Você está na página 1de 1

Disciplina: Semiótica, ensino e tecnologia educacional

Docente: Anderson Teixeira Rolim

Ementa: Estudo dos Sistemas de Significação; Abordagem das questões de significação textual, na
perspectiva de Algirdas Julius Greimas; Abordagem das questões da arbitrariedade do signo em
ambientes virtuais de aprendizagem, na perspectiva de Charles Sanders Peirce e; Análise semiótica de
materiais digitais e ambientes virtuais de aprendizagem.

Apresentação: A disciplina trata dos sistemas de significação e dos métodos de análise de materiais
digitais e ambientes virtuais de aprendizagem; dos processos comunicativos que ocorrem pode meio
de mediações codificadas tecnológicas e suas dinâmicas específicas.

Objetivo Geral: apresentar a Semiótica, sua origem epistemológica e teórica, abordando a teoria da
significação como pressuposto metodológico para a análise e descrição de discursos e práticas digitais,
no contexto do ensino a distância.

Objetivos Específicos:
1. Instrumentalizar os discentes para a análise semiótica de materiais e ambientes virtuais de
aprendizagem.
2. Discutir questões de significação textual em ambientes virtuais de aprendizagem, segundo a
perspectiva teórica de Algirdas Julius Greimas.
3. Discutir questões acerca da arbitrariedade do signo em ambientes virtuais de aprendizagem, na
perspectiva teórica de Charles Sanders Peirce.
4. Planejar atividades que considerem os mecanismos de significação das tecnologias educacionais
aplicadas a ambientes digitais.

Conteúdo programático:
1. Comunicação digital. Sistemas de Significação.
2. Semiótica de Charles Sanders Peirce.
3. Semiótica de Algirdas Julius Greimas.
4. Análise semiótica de materiais digitais e ambientes virtuais de aprendizagem.

Metodologia: Aulas expositivas dialogadas; debates acerca dos textos indicados para leitura; e
atividades on-line em ambiente virtual de aprendizagem (curso Moodle específico da disciplina).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BARROS, Diana Luz Pessoa. Teoria semiótica do texto. 4.ed. São Paulo: Parma, 2005.
ECO, Umberto. A estrutura ausente. São Paulo: Perspectiva, 2001.
GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Contexto, 2012.
LOPES, Ivã Carlos; HERNANDES, Nilton (Org.). Semiótica: objetos e práticas. São Paulo: Contexto, 2005.
MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
MOORE, Michael G.; KEARSLEY, Greg. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson,
2007.
PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1995.
SANTAELLA, L. O que é Semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1999.
VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
* Artigos, teses e dissertações sob o enfoque da relação entre semiótica e o ensino mediado por
tecnologia.