Você está na página 1de 10

1.

 Conceitos Básicos Entendimento sobre o sistema de registro contábil,


que envolve os lançamentos
de débitos e créditos.
Introdução Tal dificuldade ocorre, principalmente, porque o
aluno tenta procurar explicações para a lógica desse
Você, a partir de agora, vai aprender Contabili-
mecanismo em seus conhecimentos empíricos, seus
dade definitivamente. Iniciaremos o estudo de uma
conceitos do dia a dia sobre o que seja débito e cré-
matéria muito importante nos concursos que é co-
dito. Quando o aluno se depara com tais expressões,
brada, normalmente, com peso significativo e que,
tenta valorar o crédito como sendo bom e o débito
por isso, faz a diferença na hora de alcançar o objeti-
como sendo ruim. Porém, quando o aluno se depara
vo final que é o de ser aprovado.
com um Caixa que tem dinheiro, e que por isso es-
Para um melhor resultado, preste atenção nas di- tá devedor, ou uma conta a pagar que tem natureza
cas a seguir: credora, ele se confunde, afinal, dinheiro no caixa é
A Contabilidade não é uma matéria difícil. Ao bom e conta a pagar é que é ruim.
contrário do que acham aqueles que nunca tiveram Aí o aluno tenta inverter o conceito e coloca o dé-
contato com ela ou tiveram de maneira meramente bito com sendo bom e o crédito como sendo ruim.
superficial, a dificuldade está muito mais no concei- Porém, ao se deparar com a receita que é boa e tem
to pré-concebido em função do desconhecimento. natureza credora e a despesa que é ruim e tem natu-
A dificuldade que algumas pessoas sentem ao reza devedora, o aluno pensa em se matar, ou matar
estudar Contabilidade existe, basicamente, por três seu professor de Contabilidade.
motivos: Por esses motivos, para que não haja mortes des-
A necessidade de, em alguns momentos, traba- necessárias, pelo menos com relação ao mecanismo
lhar com números. de escrituração contábil de débitos e de créditos (o
FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

chamado método das partidas dobradas) o segredo


O fato de que, em algumas partes da matéria, se- é, inicialmente, não se preocupar com o significado
ja obrigatório o trabalho com números, faz o aluno que essas duas palavras têm e estar atento a onde e
ligar a Contabilidade às dificuldades da matemática quando empregá-las. É importante entender que
que, para alguns, chega a ser um tormento, princi- se trata de mera convenção, que se fossem utiliza-
palmente àqueles que enfrentam essa dificuldade das outras expressões como “alto e baixo”, “claro e
desde a infância. escuro”, o mecanismo funcionaria do mesmo jeito,
Porém, com relação à matemática, o que se preci- porque o que importa é saber três coisas:
sa saber para responder às questões mais complexas ˃˃ A que grupo que pertence a conta a que se
de Contabilidade são basicamente as quatro opera- referir a afirmação, por exemplo, a conta
ções fundamentais e o conceito de porcentagem, ou Caixa pertence ao Ativo.
seja, não é nada complicado.
˃˃ A Natureza do grupo ao qual a conta
A terminologia, muitas vezes, é confusa para pertence, por exemplo, o Ativo tem
aqueles que não estão acostumados com ela. natureza devedora, sendo assim, o Caixa
Com relação à terminologia empregada, a ques- também terá natureza devedora.
tão está em se acostumar com ela. Toda área de co- ˃˃ O funcionamento dessa conta, ou seja,
nhecimento tem sua própria terminologia, exemplo quando ela tem seu saldo aumentado
disso é o Direito Penal que, se pensarmos bem, para e quando ela tem seu saldo diminuído.
um iniciante não é nada fácil de entender que cul- Assim, se o Caixa tem natureza devedora,
pa não é a mesma coisa que culpabilidade; que, na quando entrar dinheiro no caixa, por
teoria tripartite, para que um fato seja considerado qualquer motivo, ele terá seu saldo aumen-
crime ele deve ser típico, antijurídico e culpável. tado com um lançamento devedor no valor
E o que torna fácil esse entendimento? Nada da entrada do dinheiro. Por outro lado,
mais que o conhecimento, ler e praticar para se toda vez que sair dinheiro do Caixa, por
acostumar com tais conceitos. Não podemos ser qualquer motivo, ele terá seu saldo dimi-
ingênuos para acreditar que teremos sucesso sem nuído com lançamento credor no valor da
esforço. Assim, como em qualquer outra matéria, saída do recurso.
é preciso ler bastante e, principalmente, praticar, Por fim, como dito acima, a Contabilidade é o ti-
escrever, fazer lançamentos. Com relação à Conta- po de matéria que se aprende com muito mais faci-
bilidade, praticar é essencial para o aprendizado. A lidade se o aluno praticar. Assim, toda vez que tiver
contabilidade é uma matéria que se aprende com um fato contábil para ser discutido e lançado, tente
os “dedos”. fazê-lo antes, por mais complicado ou simples que

