Você está na página 1de 75

Português para o Concurso de ISS/SP

Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Curso de Questões Comentadas — CETRO

Prof. Fernando Pestana


fernandopest@yahoo.com.br

CETRO – ANVISA – ANALISTA – 2013

1. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o primeiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
É inevitável que venham a existir lacunas na nossa compreensão do
cenário global de regulamentações sobre o marketing de alimentos para
crianças. É de interesse especial a implicação das regulamentações para a
alimentação saudável.

1
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Infelizmente, há relativamente poucas experiências nos países que


possam ser utilizadas para melhor compreender se as regulamentações
são eficazes para incentivar dietas mais balanceadas.
(A) No primeiro período do parágrafo, “venham a existir” pode ser substituído por
“venha a haver”, sem prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido. A forma
“haja” também seria um substituto possível, mas implicaria pequena alteração de
sentido.
(B) O segundo período pode ser introduzido pela conjunção “Porquanto”, de modo a
explicitar a relação de sentido que se estabelece entre esse período e o anterior.
Nenhuma alteração seria necessária, a não ser a inserção de uma vírgula após tal
conjunção.
(C) Conforme a orientação para textos técnicos, o termo “marketing”, nesse ou em
outros parágrafos do texto, deveria ser utilizado com inicial maiúscula, como todos
os nomes que designam artes, ciências ou disciplinas.
(D) O trecho final do parágrafo, após a palavra “utilizadas”, pode ser reescrito, sem
prejuízo para o sentido ou para a correção gramatical, desta forma: “para a melhor
compreensão da eficácia das regulamentações para incentivar dietas mais
balanceadas”.
(E) O segundo período pode ser reescrito, sem prejuízo para a correção gramatical
ou para o sentido do parágrafo, desta forma: “Interessa especialmente no que as
regulamentações para a alimentação saudável implicam”.

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o segundo parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
A inexistência de sistemas regulatórios específicos para o marketing
de alimentos para crianças significa que há poucos modelos e poucas
evidências que possam embasar futuras políticas. Embora as cláusulas

2
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

existentes, ao exigirem que as propagandas não incentivem a alimentação


não saudável, tenham o potencial de afetar como os alimentos e as
bebidas são apresentados nas propagandas, essa abordagem não foi
avaliada em termos do seu impacto nas dietas infantis. Da mesma forma, é
difícil, no momento, avaliar a eficácia das proibições à publicidade. Embora
as proibições pareçam reduzir a exposição à publicidade e os apelos das
marcas divulgadas, seus efeitos na dieta total não estão claros.
Além do mais, as proibições existentes são enfraquecidas pela
publicidade transfronteira e pelas técnicas de marketing alternativas,
fatores que complicam ainda mais a avaliação. Na verdade, a avaliação dos
efeitos das regulamentações de todos os tipos é geralmente inadequada.
(A) O trecho inicial do parágrafo pode ser reescrito desta forma: “O fato de inexistir
sistemas regulatórios para o marketing de alimentos (...)”, sem que haja prejuízo
para a correção gramatical ou para o sentido.
(B) Em “há poucos modelos e poucas evidências”, o uso do termo destacado, apesar
de sintaticamente desnecessário, é adequado ao contexto a fim de se evitar um
prejuízo à clareza no período em que a construção ocorre.
(C) Em “avaliar a eficácia das proibições à publicidade”, o termo destacado pode ser
substituído por “para a”, sem que haja prejuízo para a correção gramatical ou para o
sentido.
(D) Os conectivos “Da mesma forma” e “Além do mais” podem ser substituídos,
respectivamente, por “Idem” e “Ademais”, sem que haja prejuízo para a correção
gramatical ou para o sentido.
(E) No último período, se o termo “avaliação” fosse flexionado no plural, as demais
alterações decorrentes dessa gerariam na frase um problema de ambiguidade.

3. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do segundo período do


segundo parágrafo, sendo preservado o sentido que assume no texto.

3
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Embora as cláusulas existentes, ao exigirem que as propagandas não


incentivem a alimentação não saudável, tenham o potencial de afetar
como os alimentos e as bebidas são apresentados nas propagandas, essa
abordagem não foi avaliada em termos do seu impacto nas dietas infantis.
(A) As cláusulas existentes, de modo que exigem que as propagandas não
incentivem a alimentação saudável, têm o potencial de afetar como os alimentos e as
bebidas são apresentados nas propagandas, apesar de essa abordagem não ter sido
avaliada em termos do seu impacto nas dietas infantis.
(B) Como se exige que as propagandas não incentivem a alimentação não saudável,
a abordagem ainda não foi avaliada em termos do seu impacto nas dietas infantis,
por mais que as cláusulas existentes tenham o potencial de afetar como os alimentos
e as bebidas são apresentados nas propagandas.
(C) Ainda que a abordagem não tenha sido avaliada em termos do seu impacto nas
dietas infantis, as cláusulas existentes têm o potencial de afetar como os alimentos e
as bebidas são apresentados nas propagandas, desde que exijam que estas não
incentivem a alimentação não saudável.
(D) Não obstante exijam que as propagandas não incentivem a alimentação não
saudável, as cláusulas existentes têm o potencial de afetar como os alimentos e as
bebidas são apresentados nas propagandas, ainda que essa abordagem não tenha
sido avaliada em termos do seu impacto nas dietas infantis.
(E) Quando exigem que as propagandas não incentivem a alimentação não saudável,
as cláusulas existentes têm o potencial de afetar como os alimentos e as bebidas são
apresentados nas propagandas, contudo essa abordagem não foi avaliada em termos
do seu impacto nas dietas infantis.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o terceiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.

4
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

A falta de pesquisas objetivas sobre os efeitos da regulamentação


nos padrões alimentares e na saúde a longo prazo é uma lacuna de
conhecimento séria que precisa ser sanada.
A compreensão dos efeitos dos sistemas regulatórios – incluindo
proibições publicitárias estatutárias, restrições à venda de produtos,
regulamentações sobre promoções de vendas, códigos autorregulatórios e
iniciativas da indústria alimentícia – ajudaria a determinar se as
regulamentações do marketing são mecanismos eficazes ou ineficazes
para desencorajar dietas não balanceadas.
As informações também auxiliariam todas as entidades e pessoas
envolvidas a direcionarem suas energias para soluções produtivas,
contrapondo-se às políticas que não terão o efeito pretendido de melhorar
as dietas infantis e a saúde em longo prazo.
(A) O primeiro período do parágrafo ficaria mais claro se a expressão “a longo prazo”
fosse colocada após “pesquisas objetivas”, onde estaria mais próximo a seu
referente.
(B) No primeiro período, o uso da vírgula antes da oração “que precisa ser sanada”
alteraria a classificação dessa oração, mas, nesse contexto, não representaria
prejuízo para o sentido.
(C) Em “se as regulamentações do marketing são mecanismos eficazes ou ineficazes
para desencorajar dietas”, os termos destacados podem ser substituídos,
respectivamente, por “tratam-se de” e “desestimular”, sem prejuízo para a correção
gramatical ou para o sentido.
(D) No último período, o deslocamento do termo “também” para depois dos termos
“auxiliariam” ou “envolvidas” manteria a organização sintática e o sentido original do
trecho, sem a necessidade de novas alterações.

5
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) No último período do parágrafo, a partícula “se” em “contrapondo-se” tem uma


função apenas de realce, de modo que pode ser suprimida sem que isso represente
prejuízo para a organização do trecho ou para o sentido.

5. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o primeiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
O Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (Conar)
decidiu apertar o cerco contra a publicidade infantil. A partir de 1º de
março, o órgão vai incluir uma nova restrição no código que regulamenta o
setor.
Agora, a ideia é barrar também as ações de merchandising que
tenham crianças e jovens como alvo, bem como a participação destas
nesse tipo de peça publicitária. O Conar já previa restrições com a
publicidade infantil em geral.
(A) O parágrafo não possui nenhum desvio em relação às características valorizadas
pela redação de textos técnicos, como impessoalidade, uso do padrão culto de
linguagem, clareza e formalidade.
(B) O verbo “barrar” possui dois complementos e, no contexto em que está inserido,
significa “impedir” ou “vetar”.
(C) O termo “estas” em “a participação destas”, refere-se a “crianças e jovens”; sua
utilização no lugar de “elas” impede que o termo se refira a “ações de
merchandising”, o que prejudicaria a clareza das ideias.
(D) No último período, é possível substituir o verbo “previa” pelas formas do pretérito
mais-que-perfeito “havia previsto” ou “previera”, o que geraria apenas pequena
alteração de sentido.

6
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) O uso da expressão “que tem” no lugar de “que tenham” geraria uma pequena
alteração de sentido, mas não representaria problema para a correção gramatical do
trecho.

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o segundo parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
A seção 11 do Código ganhará três novos tópicos referentes à
questão do merchandising. “Este Código condena a ação de merchandising
ou publicidade indireta contratada que empregue crianças, elementos do
universo infantil ou outros artifícios com a deliberada finalidade de captar
a atenção desse público específico, qualquer que seja o veículo utilizado”,
afirma o texto do artigo 3º, uma das novas inclusões.
(A) A palavra “seção” utilizada no início do parágrafo possui o mesmo significado que
a palavra destacada na seguinte frase: “Ele trabalha na subdivisão de recursos
humanos da empresa”.
(B) A supressão do termo destacado em “questão do merchandising” pode ser
realizada, sem que haja prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido do
período em que se encontra.
(C) No texto do artigo 3º, a utilização excessiva de adjetivos, como “indireta”,
“deliberada” ou “específico” é inadequada à redação de textos técnicos.
(D) No final do parágrafo, a flexão do termo “veículos”, no plural, obrigaria que se
flexionassem apenas mais três palavras no plural a fim de que se mantivesse a
concordância.
(E) Sintaticamente, o trecho “com a deliberada finalidade de captar a atenção desse
público específico” pode estar subordinado a “empregue” ou a “artifícios”; em ambos
os casos, a função sintática do trecho seria igual.

7
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o terceiro e o quarto parágrafos do texto e as orientações da prescrição gramatical
no que se refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Segundo o órgão, a mudança partiu de uma solicitação da Associação
Brasileira de Anunciantes (ABA), tendo em vista que o público infantil pode
“enfrentar maior dificuldade para identificar manifestações publicitárias
em conteúdos editoriais”.
A decisão foi tomada no fim do ano passado, mas só foi divulgada
agora. O anúncio ocorre na mesma semana em que o governador de São
Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), decidiu vetar uma lei estadual que limitava
a publicidade de comida “pouco saudável” dirigida a crianças. “Compete à
lei federal estabelecer meios que garantam à pessoa a possibilidade de se
defender da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser
nocivos à saúde”, afirmou Alckmin.
Neste caso, a autorregulamentação já previa veto a ações de
merchandising de alimentos, refrigerantes e sucos em programas dirigidos
a crianças.
(A) No terceiro parágrafo e na expressão “pouco saudável”, do quarto parágrafo, as
aspas indicam uma intenção irônica do autor, ao passo que no fragmento “Compete
à lei federal (...)” elas revelam citação de discurso alheio.
(B) É possível a substituição de “garantam à pessoa a possibilidade de se defender”
por “garantam a pessoa à possibilidade de se defender”, sem que haja prejuízo para
o sentido ou para a correção gramatical do trecho.
(C) O verbo “Compete” pode ser substituído por “Cabe” ou “Assiste”, sem que haja
prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido do trecho.
(D) O trecho “que possam ser nocivos à saúde” pode ser substituído por “cujo o
efeito possa ser nocivo à saúde”, sem que haja prejuízo para a correção gramatical
ou para o sentido.

8
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) O trecho “a possibilidade de se defender da propaganda” pode ser substituído


por “a possibilidade de defesa à propaganda”, sem que haja prejuízo para a correção
gramatical ou para o sentido.

8. Levando em consideração o quinto parágrafo do texto e as orientações da


prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
O presidente do Conar, Gilberto Leifert, afirma que o objetivo não é
barrar totalmente a exposição das crianças à publicidade. “O consumo é
indispensável à vida das pessoas e entendemos a publicidade como parte
essencial da educação.
Privar criança e adolescente do acesso à publicidade é limitar seu
raciocínio, pois cidadãos responsáveis e consumidores conscientes
dependem de informação nos dias de hoje”, diz Leifert, em nota à
imprensa.
(A) Na fala de Leifert, se em vez de “entendemos a publicidade” se usasse
“entendemos o consumo”, seria possível a utilização de “entendemo-la”, a fim de
evitar a repetição do substantivo “consumo”.
(B) A mesma relação de sentido estabelecida pela conjunção “pois” na fala de Leifert
seria mantida com sua substituição por “de sorte que” ou “na medida em que”.
(C) O trecho “limitar seu raciocínio” pode ser substituído por “limitar-lhe o raciocínio”,
sem que haja prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido.
(D) A utilização das vírgulas que isolam “Gilberto Leifert” e “diz Leifert” deve-se ao
mesmo motivo, obedecendo às mesmas regras de pontuação, conforme a prescrição
gramatical.
(E) Conforme a prescrição gramatical, a utilização da vírgula é opcional antes do
trecho “nos dias de hoje” e recomendada antes do trecho “e entendemos”.

9
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

CETRO – ANVISA – ANALISTA (x) – 2013

1. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) No primeiro período do primeiro parágrafo: “A ideia corrente, no início do Século
XX, de que os avanços tecnológicos eram responsáveis pela melhoria na qualidade
de vida foi moldada a partir da concepção positivista”, a ocorrência da preposição
destacada é facultativa e pode ser suprimida, sem que ocorra erro gramatical ou
prejuízo semântico.
(B) No primeiro período do primeiro parágrafo: “A ideia corrente, no início do Século
XX, de que os avanços tecnológicos eram responsáveis pela melhoria na qualidade
de vida foi moldada a partir da concepção positivista”, é obrigatória a utilização de
vírgula depois do termo destacado.
(C) O trecho “A ideia de desenvolvimento implica crescimento, aprimoramento e
capacitação, tornar algo ou alguém mais forte e apto”, do primeiro parágrafo, pode
ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo
semântico: “A ideia de desenvolvimento implica crescimento, aprimoramento e
capacitação, isto é, tornar algo ou alguém mais forte e apto”.
(D) O trecho “A ideia de desenvolvimento implica crescimento, aprimoramento e
capacitação, tornar algo ou alguém mais forte e apto”, do primeiro parágrafo, pode
ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo
semântico: “A ideia de desenvolvimento implica em crescimento, aprimoramento e
capacitação, tornar algo ou alguém mais forte e apto”.
(E) O trecho “Essa associação fez com que a tecnologia fosse percebida, a priori,
como uma ferramenta essencialmente benigna”, do primeiro parágrafo, deve ser
reescrito da seguinte maneira, para evitar erro gramatical cometido pelo autor do

10
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

texto: “Essa associação fez que a tecnologia fosse percebida, a priori, como
ferramenta essencialmente benigna”.

2. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do trecho destacado no


período abaixo, segundo as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos na modalidade padrão da Língua Portuguesa, preservando o sentido
que assume no texto.
“Essa associação fez com que a tecnologia fosse percebida, a priori, como uma
ferramenta essencialmente benigna, capaz de proporcionar maior conforto à vida
cotidiana, garantindo mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da
saúde e a convivência familiar”.
(A) porque garantia mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da saúde e a
convivência familiar.
(B) conquanto tenha garantido mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da
saúde e a convivência familiar.
(C) se bem que garantisse mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da saúde
e a convivência familiar.
(D) à medida que garantia mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da saúde
e a convivência familiar.
(E) em que pese a garantia de mais tempo para o desfrute do lazer, o cuidado da
saúde e a convivência familiar.

3. No último período do segundo parágrafo, é perceptível a repetição do substantivo


“uso”: “Na saúde, tais avanços foram evidenciados pelo uso de vacinas e
antibióticos, cujo amplo uso contribui para a elevação da longevidade a patamares
sem precedentes”. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura desse
período, segundo as orientações da prescrição gramatical no que se refere a textos

11
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

escritos na modalidade padrão da Língua Portuguesa, preservando o sentido que


assume no texto e suprimindo a repetição.
(A) Na saúde, tais avanços foram evidenciados pelas vacinas e antibióticos, que o
amplo uso contribui para a elevação da longevidade a patamares sem precedentes.
(B) O amplo uso de vacinas e antibióticos contribuem para a elevação da
longevidade a patamares sem precedentes, uma vez que, na saúde, tais avanços
foram evidenciados pela utilização de medicamentos.
(C) Os avanços da saúde quanto à fabricação de vacinas e antibióticos, cujo amplo
uso contribui para a elevação da longevidade a patamares sem precedentes.
(D) O que evidenciou tais avanços na área da saúde foi o amplo uso de vacinas e
antibióticos, que contribui para a elevação da longevidade a patamares sem
precedentes.
(E) Na saúde, o uso de vacinas e antibióticos, de cuja elevação da longevidade a
patamares sem precedentes, contribui para evidenciar tais avanços.

4. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
É inegável que, em grande medida, tal promessa se efetivou. A luz
elétrica, a água encanada, o automóvel, o avião, o rádio, a televisão, o
computador, a Internet, entre outros exemplos de avanços tecnológicos,
transformaram as relações humanas, influenciando as inter-relações entre
pessoas e padrões tradicionais de ocupação do espaço.
Na saúde, tais avanços foram evidenciados pelo uso de vacinas e
antibióticos, cujo amplo uso contribui para a elevação da longevidade a
patamares sem precedentes.
Apesar disso, a incorporação irrefletida da tecnologia criou novos
problemas que a sociedade ainda não está apta a resolver. Seus efeitos

12
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

adversos são inegáveis, e seu impacto ainda não foi mensurado com
precisão.
Não bastassem as consequências nefastas das relações de trabalho,
características da produção industrial que sustenta a reprodução da
tecnologia, também o êxodo rural acresceu outras variáveis ao cotidiano
urbano. Tudo isso afeta a qualidade de vida a partir da degradação
ambiental, da competitividade e do estresse. Essa situação contribuiu para
o aumento de doenças crônicas, como o câncer, os derrames e outras
ligadas a hábitos insalubres, à má alimentação, ao sedentarismo e ao
estresse endêmico, que atingem pessoas cada vez mais jovens.
(A) Nas orações: “tal promessa se efetivou” e “tais avanços foram evidenciados pelo
uso de vacinas e antibióticos”, ambas do segundo parágrafo, as ocorrências dos
termos destacados podem ser trocadas, respectivamente, sem que ocorra erro
gramatical ou prejuízo semântico, pelos pronomes demonstrativos “essa” e “esses”.
(B) Para corresponder à coerência e à coesão internas do texto e alcançar maior
clareza, no segundo parágrafo, a oração “É inegável que, em grande medida, tal
promessa se efetivou” deve ser reescrita da seguinte maneira: “Era inegável que, em
grande medida, tal promessa se efetivasse”.
(C) Nas orações: “cujo amplo uso contribui para a elevação da longevidade a
patamares sem precedentes”, do segundo parágrafo, e “a incorporação irrefletida da
tecnologia criou novos problemas que a sociedade ainda não está apta a resolver”,
do terceiro, os termos destacados não pertencem à mesma classe gramatical nem
exercem a mesma função sintática.
(D) No período: “Seus efeitos adversos são inegáveis, e seu impacto ainda não foi
mensurado com precisão”, do terceiro parágrafo, é proibida a utilização de vírgula
antes da conjunção coordenativa aditiva destacada. A utilização de vírgula, em
períodos como esse, só será permitida se o autor tiver a clara intenção de conferir
ênfase à segunda oração, o que não ocorre no texto.

13
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) No primeiro período do terceiro parágrafo: “Apesar disso, a incorporação


irrefletida da tecnologia criou novos problemas que a sociedade ainda não está apta
a resolver”, a expressão destacada serve para estabelecer quebra de expectativa
entre as afirmações do período em que se insere e as dos períodos seguintes.

5. Assinale a alternativa correta referente ao significado proposto para as palavras


destacadas em fragmentos do terceiro parágrafo do texto.
Apesar disso, a incorporação irrefletida da tecnologia criou novos
problemas que a sociedade ainda não está apta a resolver. Seus efeitos
adversos são inegáveis, e seu impacto ainda não foi mensurado com
precisão.
Não bastassem as consequências nefastas das relações de trabalho,
características da produção industrial que sustenta a reprodução da
tecnologia, também o êxodo rural acresceu outras variáveis ao cotidiano
urbano. Tudo isso afeta a qualidade de vida a partir da degradação
ambiental, da competitividade e do estresse. Essa situação contribuiu para
o aumento de doenças crônicas, como o câncer, os derrames e outras
ligadas a hábitos insalubres, à má alimentação, ao sedentarismo e ao
estresse endêmico, que atingem pessoas cada vez mais jovens. (...)

(A) “a incorporação irrefletida da tecnologia criou novos problemas”: no contexto


em que se insere, a palavra destacada se refere ao processo econômico por meio do
qual uma empresa adquire outra.
(B) “seu impacto ainda não foi mensurado com precisão”: no contexto em que se
insere, a locução verbal destacada pode ser substituída, sem que ocorra prejuízo do
sentido proposto originalmente, por “foi negligenciado”.

14
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) “Não bastassem as consequências nefastas das relações de trabalho”: no


contexto em que se insere, o adjetivo destacado pode ser substituído, sem que
ocorra prejuízo do sentido proposto originalmente, por “funestas”.
(D) “outras ligadas a hábitos insalubres”: no contexto em que se insere, o adjetivo
destacado pode ser substituído, sem que ocorra prejuízo do sentido proposto
originalmente, por “inócuos”.
(E) “à má alimentação, ao sedentarismo e ao estresse endêmico”: no contexto em
que se insere, o adjetivo destacado pode ser substituído, sem que ocorra prejuízo do
sentido proposto originalmente, por “global”.
6. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição
gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) O trecho “Tal realidade despertou a atenção da indústria farmacêutica, que não
mede esforços para comercializar novos medicamentos”, do início do quarto
parágrafo, pode ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical
ou prejuízo semântico: “Esta realidade despertou a atenção da indústria
farmacêutica: ela não mede esforços para comercializar novos medicamentos”.
(B) No trecho: “Tal realidade despertou a atenção da indústria farmacêutica, que não
mede esforços para comercializar novos medicamentos que prometem a remissão
total dos sintomas ou até mesmo a cura”, o deslocamento da vírgula para depois do
termo destacado não acarretará erro gramatical nem alteração de sentido.
(C) No trecho: “novos medicamentos que prometem a remissão total dos sintomas
ou até mesmo a cura” ocorre, do ponto de vista semântico, redundância, devido ao
uso dos termos “remissão” e “cura”. Essa redundância poderia ser solucionada com a
seguinte redação: “novos medicamentos que prometem a remissão total dos
sintomas”.
(D) No trecho: “comercializar novos medicamentos que prometem a remissão total
dos sintomas”, do quarto parágrafo, a substituição da forma verbal destacada por

15
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

“prometam”, além de corresponder à prescrição gramatical no que se refere a textos


escritos na modalidade padrão da Língua Portuguesa, também contribuiu para a
consistência da argumentação.
(E) Gabarito da questão.

7. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta referente a trechos do primeiro parágrafo.
Repito, Sofia comia bem, dormia largo e fofo. Chegara ao fim da
missão das Alagoas, com elogios da imprensa; a Atalaia chamou-lhe “o
anjo da consolação”.
E não se pense que este nome a alegrou, posto que a lisonjeasse; ao
contrário, resumindo em Sofia toda a ação da caridade, podia mortificar
novas amigas, e fazer-lhe perder em um dia o trabalho de longos meses.
Assim se explica o artigo que a mesma folha trouxe no número seguinte,
nomeando, particularizando e glorificando as outras comissárias –
“estrelas de primeira grandeza”. (...)

(A) A oração “a Atalaia chamou-lhe ‘o anjo da consolação’” pode ser reescrita da


seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo semântico: “a Atalaia
chamou-a de ‘o anjo da consolação’”.
(B) Nas orações: “a Atalaia chamou-lhe ‘o anjo da consolação’ e ‘fazer-lhe perder
em um dia o trabalho de longos meses’”, as duas ocorrências do pronome destacado
se referem à mesma personagem e exercem a mesma função sintática.
(C) No período: “E não se pense que este nome a alegrou, posto que a
lisonjeasse”, o pronome destacado indica que o sujeito da oração em que se insere é
indeterminado, e a locução conjuntiva destacada pode ser substituída, sem que
ocorra prejuízo semântico, por “porque”.

16
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) Infere-se da leitura do primeiro parágrafo do texto que o motivo de a Atalaia


chamar as outras comissárias de “estrelas de primeira grandeza” foi o sentimento
íntimo de humildade de Sofia, que, embora tivesse enriquecido, ainda se compadecia
das pessoas modestas.
(E) As aspas que isolam os apostos “o anjo da consolação” e “estrelas de primeira
grandeza” foram utilizadas para indicar que os termos destacados foram utilizados
em sentido figurado.

8. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical, no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta referente a trechos do segundo parágrafo.
(A) O período “a maior parte delas estavam atadas” não pode ser reescrito da
seguinte maneira: “a maior parte delas estava atada”. Essa reescritura, além de
conter erro de concordância, implica alteração do sentido original proposto pelo
autor.
(B) O período “não faltava à nossa dona o talento de as tornar definitivas” pode ser
reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo
semântico: “não faltava a nossa dona o talento de torná-las definitivas”.
(C) No trecho: “O marido é que pecava por turbulento, excessivo, derramado, dando
bem a ver que o cumulavam de favores, que recebia finezas inesperadas”, as três
ocorrências da palavra cumprem a mesma função sintática.
(D) No trecho: “faltava à nossa dona o talento de as tornar definitivas. O marido é
que pecava por turbulento, excessivo, derramado”, os termos destacados,
embora exerçam funções sintáticas distintas, expressam o mesmo nexo lógico-
semântico.
(E) O trecho “Sofia, para emendá-lo, vexava-o com censuras e conselhos, rindo”
pode ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo
semântico: “Sofia vexava-o com censuras e conselhos, rindo para emendá-lo”.

17
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

9. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta referente a trechos do quarto parágrafo.
(A) No trecho: “Cortou as relações antigas, familiares, algumas tão íntimas que
dificilmente se poderiam dissolver”, a substituição da expressão destacada por
“poderia ser dissolvida” é correta gramaticalmente, mas implica prejuízo semântico.
(B) Nos trechos: “algumas tão íntimas que dificilmente se poderiam dissolver”,
“despedir-se sem pesar” e “uma por uma se foram indo as pobres criaturas
modestas”, as três ocorrências da palavra destacada têm o mesmo valor semântico.
(C) No período: “mas a arte de receber sem calor, ouvir sem interesse e despedir-se
sem pesar, não era das suas menores prendas” é permitida a repetição da
preposição “de” antes das duas últimas formas de infinitivo e recomendável a flexão
no plural da forma verbal destacada.
(E) Os termos destacados nos trechos: “Sofia é que, em verdade, corrigia tudo”,
“Necessidade e vocação fizeram-lhe adquirir” e “uma por uma se foram indo as
pobres criaturas modestas” cumprem a mesma função sintática.

CETRO – ANVISA – ESPECIALISTA (x) – 2013

1. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) No primeiro parágrafo, a expressão “um velho de olhar difuso e bastas barbas
brancas pisou, titubeante, na pedra do porto do Rio de Janeiro” corresponde à altivez
e à solenidade com que o autor descreve o imperador Dom Pedro II, especialmente
no segundo período do mesmo parágrafo.
(B) No trecho: “o mesmo porto sujo, infecto e obsoleto de onde ele havia zarpado
rumo à Europa para tratar da diabetes, da anemia e de problemas cardíacos”, do

18
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

primeiro parágrafo, ocorre redundância, já que os três adjetivos utilizados para


caracterizar o porto são sinônimos.
(C) No trecho: “Treze meses haviam se passado e D. Pedro II estava de volta porque
era preciso cuidar da saúde da monarquia”, do primeiro parágrafo, é obrigatória a
utilização de vírgula antes de “e” e antes de “porque”.
(D) No trecho: “recuperar o vigor dos áureos tempos em que ele fora chamado de
‘monarca-mecenas’”, do primeiro parágrafo, o pronome destacado se refere tanto a
Dom Pedro II quanto ao império, já que esses dois termos estão equiparados por
meio da oração “Ambos, imperador e império, exibiam uma imagem fragilizada”.
(E) No trecho: “Mas sua figura, abatida pela doença e desgastada pelos embates
políticos, fazia com que ele mais parecesse um fantasma da realeza”, do segundo
parágrafo, a ocorrência da preposição destacada não é resultado de regência verbal,
e sua supressão implica alteração de sentido.

2. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do período “D. Pedro


continuava despertando a simpatia popular, tanto é que seria recebido com vivas e
urras, ali mesmo no porto”, do segundo parágrafo, segundo as orientações da
prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, preservando o sentido que assume no texto.
(A) D. Pedro seria recebido com vivas e urras, ali mesmo no porto, caso continuasse
despertando a simpatia popular.
(B) A despeito da simpatia popular que continuava despertando, D. Pedro seria
recebido com vivas e urras, ali mesmo no porto.
(C) D. Pedro tanto continuava despertando a simpatia popular, bem como seria
recebido com vivas e urras, ali mesmo no porto.
(D) D. Pedro continuava despertando a simpatia popular, pois seria recebido com
vivas e urras, ali mesmo no porto.

19
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) D. Pedro seria recebido com vivas e urras, ali mesmo no porto, conquanto
seguisse despertando a simpatia popular.

3. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) A comparação contida no trecho “Ambos, imperador e império, exibiam uma
imagem fragilizada e um corpo cansado”, do primeiro parágrafo, e a metáfora
contida em “o Brasil já era um vasto hospital”, do terceiro, são recursos proibidos em
texto técnico.
(B) Nos fragmentos: “de onde ele havia zarpado” e “Treze meses haviam se
passado”, ambas do primeiro parágrafo, e “doenças infectocontagiosas, para as
quais não havia cura”, do terceiro parágrafo, as três ocorrências do verbo haver
pertencem à mesma classe gramatical, exercem a mesma função sintática e são
correspondentes do ponto de vista semântico.
(C) No trecho inicial do quarto parágrafo: “De fato, 38 anos antes, no verão de 1850,
uma devastadora epidemia de febre amarela havia chegado à zona portuária do Rio
de Janeiro”, a supressão do acento grave destacado é correta gramaticalmente, mas
implica alteração do sentido.
(D) Na oração: “E, algumas delas, tinham começado a se disseminar justo a partir
daquele porto no qual D. Pedro II acabava de desembarcar”, do terceiro parágrafo,
é correta a supressão das duas ocorrências da vírgula, e o termo destacado pode ser
substituído, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo semântico, por “em que”,
mas não por “onde”.
(E) Nos trechos: “E os elixires e ‘remédios secretos’, anunciados pelos jornais”, do
primeiro parágrafo, “pois foi em função dele que o ministério do Império decidiu
nomear”, do quarto, e “a instituição havia sido criada graças às pressões da

20
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Sociedade de Medicina”, do quinto, todas as expressões destacadas expressam a


mesma circunstância.

4. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Nos trechos: “Mas sua figura, abatida pela doença e desgastada pelos embates
políticos”, do primeiro parágrafo, e “lutava para regulamentar não só o exercício da
medicina, mas a fabricação e a comercialização de medicamentos no Brasil”, do
último, as duas ocorrências da conjunção coordenativa não têm o mesmo valor
semântico.
(B) Nos trechos a seguir, os termos destacados “pois foi em função dele que o
ministério do Império decidiu nomear”, do quarto parágrafo, cumprem funções
distintas das que cumprem em “Foi da Junta Central de Higiene que partiram as
primeiras medidas concretas”, do quinto.
(C) No trecho: “Foi da Junta Central de Higiene que partiram as primeiras medidas
concretas, visando fiscalizar a propaganda de medicamentos no Brasil”, do último
parágrafo, é proibida a utilização de preposição “a” antes da oração subordinada
reduzida de infinitivo.
(D) O trecho “Embora trágico, o surto acabaria sendo responsável por uma guinada”,
do quarto parágrafo, pode ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro
gramatical ou prejuízo semântico: “Além de trágico, o surto acabaria sendo
responsável por uma guinada”.
(E) No fragmento final do texto, o verbo “regulamentar” tem três núcleos (... lutava
para regulamentar não só o exercício da medicina, mas a fabricação e a
comercialização de medicamentos no Brasil, bem como os reclames que anunciavam
seus supostos poderes curativos). Todos são substantivos indicadores de ação em

21
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

pleno paralelismo, isto é, a semelhança necessária, em texto técnico-científico, entre


os núcleos do mesmo termo, em termos semânticos, sintáticos e morfológicos.

5. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Na oração: “A saúde e o fenômeno da cura têm tido significados diferentes”, do
primeiro parágrafo, é possível a supressão do acento circunflexo no termo
destacado, já que é possível a concordância com apenas um termo do sujeito
composto.
(B) Nas orações: “O que se entende por saúde depende da concepção”, do primeiro
parágrafo, e “que concebia a doença como um distúrbio da pessoa como um todo”,
do segundo, as preposições têm o mesmo valor semântico.
(C) No trecho: “O que se entende por saúde depende da concepção que se possua
do organismo vivo e de sua relação com o meio ambiente”, do primeiro parágrafo, a
substituição da forma verbal destacada por “possui” não alterará o sentido do texto
original.
(D) Nas orações: “têm tido significados diferentes conforme a época” e “Como
essa concepção muda de uma cultura para outra... as noções de saúde também
mudam”, do primeiro parágrafo, o valor semântico das palavras destacadas é o
mesmo.
(E) Nos fragmentos: “O que se entende por saúde depende da concepção”, do
primeiro parágrafo, e “O que eles têm em comum é que nunca se restringem”, do
segundo, as ocorrências da palavra destacada pertencem à mesma classe gramatical
e cumprem a mesma função sintática.

22
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

6. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) A oração “O que se entende por saúde depende da concepção que se possua do
organismo vivo”, do primeiro parágrafo, pode ser reescrita, sem que ocorra erro
gramatical ou prejuízo semântico, da seguinte maneira: “O que se entende por saúde
depende da concepção de que se possua do organismo vivo”.
(B) Na oração: “O amplo conceito de saúde necessário à nossa transformação
cultural”, do primeiro parágrafo, a inclusão de uma vírgula depois do termo
destacado não terá implicações semânticas e evidencia com mais clareza e concisão
a proposta do autor do texto, o que corresponde às expectativas do leitor de textos
científicos.
(C) No segundo parágrafo, no trecho: “ela revela, não obstante, a natureza
holística da saúde, que terá de ser apreendida se quisermos entender o fenômeno da
cura”, o termo destacado é dispensável, porque apenas assevera nexo lógico-
semântico já expresso por termo antecedente (Embora a definição da OMS seja algo
irrealista..., ela revela, não obstante, a natureza holística...).
(D) No trecho: “Embora a definição da OMS seja algo irrealista – pois descreve a
saúde como ... em vez de um processo em constante mudança e evolução –, ela
revela, não obstante, a natureza holística da saúde, que terá de ser apreendida se
quisermos entender o fenômeno da cura”, a primeira ocorrência da vírgula é
meramente enfática e não é obrigatória: sua supressão não teria implicações
semânticas nem faria incorrer em erro gramatical.
(E) O trecho “ela revela, não obstante, a natureza holística da saúde, que terá de ser
apreendida se quisermos entender o fenômeno da cura” pode ser reescrito da
seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo semântico: “ela revela,
entretanto, a natureza holística da saúde, que terá que ser apreendida, se quisermos
entender o fenômeno da cura”.

23
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

7. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) No trecho: “a cura foi praticada por curandeiros populares, guiados pela
sabedoria tradicional, que concebia a doença”, a flexão da forma verbal destacada
na terceira pessoa do plural não seria incorreta nem alteraria o sentido do texto
original, mas obrigaria a flexionar também no plural o termo “a doença”.
(B) Nas orações: “a cura foi praticada por curandeiros populares, guiados pela
sabedoria tradicional” e “envolvendo não só seu corpo como também sua mente, a
imagem que tem de si mesma” os termos destacados cumprem a função de sujeito
e levam, respectivamente, as formas verbais “foi” e “tem” à terceira pessoa do
singular.
(C) No período: “Esses curandeiros, que ainda tratam a maioria dos pacientes no
mundo inteiro, adotam muitas abordagens diferentes”, do segundo parágrafo, é
possível substituir o termo destacado, para evitar-lhe a repetição, preservando o
ponto de vista expresso pelo autor do texto, por “embusteiros” ou “medicastros”.
(D) No trecho: “Através de rituais e cerimônias, tentam influenciar a mente do
paciente, aliviando a apreensão, que é sempre um componente significativo da
doença”, do segundo parágrafo, é recomendável a supressão da primeira ocorrência
da vírgula, utilizada pelo autor para conferir destaque ao sujeito de “tentam”.
(E) No trecho: “Essas cerimônias de cura envolvem usualmente uma intensa relação
entre o curandeiro e o paciente, e são frequentemente interpretadas em termos de
forças sobrenaturais canalizadas através do primeiro”, do segundo parágrafo, é
permitida a supressão da ocorrência da vírgula.

CETRO – ANVISA – ESPECIALISTA – 2013

24
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

1. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o primeiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
A integralidade como eixo prioritário de uma política de saúde, ou
seja, como meio de concretizar a saúde como uma questão de cidadania,
significa compreender sua operacionalização a partir de dois movimentos
recíprocos a serem desenvolvidos pelos sujeitos implicados nos processos
organizativos em saúde: a superação de obstáculos e a implantação de
inovações no cotidiano dos serviços de saúde, nas relações entre os níveis
de gestão do SUS e nas relações destes com a sociedade.

(A) A vírgula utilizada após o termo “cidadania” é opcional; também seria opcional a
utilização de uma vírgula após o termo “recíprocos”.
(B) Em “como meio de concretizar a saúde como uma questão de cidadania”, o
termo destacado pode ser substituído por “concretizá-la”, sem que haja prejuízo para
o sentido ou para a organização do fragmento.
(C) O trecho “compreender sua operacionalização” pode ser substituído por
“compreender-lhe a operacionalização”, sem que haja prejuízo para o sentido ou
para a organização sintática do fragmento.
(D) É possível, a fim de se evitar uma desnecessária repetição, suprimir a expressão
destacada em “e nas relações destes com a sociedade”.
(E) No contexto em que se apresentam, os termos “recíprocos” e “implicados”
significam, respectivamente, “mútuos” e “exigidos”.

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o segundo parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.

25
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Esses dois movimentos consistem nos principais nexos constituintes


da integralidade como meio de concretizar o direito à saúde da população,
do qual emerge um conjunto de questões consideradas relevantes para
sua apropriação conceitual e prática no campo da saúde coletiva.
E essas questões estão diretamente relacionadas, muitas vezes de
forma contraditória, com as políticas econômicas e sociais adotadas no
País nas últimas décadas. Políticas excludentes, que concentram riqueza e
fragilizam a vida social, aumentando de forma drástica e exponencial a
demanda da população brasileira por ações e serviços públicos de saúde.

(A) O fragmento “do qual emerge um conjunto de questões” pode ser substituído por
“no qual é emerso um conjunto de questões”, sem prejuízo para a correção
gramatical ou para o sentido.
(B) A expressão “de forma drástica e exponencial” pode ser substituída por “drástica
e exponencialmente”, em que os termos separados pelo “e” possuem a mesma
função sintática; a alteração não implicaria, ademais, prejuízo para a correção
gramatical ou para o sentido.
(C) No último período, a substituição de “aumentando” por “e aumentam”,
acompanhada pela substituição do “e” da oração anterior por uma vírgula, preserva
as relações de sentido originais do fragmento e não implica desvios gramaticais.
(D) Conforme a prescrição gramatical no que concerne à concordância verbal, é
obrigatória a flexão do verbo “emergir” no plural, já que seu sujeito é representado
por um substantivo coletivo (“conjunto”) que, ademais, é especificado por palavra no
plural (“de questões”).
(E) No fragmento: “essas questões estão diretamente relacionadas, muitas
vezes de forma contraditória, com as políticas econômicas e sociais”, o trecho
destacado pode ser substituído por “há relações diretas entre essas questões”, sem

26
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

que nenhuma outra alteração seja necessária para manter o sentido e a correção
gramatical do período.

3. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o terceiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Se, de um lado, a forma como nosso País se organiza, baseada no
capitalismo, tem favorecido inúmeros avanços nas relações de produção,
sobretudo no que diz respeito à crescente sofisticação e progresso de
tecnologias em diferentes campos, inclusive da saúde, o mesmo não se
pode dizer das relações sociais.
Estas revelam o sofrimento difuso e crescente das pessoas, as quais
são cotidianamente submetidas a padrões de profundas desigualdades,
expressos pelo acirramento do individualismo, pelo estímulo à
competitividade desenfreada e pela diferenciação negativa de pessoas,
com desrespeito às questões de gênero, raça, etnia e idade.

(A) A flexão da expressão “forma”, no plural, exigiria que se flexionassem apenas


mais dois termos no plural para que a frase se mantivesse adequada à prescrição
gramatical no que concerne à concordância.
(B) As expressões “sobretudo” e “diz respeito à” podem ser, respectivamente,
substituídas por “mormente” e “tange a” sem prejuízo para o sentido ou para a
correção gramatical.
(C) No fragmento: “progresso de tecnologias em diferentes campos, inclusive da
saúde”, há um problema de paralelismo sintático que pode ser resolvido com a
alteração para “inclusive no da saúde”.
(D) O termo “o mesmo”, no final do primeiro período, tem como referente o
fragmento “crescente sofisticação e progresso de tecnologias em diferentes campos”.

27
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) As expressões “pelo acirramento” e “diferenciação” podem ser, respectivamente,


substituídas por “pela intensificação” e “descriminação” sem prejuízo para o sentido
ou para a correção gramatical.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o último parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Na contramão desse processo, temos a Constituição Federal, que, ao
criar e estabelecer as diretrizes para o SUS, oferece os elementos básicos
para o reordenamento da lógica de organização das ações e serviços de
saúde brasileiros, de modo a garantir ao conjunto dos cidadãos as ações
necessárias à melhoria das condições de vida da população.
(A) O uso de vocábulos excessivamente complexos, como “diretrizes” ou
“reordenamento” e o de vocábulos em seu sentido figurado, como “contramão”, seria
inadequado à redação de textos técnicos.
(B) A vírgula após “Constituição Federal” é opcional, conforme a prescrição
gramatical, por isso retirá-la não implicaria qualquer desvio gramatical ou alteração
de sentido; já a utilizada após “que” é obrigatória para isolar a oração que sucede
essa vírgula.
(C) É possível acrescentar o pronome “lhe” ao verbo “oferecer” (“oferece-lhe”), sem
que isso represente prejuízo para o sentido ou para a correção gramatical.
(D) O fragmento “para o reordenamento da lógica de organização das ações e
serviços” pode ser substituído por “para reordenar a lógica de organização das ações
e os serviços”, sem que haja prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido.
(E) O fragmento “de modo a garantir” pode ser substituído por “de sorte que se
garantam”, sem que haja prejuízo para o sentido ou para a correção gramatical.

