Você está na página 1de 13

Simulado – PCDF

Agente e Escrivão

2. O texto apresenta traços da tipologia injuntiva,


CONHECIMENTOS BÁSICOS
pois há uma intenção de prescrever formas humanis-
tas de condução do processo criminal.
LÍNGUA PORTUGUESA (TEXTO E GRAMÁTICA)
3. No trecho “todo o processo criminal” (l. 3), a su-
1 Durante a Idade Média, na França, como na
pressão do artigo prejudicaria as relações semânticas,
maior parte dos países europeus – com notável
exceção da Inglaterra –, todo o processo criminal, mas preservaria a correção gramatical.
até a sentença, permanecia secreto: ou seja, opaco
5 não só para o público, mas para o próprio acusado. 4. A substituição da palavra “capciosa” (l. 20) por in-
 O processo se desenrolava sem ele, ou pelo sidiosa preservaria o sentido original do texto.
menos sem que ele pudesse conhecer a acusa-
ção, as imputações, os depoimentos e as provas. 5. Depreende-se da leitura do texto que atualmente,
Era impossível ao acusado ter acesso às peças do na maior parte dos países ocidentais, o processo penal
10 processo, impossível conhecer a identidade dos é marcado pelo acesso dos acusados às provas e pelo
denunciadores, impossível saber o sentido dos direito ao contraditório e à ampla defesa.
depoimentos antes de recusar as testemunhas,
impossível fazer valer, até os últimos momentos 6. Na linha 27, a forma verbal “confere” poderia estar
do processo, os fatos justificativos, impossível
flexionada no plural, sem prejuízo à correção gramati-
15 ter um advogado, seja para verificar a regulari-
cal do texto, desde que fosse inserido o artigo a ime-
dade do processo, seja para participar da defesa.
diatamente após a conjunção e.
 Por seu lado, o magistrado tinha direito de re-
ceber denúncias anônimas, de esconder ao acusa-
do a natureza da causa, de interrogá-lo de maneira 7. Embora houvesse mudança do sentido original do
20 capciosa, de usar insinuações. Ele constituía, sozi- texto, o último trecho poderia ser assim reescrito, sem
nho e com pleno poder, uma verdade com a qual prejuízo à correção gramatical: com isso, o rei queria
investia o acusado; e essa verdade os juízes a mostrar como a força soberana que se origina do direito
recebiam pronta sob a forma de peças e relatórios de punir não pode, em caso algum, pertencer ao povo.
escritos; para eles, esses documentos sozinhos
25 comprovavam; só encontravam o acusado uma 8. A substituição de “interrogá-lo” por interrogar-lhe
vez para interrogá-lo antes de dar a sentença prejudicaria a correção gramatical do período.
 A forma secreta e escrita do processo confere
com o princípio de que em matéria criminal o es- 9. De acordo com o autor do texto, o fato de o sobe-
tabelecimento da verdade era para o soberano e rano e seus juízes terem direito absoluto ao processo
30 seus juízes um direito absoluto e um poder exclu-
decorre do receio da falta de ordem e da violência que
sivo. Ayrault supunha que esse procedimento (já
o povo podia manifestar.
estabelecido no que tange ao essencial no século
XVI) tinha por origem o medo dos tumultos, das gri-
tarias e aclamações que o povo normalmente faz, 10. No trecho “tinha direito de receber denúncias anô-
35 o medo de que houvesse desordem, violência e nimas, de esconder ao acusado a natureza da causa,
impetuosidade contra as partes, talvez até mesmo de interrogá-lo da maneira mais capciosa, de usar insi-
contra os juízes; o rei queria mostrar com isso que a nuações” (l. 17-20), a preposição de, em todas as ocor-
“força soberana” de que se origina o direito de punir rências, deve-se à regência do termo “direito”.
não pode em caso algum pertencer à multidão.
11. Na linha 5, a conjunção “mas” estabelece ideia de
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir, Petrópoles:
Vozes, 1996 (com adaptações) oposição entre os direitos do acusado e o do público.

Considerando os aspectos interpretativos e linguísticos 12. Na linha 3, é facultativo o emprego da vírgula após
do texto acima, julgue os itens de 1 a 15. o travessão, pois este já indica a pausa sintática de
que o período necessita.
1. Infere-se do texto que a Inglaterra não aderiu ao
rito secreto do processo criminal por ser um país de 13. A substituição de “Por seu lado” (l. 17) por No en-
vanguarda no que se referia aos direitos humanos. tanto preservaria a correção e a coerência do texto.

2 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

14. Os termos “secreto” (l. 4) e “um direito absoluto e • P2: Se o governo do DF for visto como fraco, a
um poder exclusivo” (l. 30-31) desempenham, no con- popularidade do governo do DF cairá.
texto em que ocorrem, a mesma função sintática.
Tendo como referência essas proposições, julgue o
15. As palavras “juízes” e “constituía” são acentuadas item seguinte, a respeito da lógica de argumentação.
em função da mesma regra.
22. O argumento em que as proposições P1 e P2 são
REDAÇÃO OFICIAL as premissas e a conclusão é a proposição “Se a em-
presa privada causar prejuízos à sociedade brasiliense
Com base na 3ª edição do Manual de Redação da e se o governo do DF não interferir na sua gestão, a
Presidência da República de 2018 (MRPR), julgue os popularidade do governo do DF cairá. ” é um argumen-
itens que se seguem. to válido.

