Você está na página 1de 7

Minha Área

FABRICIO WOLFF

AIM0122 ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA EAD (ON) - 201910.100787.05 Atividades N1


Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2

Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2

Usuário FABRICIO WOLFF


Curso AIM0122 ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA EAD (ON) -
201910.100787.05
Teste ATIVIDADE 2
Iniciado 06/04/19 14:35
Enviado 06/04/19 15:28
Status Completada
Resultado da 2 em 2 pontos
tentativa
Tempo decorrido 52 minutos
Resultados exibidos Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários

Pergunta 1 0,2 em 0,2 pontos

Na Bolívia, temos o Carnaval de Oruro, uma mistura de crenças espanholas e andinas.


Além das danças típicas com máscaras, há uma procissão em que dançarinos caminham
por 4km durante 20 horas sem interrupção. No fim da festa, fazem oferendas a Pachamama,
a mãe-terra da mitologia inca.

PORTILHO, G. Como é o Carnaval em outros países?. Mundo Estranho, 09 fev. 2018.


Disponível em: <https://mundoestranho.abril.com.br/cultura/como-e-o-carnaval-em-outros-pa
ises/>. Acesso em: 12/03/2018.

O carnaval é uma festa que envolve música, dança e artesanato, capaz de reunir todas as
classes sociais. Ou seja, o carnaval é expressão cultural.
Sendo assim, podemos afirmar que a cultura de um país:

Resposta c.
Selecionada: é formada de diversos elementos e está em transformação contínua. A
cultura é o conjunto de manifestações artísticas, sociais, linguísticas e
comportamentais passadas de geração em geração.
Resposta c.
Correta: é formada de diversos elementos e está em transformação contínua. A
cultura é o conjunto de manifestações artísticas, sociais, linguísticas e
comportamentais passadas de geração em geração.
Feedback Parabéns! Sua resposta está correta. A cultura é aprendida e compartilhada,
da estando em constante transformação. Além disso, ela é simbólica, uma vez
resposta: que representa aspectos cujos significados estão atrelados ao seu uso em
contexto na comunidade que lhe atribui sentido.

Pergunta 2 0,2 em 0,2 pontos


Leia o excerto a seguir.

“O filme [Ex-Pajé] também mostra como outros aspectos da modernidade, como a internet,
mudaram a vida de toda a tribo. ‘A tecnologia vem de uma forma intensa e entra nas aldeias
sem freio. Mas a gente tenta se adaptar e usar como uma ferramenta, pois com ela a gente
pode registrar a nossa cultura’, explicou Ubiratã. ‘Com toda a pressão do desmatamento em
nosso território, a gente tenta divulgar em redes sociais para que o mundo conheça o que
esta acontecendo de verdade’”.

MENDES, S. Manifesto de índios brasileiros emociona durante a Berlinale. As Vozes do


Mundo, Berlim, 18 fev. 2018. Disponível em: <http://br.rfi.fr/brasil/20180218-manifesto-pelos-i
ndios-brasileiros-emociona-durante-berlinale-1>. Acesso em: 22/03/2018.

Com base nessas informações e a partir de nossos estudos sobre o índio na formação da
cultura brasileira, analise as afirmativas a seguir e marque V para as verdadeiras e F para
as falsas.

I. ( ) Desde a colonização, passando pelo Império e pela República, a convivência entre


indígenas e colonizadores seguiu sem conflitos e de forma amistosa. Muito recentemente,
no século XX, devido a disputas pela demarcação de terras indígenas, os conflitos entre
índios e fazendeiros no Centro-Oeste e Norte do país se tornou uma realidade.

II. ( ) Em todas as expedições empreendidas pelos colonizadores, os índios serviram como


guias e serviçais. Essa presença constante configurou no primeiro tipo de contribuição
indígena na formação do país. Foi com os ensinamentos dos índios que os
primeiros colonos e exploradores conseguiram lidar com perigos nas florestas ou se orientar
no território invadido.