28
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o primeiro e o segundo parágrafos do texto e as orientações da prescrição gramatical
no que se refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Todos os que já se concentraram sobre o tema constatam, sem
maiores dificuldades, que não se trata de coisa fácil definir o que é saúde.
Saúde faz parte daquele conjunto de termos paradoxais que, de um
lado, são usados na fala de todos os dias e, de outro, são de muito difícil
definição ou identificação como entidades concretamente existentes.

(A) O primeiro parágrafo deveria ser iniciado por “Todos os que já nos concentramos
sobre o tema constatamos”, variante erudita do fragmento original do texto a qual,
por esse motivo, corresponde ao tipo de linguagem valorizado em textos técnicos.
(B) No primeiro parágrafo, o fragmento “o que é saúde” pode ser substituído por “o
que seja saúde”, sem que isso represente alteração de sentido ou prejuízo para a
correção gramatical do trecho.
(C) No segundo parágrafo, é possível a utilização de “se de um lado” em vez de
apenas “de um lado”, sem que quaisquer outras alterações sejam necessárias para
se manter o sentido e a correção gramatical do trecho.
(D) No segundo parágrafo, a supressão do termo destacado em “de todos os dias”
implicaria alteração na organização sintática da frase, mas não representaria um
empecilho para a compreensão de sua ideia original.
(E) O uso do termo “paradoxais” é justificado pela utilização, no final do mesmo
parágrafo, da expressão “de muito difícil definição ou identificação como entidades
concretamente existentes”.

8. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o terceiro parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.

29
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Uma das maiores dificuldades para se definir saúde consiste em que,


não sendo, em si, uma coisa ou fato, só passa a sê-lo através ou a partir da
doença ou mal-estar, estes sim, como já assinalava Schopenhauer, coisas
ou fatos incontestes.
(A) A oração “não sendo, em si, uma coisa ou fato” assume, no contexto em que se
insere, um valor temporal.
(B) O acento utilizado em “sê-lo” ocorre pelo mesmo motivo que os utilizados nos
termos “só” e “através”.
(C) A utilização conjunta de “através” e de “a partir” é desnecessária, visto que
ambas expressam a mesma relação de sentido.
(D) O termo “incontestes”, utilizado no final do parágrafo, pode ser substituído por
uma expressão sinônima como “inequívocos”.
(E) A utilização da preposição “em”, destacada no trecho “consiste em que”, é
considerada um arcaísmo e, por esse motivo, condenada na redação de textos
técnicos.

9. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o quarto parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Com efeito, qual, em português, o nome ou expressão linguística
positiva para o “fato” saudável que se pode identificar como “ausência de
dor de barriga”?
Nenhum, e isso pela simples razão de que, ao contrário da
linguisticamente “positiva” “dor de barriga”, ato real e perfeitamente
atestável, a ausência desta não existe como entidade nomeável
positivamente fora da comparação com a dor de barriga. E isso por quê?
Porque a ausência de dor de barriga (ou de cabeça, ou nas costas, ou

30
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

qualquer outra), em si, faz parte daqueles estados considerados “normais”


e, portanto, “não merecedores” de um nome específico.
(A) A expressão “Com efeito” pode ser substituída, sem prejuízo para o sentido ou
para a correção gramatical, por “Entrementes” e “Decerto”.
(B) Na expressão: “o nome ou expressão linguística positiva”, o termo destacado
poderia ser flexionado como “positivos”, sendo que as duas formas são adequadas à
correção gramatical.
(C) No segundo período, a circunstância que o termo “pela” expressa seria mantida
caso ele fosse substituído por “devido a” ou “em virtude da”, sem que houvesse
prejuízo para a correção gramatical.
(D) O trecho “E isso por quê? Porque a ausência de dor de barriga (...)” poderia ser
alterado para “E isso por que a ausência de dor de barriga (...)”, sem que houvesse
prejuízo para o sentido ou para a correção gramatical.
(E) No último período do parágrafo, a supressão da conjunção “e” não implicaria
prejuízo para o sentido nem para a correção gramatical do trecho.

10. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em


consideração as orientações da prescrição gramatical no que se refere a textos
escritos, assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura para o trecho que
sucede os dois-pontos, no último parágrafo, sendo preservado o sentido que assume
no texto.
“... com efeito, pode-se perguntar por que, entre nós brasileiros,
pode-se dizer “Eu perdi minha saúde”, mas não se pode dizer “Eu perdi
minha doença”.
(A) (...) com efeito, pode-se perguntar por que, entre nós brasileiros, posto que não
se possa dizer “Eu perdi minha doença”, pode-se dizer “Eu perdi minha saúde”.
(B) (...) com efeito, pode-se perguntar, entre nós brasileiros, por que por mais que
não se possa dizer “Eu perdi minha doença”, pode-se dizer “Eu perdi minha saúde”.

31
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) (...) com efeito, pode-se perguntar por que, entre nós brasileiros, conforme não
se possa dizer “Eu perdi minha saúde”, pode-se dizer “Eu perdi minha doença”.
(D) (...) com efeito, pode-se perguntar, entre nós brasileiros, por que se pode dizer
“Eu perdi minha saúde”, contudo não se pode dizer “Eu perdi minha doença”.
(E) (...) com efeito, pode-se perguntar por que, à medida que se pode dizer “Eu
perdi minha saúde”, não se pode dizer, entre nós brasileiros, “Eu perdi minha
doença”.

CETRO – MINISTÉRIO DAS CIDADES/DF – ANALISTA – 2013

1. Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição


gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua
Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) A expressão “Ignoro”, utilizada no 2º parágrafo (Ignoro quando começou e quais
são os detalhes), compõe uma cadeia de sentido com construções posteriores do
texto, como “creio que na casa dos 80” (3º parágrafo) e “Se não me engano” (4º
parágrafo), todas elas reveladoras de uma esperada imprecisão do autor, dado estar
relatando memórias antigas.
(B) O pronome relativo “que”, utilizado no último trecho do 1º parágrafo (A notícia
de que foi demolida a igrejinha de Santa Ifigênia me fez voltar ao passado e pensar
na história da sua construção, que talvez nem toda a gente conheça hoje), pode ser
substituído, sem que ocorra desvio à prescrição gramatical ou prejuízo semântico,
por “a qual”, visto que manteria correta relação de sentido e de concordância com
seu referente “construção”.
(C) Em “Prometeu construir a capela com o fruto de seu trabalho e de donativos”, a
substituição da segunda ocorrência da preposição “de” pela preposição “com” não
representaria nenhum prejuízo semântico para o texto nem alteraria efetivamente as
relações sintáticas da frase.

32
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) No 1º parágrafo (A notícia de que foi demolida a igrejinha de Santa Ifigênia me


fez voltar ao passado e pensar na história da sua construção, que talvez nem toda a
gente conheça hoje), seria opcional o uso de uma vírgula após “Santa Ifigênia”, sem
que isso alterasse o sentido ou a correção gramatical do trecho; já a vírgula após
“construção” justifica-se devido ao caráter explicativo da oração adjetiva que a
sucede, por isso a opção de tirá-la implicaria alteração no sentido original da frase.
(E) No 2º parágrafo, em “Prometeu construir a capela”, a substituição do termo
sublinhado por um pronome oblíquo átono geraria a construção “Prometeu construí-
la”. Conforme as regras vigentes de acentuação, o uso do acento em “construí-la” se
dá pelo mesmo motivo que o presente em palavras como “fazê-la” ou “levantá-la”.

2. Levando em consideração o terceiro parágrafo do texto e as orientações da


prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
Lembro da construção já na fase final, que caminhava devagar,
porque o dinheiro ia pingando aos poucos, destilado pelo esforço da boa
velhinha. Ela passava semanalmente pelas casas a fim de apanhar retalhos
de pano, que sobravam das costuras e que as senhoras guardavam para
lhe dar. (...)
Subia da casa onde morava, na rua hoje denominada Belo Horizonte,
e vinha vindo, de porta em porta, recebida com estima e carinho. Já estava
no fim da vida, creio que na casa dos 80. Era então frágil e curva, sempre
arrimada a um bastão polido pelo contato de tantos anos, trazendo com
dificuldade nas costas o saco onde punha os retalhos com que fazia
colchas, para vendê-las e angariar recursos que iam alimentar a
construção. Sei que também fazia doces e quem sabe mais coisas,
separando o mínimo para as necessidades e aplicando o mais na realização
de seu grande objetivo.

33
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(A) Em “Lembro da construção já na fase final”, há uma construção coloquial do


ponto de vista da regência, que pode adequar-se à modalidade padrão escrita com o
uso do verbo “lembrar” em sua forma pronominal (Lembro-me da construção).
(B) Em “Era então frágil e curva”, o termo destacado assume um valor adverbial,
referindo-se à época em que Maria Preta havia, conforme o restante da frase,
assumido determinadas características físicas. Assim, uma construção
semanticamente equivalente ao trecho seria “Era, desse modo, frágil e curva”.
(C) Em “aplicando o mais na realização de seu grande objetivo”, o termo destacado
é um advérbio de intensidade, equivalendo em sentido ao destacado nesta frase:
Passou a trabalhar mais no novo emprego.
(D) Nos trechos: “Ela passava semanalmente pelas casas”, “Subia da casa onde
morava” e “trazendo com dificuldade nas costas o saco onde punha os retalhos”,
todas as expressões destacadas expressam a mesma circunstância: a de movimento.
(E) Nos trechos: “a fim de apanhar retalhos de pano” e “que iam alimentar a
construção”, a substituição dos termos destacados pelo pronome oblíquo teria
como resultado as seguintes expressões, adequadas à correção gramatical: “a fim de
apanhar-lhes” e “que lhe iam alimentar”.

3. Levando em consideração o quarto parágrafo do texto e as orientações da


prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
Se não me engano, a consagração foi ali por 1927, talvez no Natal,
com festa de congadeiros e moçambiques, pois ela era Rainha Conga. As
pessoas gradas compareceram e o padre rezou a primeira missa.
Ouvi contar que então Maria Velha teve um momento de
extraordinária plenitude, improvisou uma espécie de alocução
entrecortada, dizendo que ali estavam os brancos, os ricos, os
importantes, mas quem fizera aquela obra de Deus fora ela, pobre, negra e

34
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

antiga escrava. Depois, recolheu-se à apagada humildade, enquanto os


foguetes pipocavam em contraponto festivo com as caixas dos congos e os
bumbos dos moçambiqueiros.
(A) Na expressão: “Pessoas gradas”, no segundo período, o adjetivo destacado
significa “agradecidas”, referindo-se, portanto, ao sentimento das pessoas diante do
resultado da luta de Maria Velha.
(B) No trecho: “Depois, recolheu-se à apagada humildade”, a omissão do acento
indicativo de crase seria gramaticalmente possível, entretanto implicaria uma
alteração no sentido original da frase.
(C) É opcional o uso da vírgula após “Se não me engano”, assim como seria opcional
esse uso antes da conjunção “e” em “As pessoas gradas compareceram e o padre
rezou a primeira missa”.
(D) As ações representadas pelos verbos destacados em “Maria Velha teve um
momento” e “ali estavam os brancos” possuem, respectivamente, uma relação de
anterioridade e de concomitância com a representada pelo verbo “fazer” em “quem
fizera aquela obra de Deus fora ela”.
(E) O trecho “recolheu-se à apagada humildade” está na voz passiva sintética. Sua
transposição para a voz passiva analítica (“a apagada humildade foi recolhida”) não
implicaria prejuízo semântico para o texto.

4. Levando em consideração o último parágrafo do texto e as orientações da


prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
A vida consagrada de Maria Velha ilustra bem um dos lados mais
belos dos brasileiros de origem africana, que, vilipendiados, privados de
liberdade, humilhados pela própria natureza da sua condição, souberam
não obstante ensinar aos seus senhores o que valem a dedicação e a
retidão moral.

35
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Os escravos não apenas construíram o Brasil com o seu trabalho,


mas legaram qualidades humanas que um preconceito obtuso em vão
procura negar.
(A) Pelo contexto, percebe-se que “consagrada” significa “digna de aclamação”, e
“vilipendiados” é sinônimo de “esforçados”, “persistentes”.
(B) No trecho: “souberam não obstante ensinar aos seus senhores (...)”, a
expressão destacada pode ser substituída por “enfim”, sem prejuízo para o sentido
original do trecho.
(C) No último período do texto, a conjunção adversativa “mas” pode ser substituída,
sem prejuízo para o sentido original do trecho, por “entretanto”.
(D) No trecho: “ensinar aos seus senhores o que valem a dedicação e a retidão
moral”, a prescrição gramatical condena a flexão do verbo destacado no singular.
(E) No último período do texto, acrescentar “nos” como complemento do verbo
“legar” (“mas nos legaram qualidades humanas”) seria gramaticalmente aceitável e
manteria a coerência com o sentido que a frase original assume no contexto.

5. Levando em consideração os dois parágrafos iniciais do texto e as orientações da


prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
A negação do racismo, uma hipocrisia que durante décadas orientou
o discurso oficial brasileiro, apenas serviu para aprofundar ainda mais as
desigualdades e impedir que o Estado e a sociedade atuassem de forma a
enfrentar o problema.
Todos os indicadores sociais atestam que recaem sobre a parcela
negra dos brasileiros inúmeras mazelas sociais e toda sorte de violência e
violação de direitos. As desigualdades e discriminações de natureza racial
são evidentes no cotidiano e comprovadas por variadas estatísticas. Cite-

36
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

se como exemplo a renda dos brancos, que costuma ser o dobro da renda
dos negros, relação esta que tem se mantido estável ao longo do tempo.
(A) No 1º parágrafo, a vírgula após “discurso oficial brasileiro” pode ser substituída
pela conjunção aditiva “e”, sem que isso represente prejuízo para o sentido ou para
a organização sintática da frase.
(B) No 1º parágrafo, o uso do termo “Estado” com inicial maiúscula representa uma
norma exclusiva dos documentos oficiais, no caso de ele se referir à ideia de “nação”
ou “governo”.
(C) O trecho que inicia o 2º parágrafo pode ser substituído por “Todos os indicadores
sociais atestam recaírem sobre a parcela negra dos brasileiros inúmeras mazelas
sociais”, sem que isso represente prejuízo para o sentido ou para a correção
gramatical da frase.
(D) No final do 2º parágrafo, no fragmento “que costuma ser o dobro da renda
dos negros”, o trecho destacado pode ser substituído, de modo a evitar uma
repetição de termos, por “que costuma ser o dobro dos negros”, o que manteria a
correção gramatical e o sentido da frase.
(E) No final do 2º parágrafo, a estabilidade mencionada em “tem se mantido estável
ao longo do tempo” refere-se a um abrandamento da desigualdade racial
anteriormente citada no parágrafo.

6. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do terceiro parágrafo


segundo as orientações da prescrição gramatical no que se refere a textos escritos
na modalidade padrão da Língua Portuguesa, preservando o sentido que assume no
texto.
Embora há décadas o Movimento Negro brasileiro, sindicatos,
universidades e setores progressistas denunciem o racismo e proponham
políticas para sua superação, o Governo Federal não havia assumido uma

37
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

política nacional articulada e contínua para a promoção da igualdade


racial.
(A) Por mais que o Governo Federal não havia assumido uma política nacional
articulada e contínua para a promoção da igualdade racial, há décadas o Movimento
Negro brasileiro, sindicatos, universidades e setores progressistas denunciam o
racismo e propõem políticas para sua superação.
(B) Na medida em que há décadas o Movimento Negro brasileiro, sindicatos,
universidades e setores progressistas denunciam o racismo e propõem políticas para
sua superação, o Governo Federal não havia assumido uma política nacional
articulada e contínua para a promoção da igualdade racial.
(C) O Governo Federal não havia assumido uma política nacional articulada e
contínua para a promoção da igualdade racial, tanto que há décadas o Movimento
Negro brasileiro, sindicatos, universidades e setores progressistas denunciam o
racismo e propõem políticas para sua superação.
(D) O Governo Federal não havia assumido uma política nacional articulada e
contínua para a promoção da igualdade racial, apesar de há décadas o Movimento
Negro brasileiro, sindicatos, universidades e setores progressistas denunciarem o
racismo e proporem políticas para sua superação.
(E) Há décadas o Movimento Negro brasileiro, sindicatos, universidades e setores
progressistas denunciam o racismo e propõem políticas para sua superação; o
Governo Federal não havia, pois, assumido uma política nacional articulada e
contínua para a promoção da igualdade racial.
7. Levando em consideração o quarto parágrafo do texto e as orientações da
prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
A despeito de o sistema jurídico outorgar um conjunto de leis que se
ocupem da igualdade nos direitos individuais e políticos (de que seria
exemplo a liberdade religiosa), dos direitos sociais, direito educacional,

38
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

direitos culturais, entre outros, as estatísticas indicam que tais direitos


estão longe de serem eficazes, pelo que cabe ao Governo Federal –
observados os limites institucionais do Poder Executivo – envidar esforços
no sentido de assegurar eficácia àqueles direitos.
(A) A expressão “A despeito de” introduz, nesse parágrafo, uma ideia de causa e
consequência, que também seria exercida se essa expressão fosse substituída por
“Por conta de”.
(B) O trecho “(de que seria exemplo a liberdade religiosa)” pode ser reescrito como
“(cujo exemplo seria a liberdade religiosa)”, sem que haja prejuízo para o sentido ou
para a correção gramatical.
(C) A conexão estabelecida por “pelo que” pode também ser realizada, dispensando
outras alterações, pelo conectivo “onde”, sem que haja prejuízo para o sentido ou
para a correção gramatical.
(D) No trecho: “estatísticas indicam que tais direitos estão longe de serem
eficazes”, a expressão destacada pode ser substituída por “estes”, sem que haja
prejuízo para o sentido ou para a correção gramatical.
(E) Em “A despeito de o sistema jurídico outorgar”, há uma construção condenada
em textos escritos na modalidade padrão da língua; a recomendação, nesse caso, é
realizar a contração entre a preposição e o artigo (“do”).
8. Levando em consideração os dois últimos parágrafos e as orientações da
prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da
Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.
Para tornar eficazes os direitos, o Estado tem que redefinir o seu
papel no que se refere à prestação dos serviços públicos, de forma a
ampliar sua intervenção nos domínios das relações intersubjetivas e
privadas, buscando traduzir a igualdade formal em igualdade de
oportunidades e tratamento. (...)

39
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Daí a necessidade de uma intervenção estatal, norteada pelos


princípios da transversalidade, da participação e da descentralização, que
seja capaz de tornar iguais as oportunidades, impulsionando de modo
especial aquele segmento que há cinco séculos trabalha para edificar este
país, mas que continua sendo o alvo predileto de toda sorte de mazelas,
discriminações, ofensas a direitos e violência pura e simples, material e
simbólica.
(A) Sendo retirados os acentos gráficos das palavras “Daí”, “país” e “público”, dar-se-
ia origem a três novas palavras existentes na Língua Portuguesa, mas de sentidos
diferentes.
(B) Em “descentralização”, o prefixo “des-” possui o mesmo significado que o
existente nos prefixos dos termos “transversalidade” e “intersubjetivas”.
(C) Como em “intersubjetivas”, observa-se nos termos “interrelação” e
“intercontinental” uma adequação às convenções ortográficas vigentes.
(D) No trecho: “ofensas a direitos” é necessária a utilização de acento grave
indicativo de crase (à), já que o substantivo “ofensas” rege preposição “a”.
(E) Em “que seja capaz de tornar iguais”, o termo destacado refere-se a “princípios”,
citado no fragmento anterior.

CQIP – QUESTÕES-DESAFIO (1) – 2014

1. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do primeiro parágrafo,


sendo preservado o sentido que assume no texto e a correção gramatical.
A laranja foi um dia inventada por um grande industrial americano,
cujo nome prefiro calar, mas em circunstâncias que merecem ser contadas.
(A) Prefiro calar o nome do industrial americano que um dia inventou a laranja, em
circunstâncias que merecem ser contadas.

40
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(B) Em circunstâncias que merecem ser contadas, um grande industrial americano foi
o inventor da laranja, o qual não declaro o nome por preferência.
(C) Um grande industrial americano, cujo nome não divulgo, um dia, inventou a
laranja, não obstante em circunstâncias que merecem ser contadas.
(D) Merece ser contada a inusitada história do inventor da laranja e que era um
grande industrial americano, do qual não dou o nome por vontade própria.
(E) Inventaram a laranja por meio de um grande industrial americano, cujo nome
prefiro calar, mas em circunstâncias que merecem ser contadas.

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o segundo parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Fruta cítrica, suculenta e saborosa, ela começou sendo chupada às
dúzias por este senhor, então um simples molecote de fazenda no interior
da Califórnia. Com o correr dos anos o molecote virou moleque e o
moleque virou homem, passando por todas as fases lírico-vegetativas a
que se sujeita uma juventude transcorrida à sombra dos laranjais:
apaixonou-se pela filha do dono da fazenda, meteu-se em peripécias
amorosas que já inspiraram dois filmes em Hollywood e que culminaram
nas indefectíveis flores de laranjeiras, até que um dia, para encurtar, se viu
ele próprio casado com uma filha que outros moleques cobiçavam e dono
absoluto da plantação.
(A) O vocábulo “então” estabelece não uma relação conclusiva, mas sim uma relação
temporal com “simples molecote” e “este senhor”.
(B) Como indica ação, o verbo “virar”, no início do segundo período, faz parte de um
predicado verbo-nominal, uma vez que o primeiro “moleque” e “homem” são
predicativos do sujeito.

41
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) Nenhuma regra gramatical impede a flexão do adjetivo composto também seja
feita das maneiras que seguem: as fases lírica-vegetativas, as fases líricas-
vegetativas.
(D) A segunda ocorrência de crase se dá pela regência do adjetivo “transcorrida”,
que exige a preposição “a” seguida de artigo definido feminino singular “a”,
resultando em “à sombra dos laranjais”.
(E) O trecho “até que um dia, para encurtar, se viu ele próprio casado” apresenta um
desvio de colocação pronominal, pois não pode haver próclise antecedida de vírgula.

3. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à acentuação,


assinale a alternativa cujas palavras devam ser acentuadas, respectivamente, pelas
mesmas regras dos vocábulos destacados no período abaixo.
Logo verificou, porém, que esta embalagem também apresentava
sérias desvantagens...

(A) hifen / serie


(B) contem / policia
(C) sustem / gloria
(D) vintem / aurea
(E) amem / lirio

4. Em relação ao trecho: “Tinha mania de perfeição, o nosso homem...”, retirado


do quarto parágrafo, assinale a alternativa cujo termo destacado não equivale
sintaticamente ao termo destacado acima.
(A) ... inventando assim o melhor acondicionamento de seu produto que jamais
tivera a ventura de imaginar...
(B) Para que a casca, assim transformada em recipiente, não murchasse em poucos
dias...

42
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) Em pouco apareciam no mercado as primeiras laranjas...


(D) ... aos efeitos nocivos a que o sujeitam as mudanças de recipiente...
(E) ... tornava-se necessário adicionar-lhe alguns ingredientes químicos...

5. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o quinto parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Tendo, pois, implicado com a garrafa, e disposto a fazer chegar ao
consumidor o suco da laranja com todo o cítrico frescor que a fruta
diretamente chupada proporciona, houve por bem que enlatá-lo seria a
solução. Lamentável engano! Cedo percebeu que o produto assim
acondicionado apresentava, entre outras desvantagens, a de não dar lucro
nenhum. Mas, o que era pior, para que o suco em conserva não adquirisse,
com o correr do tempo, aquele sabor característico dos alimentos
enlatados, tornava-se necessário adicionar-lhe alguns ingredientes
químicos — o que, evidentemente, ia de encontro à mais específica das
virtudes do seu produto, que era a de ser natural.
(A) O vocábulo “pois” tem valor explicativo, mas, por estar intercalado, fica entre
vírgulas.
(B) No primeiro período, o “suco da laranja” exerce função de sujeito do verbo
“chegar”, pois “fazer chegar” não é uma locução verbal.
(C) Faltou o acento indicativo de crase em “... entre outras desvantagens, a de não
dar lucro nenhum”; além disso, o vocábulo “nenhum” poderia, sem desvio do sentido
e da correção, ser substituído por “algum”.
(D) Em “Mas, o que era pior, para que o suco em conserva não adquirisse, com o
correr do tempo”, caso fosse suprimido o trecho “o que era pior”, a vírgula após o
“Mas” seria dispensada.

43
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) Por paralelismo sintático, deveria haver crase em duas situações no trecho após
o travessão.

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o penúltimo parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.
Depois de tentar sem resultado todas as espécies de recipientes
existentes, desde a madeira até a matéria plástica, começava a desanimar,
quando lhe chamou a atenção a quantidade de casca de laranja que
diariamente sua fábrica confiava à eficiência expedita dos lixeiros.
Talvez a ideia tenha nascido apenas da necessidade de aliviar o
trabalho deles, diminuindo o lixo e aumentando o lucro - o certo é que se
pôs a cismar numa maneira de aproveitar tamanha quantidade de cascas
(sabia, por experiência, que ao consumidor desagradavam as laranjas
espremidas com casca) quando tal cisma se ligou à outra, relativa ao
recipiente - e a ideia nasceu. Então imaginou, encomendou e mandou
instalar uma aparelhagem completamente nova, destinada apenas a
extrair o miolo da laranja através de um orifício, sem inutilizar-lhe a casca.
Em pouco apareciam no mercado as primeiras laranjas contendo no seu
interior o suco já espremido.
(A) No segmento “quando lhe chamou a atenção a quantidade de casca de laranja”,
o pronome oblíquo não tem valor possessivo e, por isso, pode ser interpretado como
um adjunto adnominal.
(B) Há uma relação de causa e consequência no trecho “Talvez a ideia tenha nascido
apenas da necessidade de aliviar o trabalho deles”, em que, na sequência dos
termos da frase, a causa precede a consequência.
(C) O vocábulo “que”, nas duas ocorrências do segundo período, tem o mesmo valor
morfológico.

44
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) Há três orações no trecho “Então imaginou, encomendou e mandou instalar uma
aparelhagem completamente nova”, pois há dois verbos e uma locução verbal.
(E) A oração “contendo no seu interior o suco já espremido” tem valor adjetivo, que
explica “as primeiras laranjas”.

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às regras de


pontuação, assinale a alternativa incorreta.
(A) Para que a casca, assim transformada em recipiente, não murchasse em poucos
dias, tornava-se necessário um beneficiamento artificial extremamente dispendioso
que garantisse o permanente frescor do caldo – como só a película natural dos
gomos até então fora capaz.
(B) Eis que o nosso grande industrial descobre repentinamente que o suco, para se
manter fresco e natural, deverá ser conservado no interior dos próprios gomos da
laranja, e os gomos, no interior da própria casca, inventando assim o melhor
acondicionamento de seu produto que jamais tivera a ventura de imaginar.
(C) Com a grande vantagem, entre tantas outras, de poder ir diretamente das
árvores ao consumidor (o que assegurava um mínimo de trabalho e um máximo de
rendimento).
(D) Deslumbrado com sua invenção, correu à repartição pública mais próxima, e
encaminhou um pedido de patente.
(E) Tempos mais tarde, vendeu-a justamente com sua aparelhagem e seus laranjais
a um próspero fazendeiro da vizinhança, mudou-se para Nova Iorque e, com o
dinheiro, comprou um rico apartamento em Park Avenue – onde, dizem, vive muito
feliz, chupando laranja o dia todo.

8. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


o último parágrafo do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se
refere a textos escritos, assinale a alternativa correta.

