem medo
Am D7 G
num mundo de paz, / Na paz da justiça de homens iguais...
Am D7 G
Refr.: Aceita, Senhor, nosso Deus, / Os dons que, por certo, são teus. Aceita,
AmG D7 G
Senhor,nosso Deus, os dons que por certo são teus.
2. Aceita, também, nossos povos, Senhor / Crianças e jovens sedentos de amor / E todos
aqueles sem voz e sem vez / Com fome de paz e de amor e de pão, / Que esperam os
ventos da renovação, / À luz do que disse Jesus, nosso irmão.

275 - PELO BATISMO


A. MARQUES FERREIRA - 4/4 - Batismo

C G
Pelo batismo recebi uma missão:/ Vou trabalhar pelo Reino do Senhor, / Vou anunciar o
C G7 C F
Evangelho para os povos, / Vou ser profeta, sacerdote, rei, pastor; / Vou anunciar a Boa
C G
Nova de Jesus, / Como profeta recebi esta missão; / Onde for, serei fermento, sal e luz, /
C G7 C
levando a todos a mensagem de Cristão.
2. O Evangelho não pode ficar parado; / Vou anunciá-lo: esta é a minha obrigação; / A messe
é grande e precisa de operários, / Vou cooperar na evangelização; / Sou mensageiro
75

enviado do Senhor, / Onde houver trevas eu irei levar a luz, / Também direi a todos que
Deus é Pai, / Anunciando a mensagem de Jesus.
3. Quem perguntar por que Jesus veio ao mundo, / Eu vou dizer: foi pra salvar a
humanidade, / Pra libertar o homem da escravidão / E dar a ele nova oportunidade; / Pois os
profetas já vinham anunciando / A sua vinda e qual a finalidade, / Jesus profeta, sacerdote,
rei, pastor / Veio ensinar-nos o caminho da verdade.

276 - SOMOS GENTE NOVA


ZÉ VICENTE - 2/4 - Entrada

A E7 A E7
Refr.: Somos gente nova, vivendo a união / Somos povo-semente de uma nova nação
A
Ê Ê / Somos gente nova, vivendo o amor / Somos comunidades, povo do Senhor - Ê Ê
D E7
1. Vou convidar os meus irmãos trabalhadores, / Operários, lavradores, biscateiros e outros
E D E7 A
mais / E juntos vamos celebrar a confiança, / Nossa luta na esperança de ter terra, pão e
paz.
ÊÊ
2. Convido os negros, irmãos no sangue e na sina, / Seu gingado nos ensina a dança da
redenção. / De braços dados, no terreiro da irmandade / Vamos sambar de verdade
enquanto chega a razão. Ê Ê

277 - QUANDO O DIA DA PAZ


ZÉ VICENTE - 6/8 - Diversos
D Em
1. Quando o dia da paz renascer, / Quando o sol da esperança brilhar, / Eu vou cantar. /
A7 D
Quando o povo nas ruas sorrir / E a roseira de novo florir,/Eu vou cantar. / Quando as cercas
Em A7
cairem no chão, /Quando as mesas se encherem de pão, /Eu vou cantar. / Quando os muros
D
que cercam os jardins, / Destruídos, então os jasmins vão perfumar.
A G D A7 D A
Refr.: /:Vai ser tão bonito se ouvir a canção / Cantada de novo. / No olhar do homem a
G D A7 D
certeza do irmão, / Reinado do povo.:/
2. Quando as armas da destruição / Destruídas em cada nação, / Eu vou sonhar, / E o
decreto que encerra a opressão, / Assinado só no coração, / Vai triunfar. / Quando a voz da
verdade se ouvir / E a mentira não mais existir será enfim, / Tempo novo de eterna justiça /
Sem ódio, sem sangue ou cobiça:/ Vai ser assim.

278 - ESTAREMOS AQUI REUNIDOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Entrada

F C7 F Bb G7 C Gm
Refr.: Estaremos aqui reunidos como estavam em Jerusalém. / Pois só quando
C7 F Dm Gm C7 F
vivemos unidos, / É que o Espírito Santo nos vem.
C F A7 Dm Bb
76

1. Ninguém pára este vento passando. / Ninguém vê e ele sopra onde quer. / Força igual tem
F C7 F
o Espírito quando / Faz a Igreja de Cristo crescer.

279 - SENHOR, VEM DAR-NOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - PENTECOSTES - Comunhão

G D7 G G7
1. Senhor, vem dar-nos sabedoria / Que faz ser tudo como Deus quis. / E assim faremos da
C G D7 G
Eucaristia / O grande meio de ser feliz.
C G D7 G G7 C G D7 G
Refr.: Dá-nos Senhor, esses dons, essa luz / E nós veremos que Pão é Jesus.
2. Dá-nos Senhor, o entendimento / Que tudo ajuda a compre-ender. / Para nós vermos
como é alimento / O pão e o vinho que Deus quer ser.

280 - UM DIA, UMA CRIANÇA ME PAROU


PE. ZEZINHO - 2/4 - Jesus Cristo

E F#m B7 E F#m
1. Um dia uma criança me parou, / Olhou-me nos meus olhos a sorrir, / Caneta e papel na
B7 E E7 A
sua mão, / Tarefa escolar para cumprir. / E perguntou no meio de um sorriso:/ O que é
E B7 E
preciso para ser feliz?
E7 A B7 E F#m
Refr.: Amar como Jesus amou, / Sonhar como Jesus sonhou, / Pensar como Jesus
B7 E E7 A Am
pensou, / Viver como Jesus viveu. /:Sentir o que Jesus sentia, / Sorrir como Jesus
E C#m F#m B7 E
sorria, / E ao chegar ao fim do dia / Sei que eu dormiria / Muito mais feliz.:/
2. Ouvindo o que eu falei ela me olhou / E disse que era lindo o que eu falei, / Pediu que eu
repetisse por favor, / Que não falasse tudo de uma vez. / E perguntou no meio de um
sorriso:/ O que é preciso para ser feliz?
3. Depois que eu terminei de repetir, / Seus olhos não saíam do papel. / Olhei no seu
rostinho e a sorrir / Pedi que ao transmitir fosse fiel. / E ela deu-me um beijo demorado / E
ao meu lado foi dizendo assim:

281 - EU CONFIO EM NOSSO SENHOR


4/4 - Procissões

D A7 D D7
Refr.: /:Eu confio em nosso Senhor com fé, esperança e amor. Eu confio em Nosso
G D A7 D
Senhor com fé, esperança e amor.
1. A meu Deus fiel sempre serei, / Eu confio em nosso Senhor. / Seus preceitos, oh, sim,
cumprirei, / Com fé, esperança e amor.
2. Venha embora qualquer tentação, / Eu confio em nosso Senhor. / Mostrarei que sou
sempre cristão, / Com fé, esperança e amor.
3. Com as armas da fé lutarei; / Eu confio em nosso Senhor. / Nessa luta, por Deus
vencerei / Com fé, esperança e amor.
77

4. Os fracassos não hei de temer / Eu confio em nosso Senhor. / Pois com Deus hei de
sempre vencer, / Com fé, esperança, e amor.
5. Em perigo, aflição ou em dor / Eu confio em nosso Senhor. / Chamarei a meu Deus com
fervor, / Com fé, esperança e amor.
6. E depois d'uma vida com Deus, / Eu confio em nosso Senhor. / Eu espero partir para os
céus / Com fé, esperança e amor.

282 - SE AS ÁGUAS
D.R. - 4/4 - Comunhão

E E7 A E C#m F#m B7
1. Se as águas do mar da vida, / Quiserem te afogar, / Segura na mão de Deus e vai. / Se as
E E7 A E C#m B7 E
tristezas desta vida / Quiserem te sufocar, / Segura na mão de Deus e vai.
E7 A E C#m F#m B7
Refr.: Segura na mão de Deus, / Segura na mão de Deus, / Pois ela, ela te sustentará.
E E7 A E C#m B7 E
Não temas, segue adiante / E não olhes para trás, / Segura na mão de Deus e vai.:/
2. Se a jornada é pesada / E te cansas na caminhada, / Segura na mão de Deus e vai. /
Orando, jejuando, / Confiando e confessando, / Segura na mão de Deus e vai.
3. O Espírito do Senhor, / sempre me revestirá, / Segura na mão de Deus e vai. / Jesus
Cristo prometeu / Que jamais te deixará, / Segura na mão de Deus e vai.

283 - GLÓRIA, GLÓRIA, GLÓRIA


W. STEFE - 4/4 - Diversos

G G7 C G Em Am D7
Refr.: Glória, glória, Aleluia! / Glória, glória. Aleluia! Glória, glória, Aleluia Louvemos o
G
Senhor!
G7 C
1. Na beleza do que vemos / Deus nos fala ao coração. / Tudo canta: Deus é grande, Deus é
G Em Am D7 G
bom e Deus é Pai. / É seu Filho, Jesus Cristo, / Que nos une por amor:/ Louvemos o Senhor!
2. Deus nos fez comunidade / Pra vivermos como irmãos. / Braços dados, todos juntos, /
Caminhemos sem parar. / Jesus Cristo vai conosco, / Ele é jovem como nós; / Louvemos o
Senhor!

284 - JESUS, JESUS DE NAZARÉ


PE. JONAS ABIB - 3/4 - - Mantra

E C#m F#m B7 E E7 A E
Jesus, Jesus de Nazaré, / O teu semblante eu quero ter; / Tal qual és tu eu quero ser, /
B7 E
Jesus, Jesus de Nazaré.
78

285 - NINGUÉM PODE


R. FABRETI - 6/8 - DIVERSOS

G C G Em Am D7 G
Refr. / : Ô Ô Ô Ô Ô... LÁ LÁ L Á LÁ LÁ... IÁ LÁ IÁ : \
C D C G
1. Ninguém pode prender um sonho, / e impedir alguém de sonhar. / Ninguém pode cortar
C D C G G7 C D
a esperança/ de um povo sofrido a lutar. / Ninguém pode abafar o grito/ do oprimido
C G G7 C D7 G
clamando a Javé/ Deus que salva e liberta o seu povo, / que ergue o caído e alimenta sua fé.
2. Todo sonho alimenta a história/ e a vitória do povo a chegar. / Vamos juntos que neste
caminho/ ninguém sobra ou fica pra trás. / Para ver este mundo florido, / crianças sorrindo
sem fome e sem dor, / ‘preciso cuidar bem da vida, / que a vida sofrida se eleva em
clamor.
3- Ninguém pode prender um sonho. / Como a luz do sol que nasceu, / ele brilha inventando
caminhos, / e desvela o que a noite escondeu. / Ninguém pode abafar o grito/ de quem sofre
de tanto suor pelo pão, / pela paz e a justiça/ e anda à procura de um mundo melhor.

286 - QUE NENHUMA FAMÍLIA


PE. ZEZINHO - 6/8 - Família – Comunhão

D A7
1. Que nenhuma família comece em qualquer de repente, que nenhuma família termine
D A7
por falta de amor! Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente e que nada no
D A7
mundo separe um casal sonhador. Que nenhuma família se abriguedebaixo da ponte; que
D
ninguém interfira no lar e na vida dos dois! Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum
A7 D
horizonte; que eles vivam do ontem, no hoje e em função de um depois.
Bm Em A7
Refr. Que a família comece e termine sabendo onde vai, e que o homem carregue nos
D Bm Em A7
ombros a graça de um pai. Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor,
D A7 D
e que os filhos conheçam a força que brota do amor.
A7 D
/ : Abençoa, Senhor, as famílias. Amém. Abençoa, Senhor, a minha também! : /
2 - Que marido e mulher tenham força de amar sem medida; que ninguém vá dormir sem
pedir ou sem dar seu perdão! Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida; que a
família celebre a partilha do abraço e do pão. Que marido e mulher não se traiam nem
traiam seus filhos; que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois. Que no seu
firmamento a estrela que tem maior brilho seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e
depois.

287 - É NO CAMPO DA VIDA


79

PE. ANTONIO MARIA - 3/4 - Família


F Gm C7 F Gm C7
1. É no campo da vida que se esconde um tesouro./Vale mais que o ouro, mais que a prata
F Dm Gm C7 F Dm Gm C7 F
que brilha. / É presente de Deus, é o céu já aqui. / O amor mora ali e se chama família.
C7
Refr.: Como é bom ter a minha família, como é bom! / Vale a pena vender tudo o mais
F C
para poder comprar / Esse campo que esconde um tesouro, que é puro dom:/ É meu
Gm C7 F
ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar.
2. Até mesmo o céu desejou ser família / Para que a família desejasse ser céu. / Nela se faz
a paz no ouvir, no falar / E na arte de amar o amargor vira mel.
3. Surgem falsos brilhantes enganando a família, / Tão sutil armadilha de doce sabor. / A
riqueza maior é de Deus a presença / Na saúde ou doença, na alegria e na dor.

288 - POVOS D'AMÉRICA


PE. JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 4/4 - Missões

Em B7 Em Am F#m B7
1. Povos d'América! Gente sofrida, / Onde a esperança insiste em germinar. / Povos
Em B7 Em Am F#m B7
d'América! Quanta alegria! / São tantas raças, vozes a cantar.
E E7 A B7 E E7 A
Refr.: Negros e brancos, índios, mestiços, / De todos Deus é Pai. / Uma só fé, um só
B7 E A F#m B7 E F#m B7 E
Salvador, / O mundo evangelizai. / "Vin---de, vede e anunciai". (bis)

2. Povos d'América! Denunciai! / Rostos marcados pela opressão. / Povos d'América!


Anunciai! / Da cruz de Cristo, surge um mundo irmão.
3. Povos d'América! Povos da terra! / Desfigurados na pobreza e dor. / Povos d'América!
Nações do mundo, / Buscai no Cristo, a força do amor.
4. Ó Mãe d'América! De Guadalupe, / De Aparecida e tantos nomes mais. / Virgem Maria,
Mãe destes povos, / Eis vossos filhos a quem tanto amais.

290 - UM CORAÇÃO PARA AMAR


PE. ZEZINHO - 3/4 - - Apresentação das Oferendas

A E7
Um coração para amar, / Pra perdoar e sentir, / Para chorar e sorrir, / Um coração tu me
A E7
deste. / Um coração pra sonhar,/ Inquieto e sempre a bater, / Ansioso por entender as coisas
A
que tu disseste.
F#m Bm E7 A F#m
/:Eis o que venho te dar, / Eis o que ponho no altar. / Toma, Senhor, que
Bm E7 A
ele é teu. / Meu coração não é meu.:/
2. Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não me sinta capaz de sentir ódio ou
rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as
consequências do amor.
80

291 - BENDITO SEJAIS


JOÃO CARLOS RIBEIRO - 6/8 - Salmos

A E7 A
1. De Deus criaturas e todos mortais, / Dizei-lhe cantando: Bendito sejais! / Ó anjos celestes
E7 A
que a Deus adorais, / Dizei-lhe cantando: Bendito sejais!
Bm E7 A
Refr.: Bendito sejais, ó Pai Criador, / Pai Santo e Senhor: Bendito sejais!
2. Estrelas e luas e sol que brilhais / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais! / Ó noites e dias,
manhãs que raiais / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais.
3. Ó ventos e nuvens que as chuvas formais, / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais! /
Montanhas e vales que o mundo enfeitais, / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais!
4. Florestas e campos, lavouras, quintais / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais! / Ó aves e
peixes e os animais, / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais!
4. Crianças e jovens, ó filhos e pais / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais! / Profetas e justos,
de Cristo sinais, / Dizei-lhe cantando: Bendito Sejais!

292 - EIS QUE VENHO, Ó PAI


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - Vocacional

A F#m E D E A F#m
Refr.: "Eis que venho, ó Pai, Para fazer vossa vontade!" “Eis que venho, ó Pai, para
E7 A
fazer vossa vontade!”
F#m D F#m A E7 A E
1. Bem confiante esperei no Senhor, / Pois Ele escutou e atendeu os meus brados.
2. Sacrifício nenhum satisfaz, / Mas vossa vontade quereis que se faça.
3. Não fechei os meus lábios, Senhor, / Jamais deixarei de anunciar a justiça.

293 - EU NAVEGAREI
AZMANETH CARNEIRO DA SILVA - 4/4 - Pentecostes

Am G Dm E7 Am
1. Eu navegarei no oceano do Espírito / E ali adorarei ao Deus do meu amor. (bis)
G F
Refr.: Espírito, Espírito, que desce como fogo, / Vem como em Pentecostes e enche-
E
me de novo. (Bis)
2. Eu adorarei ao Deus da minha vida, / Que me compreendeu sem nenhuma explicação. (b

294 – SANTO É O SENHOR


JOSÉ ELÓI FRANZ - 2/4 - Santo
D A7 D
1. /:Santo é o Senhor, Deus do universo! Santo é o Senhor, Deus do universo.
D7 G D A7 D
Refr.: Santo é o Senhor! Santo é o Senhor, Hosana nas alturas!
2. /:O céu e a terra proclamam a vossa glória!:/
81

3. /:Bendito o que vem em nome do Senhor.:/

295 - OS IRMÃOS
JOSE ACACIO SANTANA - 6/8 - Família – Comunhão

F C7 F C7 F F7
1. Os irmãos se sentam à mesma mesa;/ Sabem dialogar com toda franqueza.
Bb C F F7 Bb
Refr.: /:São filhos do mesmo Pai, / Com sangue da mesma cor; / Herdeiros do mesmo
C F C7 F
céu, / Nascidos do mesmo amor.:/
2. Os irmãos residem no mesmo prédio, / Para manter a paz, o amor é remédio.
3. Os irmãos estudam na mesma sala, / Sua amizade é grande, a nada se iguala.
4. Os irmãos celebram na mesma igreja, / Rezam de mãos unidas: Deus nos proteja!
5. Os irmãos trabalham na mesma indústria, / Sabem se ajudar nas suas angústias.
6. Os irmãos convivem na mesma terra, / Sabem se respeitar, jamais fazem guerra.

296 - NÓS SOMOS


JOSE ACACIO SANTANA - 2/4 - Entrada

Dm A Dm
1. Nós somos o povo de Deus, / Cantando uma nova canção. / Uma canção que soa como
Gm Dm E7 A A7
um grito, / Que chega ao infinito / E atinge o coração de Deus.
Dm Gm C F F7 Bb
Refr.: O Senhor vai trazer um tempo novo, / O Senhor vai ouvir a nossa voz! / O Senhor
Gm A A7 Dm
vai libertar seu povo / Das opressões dos modernos faraós.:/
2. Nós somos o povo de Deus, / Em busca da libertação. / Libertação que vem pela verdade,
/ Promove a dignidade / E cria um mundo mais irmão.

297 - COMO É BONITO


JOSE ACACIO SANTANA - 6/8 - Entrada

G D7 G C G D7 G
1. Como é bonito, Senhor, cada manhã te agradecer; / Mais uma vez teu amor vem me
C A7 R7
chamar para viver.
G C A7 D G B7 Em G
Refr.: Contigo, Deus de amor, Eu quero caminhar / E assim, por onde eu for, irás me
D7 G
acompanhar!
2. Como é bonito, Senhor, cada manhã ter o meu pão / E desejá-lo também a cada um dos meus
irmãos.
3. Como é bonito, Senhor, cada manhã recomeçar, / Tendo a certeza e a fé que tua mão vai me
ajudar.

298 - SÃO BOM JESUS


PE. NEY BRASIL - 9 / 8 - Quaresma

D Em A7 D
1. São Bom Jesus de mãos atadas, pode usar as minhas mãos / Que elas sejam
82

Em A7 D
empregadas para ajudar os meus irmãos.
D7 G A D F#m G
Refr.: /:Olha o povo, Senhor, eu te peço, é a fé que reúne e conduz / E na vida só quer
Em G D A7 D
um sucesso / Quer ser bom como o São Bom Jesus.:/

2. São Bom Jesus de olhar tão triste, mas tão cheio de perdão / Quem te vê logo desiste de ódio ter
no coração.
3. São Bom Jesus ferido inteiro, torturado pelo algoz / A Jesus fere primeiro quem maltrata algum de
nós.
4. São Bom Jesus abandonado, por um povo sem pesar / Lutarei contra o pecado para nunca te
deixar.
5. São Bom Jesus o mundo injusto te castiga e faz sofrer / Vamos nós a todo custo, a injustiça
combater.

299 - TRABALHAR O PÃO


PE. ZEZINHO - 4/4 - Apresentação das Oferendas

Em Am B7 Em
Refr.: /:Trabalhar o pão, celebrar o pão, / Oferecer e consagrar e comungar o pão!:/
Am Em Am Em Am Em
1. Fruto do suor e do trabalho, / Sacrifício que Jesus pediu; / Pão da liberdade e da justiça, /
Am B7 Em Am Si7 Em
Pão da vida, pão do céu:/ Te ofertamos porque tudo é teu!
2. Fruto da esperança e da partilha, / Santa missa que nos faz irmãos; / Pão da liberdade e
da justiça, / Pão da vida, pão do céu:/ Pão bendito de libertação!

301 - SE CALAREM A VOZ DOS PROFETAS


CECILI VAZ CASTILHO - 6/8 - Comunhão

C Em Dm G7 C Em
1- Se calarem a voz dos profetas, as pedras falarão. / Se fecharem uns poucos caminhos,
Dm G7 C C7 F
mil trilhas nascerão. / Muito tempo não dura a verdade nestas margens estreitas demais:
C Am Dm G7 C
Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais!
C7 F G7 C Bb A7 Dm
Refr.: É Jesus este pão de igualdade:/ Viemos pra comungar. / Com a luta sofrida do
G7 C C7 F G7 C
povo, / Que quer ter voz, ter vez, lugar. / Comungar é tornar-se um perigo:/ Viemos pra
Bb A7 Dm G7 C F Fm C
incomodar. / Com a fé e a união nossos passos, / Um dia vão chegar.
2 - O Espírito é vento incessante, / Que nada há de prender. / Ele sopra até no absurdo /
Que a gente não quer ver.
No banquete das festas de uns poucos, / Só rico se sentou. / Nosso Deus fica ao lado dos
pobres, / Colhendo o que sobrou.
3 - O poder tem raízes na areia, / O tempo o faz cair. / União é a rocha que o povo/ Usou prá
construir.
Toda luta verá o seu dia/ Nascer da escuridão. / Ensaiamos a festa e a alegria, / Fazendo
comunhão.
83

303 - É BONITA DEMAIS


ZÉ VICENTE - 2/4 - Diversos

A A7 D E7 A
Refr.: É bonita demais, é bonita demais, / A mão de quem conduz a bandeira da paz.
E7 A Bm E7
1 - É paz verdadeira que vem da justiça, irmão. / É a paz da esperança que nasce de dentro
A E7 A A7 D A
do coração. É a paz verdadeira que vem da justiça, irmão. É a paz da esperança que
E7 A
nasce de dentro do coração.
2 - /:É a paz da verdade, da pura irmandade do amor. / Paz da comunidade que busca
igualdade, ô ô. :/

304 – SANTO, SANTO


GLÓRIA VIANA - 6/8 - Santo

F C Gm C7 F F7 Bb
1 - Santo, Santo é o Senhor! Santo é o Deus de amor! Santo no céu, na terra e no mar!
F Dm Gm C7 F
Santo é o Senhor em todo o lugar.
2 – Santo é o Senhor da luz! Santo é o Senhor Jesus!
Santo no céu, na terra e luar! Santo é o Senhor em todo o lugar!

305 - SEMPRE PERTO DE DEUS!


GLÓRIA VIANA - 3/8 - Exéquias

C Em F C G7 C
1 - Sempre perto de Deus eu quero estar, sempre perto de Deus eu quero ficar.
2 - Nos caminhos que sigo, pra te encontrar, sempre perto de Deus eu quero ficar.
3 - Nos momentos difíceis do meu caminhar, sempre perto de Deus eu quero ficar.
4 - Na alegria e na dor do meu caminhar, sempre perto de Deus eu quero ficar.
84

310 - TENDE PIEDADE!


PE. ZEZINHO - 4/4 - Ato Penitencial

G D7 G Am D7 G
Tende piedade, tende piedade, tende piedade de nós, ó Senhor!
D7 G Am D7 G
Tende piedade, tende piedade, vosso povo é santo mas também é pecador.
C G C G D7 G
Vosso coração de Pai sabe perdoar. Vosso coração de Filho sabe perdoar.
C G D7 G
Vosso coração de Deus consolador sabe perdoar, sabe perdoar!

311 - DÁ-ME A PALAVRA CERTA!


PE. ZEZINHO - 6/8 - Celebração da Palavra

D G D G D E A Em A D G D
Dá-me a palavra certa na hora certa e do jeito certo e pra pessoa certa. Dá-me a cantiga certa na
G D E A Em A D D7 G D A
hora certa e do jeito certo e pra pessoa certa. Palavra é como pedra, preciosa, sim. Quem sabe o
G D D7 G D A
valor cuida bem do que diz. Palavra é como brasa: queima até o fim. Quem sabe o que diz
G D D7 G D A G
há de ser mais feliz. Palavra é como pedra, preciosa, sim. Quem sabe o valor cuida bem do
D D7 G D A G D
que diz. Palavra é como brasa: queima até o fim. Quem sabe o que diz...Vai levar a palavra.

312 - DAQUI DO MEU LUGAR!


PE. ZEZINHO - 4/4 - Comunhão

C G Am C G Am F G C G C
Daqui do meu lugar eu olho teu o altar. E fico a imaginar aquele pão, aquela refeição.
G Am C G Am
Partiste aquele pão e o deste aos teus irmãos.
F G C G C
Criaste a religião do pão do céu, do pão que vem do céu.
F C F C F C
Somos a Igreja do Pão, do pão repartido e do abraço da paz.
F C F C F C
Somos a Igreja do Pão, do pão repartido e do abraço da paz.
2) Daqui do meu lugar eu olho o teu altar. E fico a imaginar aquela paz, aquela comunhão.
Viveste aquela paz e a deste aos teus irmãos. Criaste a religião do pão e da paz,
da paz que vem do céu.
/:Somos a Igreja da paz, da paz partilhada e do abraço e do pão.:/ Daqui do meu lugar!

313 - POUCOS OS OPERÁRIOS


PE. ZEZINHO - 6/8 - Vocacional

D G D A D
Refr. : Poucos os operá---rios, poucos trabalhado---res, e a fome do povo aumenta
A Em A D G D
mais e mais. És o Senhor da messe, ouve esta nossa prece, põe sangue novo nas
Em A D
veias da tua igre---ja.
85

A Em A D D7 G D
1 - Falta pão porque falta trigo, falta trigo porque não semeiam e faltam semeadores porque
E7 A D A Em A D D7 G
ninguém foi lá fora chamar. Falta fé porque não se ouve. Não se ouve porque não se fala, e
D E7 A D
falta esse jeito novo de levar luz e de profetizar.
2 - Falta gente pra ir ao povo descobrir porque o povo se cala, Pastores e animadores pra
incentivar o teu povo a falar. Falta luz porque não se acende. Não se acende porque faltam
sonhos e falta esse jeito novo de levar luz e falar de Jesus!

314 - SE TU NOS AMAS...


4/4 - Vocacional - final

E A E7 A E B7 F#m B7 E
Se tu nos amas então nos chamas, amar é partilhar. Quem ama, chama, quer atenção. Todo
A B7 E
amor termina em vocação. (bis)
A E B7
1 - Eu sei que fui chamado e sou chamado, vocacionado pra fazer a paz. O que eu preciso
E B7 E
é aprender bem mais sobre o jeito de fazer a paz.
2.) Eu sei que a mina vida é bem mais que vida, quando eu me sinto fazedor da paz. O que
eu preciso é aprender bem mais sobre o jeito de fazer a paz.

315 - O PÃO SOFRIDO DA TERRA


ZÉ VICENTE - 2/4 - Comunhão

C G C G
1. ) O pão sofrido da terra na mesa da refeição, o pão partido na mesa se torna certeza e se faz
C C7 F C G
comunhão. O Corpo do meu Senhor, é força viva de paz. O Corpo do meu Senhor é força viva de
C
paz.
2.) Vinho de festa e alegria é vida no coração, vinho bebido na luta se torna conduta de
libertação. /:O Sangue do meu Senhor, é força viva de paz.: /
3.) Palavra viva do Reino na força de cada irmão, palavra que fortalece, anima e esclarece a
nossa união. /:Palavra do meu Senhor é força viva de paz.: /
4.) Flores dos jardins, dos campos, sorriso exposto no altar, flores molhadas do pranto de
quem deu a vida pra vida mudar. :/ A vida de quem tombou é força viva de paz.: /
5.) Água trazida da fonte matando a sede que mata, água da chuva no chão, traz vida e traz
pão pra gente e pra mata. :/ Água da vida, Jesus, é força viva de paz.: /
6.) Ceia Sagrada, Aliança, ato supremo do amor, ceia, encontro e esperança de Jesus co’a
gente transformando a dor. /:A ceia do meu Senhor é força viva de paz.: /
7.) Louvor que nasce da história do dia-a-dia do povo. Louvor ao Deus verdadeiro, fiel
justiceiro, pai do mundo novo. /:O nome do meu Senhor é força viva de paz.: /
86

317 - NOVO SOL BRILHOU!


FR. FABRETI - 4/4 - Páscoa - Entrada

G C D G Em D G
1 - Novo sol brilhou! A vida superou sofrimento, dor e morte, tudo, enfim. Nosso olhar se abriu.
C D G D7 G
Deus mesmo se incumbiu de tomar-nos pela mão assim.
D7 G C G D G C D7 G
O Deus de amor jamais se descuidou. Em seu vigor Jesus ressuscitou.
2.) Estender a mão, abrir o coração, acolher, compartilhar e perdoar é fazer o céu cumprir o seu
papel: já na terra tem de vigorar.

318 - SANTO ÉS TU, SENHOR!


DONATO - 3/8- Santo

G Am D7 G
Santo, Santo, Santo és tu, Senhor! ( bis )
Bm C G G7 C G D7
1 - O céu e a terra proclamam a vossa glória, o céu e a terra proclamam.
2 - Hosana nas alturas, hosana e louvor, hosana nas alturas, hosana.
3 - Bendito o que vem em nome do Senhor! Aquele que vem! Bendito!

319 - UMA VELA SE ACENDE


SÉRGIO GEREMIAS DE SOUZA E GLORIA VIANA - 2/4 - Advento – Novenas

C A7 Dm G7
1 - Uma vela se acende no caminho a iluminar. Preparemos nossa casa: é Jesus quem vai
C C7
chegar.
F C G
No Advento a tua vinda nós queremos preparar. Vem, Senhor, que é teu Natal.
C C7
Vem nascer em nosso lar.
F C G7
No Advento a tua vinda nós queremos preparar. Vem, Senhor, que é teu Natal.
C
Vem nascer em nosso lar.
2 - A Segunda vela acesa vem a vida clarear. Rejeitemos, pois, as trevas. É Jesus quem vai
chegar.
3 - Na terceira vela temos a esperança a crepitar. Nossa fé se reanima. É Jesus quem vai
chegar.
4 - Eis a luz da quarta vela: Um clarão se faz brilhar. Bate forte o coração. É Jesus quem vai chegar.

320 - VIRGEM MÃE TÃO PODEROSA


GLORIA VIANA - 2/4 - Final

G D G
1 - Virgem Mãe tão poderosa, Aparecida do Brasil! Mãe fiel aos seus devotos, de cor
D G
morena, uniu os filhos seus.
C G D G C
Mãe, és Rainha dos peregrinos que vêm de longe pra te saudar! Mãe venerada, sejas
87

G C D7 G
louvada! És o orgulho do Brasil!
2 - Mãe, teu nome ressurgindo dentro das águas de um grande rio, espalhou-se como vento,
de Sul a Norte pra nós surgiu. Mãe caridosa, sempre esperando, de mãos erguidas, os filhos
teus, és Rainha do mundo inteiro, Aparecida do Brasil!

321 - KYRIE, ELEISON!


ORTODOXO GREGO - 4/4 - Ato Penitencial

D A7 D G D A7 D
Kyrie, eleison! Kyrie, eleison! Kyrie, ele----------i----son!

322 - ENVIAI O VOSSO ESPÍRITO!


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Mantra

C C7 F
Enviai o vosso Espírito, Senhor. Enviai o vosso Espírito, Senhor,
G C G7 C
e da terra toda a face iluminai, e da terra toda a face iluminai.

325 - QUEM É ESSA MULHER?


CASIMIRO NOGUEIRA - 6/8 - Final

D A7 Em A7
1. Quem é essa Mulher tão formosa, vestida de sol? Quem é essa Mulher tão bonita como
D D7 G
o arrebol? Quem é essa Mulher coroada com as estrelas do céu?
D A7 D D7
Quem é essa Mulher de sorriso meigo, doce como mel?
G D Bm Em A7 D D7
É Maria, a Mãe de Jesus! É Maria, a Senhora da luz!
G D Bm Em A7 D
É Maria, a Mãe de Jesus! É Maria, a Senhora da luz!
2 - Quem é essa Mulher, de ternura expressa no olhar? Quem é essa Mulher, braços fortes,
Rainha do lar? Quem é essa Mulher que aceitou dar ao mundo a luz? Quem é essa Mulher
que carregou em seu ventre Jesus?

326 - SANTO
PE. NEY BRASIL - 4/4 - Santo

Em B7 Em Am B7 Em B7
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo! O céu e a terra proclamam,
Am D Em G D7 G Am D Em
proclamam a vossa glória! Hosana, Hosana, Hosana, Hosana nas altu-----ras!
Em B7 Em Am B7 G D7 G Am D Em
Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana, Hosana, Hosana, Hosana nas altu--ras!

327 - NÓS VOS ADORAMOS!


PE. NEY BRASIL - 2/4 - Sexta feira Santa

F C7 F
Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, nós vos adoramos e vos bendizemos,
88

F7 Bb F C7 F
porque por vossa Cruz remistes o mundo, porque por vossa Cruz remistes o mundo,
Bb F C7 F
porque por vossa Cruz remistes o mundo!

328 - ENVIAI, SENHOR, OPERÁRIOS!


PE. NEY BRASIL - 4/4 - Vocacioanal

C G Dm G C G
Enviai, Senhor, enviai operários para a vossa Messe.
Dm G C C7 F G C
Enviai operários, pois a Messe é grande e os operários são poucos,
Em Dm G7 C
pois a Messe é grande e os operários são poucos,
C7 F G C
pois a Messe é grande e os operários são poucos,
Em Dm G7 C
pois a Messe é grande e os operários são poucos!

329 - ESPÍRITO DE DEUS


PE.ELIAS DELLA GIUSTINA - 3/4 - (solo e comunidade) - PENTECOSTES – SEQUENCIA

F Gm C7 F
Espírito de Deus, enviai dos céus um raio de luz!.
F F7 Bb Gm C7 F Dm Gm C7 F
Vinde, Pai dos pobres, dai aos corações vossos sete dons, vossos sete dons!
Consolo que acalma, hóspede da alma, doce alívio, vinde!
No labor descanso, na aflição remanso, no calor aragem, no calor aragem.
Enchei, luz bendita, chama que crepita, o íntimo de nós!
Sem a luz que acode, nada o homem pode, nenhum bem á nele, nenhum bem á nele!
Ao sujo lavai, ao seco regai, curai o doente!
Limpai o impuro, guiai no escuro, o frio aquecei, o frio aquecei!
Dai à vossa Igreja que espera e deseja vossos sete dons!
Dai em prêmio ao forte uma santa morte, alegria eterna, alegria eterna!
A---mém! A---mém! A---mém! A---mém!

330 - FOI NO SEIO DE MARIA!


LUCIO FLORO E ANDRÉ ZAMUR - 2/4 - Nossa Senhora

C G C Gm C7 F G C
1. Foi no seio de Maria que Jesus recebeu a Unção que o faria Filho só do Pai do céu!
C C7 F G F C G
Vem, Espírito de Luz! Santo Espírito Divino, vem fazer a Mãe de Jesus ser a nossa
C
Mãe também!
2. E bem junto de Maria nossa Igreja viu baixar toda força que teria pra Jesus anunciar.
3. Hoje tantos desunidos vivem sem calor nem luz. Por Maria reunidos vamos lhes levar
Jesus!

331 - REVESTE-ME, SENHOR!


ROMÃO JOSÉ FERREIRA - 6/8 - Vocacional

C Dm G7 C
89

1. Reveste-me, Senhor, com a tua graça: Eu quero meu irmão servir melhor!
Dm G7 C
Que teu Espírito em mim se faça, que eu possa caminhar no teu amor!
C F G7 C
Reveste-me, Senhor, reveste-me, Senhor, reveste-me, Senhor, com teu amor. (bis)
2. Que eu busque em minha vida a santidade, no exemplo de Jesus a inspiração, na fé e na
esperança e caridade, fazendo acontecer libertação!

332 - GLÓRIA, GLÓRIA AO PAI CRIADOR!


GUSTAVO BABINOT - 4/4 - Glória

F Bb F Bb C7 F Bb Bbm F Dm Gm C7 F
Gló-------ria, gló------ria ao Pai Criador, ao Filho Redentor e ao Espírito, glória!
Bb Bbm F Dm Gm C7 F
Ao Pai Criador, ao Filho Redentor e ao Espírito, gló----ria!
Bb F Bb C7 F
Ao Pai, Criador do mundo; ao Filho, Redentor dos homens;
Bb C7 F Dm Gm C7 F
ao Espírito de amor, demos sempre gló------------ria! ( bis )

333 - MINHA PRECE DE PAI!


PE. ZEZINHO - 6/8 - Família

A
1. Minha prece de pai é que meus filhos sejam felizes! Minha prece de mãe é que meus
Bm E7
filhos vivam em paz, que eles achem seus caminhos, amem e sejam amados, vivam
A
iluminados!
Nossa prece de filhos é prece de quem agradece. Nossa prece é de filhos que
Bm E7
sentem orgulho dos pais. Que eles trilhem os teus caminhos, louvem e sejam louvados,
A
sejam recompensados.
E7 A E7 A E7 A E7
Ilumina, ilumina nossos pais, nossos filhos e filhas. Ilumina, ilumina cada passo de
A
nossa família!
2. Minha prece, ó Senhor, é também pelos meus familiares. Minha prece, ó Senhor, é por
quem tem um pouco de nós. Que eles achem os seus caminhos! Amem e sejam amados!
Vivam iluminados!
Nossa prece, ó Senhor, é também pelos nossos vizinhos. Por quem vive e trabalha e
caminha conosco, Senhor. Que eles achem os seus caminhos! Amem e sejam amados!
Vivam iluminados!

334 - LENTA E CALMA


TRADICIONAL BRASILEIRO - 3/4 - Diversos

C G C Am Em F C
1 - Lenta e calma sobre a terra, desce a noite e foge a luz. Quero ago---ra despedir-me: Boa
G C Am Em F C G C
noite, meu Jesus. Quero ago------ra despedir-me: Boa noite, meu Jesus!
90

2 - Em silêncio, no sacrário, rósea chama tremeluz. E suave cantam anjos: Boa noite, meu
Jesus!
3 - Ó Senhor, dai-nos a bênção, e do mal que nos seduz, a meus pais e a mim guardai-me.
Boa noite, meu Jesus!
4 - A teus pés, ó Virgem pura, peço a bênção maternal! Boa noite, Mãe querida! Boa noite,
meu Jesus!

335 - LOUVADO SEJA O MEU SENHOR!


4/4 - Diversos

G Em
Louvado seja o meu Senhor! Louvado seja o meu Senhor!
C D7
Louvado seja o meu Senhor! Louvado seja o meu Senhor!
G Em G C D7
1 - Por todas as suas criaturas, pelo sol e pela lua, pelas estrelas no firmamento, pela água
e pelo fogo.
2 - Por aqueles que agora são felizes, por aqueles que agora choram, por aqueles que
agora nascem, por aqueles que agora morrem.
3 - O que dá sentido à vida é amar-te, e louvar-te, para que a vida seja sempre uma canção.

337 - PALAVRA DE PAI É CHUVA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Celebração da Palavra

G D7 G
1 - Palavra de Pai é chuva, é chuva na plantação.
D7 G
Palavra de Pai é vida, é vida no coração.
D7 G D7 G
Alê, Aleluia! Alê, Aleluia! É vida no coração!
2 - Palavra de Pai é força, é força que faz crescer.
Palavra de Pai é graça, é graça que faz viver!
Alê, Aleluia! Alê, Aleluia! É graça que faz viver!

338 - ALELUIA!
Sílvio Milanez - 2/4 - Aclamação

G D7 G C D7 G
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Alelu------------ia!

339 - ALELUIA!
Ir. Míria kolling - 4/4 - Aclamação

C F G C F C G7 C
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Alelu-----ia!

340 - DEUS ENVIOU SEU FILHO!


D.R. - 4/4 - Páscoa - Comunhão
A A7 D A F#m Bm E7
1 - Deus enviou seu Filho amado para morrer em meu lugar.
A A7 D A E7 A
Na cruz pagou por meus pecados, mas o sepulcro vazio está porque Ele vive.
91

A7 D A F#m Bm E7
Porque Ele vive, eu posso crer no amanhã! Porque Ele vive, temor não há!
A A7 D A E7 A
Mas eu bem sei que o meu futuro está nas mãos do m eu Jesus, que vivo está!
2 - Um dia eu vou cruzar os rios e verei então, um céu de luz.
E verei que lá, em plena glória, vitorioso, vive e reina o meu Jesus.

341 - ALELUIA! A MINH'ALMA ABRIREI!


RCC - 4/4 - Aclamação

C Em F C F D7 G C Em F C F G C
Aleluia, aleluia! A minh'alma abrirei. Aleluia, aleluia! Cristo é meu Rei!

342 - EM NOME DO PAI


Reginaldo Veloso - 6/8 - Sinal da Cruz – Saudação

G D7 G D7 G
Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo! Amém!
Louvor: Ao Pai demos glória, ao Filho, a vitória! Louvemos o Espírito Santo. Amém!
Bênção: A bênção do Pai, a bênção do Filho, a bênção do Espírito Santo. Amém!
Em paz nós partimos, em paz voltaremos, quem nos acompanha é o Senhor da paz!

343 - MEU CORAÇÃO É PARA TI


D.R. - 4/4 - JESUS CRISTO

G C D7 G Em
Meu coração é para ti, Senhor! Meu coração é para ti, Senhor!
Am D7 G G7
Meu coração é para ti, Senhor! Meu coração é para ti!
C D7 G B7 Em
Porque tu me deste a vida! Porque tu me deste o existir!
Am D7 G
Porque tu me deste o carinho! Me deste o amor! ( bis )

344 - QUERO DIZER MEU SIM!


IR. SALVADOR DURANTE - 4/4 - Vocacional

D G A D Bm Em A7 D
Quero dizer meu Sim, como tu, Maria, como tu, um dia, como tu um dia!

345 - EU TE PEÇO DESTA ÁGUA!


- PE. ZEZINHO 4/4 - ASPERSÃO

G D7
Eu te peço desta água que tu tens. É água viva, meu Senhor.
G
Tenho sede e tenho fome de amor, e acredito nesta fonte de onde vens.
D7
Vens de Deus, estás em Deus, também és Deus e Deus contigo faz um só.
92

G
Eu, porém, que vim da terra e volto ao pó, quero viver eternamente ao lado teu.
D7 G D7 G
És água viva, és vida nova e todo dia me batizas outra vez,
D7 G D7 G
me fazes renascer, me fazes reviver e eu quero água desta fonte de onde vens! ( bis )

348 - PALAVRAS DE SALVAÇÃO


PE. ZEZINHO - 4/4 - ACLAMAÇÃO

G D7 Am D7 G D7 Am D7
Palavras de salvação somente o céu tem pra dar. Por isso meu coração se abre para
G
escutar.
C D D7 G C D D7 G
Por mais difícil que seja seguir, tua Palavra queremos ouvir.
C D D7 G C G D7 G
Por mais difícil de se praticar, tua Palavra queremos guardar!
G D7 Am D7 G
Palavra de salvação somente o céu tem pra dar.
D7 Am D7 G Am D7 G Am D7
Por isso meu coração se abre para escutar! Se abre para escutar! Se abre para
G
escutar!

349 - PELOS PECADOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - ATO PENITENCIAL

A Bm E7 A
1. Pelos pecados, erros passados. Por divisões na Tua Igreja, ó Jesus:
A7 D A F#m Bm E7 A
Refr.: /:Senhor, piedade! Senhor, piedade! Senhor, piedade, piedade de nós! :/
2. Quem não te aceita, quem te rejeita, pode não crer por ver cristãos que vivem mal!
3 - Hoje, se a vida é tão ferida, deve-se à culpa, indiferença dos cristã

350 - ESTES LÁBIOS MEUS


LUIS BARONTO - 4/4 - ENTRADA

G D7 C G C G D7 G
1. Estes lábios meus vem abrir, Senhor! (bis) Cante esta minha boca sempre o teu louvor!
(bis)
2. Venham, adoremos a Nosso Senhor! Com a Virgem Maria, Mãe do Salvador!
3. Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito! Glória à Trindade Santa, glória ao Deus
bendito!

351 - EU SOU O CAMINHO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - COMUNHÃO

F C F C Dm Bb F C7 F
Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida! Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vi------da!
C7 F C7 F
1.Ninguém chegará ao Pai senão por mim, porque eu sou o caminho.
93

2. As palavras que eu proclamo não são minhas, são do Pai que habita em mim.
3. Quem me ama guardará minha palavra, nele o Pai fará morada.
3. Em meu nome o Pai envia o Santo Espírito, para vos lembrar de tudo.

352 - QUEM ÉS TU, SENHORA?


JOSÉ FREITAS CAMPOS - 3/4 - NOSSA SENHORA

E F#m B7 E
1 - Quem és tu, Senhora, vestida de azul? Que acolhes romeiros do norte e do sul?
A B7 E
Que acolhes romeiros do norte e do sul?
A E B7 E A E B7 E
A----ve, A---ve, Ma--ri---------a!
2 - Quem és tu, Senhora, de verde vestida? Que animas teus filhos na luta da vida? (bis)
3 - Quem és tu, Senhora? Vermelho é teu manto, que amparas, consolas teu povo no pranto!
(bis)
4 - Quem és tu, Senhora? És negra na cor. Do negro, do escravo ouviste o clamor. (bis)
5 - És Aparecida que apareceu ao pobre, ao pequeno, aos filhos de Deus. (bis)

353 - VOCÊ QUE ESTÁ CHEGANDO


4/4 - ENCONTROS

G Am D7 G
Você que está chegando, Bem - vindo, seja bem - vindo! (bis)
G Am D7 G Am Cm
Só estava faltando você aqui!, só estava faltando você aqui, só estava faltando você aqui!
G D7 G
Bem - vindo ao nosso Encontro! (à celebração....à esta Missa...)

354 - Ó LUZ DO SENHOR!


G. CHAMPS - 4/4 - MANTRA

D F#m G D G A G G
Ó luz do Senhor que vens sobre a terra, Inunda meu ser, permanece em nós!

355 - POR AMOR


EDISON DE SOUZA MUELLLER - 6/8 - FAMÍLIA

G C
1 - Por amor Deus fez homem e mulher que geraram a vida, por amor receberam, no início,
D
sua força e vigor.
G C G
Por amor vivem eles tocados de graça e beleza, é um terreno bem próprio,
D7 G
pra florescer só de amor.
C D Bm Em Am
Dá a graça, Senhor, dá a graça do amor em nossas famílias, que elas vivam seguindo o
D C D7 G
exemplo da tua família de Nazaré.
C D Bm Em Am
Dá a graça, Senhor, dá a graça do amor em nossas famílias, que elas vivam seguindo o
D C D7 G
exemplo da tua família de Nazaré!
94

2 - Por amor Deus criou a família com sua imagem, por amor a dotou com ternura de ser um
sinal.
Por amor ela vive unida a Cristo, o Sacramento, é um perfume que exala a essência e o
cheiro divinal.
3 - Por amor Deus pensou a família e com ela sonhou, por amor a escolheu com o destino
sublime maior.
Por amor pais e filhos ofertam as vidas no altar, todo o dia na dor, na alegria, viver só de
amor.

356 - VOU EVANGELIZAR


GLÓRIA VIANA - 4/4 MISSÕES

F Bb C7 F
Vou evangelizar, evangelizar sempre o meu irmão.
F Bb C7 F
Quero ser água viva, ser luz do mundo na escuridão.
Bb F C7 F Bb F
1 - Quero ser como a chuva que cai molhando a terra. Quero ser como o sol que brilha no
C7 F
mundo e aquece a terra.
2 - Quero ser uma ponte, ponte de ligação. Quero ser a semente em terra boa, pro meu
irmão.

357 - QUE ARDA COMO BRASA


IR. AGOSTINHA - 3/4 - MANTRA

F C7 F C7 Bb F C7 F
Que arda como brasa tua palavra. Nos renove esta chama que a boca procla-------ma.

358 – SANTO
PE. AURICÉLIO COSTA - 2/4 - SANTO

D G F#m Bm Em A7 D
Santo, Santo, San - to! Três vezes Santo é o Senhor!
D G F#m Bm Em A7 D
Santo, Santo, San - to! Três vezes Santo é o Senhor!
D G A D G A
Santo é o Pai porque nos criou! Santo é o Filho porque nos salvou!
G Em A7 D Em A7 D
Santo é o Espíri - to porque nos santificou!

359 - VEM, VEM, ESPÍRITO SANTO!


PE. AURICÉLIO COSTA - 2/4 - PENTECOSTES

Dm Gm C F A7 Dm
Vem, vem, Espírito Santo, força de Deus! (bis)
C F C A7 Dm
1 - Vem iluminar os teus filhos e tudo o que existe na terra.
95

C F C A7 Dm
Vem impulsionar tua Igreja ao serviço do Reino de Deus.
2 - Vem reunir teu rebanho e marcá-lo com a ressurreição.
Vem renovar a esperança no fogo da vida, Senhor.
3 - Vem encorajar quem promove a paz, a justiça e o perdão.
Vem santificar o teu povo e guiá-lo no caminho da luz.

361 - SANTO!
JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - SANTO

G C D7 G C G D7 G
1 - Santo, Santo, Santo, Santo é o Senhor! Céus e terra cantam seu imenso amor!
C G D7 G
Hosana, hosana, hosana, hosana nas alturas!
2 - E bendito seja Cristo Salvador, que em seu nome veio ser o Redentor!

362 - JOVEM SACERDOTE!


D.R. - 4/4 - VOCACIONAL

G C A7 D7 G C G D7 G
1 - À meiga voz de Cristo. Deixaste cedo o lar. A mocidade inteira andaste sem parar.
C G D7 G
Vinde ao Senhor todos cantar: Seu escolhido já está no altar! (bis)
2 - Cantai: é o obreiro pros campos do Senhor. Almas serão sua messe, ceifadas pelo amor.
3 - Cantai: é outro Cristo no Gólgota do altar. Transformará o pão no Corpo do Senhor!

363 - VOCAÇÃO FELIZ!


2/4 - VOCACIONAL

G Bm C Am
1 - Esta vocação que Deus me concedeu eu quero guardá-la té o fim.
D C D7 G
Ser um sacerdote útil para todos é alegria pra mim!
G Bm Am C D Am G Am D7 G
Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah! - Ah!
2 - Ser seminarista é ter ideal de jovem que sabe o que quer.
Demo-nos as mãos e juntos com o Cristo nós poderemos vencer!
3 - Pais, irmãos, amigos, tudo nós deixamos por teu amor, ó Jesus!
Hoje te pedimos força e coragem pra te seguir, ó Senhor!

364 - O SENHOR É MEU PASTOR


PE. ZEZINHO - 2/4 – SALMOS

D A
O Senhor é meu Pastor e nada, nada me faltará!
G D A D
O Senhor é meu Pastor e nada, nada me faltará!
A
1 - Já me deu o suficiente nesta vida: não peço mais!
96

G D Bm Em A7 D
/ Já me deu o suficiente, já me deu o suficiente, Já me deu amor e paz!/ (bis)
2 - Por caminhos pontilhados de perigos, vou sem temor!
/ Sei que Deus está comigo, sei que Deus é meu amigo,
Sei que Deus é meu Pastor!/ (bis)
3 - Tua voz e teu cajado me conduzem: estou em paz!
/ Só te peço em confiança, que me dês perseverança,
Não te peço nada mais!/ (bis)

365 - SE ACONTECER...
ELISEU GOMES - 4/4 - DIVERSOS

E B7 A
Se acontecer um barulho perto de você, é um Anjo chegando para receber suas orações
C#m B7 E B7
E levá-las a De-------us. Então abra o coração e comece a louvar,
A C#m B7
sinta o gozo do céu se derramar no altar, que o Anjo já vem com as bênçãos nas mã------- os.
E B7 A
Tem Anjos voando neste lugar, no meio do povo e em cima do altar,
E B7 A E B7
Subindo e descendo em todas as direçõ---es. Não sei se a Igreja subiu ou se o céu desceu,
A C#m B7 E
Só sei que está cheio de Anjos de Deus porque o próprio Deus está aqui!

366 - CONHEÇO UM CORAÇÃO


PE. JOÃOZINHO - 6/8 - PENTECOSTES

C Em Dm G7 C Em Dm
1 - Conheço um coração tão manso, humilde e sereno, que louva o Pai por revelar seu nome
aos
G7 F G Em Am Dm F G
pequenos, que tem o Dom de amar, que sabe perdoar e deu a vida para nos salvar.
F G7 C E7 Am F Dm G
Jesus, manda teu Espírito para transformar meu coração.
F G7 C E7 Am F G7 G
Jesus, manda teu Espírito para transformar meu coração.
2 - Às vezes no meu peito bate um coração de pedra,
magoado, frio, sem vida, aqui dentro ele me aperta.
Não quer saber de amar nem sabe perdoar, quer tudo e não sabe partilhar.
3 - Lava, purifica e restaura-me de novo. Serás o nosso Deus e nós seremos o teu povo.
Derrama sobre nós a água do amor, o Espírito de Deus, nosso Senhor.

367 - TU ANSEIAS
CHARLES GABRIEL E ADA BLENKHORN - 4/4 - DIVERSOS

D Bm Em A7 Em A7 D
1 - Tu anseias, eu bem sei, por salvação. Tens desejo de banir a escuridão.
D7 G Gm D Bm Em A7 D
Abre, pois, de par em par teu coração e deixa a luz do céu entrar.
97

A7 Em A7 D
Deixa a luz do céu entrar, deixa a luz do céu entrar.
D7 G Gm D Bm Em A7 D
Abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar.
2 - Cristo, a luz do céu, em ti quer habitar, para as trevas do pecado dissipar,
teu caminho e coração iluminar. E deixa a luz do céu entrar.
3 - Que alegria andar no brilho desta luz! Vida eterna e paz no coração produz..
Oh! Aceita agora o Salvador Jesus, E deixa a luz do céu entrar.

368 - EM NOME DO PAI


PAULO ROBERTO - 6/8 - SINAL DA CRUZ E SAUDAÇÃO
E7 A A7 D Bm A E7 A
Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo estamos aqui. (bis)
A7 D E7 C#m F#m Bm E7 A A7
Para louvar e agradecer, bendizer e adorar estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.
D E7 C#m F#m Bm E7 A
Para louvar e agradecer, bendizer e adorar, Te aclamar, Deus Trino de Amor.
98

370 - É COMO A CHUVA QUE LAVA


PE. ZEZINHO - 3/4 - ASPERSÃO

C G F G7 C
É como a chuva que lava, é como o fogo que arrasa.
G F C G7 C
Tua Palavra é assim: não passa por mim sem deixar um sinal. (bis)

G C G7
1 - Tenho medo de não responder, de fingir que eu não escutei.
Dm G7 C G7 C
Tenho medo de ouvir teu chamado, virar pro outro lado e fingir que eu não sei. (bis)
2 - Tenho medo de não responder, de não ver Teu amor passar.
Tenho medo de estar distraído, magoado, ferido e, então, me fechar. (bis)

371 - LOUVO A DEUS


FR. WILSON JOÃO 3/4 - MANTRA

G C G A D7
Louvo a Deus, louvo a Deus, louvo a Deus que é Amor.
G C G D7 G
Louvo a Deus, louvo a Deus, louvo a Deus que é Amor.
D G D G
Foi Ele que fez todas as maravilhas. Foi Ele que fez a mim.
G7 C G D7 G
Pois todo o universo é obra de amor. Só Ele é Deus e Senhor!

