Você está na página 1de 72

Edenir Araújo

Você pode ser feliz!

São Paulo

1ª Edição

2019
Você Pode Ser Feliz® 2019 de Edenir Araújo

Coordenação Geral: Edenir Araújo

Diagramação: Edenir Araújo

Revisão de textos: Edenir Araújo / Almir Oliveira / Marcia Veris

Capa e Design Gráfico: Beatriz Araújo

As passagens das Escrituras mencionadas neste livro são segundo a


versão Almeida Revista e Atualizada, exceto quando indicado em
contrário: Nova Versão Internacional (NIV), Almeida Corrigida e Revisada
Fiel (ACF), Almeida Revista e Corrigida (ARC), ou Nova Tradução na
Linguagem de Hoje (NTLH).

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação

Araújo, Edenir
Diário de Gratidão,
Edenir Araújo
São Paulo
CDD: 230
Índice para catálogo sistemático
1. Bíblia 2. Cristianismo 3. Gratidão 4. Devocional
Índice

Introdução - Você pode ser feliz! 5


Capítulo 1 - Jesus, o caminho para a felicidade! 8
Capítulo 2 - Seja feliz agora! 11
Capítulo 3 - Viver a vida infeliz é pecado! 13
Capítulo 4 - Pode um cristão não ser feliz? 16
Capitulo 5 - Sua felicidade está diretamente ligada às pessoas com quem
você se relaciona 19
Capítulo 6 - Evite palavras negativas e viva feliz 22
Capítulo 7 - Finalize o que você começou 26
Capítulo 8 - Pra ser feliz, o que você tem não é tão importante quanto
quem você tem. 28
Capítulo 9 - Sorria, pois essa é a marca de quem é feliz! 30
Capítulo 10 - Feliz de verdade é quem serve! 34
Capítulo 11 - A felicidade está em orar e olhar para o alto 37
Capítulo 12 - Pare de se comparar com os outros! 40
Capítulo 13 - Seja feliz evitando as redes sociais 44
Capítulo 14 - Exercite a generosidade para ser feliz 46
Capítulo 15 - O importante é como você reage 49
Capítulo 16 - Pratique o perdão e seja feliz de verdade 52
Capítulo 17 - Acredite, Deus é bom e quer te fazer feliz! 55
Capítulo 18 - Faça um detox diário da sua mente 58
Capítulo 19 - Hoje é dia de pedir ajuda! 62
Capítulo 20 - Desapega! Desapega! Pra ser feliz! 64
Capítulo 21 - Mantenha esse monstro sob controle 72
Introdução
Você pode ser feliz!
“Servi ao Senhor com alegria...”. Sl 100:2

Ser feliz! Esse é o grande anseio do homem. O filósofo Aristóteles dizia


que tudo o que o ser humano faz é mirando a felicidade. Tudo o que
fazemos, tem essa finalidade. Sem sombra de duvida, essa é a grande
necessidade de todos nós. Porém, me parece que a felicidade está
sendo banalizada. Em alguns casos, ser feliz se tornou uma utopia. Para
muitas pessoas a felicidade não existe. Elas desistiram da felicidade.

A dinâmica da banalização da felicidade pode ser vista nos faróis e


cruzamentos movimentados por toda a cidade de São Paulo. Sim!
Quando alguém bate no vidro do seu carro e te oferece um panfleto de
um novo empreendimento imobiliário, geralmente você lê: “Venha ser
feliz com a sua família no Condomínio dos céus”; ou “encontre a
felicidade no residencial Happy Day”. Os marqueteiros sabem que as
pessoas querem ser felizes. Por isso, a felicidade também é apresentada
às crianças no “Mc Lanche Feliz”. A indústria cinematográfica não fica
atrás. Will Smith protagonizou um dos seus melhores papeis no filme “A
procura da felicidade” que teve o nome traduzido exatamente do
original “The Pursuit of Happiness”.

Você deve estar se perguntando: “Qual é o problema disso? Qual


o problema em querer ser feliz numa boa casa, ou ser feliz comendo um
delicioso lanche, ou ainda assistir um ótimo filme com Will Smith?
Minha resposta é que não há nenhum problema com isso. O problema é
descobrir que depois de adquirir uma nova casa, a infelicidade baterá à
sua porta. Depois de comer as melhores comidas, a infelicidade ainda
estará lá. Depois de experimentar entretenimento e muita diversão, a
infelicidade será uma realidade. Porque depois de buscar felicidade
nestas coisas, a pessoa descobrirá que “ser” feliz não é o mesmo que
“estar feliz”. A felicidade plena não está nas coisas que se adquire. Não
está nas coisas exteriores que o dinheiro pode comprar. A verdadeira
felicidade está na decisão SER feliz a partir de quem você é agora.

5
Onde está a verdadeira felicidade?

A maioria das pessoas condiciona a felicidade a acontecimentos que


precisam ocorrer no mundo externo ou aos bens que querem adquirir. A
coisa funciona mais ou menos assim: “No dia que eu comprar a minha
casa, serei feliz”. “Quando eu me aposentar, a felicidade me alcançará”.
“Quando eu receber aquele aumento de salário ou for promovido, então
serei feliz”. “Quando me casar, ai sim eu serei feliz”. “Quando minha
saúde for reestabelecida eu serei feliz”. “Quando eu entrar na faculdade
eu serei feliz”. “Quando eu trocar de carro eu serei feliz”.

Essas pessoas tendem a achar que as condições devem melhorar


para que elas sejam felizes. Porém, não existe final feliz se na jornada
você for infeliz.

A felicidade está na decisão de SER feliz agora!

O assunto deste livro é SER feliz, o título deste livro é “VOCÊ PODE SER
FELIZ!”. Há uma dualidade nessa expressão “VOCÊ PODE SER FELIZ”.

Em primeiro lugar, a expressão “VOCÊ PODE SER FELIZ” é uma


sentença. Isso quer dizer: Você está livre para ser feliz! Você não está
preso à infelicidade, tristeza ou desânimo. Jesus te libertou das amarras
da tristeza. Ele te deu uma nova vida de alegria e regozijo.

“31 Se vós permanecerdes na minha palavra, sois


verdadeiramente meus discípulos; 32 e conhecereis a
verdade, e a verdade vos libertará.” Jo 8:31b-32

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis


livres.” Jo 8:36

Em segundo lugar, a expressão “VOCÊ PODE SER FELIZ” é uma


expressão de conscientização do poder do Espírito Santo que habita no
cristão nascido de novo. Esse “poder” nos foi dado para expulsar
demônios que nos oprimem, para curar enfermos, para amar
incondicionalmente, mas principalmente para sermos testemunhas vivas

6
de Jesus Cristo, pregando o evangelho a todas as pessoas com alegria e
singeleza de coração.

“mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito


Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém
como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da
terra.” At 1:8

Este simples livro que agora você tem em mãos propõe 21 dias de
reflexões sobre o tema “felicidade”. Eu acredito de todo o meu coração
que se você, ao ler cada mensagem, se dispor a crer e praticar o
aprendizado, a felicidade te alcançará e te fará experimentar uma vida
permeada de alegria e entusiasmo.

Meu primeiro conselho sobre as lições, é que você compartilhe o


que aprender. A Bíblia diz que melhor coisa é dar do que receber. De
fato, só nos apropriamos das bênçãos celestiais quando decidimos
compartilha-las.

Em segundo lugar, não tarde em praticar o que você aprender.


Alguém disse que apenas saber não é o suficiente. Saber e não fazer,
ainda é não saber.

Em terceiro lugar, prepare-se, pois o tempo de se alegrar e ser


feliz chegou!

7
Capítulo 1
Jesus, o caminho para a felicidade!
“Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém
vem ao Pai senão por mim.” Jo 14:6

Watchman Nee, um pastor chinês, em seu livro “O Sentido da Vida”,


conta que num determinado inverno, decidiu passar algum tempo no
Monte Lu-shan, recuperando-se de uma enfermidade. Nos arredores da
casa, o dia todo, dificilmente se podia ver uma pessoa. De manhã até o
anoitecer, tudo o que ele via era um menino que vinha três vezes para
trazer as suas refeições. Inicialmente, sentiu-se muito confortável, mas
depois começou a sentir-se só.

Depois de alguns dias, após almoçar, decidiu tirar uma soneca.


Algum tempo depois, acordou com os piados de alguns passarinhos que
degustavam de algumas migalhas de sua refeição enquanto saltitavam e
faziam um monte de ruídos de alegria. Vendo a cena, Nee disse: “Muito
bem, já que não posso encontrar nenhum ser humano para me
relacionar, tentarei fazer amizade com esses passarinhos”. Levantando-
se e indo na direção das pequenas aves, num instante, todas voaram.
Tentando outras tantas vezes, cada vez que se aproximava, os pássaros
iam embora.

Algum tempo depois, teve a percepção interior de que a natureza


humana não pode se relacionar com a natureza de um pássaro. Ele
mesmo disse: “Esse meu corpo é muito grande. Se pudesse encolher-
me, dos meus um metro e oitenta até o tamanho de um passarinho, e
até mesmo transformar-me num passarinho, eles não se assustariam
com a minha presença. Então eu poderia contar-lhes a intenção do meu
coração, e poderíamos passar os invernos juntos aqui no Monte Lu-
shan”.

Um dia Deus quis se relacionar com o homem pecador, mas isso


não foi possível porque a natureza santa de Deus, não poderia ter parte

8
com a natureza caída e carnal do homem. Deus quis relacionar-se pela
linguagem oral, conversar e ter comunhão com o homem novamente.

Então, O Deus Todo Poderoso, O Criador dos céus e terra, decidiu


encolher-se a tal ponto de se fazer homem na pessoa de Jesus. Dessa
forma, Deus assumiu a natureza humana e se tornou em semelhança de
homem, mas sem pecado. Ele nos trouxe a boa nova de que poderíamos
ter comunhão com Deus novamente. Decidiu carregar sobre si a
sentença que nos foi imposta, e na cruz pagou por todos os pecados da
humanidade, rasgando o escrito de dívida que tínhamos de pagar.

Assim, todos os que aceitam a Jesus pela fé como seu único e


suficiente Salvador, se tornam novas criaturas, nascidas do Espírito,
feitas à imagem e semelhança de Deus. A partir daí, qualquer pessoa
nascida de novo, pela fé, pode experimentar a verdadeira alegria e se
tornar muito feliz. Aliás, a única maneira de o homem ser feliz de
verdade, é através de Jesus Cristo. Pois o próprio Jesus disse:

“Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao


Pai senão por mim.” Jo 14:6

Deus decidiu ser semelhante ao homem, para que em Jesus nós


pudéssemos desfrutar da sua abundante alegria.

Hoje, estamos começando uma jornada rumo a alegria e


felicidade, e não podemos achar que Deus nos ouvirá e responderá, sem
antes nos entregarmos a Jesus. O Bispo Dag Heward-Mills, diz que o
sangue de Jesus precisa nos purificar e transformar antes das suas ricas
bênçãos nos alcançarem. Se quisermos ver Deus operando em nós,
através de nós e apesar de nós, precisamos ser lavados pelo precioso
sangue de Jesus, para depois sermos alcançados por abundante alegria.

Talvez você tenha tentado por muitas vezes e por muitos meios
ser feliz, mas não teve êxito. Hoje é o dia de desimpedir sua relação com
Deus, recebendo Jesus como seu Salvador. Talvez você esteja cansado e
pensando até mesmo que Deus não se importa, se este é o seu caso, o
apelo que Jesus faz a você agora é esse:

9
“28 Vinde a mim, todos os que estais cansados e
sobrecarregados, e eu vos aliviarei. 29 Tomai sobre vós o
meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde
de coração; e achareis descanso para a vossa alma. 30
Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”. Mt
11:28-30

Eu sei que Jesus já é uma realidade em sua mente, mas agora você
precisa confessa-lo como seu único e suficiente salvador. Vamos juntos
seguir o conselho de Paulo aos Romanos quando disse:

“9 a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus


e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos
mortos, serás salvo. 10 Visto que com o coração se crê para
a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”
Rm 10:9-10

Eu quero encerrar essa primeira lição, convidando você para


juntos orarmos convidando Jesus para entrar em nosso coração e fazer
morada em nós pelo Espírito Santo. Leia em voz audível:

Senhor Jesus, eu me arrependo dos tantos erros que cometi e


confesso a Ti todos os meus pecados, e te recebo, como meu
único e suficiente Salvador. Entra no meu coração, me dê uma
nova vida e habite em mim pelo teu Espírito. Escreve meu nome
no livro da vida e me use como um poderoso instrumento em
suas mãos, em nome de Jesus, amém!

Deus nos abençoe e agracie sempre em nome de Jesus!

10
Capítulo 2
Seja feliz agora!
“Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor
desta terra.” Is 1:19

O chamado de Deus para nós é: Seja um cristão feliz AGORA!

Atente para o texto de Isaias 1:19 e veja que o Senhor está


dizendo que se você quiser, será feliz. A expressão “comereis o melhor
dessa terra” significa SER FELIZ desfrutando do melhor dessa vida.

A partir desse entendimento podemos dizer que SER FELIZ é uma


decisão interior que se transforma num comportamento de fé e ação até
produzir o resultado esperado.

O melhor dessa história é que se você quiser, VOCÊ PODE SER


FELIZ. O primeiro e mais significativo passo é, SE VOCÊ QUISER. Se não
for assim, NADA vai mudar.

Seja grato pelo que você tem

Veja bem, não estou te sugerindo conformar-se com o que tem hoje, ou
alegrar-se com os seus problemas. O que eu estou te ajudando a
enxergar é que se você olha e agradece pelas coisas boas que recebeu
da vida, mostrando gratidão e colocando seu FOCO de atenção em cada
uma delas, as portas vão se abrir para que outras coisas boas ocorram
também.

A grande pergunta

A grande pergunta é: Você quer ser feliz agora ou vai ficar esperando
tudo se resolver na sua vida para sentir-se realmente bem?