16. O novo manual prevê o documento conhecido 23. Um shopping de Brasília realizou uma pesquisa so-
como ofício conjunto circular, que deve ser utilizado bre a preferência do público quanto à premiação para
quando mais de um órgão envia, conjuntamente, o quem realizar compras de final de ano nas lojas parcei-
mesmo expediente para um único órgão receptor. ras. Nessa pesquisa, foram entrevistadas 250 pessoas,
entre homens e mulheres, escolhidas aleatoriamen-
17. O MRPR disciplina o uso dos fechos para todas as te. Desse grupo, 100 eram mulheres, e dessas 40 não
autoridades, inclusive para as estrangeiras que estão preferem carro como premiação. Se o total de pessoas
em território nacional. pesquisadas que têm preferência por carro foi de 170
pessoas, o número de homens que não têm preferência
18. Nas comunicações oficiais, como forma de de- por carro como premiação de final de ano é igual a 40.
monstração de respeito, deve-se empregar a forma de
tratamento Doutor ao se dirigir ao Delegado de Polícia. 24. Um shopping de Brasília realizou uma pesquisa
sobre a preferência do público quanto à premiação
19. Como não existe padrão definido para a estrutura para quem realizar compras de final de ano nas lojas
das mensagens enviadas por meio de correio eletrô- parceiras. Nessa pesquisa, foram entrevistadas 250
nico, não há orientações acerca da linguagem a ser pessoas, entre homens e mulheres, escolhidas aleato-
empregada nessas comunicações. riamente. Desse grupo, 100 eram mulheres, e dessas
40 não preferem carro como premiação. Se o total de
20. O presidente da República deve encaminhar a me- pessoas pesquisadas que têm preferência por carro foi
dida provisória ou realizar a indicação de autoridades de 170 pessoas, a probabilidade de sortear uma pes-
mediante ofício, pois esta é uma exigência do princípio soa entrevistada e essa não preferir carro, sabendo
da publicidade das comunicações oficiais. que foi um homem, é superior a 30%.

RACIOCÍNIO LÓGICO 25. Considerando os conjuntos Alfa, Bravo e Charlie e


suas intersecções, não existem elementos na intersec-
Julgue o item que segue, a respeito de lógica proposicional. ção dos 3 conjuntos. O número de elementos dos con-
juntos Alfa, Bravo e Charlie são respectivamente 35,
21. Se A e B forem proposições simples, então a pro- 32 e 33. O total de elementos que pertencem a apenas
posição ¬[A ∨ (¬B) ]↔[ (¬A) ∧B] é uma tautologia. um desses conjuntos é igual a 46. O número total de
elementos desses 3 conjuntos é superior a 75.
Considere as seguintes proposições.
26. Considere falsa a afirmação “Renato é policial mi-
• P1: Se a empresa privada causar prejuízos à socie- litar e Claudia é policial civil”, e verdadeira a afirmação
dade brasiliense e se o governo do DF não interferir “se Renato é policial militar, então Claudia é policial ci-
na sua gestão, o governo do DF será visto como fraco. vil”. Nessas condições, é necessariamente falso que
Renato é policial militar.

3 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

27. A negação lógica da sentença “se estou de dieta, Então, afirmou: “Todos os cartões que têm uma vogal
então fecho a boca” é “estou de deita e fecho a boca”. numa face têm um número par na outra”. E pergun-
tou para seus colegas: “Para verificar se tal afirmação
Considere que haja elementos em todas as seções e é verdadeira, é suficiente virar o primeiro e o último
interseções do diagrama. cartão?”

31. Com relação ao questionamento de André, pode-


mos afirmar que a reposta para a pergunta seria “não”.

32. Ana, Marcos e Priscila são advogados que atuam


exclusivamente em uma das seguintes áreas do direito:
família, trabalhista ou criminal, mas não necessariamen-
te nessa ordem. Sabendo que Ana não atua na área de
família, Marcos ou Priscila atuam na área trabalhista, e
Priscila e Ana não atuam na área trabalhista, deduzimos
28. A partir dessas informações, é correto afirmar que
ser verdade que Antônia atua na área da família, Mário
qualquer elemento de D que não é elemento de B é
na área trabalhista, e Paula na área criminal.
também elemento de C ou elemento de A.
33. De acordo com a sequência (7; 5; 10; 8; 16; 14; 28; 26;
Considere verdadeiras as seguintes informações:
52; . . .) e sua lei de formação, a diferença entre o 16º e o
13º termo dessa sequência, nessa ordem, é superior a 200.
I – Se Neide é juíza, então Daiane é advogada.
II – Se Eduardo é administrador judiciário, então
Claudia é delegada. Uma equipe da Polícia Civil do DF precisa descobrir a
III – Daiane é advogada se, e somente se, Mário posição correta de um esconderijo e, para tal, dispõe
for desembargador. somente do pedaço de um bilhete rasgado.
IV – Todo administrador judiciário é formado em
Administração.