372 - EM NOME DO PAI


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/8 - SINAL DA CRUZ E SAUDAÇÃO

D A7 D A7 D
Em nome do Pai, do Filho também, em nome do Espírito Santo. Amém! (bis)
A7 D A7 D
1 - O Pai nos acolha no seu grande amor e aceite o carinho do nosso louvor.
2 - O Pai nos acolha no Filho Jesus, nos dê sua graça, nos dê sua luz.
3 - O Pai nos acolha no Espírito Santo, nos guarde e proteja na paz do seu manto.

373 - PRIMEIRA CRISTÃ


PE. ZEZINHO - 4/4 - NOSSA SENHORA

A E7 Bm E7 A
1 - Primeira cristã, Maria da luz. Sabias, ó Mãe, amar teu Jesus.
E7 Bm E7 A
Primeira cristã, Maria do amor, soubeste seguir teu Filho e Senhor.
Bm E7 Bm E7 Bm E7 A
Nossa Senhora das milhões de luzes que teu povo acende pra te louvar.
Bm E7 Bm E7 Bm E7 A
Iluminada, iluminadora, inspiradora de quem quer amar
E7 A E7 A
e andar com Jesus, e andar com Jesus e andar com Jesus e andar com Jesus.
2 - Primeira cristã, Maria do lar. Ensinas, ó Mãe, teu jeito de amar.
Primeira cristã, Maria da paz. Ensinas, ó Mãe, como é que Deus faz.
3 - Primeira cristã sempre a meditar. Vivias em Deus, sabias orar.
99

Primeira cristã, fiel a Jesus por todo o lugar, na luz e na cruz.

374 - QUERO TE DAR A PAZ


PEDRO DE ALMEIDA - 4/4 - ABRAÇO DA PAZ

G Em C D7
Quero te dar a paz do meu Senhor, com muito amor.
G Em C D7
Quero te dar a paz do meu Senhor, com muito amor.
G Em C D7
Na flor vejo manifestar o poder da criação.Nos seu lábios eu vejo estar o sorriso de um irmão.
G Em C D7
Toda vez que eu te abraço e aperto a tua mão sinto forte o poder do amor dentro do meu coração.
2 - Deus é Pai e nos protege. Cristo é o Filho e Salvação. Santo Espírito, consolador. Na
Trindade somos irmãos.
Toda vez que eu te abraço e aperto a tua mão sinto forte o poder do amor dentro do meu
coração.

375 - A MÃE TERRA


FR. LUZI CARLOS SUZIN - 4/4 - APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

F C F Am Gm C
1 - A mãe terra generosa deu-nos flores e as flores deram cores e perfumes.
Gm C F Dm Gm C F
Estas flores tão perfeitas testemunham a ternura e o dom das criaturas.
C Bb C F
Recebei de nossas mãos, de nossa vida, recebei nossa oferenda, ó Senhor.
Dm Gm C F
Aceitai nossa homenagem e os presentes, aceitai as nossas prendas, nosso amor!
2 - A mãe terra generosa deu-nos frutos. E os frutos deram sucos e sabores.
Estes frutos que alimentam testemunham o cuidado material das criaturas.
3 - A mãe terra generosa deu-nos trigo. E do trigo nós trazemos este pão.
Nossas obras e trabalhos testemunham toda a fé e o bem querer do coração.
4 - A mãe terra generosa deu-nos uvas. E das uvas nós trazemos este vinho.
Esta taça, nossa oferta, testemunha a alegria e dor de peregrinos.

376 - BENDITO SEJAIS


PE. NEY BRASIL - 2/4 - APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

D A7 D A7 D G A7
Bendito sejais, Senhor, bendito sejais, Senhor, bendito sejais, Senhor,
D
pelos dons que nos dais, Senhor.
D7 G D A7 D
1 - Bendito, Senhor, pelo que nós temos. Bendito, Senhor, pelo que recebemos! (bis)
2 - Bendito, Senhor pelo Vinho da Vida. Bendito, Senhor, pela Igreja reunida!
3 - Bendito, Senhor, pelo Amor e Alegria. Bendito, Senhor, pela Luz deste dia!
4 - Bendito, Senhor, pela Fé e Partilha. Bendito, Senhor, pelo Amor na família!
5 - Bendito, Senhor, palas mãos sempre unidas. Bendito, Senhor, pela prece atendida!
377 - DURANTE A CEIA
JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - COMUNHÃO
F C7 F Gm C7 F
100

1 - Durante a Ceia, o discípulo do amor recostou sua cabeça sobre o peito do Senhor.
C7 F Gm C7 F
E cada impulso do Sagrado Coração era um novo testemunho de acolhida e de perdão.
F7 Bb C7 F Dm Gm C7 F
E hoje, aqui, nesta Santa Comunhão, novamente pulsa em nós o Sagrado Coração.
2 - Durante a Ceia, seu apelo nos deixou de amarmos uns aos outros, como Ele nos amou.
Cada palavra do Sagrado Coração era um novo ensinamento de fraterna comunhão.
3 - Durante a Ceia, antes de enfrentar a Cruz, quis ficar com seus amigos, para ser a sua luz.
Como alimento, o Sagrado Coração entre nós ficou presente neste vinho e neste pão.

378 - ALELUIA! Ô Ô Ô
OSNILDO KRETZER - 4/4 - ACLAMAÇÃO

G Bm C D G Bm C D7 G
Aleluia! Aleluia! ô ô ô - Jesus Cristo vai falar, e suas santas palavras, ô ô ô, nós iremos aclamar.
C D7 G Em Am D7
E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, veio ser o caminho para a casa do
G
Pai.

379 - ALELUIA! VEM, SENHOR!


JOSÉ ACACIO SANTNA - 2/4 - ACLAMAÇÃO
G D7
Aleluia, Aleluia, Aleluia! Vem, Senhor, nos ensinar! Aleluia, Aleluia, Aleluia! Nós queremos te
G
escutar.
D7 G Em Am D7 G
Teu mandamento é luz que nos governa, Tu tens palavras de luz e vida eterna.

380 - CORDEIRO DE DEUS


PE. TARCISIO P. VIEIRA - 6/8 - CORDEIRO

C F C F G C
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!.
F C F G C
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!
Am Em F Em Dm G E7 Am
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz, dai-nos a paz!
F G C Am F G Ab C
Senhor, a vossa paz. Senhor, a vossa paz!

381 - CORDEIRO DE DEUS


HINÁRIO LITURGICO - 2/4 - CORDEIRO

Em G Em Bm Em
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!
Em G Em Bm Em
101

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!


Em G D C Bm E
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz!

382 - SOMOS GENTE DA ESPERANÇA


CICERO ALENCAR E NORIVAL DE OLIVEIRA - 4/4 - ECUMENISMO

G C D G
1 - Somos gente da esperança que caminha rumo ao Pai.
C D G
Somos povo da Aliança que já sabe aonde vai.
C G D G
De mãos dadas a caminho, porque juntos somos mais,
C G D G
Pra cantar o novo hino de unidade, amor e paz.
2 - Para que o mundo creia na justiça e no amor, formaremos um só povo, num só Deus, um só
Pastor.
3 - Todo irmão é convidado para a festa em comum: celebrar a nova vida onde todos sejam um.

383 - MISERICÓRDIA!
MICAELA L BERGER - 4/4 - ATO PENITENCIAL

Am Em Dm F E G
Misericórdia, Senhor, misericórdia! Misericór-------dia!
C Dm Am Dm G Am E Am Em Am
Senhor, escuta o lamento e tem de nós compaixão. Ao povo dá novo alento, a tua graça e perdão.

384 - FALA, SENHOR!


ALMIR G. DIAS E ADENOR L TERRA - 2/4 - ACLAMAÇÃO

C F G F C
Fala, Senhor, fala, Senhor, palavra de fraternidade.
F G C
Fala, Senhor, fala, Senhor, és luz da humanidade!
C7 F G C Am Dm G C
1 - A tua Palavra é fonte que corre, penetra e não morre, não seca jamais.
2 - A tua Palavra que a terra alcança é luz, esperança que faz caminhar.
3 - A tua Palavra, farol de justiça que vence a cobiça, é bênção e paz.

385 - INDO E VINDO


ADOLFO TEMME - 2/4 - MANTRA

Em C G Em B7 Em
Indo e vindo, trevas e luz! Tudo é graça, Deus nos conduz!

386 - EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA


- - 4/4 - COMUNHÃO

Em Am B7 Em
Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
C Am F#m
1 - Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor,
D B7 Em C Am
102

Reconstrói a tua vida em comunhão com teu irmão.


E7 Am D7 G
Onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
2 - "Quem comer o Pão da Vida viverá eternamente."
"Tenho pena deste povo que não tem o que comer."
Onde está um irmão com fome, Eu estou presente nele.
3 - "Eu passei fazendo o bem. Eu curei todos os males."
Hoje és minha presença junto a todo sofredor.
Onde sofre o teu irmão, Eu estou presente nele.
4 - "Entreguei a minha vida pela salvação de todos"
Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes.
Onde morre o teu irmão, Eu estou morrendo nele.

387 - LOUVEMOS TODOS JUNTOS


2/4 - DIVERSOS

G C G
1 - Louvemos todos juntos o nome do Senhor.
Am D7 G
Por nós fez maravilhas, eterno é seu amor.
2 - Louvemos pelo Cristo que veio nos salvar.
Por nós deu o seu sangue, sem fim quis nos amar!
3 - Louvemos por Maria, a Mãe de todos nós.
Com ela venceremos o inimigo mais atroz.
4 - Louvemos com pandeiros, sanfonas, violões;
louvemos com cirandas, com sambas e baiões.
5 - Louvemos pela terra que nos dá de comer.
A terra é de todos, pra todos deve ser.
6 - Louvemos pelos pobres que vivem na união;
na luta dos pequenos, Jesus se faz irmão!

388 - VOCÊS CONSTRUÍRAM


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - MATRIMÔNIO

D A7 Bm G A
1 - Vocês construíram a casa na rocha, sobre a rocha do amor.
Em A7 D
Vocês construíram a história com a bênção do Senhor.
Bm G D Em A7 D
Por isso chegou este dia tão feliz e de tanta alegria!

Em G D Bm
Como é bonito um amor que nunca envelhece,
D A7 D
Que nunca se esquece da fonte, da fonte do amor!
Em G D Bm
Como é feliz o casal que ouve a Palavra!
D A7 D A7 D G D
Em Deus encontrou a Verdade, Vida, Verdade e Amor! (A----mor!)
2 - Vocês entenderam que fidelidade tem consigo sua cruz.
Mas nunca perderam o rumo, pois na fé há sempre luz.
Por isso chegou este dia, tão feliz e de tanta alegria!
103

389 - MEU LAR É UM LUGAR


FR. LUIZ TURRA - 3/4 – MATRIMÔNIO

D F#m G D F#m G A7 D
Meu lar é um lugar de viver e dialogar. Meu lar é um lugar de conviver e de amar.
G D A7 D
1 - É na família que se chora e canta, que se sofre e vive uma mesma dor.
G D A7 D
É na família que se canta alegre a canção da vida, a canção do amor.
G Em D F#m
Por isso eu cantei, por isso eu chorei.
G D A7 D
É na família que se canta alegre, que se sofre a vida, que se canta o amor.
2 - É importante a presença amiga, a presença viva do pai e da mãe.
É importante viver a esperança, praticar a fé em Cristo Senhor.
Por isso eu cantei, por isso eu rezei.
É na família que se vive a fé, que se louva a Deus, que se vive o amor.

390 - NESTE PÃO E NESTE VINHO


M. DE FÁTIMA E WALDECI FARIAS - 2/4 - APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

G Am D7 G G7 C Cm G D7
Neste pão e neste vinho, o suor de nossas mãos: O trabalho e a justiça para todos os
G
irmãos.
G7 C Cm G A7 D7
1 - Ofertamos, ó Senhor, os sofrimentos dos pequenos e dos pobres, teus amados,
G G7 C Cm G D7 G
dos que lutam à procura de trabalho, das crianças e anciãos abandonados.
2 - Ofertamos a firmeza e a coragem dos que lutam em favor dos oprimidos,
dos famintos e sedentos de justiça, e que são, por tua causa, perseguidos.
3 - Ofertamos, ó Senhor, toda a certeza na vitória do amor sobre o pecado.
Tua luz há de brilhar, vencendo a treva, sobre o mundo convertido e renovado.

391 - Ó MARIA, RAINHA DAS FAMÍLIAS


FR. LUIZ TURRA - 2/4 - NOSSA SENHORA

C F C G7 C
1 – Ó Maria, Rainha das famílias, rogai por nós, rogai por nós!
F C G7 C
Defensora do amor que nos liberta, rogai por nós, rogai por nós!
F C G
No ano dois mil, presença de Mãe, na festa de seu Filho,
C G G7 C
nos vai acompanhar a Mãe da esperança!
2 - Ó Maria, fiel e corajosa, rogai por nós, rogai por nós!
quando a crise se torna tenebrosa, rogai por nós, rogai por nós!
104

3 - Ó Maria, confiantes suplicamos, rogai por nós, rogai por nós!


por aqueles que sofrem, rogai por nós, rogai por nós!
4 - Ó Maria, modelo dos chamados, rogai por nós, rogai por nós!
No caminho, ficai ao nosso lado, rogai por nós, rogai por nós!
5 - Ó Maria, defesa dos pequenos, rogai por nós, rogai por nós!
por justiça e paz vos imploramos, rogai por nós, rogai por nós!

392 - Ó TRINDADE
PE. RONADLO PELAQUIN - 4/4 - TRINDADE – COMUNHÃO

A E7 A E7 A
Ó Trindade, vos louvamos, vos louvamos pela vossa comunhão!
E7 A E7 A
Que esta mesa favoreça, favoreça nossa comunicação.
C#m GF#m E
1 - Contra toda tentação da ganância e do poder,
C#7 F#m E7 A E7 A
nossas bocas gritem juntas a palavra do viver, a palavra do viver.
2 - Na montanha, com Jesus no encontro com o Pai,recebemos a mensagem: ide ao mundo
e o transformai.
3 - Deus nos fala na história e nos chama à conversão:vamos ser palavra vivas,
proclamando a salvação.
4 - Vamos juntos festejar cada volta de um irmão.É o amor que nos acolhe restaurando a
comunhão.
5 - Comunica quem transmite a verdade e a paz,quem semeia a esperança e o perdão que
nos refaz.

393 - PADRE QUER DIZER PAI


PE. ANTONIO MARIA 6/8 - VOCACIONAL

E A B7 E
Padre quer dizer Pai, pai que tem muitos filhos,
C#m F#m B7 E
Tantos quantos as estrelas do céu, muitos como as areias do mar!
E7 A B7 E
Padre é compartilhar os segredos de Deus.
C#m F#m B7 E
Canto, pois Deus me deu este bem, eu sou padre também.
E7 A E A E
1 - Meu caminho é o caminho de Deus, os seus filhos são os meus.
F#m B7 E C#m F#m B7 E
Seu amor é meu amor, serei pai com meu Senhor.
E7 A E A E
Minha alegria é alegria de Deus, seus segredos são os meus.
F#m B7 E C#m F#m B7 E
Somos um: Ele assim quis! Vou cantando...Sou feliz!
2 - Meus anseios, os anseios de Deus, os seus pobres são os meus.
Sua Mãe, minha também, minha estrela, doce bem.
Minha lei é a lei de meu Deus. Seu perdão será sempre o meu.
Seu amor é meu cantar; seu coração, o meu lar.

394 - NOSSO DEUS SENHOR É SANTO


105

CASIMIRO NOGUEIRA - 3/4 - SANTO

E B7 E
Nosso Deus Senhor é Santo, Santo, Santo! Do universo Criador, Santo, Santo!
B7 A Am E B7 E
Céus e terra alegres cantam: Santo, Santo! E nós cantamos seu louvor: Santo é o Senhor!
B7 E
Lá no céu e aqui na terra: Hosana, Hosana! Bendito seja o Senhor, Hosana, Hosana!
E7 A Am E B7 E
Nosso Rei e nosso Deus, Hosana, Hosana! A Ele glória e louvor, Hosana, Hosana!
E7 A E B7 E E7 A E B7 E Am
Bendito é Aquele que vem! Hosana! Amém! Bendito é Aquele que vem! Hosana! Amém!
E
Amém!

395 - SOMOS POVO DE DEUS


PE. NEY BRASIL - 2/4 - COMUNHÃO

D A7 Bm A D D7 G A
1 - Somos povo de Deus que caminha ao convite que o Pai hoje nos faz:
D A7 Bm A D A7 D D7
"Venham todos, trabalhem na vinha", do meu Reino de vida e de paz!
G A7 F#m Em A7 D
Na esperança de um mundo melhor, "sem trabalho" não fique ninguém.
D7 G F#m Em A7 D
Com Jesus, nosso Mestre e Senhor, neste novo milênio, dois mil!
2 - Na alegria lançamos sementes, mesmo em lutas, trabalho e dor,
esperando que brote a justiça, na partilha fraterna do amor!
3 - Convertei-nos, ó Pai, do pecado do egoísmo, de toda ambição!
O trabalho, direito sagrado, dê a todos a casa, o pão!
4 - Nas famílias e na sociedade, com Jesus, Maria e José,
festejemos a fraternidade no trabalho, na vida, na fé!

396 - TU ÉS BENDITA
JOSE ACACIO SANTANA - 2/4 - NOSSA SENHORA

A D A D Bm
1 - Tu és bendita entre todas as mulheres, foste escolhida para Mãe do Salvador,
E7 A D E7 A
tu és a glória e alegria do teu povo, és nosso orgulho, nossa Mãe e nosso amor.
D A D E7 A
Ave, Maria, cheia de graça, bendito aquele que nasceu do teu amor! (bis)
2 - Tu és formosa, de beleza encantadora, nenhum pecado empobreceu os planos teus.
Tu és a serva que tornou-se uma rainha, Tu és a filha transformada em Mãe de Deus!

397 - Ó SENHOR, SENHOR


LITURGIA ORTODOXA - 6/8 - PRECE
G C G Bm Em Am D7 G
Ó Senhor, Senhor, neste dia escutai nossa pre---------ce!
106

398 - COM CORAÇÃO SACERDOTAL


- D.R. - 4/4 - VOCACIONAL

F Bb F C F C
1 - Com coração sacerdotal, Jesus por todos imola--do,
F Bb G C G7 C
as ovelhinhas reconduz ao seu redil abençoado.
F Bb Gm C F C F
O coração, no humilde altar em nossas almas vem morar.
C F F7 Bb C7 F
Concede-nos, divino amor, ministros santos do Senhor. (bis)
2 - Com coração sacerdotal, Jesus só sente alheias dores.
Aos homens toma a dura cruz. Do céu lhes mostra os esplendores.

399 - VOSSO PERDÃO


FR. LUIZ TURRA - 4/4 - PENITÊNCIA

E C#m A B7
1 - Vosso perdão vem renovar, vem renovar o nosso ser, Senhor.
F#m B7 E
Vosso perdão vem libertar, vem devolver ao coração o amor.
A E B7 E
Misericórdia, nosso Deus, perdão! Misericórdia, tende compaixão! (bis)
2 - Vosso perdão vem nos erguer, vem nos erguer e nos fazer andar.
Vosso perdão vem reunir e quer fazer o povo mais feliz!

400 - VIRÁ O DIA


PE. MANUEL MACHADO - 2/4 - NOSSA SENHORA

D G A7 D Bm Em A7 D
Virá o dia em que todos, ao levantar a vista, Veremos nesta terra reinar a liberdade.
A7 D
1- Minh'alma engrandece o Deus libertador, se alegra meu espírito em Deus, meu Salvador.
D7 G D Bm Em A7 D
Pois Ele se lembrou do seu povo oprimido e fez de sua serva a Mãe dos esquecidos.
2 - Imenso é seu amor, sem fim sua bondade pra todos que na terra lhe seguem a
humildade.
Bem forte é nosso Deus, levanta o seu braço, espalha os soberbos, destrói todos os males.
3 - Derruba os poderosos dos seus tronos, erguidos com sangue e suor de seu povo
oprimido.
E farta os famintos, levanta os humilhados, arrasta os opressores, os ricos e os malvados.
4 - Protege o seu povo com todo o carinho. Fiel é seu amor em todo o caminho.
Assim é o Deus vivo que marcha na história, bem junto de seu povo em busca de vitória.
5 - Louvemos nosso Pai, Deus da libertação, que castiga as injustiças, miséria e opressão.
Louvemos os irmãos que lutam com valia, fermentando a história: virá o grande dia!
107

401 - MINH´ALMA DÁ GLÓRIAS


PE. ZEZINHO - 3/8 - NOSSA SENHORA

E A E
1 - Minh'alma dá glórias ao Senhor. Meu coração bate alegre e feliz.
A E
Olhou para mim com tanto amor, Que me escolheu, me elegeu e me quis.
F#m B7 E
E de hoje em diante eu já posso prever: "Todos os povos vão me bendizer.
C#m F#m B7 E
O Poderoso lembrou-se de mim! Santo é seu nome, sem fim."
2 - O povo dá glórias ao Senhor. Seu coração bate alegre e feliz.
Maria carrega o Salvador Porque Deus Pai sempre cumpre o que diz.
E, quando os povos aceitam a lei, Passa de pai para filho o seu dom.
Das gerações ele é mais do que rei. Ele é Deus Pai. Ele é bom.
3 - Minh'alma dá glórias ao Senhor. Meu coração bate alegre e feliz.
Olhou para mim com tanto amor Que me escolheu, me elegeu e me quis.
O orgulhoso ele sabe dobrar, O poderoso ele sabe enfrentar,
o pobrezinho ele defenderá, não nos abandonará
4 - O povo dá glórias ao Senhor. Seu coração bate alegre e feliz.
Maria carrega o Salvador Porque Deus Pai sempre cumpre o que diz.
Quem tem demais qualquer dia vai ver O que é ter fome e não ter pra comer!
Quem passa fome comida terá. Eis que a justiça virá.
5 - Minh'alma dá glórias ao Senhor. Meu coração bate alegre e feliz.
Meu povo já sente o seu amor. Ele promete, Ele cumpre o que diz.
Aos nossos pais Ele um dia jurou. Ele é fiel e jamais enganou.
Estamos perto da era do amor. Bendito seja o Senhor!

402 - ESSE MOMENTO TÁ LINDO


ZÉ MARTINS - 2/4 - ENTRADA

D A D A D
Esse momento tá! Tá lindo demais! Esse momento tá! Tá lindo demais!
A D
1 - Tem amizade, tem paz de verdade. Tem muita união,
A D
tem comunidade. Tem muita igualdade: Nós somos irmãos.
2 - Tem liberdade, tem fraternidade.
Tem graça e calor, tem comunhão. No vinho e no pão também tem amor.

403 - QUERO PEDIR DO CÉU


EDISON DE SOUZA MUELLER - 4/4 - DIVERSOS

G C D G
1 - Quero pedir do céu uma bênção para você. (bis)
C G Em Am D G G7 C G Em Am D
O céu vai descer, irmão, e você vai ter que ver. O céu vai descer, irmão, e você vai
G
108

acolher.
2 - Quero pedir .......uma graça... 3 - ......todo amor... 4 - ....toda paz...
5 - ....uma luz.... 6 - ......um anjo...... 7 - .....um amigo.... 8 - .....um irmão....
9 - .....Jesus Cristo ...... 10 - ....Nossa Senhora.....

404 - ENTREMOS COM GRANDE ALEGRIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - ENTRADA

F C F C7 F C F C7
1 - Entremos com grande alegria na casa do Senhor. Em sua fiel companhia cantemos seu
F
louvor.
Dm Gm C7 F
Honra e glória à Santíssima Trindade! Honra e glória por toda a eternidade!
Bb C F Bb C7 F
Honra e glória à Trindade Santa!
2 - Aqui todos juntos oramos com fé e gratidão
e a bênção de Deus invocamos de todo o coração.
3 - Em nome do Pai Sacrossanto, do Filho Salvador,
no amor do Espírito Santo vivemos sem temor.

407- PELOS PRADOS E CAMPINAS


OSNILDO KRETZER - 2/4 - SALMO 22

D A Bm Gm D A
Pelos prados e campinas verdejantes Ele me leva a descansar, para águas repousantes me
Bm G Gm D Bm F#m G
encaminha e restaura as minhas forças. Ele me guia no caminho mais seguro

A
pela honra do seu nome.
G A F#m Bm A D
O Senhor é o pastor que me conduz, (que me conduz) nada em minha vida faltará.
(bis)
2 - Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso nenhum mal eu temerei. Está comigo com
bastão e com cajado, Ele me dá segurança. Preparais a minha frente uma mesa com óleo
ungis minha cabeça.
Felicidade e todo bem me seguirão, (me seguirão) por toda a minha vida. Minha
morada é a casa do Senhor, (do Senhor) por dias sem fim.

408 - VIEMOS TE OFERTAR


OSNILDO KRETZER - 4/4 - APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

D A G D A
1 - Viemos te ofertar, ó Senhor Deus de amor, a vida do teu povo, o amor e a dor. Nosso
D
desejo
A G D A
de paz, de justiça e de pão. Tudo aquilo que sonhamos, colocamos em tuas mãos.
D G D A D
ÔÔÔÔ Ô Ô Ô Ô... Colocamos em tuas mãos.
109

2 - Nossa tristeza em alegria, nossa ofensa em perdão. Nossas trevas em luz, nossa vida
em ação. Nossos trabalhos em fruto, a fraqueza em união, o egoísmo em partilha,
transforma Senhor.
Ô Ô Ô ... Transforma Senhor.

409 - O CRISTO ESTÁ VIVO


HINÁRIO LITÚRGICO - 3/8 - PÁSCOA – ENTRADA

F C F C Am
1 - O Cristo está vivo! Aleluia! Ele está entre nós! Alelu------ia!
Bb C F C7 F
Bendito seu nome na terra e no céu! Aleluia! Aleluia!
2 - É nossa alegria! Aleluia! É nossa esperança! Aleluia!
É nosso caminho e também nosso pão! Aleluia! Aleluia!
3 - O Cristo está vivo! Aleluia! Vamos, sim, proclamar! Aleluia!
A boa notícia a toda nação! Aleluia! Aleluia!

411 - CANTEMOS ALEGRES


CASIMIRO NOGUEIRA - 6/8 - ACOLHIDA DA PALAVRA

C A7 Dm G7 C A7 Dm G7
Cantemos alegres, vibrantes, ergamos a Deus nossa voz. Acolhamos a sua Pala---vra, que
C G7 C
passa no meio de nós.
G F C
Cantai, cantai, irmãos, cantai com amor e fé.
C7 F Dm G7 C
A Palavra de Vi----da aclamemos de pé.
2 - A Bíblia é o Livro Sagrado e que muitos livros contém.
Ela é a verdade inspirada é nosso viver, nosso Amém.
3 - Presente se faz na História, por sua Palavra e ação,
nosso Deus que caminha com o povo, presente se faz no irmão.

412 - NOSSA SENHORA


ROBERTO E ERASMO CARLOS - 4/4 - Nossa Senhorara

A
1 – Cubra-me com seu manto de amor, guarda-me na paz desse olhar,
Bm
cura-me as feridas e a dor me faz suportar.
E7 Bm
Que as pedras do meu caminho meus pés suportem pisar,
E7 A E7
mesmo feridos de espinhos, me ajude a passar.
A A7
Se ficaram mágoas em mim, Mãe, tira do meu coração e àqueles que eu fiz sofrer,
D
peço perdão.
Dm A F#m Bm
Se eu curvar meu corpo na dor, me alivia o peso da cruz,
E7 A
interceda por mim minha Mãe, junto a Jesus.
110

A A A#dim Bm E7
Nossa Senhora, me dê a mão, cuida do meu coração, da minha vida,
A
do meu destino.
A A A#dim Bm E7
Nossa Senhora, me dê a mão, cuida do meu coração, da minha vida,
A
do meu destino,
F#m Bm E7 A
do meu caminho, cuida de mim.
2 – Sempre que o meu pranto rolar, ponha sobre mim suas mãos, aumenta minha fé e
acalma o meu coração. Grande é a procissão a pedir a misericórdia, o perdão, a cura pro
corpo e pra alma a salvação. Pobres pecadores, ó Mãe, tão necessitados de vós! Santa Mãe
de Deus, tem piedade de nós. De joelhos aos vossos pés, estendei a nós vossas mãos,
rogai por todos nós, vossos filhos, meus irmãos.

413 - PAI SANTO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Apresentação das Oferendas

D G D G A7 D A7 D
1 - Pai Santo, na força deste rito, sejais sempre bendito pelo vinho e pão.
G D G A7 D A7 D
Da vossa bondade recebemos os dons que oferecemos para a salvação.
G D A7 D
Senhor, eterno Pai, os dons de vinho e pão agora transformai em vida e salvação! (bis)
2 - Pai Santo, sejamos água pura, que ao vinho se mistura e vai se consagrar.
Por Cristo, a nossa humanidade da vossa divindade vai participar.

415 - O SENHOR É MINHA LUZ


GLÓRIA VIANA - 4/4 - Salmos

Dm A7 Dm
O Senhor é minha luz e minha salvação. A quem temerei, a quem temerei? (bis)
Gm C Dm
1 - O Senhor é o protetor de minha vida. O Senhor é o meu guia e refúgio.
Gm A7 Dm
É o consolo nas horas de angústias. A quem temerei, a quem temerei?
2 - Escutai, Senhor, a voz da minha oração. Eu confio em ti, Senhor.
Busca estar sempre contigo noite e dia. A quem temerei, a quem temerei?
3 - Ensina-me, ó Senhor, vosso caminho. E nele sempre eu estarei,
Confiante sempre forte em minha vida. A quem temerei, a quem temerei?

416 - SANTO, SANTO!


Hinário litúrgico - 4/4 - Santo

D Bm Em A7 Em A7 D
Solo: San----to, San-----to! Todos: Santo é o Senhor!
Bm Em A Em A7 D D7
Solo: Deus do uni--ver---so! Todos: Santo é o Senhor!
G C#7 F#m Bm Em A7 D D7
Solo: Hosana, hosana nas altu-------ras! Todos: Santo é o Senhor!
G C#7 F#m Bm Em A7 D
Solo: Bendito o que vem em nome do Senhor! Todos: Santo é o Senhor!
111

D Bm Em A Em A7 D
Solo: San----to, San---to! Todos: Santo é o Senhor!
D Bm A Em A7 D
Solo: Deus do univer----so! Todos: Santo é o Senhor!

417 - EU SOU A VIDEIRA


FR. LUZ CARLOS SUZIN - 3/4 - - Comunhão

E D#m A B7 A B7 E B7 E
Eu sou a videira, meu Pai é o Agricultor. Vós sois os ramos, permanecei no meu amor.
B7 E B7
1 - Para dar muito fruto, permanecei no meu amor. Para dar amor puro, permanecei no meu
E F#m B7 E
amor. Como ramos ao tronco, permanecei em mim.
2 - Para amar sem medidas, permanecei no meu amor. Para dar vossas vidas, permanecei
no meu amor. Para ser meus amigos, permanecei em mim.
3 - Para ver o Caminho, permanecei no meu amor. Para ver a Verdade, permanecei no meu
amor. Para ter sempre Vida, permanecei em mim.
4 - Para ser sal da terra, permanecei no meu amor. Para ser luz do mundo, permanecei no
meu amor. Para ser testemunha, permanecei em mim.
5 - Quando a noite é longa, permanecei no meu amor. Quando não há estrelas, permanecei
no meu amor. Quando o medo vos toma, permanecei em mim.

418 - TENHO IRMÃOS, TENHO IRMÃS


PE. ZEZINHO - 6/8 - Ecumenismo

G C D G
Tenho irmãos, tenho irmãs aos milhões em outras religiões.
C G D
Pensamos diferente, oramos diferente, louvamos diferente, mas numa coisa nós
somos
G G7
iguais:
C G C
Buscamos o mesmo Deus, amamos o mesmo Pai, queremos o mesmo céu,
D G
choramos os mesmos ais. Tenho irmãos...
Falamos diferente, cantamos diferente, pregamos diferente, mas numa coisa nós
somos iguais:
Buscamos o mesmo amor, queremos a mesma luz, sofremos a mesma dor,
levamos a mesma cruz. Tenho irmãos...
Um dia talvez quem sabe, um dia talvez quem sabe, um dia talvez quem sabe,
descobriremos que somos iguais.
Irmão vai ouvir irmão, e todos se abraçarão nos braços do mesmo Deus,
nos ombros do mesmo Pai. (bis)

419 - CÂNTICO DAS CRIATURAS


PE. JOSÉ WEBER - 2/4 - Salmos

F Bb C F
1 – Obras do Senhor, bendizei ao Senhor,
112

Dm Gm C F
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Bb Gm Am Dm
Anjos do Senhor, bendizei ao Senhor!
Bb Gm C F
Céus do Senhor, bendizei ao Senhor!
F Bb C F
A ele glória e louvor eternamente!
2 – Águas do alto céu, bendizei o Senhor, Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
Lua e sol, bendizei o Senhor! Astros e estrelas, bendizei o Senhor!
3 – Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor! Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
Fogo e calor, bendizei o Senhor! Frio e ardor, bendizei o Senhor!
4 – Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor! Geada e frio, bendizei o Senhor!
Gelos e neves, bendizei o Senhor! Noites e dias, bendizei o Senhor!
5 – Luzes e trevas, bendizei o Senhor! Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
Ilhas e terra, bendizei o Senhor! Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
6 – Montes e colinas, bendizei o Senhor! Plantas da terra, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor! Mares e rios, bendizei o Senhor!
7 – Baleias e peixes, bendizei o Senhor! Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
Feras e rebanhos, bendizei o Senhor! Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
8 – Filhos de Israel, bendizei o Senhor! Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor! Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
9 – Almas dos justos, bendizei o Senhor! Santos e humildes, bendizei o Senhor!
Jovens Misael, Ananias e Azarias, Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
10 - Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo Louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!Sois digno de louvor e de glória eternamente!

420 – NINGUÉM TE AMA COMO EU


MARTIN VALVERDE - 4/4 - Santíssimo

A E F#m A Bm D E E7
Tenho esperado este momento, tenho esperado que viesses a mim.
A E F#m A Bm D E E7 A
Tenho esperado que fales, tenho esperado que estivesses assim.
E F#m A Bm D E A
Eu sei bem o que tens vivido, sei também que tens chorado.
E F#m A Bm D E E7
Eu sei bem que tens sofrido, pois permaneço ao teu lado.
A C#m F#m A Bm E E7
Ninguém te ama como eu, ninguém te ama como eu!
A E F#m A Bm
Olha pra cruz: esta é a minha grande prova!
D E E7 A C#m F#m A
Ninguém te ama como eu, ninguém te ama como eu!
Bm E E7 A
Ninguém te ama como eu! Olha pra cruz:
E F#m A Bm E E7 A
Esta é a minha grande prova: Ninguém te ama como eu!

E F#m A Bm D E E7 A
Eu sei bem o que me dizes, ainda que nunca me fales.
E F#m A Bm D E E7 A
Eu sei bem o que tens sentido, ainda que nunca me reveles.
E F#m A Bm D E E7 A
Tenho andado ao teu lado, junto a ti permanecido.
113

E F#m A Bm D E E7
Eu te levo em meus braços, pois sou teu melhor amigo!
A
Ninguém te ama como eu...

421 – EU NÃO SOU DIGNO


PE. ZEZINHO - 4/4 - Comunhão

G Am D7
1 - Eu não sou digno, ó meu Senhor,
G Am D7
Eu não sou digno de que Tu entres, ó meu Senhor,
G C G C
Na minha casa, porque és tão Santo, e eu pecador!
G D7 G
Eu nem me atrevo até pedir este favor!
D7 G Em Am D7 G
Mas, se disseres uma palavra, a minha casa se transformará.
D7 G E7 Am D7 G
Uma palavra é suficiente, suavemente ela nos salvará!
2 - Eu não sou digna, ó meu Senhor, Eu não digna de que Tu entres, ó meu Senhor,
Na minha casa, meu coração é tão pecador Que nem me atrevo a pedir este favor!

422 – O VIAJANTE
PE. ZEZINHO E GLORY CENTO - 4/4 Diversos

D A7 Em A7 D F#m
1 - Eu tinha fome de ir embora, pra ver a vida como a vida era.
G A7 D D7 G A7 D A7
Pra aquele teu conselho não liguei e agora vejo quanto me enganei!
D A7 G A7 D D7
Manda-me um bilhete de regresso, ou venha me buscar: não ando bem.
G A7 D D7 G A7 D
Pensei que abandonar-te era progresso, mas, sem o teu amor, não sou ninguém!
2 - Peguei a minha herança e fui embora, de todos os manjares eu provei.
Não houve nada que eu não fiz lá fora, mas nem por isso me realizei.
Dinheiro, amores, droga, malandragem, eu tinha tudo isso e muito mais.
Gastei a minha herança na viagem, comprei a vida, mas não tenho paz.
3 - Eu vi a vida com a vida era, eu vi a vida, às vezes, dói demais.
Viver sem teu amor é uma quimera. Eu volto a ser teu filho para ter paz.
Aos poucos eu ensaio aquele abraço que um filho arrependido dá no pai.
Na hora que eu voltar ao teu abraço, te juro que eu não saio nunca mais!

423 – REUNIDOS AQUI


RCC - 4/4 - Entrada

G C D7 G Em
Reunidos aqui só pra louvar o Senhor. Novamente aqui, em união.
C G Em C G7 C D7
Algo bom há de acontecer. Algo bom Deus tem para nós. Reunidos aqui só pra louvar o
G
Senhor!
114

424 – O SENHOR É REI


ALFREDO - 4/4 - Cristo Rei

Em G D
/:O Senhor é Rei, o Senhor é meu pastor e Rei! :/
Em G D C Em
O Senhor está no céu, o Senhor está no mar, na extensão do infinito.
G D Em C D
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito! (bis)
Em G D C Em
Quando eu vacilar, eu não temerei, pois o Senhor está comigo.
G D Em C D
Está no céu, está no mar, na extensão do infinito! (bis)

425 – QUANDO EU CHEGUEI AQUI


2/4 – Entrada

E B7 E B7 E
Quando eu cheguei aqui, meu Senhor já estava! Quando cheguei aqui o Senhor já estava!
B7
No meio desta Igreja ele passeava!
E
Quando eu cheguei aqui, meu Senhor já estava!
B7 E
Um lindo coral de anjos aqui chegou: Vieram acompanhando o meu Senhor.
B7
A mesa já está pronta e não falta nada.
E
Quando eu cheguei aqui, meu Senhor já estava!
B7
A essência do seu amor ele deixou aqui. Tirou do meu coração todas as mágoas!
E
Quando eu cheguei aqui, meu Senhor já estava!

426 – SENHORA RAINHA


PE. ZEZINHO - 4/4 - Nossa Senhora

D A7
O povo te chama de Nossa Senhora por causa de Nosso Senhor.
D
O povo te chama de Mãe e Rainha porque Jesus Cristo é o Rei do céu.
D7 G
E por não te ver como desejaria, te vê com os olhos da fé.
D A7
Por isso ele coroa a tua imagem, Maria, por seres a Mãe de Jesus,
D A7 D D7
por seres a Mãe de Jesus de Nazaré.
115

G D
Como é bonita uma religião que se lembra da Mãe de Jesus.
Em A7 D7 G
Mais bonito é saber quem tu és: Não és deusa, não és mais do que Deus.
D A7 D
Mas, depois de Jesus, o Senhor, neste mundo ninguém foi maior.
Aquele que lê a palavra divina por causa de Nosso Senhor, já sabe que o livro de Deus nos
ensina que só Jesus Cristo é o intercessor.
Porém, se podemos orar pelos outros, a Mãe de Jesus pode mais.
Por isso te pedimos em prece, ó Maria, que leves o povo a Jesus.
Porque de levar a Jesus, entendes mais.

427 – RENOVA-ME
RCC - 4/4 - Penitência

D G A D Em A
Renova-me, Senhor Jesus. Já não quero ser igual.
D G A D Em A A7
Renova-me, Senhor Jesus. Põe em mim teu coração.
D F#m Bm G Em G A
/:Porque tudo o que há dentro de mim precisa ser mudado,Senhor,
D F#m Bm G A D
porque tudo o que há dentro do meu coração, precisa mais de ti. :/

428 – FICO FELIZ


EDSON SANTOS - 4/4 - Entrada

C F C G
Fico feliz em vir em tua casa, erguer minha voz e cantar.
C F C G C
Fico feliz em vir em tua casa, erguer as minhas mãos e adorar.
F C G
Bendito é o Nome do Senhor! Bendito é o Nome do Senhor.
C F C
Bendito é o Nome do Senhor para sempre!

429 – VIVER E CRER


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - Diversos

A E A E A
1 – Deixar que o silêncio nos fale da vida pra ser entendida na fonte do amor.
Bm A E A
Deixar que a ternura eleve às alturas E faça o caminho ter muito vigor.
D A E E7 A
Viver, viver tão presentes; viver tão contentes por crer em Deus!
D A E D A
116

Viver, viver tão presentes; viver tão contentes por crer em Deus!
2 – Deixar que a bondade promova a unidade dos povos da terra, sem guerra, sem mal.
Deixar que a beleza se viva na mesa da fraternidade, num mesmo ideal.
3 – Deixar que os pobres se vejam tão nobre e sintam a vida querida por Deus.
Deixar que as flores expressem amores e façam a festa da terra e do céu.

430 – FAZEI RESSOAR


IR. MARIA JOSÉ - 2/4 - Acolhida da Palavra

Em B7 Am B7 Em
Fazei ressoar a Palavra de Deus em todo lugar! (bis)
D Em
1 – Na cultura, na História, vamos expressar,
D Em B7
levando a Palavra de Deus em todo lugar, vamos lá!
2 – Na cultura popular, vamos catequizar, celebrando fé e vida em todo lugar, vamos lá!
3 – Com o negro e com o índio vamos nós louvar, e com a comunidade vamos festejar,
vamos lá!
4 – Com o pandeiro e com a viola vamos pois cantar,
animando a nossa luta em todo lugar, vamos lá!
5 – Com o atabaque e com o tambor vamos celebrar
a Palavra do Senhor em todo lugar, vamos lá!

431 – ALEGRAI-VOS
JOSENILDO DE PAJAÚ - 2/4 - Acolhida da Palavra

D F#m G D
1 – Alegrai-vos, alegrai-vos! É Jesus que vem chegando:
G D E7 A7 D
A Palavra, Boa Nova, entre nós vai se espalhando!
2 – Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!
A Palavra, Boa Nova, entre nós vai se espalhando!

432 – O SOL NASCEU


JOSENILDO DE PAJAÚ - 2/4 - Mantra

D Bm F#m Bm Em A7 D
O Sol nasceu, é novo dia. Bendito seja Deus! Quanta alegria!

433 – QUEM NÃO RENASCER DA ÁGUA


BERALDO HANLON - 2/4 - Batismo e Aspersão

Em D C Bm Em Bm Em
Quem não renascer da água, o Reino de Deus não verá.
D C Bm Em Bm Em
Quem não renascer do alto, no Reino não entrará.
Am Em C Am Em
1 – A verdade vos digo e quem escutará? O que nasce da carne, só carne ficará.
C G Am C B7
Mas o que nasce do Espírito, espírito será!
2 – O Senhor saiu da água e o céu logo se abriu.
117

O Espírito em forma de pomba, então, se viu. E uma voz: “Tu és meu Filho bem amado”
se ouviu.
3 – Deixai vir as crianças, deixai-as vir a mim,
porque delas, porque delas é o Reino de Deus, sim. Entrarão no céu, somente, os que se
tornarem assim.
4 – Toda autoridade eu recebi do Pai; pelo mundo ide, então, ensinai e batizai,
e em discípulos, amigos meus, a todos transformai!
118

434 – TODO TEU


PE. JOÃOZINHO - 6/8 - Vocacional - Apresentação das Oferendas

D A G E7 A A7
Que mais eu posso te dar, além da fé e do amor?
D A G A7 D
Que mais eu posso ofertar, pois sou todo teu, Senhor!
D7 G D A D
1 – Te dou minha voz pra que possas falar, serei teu profeta, não vou me calar!
D7 G D A D Em A7
Te dou os meus pés se quiseres andar. Irei pelo mundo pra Te anunciar.
2 – Te dou minhas mãos, quero a Ti me ofertar, serei operário aqui neste altar.
Dou meu coração se quiseres amar: Eu sou todo teu, tua casa é meu lar!

435 – EVANGELIZAR
LOTHARIO WELTER - 2/4 - Missões

D Em A G A7 D
Evangelizar! Evangelizar! Eis nossa missão, nossa vocação.(bis)
D
1 – A Igreja nos envia para o Reino anunciar.
G D Em A7 D
Com Jesus e com Maria vamos evangelizar. (bis)
2 – Missões Santas Populares, Boa Nova a propagar.
Visitar todos os lares, percorrer todo o lugar. (bis)
3 – Em virtude do Batismo, devemos construir
Novo lar, sem egoísmo, lar - Igreja do porvir. (bis)

436 – VAMOS PREPARAR A CEIA


D. PEDRO BRITO GUIMARÃES - 2/4 - Apresentação das Oferendas

F C7 Bb F
1 – Nosso Deus fez o mundo tão perfeito, colocou em nosso peito a semente do amor.
C7 F C7 Bb C7 F
E por isso aqui somos seus convivas, e formamos hóstia vivas, nesta casa do Senhor.
C7 F
Vamos preparar a Ceia, vamos repartir o pão!
C7 Bb C7 F
Quero ver a mesa cheia dos sinais da salvação.
C7 F
Vamos prepara a Ceia, vamos repartir o vinho!
C7 Bb C7 F
Quero ver a casa cheia de ternura e de carinho.
2 – Nosso Deus faz de nós uma família numa Igreja que partilha e se oferta em oblação.
Para que ofertemos pão e vinho que dão força no caminho e nos levam à doação.
3 – Nosso Deus sabe ouvir nosso clamo e, com todo sofredor, faz a nova aliança.
Também nós, o que temos partilhamo o que somos ofertamos, pra gerar mais esperança.
4 – Nosso Deus chama toda a humanidade a viver em liberdade, a oferta e a paixão.
Tudo é d´Ele e nós somos seu rebanho. Nele pomos nossos sonhos: toda a vida e vocação.

437 – LIVRES PARA AMAR


119

JORGE TREVISOL E GUSTAVO BALBINOT - 4/4 - Vocacional

C G C F G C Am G
1 - Tu nos fizeste assim: Filhos do teu coração, Mais do que pássaros livres!
F C F C
Mais livres nós somos quando entre tuas mãos. Bem mais que as flores do campo,
G C
Maior é o encanto do amor que tu tens.
G F C G F C
Eis que eu vou proclamar tua vida! Sim, eu vou anunciar teu amor.
F C F C
Livre pra poder te amar, feliz por querer te anunciar.
F C G C
Pronto para escutar quando tua voz me falar.
2 – Mas muitas vezes o amor ferido e preso ficou! Por medo ou por incerteza!
Perdeu-se a beleza e o brilho do olhar! No rosto da humanidade
estampou-se a saudade do afeto e do lar.
Eis que o amor é Jesus! Ele é o Libertador.
Nele não mais cadeia, sua vida semeia Esperança e vigor!
Nele a humanidade encontra a verdade, recobra o esplendor!
F G Em Am Dm G
La – la –lai –a – la – lai – a – l a – la – lai – a – la – la – lai – a – la- la - lai – a – la – la –
C
lai - a.

438 – SANTO É O SENHOR


JULIO CESAR RODRIGUES - 4/4 - Santo

Am F E7 Am
Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo é o Senhor!(bis)
G Am G Am F E7
Deus do Universo! O céu e a terra proclamam a vossa glória!
Am E7 Am
Hosana nas alturas, Hosana nas alturas!
Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo, Santo é o Senhor!(bis)
Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas, Hosana nas alturas!

439 – DIVINO HÓSPEDE


PE. AURICÉLIO COSTA - 4/4 - Comunhão

D A Bm D A Bm
1 – Bem-vindo, Tu que trazes a Boa Nova. Bem-vindo, Tu que trazes o Reino dos céus.
G A F#m Bm
És Vida! És Esperança! Tua presença é presença de Deus.
D A G D D7
Bem-vindo Tu que trazes a Boa Nova!
G A F#m Bm
/:Podes entrar, Divino hóspede! Podes entrar em meu coração.
D A G A D
Esta é a casa que preparei para Te acolher! :/
2 – Bem-vindo, Tu que falas de amor e perdão. Bem-vindo, Tu que falas de um mundo novo.
És Luz! És Porta! Como discípulo eu quero Te acolher. Bem-vindo, Tu que falas de amor e
perdão!
120

440 – ELE ME AMA E CHAMA


FR. JURANDIR CAETANO - 3/4 - - Comunhão

A E7
1 – Mesmo que o sol não brilhe, eu sei que o Senhor me ama.
A
Mesmo que o mar secasse, eu sei que o Senhor me ama.
D A
Ele me ama com amor. Ele me chama, eu logo vou.
E7 D A
Tudo me fala deste amor. Ele é o meu Senhor.
E7 A
Tudo me fala deste amor. Ele é o meu Senhor.
2 – Se a tristeza me invade, eu sei que o Senhor me ama.
Quando as estrelas não brilham, eu sei que o Senhor me ama.
3 – Se a dor me consome, eu sei que o Senhor me ama.
Quando a alegria me invade, eu sei que o Senhor me ama.

441 – QUE BOM SERIA


GLÓRIA VIANA - 2/4 - Nossa Senhora

A D A D A
Ah! Que bom seria se todos imitassem Maria! (bis)
Bm D E7 A
1 – O mundo, então, seria bem mais belo, a vida, então, seria bem melhor.
Bm E7 A
Os homens usariam de justiça, caminhavam lado a lado sem parar.
2 – Haveria humildade entre todos, muita paz, então, teria em cada lar.
Só amor, fraternidade existiria. nova vida, então, iriam partilhar.

442 – CORDEIRO
ROBSON MEDEIROS VICENTE - 6/8 - Cordeiro

F C Bb F C
1 – Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo,
F Bb C F
tende piedade, piedade de nós!
2 – Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade, piedade de nós!
3 – Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz, a graça da paz!

443 – QUANDO A NOITE CHEGAR


ADOLFO TEMME - 3/4 - Mantra

Dm A7 Dm A7 Dm
Quando a noite chegar, vem, Jesus, me guardar!
Gm Dm A7 Dm
Vem, protege meu sono com teu santo olhar! (bis)

445 – VEM E EU MOSTRAREI


6/8 - Comunhão
121

G Em Am D7
1 – Vem, e eu mostrarei que o meu caminho te leva ao Pai.
G Em Am D7
Guiarei os passos teus e junto a ti hei de seguir.
G B7 C D7
Sim, eu irei e saberei como chegar ao fim.
G B7 C D7 G
De onde eu vim, aonde vou: por onde irás, irei também.
Em Am D7
La – la – la – la – la – la – la – la – la- la – la – la – la - la ...
2 – Vem, e eu te direi o que ainda estás a procurar.
A verdade é como o sol e invadirá teu coração.
Sim, eu irei e aprenderei minha razão de ser.
Eu creio em ti que crês em mim, à tua luz, verei a luz.
3 – Vem, e eu te farei da minha vida participar.
Viverás em mim aqui. Viver em mim é o bem maior.
Sim, eu irei e viverei a vida inteira assim.
Eternidade é na verdade o amor vivendo sempre em nós.

446 – LADAINHA DE TODOS OS SANTOS


4/4

D Bm D Bm
Kyrie, eleison! – Kyrie, eleison!
D Bm D Bm
Christe, eleison! - Christe, eleison!
D Bm D Bm
Kyrie, eleison! - Kyrie, eleison!
D Bm Em
1 - Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós!
A7 D D7 G
São Miguel, rogai por nós! - Santos Anjos de Deus, rogai por nós!
D A7 D
São José, intercedei por nós!
2 – São João Batista, rogai por nós!
São Pedro e São Paulo, rogai por nós!
Santo André, rogai por nós! – São João, intercedei por nós!
3 – Santa Maria Madalena, rogai por nós!
Santo Estevão, rogai por nós!
Santo Inácio de Antioquia, rogai por nós!
São Lourenço, intercedei por nós!
4 – Santas Perpétua e Felicidade, rogai por nós!
Santa Inês, rogai por nós! - São Gregório, rogai por nós!
Santo Agostinho, intercedei por nós!
5 – Santo Atanásio, rogai por nós! – São Basílio, rogai por nós!
São Martinho, rogai por nós! – São Bento, intercedei por nós!
6 – São Francisco e São Domingos, rogai por nós!
São Francisco Xavier, rogai por nós!
São João Maria Vianey, rogai por nós!
Santa Catarina de Sena, intercedei por nós!
7 – Santa Teresinha do Menino Jesus, Rogai por nós!
Santa Teresa de Ávila, rogai por nós!
Santos Mártires dos nossos tempos, rogai por nós!
Todos os Santos e Santas de Deus, intercedei por nós!
8 – Sede-nos propício, ouvi-nos, Senhor!
122

Para que nos livreis de todo mal, ouvi-nos, Senhor!


Para que nos livreis de todo o pecado, ouvi-nos, Senhor!
Para que nos livreis da morte eterna, ouvi-nos Senhor!
9 – Pela vossa encarnação, ouvi-nos, Senhor!
Pela vossa morte e ressurreição, ouvi-nos, Senhor!
Pela efusão do Espírito Santo, ouvi-nos Senhor!
Apesar de nossos pecados, ouvi-nos, Senhor!
10 – Para que vos digneis conduzir e proteger a vossa Igreja, ouvi...
Para que vos digneis conservar no vosso santo serviço o papa,
os bispos e todo o clero, ouvi-nos, Senhor!
Para que vos digneis conceder a todos os povos a paz e a
verdadeira concórdia, ouvi-nos Senhor!
Para que vos digneis conservar-nos e confortar-nos no vosso
Santo serviço, ouvi-nos, Senhor!
11 – (Nas ordenações): Para que vos digneis abençoar este eleito,
ouvi-nos, Senhor!
Para vos digneis abençoar e santificar este eleito,
ouvi-nos, Senhor!
Para que vos digneis abençoar, santificar e consagrar
este eleito, ouvi-nos Senhor!
Jesus, Filho de Deus, ouvi-nos Senhor!
12 – Christe, audi nos! – Christe, audi nos!
Christe, exaudi-nos! - Christe, exaudi nos!

448 – OS CRISTÃOS TINHAM TUDO EM COMUM


VALDECI FARIAS - 2/4 Comunhão

Em B7 Em Am C B7
Os cristãos tinham tudo em comum. Dividiam seus bens com alegria.
Em Am Em B7 Em
Deus espera que os dons de cada um Se repartam com amor no dia a dia. (bis)
D7 G B7 Em
1 – Deus criou este mundo para todos. Quem tem mais é chamado a repartir
Am Em C B7
com os outros o pão, a instrução. E o progresso: fazer o irmão sorrir.

449 – NÃO FECHEIS HOJE O VOSSO CORAÇÃO


PE. FONTANELLA - 2/4 - Salmos

D Bm G D Bm F#m A7 D
Não fecheis hoje o vosso coração, mas ouvi a voz do Senhor!
F#m G D Bm G D
1 – Vinde, exultemos de alegria no Senhor, aclamemos nossa rocha e salvação.
Bm G A7 D A7 D
Vamos até Ele levar nosso louvor, E lhe cantemos nossos cantos de alegria.
2 – Sim, o grande Deus é o Senhor dos senhores, é um Rei que, dos deuses, é o maior:
Eis que toda a terra está em suas mãos. Dele é o mar, pois foi Ele quem o fez.
3 – Vinde, e o adoremos todos inclinados, de joelhos perante o Criador:
Ele é o nosso Deus e nós somos o seu povo, como ovelhas a seguir o seu Pastor.
4 – Se ao menos hoje ouvísseis sua voz: “Não deixeis endurecer os corações,
como no deserto fizeram vossos pais, apesar de terem visto minhas obras.”
5 – Por quarenta anos aquela geração, no deserto, a mim me desgostou:
E, na minha ira, jurei não permitir Jamais entrarem no repouso prometido!
123

450 – OS DEVOTOS DO DIVINO


FOLIA DE REIS - 4/4 - Natal – novena

C G7 C F
1 – Os devotos do Divino vão abrir sua morada
Am F Am G7 C
pra bandeira do menino ser bem-vinda e ser louvada. Ai, ai, ai!
2 – Deus vos salve! Esse devoto! Pela esmola em vosso nome,
dando água a quem tem sede, dando pão a quem tem fome.
3 – A bandeira acredita que a semente seja tanta,
que a mesa seja farta, que essa casa seja santa.
4 – Que o perdão seja sagrado, que a fé seja infinita,
que o homem seja livre, que a justiça sobreviva! Ai, ai, ai!