Eu decidi ser feliz e por isso posso afirmar que sou feliz por ter
Jesus em meu coração. A conhecida frase “Com Jesus no coração a

11
gente é feliz” do cântico “Aquele que está feliz”, não é frase de efeito ou
sugestão positiva, é uma realidade dos filhos de Deus. Por isso, se
alguém me perguntar qual o segredo para se alcançar sucesso na vida
cristã, eu responderei: Decida ser feliz servindo ao Senhor com alegria!
Viver uma vida feliz é a chave para progredir e prosperar em todas as
áreas.

Considere como verdade minhas seguintes afirmações: Sou feliz


quando prego, sou feliz quando oro e jejuo, sou feliz quando ensino, sou
feliz discipulando e também quando aconselho. Sou feliz escrevendo,
sou feliz viajando. Sou feliz ao lado de minha esposa e filhos. Sou feliz
quando estou com meus pastores, sou feliz até mesmo quando enfrento
dificuldades e aflições. Mesmo aquelas coisas que me parecem
sacrificais me trazem profunda alegria e felicidade. O sacrifício ou
esforço que envolve prazer deixa de ser sacrifício e esforço para se
tornar alegria. Se para receber o galardão for preciso viver sofrer sendo
infeliz, então não mereço receber recompensa nenhuma no céu,
simplesmente porque tenho sido feliz o tempo todo.

A felicidade está na sua decisão de ser feliz!

Para ser feliz é preciso decidir ser feliz. Não deixe experiências negativas
te abaterem. Às vezes passamos tantas coisas no passado ou mesmo no
presente que nos fazem sofrer e assim acabamos reféns da infelicidade.
Deixe para trás todas as coisas que tentar te deixar pra baixo.

Eu descobri que existem coisas que estão além do nosso alcance


de mudar. Seja em qualquer tempo, não temos como modificá-las. Eu
aprendi também que o lugar onde devo guardar todas essas coisas não é
no meu coração, mas sim nos meus joelhos. Isso mesmo! Todo o
sofrimento que insiste em me impedir de desfrutar a felicidade que o
Senhor tem me proporcionado eu entrego de joelhos nas mãos do meu
Salvador.

Você sabe que foi chamado para ser feliz, tem poder para ser feliz,
porém a pergunta que cabe aqui é...

Você pode dizer em alto e bom som: EU QUERO SER FELIZ!

12
Capítulo 3
Viver a vida infeliz é pecado!
Tanto quanto mentir, odiar, roubar ou invejar, ser infeliz é pecado.
Aprendemos no texto de Deuteronômio 28 que há um juízo quando não
servimos a Deus com alegria. Por isso podemos afirmar que servir a Deus
com descontentamento ou por obrigação é pecado. Esse não é o tipo de
relação que Deus quer manter com seus filhos.

“47 Porquanto não serviste ao SENHOR, teu Deus, com


alegria e bondade de coração (felicidade e entusiasmo),
não obstante a abundância de tudo. 48 Assim, com fome,
com sede, com nudez e com falta de tudo, servirás aos
inimigos que o SENHOR enviará contra ti; sobre o teu
pescoço porá um jugo de ferro, até que te haja destruído.”
Dt 28:47-48 (RA)

“Se vocês não servirem ao Eterno, o seu Deus, com alegria


e dedicação total na prosperidade, terão de servir aos
inimigos que o Eterno enviar contra vocês. A vida será
fome e seca, trapos e miséria, e, depois, ele porá uma
canga de ferro sobre vocês e acabará de destruí- 13er.” Dt
28:47-48 (A Mensagem)

Interprete o texto acima de maneira literal. A mensagem é: Sirva a


Deus infeliz e seja cercado de dor e sofrimento.

Muitos servem a Deus, mas fazem isso sem alegria. Não são
felizes. Encaram tudo como um peso, um grande fardo que aceitam
levar apenas por obediência. Eu acredito que aquele que faz com pesar
não será recompensado, mas aquele que é feliz enquanto faz será
grandemente recompensado. Por isso a orientação do Salmista é:

“Servi ao SENHOR com alegria...”. Sl 100:2

E a sua oração se resume em:

13
“Sacia-nos de manhã com a tua benignidade, para que
cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias.”
Sl 90:14

Você deve ser feliz todos os dias, e como já disse noutro capítulo,
isso independe de situações exteriores. A felicidade verdadeira não está
ligada a bens materiais ou circunstâncias, mas a uma atitude interior.

Chamados para ser feliz em Jesus

Fomos chamados para servir ao Senhor com justiça, paz e alegria;


qualquer coisa menos do que isso é medíocre. Não se contente com
menos do que ser feliz sempre! Todavia, não busque a sua felicidade
fora do Senhor, não pense que o pecado pode te fazer feliz. O prazer do
pecado que é mundano e passageiro, e é um gerador de estresse e
infelicidade.

Você não é daqui, você é do céu!

Busque a felicidade em Jesus!

Você não é desse mundo, você é do céu! A nossa alegria não é de


origem terrena, é celestial. C. S. Lewis disse que “se existe em nós um
anseio que não pode ser satisfeito por nada nesse mundo, essa é a prova
de que nós não somos desse mundo”.

Nosso prazer e a nossa felicidade estão no Senhor, em servi-lo


todos os dias, fazendo a sua vontade, cumprindo seu propósito eterno.

Gostaria de fazer uma afirmação ousada sobre a sua felicidade.

Ser feliz é um mandamento!

Ser feliz é um mandamento, e quando você entende isso, você está


destinado à felicidade. Atentemos para as senteças a seguir:

“Alegrai-vos no SENHOR e regozijai-vos, ó justos; exultai,


vós todos que sois retos de coração.” Sl 32:11

14
“Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu
coração.” Sl 37:4

“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-


vos.” Fp 4:4

“Oh! Provai e vede que o SENHOR é bom ; bem-


aventurado o homem que nele se refugia.” Sl 34:8

A versão King James interpreta o Salmo 40:8 dizendo assim:

“Tenho imensa alegria em fazer a tua vontade, ó meu


Deus; a tua Lei está no íntimo do meu ser.” Sl 40:8

Deus ama a todos, mas expressa sua aprovação para com os


felizes!

A felicidade no ato de dar

Deus ama a quem dá com alegria, Deus se agrada daqueles que O


servem em felicidade. Somente posso vencer o pecado quando sinto
verdadeiro prazer e alegria em obedecer e servir a Deus.

“Cada um contribua segundo tiver proposto no coração,


não com tristeza ou por necessidade ; porque Deus ama a
quem dá com alegria.” 2 Co 9:7

1 Coríntios 13 diz que se eu falar em línguas sem sentir nada,


estou apenas fazendo barulho. Se eu entregar meus bens aos pobres por
mera obrigação, Deus não aceitará. Se eu me dispor a morrer por
alguém apenas porque mandaram, isso não procede do amor e será
visto como hipocrisia diante de Deus. O amor é o transbordar do prazer
em Deus. Não é o dever pelo dever, nem é fazer o certo porque é certo.
Mas é o completo prazer na graça de Deus e em ser canal dessa graça.
Hoje eu estou aqui para desafiar você a ser realmente feliz.

15
Capitulo 4
Pode um cristão não ser feliz?
“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios,
não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na
roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na
lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.” Sl 1:1-2 NVI

Um cristão pode ser infeliz? Sim! Por incrível que pareça, mesmo tendo
a alegria do espírito Santo habitando no crente nascido de novo, o
mesmo pode estar em estado de tristeza e angustia. A ausência de
felicidade na vida do cristão tem uma razão. O salmista começa seu
texto trazendo resposta à seguinte pergunta: como um cristão pode não
ser feliz? A resposta é simples, mas merece atenção especial para se ter
um entendimento mais profundo.

O maior ladrão da sua felicidade é você mesmo! A infelicidade


vem quando você deixa de ter prazer na leitura e meditação da Bíblia.

Conheço muitas pessoas infelizes porque diariamente decidem


não ler e meditar nas Escrituras. Tais pessoas simplesmente não leem a
Bíblia, não investem tempo se debruçando sobre a palavra de Deus na
expectativa de conhecer o Senhor e ouvir a Sua voz. Para essas pessoas,
a Bíblia é somente um livro antigo, cheio de regras. Tais pessoas não
conseguem achar a vida que alguns dizem existir nela.

O amor pela Palavra de Deus e o tempo que dedicamos à mesma


é algo muito importante para uma poderosa manifestação da Palavra de
Deus.

Consequências de não ler e meditar na palavra

Em primeiro lugar, se eu não me dedico à leitura e meditação da palavra


de Deus, vou dar ouvidos aos conselhos do mundo.

16
Os conselhos dos ímpios só fazem sentido quando nos afastamos
ou somos ignorantes em relação à Palavra de Deus. Muitas pessoas
estão buscando conselhos com pessoas que não têm o temor de Deus.
Sem o temor de Deus sempre estaremos fazendo a coisa errada, pois o
temor do Senhor é o princípio da sabedoria. Todas as vezes que você
busca conselhos em pessoas que não têm o temor de Deus, você está
dando ouvidos a tolices deixando de ser bem aventurado, se afastando
da felicidade.

O conhecimento deste mundo pode levá-lo a alcançar muita coisa,


mas nunca vai levá-lo a viver uma vida plena e feliz. Só na Palavra
encontramos o que é perfeito. Só nela achamos o conselho certo. A
Bíblia fala sobre tudo, sobre todas as áreas da vida. Se você a tiver como
seu guia de conduta com certeza será feliz, pois viverá o que é bom e
agradável.

Em segundo lugar, se eu não tenho prazer na Palavra vou preferir


conduzir a minha vida como os pecadores. Se existe alguém que você
deve imitar é Jesus, e a Palavra nos encoraja a fazer isso. Às vezes temos
uma imagem muito superficial de Jesus. Ele não veio a terra para nos
ensinar a ser Deus, Cristo veio nos ensinar a sermos homens. Ele se
esvaziou de sua glória e viveu na Terra como todo filho de Deus deve
viver. Ele não andou na Terra criando outros planetas, andou criando
relacionamentos. Ele era 100% homem.

A vida de Jesus deve ser não somente uma inspiração, mas uma
imitação. Você deve andar como Ele andou, seguir os seus passos, em
outras palavras, se vestir d’Éle.

Está na hora de você se vestir de Jesus! Talvez você esteja


pensando: “Mas eu não consigo imitar Jesus!”. A imitação acontece
naturalmente e basicamente em duas ocasiões:

1. Quando admiramos uma pessoa;


2. Quando convivemos muito com uma pessoa.

17
Temos falhado em imitar a Jesus pelos mesmos motivos: por não
admirá-lo ou por não ter relacionamento com Ele. Não adianta, imitando
o pecador você não será feliz. Querendo ser como todo mundo é você
terá o mesmo que eles têm: um sorriso falso no rosto por um momento
breve de ilusão.

Em terceiro lugar, se eu não me dedico à leitura e meditação da


palavra de Deus vou escolher ter comunhão com as trevas e me afastar
da luz. Quantas pessoas vivem uma vida dupla? Você deve conhecer
pessoas nessa condição. Talvez você esteja nessa posição.

Muitos estão escarnecendo das coisas de Deus. Estão rindo e


contando piadas que são contrárias aos princípios da Palavra de Deus.
Não falam, mas aprovam com seu silêncio as obras infrutuosas das
trevas. Depois não sabem por que estão tristes e infelizes, estão
negando a sua própria nova natureza e querem ter plena alegria. Quanta
ilusão!

Somente um relacionamento íntimo com Deus e com a Sua


Palavra pode trazer felicidade para o seu dia a dia. É desta forma que
você irá usufruir da plena felicidade que só a Palavra viva de Deus pode
proporcionar.

18
Capítulo 5
Sua felicidade está diretamente ligada às
pessoas com quem você se relaciona
“Não vos enganeis: as más companhias corrompem os
bons costumes” (1Co 15:33)

Caro leitor, não existem relacionamentos neutros nas nossas vidas.


Todas as pessoas com quem relacionamos provocam algum tipo de
resultado em nós. Pessoas nos alegram ou nos entristecem. Nos
colocam pra cima ou pra baixo. Nos ajudam ou atrapalham. As pessoas
com quem relacionamos tem esse poder de nos fazer o bem, e nos fazer
sentirmos melhores, ou nos trazer dano, dor e sofrimento.

O Salmo 128:26 diz:

“Bendito o que vem em nome do SENHOR”. Sl 128:26

Esse texto refere-se à vinda do Messias, à vinda do nosso Salvador


Jesus Cristo, mas eu creio que também se aplica a muitas pessoas que o
Senhor colocou no meu caminho para me abençoarem. O contra ponto
disso, é que também existem pessoas que só nos trazem problemas.
Preste atenção na afirmação a seguir: Algumas pessoas não tem
problemas, ELAS SÃO O PROBLEMA! Sabe o que aprendo com isso:
Quando as pessoas erradas são tiradas das nossas vidas, as coisas
erradas param de acontecer e passamos a viver a vida com mais alegria
e entusiasmo.

Somos influenciados o tempo todo

Jim Rohn é autor da famosa frase: Você é a média das cinco pessoas com
quem mais convive. Seu salário é a media do salário das pessoas com
quem você mais relaciona. Seu grau de escolaridade é a media do nível
de escolaridade das pessoas mais próximas a você, etc. Assim, podemos
afirmar que as pessoas com quem relacionamos estão sempre nos
influenciando de alguma forma.

19
Andar com as pessoas certas nos fará prosperar. Se estivermos
rodeados de pessoas do bem, o bem nos perseguirá. Se insistirmos em
permanecer ao lado de pessoas toxicas e negativas, o mal continuará
nos cercando.

Salmo 1, a chave para a felicidade.


Se você quer ser feliz, mas muito feliz de verdade, atente para o
conselho do Salmista:

“1 Abençoado com felicidade é o homem que não segue o


conselho dos ímpios, não se deixa influenciar pela conduta
dos pecadores, nem se assenta na reunião dos
zombadores. 2 Ao contrário: sua plena satisfação está na
lei do SENHOR, e na sua lei medita, dia e noite! 3 Ele é
como a árvore plantada à margem de águas correntes: dá
fruto no tempo apropriado e suas folhas não murcham;
tudo quanto realiza prospera!” Sl 1:1-3 KJA

Veja que a felicidade está diretamente ligada à decisão de


abandonar as más companhias. Com quem você tem andado? Quem são
as pessoas que estão mais próximas de você? O que elas estão falando?
O que elas estão fazendo ao seu lado? Acredite, tudo isso tem te
influenciado.