29. Sabendo-se que Mário não é desembargador e


que Eduardo não é formado em Administração, é cor-
reto afirmar que Neide não é juíza se, e somente se,
Claudia não for delegada.

30. Considerando que (∀x)A(x) e (∃x)A(x) são pro- A equipe situa-se na posição desse poço que se encon-
posições, é correto afirmar que a proposição (∀x)A(x) tra dentro de um terreno de área circular de raio igual a
→ (∃x)A(x) é avaliada como V em qualquer conjunto 100 passos e não possui bússola para indicar o norte.
em que x assuma valores. Além disso, é noite. O bilhete rasgado não deixa claro
se o número de passos a ser dado é de múltiplos de
André, Policial Civil do DF, é aficionado a raciocínio três ou de oito. Entretanto, a equipe é formada por peri-
lógico e, em certo dia, realizou o seguinte desafio aos tos que entendem de métodos de contagem e que deci-
seus colegas de trabalho: dem usar o princípio da inclusão-exclusão: “Sendo A e
Pegou quatro cartões, escreveu um número em um B conjuntos cujo número de elementos é dado por n (A)
lado, e no outro uma letra, segundo ilustrado abaixo. e n (B), respectivamente, então n (A ∪ B) = n(A) + n(B)
– n(A ∩ B), em que n(A ∪ B) é o número de elementos
que pertence a pelo menos um dos conjuntos A e B”.

34. Com base nesse princípio, o número máximo de


tentativas que a equipe terá de realizar para encontrar
o esconderijo é superior a 45.

4 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

35. Suponha que, no Sindicato do Policiais Civis do DF, 40. O protocolo HTTP:// é utilizado para a navegação
trabalhem 5 peritos em tecnologia da informação. Uma nas páginas da WWW, operando na camada 7 (sete)
nova rede de computadores será projetada e implemen- do modelo OSI e na porta 80 (oitenta) da rede.
tada para modernização dos processos. Para tanto, será
montada uma equipe com 4 analistas, sendo 2 respon- 41. Dentre as várias definições propostas para
sáveis unicamente por projetar a rede, e outros 2 respon- computação em nuvem, uma que é aceita pelo merca-
sáveis unicamente por instalar e configurar a rede. Des- do é aquela proposta pelo NIST (Instituto Nacional de
sa forma, a quantidade de equipes distintas que podem Padrões e Tecnologia do Departamento de Comércio
ser formadas para a execução da tarefa é superior a 35. Norte-Americano). De acordo com a definição do NIST,
o modelo de serviço que abrange o fornecimento de
INFORMÁTICA capacidade de processamento, armazenamento, re-
des e outros recursos de computação fundamentais é
De acordo com a figura abaixo e conhecimentos sobre
o PAAS (Plataforma como Serviço na Nuvem).
o Windows 10 – PRO (configuração padrão e portu-
guês), julgue os itens 36 e 37.
42. No GOOGLE, ao se pesquisar: segurança +patrimo-
nial, será procurada a palavra segurança, dando ênfase
aos resultados em que aparecem a palavra patrimonial.

43. O navegador Google Chrome oferece uma ferra-


menta de remoção de softwares nocivos em suas con-
figurações, conhecida como CleanUp.

De acordo com a figura abaixo, julgue os itens 44 e 45


a respeito do Mozilla Firefox versão 66 e conhecimen-
tos relacionados a navegação na Internet, Intranet e
Extranet.

36. A opção CONFIGURAÇÕES exibida na figura


pode ser acessada pela combinação de teclas + I.

37. A opção Telefone permite a um usuário configurar


um telefone para continuar no seu computador as tare-
fas iniciadas no telefone celular. Com o smartphone vin-
culado, o usuário pode, por exemplo, abrir uma página
específica pelo navegador do celular e continuar a leitura 44. O botão , localizado na barra de URL, indica o
no computador com o sistema operacional Windows 10. novo recurso de Favoritos do Mozilla Firefox, que per-
mite salvar a página no dispositivo para poder acessá-
38. No prompt de comando de qualquer sistema opera- -la posteriormente até mesmo quando estiver sem um
cional Linux, como o Red Hat, o aparecimento do carac- acesso à Internet.
tere $ no prompt de comando significa que o usuário que
esteja conectado é o usuário comum. E o aparecimento 45. O Firefox, em sua versão mais recente, não permi-
do caractere # significa que é o superusuário root. te o envio da aba apresentada na figura para um outro
dispositivo, como um smartphone, por exemplo.
39. O comando pwd, no Linux Ubuntu, é usado para
mostrar a pasta corrente.