45
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

A ideia não foi avante. Para que a casca, assim transformada em


recipiente, não murchasse em poucos dias, tornava-se necessário um
beneficiamento artificial extremamente dispendioso, que garantisse o
permanente frescor do caldo como só a película natural dos gomos até
então fora capaz.
Eis que o nosso grande industrial descobre repentinamente que o
suco, para se manter fresco e natural, deverá ser conservado no interior
dos próprios gomos da laranja e os gomos no interior da própria casca,
inventando assim o melhor acondicionamento de seu produto que jamais
tivera a ventura de imaginar. Com a grande vantagem, entre tantas outras,
de poder ir diretamente das árvores ao consumidor, o que assegurava um
mínimo de trabalho e um máximo de rendimento. Deslumbrado com sua
invenção, correu à repartição pública mais próxima e encaminhou um
pedido de patente.
Tempos mais tarde, vendeu-a justamente com sua aparelhagem e
seus laranjais a um próspero fazendeiro da vizinhança, mudou-se para
Nova Iorque e com o dinheiro comprou um rico apartamento em Park
Avenue, onde, dizem, vive muito feliz, chupando laranja o dia todo.
(A) Sem prejuízo da correção gramatical e do sentido, a quarta vírgula do parágrafo
poderia ser suprimida.
(B) O vocábulo “se” em “para se manter fresco e natural” tem valor reflexivo, como
em “Penteou-se habilmente”.
(C) O segmento “poder ir... das árvores ao consumidor” apresenta uma correlação
entre preposições que indica o deslocamento de um lugar a outro.
(D) A oração subordinada adverbial iniciada por “onde” em “um rico apartamento em
Park Avenue, onde, dizem, vive muito feliz, chupando laranja o dia todo” é
explicativa, por isso vem entre vírgulas.

46
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) A correlação entre o verbo da oração subordinada adverbial, que inicia o período,
e o verbo da sua oração principal está inadequada; a alteração que deveria ser feita
para que tal correlação ficasse de acordo com a norma geraria mesóclise obrigatória.

CETRO – CREF 4ª R/SP – ANALISTA – 2013

1. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à acentuação,


assinale a alternativa cujas palavras devam ser acentuadas, respectivamente, pelas
mesmas regras dos vocábulos destacados no período abaixo.
Ao invés disso, a lista é dominada por grandes campeões tecnológicos dos
últimos 20 anos.
(A) Sofa/ matematica (D) Polpa/ veridica
(B) Sopa/ caricatura (E) Cafune/ ruptura
(C) Sape/ captura

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à classe de


palavras, assinale a alternativa cujos vocábulos destacados possuem a mesma
classificação.
Em primeiro lugar, o foco das empresas bem estabelecidas é executar um
modelo de negócios que já existe.
(A) Advérbio/ adjetivo/ artigo
(B) Advérbio/ advérbio/ numeral
(C) Numeral/ adjetivo/ artigo
(D) Numeral/ advérbio/ artigo
(E) Numeral/ advérbio/ numeral

3. Assinale a alternativa que apresenta o antônimo da palavra destacada no período


abaixo.

47
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

Ele exige a busca de novos caminhos e a realização contínua de ajustes.


(A) Consecutiva.
(B) Ininterrupta.
(C) Sucessiva.
(D) Constante.
(E) Interrompida.

4. Assinale o vocábulo cuja flexão de número não siga a mesma regra do vocábulo
abaixo.

Campeão – campeões
(A) Vilão.
(B) Missão.
(C) Cidadão.
(D) Discussão.
(E) Botão.

5. De acordo com a norma-padrão e em relação à sintaxe, assinale a alternativa cujo


período apresenta um sujeito que receba a mesma classificação do sujeito destacado
na oração abaixo.

Isso não é muito surpreendente.


(A) Conversei recentemente com Steve Blank.
(B) Empreendedores internos são mais rebeldes.
(C) Há muitos jovens empreendedores.
(D) Buscam novos caminhos e a realização contínua de ajustes.
(E) Diretores e funcionários querem que a empresa cresça de forma orgânica.

48
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


verbal, assinale a alternativa cujo verbo destacado tenha a mesma classificação que
o destacado no período abaixo.

Um modelo de negócios viável exige a busca de novos caminhos e a


realização contínua de ajustes.
(A) Pessoas qualificadas procuram novos modelos de negócios.
(B) As empresas precisam de inovações.
(C) Empreendedores dão chances a novos talentos.
(D) Existem bons empreendedores internos.
(E) Pessoas bem qualificadas nem sempre são as melhores no comando de unidades
de negócios.

7. No período abaixo, a oração iniciada pela conjunção destacada estabelece, com a


anterior, uma relação de condição. Assinale a alternativa cuja conjunção destacada
não estabelece essa mesma relação.
Empresas jovens só são capazes de sobreviver se encontrarem formas
criativas de viabilizar novas ideias comerciais.
(A) Empresas jovens só são capazes de sobreviver caso encontrem formas criativas
de viabilizar novas ideias comerciais.
(B) Empresas jovens só são capazes de sobreviver a menos que encontrem formas
criativas de viabilizar novas ideias comerciais.
(C) Empresas jovens só são capazes de sobreviver desde que encontrem formas
criativas de viabilizar novas ideias comerciais.
(D) Empresas jovens só são capazes de sobreviver contanto que encontrem formas
criativas de viabilizar novas ideias comerciais.
(E) Empresas jovens só são capazes de sobreviver quando encontrarem formas
criativas de viabilizar novas ideias comerciais.

49
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

8. Leia as frases abaixo, substitua os termos grifados pelo pronome adequado,


fazendo as adaptações necessárias e, em seguida, assinale a alternativa correta.
1. Levaram o menino para visitar o Museu do Ipiranga.
2. Compraram um carro para a filha.
3. Visitarei meu irmão à tarde.
(A) 1. Levaram-lhe/ 2. Compraram-lhe/ 3. Visitar-lho-ei
(B) 1. Levaram-lhe/ 2. Compraram-na/ 3. Visitá-lo-ei
(C) 1. Levaram-no/ 2. Compraram-a/ 3. Visitar-lhe-ei
(D) 1. Levaram-no/ 2. Compraram-lhe/ 3. Visitá-lo-ei
(E) 1. Levaram-o/ 2. Compraram-lhe/ 3. Visitá-lo-ei

9. Barbarismo é o vício de linguagem que consiste em usar uma palavra errada


quanto à grafia, pronúncia, significação, flexão ou formação. Assim sendo, assinale a
alternativa que não apresenta barbarismo.
(A) O pássaro caído estava com a aza quebrada.
(B) Embora com 80 anos, meu avô subciste cheio de energia.
(C) Os empresários proporam uma nova estratégia para superar a crise.
(D) Os cidadões reuniram-se em protesto na frente da Catedral.
(E) Mara deteve o segredo sob sete chaves.

10. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à


concordância nominal, assinale a alternativa incorreta.
(A) Segue, anexo, o documento da empresa.
(B) Em anexo, enviei-lhes minhas traduções.
(C) Encaminho-lhes, anexas, as minhas anotações.
(D) Entregou-me, anexo, todas as fotos do evento.
(E) Anexa, enviaram-lhe a revista do concorrente.

50
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

11. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


nominal, assinale a alternativa correta.
(A) Meire tem horror a gatos.
(B) Joyce parece ser insensível por tudo.
(C) Estavam acostumados de jantar tarde.
(D) César parecia hábil de andar de triciclo.
(E) O avô de Márcia era contemporâneo com Vinícius de Moraes.

12. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à


concordância verbal, assinale a alternativa incorreta.
(A) Um bando de fanáticos prejudicou o nome do clube.
(B) A maioria dos jogadores aprovaram a decisão da FIFA.
(C) Poços de Caldas fabricam as melhores compotas.
(D) Cerca de dez pessoas testemunharam contra o réu.
(E) Algum de vocês viu o acidente?

13. Leia o trecho abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que completa correta e
respectivamente as lacunas.
Ontem ___ tarde, encontrei César. Ele foi ____ Londres ____ trabalho. Morou
lá por quatro anos. A casa dele ficava _____ 300 metros de Piccadilly Circus.
(A) à/ a/ a/ a
(B) a/ à/ a/ à
(C) à/ a/ à/ a
(D) a/ a/ à/ à
(E) à/ à/ a/ a

51
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

14. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às regras de


pontuação, assinale a alternativa correta
(A) A Anatel afirma que, no dia 21, de fevereiro, começou, a dar publicidade aos
projetos, com a veiculação de uma notícia sobre investimentos de R$52,5 milhões
nos projetos da Copa do Mundo de 2014, que seria o total a ser aplicado em 2012.
(B) A Anatel afirma que, no dia 21 de fevereiro, começou, a dar publicidade, aos
projetos, com a veiculação de uma notícia sobre investimentos de R$52,5 milhões
nos projetos da Copa do Mundo de 2014, que seria o total a ser aplicado em 2012.
(C) A Anatel afirma que, no dia 21 de fevereiro, começou a dar publicidade aos
projetos, com a veiculação de uma notícia sobre investimentos, de R$52,5 milhões,
nos projetos, da Copa do Mundo de 2014, que seria o total a ser aplicado em 2012.
(D) A Anatel afirma que, no dia 21 de fevereiro, começou a dar publicidade aos
projetos, com a veiculação de uma notícia sobre investimentos de R$52,5 milhões
nos projetos da Copa do Mundo de 2014, que seria o total a ser aplicado em 2012.
(E) A Anatel, afirma que no dia 21 de fevereiro, começou a dar publicidade, aos
projetos, com a veiculação de uma notícia, sobre investimentos de R$52,5 milhões
nos projetos da Copa do Mundo de, 2014, que seria o total a ser aplicado, em 2012.

15. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ortografia


e ao contexto em que se encontram as palavras, assinale a alternativa correta.
(A) O caseiro ascendeu a lareira do chalé.
(B) Um fragrante de lavanda espalhou-se pela sala.
(C) Ficou surpreso ao receber o mandato de prisão naquele momento.
(D) O rapaz foi taxado de preguiçoso.
(E) A infração está alta, apesar de noticiarem que os preços dos alimentos estão
sendo mantidos

52
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

CETRO – BIOMÉDICO – PREF. CAMPINAS/SP – 2013

1. Em relação ao texto, de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,


assinale a alternativa correta.
(A) No trecho “Os planos de saúde que participam da iniciativa economizaram R$ 54
milhões com as cirurgias não realizadas.”, pode-se fazer a concordância do verbo
destacado no singular, resultando em: “Os planos de saúde que participa da
iniciativa economizaram R$ 54 milhões com as cirurgias não realizadas”.
(B) No trecho “(…) a maioria das indicações cirúrgicas desnecessárias era relativa a
diagnósticos associados a outras doenças não detectadas”, pode-se fazer a
concordância do verbo destacado no plural, resultando em: “(…) a maioria das
indicações cirúrgicas desnecessárias eram relativas a diagnósticos associados a
outras doenças não detectadas”.
(C) No trecho “Nos EUA, os números e os custos dessas cirurgias dispararam na
última década...”, pode-se fazer a concordância do verbo destacado no singular,
resultando em: “Nos EUA, os números e os custos dessas cirurgias disparou na
última década...”
(D) No trecho "O paciente pode até ter uma hérnia de disco, mas pode ser que
outras patologias, como fibromialgia ou esclerose múltipla, sejam a real causa da dor
na coluna.", pode-se fazer a concordância do verbo destacado no singular,
resultando em: "O paciente pode até ter uma hérnia de disco, mas pode ser que
outras patologias, como fibromialgia ou esclerose múltipla, seja a real causa da dor
na coluna".

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


verbal, assinale a alternativa cujo verbo destacado não apresenta a mesma regência
do destacado no exemplo abaixo.
O programa atende pacientes particulares e de planos de saúde.

53
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(A) Nos EUA, o número e os custos dessas cirurgias dispararam na última década.
(B) Pacientes que adotaram tratamentos não invasivos, como fisioterapia, tiveram
redução da dor.
(C) Isso fere um preceito básico da ética médica.
(D) Além do diagnóstico, o acordo entre o hospital e os planos prevê reabilitação
para os casos não cirúrgicos.

3. De acordo com a norma-padrão na Língua Portuguesa e em relação à regência


nominal, assinale a alternativa incorreta.
(A) O médico fez alusão a condutas ortopédicas antigas.
(B) Os convênios não têm capacidade para suportar a demanda de cirurgias.
(C) Os pacientes ficam inseguros e em dúvida com os procedimentos médicos.
(D) Algumas posturas são nocivas à coluna.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ortografia,


dentro do contexto em que as palavras se encontram, assinale a alternativa correta.
(A) O médico foi taxado de mercenário.
(B) Cientistas alemães afirmam que o hábito de fazer a sexta ajuda a consolidar a
memória.
(C) Os profissionais da medicina presam muito a ética.
(D) Para avaliar a real necessidade de algumas cirurgias, foi necessária a intercessão
do hospital Albert Einstein.
5. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às regras de
concordância nominal, assinale a alternativa incorreta.
(A) Muito obrigadas, professor. – disseram as meninas após a explicação.
(B) O médico deixou o paciente a sós após o diagnóstico.
(C) Havia bastante candidatos à vaga de Técnico em Saneamento.
(D) Os policiais deram vários alertas antes de invadir a casa.

54
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às regras de


pontuação, assinale a alternativa correta.
(A) Assim, a bactéria Photobacterium damselae, ludibria, os organismos infectados,
através da toxina, AIP56, pelas duas vias: por um lado, garante entrada da toxina
nas células, por outro impede a ativação do NF-kb, evitando o processo inflamatório,
conduzindo à morte das células que deveriam destruir a bactéria e defender da
infecção.
(B) Assim, a bactéria Photobacterium damselae ludibria os organismos infectados,
através da toxina AIP56, pelas duas vias: por um lado garante entrada da toxina nas
células, por outro impede a ativação do NF-kb, evitando o processo inflamatório,
conduzindo à morte das células que deveriam destruir a bactéria e defender da
infecção.
(C) Assim, a bactéria Photobacterium damselae ludibria os organismos infectados,
através da toxina AIP56, pelas duas vias: por, um lado, garante entrada da toxina,
nas células, por outro impede a ativação do NF-kb, evitando o processo inflamatório,
conduzindo à morte das células que deveriam destruir a bactéria e defender da
infecção.
(D) Assim a bactéria Photobacterium damselae ludibria os organismos infectados,
através da toxina AIP56, pelas duas vias: por um lado garante entrada da toxina nas
células, por outro, impede a ativação do NF-kb, evitando, o processo inflamatório,
conduzindo, à morte das células que deveriam destruir a bactéria e defender da
infecção.

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às regras de


colocação pronominal, assinale a alternativa incorreta.
(A) Ninguém negou-se a prestar socorro às vítimas.
(B) Campinas é um lugar onde me sinto bem.