Pessoas nos influenciam muito. Essa verdade está também


registrada no livro de provérbios.

“Quem anda com os sábios será sábio, mas o companheiro


dos insensatos se tornará mau.” Pv 13:20

Pessoas modelam nosso comportamento mais do que


imaginamos. Por isso devemos vigiar as nossas relações.

Liberte-se das más companhias

A respeito dessas pessoas, Paulo disse: “Não vos enganeis: as más


companhias corrompem os bons costumes” (1Co 15:33), e noutro texto
ele diz: “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes,
porém, reprovai-as”. Ef 5:11

20
Companhia certa, milagre certo!

Durante o período da Grande depressão, um jovem retirou-se


desesperado de um banco, depois de ver negado o empréstimo
necessário para salvar a sua empresa. Na saída, esbarrou em Henry
Ford. Percebendo o seu olhar angustiado, Ford perguntou o que o
afligia. O rapaz contou que todos os bancos que visitara tinham rejeitado
seu pedido de empréstimo. Ford disse simplesmente: “venha comigo”.
Os dois andaram um pouco mais até chegar ao outro banco. Dessa vez
quando abriram a porta, Ford abraçou o rapaz por um breve instante.
Depois, chamou pelo nome e disse num tom de voz alto o bastante para
que todos no banco ouvissem: “vamos nos encontrar em breve”. Em
seguida, sussurrou para o jovem: “vá até o gerente pedir seu
empréstimo”. O rapaz murmurou: “Mas nada mudou”. Henry Ford sorriu
e disse: “Uma coisa de fato mudou. O gerente ouviu o que eu disse e viu
você comigo e, acredite meu jovem, isso é tudo de que você precisava”.
Obviamente, o gerente logo convidou o rapaz para entrar em sua sala e
concedeu-lhe o empréstimo na hora. Um único encontro mudou a vida
daquele jovem.

Meu relacionamento com Jesus Cristo fez a mesma coisa por mim
após um único encontro. Até o dia 18 de Maio de 1996, eu considerava
Jesus alguém totalmente ligado à religião, mas, numa noite, Ele se
tornou meu amigo pessoal e deu me deu Sua mão dizendo: “venha
comigo”. A partir daquele momento, Jesus se tornou meu melhor amigo,
meu mentor, meu guia e muito, muito mais.

Ter Jesus como a sua primeira e mais importante companhia pode


levar você ao êxito em todas as áreas. Selecionar as pessoas com as
quais você convive não é fazer acepção de pessoas, é ser prudente.

“E não vos associeis às obras infrutíferas das trevas; pelo


contrário, condenai-as...”. Ef 5:11

Aqui fica claro que devemos evitar a comunhão íntima com os que
praticam obras das trevas. Como já disse, não devemos rejeitar tais
pessoas, mas nos privar de suas influências. Não se esqueça, companhia
certa, milagre certo!

21
Capítulo 6
Evite palavras negativas e viva feliz
“Põe guarda Senhor à minha boca, e vigia a porta dos
meus lábios.” Sl 141:3

Você já deve ter ouvido ou lido a expressão “as palavras tem poder”.
Isso procede da verdade! Palavras criam realidade, criam coisas. Foi
assim desde o início quando Deus decidiu criar todas as coisas pelo
poder da Sua Palavra. A expressão “E disse Deus...” precedeu a criação.
Jesus era e é a Palavra viva de Deus, e fez muitas coisas pelo poder das
palavras que saíram da Sua boca. Ele ressuscitou um homem morto
dizendo: “Lázaro, sai para fora desse sepulcro”. Curou um paralítico
dizendo: “Eu quero que você seja limpo!”. Jesus acalmou a tempestade
dizendo: “Cala-te, aquieta-te. E cessou o vento, e fez-se grande
bonança”. Pela palavra Jesus também amaldiçoou a figueira de Betânia,
dizendo: “nunca mais ninguém coma fruto de ti”. Pela palavra
multiplicou pães e peixes quando disse: “Pai graças te dou por esse
alimento”. Também pela palavra Jesus expulsou demônios, perdoou
pecados.

Minha proposta para sermos bem aventurados então é: Façamos


um jejum de palavras negativas. Como disse o Salmista, sejamos
vigilantes com o que estamos falando. Muitas pessoas ignoram
completamente o poder das palavras.

Boa parte da sua realidade está sendo causada pelas palavras que
estão saindo dos seus lábios. Na contra mão disso, muitas coisas não
estão acontecendo pelas palavras que você tem deixado de falar. No
intuito de provocar um tempo novo de prazer e alegria em você, alistei
algumas orientações a respeito da sua conduta verbal a partir de agora.

Abandone a murmuração

“E não murmureis, como alguns deles murmuraram, e


pereceram pelo destruidor.” 1Co 10:10

22
Observe que a murmuração atrai um demônio chamado
destruidor (Leia Nm 21:4-6). A Bíblia diz que o povo se tornou
impaciente e atraíram demônios para si. Os demônios entram quando
começamos a murmurar. A Bíblia diz que em tudo devemos dar graças. E
o princípio disso é que quando somos fiéis a Deus nas dificuldades, o
Senhor nos dá vitória.

Agora por outro lado, quando você murmura contra o seu


cônjuge, demônios entram no seu relacionamento. Quando você
murmura contra o seu patrão, os demônios entram no seu trabalho.
Quando você murmura contra seu pastor ou igreja, os demônios entram
no seu ministério. Vigie a porta dos seus lábios

Evite fazer críticas

“completai o meu gozo, para que tenhais o mesmo modo


de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo,
pensando a mesma coisa.” Fl 2:2

Responda com sinceridade: Você fica mais motivado com a crítica ou


com o elogio?

Qual a diferença da crítica construtiva e destrutiva? É simples


responder esta questão. A crítica construtiva é a que você faz, enquanto
que a negativa é que você recebe. Vigie a porta dos seus lábios!

Não amaldiçoe

“Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não


amaldiçoeis.” Rm 12:14

Abençoar é o papel do crente, somos abençoadores de vidas (Rm 12:17-


21). É isso que Jesus disse que devemos fazer, apregoar boas novas (Is
61:1; Lc 4:18).

A maneira de curar um mal que alguém te fez é pagar com o bem.

23
Já ouviram falar de macumbeiros evangélicos? Os macumbeiros
evangélicos são aqueles que dizem: “Senhor pesa a mão...”, “capota
o carro...”, “quebra uma perninha dele Senhor...”. Não se vingue,
pois a vingança pertence ao Senhor. Vigie a porta dos seus lábios.

Não fale palavras torpes. Ef 4:29

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim


unicamente a que for boa para edificação, conforme a
necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.” Ef
4:29

A expressão palavra torpe, é “sapri” no grego, que significa “carne de


peixe estragada”. Imagine você estragando seus relacionamentos com
palavras torpes. O crente é diferente pelo falar. Como identificaram que
Pedro seguia Jesus. Disseram a ele: as suas palavras te denunciam.
Palavras são sementes que determinam a sua colheita. Isso envolve não
difamar nosso próximo seja ele quem for.

“1 Quem, Senhor, habitará na tua tenda? Quem morará no


teu santo monte? 2 Aquele que anda irrepreensivelmente e
pratica a justiça, e do coração fala a verdade; 3 que não
difama com a sua língua, nem faz o mal ao seu próximo,
nem contra ele aceita nenhuma afronta; Sl 15:1-3

O texto quase que dispensa explicação. Não podemos propagar


coisas negativas. Vigie a porta dos seus lábios.

Não fale palavras de incredulidade

“Ora, temos o mesmo espírito de fé, conforme está escrito:


Cri, por isso falei; também nós cremos, por isso também
falamos” 2Co 4:13

A palavra da fé é contrária a palavra de incredulidade (Pv 18:21). O


incrédulo é um pessimista, pois este sempre vai enxergar e enaltecer o
problema. Se temos fé temos de expressá-la por palavras.

24
Seja mensageiro de boas notícias

“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o


Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos;
enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar
liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos...”.
Is 61:1

Somos portadores de boas novas. Fomos chamados para dar boas


noticias, falar sobre o plano de Deus para o homem caído. Atos 1: 8 nos
fala disso, sobre sermos testemunhas das bênçãos de Deus. Vigie a porta
dos seus lábios.

Palavras podem ser veneno ou remédio. Normalmente que fica


mais azedo com o uso das palavras é quem as utiliza. Palavras malditas
trazem maldição. Portanto, falar com sabedoria é o maior investimento
de vida que alguém pode fazer.

Palavras são como sementes lançadas ao vento e, em tempo


oportuno, elas sempre voltam para nós. Falar com sabedoria e
prudência é uma poderosa chave para abrir portas para a felicidade.
Comece hoje uma nova plantação verbal interrompendo o que você não
quer encontrar amanhã. Hoje é dia de começar o plantio de uma vida
feliz e abundante, prazerosa e alegre na presença de Deus e dos nossos
irmãos.

25
Capítulo 7
Finalize o que você começou
“Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me
confiaste para fazer”. Jo 17:4

“A conclusão dos assuntos é melhor que o seu início, e a


paciência vale sempre mais do que a arrogância.” Ec 7:8

Você se lembra de quem quase ganhou o campeonato paulista no ano


retrasado? Lembra quem quase foi a Miss Brasil no ano passado? Quem
quase se formou no ginásio ou colégio quando você estudava? De fato,
nós temos um sério problema com o quase, com o inacabado. Quando
alguém não termina o que começa, sente-se incapaz e infeliz. Acredite,
essa é uma grande fonte de infelicidade.

Eu quase conquistei algumas coisas na minha vida, quase me


formei na faculdade, quase efetivei, quase emagreci, quase passei na
prova, quase entrei na faculdade, quase emagreci . Faltou pouco, eu
quase fui pastor, quase terminei minha casa, quase entrei nesse
relacionamento, quase casei, quase criei meus filhos, quase constitui
família, etc.

Que horrível será chegar aos 90 anos de vida e perceber que em


tudo, você quase concluiu alguma coisa.

Quase teve uma vida boa, quase respondeu ao chamado do


Senhor Jesus, quase vivi o melhor de Deus.

Será que a sua vida é só um quase?

Quase tocou um instrumento. Quase cantou, quase comprou um carro,


quase amou, quase foi crente, quase foi um discípulo, quase, quase,
quase...

Nas palavras de Jesus, nós podemos ler:

26
“Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me
confiaste para fazer”. Jo 17:4

Apocalipse 2:26 diz:

“Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o


fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações.” Ap 2:26

Se você quase serviu a Deus ou quase ganhou seu vizinho, quase


orou, quase jejuou, quase obedeceu ou quase recebeu o Espírito Santo;
eu quero te dizer: Você não nasceu para ser um quase. Você nasceu para
ser feliz se parecendo com Jesus. Ele é um Deus conclusivo e você
também será!

Ao referir-se à obra para a qual foi comissionado, Jesus Cristo


declarou enfático antes de entregar o espírito:

“Está consumado!” Jo 19:30

Na cruz Jesus disse: Está concluído, terminado, finalizado!


Somente quando vivermos pela graça, finalizaremos nossos planos.
Paulo, o apóstolo da graça, disse que tudo o que fazia, fazia pela graça e
por isso, no fim de sua vida pode declarar:

“Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a


fé.” 2Tm 4:7

Algo muito importante que certamente te ajudará quando você se


sentir fraco ou desanimado para a conclusão de algum projeto é PEDIR
AJUDA. Compartilhe suas dificuldades com as PESSOAS CERTAS e assim
divida seu fardo. Outra dica é REVEJA SEMPRE OS DESAFIOS. De uma
chance a si mesmo de fazer de novo e diferente da forma como vinha
fazendo. O mais importante é NÃO DESISTA! No que diz respeito à
vontade de Deus, vá até o fim!

Lembre-se que nós sempre seremos julgados pela maneira como


terminamos e não como começamos. Minha oração é para que você
continue crendo em Deus e dependendo da graça como seu sustento
diário para concluir todos os seus projetos e ser muito feliz!
27
Capítulo 8
Pra ser feliz, o que você tem não é tão
importante quanto quem você tem.
“1 José foi levado ao Egito, e Potifar, oficial de Faraó,
comandante da guarda, egípcio, comprou-o dos ismaelitas
que o tinham levado para lá. 2 O SENHOR era com José,
que veio a ser homem próspero; e estava na casa de seu
senhor egípcio.” Gn 39:1-2

A felicidade verdadeira não está atrelada ao que você tem (bens ou


poder financeiro), mas a quem você tem. Noutras palavras: Não se trata
do que você tem, mas de quem você tem.

Olhando para a história de José, para a maneira como foi


perseguido, injustiçado e vendido como escravo por seus irmãos, você o
consideraria um “homem próspero”? Presumo que sua resposta tenha
sido um enfático não! No entanto, Deus diz com as Suas próprias
palavras que José era um homem próspero.

A definição de prosperidade e sucesso de Deus é contrária à


definição do mundo. A maior parte das pessoas mede o sucesso com
base no que fez, no que realizou e no que acumulou. O sucesso se baseia
inteiramente em você concentrar todo o seu tempo, energia e recursos
no merecimento de títulos e na coleção de realizações.

É a presença do Senhor na sua vida que pode fazer de você uma


de sucesso, uma pessoa feliz e realizada!

Querido leitor, quero encorajá-lo a começar a ver que o modelo


de sucesso do mundo é instável e construído sobre um fundamento que
é abalável. Pode ter a aparência de uma boa vida, mas é temporal, e
todos nós já vimos por nós mesmos como as riquezas e bens transitórios
do mundo podem se dissipar como fumaça e desaparecer facilmente
como areias movediças no deserto. Se o motivo da sua felicidade está

28
nessas coisas, no dia que cessarem os bens e findar o poder financeiro, a
tristeza e infelicidade também se irá.

Com base em Gênesis 39:2, fica claro que sucesso não é o que
você tem, mas sim quem você tem! José literalmente não tinha nada do
ponto de vista material, mas ao mesmo tempo, tinha tudo porque o
Senhor estava com ele. Por isso ele prosperou tanto.