5 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

De acordo com a figura abaixo, julgue o item 46 a res- 50. Um ataque de ransomware comumente ocorre por
peito do MS-Word 2016. meio da exploração de vulnerabilidades de sistemas e
protocolos; a forma mais eficaz de solucionar um ata-
que desse tipo e recuperar os dados “sequestrados”
(criptografados) é a utilização de técnicas de restau-
ração dos arquivos, por meio de becapes criados em
sistemas de nuvens computacionais.

LEI ORGÂNICA DO DISTRITO FEDERAL

À luz da LODF, julgue os itens:

51. Qualquer cidadão, para a defesa de seus interes-


ses pessoais, pode requerer certidões e cópias de con-
tratos, devendo a Administração entregá-las no prazo
de até 30 dias, sob pena de responsabilidade.

46. O texto da figura contém 3 (três) parágrafos e está


52. Os procuradores da Câmara Legislativa pleitea-
alinhado à esquerda.
ram a oferta de um projeto de lei que equiparasse a
sua remuneração à dos Procuradores do Distrito Fe-
47. No MS-Excel 2016, a função =SUB(A1:C4) irá
deral. O pleito foi encampando e foi ofertado um PL
subtrair o intervalo da célula A1 até C4.
aprovado, sancionado e convertido em lei. A lei em tela
viola vedação prevista na LODF.
De acordo com a figura abaixo, julgue o item 48, a res-
peito do MS-Power Point 2016. ATUALIDADES

Após uma reunião reservada no Salão Oval e um


almoço de trabalho, Trump e Bolsonaro deram declara-
ções à imprensa no jardim da Casa Branca. "Eu estou
apoiando os esforços deles (do Brasil) para ingressar
(na OCDE)", disse o presidente norte-americano, sem
entrar em detalhes.

Tendo o texto acima como base, julgue os itens abaixo.

53. A primeira vez que o Brasil apresentou um pedido


formal para ingressar na OCDE foi em 2017, durante o
governo do ex-presidente Michel Temer (MDB).

48. Caso o usuário deseje aplicar um efeito de entrada 54. Para apoiar a entrada do País na OCDE, os EUA
do tipo esmaecer na caixa de texto que contém Re- solicitaram que o Brasil deixasse a lista de países au-
des de computadores, poderá fazê-lo por meio da Guia toproclamados "em desenvolvimento" na Organização
Transições, Grupo Animação, opção Esmaecer. Mundial de Comércio (OMC).

49. O LibreOffice Writer 6.0 utiliza como padrão o for- 55. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, se com-
mato de arquivo .ODT e é compatível com os formatos prometeu, em sua visita aos EUA, a retirar a exigência
do Word 2016, .DOCX e .DOC, além de exportar docu- de visto para a entrada de norte-americanos, canaden-
mentos no formato .PDF. ses e franceses no Brasil.

6 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

Atentados no Sri Lanka 62. Não há ilegalidade em procedimento policial no


qual haja ingresso em domicílio, durante a noite, quan-
Oito explosões foram registradas em Colombo e nas do os indícios da ocorrência de crime decorrem da
regiões de Katana e Batticaloa. existência de cheiro de droga vindo da residência.
Entre os alvos estavam três igrejas, onde aconteciam as
missas da Páscoa. Os hotéis cinco-estrelas Shangri-La, Acerca dos direitos sociais e das atribuições do Poder
Kingsbury, Cinnamon Grand e um quarto hotel, todos Executivo, analise os itens apresentados adiante.
em Colombo, também foram atingidos. Uma explosão
ainda foi registrada em um complexo de casas. 63. A teoria do mínimo existencial se contrapõe à ideia
da reserva do possível, impondo que o Estado imple-
Tendo o texto acima como base, julgue os itens abaixo. mente direitos sociais sem poder invocar restrições or-
çamentárias e financeiras.
56. Os muçulmanos representam aproximadamente
10% dos 21 milhões de habitantes do Sri Lanka, que tem 64. Pode ser delegada aos Ministros de Estado a atri-
o budismo como grande maioria, seguido do hinduísmo. buição do Presidente da República para prover e para
improver cargos públicos federais, na forma da lei.
57. O Sri Lanka, país asiático, faz fronteira com a Índia
e Bangladesh. Quanto aos servidores públicos, julgue os itens.

65. É possível a fixação de regras especiais de apo-


RIDE – REGIÃO INTEGRADA DE DESENVOLVIMENTO sentadoria para servidores com deficiência e para os
que atuem em condições de risco.
Segundo os termos da Lei Federal, o Brasil atualmente
possui três RIDEs, cada uma criada por lei complemen- 66. Servidor ocupante de cargo efetivo e que também
tar específica e regulamentada por decretos distintos. exerça cargo em comissão deve deixar os dois quan-
Elas estão situadas nas regiões conurbadas do Distrito do do implemento da idade limite para a aposentadoria
Federal e entorno (Lei n. 94/1998), Grande Teresina (Lei compulsória.
n. 112/2001) e em Petrolina/Juazeiro (Lei n. 113/2001).
Julgue os itens relativos à segurança pública e à ordem
Tendo o texto acima como base, julgue os itens abaixo. social.