III. ( ) O contato e o convívio entre colonos e nativos nunca foi completamente harmonioso.
O processo de dominação foi longo e violento. A população indígena que existe hoje no país
é descendente de sobreviventes de nações dizimadas, de povos que conseguiram superar
os grandes deslocamentos de território, as doenças, a violência e a escravidão.

IV. ( ) Apesar da cultura indígena ter influenciado os colonizadores, a dominação europeia


teve pouco ou nenhum impacto nas sociedades indígenas. Cada grupo manteve sua
própria cultura, religião e idioma. Não houve assimilação cultural por parte dos índios.

V. ( ) O tratamento dado aos índios pelos portugueses jamais foi cordial. Os indígenas, no
Brasil, sempre foram considerados escravos ou servos. E ainda que as terras indígenas se
encontrem em disputas, e os conflitos entre fazendeiros e índios seja uma realidade no
interior do país, esse povo vem lutando pelos seus direitos e pela inclusão social.

Agora, assinale a alternativa com a sequência correta.

Resposta Selecionada: a. F, V, V, F, V.

Resposta Correta: a. F, V, V, F, V.

Feedback Muito bem, sua resposta está correta! Antes da colonização existiam
da aproximadamente cinco milhões de nativos espalhados no Brasil. Boa parte
resposta: dessa população foi dizimada por doenças ou nos intensos conflitos entre
nativos e invasores. Uma vez dominados e subjugados, indígenas estiveram
presentes, principalmente como mão de obra, na expansão extrativista. Ainda
hoje, muitos indígenas vivem nos centros urbanos e buscam educação e
melhores condições de vida.

Pergunta 3 0,2 em 0,2 pontos

Leia o texto abaixo:

“[ ... ] para designar os fenômenos que resultam da existência de contatos diretos e


prolongados entre duas culturas diferentes e que se caracterizam pela modificação ou pela
transformação de um ou dos dois tipos culturais em presença”. (Panoff & Perrin, 1973: 13).

O excerto apresenta uma definição do conceito de aculturação. Tendo como base o estudo
do material referencial, analise as asserções abaixo que tratam do processo de aculturação
e assinale a alternativa correta:

I. Para a Antropologia, a aculturação é definida como um processo que conduz à mescla


entre culturas, que resulta na configuração de uma nova sociedade, assim como em um
novo sistema cultural.

POIS

II. A cultura, sendo parte de uma sociedade, pode ser entendida como espaço de
transformação social. O contato entre visões de mundo distintas e também entre grupos que
são etnicamente e culturalmente diversificados geram profundas mudanças em seus
padrões culturais.

Resposta e.
Selecionada: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II relaciona-se
com a I.   
Resposta Correta: e.
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II relaciona-se
com a I.   
Feedback da As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II relaciona-se
resposta: com a I.   

Pergunta 4 0,2 em 0,2 pontos

Leia o excerto a seguir.

“A brincadeira que há anos entretém crianças e adultos no subúrbio e nas comunidades do


Rio ganhou título sério e virou patrimônio cultural, histórico e imaterial do estado. De autoria
do deputado Paulo Ramos (sem partido), a lei que torna a prática de origem oriental de
empinar pipas um bem do Rio de Janeiro foi sancionada na última quinta-feira pelo
governador Luiz Fernando Pezão. A diversão resiste à era dos celulares e ainda movimenta
os fins de semana em muitos cantos do Rio”.

SODRÉ, L. Brincadeira com jeito carioca, pipa vira patrimônio cultural, histórico e imaterial
do Rio. O Globo, Rio de Janeiro, 04 mar. 2018. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/ri
o/brincadeira-com-jeito-carioca-pipa-vira-patrimonio-cultural-historico-imaterial-do-rio-224556
85>. Acesso em: 22/03/2018.