544
possa parecer. Agindo assim, você colaborará sobre- Outro conceito afirma que a Contabilidade “É a
maneira para o entendimento da matéria e, conse- ciência que estuda e acompanha a evolução patri-
quentemente, para o alcance dos seus objetivos. monial de uma entidade, observando os seus aspec-
Bem, com as dicas dadas, iniciaremos a nossa tos qualitativos e quantitativos”4 (Rinaldo Remígio).
matéria com os conceitos básicos relacionados à Dos conceitos acima podemos identificar os se-
Contabilidade. guintes elementos essenciais:
Esses conceitos são essenciais para o entendi-
mento da matéria, por meio deles você poderá en- ˃˃ Contabilidade é uma Ciência.
tender e contextualizar a Contabilidade, o que será ˃˃ Estuda e controla o patrimônio (seu
primordial para o entendimento de todo o restante. objeto).
Assim, muita atenção! ˃˃ Avalia as variações em seus aspectos quali-
tativos e quantitativos.
Conceito de Contabilidade ˃˃ Utiliza técnicas contábeis.
Existem vários conceitos para a Contabilidade, Vejamos o que significa cada um desses elemen-
porém, todos guardam entre si elementos em co- tos para que possamos entender qual a efetiva na-
mum, e é em relação a esses elementos que devemos tureza da Contabilidade e assim já nos prepararmos
estar atentos. para responder às questões teóricas.

O primeiro conceito e mais clássico é aquele Contabilidade é Uma Ciência


estabelecido no Primeiro Congresso Brasileiro de
Contabilistas, realizado no Rio de Janeiro, de 17 a O que vem a ser ciência afinal?

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE
27 de agosto de 1924, que assim define oficialmente Segundo o professor Antônio Lopes de Sá, “a Con-
a Contabilidade: tabilidade é uma ciência, um ramo do conhecimento
˃˃ “Contabilidade é a ciência que estuda autônomo, porque possuidora de um objeto próprio”.
e prática as funções de orientação, de Definimos então contabilidade como ciência por
controle e de registro relativas à adminis- ser um ramo de conhecimento autônomo que possui
tração econômica”1. um objeto próprio de estudo que veremos a seguir.
Outros conceitos: Assim, qualquer outra conceituação que defina a
Contabilidade como arte, técnica ou prática, estará
˃˃ Segundo Hilário Franco, “Contabilidade é
incorreta.
a ciência que estuda, controla e interpreta os
fatos ocorridos no patrimônio das entidades, Objeto da Contabilidade
mediante o registro, a demonstração expo-
Se a Contabilidade é uma ciência, isso quer dizer
sitiva e a revelação desses fatos, com o fim
que ela tem um objeto de estudo, um objeto próprio
de oferecer informações sobre a composição e esse objeto é o patrimônio. Porém, ele não é exclu-
do patrimônio, suas variações e o resultado sivamente estudado por ela, outras ciências como
econômico decorrente da gestão da riqueza Economia, Administração e Finanças, também se
patrimonial.”2 ocupam de estudar o patrimônio, só que levando em
˃˃ Para a CVM - Comissão de Valores Mobi- consideração outros aspectos.
liários, “Contabilidade é, objetivamente, um Se o patrimônio é o objeto da Contabilidade, ou
sistema de informação e avaliação destinado seja, a razão de ser da sua existência, torna-se essen-
a prover seus usuários com demonstrações cial para o seu entendimento compreender o que
e análises de natureza econômica, financei- significa a expressão patrimônio.
ra, física e de produtividade, com relação à Para a Contabilidade, patrimônio é o conjunto de
entidade objeto de contabilização”3 . três elementos: bens, direitos e obrigações que perten-
çam a uma pessoa física ou jurídica, com fins lucrati-
1  Em 1915, foi fundado o Instituto Brasileiro de Contadores Fiscais, a primei- vos ou não, de natureza jurídica pública ou privada.
ra entidade para congregar Contabilistas de que se tem notícia em nosso País.
No ano seguinte, foram fundados a Associação dos Contadores de São Paulo e Isso quer dizer que, ao contrário do senso popu-
o Instituto Brasileiro de Contabilidade, no Rio de Janeiro. Em 1924, foi realiza- lar, patrimônio não é somente bens. Para a Contabi-
do, no Rio de Janeiro, o 1º Congresso Brasileiro de Contabilidade, liderado pelo
senador João Lyra, quando foi iniciada a campanha para a regulamentação da lidade, patrimônio tem uma conotação muito mais
profissão de Contador e para a reforma do ensino comercial. ampla.
2  FRANCO, Hilário. Contabilidade Geral. 18 ed. São Paulo: Atlas, 1996
3  Comissão de Valores Mobiliários Anexo à Deliberação nº 29 de 05 de Feve-
reiro de 1986. ESTRUTURA CONCEITUAL BÁSICA DA CONTABILIDADE (dispo- 4  Silva, Agnaldo apud Rinaldo Remígio. Introdução à Contabilidade (dispo-
nível em http://www.cvm.gov.br/asp/cvmwww/atos/exiato.asp?File=/deli/ nível em http://www.facape.br/agnaldo/2602_Introducao_a_Contabilidade.
deli029.htm) acessado em 03/01/2012 pdf)

