Você está na página 1de 16

[ ]

O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Funções Do Primeiro Grau

Definição: uma função do 1º grau, é toda e qualquer função cujo gráfico é uma linha recta, expressa por: y= ax + b.

Ex.: f(x) = 2x +4, g(x) = x – 3, h(x)= -2x + 6, y = -5x, k(x)=

TIPOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU


I. Função constante: y= c ou y=b, se a=0 y
Ex.: y=2 y II. Função identidade: y= x
2 a ou a eb=0
x x
e o gráfico passa pela origem

o gráfico é sempre paralelo ao eixo


das abcissas( ou dos xx)

III. Função linear: y= ax , com a 0 e b=0. IV. Função afim : y = ax + b, com a 0 e


b 0
Ex.: y = 2x, f(x) = -3x e g(x) =
y
Se: a>o Se: a<o

x
e o gráfico passa em qualquer
ponto do SCO diferente da origem
e o gráfico sempre passa pela origem

Dentre os diversos tipos de funções aqui considerados, vamos nos concentrar no estudo das funções afim ou
seja funções lineares com translação, do tipo: y = ax + b, com a 0 e b 0.

SIGNIFICADO DE a E b

Numa função linear do tipo: y = ax + b, com a 0 e b 0, a e b, são coeficientes; a representa declive ou


coeficiente angular da função linear; enquanto o coeficiente b, representa ordenada na origem ou também
coeficiente linear.

Ex.: determine os coeficientes a ( o declive) e b (a ordenada na origem) das seguintes funções: f(x) = 2x +4 ,
h(x)= -3x + 6 , g(x) = x – 5, h(x)= e t(x) = -x + .
Resolução:
Para a função: f(x) = 2x +4 , o declive é: a= 2 e a ordenada na origem é: b=4

1
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Para a função: h(x)= -3x + 6, o declive é: a= -3 e a ordenada na origem é: b=6


Para a função: g(x) = x – 5, o declive é: a= 1 e a ordenada na origem é: b=-5
Para a função: k(x)= , o declive é: a= e a ordenada na origem é: b=0
Para a função: t(x) = -x + , o declive é: a = -1 e ordenada na origem é: b =

REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS DE FUNÇÕES DO TIPO: y = ax + b, com a 0 e b 0

Sendo y = ax + b, com a 0 e b 0, uma função linear ou do 1º grau. Para a representação de funções deste
tipo, é necessário:

1º Obter-se os valores dos pares ordenados numa tabela, atribuindo valores a x.


2º Traçar-se o SCO, levando em conta os valores obtidos na tabela.
3º Fazer-se a correspondência entre cada valor dos xx por cada dos yy em cada par ordenado da tabela
(usando linhas tracejadas) e na intersecção destas linhas, marcamos um ponto.
4º Finalmente unimos todos os pontos obtidos no sistema cartesiano.
E o gráfico obtido, é uma linha recta chamada gráfico da função linear

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DA FUNÇÃO DE FUNÇÕES DO TIPO: y = ax + b, com a 0 e b 0


1. Represente graficamente as seguintes funções: f(x) = x – 2 e g(x) = -x + 1

Representação gráfica da função: f(x) = x – 2


x f(x) = x – 2 y
-3 f(-3) = -3 – 2 = -5 -5
-2 f(-2) = -2 – 2 = -4 -4
-1 f(-1) = -1 – 2 = -3 -3
0 f(0) = 0 – 2 = -2 -2
1 f(1) = 1 – 2 = -1 -1
2 f(2) = 2 – 2 = 0 0
3 f(3) = 3 – 2 = 1 1
4 f(4) = 4 – 2 = 2 2

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DA FUNÇÃO:


g(x) = -x + 1
x g(x) = -x + 1 y
-3 g(-3) = -(-3) + 1 = 3 + 1 = 4 4
-2 g(-2) = -(-2) + 1 = 2 + 1 = 3 3
-1 g(-1) = -(-1) + 1 = 1 + 1 = 2 2
0 g(0) = 0 + 1 = 0 + 1 = 1 1
1 g(1) = -1 + 1 = 0 0
2 g(2) = -2 + 1 = -1 -1
3 g(3) = -3 + 1 = -2 -2
4 g(4) = -4 + 1 = -3 -3