As coisas materiais que você acumula ou está tentando


arduamente reunir, não fará de você uma pessoa feliz plenamente. É a
presença do Senhor na sua vida que fará de você uma pessoa de
sucesso, uma pessoa verdadeiramente feliz! Precisamos aprender a
parar de almejar coisas e começar a almejar Deus.

Deus vê o seu relacionamento com Ele como a única coisa que


você necessita para alcançar o sucesso em todas as áreas sua vida. Não
consigo imaginar alguém começando numa situação pior do que a de
José. Ele estava completamente nu. Não tinha nada! Não tinha conta
bancária, nem qualificações acadêmicas, nem contato com pessoas
influentes, nada.

Deus nos dá José como exemplo de alguém que começou sem


nada, mas porque tinha o Senhor, prosperou em tudo. Deus fez isso para
você e eu podermos ter esperança hoje. Se você acha que, assim como
José, você não tem nada, bem, você pode começar a crer no poder da
presença do Senhor na sua vida e em breve ser muito feliz e próspero.

Repita todos os dias em alto e bom som: “O Senhor está comigo, e


por isso sou uma pessoa de sucesso e muito feliz!”. Diga isso cem vezes
ao dia se for preciso, e comece a ver essa palavra como a sua realidade.

Todas as manhãs, quando for escovar os dentes, lembre-se que o


Senhor é contigo, quando for para o trabalho, para a escola, quando
começar o dia cuidando de seus filhos em casa (ou quando fizer
qualquer coisa que seja preciso fazer), o Senhor está com você. Diga
como o salmista: “Eu sei que estás comigo...”. E porque Ele está com
você, VOCÊ É MUITO FELIZ! Quando Jesus está em sua vida, você é feliz!

29
Capítulo 9
Sorria, pois essa é a marca de quem é feliz!
“O coração alegre traz um belo sorriso ao rosto...”. Pv
15:13

O rosto possui mais de 70 músculos, e a combinação deles produzem


nossas expressões faciais. Para cada sílaba falada, utilizamos 72
músculos, já para beijar utilizamos 29 músculos.

Uma antiga pesquisa dizia que usamos cerca de 56 músculos


faciais só para sorrir, porém uma recente pesquisa diz que usamos
apenas 13 músculos para sorrir. Dizia-se que a expressão que usava mais
músculos era a do sorriso, porém essa nova pesquisa quebrou esse tabu,
e revela que ficar de cara fechada põe em movimento mais músculos do
que sorrir.

Sorria, nem que seja por economia

Hoje, está comprovado que enquanto usamos 13 músculos para


sorrir, o número de músculos usados para ficar com cara emburrada (a
famosa “cara de bunda”) é de cerca de 50 músculos. Por isso, sorria nem
que seja por economia!

Quem sorri estimula o cérebro a liberar endorfina e serotonina,


substâncias responsáveis pela sensação de prazer e felicidade. Essas
substâncias proporcionam uma sensação de leveza e bem-estar, além de
ativarem o sistema imunológico. Essa imunização ajuda a prevenir,
principalmente, doenças ocasionadas por elevado grau de estresse.

O sorriso combate a depressão e o estresse, diminui a pressão


arterial, melhora a digestão, desintoxica o organismo, espanta a dor e
até deixa a pele mais bonita. Além disso, se você está sempre sorrindo,
as pessoas irão querer sempre ficar perto de você e sua convivência
social, comunicação e relacionamentos serão muito favorecida.

30
Sorrir é um remédio sem efeitos colaterais; não precisa de
prescrição e é de graça. Por isso, pare de franzir a testa e sorria sempre
que possível, dessa forma os benefícios virão, principalmente quando
estiver sociabilizando.

“Ainda que você esteja rodeado de problemas, e se veja


confrontado com grandes desafios, vá em frente e sorria. Mesmo que
você não tenha motivo algum para sorrir, não obstante isso, sorria.” Jack
Anderson

O poder do sorriso segundo a neurociência

O cérebro nem sempre é tão “esperto” quanto parece: ao ser


bombardeado por informações vindas de fontes diferentes, ele não se
sente tão seguro e procura por “pistas”. Esse processo é chamado de
“biofeedback”. “Trata-se da ideia de que seu cérebro está sempre
“sentindo” o que está acontecendo com seu corpo e revisando a
informação para decidir como se sente em relação ao mundo”, diz o
neurocientista Alex Korb.

“Quando você se sente feliz, você sorri. Mas também


funciona de outro jeito: quando você sorri, seu cérebro
pode detectar isso e entender “Estou sorrindo! Isso quer
dizer que estou feliz”.

Portanto, se estiver num daqueles dias difíceis, lembre-se: sorria,


pois isso vai produzir felicidade.

Sorriso forçado?

Tenho aprendido a exercitar o sorriso mesmo não tendo motivos para


sorrir. Por exemplo, antes de situações que podem gerar ansiedade,
como palestras ou pregações para um grande público, me separo para
orar. E depois de lançar sobre o Senhor a minha ansiedade, separo de 2
a 5 minutos num ambiente privado para sorrir, mesmo que de forma
forçada. As vezes faço isso com uma caneta na boca, em mim funciona
bem. Ron Gutmam confirma isso dizendo:

31
“Um fato muito conhecido é que, mesmo não sendo
sincero, seu sorrir pode estimular o seu cérebro a produzir
endorfina e serotonina – substâncias que possuem papel
chave na diminuição do stress e ansiedade. Sendo assim,
antes de uma situação estressante este sorriso falso pode
ser muito eficaz.”

Sorrir pode te fazer viver mais e melhor

Outro dado surpreendente surgiu numa pesquisa de 2010, da


Universidade Estadual de Wayne, que observou cartões de basebol
anteriores a 1950 de jogadores da Liga Principal. Os investigadores
descobriram que a medida do sorriso dos jogadores podia realmente
prever a medida da sua longevidade. Jogadores que não sorriam nas
fotografias viviam uma média de apenas 72,9 anos, ao passo que
jogadores com sorrisos radiantes viviam uma média de quase 80 anos.

Sejamos como as crianças

Quantas pessoas você conhece que sorriem mais do que 20 vezes por
dia? Se é o seu caso, parabéns! Mais de um terço das pessoas sorri mais
de 20 vezes por dia, ao passo que menos de 14 por cento sorri menos de
5 vezes. De fato, os que têm os super-poderes mais espantosos são
realmente as crianças, que sorriem 400 vezes por dia. Será essa a causa
das crianças serem tão tranquilas e felizes. Essa talvez não seja a única
causa, mas é uma das mais importantes.

Quanto vale um sorriso

Pesquisadores ingleses descobriram que um sorriso pode gerar o mesmo


nível de estimulação cerebral de até 2.000 barras de chocolate. O
mesmo estudo descobriu que sorrir é tão estimulante como receber até
16.000 libras esterlinas em dinheiro. É como um sorriso de 25.000
dólares. Nada mal! Voltando às crianças, pensem da seguinte maneira:
25.000 vezes 400 – bastantes crianças, por aí, sentem-se como Mark
Zuckerberg todos os dias.

32
Diferentemente de grandes quantidades de chocolate, grandes
quantidades de sorriso podem melhorar sua saúde. Sorrir pode ajudar a
reduzir o nível de hormônios que aumentam o stress, como o cortisol, a
adrenalina, aumentar o nível das hormônios que melhoram o humor,
como a endorfina, e reduzir, em geral, a pressão arterial. E, como se isso
não fosse suficiente, sorrir pode te tornar agradável aos olhos das suas
companhias.

Pois, é! Não é à toa que dizem que sorrir é um santo remédio! Use
sem moderação!

33
Capítulo 10
Feliz de verdade é quem serve!
“20 Então, se chegou a ele a mulher de Zebedeu, com seus
filhos, e, adorando-o, pediu-lhe um favor. 21 Perguntou-lhe
ele: Que queres? Ela respondeu: Manda que, no teu reino,
estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita, e o
outro à tua esquerda. 22 Mas Jesus respondeu: Não sabeis
o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu estou para
beber? Responderam-lhe: Podemos. 23 Então, lhes disse:
Bebereis o meu cálice; mas o assentar-se à minha direita e
à minha esquerda não me compete concedê-lo; é, porém,
para aqueles a quem está preparado por meu Pai. 24 Ora,
ouvindo isto os dez, indignaram-se contra os dois irmãos.
25 Então, Jesus, chamando-os, disse: Sabeis que os
governadores dos povos os dominam e que os maiorais
exercem autoridade sobre eles. 26 Não é assim entre vós;
pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós,
será esse o que vos sirva; 27 e quem quiser ser o primeiro
entre vós será vosso servo; 28 tal como o Filho do
Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e
dar a sua vida em resgate por muitos.” Mt 20:20-28

Pessoas felizes amam e servem seu próximo. Dias atrás, alguém insistiu
em me servir. Como eu relutava muito em deixar, a pessoa me disse:
“Pastor Edenir, deixe-me aumentar a minha bênção e ser mais feliz. A
Bíblia diz que se eu servir me tornarei cada vez mais feliz e alegre”.

Veja que esse precioso irmão descobriu o caminho para a


felicidade. Quem serve é feliz porque em primeiro lugar vence o
orgulho, vence a arrogância e a autocomiseração. Você pode achar a
atitude desse irmãos egoísta, mas não é. Em segundo lugar o serviço nos
dá recompensa e isso trás alegria. Há recompensa para o que serve, e a
primeira recompensa é a bênção da felicidade. Em terceiro lugar, servir
nos torna parecidos com Cristo que veio a essa terra não para ser
servido, mas para servir.

34
Alguém lendo o que estou compartilhando neste capítulo pode
dizer: “Pastor, eu sirvo Deus e não aos homens!”. E eu pergunto: Como
alguém pode servia a Deus sem servir ao próximo? Servir a Deus implica
diretamente no serviço ao próximo. O cristianismo não é só uma relação
vertical do homem para com Deus, mas também é horizontal do homem
para com o seu próximo.

Tem muita gente infeliz porque diz que serve a Deus mas está
indisposta para o serviço ao próximo.

Quem serve se alegra!

Você já ajudou alguém e depois ficou com aquela sensação de bem-


estar? Pois é, isso realmente acontece. O nosso organismo reage a boas
ações de forma positiva. Dessa forma, os benefícios do 35erviço ao
próximo vão muito além de prestar um serviço apenas.

Pesquisadores concluíram que o trabalho voluntário ajuda na


saúde física e mental. O autor Allan Luks reforça os benefícios no livro
“The Healing Power of Doing Good” (o poder curativo de fazer o bem, na
tradução livre do inglês. Infelizmente o livro não tem tradução para o
português).

O autor afirma que quem realiza pelo menos quatro horas de


trabalho voluntário por mês tem dez vezes mais chances de ter uma boa
saúde do que quem não se voluntaria”, escreve Luks. Mas ele enfatiza
que essa atividade tem que ser originada por um desejo genuíno de
ajudar o próximo, assim, não vale aquele voluntariado para colocar nas
redes sociais. Segundo a Universidade de Michigan, os benefícios do
trabalho voluntário chegam a acrescentar quatro anos de vida. Isso
porque o voluntariado melhora a qualidade de vida.

A satisfação em ajudar o outro reduz o estresse e libera


neurotransmissores que elevam a sensação de bem estar.

Já um trabalho coordenado pela Escola de Medicina da


Universidade de Exeter, no Reino Unido, revelou que pessoas que

35
praticam o voluntariado vivem em média 20% mais comparada a quem
não se ocupa a servir o próximo. O mesmo trabalho constatou que
voluntários são menos propensos a sofrer de depressão e transtorno de
ansiedade.

Segue uma lista de 10 benefícios do serviço ao próximo:

1. Melhora a saúde física e mental;


2. Possibilita o descobrimento de novas habilidades;
3. Abre espaço para conhecer novas pessoas;
4. Reduz o estresse;
5. Evita a depressão;
6. Permite a aplicação de talentos pessoais;
7. Aumenta a sensação de realização;
8. Faz com que a pessoa se sinta valorizada;
9. Revela novas realidades e suas dificuldades;
10. Ensina a trabalhar em equipe.

Que tal perguntar à pessoa mais próxima de você:

Em que posso te servir?

36
Capítulo 11
A felicidade está em orar
e olhar para o alto
“1 Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o
socorro? 2 O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a
terra.” Sl 121:1-2

Deus sempre quis que o homem olhasse para cima.


Quando Deus mandou Noé construir a Arca, Ele orientou que se
fizesse apenas uma janela, que deveria ficar na parte de cima da Arca,
como uma escotilha. Foi assim para que o homem não tivesse uma visão
horizontal e desoladora, mas olhasse para o alto, de onde certamente
viria o socorro. Deus não queria que Noé e sua família olhassem para a
morte e destruição ao derredor, mas firmassem seus olhos no alto.
Em Mateus 14, quando o Senhor multiplicou os pães e os peixes,
ele não olhou horizontalmente para o tamanho da multidão e a
limitação dos recursos. Os discípulos se enfraqueceram, pois olharam
cinco pães e dois peixes, mas o Senhor não. Ele ergueu os olhos para o
céu, orou e deu graças, porque a graça vem do alto. Quando oramos,
olhamos para cima crendo no Senhor, é dessa forma que podemos
experimentar provisão. Mesmo que alguém orando ao Senhor, esteja de
cabeça baixa, os olhos do seu coração e seus pensamentos estão
voltados para o alto, de onde sabe que virá o socorro.
Orar é levantar os olhos ao alto, e é uma chave que abrirá os céus
e fará chover bênçãos sobre nós.
Recentemente uma amiga me contou sobre a experiência de orar
observando a beleza e a grandeza dos céus todos os dias pela manhã.
Segue seu relato: “Pastor Edenir, todos os dias enquanto aguardo o
ônibus que me conduz ao trabalho, oro contemplando a beleza e a
grandeza dos céus. Olho para o alto e vejo quão grande e poderoso é o
meu Deus. Percebo que as pessoas ficam me observando e achando que
eu estou olhando para alguma aeronave, ou pensam que sou lunática
falando sozinha ou estou com algum problema”.