55
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) Os testes realizar-se-ão em duas diferentes etapas.


(D) Avisem-me se os planos forem mudados.

8. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ocorrência


ou não da crase, assinale a alternativa correta.
(A) Não obedeça à ninguém que demonstre revolta.
(B) Elisabete foi a feira de móveis de Milão.
(C) Ele não assistiu a nenhuma peça teatral.
(D) A meia-noite todos os encontros são perigosos.

CETRO – ENFERMEIRO – HGA/SP – 2013

1. De acordo com o texto e com a gramática normativa tradicional, analise as


assertivas abaixo.
I. O trecho do 10º parágrafo: “Deteve o táxi à porta do hospital, saltou ao
mesmo tempo que eu, foi entrando” pode ser reescrito da seguinte maneira,
sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo semântico: “Deteve o táxi à porta
do hospital, saltou ao mesmo tempo que eu e foi entrando”.
II. O trecho do 14º parágrafo: “Deixei-me ficar, perplexo, na portaria” pode
ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo
semântico: “Deixei-me ficar, resoluto, na portaria”.
III. O trecho do 14º parágrafo: “enquanto uma senhora reclamava seus
serviços” pode ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou
prejuízo semântico: “enquanto uma senhora reclamava dos serviços do taxista”.
É correto o que se afirma em
(A) I, apenas.
(B) I e II, apenas.
(C) I e III, apenas.

56
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) II e III, apenas.


(E) I, II e III.

2. Leia o trecho abaixo, retirado do 13º parágrafo e, em seguida, assinale a


alternativa que apresenta um antônimo da palavra destacada.
“Está se vendo que o senhor é moço distinto.”
(A) Ilustre.
(B) Nobre.
(C) Medíocre.
(D) Decente.
(E) Polido.
3. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ortografia,
assinale a alternativa correta.
(A) Marcos é uma pessoa izenta de preconceitos.
(B) Miguel contemplou o mendigo com visagem de pena.
(C) O mauzoléu da família Pontes Albuquerque é um verdadeiro monumento.
(D) O expetáculo de teatro foi visto por mais de vinte mil pessoas.
(E) Como as folhas saíram manchadas, precisarei reiprimir todo o relatório
novamente.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ocorrência


de crase, assinale a alternativa correta.
(A) Márcio saiu à serviço da empresa.
(B) Adoro viajar em barco movido à vapor.
(C) Miriam estava à escutá-lo quando o telefone tocou.
(D) Rogério disse à irmã que ela deveria estudar mais.
(E) À certa altura, resolvemos alterar os procedimentos.

57
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

5. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


verbal, assinale a alternativa correta.
(A) Informamos ao gerente a ocorrência.
(B) O prestígio de seu nome consiste o seu trabalho honesto.
(C) Contentei-me a comer pão com manteiga.
(D) A irresponsabilidade custou-lhe ao emprego.
(E) Esqueci do livro de História.

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


nominal, assinale a alternativa correta.
(A) Alberto é um homem preciso das suas ideias.
(B) César é um rapaz predisposto na ação.
(C) Fabiana teve o coração quebrado na dor.
(D) Nesta noite, prepararei um peru recheado a farofa e frutas.
(E) Renata chamou todos, resolvida a conversar.

7. Leia os trechos abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche correta


e respectivamente as lacunas.

I. Natália não sairá __________ está doente.


II. Não entendi o __________ de tal atitude.
III. Mário não sabe __________ não aprende.
IV. Claudia não virá mais. Sabe __________?
(A) I. por que/ II. por quê/ III. porquê/ IV. porque
(B) I. por que/ II. por quê/ III. porque/ IV. porquê
(C) I. porque/ II. porquê/ III. por que/ IV. por quê
(D) I. porque/ II. porquê/ III. por quê/ IV. por que
(E) I. por que/ II. porque/ III. por quê/ IV. porquê

58
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

CETRO – FUND. CULT. PALMARES – OPERACIONAL ADMINISTRATIVO –


2014

1. Leia a oração abaixo, retirada do quinto parágrafo, e, em seguida, assinale a


alternativa que apresenta um sinônimo da palavra destacada.
“Solo fértil do patrimônio afro-brasileiro, as comunidades tradicionais de
terreiro guardam as reminiscências culturais e religiosas dos bantus, yorubás, gegês
e malês.”
(A) Resquícios.
(B) Peculiaridades.
(C) Características.
(D) Traços.
(E) Recordações.

2. De acordo com o contexto e quanto a conjunções, assinale a alternativa em que a


conjunção destacada exprime a mesma classificação que a conjunção destacada
abaixo.
“Portanto, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.”
(A) Todavia, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.
(B) No entanto, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.
(C) Logo, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.
(D) Contudo, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.
(E) Porquanto, combater a intolerância religiosa é um dever de todos.
3. Em relação à ortografia e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,
assinale a alternativa correta.
(A) Os novos procedimentos rerpecutiram muito na empresa.
(B) O funcionário queria reinvindicar o cargo perdido.
(C) A enchente assolou a aldeia de pescadores.

59
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) Os materiais cirúrgicos foram esterelisados pela Enfermeira.


(E) O acidente ocorreu porque os parafusos não estavam muito bem atarrachados.

4. Em relação à pontuação e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,


assinale a alternativa correta.
(A) Cultura afro-brasileira, é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no
Brasil, incluindo as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se
manifestam, em diversas expressões como, por exemplo, a música, a religião e a
culinária.
(B) Cultura afro-brasileira, é o resultado, do desenvolvimento da cultura africana no
Brasil incluindo as influências recebidas, das culturas portuguesa e indígena que se
manifestam em diversas expressões como, por exemplo, a música, a religião e a
culinária.
(C) Cultura afro-brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana, no
Brasil, incluindo as influências recebidas, das culturas portuguesa e indígena que se
manifestam, em diversas expressões como, por exemplo, a música, a religião e a
culinária.
(D) Cultura afro-brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no
Brasil, incluindo as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se
manifestam em diversas expressões como, por exemplo, a música, a religião e a
culinária.
(E) Cultura afro-brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no
Brasil: incluindo as influências, recebidas das culturas portuguesa e indígena, que se
manifestam, em diversas expressões como, por exemplo, a música, a religião e a
culinária.

5. Em relação à acentuação, assinale a correta.


(A) Minha mãe me preparou um cházinho para amenizar minha dor de cabeça.

60
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(B) O nascimento de seu filho foi motivo de júbilo e satisfação.


(C) Ela precisa de tratamento uma vez que é alcóolatra.
(D) Encontrar esta pessoa foi apenas mais um caso fortuíto.
(E) Os homens trabalharam incansávelmente para construir as casas populares.

6. Em relação à concordância verbal e de acordo com a norma-padrão da Língua


Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Começou a haver tumultos na região por causa da chegada do artista famoso.
(B) Os Estados Unidos é o grande aliado do Brasil nesta nova empreitada.
(C) Fui eu que pagou a conta ontem na pizzaria.
(D) Analisou-se os planos referentes ao novo negócio.
(E) Precisam-se de homens com experiência na área administrativa.

7. Em relação à regência verbal, assinale a correta.


(A) Após o sinal, não entre nem saia do trem.
(B) Aquela mulher não esquecia dos favores recebidos.
(C) A empresa já pagou os profissionais que trabalharam no evento.
(D) Com raiva, a moça não perdoou a amiga.
(E) Os empresários procederam aos demais tópicos do contrato.

8. Em relação à ocorrência de crase e de acordo com a norma-padrão da Língua


Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) O menino não conseguiu fazer os exercícios de 1 à 10.
(B) Chegamos à casa dos meus pais mais cedo do que todos os convidados.
(C) Eu não darei atenção à uma pessoa tão arrogante.
(D) Minha avó prepara quitutes deliciosos com seu forno à gás.
(E) Pedi à ele para me passar todas as informações necessárias sobre o caso de
homicídio.

61
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

9. Em relação ao plural dos substantivos, assinale a alternativa correta.


(A) Para pagar uma promessa, a senhora subiu de joelhos os degrais da catedral.
(B) Os novos escrivões serão nomeados na próxima segunda-feira.
(C) Os cidadões votaram e elegeram aquele candidato para presidente.
(D) A professora preferia usar gizes coloridos para explicar a matéria na lousa.
(E) O time de futebol recebeu muitos troféis na última década.

10. Em relação à colocação pronominal e de acordo com a norma-padrão da Língua


Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Me entregou a encomenda solicitada ontem à noite.
(B) Não arrependeu-se de nada do que fez aos outros.
(C) A miséria que revela-se no vilarejo é entristecedora.
(D) Nunca disse-me uma palavra de afeto.
(E) Lembrei de confirmar a reserva no voo quando me despedia do meu chefe.

11. Em relação à ortografia e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,


assinale a alternativa correta.
(A) Minha casa estava enfestada de cupins e formigas.
(B) O Brasil é um país caracterizado pela missigenação.
(C) Minha mãe quis trocar todos os azuleijos da cozinha e do banheiro.
(D) Compramos livros excepcionais naquele sebo da esquina.
(E) Estou muito anciosa para conhecer seus pais.

12. Em relação à ocorrência de crase e de acordo com a norma-padrão da Língua


Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Quero falar à essas poucas e generosas pessoas.
(B) Cheguei à insistir, mas ele estava irredutível.

62
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) O marinheiro pediu ajuda porque estava à deriva.


(D) O estudo não se aplica à pessoas com menos de 50 anos.
(E) O lutador ficou cara à cara com seu oponente.

13. Em relação a verbos e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,


assinale a alternativa correta.
(A) Ele manteu sua palavra em relação ao caso de adoção.
(B) Espero que você seje compreensivo com seu filho.
(C) Eu anseio viajar para os Estados Unidos antes de completar 30 anos de idade.
(D) O funcionário reaveu os papéis que havia perdido na semana passada.
(E) Ela interviu na briga dos alunos na porta da escola.

14. Em relação à concordância nominal e de acordo com a norma-padrão da Língua


Portuguesa, assinale a alternativa correta.
(A) Seguem inclusas as notas requeridas pela Secretaria.
(B) No inverno, sopa é boa.
(C) Há bastante pessoas insatisfeitas com o atendimento.
(D) Ela ficou meia nervosa quando disseram que precisaria esperar para ser
atendida.
(E) É proibido a entrada de estranhos no recinto.

15. Em relação à regência nominal, marque a incorreta.


(A) Eles já está habituado a isso.
(B) É preferível executar o trabalho da maneira como foi orientado a ficar discutindo
sem argumentações consistentes.
(C) Meu pai é fanático por futebol.
(D) Eu a conheço. Ela está prestes por jogar tudo para o alto.
(E) O homem parecia indeciso em seus propósitos.

63
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

16. Em relação à ortografia e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa,


assinale a alternativa correta.
(A) O motorista bateu o carro porque coxilou ao volante.
(B) O marginal pichou o nome da gangue na parede do cemitério.
(C) Após a forte tempestade, a moça chegou à empresa enxarcada.
(D) O rapaz encherido, foi colocado para fora da sala de aula.
(E) As crianças gostaram de brincar com arco e flexa.

CETRO – FUND. CULT. PALMARES – ADM. E PLANEJ. – 2014

1. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à acentuação,


assinale a alternativa em que as duas palavras devam ser acentuadas obedecendo às
mesmas regras da palavra “DENÚNCIA”.
(A) diplomacia/ vitima
(B) quiromancia/ martir
(C) malevolencia/ satirico
(D) maledicencia/ compendio
(E) satelite/ ferias

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação às classes de


palavras, assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, no trecho, a
classificação correta dos vocábulos destacados abaixo.
“Percebe-se a(1) denúncia do tratamento(2) dispensado aos escravos, e a
referência à dura realidade a(3) que(4) estavam submetidos na sociedade
escravocrata(5).”
(A) 1. artigo/ 2. adjetivo/ 3. artigo/ 4. pronome relativo/ 5. substantivo
(B) 1. preposição/ 2. substantivo/ 3. preposição/ 4. conjunção/ 5. adjetivo

64
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) 1. pronome/ 2. adjetivo/ 3. artigo/ 4. pronome relativo/ 5. adjetivo


(D) 1. artigo/ 2. substantivo/ 3. preposição/ 4. conjunção/ 5. substantivo
(E) 1. artigo/ 2. substantivo/ 3. preposição/ 4. pronome relativo/ 5. adjetivo

3. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à sintaxe,


assinale a alternativa cujo termo destacado não tenha a mesma função sintática do
termo destacado na frase abaixo.
“O samba e a capoeira representavam alegria e prazer.”
(A) A operação apreendeu carros de luxo, joias, armas e drogas.
(B) Mudança no desenvolvimento chinês torna ainda mais incerto ambiente da
economia brasileira.
(C) O hotel fica em Londrina.
(D) Os membros do Parlamento fizeram uma reunião extraordinária.
(E) As autoridades também decidiram adotar o fuso horário da capital russa.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à


concordância nominal, assinale a alternativa incorreta.
(A) Não é permitida a entrada de animais.
(B) Encontra-se, anexa, a lista de materiais para o curso.
(C) Os itens de limpeza são muito caros neste mercado.
(D) Esqueci a janela meia aberta.
(E) Os alunos ficaram sós, enquanto a professora conversava com o diretor.

5. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à


concordância verbal, assinale a alternativa correta.
(A) Comeu-se todas as tortas salgadas.
(B) Comprar-se ia os apartamentos ainda na planta.
(C) Fazem cinco semanas que Gina mudou de escola.

65
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(D) Podem haver poucas vagas restantes.


(E) Devem existir muitos candidatos para o setor.

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à regência


verbal, assinale a alternativa em que o verbo “aspirar” esteja empregado
corretamente.
(A) Sílvia aspirou ao forte odor das flores do campo.
(B) Caso aspire o cargo de chefia, deveria agir de outra maneira.
(C) Não aspiro poder e estrelato.
(D) Hoje há excelente aparelhagem para aspirar lixo e água das ruas.
(E) Não há quem não aspire a felicidade.

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação ao emprego


ou não da crase, assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as
lacunas abaixo.
1. Ninguém o obrigou ____ mentir daquela maneira.
2. Todos concordaram em dizer ______ ela toda a verdade.
3. Adoro romance ___ moda antiga.
4. Desejo comunicar ____ todos nossa decisão.
(A) a/ a/ à/ a
(B) à/ a/ à/ a
(C) a/ à/ a/ à
(D) à/ a/ à/ à
(E) à/ à/ a/ à

8. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à colocação


pronominal, assinale a alternativa correta.
(A) Confiaria-lhe a senha do cofre, se não tivesse agido daquela maneira.

