Você está na página 1de 6

Introdução

Neste presente relatório iremos fazer a abordagem daquilo que foi o trabalho realizado pelo
nosso grupo com tema do ensaio do dínamo excitação independente, um dos principais
aspectos na elaboração de um relatório e de explicar com precisão aquilo foi o processo para
a execução do trabalho portanto neste relatório iremos deixar ficar aquilo que foram os
processos para o ensaio, as suas características internas( em vazio e em carga), e as suas
características externas(em vazio e em carga), também iremos explicar de forma sucinta o
seu principio de funcionamento, não só como também iremos deixar ficar aquilo que foi a
dificuldade por nos enfrentado durante a realização do trabalho, e não se esquecendo também
da requisição dos materiais necessários para a execução do ensaio do respetivo dínamo.
Inicio do Trabalho

No dia 02 de agosto de 2019 pelas 7 horas da manha o 11 grupo esteve reunido no


laboratório de eletricidade do instituto industrial e comercial da beira realizando o trabalho
do dínamo de excitação independente na qual para sua execução foram necessário os
seguintes matérias :

 Motor DC MV1036
 Gerador DC MV1006
 Tacómetro MV1025
 Reóstato de arranque MV1905
 Resistência de carga MV110
 Amperímetro 2A MV1923
 Amperímetro 1A MV1922
 Voltímetro 300V MV1926
 Interruptor de carga MV1500
 Fonte de Tensão MV1300

Principio de funcionamento

Para porem funcionamento o dínamo de excitação independente, deve regular-se


previamente o reóstato de arranque para sua posição maxima de modo que a corrente
de excitação seja mínima no inicio. Em seguida fazemos rodar o dínamo ate atingir a
velocidade nominal que já vem indicada na chapa de característica o que se consegue
ligando o motor no qual o dínamo esta acoplado de seguida variamos o cursor do
reóstato de arranque aumentando a corrente de excitação, o fluxo e consequentemente
a força eletromotriz “E” ate que o voltímetro indique a tensão nominal, em seguida
fecha-se o interruptor de carga de modo a alimentar a resistência de carga passando
desta forma o dínamo a funcionar em carga. Com o interruptor de carga aberto o
dínamo passa a funcionar em vazio.
Desta forma deixamos ficar o principio de funcionamento do dínamo de excitação
independente de uma forma sucinta.

Chapas características

Como é sabido sempre que executamos um circuito elétrico com maquina elétricas é
necessário ter em conta cada ligação com chapa característica da respetiva maquina.

Portanto passam a destacar:

 Motor DC MV1036

 Gerador DC MV1006
Esquema do dínamo de excitação independente

Ensaios

Depois de ligado o esquema acima variamos o cursor da fonte e prosseguimos com os ensaios
que passamos a destacar.

1ª Ensaio da característica interna em vazio:

Este ensaio baseou-se na relação entre a corrente de excitação e a força eletromotriz.

Quanto aumentamos a corrente de excitação a f.e.m também aumentou, desta forma podemos
notar que os seus valores variavam. Como ilustra na tabela seguinte:

I 0 0.24 0.3 0.4 0.5 0.54


f.e.m 21 204 22 246 249 270
Depois de feita a contagem progressiva seguimos também a contagem regressiva na qual
podemos obter a seguinte tabela.

I 0.54 0.5 0.4 0.3 0.24 0


f.e.m 270 264 252 2231 210 21
Compreendendo a relação da corrente de excitação e a força eletromotriz nas duas contagem
(progressiva e regressiva) traçamos a seguinte curva.

2º Ensaio: Característica interna em carga:


Característica externa em carga:

Característica de regulação :