451 – SENHOR, VEM SALVAR TEU POVO


PE. JOSÉ WEBER - 3/4 - Advento - Entrada
Em
1 – Senhor, vem salvar teu povo, das trevas, da escuridão.
C D Bm Em
Só tu és nossa esperança, és nossa libertação.
Am D7 G Em Am B7 Em
Vem, Senhor, vem nos salvar! Com teu povo vem caminhar!(bis)
2 – Contigo o deserto é fértil, a terra se abre em flor.
Da rocha brota água viva, da treva nasce esplendor.
3 – Tu marchas à nossa frente, és força, caminho e luz.
Vem logo salvar teu povo, não tardes, Senhor Jesus!

452 – MAIS PERTO DO MEU DEUS


TRADICIONAL - 4/4 - Exéquias

G C G D G C G D7 G
1 – Mais perto do meu Deus, ó Pai do céu, em dura provação e tentação.
C G C G D G C G D7 G
Quando em pavor gemer, hei de fiel dizer: Mais perto do meu Deus, ó Pai do céu!
2 – Treva se me colher e anoitecer, sem norte e sem luz que me conduz:
Hei de vos invocar e sempre suspirar: Mais perto do meu Deus, ó Pai do céu!
3 – Quando da morte a mão, meu coração com seu temor encher, vinde socorrer.
Na derradeira dor, direi com santo amor: Mais perto do meu Deus, ó Pai do céu!

453 – PROVA DE AMOR MAIOR NÃO HÁ


PE. JOSE´WEBER - 4/4 - Comunhão
Em Am B7 Em
Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão. (bis)
Am D B7 Em
1 – Eis que eu vos dou o meu novo mandamento:
Am D7 G
“Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado.”
2 – Vós sereis os meus amigos se seguirdes meus preceitos:
“Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado.”
124

3 – Nisto todos saberão, que vós sois meus discípulos:


“Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado.”

454 – GRAÇAS E LOUVORES


TRADICIONAL - 6/8 – Santíssimo

G C G
Graças e louvores se dêem a todo momento
D7 G D7 G D7 G D7 G
Ao Santíssimo e diviníssimo Sacramento, Ao Santíssimo e diviníssimo Sacramento!

455 – ESTA MANHÃ, MAIS UMA VEZ


PE. ZEZINHO - 6/8 - Entrada
D B7 Em A7
1 – Esta manhã, mais uma vez, volto a rezar e a pedir tua luz.
D A D B7 Em
Sei que eu não sei continuar sem escutar tua voz que me diz
A7 D A7 D A7 D D7
Que o Pai me ama, que ele me chama pra me fazer feliz.
G D D7 G D G
Eu vou percorrendo o caminho, eu vou porque Deus é amor,
D G D
Porque Deus me chamou, porque Deus é amor.
2 – Hoje, talvez, mais uma vez, eu vou chorar e sorrir e pensar
que eu nada sei do amanhã. Tudo o que eu sei se resume em
saber que o Pai me ama, que ele me chama pra me fazer feliz.

457 – BOA NOITE, MEU PAI


PE. ZEZINHO - 6/8 - Entrada
D A Em A7 D
Boa noite, meu Pai, venho te agradecer. Mais um dia vivi, vivi no teu amor.
A Em A7 D
Boa noite, meu Pai, fala o meu coração. Se eu falhei neste dia, peço o teu perdão.
F#m G D
Meu Senhor, ó meu Pai, meu amigo, vim agradecer
F#m G D
Este dia que tive com amor, pra viver como irmão.
Em A7 D
Se eu não fui tão perfeito, Senhor, modifica o meu coração
Em A A7 D
Para estar sempre a teu serviço e do meu irmão. Boa noite, meu Pai!

458 – VEM, MEU POVO


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Entrada

G E7 Am D7 G
1 . Vem, meu povo da cidade, das vilas e favelas, do campo e do sertão!
B7 Em B7 Em
Vem, que hoje eu te convido, aguça o teu ouvido, pois falarei de paz!
Am D7 G Em A7 D7
Sou teu Deus e teu amigo, cear quero contigo no amor que refaz!
G Am D7 G
Vem, e vive a liberdade do filho que revela meu rosto em cada irmão!
B7 Em B7 E7
125

Vem, e prova a minha ceia. Darei medida cheia a quem faz lugar!
Am D7 G Em Am D7 G
Meu amor, por onde passa, não cobra, é de graça, no Dom de se dar!
C F#7 Bm E7 Am D7 G
Sim, Senhor, és minha festa: De mim agora resta meu ser em comunhão!
C Cm G E7 Am D7 G
Sou teu povo aqui presente, à espera da semente que se faz libertação!
2 – Vem, povo tão sofrido, aflito e machucado por dor e opressão!
Vem, serei no teu deserto a fonte que por certo renova e dá vigor!
Sou teu Deus e companheiro, estar eu quero inteiro na voz do clamor!
Vem, serás por mim servido, no colo carregado, farás refeição!
Vem, e canta a esperança que teima e não se cansa de sempre esperar!
Meu amor é sem medida, e faz brotar a vida onde o povo pisar!

459 – SANTO
IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Santo

C G Am Em Dm D7 G7
Santo, Santo, San---to, Senhor Deus do Universo!
C G7 Am D7 G Am D7 G
O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória!
C G7 C G7 C
O Santo, o justo, o verdadeiro Deus!
F C G7 C F C Dm G7 C
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas!
Am E7 Am D7 G Am D7 G
Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o que vem em nome do Senhor!
C G7 C G7 C
O Santo, o justo, o verdadeiro Deus!

460 – AMÉM, EU ACEITO


IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Comunhão

A Bm E7 A B7 E7 A7 D A E7 A
Amém! Eu aceito teu Corpo, Senhor! Amém! Eu assumo ser pão de amor!
F#m Bm E7 A
1 – Famintos do Pão da igualdade, na mesa da fraternidade.
F#7 Bm E7 A
Tu és nossa Vida e Verdade: sustenta os que em Ti são irmãos!
2 – Sedentos de paz e alegria, buscamos na Eucaristia
a fonte que ao mundo anuncia: Só Deus pode o homem saciar.
3 – Mendigos de amor e de graça, as mãos estendidas tu passas,
e esperas que em nós também nasça o gesto de dar e servir!

461 – ATO PENITENCIAL


PE. NEY BRASIL - 6/8 - Ato Penitencial

Dm A7 Bb D7 Gm Dm A7 Dm E7 A7
Senhor, tende piedade, piedade de nós! Cristo, piedade, piedade de nós!
Dm A7 Bb D7 Gm Dm A7 Dm Bb Gm A7 Dm
Senhor, tende piedade, piedade de nós! Senhor, piedade, pieda---------de de nós!

462 – GLÓRIA
TELMO JOSÉ TOMIO - 4/4 - Glória
126

F C7 F BB G7 C7
Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra a seus amados!
Bb C7 F A7 Dm Gm C7 F Gm A7 Dm Bb C7 F
A Vós louvam, Rei Ce--les---te, os que foram libertados! ( no final): A----mém! A----mém!
Dm E7 A7 Dm
1 – Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos;
Bb A7 Dm Bb F C7 F
damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos!
2 – Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai,
Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!
3 – Vós que estais junto do Pai, como nosso Intercessor,
acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
4 – Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor,
com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor!

463 – CREIO
IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Creio

C G7 C Am D7 G G7 C G7 Em Am Dm G7 C
Creio, Senhor! Crei----o, Senhor, mas aumentai, aumentai minha fé!

464 – ACOLHEI NOSSA PRECE, SENHOR


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Preces

A E7 A
Acolhei nossa prece, Senhor! Sobre nós derramai vosso amor!

465 – EIS O MISTÉRIO DA FÉ


FR. LUIZ CARLOS SUZIN - 4/4 - Após a Consagração

D G A7 D D7
Sac. Eis o mistério da fé!
G A7 D A7 D
Todos: Anunciamos, Senhor, a vossa morte, e proclamamos vossa ressurreição!
D7 G A7 D Bm Em A7 G D
Vinde, vinde, Senhor Jesus! Boas vindas, Senhor Jesus!

466 – DOXOLOGIA – O GRANDE AMÉM


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Amém

D A7 D D7
Amém! Amém! Amém! Amém!
G A F#m B7 Em A7
Amém! Amém! Jesus Cristo é nosso Amém! Para a glória de Deus Pai! Amém! Amém!
D
Amém!

467 – AMÉM!
Pe. Zezinho - 4/4 - Amém

Dm Bb A Dm Bb A D7 Gm C7 F Bb Gm A7 Dm D7
127

A-------mém! A----------mém! A------mém! A-------mém! A----------mém!


Gm C7 F F Gm A7 D
A-------mém! A--------mém! A-----------mém!

471 – CORDEIRO SANTO DE DEUS


PE. NEY BRASIL - 6/8 e 9/8 - Cordeiro

F Am Gm C F Am Dm Bb C
Cordeiro Santo de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, piedade de
F C7
nós!
F Am Gm C F Am Dm Gm Bb C
Cordeiro Santo de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, piedade de
F
nós!
F7 Bb Gm Am Dm Gm C7 F
Cordeiro Santo de Deus que tirais o pecado do mundo, Dai-nos a Paz, a vossa Paz!

472 – EU VIVO NA FÉ DO FILHO DE DEUS


PE. NEY BRASIL - 6/8 - Comunhão

D Bm Em G Em A A7 D
Eu vivo na fé do Filho de Deus. Ele me amou e por mim se entregou! Gl 2,20
F#m Bm D7 G D Em A7 D
Eu vivo na fé do Filho de Deus. Ele me amou e por mim se entregou! Gl 2,20
A D A D E A A7
1 – Eu agradeço a Quem me chamou, eu, que era blasfemo e da Igreja perseguidor. (1 Tm
1,12)
2 – Quem és, Senhor? Que queres que eu faça?
Sou Jesus, a quem buscas, persegues com tal rancor. (At 9, 5-6)
3 - Eu não mereço a nome de Apóstolo,
mas a Graça de Deus triunfou, gloriosa em mim. (1 Cor 15, 9-10)
4 – Eu sei em Quem acreditei
e estou certo que Ele o tesouro meu guardará. (2 Tm 1,12)

473 – O SENHOR É SANTO


PE. JOÃO CARLOS - 2/4 - Santo

Am G F
O Senhor é Santo! O Senhor é Santo! O Senhor é Santo! O Senhor é Santo! O Senhor é Santo! O
Senhor é Santo!
E Am E Am E Am E Am
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas!
Am G
Bendito o que vem, bendito o que vem em nome do Senhor, em nome do Senhor!
F
Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana...

474 – CRISTO HOJE


ADOLFO TEMME - 4/4 - Aclamação

Dm A7 Dm F C Gm A Dm
Cristo hoje, Cristo ontem, Cristo para sempre. Amém!
128

475 - VENHAM, Ó NAÇÕES


LUIS EDUARDO BARONTO - 2/4 - Entrada

E B7 E B7 E
1 – Venham, ó nações, ao Senhor cantar! (bis) Ao Deus do universo venham festejar! (bis)
2 – Seu amor por nós, firme para sempre, (bis) sua fidelidade dura eternamente! (bis)
3 – Glória ao Pai e ao Filho e o Santo Espírito. (bis)
Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito! (bis)
4 – Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! (bis) Saudemos com alegria nossa Salvação! (bis)
5 – Fez-se carne o Verbo, até nós desceu. (bis) Vimos a sua glória, que seu Pai lhe deu! (bis)

476 – EU VI A ÁGUA
REGINALDO VELOSO - 3/8 - Batismo

C G7 C
1 – Eu vi, eu vi foi água a manar, do lado direito do templo a jorrar.
F G7 C
Amém, Amém, Amém, Aleluia! Amém, Amém, Amém, Aleluia! (bis)
2 – E quantos foram por ela banhados, cantaram o canto dos que foram salvos:
3 – Louvai, louvai e cantai ao Senhor, porque ele é bom e sem fim seu amor.
4 – Ao Pai a glória e ao Ressuscitado e seja o Divino pra sempre louvado!

477 – SEGURANÇA
ADEMAR LEONARDO TERRA - 4/4 - Comunhão

G C G Em A7 D7
Somente em ti eu tenho segurança, meu Deus, meu Senhor.
G C G D7 G
O teu poder é minha segurança, te dou meu amor.
G7 C D7 G
1 – Tu nos dás o teu corpo em alimento, maior gesto de amor e doação.
G Am D7 G
Nos convidas a cada momento a servir e ajudar nosso irmão.
2 – O teu sangue nos lava do pecado, purifica e dá força na missão.
Quero estar para sempre ao teu lado, nos perigos sentir tua mão.

478 – VINDE COMIGO


EDISON DE SOUZA MUELER - 6/8 - Diversos

C Am Dm G7 C Am Dm G7
1 – Quando o cansaço, a dor e o abandono as tuas forças não mais te fazem mover,
C Am Dm G7 C Am Dm G7 F
quando os teus passos, a luta e teu viver perdem sentido, não mais te fazem crescer:
C F G F C G7 C F
Vinde comigo, sozinhos comigo, para um lugar bem seguro,
G7 C Am Dm G7 F C
Vinde comigo, descansai um pouco, sozinhos comigo!
2 – Quando a rotina, o stress e a depressão tomam conta da vida e tudo parece vão,
quando a fraqueza apaga tua chama acesa e a tua voz não mais dá certeza:
Vinde comigo, sozinhos comigo, para um lugar deserto,
Vinde comigo, vigiai um pouco, sozinhos comigo!
3 – Quando a oração te falta ao coração e a aridez vem e toma a sua vez,
quando a tua alma, já não mais tranqüila e calma e a solidão vem e pega na tua mão:
Vinde comigo, sozinhos comigo, para um lugar tranqüilo,
129

Vinde comigo, orai um pouco, vinde comigo, sozinhos comigo!

480 – A ALEGRIA
RCC - 4/4 - Diversos

G G7 C D7
A alegria está no coração de quem já conhece a Jesus.
G Em A7 D7
A verdadeira paz só tem aquele que já conhece a Jesus.
G G7 C Cm
O sentimento mais precioso que vem de Nosso Senhor,
G D7 G D7
É o amor que só tem quem já conhece a Jesus.
G G7 C D7 G Em A7 D7
Alelu--------ia, alelu----ia, alelu------ia, alelu-----ia!

481 – A ESCOLHIDA
D.R. - 2/4 - Nossa Senhora

F A7 Dm A7
1 – Uma entre todas foi a escolhida: Foste tu, Maria, serva preferida,
Bb F G7 C7
Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador.
F Dm Bb C7 F Dm
Mari----a, cheia de graça e consolo,
Bb C7 F Dm Bb C7 F Dm Bb C7
Vem caminhar com teu povo. Nossa Mãe e sempre serás.
F Dm Gm C7 F Dm Bb C7 F Dm
Maria, cheia de graça e consolo, vem caminhar com teu povo,
Bb C7 F
Nossa Mãe e sempre serás.
2 – Roga pelos pecadores desta terra. Roga pelo povo que em Deus espera,
Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador.

482 - NASCEU O SOL


OSVALDO DE OLIVEIRA - 2/4 - Páscoa - Entrada

E7 A D
1 - Nasceu o sol, lindo arrebol, manhã de luz,
E7
Porque Jesus venceu a morte, nos deu uma nova vida,
A E7
Jesus ressuscitou!
A D
Vê o jardim como floriu, aquela flor desabrochou,
E D E7
e nos olhares brotou a esperança.
A A7
Jesus ressuscitou!
D E7 A A7 D F#m
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!
E7 A
Nós temos vida nova no amor.
130

2 - Numa só voz vamos cantar,


Dia feliz, dia de paz, felicidade te desejo num abraço. Jesus ressuscitou!
Alegria, irmão, teu coração espalha a paz, ressurreição.
Tens nova vida, tens nova missão. Jesus ressuscitou!

483 – QUANDO O TRIGO AMADURECE


MARIA DO CARMO RAMOS - 4/4 - Apresentação das Oferendas

A D Bm E7 A
La – ra – rá. La – ra – rá. La – rá – la – rá.
A D E A
1 – Quando o trigo amadurece e do sol recebe a cor,
E D E7 A F#m
Quando a uva se torna prece no oferta do nosso amor,
C#m D E7 A D
Damos graças pela vida derramada neste chão,
A E7 A
Pois, és Tu, ó Deus da vida, quem dá vida à criação. (bis)
2 – Os presentes da natureza, o amor do coração,
o teu povo canta a certeza, traz a vida em procissão.
3 – Abençoa nossa vida, o trabalho redentor, as colheitas repartidas, para celebrar o amor.
131

484 – FAMÍLIAS DO BRASIL


PE. ZEZINHO - 4/4 - Família

D A A7 D
1 – Um lar aonde os pais ainda se amam e os filhos inda vivem como irmãos
A A7 D
e venha quem vier, encontra a brigo e todos têm direito ao mesmo pão;
D7 G Gm D
Onde todos são por um e um por todos, onde a paz criou raízes e floriu,
Gm D A7 D
Um lar assim feliz seja o sonho das famílias do Brasil!
2 – Os filhos, quais rebentos de oliveira, alegrem os caminhos de seus pais
e façam a família brasileira achar seu amanhã na mesma paz!
3 – Que os jovens corações enamorados, humildes e aprendendo o verbo amar, não deixem
de sonhar extasiados que um dia também eles vão chegar!
4 – Que aqueles que se sentem bem casados, deu certo seu amor, o amor valeu, não vivam
como dois alienados: partilhem esta paz que Deus lhes deu!

485 – SALMO DO MATRIMÔNIO


PE. JOÃOZINHO - 4/4 – Matrimônio

G C D G D Em C D7 G
O amor jamais acabará. O amor jamais acabará.
D Em C Am D Bm
1 – Mesmo sendo pequenina, sem cortinas e sem cor,
Em C D G C
esta casa vai ser linda se Deus for o construtor.
3 – Não será um palacete nem será uma mansão. Esta casa pequenina é o vosso coração.
3 – O tijolo paciente, o cimento da união, a família construindo o alicerce neste chão.

486 – VEM, ESPÍRITO SANTO


RCC - 4/4 - Pentecostes

G Em C D7 G
Vem, vem, vem, Espírito Santo. Transforma minha vida, quero renascer. (bis)
C D7 B7 Em
Quero abandonar-me em seu amor. Encharcar-me nos seus rios, Senhor.
C D7 Dm G7 C D7
Derrubar as barreiras em meu coração. Quero abandonar-me em teu amor.
B7 Em C D7 G
Encharcar-me nos seus rios, Senhor. Derrubar as barreiras em meu coração.

487 – MARIA, MINHA MÃE, MARIA


D.R. - 4/4 - Nossa Senhora

C Am Dm G7 C
1 - Maria, minha Mãe, Maria, queria te falar de amor,
Am Dm G7 C C7
Mostrar que em meu peito aberto, cultivo um jardim em flor.
F G F G7 C C7
Cultivo um jardim de rosas que não têm espinhos pra te machucar,
F G F G7 C
Cultivo um jardim tão lindo, rosas perfumadas pra te ofertar.
2 - Maria, eu que não sabia como era tão sublime amar.
132

Agora, Mãe do céu, Maria, contigo sigo a cantar.


E canto pela vida afora, embora encontre pedras, não vou mais parar.
Pois sei que você, Maria, minha Mãe, vou sempre contar.
Am Dm G7 C
Maria, minha Mãe, Maria, Maria vou sempre te amar.
Am Dm G7 C
Maria, minha Mãe, Maria, Maria vou sempre te amar.

488 – CURA, SENHOR


SUELI DE FARIA TEIXEIRA - 4/4 - Pentência

D A Bm D7 Em A Am D7
1 – Vamos, Jesus, passear na minha vida. Quero voltar aos lugares em que fiquei só.
G A F#m Bm Em A D A D7
Quero voltar lá contigo, vendo que estavas comigo, Quero sentir teu amor a me embalar.
G A F#m Bm Em A Am
Cura, Senhor, onde dói. Cura, Senhor, bem aqui. Cura, Senhor, onde eu não posso ir...
G A F#m Bm Em A D
Cura, Senhor, onde dói. Cura, Senhor, bem aqui. Cura, Senhor, onde eu não posso ir.
2 – Quando a lembrança me faz adormecer, sabes que a espada de dor entra em meu ser.
Tu me carregas nos braços, leva-me com teu abraço, Sinto minha alma a chorar junto de ti.
3 – Tantas lembranças eu quero esquecer, deixam um vazio em minha alma e em meu viver.
Toma, Senhor, meu espaço, te entrego todo cansaço, Quero acordar com tua paz a me
aquecer.

489 – EM PROCISSÃO, EM ROMARIA


PE. ZEZINHO - 2/4 - Procissões

D G D A7 D
Em procissão, em romaria, romeiro ruma para a casa de Maria.
G D A7 D
Em procissão, feliz da vida, romeiro vai buscar a paz de Aparecida.
G D
1 – E cada qual tem uma história pra contar,
A7 D
e o coração de cada qual tem um motivo pra rezar.
G D
Vem pra pedir, pra agradecer ou celebrar,
A7 D
Ai, quem tem fé no infinito sabe aonde quer chegar.
2 – Tenho certeza que não faço idolatria,aquela imagem pequenina, nunca foi nem é Maria!
É só sinal pra eu me lembrar da Mãe de Deus, Que me conduz a Jesus Cristo, que me
ensina a ser mais eu.
3 – Eu vim juntar a minha pobre oração, à oração da minha Igreja e de milhares, meus
irmãos.
Aparecida é um convite pra rezar, Por isso eu venho todo ano, e para o ano eu vou voltar.
133

490 – TEMPLO VIVO DO SENHOR


GLORIA VIANA - 3/4 - Comunhão

Em B7 Em
1 – Que alegria estar contigo, ó Senhor! Vou sentar-me e do banquete partilhar.
B7 Em
Convidado para a mesa também sou, o alimento, corpo e sangue, saciar.
E7 Am D7 G Em B7 Em
Somos agora templo vivo do Senhor! A tua casa nos aquece em teu amor. (bis)
2 – Este encontro nos irá fortalecer. Este encontro nos irá comprometer.
Aliança que faz ser mais irmãos, pois, presente irás ficar no coração.

491 – PIEDADE, SENHOR


NILTINHO - 2/4 - Ato Penitencial

D G D G A7 D G D A7 D
Piedade, piedade, piedade, Senhor! Piedade, piedade, piedade de nós!
A7 G A7 D
1 – Senhor, tende piedade, piedade, Senhor!
A7 G D A7 D
Senhor, tende piedade, piedade, piedade de nós!
2 – Cristo, tende piedade, piedade de nós! Cristo, tende piedade, piedade, piedade de nós!
3 – Senhor, tende piedade, piedade, Senhor! Senhor, tende piedade, piedade, piedade de nós!

493 – TOMADO PELA MÃO


RCC -- 12/8 – Vocacional – Final

A Bm E7
Tomado pela mão, com Jesus eu vou;
A F#m
Sigo-o como ovelha que encontrou o Pastor.
Bm E7 A
Tomado pela mão, com Jesus eu vou aonde ele for. (bis)
D E7 A F#m
1 - Se Jesus me diz: “Amigo, deixa tudo e vem comigo,
Bm E7 A
onde tudo é mais formoso e mais feliz...”
D E7 A F#m
Se Jesus me diz: “Amigo, deixa tudo e vem comigo”,
Bm E7 A
Eu, minha mão porei na sua e irei com ele.
2 – “Eu te levarei, amigo, a um lugar comigo, onde o sol e as estrelas brilham mais.
Eu te levarei, amigo, a um lugar comigo Onde tudo é mais formoso e mais feliz!”
134

494 – QUANDO A IGREJA SE LEVANTA


JOSÉ EUGENIO RODOLFO - 4/4 - Diversos

G D Em Bm C D
1 – Quando a Igreja se levanta para exaltar o nome do Senhor Jesus,
G D Em Bm Am D7
O céu e a terra em harmonia irão cantar o nome do Senhor Jesus.
C Am D Em C Am
O Espírito de Deus ao nosso encontro vem... E os anjos se levantam para cantar
D7
também...
G Em C D G
Amém! /: Glória ao nosso Deus! Santo é nosso Deus! Aleluia! Amém! :/
2 – Nos louvores Deus habita. Vamos provar desta presença do Senhor.
Sentir que em nosso meio está Jesus, O nosso Deus dominador.

495 – PERDÃO, SENHOR!


LUIS CARLOS AGOSTINI - 6/8 - Ato Penitencial

C F G7 C Em F G7 C C7
Perdão, Senhor, tantos erros cometi. Perdão, Senhor, tantas vezes me omiti.
F G7 C A7 Dm G7 C
C7
/:Perdão, Senhor, pelas males que causei, pelas coisas que falei, pelo irmão que eu julguei;/
F G7 C Am Dm G7 C C7
Piedade, Senhor! Tem piedade, Senhor! Meu pecado vem lavar com teu amor.
F G7 C Am Dm G7 C
Piedade, Senhor! Tem piedade, Senhor, e liberta minha alma para o amor.

496 –A BÊNÇÃO DO DEUS DE SARA


Celmu – 2/4 - Bênção

Dm Cm Dm Gm C7 F Am
A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar, a bênção do Filho, nascido de Maria, a bênção
Bb Dm A7 Gm Dm Gm Dm Gm
do Espírito Santo de amor, que cuida com carinho, qual mãe cuida da gente, esteja sobre
Am C Dm
todos nós. Amém!

497 – VÓS SOIS O CAMINHO


PE. VIGNE - 2/4 - Comunhão

C F C F C G7 C
Vós sois o Caminho, a Verdade e a Vida, O Pão da alegria descido do céu!
Am Em F C
1 – Nós somos caminheiros que marcham para os céus.
F C Dm G7
Jesus é o Caminho que nos conduz a Deus.
2 – Da noite da mentira, das trevas para a luz, busquemos a verdade, verdade é só Jesus.
3 – Pecar é não ter vida, pecar é não ter luz. Tem vida só quem segue os passos de Jesus.
4 – Jesus, Verdade e Vida, Caminho que conduz as almas peregrinas que marcham para a luz.
135

498 – ORAÇÃO POR MEUS AMIGOS


PE. ZEZINHO - 3/4 - Fa mília

G D7 G D7
Abençoa, Senhor, meus amigos e minhas amigas, e dá-lhes a paz.
Am D7 Am D7 G
Aqueles a quem ajudei, que eu ajude ainda mais!
G7 C
Aquele a quem magoei, que eu não magoe mais!
D7 G
Saibamos deixar um ao outro uma saudade que faz bem!
Am D7 G
Abençoa, Senhor, meus amigos e minha amigas. Amém!
G D Am
Luzes que brilham juntas, velas que juntas queimam no altar da esperança,
D7 G D7
trilhos que juntos percorrem os mesmos dormentes e vão terminar no mesmo lugar.
G Am
Aves que vão em bando, verso que segue verso nas rimas da vida,
D7 Am D7 G
Barcos que singram os mares até separados, mas sobem o porto onde vão se encontrar.
G7 C G Am D7 G
São assim os amigos que a vida me deu: Meus amigos e minhas amigas e eu!
Gente que sonha junto, gente que brinca e briga e se zanga e perdoa.
Um sentimento forte, mais forte que a morte, nos faz ser amigos no riso e na dor.
Vidas que fluem juntas, rios que não confluem, mas vão paralelos,
Aves que voam juntas e sabem que um dia, por força da vida não mais se verão.
Resta apenas o sonho que a gente viveu: Meus amigos e minhas amigas e eu!

499 – ALELUIA! DE MUITOS MODOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Aclamação

A A7 D Bm E7 A A7 D Bm E7
Aleluia, aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia! Aleluia, Aleluia! Aleluia! Aleluia,
A
Aleluia!
F#m C#m D
De muitos modos Deus falou pelos profetas, nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu
E7
Filho.

500 – SANTO
PE. NEY BRASIL - 2/4 – Santo

E B7 E A E B7 E B7 E A E B7 E
Santo, Santo, Santo é o Senhor! Santo, Santo, Santo é o Senhor, nosso Deus!
B7 E B7 E
1 – Senhor Deus do universo, o céu e a terra proclamam vossa glória! Hosana nas alturas!
B7 E B7 E
2 – Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas! Hosana nas alturas!

501 – TEU NOME, SENHOR


JOCY RODRIGUES - 4/4 - Salmos
136

A Bm E7 A E
1 – Teu nome, Senhor, é tão bonito! Tu moras no céu, lá nas alturas.
A D E7 A
Até criancinhas que ainda não mamam já sabem que vences o inimigo.
2 – Olhando pro céu que Tu fizeste, eu vejo as estrelas, vejo a lua.
Entendo que o homem vale muito. Pois tudo pra ele Tu fizeste.
3 – Menor um pouquinho do que os anjos, mas cheio de glória e de valor,
de Ti recebeu poder e força, de tudo vencer e dominar.
4 – Os bois e as ovelhas nos currais, e o gado que pasta pelo campo,
os peixes do mar e os passarinhos e tudo o que corta o ar e as águas.

502 – SENHOR, FAZEI DE MIM


FR. LUIZ CARLOS SUZIN - 6/8 - Comunhão

A Bm E7 A
Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz!
D E7 A
Senhor, fazei de mim um instrumento de vosso amor!
D A E7 A
1 - Onde há ódio, que eu leve o amor. Onde há ofensa, que eu leve o perdão.
D A E7 A
Onde há discórdia, que eu leve a união.Onde há dúvidas, que eu leve a fé.
2 - Onde há erro, que eu leve a verdade. No desespero, que eu leve a esperança.
Onde há tristeza, que eu leve alegria.Onde há trevas, que eu leve a luz.
3 - Mestre, fazei que eu procure menos ser consolado do que consolar,
ser compreendido do que compreender e ser amado do que amar.
4 - Sim, pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado.
C#m Bm E7 A
/:E é morrendo que se vive para a vida eterna!.:/

503 – BRILHE A VOSSA LUZ


PE. NEY BRASIL - 3/4 - Batismo

E B7
Brilhe a vossa luz, brilhe para sempre. Sejam luminosas
E A E B7 E
vossas mãos e as mentes! /:Brilhe a vossa luz! Brilhe a vossa luz! :/
B7 E B7 E
1 - Vós sois a luz do mundo, a todos aclarai! Afugentando as trevas, ao Pai glorificai!
2 - A vossa Luz é o Cristo que dentro em vós está: Via, Verdade e Vida, Ele vos guiará!
3 - Rompendo o jugo iníquo, banindo a opressão, a vossa luz rebrilha e as trevas fugirão!
4 - Ninguém a luz acende deixando-a se esconder: Vossa luz ilumine, faça a Vida vencer!
137

504 – Ó TRINDADE SANTA


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/4 - Trindade - Apresentação das Oferendas

B7 E G#m F#m
1 – Ó Trindade imensa e una, vossa força tudo cria,
A E B7 E
vossa mão que rege os tempos, antes deles existia.
2 – Pai, da graça fonte viva, luz da glória de Deus Pai,
Santo Espírito da vida, que no amor os enlaçais.
3 – Só por vós, Trindade Santa, suma origem, todo bem,
todo ser, toda beleza, toda vida se mantém.
4 – Nós, os filhos adotivos, pela graça consagrados,
nos tornemos templos vivos, a vós sempre dedicados.

505 – ALELUIA! SOIS A LUZ


FR. FABRETI - 4/4 Aclamação

D D7 G D A7 D G D A7 D
Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!
Bm Em G A7
Sois a luz que brilhará para os gentios e para a glória de Israel, o vosso povo.

506 – BOM DIA 2/4 Animação

G Am D7 G D7 G
Bom dia, nossa irmã! Bom dia, nosso irmão! Bom dia a todos nós, de coração e voz!

A paz esteja em nosso meio, caminhemos sem receio,


D7 G D7 G
unindo nossas mãos. O amor de Cristo é que nos faz irmãos.

507 – NÃO TE PERTURBES


TAIZÉ - 4/4 - Mantra

Am Dm G C F G E7 Am Dm
Não te perturbes, nada te espante. Quem com Deus anda, nada lhe falta! Não te perturbes.
G C F G E7 Am
Nada te espante. Basta Deus, só Deus!

508 – ONDE REINA AMOR


TAIZÉ - 2/4 – Mantra

F A7 Dm Bb C F A7 Dm Bb C7 F
Onde reina amor, fraterno amor, onde reina amor, Deus aí está!

509 – UM ANJO À VIRGEM SANTA


TRADICIONAL - 4/4 - Advento - Entrada

G D7 G C D7 G
1 - Um anjo à Virgem Santa, embaixador de Deus,
D7 G C D7 G
mensagem traz que espanta o inferno, a terra, os céus:
D G D A7 D
“Ave, cheia de graça! Deus quer de vós nascer!”
138

G Am D7 G Am D7 G
“Em mim assim se faça do Eterno ao bel-prazer”.

2 - Salve, dia bendito, no qual Deus se encarnou


e as tramas do maldito em bênçãos transformou.
Salve, hora de mistério, em que surgiu Jesus
e aos homens deu o império da sempiterna luz.
3 - Salve, anjo mensageiro, que nos trazeis do além
o fim do cativeiro, que do pecado vem!
Salve, núncio da vida! Aos míseros mortais,
mercê não merecida por nossos pobres Pais.

510 – O SENHOR STÁ PRA CHEGAR


PE. SILVIO MILANEZ - 6/8 - Natal - Entrada

F Bb F C F
1 – O Senhor stá pra chegar já se cumpre a profecia.
Bb F C F
E o seu reino então será liberdade e alegria.
Bb C F C F
E as nações, enfim recebem salvação a cada dia.
C F C F
/:Nas alturas orvalhem os céus, e das nuvens que chova a justiça.
Bb C F C F
Que a terra se abra ao amor, e germine o Deus Salvador. :/
2 - Vem de novo restaurar-nos. Em que lado estarás?
Indignado contra nós? E a vida não darás?
Salvação e alegria outra vez não nos trarás?
3 - Escutemos sua palavra. É de Paz que vai falar.
Paz ao povo e aos seus fiéis a quem dele se achegar.
Está perto a Salvação, e a glória vai voltar.

511 – A GENTE PASSA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal – Entrada

C Dm G7 C
1 - A gente passa o ano inteiro assim, andando sempre do começo ao fim.
Dm G7 C G7 C
Será que Cristo esteve cada dia ao nosso lado, em nossa companhia?
F G
Natal é tempo de rever, da gente amar e renascer.
C G7 C
Natal é tempo de pensar em Deus, que só nos quer salvar.
2 - Por toda parte vemos tantas luzes, por todo lado vemos tantas cruzes.
Natal é tempo de partir o pão. Natal é tempo de salvar o irmão.
3 - Em nossa festa é bom pensar também naquela gente que Natal não tem.
Tem mais sentido toda a nossa vida, ao repartir a graça recebida.

512 – A NOITE SE ILUMINOU


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal - Entrada
139
G D G C D7 G
A noite se iluminou, o céu se vestiu de luz. Os anjos cantaram glória, quando nasceu Jesus.
Am D7 G
1 - Eu quero ver tua estrela no céu, iluminando o caminho do bem.
Am D7 G D7 G
Eu quero ver todo o povo sorrindo e junto seguindo a lição de Belém.
2 - Eu quero ver os Pastores chegando, pra visitar o menino Jesus.
Eu quero ver todo o povo sorrindo e junto seguindo a mensagem da luz.
3 - Eu quero ver os Reis Magos chegando e, humildemente, adorando o Senhor.
Eu quero ver todo o povo sorrindo e junto seguindo a mensagem do amor.

513 - EU VOU SEGUINDO UMA ESTRELA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - ADVENTO – Entrada

G C D7 G
1 – Eu vou seguindo uma estrela que a luz dos olhos não vê.
C G D7 G
E já que não posso vê-la, eu me pergunto: por quê?
C D7 G
A estrela que, vou seguindo só vejo com minha fé,
C D7 G
pois ela é a voz do menino, do moço de Nazaré.
2 - Eu vou seguindo uma estrada, por onde o amor me conduz.
E não me importa mais nada se nela encontro Jesus.
No encontro com meus amigos, procuro Cristo encontrar,
pois Ele, se vai comigo, jamais terei que parar.
3 - Eu vou seguindo um projeto de vida e de construção.
A Cristo eu dou meu afeto no bem que faço aos irmãos.
O meu projeto percebe no amor o apoio melhor.
É dando que se recebe o bem que é muito maior.

514 - NATAL JÁ CHEGOU!


2/4 - Natal – Entrada

F C
1 – Natal já chegou! É tempo de amor. Renasce a esperança
F C
de um mundo melhor. / Palavras e gestos promovem a paz,
Bb F C7 F
que vem do Deus vivo e na terra se faz.
C F C7 F
/:Paz para todos os homens que lutam de boa vontade! :/
2 - Verdade na terra irá ressurgir, a paz e a justiça as mãos vão unir.
Enfim o Senhor nos dará salvação, seremos um povo amigo e irmão.
3 - Os pobres que vivem sem pão e sem luz, cansados da vida
e do peso da cruz. / Precisam de nós para erguer-se do chão. Natal é a festa da libertação!

515 - UMA NOITE NO ORIENTE


TRADICIONAL NATALINO - 3/4 - Natal – Apresentação das Oferendas

G D7 G
1 – Uma noite no oriente uma estrela apareceu,
D7 G
anunciando a toda gente a mensagem lá do céu.
140

Bm G D7
/:Meu Jesus, Jesus-Menino, para o nosso bem nasceu.
G D7 G
Trouxe paz, trouxe alegria, quanto amor ofereceu! :/
2 - Tangem sinos nas Igrejas, há nos lábios orações.
Sobem preces benfazejas, com amor nos corações.

516 - QUANDO COMPLETOU-SE O TEMPO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal - Entrada

C G F C
1 – Quando completou-se o tempo de Maria dar à luz,
G C
/:não havia na cidade um lugar para Jesus. :/
2 - E José, de porta em porta, nas famílias foi bater,
/:e pediu algum abrigo pra Jesus que ia nascer. :/
3 - Encontrou porta fechada, pouso não havia mais.
/:E Jesus nasceu humilde num abrigo de animais. :/
4 - Desce Deus da sua glória e entre os homens quer viver.
/:Não fechemos nossa porta ao Senhor que vai nascer. :/

517 - Os Reis Magos e PASTORES


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - Natal - Entrada

C F G C
1 – Os Reis Magos e pastores, a caminho de Belém,
C7 F G7 C
vão levar os seus louvores ao Menino de Belém.
G C G C
É Natal: os povos cantam, e cantamos nós também.
C7 F G7 G
Nossos hinos se levantem ao Menino de Belém.
2 - Nesta vida, que é viagem a Belém celestial,
viveremos a mensagem que nos veio no Natal.
3 - Descubramos no horizonte a estrela de Belém,
e que ela nos aponte o caminho para o bem.

518 - PELO CAMINHO DO TRABALHO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 Natal - Oferendas

D A7 D A7 D
1 – Pelo caminho do trabalho eu encontrei um grande amigo, que falou de um certo rei.
D7 G D A7 D
/:Eu perguntei quem ele é, ele me disse: É Jesus de Nazaré. :/
2 - Ele me disse que esse Rei quis trabalhar e que no Reino de seu Pai não quis ficar.
/:Veio salvar, com seu amor, veio morrer por seu povo sofredor. :/
3 - Ele era Deus, mas quis ser gente como nós; ainda hoje o mundo escuta a sua voz.
/:Em cada irmão permaneceu, em cada um que por ele renasceu. :/

519 – E TODOS REPARTIAM O PÃO


E. PEIXOTO - 2/4 - Comunhão
141
E B7 C#m A B7
E todos repartiam o pão e não havia necessitados entre eles.
E B7 C#m A B7 E
E todos repartiam o pão e não havia necessitados entre e----les.
C#m A F#m
1- Nossos irmãos repartiam os seus bens fraternalmente,
B7 E C#m E7 A F#m C#m B7 E
tinham tudo em comum; e era grande a alegria e união, no dia-a-dia e ao partir o pão.
2 - Hoje de novo a palavra nos reúne e com a mesma união e alegria, vamos, na Ceia do
Senhor, partir o pão, para depois repartir com nosso irmão.

520 – CHEIO DE ALEGRIA


REBOUD - 2/4 - Entrada

D G D Em D A7 D
Cheio de alegria, Aleluia, eu me aproximo da casa de Deus.
G D Em D A7 D
1 - Enfim detenho os passos,aleluia, ante tuas portas, Jerusalém.
G D
2 - Jerusalém, cidade grande e bela, com solidez construída, aleluia,
Em D A7 D
para ti avançam os povos.
3 - Reine a paz dentro de teus muros,a prosperidade em tuas casas,
G D Em D A7 D
aleluia, / por causa do Senhor, nosso Deus.

521 – PECADORES REDIMIDOS


D.R. - 3/4 - Quaresma – Comunhão

G Em D
1 - Pecadores redimidos com o sangue do Senhor,
A7 D Em D7 G
/:atendei, olhai se existe dor igual à minha dor.:/
2 - Dolorosa, aguda espada transpassou-me o coração,
/:quando a morte do meu Filho me predisse Simeão.:/
3 - Junto ao Filho, para o Egito, eu fugi, com dor atroz,
/:quando Herodes o buscava, para dá-lo ao vil algoz.:/
4 - Quem dirá meu sentimento? Desolada me encontrei,
/:vendo o Filho meu perdido. Por três dias o busquei.:/
5 - Que martírio na minh’alma, encontrando meu Jesus,
/:no caminho do Calvário, arquejante sob a cruz.:/
6 - Mas, ó céu, ó terra, vede: dor maior não pode haver.
/:Vendo a morte do meu Filho, foi milagre eu não morrer!:/
7 - Contemplai meu sofrimento, minha angústia ao pé da cruz:
/:Pela lança transpassado, vi meu Filho, o meu Jesus.:/
8 - Oh! que dor mais cruciante, que suprema solidão,
/:ao levarem-no ao sepulcro, invadiu-me o coração.:/

522 – ESPÍRITO SANTO, SOIS GUIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 – Pentecostes – Entrada

C7 F Bb G7 C C7 F
1 - Espírito Santo, sois guia da Igreja, luz sacrossanta enviada do Pai. / Dai-nos as luzes
142
Bb F C7 F
que o mundo deseja e os vossos dons com amor derramai.
2 - Mestre suave, luzeiro das mentes, nós vos pedimos mais luz e vigor. / Seja esta missa
uma sarça candente, donde havereis de falar-nos, Senhor.
3 - Vede, Senhor, as ovelhas perdidas, que se adiantam na senda mortal!/ Ó bom Pastor,
destas almas remidas,
livrai-as todas das sombras do mal!
4 - Vinde, Senhor, renovar sobre o mundo o Pentecostes de luz, salvação. / Que vosso amor
abundante e fecundo dê novas luzes ao povo cristão.
5 - Junto da Virgem a Igreja reunida, sob a chefia do sumo Pastor,
espera luzes, constância e mais vida, para pregar vosso reino de amor.

523 – DOM DA VIDA, Ó PAI, CELEBRAMOS


DANIEL NICOLINI - 6/8 – Entrada

F Dm Gm C7 F
1 - Dom da vida, ó Pai, celebramos na alegria de irmãos a cantar,
Dm Gm C7 F
por teu Filho Jesus, te louvamos, e queremos com força, aclamar:
Bb Bbm F Am D7
Ó Senhor, nós queremos a vida, por Jesus que se faz nosso irmão
Gm Am Dm Gm C7 F
em seu povo, na fé reunido, na partilha do amor e do pão.
2 - Dom da vida é o sonho eterno de Deus Pai que nos fez filhos seus.
Seu projeto é um mundo fraterno e, depois, vida plena nos céus.
3 - Dom da vida é a felicidade, de saber com alegria viver.
Vida plena na paz, na bondade, em Jesus haveremos de ter.
4 - Jesus Cristo por nós deu a sua vida, Testemunho fiel – bom pastor,
a tal gesto também nos convida, pelo irmão nos doarmos no amor!

524 – ESTA MANHÃ, SENHOR


PE. ZEZINHO - 3/8 - Entrada

D G D G A7
1 - Esta manhã, Senhor, como as demais, Senhor,
G D G D A7 D
dou-te as flores, o céu, minha terra, os homens em guerra à procura da paz.
G D G D A7 D
Dou-te o mar, as florestas, meu povo e começo de novo o caminho do amor.
G D A7 D
Esta manhã, Senhor! Esta manhã, Senhor!
2 - Esta manhã, Senhor, como as demais, Senhor,
meu caminho começo sorrindo, pois tudo é tão lindo onde existe o amor.
Nas crianças, nos jovens, nos velhos, vou ler o evangelho da vida e do amor.
3 - Esta manhã, Senhor, como as demais, Senhor,
meu caminho eu começo sereno, pois sou tão pequeno diante do amor.
Na alegria de ter a verdade eu vivo a eternidade, a teu lado, Senhor.

525 – NESTE ENCONTRO ALEGRE


MARIA SARDENBERG - 2/4 Entrada

G C G A7 D7
1 - Neste encontro alegre e fraterno, celebrando de Deus o louvor,
143

Am D7 G Am D7 G
como irmãos, nós a Ti suplicamos: nossa prece escuta, Senhor:
G7 C Am D7 G
/:Fraternidade, sim! Violência, não!:/
2 - Nós sabemos, Senhor, que a maldade e a violência
oprimem os irmãos.
Para todos, Senhor, piedade! E escuta esta nossa oração.
3 - Pela Paz e o perdão renovados, caminhamos na luz do Senhor;
no amor e na fé irmanados, celebremos a Ceia do Amor.

526 – NOVA EVANGELIZAÇÃO


FR. LUIZ TURRA - 4/4 - Missões

G Em D7 Am D7 G C G
Nova evangelização vem convocar à conversão. “Boa Nova!”
C Bm C D7 G
1 - Tantas situações de injustiça, tantas violências e rancor,
C D G Am A7 D7
pisam os humildes a oprimi-los, jogando com a vida sem amor.
2 - Dentro de uma história que acontece tão marcada de contradição,
Deus se comunica com seu povo, querendo um mundo justo e mais irmão.
3 - Sempre que na fé nos encontramos, temos o Evangelho como luz.
Firma nossos passos no caminho e faz-nos seguidores de Jesus.
4 - Todo o ambiente em que vivemos tem semente boa a germinar.
Temos a missão de cultiva-la. Em Cristo tudo vai se transformar.

527 – Ó PAI, SOMOS NÓS O POVO ELEITO


JOSÉ FREITAS CAMPOS - 2/4 Entrada

F Gm C7 F
/:Ó Pai, somos nós o povo eleito, que Cristo veio reunir.:/
F7 Bb C7 F CF
1 - Pra viver a sua vida, aleluia! o Senhor nos enviou. Aleluia!
2 - Pra ser Igreja peregrina... 3 - Pra anunciar o Evangelho...
4 -Pra ser sinal de salvação... 5 - Pra servir na unidade...
6 - Pra celebrar a sua glória... 7 - Pra construir um mundo novo...

528 – VENHO A TI, SENHOR


SÉRIE POVO DE DEUS - 4/4 – Entrada

F C7 F Bb C7 F
Venho a ti, Senhor, prostrado, te adorar.
Dm Gm C F C7 F
1- Eu quero, Senhor, junto a ti me prostrar, num ato de fé e de amor.
2 - Eu quero, Senhor, junto a ti me prostrar, pedindo teu grande perdão.
3 - Eu quero, Senhor, junto a ti me prostrar, e humilde contigo ofertar.

529 – O DEUS QUE ME CRIOU


ZÉ VICENTE – 2/4 –VOCACIONAL – ORDENAÇÕES – ENTRADA
E E7 A B7 E
144

/: O Deus que me criou, me quis, me consagrou, para anunciar o seu amor! :/


B7 E B7 A E C#m7 B
/: Eu sou como a chuva em terra seca :/. Pra saciar, fazer brotar, eu vivo pra amar e pra
E
servir. :/
E7 A B7 E
/: É missão de todos nós, Deus chama, eu quero ouvir a sua voz. :/
2. /: Eu sou como a flor por sobre o muro :/. Eu tenho mel, sabor do céu, eu vivo pra amar e
pra servir. :/
3. /: Eu sou como estrela em noite escura :/. Eu levo a luz, sigo a Jesus, eu vivo pra amar e
pra servir. :/
4. /: Eu sou como abelha na colméia :/. Eu vou voar, vou trabalhar, eu vivo pra
amar e pra servir. :/
5. /: Eu sou, sou profeta da verdade:/ /: Canto a justiça e a liberdade: eu vivo pra amar e pra
servir:/

530 – ELE TEM O MUNDO EM SUAS MÃOS


PE. ZEZINHO - 4/4 - Diversos

D A7 D A7 D
Ele tem o mundo em suas mãos. Ele tem o mundo em suas mãos.
D7 G D A7 D
Ele é meu Deus e nosso Deus. Ele é meu Pai e nosso Pai.
A A7 D
1 - Ele fez o universo. Ele fez o universo. 2 - /:Ele é quem me deu a vida.:/
3 - /:Ele amou a humanidade.: / 4 - /:Ele me adotou por filho.:/

531 – ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS


PE. ZEZINHO - 6/8 - Entrada

F Dm Gm C7 F
/:Ele está no meio de nós, sua Igreja, povo de Deus.:/
Bb C7 F
1 - Sempre e em toda parte, conosco está o Senhor.
Bb C7 F
Vida, Caminho e Verdade, conosco está o Senhor.

2 - Fala palavras de vida, conosco está o Senhor.


Deixa-nos comprometidos, conosco está o Senhor.
3 - Passa fazendo o bem, conosco está o Senhor.
Quer que façamos o mesmo, conosco está o Senhor.
4 - Neste momento de prece, conosco está o Senhor.
Junto ao Pai agradece, conosco está o Senhor.
5 - Mesmo em nossas fraquezas, conosco está o Senhor.
Para nos dar o perdão, conosco está o Senhor.

532 - MEU DEUS DO CÉU!


Maria Sandemberg – 3/4 - Santíssima Trindade - Entrada

G C Am G D7 G
Meu Deus do céu! Meu Deus do céu! / Pai, Filho e Espírito Santo / meu Deus do céu!
D7 G B7 Em D7 G Em A7 D7
Mistério tão profundo / aqui não entenderei. / Santíssima Trindade / eu louvo e louvarei!
145

533 – ENTOAI AO SENHOR


ODC - 2/4 - PÓS-COMUNHÃO

C G7 C
1 - Entoai ao Senhor novo canto, pois prodígios foi ele quem fez.
C7 F C G7 C7
Sua mão e o seu santo braço, a vitória lhe deram de vez.

F C G7 C7
Então os povos viram o Deus que nos salvou.
F C G7 C
Por isso, ó terra inteira, cantai louvor a Deus!
2 - O Senhor revelou seu auxílio, sua justiça aos povos mostrou.
Recordou-se de sua bondade em favor de seu povo fiel.
3 - Celebrai o Senhor com a harpa, com a lira e saltério cantai.
Com tambores, cornetas e flautas, aclamai ao Senhor, Deus e Rei.
4 - Batam palmas o mar e os peixes, todo o mundo e o que ele contém.
Que os rios alegres aclamem e as montanhas bendigam a Deus.
5 - Ante a face de Deus alegrai-vos, ele vem para nos governar.
Guiará com justiça os povos, na harmonia e na paz as nações

534 – SÃO JOÃO BATISTA


NASCIMENTO - 2/4 - SANTOS – ENTRADA

D G D Bm Em A7 D
1 - São João Batista, filho d’Isabel, estrela d’Israel hoje foi nascido. (bis)
2 - Nossos parabéns, com muita alegria, neste grande dia ao Santo querido.
3 - O Pai Zacarias, já bastante idoso, estava desgostoso,não tinha herdeiro.
4 - E sua mulher, fora da esperança de ganhar criança, reza o dia inteiro.
5 - Quando o sacerdote estava no altar, para ofertar, veio Gabriel.
6 - Tua oração foi por Deus ouvida, vai nascer a vida no seio de Isabel.
7 - João será seu nome, gozo e alegria vai haver no dia do seu nascimento.
8 - Ele será grande, vai levar de novo para Deus o povo, no arrependimento.
9 - Zacarias disse: como é possível, eu acho incrível, que isto aconteça.
10 - Gabriel responde: “Pecador, te cala, ficarás sem fala, até o nascimento.”
11 - Quando foi para casa, Isabel notou que engravidou, nos seus velhos dias.
12 - Ela se alegrou, e desamparada e desesperada rejuvenescia.
13 - Completou-se o dia, veio a vizinhança, para a criança homenagear.
14 - Como é seu nome? João será chamado e o significado: Deus nos salvará.

535 - POR PREGAR UM NOVO REINO


6/8 SANTOS – S. JOÃO Batista - ENTRADA

D A A7 D
1 – Por pregar um novo Reino, acabaram na prisão.
A A7 D
Mesmo assim não se calaram, nem o Pedro, nem o João.
Bm Em A7 D
De coragem revestidos, proclamaram seu amor.
Bm Em A7 D
Torturados e oprimidos,não negaram seu Senhor.
2 - Por querer fazer a história, acabou numa prisão:
pelo Rei foi degolado e seu nome era João.
146

3 - Por querer levar adiante o projeto de Jesus,


houve alguém chamado Pedro, que também morreu na cruz.
4 - Por fundar comunidades e uma “nova religião”,
foi decapitado Paulo, mas não padeceu em vão.
5 - Pelos séculos afora torturaram milhões de cristãos
e acontece ainda agora pra Teresa, pro Zé e pro João.

536 – SAI DA TUA TERRA E VAI


PIMI - 2/4 - Vocacional - Entrada
E A B7 E
Sai da tua terra e vai pra onde te mostrarei! (bis)
Em C Am B7
1- Abraão, é uma loucura se tu partes: abandonas tua casa,
Em C
o que esperas encontrar? A estrada é sempre a mesma,
Am B7 E
mas a gente diferente te é inimiga, onde esperas tu chegar?
E A B7 E
O que tu deixas, já bem conheces, mas o teu Deus, o que te dá?
A B7 E B7 E
Um povo grande, a terra e a promessa: Palavra de Javé!
2 - A rede está na praia, abandonada, pois aqueles pescadores
já seguiram a Jesus. E enquanto caminhavam,
pensativos, no silêncio uma pergunta nasce em cada coração:
O que deixaste, tu bem conheces, mas teu Senhor, o que te dá?
O cêntuplo e mais a eternidade: Palavra de Jesus!
3 - Partir não é tudo! Certamente, há quem parte e nada dá,
busca só sua liberdade. Partir, mas com a fé no teu Senhor,
com amor aberto a todos, leva ao mundo a salvação.
O que deixaste, tu bem conheces, o que tu levas é muito mais:
“Pregai entre os povos o Evangelho”: Palavra de Jesus!
Sai da tua terra e vai pra onde te mostrarei! Sai da tua terra e vai: Contigo eu estarei!
147

537 – TRAJA O CÉU


POPULAR - 4/4 – Nossa Senhora

G D7 G
1 -Traja o céu de esplendores um manto, e as estrelas no céu a brilhar,
Am G D7 G
vêm louvar a puríssima Virgem, a Maria louvores cantar.
D C G D7 G
Virgem Maria, Imaculada, és lá no céu a mais bela flor.
D C G D7 G
Volve teus olhos a nós, teus filhos, que te oferecem o seu amor.
2 - É Maria a mais pura açucena, esmeralda de brilho e valor;
jubilosos Maria exaltemos, consagrando-lhe nosso amor.
3 - Mar e céus, terra e flores, num hino/ com arpejos suaves de amor: Ascendei a celeste morada té
o trono da Mãe do Senhor.

538 – NÓS VOS SAUDAMOS


POPULAR - 3/4 - Nossa Senhora

F C7 F C F C7 F C7 F F7 Bb F C7 F
1 - Nós vos saudamos em cada dia, Imaculada. Salve, Maria! Imaculada, sal-----ve!
2 - No mar da vida, fulgente guia, sois aos errantes. Salve, Maria! Imaculada, salve!
3 - Também na morte, amor, valia,de vós teremos. Salve, Maria! Imaculada, salve!
4 – Depois, na glória, com alegria, nós cantaremos: Salve, Maria! Imaculada, salve!