58. Mimoso e Água fria são municípios pertencentes 67. A Polícia Civil do Distrito Federal é subordinada
à RIDE-DF. ao Governador local, que também é o responsável por
encaminhar à CLDF projetos de lei de reajustes para
59. O COARIDE (Conselho Administrativo da RIDE) os servidores da segurança pública.
está diretamente ligado à SUDECO.
68. O rol de órgãos da segurança pública só pode ser
60. A RIDE DF possui uma população que já ultra- definido na Constituição Federal e nas Constituições
passa 4.5 milhões de habitantes. Depois do DF, que Estaduais, não podendo ser inserido nas leis estaduais.
possui quase 3 milhões de pessoas, o município mais
populoso é Luziânia. 69. O meio ambiente ecologicamente equilibrado é con-
siderado direito de 3ª geração, bem de uso comum do
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se
ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e
DIREITO CONSTITUCIONAL preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

Dentre os direitos e deveres individuais e coletivos, No que se refere às funções essenciais à Justiça,
julgue os itens que se seguem. julgue o item que se segue.

61. É possível a extradição de brasileiro naturalizado, 70. Entre as funções institucionais do Ministério Pú-
por crimes de tráfico de drogas e equiparados a he- blico está a de exercer o controle interno da atividade
diondos, praticados antes ou depois da naturalização. policial, ao lado das Corregedorias das polícias.

7 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

DIREITO ADMINISTRATIVO dade que cause dano ao erário, de acordo com o STJ,
se pautará no princípio do in dubio pro societate.
Quanto à organização da Administração Pública, julgue
o próximo item. Julgue o próximo item de acordo com a Lei de Improbi-
dade Administrativa.
71. As empresas estatais são criadas por atos de di-
reito privado, mas a sua instituição depende de autori- 79. Para a configuração de um ato de improbidade por
zação legislativa. lesão ao erário, é obrigatória a comprovação tanto do pre-
juízo quanto, ao menos, da conduta culposa do agente.
No tocante aos poderes administrativos, julgue os pró-
ximos itens. 80. O controle administrativo, como decorrência da
autotutela que a Administração Pública tem sobre seus
72. O abuso de poder, seja na modalidade excesso de próprios atos e agentes, abrange aspectos de legalida-
poder, seja na de desvio de finalidade, pode decorrer de e de mérito administrativo.
de conduta omissiva de agente público.
DIREITO PENAL
73. Em decorrência do poder hierárquico, é lícita a
delegação de competência, em caráter ordinário e por Tendo como base as disposições previstas no Código Penal,
tempo indeterminado, a órgão hierarquicamente inferior. na legislação extravagante, bem como posicionamentos
doutrinários e jurisprudenciais, julgue os itens a seguir.
Com relação aos atos administrativos, julgue os itens
que se seguem. 81. O princípio da insignificância é aplicável aos cri-
mes contra a Administração Pública.
74. A publicidade é condição de validade dos atos da
Administração Pública. 82. Ninguém pode ser punido por fato que lei poste-
rior deixa de considerar crime, cessando em virtude
75. Caso se determine, como forma de punição, a re- dela a execução e os efeitos extrapenais da sentença
moção de ofício de um servidor público, o ato adminis- condenatória.
trativo em questão revelará vício no motivo.
83. A lei posterior que de qualquer modo favorecer o
No que tange às normas sobre licitação, julgue o item agente aplica-se aos fatos anteriores, salvo se decidi-
que se segue. dos por sentença condenatória transitada em julgado.

76. Configura hipótese de dispensa de licitação a con- 84. Diz-se o crime tentado, quando iniciada a prepara-
tratação de instituição brasileira incumbida estatutaria- ção, não se consuma por circunstâncias alheias à sua
mente da pesquisa, desde que a contratada detenha vontade. Nesse caso, salvo disposição em contrário,
inquestionável reputação ético-profissional e não tenha será aplicada a pena do crime consumado, diminuída
fins lucrativos. de um a dois terços.

No tocante à responsabilidade civil do Estado, julgue o 85. Não é cabível a tentativa nos crimes culposos,
próximo item. mesmo em se tratando da culpa imprópria.

77. É prescritível a ação de reparação de danos à Fa-


86. O crime culposo tem como elementos, dentre ou-
zenda Pública decorrente de ilícito civil.
tros, a conduta voluntária, o resultado naturalístico, a
previsão do resultado, a tipicidade e a quebra do dever
No tocante às regras sobre improbidade administra-
objetivo de cuidado.
tiva, julgue o próximo item.
87. Comunicam-se as circunstâncias e condições de
78. A decretação de medida cautelar de indisponibili-
caráter pessoal, mesmo quando elementares do crime.
dade dos bens em razão da prática de ato de improbi-

8 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

88. É isento de pena o agente que, por embriaguez 94. A jurisprudência é pacífica no sentido de que a
completa, proveniente de fortuito ou culposa, era, ao falsificação documental deve ser absorvida, em razão
tempo da ação ou da omissão, inteiramente incapaz de do princípio da consunção, pelo crime de estelionato,
entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de quando for utilizada com essa finalidade e sem mais
acordo com esse entendimento. potencialidade lesiva.