2
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

2. Considere as funções a seguir: f(x) = 2x – 1 e h(x) = -3x + 2. Represente graficamente cada função.
Representação gráfica da função: f(x) = 2x – 1

x f(x) = 2x – 1 y
-3 f(-3) = 2(-3) – 1 = -6 – 1 = -7 -7
-2 f(-2) = 2(-2) – 1 = -4 – 1 = -5 -5
-1 f(-1) = 2(-1) – 1 = -2 – 1 = -3 -3
0 f(0) = 2•0 – 1 = 0 – 1 = -1 -1
1 f(1) = 2•1 – 1 = 2 – 1 = 1 1
2 f(2) = 2•2 – 1 = 4 – 1 = 3 3
3 f(3) = 2•3 – 1 = 6 – 1 = 5 5
4 f(4) = 2•4 – 1 = 8 – 1 = 7 7

REPRESENTACAO GRAFICA DA FUNCAO: h(x) = -3x + 2

x h(x) = -3x + 2 y
-3 h(-3) = -3(-3) + 2 = 9 + 2 = 11 11
-2 h(-2) = -3(-2) + 2 = 6 + 2 = 8 8
-1 h(-1) = -3(-1) + 2 = 3 + 2 = 5 5
0 h(0) = -3•0 + 2 = 0 + 2 = 2 2
1 h(1) = -3•1 + 2 = -3 + 2 = -1 -1
2 h(2) = -3•2 + 2 = -6+ 2 = -4 -4
3 h(3) = -3•3 + 2 = -9 + 2 = -7 -7
4 h(4) = -3•4 + 2 = -12 + 2= - 10 -10

Exercícios de aplicação
Dadas as funções lineares abaixo. Represente graficamente as funções:
: f(x) = x – 1, h(x) = -x + 2, y = 3x + 1 e g(x) = -2x + 4

3
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

DETERMINAÇÃO DE ZEROS DA FUNÇÃO, ORDENADA NA ORIGEM E A MONOTONIA

Zeros da função - são pontos onde qualquer gráfico ORDENADA NA ORIGEM – é todo ponto onde
intersecta o eixo das abcissas( ou dos xx). qualquer gráfico intersecta o eixo das ordenadas (ou dos
yy); e analiticamente, neste ponto: (0,y), fica claro na
abcissa x=0.

Analiticamente, determina-se os zeros duma função,


anulando-a, visto que no ponto da abcissa, o y=0:
(x;0).

MONOTONIA(ou Variação Da Função)


A Monotonia também, chamada de Variação da função, estuda o crescimento ou decrescimento
duma função. Nas funções lineares ou do 1º grau, há dois casos em diferentes situações a considerar:

Se o gráfico localiza-se entre o 1º e o 3º Se o gráfico localiza-se entre o 2º e o 4º


quadrantes, então, ela é crescente. quadrante, então, ela é decrescente.

Sendo: f(x)= ax+b. Se o declive a for positivo


(a>o), então, ela é crescente Sendo: f(x)= ax+b. se o declive a for negativo (a<o),
então, ela é decrescente

Ex1: determine os zeros da função e sua ordenada na origem em cada função representada no sistema
cartesiano e estude a função quanto a sua monotonia:

4
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Resolução:

Para a função f: zeros da função: x=-3 e a ordenada na origem: y=8. Esta função é crescente (1º e 3º Q) .
Para a função h: zeros da função: x=2 e a ordenada na origem: y=10. Esta função é decrescente (2º e 4º Q)

Ex2: dadas as função: f(x) = x - 5 e g(x) = 2x + 4. Determine os zeros da função e a respectiva ordenada na
origem. das funções é decrescente
Para a função f teremos: Para a função g teremos:
zero da função: zero da função:

Logo, o zero da função f, será: x=5

ordenada na origem
Logo, o zero da função f, será: x=-2
Logo, ordenada na origem da função f, será: y=-5
Ordenada na origem
Logo,
ordenada na origem da função f, será: y=4

EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO
Determine os zeros da função e sua ordenada na origem em cada função representada no sistema
cartesiano abaixo e indique qual dessas funções são Crescente ou decrescente?