539 – HINO À SANTA PAULINA


Ir. Herci Júlia Reis – 6/8 – Santa Paulina

A D E7 A F#7 Bm E7 A
Santa Paulina, rogai por nós! / Olhai os filhos e filhas que clamam a vós!
A E7 A
Um dia em sonho Paulina escutou a voz de Maria a lhe falar: “É meu desejo começa uma
E7 A
obra, para meu Filho irás trabalhar”.
2. “Quero seguir-vos, ó mãe querida!” Desta resposta inicia a missão / Na simplicidade e na
humildade ela fundou a Congregação.
3. A Eucaristia foi fonte de vida que Santa Paulina sempre buscou / Como alimento da
caminhada a força e o sustento que a santificou.
4. Derramai do céu uma chuva de graças sobre a humanidade / Que pede com fé que sejas
louvada, hoje e semprecom Jesus Cristo, Maria e José.

540 – LEMBRAI-VOS, SANTÍSSIMA


ADOLFO TEMME - 6/8 Nossa Senhora

F Bb C7 F
Lembrai-vos, Santíssima Virgem, que nunca se ouviu dizer
Bb C7 F
que àqueles que vos invocam deixastes de socorrer!
Bb C F C7 F
Que àqueles que vos invocam deixastes de socorrer!
F C
1 - Por isso é que venho implorar-vos, com todo amor e confiança;
F
148

aos vossos pés sacrossantos é grande a minha esperança.


2 - Não rejeiteis minhas preces, ó Mãe do Verbo encarnado;
por vosso Filho querido hei de fugir do pecado.
3 - Dignai-vos, Virgem Senhora, ouvir os nossos clamores;
do céu lançai-nos a bênção, rogai pelos pecadores.

541 – SOU BOM PASTOR


VALDECI FARIAS - 2/4 - Coração de Jesus

F Dm C7 F Bb F G7 C
Sou bom Pastor, ovelhas guardarei. Não tenho outro ofício,nem terei.
Dm C7 F
Quantas vidas eu tiver eu lhes darei!
Dm C Bb Gm A
1 - Maus pastores num dia de sombra não cuidaram e o rebanho se perdeu.
Bb Dm F Dm G7 C7 F
Vou sair pelo campo, reunir o que é meu, conduzir e salvar.
2 - Verdes prados e belas montanhas hão de ver o pastor, rebanho atrás. /
Junto a mim as ovelhas terão muita paz, poderão descansar.

542 – NÃO SEI SE DESCOBRISTE


CARLOS A. NAVARRO E VALDECI FARIAS - 4/4 - Coração de Jesus

A E7 A
1 - Não sei se descobriste a encantadora luz no olhar da mãe feliz
B7 E D A E7 A
que embala o novo ser; nos braços leva alguém em forma de outro eu;/ vivendo agora em
D E7 A
dois, se sente renascer.
C#m F#m D A D B7 E
A mãe será capaz de se esquecer ou deixar de amar algum dos filhos que gerou?
C#m F#m D A D E7 A
E se existir, acaso, tal mulher, Deus se lembrará de nós em seu amor!
2 - O amor de mãe recorda o amor de nosso Deus: tomou seu povo ao colo, / quis nos atrair.
Até ingratidão inflama seu amor: um Deus apaixonado busca a mim e a ti.

543 – POR ESCUTAR UMA VOZ


PE. ZEZINHO - 2/4 – Vocacional

E B7
1 - Por escutar uma voz que disse que faltava gente pra semear,
E
deixei meu lar e saí sorrindo e assobiando pra não chorar.
E7 A
Fui me alistar entre os operários que deixam tudo pra te levar.
E B7 E
/:E fui lutar por um mundo novo; não tenho lar, mas ganhei um povo:/
B7 E B7 E
Sou cidadão do infinito, do infinito, do infinito, do infinito
B7 E B7 E
E levo a paz no meu caminho, no meu caminho, no meu caminho!
2 - Eu procurei semear a paz e onde fui andando falei de Deus,
149

abençoei quem fez pouco caso e espalhou cizânia onde eu semeei.


Não recebi condecoração por haver buscado um país-irmão.
/:Vou semeando por entre o povo e vou sonhando este mundo novo!:/

544 – ANTES QUE TE FORMASSES


D.R. - 2/4 - Entrada
Dm F Dm F
1 - Antes que formasses dentro do seio de tua mãe
A7 Dm A7 Dm
antes que tu nascesses, te conhecia e te consagrei.
F Dm F
Para ser meu profeta entre as nações eu te escolhi,
A7 Dm A7 Dm
Irás onde enviar-te e o que te mando proclamarás.
F C F
Tenho que gritar, tenho que arriscar, ai de mim se não o faço!
Dm A7 Dm
Como escapar de ti, como calar, se tua voz arde em meu peito?
F C F
Tenho que andar, tenho que lutar, ai de mim se não faço!
Dm A7 Dm
Como escapar de ti, como calar, se tua voz arde em meu peito?
2 - Não temas arriscar-te porque contigo eu estarei.
Não temas anunciar-me, em tua boca eu falarei.
Entrego-te o meu povo, vai arrancar e demolir.
Para edificares, destruirás e plantarás.
3 - Deixa os teus irmãos, deixa teu pai e tua mãe,
deixa a tua casa, porque a terra gritando está.
Nada tragas contigo, pois ao teu lado estarei.
É hora de lutar, porque meu povo sofrendo está.

545 – VAMOS, IRMÃOS, AGRADECER


VICTOR KRUEGER JUNIOR - 2/4 - Entrada
G E7 Am
/:Vamos, irmãos, agradecer ao Deus da vida.
D7 G
Somos seu povo, sua Igreja reunida.:/
Em B7 C G
1 - O teu povo reunido, ó Pai Santo, Deus-perdão,
C G D7 G
vem pedir a tua graça que converte o coração.
2 - Jesus Cristo, que nos deste, nossas dores carregou.
Quer saúde para todos, pois seu sangue nos curou.
3 - Vem livrar-nos do egoísmo, ambição, indiferença,
que oprimem o teu povo e são causas de doenças.

546 – IRMÃOS, LOUVEMOS


PE. LUCAS DE ALMEIDA - 4/4 - Entrada
150
D G D Bm Em A7 D
Irmãos, louvemos o Deus da vida, que nos convida à conversão.
G D Bm Em A7 D G D
O Pai deseja, na sua Igreja, que todos tenham novo coração!
Em A7 D
1 - Irmão idoso, é nosso mestre, no testemunho, à frente vai...
Em A7 D G D
O que importa, em toda idade: fidelidade ao amor do Pai.
2 - Senhor, pedimos, a cada dia, sabedoria do coração;
jovem e idoso, construiremos, Senhor, teu Reino: Mundo novo irmão!
3 - Senhor, a vida, envolve a luta, de quem almeja, Justiça e Paz!
Com Jesus Cristo, Fraternidade, é força viva que não se desfaz!
4 - Senhor, teu povo da Aliança, na fé, esperança, vem celebrar,
a Nova Páscoa, de Jesus Cristo, no sacrifício que vem nos salvar!

547 – A VIDA, PRA QUEM ACREDITA


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 – Exéquias - Entrada

G D7 G B7 C E7
1 - A vida, pra quem acredita, não é passageira ilusão.
Am Cm G Am D7 G
E a morte se torna bendita, porque é nossa libertação.
D7 G
Nós cremos na vida eterna e na feliz ressurreição.
B7 C Cm G D7 G
Quando, de volta à casa paterna, com o Pai os filhos se encontrarão.
2 - No céu não haverá tristeza, doença, nem sombra de dor.
E o prêmio da fé é a certeza de viver feliz com o Senhor.
3 - O Cristo será, nesse dia, a luz que há de em todos brilhar.
A Ele imortal melodia os eleitos hão de entoar.

548 – A CERTEZA QUE VIVE EM MIM


IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Exéquias - Entrada
C F C Em A7 Dm A7
A certeza que vive em mim é que um dia verei a Deus.
Dm G C A7 Dm G7 C
contemplá-lo co’os olhos meus é a feli-----cidade sem fim.
E7 Am E7 Am D7 G
1 - O sentido de todo viver eu encontro na fé e no amor.
F Em E7 Dm G7 C
Cada passo que eu der será buscando o meu Senhor.
2 - Peregrinos nós somos aqui, construindo morada no céu.
Quando Deus chamar a si quem foi na terra amigo seu.
151

549 - Ó DEUS SALVE O ORATÓRIO


Natal - Epifania - Entrada

A E7 A E7 A A7 D
Ó Deus salve o oratório, Ó Deus salve o oratório onde Deus fez sua morada oiá meu
E7 A E7 A
Deus onde Deus fez sua morada, oiá.
2. Onde mora o cálice bento, onde mora o cálice bento e a hóstia consagrada, oiá, meu
Deus, e a hóstia consagrada.
3. De Jessé nasceu a vara de Jessé nasceu a vara da vara nasceu a flor, oiá, meu Deus da
vara nasceu a flor, oiá.
4. E da flor nasceu Maria e da flor nasceu Maria de Maria o Salvador, oiá, meu Deus de
Maria o Salvador, oiá.

550 – PIEDADE, Ó SENHOR!


ADENOR LEONARDO TERRA - 4/4 Salmo 50

Gm G7 Cm Gm D7 Gm
Piedade, ó Senhor, tende piedade, pois pecamos contra vós!
D7 Cm Gm
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão do vosso amor, purificai-me!
Cm Gm Cm D7
Do meu pecado todo inteiro me lavai e apagai completamente a minha culpa.

551 – MUITO ALEGRE, EU PEDI...


VALDECI FARIAS - 2/4 - Coração de Jesus – Oferendas

D Bm E7 A7
1 - Muito alegre, eu te pedi o que era meu.Partir! Um sonho tão normal!
D Bm G D D7
Dissipei meus bens, o coração também. No fim, meu mundo era irreal.
G D B7 Em A7 D D7
Confiei no teu amor e voltei. Sim, aqui é meu lugar!
G D B7 Em A7 D
Eu gastei teus bens, ó Pai, e te dou este pranto em minhas mãos.
2 - Mil amigos conheci: Disseram “adeus!” Caiu a solidão em mim.
Um patrão cruel levou-me a refletir: “Meu pai não trata um servo assim!”
3 - Nem deixaste-me falar da ingratidão: Morreu no abraço o mal que eu fiz.
Festa, roupa nova, o anel, sandália aos pés: Voltei à vida, sou feliz!

552 – SE UM DIA CAÍRES


VALDECI FARIAS - 2/4 – Coração de Jesus

D A7 D A7 D
1 - Se um dia caíres no caminho, não digas nunca a teu pobre coração:
A7 D A7 D
“És mau e traidor, ingrato e desleal.Não olhes mais para o céu, não tens perdão!”
A D A7 D A7 D A7 D
Rancor destrói um coração que errou. Melhor usar de mansidão e amor!
2 - Corrige teu coração ferido, dizendo: “Amigo, coragem, vamos lá!
Tentemos outra vez chegar até o fim. E Deus é bom, Ele vai nos ajudar!”

553 – OLHOU JESUS A FIGUEIRA


152

JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 Entrada

G D C G
1 - Olhou Jesus a figueira sem fruto e lamentou sua grande omissão.
D A7 D7
Foi a rudeza do solo tão bruto, ou foi a falta de adubo no chão?
G C G D G D7 G
Senhor, dá-me a tua ajuda de amor, pois eu sou tão pobre e tão pecador!
2 - Como a figueira sem frutos é morta, também a fé, sem as obras, é vã. Se abrirmos hoje
ao amor nossa porta produziremos mais fruto amanhã.
3 - O irmão que vem ao encontro e nos chama,
é o próprio Cristo que passa por nós.
Espera frutos de amor e se inflama ao escutar o que diz nossa voz.

554 - SALVE LUZ ETERNA - PRECÔNIO PASCAL


CECI E ANDRE MARTINELLI – 2/4 - Sábado Santo - Vigília pascal

A E A E A
Salve luz eterna, luz és tu, Jesus! Teu clarão é a fé, fé que nos conduz!
A D E A A7 D Dm A E A
Todo o céu exulte, / anjos vem cantando. / Soem as trombetas, / a vitória anunciando. /
2. Se alegre a terra / com o sol do além. / Rompe toda a treva, / a vitória anunciando. /
3. Nossa mãe igreja / benze o fogo novo / com velas acesas. / Aleluias, cante o povo.
4. Sempre é bom e justo, / grato ao coração: / obrigado ó Pai, / pelo Cristo, novo Adão! / 5.
Deu por nós a sua vida, / todo se entregou / Nossa inteira lida / em seu sangue ele lavou.
6. Eis agora a páscoa: / festa do cordeiro. / Marque nossas frontes / o seu sangue
derradeiro.
7. Noite em que do Egito / rompe a escravidão. / Nosso povo marcha pra feliz libertação! / 8.
Noite luminosa, /trevas dissipou. / Aos que crêem Cristo, novo povo ela formou.
9. Noite que a morte / foi, enfim, vencida. / Somos imortais no Senhor da Eterna Vida!
10. Noite tão feliz! / Noite feito dia Tu, só tu soubeste a hora que o Cristo ressurgia! /
11. Noite toda bela! / Noite toda cruz! / Céus e terra uniste nos braços de uma cruz! /
12. Cruz que é vitória!/ Cruz que está vazia! / Sobre ti já fora escrito: "És a luz de meu dia!"
13. Na graça desta noite, / Ouve a voz do povo. / Pai, aceita seu louvor na luz do fogo novo.
14. Brilhe ele sempre, / sempre a fulgurar! / Vença toda a treva até o dia despontar.
15. Eis aqui a Páscoa: / brilhe como o dia! / Cristo é o nosso sol, exultemos de alegria!

555 - POVO DE REIS, POVO SACERDOTAL


Pe. Ney Brasil – 4/4 – Entrada - Concentrações, missas solenes

C Am Em Dm Em Dm F G Am F G
Povo de Reis, assembléia santa / povo sacerdotal / Povo de Deus / canta ao teu
A
Senhor!
C Am C Em C Dm F
Nós te cantamos, ó Filho bem amado do Pai, Nós te louvamos, ciência eterna e Verbo de
E
Deus!

2. Nós te cantamos, ó filho da Virgem Maria,Nós te louvamos, ó Cristo, nosso irmão e


Salvador!
3. Nós te cantamos, ó Messias enviado aos pobres. Nós te louvamos, ó nosso Rei, de
coração manso e humilde!
153

4. Nós te cantamos, ó videira que dás vida aos ramos, Nós te louvamos, estrada da vida,
caminho do céu!
5. Nós te cantamos, ó cordeiro por nós imolado, Nós te louvamos, tu que tiras o pecado do
mundo!
6. Nós te cantamos, ó Bom Pastor que nos conduzes, Nós te louvamos, tu que por nosso
amor deste a vida!
7. Nós te cantamos, Cristo, alimento e bebida, Nós te louvamos, ó Pão que conforta e Vinho
que alegra!

556 - A VÓS, DEUS PAI


FR. LUIZ TURRA - 4/4 - Glória

D F#m A7 D
A vós, Deus Pai, nós vos damos glória! Oh! Jesus Cristo, nós vos damos glória!
G D A7 D
A Vós, Espírito, nós vos damos glória! Trindade Santa, nós vos damos glória!
G D A7 D G D A7 D
Glória, glória, glórias ao Senhor. Glória, glória, glória e louvor.

556 - NASCEU-NOS HOJE UM MENINO


REGINALDO VELOSO – 4/4 - Natal - Entrada

Bm Em F# Bm Em
Nasceu-nos hoje um menino / e um Filho nos foi dado / Grande é este pequenino, /
F# Bm E#m Bm F# Bm
rei da paz será chamado! /: Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! :/
Bm F# Bm Em F# Bm F# Bm
Cantai, cantai, ao Senhor / um canto novo, um louvor! / Por maravilha tão grande
Em F# Bm Em Bm C#
/ um canto novo, um louvor! / Por tal vitória e poder / um canto novo, um
F# Em Bm F# Bm
louvor! Por um amor tão fiel / um canto novo, um louvor!
2. A salvação resplendeu / um canto novo, um louvor! / Justiça apareceu / um canto novo,
um louvor! / Toda a terra comtemplou / um canto novo, um louvor! Com alegria aplaudi / um
canto novo, um louvor!

557 – GLÓRIA, GLÓRIA NAS ALTURAS


PE. NEY BRASIL - 4/4 - Glória

C Em F C Am Dm G C
Glória, glória nas alturas! Paz e amor na terra aos homens!
Em F C Am Dm G C
Dêem-vos glória as criaturas, dêem-vos graças e louvores!
G C Am D7 G
1 - Nós vos louvamos, ó Criador, vos bendizemos por vosso amor.
2 - Nós vos louvamos, Senhor Jesus, vos aclamamos por vossa cruz.
3 - Espírito Santo, Consolador, vós que dais vida e sois o Senhor.

558 - GLÓRIA A DEUS NOS ALTOS CÉUS


PE. JOÃOZINHO - 4/4 - Glória
154

G C D7 G C D7
1 – Glória a Deus nos altos céus, paz na terra aos seus amados.
G C D7 G C D7
A vós louvem, rei celeste, os que foram libertados.
Em D7 G C D7 G Em D7 G C D7 G
/:Glória a Deus! Glória a Deus!:/ No final: ( /:A-------mém! A-----mém! :/ )
2 - Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos.
Damos glória ao vosso nome, vossos dons agradecemos.
3 - Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai,
vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai.
4 - Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor,
acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor.
5 - Vós somente sois o Santo, o Altíssimo Senhor.
Com o Espírito Divino, de Deus-Pai o resplendor.

559 – GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 - Glória

F C F
Glória a Deus, glória a Deus! Glória a Deus nas alturas!
C7 F C7 F
1 – Glória ao Pai que nos criou, que nos rege com amor.
2 – Glória ao Filho Redentor, que nos une em seu amor.
3 – Ao Espírito de Amor, nosso canto de louvor.

560 – GLÓRIA, GLÓRIA, GLÓRIA, ALELUIA


FR. FABRETI - 4/4 – Glória

E B7 E
Glória, glória, glória, Aleluia! Glória, glória, glória, Aleluia!
E7 A E B7 E
Glória, glória, glória a Deus nos altos céus! Paz na terra a todos nós!
B7 E
1 - Deus e Pai, nós vos louvamos, (glória a Deus!) Adoramos, bendizemos, (Glória a Deus!)
E7 A E B7 E
Damos glória ao vosso nome, (Glória a Deus!) Vossos dons agradecemos!
2 - Senhor nosso, Jesus Cristo, (hosana hey!) Unigênito do Pai, (hosana hey!)
Vós de Deus, Cordeiro Santo, (hosana hey!) Nossas culpas perdoai!
3 - Vós que estais junto do Pai, (aleluia!) Como nosso intercessor, (aleluia)
Acolhei nossos pedidos, (aleluia) Atendei nosso clamor!
4 - Vós somente sois o Santo, (glória a Deus!)O Altíssimo Senhor, (hosana hey!)
Com o Espírito Divino, (aleluia!) De Deus-Pai o Resplendor.
155

561 – EU VOU CANTAR UM BENDITO


REGINALDO VELOSO - 3/8 - Natal

A D A E7 A
Eu vou cantar um bendito, um canto novo, um louvor. (2x)
Bm E7 A
1 - Ao Deus que fez nesta noite nascer-nos um Salvador! (2x)
Bm E7 A
Jesus nasceu de Maria, proclamem essa alegria! (2x)
2 - De Deus o verbo se encarna e entre nós habitou! (2x)
Jesus nasceu em Belém, de Deus a graça nos vem! (2x)
3 - Humano Deus se tornando, divino e homem se achou! (2x)
Emanuel, Deus co’a gente, o povo todo contente! (2x)
4 - Os oprimidos em festa, nasceu o libertador! (2x)
Se unem o céu e a terra num mesmo canto de amor! (2x).

562 – HOSANA HEY


ROBERTO MALVEZZI - 2/4 - Ramos

F Dm Bb C7 F
/:Hosana hey! Hosana há! Hosana hey! Hosana hey! Hosana há!:/
Bb F C7 F
1 - Ele é santo, é o Filho de Maria, é o Deus de Israel, é o filho de Davi.
2 - Vamos a ele com as flores dos trigais,
com os ramos de oliveira, com alegria e muita paz!
3 - Ele é o Cristo, é o unificador, é hosana nas alturas, é hosana no amor.
4 - Ele é alegria, é a razão do meu viver, é a vida dos meus dias, é amparo no sofrer.

563 - JUBILOSOS, ENTOEMOS


- IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 Entrada

F C7 F F7 Bb F C7 F
Jubilosos, entoemos, cantos, vivas, aleluias: Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia!
C7 F D7 Gm
1 - O nosso é um canto de glória ao Deus, Senhor da História,
E7 Am G7 C
que anuncia a vitória da justiça e do amor.
2 - O nosso é um canto de vida,na voz do povo, acolhida,
caminho à Paz prometida, no aleluia lá dos céus!

564 - OH, VINDE, ENFIM, ETERNO DEUS


MELOFIA DO SÉCULO XII – 3/4 - Advento - Abertura – 4 domingo B

Cm Gm Cm Gm Bb Cm Gm Bb Cm Gm
Oh, vinde, enfim, eterno Deus. / descei, descei dos altos céus. / Deixai a vossa habitação,
Ab7 Eb Fm Gm Cm
/ que a terra espera a salvação.
2. Que o céu orvalho o Redentor / baixai das nuvens, ó Senhor! / Germine a terra o nosso
Deus, / pra que nos abra os altos céus.
3. Por que tardais, ó bom Jesus, / em rebrilhar na vossa luz? / Em treva densa o mundo jaz: /
trazei a luz, o amor, a paz.
4. Oh, vinde, enfim, Senhor, a nós / ressoe no mundo a vossa voz. / No mundo brilhe o
vosso olhar. / oh, vinde, enfim, sem demorar!
156

565 – ONIPOTENTE E BOM SENHOR


ZÉ VICENTE - 6/8 - Diversos

G D G C D
Onipotente e bom Senhor, a Ti a honra, glória e louvor.
C G C D G
Todas as bênçãos de Ti nos vêm e todo o povo te diz: “Amém”!
Bm Em D
1 - Louvado sejas nas criaturas, primeiro o sol, lá nas alturas,
C G Em Am D G
clareia o dia, grande esplendor, radiante imagem de ti, Senhor.
2 - Louvado sejas pela irmã lua, no céu criaste, é obra tua,
pelas estrelas claras e belas, Tu és a fonte, o brilho delas.
3 - Louvado sejas pelo irmão vento e pelas nuvens, o ar e o tempo,
e pela chuva, que cai no chão, nos dás sustento, Deus da Criação.
4 - Louvado sejas, meu bom Senhor, pela irmã água e seu valor,
preciosa e casta, humilde e boa, se corre, um canto a Ti entoa.
5 - Louvado sejas, ó meu Senhor, pelo irmão fogo e seu calor,
clareia a noite, robusto e forte, belo e alegre, bendita sorte.
6 - Sejas louvado pela irmã terra, mãe que sustenta e nos governa,
produz os frutos, nos dá o pão, com flores e ervas sorri o chão.
7 - Louvado sejas pela irmã morte, que vem a todos, ao fraco e ao
forte, feliz aquele que em Ti amar, a morte eterna não o matará.
8 - Bem-aventurado, quem guarda a paz, pois o altíssimo o satisfaz,
vamos louvar e agradecer, com humildade, ao Senhor bendizer.

566 – ALELUIA! COMO O PAI ME AMOU


ZÉ VICENTE - 2/4 Aclamação
A D E7 A
Aleluia! Aleluia! Como o Pai me amou, assim também eu vos amei!
D E7 A
Aleluia! Aleluia! Como estou no Pai, permanecei em mim!
F#m Bm E7
Vós todos que sofreis, aflitos, vinde a mim! Repouso encontrareis em

A E7 A A7 D Dm
vossos corações. / Dou graças a meu Pai que revelou ao pobre,
A E7 A
ao pequenino, o seu grande amor.

567 – ALELUIA! CADA UM DÊ...


JOSÉ FREITAS CAMPOS - 4/4 - Aclamação

G Am D7 G
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! (bis)
D7 Am
“Cada um dê conforme o impulso do seu coração, pois Deus ama
D7 G
a quem dá com alegria!” (2Cor. 9,7).

568 – ALELUIA! JESUS VAI FALAR


157

FR. FABRETI - 2/4 - Aclamação

C F G7 C
/:Aleluia! Aleluia! Alelu------ia!:/
F C Dm G7 C
Jesus vai falar, eu vou escutar e guardar no coração.

569 – ALELUIA! ALGUÉM DO POVO...


WALDECI FARIAS - 2/4 - Aclamação

F Bb C F Dm Gm C7 F
/:Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!:/
Bb F
Alguém do povo exclama: como é grande ó Senhor,
Dm G7 C F F7
quem te gerou e alimentou! Jesus responde: ó mulher,
Bb F Dm G7 C7 F
pra mim é feliz, quem soube ouvir a voz de Deus e tudo guardou.

570 – HONRA, GLÓRIA, PODER E LOUVOR


PE. JOSÉ WEBER - 2/4 – Aclamação

F C Dm Gm C7 F
/:Honra, glória, poder e louvor a Jesus, nosso Deus e Senhor.:/
C F Bb F C7 F
1 - É Ele o pão que se vai repartir, o pão da palavra que vamos ouvir.
2 - O homem não pode viver só de pão, mas vive quem guarda a palavra de Deus.

571 – JESUS CRISTO VAI FALAR


ELIOMAR RIBEIRO - 2/4 - Aclamação

G Am D7 G
Jesus Cristo, vai falar! Sempre fala com amor!
Em Bm A D7 G
Nas feições da juventude eu te vejo, meu Senhor!
E7 Am D7 G Em A D7 G
O homem não vive somente de pão, mas de toda a palavra da boca de Deus!

572 – LEVANTAI-VOS, POVO SANTO


JOÃO CARLOS RIBEIRO - 2/4 - Aclamação

E B7 E B7 E E7
1 - Levantai-vos, povo santo do Senhor. Levantai-vos, pra cantar o seu louvor!
A B7 E B7 E
/:Aleluia, aleluia! É Jesus quem vai falar.:/
2 - Levantai-vos, pra ouvir com atenção o Evangelho, que nos traz libertação.

573 – ALELUIA! IDE PELO MUNDO


JOSÉ RAIMUNDO GALVÃO - 2/4 - Aclamação

E A B7 E
/:Aleluia! Aleluia! Alelu----ia!:/
158

B7 A E C#m F#m B7 E
1 - Ide pelo mundo, o Evangelho anunciai. A toda criatura “Boa Nova” proclamai!
2 - Cristo vem falar – nos com cuidados de Pastor
e vem comprometer-nos com seus planos de amor!

574 – EIS QUE CHEGOU O MOMENTO


D.R. - 6/8 - Batismo

D A7 D
1 - Eis que chegou o momento de celebrar o Batismo.
A7 D
Pais e padrinhos e povo, somos Igreja de Cristo.
D7 G A7 D
Todos em comunidade, cremos num mesmo Senhor.
Bm Em A7 D
Torna-se forte a unidade nesta família de amor.
2 - Deus que consagra seus filhos, logo em missão os envia.
Pelos caminhos do mundo, dá-lhes o Cristo por guia.
3 - Um compromisso de vida, nosso Batismo nos pede,
mas o Espírito Santo luz e coragem nos pede.

575 – PROMETI NO MEU STO. BATISMO


D.R. - 2/4 - Batismo
G C D7 G
1 - Prometi no meu Santo Batismo ser fiel a Jesus sem cessar.
C D7 G C D7 G
Pais cristãos em meu nome falaram. Hoje os votos eu vim confirmar!
C D C G D7 G
Fiel, sincero, eu mesmo quero /:a Jesus prometer meu amor.:/
2 - Creio, pois, na divina Trindade, Pai e Filho e inefável Amor.
No mistério do Verbo encarnado, na paixão de Jesus Redentor.
3 - A Jesus servir quero, constante, sua lei em meu peito gravar,
combatendo, lutando e vencendo, a Igreja, fiel, sempre amar!

576 - SALVE, RAINHA, MÃE DE DEUS


JOSÉ ALVES - 2/4 - Nossa Senhora

C F C Am G C
1 – Salve, Rainha, Mãe de Deus, és, Senhora, nossa Mãe,
F C G C
nossa doçura, nossa luz, doce Virgem Mari---a.
Am C Am G C F C F G7 C
2 - Nós a ti clamamos, filhos exilados. Nós a ti voltamos nosso olhar confiante.
Am C Am G C
3 - Volta para nós, ó Mãe, teu semblante de amor.
F C F G7 C
Dá-nos teu Jesus, ó Mãe, quando a noite passar.
F C Am G
4 - Salve, Rainha, Mãe de Deus, és auxílio dos cristãos;
F C Am G C
ó Mãe clemente, Mãe piedosa, doce Virgem Mari---a!

577 – MÃE DE DEUS, CLAMAMOS A VÓS


159

PE. JOÃOZINHO - 3/4 - Nossa Senhora

D A7 D
Solo - Mãe de Deus clamamos a vós.
D A7 D
Todos - Mãe de Deus clamamos a vós.
F#m A
Solo - Os coros dos anjos vos louvam.
D A7 D
Todos - Maria, clamamos a vós.
F#m A F#m A
Solo - Saúdam-vos todos os santos. / O mundo dos astros vos louva.
- A santa Igreja vos louva. / Os homens na terra vos louvam.
Todos - Mãe de Deus, clamamos a vós.
Solo - Sois sede da sabedoria. / Sois Mãe da eterna beleza.
Sois Mãe do perpétuo socorro. Sois mãe do amor verdadeiro.
T - Mãe de Deus, clamamos a vós.
S - Vós sois a alegria dos santos.
T - Maria, clamamos a vós.
S - Dos mártires sois a Rainha. Vós sois a Rainha dos justos.
- Vós sois o socorro na luta. Da paz sois fiel mensageira.
T - Mãe de Deus, clamamos a vós.
S - Sois fonte de toda a virtude.
T - Maria, clamamos a vós.
S - Sois templo do Espírito Santo. Sois arca da nova aliança.
- Do reino do céu sois a porta. Sois glória da santa Igreja.
T - Mãe de Deus, clamamos a vós.
S - Vós sois o refúgio nas dores.
T- Maria, clamamos a vós.
S - Vós sois o auxílio do povo. Vós sois dos enfermos saúde.
Consolo dos desamparados.- Na morte sois nossa esperança.
T - Mãe de Deus, clamamos a vós!

578 - JESUS CRISTO, QUE RESSURGES


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Páscoa - Apresentação das Oferendas

E B7 E A B7 E
1 – Jesus Cristo, que ressurges glorioso ofertamos nosso vinho e nosso pão./ Juntamente
A E B7 E
nós queremos entregar-te nosso gesto de profunda adoração.
2 - Nossa oferta, comparada com a tua, é pequena e nada pode merecer. / Assumiste nossa
culpa e nossa vida e tiveste muito mais a oferecer.
3 - Mesmo assim, aqui estamos reunidos e unimos nossas mãos para elevar / o trabalho da semana
que passou, para hoje em tua mesa colocar.

579 - AS PEDRAS DA NOSSA ESTRADA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - Apresentação das Oferendas

E A E
1 – As pedras da nossa estrada queremos te ofertar.
F#m B7 E B7 E
São flores depositadas na mesa do teu altar.
2 - As lutas da caminhada, as dores e o sofrer,
160

são partes da nossa vida que vamos te oferecer.


3 - Assim nossos braços erguem ofertas de vinho e pão,
erguendo também o mundo no gesto das nossas mãos.

580 - NOSSA PRECE PIEDOSA, JESUS


DA MISSA SERTANEJA - 2/4 - Apresentação das Oferendas

C F C G7
1 – Nossa prece piedosa, Jesus , sobre o cálice oferecido,
F G F G7 C
será sangue precioso da cruz, do divino Cordeiro vertido.
F G7 F C
Com o suor do rosto colhidos, uva e trigo estão sobre o altar,
G F G F G7 C
sob a forma de pão e de vinho, a oblação que se vai ofertar.
2 - Este pão que foi trigo moído, será corpo de Deus consagrado.
Dom do céu para a terra trazido, com perdão para todo pecado.

581 – A NOSSA OFERTA


GIL ROCHA SALES - 2/4 - Apresentação das Oferendas

D G F#m Bm D A7 D
A nossa oferta de vinho e pão é nossa vida sobre o altar.
A D A D A
1 - O nosso pão, Senhor, será teu corpo,o nosso vinho será teu sangue.
2 - Junto ao pão, Senhor, vai nossa vida. Junto ao vinho vai nosso amor.
3 - Aceita hoje o nosso dia, nosso trabalho, dor e alegria.

582 - NESTA MESA DA IRMANDADE


ZÉ VICENTE - 2/4 - Apresentação das Oferendas

F C
1 – Nesta mesa da irmandade a nossa comunidade se oferece a ti, Senhor. Nosso sonho e
F Dm Gm C7 F
nossa luta, nossa fé, nossa conduta, te entregamos com amor.
Bb C7 F
/:Novo jeito de sermos Igreja nós buscamos, Senhor, na tua mesa.:/
2 - Neste pão te oferecemos os mutirões que fazemos, a partilha e a produção. Neste vinho,
a alegria, que floresce cada dia, dentro de nossa união.
3 - Nesta Bíblia bem aberta, encontramos a luz certa, para aqui te oferecer. Ela reúne o teu
povo, na busca do mundo novo,onde os pobres vão viver.
4 - Nosso coração inteiro, Deus humano e companheiro, deixamos no teu altar. Nosso canto
e a memória do martírio e da vitória, nós trazemos pra te dar.

583 - TRANSFORMA, SENHOR


JOSÉ CAMPOS - 2/4 - Apresentação das Oferendas

E C#m F#m B7 E
1 – Transforma, Senhor, pão e vinho: são frutos do nosso labor.
C#m F#m B7 E
/:A nossa palavra em ação transforma, transforma, Senhor:/
161

2 - Transforma, Senhor, nossa vida, em novos critérios de amor.


/:A nossa fraqueza em perdão transforma, transforma, Senhor:/
3 - Transforma, Senhor, a injustiça, o ódio, a inveja, a dor.
/:A nossa pobreza em união transforma, transforma, Senhor:/

584 - DEUS VEM FALAR AO CORAÇÃO


FR. LUIZ TURRA - 3/4 - Aclamação

E B7 E
1 – Deus vem falar ao coração: “eis que findou a escravidão”.
E7 A E B7 E
Vamos ouvir, Deus vai falar. Aleluia! Aleluia!
2 - Quando o Senhor vem conversar, vem como Pai nos libertar.
3 - Novo pensar e nova luz traz o Evangelho de Jesus.

585 - COM ALEGRIA


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Apresentação das Oferendas

G G7 C D7 C G G7 C Am D7 G
Com alegria, ofereço o meu sacrifício e vou cantando e louvando o Senhor.
C D7 C G C D7 G Em
1 - És nossa força, és nossa vida. E por isso queremos louvar-te,
Am D7 G D7
ao teu nome elevar nossas mãos.
2 - Feliz o povo que te procura, caminhando à luz do teu rosto
e buscando a verdade, o amor.

586 - SANTIFICA, SENHOR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - Apresentação das Oferendas

D G D A
1 – Santifica, Senhor, meu trabalho, minha vida e meu caminhar.
Em A7 D Bm Em A7 D
Sei que sou limitado e sou falho, mesmo assim tudo quero te dar.
D7 G D Bm Em A7 D
Recebei minha oferta, Senhor! É pequena, mas fei----ta de amor.
2 - Quantos dons tu me deste de graça, quantos frutos na vida colhi.
Tua voz é fiel e não passa, tudo é teu e retorna pra Ti.
3 - Abençoa, Senhor, minha oferta, mesmo tendo tão pouco pra dar.
Minha vida pra ti sempre aberta, é melhor que posso ofertar.

587 - NOSSOS SONHOS, CLAMORES


SIMEI PEREIRA DO AMARAL - 3/4 - Apresentação das Oferendas

G G7 C Am
1 – Nossos sonhos, clamores, todo o nosso viver,
D7 C G
nosso rumo de dores sem trabalho... por quê?
G7 C Am D7 G
A esperança que resta de quem crê com vigor na certeza da festa, do encontro e do Amor.
162

C D7 G Em Am D7 G
Ô, Ô, Ô, Recebe, Senhor! Ô, Ô, Ô, Recebe, Senhor!
2 - Neste chão de fartura falta o pão pra comer.
Quanta gente insegura sem trabalho... por quê?
Mesmo assim, Deus da vida, bendizemos teu nome, pelo pão que convida a matar toda a
fome.
3 - Já o trigo floresce, novo tempo se vê.
Nosso grito se aquece: sem trabalho... por quê?
Nossa lida e vontade, nossa luta e labor pela fraternidade te ofertamos, Senhor.

589 - SOBE A JERUSALÉM


WALDECI FARIAS - 2/4 - Apresentação das Oferendas

E C#m A B7 E
1 – Sobe a Jerusalém, Virgem oferente sem igual.
G#7 C#m F#m B7
Vai, apresenta ao Pai teu Menino: luz que chegou no Natal.
E C#m A B7 E
E, junto à sua cruz, quando Deus morrer, fica de pé.
G#7 C#m F#7 B7 E
Sim, Ele te salvou, mas o ofereceste por nós com toda fé.
2 - Nós vamos renovar este sacrifício de Jesus:
morte e ressurreição, vida que brotou de sua oferta na cruz.
Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida uma oblação.
Culto agradável a Deus é fazer a oferta do próprio coração.

590 - SANTO, SANTO, SANTO


3/4 - Santo

A F#m Bm E E7 A A7 D E7 F#m Bm E7 A D
Santo, Santo, Santo,Deus do universo, o céu e a terra proclamam a vossa glória. Hosana
Dm A C#m D E7 A A7 D E A E7 A
nas alturas! Bendito aquele que vem em nome do Senhor. Hosana nas altu--------ras!
163

591 - DEUS É SANTO, DEUS É FORTE


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Santo

F C7 F
1 – Deus é Santo, Deus é forte, Deus é bom e poderoso.
F7 Bb Bbm F C7 F
A terra e o céu cantam seu louvor. Viva o Senhor que entre nós já vem!
2 - Deus é justo e verdadeiro, é o maior, mais importante.
Todos cantamos o seu louvor: Viva o Senhor que entre nós já vem!

592 - ESTEJA SEMPRE COM VOCÊ


IR. AGOSTINHA SOARES - 2/4 – Paz

A Bm
Esteja sempre com você a paz do Senhor Jesus.
E7 A
Esteja sempre com você a paz do Senhor Jesus.
Bm
Esteja sempre com você a paz do Senhor Jesus.
E7 A E7 A
Esteja sempre com você, meu irmão, a paz do Senhor Jesus.

593 - FELIZ NATAL!


TRADICIONAL ALAMÃO - 3/4 - 2/4 – Natal

E B E C#m F#m B7 E
Feliz Natal! Feliz Natal! Cantam os an-----jos do Senhor!
A E B7 E
1 - Ah! Quanta paz e quanto amor, na gruta nasce o Salvador.
2 - Aumente a paz universal, na noite santa de Natal.

594 - BENDIGAMOS AO SENHOR


CONCORDI LAETITIA - 2/4 - Comunhão

D A7 D G A7 D
1 – Bendigamos ao Senhor, que nos une em caridade,
Bm Em A F#m D Bm A D Bm Em A7 D
que nos nutre com amor em o pão da unidade. Ó PAI NOSSO!
2 - Um só corpo em Deus formamos, pelo dom da caridade.
Um só pão nos alimenta, pão real, pão da unidade.
3 - Conservemos a unidade, mandamento do Senhor.
Brilhe a paz onde há guerra, onde há ódio, reine amor!
4 - De Jesus o exemplo e ordem manda o mal com o bem pagar:
Num perdão sincero e amigo, seu amor testemunh
5 - O que sofre imerso em dor, o que vive em solidão,
ache alívio, ache consolo num fraterno coração.
6 - Ó Senhor, uma família somos nós na caridade.
Nos congregue o teu amor na feliz eternidade.
164

595 - EU VOS DOU UM NOVO


PE. NEY BRASIL - 4/4 – Comunhão

D A7 D G A7 D A7 D G D G
Eu vos dou um novo mandamen-----to: Que vos ameis uns aos outros assim
D G A G A7 D G D G
como eu vos amei, disse o Senhor. Que vos ameis uns aos outros assim
D G D G A7 D
como eu vos amei, disse o Senhor.
A G A7 D
1 - Felizes os puros em seus caminhos, os que andam na lei do Senhor.
2 - Felizes os que guardam os seus preceitos e o procuram de todo o coração.
3 - E andam em seus caminhos os que não praticam o mal.
4 - Promulgastes os vossos preceitos para serem guardados fielmente.

596 - DOIS AMIGOS CAMINHAM


IR MIRIA T. KOLLING 2/4 - Páscoa – Comunhão
G D7 G
1 – Dois amigos caminham pela estrada, conversando a respeito do Senhor.
G7 C A7 D7
E um Deus acompanha esta jornada, escondido num simples viajor.
G G7 C D7 G E7
“Se dois ou mais se reunirem em meu Nome, com o desejo de a verdade compreender,
Am B7 Em (Gdim) G Am D7 G
no meio deles estarei, saciando a fome. partindo o pão, eu me darei a conhecer”.
2 - Quando chegam à noite na cidade, Jesus quer
o caminho prosseguir, mas o acolhem num gesto de bondade,
pra que fique, não deixam de insistir.
3 - Convidado a sentar-se à sua mesa, para simples e amiga refeição, o Senhor lhes garante com
certezaque abençoa quem serve e dá seu pão.
4 - Também nós caminhamos lado a lado cada dia encontramos nosso irmão; só o acolhe quem
não vai apressado, com lugar para o amor no coração.
5 - A presença de Deus traz alegria, mas exige cuidado e atenção,
pois no humilde se esconde cada dia, e é tão simples que cabe neste pão!
6 - Ó Senhor, que te deste em comida, sustentando o nosso caminhar, entre os teus fica hoje e
toda a vida, pois contigo queremos nós ficar!

597 - ONDE HÁ AMOR E CARIDADE


IR MIRIA T. KOLLING - 3/8 -Comunhão
C F GF C G7 C
Onde o amor e caridade, Deus aí está.
G C
1 - Congregou-nos num só corpo o amor de Cristo.
F C G C
Exultemos, pois, e nele jubilemos. Ao Deus vivo não temamos,
F C G7 C
mas amemos e, sinceros, uns aos outros nos queiramos.
2 - Todos juntos, num só corpo congregados, pela mente não sejamos separados.
Cessem lutas, cessem rixas, dissensões, mas esteja em nosso meio Cristo Deus.
3 - Junto um dia com os eleitos, nós vejamos, Tua face gloriosa,
Cristo-Deus; alegria, que é imensa e que ainda vem, pelos séculos dos séculos. Amém!
165

598 - Ó MORTE, ONDE ESTÁ TUA VITÓRIA


FR. LUIZ TURRA - 4/4 Páscoa – Comunhão

G C D7 G Em D7 G
Ó morte, onde está tua vitória? Cristo ressurgiu, honra e glória!
G Em C D7 G D7 G Em C D7 G
6/8 1 - Não temos medo de nada, Cristo ressuscitou! A morte foi derrotada, Cristo
D7 G
ressuscitou!
2 - As trevas foram vencidas, Cristo ressuscitou! Cadeias foram rompidas, Cristo
ressuscitou!
3 - Surgiu a grande esperança, Cristo ressuscitou! Razão de nossa confiança, Cristo
ressuscitou!
4 - Justiça, paz e verdade, Cristo ressuscitou! Constroem a fraternidade, Cristo ressuscitou!
5 - Na dor nós temos alívio, Cristo ressuscitou! Conosco faz seu convívio, Cristo
ressuscitou!

599 – NA COMUNHÃO RECEBEMOS


PE. LUCAS DE PAULA E PE. LAURO PALÚ - 2/4 – Pascoa – Comunhão

A D A D E7 A E
1 – Na comunhão recebemos teu corpo e sangue, Senhor, e tua vida divina, dons do teu
E7 D A E7
grande amor, são nossa força na luta, fazem vencer todo mal
A E E7 A
e nos conduzem ao Pai, glória ao Deus imortal.
C#m F#m Bm E7 A
Senhor Jesus, Senhor Jesus, Deus vivo e vencedor! (bis)
2 - Entre as angústias da vida, não cairemos jamais, pois tua força nos leva a confiar
sempre mais. Na comunhão nos deixaste força e motivo de amar.
Todo o caminho da vida nos traga sempre ao altar.
3 - Ao comungar caminhamos para o altar com o irmão. O teu amor nos atrai, centro da
nossa união. Em cada esforço que pedes, vamos sentir tua mão.
Vamos sentir que nos dás força ressurreição.

600 - NA MESA DA EUCARISTIA


PE. VANILDO E PE. JOSÉ EUGENIO - 6/8 - Comunhão

G C Am D7 G D7
1 – Na mesa da Eucaristia o amor se faz doação.
G G7 C Am D7 G
A um povo que vive e partilha, trabalha e constrói mundo irmão.
Am D7 G Em B7 C G
Comigo irá cear, o Pão da vida ter quem até o fim, fiel permanecer!
Am D7 G
Quem até o fim, fiel permanecer!
2 - Na mesa da Eucaristia, lugar do encontro de iguais,
há um povo que quer a justiça, que sonha com um mundo de Paz.
3 - Na mesa da Eucaristia, divina lição de amar.
Há um povo que sofre e caminha, pra vida gerar com alegria.
4 - Na mesa da Eucaristia, a festa fazemos por crer
que o povo alegre anuncia que a vida vai a morte vencer.
5 - Na mesa da Eucaristia, não deve haver divisão.
166

Um povo que exclui outro povo, irmão que abandona outro irmão.
6 - Na mesa da Eucaristia, miséria não pode existir,
pois povo que aqui se alimenta, quer pão e amor dividir.
7 - Na mesa da eucaristia, é Cristo o Deus-Comunhão,
de um povo que quer nova terra, e unido constrói novos céus!

601 - COM AMOR ETERNO EU TE AMEI


IR. MIRIA KOLLING - 2/4 – Comunhão

Em C B7 Em C B7
Com amor eterno eu te amei, dei a minha vida por amor.
E7 Am B7 Em Am Em B7 Em
Agora vai, também ama o teu irmão. Agora vai, também ama o teu irmão.
D7 G Am
1 - Já não somos servos, mas os teus amigos;
Em F# B7 Em
à tua mesa nos sentamos pra comermos deste pão.
2 - Que nossa amizade se estenda a todos;
pois o Cristo nos ensina que o amor é dom total.
3 - Terá recompensa até um copo d’água.
O amor que é verdadeiro se traduz em gesto e vida.
4 – Cristo, partilhando sua graça e vida,
quer que unidos a vivamos também entre os irmãos.
5 - Se permanecermos no amor de Cristo,
viveremos sua mensagem de esperança e alegria.
6 - O pão da alegria nos alimentou. Que ele seja nossa força e nos sustente a caminhada.

602 - ESTA COMIDA DÁ FORÇA E VIDA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 -Comunhão

F Gm C7 F C F
Esta comida dá força e vida aos que viajam para a casa do Senhor.
C F
1 - Quem come deste pão não morre eternamente,
C7 F
pois nele eu permaneço e sempre estou presente.
2 - Outrora no deserto eu fiz descer comida ao povo que buscava a terra prometida.
3 - Ainda continuo a vos alimentar, porque vós sois meu povo, que deve caminhar.
4 - Meu sangue e minha carne são verdadeiramente uma comida santa, que salva eternamente.

603 - EU CREIO EM TI, SENHOR


CELSO PEDRO LUFT - Ritmo Gregoriano – Batismo

C G C Am F G
1 – Eu creio em ti, Senhor, luz e verdade eterna,
F G Am Em G C
puro e perfeito ser, que todo ser governa.
2 - Espero em ti, Senhor, meu Pai e meu amigo; no gozo e no sofrer, o teu querer bendigo.
3 - Tenho pesar, Senhor, de haver-te magoado. Quero expiar o mal, fugir todo pecado.
4 - Quero te amar, Senhor, amor que amaste antes e por amor de ti amar meus
semelhantes.
5 - Quero ser teu, Senhor,na vida e na morte. Em tuas mãos de amor confio a minha sorte.
167

604 - EU SOU A VIDEIRA


LUIS CARLOS SUZIN - 3/4 - Comunhão

F G7 C F Gm C7 F
Eu sou a videira vocês são os ramos e meu Pai é o agricultor.
Bb F Dm Gm C7 F
1 - /:Vocês ficam livres, unidos a mim, por meio do Pai, com vida sem fim.:/
2 - /:Vocês vão dar frutos, unidos a mim, na vida fraterna, pra sempre sem fim.:/
3 - /:Se continuarem bem firmes em mim, eu vivo em vocês e vocês em mim.:/
5 - /:A glória de Deus vai ser conhecida, por meio dos frutos da nossa vida.:/

605 - POR UM PEDAÇO DE PÃO


PE. ZEZINHO - 3/4 - Comunhão

E B7
1 – Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho,
A B7 E
eu já vi mais de um irmão se desviar do caminho.
A
Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho,
E B7 E
eu também vi muita gente encontrar novamente o caminho do céu.
A E B7 E
Eu também vi muita gente voltar novamente ao convívio de Deus.
B7 E
Por um pedaço de pão e um pouquinho de vinho,
B7 E
Deus se tornou refeição e se fez o caminho.
B7 E
/:Por um pedaço de pão, por um pedaço de pão.:/
2 - Por não ter vinho nem pão, por lhe faltar a comida,
eu já vi mais de um irmão desiludido da vida.
E por não dar do seu pão e por não dar do seu vinho,
vi quem dizia ser crente perder de repente os valores morais.
Vi que o caminho da paz só se faz com justiça e direitos iguais.
3 - Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho,
eu já vi mais de um irmão tornar-se um homem mesquinho.
Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho,
vejo as nações em conflito e este mundo maldito por não partilhar.
Vejo metade dos homens morrendo de fome, sem Deus e sem lar.
168

606 - EIS MEU CORPO, TOMAI E COMEI!


LINDBERG PIRES - 6/8 - Comunhão

E C#m F#m B7
Eis meu corpo, tomai e comei! Ele é pão para o povo a caminho:
A B7 E B7 E
Comei todos e ao Pai bendizei! Comei todos e ao Pai bendizei!
A
1 - Nós te damos muitas graças, ó Deus vivo, Deus perdão,
F#m E B7 E
que nos dás o Pão da vida, Jesus Cristo, nosso irmão.
2 - O teu povo no deserto saciaste com maná. Mas a nós, teu novo povo, é teu Filho que se dá.
3 - Ele é o pão de quem caminha, pelas trilhas do deserto,
para a terra que nos deste, terra nova, já bem perto.
4 - E se a terra em que pisamos fica seca e dá espinhos,
a água viva que nos deste nos dá forças no caminho.
5 - Vês que os fortes deste mundo multiplicam seus rebanhos,
expulsando teus pequenos para terra e mundo estranhos.
6 - Mas, tu vens à nossa frente, para nós és guia e luz
e nos dás o Pão da Vida, Pão dos fortes, teu Jesus.
7 - Por Jesus nos dás a graça de vivermos como irmãos.
Por teu nome somos fortes e juntamos nossas mãos.
8 - Pelo Cristo e só por Ele, suba a Ti o nosso amor.
Nele, a Ti, ó Pai celeste, honra, graças e louvor!

607 - MÃE DO CÉU MORENA


PE. ZEZINHO - 2/4 - Nossa Senhora

A E7 A E7 A
Mãe do céu morena, Senhora da América lati------na,
D E7 A
de olhar e caridade tão divina, de cor igual à cor de tantas raças. /
E7 A E7 A
Virgem tão serena, Senhora destes povos tão sofri---dos,
D E7 A
patrona dos pequenos e oprimidos, derrama sobre nós as tuas graças.
D A
1 - Derrama sobre os jovens tua luz. Aos pobres vem mostrar o teu Jesus, /
E7 A E7 A
ao mundo inteiro traz o teu amor de mãe.
D A
Ensina quem tem tudo a partilhar, ensina quem tem pouco a não cansar. /
E7 A
E faz o nosso povo caminhar em paz.
2 - Derrama a esperança sobre nós. Ensina o povo a não calar a voz. /
Desperta o coração de quem não acordou.
Ensina que a justiça é condição de construir um mundo mais irmão,
e faz o nosso povo conhecer Jesus.
169

608 - NOITE LINDA, NOITE BELA


GLÓRIA VIANA - 3/4 – Natal - Entrada

A D A E7
1 – Noite linda, noite bela, noite tão cheia de luz.
Bm E E7 A
Toda a terra canta um hino, com a chegada de Jesus!
2 - Noite feita de esperança, noite feita de amor.
Pois nasceu o Rei Divino, Deus Menino Salvador.
3 - Noite feita de bondade, noite de claro esplendor.
Salve a Virgem Maria que seu Filho nos doou.

609 - QUEM ASSUME A CRUZ E VAI


4/4 - Final

C F G7 C G7 C
Quem assume a cruz e vai, chegará por Cristo ao Pai!
Am Em F C
1 - Quem quiser ser de Jesus, tome a sua cruz e vá.
Am Em C G7 C
Ele muda a treva em luz e nos apresenta ao Pai.
2 - Nos caminhos desta vida, temos muito que lutar.
Mas a dor será vencida, se no Cristo se enxertar.
3 - Desta Igreja peregrina, Jesus Cristo é o Redentor. Sua morte nos ensina o valor da nossa dor.

610 - VIRGEM-MÃE APARECIDA


PE. LEHMANN - 2/4 - Nossa Senhora

F Bb F C
1 – Virgem – Mãe Aparecida estendei o vosso olhar
F C G7 C
sobre o chão de nossa vida, sobre nós e nosso lar.
C7 FC F Bb C
Virgem - Mãe Aparecida, nossa vida e nossa luz,
F F7 Bb F C7 F
/:dai-nos sempre nesta vi---da paz e amor no bom Jesus! :/
2 - Peregrinos longes terras caminhamos através
de altos montes d’altas serras, para vos beijar os pés.
3 - Desta vida nos extremos trazei paz, trazei perdão,
a nós, mãe que vos trazemos com amor no coração.
4 - Estendei os vossos braços, que trazeis no peito em cruz,
para nos guiar os passos, para o Reino de Jesus.

611 - JUVENTUDE QUE VAI COM MARIA


4/4 – Diversos

A D E7 A
Juventude que vai com Maria, nos caminhos o amor semear,
D A E7 A
olha o céu e a estrela que guia: é Jesus que nos chama a amar.
C#m D A
1 - Nossas vozes se unem em coro, corações que estão a cantar.
D A Bm E7 A
É um hino de glória e louvor. Mundo jovem, queremos lutar!
170

2 - Vamos sempre levar adiante um pouquinho de amor e de paz,


pois o mundo que grita com fome necessita de quem lhe dê mais.
3 - Nas estradas da vida, iremos semear o amor e o bem.
Procurar a justiça pra todos e ao irmão dar o que ele não tem.

612 - MARIA, Ó MÃE CHEIA DE GRAÇA


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Nossa Senhora

A E7 A
Maria, ó Mãe cheia de graça, Maria, protege os filhos teus.
A7 D A E7 A
Maria, Maria, nós queremos contigo estar nos céus!
A7 D E7 A F#7
1 - Aqui servimos a Igreja do teu Filho, sob o teu imaculado coração.
Bm G#7 C#m B7 E7
Dá-nos a bênção e nós faremos de nossa vida uma constante oblação.
2 - A nossa vida é feita de esperança, paz e flores nós queremos semear. /
Felicidade somente alcança quem, cada dia, se dispõe a caminhar.

3 - Ah! Quem me dera poder estar agora festejando lá no céu nosso Senhor!/
Mas sei que chega a minha hora e, então, feliz, eu cantarei o seu louvor.

613 - QUERO OUVIR TEU APELO


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 Final

A D A F#m Bm
1 – Quero ouvir teu apelo, Senhor, ao teu chamado de amor responder.
E7 (Adim) A
Na alegria te quero servir, e anunciar o teu Reino de Amor.
A7 D A
/:E pelo mundo eu vou, cantando teu amor,
Bm E7 A
pois disponível estou, para servir-te, Senhor!:/
2 - Dia a dia, Tua graça me dás, nela se apóia o meu caminhar.
Se estás a meu lado, Senhor, o que, então, poderei eu temer?