95. Opor-se à execução de ato legal, mediante ame-


DIREITO PENAL ESPECIAL
aça a funcionário público competente para executá-lo,
configura concurso dos crimes de desobediência (art.
Texto para as questões 89 e 90.
330 do CP) e ameaça (art. 147 do CP).

Marcos Carvalho vive em união estável com Carolina 96. Nico Torres, conhecido assaltante do Morro da
Santos há 5 anos. Desconfiado que Carolina mantém Cruz, São Sebastião-DF, subtraiu um colar de pérolas,
um caso amoroso com outra pessoa, Marcos passa avaliado em R$ 5.000,00 (cinco mil reais), mediante
a agredi-la severamente com socos na face. A inten- grave ameaça. Sabendo que a polícia estava em bus-
ção de Marcos, ao agredir Carolina, é causar somente ca do objeto e que já o tinha como principal suspeito,
lesões corporais. Todavia, em decorrência das agres- Nico entrega o colar para seu pai, Almeida, e pede que
sões, Carolina vem a falecer. ele o esconda em seu favor. Por amor ao filho e bus-
cando ajudá-lo, Almeida oculta o objeto. Nesta situa-
Diante da situação hipotética, analise as assertivas a ção, Almeida praticou o delito de receptação e deverá
seguir. ser criminalmente responsabilizado.

89. Apesar de Marcos não ter almejado o resultado PROCESSO PENAL


morte nem ter assumido o risco de produzi-lo, ele deve
responder pelo delito de feminicídio, uma vez que Ca- 97. O inquérito policial é um processo administrativo que
rol veio a falecer em razão das agressões praticadas. visa apurar a autoria e a materialidade do fato praticado,
tendo como características, dentre outras, ser escrito, a
oficiosidade, a oficialidade, a discricionariedade e o sigilo.
90. É possível a prática de feminicídio fora dos casos
de violência doméstica e familiar.
98. A ação penal nos crimes praticados em contexto
de violência doméstica e familiar contra a mulher é de
91. João Silveira, imputável, induziu Antônio Nonato, natureza pública incondicionada.
mentalmente enfermo e absolutamente incapaz de ofe-
recer qualquer resistência, a cometer suicídio. Em de- 99. Como regra, no processo penal, a competência é
corrência, Antônio cometeu suicídio. Neste caso, João pelo local da consumação da infração penal. Caso seja
deverá ser responsabilizado pelo crime de induzimen- desconhecido, será fixada pelo domicílio ou residência
to, instigação ou auxílio a suicídio, devendo a pena ser do réu. Todavia, em se tratando de ação penal privada
duplicada em razão da debilidade mental da vítima. (exclusiva, personalíssima ou subsidiária da pública),
o ofendido poderá optar pelo local do domicílio do réu,
92. O furto de semovente domesticável de produção, mesmo sendo conhecido o local da consumação.
ainda que abatido ou dividido em partes no local da
subtração, configura uma hipótese de furto qualificado. 100. É possível haver, em determinado caso concreto,
interceptação telefônica a respeito de crime punido com
detenção, como no caso de ser descoberto um crime de
93. Marília Gomes teve expedido mandado de prisão
ameaça durante a interceptação de um crime de homicídio.
contra sua pessoa. A fim de se furtar da ação policial,
Marília adquiriu, no dia 30/04/2019, uma carteira de
101. A prisão temporária pode ser decretada pelo prazo
identidade falsificada, na qual consta sua foto com o
de 5 dias, prorrogáveis por igual período, no caso do crime
nome de outra pessoa. No dia 02/05/2019, durante abor-
de roubo simples. Tal crime também admite, ao menos
dagem policial, foi solicitado a Marília que se identificas-
analisando a sua pena em abstrato, a possibilidade de
se, ocasião em que ela entregou o referido documento decretação de prisão preventiva, se presentes os demais
falsificado. Neste caso, Marília praticou o delito de falsa requisitos, pressupostos e condições de admissibilidade.
identidade, previsto no artigo 307 do Código Penal.