37
Queridos, fiquei pensando sobre isso e conclui que realmente é
muito difícil vermos pessoas olhando para o alto. Não vemos pessoas
por ai levantando a cabeça para orar ou apreciar a beleza e majestade
dos céus. O contra ponto disso é que, o que mais vemos são pessoas
cabisbaixas, seja por tristeza, desânimo ou por estarem presas a um
smathphone.
Você sabia que estudos recentes mostraram que jogadores de
vôlei e basquete quase não sofrem de depressão. Sabe por quê? Porque
eles passam a maior parte do tempo olhando para o alto. Descobriu-se
então que quando um homem dobra seu pescoço para olhar para o alto,
a dobradura abaixo da nuca produz uma substância chamada “Reticular
Ascendente”, que é responsável por uma parte do cérebro encarregada
de produzir impulsos elétricos que além de manter o corpo ativo, produz
boas sensações como alegria, contentamento e entusiasmo. Uma outra
pesquisa revelou que 38% dos jogadores de futebol que estão na ativa
sofrem de depressão. Será por que a maior parte do tempo estão olhado
pra frente e para baixo? Acredito que isso tem algum sentido.
Nos Estados Unidos, assim como em várias cidades brasileiras,
criou-se uma linha de telefone (disk-vida) com um número específico
para atender pessoas deprimidas com desejo de suicidarem-se. Quando
o atendente recebe uma chamada de alguém que está pensando em
tirar a própria vida, o mesmo pergunta ao deprimido: “Você pode me
dizer para onde está olhando agora?”. Pasmem! 90% das respostas é:
“Estou olhando para baixo, para o chão”. Orientando-as a olhar para
cima neste momento, quebra-se o impulso do suicídio. É claro que não
fica somente nisto, mas um passo decisivo já foi dado, só com os olhos
voltados para cima. Na neurolinguística também descobriu-se que olhar
para o alto ativa a memória e nos motiva. Certamente a decisão de orar,
é também a decisão de olhar para o alto, e isso nos faz bem e revigora
nossas energias.
“1 Elevo os olhos para os montes (e oro): de onde me virá o
socorro? 2 O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a
terra.” Sl 121:1-2
Quando ouvimos ou vemos que alguém está cabisbaixo, ou de
cabeça baixa, logo pensamos que a pessoa pode estar deprimida.
Sempre que você se sentir abatido (a), “pra baixo”, em vez de olhar para

38
baixo, levante a cabeça, olhe para cima e ore ao Senhor. Quando alguém
olha para baixo, faz referência ao corpo e isso intensifica as sensações
físicas e naturais. O olhar para baixo faz com que sejam acessados em
seu cérebro redes neurais que se identificam mais com o corpo, suas
limitações e imperfeições. Olhando para cima, o cérebro usa outras
redes neurais, afasta-se do corpo e diminui as sensações. Simplesmente
olhar para cima fará você se sentir melhor.
Escute! A decisão de orar é a decisão de ser abençoado!

Certa vez um jovem marinheiro teve que subir ao mastro durante


uma tempestade. As ondas levantavam o barco para alturas
estonteantes e logo em seguida jogavam-no para profundezas abismais.
O jovem marujo começou a sentir vertigem e estava quase caindo
quando o capitão gritou: “moço, olhe para cima”. De maneira decidida,
o marinheiro desviou seu olhar das ondas ameaçadoras e olhou para
cima. Assim, ele conseguiu subir com segurança e executar a sua tarefa.

Quando as marés de tribulação revolverem o barco da sua vida,


quando as tempestades te puxarem para baixo tentando te afogar, ouça
a voz do Capitão Jesus e levante a cabeça, olhe para o alto e ore. Se
buscarmos a face do Senhor em oração e agarramos na Sua poderosa
mão, nosso coração se aquietará, receberemos força e paz para
podermos executar as nossas tarefas em meio às tempestades e
finalmente seremos vitoriosos. Quando os filhos de Israel foram picados
por serpentes venenosas, Moisés recebeu a ordem de erguer uma
serpente de bronze em um mastro. A serpente de bronze representava
Cristo. Aqueles que levantassem a cabeça e olhassem para a serpente,
conforme orientados pelo profeta, seriam curados. Nm 21:4-9

Encerro essa reflexão com o texto de Jo 11:41, que no contexto


fala sobre a ressurreição de Lázaro.
“E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças
te dou porque me ouviste.” Jo 11:41.

Logo em seguida, Jesus chama Lázaro para fora do sepulcro e a


ressurreição acontece! Que tal agora, você levantar a cabeça, olhar para
o alto e orar? Certamente isso te fará muito bem!

39
Capítulo 12
Pare de se comparar com os outros!
“3 Porquanto eu acumulava inveja dos arrogantes, ao ver a
prosperidade desses ímpios. 4 Eles não passam por crises e
sofrimentos, e têm o corpo esbelto e saudável. 5 Estão
livres dos fardos cotidianos impostos a todos os mortais,
não são atingidos por doenças como a maioria das
pessoas.” Sl 73:3-5

O assunto que eu quero abordar neste capítulo, atinge cerca de 100%


por cento das pessoas que eu conheço. Vamos falar sobre os perigos de
se comparar com outras pessoas.

Infelizmente, muitos acabam se entristecendo ao pararem suas


vidas reparando na “felicidade” alheia. Gostariam de ter o que fulano
tem, estar ou chegar aonde fulano chegou, como se fosse um fracasso
viver em outra realidade. E isso tudo ocorre por causa da comparação.

Você não pode permitir que esse tipo de coisa roube a sua alegria
e a sua paz de espírito, como se a falta disto ou daquilo lhe definisse
como fracassado.

Somos a todo o momento tentados pelo nosso ego, a comparar-


nos com os outros. Isso acontece comigo desde sempre. Lembro-me de
minha mãe me chamando a atenção ainda quando eu era uma criança.
Ela dizia: “Edenir, você não é o seu primo. Ele tem a vida dele e você tem
a sua”. Isso sempre aconteceu comigo.

O salmista Asafe é um exemplo claro disto, pois ao se comparar


com os ímpios, além de se entristecer, também passou a achar que tudo
o que fazia em relação a Deus estava sendo em vão (Sl 73:3-5).

Diante de Deus nada é em vão. O que semearmos, com toda a


certeza colheremos, pois ainda que pareça não estar adiantando nada,
saiba que se você está semeando na fé, Deus está trabalhando em teu
favor.

40
A comparação pode te deixar orgulhoso ou deprimido
Apesar desta atitude ser tão natural, ficar se comparando com os outros
não é nada saudável. Se o resultado da tal comparação for “satisfatório”,
você fica altivo, se achando o máximo, poderá se acomodar com os bons
resultados e já não mais se esforçará tanto, diminuindo assim o seu
ritmo. Porém, se o resultado for decepcionante, você ficará inseguro, se
sentirá inferior e desanimará. Resumindo, se você descobrir que é
melhor que determinada pessoa, poderá ficar arrogante e orgulhoso.
Por outro lado, se descobrir que é pior, poderá ficar deprimido. Fuja da
armadilha da comparação!

Se existe algo que pode destruir sua alma é a tal da comparação.


Aprenda essa preciosa lição: “Você sempre vai perder quando se
comparar com outras pessoas. Se comparar com outros sempre será
perigoso, simplesmente porque você é diferente de todos os outros oito
bilhões de seres humanos que vivem nessa terra.

A comparação é o nascedouro da inveja


A inveja nasce a partir da comparação. Quando alguém se compara com
o outro, tende a sentir sentimentos ruins como arrogância ou
depressão. A dor de se sentir menor ou menos favorecido, ou maior e
privilegiado é fruto da comparação. O invejoso geralmente é fofoqueiro
e não se contenta em se comparar com o outro, mas empresta sua
mente e boca ao diabo para denegrir seu próximo.

De fato, a inveja seria erradicada se não houvesse comparação.


Essa é uma afirmação bastante séria e você talvez não acredite no que
acabei de dizer. Porém, me diga uma ocasião onde a inveja se manifeste
que não haja alguém se comparando ou tentando diminuir seu próximo.

Observando as várias facetas da inveja, vemos que a comparação


está na sua raiz.

Comparação geralmente gera ingratidão


Um dos maiores danos de viver se comparando com os outros é que em
pouco tempo essa pessoa se tornará ingrata. Veja o exemplo de Eva. Ela

41
estava no Eden, tinha uma infinidade de frutas para comer, mas
escolheu comer daquela fruta que estava vetada no seu cardápio. Ela
escolheu comer da árvore do conhecimento do bem e do mal para ser
como Deus.

Geralmente a comparação vai alimentar a insatisfação que vai


gerar a ingratidão. Se comparar com outros só vai te deixar ranzinza,
insatisfeito e ingrato.

A palavra de Deus nos ensina a sermos gratos por tudo o que


temos e somos.

Cuidado com as redes sociais


Para deixar o péssimo hábito de se comparar com outros, acredito ser
necessário deixar de seguir pessoas no instagran, gastar menos tempo
no facebook, etc. Não é novidade pra você que a maioria das pessoas
nas redes sociais, estão maquiadas por aplicativos dos mais diversos.
Muitas vezes o outro a quem você se compara nas redes sócias não é o
outro verdadeiro. É uma versão melhorada dele. As redes sociais são
gatilhos de comparação. Se contar que as redes sociais também são
grandes fontes de inveja.

Olhar pra vida dos outros também te impede de olhar para si


mesmo e melhorar quem você é. Uma pesquisa científica constatou que
80% dos nossos pensamentos é sobre outras pessoas. Certamente
seríamos pessoas melhores se seguíssemos o conselho de Paulo aos
Coríntios. Vamos ao texto:

“Examine-se, pois, o homem a si mesmo...”. 1Co 11:28

Num contexto de divisão e competição, Paulo diz que devemos


olhar para nós mesmos e ver o quanto podemos melhorar.

Saul foi tomado por inveja e raiva por causa da comparação


Quando Davi venceu Golias, encontrou muitas mulheres dançando e
cantando: “Saul matou mil, mas Davi matou dez mil”. Ao ouvir isso, Saul
se comparou a Davi e a inveja e raiva caiu em seu coração como um

42
veneno. Diz a Bíblia que o rei ficou encolerizado e usou a expressão: “A
Davi deram dez mil; a mim, somente mil”.

Ele escutou a celebração que Davi havia tido, mas ela se


transformou numa derrota para ele. Quando nosso coração se compara
com o outro, sempre vemos nossa derrota. O coração de Saul sustentava
uma comparação, por isso comemorou o momento com raiva. A partir
disso, aquele que era amigo de Davi desejava matá-lo.

Um coração que se enche de comparação nunca sabe celebrar


suas vitórias, porque a medida da inveja será sempre maior ao se
comparar com o outro.

Pastor Edenir, quer dizer então que não posso me comparar com
ninguém? Sim, você pode e deve! Se compare com Jesus, pois é isso o
que a Bíblia diz que devemos fazer!

“olhando fixamente para o Autor e Consumador da fé:


Jesus...”. Hb 12:2ª

Devemos olhar para Jesus e desejar ser como Ele é! Paulo sempre
buscou olhar fixamente para Cristo ao ponto de exortar os irmãos de
Corinto dizendo:

“Sede meus imitadores, como eu o sou de Cristo!” 1Co


11:1

Paulo tinha Cristo como o seu parâmetro e isso o fez fiel discípulo
e seguidor até as últimas consequências. Assim, aprendemos que a
nossa felicidade plena está em olhar para Cristo e nos tornarmos
parecidos com Ele!

43
Capítulo 13
Seja feliz evitando as redes sociais
“1 Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de
uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo
embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e
corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta,
2 olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual,
pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz,
desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de
Deus.” Hb 12:1-2

Quem hoje em dia não tem redes sociais como Facebook, Twitter,
Instagram, etc.? Não podemos negar que elas nos ajudam em muitos
aspectos, mas igualmente não podemos negar que elas também têm um
forte poder de trazer males a vida espiritual gerando tristeza, desânimo
e infelicidade.

Está provado por uma série de estudos científicos que o mundo


digital especialmente as redes sociais potencializam fortemente a
infelicidade. Isso pode acontecer porque afinal de contas nós temos na
palma das nossas mãos acesso a vida que todos querem ter.

Eis então um grande problema, porque por um lado nós temos


essa tendência humana a pensar sobre outras pessoas e a também nos
comparar com outras pessoas do outro lado da telinha.

O mundo editado das redes sociais faz parecer que existem vidas
perfeitas e maravilhosas, e a mensagem que nós recebemos quando
passamos muito tempo conectados é que devemos desejar e buscar
essa “vida perfeita”. Porém, você não precisa ser um gênio pra saber
que essa tal “vida perfeita” não existe.

Quem acredita plenamente em tudo o que vê nas redes sociais,


caminha a passos largos para a angústia e frustração. Basta considerar a
realidade das pessoas mais próximas a você e perceber que a maior
parte dos compartilhamentos são maquiados e editados para que tudo
pareça perfeito.

44
Conheço pessoas extremamente deprimidas, outras
emocionalmente desequilibradas, que nas redes sociais passam uma
imagem de alegria e felicidade. Alguns estudos já apontam que o uso
exagerado de redes sociais está associado a sintomas de depressão e
ansiedade.

Tamara McClintock Greenberg , é professora de psiquiatria na


Universidade da Califórnia, em San Francisco. Segundo ela, uma nova
patologia psicossomática chamada de “Facebook Depression” já pode
ser diagnosticada entre jovens de 16 à 24 anos que passam 4 ou mais
horas diariamente conectados nas redes sociais.

Basta você passear pelo Instagram por uma hora, vendo aquelas
vidas maravilhosas, corpos perfeitos, pessoas perfeitamente felizes e
sorridentes. A seguir, basta um pouco de tempo pra você olhar a sua
própria vida e se sentir desanimado. A psicóloga e pesquisadora Melissa
G. Hunt publicou suas novas descobertas sobre as redes sociais no
“Journal of Social and Clinical Psychology”. Melissa enfatiza que “quando
você olha para a vida de outras pessoas, particularmente no Instagram,
é fácil concluir que a vida de todos é mais legal ou melhor que a sua.
Usar menos redes sociais do que você normalmente usa levaria a
reduções significativas tanto na depressão quanto na solidão.

