Você está na página 1de 2

Material Complementar e Orientação de estudos #15

METABOLISMO ENERGÉTICO 4 – HIPÓTESES E ENDOSSIMBIOSE – Prof. Felp´s

Tarefas da semana: Fazer a lista abaixo + Planejamento (cronograma) para a Lista de Férias - HD Virtual.
EXT – Finalizar exercícios de sala – Aula 29 a 31 + Exercícios de sala - Aula32 e 33
MED – Finalizar exercícios de sala – Aula 30 a 32 + Exercícios de sala - Aula 33
1. (Famerp 2018) As algas são importantes produtoras de gás oxigênio, 5. (Pucsp 2018) O metabolismo de certos microrganismos gera elétrons que
substância fundamental para a maioria dos seres vivos. O gás oxigênio podem ser capturados por eletrodos e utilizados na geração de energia elétrica.
liberado pelas algas provém das Alguns desses microrganismos vivem no solo próximo às raízes das plantas,
beneficiando-se de produtos orgânicos sintetizados durante a fotossíntese e
a) moléculas de piruvato, derivadas da glicólise que ocorre na respiração incorporados ao solo pelas raízes. Um grupo de pesquisadores peruanos
celular. desenvolveu um sistema de captação dos elétrons provenientes do
b) moléculas de água, após a fotólise que ocorre na fotossíntese. metabolismo de geobactérias, composto de eletrodos inseridos em uma placa
c) moléculas de glicose, após a glicólise que ocorre na respiração celular. que recebe esses elétrons e gera um fluxo de corrente elétrica que será
d) moléculas de nitrato, derivadas da oxidação durante a quimiossíntese. armazenada em uma bateria. Essa energia é suficiente para manter o
e) moléculas de gás carbônico, após a etapa química da fotossíntese. funcionamento de uma lâmpada LED por até duas horas diárias, o que é
particularmente útil para populações humanas que não têm acesso algum à
2. (Unicamp 2018) Em alguns casos, as organelas celulares podem energia elétrica.
transformar-se e perder a funcionalidade, como acontece com os Nesse contexto, considere o gráfico a seguir.
cloroplastos. Em plantas com alta atividade de fotossíntese, mas com
crescimento paralisado e sem drenos ativos (como flores e frutos), os
cloroplastos podem dar origem a

a) protoplastos – células vegetais desprovidas de parede celular.


b) amiloplastos – organelas em que ocorre acúmulo de amido.
c) proplastos – organelas imaturas que dão origem a cloroplastos.
d) cromoplastos – organelas em que ocorre acúmulo de pigmentos.

3. (Unesp 2015) Um químico e um biólogo discutiam sobre a melhor forma


de representar a equação da fotossíntese. Segundo o químico, a equação
deveria indicar um balanço entre a quantidade de moléculas e átomos no
Supondo que o abastecimento das geobactérias pelas raízes das plantas seja
início e ao final do processo. Para o biólogo, a equação deveria apresentar as
proporcional à produtividade na fotossíntese, assinale a alternativa CORRETA.
moléculas que, no início do processo, fornecem os átomos para as moléculas
a) Uma planta de sol é a melhor escolha para abastecer o sistema, pois seu
do final do processo.
ponto de compensação fótico é inferior ao de uma planta de sombra.
b) O armazenamento de energia na bateria que mantém a luz acesa será
As equações propostas pelo químico e pelo biólogo são, respectivamente,
inversamente proporcional à captação líquida diária de CO2 , seja a
a) 6CO2 + 12H20 → C6H12O6 + 6H2O + 6O2 e 6CO2 + 6H2O → C6H1206 + 6O2 planta de sol ou de sombra.
b) 6CO2 + 6H20 → C6H12O6 + 6O2 e 6CO2 + 12H2O → C6H1206 + 6H2O + 6O2 c) Uma planta de sombra associada ao sistema começa a gerar produtos da
c) 6CO2 + 6H20 → C6H12O6 + 6O2 e C6H1206 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia fotossíntese que serão utilizados pelas geobactérias em intensidades
d) C6H12O6 → 2C2H5OH + 2CO2 + energia e C6H1206 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + luminosas menores que uma planta de sol.
energia d) A quantidade de produtos derivados da fotossíntese fornecidos às
e) C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H20 + energia e C6H12O6 → 2C2H5OH + 2CO2 + geobactérias será o mesmo, seja a planta de sol ou de sombra, pois ambas
energia atingem um ponto de saturação luminosa.

