Você está na página 1de 2

FÍSICA I 6) (Uerj) As figuras abaixo representam raios solares

incidentes sobre quatro lentes distintas.


1) (FMJ) A figura mostra uma gota de água sobre uma
folha, permitindo ver detalhes ampliados através dela, sem
invertê-los.

Deseja-se incendiar um pedaço de papel, concentrando a luz


do sol sobre ele. A lente que seria mais efetiva para essa
finalidade é a de número:
Na situação descrita, a gota funciona como: a) I b) II c) III d) IV
a) Uma lente divergente, com o objeto colocado no seu plano
focal. 7) (ESPCEX) Um objeto é colocado sobre o eixo
b) Uma lente divergente, com o objeto colocado entre seu principal de uma lente esférica delgada convergente a 70 cm
plano focal e a própria lente. de distância do centro óptico. A lente possui uma distância
c) Uma lente convergente, com o objeto colocado além de seu focal igual a 80 cm. Baseado nas informações anteriores,
plano focal. podemos afirmar que a imagem formada por esta lente é:
d) Uma lente convergente, com o objeto entre seu plano focal a) Real invertida e menor que o objeto.
e a própria lente. b) Virtual direita e menor que o objeto.
c) Real direita e maior que o objeto.
2) Uma lente divergente de um objeto real fornece d) Virtual direita e maior que o objeto.
sempre uma imagem: e) Real invertida e maior que o objeto.
a) Real, invertida e ampliada.
b) Real, invertida e diminuída. 8) Nas afirmações que seguem, assinale (V) verdadeiro
c) Virtual, direita e ampliada. ou (F) falso.
d) Virtual, direita e diminuída. ( ) Lentes divergentes formam imagens reduzidas.
( ) Espelhos côncavos podem fornecer imagens direitas ou
3) Com relação às propriedades geométricas da invertidas.
propagação do raio luminoso através de lentes, são feitas as ( ) Espelhos convexos podem fornecer imagens direitas ou
afirmações seguintes: invertidas.
I. Todo raio de luz que atravessa a lente, passando ( ) Pessoas com miopia com “grau” 2 enxergam objetos a
pelo seu centro óptico, não sofre desvio. menos de 50 cm do seu globo ocular. A sequência correta
II. Todo raio luminoso que incide na lente, passando será:
por um foco principal, por meio de prolongamento, emerge a) V - F - F - V. b) F - F - V - F. c) V - V - F - F.
da lente, passando pelo foco secundário. d) F - F - V - V. e) V - V - F – V
III. Qualquer raio luminoso que incide na lente,
passando por um foco secundário ao emergir da lente, 9) Um cão está diante de uma mesa, observando um
passará pelo foco principal. peixinho dentro do aquário, conforme representado na figura.
IV. Se um raio luminoso incide em uma lente Ao mesmo tempo, o peixinho também observa o cão. Em
paralelamente ao eixo principal, ao emergir da lente ele o relação à parede P do aquário e às distâncias reais, podemos
fará de modo que ele ou seu prolongamento passe por um afirmar que as imagens observadas por cada um dos animais
foco principal. São corretas: obedecem às seguintes relações:
a) Todas as afirmações. b) Apenas uma das afirmações.
c) As afirmações I e IV. d) As afirmações II e III.

4) A figura abaixo representa um objeto real O colocado


diante de uma lente delgada de vidro, com pontos focais F1 e
F2. O sistema todo está imerso no ar. Nessas condições, a
imagem do objeto fornecida pela lente é:

a) O cão observa o olho do peixinho mais próximo da parede


P, enquanto o peixinho observa o olho do cão mais distante
do aquário.
a) Real, invertida e menor que o objeto. b) O cão observa o olho do peixinho mais distante da parede
b) Real, direita e maior que o objeto. P, enquanto o peixinho observa o olho do cão mais próximo
c) Virtual, direita e menor que o objeto. do aquário.
d) Virtual, direita e maior que o objeto. c) O cão observa o olho do peixinho mais próximo da parede
P, enquanto o peixinho observa o olho do cão mais próximo
5) Uma lente esférica delgada de distância focal 10 cm do aquário.
é utilizada para obter a imagem de um objeto de 15 cm de d) O cão observa o olho do peixinho mais distante da parede
altura. A distância, a que o objeto deve estar do centro óptico P, enquanto o peixinho observa o olho do cão também mais
da lente, para se obter uma imagem de 3 cm de altura, é de: distante do aquário.
a) 60 cm b) 50 cm c) 42 cm d) 24 cm e) O cão e o peixinho observam o olho um do outro, em
relação à parede P, em distâncias iguais às distâncias reais
que eles ocupam na figura.
FÍSICA II Nessa situação, quais são as três lâmpadas que acendem
com o mesmo brilho por apresentarem igual valor de corrente
1) Uma lâmpada é conectada a duas pilhas de tensão fluindo nelas, sob as quais devem se posicionar os três
nominal 1,5 V, ligadas em série. Um voItímetro, utilizado para atores?
medir a diferença de potencial na lâmpada, fornece uma
leitura de 2,78 V e um amperímetro indica que a corrente no A) L1, L2 e L3. B) L2, L3 e L4. CL2, L5 e L7.
circuito e de 94,2 mA.O valor da resistência interna das pilhas D) L4, L5 e L6. E )L4, L7 e L8.
é mais próximo de
a) 0,021 Ω. b)0,22 Ω. c)0,26 Ω. d)2,3 Ω e)29 Ω. 5) (F.M. Itajubá-MG) Abaixo temos esquematizada uma
associação de resistências. Qual é o valor da resistência
2) Medir temperatura é fundamental em muitas equivalente entre os pontos A e B?
aplicações, e apresentar a leitura em mostradores digitais é
bastante prático. O seu funcionamento é baseado na
correspondência entre valores de temperatura e de diferença
de potencial elétrico. Por exemplo, podemos usar o circuito
elétrico apresentado, no qual o elemento sensor de
temperatura ocupa um dos braços do circuito (R S) e a
dependência da resistência com a temperatura é conhecida.

6) (ITA-SP) Determine a intensidade da corrente que


atravessa o resistor R2 da figura quando a tensão entre os
pontos A e B for igual a V e as resistências R1; R2 e R3 forem
iguais a R

Para um valor de temperatura em que RS = 100 Ω, a leitura


apresentada pelo voltímetro será de a) V/R b) V/3R c) 3V/R d) 2V/3R
a)+ 6,2 V. b)+ 1,7 V. c)+ 0,3 V. e) nenhuma das anteriores
d)- 0,3 V e)- 6,2 V.
7) No circuito elétrico abaixo, determine o valor da
3) Um grupo de amigos foi passar o fim de semana em resistência equivalente entre os pontos A e B é:
um acampamento rural, onde não há eletricidade. Uma
pessoa levou um gerador a diesel e outra levou duas
lâmpadas, diferentes fios e bocais. Perto do anoitecer,
iniciaram a instalação e verificaram que as lâmpadas eram de
60 W – 110 V e o gerador produzia uma tensão de 220 V.
Para que as duas lâmpadas possam funcionar de acordo com
suas especificações e o circuito tenha menor perda possível,
a estrutura do circuito elétrico deverá ser de dois bocais
ligados em
a) série e usar fios de maior espessura.
b) série e usar fios de máximo comprimento.
c) paralelo e usar fios de menor espessura.
d) paralelo e usar fios de maior espessura.
e) paralelo e usar fios de máximo comprimento.
a) 32 Ω b) 16 Ω c) 48 Ω d) 22 Ω
4) Considere a seguinte situação hipotética: ao 8) (AFA-2001) Um fio de cobre com resistividade
preparar o palco para a apresentação de uma peça de teatro, 1,69.10-8 cm é enrolado em um suporte cilíndrico, com raio 10
o iluminador deveria colocar três atores sob luzes que tinham cm, com 500 voltas. Sendo o raio do fio 2 mm, sua resistência
igual brilho e os demais, sob luzes de menor brilho. O elétrica, em ohms, é
iluminador determinou, então, aos técnicos,que instalassem a) 0,42 b) 4,20 c) 42,00 d) 420,00
no palco oito lâmpadas incandescentes com a mesma
especificação (L1 a L8), interligadas em um circuito com uma 9) (PUC-SP-1998) Uma estudante, descontente com o
bateria, conforme mostra a figura. desempenho de seu secador de cabelos, resolve aumentar a
potência elétrica do aparelho. Sabendo-se que o secador tem
potência elétrica nominal 1200W e opera em 220V, a
estudante deve:
a) ligar o secador numa tomada de 110 V.
b) aumentar o comprimento do fio metálico que constitui o
resistor do secador.
c) diminuir o comprimento do fio metálico que constitui o
resistor do secador.
d) diminuir a espessura do fio metálico que constitui o resistor
do secador.
e) trocar o material do fio metálico que constitui o resistor do
secador por outro de maior resistividade.