Você está na página 1de 3

Quando Deus Muda os Planos

Atos 9:1-19

Introdução

O texto acima indicado relata a conversão de Saulo de Tarso.


Mas quem é esse homem?

1. Judeu

Saulo era um judeu de Tarso, cidade de grande cultura. Dificilmente teria escapado à influência da cultura
grega, embora sendo fariseu. É provável que não tenha estudado em escolas gregas. Como judeu
helenista, por virtude da cultura grega a que não pôde escapar, por escolha e por tradição familiar, era
“hebreu nascido de hebreus” (Fp 3:5). Falava o hebraico, o aramaico e o grego. Era filho de uma família
rica, preeminente ao ponto de alcançar para ele o privilégio de estudar aos pés de Gamaliel, o grande
mestre fariseu de Jerusalém. Por nascimento era cidadão romano. Tamanha era a importância da sua
família, que a sua irmã, que residia em Jerusalém, parece ter tido acesso às famílias dos sumos sacerdotes
(At 23:16).

2. Perseguidor

Este homem foi um perseguidor da Igreja de Cristo (Fp 3:6). Como perseguidor, ele viajava para Damasco
com um plano definido: capturar cristãos. Ele pretendia aprisioná-los e levá-los para Jerusalém, para
serem torturados e, quem sabe, mortos, como aconteceu com Estêvão.

3. Encontro com Jesus

Próximo a Damasco, Saulo foi surpreendido de forma súbita por uma luz tão forte que o derrubou ao
chão. Enquanto caído, ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou:
Quem és tu, Senhor? Respondeu o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. ” A voz ordenou: “Levanta-
te e entra na cidade, e lá te será dito o que te cumpre fazer.”

I – Algumas lições

1. Quando Deus muda os nossos planos, Ele muda a nossa postura com relação
aos nossos planos.
Saulo de Tarso tinha um plano. Convicto e comprometido com a sua crença, não abriria mão do seu plano.
Estava indo ao encalço dos cristãos com homens (força) e cartas (poder e autoridade). Entretanto, a Bíblia
diz que a luz de Jesus o derrubou ao chão.

Na verdade, a primeira coisa que Deus precisa fazer, ao homem e à mulher incrédulos ou turrões, para
mudar os seus planos, é derrubá-los ao chão: derrubá-los dos seus pedestais, das suas convicções
ideológicas e filosóficas, das suas pretensões religiosas, das suas arrogâncias pretensiosas. É necessário
que o próprio Deus os derrube, para que o mesmo Deus os levante da sua miséria espiritual. Somente
quando há um profundo reconhecimento da nossa miséria espiritual é que Deus começa a agir.

Saulo de Tarso precisava ser quebrantado, humilhado, ter o seu rosto ao pó, para que pudesse fazer tal
indagação: “Quem é tu, Senhor? ”

Nós temos feito os nossos planos sem sequer consultar o nosso Deus. Não nos interessa saber se os
nossos propósitos são os seus propósitos. Você tem submetido os seus planos à vontade de Deus?
Deus mudou os propósitos de Saulo e, consequentemente, mudou a sua postura com relação seus planos.
Sua postura era prender os cristãos, mas, de repente, encontra-se com Jesus, que muda totalmente os
seus planos. Quem sabe Deus está precisando mudar os seus também.

2. Quando Deus muda os nossos planos, Ele fala ao nosso coração.

A voz era de Jesus e Saulo não sabia. Mas como fora acusado de perseguidor, ele sabia que a voz se dirigia
a ele. Então, busca identificar-se com a voz: “Quem é tu, Senhor? ” A voz respondeu: “Eu sou Jesus, a quem
tu persegues. ”

Quando Deus muda os nossos planos, Ele fala ao nosso coração; ele se identifica conosco; ele se
apresenta às nossas vidas. Eu penso que Jesus queria dizer-lhe: Agora, você está no chão; está cego; não
consegue ver nem andar. Eu mudei os seus planos. Eu consigo ver o quanto você é sincero e não posso
permitir que continue errado quanto as suas convicções de fé.

Convicções erradas não representam nada. O que conta para Deus é a fé na pessoa certa: Jesus.

