Você está na página 1de 22

B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Tecnologias de
Informação e
Comunicação
Unidade B – Realizar, em segurança,
operações várias no computador

NÍVEL B2
Agente de Geriatria
Casa do Povo de Vendas Novas
4 de Fevereiro de 2009 até 22 de Abril de
2009

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Formadora: Marta Castanheira

20

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Realizar, em segurança,
Operações várias no
computador

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Critérios de Evidência

- Ligar, desligar e reiniciar correctamente o computador e periféricos,


tal como um scanner;
- Usar o rato: apontar, clicar, duplo-clique, seleccionar e arrastar;
- Reconhecer os ícones do ambiente de trabalho e as suas funções;
- Reconhecer as diferentes barras de uma janela e as suas funções;
- Criar, abrir, apagar e copiar pastas e ficheiros;
- Usar alguns dos acessórios do sistema operativo: calculadora, leitor
de CDs, jogos, etc.;
- Configurar as propriedades do monitor; fundo e protecção de ecrã;
- Reconhecer as formas de propagação dos vírus informáticos e seus
perigos;
- Identificar as medidas de segurança a tomar.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Objectivos gerais

- Fomentar a disponibilidade para uma aprendizagem ao longo da


vida como condição necessária à adaptação a novas situações e à
capacidade de resolver problemas no contexto da sociedade do
conhecimento;

- Diagnóstico de Competências de T.I.C. dos Formandos;


- Desenvolver capacidades para utilizar adequadamente e manipular
com rigor técnico equipamento tecnológico;
- Promover a autonomia, a responsabilidade, bem como a capacidade
para trabalhar em grupo;
- Fomentar a análise crítica da função e do poder das novas
Tecnologias da Informação e Comunicação;

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

- Desenvolver a capacidade de pesquisar, tratar, produzir e comunicar


informação através das novas Tecnologias da Informação e da
Comunicação;
- Promover o desenvolvimento de competências na utilização das
Tecnologias da Informação e Comunicação que permitam uma
literacia digital generalizada; 20

- Desenvolver capacidades para utilizar adequadamente e manipular


com rigor técnico equipamento informático;
- Promover as práticas que estejam relacionadas com os
condicionalismos das profissões da área da informática,
nomeadamente a ergonomia e a saúde ocular;
- Promover a autonomia, a responsabilidade, bem como a capacidade
para trabalhar individualmente;
- Fomentar o interesse pela pesquisa, pela descoberta e pela
inovação à luz da necessidade de fazer face aos desafios resultantes;
- Promover a autonomia, a responsabilidade, bem como a capacidade
para trabalhar em grupo;
- Capacidade de reflectir criticamente sobre os conteúdos da unidade.

Conteúdos

- Conceitos abordados no referencial.


- Ligar e desligar o computador;
- Rato: duplo-clique, clique, seleccionar e arrastar;
- Ícones e suas funções;
- Barras e suas funções;
- Criar, apagar, abrir e copiar pastas;
- Acessórios do sistema operativo: calculadora, jogos, Paint, etc…;

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

- Propriedades do monitor fundo e protecção de ecrã;


- Vírus e sua propagação.

20

Este manual tem como objectivo ajudar o formando a evidenciar as


suas competências nesta unidade.
Nele podemos encontrar:
• Variadas situações em contexto de vida do formando;
• Conhecimentos que permitem evidenciar as competências aqui
abordadas;
• Imagens apelativas, perceptíveis das situações a abordar.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

É de uma forma geral de fácil utilização, com uma estrutura


organizada e pensada de acordo com o nível em que o formando se
encontra.

20

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Definição dos elementos básicos que


compõem um Sistema Informático.
20

Sistema
Informático

Hardware Software

Unidades funcionais e Conjunto de instruções


outros componentes electrónicas. São os
electrónicos. programas.

O software não é
Qualquer componente do sistema palpável.
que pode ser visto e tocado.

• Hardware

São todos os elementos (componentes) físicos que compõem o sistema informático,


ou seja tudo o que é palpável em informática.
Exemplo: Monitor, Teclado, CPU, Rato, etc.