5
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

DETERMINAÇÃO DA EXPRESSÃO ANALÍTICA


DUMA FUNÇÃO LINEAR

Para a determinação da expressão analítica duma função linear, deve-se:


1º - determinar o declive ou coeficiente angular da função pela formula: :

2º - encontrar a expressão analítica a partir da formula: y-y0= a(x-x0), substituindo apenas os valores
do declive y0 , a e x0.
Ex: considere as funções f e g representadas nos SCO’s abaixo:

Resolução:
Resposta:
1º 2º y-y0= a(x-x0)
a) Dados:
(0;2) y-2= -1(x-0)
X0 = 0 ^ y0 =2
(2;0) y-2=-1•x
X= 2 ^ y = 0
y -2= -x
f(x) = ax + b ? y = -x+2
logo: f(x) = -x+2

6
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

b) Dados: Resolução:
(-3;0)
X0 = -3 ^ y0 =0
1º 2º y-y0= a(x-x0)
(0;6) y-0= 2
X= 0 ^ y = 6
g(x) = ax + b ?
y=2(x+3)
y = 2x + 6
logo: g(x) =2x + 6

Exercícios de aplicação:
Determine as expressões analíticas de cada função linear patente no sistema cartesiano

Para mais exercícios relacionados com as funções lineares, sinta-se a vontade em consultar o livro
de matemática 8ª classe ( Nhêze, Ismael Cassamo: 2ª ed, Diname pp.212-217) disponível nesta
escola ou queira ainda fazer isso por meio do seu professor de Matemática.

Unidade didáctica: SISTEMAS DE DUAS EQUAÇÕES LINEARES


A DUAS INCÓNGNITAS
Equações literais, sistemas de duas equações lineares a duas incógnitas e problemas conducentes a
estes sistemas

EQUAÇÕES LITERAIS

Equações literais - são igualdades com mais de uma incógnita.


Exemplo: 2x+y=5 ; a-b=-3, , , F = m•a,

7
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Tendo a seguinte equação literal: 2x+y= 5 e . Como resolver em ordem a


uma das incógnitas?

Resolução:
Para a equação: 2x+y = 5 para a equação: em ordem a a teremos:
em ordem a y, teremos:
em ordem a x teremos:
y=5-2x
em ordem a x teremos:
2x=5-y
X=

E em ordem a c teremos:

em ordem a b teremos:

SISTEMAS DE DUAS EQUAÇÕES LINEARES


A DUAS INCONGNITAS

diz-se sistemas de duas equações lineares a duas incógnitas, a um conjunto de duas equações
lineares, com duas incógnitas.
Na forma canónica o sistema de duas equações lineares a duas incógnitas, apresenta-se da seguinte maneira:

ax by c
1 1 1
a x b y c . Onde:
2 2 2

RESOLUÇÃO DOS SISTEMAS DE DUAS EQUAÇÕES LINEARES A DUAS INCÓGNITAS

os sistemas de duas equações lineares a duas incógnitas - nesta classe, aplicando os métodos a
seguir: substituição, adição ordenada(ou método de eliminação de Gauss), misto e gráfico.

8
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Para a pronta resolução, inicialmente deve-se reduzir o sistema de duas equações lineares a duas
ax by c
incógnitas, a forma canónica: a1 x 1b y 1 c
2 2 2

Método de substituição

Na resolução dum sistema de duas equações lineares a duas incógnitas, aplicando o método de
substituição, deve-se
1º . Resolver em ordem a uma das incógnitas, numa das equações do sistema;
2º . Substituir na outra equação, a expressão obtida no passo anterior, na incógnita a que lhe corresponde.
3º . Resolver a equação assim obtida.
4º . Substituir o valor da incógnita no passo anterior, na outra equação de modo a ser determinada da outra
incógnita.
5º . Provar e estabelecer o conjunto solução

4x y 6 x 3y 13 x 3y 4
Exemplo: resolva sistemas a seguir: 1. 2. 3.
5x 2y 1 x 2y 2 x y 8

Resolução:
______________________ ______________________ ______________________
4x y 6 y 6 4x
Ex1 :
5x 2y 1 5x 2y 1 5x 2 6 4x 1 5x 12 8x 1 5x 8x 1 12

___________ ___________

y 6 4x y 6 4 1 y 6 4 y 2
13x 13 13 x 1 x 1 x 1 x 1
x
13

Prova:
4x y 6 5x 2y 1
? ?
4 1 2 6 5 1 2 2 1
Sol.: 1;2
? ?
4 2 6 5 4 1
6 6 1 1

9
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

x 3y 13 x 3y 13 2 2y 3y 13 2y 3y 13 2
Ex2
x 2y 2 x 2 2y ___________ ___________
15
5y 15 y y 3 y 3 y 3 y 3
5
______ ______ x 2 2y x 2 2 3 x 2 6 x 4