614 – SENHOR, EU QUERO TE AGRADECER


JOSÉ FRANCISCO DA SILVA - 6/8 – Pós-comunhão

E B7 E
1 - Senhor, eu quero te agradecer de todos os dias a gente poder conversar.
B7 E E7
Senhor, o mundo precisa te conhecer, mas eu te prometo que eu vou evangelizar.
A E B7 E
/:Eu quero te dizer agora que eu já vou embora evangelizar.:/
2 - Senhor, às vezes me ponho a rezar, e peço a você, pra que fique mais perto de mim.
Senhor, às vezes me ponho a chorar, e não compreendo porque o mundo sofre sem fim.
3 - Senhor, às vezes me ponho a cantar, e canto as palavras de amor de um livro que li.
Senhor, eu vejo criança a brincar, e não compreendo porque não brincamos também.

615 - UM BARCO, UMA REDE DEIXADOS


6/8 – Vocacional
171

G C D G
1 – Um barco, uma rede deixados na praia, bem perto do mar,
G7 C Am D7 G G7
falavam de homens que foram o Reino de Deus anunciar.
C G Am D7 G G7 C G Am D7 G
Ô Ô Ô, Eu quero tua voz escutar. Ô Ô Ô, Eu quero teu Reino anunciar.
2 - A rede lançada na fé, lançada na força do amor,
colhia pequenos e grandes, pro Reino de Nosso Senhor.
3 - Também eu deixei o meu barco e andei sem olhar pra trás,
aos braços de quem me chamava, a outros mares pescar.
4 - Nos mares que agora navego tem luz e tem noites sem fim.
Remando e cuidando do leme, Jesus é quem cuida de mim.

616 – HINO À SANTA CATARINA


FR. PEDRO Sinzig – 4/4 – Santa Catarina

F Gm C F Bb D7 Gm C7 Am F Bb Gm C C7
Nossa Igreja peregrina, sempre unida à Santa Sé, /:no Evangelho se ilumina para as lutas pela
F C7
fé! :/
F C7 F C7 C A7 Dm Bb Gm F Gm C7
Virgem mártir, flor divina, que morreste pela cruz, Salve Santa Catarina, seguidora de
F
Jesus!
2. Como nossa protetora, seguiremos com amor / A doutrina salvadora de Jesus, nosso Senhor!
3. Do Estado a Igreja inteira uma prece ardente faz,/ Suplicando à padroeira que lhe dê justiça e
paz!
4. Toma, ó Santa aos teu cuidado, implorando bênçãos mil,/ Não somente o nosso Estado, mas
também todo o Brasil!

617 - MARIA, CHEIA DE GRAÇA


THOMAZ FILHO E FR. FABRETI - 6/8 - Nossa Senhora

Dm Gm A A7 Dm
1 – Maria, cheia de graça, não teme o que possa vir:
D7 Gm C F
“Palavra de Deus não passa, sem antes tudo florir”.
Gm Dm A7 Dm D7
Na casa de Nazaré, um “sim” ecoou sereno.
Gm Dm A7 Dm
Na casa de Nazaré, Deus mesmo se fez pequeno.
2 - José não temeu agrura. Maria foi sempre forte.
E Deus encontrou ternura e o povo uma nova sorte.
3 - Maria foi resistente, falou pelo povo seu:
“O braço do prepotente Deus mesmo desmereceu”.
4 - Maria, toda humildade, não foge nem mesmo à cruz.
Confia: “Deus é bondade, perdão, fortaleza e luz!”.

618 - Ó TERRA DITOSA – NOSSA SRA. DO CARAVAGGIO


D.R. –

D A7 D A7 D Bm D G D A7 D
1 – Ó terra ditosa, feliz Caravaggio, que a Virgem gloriosa por trono escolheu.
172

A7 D A7 D
A Virgem cantemos, devotos mortais! Em coro brademos: bendita sejais!
G D A7 D A7 D A7 D
Em coro brademos: bendita sejais! /:Ave, ave, ave, Maria! :/
2 - De todos os lugares, Mãe do Caravaggio, fiéis aos milagres vos vêm suplicar.
3 - O velho, a criança, o enfermo, o ditoso, de Vós tudo alcançam, Rainha do céu.
4 - Seus filhos e filhas os pais vos consagram. Guardai as famílias, na senda do bem.
5 - Livrai-nos dos laços que o mundo nos arma, guiai nossos passos à eterna mansão.

619 – OLHANDO A SAGRADA FAMÍLIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/8 - Família – Entrada

G D7 G
/:Olhando a sagrada família, Jesus, Maria e José,
D7 G
saibamos fazer a partilha dos gestos de amor e de fé.:/
Em Am D7 G
1 - Maria, mãe santa e esposa exemplar, José, pai zeloso, voltado a seu lar.
Em Am D7 G
Jesus, filho amado, em missão de salvar. Caminhos distintos, num só caminhar.
2 - Maria do sim e do amor - doação, José operário, a serviço do pão,
Jesus, ocupado com sua missão: Três vidas distintas num só coração.
3 - Se todas as mães em Maria se acharem, e todos os pais, em José se espelharem,
se todos os filhos, em Cristo se olharem, serão mais família, quanto mais se amarem.

620 - TODA DE DEUS


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - SANTOS – Santa Paulina

F Bb F C F Gm C7 F
Toda de Deus, todo dos irmãos, Madre Paulina, ouve a nossa voz!
Bb F C F Gm C7 F
Com fé pedimos tua intercessão, Madre Paulina, roga por nós!
C F Bb D Bb
1 - Mãe dos pobres sem lar, sem comida; dos doentes consolo na dor,
F Bb F C7 F
ouve as preces da gente sofrida, que te pede esperança e amor.
2 -Teu exemplo de santa humildade, no serviço em favor dos irmãos,
é presença da eterna bondade do Senhor, que nos dá salvação.
3 -Tua obra é um fato que encerra a vontade concreta de Deus.
Sejas sempre bendita na terra e bendita no reino dos céus.

621 - OUVE-NOS, AMADO SENHOR JESUS


LITURGIA ORTODOXA - 2/4 - Preces

C Am C Dm G7 C
Ouve-nos, amado Senhor Jesus!

622 - VOSSA IGREJA VOS PEDE, Ó PAI!


A. CANGIANI - 4/4 - PRECES

G Em Am D7 G
Vossa Igreja vos pede, ó Pai, Senhor, nossa prece escutai.

623 - OS FILHOS DOS HEBREUS COM RAMOS DE OLIVEIRA


173

JOSÉ ALVES – 4/4 - Ramos – Procissão

E C#m F#M B G#m A E


Os filhos dos hebreus com ramos de Oliveira / foram ao encontro do Senhor
A B E G#m A B E
clamando: /: hosana, hosana nas alturas!:/
C#m F#m C#m F#m
Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra / o mundo inteiro com os seres que o
G#7 C#m F#m C#m
povoam. / Porque ele a tornou firme sobre os mares, / e sobre as águas a mantém
F#m G#7
inabalável.
2 Quem subirá até o mundo do Senhor, / quem ficará em sua santa habitação? / Quem tem
mãos puras e inocente coração / quem não dirige sua mente para o crime.
3. Sobre este desce a bênção do Senhor / e a recompensa de seu Deus e Salvador.
“É assim a geração dos que o procuram, / e do Deus de Israel buscam a face”.

624 - EU TE ADORO, HÓSTIA DIVINA!


CONG.EUCARISTICO DE MALTA. - 3/4 – santíssimo

D F#7 Bm Em A
1 – Eu te adoro,Hóstia divi------na,eu te adoro, hóstia de amor!
D7 G E7 A
Tu dos anjos o suspiro, Tu dos homens glória e honor.
G D A7 D
Eu te adoro, Hóstia divina, eu te adoro, Hóstia de amor!
2 - Eu te adoro, Hóstia divina, eu te adoro, Hóstia de amor!
Tu dos fortes a doçura, Tu dos fracos o vigor.
3 - Eu te adoro, Hóstia divina, eu te adoro, Hóstia de amor!
Tu na vida alento e força, tu na morte defensor.

625 - O SENHOR ME CHAMOU A TRABALHAR


D.R. - 2/4 - Missoes

C F C G7 C
1 – O Senhor me chamou a trabalhar, a messe é grande a ceifar.
F C G7 C
A ceifar o Senhor me chamou. Senhor, aqui estou!
F G C
Vai trabalhar pelo mundo afora, eu estarei até o fim contigo.
C F G7 C
Está na hora, o Senhor me chamou. Senhor, aqui estou!
2 - Dom de amor é a vida entregar, falou Jesus e assim o fez.
Dom de amor é a vida entregar. Chegou a minha vez!
3 - Teu irmão à tua porta vem bater, não vás fechar teu coração.
Teu irmão a teu lado vem sofrer. Vai logo socorrer!
4 - Todo o bem que na terra alguém fizer, Jesus no céu vai premiar.
Cem por um já na terra ele vai dar. No céu vai premiar.

626 - O SENHOR FEZ EM MIM MARAVILHAS


PE. GELINEAU 2/4 - Nossa Senhora
Gm Dm F Gm
174

O Senhor fez em mim maravilhas. Santo é o seu nome.


Gm Cm Gm Cm Dm Gm
1 - A minh’alma engrandece o Senhor, exulta meu Espírito em Deus, meu Salvador.
2 - Por que olhou para humildade de sua serva,
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.
3 - O Poderoso fez em mim maravilhas, e Santo é seu nome!
4 - Seu amor para sempre se estende sobre aqueles que o temem.
5 - Manifesta o poder de seu braço, dispersa os soberbos.
6 - Derruba os poderosos de seus tronos e eleva os humildes.
7 - Sacia de bens os famintos, despede os ricos sem nada.
8 - Acolhe Israel, seu servidor, fiel a seu amor.
9 - Como havia prometido a nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

627 – REJUBILA NO SENHOR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 – Santo Padroeiro

D G D A D A7 D G D A E7 A
Rejubila nossa voz, entoando o seu louvor, exaltando o padroeiro, nosso santo protetor.
D G A D
/:Salve, Santo Padroeiro, salve, nosso protetor!:/
2 - Nosso povo eleva ao céu seu amor e gratidão
e agradece ao padroeiro sua graça e proteção.

628 – VIA SACRA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Via Sacra

D
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos.
PRIMEIRA ESTAÇÃO
D A7 D G D
Grupo: O mundo quer condenação para Jesus.Porque ele é Rei e veio à terra trazer luz!
A G A D A7 D
/:Mas o seu povo continua sofredor, levando a cruz do mundo injusto e opressor.:/
D
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo – Senhor, protegei-nos e salvai-nos.
SEGUNDA ESTAÇÃO
Grupo - De cruz às costas, flagelado, Cristo vai, obediente ao plano eterno de seu Pai.
/:Também o povo põe nos ombros sua cruz e cada dia segue os passos de Jesus.:/
Cel. – Ó Deus, vinde me nosso auxílio.
Povo- Senhor, protegei-nos e salvai-nos.
TERCEIRA ESTAÇÃO
Grupo - Cansado e fraco, Jesus cai primeira vez. É grande o peso dos pecados que não
fez!
/:Nossa fraqueza faz cair e machucar, mas sua força vem do chão nos levantar.:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
175

QUARTA ESTAÇÃO
Grupo - Jesus encontra sua mãe, chorando em dor, ao ver as chagas do seu Filho sofredor.
/:Quantas Marias encontrando os filhos seus, por este mundo que abandona e esquece
Deus!:/
Cel. – Ó Deus, vinde me nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
QUINTA ESTAÇÃO
Grupo - Um Cirineu ajuda Cristo a carregar a cruz pesada que Ele tem que transportar.
/:Quantos irmãos não podem mais a cruz levar e nós ficamos com vergonha de ajudar!:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
SEXTA ESTAÇÃO
Grupo - Uma mulher enxuga o rosto do Senhor, num gesto lindo, que revela muito amor.
/:Quem enxugar o pobre rosto dos irmãos, limpou o rosto de Jesus com suas mãos.:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
SÉTIMA ESTAÇÃO
Grupo - Enfraquecido, Jesus Cristo cai de novo, mas nessa queda quer salvar todo o seu
povo.
/:Em nossa vida se repete a mesma dor, porque nós somos povo santo e pecado.:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
OITAVA ESTAÇÃO
Grupo - Ao consolar mulheres de Jerusalém, Jesus nos manda amar outro e querer bem.
/:Será que temos consolado o nosso irmão, que ao nosso lado sofre o mal da solidão?:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
NONA ESTAÇÃO
Grupo - Desfalecido, cai Jesus terceira vez. Seu corpo em sangue, quase todo, se desfez.
/:Jesus caído, quer a todos ensinar que toda queda é um convite a levantar.:/
Cel. - Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
DÉCIMA ESTAÇÃO
Grupo - De suas vestes, Jesus Cristo é despojado, seu corpo está completamente
ensangüentado.
/:Quantos irmãos estão no mundo despojados, estão sofrendo e vivem marginalizados!:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO
Grupo - Pregado à cruz, sozinho, em grande solidão, Jesus se entrega pelo bem de cada
irmão.
/:Até que ponto nossa oferta e nossa dor conseguem ter merecimento salvador?:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO
Grupo - Num brado forte, como um grito em oração, nas mãos do Pai entrega a vida em
oblação.
/:A tua morte, bom Jesus, não seja em vão. Que ela mereça a todos nós a salvação.:/
176

Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.


Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO
Grupo - A Mãe recebe Jesus Cristo nos seus braços e aperta ao peito o Filho morto, em
triste abraço.
/:A Mãe de Cristo e nossa Mãe estenda as mãos e em seu abraço acolha todos os irmãos.:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!
DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO
Grupo - Depois de morto, por amigos sepultado. Jesus é como um grão de vida replantado!
/:Em ti, Jesus, santificamos o sofrer, ressuscitamos, para nunca mais morrer!:/
Cel. – Ó Deus, vinde em nosso auxílio.
Povo - Senhor, protegei-nos e salvai-nos!

629 - O MEU MELHOR VOU TE OFERTAR


Rui César das Neves - apresentação das oferendas

D F#m G A B F#m G A D
Eu vou te ofertar, pão e vinho no teu altar / Vou te ofertar, pão e vinho no teu altar
F#m Bm F#m G D E A D
Meu coração, todo meu ser / Nas tuas mãos Senhor, eu entrego meu viver / Na minha
F#m Bm F#m G D E A D
voz, uma oração / Numa canção de fé exaltando todo o teu poder
2. Com gratidão, o meu melhor. / Vou te ofertar Senhor, meu trabalho, meu suor./ Como Abel
te ofertou./ O que de melhor colheu, como oferta viva de amor.

630 - HOSANA AO FILHO DE DAVI!


JOSÉ ALVES – 4/4 – Ramos – bênção dos ramos

E A E
Solo: Hosana ao filho de Davi!
E A E
Ass.: Hosana ao filho de Davi!
E C#m F#m B
Solo: Bendito o que vem nome do Senhor!
E A E
Ass.: Hosana ao filho de Davi!
2. Solo: Rei de Israel, hosana nas alturas!
Ass.: Hosana ao filho de Davi!

631 – GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS


FR. FABRETI - 6/8 – Glória

G Am D7 G
Glória a Deus nas alturas! Glória, glória, aleluia!
Am D7 G
Glória a Deus, paz na terra! Glória, glória, aleluia!
C D B7 Em Am D G
Glória! Glória nos céus! Paz na terra entre os homens!
C Gdim G Am D7 G
1 – Glória a Deus! Glória ao Pai! Glória a Deus Criador,
177

C Gdim G Am D7 G
que no Filho tornou-se o Senhor, Deus da vida!
2 – Glória a Deus! Glória ao Filho! Glória a Deus, nosso irmão.
Nos remiu do pecado, nos abriu novo Reino!
3 – Glória ao Espírito Santo, Deus que nos santifica!
Glória a Deus que nos une a caminho do Pai!
4 – Glória a Deus, uno e santo: Pai, Espírito e Filho!
Glória a Deus uno e trino! Glória ao Deus comunhão!

633 – ALELUIA! BOA NOVA DE DEUS


FR. LUIZ TURRA - 2/4 Aclamação

F Bb F Am C7 F
/:Aleluia, alelu----ia! Boa Nova de Deus chegando a nós. :/
Gm Dm Bb C C7 F
1 – Tudo o que fala Jesus revela o pensar e a Palavra de Deus.
2 – Toda a ação de Jesus revela de Deus a maneira de agir.
3 – Todo o amor de Jesus revela do Pai a maneira de amar.

634 – ALELUIA! QUANDO ESTAMOS UNIDOS


AGNUS DEI - 4/4 - Aclamação

E B7 C#m G#m A E B7
Aleluia! Ale----luia! Alelu---ia! (bis)
F#m A G# C#m G# C#m F#m A E B7
1 – Quando estamos unidos, estás entre nós e nos falarás da tua vi---da.
2 – Este nosso mundo sentido terá se tua Palavra renovar.

635 – ALELUIA! VAMOS, IRMÃOS


FR. FABRETI - 2/4 – Aclamação

D D7 G
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!
D A7 D G D A7 D
Vamos, irmãos, a Palavra festejar! Ela vem, liberta e salva: algemada não está.

636 – SANTO, SANTO, SANTO


FR.JOSÉ LUIZ PRIM - 6/8 - Santo

G Bm C G Em D7 G Bm C G Em D7 G
Santo, Santo, Santo! Santo, Senhor! Deus do universo! Santo, Senhor!
Em Am D7 G Em Am D7 G
O céu e a terra, Santo, Senhor! Proclamam a vossa glória! Santo, Senhor!
C G D7 G C G D7 G
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas!
Bm C G Em D7 G Bm C G Em D7 G
Bendito o que vem Santo, Senhor! em nome do Senhor! Santo, Senhor!
Em Am D7 G
Hosana, hosana, hosana! Santo, Senhor!
C G D7 G C G D7 G
Hosana, hosana, hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana nas alturas!

637 – VEM, Ó SENHOR


178

PE. JOSÉ WEBER - 2/4 ADVENTO – ENTRADA

C Am A7 Dm
/:Vem, ó Senhor, com o teu povo caminhar,
G7 C
Teu corpo e sangue, vida e força vem nos dar. :/
G7 C Am Dm G7
1 – A Boa Nova proclamai com alegria. Deus vem a nós, Ele nos salva e nos recria.
Dm G7 Dm G7 C
E o deserto vai florir e se alegrar. /:Da terra seca, flores, frutos vão brotar. :/
2 – Eis nosso Deus e Ele vem para salvar, com sua força, vamos juntos caminhar e construir
um mundo novo e libertado /:do egoísmo, da injustiça e do pecado. :/
3 – Uma voz clama no deserto com vigor: Preparai hoje os caminhos do Senhor.
Tirai do mundo a violência e a ambição, /:que não vos deixam ver no outro vosso irmão. :/
4 – Distribuí os vossos bens com igualdade, fazei na terra germinar fraternidade. O Deus da
vida marchará com o seu povo /:e homens novos viverão num mundo novo.: /

638 – PROFETAS ANUNCIARAM


PE. RONALDO PELAQUIM - 6/8 - Natal - Entrada

D Em A7 D
Profetas anunciaram e Cristo se encarnou.
G A7 D Bm A7 D
/:O que era só mistério, nascendo, se revelou. :/
A7 D Em A7 D
1 – Como o seio de Maria é fecundo e dá à luz,
Em A7 D Bm A7 D
toda a história amadurece, frutifica em Jesus.
2 – Cristo nasce no silêncio e na paz do coração.
Nossa vida deve sempre revelá-lo ao irmão.

639 – SINOS DE BELÉM


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Natal - Entrada

E F#m B7
1 – Sinos de Belém, acordai que stá dormindo,
F#m B7 E
vinde anunciar que nasceu o Deus Menino. (bis)
B7 E A E B7 E
É Natal, é Natal, é Natal do Salvador!
2 – Numa manjedoura, com sua Mãe Maria, veio trazer luz, trazer paz e harmonia. (bis)
3 – Infinito amor faz de Deus uma criança, para encher o mundo de paz e esperança. (bis)

640 – A MORRER CRUCIFICADO


POPULAR BRASILEIRO - 3/8 - Quaresma

Dm Bb A Gm Dm
1 – A morrer crucificado, teu Jesus é condenado
Gm A7 Dm Gm A7 Dm
por teus crimes, pecador, por teus crimes, pecador.
179

Dm Bb A Gm Dm
Pela Virgem dolorosa, vossa Mãe tão piedosa,
Gm A7 Dm Gm A7 Dm
Perdoai-me, bom Jesus, perdoai-me, bom Jesus!
2 – Com a cruz é carregado. Vai sofrendo resignado.
Vai morrer por teu amor, vai morrer por teu amor.
3 –Sob o peso desmedido, cai Jesus desfalecido pela tua salvação, pela tua salvação.
4 – Vê a dor da Mãe amada, que se encontra desolada,
com seu Filho em aflição, com seu Filho em aflição.
5 – No caminho do Calvário, um auxílio necessário
não lhe nega o Cireneu, não lhe nega o Cireneu.
6 – Eis o rosto ensangüentado, por Verônica enxugado,
que no pano apareceu, que no pano apareceu.
7 – Novamente desmaiado, sob a cruz que vai levando,
cai por terra o Salvador, cai por terra o Salvador.
8 – Das mulheres que choravam, que, fiéis, o acompanhavam,
é Jesus Consolador, é Jesus consolador.
9 – Cai exausto o bom Senhor, esmagado pela dor
dos pecados e da cruz, dos pecados e da cruz.
10 – Já do algoz as mãos agrestes, as sangrentas, pobres vestes,
vão tirar do bom Jesus, vão tirar do bom Jesus.
11 – Sois por mim na cruz pregado, insultado, blasfemado,
com cegueira e com furor, com cegueira e com furor.
12 – Por meus crimes padecestes, meu Jesus, por mim morrestes!
Quanta angústia, quanta dor, quanta angústia, quanta dor!
13 – Do madeiro vos tiraram e à Mãe vos entregaram!
Com que dor e compaixão! Com que dor e compaixão!
14 – Mo sepulcro vos puseram. Mas, os homens tudo esperam
do mistério da Paixão, do mistério da Paixão!
15 – Ó Jesus, que eu vos siga, que vos ame, vos bendiga,
na celestial mansão, na celestial mansão!
180

641 – CONVIDADO PARA A MESA


PE. ALMIR G. REIS - 2/4 Comunhão

F Gm C7 F
1 – Convidado para a mesa da partilha, da esperança,
Dm Gm C7 F
o teu povo aqui deseja celebrar nova aliança.
Gm C7 F Dm
Pra vencer a idolatria do dinheiro e do poder nós buscamos,
Gm C7 F
na alegria, o teu pão que faz viver.
Gm C7 F Dm Gm C7 F
Em tua mesa solidários, repartimos o teu pão.
Bb C7 F Dm Gm C7 F
Com justiça e mais trabalho haverá mais comunhão.
2 – Contemplamos, lá no monte, a vitória sobre a cruz: do Calvário, no horizonte, vida nova
já reluz. Não nos seja indiferente tanto pranto, tanta dor, o lutar de nossa gente por emprego
e mais valor.
3 – És a fonte que sacia toda sede eternamente. Vem, Senhor, dar, neste dia, dessa água a toda
gente; pois, assim, logo veremos os direitos que Deus quer respeitados nos pequenos, no idoso e
na mulher.
4 – Nova lei que vem do amor, faz nascer fraternidade, como filhos do Senhor, temos vida e
liberdade. Vem, Senhor, nos conduzir pra vencer a divisão. Nós queremos construir o teu Reino em
mutirão.
5 – Toda morte foi vencida, és total libertação. Tu que és verdade e vida, plena luz na escuridão.
Haja em nós gratuidade no serviço a nosso irmão, pois de graça recebemos, de Jesus a salvação.

642 – JESUS CRISTO ESTÁ REALMENTE


POPULAR BRASILEIRO - 3/8 – Santíssimo

C F C A7 Dm G7 C
Jesus Cristo está realmente, de noite e de dia, presente no altar, esperando que
F C A7 Dm G7 C
cheguem as almas, humildes, confiantes, para o visitar.
Am Dm G7 C C7 F C G
Jesus, nosso irmão, Jesus Redentor, nós te adoramos na Eucaristia, Jesus de Maria,
C C7 F C G7 C G7
Jesus, Rei de amor. Nós te adoramos na Eucaristia, Jesus de Maria, Jesus, Rei de
C
amor.
2 – O Brasil, esta terra adorada, por ti abençoada foi logo ao nascer. Sem Jesus o Brasil, pátria
amada, não pode ser grande, não pode viver.
3 – Brasileiros, quereis que esta pátria, tão grande, tão bela, seja perenal? Comungai, comungai
todo dia: a Eucaristia é vida imortal!

643 – TU ÉS MINHA VIDA


MELODIA ITALIANA - 4/4 – Comunão
Dm Bb C F Dm Bb C F Gm
1 – Tu és minha vida, outro Deus não há; tu és minha estrada, a minha verdade. Em tua
C7 F Dm Bb C F A7 Gm C7
Palavra eu caminharei, enquanto eu viver e até quando tu quiseres. Já não sentirei temor,
F Dm Bb C Dm
pois estás aqui. Tu estás no meio de nós!
181

2 – Creio em ti, Senhor, vindo de Maria, Filho eterno e santo, homem como nós. Tu morreste por
amor, vivo estás em nós, unidade trina com o Espírito e o Pai. E um dia, eu bem sei, tu retornarás e
abrirás p Reino dos céus!
3 – Tu és minha força, outro Deus não há. Tu és minha paz, minha liberdade, nada nesta vida nos
separará. Em tuas mãos seguras minha vida guardarás. Eu não temerei o mal, tu me livrarás e no
teu perdão viverei!
4 – Ó Senhor da vida, creio sempre em ti! Filho Salvador, eu espero em ti! Santo Espírito de Amor,
desce sobre nós. Tu, de mil caminhos nos conduzes a uma fé, e por mil estradas onde andamos
nós, qual semente, nos levarás!.

644 – EM PROCISSÃO VÃO O PÃO E O VINHO


JOSÉ ACACIO SANTANA - 4/4 Páscoa - Apresentação das Oferendas

F Fdim Gm C7 F
1 – Em procissão vão o pão e o vinho, acompanhados de nossa devoção,
F7 Bb Bbm F C7 F
pois simbolizam aquilo que ofertamos: nossa vida e o nosso coração.
C7 F
Ao celebrar a nossa Páscoa e ao vos trazer nossa oferta,
Bb Bbm F C7 F
fazei de nós, ó Deus de amor, imitadores do Redentor!
2 – A nossa Igreja, que é mãe, deseja que a consciência do gesto de ofertar se atualize durante toda
a vida, como o Cristo que se imola sobre o altar.
3 – Eucaristia é sacrifício, aquele mesmo que o Cristo ofereceu.
O mundo e o homem serão reconduzidos para a nova aliança com seu Deus.

645 – NO CORAÇÃO DE DEUS


PE. ZEZINHO - 6/8 – Coração de Jesus – Comunhão

D G D G Em
No coração de Deus encontrei a fonte do amor que me amou até o fim e entregou-se a
A7 D
si mesmo por mim.
G D G Em
No coração ferido, transpassado do Salvador, contemplei a fonte da vida que eu
A7 D D7
proclamo com novo ardor!
G A7 D G A G D D7
Profeta, profeta do amor, és ministro da reparação!
G A7 D G A G A7 D
Profeta, profeta do amor, pão da vida, és o meu Bom Pastor!
2 – No coração do mundo percebi a ingratidão desta gente que não vê: Nosso Deus também tem
coração!
No rosto oprimido do meu povo em aflição, contemplei a face do Cristo que suplica por libertação.
3 – No coração da Igreja partilhamos do mesmo pão, ao redor da mesma mesa, uma grande família
de irmãos.
Dentro do nosso peito bate um novo coração que repete a cada instante: somos um povo na mesma
oblação!
182

646 – NO CORAÇÃO DO POVO


2/4 – Nossa Senhora

G D C G
1 – No coração do povo está presente o coração materno de Maria.
D7 G D A7 D7
Se desse mundo a Mãe ficasse ausente, pobres de nós! A vida o que seria?
G C D7 G C G D7 G
Ave, Maria, da vida proteção, olha teu povo que aspira a redenção.
2 – Se todos nós lutamos pela vida, só pela fé provamos seu valor.
Maria, Mãe, és conforto e acolhida, vem revelar os planos do Senhor.
3 – És Mãe fiel que sempre protegeste aquele ser que Deus te confiou.
Nem mesmo a dor e a morte tu temeste. Por ser assim, o mundo se salvou.
4 – Quando nós somos este mundo triste, matando a vida antes de nascer, até parece que o
amor não mais existe. Maria, vem teus filhos socorrer.

647 – MARIA, MÃE DA VIDA


ROBSON V. MEDEIROS - 3/8 – Nossa Senhora

E B7 E
1 – Maria, Mãe da vida, Maria, Mãe do amor
A B7 E
Nossa Senhora da paz, Maria, Mãe de Jesus! (bis)
2 – Maria, Mãe do mundo, Maria, Mãe da luz.
3 – Maria, Mãe da terra, Maria, Mãe do Céu.
4 – Maria, Mãe da Igreja, Maria, Mãe da fé.
5 – Maria, Mãe do povo, Maria, nossa Mãe.

648 – A CERTEZA QUE VIVE EM MIM


IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Exéquias - Entrada

C F C Em A7 Dm A7
A certeza que vive em mim é que um dia verei a Deus.
Dm Cdim C A7 Dm G7 C
Contemplá-lo com os olhos meus é a felicidade sem fim.
Am E7 Am D7 G7
1 – O sentido de todo o viver eu encontro na fé e no amor.
F Em A7 Dm G7 C
Cada passo que eu der será buscando o meu Senhor.
2 – Peregrinos nós somos aqui, construindo morada no céu.
Quando Deus chamar a si quem foi na terra amigo seu.

649 – DENTRO DE MIM EXISTE UMA LUZ


PE. ZEZINHO - 6/9 Jesus Cristo

F C Gm
Dentro de mim existe uma luz que me mostra por onde deverei andar. / Dentro de mim
C7 F
também mora Jesus que me ensina a buscar o seu jeito de amar.
C7 F C7 Gm C7 F
/:Minha luz é Jesus e Jesus me conduz pelos caminhos da paz.:/
2 – Dentro de mim existe um farol que me mostra por onde deverei remar. / Dentro de mim Jesus
Cristo é o sol que me ensina a buscar o seu jeito de sonhar.
183

3 – Dentro de mim existe um amor que me faz entender e lutar por meu irmão. / Dentro de mim
Jesus Cristo é o calor que acendeu e aqueceu pra valer meu coração.

650 – O QUE O CORO DOS PROFETAS


PE. NEY BRASIL - 4/4 - Nossa Senhora
D G D G A Em
1 – O que o coro dos profetas celebrou em profecia,
G Em A7 D D7
pela ação do Santo Espírito realiza-se em Maria.
G A7 D Bm Em A7 D
Cristo – Luz, ó luz bendita, vinde nos iluminar!
D7 G A7 D Bm Em A7 D
Luz do mundo, luz da vida, ensinai-nos a amar.
2 – Ao Senhor de todo o mundo esta Virgem concebeu,
deu à luz, e sempre Virgem, e fiel permaneceu.
3 – Simeão no templo exulta tendo aos braços o Menino,
porque vê, com os seus olhos, o esperado, o Sol divino.
4 – Mãe do Rei eterno, ouvi-nos, acolhei do orante a prece,
vós que dais a clara luz que no Filho resplandece.
5 – Cristo, luz que nos abris de Deus Pai as profundezas,
na mansão da luz eterna vos cantemos as grandezas.

652 – CONVIDADOS NÓS SOMOS


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/8 – Comunhão

G D7 G A7 D
1 – Convidados nós para a festa de Deus. É Jesus o alimento que nos veio dos céus.
D7 G D7 G C G D7
Obrigado, Jesus, porque és nosso pão. Como tu, nós queremos nos amar como
G
irmãos.
2 - Deus é Pai e nos ama com amor sem igual. De presente deixou-nos o seu Filho Jesus.
3 – Para a força de Cristo nesta ceia sentir, nós devemos primeiro entre nós nos unir.
4 – Se Jesus nós trazemos dentro do coração, seu amor repartimos com os nossos irmãos.
5 – Nossa felicidade é o amigo Jesus que caminha conosco e a seu Pai nos conduz.
6 – O cristão vive alegre na esperança e no amor porque sabe que conta com Deus, nosso Senhor.

653 – QUEREMOS AGRADECER


ROBSON M. VICENTE - 6/8 - Pós Comunhão

F C7 Bb C7 F
1 – Senhor, queremos te agradecer, por tudo o que somos e tudo o que temos.
Bb F C7 F Bb F
Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor, por teu infinito amor!
Bb F C7 F C F
Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor, por teu infinito amor!
2 – Senhor, queremos te agradecer por nossa missão e nossa fraterna união.
3 – Senhor, queremos te agradecer pelo dom do amor, também os momentos de dor.
4 – Senhor, queremos te agradecer por nossa família, que unida traz tanta alegria.

654 – A COMUNIDADE DANÇA


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Aclamação
184

C F D7 Gm C7 F
A comunidade dança alegre e canta, acolhendo agora a Palavra santa.
F7 Bb Bbm F Dm Gm C7 F
1 – A Palavra vem, vem nos libertar, como um vento forte a nos arrastar.
2 – A Palavra vem, fala ao coração, chega como a chuva fecundando o chão.
3 – Bem-aventurado, e povo feliz, quem vive a Palavra e a Deus bendiz.
4 – Vamos caminhar, irmãs e irmãos, já chegou a hora da nossa missão.
5 – Aleluia, irmãos, Jesus vai falar, o Santo Evangelho vamos aclamar!

655 – ALELUIA! EU TE BENDIGO


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/8 - Aclamação

F Bb F G7 C7 F Bb C7 F
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!
C Dm Bb G7 C7
“Eu te bendigo, ó Pai, que escondeste os mistérios do Reino”.
F F7 Bb Bbm F C7 F
aos sábios e entendi----dos, e aos pequenos o amor revelaste!”

656 – TENHO SEDE


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Comunhão

G Am D7 G Am D7 B7 E7
Tenho sede! Tu és a fonte! Tenho fome! Tu és o Amor!
Am Gdim G Em Am D7 G
Pão e Vinho – Santa Eucaristia, dá-me a comer, beber, Senhor!
Em C B7 Em E7
1 – Sede ardente tens, Divino Coração, Fogo em chamas, tu nos queres inflamar!
Am D7 G C D7 G
Me dá tua sede, me dá tua fome: quero ajudar-te a salvar os meus irmãos!
2 – Fome e sede tens do nosso puro amor, mais que de obras, grandes coisas e saber. / Total
entrega à tua vontade: O meu viver e o meu morrer és Tu, Senhor!
3 – Se, Jesus, Te dás a mim, na Comunhão, eu me darei também a Ti, meu Salvador! / Nada no
mundo vai separar-nos: Tu és meu Tudo, é teu inteiro o coração.
4 – Se Tu deixas lá no alto o teu céu, um outro queres encontrar no coração. /
Vem, já não tardes! Meu ser Te espera: Pequeno céu - imenso amor – hoje sou eu!

657 – GLÓRIA, AMÉM! (DOXOLOGIA)


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Amém

F Bb F Bb F C7 F
Glória, Amém! Alelu--------ia!
185

658 – O SINAL DA CRUZ


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/4 - SINAL DA CRUZ E SAUDAÇÃO

D A7 G D F#m G A7 D G D A7 D
Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo! Amém, amém!

659 – SAUDAÇÃO
IR. MIRIA T. KOLLING - 3/4 - SINAL DA CRUZ E SAUDAÇÃO
D Bm Em A7 F#m Bm G A7 D Bm
A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo
G A7 D G A7 F#m Bm Em A7 D
esteja com vocês! - Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

660 – SAUDAÇÃO E BÊNÇÃO


IR. MIRIA T. KOLLING - ¾ - BENÇÃO FINAL

D A7 G D G D A7 D
O Senhor esteja convosco! – Ele está no meio de nós!
A7 G D F#m G A7 D G D A7 D
Abençoe-vos o Deus todo poderoso Pai e Filho e Espírito Santo! - Amém, amém!

661 – DESPEDIDA
IR. MIRIA T. KOLLING - 3/4 - BENÇÃO FINAL

D Bm Em A7 F#m Bm G D
Ide em paz na alegria de Deus e o Senhor vos acompanhe!
G D A7 D
Demos graças a Deus! (bis)

662 – BENDITO E LOUVADO SEJA


PE. JOÃO CARLOS RIBEIRO - 3/4 - Apresentação das Oferendas
Dm Gm C7 F Dm Gm A7
Bendito e louvado seja o Pai, nosso Criador: o pão que nós recebemos é prova do seu
Dm Dm Gm C7 F Dm Gm A7
amor! O pão que nós recebemos, que é prova do seu amor, é fruto de sua terra e do povo
Dm
trabalhador!
Dm Gm C7 F Dm Gm A7 Dm
O fruto de sua terra e do povo trabalhador, na Missa é transformado no Corpo do Salvador!
D7 Gm C7 F
Bendito seja Deus, bendito o seu amor!
Bb Gm A7 Dm
Bendito seja Deus, Pai onipotente, nosso Criador! (bis)
2 – Bendito e louvado seja o Pai, nosso Criador: o vinho que recebemos é prova do seu
amor! / O vinho que recebemos, que é prova do seu amor, é fruto de sua terra e do povo
trabalhador. O fruto de sua terra e do povo trabalhador, na Missa é transformado no Sangue
do Salvador!

663 – VEM, SANTO ESPÍRITO


186

PE. JOÃOZINHO 4/4 - Mantra

G C G G7 C D C G C D G Em A7 D7
Vem, Santo Espírito, visita os corações, com tua graça vem nos socorrer.
G C G G7 C D C G C D G Em Am D7 G
Brisa suave, fogo abrasador, Dom do alto Céu, Fonte de Amor!

664 – HINO DO 15º CONGRESSO EUCARSITICO


PE. NEY BRASIL - 4/4 – Comunhão

E A E F#m B7 G#m F#m B7 C#m G#m A B7 E


Vinde, e vede, vinde! Ele está no meio de nós! Ele está no meio de nós!
B7 E C#m A B7 G#m
1 – Como a André e a João, que perguntavam:/ Onde moras, Senhor, onde é que estás?/
C#m F#m B7 E C#m F# B7
Recebemos da Igreja esta resposta:/ Ele mora entre nós e tem a Paz!
2 – Ele, o Filho, a Palavra se fez carne/ e assumiu nossa humana condição: nossa vida
viveu e nossas lutas/ e, agora, entre nós, se dá no Pão!
3 – Tomai todos, comei, isto é meu Corpo, / é meu Sangue, tomai, todos bebei!/ Como eu fiz,
prendei, o Amor se entrega:/ vossa vida entregai, se o Pão comeis!
4 – Vive a Igreja da santa Eucaristia, / que é a fonte e a meta da missão:/ fonte de onde ela
haure sua força, / culminância da Evangelização!
5 – Onde dois e outros mais estão reunidos/ em meu nome, entre eles estarei:/ até o fim Eu
estou sempre convosco, / até o fim Eu jamais vos deixarei!
6 – Na Palavra Eu também estou presente, / toda a Bíblia me aponta, a Mim conduz!/ Quem
me segue não andará nas trevas:/ sou a Vida, a Verdade, sou a Luz!
7 - No mendigo, no preso, estou presente, no doente, faminto, no sem lar:/ cada vez que um
deles socorrestes/ é a Mim que viestes ajudar!
8 – Nos apóstolos e em seus sucessores/ continuo a falar-vos com amor:/ se os ouvis é a
Mim que estais ouvindo, / se os seguis, vós seguis ao Bom Pastor!
9 – Tantas sãos as maneiras de Presença/ daquele que é o Senhor:/ a presença real no
Sacramento/ é sinal, é penhor do seu Amor!

665 – SENHOR, QUE VIESTES SALVAR


PE. NEY BRASIL - 2/4 - Ato Penitencial

Dm C Dm C Dm A7 Dm Gm Bb Dm
Senhor, que viestes salvar os corações arrependidos, /:tende piedade de nós! :/
F C7 Dm Bb C F Gm Bb Dm
Cristo, que viestes chamar os pecadores, /:tende piedade de nós! :/
Dm Bb Dm Gm Am Dm Gm Bb Dm
Senhor, que intercedeis por nós, por nós junto do Pai, /:tende piedade de nós! :/
187

666 – AMOU-NOS ATÉ O FIM


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/4 - Mantra

G E7 Am D7 G C G Am D7 G
Amou-nos até o fim! Amou-nos até o fim! Amou-nos, amou-nos até o fim!

667 – SENHOR, TENDE PIEDADE!


VALDECI FARIAS - 2/4 - Ato Penitencial

Bm A7 D F#7 Bm F#7 Bm
Senhor, tende piedade, tende piedade, piedade de nós! (bis)
G A7 D F#7 Bm F#7 Bm
Cristo, tende piedade, tende piedade, piedade de nós! (bis)
Bm A7 D F#7 Bm F#7 Bm
Senhor, tende piedade, tende piedade, piedade de nós! (bis)

668 – ACLAMAÇÕES DA OR. EUC. II À VI


HL - 2/4 - ACLAMAÇÕES ÀS OR. EUCARISTICAS

F Bb C7 F
Santificai nossa oferenda, ó Senhor!
Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!
Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!
Concedei-lhe (lhes) contemplar a vossa face!
Lembrai-vos, ó Pai dos vossos filhos!
Concedei-nos o convívio dos eleitos!

669 – EIS O MISTÉRIO DA FÉ


JULIANA M. COLLI - 3/8 – Eis o mistério da fé

F C7 F Am Gm C Gm C7 F
Eis o mistério da fé! – Anunciamos, Senhor, a vossa morte, e proclamamos a vossa
C7 F Am Gm Bbm F Gm C7 F
ressurreição! Vinde, Senhor, Jesus! Vinde, Senhor Jesus!

670 – DOXOLOGIA
F. SALES – 2/4 – Por Cristo

D Bm F#m Bm F#m D
Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo poderoso, na unidade do Espírito
G Em Bm A7 D
Santo, toda honra e toda glória, agora e para sempre.
G Bm D G A7 D
Amém! Amém! Honra e louvor ao Pai, que em Cristo nos salvou!
188

671 – O GRANDE AMÉM


IR. MIRIA T. KOLLING - 3/8 - Amém

G A7 D Bm C# F#m
Amém, aleluia, amém! – Amém, aleluia, amém!
D7 G B7 E7 Am C G D7 G
Amém, amém, amém, amém, amém, aleluia, amém! Amém! Amém!

672 – EU SOU O PÃO DA VIDA


CESARIO GABARAIN - 4/4 - Comunhão

G Bm C D
1 – Eu sou o Pão da vida, o que vem a mim não terá fome,
G Bm C G Bm Em A7 D7
o que crê em mim não terá sede, ninguém vem a mim se o Pai não o atrair.
G D7 Em G7 C A7 D7 G G7 C A7 D7 G
Eu o ressuscitarei, eu o ressuscitarei, eu o ressuscitarei no dia final! (bis)
2 – Eu sou o Pão da vida, que se prova e não se sente fome. / O que sempre beber do meu
sangue, viverá em mim e terá a vida eterna.
3 – O pão que eu darei é meu corpo, vida para o mundo. / O que sempre comer de minha
carne, viverá em mim como eu vivo no Pai.
4 – Sim, meu Senhor, eu creio que vieste ao mundo a remi-lo, / que tu és o Filho de Deus e
que estás aqui, alimentando nossas vidas.

673 – LUZ DO MUNDO


JOÃO BATISTA FERREIRA - 3/4 e 4/4 - Batismo

F Gm C7 F
Luz do mundo, Luz do amor, Luz bendita que é o Senhor!
Gm C7 F
Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!
F7 Bb C7 F
No Batismo, um dia, recebi uma luz, que é sinal do cristão.
F7 Bb F C7 F
Todo bem que na vida eu fizer, ilumina o caminho do irmão.

674 – MEU ANJO PROTETOR


PE. GABRIEL VIGNE - 2/- Santos Anjos

F Dm Gm C7 F
1 – A vós, meu anjo protetor, eu canto esta canção de amor.
Dm Gm C7 F
E peço a vossa proteção com esta humilde oração:
Bb F C7 F
Guardai-me e defendei-me, sim?/ E não vos afasteis de mim.
Bb F C7 F (Gm C7)
O meu caminho iluminai, a minha vida governai.
2 – Ó Santo Anjo do Senhor, sois meu zelosos guardador.
A vós elevo as minhas mãos e peço a vossa proteção.

675 – GLÓRIA A DEUS NOS CEUS


IR. MARIA SIQUEIRA - 2/4 - Glória
189

E C#m F#m B7 E C#m F#m B7 E


Glória, glória a Deus nos céus. Paz na terra aos filhos seus. (bis)
C#m A E A B7 B7 E
1 – Senhor, Rei dos céus, Pai todo poderoso, nós vos louvamos e nós vos bendizemos. /
C#m A E A B7 E
Nós vos adoramos, nós vos glorificamos. / Nós vos damos graças por vossa imensa glória.
2 – Senhor Jesus Cristo, Unigênito de Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. / Vós que
tirais o pecado do mundo, tende piedade, piedade de nós.
3 – Vós, que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. / Vós que estais sentado à
direita do Pai, tende piedade, piedade de nós.
4 – Só Vós sois o Santo, só Vós o Senhor, só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito
Santo, na glória de Deus Pai, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai.

676 – MEU JARDIM GANHOU MAIS VIDA


EIZABETE DO PRADO - 4/4 - Missões

A F#m Bm
1 – Meu jardim ganhou mais vida; meu amor, nova semente.
E7 Bm E7
Hoje, faço aliança com você; com sua gente.
D A Bm E7 A A7
Na estrada dia-a-dia, eu sustento o seu andar:
D A Bm E7 A
O meu brilho está em seus olhos e a minha paz no seu olhar!
D A E7 A A7 D A E7 A
Vai, eu envio você! Vai testemunhar! Vai, eu envio você! Por sua boca irei falar!
2 – Meu jardim ganhou mais vida; meu amor, nova semente.
Hoje, faço aliança com você; com sua gente.
Luz da terra; meu tesouro. Povo meu, “meu coração”.
Eu serei o seu consolo, alegria e salvação!
D A E7 A A7
Vai, eu envio você! Vai testemunhar!
D A E7 A
Vai, eu envio você! Por sua boca irei falar! Vai!...

677 – PAI DE AMOR AQUI ESTAMOS


Cláudio Kupka, Fabio e Osmar Bezutte – 4/4 – Ecumenismo – Comunhão

C Em F C F G C Am7
Pai de amor, aqui estamos/ celebrando a unidade. Somos teus filhos amados / nesta
D7 G F C E7 Am G F G7
mesa da igualdade. Somo uma só família, somos um só coração. Eis que a graça da
C F7 G7 C
artilha entre nós faz-se oração.
Am Em F C/E C Am Em
No raiar de um novo tempo vida nova então se faz. A esperança do teu povo é
F7 G7 C
justiça amor e paz.
2.Ó Jesus, Senhor da vida, vem trazer libertação. Desta gente tão sofrida vem mostrar-te
Deus-irmão! Tua cruz é rumo certo, vamos a Ti vamos seguir pois teu reino está bem perto:
as sementes vão florir.
190

3. Santo Espírito de amor faz em nós tua morada. E na luta contra a dor guia nossa
caminhada. És a fonte da verdade, vem mostrar a direção: vida plena, dgnidade, povo livre,
mundo irmão!

678 – O SENHOR É MEU PASTOR


ROBSON MEDEIROS VICENTE - 6/8 - Salmo 22

G D7 G D G
O Senhor é meu Pastor, nada pode me faltar! (bis )
Bm Em A7 D7
1 – Para as águas repousantes me encaminha. E restaura as minhas forças.
G Bm Em A7 D
2 – Ele me mostra caminhos de justiça. Seu cajado me conduz.
G Bm Em A7 D
3 – Mesmo que eu passe por vales tenebrosos, nada, nada temerei.

679 – SANTO, DEUS DO UNIVERSO


ROBSON MEDEIROS VICENTE - 2/4 Santo

F Bb F C F Bb C7 F
Santo, Santo, Santo, Santo é o Senhor! Deus do univer-------so!
Bb F C
1 – O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória!
Bb C F C Dm Gm C7 F Bb F
Hosana, hosana, hosa------na, hosana nas altu-------ras!
2 – Bendito é aquele que vem em nome do nosso Pai!
Hosana, hosana, hosana, hosana nas alturas!

680 - Ó SANTA LUZIA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 – Santos – Santa Luzia

E A F#m B7 E
1 – Ó Santa Luzia, este po---vo, na fé da melhor devoção,
A B7 E F# B7
agora suplica de novo mais luz para a sua visão.
E B7 A B7 E
Ó Mártir e Santa Luzia, teu nome nos fala de luz!
B7 A B7 E
Protege a visão e nos guia na estrada que leva a Jesus!
2 – Aos filhos da Igreja não basta ter luz para a sua visão.
A fé é a estrada que afasta as sombras do seu coração.
3 – Ó Santa Luzia, defende teu povo perante o Senhor!
Quem pede com fé, Deus atende e faz seus milagres de amor.

681 – SAGRADO CORAÇÃO


ADENOR LEONARDO TERRA - 3/4 - Sagrado Coração

F Bb F D7 Gm C7 F C7
1 – Sagrado Coração do meu Jesus, depósito infinito de amor,
191

F D7 Gm Bbm F C7 F F7
por mim sacrificado sobre a cruz, seu sangue derramou em meu favor.
Bb C Am Dm
Dentro do seu coração quero, Jesus, me abrigar,
D7 Gm C7 F
Nele refúgio seguro eu sei que posso encontrar.
Dm Gm C7 F
O meu presente e futuro terão aqui seu lugar.
2 – Sagrado Coração do Filho Amado de Deus, que veio ao mundo nos salvar, terá por hoje
e sempre reservado, em minha vida, um trono e um altar.

682 – SENHORA APARECIDA


ADENOR LEONARDO TERRA - 6/8 Nossa Senhora

D A7 D G A7 D A7 D
1 – Senhora Aparecida, Mãe do povo brasileiro, sois Mãe de Jesus Cristo, vosso Filho
A7 D D7 G D
Verdadeiro. / E também sois nossa Mãe Verdadeira, pois sois a nossa fiel Padroeira.
A Em A7 D D7 G D
Reconduzi a Jesus vosso povo que tem fé. / Mãe dos aflitos e dos oprimidos, velai por todos
A Em A7 D
os filhos queridos, abençoai este povo que em vós confia e crê.
2 – Maria, poderosa Mediadora junto ao Filho, velai por toda a gente que de vós espera
auxílio. / E defendei todo o povo cristão contra a maldade do mundo infeliz em que vivemos,
sofrendo pecado e tentação. / Dai alegria, aumentai a esperança do povo triste, que em vós
tem confiança. Fazei de todos os povos da terra um povo irmão.

683 – ESCUTANDO de Cristo o chamado


ADENOR LEONARDO TERRA -4/4 - Vocacional

C Dm G7 C G C
1 – Escutando de Cristo o chamado: “Ide ao mundo a Palavra anunciar”, vem de seu
C7 F F#° C G7 C C7
coração transpassado a coragem de evangelizar.
F G C E7 Am Dm G7 C
Coração Eucarístico de Jesus, seja sempre nossa luz! (bis)
2 – Vem do Cristo presente entre nós, através da Palavra e do Pão, toda a força de que
precisamos pra seguir em sua grande missão.
3 – De Jesus nós apóstolos somos e, reunidos em comunidade, pelo Espírito Santo
inspirados, promovemos a fraternidade.
192

684 – COMAM DO PÃO


JACQUES BERTHIER - 4/4 - Comunhão

G C Am Dm Bm Em D
Comam do pão, bebam do cálice, quem a mim vem não terá fome.
G D Em Bm C D G
Comam do pão, bebam do cálice, quem em mim crê não terá sede.

685 – QUEREMOS VER JESUS


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - Mantra

G D Em C D G
Queremos ver Jesus! Caminho, verdade e vida!
Am G C D G
Queremos ver Jesus! Queremos ver Jesus!

686 – O SENHOR É O MEU PASTOR


FR. LUIZ TURRA - 2/4 – Mantra

D G D G D A
O Senhor é o meu Pastor, meu Pastor, meu Pastor!
D G D A7 D
O Senhor é o meu Pastor, meu Pastor e o Senhor!

687 – Ó VEM CANTAR COMIGO


ZÉ VICENTE - 3/8 – Páscoa - Entrada

E B7 E
Ó vem cantar comigo, irmão, nesta festa da Ressurreição. (bis)
A E B7 E B7 E B7 E
1 – Jesus está vivo, é Rei vencedor. O céu e a terra lhe cantam louvor. Aleluia! Aleluia!
2 – A tua vitória, ó morte, onde está? A sorte dos pobres Jesus quis mudar. Aleluia! Aleluia!
3 – Da terra do pranto, o mal e a dor, Jesus abre as portas pro Reino do amor. Aleluia!
Aleluia!

688 – EIS O MISTÉRIO DA FÉ


F. SALES - 2/4 - Após a Consagração

D A D F#m Em
Eis o mistério da fé! – Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa
A G Bm A
Ressurreição! Vinde, Senhor Jesus!
193

689 – SANTA EUCARISTIA


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Comunhão

C G7 C D7 G
1 – Santa Eucaristia, Pão para o caminho: No meu dia a dia não estou sozinho!
F C Am Dm G7 C C7 F
Minha caminhada pela vida escura, muita vez é fuga rumo a Emaús. / Vem comigo,
C Am D7 G F Fm C
Cristo, fala da Escritura! Parte o Pão bendito e Te verei, Jesus!
2 – Hóstia Redentora, Sangue cor de vinho! Sei sofrer agora, por não ser sozinho!
3 – Mesa que reúne quem nem é vizinho: E me faz imune de viver sozinho!
4 – Cristo, o Companheiro, neste pão fininho, ficaria inteiro para mim sozinho!
5 – Quantas flores planto e só colho espinho! Mas enxugo o pranto: não estou sozinho!
6 – Vivo tão sem glória...Queixo-me baixinho. Essa é tua História: Não estou sozinho!
7 – Pobre tem grandeza. Não, não sou mesquinho. Deus me serve a mesa: Não me quer
sozinho!

690 – EXISTE UM POÇO


6/8 - Entrada

C Dm G7 C Am Dm G7 C C7
Existe um poço no meio do deserto, o povo passa perto, da sede a reclamar.
F C F G7 Em Am Dm
Eu quero um rio de água viva; eu quero um sopro de esperança, minh’alma segue e
G7 C C7
não se cansa de caminhar.
F C F G7 Em Am Dm
Eu quero um rio de água viva; eu quero um sopro de esperança, minh’alma segue e
G7 C
não se cansa de caminhar.
2 – Se tu soubesses quem pode dar-te a vida, seria dissolvida a mágoa mais cruel.
3 – Jesus é a vida vencendo toda morte, mudando a nossa sorte, livrando-nos do mal.

