Você está na página 1de 3

FTP

É uma forma bastante rápida e versátil de transferir arquivos, sendo uma das mais
usadas na internet.

O FTP (RFC 959) é baseado no TCP, sendo posteriormente adaptado para o TCP/IP. É
um protocolo genérico independente de hardware e do sistema operacional apenas tendo em
conta restrições de acesso e propriedades.

A transferência de arquivos dá-se entre um usuário e um servidor. O usuário, através


de software específico (SmartFTP), pode selecionar quais arquivos enviar ou receber do
servidor. Para existir uma conexão ao servidor, caso o servidor exija, o usuário informa um
login e uma senha,e o nome do servidor ou seu endereço IP. Se os dados foram informados
corretamente, a conexão será estabelecida, utilizando-se duas portas. Uma de controle que é a
porta 21 e outra para transferência de dados que é a porta 20.

É utilizada para a transferência de dados entre o servidor e o usuário, baseando-se nos


comandos da porta 21

Chamada de conexão de controle é realizada com o protocolo TCP para a porta 21 do servidor.

É utilizada para administração da sessão (comandos, identificação, senhas) entre


cliente e servidor.

O servidor responde na conexão de controle com três dígitos de código de estado em


ASCII com uma mensagem de texto opcional. Por exemplo, "200" ou "200 OK" significa que o
último comando obteve sucesso. Os números representam o número do código e o texto
opcional representa as explicações ou parâmetros necessários. Uma transferência de arquivo
na conexão de dados pode ser abortada utilizando uma mensagem de interrupção enviada
sobre a conexão de controle.

FTP pode ser executado em modo ativo ou passivo, cujos quais determinam como a
conexão de dados é estabelecida. No modo ativo, o cliente envia para o servidor o endereço IP
e o número da porta na qual ele irá ouvir e então o servidor inicia a conexão TCP. O modo
passivo é utilizado em situações onde o cliente está atrás de um firewall e inapto para aceitar
entradas de conexões TCP. O cliente envia um comando PASV para o servidor e recebe um
endereço IP e um número de porta como resposta, cujos quais o cliente utiliza para abrir a
conexão de dados com o servidor

Modo ASCII: usado para texto, esse modo é inapropriado para arquivos que contenham dados
numéricos em binário, ponto flutuante ou forma decimal codificada em binário.

Modo Imagem*: a máquina remetente envia cada arquivo byte a byte e como tal, o
destinatário armazena o fluxo de bytes conforme ele os recebe.

Modo EBCDIC: utilizado para texto simples entre hosts utilizando o conjunto de caracteres
EBCDIC.
Modo local: permite que dois computadores com configurações idênticas enviem dados em
um formato proprietário sem a necessidade de convertê-los para ASCI

Modo fluxo: Dado é enviado como um fluxo contínuo, liberando FTP de fazer algum
processamento. Ao invés disso, todo processamento é deixado para o TCP. Nenhum indicador
de fim de arquivo é necessário, a menos que o dado esteja dividido dentro de registros.

Modo de bloqueio: FTP quebra o dado dentro de vários blocos e então passa-o para o TCP.

Modo comprimido: Os dados são comprimidos utilizando um algoritmo simples.

O protocolo subjacente ao FTP pode rodar nos modos interativo ou batch. O cliente FTP
fornece uma interface interativa, enquanto que o MIME e o HTTP usam-no diretamente. O
protocolo permite a gravação e obtenção de arquivos, a listagem da pasta e a alteração da
pasta de trabalho.

O acesso linha de comando está presente em qualquer distribuição UNIX-like e Windows,


através do telnet.

Alguns comando clientes FTP:

• append: Adiciona dados a um arquivo existente

• debug: Estabelece a modalidade de depuração.

• get: Obtêm um arquivo do servidor. Para mais de um arquivo usa-se mget.

• glob: Seleciona a expansão para nomes de arquivo.

• hash: Demonstra cada bloco do arquivo durante a transferência. Cada bloco compõe-
se de 1024 bytes.

O FTP permite dois modos de transferência de mensagens FTP: texto, com traduções
apropriadas e binário, sem tradução. Cada mensagem do servidor inclui um identificador
decimal de 3 dígitos (exemplo: 226 Transfer complete). Estas mensagens podem ser vistas ou
não, usando para isso o modo verbose ou quiet, respectivamente.

O Servidor remoto aceita uma conexão de controle do cliente local. O cliente envia
comandos para o servidor e a conexão persiste ao longo de toda a sessão.

Hoje em dia na internet é possível achar varias formar de se fazer a comunicação FTP, via
browser, via software, via linha de comando entre outras formas. Abaixo alguns exemplos de
aplicações famosas que utilizam FTP

Cute FTP, FTP via Web, Filezilla, Core FTP, WS FTP, LeechFTP, gFTP e FireFTP .

Alunos: Gabriel Piau (541643) & Rodrigo Mendonça (523690)