• Software

São todos os elementos lógicos de um sistema informático, ou seja, tudo o que não
é palpável em informática. O utilizador consegue utilizar os programas, qualquer
que seja o seu tipo, mas o utilizador não lhes consegue tocar. São rotinas e

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

algoritmos lógicos que executam determinadas operações para as quais foram


programadas.
Exemplo: O próprio Sistema Operativo Windows, Word, etc.

Sistema Operativo
20
O Sistema Operativo é um conjunto de programas e rotinas que permitem ao
utilizador obter um vasto leque de comandos de forma a ter um meio de
comunicação com todo o hardware de um sistema informático, inclusive os
periféricos.

Um bom exemplo de Sistema Operativo, é o Windows.

WINDOWS

Definição de Ambiente de Trabalho.

O Ambiente de Trabalho inicia-se automaticamente sempre que se entra no


Windows. Para um melhor entendimento, vamos compará-lo com a sua secretária
de trabalho normal tal como a conhece. Se na sua secretária coloca objectos,
também no seu ambiente de trabalho o pode fazer. Se organiza pastas e outros
objectos sobre o tampo da sua secretária, também aqui os pode colocar, organizar
e mover esses objectos tal como entender.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Elementos mais comuns que compõem o Ambiente de


Trabalho

O Meu Computador
Este é um dos utilitários básicos do Windows, com o qual poderá ter um
acesso rápido à maior parte do seu sistema, exemplo: drives instaladas
no seu computador, quer sejam elas unidades de disco rígido, ou dispositivos com
armazenamento amovível, Painel de Controlo, Acesso Telefónico, etc. Poderá ainda
encontrar acesso a todos os ficheiros que se encontram no seu computador, com
especial incidência para os seus documentos, assim como para os documentos
partilhados.

Os Meus Documentos
Trata-se de uma Pasta de Atalho, para uma pasta com o mesmo
nome, que existe dentro da pasta local definida para cada utilizador. O

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

caminho desta pasta pode ser personalizado de acordo com a vontade de cada
utilizador.
É o local (por defeito) onde habitualmente cada utilizador guarda os seus ficheiros,
quer sejam eles ficheiros de música, imagens, dados, ou simplesmente textos. Com
este sistema de organização é mais fácil organizar e encontrar os seus trabalhos
efectuados em sessões anteriores.
20
Reciclagem
O principal objectivo da existência da reciclagem, é como o próprio
nome indica reciclar. No nosso computador trabalhamos sempre com
ficheiros e pastas, tendo a reciclagem como principal função reciclar estes, mesmo
depois de apagados. Sempre que se apaga um ficheiro ou uma pasta, estes na
realidade, são movidos para a pasta reciclagem e não definitivamente apagados.
Tal só acontecerá se os voltarmos a apagar desta pasta, ou como se dirá, se se
“esvaziar a reciclagem”.

Os meus locais na rede


Este é o ícone que dá acesso, a todos os outros computadores que
estão ligados e configurados dentro de uma mesma rede. Através dele
pode-se também configurar acessos a várias redes, aceder a outros computadores,
ou simplesmente visualizar e aceder a pastas partilhadas na rede.

Barra de Tarefas
É a barra que normalmente surge em toda a extensão inferior do ambiente de
trabalho. É composta pelo botão Iniciar, por vários atalhos personalizáveis e por
um relógio, no canto inferior direito. Nesta barra, são também visíveis botões que
representam as várias aplicações abertas em determinados momentos.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Noções básicas dos principais objectos que pode


encontrar no Windows

FICHEIROS
São blocos de informação que contêm dados. Estes dados guardados
internamente, podem ser textos, músicas, imagens, bases de dados,
20
entre outros. A identificação do ficheiro é feita a partir de um nome e de uma
extensão. Sintaxe: “nome_do_ficheiro.extensão”. Na identificação de ficheiros não
podem ser utilizados alguns caracteres como por exemplo \ / : * “ < > | .
Existem no entanto, formas práticas e simples de identificar o tipo de ficheiro.
Através da sua extensão é possível saber se é um ficheiro de música ou um ficheiro
de texto, ou de imagens. Por exemplo, um ficheiro com extensão .TXT, é sem
dúvida um ficheiro de texto, com uma extensão .DOC, é um documento e assim
sucessivamente. Podemos afirmar que as extensões indicam o tipo de ficheiro.
Como distinguir então os ficheiros de programas e os ficheiros de dados?
Os ficheiros que guardam programas (códigos que podem ser executados), têm
uma extensão EXE, BAT ou COM. Apenas estes ficheiros executam programas, os
restantes ficheiros guardam dados que são utilizados pelos ficheiros executáveis.

