Você está na página 1de 7

O QUE É VALID?

Valid (VLID3) pertence àquele filme Minority Report – aquele, com o Tom Cruise.

Valid está desenvolvendo


tecnologias fantásticas para
identificação digital.

Identificação, rastreamento,
transações digitais.

Alta tecnologia aplicada a um


mundo muito mais conectado e com
enormes facilidades para a
movimentação de pessoas e
produtos.

É o sonho de qualquer governo conseguir identificar seus cidadãos.

Um mundo sem cartórios.

Um mundo da internet das coisas.

Um mercado enorme. Um mercado futurista.

Um mercado que ainda não existe.

O QUE FOI A VALID, ONTEM?


Hoje, Valid é uma empresa de certificação que possui contratos com o governo
estadual.

Um trabalho altamente dependente de mão de obra e dependente de contratos com


o setor público.

Valid é aquela empresa que emite seu RG e carteira de motorista.

Funcionário para coletar impressão digital, funcionário para coletar 15 formulários


burocráticos em papel, funcionário para cobrar (somente em dinheiro) no caixa.

Emitir RG e CNH representam 65 por cento do Ebitda da companhia.

O futuro brilhante de Valid parece distante do presente arcaico da companhia.

2/7
Hoje, Valid é uma empresa de
certificação que possui contratos
com o governo
estadual.

Um trabalho altamente dependente


de mão de obra e dependente de
contratos com o setor público.

Valid é aquela empresa que emite


seu RG e carteira de motorista.

Funcionário para coletar impressão digital, funcionário para coletar 15 formulários


burocráticos em papel, funcionário para cobrar (somente em dinheiro) no caixa.

Emitir RG e CNH representam 65 por cento do Ebitda da companhia.

O futuro brilhante de Valid parece distante do presente arcaico da companhia.

O QUE É VALID, HOJE?


Quer um exemplo?

Valid acabou de ganhar a licitação para imprimir as provas do Enem.

A Valid será responsável pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e


entrega dos cadernos de prova ao Correio.

Sim, uma gráfica de luxo.

É hilário.

E os resultados veem acompanhando o marasmo da repartição pública:

Valid Ebitda (12m, azul) e lucro líquido (12m, verde). Fonte: Bloomberg.

3/7
O QUE SERÁ A VALID, AMANHÃ?
Mas não menospreze o futuro.

Valid também comprou uma startup mineira (Agrotopus) que faz rastreamento de
café para cooperativas.

Este mercado é enorme e importantíssimo para certificação (produto orgânico),


tradings de commodities, seguradoras, bancos e outras companhias.

O agricultor (mesmo o grande) não perde a oportunidade de dar uma “migué” e


ganhar algum em cima das tradings.

Por exemplo, o agricultor anuncia quebra de safra para não pagar a semente e o
adubo devidos à trading que o financiou.

Identificar pessoas, produtos e transações é um mercado gigantesco.

Valid espera que, em 4 anos, a Agrotopus seja 4 por cento da receita.

O mercado, atualmente, não espera nada:

VLID3. Fonte: Bloomberg.

NO MEIO DO CAMINHO TINHA UMA PEDRA


O passado é ok. O futuro pode ser brilhante.

Mas Bolsonaro já anunciou algumas vezes sua intenção de aumentar o prazo de


validade da CNH de 5 para 10 anos.

Renovações representam 60 por cento do volume das CNHs emitidas por Valid.

4/7
Claro, a companhia pode reduzir funcionários e melhorar a margem.

Mas teremos uma perda relevante nos contratos atuais da companhia.

O caminho até o futuro é sinuoso.

O POTENCIAL EM 3-5 ANOS É MUITO FORTE


É interessante. Valid sofre, hoje, com a crise.

Na crise, as pessoas não tiram carteira e não renovam suas CNHs.

Até a manutenção de uma documentação hoje em dia é impactada pelo desemprego.

Mas, passada a perda com a nova validade da CNH e a crise, o potencial da


companhia é muito forte.

Por necessidade (os negócios atuais não durarão para sempre) ou por foco em buscar
nichos promissores, Valid pode deslanchar com os sistemas de identificação do
futuro.

VALID E O VALUE INVESTING


O Value Investing é a maior estratégia de investimentos de todos os tempos pois é
conservadora.

Altamente conservadora.

Este conservadorismo deixou o Value Investing fora das bolhas, das exuberâncias
irracionais, das euforias coletivas…

Por não buscar as maiores altas, o Value Investing está pronto para aproveitar as
maiores baixas.

Comprar barato reduz drasticamente o risco e eleva os ganhos.

Só e tudo isso fez do Value Investing a melhor estratégia de investimento inventada


pelo homem.

Então, Valid é Value Investing?

5/7
VALID VALE O RISCO VALID?
Não há problema em comprar empresas com o futuro promissor, desde que não
paguemos na frente por ele.

Pagar na frente por crescimento é como dar dinheiro antecipado para um prestador
de serviço – é alta a probabilidade de você ficar na mão.

Valid é promissora, mas está em um mercado em mudança.

No curto prazo, com a recuperação da economia, seus resultados melhoram.

Mas teremos perdas com a renovação da CNH e forte competição na identificação


digital.

Competição global – teremos que analisar a tecnologia dos gringos e asiáticos.

Ao mesmo tempo, Valid negocia a módicos 6x Ebitda e 12x lucros.

Valid EV/Ebitda (marrom) e Preço/Lucro (branco). Fonte: Bloomberg.

MUITA CALMA, PEQUENO GAFANHOTO


Valid é promissora e não precisamos pagar caro por isso.

Interessante. Mas podemos esperar passar o noticiário negativo.

Afinal, o Value Investing é conservador.

O Value Investing é paciente.

Recomendamos esperar as novas regras sobre a renovação passarem.

6/7
Valid pode ser uma enorme oportunidade no futuro próximo.

Preço baixo e oportunidades abundantes.

Mas, por enquanto, minha recomendação é que você fique de fora de VLID3.

Para saber mais sobre as análises da equipe Nord Research, acompanhe as


informações diárias no seu e-mail.

Manteremos você sempre atualizado.

E caso você esteja em busca de uma carteira de Ações para investir agora ou para
comparar com a sua, conheça a série O Investidor de Valor.

É nela que seleciono as que considero merecedoras do Value Investing na Bolsa


brasileira.

Em observância aos Artigos 20 e 21 da Instrução CVM nº 598/2018, o Analista Bruce Barbosa declara:
Que é o responsável principal pelo conteúdo do presente Relatório de Análise;
Que as recomendações constantes no presente Relatório de Análise refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais e
foram elaboradas de forma independente, inclusive com relação à Nord Research;
Em observância ao Artigo 22 da Instrução CVM nº 598/2018, a Nord Research esclarece:
1. Que possui, em seu quadro de cotistas, pessoas físicas detentoras de valores mobiliários mencionados neste Relatório de
Análise - a saber, VLID3;
2. Que oferece produtos contendo recomendações de investimento pautadas por diferentes estratégias e/ou elaborados por
diferentes Analistas. Dessa forma, é possível que um mesmo valor mobiliário encontre recomendações distintas em diferentes
produtos por nós oferecidos. As indicações do presente Relatório de Análise, portanto, devem ser sempre consideradas
no contexto da estratégia que o norteia.

7/7