Prova:
? ?
4 3 3 13 4 2 3 2
? ?
4 9 13 4 6 2 Sol.: 4;3
13 13 2 2

_________________ _________________ _________________


x y 8 x 8 y
Ex3 :
x 3y 4 x 3y 4 8 y 3y 4 y 3y 4 8 y 3y 4
8

_________________ _____________

x 8 y x 8 3 x 5
4y 12 12 y 3 y 3 y 3
y
4

Prova:
x 3x 4
x y 8 ?
? 5 3 3 4
5 3 8 Sol.: 5;3
?
8 8 5 9 4
4 4

Exercícios de aplicação:

x y 6 x 2y 1 6x 2y 10
a) b) c)
2x y 10 x y 4 3x 4y 15

10
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Método de adição ordenada (ou de eliminação de Gauss)

Para a resolução de um sistema de duas equações lineares a duas incógnitas, aplicando o método de adição
ordenada, também chamada de redução, é necessário:
1. Reduzir os coeficientes de uma das incógnita à valores simétricos, aplicando os princípios de
equivalência de equações;
2. Adicionar os termos pertencentes a mesma incógnita, membro à membro de ambas equações do
sistema;
3. Resolver a equação resultante, de modo a obter-se o valor duma das incógnitas;
4. Repetir os procedimentos do 1, 2 e 3, desta vez, em relação à outra incógnita;
5. Provar e Estabelecer o conjunta solução.

Exemplos: resolva os seguintes sistemas:

2x y 3 3x 2y 8
1. x 3y 5 2. 2x 5y 1

Resolução:

2x y 3 3 6x 3y 9 2x y 3 1 2x y 3
Ex1 : x 3y 5 2 2x 6y 10
x 3y 5 1 x 3y 5
_________________________ ______________________________________

7x 14 7x 7
14 7
x x
7 7
x 2 x 1

Prova:

2x y 3 x 3y 5
? ?
2 2 1 3
?
Sol. :2 3 1 5
?
2;1
4 1 3 2 3 5
3 3 5 5

11
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

2x 3y 12 2 4x 6y 24 2x 3y 12 2 4x 6 y 24
Ex2 :
4x 2y 8 1 4x 2y 8 4x 2y 8 3 12x 6 y 24
____________________________________ ____________________________________

8y 16 16x 48
16 48
y x
8 16
y 2 x 3
Prova:

4x 2y 8
2x 3y 12 ?
? 4 3 2 2 8
2 3 3 2 12 ?
Sol.: 3;2
?
6 6 12 12 4 8
12 12 8 8

1. Resolva os seguintes sistemas, pelo método de adição ordenada:

x y 5 2x 3y 8 3x 2y 5 5x 2y 7
a) b) c) d)
2x y 4 3x 3y 1 2x 4y 14 2x y 10

MÉTODO MISTO
Resolver um sistema aplicando o método misto, significa resolver o sistema aplicando os métodos de
adição ordenada e em seguida o método de substituição; ou seja, o valor de uma das incógnitas é obtido
aplicando o método de adição ordenada e por sua vez, este valor é substituído numa das equações do sistema,
para obter-se o valor da outra incógnita.

Exemplo: resolva os sistemas pelo método misto

x y 6 2x y 8
a) b)
x 3y 2 x y 1

12
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

Resposta:

x y 6 (3) 3x 3y 18
b)
x 3y 2 (1) x 3y 2 x y 6
______________________

4x 20
5 y 6
y 6 5
20
x y 1
4
x 5
? x 3y 2
x y 6 ?
? 5 3 1 2
Prova: 5 1 6 Sol 5;1
?
6 6 5 3 2
2 2

2x y 8 (1) 2x y 8
b) x y 1
x y 1 ( 2) 2x 2y 2
______________________ x 2 1
3y 6 x 2 1
6 x 1 2
y
3 x 3
y 2

Prova:

2x y 8
x y 1
?
?
3 2 6 Sol 2 3;3 2 2 8
?
?
3 2 1 6 2 8
8 8
1 1

Exercícios de aplicação

Resolva os sistemas abaixo, aplicando

13
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

o método misto:

x 2y 6 3x y 5 2x y 4
a) b) c)
x y 3 4x 2y 8 x 3y 9

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COM AJUDA DOS SISTEMAS

Problema 1:
Num parque de estacionamento de viaturas, a soma do número de motas e dos automóveis é 13, e a soma de
rodas de todas as viaturas, é 36. Quantas motas e automóveis existem no parque?
Resolução:
Dados e escolha das incógnitas:
Seja: x o número de motas e y o número de automóveis
Número de rodas: para mota será 2; logo teremos 2x para automóveis sera 4; logo teremos, 4y.
Equacionando o problema:
- a soma do número de motas e dos automóveis é 13: x + y = 13
- a soma de rodas de todas as viaturas, é 36: 2x + 4y = 36
Agrupando as equações atras, obtemos assim, um sistema de duas equações lineares a duas incógnitas:
x y 13
2x 4y 36

Resolvendo-o teremos:

x y 13 ( 2) 2x 2y 26
2x 4 y 36
2x 4y 36 (1) 2x 4y 36
______________________ 2x 4 5 36
2x 20 36
2y 10
2x 36 20
10
y 2x 16
2
16
y 5 x
2
x 8
14
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

resposta: no parque existem 8 motas e 5 automóveis.

Problema 2:
A dona Bertina é criadora de frangos e Cobaios para venda. Sabendo que a soma das patas é 80 e a soma das
cabeças das crias é 30. Quantos cobaios e frangos a dona Bertina cria para venda?
Resolução:
seja o x o número de cabeças de cobaios e y o número de cabeças de frangos.
Número de patas: para cobaios: 4; logo no total teremos 4x e frangos(galinhas): 2; logo no total, teremos 2y

Equacionando o problema:
- a soma das cabeças das crias é 30: x + y = 30
- a soma das patas é 80 : 4x + 2y = 80

x y 30
Obtemos assim o sistema:
4x 2y 80
Resolvendo o sistema, teremos:
____________________ ____________________
x y 30 y 30 x
4x 2y 80 4x 2 30 x 80 4x 60 2x 80 4x 2x 80 60

_________
y 30 x y 30 20 y 30 20 y 30 20 y 10
2x 40 x 40 x 20 x 20 x 20 x 20
2
Resposta: a dona Bertina cria 20 cobaios e 10 frangos para venda

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO :
1. Numa capoeira, a soma dos coelhos e avestruzes é 70 e a soma das patas é 180. Quantos coelhos e
avestruzes há na capoeira?

2. Numa loja especializada na venda de artigos de vestuários e estando em promoção, três camisas e uma
capulana custam 500mt. Duas capulanas e uma camisa custam 600mt. Quanto custa cada camisa e
cada capulana?

3. Daqui a dois anos a idade de um pai será a trípla da idade do seu filho. Hoje, a soma das suas idades é
48. Quantos anos de idade cada um tem?

15
[ ]
O Professor: Luís Bernardo Luís TEXTO DE APOIO* MATEMÁTICA 8ª CLASSE © JULHO DE 2016 * ESCOLA SEC. DE MANGULAMELO

4. Quais são dois números que, subtraindo 10 unidades ao primeiro obtém-se o segundo e, adicionando
ao 2 unidades ao segundo, obtém-se o dobro do primeiro.

5. O avô e neto
O neto: “ o que vou contar passou-se em 1938. A minha idade nesse ano era expressa por um número
formado pelos últimos dois algarismos do meu nascimento.” Ao contar isto ao meu avô, ele deixou-me
perplexo ao dizer que com sua idade acontecia o mesmo. Qual é a idade cada um nos nessa altura?”

6. Na cantina: um grupo de alunos consumiu três bolos e dois frozes e paga 44mt. Mas outro grupo,
consome quatro frozes e cinco bolos paga 80mt. Qual é o preço de cada bolo e cada froze na cantina?

Nota do autor:
Para alcançar a Sabedoria prática, o indivíduo deve harmonizar o conhecimento adquirido e possível
de ser adquirido com oportunidades que testam-lhe, encarando tal teste positivamente visando o bem
individual. E num prazo não muito longe, pelo que parece, serão colhidos os resultados do empenho
feito (www.jw.org/pt /publicações > vida satisfatória ). Assim também é a Matemática.

16