4. (Unesp 2018) Os gráficos apresentam as taxas de respiração e de 6. (Uerj 2018) Nos vegetais, o ponto de compensação fótico ou luminoso
fotossíntese de uma planta em função da intensidade luminosa a que é corresponde à quantidade de luz na qual as taxas de fotossíntese e de
submetida. respiração se equivalem. Nesse ponto, todo o oxigênio produzido na
fotossíntese é utilizado no processo respiratório, e todo o gás carbônico
produzido nesse processo é utilizado na fotossíntese.
Considere as curvas de fotossíntese de duas espécies vegetais, A e B, e seus
respectivos pontos de compensação, PC1 e PC2 , indicados no gráfico
abaixo.

De acordo com os gráficos e os fenômenos que representam,


a) no intervalo A-B a planta consome mais matéria orgânica que aquela que
sintetiza e, a partir do ponto B, ocorre aumento da biomassa vegetal.
b) no intervalo A-C a planta apenas consome as reservas energéticas da
semente e, a partir do ponto C, passa a armazenar energia através da
fotossíntese.
c) a linha 1 representa a taxa de respiração, enquanto a linha 2 representa a
taxa de fotossíntese.
Identifique a curva que representa uma planta cultivada em local sombreado e
d) no intervalo A-C a planta se apresenta em processo de crescimento e, a
justifique o ponto de compensação observado nessa planta.
partir do ponto C, há apenas a manutenção da biomassa vegetal.
Admita que as espécies A e B foram submetidas a temperaturas muito altas,
e) no intervalo A-B a variação na intensidade luminosa afeta as taxas de
apresentando quedas nas taxas de respiração e fotossíntese. Nesse caso,
respiração e de fotossíntese e, a partir do ponto C, essas taxas se
aponte o fator que interferiu na queda dessas taxas.
mantêm constantes.
......... FOCO NOS VESTIBULARES........
7. (Enem 2017) Pesquisadores conseguiram estimular a absorção de energia a) respiração celular e está correta, uma vez que, nas mitocôndrias, o carbono
luminosa em plantas graças ao uso de nanotubos de carbono. Para isso, do CO2 é disponibilizado para a síntese de tecidos vegetais e o O2 é devolvido
nanotubos de carbono “se inseriram” no interior dos cloroplastos por uma para a atmosfera.
montagem espontânea, através das membranas dos cloroplastos. Pigmentos b) fotossíntese e está correta, uma vez que, através desse processo, a planta
da planta absorvem as radiações luminosas, os elétrons são “excitados” e se utiliza o carbono na síntese de seus tecidos, devolvendo para a atmosfera o
deslocam no interior de membranas dos cloroplastos, e a planta utiliza em oxigênio do CO2
seguida essa energia elétrica para a fabricação de açúcares. Os nanotubos de c) fotossíntese e está incorreta, uma vez que o carbono do CO2 é utilizado na
carbono podem absorver comprimentos de onda habitualmente não síntese de carboidratos que serão consumidos na respiração celular, mas
utilizados pelos cloroplastos, e os pesquisadores tiveram a ideia de utilizá-los não como matéria-prima do tronco.
como “antenas”, estimulando a conversão de energia solar pelos d) fotossíntese e está incorreta, uma vez que o oxigênio liberado para
cloroplastos, com o aumento do transporte de elétrons. atmosfera provém da reação de decomposição da água, e não do CO2 que a
Nanotubos de carbono incrementam a fotossíntese de plantas. Disponível em: planta capta da atmosfera.
http://lqes.iqm.unicamp.br. Acesso em: 14 nov. 2014 (adaptado).
e) respiração celular e está incorreta, uma vez que o O2 liberado para atmosfera
O aumento da eficiência fotossintética ocorreu pelo fato de os nanotubos de
tem origem na quebra de carboidratos na glicólise, da qual também resulta
carbono promoverem diretamente a:
o carbono que irá compor os tecidos vegetais.
a) utilização de água.
b) absorção de fótons.
11. (Unicamp 2017) As plantas crescem e se desenvolvem em ambientes com
c) formação de gás oxigênio.
grande variação na disponibilidade de energia luminosa, apresentando
d) proliferação dos cloroplastos.
importante aclimatação da fotossíntese e da respiração foliar. A figura abaixo
e) captação de dióxido de carbono.
representa a variação das trocas gasosas de duas espécies, A e B, em função do
aumento da disponibilidade de luz. Valores positivos indicam fotossíntese e
8. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017) Uma certa solução de coloração
valores negativos, respiração.
rósea, indicadora de pH, torna-se amarela em meio ácido e roxa em meio
alcalino.
Em um experimento, uma quantidade desta solução é colocada em tubos de
ensaio, que são hermeticamente fechados por rolhas. No interior de cada
tubo coloca-se uma folha, que fica presa à rolha, conforme mostrado no
esquema abaixo. Alguns desses tubos são mantidos no escuro (lote A) e
outros ficam expostos à luz (lote B).