Um estudo recente sugere que o uso diário do Facebook por 2


horas, está associado a uma menor sensação de bem-estar e prazer.
Pessoas estão se tornando infelizes ao passarem parte do seu tempo
navegando na internet nas redes sociais.

45
Capítulo 14
Exercite a generosidade para ser feliz
“Há mais felicidade em dar que em receber”. At 20:35b

Diversos estudos de pesquisadores já comprovaram que indivíduos


comprometidos com o bem-estar dos outros são mais felizes do que
aqueles que focam apenas em si próprios. Há uma forte relação entre o
altruísmo e a sensação de felicidade.

Ser generoso proporciona um sentimento agradável de satisfação


pessoal. Quando emoções positivas e este sentimento de dar se
encontram, experimentamos grande alegria e felicidade.

Fazer da generosidade um hábito regular, uma prática sustentada


e praticada ao longo do tempo, influencia o estado de satisfação plena
das exigências do corpo e principalmente do espírito. Segundo vários
pesquisadores, ajudar os outros reduz o estresse e a pressão arterial.
Pessoas generosas têm taxas de depressão mais baixas, são
emocionalmente mais disponíveis e, consequentemente, mais
saudáveis. O cérebro reage com uma sensação de recompensa por ter
feito algo de bom.

Segundo a filosofia budista, existem quatro formas de praticar a


generosidade: partilhar ensinamentos, oferecer coisas materiais, dar
proteção, consolo e coragem e dedicar amor, tempo, apoio e energia.
Isso tem tudo haver com o cristianismo. O texto mais conhecido e
pregado no mundo também é a maior expressão de amor e
generosidade.

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o


seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não
pereça, mas tenha a vida eterna.” Jo 3:16

Veja que Deus amou a humanidade e decidiu dar Seu único filho
para morrer por ela.

46
O indivíduo generoso é alguém que gosta de compartilhar o que
tem, é movido por um sentimento de empatia, reconhece as
necessidades do outro e procura satisfazê-las. Não há como negar que
ações generosas envolvem certa satisfação e felicidade no ato de
colaborar, mas não se pode fazer deste prazer um fim. Neste caso,
teremos um outro sentimento envolvido, o egoísmo – uma vontade de
atender ao seu próprio interesse e satisfação, acima de tudo.

O exercício da generosidade verdadeira prevê que ela esteja


acima de qualquer vantagem ou benefício pessoal. Ser mais generoso,
mais feliz e, consequentemente, mais saudável não significa
necessariamente gastar dinheiro aleatoriamente com os outros ou
prover exclusivamente bens materiais. Pequenos gestos que favoreçam
outras pessoas não estão relacionados ao valor despendido, muito pelo
contrário.

Nem sempre a prática da generosidade envolverá grandes


quantias. Podemos ser generosos com o tempo que dispomos,
dedicando-nos a causas solidárias, por exemplo. Ensinar uma criança ou
um adulto a ler, ajudar um grupo a pintar uma escola, fazer visitas a
lares de idosos, abrigos de animais, colaborar para que um
desconhecido saia de uma situação de risco.

Há uma frase de Simone de Beauvoir que conceitua o ideal do


amor e da verdadeira generosidade: “é dar tudo de si, mas sempre
sentir como se isso não houvesse lhe custado nada”.

São inúmeras as oportunidades que a vida nos oferece


diariamente. Se tivermos empatia, se soubermos nos colocar no lugar do
outro e compreendermos suas necessidades e partirmos para a ação,
seremos capazes de fazer um movimento importante na vida daquela
pessoa. Nem que seja “só” na vida daquela pessoa. Você já terá feito a
diferença.

A felicidade, por sua vez, não é uma condição que se atinge e lá se


fica. Ela só existe em comparação com as demais sensações que
experimentamos e a sua concepção varia de uma pessoa para outra. É

47
um conceito que, muitas vezes, parece inatingível ou dependente de
uma série de fatores externos.

Receber uma grande herança, ser reconhecido profissionalmente,


viajar pelo mundo, encontrar um grande amor. A realização dos desejos
que trariam a felicidade não está exclusivamente em nossas mãos e nem
sob o nosso controle. Mas, o sentimento decorrente de um ato de
generosidade depende somente da ação do indivíduo e,
inevitavelmente, leva à felicidade.

48
Capítulo 15
O importante é como você reage
“... se fortaleceu no Senhor seu Deus.” 1Sm 30:6b

Em 1 Samuel, capítulo 30, a Bíblia relata que Davi enfrentou uma grande
adversidade. Seguindo seu caminho para assumir o trono de Israel, e
liderando as suas tropas em batalha, voltando para casa Davi e seus
homens descobrem que o padrão no arraial havia se alterado. Em uma
primeira leitura, Davi percebe que o exército inimigo havia ultrapassado
as fronteiras do acampamento, atacado e subtraído suas posses,
levando cativas suas mulheres e crianças, e queimado todos os seus
pertences. Isso realmente foi muito angustiante para o jovem Davi. E
para piorar um pouco mais a situação de Davi, os seus homens se
rebelaram contra ele, dizendo que a culpa de toda a tragédia era de
Davi. O veredito que pesou sobre Davi foi: Vamos apedrejá-lo! Sem
dúvida, isso seria a definição de um dia péssimo para qualquer um de
nós.

Subitamente, Davi está enfrentando uma grave crise. Ele tem de


decidir, imediatamente, como reagir diante de tal situação. Nesse
momento crítico, Davi se dá conta de uma verdade fundamental:
Importante não é o que acontece, mas o que fazemos com o que
acontece. Como reagimos diante do que nos sucede é o que de fato
importa. No caso de Davi, ele refugiou-se em Deus e resolveu seu
problema. (Leia 1Sm 30:1-19)

Como você enxerga os acontecimentos

Não espere conseguir tudo o que você quer para se sentir feliz, agora
mesmo você pode provocar a felicidade. Aliás, você já deve ter ouvido
histórias de executivos bem-sucedidos que vivem numa bela casa,
possuem saúde, uma linda família, o carro do ano, se vestem muito

49
bem, comem o que desejam nos restaurantes mais caros e requintados,
e dão cabo da própria vida.

Por outro lado você já deve ter se deparado com pessoas que
enfrentam graves doenças com um sorriso nos lábios, que ficam
desempregadas, mas acreditam que Deus não fecha uma porta sem
escancarar outra, que perdem um ente querido e nem por isso se
abalam a ponto de negarem a fé, que moram em casebres, não têm
automóvel, vestem-se com ajuda de doações, comem o que aparece,
vivem longe da família, têm poucos amigos, não encontraram o amor de
sua vida, mas são felizes. O que essas pessoas fazem para alcançarem a
felicidade em meio às tantas dificuldades que enfrentam? A conclusão
mais óbvia é que não se trata do que está acontecendo no seu exterior,
e sim dentro de você. A grande questão não é o que acontece, e sim a
sua reação ao que acontece.

Jean Paul Sartre, filósofo e escritor francês, disse que mais


importante do que o que acontece com você, é o que acontece em você.
A maneira como você reage é o que importa. É como aquela história do
leite que azedou na geladeira. O que fazer? Você pode ficar irritado, de
mau humor, ou fazer uma deliciosa ricota. Você decide como reagir.

Talvez agora, você esteja pensando quantas reações erradas que


você teve diante de situações adversas que desencadearam tantos
problemas para sua vida e para aqueles que estão ao seu redor. Talvez
como Pedro que teve uma reação errada ao cortar a orelha do soldado
Malcon, e dali ele negou Jesus. Ou Usá que teve uma reação tão carnal
que tocou na Arca da Aliança e morreu. Ou quem sabe Moisés que bateu
na rocha, quando Deus tinha orientado que era só para ordenar que a
rocha jorraria água e a consequência foi de não entrar na terra
prometida. Também podemos ver a reação carnal e odiosa da Caim que
não suportando a correção do Senhor, decidiu assassinar seu irmão
Abel. O fundamental aqui é saber que uma reação errada vai
comprometer os sonhos e projetos de Deus para nossas vidas.

Alguém muito sábio concluiu que a vida é 5% o que acontece com


você, e 95% como você reage a ela.

50
Como você reage aos problemas?

Todas as pessoas possuem problemas. Por mais que você tente fugir dos
problemas, eles estarão sempre no seu encalço. Calma, eu não estou
profetizando o caos em sua vida, foi Jesus quem disse isso.

“No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo;


eu venci o mundo.” Jo 16:33b

Sabendo que enfrentaremos problemas, devemos estar


preparados para responder de maneira correta. A menos que nos
acertemos internamente, não teremos muito a oferecer para nós
mesmos e para as pessoas! Aos Romanos Paulo escreveu que é preciso
haver transformação interior para então as coisas exteriores serem
afetadas (Rm 12:2).

Reaja sempre com gratidão

Quando reagimos com gratidão, proporcionamos harmonia interna,


libertação de conflitos e dúvidas, e saúde mental, emocional e física. É
nos momentos em que somos provocados e testados que mais
precisamos reagir com gratidão, pois ela restaura a força interior,
lembra-nos dos aspectos positivos da vida e permite-nos reunir paz,
força e fé, esperança e ânimo para continuarmos.

A gratidão deve transformar-se numa reação habitual aos


estímulos contrários a aparentemente danosos que a vida nos
proporciona. Aquele que é grato, reconhecer seus limites, dependência
e necessidade de Deus. Reaja com gratidão e encontre a satisfação plena
de uma vida que realmente vale a pena ser vivida.

51
Capítulo 16
Pratique o perdão e seja feliz de verdade
“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas,
também vosso Pai celeste vos perdoará; 15 se, porém, não
perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso
Pai vos perdoará as vossas ofensas.” Mt 6:14-15

Christopher Peterson, PhD, psicólogo da Universidade de Michigan, disse


que a prática do perdão está fortemente ligada à felicidade. Segundo o
mesmo, o perdão não consiste em apagar o passado, mas é uma forma
maravilhosa de livrar a mente de diversas enfermidades e sentimentos
tóxicos.

Certo estava William Shakespeare quando disse: “Quem alimenta


a ofensa e decide não perdoar, come veneno esperando que o outro
morra”. Alimentar a ofensa no coração, além de ser pecado, nos
aprisiona e nos faz sofrer. Quem perdoa se liberta do seu ofensor. Li o
texto a seguir num dos livros de Augusto Cury:

“Dar a outra face é um símbolo de maturidade e força interior.


Não se refere à face física, mas à psíquica. Dar a outra face é
procurar fazer o bem para quem nos decepciona, é ter elegância
para elogiar quem nos difama, altruísmo para ser gentil com
quem nos aborrece. É sair silenciosamente e sem estardalhaço da
linha de fogo dos que nos agridem. Dar a outra face previne
homicídios, traumas, cicatrizes impagáveis. Os fracos se vingam,
os fortes se protegem. A maior vingança contra um inimigo é
perdoá-lo. Mate-o dentro de si.”

Quem perdoa se parece com Cristo

“1 Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; 2 e


andai em amor, como também Cristo nos amou e se
entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a
Deus, em aroma suave.” Ef 5:1-2

52
O perdão deve ser o centro do viver de cristão. O marco zero do agir de
Deus nesta era da graça foi o perdão de Cristo nos alcançando no ato da
nossa conversão. Tudo o que Deus fez e está fazendo em nossas vidas é
a partir do perdão de Deus. Não temos problema com o conceito, mas
praticar o perdão é difícil quando se alimenta a ofensa. Retemos
sentimentos justificáveis ou ficamos procurando motivos externos no
ofensor para perdoar. A verdade sobre isso, é que somos prontos e
rápidos em achar faltas e pouco dispostos para perdoar as mesmas.

Para resolver nosso problema interior e perdoar sem limites


precisamos desistir de qualquer reivindicação. Uma saudosa amiga e
preciosa irmã chamada Léia sempre me dizia: “Pastor Edenir, quem
perdoa, dá a chance do outro errar novamente”. Isso mesmo! Tomar
para si a ofensa é prender-se ao ofensor, mas perdoar é liberá-lo ainda
que seja para errar novamente. Não é exatamente isso que Cristo faz
conosco diariamente? Acredito que o melhor a fazer quando se está
ferido é liberar o perdão. Não devemos alimentar em nós o veneno da
serpente, pois quem fica ofendido perde a principal característica de
Cristo, o amor incondicional. Jo 13:1

Perdão é decisão e não sentimento

Quando alguém diz “não consigo perdoar”, na verdade a pessoa está


dizendo que não quer perdoar. Perdoar é uma decisão que tomamos a
despeito do sentimento que esteja em nós. Veja o exemplo de José, que
depois de ter sido traído e vendido como um escravo por seus irmãos
decidiu perdoá-los (Gn 50:19-20).

Ficar ofendido e não decidir perdoar é como tomar veneno


mortífero que mata aos poucos. Pessoas amarguradas estão mais
propensas a desenvolverem doenças degenerativas do que pessoas
cujos corações estão limpos. Quando alguém decide alimentar em seu
coração, o ressentimento em relação à outra pessoa que o tenha
ofendido de alguma forma, sentindo-se em postura superior, merecedor
de retratação, realmente se encontra no mesmo nível daquele que
falhou, porque ficar preso à mágoa só indica imaturidade emocional,
presunção e arrogância.

53
As pessoas que dizem: “Não posso perdoar”, na verdade estão
dizendo: “Não quero perdoar”. Devemos seguir o exemplo de Jesus (Lc
23:34) e Estevão (At 7:60). Jesus e Estevão deveriam dizer: “eu perdoo
este povo”, mas no coração deles não tinha lugar para outro sentimento
senão o amor incondicional de Deus.

Pessoas gratas decidem perdoar porque foram perdoadas


Uma atitude generosa e desprendida de perdoar vem de uma
consciência de gratidão a um Deus que também nos perdoou. Quando,
ao contrário, você concede o “seu perdão” esperando retribuição, ou a
gratidão eterna do outro, perde a oportunidade de se parecer com Deus
que apenas perdoou sem querer nada em troca.

A sua vida pode e deve ser encarada como uma escola onde você
tem a chance de realizar seu desenvolvimento moral, espiritual e
relacional. A capacidade de perdoar como você foi perdoado,
evidenciará que o espírito de gratidão está operando em você. Perdoar
nosso próximo é ser grato pelo perdão recebido.