691 – AO RECEBERMOS, SENHOR


JOSÉ ELÓI FRANZ - 6/8 Comunhão

G C G C D C
Ao recebermos, Senhor, tua presença sagrada, pra confirmar teu amor, faze de nós tua
G C G C D
morada. /Surge um sincero louvor, brota a semente plantada, faz-nos seguir teu caminho,
Am D7 G D7
sempre trilhar tua estrada.
G D E7 Am D G D7
Desamarrem as sandálias e descansem, / este chão é terra santa, irmãos meus!/
G G7 C Am Bm E7 Am D7 G
Venham, orem, comam, cantem; venham todos e renovem a esperança no Senhor.
2 – O Filho de Deus com o Pai, e o Espírito Santo, nesta Trindade um só ser, que pede a nós
sermos santos.
Dá-nos, Jesus, teu poder de nos doarmos sem medida; deixa que compreendamos que este
é o sentido da vida.
3 – Ao virmos te receber, nós te pedimos, ó Cristo, faze vibrar nosso ser. / Indo ao encontro
do Pai Santo, sem descuidar dos irmãos, mil faces da tua face, faze que o coração sinta a
força da caridade.
194

692 – PEQUEI, SENHOR, MISERICÓDIA


GELINEAU - 3/8 - Salmo 50

D Bm Em F#m Bm
Pequei, Senhor, misericórdia! (Cantar o refrão no começo e no fim) segue ritmo gregoriano
Dm Em F#m Bm A D
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! / Na imensidão do vosso amor purificai-me!
F#m Bm F#m D E F#m
Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!
2 – Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente. Foi
contra vós, só contra vós que pequei, e pratiquei o que mau aos vossos olhos!
3 – Mostrais assim quanto sois justo na sentença, e quanto é reto o julgamento que fazeis.
Vede, Senhor, que eu nasci na iniqüidade, e pecador já minha mãe me concebeu.
4 – Mas amais os corações que são sinceros, na intimidade me ensinais sabedoria. Aspergi-
me e serei puro do pecado, e mais branco do que a neve ficarei.
5 – Fazei-me ouvir cantos de festa e de alegria, e exultarão estes meus ossos que
esmagastes. Desviai o vosso olhar dos meus pecados e apagai completamente as minhas
transgressões!
6 – Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor
não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
7 – Dai-me de novo a alegria de ser salvo/ e confirmai-me com espírito generoso! Ensinarei
vosso caminho aos pecadores, e para vós se voltarão os transviados.
8 – Da morte como pena libertai-me, e minha língua exaltará vossa justiça!/ Abri meus lábios,
ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor!
9 – Pois não são do vosso agrado os sacrifícios, / e, se oferto um holocausto, o rejeitais.
Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!
10 – Sede benigno com Sião, por vossa graça, reconstruí Jerusalém e os seus muros!
Aceitareis o verdadeiro sacrifício, os holocaustos e oblações em vosso altar!
11 – Demos glória a Deus Pai onipotente/ e a seu Filho Jesus Cristo, Senhor nosso, / e ao
Espírito que habita em nosso peito, / pelos sáculos dos séculos. Amém!

693 – Ó MARIA, CONCEBIDA


3/4 - Nossa Senhora

C F C G C F C G D7 G
1 – Ó Maria, concebida sem pecado original, quero amar-vos toda a vida com ternura filial.
G7 C G7 C
Vosso olhar a nós volvei, vossos filhos protegei.
F C G7 C
Ó Maria, ó Maria, vossos filhos protegei.
2 – Mais que a aurora, sois formosa, mais que o sol resplandeceis! Do universo, Mãe
bondosa, o louvor vós mereceis!
3 – Exaltemos a beleza com que Deus vos quis ornar.
Vossa graça de pureza venha em nós também brilhar.
4 – Nesta terra, peregrinos, nós buscamos vida e luz;
Virgem Santa,conduzi-nos para o Reino de Jesus!

694 – Ó DIVINO CORAÇÃO


D.R. - 4/4 - Vocacional

C F C G
1 – Ó divino Coração, insondável abismo de amor,
195

C C7 F G7 C G7 C
atendei à nossa alma que reza esta prece tão cheia de dor,
F G7 C G7 C
atendei à nossa alma que reza esta prece tão cheia de dor:
C7 F C G7 C
Enviai, Senhor, operários à vossa messe.
F C F C G7 C
Pois a messe é grande e poucos os operários.
2 – É com lágrima de dor, que pedimos em nossa aflição:
/:Ó Jesus, atendei com bondade, nossa mais fervorosa oração. :/
3 – Nada mais vamos pedir, nada mais vos queremos expor.
/:Vede a messe tão grande das almas, e não há operários, Senhor.:/

695 – EU SÓ CONFIO NO SENHOR


RCC - 4/4 - Vocacional

D A Em A7 D
1 – Eu só confio no Senhor que não vai falhar, eu só confio no Senhor, sigo a cantar.
D7 G A7 D
Se o sol chegar a escurecer e o céu nublar, eu só confio no Senhor que não vai falhar.
Em A7 D Em A7 D
Posso confiar, posso confiar, que um lar no céu Cristo vai me dar.
D7 G A7 D
Se o sol chegar a escurecer e o céu nublar, eu só confio no Senhor que não vai falhar.
2 – Confiando no meu Senhor, eu não temo o mal. / Confiando no meu Senhor, tenho paz
real. / Se o mal vier me perturbar, nele confiarei, pois a Jesus me entreguei: Ele é meu Rei.
Agora sou feliz, agora sou feliz! Como sou feliz! Como sou feliz!/ Se o sol chegar a
escurecer e o céu nublar: Eu só confio no Senhor que não vai falhar.
Cristo me salvou, Cristo me salvou! Vencedor eu sou, vencedor eu sou!/ Se o sol chegar a
escurecer e o céu nublar: Eu só confio no Senhor que não vai falhar.

696 – AVE, MARIA! ENSINA-NOS A VER JESUS!


PE. EDISON DE SOUZA MUELLER - 6/8 - Nossa Senhora

D Em A7 D D7 G D A7 D
Ave, Maria! Ave, Maria! Ave, Maria, ensina-nos a ver Jesus (bis)
D Bm D G D Bm Em G Em A7
1 – Lá de Belém, também de Nazaré e de Jerusalém, oh! mostra-nos a Luz, teu Filho e
D A7 D
Nosso Senhor: queremos ver Jesus!
2 – Tanto quanto Pedro, João, Zaqueu, Mateus, Tomé e tantos outros, / pois conhecer
queremos o grande Esperado, teu Filho e nosso Rei!
3 – Visto e adorado, bendito e amado, queremos hoje e sempre
ouvir a Boa Nova do Deus Salvador e amar o teu Jesus!

697 – NA COMUNHÃO, JESUS SE DÁ NO PÃO


2/4 – Comunhão

A A7 A A7 A A7 Bm E A A7
Na comunhão, Jesus se dá no pão. O cordeiro imolado é refeição. Nosso alimento
A A7 A A7 Bm E
de amor e salvação, em torno deste altar somos irmãos.
196

A D/A E/A A D/A E/A A D/A


O pão da vida é Tu, Jesus, o pão do céu. O caminho, a verdade, via
E/A A E A A7 A A7
de amor, dom de Deus, nosso Redentor! (bis)

698 – A QUEM NÓS SERVIMOS


Fr. Moisés Siqueira Moraes – 6/8 – Comunhão

F C Gm
A quem nós servimos, quando partimos, o pão do amor? / Crianças sem nome, morrendo
C Gm C
de fome, eras Tu, Senhor?
F Am F Bb F
Vem ser nesta mesa / o pão daigualdade / e da libertação. / Teu corpo e teu sangue
C F
/ animem, sustentem / a nossa missão.
2. A quem acolhemos, quando envolvemos de humano calor? / O velho esquecido, Também
excluído, Eras Tu Senhor?
3. De quem nós cuidamos, quando curamos feridas e dor? / O pobre doente. Da vida
descrente, eras Tu, Senhor?
4. A quem escutamos quando tratamos, com digno valor? / O índio poeta, de sangue profeta,
Eras Tu, Senhor?
5. A quem amparamos, quando mostramos, um mundo melhor? / O jovem drogado, Eras Tu,
Senhor?
6. A quem nos somamos, quando irmanados, na luta e na dor? / Aquele operário, Chorando
o salário, Eras Tu, Senhor.
7. A quem apoiamos, quando medimos, do rosto o suor? / O homem do campo em seu
desencanto, eras Tu, Senhor.
8. A quem defendemos, denunciando, o mal, sem temor? / Mulher explorada, o negro ainda
escravo, eras Tu, Senhor?

699 - AUXILIADORA
TRADICIONAL - 6/8 Nossa Senhora

D G D A7 D A7 D
1 – Auxiliadora, Virgem formosa, dos pequeninos sois Mãe bondosa.
G D A7 D A7 D
Com mil ciladas o inferno tenta perder os filhos na atroz tormenta.
G D A7 D
/:Bradamos todos, numa só voz: Auxiliadora, rogai por nós! :/
2 - Maria Virgem, Mãe carinhosa, a imagem diz-nos que sois formosa.
Trazeis o Filho nos vossos braços. Com grande amor guiais os passos.
3 – Vós sois, na glória, a Soberana, aqui vos move a dor humana.
Por isso todos, no duro exílio, encontram logo o vosso auxílio.

701 – MÃEZINHA DO CÉU


POPULAR - 4/4 - Nossa Senhora

D Bm Em A A7 D
1 – Mãezinha do céu, eu não sei rezar, eu só sei dizer: eu quero te amar.
Bm Em G A7 D A7 D
Azul é teu manto, branco é teu véu! /:Mãezinha, eu quero te ver lá no céu! :/
2 – Mãezinha do céu, Mãe do puro amor, Jesus é teu Filho, eu também o sou.
197

3 – Mãezinha do céu, em tua proteção, guarda meus pais e a todos meus irmãos.

702 – HOJE, SENHOR, AQUI VÊS REUNIDOS


POPULAR - 4/4 Coração de Jesus

D A7 D Em A7 D
1 – Hoje, Senhor, aqui vês reunidos servos fiéis que querem te adorar.
A7 D Em E7 A
Somos, Senhor, soldados destemidos pra teu amor no mundo propagar.
D A7 D G D A7 D
Seja louvado com devoção, / : por todos seja amado, Jesus, teu Coração! :/
2 – Ó bom Jesus, feliz é quem encerra o teu amor, fiel, no coração.
Divino Rei, conserva à nossa terra teu santo amor e tua proteção.
3 – Mas, ai de nós, que tanto te ofendemos, ó Coração de Cristo Redentor!
Reparação, Jesus, te oferecemos, na compaixão do teu divino amor.
4 – Teu Coração, ó Deus onipotente, hoje, Senhor, queremos adorar,
pra te dizer o que nossa alma sente, junto de ti quiséramos ficar.

703 – SANTO, SANTO, SANTO!


Rui César das Neves – Santo

C Em F Em F C D
Santo, Santo, Santo! Senhor Deus do Universo! O céu e a terra proclamam a vossa
G C Em F Em F C D GC
gloria! Hosana nas alturas, bendito o que vem Em nome do Senhor, Hosana nas alturas!

704 – SER SACERDOTE


D.R. - 4/4 - Vocacional

A E
Ser sacerdote é estar revestido de iguais poderes tal qual Jesus,
Bm E7 A E7 A
é ter a mesma missão divina, de sal da terra, do mundo luz.
D E7 A
1 – Ser sacerdote é ouvir um dia, nas horas calmas da reflexão,
Bm D Bm B7 E A E7
uma suave e doce harmonia que diz baixinho no coração: “Segue-me, filho!”
2 – Ser sacerdote é trazer nos lábios o verbo augusto, d’alma a verdade,
falar em nome de Deus aos sábios, co’a mesma força de autoridade: - Como Jesus!
3 – Ser sacerdote, magnificência, que as almas grandes seduz e encanta:
fazer de toda sua existência, uma hóstia pura, vivida e santa – Para Jesus!

706 – LEVANTAI-VOS, SOLDADOS DE CRISTO


D.R. - 4/4 – Coração de Jesus

A D A E7 A Bm
1 – Levantai-vos, soldados de Cristo, para frente, marchai à vitória, desfraldando a bandeira
D E D A Bm E7 A D E7 A
da glória, a bandeira real de Jesus, desfraldando a bandeira da glória, a bandeira real de Jesus.
2 – Não nascemos senão para a luta, de batalha amplo campo é a terra,
é renhida e constante esta guerra, é herança dos filhos de Adão.
É renhida e constante esta guerra, é herança dos filhos de Adão.
198

3 – É Jesus nosso Rei soberano, de vencer dá-nos firme promessa.


Seu amor de atrair-nos não cessa, nos prepara eternal galardão.
Seu amor de atrair-nos não cessa, nos prepara eternal galardão.
4 – Sob a sombra da bela bandeira, de Jesus, nosso Rei grande e forte,
/:lutaremos na vida e na morte na certeza de sempre vencer. : /

707 – SE O GRÃO DE TRIGO NÃO MORRER


Pe. José Weber – 3/4 - Quaresma - Comunhão - 5 Domingo

Em C D Em
Se o grão de trigo não morrer, caindo em terra, fica só; mas se morrer dentro da
C D Em
terra dará frutos abundantes!
Em B7 Em C Am6 Am
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes / e não deixastes rir de mim meus inimigos. /
Am6 Em Am6 B B7 Em
Senhor, clamei por vós pedindo ajuda, / e vós meu Deus, me devolvestes a saúde.
2. Vós tirastes minha alma dos abismos/ e me salvastes, quando estava já morrendo! / Por
vós, ó meu Senhor, agora eu clamo,/ e imploro a piedade do meu Deus.
3. Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade!/ Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!/
Transformastes o meu pranto em uma festa,/ meus farrapos em adornos de alegria.
4. Cantai salmos ao Senhor, povo fiel,/ dai-lhe graças e invocai seu santo nome. / Se à tarde
vem o pranto visitar-nos,/ de manhã nos vem saudar a alegria.

708 – TRANSBORDAM AS SELVAS


JOSE ACACIO SANTANA - 6/8 - Coração de Jesus

G G7 C D7 G G7
1 – Transbordam as selvas de flores, os céus se vestem de luz
C D G D7 G
/:para entoarem louvores ao Coração de Jesus. :/
2 – Quem teme do mundo o perigo contemple com fé a cruz:
/:encontra sempre um abrigo no Coração de Jesus. :/
3 – Se existe prazer nesta terra que encanta e que nos seduz,
/:maior prazer nos encerra o Coração de Jesus. :/
199

709 – TANTO DEUS AMOU O MUNDO


José Weber – 3/4 - quaresma – comunhão – 4 domingo

C F G A
Tanto Deus amou o mundo que lhe deu seu filho único. /: quem crê nele não
Dm G7 C
perece, mas terá a luz da vida.:/
C Am G C7 F Dm
Eu vos amo, ó Senhor minha força / minha rocha, meu refúgio e Salvador. / minha
G F Dm G C
força e poderosa salvação / sois meu escudo e proteção: em vós espero!
2. Ao Senhor eu invoquei na minha angústia/ e elevei o meu clamor para o meu Deus; / de
seu templo ele escutou a minha voz/ e chegou aos seus ouvidos o meu grito.
3. Do alto ele estendeu a sua mão/ e das águas mais profundas retirou-me; / libertou-me do
inimigo poderoso/ e de rivais muito mais fortes do que eu.
4. Assaltaram-me no dia da aflição,/ mas o Senhor foi para mim um protetor;/ colocou-me
num lugar bem espaçoso: / o Senhor me libertou porque me ama.
5. Ó Senhor, fazei brilhar a minha lâmpada; / ó meu Deus, iluminai as minhas trevas!/ Junto
convosco eu enfrento os inimigos,/ com vossa ajuda eu transponho altas montanhas.

710 – BASTARIAM DOIS PÃES E DOIS PEIXES


ROBERTO Malvezzi –2/4 - Comunhão

C Em F C
/: Bastariam dois pães e dois peixes e o milagre do amor, / pra acabar com tanta
C D7 G7 C
fome e acabar com tanta dor. :/
C F G7 C G7
Jesus, vendo a multidão, sabendo que tinha fome, / pediu a quem tivesse alguma coisa
C G7 C G7 C
pra aqueles homens. / E repartiu o peixe e o pão, criou assim a comunhão.
2. Maria, em seu fogão, cozeu um pouco de pão, / depois repartiu aos filhos, como se fosse
o seu coração. / Refez o gesto de Nosso Senhor, refez o gesto de seu amor.
3. O Cristo que agora vem, e dá-se entre os irmãos,/ sacia a cada um, com o pão da vida e a
vida do pão. / Essa é a lei de Nosso Senhor, não há medida para o amor.

711 – Ó PÃO DA VIDA


D.R. - 4/4 – Comunhão

D A7 D Bm D A
Ó pão da vida, meu Salvador, vem, te suplica o meu amor.
D A7 D
Vem, te suplica o meu amor.
Bm Em Bm
1 – Sim, é com fé ardente que eu creio e com amor,
F#
no santo Sacramento presente o Redentor.
2 – A ti, Jesus querido, minh’alma e coração. Jesus, tu me inundas de amor, consolação.
3 – Imploro tua bênção, Maria, Mãe de amor, a bênção do teu Filho, meu Rei e Salvador.
4 – Minh’alma quer ansiosa ao bom Jesus se unir,com ele viver sempre, ou não mais existir.

712 - CORDEIRO DE DEUS


200

Rui César das Neves - Cordeiro

E C#m A B E C#m A B E
Cordeiro de Deus /Que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós / piedade de nós!
Cordeiro de Deus / Que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, piedade de nós!
Cordeiro de Deus! / Que tirais o pecado do mundo, daí-nos a vossa paz, a vossa paz!

713 – AS SEMENTES QUE ME DESTE


JOSÉ ACACIO SANTANA - 3/4 - Dízimo - Apresentação das Oferendas

D G G
1 – As sementes que me deste e que não eram pra guardar,
G A7 D D7
pus no chão da minha vida, quis fazer frutificar.
G D
Dos meus dons que recebi pelo Espírito do amor,
A A7 D D7
trago os frutos que colhi e em tua mesa quero pôr.
G D
Dos meus dons que recebi pelo Espírito do amor,
A A7 D
trago os frutos que colhi e em tua mesa quero pôr.
2 – Pelos campos deste mundo, quero sempre semear
os talentos que me deste, para eu mesmo cultivar.
3 – Quanto mais eu for plantando, mais terei para colher,
quanto mais eu for colhendo, mais terei a oferecer.

714 – COMO SÃO BELOS OS PÉS


RCC - 4/4 - Missões

A7 D E7 A F# Bm E7 A A7
1 – Como são belos os pés do mensageiro que anuncia a paz.
D E7 A F#7 Bm E7 A A7
Como são belos os pés do mensageiro que anuncia o Senhor.
D Dm A F#m Bm E7 A
Ele vive, ele reina, ele é Deus e Senhor. (bis)
2 – O meu Senhor chegou com toda glória. Vivo ele está, ele está.
Bem junto a nós, seu corpo e sangue a nos tocar, e vivo eu sei, ele está.

715 – DEUS NOS ABENÇOE


ZÉ VICENTE - 2/4 - Diversos

F Bb F
Deus nos abençoe, Deus nos dê a paz.
Bb F C Bb C7 F
A paz que só o amor é que nos traz, a paz que só o amor é que nos traz.
Bb F C F C Bb F
1 – A paz na nossa vida, no nosso coração e a bênção para toda criação.
Bb F C F C Bb C7 F
A paz na nossa vida, no nosso coração e a bênção para toda criação.
2- A paz na nossa casa, nas ruas, no país e a bênção da justiça que Deus nos quis. (bis)
201

3 – A paz pra quem viaja, a paz pra quem ficou;e a bênção do conforto a quem chorou. (bis)
4 – A paz entre as igrejas e nas religiões; e a bênção da irmandade entre as nações. (bis)
5 – A paz pra toda a terra e a terra ao lavrador; e a bênção da fartura e do louvor. (bis)

716 – ESTE PÃO QUE A GENTE CHAMA


PE. ZEZINHO - 2/4 – comunhão

G D7
Este pão que a gente chama Eucaristia é lembrança de uma ceia sem igual.

Quem partiu aquele pão, naquele dia, partiu o pão, partiu o pão, partiu o pão e dentro dele
G
achou o céu, achou o céu, achou o céu.
G7 C
Este pão que a gente chama Eucaristia no deserto desta vida é o novo maná. Quem tem
G C G D7 G
fome de justiça e de luz, aproxime-se da mesa de Jesus.

717 – MESTRE, BOM É ESTARMOS AQUI


PE. ZEZINHO - 6/8 - SANTÍSSIMO

F Dm Gm C C7
1 – Mestre, bom é estarmos aqui reunidos bem perto de ti, no silêncio e na paz.
F Dm Gm C C7
Mestre, reunidos no amor, nós viemos ao monte Tabor para em ti repousar.
F C Gm C7 F Bb Gm C C7
E nós cantaremos a mes-----ma canção unidos no mesmo coração.
F C Gm C7 F Bb Gm C7 F
E nós cantaremos a mes-----ma canção unidos no mesmo coração.
2 – Mestre, ao sairmos daqui nós iremos teus passos seguir, com sementes nas mãos.
Mestre, nós queremos plantar o teu Reino em todo lugar e crescer como irmãos.

718 – O ANSEIO DE LANÇAR AS REDES


ROBERTO TENTWIG E OSNI DOS SANTOS - 3/4 - Apresentação das Oferendas

C Am F C Am
1 – O anseio de lançar as redes queremos oferecer; o medo das águas profundas
F C F Em A
queremos oferecer; e o esforço de nossas labutas queremos oferecer;
Dm F C C7
os passos de nossas lutas queremos oferecer.
F C A
No pão e o vinho, no pão e o vinho, nossas vidas oferecer.
Dm C
Nas águas bem mais profundas transforma nosso viver.
F Em A
No pão e o vinho, no pão e o vinho, nossas vidas oferecer.
Dm F C G C
Nas águas bem mais profundas transforma nosso viver.
2 – A barca que ficou na praia queremos oferecer; as redes jogadas no chão queremos
oferecer; o nosso vacilante “sim”, queremos oferecer; mesmo que pareça em vão, queremos
oferecer.
202

3 – Os peixes que nós pescamos queremos oferecer; as redes da tua graça queremos
oferecer; a força que nós lançamos queremos oferecer; os frutos que alcançamos queremos
oferecer.

719 – O CORPO QUE ERA DELE


RONALDO PELAQUIM - 6/8 Comunhão

D Bm Em A7 D A7 D A7
O corpo que era dele eu comerei agora; o sangue que era dele meu será
D Bm Em A7 D A7 D (A7)
A vida que era dele eu viverei agora; o sonho que era dele meu será.
D Bm G D Bm Em7 A7
1 – A farinha molhada na água é o pão. / A farinha molhada na fé é Jesus.
D Bm Em7 A7 D
Eis o sonho que o mundo não quis entender. / Quem não comer, não viverá.
2 – Muita uva amassada no pé é o vinho. / Muita uva amassada na fé é Jesus. / Eis o sonho
que o mundo não quis entender. / Quem não beber, não viverá.

720 – SENHOR, EU SEI QUE É TEU


RCC - 4/4 - Santíssimo

G D C G D7
1 – Senhor, eu sei que é teu este lugar; todos querem te adorar; toma tu a direção. / Sim, ó
G D7 C A7 D D7
vem, ó Santo Espírito, os espaços preencher; reverência à tua voz vamos fazer.
G G7 C Cm G Em Am D7 G
Podes reinar, Senhor Jesus, ó sim. O teu poder teu povo sentirá. / Que bom, Senhor,
G7 C Cm G D7 G
saber que estás presente aqui. Reina, Senhor, neste lugar.
2 – Visita a cada irmão, ó meu Senhor, dá-lhe paz interior e razões pra te louvar. / Desfaz
toda tristeza, incertezas e desamor, glorifica o teu nome, ó meu Senhor.

721 – DESTRUÍ ESTE TEMPLO, DISSE CRISTO


JOSÉ WEBER - - QUARESMA – COMUNHÃO 3 DOMINGO B

Gm Cm Gm Bb F Bb Eb
Destruí este templo, disse Cristo, e em três dias haverei de reerguê-lo. /: Ele falava
F Gm
do templo do seu corpo.:/
Gm Eb F Dm Gm
Ó Senhor de coração eu vos dou graças / porque ouvistes as palavras dos meus lábios. /
Cm D D7 Gm
perante os vossos anjos vou cantar-vos / e ante o vosso templo vou prostrar-me.
2. Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, / porque fizestes muito mais que prometestes; /
naquele dia em que gritei, vós me escutastes / e aumentastes o vigor de minha alma.
3. Os reis de toda a terra hão de louvar-vos/ quando ouvirem, ò Senhor vossa promessa. /
Hão de cantar vossos caminhos e dirão: / "Como a glória do Senhor é grandiosa!"
4. Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres, / e de longe reconhece os orgulhosos. / Se no
meio da desgraça eu caminhar, / vós me fazeis tornar à vida novamente.
5. Completai em mim a obra começada; / ó Senhor, vossa bondade é para sempre! / Eu vos
peço: Não deixeis inacabada / esta obra que fizeram vossas mãos!
203

722 – ALMA DE CRISTO, SANTIFICAI-ME


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Pós comunhão

A D A E A
Alma de Cristo, santificai-me. / Corpo de Cristo, salvai-me, salvai-me. / Sangue de Cristo,
D A E7 A E A D E7 A
inebriai-me. / Água do lado de Cristo, lavai-me. / Paixão de Cristo, confortai-me. / Ó bom
F#m C# F#m C# F#m C#
Jesus, escutai-me, escutai-me. / Dentro das vossas chagas escondei-me. / Não permitais,
F#m C# F#m A E7
não permitais que de Vós me separe. / Do inimigo maligno defendei-me. / Na hora da minha
A E D E A F# Bm
morte chamai-me. / E mandai-me ir para Vós afim de que c’os vossos santos eu Vos louve
E7 A E7 A
pelos sé-----culos dos séculos. / Assim seja. / Assim seja.

723 - COMO A FLOR


JOSÉ ACACIO SANTANA - 6/8 - Final

G C D7 G D Em D
1 – Como a flor que se abriu no canteiro, nossa vida se abriu para amar.
G C D7 G C D7 G
O egoísmo nos faz prisioneiros, pois não deixa o amor revelar!
D C D G Am D7 G
/:Um sorriso, um aperto de mão tornarão mais feliz nosso irmão. :/
2 – Isolados ao longo da vida, é difícil podermos vencer.
O amor é das almas comida e nos faz progredir e vencer.

724 - A FÉ É COMPROMISSO
Flávio Wosniack – 2/4 - Missões - Apresentação das oferendas

D D7 G D F#7 Bm Em
A fé é compromisso / que é preciso repartir / em terras bem distantes / ou em nosso
A7 D Em A7 D G A7 D
próprio lar. / Nós somos missionários: / eis a nossa vocação. / Jesus convida a todos: / ai
A7 D
de mim se eu me calar!
D7 G A D Bm Em A7 D D7
/ : Nesta mesa, ó Senhor, apresentamos / pão e vinho, dons da terra e do trabalho. /
G A7 D Bm7 Em A7 D
Pela Igreja missionária vos louvamos / vede a messe que precisa de operários. :/
2. Há muitos consagrados / anunciando sem temer / e tantos perseguidos / dando a vida
pela fé. / Mas quem faz de sua vida, / um sinal de comunhão / também dá testemunho, / nos
convida à conversão.

725 - TEM QUE SER AGORA


Pe. José de Freitas Campos - 2/4 - Dízimo - Entrada

A7 D A7 D A7 Em
Tem que ser agora, / já chegou a hora da condivisão, / Deus é Pai da gente, / fez-nos
A7 D
diferentes, mas nos quer irmãos.
204

D7 G D Bm Em
/: Eu sou dizimista (eu sou), / vou ser dizimista (eu vou), / vamos partilhar o que
A7 D
Deus nos dá, / todo o nosso amor :/
2. Ó que maravilha, festa da partilha, / sem obrigação, / Deus é Pai bondoso, / é tão
generoso, multiplica o pão. Os irmãos carentes, pobres e doentes, / se alegrarão, / quando a
nossa oferta, for de mão aberta, / for de coração.

726 – GLÓRIA A DEUS NESTE DIA


4/4 - SANTOS – STA TEREZINHA

C G7 C Dm G7 C
1 – Glória a Deus neste dia tão belo, honra e glória a Jesus Salvador
Dm F C G7 C C7
e à florzinha gentil do Carmelo revestida de novo esplendor.
F C G7 C C7
Derramai vossa chuva de rosas, Terezinha da pátria do amor,
F C G7 C
Sobre a Igreja e sobre almas ditosas que a vós clamam com todo o fervor.
2 – Terezinha de Cristo Menino, que na terra em tão curto viver, espalhastes perfume divino,
ah! do céu fazei graças chover.
3 – Como esposa de Cristo no exílio, vós passastes fazendo só bem,
e no céu nos prestais vosso auxílio, vossas rosas lançando também.
4 – Foi de amor vossa vida, um sorriso, vossa morte um amplexo de amor/ de Jesus que no
seu paraíso vos cumula de glória e fulgor!

727 – SENHOR, QUANTO MAIS CAMINHO


NELSON TOLENTINO E OSMAR BEZUTE - 6/8 - Vocacional

A A7 D E7 A
1 – Senhor, quanto mais caminho, mais vejo aumentar a estrada.
A7 D E7 A E7 A
Tropeço por entre espinhos num campo onde foi calada /:a voz da libertação. :/
2 – Mas, me ergo, não vou sozinho, teus passos comigo vão.
Na terra será plantada a paz, que nos é doada em cada fração do pão, em cada fração do pão.
3 – Não posso ficar parado, teu corpo me dá coragem.
Teu sangue me traz a imagem de tantos irmãos deixados à margem da salvação, à margem da
salvação.
4 – Teus passos irei seguindo, a paz vou distribuindo.
E o mundo evangelizado será, enfim, transformado em paz e salvação, em paz e salvação.

728 – A MISSA TERMINOU


DAVID JULIEN - 4/4 - Final

A D E7 A
1 – A Missa terminou: já nos vamos retirar.
F#m Bm E7 A
Senhor, que tua bênção nos venha acompanhar.
2 – Voltamos para casa com Deus no coração.
A Missa terminou, começou nossa missão.
3 – Senhor, que nossos atos comprovem nosso amor,
transformem nossa vida num hino de louvor.
205

729 – A BÊNÇÃO VAMOS PEDIR


6/8 - BENÇÃO FINAL

E B7 E B7
1 – A bênção vamos pedir no fim da nossa oração.
E7 A E B7 E
/:Que Deus proteja a nós todos e faça a nossa união. :/
2 – A Cristo muito obrigado, a nosso irmão também.
/:Que a fé nos guarde unidos agora e sempre. Amém! :/

730 – VOU VIVER MINHA VIDA


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 Final

F C7 F C7 F F7 Bb C7 F
Vou viver minha vida em nome do Pai, em nome do Filho e do Espírito Santo.

731 – HINO PONTIFÍCIO


4/4

D A D G A D A D A7 D F#m Bm Em D A7 D A7 E7 A
Ó Roma eterna, dos mártires, dos santos! Ó Roma eterna, acolhe nossos cantos.
D A D G A D A D A7 D F#m Bm Em D A7 D A E7 A
Glória no al---to, ao Deus de majestade, paz sobre a terra, justiça e caridade!
D A7 D A7 D A7 D Bm E7 A
A ti corremos, Angélico Pastor, em ti nós vemos o doce Redentor.
D A7 D A7 D A7 D Bm E7 A
A voz de Pedro na tua o mundo escuta, con---forto, escudo de quem combate e luta!
Em B7 Em B7 Em D G F# Bm F#m D A E7 A
Não vencerão as forças do inferno, mas a verda---de, o doce amor fraterno.
D G D A D A7 D A E7 A
Salve, salve, Roma, é eterna a tua história, cantam-nos tua glória, monumentos e altares.
A7 D A7 D A7 Em A
Roma dos Apóstolos, mãe e mestra da verda--de.
D G D GD A7 D
Roma, toda a cristandade, o mundo espera em ti.
D G D A D A7 D A E7 A
Salve, salve, Roma, o teu sol não tem poente, vence refulgente, todo erro e todo mal!
A7 D A D A7 Em A D G D GD
Salve, santo Padre, vivas tanto mais que Pedro, desça qual mel do rochedo, a bênção do
A7 D
doce Pai!

732 – MÃE ADMIRÁVEL (Mãe Peregrina)


6/8 Nossa Senhora

C Dm G C
Mãe admirável, ó Mãe peregrina, a tua visita aquece, ilumina,
C7 F C G7 C
Pois trazes contigo o teu Filho Jesus, que é vida, caminho, verdade e luz.
G7 C G7 C C7
206

1 – Por nossa Judéia, ó Mãe com carinho, tu vens apressada, estás a caminho/ e onde tu
F C Am Dm G7 C
chegas a paz faz morada, as portas te abrimos em cada chegada.
2 – De teu santuário, tu vens peregrina, a graça trazendo, que lá se origina. / Ao dar-nos
abrigo, transformas pro bem, nosso apostolado abençoas também.
3 – Unida a teu Filho, tu és co-redentora, milagres alcanças, doce intercessora. / A água é
mudada em vinho de amor, também de esperança e de fé no Senhor.
4 – Rezando e vivendo o santo rosário, será nossa casa também santuário. / Ó fica conosco,
haja o que houver, faremos contigo o que Cristo quiser.
5 – E assim, Mãe querida, doce peregrina, rumamos ao tempo que se descortina. / Vivendo
a aliança, teu santo convênio, será para Cristo o novo milênio.

733 - TODA A AMÉRICA LATINA


PE. Zezinho - Missões

Toda a América latina está cantando um canto de libertação.


Canta por fraternidade, por mais liberdade, por mais união.
Toda a América latina está cantando um canto de libertação.
Toda a América latina está cantando um canto de renovação.
Canto de louvor e glória ao Senhor da história, ao Pai da criação.
Toda a América latina está cantando um canto de renovação.
Glórias a Deus, nosso Pai e Senhor, glórias ao Filho, Jesus Redentor,
glórias ao seu Santo Espírito: Trindade Santa, porém, um só Deus.

734 – EM TEU BOM CORAÇÃO


4/4 – Sagrado Coração

G D7 G D7 G D
Em teu bom Coração buscarei o meu refúgio, Jesus, meu Salvador:
G D7 G D7 G D7 G D
E junto ao teu altar, evitarei feliz do pecado o contágio, pois minh’alma em
G D G
ti quer para sempre habitar. Para sempre habitar!
C G D
Ó Coração, ó Coração, ó Coração caridade insondável do bom Jesus, do
G D
bom Jesus, meu Redentor, meu Redentor.
C D7 G C G
Ó Coração de doçura inefável, a ti consagro o meu amor.

G7 C G D G
Amar-te quero e sem medida pra nunca mais te ofender.
G7 G D7 G
Amar-te quero em toda a vida pra nunca mais te ofender.
G7 C
Amar-te quero (amar-te quero) em toda a vida (amar-te quero) e firme
G D7 G
espero (amar-te quero) em ti morrer.
G7 C
Amar-te quero (amar-te quero) em toda a vida (amar-te quero) e firme
G D7 G
espero (amar-te quero) em ti morrer.
207

735 - TANTA VIDA PARA OFERECER


PE. JOSÉ CARLOS SALA – 4/4 – Apresentação das Oferendas

C F C F C F G
Tanta vida para oferecer, tantos sonhos pra realizar!
Am Em Am F G7 C
Nossa esperança vem fortalecer. Vem, Senhor, a vida renovar!
Am Em F G7 C
/:Oferecemos, Senhor, neste altar, a nossa juventude! :/

2. Tantos não têm para comer, muitos morrem antes de nascer!


Tanta injustiça, tanta ilusão! Vem, Senhor, a vida renovar!
4. Nossa teimosia de viver. Coração sedento para amar!
Nos sas incertezas, nosso padecer! Vem, Senhor, a vida renovar!

736 - SENHOR, DÁ-ME DESSA ÁGUA


PE. JOSÉ CARLOS SALA - 4/4 - Aspersão com água

A F#m E
Senhor, dá-me dessa água, fonte de vida que sacia todo ser.
Bm E7 A
Senhor, dá-me dessa água, que me dá força quando a dor me faz sofrer.
F#m E
Senhor, dá-me dessa água, que me renova na missão de te anunciar.
Bm E7 A
Senhor, dá-me dessa água, e abençoa quem comigo caminhar.
D A
Sou batizado, sou cristão e sou feliz! Sou missionário e onde vou levo Jesus!
E D A D E7
A quem tem sede minha mão vou estender, como braço de um rio,
A
Por onde passa, faz viver. :/
208

737 - O TEU FILHO, QUANDO ESTEVE POR AQUI,


PE. ZEZINHO - 6/8 - Apresentação das Oferendas

C Am Dm G7 C
O teu Filho, quando esteve por aqui, muitas vezes por amor se antecipou.
Am Dm G7 C
Quando via alguém sofrer, interferia; muitas vezes a pessoa nem pedia!
Am Dm G7 C
Mas ao ver o sofrimento de um alguém, sobretudo se ninguém o ajudava,
Am Dm G7 C
Am Dm G7 C
dava um jeito de ajudar essa pessoa. Por amor, então, Jesus se antecipava.
G7 F F Am
Não pediste, meu Senhor, mas eu te trago a minha oferta:
Dm G7 C
Não precisas dos meus bens, mas eu preciso me lembrar
G7 F C Am
que me deste o teu amor, e a tua graça é mais que certa.
Dm G7 C
Muito grato, eu vim deixar a paz que eu tenho em teu altar.

738 - É UMA PROCISSÃO DE GENTE LIVRE.


PE. ZEZINHO - 2:4 – Entrada

Dm A7 Dm A7 Dm A7 Dm A7
É uma procissão de gente livre. Gente que acredita no Senhor.
Dm A7 Dm D7 Dm A7 Dm A7
Livres, mas com Deus comprometidos a levar ao mundo a Boa Nova.
Dm A7 Dm A7 Dm A7
Deus é nosso Pai! O mundo tem conserto! Tudo mudará, se for do jeito certo!
Dm A7 Dm A7 Dm A7 Dm A7
E o jeito certo é Jesus! O jeito certo é Jesus! (bis)

739 - GLÓRIA A DEUS NOS ALTOS CÉUS!


FR. ALBERTO BECKHAUSER - 2/4 – Glória

C7 F Am Bb C
Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra aos seus amados!
Am Dm Gm C F
A vós louvam, Rei celeste, os que foram libertados.
2. Deus e Pai, nós vos louvamos! Adoramos, bendizemos; damos glória
ao vosso nome, vossos dons agradecemos,
3. Senhor nosso, Jesus Cristo, Unigênito do Pai, vós de Deus, Cordeiro Santo,
nossas culpas perdoai.
4. Vós que estais junto do Pai como nosso intercessor, atendei nossos
pedidos, atendei nosso clamor!
Vós somente sois o Santo, o Altíssimo
5. Senhor, com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor.
Amém! Amém!

740 - VINDE, VINDE TODOS, TODOS A JESUS,


209

POPULAR - 2/4 - Sexta feira Santa - Adoração da Cruz

F Dm C Bb F C7 F
Vinde, vinde todos, todos a Jesus, vede-o no madeiro áspero da cruz.
Bb F C7 F
Vede-o no madeiro áspero da cruz.
Dm Gm C A Dm Am E7 Am
1. Vós os que consolo tristes procurais, vede se nas dores Cristo copiais.
2. Vede todos quanto ele a nós nos ama, e com que ternura nossas almas chama!
3. Vinde, vinde todos, vós que estais cercados pelo sofrimento, fruto do pecado.
4. Lava aquele sangue que do lado emana, tantas culpas graves da maldade humana.

741 - Ó FACE ENSANGÜENTADA


Popular – 4/4 - Quaresma - 6ª feira Santa

Am Dm GE Am E Am Dm G E AM E7 Am
Ó face ensangüentada de Cristo Salvador, o ver-vos ultrajada nos causa imensa dor.
G7 C F Dm E Am G C DG Dm G Am E
Ó face iluminada, no eterno resplendor, agora maltratada com tanto desamor.
2. “Enfermidades vossas tomei-as sobre mim; e todas vossas dores fui que padeci.”
- Senhor, sois a riqueza de nossa salvação; vos damos nossa vida e eterna gratidão.
3. Com grande paciência levais a dura cruz al alto do Calvário por nosso amor, Jesus.
– Sofrestes, inocente, Senhor, por todos nós; e a vida recebemos por morte tão atroz.
5. Os povos emudecem de espanto e comoção; e o mundo escurece ao ver vossa paixão.
– Vós fostes esmagado por nossa salvação; de todos os pecados pedimo-vos perdão.
6. Jesus, quanto sofrestes por nossa redenção; maus tratos recebestes da humana
ingratidão. – Oh! dai-nos sempre a graça de sermo-vos fiéis; e a morte, enfim, nos faça
gozar-vos lá nos céus.

742 - DEUS DE AMOR, NÓS TE ADORAMOS


JOSÉ ALVES E JOSMAR BRAGA - 2/4 - Santíssimo Sacramento

Am Em F E Am G Dm
Deus de amor, nós te adoramos neste Sacramento, Corpo e Sangue que fizeste nosso
Am C G F Dm Em Am C F Dm Am
alimento – És o Deus escondido, vivo e vencedor, a teus pés depositamos todo nosso amor.
2. Meus pecados redimiste sobre a tua Cruz, com teu Corpo e com teu Sangue, ó Senhor
Jesus! – Sobre os nossos altares, vítima sem par, teu divino sacrifício queres renovar.
3. No Calvário se escondia tua divindade, mas aqui também se esconde tua humanidade: -
Creio em ambas e peço, como o bom ladrão, no teu reino eternamente tua salvação.
4. Creio em ti ressuscitado, mais que São Tomé. Mas aumenta na minh’alma o poder da fé. –
Guarda a minha esperança, cresce o meu amor. Creio em ti ressuscitado, meu Deus e
Senhor!
5. Ó Jesus que nesta vida pela fé eu vejo, realiza, eu te suplico, este meu desejo:
- Ver-te, enfim, face a face, meu divino amigo, lá no céu, eternamente ser feliz contigo.
210

743 - BENDITO SEJA DEUS PAI


JOSÉ CANDIDO DA SILVA – 4/4 - Apresentação das Oferendas

E G# C#- F#- B7 C#
Bendito seja Deus Pai, do universo criador,
B7 E G# C#- F#- B7 E
Pelo pão que nós recebemos, foi de graça e com amor.
G# C#- F#- B7 E
Refr.: O homem que trabalha, faz a terra produzir.
A B7 E C#m F#m B7 E
O trabalho multiplica os dons, que nós vamos repartir.
2. Bendito seja Deus Pai, do universo criador, Pelo vinho que nós recebemos, foi de graça e
com amor.
3. Bendito seja Deus Pai, pela ressurreição do Filho Jesus, Que venceu a morte, e domina
pela cruz!
4. E nós participamos da construção do mundo novo com Deus, Pelo seu Espírito, que
renova os filhos seus!

744 - O CANTO DE MARIA


PASCOAL ROTTA - 6/8 - Nossa Senhora - O canto de Maria

F C7 F Bb F C7 F
O Senhor fez em mim maravilhas Santo, Santo, Santo é o seu nome!
F C7 Bb
A Minh’alma engrandece ao Senhor / E se alegrou o meu espírito em Deus, meu
C F F C7 Bb
Salvador/ Pois Ele viu a pequenez de sua serva / Eis que agora as gerações hão de
C F
chamar-me de Bendita.
2. O Poderoso fez por mim maravilhas / E Santo e Seu Nome / Seu Amor, de geração em
geração / Chega a todos que O respeitam.
3. Demonstrou o Poder de seu braço / Dispersou os orgulhosos / Derrubou os poderosos de
seus tronos / E os humildes exaltou.
4. De bens saciou os famintos / E despediu, sem nada os ricos/ Acolheu Israel, seu servidor /
Fiel ao seu amor.
5. Como havia prometido aos nossos pais / Em favor de abraão e de seus filhos para sempre
/ Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo Como era no princípio, agora e
sempre, Amém!

745 - NÃO MAIS SUCEDERÁ


PE. ZEZINHO – 4/4 – Comunhão

C F C FC F C F C
Não mais sucederá o ritual pagão, / O mundo viu nascer um coração irmão; /
F G C F G C
Não há oferta mais perfeita / Que a própria vida e o coração de Cristo.
2. O povo agora tem um novo coração / Que pulsa junto ao seu no riso e na
aflição. / Melhor amigo não teremos / Que o coração cujo amor foi aos extremos.
3. O coração dos pais os filhos ouvirá / E os filhos sentirão orgulho de seus pais
/ E como irmãos nós viveremos / E o coração de Jesus imitaremos.
4. Porque Jesus viveu querendo a nossa paz, / Seu coração sofreu, sofreu até
demais; / Seu sacrifício foi fraterno, / Jamais se viu um amor assim tão terno.
211

5. Seu coração irmão que nunca se fechou, / Num golpe sem razão, alguém o transpassou, /
E aquele gesto tresloucado / Nos faz sentir quanto é mau nosso pecado.
6. Que o nosso coração aprenda de uma vez / Que o Cristo, nosso irmão, de
tanto amor se fez; / Alta e hóstia pelo povo; / Seu coração é o altar do mundo novo.

746 - MARCHA DA IGREJA


DAVID JULIEN – 4/4 – Entrada

Em C Am
Reunidos em torno de nossos pastores, NÓS IREMOS A TI. /
Em C Am
Professando uma só fé, NÓS IREMOS A TI.
C Am Em
Armados com a força que vem do Senhor, NÓS IREMOS A TI.
C Am Em
/ Sob o impulso do Espírito Santo, NÓS IREMOS A TI.
F Em G Am Em Am C
Igreja Santa, templo do Senhor; / Glória a ti, Igreja Santa, ó cidade
Em Am F Em F Em Am
dos cristãos; / Que teus filhos hoje e sempre vivam todos como irmãos.
2. Com nossas irmãs nos claustros, NÓS IREMOS A TI.
Com nossos irmãos sofredores, NÓS IREMOS A TI. /
Com os padres que sobem no altar, NÓS IREMOS A TI.
/ Com os padres que partem em missão, NÓS IREMOS A TI.
3. De nossa fazendas e nossas cidades, NÓS IREMOS A TI.
/ De nossas montanhas e nossas baixadas, NÓS IREMOS A TI.
/ De nossas cabanas e pobres favelas, NÓS IREMOS A TI. /
De nossas escolas e nossos trabalhos, NÓS IREMOS A TI.
4. Com nossos anseios e nossos desejos, NÓS IREMOS A TI.
/ Com nossas angustias e nossas alegrias, NÓS IREMOS A TI.
/ Com nossas fraquezas e nossa bondade, NÓS IREMOS A TI.
/ Com nossa riqueza e nossa carência, NÓS IREMOS A TI.
5. Curvados ao peso de nosso trabalho, NÓS IREMOS A TI.
Curvados ao peso de nosso pecado, NÓS IREMOS A TI.
/ Confiantes por sermos os filhos de Deus, NÓS IREMOS A TI. /
Confiantes por sermos os membros de Cristo, NÓS IREMOS A TI.

747 – VINDE A MIM SE ESTAIS AFLITOS


JOSÉ ACACIO SANTANA – 2/4 - Sagrado Coração de Jesus – Entrada

C G7 G C
Vinde a mim se estais aflitos, vinde a mim! / Eu vos aliviarei!
Dm G G7 C
Vinde a mim, vinde a mim!
C F C F D7 G
Sou o vosso espaço aberto, de acolhida e de perdão.
C G G7 C
Sem querer, até fez certo quem abriu meu coração.
2. Sobre a cruz abri os braços para em mim vos acolher. / Quero andar os
vossos passos e convosco oferecer.
3. Vinde a mim com amor sincero, em humilde conversão. / Dia e noite eu
vos espero para dar meu coração.
212

748 - JESUS, O PÃO DA VIDA


MARCOS MACHADO E ROBERTO L. DE SOUZA – 6/8 - Comunhão - Cristo Rei

C Am Dm G7 C A7 Dm G7 C
Jesus, o pão da vida, nasceu pra ser um Rei, / Mas veio pequenino, sujeito a uma lei. /
A7 Dm G7 C A7 Dm Fm C G7 C
Convive com os pobres, se torna nosso igual, / E ensina os valores de um Reino ideal.
C7 F C Dm
Refr.: Na festa da partilha, Jesus, és nosso pão, / Presença que anuncia
G C C7 F F
a mesa dos irmãos! / Se houver acesso igual aos bens do nosso chão,
Am Dm G C
Justiça e paz, na terra, então, se abraçarão.

2. Não vim pra ser servido; eu vim pra lhes servir, / E dou o pão dos fortes a
quem quer me seguir. / Lavei os pés de autoridade, se faça servidor.
3. Pra colaboradores, Jesus não escolheu / Os grandes e doutores que
o mundo corrompeu, / Mas pobre, que a verdade do Reino fascinou, / Lhes
deu autoridade, e neles confiou.
4. E diante de Pilatos, Jesus vai afirmar: / O reino da verdade, eu vim
testemunhar. / Se tens autoridade, foi Deus que concedeu, / Não vás fazer
mau uso de um dom que não é teu!
5. Com Cristo e os irmãos nós viemos comungar / E a força desta ceia nos há
de transformar. / Queremos ser um povo, formar feliz nação, / Em que
justiça e paz, no amor, se abraçarão.

749 - SUBA A TI, Ó DEUS PAI


MARCOS J.M. MACHADO – 12/8 - Apresentação das Oferendas

C D G C D G
Suba a ti, ó Deus Pai, como prece, / Nossa oferta do vinho e do pão! / Se
C Cm G Em D G
o teu Reino de amor acontece, / “Paz, justiça, se abraçarão”!
G Bm Em
Ofertamos a voz do teu povo, que defende a vida e diz: “não” / Ao
D7
sistema injusto que nega liberdade e vida ao irmão!
2. Ofertamos a luta do pobre que espera seu pão conseguir / No suor do seu
rosto para um mundo mais justo surgir.
3. Teus caminhos, Senhor, são justiça, é de paz que tu queres falar! / Partilhar
nossos bens, sem cobiça, é serviço, e é forma de amar!
4. Como Igreja, também te ofertamos, o empenho intenso de quem / Em
defesa do povo trabalha dando o tempo e os talentos que tem.
213

750 - CANTEMOS A JESUS SACRAMENTADO


S.J. SAGASTIZABAL – 2;4 - Santíssimo Sacramento

Eb Bb Eb7 Ab Bb Eb C7 Em Eb
Cantemos a Jesus sacramentado, cantemos ao Senhor! Deus está aqui, dos anjos
Bb Gm D7 Gm
adorado! Adoremos a Cristo redentor!
Eb C Em Cm Gm Bb Cm G7
Glória a Cristo Jesus! Céus e terra, bendizei ao Senhor! Louvor e glória a ti, ó rei da
Cm Ab Eb Bb Ab Bb Eb
glória! Amor eterno a ti , ó Deus de amor!
2. Unamos nossas vozes aos cantares do coro celestial! / Deus está aqui! Ao
brilho dos altares exaltemos com gozo angelical!
3. Jesus, acende em nós a viva chama do mais fervente amor. / Deus está
aqui! Está porque nos ama, como Pai, amigo e benfeitor!

751 - QUANDO INVOCAR, EU ATENDEREI


REGINALDO VELOSO - 3/4 - Quaresma - Comunhão - 1 Domingo B

Em B D# Em Bm
Quando invocar, eu atenderei, na aflição com ele estarei; libertarei, glorificarei,
F#7 Bm
minha salvação eu lhe mostrarei!
F#7 Bm Em Bm Em
Tu que moras sob a sombra / Do Senhor onipotente, / lhe dIrás em confiança:"Meu
F#7 Bm F# Bm
refúgio, meu batente, / Só em ti é que eu confio!" / E ele vem tão fielmente / Te livrar do
Em F# Bm
caçador / E da peste inclemente.
2. Vai cobrir-te com suas penas, / Em suas asas tu te abrigas, / O seu braço é teu escudo, /
Armadura em que te fias. / Não terás o que temer / Nem de
noite, nem de dia, / Venha a flecha e o terror, / Venha a peste, epidemia...
3. Caiam mil junto de ti / E dez mil vêm ao teu lado,/ Nada vai te atingir, / Não serás prejudicado... /
Com teus olhos hás de ver / Qual dos maus o resultado; / No Senhor tens teu
refúgio, / Nenhum mal terás passado!
4. O Senhor mandou seus anjos / Pra teus passos vigiarem; / Ele te sustentarão / Pra teus pés não
tropeçarem... / Os perigos mais temidos / Sem temor vais enfrentá-los; / "Já que a mim se confiou, /
Cuidarei de resguardá-lo!"
5. Ele vai chamar por mim, / Logo eu lhe responderei; / Junto dele em sua angústia, / Sou eu quem
o livrarei. / E assim vou glorificá-lo / Longos dias lhe darei / E a minha salvação / Eu lhe manifestarei!

752 - AGORA O TEMPO SE CUMPRIU, O REINO


SÉRIE POVO DE DEUS - Quaresma - Cinzas - Comunhão - Salmo 1

E C#m F# B F#m B F#m


Agora o tempo se cumpriu, o Reino já chegou, irmãos, convertam-se
B E
E creiam, firmes no Evangelho!
C#m F#m F#7 B
Feliz aquele homem que não anda conforme os conselhos dos perversos.
2. Que não entra no caminho dos malvados nem junto aos zombadores vai sentar-se.
3. Mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.
4. Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada.
214

5. Ela sempre dá seus frutos a seu tempo e jamais as suas folhas vão murchar.
6. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.

753 - ANTES DA MORTE E RESSURREIÇÃO DE


CARLOS A. NAVARRO E VALDECI FARIAS - 6/8 - Páscoa – Comunhão

Em Am B7 Em Am D7 G
Antes da morte e ressurreição de Jesus. / Ele, na Ceia, quis se entregar:
Em Am B7 Em B7
Deu-se em comida e bebida pra nos salvar.
E F#m B7 E E7
E quando amanhecer o dia eterno a plena visão, / Ressurgiremos por
A Am E B7 E B7
crer nesta vida escondida no pão.
2. Para lembrarmos a morte, a cruz do Senhor, / Nós repetimos, como ele fez:
Gesto, palavras, até que volte outra vez.
3. Este banquete alimenta o amor dos irmãos, / E nos prepara à glória do céu;
Ele é a força na caminhada para Deus.
4. Eis o Pão vivo mandado a nós por Deus Pai! / Quem O recebe, não
morrerá; / No último dia vai surgir, viverá.
5. Cristo está vivo, ressuscitou para nós! / Esta verdade vai anunciar
A toda terra, com alegria, a cantar.

754 - POR CRISTO, COM CRISTO


WEBER - Por Cristo, com Cristo

A D A F#m
Pres.: Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós Deus Pai todo-poderoso, na unidade do
E A Em D A E A
Espírito Santo, toda honra e toda glória, agora e para sempre!
A F#m E A Em A E
Todos: Amém, honra e louvor ao Pai, que em Cristo nos salvou, que em Cristo nos
A
salvou!

755 - OBRIGADO, SENHOR,


JOSÉ WEBER - 2/4 - Pós-comunhão

A7 D Dm Em +7 A +7
Obrigado, Senhor, porque és meu amigo, / Porque sempre comigo
D A7 D Bm Em +7
Tu estás a falar. / No perfume das flores, na harmonia das cores / E no mar que
A +7 D
murmura o teu nome, a rezar.
D7 G A7 F#m Bm Em A7 D
Escondido tu estás no verde das florestas, / Nas aves em festa, no sol a brilhar.
D7 G A7 F#m Bm Em A7 DGD
Na sombra que abriga, na brisa amiga, / Na fonte que corre ligeira, a cantar.

Te agradeço ainda, porque na alegria / Ou na dor de cada dia, posso te


encontrar. / Quando a dor me consome, murmuro o teu nome
E, mesmo sofrendo, eu posso cantar.
215

756 - CREIO! CREIO! AMÉM!


FR. LUIZ TURRA - 2/4 – Creio

A E D-E A
Creio! Creio! A---mém!
A E
Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra / E em Jesus Cristo, seu
E7 A
único Filho, Nosso Senhor; / Que foi concebido pelo poder do Espírito Santo;
2. Nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos, / Foi crucificado,
morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos; / ressuscitou ao terceiro dia;
3. Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, / Donde
há de vir a julgar os vivos e os mortos.
4 Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos
santos, / Na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

757 - SANTO, SANTO, SANTO É O SENHOR


PE. NEY BRASIL - 2/4 – Santo

E B7 E A E B7
Santo, santo, Santo é o Senhor
E B7 E A E B7 E
Santo, Santo, Santo é o Senhor nosso Deus.
B7 E B7 E
1. Senhor Deus do universo, o céu e a terra / Proclamam vossa glória, hosana nas alturas.
2. Bendito o que vem, em nome do Senhor, / Hosana nas alturas, hosana nas alturas.

758 – ALELUIA! MARIA É ELEVADA AO CÉU


VALDECI FARIAS E J.A. SANTANA – 2/4 - Nossa Senhora - Aclamação ao Evangelho

G C D7 G Em Am G D7 G
/: Aleluia, aleluia, aleluia, alelu------ia! :/
Em Am D7 G
Maria é elevada ao céu / Alegrem-se os coros dos anjos.

759 - DE ALEGRIA VIBREI NO SENHOR


SILVIO MILANEZ 2/4 - Nossa Senhora - Assunção de Maria - Entrada

A D E A
De alegria vibrei no Senhor, pois vestiu-me com sua justiça, /
D E7 A
Adornou-me com jóias bonitas, como esposa do rei me elevou.
F#m Bm E A D
1. Transborda o meu coração em belos versos ao rei, / Um poema, uma
Bm E A F#m Bm E
canção com a língua escreverei: / De todos és o mais belo, a graça
A F#m Bm E A
desabrochou / Em teu semblante, em teus lábios pra sempre Deus te abençoou.