PASTAS
Funcionam, exactamente tal como o próprio nome indica, são pastas
onde guardamos os ficheiros. Estas têm como principal objectivo
organizar os ficheiros para que facilmente possam ser encontrados e executados.
As pastas funcionam de forma hierárquica, em que para aceder a uma pasta
existente dentro de outra (Sub-Pasta), temos de passar sempre pela pasta principal.

ÍCONES
São figuras que representam ficheiros, pastas ou simplesmente atalhos.
Todos os objectos que nós possamos ver em ambiente Windows, são representados
de forma gráfica, através de ícones. A cada ficheiro, ou pasta está sempre
associada uma imagem, representada através do respectivo ícone. No exemplo
vimos representado um ficheiro com extensão.zip, o qual é sempre representado
(por defeito) pela imagem que aqui é apresentada.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

ATALHOS
São figuras que têm como principal objectivo proporcionar ao utilizador
um acesso, mais rápido para os ficheiros, pastas ou programas que são
da preferência de cada utilizador. Distinguem-se dos outros objectos, devido à seta
existente no canto inferior esquerdo.
20
Existe a possibilidade de serem personalizados e normalmente são criados no
Ambiente de Trabalho.

Trabalhar com janelas

JANELAS – Em ambiente Windows, tal como o próprio nome o indica, todo o


trabalho é efectuado dentro de janelas. Estas mesmas janelas apresentam regiões
que desempenham funções específicas.

(exemplo de uma janela em Windows)

 Descrição dos elementos que compõe um janela.

Barra de Título – Barra na qual é apresentado o nome da janela e os botões de


minimizar, maximizar, restaurar e o botão de fechar. Esta barra tem como principal

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

objectivo identificar a janela e permitir que a janela activa possa ser arrastada para
o local que se pretenda.

Botão Minimizar – Este botão permite ao utilizador minimizar a janela,


ou seja reduzi-la ao menor tamanho que a janela pode apresentar. Quando uma
janela se apresenta minimizada, esta apenas é visível na barra de tarefas, na qual é
20
representada em forma de botão.

Botão Maximizar – É o botão que amplia a janela para o seu tamanho


máximo, possível de ser representado graficamente no ambiente de trabalho, ou
seja, uma janela maximizada ocupa todo o espaço disponível no ecrã.

Botão Restaurar – Este botão, surge apenas na janela, quando esta se


encontra maximizada. A função do botão é devolver à janela o tamanho que esta
tinha antes de ter sido maximizada.

Botão Fechar – Este botão é visível em todas as janelas, e tem como


função proceder ao encerramento da janela à qual pertence.

Menu de Contexto – Surge quando é efectuado um


click (botão direito) sobre o ícone da barra de título. Nele
estão agrupados em menu, as várias opções que o
utilizador pode desempenhar com a janela, tais como:
Restaurar, Mover, Dimensionar, Minimizar, Maximizar e
Fechar a janela. Este menu tem mais significado, quando
por algum motivo o utilizador, não utiliza o rato para
trabalhar.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Barra de Menus - A barra de menus, tal como o próprio nome indica, é uma
barra onde estão agrupadas as várias opções, num sistema de menus, o que torna
bastante prática a navegação, motivo pelo qual o utilizador facilmente encontra as
opções que necessita.

20

Barra de Endereço - Esta barra tem como finalidade, indicar o caminho


(localização) da actual pasta aberta. Podemos utilizá-la também para introduzir
novos caminhos de pastas.

Barra de Ferramentas – Esta barra, agrupa em forma de botões alguns dos


comandos mais utilizados nas tarefas comuns. A finalidade, é tornar as tarefas do
utilizador, o mais simples e directas possíveis. É a forma mais cómoda para quem
utiliza rato para efectuar este tipo de operações.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Realizar Operações Básicas em Ambiente


Windows

Criar Pastas
O Windows permite-lhe criar pastas onde irá guardar e organizar os seus ficheiros. 20
No Windows, todas as operações podem ser realizadas de várias formas, de acordo
com as preferências de cada utilizador. A criação de pastas não foge à regra.