Saulo era uma pessoa que levava a sério a sua fé, mas isso não era suficiente, pois estava colocada no alvo
errado. A prática de uma fé distorcida, mesmo com toda a sinceridade, para nada adiante.

Quando Deus muda os nossos planos, ele fala ao nosso coração. Fala da necessidade de mudar e, ao
mesmo tempo, fala que ele é o Senhor que pode nos mudar. Você tem permitido que Deus mude os seus
planos ou eles estão corretos que você não precisa de Jesus?

Quantas pessoas, ainda hoje, estão no caminho de Damasco, sem saber que a qualquer momento
poderão se deparar com a luz de Jesus, capaz de mudar os seus propósitos. Os planos de Jesus são planos
de vida, de bênçãos, de vitória, de convocação para o seu ministério dentro do seu reino. Quais são os
seus planos? Você já perguntou a Deus se ele os aprova?

3. Quando muda os nossos planos, Ele passa a ser o Senhor das nossas vidas.

“Eu sou Jesus, a quem tu persegues; mas levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te cumpre
fazer. ”

Quando Deus muda os nossos planos ele transforma a nossa vida e o nosso caráter. A partir do encontro
com Jesus e ao ouvir a sua voz, Saulo já não era mais a mesma pessoa. Ele já não era mais o dono dos seus
planos. Quando ele pergunta: “Quem és tu, Senhor? ” Subentende-se que ele indaga o que deve fazer,
porque Jesus diz assim: “Levanta-te e entra na cidade, e lá será dito o que te cumpre fazer. ”

Percebemos que Saulo entregou os seus planos à voz com quem falava. A voz era de Jesus. Ele dá espaço
para Jesus. E você? Quantas vezes Jesus tem falado ao seu coração, mas você não tem dado ouvido à sua
voz?

A partir daquele momento, Jesus passou a ser o Senhor da vida de Saulo. Os primeiros momentos foram
duros: cair no chão, ficar cego, perder a sua própria identidade e ser conduzido pelos outros. Mas a partir
daquele momento ele se tornou uma nova criatura, transformada por Jesus.

Religioso ele já era, entretanto não bastava. O que Jesus queria era transformar sua vida, para ser gasta no
seu reino. Jesus não aceita vidas tão somente religiosas. Ele quer vidas transformadas; vidas que tenham
passado pela experiência da mudança; vidas que deixem Jesus ser o Senhor delas.

Ser salvo é importante, mas ser servo submisso é a condição para exercer o ministério no reino de Cristo.
Deixe Deus mudar a sua vida.

4. Quando Deus muda os nossos planos, ele não nos deixa no meio do caminho.
Jesus não nos deixa no meio do caminho. Ele nos dá a direção e nos leva ao lugar dentro da sua vontade.
Ele completa a sua obra em nossas vidas. O texto diz que quando Ananias impôs as suas mãos sobre
Saulo e orou, alguma coisa como que umas escamas caíram dos seus olhos, e foi batizado no Espírito
Santo e nas águas (9:17, 18). Eu penso que foi nesse momento que Saulo de Tarso viu a Jesus pela
primeira vez em sua verdadeira posição e pode entender a razão por que os cristãos tinham tamanha fé
em Jesus, sendo capazes de morrer por ele. Saulo havia presenciado e consentido com a morte de
Estevão.

Os olhos de Saulo se abriram para enxergar o grande muro que separa os cristãos dos incrédulos, os
salvos dos perdidos.

Saulo foi batizado e tornou-se o grande vaso escolhido para proclamar a mensagem de Cristo.

Conclusão

Quando Deus muda os nossos planos…


…ele muda a nossa postura em relação aos nossos planos.
…ele fala aos nossos corações.
…ele torna-se o Senhor das nossas vidas.
…ele não nos deixa no meio do caminho: faz a obra completa, dá direção e propósitos as nossas vidas.
Quais tem sido os seus planos? Deus certamente tem planos melhores para a sua vida. Basta ouvir a sua
voz e deixá-lo ser o Senhor da sua vida. Ele abrirá os seus olhos, te ungirá com o Espírito Santo e
direcionará o teu viver.

Amém!

Enviado por: Laercio Mazaro


Escrito por: José Martins Capetine