Muitas doenças são evitadas e até curadas com a prática do


perdão. Entenda uma preciosa lição: O corpo fala o que muitas vezes
temos dificuldade de expressar. Uma alma perdoadora está sempre
limpa e uma alma limpa produz sempre mais e com mais qualidade.

Perdoe sem reservas, seja grato plenamente e encontre a


verdadeira felicidade!

Preste atenção na figura abaixo e leia a mensagem:

Que tal agora listar o nome de três pessoas que estão com algum
problema relacional com você. Ligue ou vá até elas e peça perdão.

54
Capítulo 17
Acredite, Deus é bom e quer te fazer feliz!
“1 O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará. 2 Ele me faz
repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das
águas de descanso; 3 refrigera-me a alma. Guia-me pelas
veredas da justiça por amor do seu nome. 4 Ainda que eu
ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal
nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu
cajado me consolam. 5 Preparas-me uma mesa na
presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com
óleo; o meu cálice transborda. 6 Bondade e misericórdia
certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e
habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre.”
Sl 23:1-6

De uns tempos pra cá, eu tenho feito um diário de bordo todos os dias. É
quando eu pego minha caneta e escrevo sobre o meu dia, registro
minhas tantas atividades. Todavia, meu objetivo maior e trazer a
memória o quanto Deus foi bondoso comigo. E acredite, diariamente
Deus tem me abençoado, diariamente posso agradecer a Deus por Sua
infinita bondade. SIM! Todos os dias Deus é bom e trabalha para me
fazer cada vez mais feliz! Ele não muda! O Salmista criou uma santa e
otimista expectativa quando escreveu o Salmo 23.

Esse Salmo revela o cuidado de Deus para conosco através


da bondade todos os dias. Aliás, o Salmo 23 tem por título, “O Salmo do
Bom Pastor. Baseado no Salmo 23, o que o bom pastor faz por nós?

• Ele nos guia;


• Ele nos alimenta;
• Ele cuida de todas as nossas necessidades;
• Ele nos disciplina e ensina com amor.

Se o Senhor é o seu pastor, você nunca será desamparado. Ele


cuidará de você, te conduzirá pelas veredas da justiça e te dará
segurança.

55
Nos dias difíceis da caminhada, nós contamos com dois amigos
inseparáveis: a bondade e a misericórdia de Deus, que sempre estão
presentes para nos fazer felizes.

Assim como o sol transmite calor, Deus transmite bondade. Não é


só o que ele faz, mas o que Ele é. A natureza de Deus é boa. Ele quer
abençoar você!

Enxergue o quanto Deus é bom!

Não se deixe levar pela insensibilidade. Perceba a bondade de Deus nas


pequenas coisas do seu cotidiano. O que todos veem como algo comum,
eu decido enxergar como extraordinário.

O fato de acordar mais um dia, respirar, ir trabalhar, ter uma


família, ter amigos, fazer parte dessa igreja, voltar para um lar, estar
saudável, poder fazer mais uma refeição antes de dormir, isso tudo é a
bondade de Deus!

Veja sempre o extraordinário no que parece ser comum

Você deve procurar pela bondade de Deus. Não precisa ser algo grande,
pode ser algo pequeno. De repente você teve uma boa ideia. Isso é
bondade de Deus. Terminou um trabalho na empresa mais cedo do que
o planejado, isso é bondade de Deus!

Oswald Chambers disse que “a raiz do pecado é a secreta


desconfiança de que Deus não é bom”.

Deus quer nos mostrara a Sua bondade

“18 Então, ele disse: Rogo-te que me mostres a tua


glória. 19 Respondeu-lhe: Farei passar toda a minha
bondade diante de ti...”. Ex 33:18-19

O desafio para Moisés era enxergar a glória de Deus nos seus atos de
bondade. Assim também deve ser conosco. A Escritura nos desafia em

56
primeiro lugar a provar da bondade do Senhor e em seguida,
experimentar profunda alegria e felicidade.

“Provai e vede como o SENHOR é bom. Como é feliz o


homem que nele se abriga!” Sl 34:8 KJA

Lembro-me de estar dirigindo numa rodovia quando o veiculo da


frente perdeu o controle e só deu tempo de eu ter um reflexo pra
desviar de uma colisão que poderia acabar com minha vida. O que é
isso? Bondade de Deus! Ter deixado de fumar há 20 anos é bondade de
Deus! Ter sido atropelado e arremessado por 20 metros e só ter algumas
escoriações quando tinha 13 anos, isso é bondade de Deus!

21 Quero trazer à memória o que me pode dar


esperança. 22 As misericórdias do SENHOR são a causa de
não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não
têm fim; 23 renovam-se cada manhã. Grande é a tua
fidelidade. 24 A minha porção é o SENHOR, diz a minha
alma; portanto, esperarei nele. 25 Bom é o SENHOR para
os que esperam por ele, para a alma que o busca.” Lm 3:1-
25

Ocupe a sua mente com a bondade de Deus e seja sempre


inundado de alegria e felicidade!

57
Capítulo 18
Faça um detox diário da sua mente
“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração,
porque dele procedem as saídas da vida.” Pv 4:23

Diariamente somos cercados de grandes desafios. Diante dessas tantas


pressões, nossas emoções acabam gerenciando nossas escolhas. Assim,
temos uma forte tendência para a auto sabotagem, estresse e
frustração.

Como o nosso corpo não absorve força e vida dos alimentos se


estiver disfuncional e doente, a mente também não absorve nada se
estiver cansada e sobrecarregada, doente e desequilibrada. Quando
diariamente somos vencidos na mente pelos pensamentos derrotistas,
colecionamos maus hábitos e nossa rotina se torna estressante e cheia
de frustrações. Promover uma radical mudança na vida é o maior
desafio proposto nestes dias que estamos falando sobre ser felizes, e
isso só poderá ocorrer a partir de uma desintoxicação interna, uma
limpeza mental.

Proteja sua mente

O texto de Provérbios 4:23 é uma das passagens mais importantes no


que se refere ao processo de limpeza da mente. A palavra hebraica
“coração” de Provérbios 4:23 é “Leb” que pode ser traduzida por “ser
interior, mente, vontade, coração, inteligência”. Assim, o texto de
Provérbios 4:23 fica dessa forma: “Sobre todas as coisas que se deve
proteger, proteja a sua mente, porque dela procede todas as respostas
para os seus problemas”.

A partir de uma mente sadia, podemos ter uma vida sadia. Em


Efésios 6, Paulo nos fala sobre a luta que devemos lutar contra os
demônios, e também nos fala sobre a armadura que devemos vestir. A
armadura de Deus descrita em Efésios 6 era composta de 6 peças.

58
Vamos ler o texto:

“11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que


possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo; 12
porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas,
sim, contra os principados, contra as potestades, contra os
príncipes das trevas deste século, contra as hostes
espirituais da maldade, nos lugares celestiais. 13 Portanto,
tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir
no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. 14 Estai,
pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a
verdade, e vestida a couraça da justiça, 15 e calçados os
pés na preparação do evangelho da paz; 16 tomando
sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar
todos os dardos inflamados do maligno. 17 Tomai também
o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a
palavra de Deus, 18 orando em todo tempo com toda
oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda
perseverança e súplica por todos os santos.” Ef 6:11-18

De todas as peças da armadura, a única que proporciona salvação


é o capacete. Isso porque salvação começa na mente. “Capacete” no
grego é perikephalaia que significa: “Proteção da alma que consiste na
(esperança de) salvação”. Nossa salvação vem quando protegemos
nossa mente.

Lembremo-nos que Paulo diz que o culto é racional. A palavra


para racional é Logikos, que pertence a alma. Servir a Deus tendo uma
vida cristã exitosa e muito feliz começa na mente.

“E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede


transformados pela renovação das vossas mentes, para
que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita
vontade de Deus.” Rm 12:2

Se você quer construir saúde e manter-se equilibrado para


enfrentar os desafios do dia a dia, deverá higienizar e organizar o seu
interior renovando a sua mente diariamente. A felicidade que você tanto
almeja está diretamente ligada a uma mente saudável.

59
Orientações para desintoxicar a mente e desfrutar de abundante
alegria
A seguir quero te dar três simples orientações para desintoxicar sua
mente e assim viver feliz de verdade. Minha proposta é que você faça
três exercícios diários.

1. Diário de bordo (Exercite a gratidão, coloque seu foco nas


bênçãos diárias).
2. Detox da mente (meditação)
3. Método VOS (Imaginação)

Diário de bordo (Gratidão)

Separe um caderno para anotações diárias, esse será seu diário. No


término de cada capítulo, você deverá agradecer três acontecimentos,
emoções ou fatos positivos, sentimentos ou conquistas do dia. Podemos
chamar esta ação como foco nas “bênçãos diárias”.

Você pode agradecer por ter tido mais um dia de vida, por ter um
casamento abençoado, pelos amigos verdadeiros, pela sua empresa ou
emprego, por poder compartilhar conhecimentos com o seu próximo,
agradecer por sua saúde ou filhos, e tudo aquilo que fizer sentido para
você. Você pode agradecer a qualquer hora do dia, quanto mais gratidão
mais felicidade você alcançará! Não precisa esperar a noite chegar, você
pode ir expressando e sentindo suas “bênçãos” durante o dia e
reafirmar a noite, anotando em seu diário de bordo. Lembre-se sempre
que a gratidão se manifesta quando você foca no positivo.

Alguém disse que agradecer é fazer a graça descer, enquanto que


reclamar é renovar os problemas. Quando você pratica a gratidão, você
está pronto para novos ciclos de prosperidade e abundância. Quanto
mais somos gratos mais nos curamos, mais nos potencializamos no
aspecto pessoal, profissional e espiritual.

Detox da mente (Meditação)


Assim como precisamos desintoxicar nosso corpo físico, a mente
também precisa de desintoxicação. Como já falamos, nossos

60
pensamentos importam muito. O pensamento realmente conta, porque
o que você pensa determina quem você se torna. Infelizmente a maioria
de nós tende a ser mantido em cativeiro por pensamentos tóxicos, ao
invés de focar nossos pensamentos nas verdades da Palavra de Deus.

A tarefa “Detox da Mente”, consiste em cativar os pensamentos


na Palavra de Deus. Para cada capítulo, sugiro um versículo chave para
meditação e oração. Essa tarefa não deve ser negligenciada em hipótese
alguma.

Método VOS (Imaginação)

Usando o método “VOS” (VER, OUVIR E SENTIR), você deverá “ver”,


“ouvir” e “sentir” seus alvos e objetivos no campo da mente. Por
exemplo, se alguém está necessitado de uma cura física, deverá
enxergar na mente seu corpo sadio, desfrutando de abundante saúde e
disposição. Se outra pessoa deseja adquirir uma casa, deverá visualizar
na mente a sua linda casa, perceber os sons do ambiente e sentir as
sensações de estar numa linda e aconchegante casa. Se o anseio é por
um casamento feliz, a pessoa precisa esforçar-se para visualizar seu
cônjuge feliz, numa casa cheia de paz, alegria e prazer. Tudo isso deve
ser acompanhado de gratidão a Deus porque Ele é quem realiza os
nossos sonhos.

61
Capítulo 19
Hoje é dia de pedir ajuda!
“9 Melhor é serem dois do que um, porque há melhor
recompensa no trabalho de duas pessoas. 10 Porquanto, se
um cair, o outro levantará seu companheiro. Mas pobre do
que estiver sozinho e cair, assim não haverá quem o ajude
a se reerguer! 11 Também, se dois dormirem juntos,
ficarão ambos aquecidos; mas como um só poderá manter-
se aquecido? 12 Um homem sozinho pode ser mais
facilmente derrotado, mas duas pessoas conseguem
resistir. Um cordão de três dobras não se rebenta com
facilidade!” Ec 4:9-12

Hoje é dia de pedir ajuda! Você melhor do que ninguém sabe onde suas
forças se esgotaram. Pare de adiar. No fundo você sabe o que está
tentando realizar e não consegue. Existe alguém preparado para te
ajudar. Mas orgulho te faz pensar aqui, esperando, o milagre
acontecerá. Mas o que Deus quer é que você aprenda a compartilhar
suas necessidades e, finalmente, saiba pedir ajuda. Vença o orgulho.

Algumas pessoas adoecem e não deixam ninguém saber. Outras


passam dificuldades financeiras, mas jamais confessam sobre o
esgotamento de seus recursos. Muitas pessoas estão sofrendo por conta
do abandono, mas e ainda assim não pedem socorro. Algumas pessoas
estão com vontade de tirar a própria vida há anos e nunca contaram isso
a ninguém. Talvez estejam aguardando para escrever seu pedido de
socorro em cartaz que serão lidas somente quando não estiverem entre
nós. Pedir ajuda é um exercício de humildade e simplicidade que nos
aproxima de Deus e das pessoas. Quando pedimos socorro, mostramos
que somos tão frágeis quantos nossos semelhantes.

Pedir ajuda é sinal nobreza e hombridade

Reconhecer suas fragilidades não é sinal de fraqueza, é um selo de


nobreza e hombridade. Em algum momento de sua caminhada, os
maiores gênios da história concluíram que, na busca do conhecimento,

62
todos descobrem que o desconhecido é infinito, e a sabedoria
contempla o quanto é ínfimo o saber do homem diante da ciência
soberana de Deus. Por isso, aprender é manter-se em movimento
constante. É manter-se vivo.

Autossuficiência e isolamento é morte

Autossuficiência é morte. Isolamento é morte. Em algum lugar existem


respostas para suas perguntas e essas respostas podem estar nas
pessoas mais próximas de você. Porque não dar um basta na vergonha e
orgulho? Alguém já superou as crises que você vive hoje, alguém já
estudou o que você quer aprender. Vamos lá! Saia do lugar! Peça ajuda!

Grandes coisas da vida acontecem sempre fora das de sua zona de


conforto. Alguém já se especializou no que te falta aprender. Busque
ajuda! Romper o medo e vencer o orgulho é aceitar que você está em
constante construção e não pode continuar caminhando sozinho.
Alguém me exortou dizendo: “Pastor Edenir, o que te falta sobra em
alguém e se está sobrando é hora de pedir socorro”. O socorro muitas
vezes vem de quem você menos imagina. É tempo de olhar para fora!