Para criar uma pasta:

Utilizando o Menu:
1. No Menu Ficheiro, seleccione a opção Novo. Será mostrado um menu com as
opções possíveis:
2. Faça clique na opção Pasta.
3. Será criada uma pasta para a qual terá de digitar o nome.

Poderá também criar uma nova pasta fazendo clique com o botão do lado direito do
rato no local onde pretende criar a pasta. Seleccionar a opção Pasta e atribuir o
nome à mesma.

Para eliminar pastas:


Utilizando o Menu:
1. Seleccione a Pasta que pretende remover.
2. No menu Ficheiro, opção eliminar.
3. Na caixa de diálogo confirme a remoção na opção “Sim”.

Utilizando o botão direito do Rato:


1. Seleccione a Pasta que pretende remover, com o botão direito do
rato.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

2. Seleccione a opção eliminar.


3. Na caixa de diálogo confirme a remoção na opção “Sim”.

Utilizando o teclado:
1. Seleccione a Pasta que pretende remover.
2. No teclado pressione a tecla “DEL”.
3. Na caixa de diálogo confirme a remoção na opção “Sim”. 20

Para renomear pastas:


Utilizando o Menu:

1. Seleccione a Pasta que pretende renomear.


2. No menu Ficheiro, opção Mudar o Nome.
3. Digite o novo nome a atribuir à pasta.
4. Pressione a tecla Enter, ou clique fora da pasta.

Utilizando o botão direito do Rato:


1. Seleccione a Pasta que pretende renomear, com o botão direito do rato.
2. Opção Mudar o Nome.
3. Digite o novo nome a atribuir à pasta. Em seguida, pressione a tecla Enter, ou
clique fora da pasta.

Para mover pastas:


Utilizando o Menu:
1. Seleccione a Pasta que pretende Mover.

2. No menu Editar, opção Cortar.


3. Abra a Pasta para a qual pretende mover a pasta seleccionada.

4. No Menu Editar, opção Colar.

Utilizando o botão direito do rato:


1. Seleccione a Pasta que pretende Mover, com o botão direito do rato.
2. Opção Cortar.
3. Abra a Pasta para a qual pretende mover a pasta seleccionada.
4. Clique com o botão direito do rato, opção Colar.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Para copiar pastas:


Utilizando o Menu:
1. Seleccione a Pasta que pretende Copiar.

20
2. No menu Editar, opção Copiar.
3. Abra a Pasta para a qual pretende copiar a pasta seleccionada.

4. No Menu Editar, opção Colar.

Utilizando o botão direito do rato:

1. Seleccione a Pasta que pretende Mover, com o botão direito do rato.


2. Opção Copiar.
3. Abra a Pasta para a qual pretende copiar a pasta seleccionada.
4. Clique com o botão direito do rato, opção Colar.

NOTA: Todos os procedimentos anteriores são válidos para as mesmas opções


quando se trabalha com ficheiros.

Usar acessórios do sistema operativo: Paint,


jogos, calculadora

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

20

Vírus informáticos

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Conclusões

Elevar os níveis de literacia em Tecnologias de Informação e


Comunicação, é fundamental na sociedade do conhecimento.
Para uma melhor utilização das mesmas é fundamental, uma primeira 20
abordagem, de forma perceptível e integradora das mesmas.
Nesta unidade são abordados os principais conceitos e a
descodificação do ambiente de trabalho do Windows. ´
A importância de uma boa organização dos trabalhos produzidos é
fundamental para que o formando seja capaz de aceder aos mesmos
quando preciso.
Alertar para os perigos dos vírus informáticos e suas graves
consequências.

Formadora: Marta
Castanheira
B – Realizar, em segurança, operações várias no computador

Bibliografia

 Manuais escolares de Tecnologias de Informação e


Comunicação;

 Referencial de Tecnologias de Informação e Comunicação; 20

 Sites relacionados com a temática;

(Todas as citações retiradas estão devidamente referenciadas as suas


fontes bibliográficas.)

Formadora: Marta
Castanheira