Considerando que o patrimônio cultural é um importante mecanismo político e social de


reconhecimento e proteção de elementos culturais, podemos afirmar que:

Resposta d.
Selecionada: A escolha do que deve ser considerado um patrimônio cultural tem por
objetivo proteger e valorizar aquilo que é culturalmente significativo para um
grupo social ou comunidade. Ou seja, aquilo que evoca o sentimento de
pertencimento e identidade.
Resposta d.
Correta: A escolha do que deve ser considerado um patrimônio cultural tem por
objetivo proteger e valorizar aquilo que é culturalmente significativo para um
grupo social ou comunidade. Ou seja, aquilo que evoca o sentimento de
pertencimento e identidade.
Feedback Parabéns, sua resposta está correta! A escolha do que dever ser considerado
da um patrimônio cultural visa reconhecer e preservar a memória e as
resposta: manifestações culturais de um país. É uma forma do Estado identificar e
proteger os elementos culturais que formam a identidade nacional e que
fortalecem os laços de um povo, ou seja, o que unifica os habitantes de um
determinado território.

Pergunta 5 0,2 em 0,2 pontos

“A Antropologia, assim como outras ciências cujo foco é o homem e a sua relação com o
meio e com o 'outro', frequentemente lança novas discussões sobre a existência de
desigualdades sociais, com destaque para as desigualdades étnico-raciais no mercado de
trabalho no Brasil. O país, que se caracteriza por uma diversidade cultural muito intensa e
pela miscigenação, é palco de divergências quanto à disposição de oportunidades
igualitárias de trabalho e de relações de choque entre indivíduos de diferentes etnias e
raças”. (Fonte: LIBÓRIO, D.; SALVAN, A. P. H. Antropologia e Cultura Brasileira. Laureate
Internacional Universities).

Com base na citação anterior, assinale a alternativa que mostra qual o motivo das
desigualdades sociais encontradas nos dias atuais:

Resposta e.
Selecionada: As desigualdades étnico-raciais foram construídas, em especial na América
Latina e no Brasil, pelos processos culturais e políticos de colonização
europeia, desde o século XVI. No contato com os povos oriundos dos
continentes invadidos, os europeus se depararam com culturas e traços
humanos diferentes dos seus – sejam dos asiáticos, africanos, aborígenes,
indígenas, entre outros. O outro era tratado por meio da visão de
inferioridade e do etnocentrismo.
Resposta e.
Correta: As desigualdades étnico-raciais foram construídas, em especial na América
Latina e no Brasil, pelos processos culturais e políticos de colonização
europeia, desde o século XVI. No contato com os povos oriundos dos
continentes invadidos, os europeus se depararam com culturas e traços
humanos diferentes dos seus – sejam dos asiáticos, africanos, aborígenes,
indígenas, entre outros. O outro era tratado por meio da visão de
inferioridade e do etnocentrismo.
Feedback As desigualdades étnico-raciais foram construídas, em especial na América
da Latina e no Brasil, pelos processos culturais e políticos de colonização
resposta: europeia, desde o século XVI. No contato com os povos oriundos dos
continentes invadidos, os europeus se depararam com culturas e traços
humanos diferentes dos seus – seja dos asiáticos, africanos, aborígenes,
indígenas, entre outros. O outro era tratado por meio da visão de inferioridade
e do etnocentrismo.

Pergunta 6 0,2 em 0,2 pontos

Leia o excerto a seguir:

“Num exercício de imaginação, suponhamos que um dos missionários jesuítas do século


XVI, durante a sua permanência no Brasil, tenha dividido as suas observações entre o
comportamento dos indígenas e os hábitos das formigas saúva. Quatro séculos depois,
qualquer entomologista poderá constatar que não houve qualquer mudança nos hábitos dos
referidos insetos. Durante quase meio milênio, as habitantes do formigueiro repetiram os
procedimentos de suas antecessoras, obedecendo apenas as diretrizes de seus padrões
genéticos.
Supondo, por outro lado, numa hipótese quase absurda, que um dos grupos indígenas
observados tenha sobrevivido aos quatro séculos de dizimação, graças a um isolamento em
relação aos brancos, o que constataria um antropólogo moderno?”.
LARAIA, R. Cultura: um conceito antropológico, 2000, p. 49.