2. Valente, forte, herói. Pela verdade a lutar, / A justiça a defender, vitorioso tu


serás. / Lutas com arma e poder, o inimigo a correr, / Eterno é teu trono, ó
Deus, é retidão para valer!
3. Ó rei, amas a justiça, odeias sempre a maldade; / Com o óleo da alegria
ungiu-te o Deus da verdade. / Os mais suaves perfumes, as tuas vestes
216

exaltam; / No teu palácio luxuoso belos acordes te embalam.


4. Princesas são tuas damas, a mãe-rainha lá está, / Toda de ouro
adornada, à direita a pousar. / “Escuta, ó filha, atenção! O rei de ti se
encantou, / Esquece os teus, a tua casa, adora o rei, o teu Senhor!”
5.“Gente importante, de longe, vem te homenagear!” / Eis a princesa tão
formosa, vestida em ouro a brilhar. / Em meio às damas de honra, ao rei vai
se apresentar, / Por entre grande alegria no seu palácio vai entrar.
6. Lugar que foi de teus pais, teus filhos vão ocupar, / Os herdeiros do teu trono
a terra hão de governar... / Teu nome eu celebrarei, os povos se unirão, / Os
pais, os filhos, para sempre, teu nome, ó rei, louvarão!

760 -ALELUIA! DISSE A MÃE DE JESUS


FR. FABRETI E J.A. SANTANA - 4/4 - Nossa Senhora - Aclamação ao Evangelho

C Em F C F C G D7 G
Aleluia, aleluia, aleluia, alelu------ia!
C Em F C F C G G7 C
Aleluia, aleluia, aleluia, alelu------ia!
A7 Dm G C
Disse a mãe de Jesus aos serventes: / “Fazei tudo o que Ele disser.”

761 – ALELUIA! EU SOU O PÃO VIVO


IR. JANETE STURMER - 2/4 - Corpus Christi - Aclamação ao Evangelho

G Em D7 C G D7 G
/: Aleluia, aleluia, alelu----------ia. :/
D7
Eu sou o pão vivo descido do céu /
G
Quem deste pão come, sempre há de viver!

762 - ALELUI! EU TE LOUVO, Ó PAI SANTO


D.R. – 2/4 - Aclamação ao Evangelho

E B E C#m B E
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! /
A C#m A7 E
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!
A E B E
Eu te louvo, ó Pai santo / Deus do céu,Senhor da terra
A7 E A7 B
Os mistérios do teu Reino / Aos pequenos, Pai, revelas!

763 - NASCEU EM BELÉM, A CASA DO PÃO


JOSÉ R. GALVÃO - 6/8 - Natal - Apresentação das Oferendas

E F#M7 C#m7 B7 E
As nossas mãos se abrem, / Mesmo na luta e na dor
F#m7 C#m7 F# B7
E trazem pão e vinho / Para esperar o Senhor.
A E B7 E A E
217

Deus ama os pobres / E se fez pobre, também, / Desceu à terra


B7 E
E fez pousada em Belém.
2. As nossas mãos se elevam, / Para, num gesto de amor,
Retribuir a vida, / Que vem das mãos do Senhor.
3. As nossas mãos se encontram / Na mais fraterna união.
Façamos deste mundo / A grande “Casa do pão”!
4. As nossas mãos sofridas / Nem sempre têm o que dar,
Mas vale a própria vida / De quem prossegue a lutar.

764 - AMÉM!
OWEN ALSTOTT - 4/4 - POR C RISTO...

G D7 Em Bm C Am G D7 G
A--mém! A--mém! A----------------mém!

765 - ENVIAI O VOSSO ESPÍRITO, SENHOR


IR. MIRIA T. KOLLING – 4/4 - Espírito Santo – Salmos

C C7 F
Enviai o Vosso Espírito, Senhor, Enviai o Vosso Espírito, Senhor
G C G7 C
E da terra toda face renovai! E da terra toda face renovai!
Dm G7 C B7 Em
Bendize, ó minha alma, ao Senhor! / Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande! /
Em F C C D7 G
De majestade e esplendor vos revestis / E de luz vos envolveis como num manto.
2. Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras, / E que sabedoria em
todas elas! / Encheu-se a terra com as vossas criaturas, / Bendize, ó minha
alma, ao Senhor!
3. Todos eles, ó Senhor, de vós esperam / Que a seu tempo vós lhes deis o
alimento; / Vós lhes dais o que comer e eles recolhem, / Vós abris a vossa
mão e eles se fartam.
4.Se tirais o seu respiro, eles perecem / E voltam para o pó de onde vieram; /
Enviais o vosso espírito e renascem / E da terra toda a face renovais.

766 - ALEGRES EM PRECE


LUCIO FLORO E PE. XIMENES COUTINHO - 3/4 - Apresentação das Oferendas

G C Am D7 G D7 G G7 C
Alegres em prece / Teu povo agradece teus dons, ó Senhor! / E como família,
A7 D7 G C G
cantando partilha / Seu pão, seu amor.
2. Unidos fazemos / Os dons que trazemos, o vinho e o pão. / Quem
colhe, quem planta, quem faz e quem canta. / É tudo oração.
3. Falou-nos Maria: / “És Pai que sacia famintos de ser / E deixas de lado o
rico enfarado / Que só pensa em ter”.
4. Bem vês, nesta mesa: / Deus quer, com certeza, a todos saciar. /
“Ninguém vá na vida sem pão, sem comida”! / Proclama este altar.

767 – ALELUIA! EU VOS TRAGO A BOA NOVA


DR – 2/4 - Natal – Aclamação ao Evangelho
218

A F#m Bm E7 A F#m DA
Alelu----ia, aleluia, alelu----ia, aleluia!
Natal (noite) E
Eu vos trago a Boa Nova de uma grande alegria:
Bm E
É que hoje vos nasceu o Salvador, Cristo o Senhor.
Natal (dia)
Eis que um santo dia resplandece.
Nações, vinde adorar!
Sagrada Família
Que a paz de Cristo reine em vossos
corações E ricamente habite em vós
sua Palavra.
Maria, Mãe de Deus
Deu muitos modos, Deus outrora nos
falou pelos profetas; Destes tempos
derradeiros nos falou pelo seu Filho.

768 - DA CEPA BROTOU A RAMA,


REGINALDO VELOSO - 6/8 e 2/4 - Advento – Comunhão

Em B7 Em E Am
/: Da cepa brotou a rama, / Da rama brotou a flor, / Da flor nasceu Maria,
Em B7 Em
/ De Maria, o Salvador. :/
Am D7 G C F# B7
O Espírito de Deus sobre Ele pousará, / De saber, de entendimento este
Em Am D7 G C F# B7
Espírito será. / De conselho e fortaleza, de ciência e de temor, / Achará sua alegria no
Em
temor do seu Senhor.
2. Não será pela ilusão do olhar, do ouvir falar, / Que Ele irá julgar os homens,
como é praxe acontecer... / Mas os pobres desta terra com justiça julgará / E dos fracos o
direito ele é quem defenderá.
3. A palavra de sua boca ferirá o violento / E o sopro de seus lábios matará o
avarento / A justiça é o cinto que circunda a sua cintura / E o manto da lealdade é a sua
vestidura.
4. Neste dia, neste dia o incrível, verdadeiro, / Coisa que nunca se viu,
morar lobo com cordeiro... / A comer do mesmo pasto tigre, boi, burro e
leão, / Por um menino guiados se confraternizarão.
5. Um menino, uma criança com as deras a brincar / E nenhum mal,
nenhum dano mais a terra se fará... / Da ciência do Senhor cheio o mundo
estará, / Como o sol inunda a terra e as águas enchem o mar.
6. Neste dia, neste dia, o Senhor estenderá / Sua mão libertadora, pra
seu Povo resgatar... / Estandarte para os povos o Senhor levantará, / A seu
povo, a sua Igreja toda a terra acorrerá.
7. A inveja, a opressão entre irmãos se acabará / A e comunhão de todos o
inimigo vencerá... / Poderosa mão de Deus fez no Egito o mar secar; / Para o
resto do seu povo um caminho abrirá.

769 - NAS TERRAS DO ORIENTE


JOSÉ WEBER – 2/4 - Natal – Entrada

E A F#m B7 E A
219

Nas terras do Oriente, / Surgiu dos céus uma luz /: Que vem brilhar
E B7 E
sobre o mundo, E para Deus nos conduz. :/
A E B7 E A E
Nasceu Jesus Salvador: / Aleluia, Aleluia! / É Ele o Cristo Senhor: /
B7 E A B7 E
Aleluia, Aleluia!

2. Nasceu-nos hoje um Menino, / Um Filho que nos foi dado. /: É grande e


tão pequenino, Deus forte é Ele chamado. :/
3. Cantai com muita alegria, / Que grande amor Deus nos tem!
/:Pequeno, pobre, escondido, Nasceu por nós em Belém. :/

770 - TUA BÊNÇÃO, SENHOR, NOS ILUMINE


GERALDO LEITE - 2/4 - Salmo 66 – Comunhão

Bm F# G F# Bm F# G F#
Tua bênção, Senhor, nos ilumine, / Tua face, Senhor, sobre nós brilhe!
Bm Em F# Bm G Bm F# Bm
/:Teu poder encerra paz e retidão, Bênçãos e frutos por todo este chão. :/
A G F# Bm A G F#
Deus se compadece e de nós se compraz, / Em nós resplandece seu rosto de paz
Bm A G F# Bm A G F#
Pra que o povo encontre, Senhor, teu caminho / E os povos descubram teu terno carinho!
2. Que todos os povos te louvem, Senhor, / Que todos os povos te cantem louvor! / Por tua
justiça se alegrem as nações, / Com ela governas da praia aos sertões.
3. Que todos os povos te louvem, Senhor, / Que todos os povos te cantem louvor! / O chão
se abre em frutos, é Deus que abençoa! / E brotem dos cantos do mundo esta loa!

771 – ALELUIA! POIS NÓS VIMOS SUA ESTRELA


D.R. – 2/4 - (Aclamação ao Evangelho)

A Bm C#m D E A Bm Bm E A
Aleluia, Aleluia, / Aleluia, Aleluia. Aleluia, / Aleluia, Aleluia.
EPIFANIA Em7 A7 D F#m C#m7
Pois nós vimos sua estrela / A brilhar no Oriente / E assim vimos adorar
Bm E7 A
O Senhor de toda gente.
BATISMO DO SENHOR
Pois abriram-se os céus / E a voz do Pai se ouviu: / “Eis meu filho muito
amado!” / Profecia se abriu.

772 - VIMOS SUA ESTRELA NO ORIENTE


GERALDO LEITE - 2/4 - Natal - Epifania – Entrada

Em A Em Em A Em
Vimos sua estrela no Oriente / E assim vimos adorar o Rei da gente.
A Bm Em A
Onde foi que nasceu / O Rei dos Judeus? / Em Belém da Judéia,
Bm Em
Conforme diz Miquéias.
2. No lugar da estrebaria, / Se deteve a estrela guia. / Encontraram com alegria / O Menino
com Maria.
220

3. E abrindo os seus tesouros, / Deram incenso, mirra e ouro. / Glória ao Pai e


ao Menino / E ao Espírito Divino.

773 - NA CASA DE NAZARÉ


THOMAS FILHO E FR. FABRETI - 6/8 - Família

Dm Gm A7 A7 D7
Maria cheia de graça / Não teme o que possa vir. / “Palavra de Deus
Gm G7 F
não passa, / Sem antes tudo florir.”
Gm Dm A7 Dm
Na casa de Nazaré / Um SIM ecoou sereno,
Gm Dm A7 Dm
Na casa de Nazaré / Deus mesmo se fez pequeno.
2. José não temeu agrura, / Maria foi sempre forte. / E Deus encontrou
ternura / E o povo uma nova sorte.
3. Maria foi resistente, / Falou pelo povo seu. / “O braço do prepotente / Deus
mesmo desmereceu.
4. Maria, toda humilde, / Não foge nem mesmo à cruz. / Confia: Deus é
bondade, / Perdão, fortaleza e luz.

774 - MAGNIFICAT
PE. NEY BRASIL - 3/8 - Nossa Senhora

E A B E C# B7
/: O Senhor fez em mim maravilhas, Santo é o seu nome. :/
E A/B E +7 A E F#7 B7
A minha alma engrandece ao Senhor / E exulta meu espírito em Deus, meu Salvador.
E A/B E +7 A E F#7
Pôs os olhos na humildade de sua serva, / Doravante toda a terra cantará os meus
B7
louvores.
2. Seu amor para sempre se estende / Sobre aqueces que o temem. / Demonstrando o
poder de seu braço, / Dispersa os soberbos.
3. Abate os poderosos de seus tronos / E eleva os humildes, / - Sacia de bens os
famintos, / Despede os ricos sem nada.
4. Acolhe Israel, seu servidor, / Fiel ao seu amor. / - E a promessa que fez a nossos pais / em
favor de Abraão e de seus filhos para sempre.
E A/B C#m E +7 A B F#7
5. Glória ao Pai, ao Filho e ao Santo espírito, / Desde agora e para sempre pelos séculos.
B7
Amém!

775 - NÓS SOMOS MUITOS


PE. JOSÉ WEBER - 2/4 - Corpus Christi – Comunhão

E B7 G#7 C#m F#M B7


Nós somos muitos, mas formamos um só corpo, / Que é o corpo do Senhor, a Sua
E E7 C#7 F#M B7 G#m F#m
Igreja, Pois todos nós participamos do mesmo pão da unidade, / Que é o corpo do
B7 E
221

Senhor, a Comunhão.
E A F#m G#m F#m B7 E
O pão que reunidos nós partimos / É a participação do Corpo do senhor.
2. O cálice por nós abençoado / É a nossa comunhão no Sangue do Senhor.
3. À ordem do Senhor obedecendo, / Celebremos a memória da nossa redenção.
4. Da Ceia do Senhor participando, / Pelo Espírito seremos unidos num só corpo.
5. S e u C o r p o e s e u S a n g u e c omu n g a n d o , / S u a mo r t e anunciamos, até que Ele
venha.

776 - EIS JESUS, O PÃO DA VIDA


PROF. SARAIVA - 4/4 - Comunhão

Em Am B7 Em B7
Eis Jesus, o Pão da Vida. / Imolado neste altar. / Nosso pão de cada dia, /
Em
Para o nosso caminhar!
E7 Am D7 G
/: Tomai, comei, / Meu Corpo e Sangue que vos dou:
C Am B7 Em
Eu sou o Pão da Vida, / Deus fiel, Deus amor! :/
2. Nesta Santa Eucaristia, / Deus nos mostra o seu caminho; / Quer a nossa
comunhão / Neste pão e neste vinho.
3. Vem, Jesus ser alimento, / Pra vivermos teu amor! / Nossa força e
sustento, / És somente Tu, Senhor!
4. Precisamos de tua força, / Vem, Jesus, nos redimir. / Vem inspira os
que têm tanto: / Que eles saibam repartir!
5. Obrigado, meu Senhor, / Pela Santa Comunhão! / Nesta mesa da partilha /
Quero amar o meu irmão!
222

777 - A FORÇA DA EUCARISTIA


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 – Comunhão

G Bb Am D7 G Em Am B7 Em
Quando te domina o cansaço, / E já não puderes dar um passo, / Quando o bem ao mal
G7 C E7 Am Am
ceder, / E tua vida não quiser / Ver um novo amanhecer:
G7 G7 C Cm G A7
LEVANTA-TE E COME! LEVANTA-TE E COME! QUE O CAMINHO É LONGO, /
D7 G
CAMINHO LONGO!
Bm Em Am D7 G Bm Em A7 D7 G
Eu sou teu alimento, ó caminheiro! / Eu sou o Pão da Vida verdadeiro! / Te faço
G7 C Cm G A7 D7 G
caminhar, / Vale e monte atravessar, / Pela Eucaristia,......Eucaristia!
2. Quando te perderes no deserto, / E a morte então sentires perto, / Sem mais forças pra
subir, / Sem coragem de assumir / O que Deus de ti pedir /
LEVANTA-TE...
3. Quando a dor, o medo, a incerteza, / Tentam apagar tua chama acesa, / E tirar do coração
/ A alegria e a paixão / De lutar, não ser em vão: / LEVANTATE...
4. Quando não achares o caminho, / Triste e abatido vais, sozinho, / O olhar sem brilho e
luz, / Sob o peso de tua cruz, / Que a lugar nenhum conduz: / LEVANTA-TE...
5. Quando a voz do anjo então ouvires / E o Coração de Deus sentires, / Te acordando para
o amor, / Renovando teu vigor- / Água e pão, o Bem Maior: / LEVANTA-TE...

778 - SANTO LIVRO


PE. ZEZINHO - 4/4 - Acolhida da Palavra

A7 D G Em A7 G A +7
/: Santo livro, santo livro,... louvado seja Deus por teus autores, louvado seja Deus por
G D B7 Em A7 D
teus leitores, Santo livro, santo livro, santo livro que me ensina a contemplar.
B7 Em D A7 D A7 D
Santo livro, santo livro, santo livro que me ensina a caminhar.:/
D G Em A7 D
Quem te lê com amor e com fé, santo livro certamente viverá melhor.
G Gm D A7 D
Quem te escuta querendo aprender, santo livro saberá caminhar, saberá.
Em D A7 D
Santo livro, santo livro, que me ensina a caminhar.

779 - O CORPO DE CRISTO


BENTO GOMES E JOSÉ WEBER - 2/4 – Comunhão

F Dm F7 Bb Gm C F
O Corpo de Cristo / É o Pão do altar. / A mesa é de todos: / Irmão, vem sentar.
C Am D7 Gm C Gm C7 F C Am
Um dia reparte com Deus o seu pão / O homem da fé, o Pai Abraão. / O filho de Deus,
D7 Gm C Gm c F Gm C7
Jesus, nosso irmão, / Reparte na Missa, com todos, o Pão.
2. O Pão repartamos em todo lugar: / Na Igreja, na escola, na rua, no lar: / O Pão da
Palavra, o Pão da Cultura, / O Pão da amizade, o Pão da procura.
223

3. Na casa da Fé, no Altar da esperança, / O Amor é o Pão da Nova Aliança. / Irmão,


comeremos, na Ceia Celeste, / O Pão que te dei, o Pão que me deste.

780 - SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS!


PE. ZEZINHO - 2/4 - Ato penitencial

Em B7 Em
/: Senhor, tende piedade de nós! :/
Am Em Am C B7
/: Cristo, ....tende piedade de nós! :/
Em B7 Em
/: Senhor, tende piedade de nós! :/

781 - VAMOS TODOS LOUVAR JUNTOS


SÃO TOMÁS DE AQUINO E IR. MIRIA T. KOLLING – ¾ - Benção com o Santíssimo

D Em A7 D Em
Vamos todos louvar juntos / O mistério do amor, / Pois o preço deste mundo /
A7 D Em E7 A7 G/D
Foi o sangue redentor, / Recebido de Maria, / Que nos deu o Salvador.
2. Veio ao mundo por Maria, / Foi por nós que ele nasceu. / Ensinou sua
doutrina, / Com os homens conviveu. / No final de sua vida, / Um presente ele nos deus.
3. A Palavra do Deus vivo / Transformou o vinho e o pão / No seu sangue e no seu corpo /
Para a nossa Salvação. / O milagre nós não vemos, / Basta a fé no coração.
4. Tão sublime sacramento / Adoremos neste altar, / Pois o Antigo Testamento
/ Deu ao Novo seu lugar. / Venha a fé por suplemento / Os sentidos completar.
5. Ao Eterno Pai cantemos / E a Jesus, o Salvador. / Ao Espírito exaltemos, / Na
Trindade eterno amor. / Ao Deus Uno e Trino demos / A alegria do louvor.
G Gm D
A......... mém!

782 - A MESA SANTA QUE PREPARAMOS


VALTAIR FRANCISCO DA SILVA – 2/4 - Apresentação das Oferendas

B Gm D#m E F# B
A mesa santa que preparamos, / Mãos que se elevam a Ti, ó Senhor. / O pão e
G#m G#m E A# D#
o vinho, frutos da terra, / Duro trabalho, carinho e amor:
G#m D#m F# B
Ô, ô, ô, recebe Senhor! / Ô, ô, recebe Senhor!
2. Flores, espinhos, dor e alegria, / Pais, mães e filhos diante do altar. / A nossa oferta em
vossa festa, / A nossa dor vem, Senhor, transformar!
Ô, ô, ô, recebe Senhor! / Ô, ô, recebe Senhor!
3. A vida nova, nova família, / Que celebramos, aqui tem lugar. / Tua bondade vem com
fartura, / É só saber, reunir, partilhar.
Ô, ô, ô, recebe Senhor! / Ô, ô, recebe Senhor!

783 - A LIBERDADE HAVERÁ


ZÉ VCENTE - 2/4 - Apresentação das Oferendas
224

Dm Gm A7
As mesmas mãos que plantaram a semente aqui estão / O mesmo pão que a mulher
Dm A7 Dm
preparou aqui está / O vinho novo que a uva sangrou jorrará no nosso altar!
A7 Dm Gm Dm
A liberdade haverá, a igualdade haverá / E nesta festa onde a gente é irmão
A7 Dm
/: O Deus da vida se faz comunhão! :/
2.. Na flor do altar o sonho da paz mundial / A luz acesa é fé que palpita hoje em nós / Do
livro aberto o amor se derrama total no nosso altar!
3. Benditos sejam os frutos da terra de Deus / Benditos sejam o trabalhão e a nossa união /
Bendito seja Jesus que conosco estará além do altar!

784 – ALELUIA! EU VOS ESCOLHI


REGINALDO VELOSO - 6/8 - Aclamação ao Evangelho

G C D7 G D7 G
/: Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. :/
27º DOMINGO C Am D G
Eu vos escolhi, foi do meio do mundo / A fim de que deis um fruto que dure./
C G D7 G
Eu vos escolhi foi do meio do mundo./ Amém! Aleluia! Aleluia! Amém!
28º DOMINGO
Que o Pai do Senhor, do Senhor Jesus Cristo / Nos dê do saber, do saber o espírito./
Conheçamos, assim, assim, a esperança / À qual nos chamou, nos chamou, como herança!
29º DOMINGO
Como astros no mundo vocês resplandecem, / Mensagem de vida ao mundo anunciem, / Da
vida a Palavra ao mundo proclamem, / Quais astros luzentes no mundo rebrilhem!
30º DOMINGO
Se alguém me ama guardará, minha Palavra, / E o meu pai o amará e a Ele nós veremos. /
Se alguém me ama guardará, minha Palavra, / E o meu Pai o amará e a Ele nós viremos.
31º DOMINGO
Só um é o nosso pai, o vosso Pai celeste / Um só é o vosso guia, Jesus Cristo – o Messias. /
Ao um é o nosso Pai, o vosso Pai celeste / Um só é vosso guia, Jesus Cristo – o Messias.

785 - ALELUIA! É PRECISO VIGIAR


CECILIA VAZ CASTILHOS - 4/4 - Aclamação ao Evangelho

G C G D7 G C G D7 G
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia.... Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia.
32º DOMINGO
Em Am D7 C
É preciso vigiar e ficar de prontidão; / Em que dia o Senhor há de vir, não sabeis não!
33º DOMINGO
Ficai em mim, e eu em vós hei de ficar, diz o Senhor; / Quem em mim permanece, esse dá
muito fruto.

786 UMA CANÇÃO SACERDOTAL - FUI ESCOLHIDO


ANTONIO CARDOSO - 2/4 - Vocacional - Dia do Padre

G Em Am D7
Fui escolhido pra servir-te e para amar-te meu irmão / Meu coração se dividiu entre o
G G7 C
225

meu ser e o teu ser em comunhão / A vida colocou-me frente a frente com um reino / Um
G Am G G7
reino que eu sonhava e era a minha vocação.
C D7 G C D7 G C B7
Eis-me aqui Senhor para servir / Eis-me aqui Senhor no teu altar / Celebrar a vida e
Em Am D7 G
a vida em comunhão / A minha vida eu quero te entregar.
G Em Am D7 G
2. Me fiz sacerdote para ser como Jesus / Eu quero iluminar-te e receber a tua luz / A
G7 C G Am D7 G
cruz que eu abracei, é tua cruz ó meu irmão / Se for preciso dar a vida, é minha vocação.
3. Abandonei a minha casa e os meus pais para lutar / Por muita gente que não tem uma
família, / Um grande amor, ou mesmo um lar / Não fui indiferente ao teu chamado meu
Senhor / Conserva-me na graça, na graça do amor.
4. Agora eu faço uma oração para louvar-te meu Jesus / Te agradecer por este dom e pela
minha vocação / É impossível ser chamado e não te obedecer / Tu tens a minha vida e o
meu ser em tuas mãos.

787 - ACLAMAÇÕES DA ORAÇÃO EUCARÍSTICA II


HINÁRIO LITURGICO – 2/4 - (Aclamações da Oração Eucarística II, III, IV, V, VI)

F Dm Gm C
/: Santificai nossa oferenda ó Senhor! :/
/: Recebei, ó Senhor a nossa oferta! :/
/: Fazei de nós um só corpo e um só espírito! :/
/: Concedei-lhes contemplar a vossa face! :/
/: Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos! :/
/: Concedei-nos o convívio dos eleitos!:/

788 - VENHAM TRABALHAR NA MINHA VINHA


ZÉ VICENTE –/4 - Vocacional - Entrada

D A7 D
Venham trabalhar na minha vinha, / dilatar meu Reino entre as nações; / Convidar meu
A7 D
povo ao banquete. / Quero habitar nos corações.
G A7 D Bm
Unidos pela força da oração, / ungidos pelo espírito da missão, / Vamos juntos
A7 B
construir / uma igreja em ação.
Venham trabalhar na minha vinha, /espalhar na terra o meu amor. /
Muitos não conhecem a Boa Nova, / vivem como ovelhas sem pastor.
Venham trabalhar na minha vinha, / com fervor meu nome proclamar; /
Que ninguém se queixe ao fim do dia / “Ninguém me chamou a trabalhar”.

789 – ALELUIA! Ó SENHOR, ABRE OS OUVIDOS


MARIA DE F. DE OLIVEIRA - 2/4 - Aclamação ao Evangelho

C Dm Em F G C Dm G C
/: Aleluia, aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia, aleluia!:/
C C7 F C G
Ó Senhor, abre os ouvidos do teu povo aqui presente / para ouvir a boa nova e guardá-la
226

C
fielmente!
2. A palavra, qual semente, vai cair nos corações. / Que sejamos boa terra, dando frutos cem
por um.

790 - SALVE, Ó CRUZ LIBERTADORA


FR. LUZ TURRA - 2/4 - Adoração da Cruz - 6ª feira santa

E B7 E F#m B7 E
/: Salve, ó cruz libertadora! :/
C#m G#m F#m C#m
Em teu corpo sem beleza e nem encanto, / Tu assumes o pecado e todo o pranto. / Junto
G#m C#m7 A E B7 E
a ti está a dor da humanidade, / Ó Senhor, de todos nós tem piedade.
2. Estas mãos com que erguestes os caídos, / Que tiraram as amarras do oprimido. /
Amarradas nesta cruz pela maldade, / Vão ao mundo devolver a liberdade.
3. Os teus pés que percorreram os caminhos, / Que levaram “Boa Nova” aos pequeninos, /
São pregados pelo homem iludido, / Mas teu Reino nunca mais será detido.
4. Este povo aqui reunido quer louvar-te, / Pois a vida devolveste em toda a parte. / Os
caminhos da esperança tu abriste, / Desta cruz com todo o mundo ressurgiste.

791 - DAI-LHES DE COMER


FR. LUZ TURRA - 2/4 - Comunhão

G Em C D Am D
Tanta gente vai andando na procura de uma luz, / Caminhando na esperança se
G G7 C D G
aproxima de Jesus. / No deserto sente fome e o Senhor tem compaixão. / Comunica sua
C D G
palavra; vai abrindo o coração.
D G Em C D G D
Dai-lhes vós mesmos de comer que o milagre vai acontecer! / Dai-lhes vós mesmos
G G D G
de comer que o milagre vai acontecer!
2. Quando o pão é partilhado passa a ter gosto de amor, / Quando for acumulado gera morte
traz a dor. / Quando o pouco que nós temos se transforma em oblação, / O milagre da
partilha serve a mesa dos irmãos.
3. No altar da Eucaristia o Senhor vem ensinar, / Que o amor é verdadeiro quando a vida se
doar. / Peregrinos caminheiros vamos indo como irmãos, / Na esperança repartindo a
palavra e o mesmo pão.
4. Deus nos à sua imagem, por amor acreditou. / Deu-nos vida e liberdade, tantos dons nos
confiou. / Responsáveis pelo mundo para a vida promover. / Desafios que nos chegam
vamos juntos resolver!

792 – ALELUIA (CÉLTICO)


FINTAN O´CARROL E C. WALKER - 6/8 - Aclamação ao Evangelho)

G D7 Am G C D7 G D Am G C D G
Aleluia, A----le---lu---ia! / A----le-----luia, A---le---lu----ia!
Em Bm C D7
Não só de pão vive o homem, / mas de toda Palavra da boca de Deus.

793 - ALELUIA
227

IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Aclamação ao Evangelho

A A7 D Bm E7 A
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia!
A A7 D Bm E7 A
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia!
F#m C#m D E7
Não só de pão vive o homem, / mas de toda Palavra da boca de Deus.

794 - A PALAVRA DE DEUS ILUMINANDO NOSSA VIDA!


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Aclamação ao Evangelho

C G C
A Palavra de Deus iluminando nossa vida!
G C
A Palavra de Deus, / A Palavra de Deus!

795 - SALMO 138 - TU ÉS A LUZ, SENHOR


REGINALDO VELOSO - 6/8 - Comunhão

E F#m B C#m E G#m C#m F#m A E F#9


Tu és a luz, Senhor, do meu andar, Senhor / Do meu lutar, Senhor, força do meu
B E F#m B E
sofrer. / Em tuas mãos, Senhor, quero viver.
E7 F#m B E E7 F#m B
Meu coração penetras / E lês meus pensamentos; / Se luto ou se descanso, / Tu vês
E E6 A B E
meus movimentos; / De todas minhas palavras / Tu tens conhecimento.
2. Quisesse eu me esconder / Do teu imenso olhar, / Subir até o céu, / Na terra me
entranhar, / Atrás do horizonte, / Lá irias me encontrar!
3. Por trás e pela frente / Teu ser me envolve e cerca, / O teu saber me encanta, / Me excede
e me supera. / Tua mão me acompanha, / Me guia e me acoberta!
4. Se a luz do sol se fosse, / Que escuridão seria! / Se as trevas me envolvessem, / O que
adiantaria? / Pra ti, Senhor, a noite / É clara como dia!
5. No seio de minha mãe / Tu me teceste um dia. / Senhor, eu te agradeço / Por tantas
maravilhas, / Meus ossos,minha alma / De há muito conhecias.
6. Como é profunda, ó Pai, / Tua sabedoria. / Fizeste amanhecer, / Em Cristo novo dia, / E
por teu Santo Espírito, / Qual mãe de amor nos guias.
228

796 - SENHOR, NÓS TE ESPERAMOS.


3/4 - Advento - Comunhão

E B7 E +7 A E B7 A B7 C#m F#m
Senhor, nós te esperamos. Senhor, não tardes mais! / Senhor, nós te esperamos. Vem
C#m B7 E
logo, vem nos salvar.
2. O mundo morre de frio. A alma não tem calor. / Os homens não são irmãos. O mundo não
tem amor.
3. Envolto em noite escura, o mundo sem paz não vê. / Tu és nossa esperança, és a razão
da nossa fé.
4. Ao mundo falta a vida, ao mundo falta a luz. / Ao mundo falta Deus, ao mundo faltas,
Senhor.
5. Do céu descendo à terra, Jesus é o Salvador; / Viveu, sofreu, morreu, e nossa vida
mudou.
6. Passando em meu caminho, meu coração conquistou. / Razão do meu viver. A minha vida
mudou.
7. A minha solidão, tornou-se comunhão / um novo céu, nova terra, é a razão do meu cantar.

797 - ALELUIA
TAIZÉ - 3/ - (Aclamação ao Evangelho)

Cm Bb7 Eb Ab Bb Eb Cm Bb7 Eb Ab Eb C
Aleluia, a—le---luia, ale—lu-------ia! Aleluia, a—le---luia, ale------lu-------ia!

798 – ALELUIA! QUE AS NUVENS SE ABRAM


LINDBERG PIRES - 2/4 - Advento - Aclamação ao Evangelho

G Am D7 G G Am G D7 G
Aleluia, aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia, aleluia!
G Bm Am G
Que as nuvens se abram e enviem o orvalho reconfortador.
Em Am D7 G
Que na terra brote já a flor! Que venha pra nós o Salvador!

799 – ALELUIA! POVOS TODOS


PE. JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 2/4 - (Aclamação ao Evangelho)

F Dm Gm C F Bb Gm C F
/: Aleluia, aleluia, alelu--------------ia! :/

C F Am Dm G7 C
Povos todos, escutai com fé a mensagem de Jesus!

800 ALELUIA! PORQUE PROCURAIS ENTRE OS MORTOS


SILVIO MILANEZ - 2/4 - (Páscoa - Aclamação ao Evangelho)

G D G D7 G D7 G G7 C D7 G
A—le-------lu--------------ia! Aleluia, aleluia, aleluia! A----le-----lu---------ia!
Em Am D7 G
Porque procurais entre os mortos / Aquele que está vivo? / Ele não está aqui, ressuscitou!
229

801 - ACLAMAÇÕES DA ORAÇÃO EUCARÍSTICA II


ELIAS DELLA GIUSTINA - 2/4 - Aclamações da oração eucarística

E C#m F#m B7 E
Mandai o vosso espírito Santo!... O vosso Espírito Santo!
Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!... Ó Senhor a nossa oferta!
O Espírito nos uma num só corpo!... Nos uma num só corpo!
Caminhamos na estrada de Jesus!... Na estrada de Jesus!
Esperamos entrar na vida eterna... Entrar na vida eterna!
A todos daí a luz que não se apaga!... A luz que não se apaga!

802 - VENHAM Ó NAÇÕES,


JOSÉ BRUNO F. SOARES - 4/4 - Entrada

C Em F C
/: Venham ó nações, ao Senhor cantar:/
Am Em Dm G C
/: Ao Deus do universo venham festejar! :/
2. /: Seu amor por nós firme para sempre, :/ /: Sua fidelidade dura eternamente. :/
3. /: Para ti, Senhor, toda noite e dia, :/ /: A escuridão mais densa logo se alumia. :/
4. /: És a luz do mundo, és a luz da vida, :/ /: Cristo Jesus resplende, és nossa alegria! :/
5. /: Suba nosso incenso a tia, ó Senhor!:/ /: Este louvor pascal, oferta de amor. :/
6. /: Nossas mãos orantes, para o céu subindo, :/ /: cheguem como oferenda ao som deste
hino! :/
7. /: Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito. :/ /: Glória a Trindade santa, glória ao Deus
bendito. :/
8. /: Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! :/ /: Povo de sacerdotes, a Deus louvação! :/

803 - JESUS, MEU TESOURO


ADOLFO TEMME - ¾ - Sagrado Coração de Jesus

E B7 E
/: Jesus, meu tesouro ais rico que o ouro! :/
E F#m C#m F#7 B7
Jesus, alegria que vem todo dia!
2. Minha garantia no último dia!

804 - QUEM SERVE A DEUS CANTE AGORA


FOLCMÚSICA RELIGIOSA -3/4 - Salmos

C C7 F Dm G9 C
/: Quem serve a Deus cante agora: / “Bendito seja o Senhor!” :/
C A7 Dm G7 C A7 Dm
Vocês que estão em sua casa / De noite, a Deus o louvor! Levantem as mãos orantes, /
G7 C
De noite, a Deus o louvor!
2. A bênçãos do Criador, / De noite, a Deus o louvor! Ao Pai, ao Filho e ao Divino / De noite,
a Deus o louvor!

805 - BENÇÃO TRINITÁRIA


IR. MIRIA T. KOLLING - - Benção Trinitária

Dm Am C7
230

Abençoe-vos Deus Pai que vos criou / e que, desde toda a eternidade, / Vos escolheu /
Gm C7
em seu único Filho Jesus Cristo.
F A7 Dm Bb F
Todos: A---------------------mém!
2. Abençoe-vos Deus Filho que com todo amor vos escolheu / e, que na sua Redenção,
quando derramou seu preciosíssimo Sangue, / lembrou-se, especialmente, de cada um (a)
de vós.
Todos: Amém!
3. Abençoe-vos o Espírito Santo que vos santificou / para serdes um templo digno de
receber todas as graças e dons / para bem corresponder.
Todos: Amém!
4. Permaneça entre vós a Santíssima Trindade / a toda a Corte Celestial, / que vos ajudem a
lutar, a sofrer e a amar até a morte!
Todos: Amém!

806 - VAMOS DAR AS MÃOS


DR - 2/4 - (Diversos)

D A A7 D A A7 D
Vamos dar as mãos, vamos dar as mãos, vamos dar
Bm Em D A
E vamos juntos cantar.

807 - BENDITO SEJAIS


FR. LUIZ TURRA - 2/4 - Apresentação das Oferendas

G D G Bm Em D G
Que maravilha, Senhor, estar aqui! / Sentir-se Igreja reunida a celebrar. /
G Am Em D G
Apresentando os frutos do caminho, / No pão e vinho, ofertas deste altar.
G C Am D Bm C Am
Bendito sejais por todos os dons! / Bendito sejais pelo vinho e pelo
D C D G Am Bm D G
pão! /: Bendito, bendito, bendito seja Deus para sempre:. :/
2. Que grande bênção servir nesta missão, / Missão de Cristo, tarefa do cristão.
Tornar-se Igreja, formar comunidade, / Ser solidário, tornar-se um povo irmão.
3. Que graça imensa viver a mesma fé; / Ter esperança de um mundo bem melhor;
Na caridade sentir-se familiares, / Lutando juntos em nome do Senhor.

808 - CORDEIRO DE DEUS


JOSE CANDIDO DA SILVA - 6/8 - Cordeiro

Em B7 Em G Am C B7
Solo: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mun-----do
Em D7 G Em Adim B7 Em
Todos: Tende piedade, tende piedade, tende piedade, piedade de nós!
Em B7 Em G Am C B7
Solo: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo
E7 Am D7 G Em Am Em B7 Em
Todos: Dai-nos a paz, dai-nos a paz, dai-nos a paz, Senhor, a vossa paz!

809 - BENDITO SEJAS TU


231

JOSE ALVES - 2/4 - Santíssima Trindade - Entrada


A D Bm E A Bm E
Bendito sejas Tu, Senhor de nossos pais. / És prodígio de graças, ó Senhor.
A D A Bm A Bm D A
/: Glória ao Senhor, Criador para Sempre! :/
2. Bendito sejas Tu, ó Verbo de Deus Pai; / A morte que sofreste nos deu vida.
3. Bendito sejas Tu, Espírito de Deus, / Operas na Igreja a salvação.

810 – ALELUIA! GLÓRIA AO PAI, AO FILHO


IR. JANETE STUMER - 2/4 - Santíssima Trindade - Aclamação ao Evangelho

C F G7 C G7 C
Aleluia, aleluia, .... aleluia! / Alelu-------ia (bis)
C Dm G7
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Divino / Ao Deus que é, que era e que
C Dm - G7
vem, pelos séculos. Amém.

811 - CORDEIRO DE DEUS


FR. FABRETI - 6/8 - Cordeiro

F A7 Dm Gm C F C7
/: Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. :/
F A7 Dm Gm C F A7 Dm F
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, / dai-nos a paz, dai-nos a paz, / Senhor
C7 F
a vossa paz!

812 - GLÓRIA A DEUS NOS ALTOS CÉUS


IR. MIRIA T. KOLLING - 4/4 - Glória

G D7 G B bdim Am Cm D7
Glória a Deus nos altos céus / Paz na Terra a seus a------mados / A Vos Louvam, Rei
Em A7 C D7
Celeste / Os que foram libertados.
G7 C Cm G Am/D G/D D7 G
Glória a Deus, lá nos céus / E paz aos ....seus. A----mém!
2. Deus Pai, nós Vos Louvamos / Adoramos, bendizemos / Damos glória ao Vosso Nome /
Vossos dons agradecemos.
3. Senhor Nosso, Jesus Cristo / Unigênito do Pai / Vós, de Deus Cordeiro Santo / Nossas
culpas perdoai!
4. Vós, que estais junto do Pai / Como nosso intercessor / Acolhei nossos pedidos / Atendei
nosso clamor!
5. Vós somente sois o Santo / O altíssimo, o Senhor / Com o Espírito Divino / De Deus
Pai no Esplendor!
C D7 G
Para finalizar: ..mém! A----mém!

813 – ALELUIA! RENDEI GRAÇAS AO SENHOR


SILVIO MILANEZ - 2/4 - Salmo 117 - Pós–comunhão

G D G D7 G D7 G G7 C D7 G
A—le-------lu--------------ia! Aleluia, aleluia, aleluia! A----le-----lu---------ia!
232

G C D G Am D7 G
Rendei graças ao Senhor, / Que seu amor é sem fim.
G C D G Am D7 G
Diga o pó---vo de Israel / Que seu amor é sem fim.
D G +7 C G D
Digam os seus sacerdotes / Que seu amor é sem fim.
D G +7 C G D
Digam todos os cristãos / Que seu amor é sem fim.
2. Eis o dia do Senhor, / Alegres nele exul temos.
Que nos salve imploramos, / Alegres nele exultemos.
Bem-vindos à sua casa, / Alegres nele exultemos.
Nós todos os seus amados. / Alegres nele exultemos.

814 - NÓS NOS GLORIAMOS NA CRUZ DE


JOSÉ FREITAS CAMPOS - 2/4 - Quinta feira Santa - Comunhão)

F Gm C7
Nós nos gloriamos na cruz de Nosso Senhor,
F C F
Que hoje resplandece com o novo mandamento do amor.
Dm Gm F C7 Dm
Na Ceia da Nova Aliança, Jesus na tarde santa ao Pai se entregou. / Na Ceia que hoje
C7 F
acontece o povo oferece a Deus o seu louvor.
2. Comer e beber pão e vinho, sinais de carinho, anúncio do amor! / Na luta de cada
jornada, a cruz é pesada, salvainos, Senhor.
3. Viver, partilhar cada dia a dor, a alegria, nos faz celebrar: / A Páscoa de Cristo, de novo,
na vida do povo, pra ressuscitar.
4. O povo, carrega tua cruz no escuro e na luz, marchando assim vai. / A cruz plenifica a
vida, resposta sofrida, vontade do pai.

815 - JESUS ERGUENDO-SE DA CEIA


VALDECI FARIAS - 6/8 - Comunhão - Quinta feira santa - Lava-pés

C F C F G7 C A7 Dm G
Jesus erguendo-se da Ceia, jarro e bacia tomou, / Lavou os pés dos discípulos, este
C Am Em F G7 C A7
exemplo nos deixou. / Aos pés de Pedro inclinou-se. Ó mestre, não, por quem és? /: “Não
Dm G7 C
terás parte comigo se não lavar os teus pés” :/
2. És o Senhor, tu és o Mestre, os meus não lavarás. / O que ora faço não sabes, mas
depois compreenderás. / Se eu vosso Mestre e Senhor vossos pés hoje lavei, /: Lavai os pés
uns dos outros, eis a lição que vos dei :/
3. Eis como irão reconhecer-vos como discípulos meus. / Se vos ameis uns aos outros, disse
Jesus para os seus. / Dou-vos novo mandamento, deixo ao partir nova lei. /: Que vos ameis
uns aos outros, assim como eu vos amei :/

816 - PAI EM TUAS MÃOS


JOSÉ A. FONTANELLA - 2/4 - Salmo 30 - Adoração da Cruz - Sexta feira santa

C F G7 C
/: Pai em tuas mãos entrego o meu espírito :/
233

C C7 F7 F Am Dm
Senhor eu ponho em vós minha esperança; / que eu não fique envergonhado
G C7 F Am
Eternamente. / Em vossas mãos Senhor, entrego o meu espírito, / porque vós me
Dm G
salvareis, ó Deus fiel.
2. Tornei-me o opróbrio do inimigo, / o desprezo e zombaria dos vizinhos, / e objeto de pavor
para os amigos; / fogem de mim os que me vêem pela rua.
3. A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio, / e afirmo que só vós sois o meu Deus! / Eu
entrego em vossas mãos o meu destino; / libertai-me do inimigo e do opressor!
4. Mostrai serena a vossa face ao vosso servo, / e salvai-me pela vossa compaixão! /
Fortalecei os corações, tende coragem, / todos vós que ao Senhor vos confiais!

817 - EIS O LENHO DA CRUZ


D.R. – 3/8 - Apresentação da cruz – sexta feira santa

E A E E B E
Solo: Eis o lenho da Cruz do qual pendeu a salvação do mundo.
E A B E
Todos: Vinde, adore------mos!

818 - LÁ FORA DESDOBRA-SE A MESSE:


JOSÉ WEBER - 6/8 - Missões

A D A E7 A F#m
Lá fora desdobra-se a messe: são homens sedentos de Deus. / A eles, irmãos, te
Bm E7 A F#m Bm E7
oferece, levando Jesus para os te--------us.
2. Lá fora te espera quem sofre, com fome, com sede, com dor. / E Cristo te deu
todo um cofre, repleto de dons e de amor.
3. Lá fora talvez seja triste, sem paz, sem conforto, sem luz. / De Cristo aprendeste que
existe o sentido da dor e da cruz.
234

819 - ALELUIA! BATEI PALMAS


RONALDO PELAQUIM – 2/4 - Ascensão - Entrada

F C7 F Gm C F
Aleluia! Batei palmas, povos todos! / Cantai músicas alegres, aleluia! /
C7 F Gm C7 F
Aleluia! Deus é grande e poderoso, / Pois governa o mundo inteiro, aleluia!
Bb Dm C Dm Bb Dm C7
Nos mandou levar a todos / A mensagem do amor. / Ele fez uma aliança / Com o povo,
F
que escolheu!
2. O Senhor é vencedor, / Triunfante sobre o céu. / Ele é Reis de toda a terra; / Cantai hinos
de vitória!
3. Deus domina o mundo inteiro, / Assentado no seu trono, / Reuniu os povos todos: / Todos
são povo de Deus!

820 - EIS A PROCISSÃO DO REIS


REGINALDO VELOSO – 6/8 - Espírito Santo - Apresentação das Oferendas

C B Em Am F Dm G (C)
Eis a procissão do reis, nosso Deus, /: Ao seu santuário, seguido dos seus! :/
2. Á frente, cantores, atrás, tocadores, /: No meio vão jovens tocando tambores. :/
3. Uni-vos em coros, a Deus bendizei, /: Vós moços e idosos, cantai vosso Rei!:/
4. Ó Deus, manifestai teu grande poder, /: Ofertas e dons irás receber! :/
5. Reprime os ferozes, os fortes que exploram, /: Que oprimem teus pobres e guerra
promovem. :/
6. Do sul e do norte os povos se achegam, /: Humildes se dobram, a Ti, Deus, adoram. :/
7. Cantai ao Senhor, ó reinos da terra, /: Ao Deus poderoso, que tudo governa!:/
8. Seu grande poder nos céus resplandece, /: Ele é o nosso Deus, quem nos fortalece! :/

821 – ALELUIA! BEM-AVENTURADO QUEM É POBRE


JOSÉ WEBER - 2/4 - Aclamação ao Evangelho

C Am Dm G C
Aleluia, alelu------ia, aleluia, aleluia!
18º DOMINGO
C F Dm G
Bem-aventurado quem é pobre diante de Deus / Dessa gente é o Reino dos céus!

822 – ALELUIA! VEM ABRIR NOSSO CORAÇÃO


D.R. – 2/4 - Aclamação ao Evangelho

A F#m Bm E A F#m DE
Aleluia, alelu----ia, alelu---ia, aleluia!
20º DOMINGO
A E Bm E
Vem abrir nosso coração, Senhor / Para compreendermos a Palavra do teu Filho!
21º DOMINGO
Toda a gente do Oriente e do Ocidente
/ Vem sentar-se à mesa do reino dos
Céus!
22º DOMINGO
Foi o Senhor quem me mandou boas
notícias anunciar, / A quem está no
235

cativeiro, libertação eu vou proclamar!


23º DOMINGO
Quem não carregar sua cruz / Não
pode ser meu seguidor!
24º DOMINGO
Sabemos do amor que Deus nos tem, /
E nós cremos em tão grande amor!

823 - ALELUIA! O CRISTO, QUE ERA RICO,


REGINALDO VELOSO - 2/4 - Aclamação ao Evangelho

Am Em Am B7 Em
/: Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! :/
25º DOMINGO
Em B
O Cristo, que era rico, de rico se fez pobre, / E, assim, com sua pobreza nos fez ricos e
Em E Am Em
nobres, O Cristo, que era rico, de rico se fez pobre / E, assim, com sua pobreza a nós
B Em
ricos fez nobres.
26º DOMINGO
Felizes são vocês, que agora passam fome, / Porque serão saciados, “felizes” é seu nome! /
Felizes são vocês, que agora passam fome, / Porque serão saciados, e “felizes” é
seu nome!

824 – ALELUIA! COMO ASTROS NO MUNDO


REGINALDO VELOSO - 6/8 - Aclamação ao Evangelho

C G D G G7 C G D G
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!
:/
27º DOMINGO
G C Am D G
Como astros no mundo, vocês resplandeçam, / Mensagens de vida ao mundo anunciem,
C G D G
/ Da vida a Palavra ao mundo proclamem, / Quais astros luzentes no mundo rebrilhem!

825 - GLORIFICA O SENHOR, JERUSALÉM


J. GELINEAU - 6/8 - Salmo 147 - Comunhão

G C Am D Am EM C D
Glorifica o Senhor, Jerusalém; / Celebra o teu Deus, ó Sião!
Em D Am D G Em
Glorifica o Senhor, Jerusalém! / Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! / Pois reforçou com
D G9 G Am C D9 D
segurança as tuas portas, / E os teus filhos em teu seio abençoou.
2. A paz em teus limites garantiu / E te dá como alimento a flor do trigo. / Ele envia suas
ordens para a terra, / E a palavra que ele diz corre veloz.
3. Anuncia a Jacó sua palavra, / Seus preceitos e suas leis a Israel. / Nenhum povo recebeu
tanto carinho, / A nenhum outro revelou os teus preceitos.

826 - SEQUÊNCIA
236

IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Corpus Christi

A Bm E A EA D
Terra, exulta de alegria, / Louva teu pastor e guia Com teus hinos, tua voz.
A E A
Com teus hinos, tua voz.
2. Tanto possas, tanto ouses, / Em louva-lo não repouses: /:Sempre excede o teu louvor.:/
3. Hoje a Igreja te convida: / Ao pão vivo que dá vida, / /:Vem com ele celebrar.:/
4. Este pão, que o mundo creia, / Por Jesus, na santa ceia, /:Foi entregue aos que escolheu.
:/
5. Nosso júbilo cantemos, / Nosso amor manifestemos, /: Pois transborda o coração. :/
6. Quão solene a festa, o dia, / Que da Santa Eucaristia /:Nos recorda a instituição. :/
7. Novo Rei e nova mesa, / Nova Páscoa e realeza, /: Foi-se a páscoa dos judeus. :/
8. Era sombra o antigo povo, / O que é velho cede ao novo, /: Foge a noite, chega a luz. :/
9. O que o Cristo fez na ceia, / Manda à Igreja que o rodeia /: Repeti-lo até voltar. :/
10. Seu preceito conhecemos: / Pão e vinho consagrados /: Para a nossa salvação. :/

827 - SENHOR, SENHOR PIEDADE DE NÓS!


JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 2/4 - Ato penitencial

Dm A7 Dm
Solo: Senhor, Senhor piedade de nós!
Dm A7 Dm C7
Ass: Senhor, Senhor piedade de nós!
F Gm A
Solo: Cristo, Jesus, piedade de nós!
F Gm A Dm
Ass: Cristo, Jesus, piedade de nós!
A7 Dm
Solo: Senhor, Senhor piedade de nós!
A7 Dm
Ass: Senhor, Senhor piedade de nós!

828 - EU SOU O PÃO, QUE VEM DO CÉU


JOSE CANDIDO DA SILVA -6/8 - Comunhão)

Bm D Bm A D Bm D Bm F# Bm
Eu sou o pão, que vem do céu, / Quem crer em mim, irá vi---ver!
F#m Bm G A D C#7 F#m D Bm F#7
Nós reconhecemos o Senhor, partindo o pão, / Mistério de amor, a nossa re-fei---ção.

2. O Senhor Jesus no Sacramento nos deixou / Memorial da cruz: morte e ressurreição.


3. Tão grande mistério adoramos, neste altar, / Que nossa fé sustente o nosso caminhar!
4. Ao povo de Deus, lá no deserto, sem pão, sem lar, / Deus fez cair do céu comida salutar.
5. Todos se assentaram, todos comeram, até fartar, / Glória e louvor a Deus, que vem nos
saciar!
6. Corpo do senhor é o pão que temos no altar / E o vinho consagrado é o sangue redentor.

829 – ALELUIA! SERÁS CHAMADO, Ó MENINO


MATIAS F. DE MEDEIROS – 2/4 - Aclamação ao Evangelho
237

C F C F C G7 C
/: Aleluia, aleluia, alelu------ia! :/
C G Am
Serás chamado, ó menino, / O profeta do Altíssimo: / Irás diante do Senhor, /
C
Preparando-lhe os caminhos.

830 - QUEREMOS VER JESUS, QUEREMOS!


IR. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Entrada

C7 F C F Gm D7 Gm C7 Am
Queremos ver Jesus, queremos! Queremos ver Jesus, queremos! / Ele é o
A Dm Bb Bbm F C F
Caminho, a Verdade e a Vida: Queremos ver Jesus, Jesus!
Gm C F Dm Gm C Am Dm G7 C A7
Pai, nós queremos ver Jesus, e com Ele sempre estar, seu rosto contemplar. / Pai,
Dm C G7 C D7 Gm
vosso Filho amado ouvir, e os passos seus seguir, de Belém até a Cruz! / Pai, vosso
Bbm F Dm Gm C Am D7 Gm Bbm F
Espírito Criador abra o nosso coração, para bem compreender / O Evangelho do amor,
Dm G7 C
do serviço e comunhão e a vida promover!
2. Pai, nosso encontro com Jesus é experiência pessoal, Caminho só de fé. / Pai, creia o mundo por
que nós encarnamos no viver a Palavra do Senhor. / Que nós sejamos todos um, na Verdade, plena
Luz, que liberta e faz feliz! / Dai-nos na força do Amor, mundo novo construir, solidário e mais irmão!
3. Pai, como Igreja do Senhor, dai-nos santos também ser, discípulos fiéis: / Vossa Palavra anunciar,
Liturgia celebrar, e na Caridade agir! / Pai, fonte eterna em comunhão, derramai-vos sobre nós, na
medida do amor; / e, por Maria, nossa Mãe, caminhando com Jesus, chegaremos junto a Vós!

831 - VOSSA IGREJA ELEVA O CLAMOR


IR. MIRIA T. KOLLING - 6/8 - Prece dos fiéis

F C7 F Bb C7 F
Vossa Igreja eleva o clamor: / Escutai nossa prece, Senhor!

832 - OUVE DEUS DE AMOR, NOSSO CLAMOR


O.D.C. – 2/4 - Prece dos fiéis

C Am Em
Ouve Deus de amor, nosso clamor! /
Am F G7 C
Ouve Deus de amor, nosso clamor!

833 - AMÉM, ALELUIA! DOXOLOGIA


REGINALDO VELOSO -3:8 - Amém

C F G C
Amém, amém, amém, aleluia! / Amém, amém, amém, aleluia!

834 - ACLAMAÇÃO DA ORAÇÃO EUCARÍSTICA III


Inspirada num Bendito - 2/4 - Aclamação da Oração Eucarística
238

F C7 Bb F
Santificai, ..... e reuni o vosso povo!

835 ACL. DA ORAÇÃO EUC. SOBRE RECONCILIAÇÃO II


3/8 - Aclamação da Oração Eucaristica
F Dm Bb C F
Fazei-nos, ó Pai, instrumentos de vossa paz!

