Você está na página 1de 2

A FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS NACIONAIS.

Fatores Gerais:
-Crise no sistema feudal;
-Renascimento comercial e urbano;
-Apoio da burguesia à realeza;
-Renascimento Cultural;
-Declínio da Igreja;

Características:
-Soberania;
-Território definido;
-Formação de exército nacional;
-Formação de uma burocracia;
-Impostos nacionais;
-Organização de uma justiça nacional;
-Idioma comum;
-Unificação monetária;
-Estado centralizado;
-Mercantilismo

Clique p/ampliar a imagem.

As Monarquias:

Monarquia Francesa:
Teve início com a dinastia Capetíngia.
-Aumento dos territórios;
-Fortalecimento do poder real;
-Organização do exército;
-Criação de uma moeda única;
Consolidou-se após a guerra dos Cem Anos.

A monarquia Inglesa:
Teve início com a dinastia Plantageneta.
-Henrique II – crise com os senhores feudais;
-Ricardo Coração de Leão (lutava nas cruzadas) – rei ausente;
-João-sem-Terra: autoridade fraca
#Revolta da nobreza;
#Instituição da Magna Carta;
-Henrique II: Guerra dos Cem Anos;
#Mais uma revolta da nobreza;
#Criação do Parlamento:
-Câmara dos Lordes: grandes nobres e alto clero.
-Câmara dos Comuns: pequena nobreza e burgueses.

Monarquias Ibéricas:
✔ Guerra da Reconquista: expulsão dos árabes. Organizada pelos nobres, militares, clero e ricos comerciantes.
Reinos participantes: Leão, Castela, Aragão e Navarra.
Espanha:
-União dos reis de Aragão (Fernando) e Castela (Isabel) – 1469.
-Consolidou-se após a tomada de Granada.
Portugal:
-União de D. Henrique de Borgonha (nobre francês) e Teresa (filha de Afonso VI rei de Castela);
-Condado Portucalense (dote);
-D. Afonso Henriques declara independência do condado (Dinastia de Borgonha);
#Interior: economia agrária, grandes propriedades de terra pertencentes ao clero e à nobreza.
#Litoral: economia baseada no comércio, na pesca e no artesanato. Sociedade formada por mercadores, artesãos e
população mais pobre.
-D. Fernando;
-Dinastia de Avis: consolidação da Monarquia Portuguesa.
☛Sacro Império ------>Alemanha (só se unifica em 1870: Império Alemão);
☛Península Itálica--->Itália. (só se unifica em 1870).

ABSOLUTISMO

✔Concentração de todos os poderes nas mãos dos reis (ele fazia as leis, aplicava a justiça, criava e arrecadava impostos,
mantinha um exército permanente, nomeava funcionários, etc).

Fatores que propiciaram o absolutismo:


Teoria do direito divino dos reis;
A expansão marítima e comercial;
Renascimento;
Reforma Protestante;
Monarquias absolutistas:
☞França: Luís XIV.
☞Inglaterra: Henrique VII
Exercícios:
1 – O que é absolutismo?
2 – Quais os principais fatores que contribuíram para o surgimento das monarquias nacionais absolutistas?
3 – O que era a teoria do direito divino dos reis?

MERCANTILISMO

✔Política econômica que consistia na intervenção do Estado absolutista na economia.


Objetivo: tinha a finalidade de aumentar a produção de mercadorias e o poder dos reis e da burguesia.

Práticas mercantilistas:
✏Incentivo à produção agrícola e manufatureira;
✏Retenção de metais preciosos no país;
✏Balança comercial favorável;
✏Controle das colônia spara servirem de fornecedores de matéria-prima;
✏Monopólio do comércio (exclusivo da metrópole);
✏Desenvolvimento das marinhas mercantis.

Tipos de Mercantilismo:
✏Metalismo: baseado na busca por metais (Espanha);
✏Mercantilismo comercial: baseado no comércio. (Inglaterra);
✏Mercantilismo industrial: baseado na indústria. (Inglaterra e França).

Exercícios:
1 – O que é mercantilismo?
2 – Quais as práticas mercantilistas?
3 – Quais os principais tipos de mercantilismo?