9 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

102. Muito se discute sobre a influência da mídia nas 111. A substituição automática, no impedimento de
decisões judiciais, havendo posicionamentos favorá- ocupante de cargo de provimento em comissão ou fun-
veis e desfavoráveis. Em que pese tal discussão, pre- ção gratificada, será sempre remunerada por todo o
valece que o clamor social, quando de alta relevância, é período de substituição.
motivo idôneo para a decretação da prisão preventiva.
112. Remoção é a elevação do funcionário à classe
103. O exame de corpo de delito pode ser realizado a imediatamente superior àquela a que pertence, na res-
qualquer dia e a qualquer hora. Tratando-se, porém, de pectiva série de classes.
autópsia, deverá ser realizada pelo menos cinco horas
depois do óbito, salvo se os peritos, pela evidência dos LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE
sinais de morte, julgarem que possa ser feita antes da-
quele prazo, o que declararão no auto. 113. Segundo a Lei n. 8.072/1990 e com amparo na dou-
trina majoritária, o homicídio híbrido é crime hediondo.
104. O interrogatório do réu passou a ser o último ato
da instrução criminal. Nesse ponto, em se tratando de 114. No que tange à Lei n. 11.343/2006, segundo en-
réu surdo, as perguntas serão formuladas por escrito, tendimento sumular do STJ, para incidir a atenuante
e a resposta será dada da mesma forma, mantendo a da confissão espontânea no crime de tráfico de drogas,
higidez procedimental. exige-se o reconhecimento da traficância pelo acusa-
do, ou, ao menos, a admissão da posse ou proprieda-
LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA de da droga para uso próprio.

105. Juvenal da Silva, bacharel em Direito, foi aprovado 115. A respeito da Lei n. 10.826/2003, para os Tribunais
em concurso público de provas e títulos para o car- Superiores, é pacífico o entendimento de que o porte
go de Delegado de Polícia da PCDF. De acordo com de uma única munição é fato atípico.
a legislação de regência do cargo, Juvenal precisará
comprovar, ainda, no mínimo, três anos de atividade 116. Quanto à Lei n. 7.716/1989, para haver a sua in-
jurídica ou policial no ato de sua posse. cidência, o fato deve ter sido praticado envolvendo
discriminação ou preconceito de raça, cor, sexo, etnia,
106. É obrigatório o ressarcimento ao órgão cedente religião ou procedência nacional.
do valor correspondente à remuneração do servidor
cedido, salvo quando a cessão ocorrer para órgão da 117. Acerca da Lei n. 9.455/1997, é possível afirmar a
União, Governadoria e Vice-Governadoria do Distrito existência, no Brasil, da figura do crime de jabuticaba.
Federal ou Secretaria de Estado da Segurança Pública
e da Paz Social do Distrito Federal. 118. Conforme entendimento dos Tribunais Superiores,
julgue a seguinte situação hipotética: “A”, habilitado
107. O ingresso no cargo de Perito Criminal da Polícia para conduzir veículo automotor, emprestou o seu ve-
Civil do Distrito Federal exige diploma de nível superior ículo a “B”, seu filho, que conta com 18 anos de idade
em qualquer área do conhecimento. e não tem habilitação para conduzir veículo automo-
tor. “B” dirigiu de forma correta, sem causar perigo de
108. De acordo com o que estabelece o Decreto n. dano. Nesse caso, “B” não responderá pelo crime do
59.310/1966, é requisito para matrícula na Academia art. 309 do CTB, enquanto “A” responderá pelo crime
Nacional de Polícia, dentre outros, possuir tempera- do art. 310 do mesmo diploma legal.
mento adequado ao exercício da função policial, apu-
rado em exame psicotécnico realizado pela ANP. 119. João, maior de idade, cometeu um crime de rou-
bo com seus amigos José e Pedro, que contam com
109. Trimestralmente, o responsável pela repartição 15 anos de idade. Nesse caso, João responderá por 3
ou serviço em que esteja lotado funcionário sujeito a crimes: um crime de roubo majorado pelo concurso de
estágio probatório encaminhará ao órgão de pessoal agentes e dois crimes de corrupção de menores.
relatório sucinto sobre o comportamento do estagiário.
120. Admite a tentativa na lei de contravenção penal,
110. A remoção “ex ofício” do servidor deve sempre apesar de não ser punível.
respeitar o interregno de dois anos, no mínimo, de
exercício em cada localidade.

10 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

GABARITO

1. E 41. E 81. E
2. E 42. E 82. E
3. C 43. C 83. E
4. C 44. E 84. E
5. E 45. E 85. E
6. C 46. E 86. E
7. C 47. E 87. E
8. C 48. E 88. E
9. E 49. C 89. E
10. E 50. C 90. C
11. E 51. E 91. E
12. E 52. C 92. C
13. C 53. C 93. E
14. C 54. C 94. C
15. C 55. E 95. E
16. E 56. C 96. E
17. E 57. E 97. E
18. E 58. C 98. E
19. E 59. C 99. E
20. E 60. C 100. C
21. C 61. E 101. C
22. C 62. C 102. E
23. C 63. C 103. E
24. E 64. C 104. E
25. E 65. C 105. C
26. C 66. E 106. C
27. E 67. E 107. E
28. C 68. E 108. C
29. E 69. C 109. E
30. C 70. E 110. E
31. E 71. C 111. E
32. E 72. C 112. E
33. E 73. E 113. E
34. E 74. E 114. E
35. E 75. E 115. E
36. C 76. C 116. E
37. C 77. C 117. C
38. C 78. C 118. C
39. C 79. C 119. C
40. C 80. C 120. C