Após algum tempo, espera-se que a solução nos tubos


do lote A torne-se
a) amarela, devido à liberação de gás carbônico pela
folha e a do lote B roxa, devido ao consumo de gás
carbônico pela folha.
b) roxa, devido ao consumo de gás carbônico pela folha a) Qual espécie estaria mais apta a se desenvolver em ambientes de sub-
e a do lote B amarela, devido à liberação de gás bosque, onde a luz é um fator limitante e raramente excede 200 µmol m-2s-1
carbônico pela folha. ? Justifique sua resposta.
c) amarela, devido ao consumo de oxigênio pela folha e b) Além de modificações fisiológicas como as citadas nas trocas gasosas, cite
a do lote B roxa, devido à liberação de gás carbônico outras duas características das folhas que tornariam as plantas aptas a se
pela folha. desenvolverem em ambientes sombreados.
d) roxa, devido à liberação de oxigênio pela folha e a do
lote B amarela, devido à liberação de gás carbônico 12. (Unesp 2016) Quatro espécies de micro-organismos unicelulares foram
pela folha. isoladas em laboratório. Para determinar como esses seres vivos obtinham
energia, cada espécie foi inserida em um tubo de ensaio transparente contendo
9. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2016) Analise o esquema abaixo, que se água e açúcares como fonte de alimento. Os tubos foram rotulados em 1, 2, 3 e
refere, de forma bem simplificada, ao processo de fotossíntese. 4, e submetidos ao fornecimento ou não de recursos como gás oxigênio (O2) e
luz. Após certo tempo, verificou-se a sobrevivência ou a morte desses
organismos nessas condições.

Suponha que uma cultura de algas verdes seja iluminada e receba gás
carbônico com o isótopo C-14 e água com o isótopo 0-18. Pode-se afirmar
que
a) o gás carbônico participa das etapas A e B e prever que ocorra produção
de glicose com o isótopo C-14 nas duas etapas.
b) o gás carbônico participa apenas da etapa A e prever que ocorra produção
de glicose com o isótopo C-14 nesta etapa.
c) a água participa das etapas A e B e prever que ocorra liberação de Os resultados permitem concluir corretamente que os micro-organismos
oxigênio com o isótopo O-18 nas duas etapas. presentes nos tubos 1, 2, 3 e 4, são, respectivamente,
d) a água participa apenas da etapa A e prever que ocorra liberação de a) anaeróbios obrigatórios, aeróbios, anaeróbios facultativos e
oxigênio com o isótopo O-18 nesta etapa. fotossintetizantes.
b) aeróbios, fotossintetizantes, anaeróbios obrigatórios e anaeróbios
10. (Unesp 2017) Em uma matéria sobre o papel das plantas na redução da facultativos.
concentração atmosférica dos gases do efeito estufa, consta a seguinte c) anaeróbios facultativos, fotossintetizantes, aeróbios e anaeróbios
informação: obrigatórios.
d) anaeróbios facultativos, aeróbios, fotossintetizantes e anaeróbios
O vegetal “arranca” o carbono, que é o C do CO2 para usar de matéria-prima obrigatórios.
para o seu tronco, e devolve para a atmosfera o O2 ou seja, oxigênio. e) anaeróbios obrigatórios, anaeróbios facultativos, aeróbios e
(Superinteressante, maio de 2016. Adaptado.) fotossintetizantes.
Tal informação refere-se à