66
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(B) Ninguém viu-o entrar na casa.


(C) Todos haviam calado-se, quando, na verdade, deveriam ter-se rebelado.
(D) A questão não se referia a mim, mas a meu subordinado.
(E) Alguém chamou-nos para a confraternização.

CQIP – QUESTÕES-DESAFIO (2) – 2014

1. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa incorreta.
(A) Desconsiderando a licença poética do texto, podemos afirmar que há um erro de
ortografia em “No fim de um ano de trabalho, joão obteve uma redução de quinze
por cento em seus vencimentos”.
(B) A forma verbal destacada em “Não se mostrou orgulhoso, embora tenha sido
um dos poucos contemplados” pode ser substituída, sem que isso incorra em desvio
gramatical ou semântico, por haja.
(C) Apesar de todos os “as” do trecho a seguir serem preposições, só a última
poderia ser eliminada sem prejuízo para a regência verbal: “Limitou-se a sorrir, a
agradecer ao chefe”.
(D) Em “Acordava mais cedo, e isto parecia aumentar-lhe a disposição”, além de o
pronome oblíquo exercer a mesma função do vocábulo “a”, ele poderia ser deslocado
para antes e para depois da forma verbal “parecia”.
(E) Mantendo-se a correção gramatical e o sentido, poderíamos reescrever o
segmento “O chefe chamou-o e lhe comunicou o segundo corte salarial” da seguinte
maneira: “O chefe chamou-o e o comunicou do segundo corte salarial”.

67
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

2. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa correta.
(A) Os dois períodos do texto (Desta vez, a empresa atravessava um período
excelente. A redução foi um pouco maior: dezessete por cento) poderiam ser
reescritos, corretamente, assim: “Desta vez, posto que a empresa atravessava um
período excelente, a redução foi um pouco maior: dezessete por cento”.
(B) Do ponto de vista lógico, com as devidas alterações de letras maiúsculas e
minúsculas, o segmento “Sua pele tornou-se menos rosada. O contentamento
aumentou” poderia ser corretamente reescrito, levando em conta os critérios
semânticos e coesivos, com o uso de qualquer conjunção adversativa (após o ponto)
seguida de vírgula.
(C) O trecho “Uma tarde, quase ao fim do expediente, foi chamado ao escritório
principal” pode ser reescrito, sem alteração na correção gramatical e no sentido,
assim: “Numa tarde, quase ao fim do expediente, chamaram ele ao escritório
principal”.
(D) Substituindo “auxiliar” por “ajudante”, a crase ocorreria obrigatoriamente, uma
vez que “ajudante” é uma palavra que pode ser antecedida de artigo feminino (a
ajudante), no trecho “o senhor passará a auxiliar de contabilidade”.
(E) Em “Sabemos de todos os seus esforços. É nosso desejo dar-lhe uma prova
substancial de nosso reconhecimento”, tanto “de todos os seus esforços” quanto
“lhe” exercem função de complemento indireto.

3. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa correta.

68
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(A) As vírgulas do trecho a seguir são justificadas por separarem orações


coordenadas: “Radiante, joão gaguejou alguma coisa ininteligível, cumprimentou a
diretoria, voltou ao trabalho”.
(B) Substituindo o ponto por vírgula e substituindo a forma verbal “Dormiu” por
“dormindo” ou “e dormindo”, o trecho “Nesta noite, joão não pensou em nada.
Dormiu pacífico, no silêncio do subúrbio” teria o sentido inalterado.
(C) O segmento “Emagrecia, sentia-se mais leve, mais ágil. Não havia necessidade
de muita roupa. Eliminara certas despesas inúteis, lavadeira, pensão” pode ser
reescrito, sem alteração no sentido e na correção gramatical, assim: “Emagrecia,
sentia-se mais leve, mais ágil, por isso não havia necessidade de muita roupa, logo
houvera eliminado certas despesas inúteis: lavadeira, pensão”.
(D) Em “Chegava em casa às onze da noite”, poderia ser reescrito, sem desvio
gramatical, assim: “Chegava em sua casa às onze da noite”.
(E) Todos os pontos do trecho “Aos sessenta anos, o ordenado equivalia a dois por
cento do inicial. O organismo acomodara-se à fome. Uma vez ou outra, saboreava
alguma raiz das estradas. Dormia apenas quinze minutos. Não tinha mais problemas
de moradia ou vestimenta. Vivia nos campos, entre árvores refrescantes, cobria-se
com os farrapos de um lençol adquirido há muito tempo” podem ser substituídos por
pontos-e-vírgulas, com as devidas alterações de maiúsculas e minúsculas.

4. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa incorreta.
(A) Sem incorreção gramatical, o trecho “Quando completou quarenta anos de
serviço, foi convocado pela chefia” pode ser reescrito assim: “Ao completar quarenta
anos de serviço, a chefia o convocou”.
(B) A função textual dos elementos destacados em “E sua função, seu joão, a partir
de amanhã, será a de limpador de nossos sanitários” é retomar o mesmo referente.

69
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(C) Pode-se classificar o segmento destacado em “Do olho amarelado, escorreu


um líquido tênue” como adjunto adverbial.
(D) O pronome oblíquo “nos” pode ser colocado antes ou depois do verbo “pagar”,
sem que isso gere incorreção gramatical ou alteração de sentido, em “Dentro de
alguns meses terá de pagar a taxa inicial para permanecer em nosso quadro”.
(E) Em “joão transformou-se num arquivo de metal”, o “se” tem o mesmo valor que
o “se” em “João tornou-se médico”.
5. Assinale a alternativa que apresenta a melhor reescritura do trecho destacado no
período abaixo, segundo as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos na modalidade padrão da Língua Portuguesa, preservando o sentido
que assume no texto.
Suspeitei de saída que o tal professor lia esta coluna, se descabelava
diariamente com suas afrontas às leis da língua, e aproveitava aquela
oportunidade para me desmascarar.
(A) aproveitando aquele ensejo a fim de desmascarar-me.
(B) e aproveitava aquela situação afim de me desmascarar.
(C) aproveitando aquela oportunidade para me ultrajar.
(D) e aproveitava aquele imbróglio para me desmascarar.
(E) e aproveitava, aquela ocasião, com o fito de desmoralizar-me.

6. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa incorreta.
(A) Em “Quatro ou cinco grupos diferentes de alunos do Farroupilha estiveram lá em
casa numa mesma missão: saber se eu considerava o estudo da Gramática
indispensável...”, pode-se acrescentar, imediatamente após os dois-pontos, sem
alteração do sentido ou da correção gramatical, a seguinte expressão: a de.

70
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(B) A preposição “para” em “saber se eu considerava o estudo da Gramática


indispensável para aprender e usar a nossa ou qualquer outra língua” introduz
oração de mesmo valor sintático-semântico que a preposição “para” em “A
Gramática precisa apanhar todos os dias para saber quem é que manda”.
(C) O primeiro período do texto (Quatro ou cinco grupos diferentes de alunos do
Farroupilha estiveram lá em casa numa mesma missão, designada por seu professor
de Português: saber se eu considerava o estudo da Gramática indispensável para
aprender e usar a nossa ou qualquer outra língua.) apresenta dois termos com
funções sintáticas distintas: “por seu professor de Português” e “eu”; o primeiro
exerceria a mesma função sintática do segundo se estivesse na voz ativa, e o
segundo exerceria a mesma função sintática do primeiro se estivesse na voz passiva.
(D) Sobre o trecho “Suspeitei de saída que o tal professor lia esta coluna, se
descabelava diariamente com suas afrontas às leis da língua”, o pronome possessivo
remete a “coluna”.
(E) A colocação da vírgula é facultativa logo após “equívoco”, em “Mas os alunos
desfizeram o equívoco antes que ele se criasse”.

7. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração


a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa incorreta.
(A) O uso da preposição “de” após “certeza”, apesar de puramente estético, mantém
a correção gramatical do trecho a seguir: “Vocês têm certeza que não pegaram o
Veríssimo errado?”.
(B) Em “Por exemplo: dizer “escrever claro” não é certo mas é claro, certo?”, o autor
cometeu um equívoco relativo à pontuação.
(C) O trecho “Aquela sombria gravidade que a gente nota nas fotografias em grupo
dos membros da Academia Brasileira de Letras é de reprovação pelo Português ainda
estar vivo” deveria ser reescrito da seguinte maneira: “Aquela sombria gravidade que

71
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

a gente nota nas fotografias em grupo dos membros da Academia Brasileira de


Letras é de reprovação por o Português ainda estar vivo”.
(D) O trecho “Eles só estão esperando, fardados, que o Português morra para
poderem carregar o caixão e escrever sua autópsia definitiva” poderia ser reescrito
sem prejuízo da correção gramatical e do sentido assim: “Eles só estão esperando,
fardados, que o Português morra para poder carregar o caixão e escrever sua
autópsia definitiva”.
(E) O acento indicativo de crase poderia ser suprimido sem nenhum prejuízo da
correção gramatical em “minha implicância com a Gramática na certa se devia à
minha pouca intimidade com ela”.
8. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração
a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa correta.
(A) A mesma relação de sentido que existe entre as orações do trecho “a intimidade
com a Gramática é tão indispensável que eu ganho a vida escrevendo” é igual a
relação de sentido que existe no trecho “Sou um gigolô das palavras. Vivo às suas
custas”.
(B) Sobre “E jamais me deixo dominar por elas”, pode-se afirmar que o pronome
oblíquo átono poderia estar corretamente antes do advérbio: “E me jamais deixo
dominar por elas”.
(C) O trecho “Não me interessa seu passado, suas origens, sua família nem o que
outros já fizeram com elas” apresenta desvio de concordância, uma vez que o sujeito
é composto.
(D) Feitas as necessárias alterações de maiúsculas e minúsculas, os dois últimos
períodos do penúltimo parágrafo (Algumas são de baixíssimo calão. Não merecem o
mínimo respeito.), devido ao nexo semântico que apresentam, poderiam ser
conectados por um dos elementos a seguir: por isso, portanto, por conseguinte,
porquanto.

72
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

(E) O segmento “As palavras, afinal, vivem na boca do povo. São faladíssimas”
poderiam formar um único período, sem prejuízo do sentido e da correção
gramatical, da seguinte maneira: “As palavras que vivem na boca do povo são
faladíssimas”.
9. De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e levando em consideração
a íntegra do texto e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a
textos escritos, assinale a alternativa correta.
(A) A parte destacada em “A Gramática precisa apanhar todos os dias para saber
quem é que manda” pode ser suprimida sem acarretar alteração semântica ou
sintática, pois é da mesma natureza que a parte do trecho destacado em “O fato é
que se manda muito aqui, há “caciques” de mais”.
(B) O conectivo destacado no trecho “Um escritor que passasse a respeitar a
intimidade gramatical das suas palavras seria tão ineficiente quanto um gigolô que
se apaixonasse pelo seu plantel” pode ser substituído corretamente por “como” ou
“conforme”.
(C) Quanto à pontuação, o trecho a seguir, está correto: “Sou um gigolô das
palavras, vivo às suas custas e tenho com elas exemplar conduta de um cáften
profissional; abuso delas, só uso as que eu conheço — as desconhecidas são
perigosas e potencialmente traiçoeiras, exijo submissão...”.
(D) O segmento “Respeitadas algumas regras básicas da Gramática, para evitar os
vexames mais gritantes, as outras são dispensáveis”, o vocábulo “se” poderia ser
inserido antes de “evitar”, desde que tal verbo ficasse no plural.
(E) Nenhuma regra justifica o uso da vírgula antes da conjunção “e” em “Cada grupo
portava seu gravador cassete, certamente o instrumento vital da pedagogia
moderna, e andava arrecadando opiniões”, uma vez que tal conector liga orações
com sujeitos iguais.

GABARITO

73
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

CETRO – ANVISA – ANALISTA – 2013


1- A / 2- B / 3- E / 4- B / 5-B / 6- A / 7- C / 8- E
CETRO – ANVISA – ANALISTA (x) – 2013
1- C / 2- A / 3- D / 4- A / 5- C / 6- E / 7- A / 8- B / 9- E

CETRO – ANVISA – ESPECIALISTA (x) – 2013


1- E / 2- D / 3- C / 4- A / 5- B / 6- C / 7- E

CETRO – ANVISA – ESPECIALISTA – 2013


1- C / 2- B / 3- C / 4- E / 5- D / 6- D / 7- B / 8- A

CETRO – MINISTÉRIO DAS CIDADES/DF – ANALISTA – 2013


1- A / 2- A / 3- B / 4- E / 5- C / 6- D / 7- B / 8- A

CQIP – QUESTÕES-DESAFIO (1) – 2014


1- C / 2- A / 3- D / 4- A / 5- B / 6- C / 7- D / 8- E

CETRO – CREF 4ª R/SP – ANALISTA – 2013


1- A / 2- D / 3- E / 4- C / 5- B / 6- A / 7- E / 8- D / 9- E / 10- D / 11- A / 12- C
/ 13- A / 14- D / 15- B

CETRO – BIOMÉDICO – PREF. CAMPINAS/SP – 2013


1- B / 2- A / 3- C / 4- D / 5- C / 6- B / 7- A / 8- C

CETRO – ENFERMEIRO – HGA/SP – 2013


1- A / 2- C / 3- B / 4- D / 5- A / 6- E / 7- C

74
www.silviosande.com.br
Português para o Concurso de ISS/SP
Curso de Exercícios
Prof.: Fernando Pestana

CETRO – FUND. CULT. PALMARES – OPERACIONAL – 2014


1- E / 2- C / 3- C / 4- D / 5- B / 6- A / 7- E / 8- B / 9- D / 10- E / 11- D / 12- C
/ 13- C / 14- A / 15- D / 16- B

CETRO – FUND. CULT. PALMARES – ADM. E PLANEJ. – 2014


1- D / 2- E / 3- B/C (ANULADA) / 4- D / 5- E / 6- D / 7- A / 8- D

CQIP – QUESTÕES-DESAFIO (2) – 2014


1- C / 2- E / 3- E / 4- B / 5- A / 6- B / 7- A / 8- A / 9- D

75
www.silviosande.com.br