Partindo da noção de que o estudo antropológico observa os seres humanos, e com base
no que foi aprendido sobre o campo de estudos da Antropologia e o surgimento da
disciplina, podemos afirmar que:
Resposta e.
Selecionada: definida como uma ciência no século XVIII, a Antropologia pesquisa
sistematicamente todas as manifestações do ser humano e da atividade
humana. Ela identifica, descreve e interpreta os costumes e o
comportamento humano, analisando os processos pelos quais os costumes
persistem ou se transformam.
Resposta e.
Correta: definida como uma ciência no século XVIII, a Antropologia pesquisa
sistematicamente todas as manifestações do ser humano e da atividade
humana. Ela identifica, descreve e interpreta os costumes e o
comportamento humano, analisando os processos pelos quais os costumes
persistem ou se transformam.
Feedback Parabéns sua resposta está correta! Ainda que existam outras ciências que se
da ocupem do estudo do ser humano e da atividade humana, a Antropologia
resposta: desenvolveu técnicas e métodos específicos para entender as culturas, os
comportamentos e demais aspectos que o ser humano, em contato social,
adquire ao longo de sua existência.

Pergunta 7 0,2 em 0,2 pontos

Acerca da relação entre os conceitos de raça e as mudanças de visão introduzidas pela


Antropologia e por outras ciências humanas, analise as seguintes assertivas:

A percepção de raça passa por construções sociais que são de interesse da


Antropologia (bem como de outras ciências humanas).
O viés de interpretação biológica fez parte da conceituação de raça e embasou
"cientificamente" o racismo, porque atribuía à constituição físico-biológica das
pessoas tendências em comportamentos sociais e culturais.
Raça é um conceito religioso que envolve a prática tradicional de cura por ervas e
outros produtos puramente naturais.

Assinale a alternativa correta:

Resposta Selecionada: d. Apenas as assertivas I e II estão corretas.

Resposta Correta: d. Apenas as assertivas I e II estão corretas.

Feedback Pode-se dizer que as raças são, cientificamente, uma construção social e
da devem ser estudadas pela Antropologia e pelas demais ciências sociais com
resposta: profundidade. Por muito tempo, o conceito esteve ligado a fundamentações
teóricas que explicavam pelo viés biológico, ou das ciências biológicas, não
considerando os aspectos sociais. O conceito de raça para a Antropologia, por
exemplo, considera os traços fisionômicos, os valores, a produção material
relacionada a ela, as origens do grupo que a compõe, o sangue, os traços
psicológicos etc. Portanto, estão corretas as assertivas I e II.

Pergunta 8 0,2 em 0,2 pontos

Leia o texto a seguir. “Desde o início as religiões afro-brasileiras se fizeram sincréticas,


estabelecendo paralelismos entre divindades africanas e santos católicos, adotando o
calendário de festas do catolicismo, valorizando a frequência aos ritos e sacramentos da
igreja. Assim aconteceu com o candomblé da Bahia, o xangô de Pernambuco, o tambor-de-
mina do Maranhão, o batuque do Rio Grande do Sul e outras denominações, todas elas
arroladas pelo censo do IBGE sob o nome único e mais conhecido: candomblé. Até
recentemente essas religiões eram proibidas e, por isso, duramente perseguidas por órgãos
oficiais. Continuam a sofrer agressões, hoje menos da polícia e mais de seus rivais
pentecostais, e seguem sob forte preconceito, o mesmo preconceito que se volta contra os
negros independentemente de religião”. PRANDI, R. O Brasil com axé: candomblé e
umbanda no mercado religioso. Estudos avançados, São Paulo, v. 18, n. 52, p. 223-238,
set./dez. 2004, p. 225. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid
=S0103-40142004000300015>. Acesso em: 18/04/2018.
O histórico das diferentes religiões presentes no Brasil, a forma como elas se estabeleceram
e a maneira como diferentes arranjos sociais propiciam maior ou menor legitimidade para
determinadas crenças nos auxiliam na compreensão da realidade social brasileira. Como
sabemos, a influência de preconceitos relativos a determinadas religiosidades coopera com
a reiteração de outros tipos de discriminação.