545
Essa empresa terá, então, duas contas distintas
que terá veículos: a conta com os veículos para re-
FIQUE LIGADO venda que, na realidade, são estoques de mercado-
rias; a conta Veículos, em que estarão classificados
Se uma pessoa só tem obrigações, ou seja, dívidas, os veículos não destinados à venda e usados nas ati-
ela tem patrimônio? vidades acima descritas. Tal raciocínio vale para to-
A resposta é sim. Apesar deste patrimônio ter so- dos os outros bens a que se aplicar.
mente aspectos negativos, mesmo assim essa pessoa
˃˃ Imóveis
possui um patrimônio, contabilmente falando.
Representa os imóveis que compõem o Ativo de
determinada pessoa, como terrenos, prédios, casas,
Elementos do Patrimônio apartamentos, salas comerciais etc.

Vamos agora entender os elementos que formam ˃˃ Móveis e utensílios


o patrimônio. Todo mobiliário utilizado pela pessoa, como, me-
sas cadeiras, escrivaninhas, sofás, computadores etc.
Bens
˃˃ Marcas e patentes
Para a Contabilidade, “bem” é tudo aquilo que Todas as marcas, signos de propaganda, paten-
pertence a uma pessoa, física ou jurídica, e que po- tes, direitos de uso etc.
de ser avaliado economicamente, ou seja, pode-se
estabelecer um valor em moeda, um preço. É impor- A Contabilidade somente se interessa por bens
tante citar que bens estão ligados a direitos legais, que tenham valor monetário, não importando assim
inclusive a direito de propriedade. Porém, ao deter- outros valores, como o sentimental. Dessa forma, se
minar a existência de um ativo, entretanto, o direito uma pessoa tem uma fotografia de um familiar, seu
FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