Hoje é dia de ligar para nutricionista, agendar as consultas que


está adiando, fazer os exames atrasados, agendar um aconselhamento
com seu mentor ou fazer uma nova sessão de terapia. Eu não sei, mas
você sabe e em quem você pode procurar ajuda.

Não oculte os seus sentimentos, nem seus pensamentos,


principalmente se eles forem errados ou negativos. Compartilhe-os com
seus amigos ou irmãos mais próximos. Não é bom carregar o fardo dos
problemas e aflições sozinhos. Tiago escreveu que devemos
compartilhar nossas fraquezas uns aos outros e orar uns pelos outros.

“Confessem suas faltas uns aos outros e orem uns pelos


outros, a fim de que vocês possam ser curados.” Tg 5:16

Neste texto, Tiago está dizendo que existe cura na disposição de


compartilhar nossas fraquezas e orar um pelo outro. Vamos começar
agora?

63
Capítulo 20
Desapega! Desapega! Pra ser feliz!
“16 Ninguém põe remendo de pano novo em veste velha;
porque o remendo tira parte da veste, e fica maior a
rotura. 17 Nem se põe vinho novo em odres velhos; do
contrário, rompem-se os odres, derrama-se o vinho, e os
odres se perdem. Mas põe-se vinho novo em odres novos, e
ambos se conservam.” Mt 9:16-17

Pelo menos uma vez ao mês, eu decido me desapegar de algumas coisas


que tenho e não uso. Geralmente meu guarda roupa é meu principal
alvo. Neste dia, decido desentulhar tudo o está guardado e acumulado,
e encaminho para doação.

Geralmente fico admirado com a quantidade de coisas que foram


amontoadas ao longo do tempo e que não servem para nada a não ser
para ocupar espaço. Uma simples maneira para saber se você está
acumulando coisas na sua casa é olhar para todas as superfícies planas e
ver se estão ocupadas ou amontoadas de coisas. No meu caso, a maior
parte de objetos, papéis e outras tantas coisas que penso estar
guardando, na verdade estou apenas acumulando.

Depois de um dia de muito trabalho, faxinando e organizando


minhas coisas, percebo que muito pode ser jogado fora e alguma coisa
pode ser doada. A principal lição é que guardamos muita coisa que não
serve pra nada. Enquanto arrumo gavetas, sapateira e armários, reflito
sobre outras áreas da minha vida e percebo que devo também me
organizar interiormente.

Certa pastora disse que como acumulamos coisas sem valor nas
nossas casas, assim vamos fazendo com nossa alma, acumulamos lixo do
tipo ressentimento envolto em faixas de desprezo, feridas escondidas
com capas de super-heróis, mágoas cultivadas pela razão, o perdão
adiado, os medos do que ainda nem existe, a dor de uma traição, as
dúvidas para as tantas questões da vida. Vamos acumulando estas
bagagens pesadas e fétidas, enquanto caminhamos arrastados.
64
Saiba que um homem, um dia que carregou um grande fardo, leve
como a Sua inocência, embrulhado com o pesado pecado da
humanidade. Levou em suas costas, feridas e cansadas, arrastou,
tamanho peso, mas não desistiu. Tudo isso Ele fez para que pudéssemos
largar os nossos próprios. Tomou todo entulho, nosso entulho, e pagou
o preço e o peso da nossa liberdade.

“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas


enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o
reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.” Is 53:4

Por causa d’Ele, viver uma vida leve passou a ser tão simples
quanto respirar. Basta trocar os fardos. Entregar o pacote de deficiências
para Jesus e receber a leveza e eficácia de Sua vida. Basta decidir. Não
nascemos para carregar ruínas, nascemos para curtir a vida e voar, leves
como o peso do perdão. Todo dia é dia de jogar o lixo fora. Afinal, não
somos lixeiras! Então, vamos à faxina?

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou


manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para
as vossas almas.” Mt 11:29

Seu futuro está repleto de novidades preparadas sob medida pra


você, porém, para receber o novo é preciso remover o velho. Deus quer
ter bastante espaço na sua vida, pois tem grandes bênçãos para te
entregar.

65
Capítulo 21
Mantenha esse monstro sob controle
“26 Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a
vossa ira, 27 nem deis lugar ao diabo.” Ef 4:26-27

“É normal ficar com raiva. É claro que todos sentem raiva.


Mas não alimentem vingança no coração. Não deixem que
a raiva domine muito tempo. Resolvam o problema antes
de dormir. Não deem mole para o Diabo! Não deixem que
ele prejudique a vida de vocês.” Ef 4:26-27 (A Mensagem)

Cuidado com o coração hostil. Esse foi o aviso do Dr. Redford Williams
da Universidade de Duke - Centro de Pesquisa Comportamental Clínica.
Ele diz que demonstrar uma personalidade hostil pode matar, com
muita frequência pelas doenças de coração mas também por lesões e
acidentes.

A ira acelera o ritmo cardíaco, aumenta a pressão arterial, e


perturba as artérias coronárias. Alguns indicadores de um coração
hostil são a impaciência com as demoras, falta de confiança nos
companheiros de trabalho, irritabilidade com os hábitos de familiares
ou amigos, e uma necessidade persistente de ter a última palavra nas
discussões ou de se vingar quando é contrariado.

Observando a si mesmo e adotando hábitos simples de calma e


tranquilidade, cada um pode, com a ajuda do Espírito Santo, dominar os
impulsos de ira e agressividade. Veja algumas sugestões:

1. considere a verdadeira importância da situação.

Se você observar friamente, quase sempre os motivos da raiva são


insignificantes. Pergunte a si mesmo: é realmente importante o motivo
da minha ira? O que acontecerá se as coisas não saírem do meu jeito?
Vale a pena esbanjar tanta adrenalina? Terei que me arrepender se
perder a compostura?

66
2. Respire fundo e acalme-se pois a respiração relaxa.

Use a respiração pausadamente e de modo profundo quando sentir que


a ira se aproxima.

De instruções a você mesmo. Davi fez isso no Salmo 37:7; 103:1-


2. Tenha calma, crendo que não vai acontecer nada! Controle-se, pois
isso já vai passar. Foi Thomas Jefferson quem disse a famosa frase:
“Quando está zangado conte até 10 antes de falar. Se estiver muito
irritado vá até o número 100”.

Dica preciosa: Nunca envie um e-mail ou responda mensagens


quando estiver com raiva. Se quiser, até escreva, mas salve como
rascunho e leia a mensagem, de novo, horas depois.

3. Procure se distrair.

Focar na raiva e alimentar a ira é como jogar lenha na fogueira. Ore a


Deus, pedindo que o ajude a superar o sentimento negativo, e faça
alguma atividade que ocupe sua mente com outras coisas, até raiva
diminuir.

4. Escolha a solução certa.

Evite dizer aos outros frases como estas: “Você é egoísta”, ou, “Sua
atitude é sempre a mesma”; ou, “Você não se importa com o que
penso”.

Será mais proveitoso se você se expressar com frases positivas do


tipo: “Eu gostaria que você tentasse fazer de outra forma”; ou, “me
sinto triste com essa atitude”; ou, “eu posso ajudar de alguma forma”.

5. Não considere um oponente inimigo, quando alguém resistir


sua conduta ou palavras, não pense que essa pessoa o está
provocando.

67
Pense em outros motivos e circunstâncias que expliquem esse
comportamento. Se ele ou ela realmente tem mas intenções, você só
precisa admitir que é uma pessoa infeliz e merece compaixão pela sua
conduta inconveniente.

6. Pratique o perdão.

Perdoar não significa perder a batalha. Um antigo provérbio diz: perdoe


o ofensor, e seja vencedor. Perdoar não somente produz calma e paz
em você, mas também na outra pessoa, que, além disso, acabará
respeitando você e por sua nobreza e generosidade.

7. Seja grato.

A Bíblia diz que devemos dar graças em todas as circunstâncias, pois


esta é a vontade de Deus o homem em Cristo Jesus. (1Ts 5:18)

Pesquisas confirmam que o simples fato de se mostrar grato por


algo, fará alguém mais feliz. Pesquisadores da Universidade da
Califórnia afirmam que praticar constantemente a gratidão pode até
melhorar a saúde.

8. Ore.

A Bíblia também diz:

“Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos


que vos perseguem...”. Mt 5:44

Pesquisadores concluíram que, se uma pessoa ora pelo indivíduo que a


enraiveceu, isso amenizará o sentimento ruim. Enfraquecerá os
pensamentos negativos.

Profetas irritados

A Bíblia traz alguns exemplos interessantes de pessoas que se deixaram


vencer pela ira. Aliás, este é outro detalhe especial das sagradas

68
estruturas. Seus autores não douram a pílula nem pousam de heróis
infalíveis. Seus defeitos estão todos ali registrados. Sabe por quê?
Sempre há esperança para quem se submete à vontade e ao poder
divino. Vamos falar de dois profetas: Um, do Antigo Testamento, e
outro, do Novo Testamento.

Jonas recebeu de Deus uma missão tremendamente difícil:


Pregar aos moradores da cidade de Nínive.

Para você ter uma ideia do que é isso implicava, basta saber que
na época, essa cidade com mais de 100.000 habitantes, era a capital do
Império Assírio. Esse povo era tão mal que não se contentava em matar
seus oponentes; eles os torturavam de forma requintada. Eram
inimigos de Israel e Deus queria que seu profeta fosse até a capital
deles levar uma mensagem. Aí já é demais!

Jonas fugiu da missão

O profeta decide embarcar num navio para o lado oposto e o


desenrolar da história é mais conhecido do que seu desfecho. Quase
todo mundo sabe que o profeta foi engolido por um grande peixe,
sendo, depois de três dias regurgitado na praia.

Na barriga do peixe, Jonas orou e se repreendeu. Foi à cidade dos


Assírios, disse que ela seria destruída, caso o seus moradores não se
arrependessem, deu meia volta e sentou-se para ver o que aconteceria.
Mas não aconteceu nada. Melhor dizendo, aconteceu sim: Os ninivitas
se arrependeram e também mudaram de atitude. Toda cidade! Isso
deixou o profeta irritado. Afinal, ele não havia anunciado destruição?
Irritou-se com a misericórdia de Deus e se queixou ao criador.

Deus apenas perguntou: você tem alguma razão para essa fúria?

“... e não hei de eu ter compaixão da grande cidade de


Nínive, em que há mais de cento e vinte mil pessoas, que
não sabem discernir entre a mão direita e a mão
esquerda, e também muitos animais?” Jn 4:11

69
Deus é assim, compassivo, perdoador, paciente. Ama a todos,
inclusive os animais; no livro de Jonas vemos o criador trabalhando pela
salvação das 120.000 vidas e de seu profeta irritado.

No Novo Testamento, quando se fala em transformação, uma das


pessoas que chamam atenção é João, mais conhecido como filho do
trovão. Aí daquele que atravessasse o caminho dele num dia ruim!

Certa vez, até pediu permissão a Jesus para fazer descer fogo do
céu contra alguns desafetos! Mas o tempo de convivência com o
Mestre foi mudando o caráter do discípulo. Em poucos anos ele deixou
de ser o Filho do trovão para ficar conhecido como discípulo do amor.

Qual foi o segredo? Simples: Proximidade com Cristo. Quem vive


assim, pode dizer como Paulo:

“logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e


esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho
de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por
mim.” Gl 2:20

Efeitos da ira

Embora no passado fosse considerado vantajoso “destampar a panela


de pressão” quando você estava irado, hoje está claro que os riscos
ultrapassam qualquer pequena vantagem que se possa alcançar com
esse tipo de atitude. Comparados com as pessoas de hábitos pacíficos,
os que ficam irados, em geral, enfrentam a seguintes consequências:

 Tem 4 vezes mais propensão a sofrer de doença


coronariana.
 Correm maiores riscos de morrerem ainda jovens antes
dos 30 anos.
 Experimentam sentimentos de culpa após suas atitudes
explosivas.
 Seus familiares e amigos os evitam por causa do mau
gênio.
 Mantém uma relação matrimonial mais conflituosa.
70
 São mais propensos ao uso de substâncias nocivas.
(fumo, álcool, drogas, etc).
 Correm maiores riscos de comerem em excesso e
sofrerem aumento de peso.

Antes de ficar enraivecido, pense duas vezes, pois é possível


deter essa conduta evitando assim mais prejuízos.

Para saber se você é propenso a ficar irado, responda sim ou não


a essas perguntas:

1. É difícil pra você esquecer as coisas ruins que os outros


lhe fazem?
2. Quando não está de acordo com seus amigos, acaba
discutindo de modo acalorado?
3. Quando pensa em seu oponente, sente contrações
abdominais e forte batimentos cardíacos?
4. Você se irrita muito quando precisa ficar em uma fila?
5. Fica enfurecido consigo mesmo quando não consegue
controlar as emoções?
6. Fica muito aborrecido quando os outros não são
pontuais ou não fazer as coisas de maneira completa?
7. Tem a tendência de não lembrar de nada do que falou
enquanto estava furioso?
8. Tem observado efeitos prejudiciais em seus
relacionamentos por causa do seu mau gênio?
9. Depois de ficar irado, sente forte desejo de comer,
fumar ou tomar bebidas alcoólicas como compensação
pelo ocorrido?
10. Já se enfureceu alguma vez até o ponto de bater em
alguém ou em algum objeto?

SE RESPONDEU SIM A 8 OU MAIS PERGUNTAS, procure ajuda o


mais rápido possível para conseguir controlar sua ira. Seus
relacionamentos pessoais, familiares e de trabalho estão correndo risco
sério.

71
SE VOCÊ RESPONDEU SIM DE 4 A 7 PERGUNTAS é uma
advertência de que está próximo do perigo. Procure desenvolver a
paciência e tolerância, e poderá conviver de forma diferente, manter a
calma, ceder, observar os outros e aprender como conseguir o que
deseja usar boas maneiras.

SE VOCÊ RESPONDEU SIM A 3 PERGUNTAS OU MENOS, você está


na posição certa para enfrentar a ira e o ódio. Continue assim, pois você
é uma pessoa difícil de se abalar.

72