11 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

Errado.
CONHECIMENTOS BÁSICOS
2. O texto apresenta traços da tipologia injuntiva,
LÍNGUA PORTUGUESA (TEXTO E GRAMÁTICA)
pois há uma intenção de prescrever formas humanis-
tas de condução do processo criminal.
1 Durante a Idade Média, na França, como na
maior parte dos países europeus – com notável
exceção da Inglaterra –, todo o processo criminal, Errado.
até a sentença, permanecia secreto: ou seja, opaco
5 não só para o público, mas para o próprio acusado. 3. No trecho “todo o processo criminal” (l. 3), a su-
 O processo se desenrolava sem ele, ou pelo pressão do artigo prejudicaria as relações semânticas,
menos sem que ele pudesse conhecer a acusa- mas preservaria a correção gramatical.
ção, as imputações, os depoimentos e as provas.
Era impossível ao acusado ter acesso às peças do Certo.
10 processo, impossível conhecer a identidade dos
denunciadores, impossível saber o sentido dos 4. A substituição da palavra “capciosa” (l. 20) por in-
depoimentos antes de recusar as testemunhas, sidiosa preservaria o sentido original do texto.
impossível fazer valer, até os últimos momentos
do processo, os fatos justificativos, impossível
Certo.
15 ter um advogado, seja para verificar a regulari-
dade do processo, seja para participar da defesa.
5. Depreende-se da leitura do texto que atualmente,
 Por seu lado, o magistrado tinha direito de re-
ceber denúncias anônimas, de esconder ao acusa- na maior parte dos países ocidentais, o processo penal
do a natureza da causa, de interrogá-lo de maneira é marcado pelo acesso dos acusados às provas e pelo
20 capciosa, de usar insinuações. Ele constituía, sozi- direito ao contraditório e à ampla defesa.
nho e com pleno poder, uma verdade com a qual
investia o acusado; e essa verdade os juízes a Errado.
recebiam pronta sob a forma de peças e relatórios
escritos; para eles, esses documentos sozinhos 6. Na linha 27, a forma verbal “confere” poderia estar
25 comprovavam; só encontravam o acusado uma flexionada no plural, sem prejuízo à correção gramati-
vez para interrogá-lo antes de dar a sentença cal do texto, desde que fosse inserido o artigo a ime-
 A forma secreta e escrita do processo confere diatamente após a conjunção e.
com o princípio de que em matéria criminal o es-
tabelecimento da verdade era para o soberano e
Certo.
30 seus juízes um direito absoluto e um poder exclu-
sivo. Ayrault supunha que esse procedimento (já
estabelecido no que tange ao essencial no século 7. Embora houvesse mudança do sentido original do
XVI) tinha por origem o medo dos tumultos, das gri- texto, o último trecho poderia ser assim reescrito, sem
tarias e aclamações que o povo normalmente faz, prejuízo à correção gramatical: com isso, o rei queria
35 o medo de que houvesse desordem, violência e mostrar como a força soberana que se origina do direito
impetuosidade contra as partes, talvez até mesmo de punir não pode, em caso algum, pertencer ao povo.
contra os juízes; o rei queria mostrar com isso que a
“força soberana” de que se origina o direito de punir Certo.
não pode em caso algum pertencer à multidão.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir, Petrópoles:


8. A substituição de “interrogá-lo” por interrogar-lhe
Vozes, 1996 (com adaptações) prejudicaria a correção gramatical do período.

Considerando os aspectos interpretativos e linguísticos Certo.


do texto acima, julgue os itens de 1 a 15.
9. De acordo com o autor do texto, o fato de o sobe-
1. Infere-se do texto que a Inglaterra não aderiu ao rano e seus juízes terem direito absoluto ao processo
rito secreto do processo criminal por ser um país de decorre do receio da falta de ordem e da violência que
vanguarda no que se referia aos direitos humanos. o povo podia manifestar.

12 www.grancursosonline.com.br
Simulado – PCDF
Agente e Escrivão

Errado.
Essa tese é sustentada por Ayrault, mencionado no Errado.
texto, não pelo autor.
13. A substituição de “Por seu lado” (l. 17) por No en-
10. No trecho “tinha direito de receber denúncias anô- tanto preservaria a correção e a coerência do texto.
nimas, de esconder ao acusado a natureza da causa,
de interrogá-lo da maneira mais capciosa, de usar insi- Certo.
nuações” (l. 17-20), a preposição de, em todas as ocor-
rências, deve-se à regência do termo “direito”. 14. Os termos “secreto” (l. 4) e “um direito absoluto e
um poder exclusivo” (l. 30-31) desempenham, no con-
Errado. texto em que ocorrem, a mesma função sintática.

11. Na linha 5, a conjunção “mas” estabelece ideia de Certo.


oposição entre os direitos do acusado e o do público.
15. As palavras “juízes” e “constituía” são acentuadas
Errado. em função da mesma regra.

12. Na linha 3, é facultativo o emprego da vírgula após Certo.


o travessão, pois este já indica a pausa sintática de
que o período necessita.

13 www.grancursosonline.com.br