836 – AMÉM! ALELUIA!


REGINALDO VELOSO - 6/8 - Doxologia

G D7 G D7 G
Amém, aleluia, amém, aleluia / Amém, aleluia, aleluia, amém!

837 - ALELUIA! TUA PALAVRA ME ENVIA


DANIEL NICOLINI – 2/4 - Aclamação ao Evangelho

G D D7 D Bm Em Am7 A7 D7 G D D7 D Bm Em Am D7 G
Aleluia! Aleluia! Aleluia! A—le—lu--ia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! A—le—lu--ia!
C G C G C G A7 D C
Tua Palavra me envia a caminho / Em missão ao mundo teu amor anunciar / Eu não
G C G C G D7 G
temerei, nesta jornada vais comigo / Sigo a tua voz pra este povo libertar!

838 - DEIXA-ME SER JOVEM


Diversos - Juventude

Deixa-me ser jovem não me impeça de lutar. / pois a vida nos convida, a uma missão
realizar.
Deixa-me ser jovem, ser livre pra sonhar. / Não reprima não reprove, o meu jeito de amar. /
Fazer também a história e não ser ignorado. / Preservar os meus valores e não ser
massificado.
Muitos jovens sem saber esbanjaram sua idade. / Alterados se entregaram aos dragões da
sociedade. / Não me sinto revoltado, mas quero me explicar. / De tanto ser explorado eu me
pus a protestar.
Não nasci para servir como peça de engrenagem. / Nem ser coisa que se vende ou se
compra por vantagem. / Quero ser considerado como ser filho de Deus. / Realizar os meus
anseios cada vez sendo mais eu.
239

839 - CELEBREMOS COM ALEGRIA NOSSO


JOÃO BENTO DE SOUZA - 2/4 - Entrada

C G G7 C
Celebremos co’alegria nosso encontro. / Jesus Cristo é ponto de união.
G G7 C
É o caminho que nos leva para a vida. / A verdade que nos traz libertação.
F G C Am G G7 C C7
Formamos a igreja viva, que caminha para o reino do Senhor.
F G C G G7 C
Vivendo em comunidade, nós faremos este mundo ser melhor.
2. Vamos juntos construir fraternidade. / Trabalhando pela paz universal. / Ser semente de
uma nova sociedade. / Gente unida para combater o mal.
3. Jesus Cristo realiza a unidade. / E não quer que nós vivamos separados. / Na união
teremos força pra vencer. / E ajudar o nosso irmão desamparado.

840 - MARIA, TEU LINDO NOME


IR. MARIA BERNARDETE - 6/8 - Nossa Senhora

F C7 F C7
Maria, teu lindo nome é todo encanto e luz. /: Quando eu te chamo, Maria, tu logo
F
chamas Jesus. :/
2. Ao som de meu instrumento, teu nome eu quero cantar. /: E tu meu coração, teu nome hás
de gravar. :/
3. Maria, mil vezes Maria! Nos lábios no coração! /: Maria, eu quero chamar-te nas horas de
aflição. :/
4. Tu és o perpétuo socorro em toda e cada aflição. /: E o teu olhar, ó Maria, nos rouba o
coração. :/
5. Maria, mil vezes Maria, teu nome eu quero dizer. /: Nos lábios, teu nome santo, assim, eu
quero morrer. :/
6. Quando o teu nome ressoa, no céu há mais alegria. /: E o anjo São Gabriel repete: Ave
Maria. :/

841 - MOMENTO NOVO


ERNESTO BARROS CARDOSO - 4/4 - Encontros

Em Am Em D7 G
Deus chama a gente pra um momento novo: / de caminhar junto com seu povo. / É hora
Am Em F#7 B7
de transformar o que não dá mais; / sozinho, isolado, ninguém é capaz!
E D7 C#7 F#m F#7 B7
/: Por isso vem, entra na roda co’a gente, / também tu és aqui importante! :/
E
vêm!
2. Não é possível crer que tudo é fácil, / há muita coisa que produz a morte, / gerando dor,
tristeza e desolação. / É necessário unir o cordão!
3. A força que hoje faz brotar a vida / atua em nós pela sua graça: é Deus, / quem todos
convida para trabalhar, / o amor repartir e as forças juntar.
240

842 - LAMENTO DO SENHOR


PE. XIMENES - 2/4 - Exaltação da Cruz - 6ª feira Santa

Cm Ab G7 Eb Bb
Que te fiz meu povo eleito? / Dize em que te contristei! / Que mais podia ter feito / Em
Ab G7
que foi que eu te faltei?
C G F C F G C
Deus Santo, Deus Forte, / Deus Imortal, tende piedade de nós.
2. Eu te fiz sair do Egito / Com Maná te alimentei: / Preparei-te bela terra / Tua
cruz para o teu Rei!
3. Bela vinha eu te plantara / Tu plantaste a lança em mim / Águas doces eu te dava / Foste
amargo até o fim!
4. Flagelei por ti o Egito / Primogênitos matei / Tu porém, me flagelaste / Entregaste O
Próprio Rei!

843 - CONFIANÇA EM DEUS


OZIEL CAMPOS DE OLIVEIRA - 4/4 - Salmo 124 - Comunhão

F Gm F
/:Os que confiam no Senhor / São como o monte de Sião:/
C7 F C7 F G
Firmes para sempre permanecem, / Firmes para sempre no Senhor. / Firmes
C G C
para sempre no Evangelho, / Firmes para sempre no amor:
F Gm C7 F
Os que confiam no Senhor, / Os que confiam no Senhor!
2. /:Os que esperam no Senhor / Suas forças hão de renovar.:/
Sobem como águias para os montes, / Correm mesmo sem se fatigar, /
Engajados pelo Evangelho, / Querem suas vidas ofertar: / Os que confiam no
senhor, / Os que confiam no Senhor!

844 - CRISTO RESSUSCITOU, O SERTÃO SE ABRIU


MÚSICA DO SECULO XII - 4/4 - (Páscoa - Comumhão)

F Dm Am Dm Am Bb Gm Dm F Bb Dm Am
Cristo ressuscitou, o sertão se abriu em flor, / Da pedra água saiu, era noite e o sol
Bb Gm Am Dm
surgiu, / Glória ao Senhor!
F Bb C/G F Am F Dm F Dm Am Bb Gm Am
Vocês que tristes estão, / Que gemem sob a dor, / Na dor de sua paixão, / Deus se
Dm
irmanou.
2. Vocês que pobres são / Que temem o opressor, / Por sua ressurreição, / Deus nos livrou.
241

845 - NOSSA GLÓRIA É A CRUZ


JOSÉ WEBER - 3/4 - Exaltação da Cruz - Sexta feira Santa

Bm Em F#m Bm
Nossa glória é a cruz, onde nos salvou Jesus.
Em Bm A7 D G A Em
Nós devemos gloriar-nos nesta cruz de salvação: / Traz-nos vida e liberdade e nos dá
F#
ressurreição.
2. Foi preciso ao Senhor, para entrar na sua glória, / Ser na cruz crucificado: é o caminho da
vitória.
3. E quem quer viver unida sua vida à de Jesus, / Não terá outro caminho: “pela cruz se
chega à luz”!

846 - ESTE É O DIA DO SENHOR


GERALDO PENNOCK - 4/4 - Páscoa - Entrada

F C F C F
Este é o dia do Senhor, dia de festa e de alegria!
F7 Bb C7 F Dm Gm C F F7
Cristo Jesus ressuscitou, venceu a morte, nos libertou!
Bb C7 F Dm Gm C F F7
Cristo Jesus ressuscitou, venceu a morte, nos libertou!
Bb C7 F Dm Gm C F
/: Aleluia, Aleluia, Alelu---------ia! :/

847- ALELUIA! CRISTO RESSUSCITOU DOS MORTOS


MATIAS F. DE MEDEIROS - Páscoa - Aclamação ao Evangelho

F Dm Dm F Gm C Gm F Gm C F
Aleluia, a--le---luia, a—le—l-u--ia, a—le---lu----ia!
F C C F
Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, / Para que vivamos uma vida nova!

848 - CANÇÃO DA CHEGADA


FLAVIO IRALA E VALDOMIRO OLIVEIRA - 3/4 - Ecumenismo - Entrada

D A7 G A7
Estamos aqui, Senhor, viemos de todo lugar, / Trazendo um pouco do que
G A7 D G A7
somos pra nossa fé partilhar. / Trazendo o nosso louvor, um canto de
D F#7 G A7 D
alegria / Trazendo a nossa vontade de ver raiar o novo dia.
2. Estamos aqui, Senhor, cercando esta mesa comum / Trazendo idéias
diferentes, mas em Cristo somos um / E como sairmos daqui, nós vamos
para voltar / Na força da esperança e na coragem de lutar.
242

849 - BOA NOVA DO SENHOR JESUS


O.D.C. – 2/4 - Mantra

E A F#M B7 E
Boa nova do Senhor Jesus. Boa nova do Senhor Jesus.
A E B7 E
/: Que se espalha, que se espalha, / Que se espalha como luz!:/

850 - DEUS VOS SALVE, DEUS!


ZÉ VICENTE - 3/4 - Mantra

E A E A E
Deus vos salve, Deus! Vos salve, Deus!
A C#m A E A E
Deus salve, esta casa onde mora Deus. Vos salve, Deus.

... vos salve, Deus! Deus vos salve,


Deus! Deus salve, as pessoas onde mora Deus. Vos salve, Deus.
... vos salve, Deus! Deus vos salve,
Deus! Deus salve, o universo onde mora Deus. Vos salve, Deus.

851 - CAMINHAMOS PELA LUZ DE DEUS!


(ÁFRICA DO SUL) - 4/4 - Mantra

G C G D G
Caminhamos pela luz de Deus! Caminhamos pela luz de Deus,
C G Bm C6 C G
Caminhamos, sempre caminhamos, oh, oh! Caminhamos pela luz de Deus!

852 - EU TE LOUVAREI, SENHOR


PE. JOSMAR BRAGA - 4/4 - Mantra

A E D A D C# F#m
/: Eu te louvarei, Senhor, / de todo o meu coração.:/ / Como irmãos reunidos / a Ti cantarei
AE A
Louvo--res!

853 - DESDE A MANHÃ PREPARO


2/4 - Mantra

Em B Em Am B7 Em
/: Desde a manhã preparo uma oferenda; :// e fico, Senhor, à espera do teu sinal!
243

854 - PRECE DOS FIÉIS À NOITE


2/4 - Mantra

E B C#m A
Que minha prece feita a ti / Se eleve como incenso. / Minhas mãos como oferta
E
vespertina!

855 – CONFIEMO-NOS AO SENHOR, / ELE É JUSTO


TAIZÉ - 3/4 - Mantra

D Bm D A Em C
Confiemo-nos ao Senhor, / Ele é justo e tão bondoso. / Confiemo-nos ao Senhor, /
Cm A D
A—le—lu---ia!

856 - O RESSUSCITADO VIVO ENTRE NÓS


TAIZÉ – 2/4 - Mantra

G Em C G C6 D G
O ressuscitado vivo entre nós! / Amém! Alelu------ia!

857 - PROFETAS DA ALEGRIA


GERALDO C. DA SILVA - 2/4 - Vocacional - Entrada

E b f#M b
Nós somos testemunhas do que Jesus falou / Nós somos missionários do reino que
E
deixou.
Bm Em A B E A F#m B
/: Pois é nossa missão, profetas da alegria / Amar o nosso irmão viver na
E E E B A B
Eucaristia. / Feliz é quem habita a casa do Senhor / Feliz é quem revive ali o seu
E
amor. /:
2. Aqui agora somos profetas do amanhã / Artífices da paz, vivendo a fé cristã.
3. Nós somos os herdeiros da ressurreição / Pois cristo é a meta da nossa vocação.
4. O Cristo nossa Páscoa, foi quem nos escolheu / Pra difundir o Reino e o amor que o Pai
nos deu.

858 – ALELUIA! SE ALGUÉM QUER VIR APÓS MIM


Valdeci FARIAS - 2/4 - Aclamação ao Evangelho)

G Em Am D7 G
/: Aleluia, Aleluia, --- Alelu ------ ia! :/
G D7 G G7 C G D7 G
Se alguém quer vir após mim, diz Jesus, / deve tomar cada dia a sua cruz.
2. O que recebe o talento e não o enterra, / é neste mundo uma luz; sal da terra.

859 - NOITES TRAIÇOEIRAS


PE. ZÉCA - 4/4 - Diversos - Adoração do Santíssimo)
244

G D/F# Em C Am D G D/F#
Jesus está aqui neste momento / Sua presença é real em meu viver; / Entregue sua vida
Em C Am D Am7 G
seus problemas; / Fale com Deus / Ele vai ajudar você. Oh,oh,oh!
Em C D G Em C
Deus te trouxe aqui para aliviar os seus sofrimentos; / É ele o autor da fé / do princípio ao
G G7
fim de todos seus tormentos. Oh, oh, oh!
C D G D/F# Em
E ainda se vier noites traiçoeiras, / se a cruz pesada for Cristo estará contigo; / O mundo
Am D G G
pode até fazer você chorar, / mas Deus lhe quer sorrindo. !0h, oh, oh
2. Seja qual for o seu problema, / fale com Deus Ele vai ajudar você; / Após a dor vem a
alegria, / Deus é amor não te deixará sofrer. Oh, oh, oh!

860 – EIS O MISTÉRIO DA FÉ!


JOSÉ WEBER - (Eis o mistério da fé)

Pres.: Eis o mistério da fé!


Todos: Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição.
Vinde, Senhor Jesus!

861 - AMÉM!
JOSÉ CANDIDO DA SILVA – 4/4 – Amém - doxologia

F
Amém! Amém! A---mém!

862 - LEVANTA-TE – HINO DA CF 2006


SAMARITANO – 4/4 - Entrada
Gm Cm D Cm
Levanta-te, chega pra cá e vem para o meio! / Levanta-te, une teu canto a nosso
Gm D7 Gm G7 Cm D7 Gm
cantar! / Levanta-te, chega pra cá e vem para o meio! / Levanta-te, vem
Eb D Gm
companheiro(a) à vida brindar!
G7 Cm F Bb Gm
João Batista mandou perguntar: / "És tu aquele que Deus enviou?" / Contem a João o
D Gm Cm
que estão a olhar: / Os cegos vêem, escutam os surdos, / Os coxos andam e falam os
Gm A D
mudos Boas notícias a anunciar!
2. Se o teu olhar mais além enxergar, / Se o teu ouvido escutar as entranhas, / Se a tua
mão a do manco apertar, / Dos excluídos se atendes o anseio, / E o solitário, se o trazes pro
meio, / Um novo tempo vais inaugurar!

863 - PREGÃO QUARESMAL


REGINALDO VELOSO – 6/8 - Quaresma - Comunhão

Cm Gm F Cm
245

João Batista clamou no deserto: “preparai ao Senhor uma estrada, / eis que o Reino de
Gm Cm F Cm
Deus está perto, escutai, geração transviada!”
2/8 Cm Gm Cm F Cm F Cm
Mudai de vida, mudai, convertei-vos de coração! Fazei a vontade do Pai,
F Cm Gm Cm Gm Cm F
amai, servi aos irmãos; fazei a vontade do Pai, lutai por um mundo de irmãos; fazei
Cm F Cm
a vontade do Pai, o chão é de todos, e o pão!
2. Jesus Cristo, o Filho de Deus, batizado por João no Jordão, inaugura o reino do Pai,
co’este santo e solene pregão:
3. Escutai, ó Igreja de Deus: eis, o tempo da Graça chegou, é o Senhor da Justiça que
passa, sua Páscoa entre nós começou!

864 - SANTO, SENHOR DEUS DO UNIVERSO!


JOSÉ WEBER - Santo
A E D Bm F#m E A
Santo, santo, santo, Senhor Deus do universo! O céu e a terra proclamam a
Bm A G D A
vossa glória. Hosana nas alturas!
E C#m E F#m C#m E E7 A
Bendito o que vem em nome do Senhor. -------- Hosana nas alturas!

865 - PAI COMO É BOM TE ESCUTAR


JOSÉ CARLOS RIBEIRO – 4/4 - Acolhida da Palavra

G Em7 Am +7 + ¨6 Am D7 G Em7 Am7 D7 G


Pai como é bom te escutar / Mas, obedecer-te vale mais / Firma ]
G7 C Cm7 G Em7 Am7 D7 G
nossa fé, traz esperança / No compromisso da justiça se traduz.
D7 G Em7 Am +7 Am6 Am D7 G Em7 Am7 D7
A Palavra de Deus, / é a verdade! / E a lei do Senhor, / é a liberdade! A Palavra
G Em7 Am +7 Am6 Am D7 G
de Deus, é a verdade! / E a lei do Senhor, / é a liberdade!

866 - GLÓRIA, GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS


FR. LUIIS TURRA – 4/4 - Glória

D Bm A A G D GDA
/: Glória, glória a Deus nas alturas :/
D G D A G Bm G
E paz na terra aos homens por ele amados. Nós vos louvamos, nós vos bendizemos, nós
A Bm G F#m
vos adoramos. Nós vos glorificamos nós vos damos graças por vossa imensa glória.
D F#m Em A
Senhor, rei dos céus, Deus Pai todo poderoso.
2. Senhor, Filho Unigênito, Senhor Deus, cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que tirais
o pecado do mundo, tende piedade de nós. Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a
nossa súplica. Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.
3. Só vós sois o Santo, só vós sois o Senhor, só vós sois o altíssimo, Jesus Cristo, com o
Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém!

867 - SEMPRE TEM MAIS UM LUGAR NA MESA


246

ZÉ VICENTE – 2/4 - Comunhão

Sempre tem mais um lugar na mesa, / pra quem sabe repartir o pão. / Do que

temos em nossa pobreza, / o amor faz multiplicação.

Felizes os pobres na mesa do Rei! / Meu corpo e meu sangue, tomai e comei. /:Eu sou o

pão vivo, o amor é a lei. :/


2. Comer juntos no jantar de Deus, / é mudar a triste situação, / é querer que a terra seja um
céu, / onde a gente vive como irmão.
3. Qu a n d o a g e n t e é mesmo companheiro, / no caminho de Nosso Senhor, / comunhão
é gesto verdadeiro, / que entrega a vida por amor.
4. Pra bater o duro chão da estrada, / nossa força não pode minguar. / O alimento desta
caminhada, / é o próprio Cristo neste altar.

868 - COM AS MÃOS ABERTAS, ESTOU


Zé Vicente – 3/4 - Apresentação das Oferendas)

D A7 D
/: Com as mãos abertas, estou / Trazendo as ofertas, Senhor. :/
A7 D A7 D D7 G
Trazendo nas mãos os calos da enxada, / vida marcada de lavrador. / Os frutos e o canto
A7 D
quase lamento / Neste momento te entrego, Senhor.
2. Oferta pequena de pouco salário / Luta de operário trazemos também. / Todo o sacrifício
das mãos que suaram / E este pão assaram para o nosso bem.
3. Tudo é teu, Senhor, nós somos teu povo / Neste gesto novo vamos celebrar. / Nosso
compromisso, nossa esperança / Na eterna aliança pra nos libertar.

869 - OS DISCÍPULOS DE EMAÚS


JOÃO CARLOS RIBEIRO – 6/8 - Páscoa - Comunhão

A D Bm E
Andavam pensando tão tristes. De Jerusalém a Emaús, os dois seguidores de Cristo logo
D A D
após o episódio da cruz. Enquanto assim vão conversando, Jesus se achegou devagar :
Bm E D E A
”De que vocês vão palestrando?” e ao Senhor não puderam enxergar.
A D Bm E Bm
Fica conosco, Senhor, é tarde e a noite já vem! Fica conosco, Senhor, somos teus
E A
seguidores, também!
2. Não sabes, então, forasteiro aquilo que aconteceu? Foi preso Jesus Nazareno, Redentor
que esperou Israel. Os chefes a morte tramaram, do santo profeta de Deus; o justo foi
crucificado, a esperança do povo morreu.
3. Três dias enfim se passaram, foi tudo uma doce ilusão; um susto as mulheres pregaram:
não encontraram seu corpo mais, não. Disseram que ele está vivo, que disso souberam em
visão. Estava o sepulcro vazio, mas do mestre ninguém sabe, não.
4. Jesus foi então relembrando: pro Cristo na glória entrar, profetas já tinham falado,
sofrimentos devia enfrentar. E pelo caminho afora, ardial-hes o coração: falava-lhes das
escrituras, explicando a sua missão.
247

5. Chegando, ao final, ao destino, Jesus fez que ia passar, mas, eles demais insistiram:
“Vem, Senhor, vem conosco ficar!”. Sentado com eles à mesa, deu graças e o pão repartiu:
dos dois foi tão grande a surpresa: “Jesus Cristo o Senhor ressurgiu!”.

870 - POVOS TODOS, TODA GENTE


FR. MANOEL B. DE SOUZA - 2/4 - Ecumenismo - Entrada

G Am7 D7 G G/F C/E Cm


Povos todos, toda gente, línguas, raças, religiões: / nova história e horizonte, novo
G/D Am7 D7 G
chão, sem exclusões!
D7 Am7 D7 Am D7 Am7
Caminhamos para a terra, onde corre leite e mel. Dignidade nós veremos: “Nova terra e
D7 G
novo céu!”.
2. Solidários, irmanados, na justiça e no perdão, romperemos as cadeias da miséria e
opressão.
3. Nossos lábios cantem sempre quem da vida é o Senhor! Os direitos respeitados, são
também nosso louvor!

871 - CRISTO ESPERANÇA DO MUNDO


MEINCKE E REINHARDT E GOTTINARI – 2/4 - Ecumenismo - Comunhão

Em B7 Am B7
Um pouco além do presente, / Alegre, o futuro anuncia / A fuga das sombras da noite, / A
Em
luz de um bem novo dia.
E7 Am D7 G Em B7
Venha teu reino, Senhor! A festa da vida recria. / A nossa espera e ardor,
Em B7 Em
transforma em plena alegria. / A nossa espera e ardor, transforma em plena alegria.
B Em Em B7 Em
/ Aê, eá, aê, aê, aiá.
2. Botão de esperança se abre, / Prenúncio da flor que se faz, / Promessa da tua presença / Que
vida abundante nos traz.
3. Saudade da terra sem males, / Do Éden de plumas e flores, / Da paz e justiça irmanadas / Num
mundo sem ódio nem dores.
4. Saudades de um mundo sem guerras / Anelos de paz e inocência: / De corpos
e mãos que se encontram, / Sem armas, sem mortes, violência.
5. Saudades de um mundo sem donos: / Ausência de fortes e fracos, / Derrota
de todo o sistema / Que cria palácioos, barracos.
6. Já temos preciosa semente, / Penhor do teu Reino, agora. / Futuro ilumina o
presente, / Tu vens e virás sem demora.

872 – SEJA O VERDE O SINAL DA ESPERANÇA – CF 2007


EVARISTO M. DE SOUZA NETO - 2/4 - Ecologia - Entrada

Dm C Bb
Seja o verde o sinal da esperança / Na Amazônia, rincão da aliança / Sem os males que
A7 Dm C
gera a cobiça; / Com o Cristo que tudo renova, / Haveremos de ver terra nova / Nova
Bb A7
terra onde reina a justiça!
248

Gm Dm E
Rios, lagos, florestas e povos, / Bendizei ao Senhor na canção, / Bendizei ao
E7 A Gm Dm
Senhor na canção, / É canção que constrói tempos novos / Nossa vida e missão
Bb Gm A7 Dm
neste chão! / Nossa vida e missão neste chão!
2. Os apelos de Deus pela vida / Vêm na voz de Jesus que convida / Ao convívio na
diversidade. / Pelo pobre que se há de acolher / A Amazônia vai se converter / Na Planície
da fraternidade.
3. Amazônia, levamos ao mundo, / O clamor que se faz tão profundo / Por justiça, trabalho e
pão, / Pela vida que se manifesta, / Pelos nossos irmãos da floresta / Pela paz e
evangelização.
4. Amazônia, Amazônia, este canto / Nos ajude a enxugar todo pranto / Deste solo tão forte e
tão terno! / E que a vida dos mártires seja / Novo sopro de vida na Igreja / E esperança de
um mundo fraterno.

873 - HINO DA BEM-AVENTURADA ALBERTINA


RUY DAMINIANI E GILBERTO SILVA – 2/4

D A7 D
Nosso Deus é o Deus dos pequenos, / Dos mais frágeis Ele é o vigor, / Dos seus mártires
D7 G D A7 D D7
é o modelo, / Dos seus santos Ele é o Senhor.
G D A D7 G
Virgem, mártir, Albertina, / Intercede por nós junto a Deus / Que seguindo o teu
D A7 D
exemplo, / Nós sejamos fiéis filhos Seus.
2. Tu bebeste na fonte de graças: / Sacramento do amor no altar. / Foi teu Deus quem te deu
a firmeza, / Pra, sem medo, a vida entregar.
3. Para os jovens tu és um modelo, / Os fiéis têm em ti compaixão. / Nas tristezas e dores da
vida, / Nós pedimos tua intercessão.
4. Nossa Igreja contigo se alegra, / Roga junto ao Senhor pelos teus! / Inspirados em ti,
prossigamos / Construindo o reino de Deus.
249

874 - COM DEUS TENHO TUDO


WILSON JOÃO – 2/4 - Pós-comunhão

A D Bm E A A
Com Deus tenho tudo, com Deus tenho tudo, Eu vou rezar. / Com Deus eu posso
D Bm E A
tudo, com Deus eu posso tudo, eu vou rezar.
D A D A D A D
Olhando as estrelas, o sol a brilhar,(Eu vou rezar) / sentindo a brisa e o vento a soprar. (Eu
vou rezar... eu vou rezar)
2. Olhando as flores, o verde crescer, / Ouvindo os pássaros e a água a correr.
3. No encontro do irmão, na dor, na alegria, / E no pôr do sol, ao chegar o dia.
4. Na mão que me estendem, no abraço do amigo, / Na vida de sempre caminhas cominho.

875 - DO SENHOR É QUE ME VEM O MEU


JOSÉ ACACIO SANTANA - 2/4 - Salmo 120

C F G7 C
Do Senhor é que me vem o meu socorro, / Do Senhor que fez o céu e fez a terra.
C F C
Eu levanto os meus olhos para os montes: / De onde pode vir o meu socorro? / “Do
F G C G7 C
Senhor é que me vem o meu socorro, / Do Senhor que fez o céu e fez a terra!”.
2. Ele não deixa tropeçarem os meus pés, / E não dorme quem te guarda e te vigia. / Oh!
Não! Ele não dorme nem cochila, / Aquele que é o guarda de Israel!
3. O Senhor é o teu guarda, o teu vigia, / É uma sombra protetora à tua direita. / Não vai
ferir-te o sol durante o dia, / Nem a lua através de toda a noite.
4. O Senhor te guardará de todo o mal, / Ele mesmo vai cuidar da tua vida! / Deus te guarda
na partida e na chegada. / Ele te guarda desde agora e para sempre!

876 – BANHADOS EM CRISTO


D.R. – 6/8 - Aspersão com água

D G D Bm A7 D Bm F#m G A7 D A7
Banhados em Cristo, somos u´a nova criatura. / As coisas antigas já se passaram, /
Bm A7 D G D G D A7 D
Somos nascidos de novo. / Aleluia, aleluia, aleluia.

877 - Senhor, eis aqui o teu povo


JOSÉ RAIMUNDO GALVÃO - Quaresma - Entrada

Em D E G C B7 Am B7
Senhor, eis aqui o teu povo, que vem implorar teu perdão; / É grande o nosso
Em C B7 Em
pecado, porém, é maior/ o teu coração.
Em C B7 Em Am E7 Am
Sabendo que acolheste Zaqueu, o cobrador, / E assim lhe devolveste tua paz e teu amor,
B7 Em B7 Em Am EM B B7
/ Também, nos colocamos ao lado dos que vão / Buscar no teu altar a graça do perdão.
2. Revendo em Madalena a nossa própria fé, / chorando nossas penas diante de Teus pés, /
também nós desejamos nosso amor Te dar, / porque só muito amor nos pode libertar.
250

3. Motivos temos nós de sempre confiar, / de ergue a nossa voz, de não desesperar /
olhando aquele gesto que o bom ladrão salvou; / não foi também por nós Teu sangue que
jorrou?

878 – LAVAI-ME, SENHOR, LAVAI-ME


REGINALDO VELOSO E GERALDO LEITE - 2/4 - Aspersão com água

Em C Bm Em
Solo: Lavai-me, Senhor, lavai-me / e bem limpo eu vou ficar!
Em C Bm Em
Todos: Lavai-me, Senhor, lavai-me / e bem limpo eu vou ficar!
G Am7 Bm Em
Solo: Senhor, vós me lavareis / de tão limpo eu vou brilhar!
G Am7 Bm Em
Todos: Senhor, vós me lavareis / de tão limpo eu vou brilhar!
Em B B7 Em Bm Am D Am
Misericórdia de mim, Deus de bondade, / misericórdia por tua compaixão! / Vem me lavar
D Am Bm Em Am7 Bm C Am
das sujeiras do pecado, / vem me livrar de tamanha perdição! / Reconheço toda a minha
Bm Em Am Em B Em Am7
maldade, / diante de mim a vastidão de minha ofensa, / Foi contra ti, meu Senhor, o meu
Em Bm Am B Em
pecado, / e pratiquei o que mal em tua presença.

Solo: Mostrai-nos vossa bondade, salvai-nos ó Redentor!


Todos: Mostrai-nos vossa bondade, salvai-nos ó Redentor!
Solo: Senhor, eu peço escutai-me, a vós chegue o meu clamor!
Todos: Senhor, eu peço escutai-me, a vós chegue o meu clamor!

879 - SÊ BENDITO, SENHOR PARA SEMPRE


JULIO CESAR M. RICARTE - 4/4 - Apresentação das Oferendas

Cm Fm G7 Cm C7
Sê bendito, Senhor para sempre / pelos frutos das nossas jornadas! / Repartidos na mesa
Fm Cm D G
do Reino, / anunciam a paz almejada!
Cm Fm Bb Eb G C Fm G
Senhor da vida, tu és a nossa salvação! / Ao prepararmos a tua mesa, em ti
Cm
buscamos libertação!
2. Sê bendito Senhor para sempre / pelos mares, os rios e as fontes! / Nos recordam a tua
justiça, / que nos leve a um novo horizonte!
3. Sê bendito, Senhor, para sempre / pelas bênçãos qual chuva torrente! / Tu fecundas o
chão desta vida / que abriga uma nova semente!
251

880 - DIZEI AOS CATIVOS: “SAÍ!”


REGINALDO VELOSO - 2/4 - Quaresma - Comunhão

Em Am Em B7 Am F#
/: Dizei aos cativos: “Saí!” / Aos que estão nas trevas:“vinde à luz!” / Caminhemos
Em Am B7 Em
para as fontes, / É o Senhor quem nos conduz! :/
E Am D G C F# B7 Em
Foi no tempo favorável que eu te ouvi, te escutei, / no dia da salvação socorri e te ajudei.
E Am D G C F# B7 Em
E assim te guardarei, te farei mediador / d’aliança com o povo, serás meu libertador!
2. Não terão mais fome e sede, nem o sol os queimará. / O Senhor se compadece, qual
pastor os guiará. /
“Pelos montes, pelos vales, passarão minhas estradas, / e virão de toda parte e encontrarão
pousada.”
3. Céus e terra, alegrai-vos, animai-vos e cantai. / O Senhor nos consolou, dos aflitos se
lembrou.
“Poderia uma mulher de seu filho se esquecer? / inda qu´isso acontecesse, nunca iria
te perder.”

881 - PECADOR, AGORA É TEMPO


DR – 3/4 - Quaresma - Entrada

G Em C7 D Am Bm
Pecador, agora é tempo de pesar e de temor: /: serve a Deus, despreze o mundo, já não
C G
sejas pecador! :/
2. Neste tempo sacrossanto o pecado faz horror: /: contemplando a Cruz de Cristo, já não
sejas pecador! :/
3, Vais pecando, vais pecando, vais de horror em mais horror: /: filho, acorda dessa morte, já
não sejas pecador! :/
4. Passam meses, passam anos, sem que busques teu Senhor: /:como um dia para o
outro ,assim morre o pecador. :/
5. Pecador arrependido,/ pobrezinho pecador, /: vem, abraça-te contrito/ com teu Pai, teu
Criador! :/
6. Compaixão, misericórdia vos pedimos, Redentor: /: pela Virgem, Mãe das Dores, perdoai-
nos, Deus de amor! :/

882 - SENHOR, TENDE PIEDADE DE NÓS!


JOEL POSTMA 9/8- Ato Penitencial

F#m Bm C#m F#m A F#m Bm C#m


/: Senhor, tende piedade de nós! :/ /: Cristo, tende piedade de nós! :/
F#m Bm C#m F#m
/: Senhor, tende piedade de nós! :/
252

883 - BENDITO ÉS TU, Ó DEUS CRIADOR


PE. NEY BRASIL - 4/4 - Apresentação das Oferendas

G Am G D G G7
Bendito és tu, ó Deus criador, revestes o mundo da mais fina flor / Restauras o fraco que
C G D7 G
a ti se confia, e junto aos irmãos, em paz, o envias.
C G Em C G D G7 (G)
/: Ó Deus do universo, és Pai e Senhor, / Por tua bondade recebe o louvor. :/
2. Bendito és tu, ó Deus Criador, por quem aprendeu o gesto de amor. / Colher a fartura e ter
a beleza de ser a partilha dos frutos na mesa.
3. Bendito és tu, ó Deus criador, Fecundas a terra com vida e amor. / A quem aguardava um
canto de festa, a mesa promete eterna seresta.

884 - PERDÃO, SENHOR, PARA O VOSSO POVO!


LUCAS DE PAULA ALMEIDA - 2/4 - Ato Penitencial

Dm Gm Edim B7 Bm
/: Perdão, Senhor, para o vosso povo! :/
Gm c7 f Gm Bb Dm Gm A7
Perdão, Senhor, por termos preferido confiar em nossa fraqueza / Sem saber que sois a
Dm
fortaleza.
2. Perdão, Senhor, por termos preferido recusar a vossa verdade / Sem saber que ela é
liberdade.
3. Perdão, Senhor, por termos tantas vezes caminhado sem esperança, / Sem saber que
sois a segurança.

885 - LOUVOR E GLÓRIA A TI, SENHOR,


IR. MIRIA T. KOLLING – 2/4 - Aclamação ao Evangelho para a Quaresma

F A7 Dm Bb F Gm C7 Am Dm Gm C7 F
/: Louvor e glória a ti, Senhor, / Cristo palavra, palavra de Deus! :/
Dm Gm Bb C7
1 domingo: O homem não vive somente de pão, / Mas de toda a palavra da boca de Deus.
2 domingo: Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai: / Eis o meu Filho muito
amado, escutai-o, todos vós.
3 domingo: Na verdade, sois Senhor, o Salvador do mundo. / Senhor, dai-me água viva a fim
de eu não ter sede.
4 domingo: Pois, eu sou a luz do mundo, quem nos diz é o Senhor; / E vai ver a luz da vida
quem se faz meu seguidor.
5 domingo: Eu sou a ressurreição, eu sou a vida. / Quem crê em mim não morrerá
eternamente.
253

886 - PODES REINAR


D.R. – 4/4 - Santíssimo Sacramento

G G9 G7 C7 Am D7
Senhor, eu sei que é teu este lugar, todos querem te adorar / Toma tua direção. / Sim oh
G9 G7 C7 Am D7
vem, oh Santo Espírito os espaços preencher / Reverência a Tua voz vamos fazer.
D7 G9 G7 C G/B G9
Podes reinar, Senhor Jesus, oh sim teu poder Teu povo sentirá / Que bom Senhor,
G9 G7 C G Am G9 D7 G
saber que estás presente aqui / Reina, Senhor, neste lugar.
2. Visita cada irmão, oh meu Senhor dá-lhe paz interior / e razões pra te louvar / Desfaz
todas tristezas, incertezas, desamor / Glorifica o teu nome oh meu Senhor.

887 - SALVE, Ó CRISTO OBEDIENTE!


SILVIO MILANEZ - 3/4 - Domingo de Ramos - Aclamação ao Evangelho

Am E Am E7 Am E Am
Salve, ó Cristo obediente! / Salve, amor onipotente, / Que te entregou na cruz / E te
E7 Am
recebeu na Luz!
C G C Am E7 Am E7
O Cristo obedeceu até à morte / Humilhou-se e obedeceu o bom Jesus. / Humilhou-se e
Am E7 Am
obedeceu sereno e forte, / Humilhou-se e obedeceu até a cruz!
2. Por isso, o Pai do céu o exaltou / Exaltou-o e lhe deu um grande nome / Exaltou-o e lhe
deu poder e glória / Diante dele céus e terra se ajoelhem!

888 - HINO DOS COROINHAS


PE. PIER – 2/4 - diversos

D G A7 D
/: DIN, DON, DAN! DAN, DIN, DON! :/
D Em A7 D Em A7 D
Nós somos coroinhas, amamos nossa igreja. / E nas comunidades servimos ao Senhor. /

Nas nossas liturgias as velas são acesas, / O incenso é perfumado e a música é louvor.
2. Servindo ao celebrante nós cremos fielmente / Que toda eucaristia é nossa vocação! /
Juntinho com o padre nós todos desejamos / Viver anunciando a nossa fé em Jesus.
3. Nosso serviço é belo! São lindas nossas cores! / Bonita é a nossa vida ao lado do altar! /
Queremos hoje e sempre, viver as liturgias / Com toda competência, fidelidade e amor.
4. Será muito importante, será alegria de todos / O dia que um coroinha virar nosso Pastor! /
Ó jovem São Tarcísio, ó nosso padroeiro / Velai por nossa vida de entrega ao Senhor!
254

889 - ALELUIA! CRISTO, DEUS, VERBO-ETERNO


JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 2/4 - Aclamação ao Evangelho

C7 F D7 Gm C7 F C7 F D7 Gm C7 F
Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia! Aleluia, aleluia!
Dm Gm Bb
Cristo, Deus, Verbo-eterno do Pai, / Misssionário do céu, puro amor, / Tua igreja, também
F
missionária, / Pras nações é sinal redentor!

890 - HINO DA CF 2008


PEDRO P. CUZZIOL E EQUIPE – 4/4 - Entrada
D A G D
Com carinho, desenhei este planeta; / Com cuidado, aqui plantei o meu jardim. / Com
Bm Em G A D D7
alegria, eu sonhei um paraíso, / Para a vida, dom de amor que não tem fim.
G A D Bm Em A D D7
Ponho, então à tua frente / Dois caminhos diferentes: / Vida e morte, e escolherás. /
G A D Bm Em A D
Sê sensato: escolhe a vida! / Parte o pão, cura as feridas! / Sê fraterno e viverás.
2. Fiz o homem e a mulher à minha imagem; / Por amor e para o amor, eu os criei. / Com
meu povo, celebrei uma aliança. / O caminho da justiça eu ensinei.
3. Com tristeza vejo a vida desprezada, / Nos meus filhos e em toda a natureza. / Me
entristece tantas vidas abortadas, / Dói em mim a violência e a pobreza.
4. Pelas margens desta vida há tanta gente / Que implora por justiça e dignidade. / espeitar,
cuidar da vida, é o que te peço; / Vai! Transforma a tua fé em caridade.

891 - VAI MEU POVO, VAI LEVAR ESTA FÉ


JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 4/4 - Missões
F Bb D7 Gm G7 C7 F Bb G7
Vai meu povo, vai levar esta fé pro mundo afo-ra, / Toda paz que tens agora quero
C F Bb D7 Gm G7 C F7 Bb
ver-te anunciar! / Vai, meu povo, vai sal--var as nações em teu Senhor, /: Se primeiro
Bbm F D7 G7 C
quis te amar é pra dares meu amor!:/
Bb Bbm F
Para finalizar: Vai, meu povo, vai!

892 - NA PALMA DE VOSSA MÃO


JOSENILDO DO PAJEÚ - 6/8 - Preces dos fiéis

Em Am Em Bm Em
Na palma de vossa mão, / Acolhei nossa oração!

893 - A NOSSA COMPANHIA


JOSENILDO DO PAJEÚ - 2/4 - Despedida

D A7 D
A nossa companhia agora é teu amor. A nossa companhia agora é teu amor. A nossa
D7 G D A7 D
Companhia agora é teu amor. / Ó, Ó, Ó, Ó, agora é teu amor!.
255

894 - ESCUTE A PALAVRA DO SENHOR


PABLO CAMPESINO - 4/4 - Acolhida da Palavra

Dm Gm A7 Dm Gm
Escute a Palavra do Senhor. / Escute a Palavra do Senhor. / Escute a Palavra do
A7 Dm
Senhor! / Ela é vida, é verdade, é amor!
Gm A7
Quem planta ventos , colhe tempestade, / quem semeia a paz, colherá a
Dm
caridade.
2. Sou plantador e pelos campos vou plantar. / Sou semeador e quero semear.

895 - SENHOR, PIEDADE DE NÓS!


RENATO BEVILACQUA - 6/8 - Ato penitencial

D7 Gm C7 F Bb Gm
Senhor, piedade de nós! / Cristo, piedade de nós! / Senhor, piedade de nós!
A7 Dm
Tende piedade de nós! (bis)

896 - POR VOSSO AMOR, SALVAI-NOS


JOSENILDO DO PAJEÚ - 3/8 - Preces dos fiéis

D F#m G D Bm F#m A7 D
Por vosso amor, salvai-nos, Senhor! Por vosso amor, salvai-nos, Senhor

897 - SANTO, SANTO, SANTO


DANIEL NICOLINI 2/4 - Santo

G Em C Am D D7 G
Santo, santo, santo. Santo, santo, santo./ Senhor Deus do universo. / O céu e a terra, o
Em C Am D D7 C C# G/D B7 Am D7 G D G7 (G)
céu e a terra / Proclamam a vossa glória! /: Hosana, hosana, hosana nas alturas! :/
D7 G Em C Am D7 C C# G/D B7
Bendito o que vem Bendito o que vem, Em nome do Senhor /: Hosana, hosana,
Am D7 G D G
hosana nas alturas! :/

898 - ACLAMAÇÃO DA ORAÇÃO EUCARÍSTICA II


ODC - 4/4 - Aclamação da Oração Eucarística

G Em C D G
Santificai nossa oferenda, ó Senhor! Santificai nossa oferenda, ó Senhor!
* Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!
* Fazei de nós um só corpo, um só espírito.
* Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja.
* Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos.
* Concedei-nos o convívio dos eleitos.
256

899 - AMÉM!
JOSÉ GREGÓRIO BOHACZUK - 2/4 - Amém - doxologia

Cm Bb Bb G7 Cm Ab Gm Cm
A-----------mém! A---------------mém!

900 – AMÉM, ALELUIA! CRISTO É O NOSSO AMEM!


RAQUEL PEREIRA – 2/4 - Amém

F Gm F G7 C7 (F)
Amém, aleluia, amém, aleluia /: Cristo é o nosso amem! :/

901 - CORDEIRO DE DEUS QUE TIRAIS


RENATO BEVILACQUA - 6/8 - Cordeiro

D7 Gm C7 F Bb Gm A7
/: Cordeiro de Deus que tirais, tirais o pecado do mundo, / tende piedade de nós, tende
Dm
piedade de nós! :/.
D7 Gm C7 F Bb Gm A7
Cordeiro de Deus que tirais, tirais o pecado do mundo, / dai-nos a paz, vossa paz, dai-nos
Dm
a paz, vossa paz!

902 – ALELUIA! AMÉM!


JOSÉ GREGÓRIO BOHACZUK - 2/4 - (Aclamação ao Evangelho)

G E7 Am D G
Aleluia, aleluia! Aleluia,/ aleluia! Aleluia, aleluia!
Em E7 Am A7 D7 G D7 G
Aleluia, aleluia! Aleluia, / Aleluia, aleluia! Amém!

(versículo do dia)
Em Am D Em D
Fazei-me ouvir vossa Palavra / vossos preceitos ensinai-me!

903 - FELIZES CONVIDADOS AO BANQUETE


ZÉ VICENTE - 2/4 - Comunhão

E B7 E E7
/: Felizes convidados ao banquete da alegria! :/
A E B7 E E7 A
Comungar na santa ceia com Jesus em companhia. Comungar na santa ceia com
E B7 E DE D
Jesus em companhia.

E A E B7
Jesus disse: “Eu sou o pão da vida, quem comer deste pão viverá. / E o meu sangue é
A B7 E B7 A
completa bebida, quem beber nunca mais morrerá!” / Jesus disse: “Eu sou o caminho e a
E B7 A B7
verdade que faz libertar. / Quem me segue não anda sozinho, no reinado da luz
257

E
chegará!”.
2. Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo, quem me segue não vai se perder / Sou o amor do
amor mais profundo e quem ama vai resplandecer!” / Jesus disse: “Eu vim trazer vida pra
todos sem ter distinção. / A riqueza sem ser repartida leva o dono pra
condenação!”
3. Jesus disse: “O meu reino é alegria, é banquete, é festa de paz. / Quem é pobre e padece
agonia vem primeiro e não sofre jamais.” / Jesus veio trazer novo jeito do poder que é
serviço ao irmão / Foi o servo fiel e perfeito: lavou pés, abraçou, deu perdão!

904 - SANTO, SANTO, SANTO É O NOSS DEUS


JOSÉ EUGENIO RODOLFO - 2/4 - Santo

D A Bm7/A G D/F# D A A/C# Bm7 A G A7 D A7 D7


/: Santo, santo, santo é o nosso Deus / Cheios de amor, a ele toda glória e louvor! :/
G A D Bm7 Em7 Em7/D A/C# A 7 Em/B A
O céu e a terra proclamam sua glória / Ho-sa-----na, ho-as----na, ho-sa------na ao rei da
D D7 G A D Bm7 Em7/D A/C# A D A7
luz. / Bendito o que vem em nome do Senhor /: Ho—sa--na ao nosso rei, Jesus! :/

905 – FOI AO PARTIR O PÃO


FR. BERALDO - 6/8 - Comunhão

C Am F G Am
O Cristo, nosso irmão, ressuscitado depois de morrer, / Ao partir com amor o pão
Dm7 C/E G G7 C C7 F F#7 E/G# Am G F
se deu a conhecer. / Foi ao partir o pão, irmãos, foi ao partir o pão; / Foi ao partir o
C/E Am7 Dm F/G C F C
pão que Jesus se deu a conhecer.
C Am D7 G G7 C Am
Nunca estás ausente, Senhor, mas custoso é te reconhecer / Tu te aproximas de nós no
Am/G F C/G G
irmão; dá-nos a fé pra te ver!
2. Nunca estás ausente, Senhor, sobretudo em nossa aflição, / É preciso se compadecer,
mister pra cumprir a missão!
3. Nunca estás ausente, Senhor, quando estamos em reunião; / Pra julgar, ver e agir como
tu, dá-nos a tua visão!
4. Presente estás na ausência, Senhor, vivemos em tua mão; / Aumenta em nós confiança
em ti, certeza de ressurreição.
5. Nunca estás ausente Senhor, mas como te reconhecer? / Se nos abrires os olhos da fé,
então poderemos fé ver!
258

906 - LADAINHA VOCACIONAL


FR. LUIZ TURRA - 6/8 - Vocacional

F C F Bb C F C F Bb C Bb
Ó Deus, Pai criador, eis-me aqui, Senhor! / Ó Jesus Redentor, eis-me aqui, Senhor! / Ó
C Am Dm G7 C F
Espírito Santo de amor, eis-me aqui Senhor!
Bb Am Dm Gm C F
/: Para fazer vossa vontade, / Assim na terra como no céu! :/
2. Nossa vida é um dom, eis-me aqui, Senhor! / É chamado a viver, eis-me aqui, Senhor! /
Toda a vida se faz vocação, eis-me aqui, Senhor!
3. Nosso nome sabeis, eis-me aqui, Senhor! / Sempre em nós confiais, eis-me aqui, Senhor!
Somos vossa família no amor, eis-me aqui, Senhor!
4. Mesmo frágil na fé, eis-me aqui, Senhor! / Bem assim como sou, eis-me aqui, Senhor! /
Cada idade tem muito a doar, eis-me aqui, Senhor!

907 – LOUVOR À TRINDADE SANTÍSSIMA


ROBERTO LIMA - 4/4 - Trindade - Comunhão

A E E7 A
Ó Trindade Santa, Deus eterno e único, profundo mistério, nossa adoração. / Suba ao
A7 D D# A/E E7 A
vosso trono qual suave encanto, neste nosso canto, pura louvação.
2. Ó Trindade Santa que regeis o mundo pelas leis eternas do perfeito amor. / No imenso
mistério desde a eternidade, perfeição, bondade, gesto criador.
3. Trindade amável que criais a vida no imenso mistério do ser ou não ser. / Daí-nos a
humildade que a verdade alcança só pela esperança de compreender...
4. Vossa lei perfeita permanece eterna. É sempre imutável em cada estação. / Em todo
universo, muito além da terra, em tudo se encerra vossa perfeição.
5. Seja ao Pai Santíssimo com o amado Filho e ao Divino Espírito feita louvação. / Glória
agora e sempre, em todos os mundos, louvores profundos, só de adoração!

908 - PIEDADE, Ó SENHOR, TENDE PIEDADE


JOSÉ WEBER - 2/4 - Salmo 50 - Penitência

Em Am B7 Em A7 B7 Em
Piedade, ó Senhor, tende piedade, pois pecamos contra vós!
Em E7 Am C D G
Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! / Na imensidão de vosso amor, purificai-me! /
Em C Am F# B Em
Do meu pecado, todo inteiro, me lavai / E apagai completamente a minha culpa.
2. Eu reconheço toda a minha iniquidade, / O meu pecado está sempre à minha frente, / Foi
contra vós, só contra vós que eu pequei / E pratiquei o que é mau aos vossos olhos!
3. Criai em mim um coração que seja puro, / Dai-me de novo um espírito decidido. / Ó
Senhor, não me afasteis de vossa face / Nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
4. Dai-me de novo a alegria de ser salvo / E confirmai-me com espírito generoso! / Abri meus
lábios, ó Senhor, para cantar / E minha boca anunciará vosso louvor!

909 - ENTÃO, DA NUVEM LUMINOSA


“SÉRIE POVO DE DEUS” – 2/4 - Ascensão – Comunhão - Sl 45
259

E C#m F# B F#m B F#
Então, da nuvem luminosa dizia uma voz: / “Este é meu Filho amado, escutem
B E
sempre o que ele diz!”
C#m F#m F#m7 B
Transborda um poema do meu coração: / Vou cantar-vos, ó Rei, esta minha canção.
2. Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! / Porque Deus, para sempre, vos
deu sua benção.
3. Levai vossa espada de glória no flanco, / Herói valoroso, no vosso esplendor.
4. Saí para a luta no carro de guerra / em defesa da fé, da justiça e verdade!
5. Vosso trono, ó Deus, é eterno, sem fim; / Vosso cetro real é sinal de justiça:
6. Vós amais a justiça e odiais a maldade. / É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo.
7. Cantarei vosso nome de idade em idade, / Para sempre haverão de louvar-vos os povos!

910 - COMO O RAIAR, RAIAR DO DIA


REGINALDO VELOSO - 2/4 - Quaresma - Entrada

Em Am Bm Em C#m7 Bm A Bm Em
Como o raiar, raiar do dia / A tua luz surgirá / E minha glória te seguirá! / E minha
A Bm Em
glória te seguirá!
Bm C D Bm Em C D Em Bm Am Em Bm
Penitência que me agrada,é livrar o oprimido / Das algemas da injustiça,a abrigar o
Am Em Bm7 Em A7 Em Bm Em
desvalido, / Repartir comida e roupa, co’o faminto e maltrapilho!
2. Teus clamores ouvirei, tuas chagas sararão / Se expulsares de tua terra
toda vil escravidão, / Se com pobres e famintos, dividires o teu pão!
3. Tua noite será clara como um dia de verão, / Te guiarei pelo deserto, te darei da força o
pão, / Teu jardim florescerá,/ Vivas fontes jorrarão!
4. Sobre antigos alicerces reconstróis nova cidade, / Se prezares o meu nome, se meu dia
respeitares; / Se por mim deixas teus planos, acharás felicidade!

911 - RECEBE, DEUS AMIGO


JULIANO LIMA LUCAS - Quaresma - Oferendas

Dm C Dm C
Recebe, Deus amigo, estes dons que a ti trazemos, e felizes entre todos, a partilha nós
Dm
faremos.
F C Bb F D7 Gm
Ó Deus pai, a ti trazemos, pão e vinho uma vez mais. Um só corpo nós seremos
Bb A7 Dm
com Jesus e pela paz!
2. Recebe, Deus amigo, nossos pés e nossos braços, que encontram na unidade, o alento
pro cansaço.
3. Recebe, Deus amigo, os projetos que alimentam o convívio e o respeito, entre os povos
que se enfrentam.
4. Recebe, Deus amigo, os esforços do teu povo que trabalha com carinho pra criar um
mundo novo.
260

912 - PAI, SE ESTE CÁLICE


JOSÉ ALVES - 3/4 - Domingo de Ramos - Comunhão

Dm Am Dm Gm Am Dm
Pai, se este cálice não pode passar / Sem que o beba, seja feita a tua vontade!
Am Dm Gm F Bb
Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, / Escutai a minha voz! / Vossos ouvidos
F C Am7 Dm
estejam bem atentos / Ao clamor da minha prece!
2. Se levardes em conta nossas faltas, / Quem haverá de subsistir? / Mas em vós se
encontra o perdão, / Eu vos temo e em vós espero.
3. No Senhor ponho a minha esperança, / Espero em sua palavra. / A minh’alma espera no
Senhor / Mais que o vigia pela aurora.
4. Espere Israel pelo Senhor / mais que o vigia pela aurora! / Pois no Senhor se encontra
toda graça / E copiosa redenção.

913 - ALEGRES VAMOS À CASA DO PAI


. MIRIA T. KOLLING - 2/4 - Quaresma - Entrada

C7 F C7 F C7 Bb F D7 Gm C7
Alegres vamos à casa do Pai, / E na alegria cantar seu louvor! / Em sua casa somos
F Dm Gm C7 F
felizes, / Participamos da ceia do amor!
Dm Gm C7 F D7
A alegria nos vem do Senhor seu amor nos conduz pela mão. / Ele é luz que ilumina o

Gm G7 C7
seu povo, com segurança lhe dá a salvação.
2. O Senhor nos concede os seus bens, nos convida à sua mesa sentar. / E partilha conosco
o Seu pão, somos irmãos ao redor deste altar.
3. Voltarei sempre à casa do Pai, de meu Deus cantarei o louvor. / Só será bem feliz uma
vida, que busca em Deus sua fonte de amor.

914 - QUEM VAI HABITAR NOS ÁTRIOS


JOSÉ CANDIDO DA SILVA - 2/4 - Salmo 14 - Pós-comunhão

C G Dm G
/: Quem vai habitar nos átrios do Senhor? / Quem vai contemplar o seu santo
C
esplendor?:/
C7 F C A7 Dm G CFC
O que caminhar nas trilhas do amor / E no chão deixar pegadas de louvor.

915 - ESTE É O DIA QUE O SENHOR FEZ


JOSÉ ´WEBER - 2/4 - Páscoa Comunhão – Salmo 118

(C7) F Bb F Gm C7 F
Este é o dia que o Senhor fez para nós / Alegremo-nos e nele exultemos!
F Am Dm Bb Gm C Gm /F
Dai graças ao Senhor porque ele é bom. Eterna é a sua misericórdia! / A casa de Israel
261

C C7 F
agora o diga: eterna é a sua misericórdia!.
2. A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou. / Não
morrerei, mas ao contrário, viverei par contar as grandes obras do Senhor!
3. A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular; / Pelo Senhor é que
foi feito tudo isso! Que maravilhas ele fez a nossos olhos!

916 - TOCA, SENHOR, TOCA, SENHOR


Pe. Joãozinho - Penitênci)

C Em F C G7 C G7 C
Toca, Senhor, toca, Senhor, / com teu amor, com teu amor.
Am Em F C F C D7 G
Tira todo o medo, angústia e aflição. / Toca nesta alma e cura o coração.
2. Cura da doença que faz o irmão sofrer. / Toca neste corpo, Jesus com teu poder.
3. Tira toda mágoa que faz alguém chorar. / Tira todo ódio, ensina a perdoar.
4. Cura do pecado e lava com perdão. / Fa