O excerto de Prandi (2004) trata justamente sobre o sincretismo e a intolerância religiosa,


abordando a forma como esses dois aspectos se relacionam dentro do âmbito das religiões
de matriz africana no Brasil. Sendo assim, tendo como base essas considerações e o que
estudamos, assinale a alternativa correta.

Resposta c.
Selecionada: As religiões afro-brasileiras possuem um histórico de perseguição e
discriminação no Brasil que está inextricavelmente atado ao preconceito
racial. Assim, por sofrerem diversos tipos de violência, essas religiões
acabaram se adaptando e assumindo alguns aspectos do cristianismo
dominante no país.
Resposta c.
Correta: As religiões afro-brasileiras possuem um histórico de perseguição e
discriminação no Brasil que está inextricavelmente atado ao preconceito
racial. Assim, por sofrerem diversos tipos de violência, essas religiões
acabaram se adaptando e assumindo alguns aspectos do cristianismo
dominante no país.
Feedback A resposta está correta! As religiões afro-brasileiras são historicamente
da perseguidas e vítimas de preconceito no Brasil. Esse tratamento está
resposta: intimamente relacionado a uma discriminação de cunho racial. Para que
pudessem continuar existindo, muitas foram assumindo aspectos do
cristianismo, seja de maneira voluntária ou forçada.

Pergunta 9 0,2 em 0,2 pontos

O conceito de cultura envolve diferentes aspectos e abordagens, tal como a cultura material:
objetos ou materiais arquitetônicos que têm significado para o grupo social.

O estudo das tradições e manifestações de um povo (que não se traduzem em objetos


materiais) também pode ser considerado como um dos aspectos do patrimônio cultural de
um povo.

Assinale a opção correta que apresenta o nome desse aspecto da cultura, seguido de
um exemplo:

Resposta Selecionada: a. Cultura Imaterial e Capoeira

Resposta Correta: a. Cultura Imaterial e Capoeira

Feedback Podemos definir cultura material e cultura imaterial da seguinte forma: "A
da cultura material refere-se à finalidade ou ao sentido que os objetos têm para
resposta: um grupo social. Ela pode ser apreendida, reproduzida, preservada etc. Já a
cultura imaterial refere-se ao conhecimento transmitido na prática, muitas
vezes de modo oral, e não se refere propriamente a um objeto. A capoeira, por
exemplo, faz parte da cultura imaterial do Brasil.

Pergunta 10 0,2 em 0,2 pontos

Leia as assertivas abaixo sobre Patrimônio Cultural:

I. Agregar valores para a união da comunidade configura um exemplo de manifestação do


Patrimônio Imaterial, representado por celebrações, festas, lugares, músicas, rezas e
superstições, entre outros elementos.

II. Monumentos, edifícios, trechos urbanos e até ambientes naturais de importância


paisagística que tenham valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou
antropológico podem vir a constituir-se em patrimônios culturais da humanidade.

III. Os Patrimônios Culturais materiais e imateriais refletem a memória coletiva dos povos
envolvidos em sua criação.

IV. Entende-se por Patrimônio Material as práticas, os rituais e os saberes de uma


comunidade. Estes dividem-se em celebrações culturais e formas de expressão.

V. O Patrimônio Cultural Imaterial (Intangível) é toda a herança cultural de uma coletividade


que faz parte dos saberes intrínsecos do dia a dia de um povo.

Está correto o que se afirma em:

Resposta Selecionada: d. I, II, III e V, apenas.

Resposta Correta: d. I, II, III e V, apenas.

Feedback O item VI está incorreto. Na verdade, são os patrimônios culturais imateriais


da que representam as práticas, os rituais e os saberes de uma comunidade,
resposta: dividindo-se em celebrações culturais e formas de expressão.

Sábado, 6 de Abril de 2019 15h34min05s BRT

← OK