de propriedade não é essencial. Assim, um bem po- pai, que não se conseguiria nenhum dinheiro por ela
de ser considerado um Ativo de uma pessoa, mesmo ao tentar vendê-la, embora possuísse, para essa pes-
que essa pessoa não tenha o direito de propriedade soa, um imenso valor sentimental, tal bem não fará
sobre ela, bastando, para tanto, que ela tenha con- parte do objeto de estudo da Contabilidade, por não
trole e que bem lhe seja útil. possuir valor econômico.
→→ Vejamos, agora, exemplos de bens que são obje- Classificação dos Bens
to de estudo da Contabilidade:
Os bens de uma organização podem receber di-
˃˃ Dinheiro
versas classificações, conforme o critério que se uti-
Dinheiro é um bem que representa o seu próprio lize. Vamos escolher os dois principais critérios, ou
o valor e normalmente será apresentado na con- seja, os mais relevantes para a Contabilidade.
ta contábil chamada “Caixa”. Tal conta representa
→→ O primeiro diz respeito à possibilidade de mo-
quanto em dinheiro vivo e em cheques de terceiros vê-los, sem que eles percam suas características,
recebidos à vista existe na organização. sem que sejam destruídos. Levando em consi-
˃˃ Estoque deração esse critério, eles podem ser classifica-
dos como móveis e imóveis:
Representa os estoques de uma empresa, ou seja,
um conjunto de elementos com alguma semelhança ˃˃ Móveis
ou aplicação semelhante, guardados para uma des- São aqueles que podem ser movimentados sem
tinação específica futura. Tais estoques podem ser perder sua característica e seu valor econômico, ou
de matéria-prima, de mercadoria, de produtos em seja, sem provocar danos ao bem, sem desfigurá-los,
elaboração, de produtos acabados etc. como o Caixa (dinheiro), os Estoques, as Máquinas,
os Móveis e Utensílios, os Veículos etc.
˃˃ Veículos
˃˃ Imóveis
Representa os veículos de uma organização. Vale
lembrar que a conta Veículos geralmente se refere São aqueles impossíveis de serem movimenta-
aos veículos destinados a prestar serviços a empre- dos ou que, se o forem, sofrerão algum tipo de da-
sa, auxiliando-a na formação do resultado, ou seja, no, podendo ter suas propriedades físicas alteradas
são usados nas atividades laborais da organização. e perder seu valor econômico, como casas, galpões,
Uma concessionária possui veículos para a venda e apartamentos, terrenos etc.
veículos para dar suporte às atividades do dia-a-dia, O segundo critério leva em consideração a possibi-
como assistência técnica fora da empresa, transpor- lidade de tocar ou não em um bem, ou seja, desse bem
te de mecânicos e peças. possuir ou não um corpo físico. Temos então bens:

546
˃˃ Tangíveis Para entender a que se referem os aspectos quali-
São aqueles bens que possuem corpo físico e, por tativos e quantitativos de um patrimônio, vejamos a
consequência, podem ser tocados, como, Caixa, veí- tabela a seguir, que representa o patrimônio de uma
culos, máquinas, imóveis etc. empresa:
˃˃ Intangíveis Empresa A
São aqueles bens que não podem ser tocados, por
Ativo Passivo
não possuírem corpo físico como, marcas e paten-
tes, ponto comercial, direitos autorais etc. Caixa 10.000 Duplicatas a Pagar 80.000
Estoques 50.000
Financiamentos a Pagar 50.000
Direitos Veículos 40.000
Imóveis 100.000 Patrimônio Líquido 70.000
O segundo elemento patrimonial refere-se aos
direitos, representados pelos valores a receber de Total 200.000 Total 200.000
terceiros, ou seja, todos os bens e serviços que per-
tencem ou que devem ser prestados a uma pessoa
e que estão em poder de outras com a obrigação de Aspectos Quantitativos do Patrimônio
entrega ou de prestação. Referem-se ao valor dos elementos patrimoniais,
As contas contábeis, representativas de direitos, ou seja, o montante, as cifras, a quantidade em di-
podem ter várias denominações como Duplicatas a nheiro que vale um determinado elemento.
Receber, Bancos Conta Movimento (valores deposi- Observando o exemplo acima, a empresa “A”
tados em contas correntes), Clientes, Despesas An-
tem Ativos no valor de 200.000 (10.000 + 50.000 +

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE
tecipadas, Tributos a Compensar ou a Recuperar,
40.000 + 100.000). Essas cifras se referem aos as-
Adiantamento a Empregados, etc.
pectos quantitativos do patrimônio dessa empresa,
não importando a composição desse montante, que
FIQUE LIGADO se refere a dinheiro, estoque, veículos e imóveis. Se,
por exemplo, essa empresa recebe por doação um
Tais direitos, para terem relevância para a Contabi- imóvel no valor de R$ 100.000, tal doação represen-
lidade, devem ser de ordem econômica, não valendo, tará variação positiva no mesmo valor, ou seja, o va-
portanto, direitos de ordem moral, por exemplo. lor da soma de seus bens aumentará de 200.000 para
300.000. Seguindo o raciocínio anterior, o valor do
bem acrescido ao patrimônio da organização repre-
Obrigações senta a variação quantitativa, não importando que
O terceiro elemento patrimonial são as obriga- bem tenha sido.
ções, que representam valores, bens e serviços que
a empresa tem obrigação de entregar ou de prestar a Aspectos Qualitativos do Patrimônio
outra pessoa, física ou jurídica. Variações qualitativas referem-se à composição
Temos como exemplos de obrigações: Dupli- do patrimônio, no que tange à nomenclatura dos
catas a Pagar, FGTS a Pagar, Tributos a Recolher, elementos patrimoniais.
Adiantamentos de Clientes, Receita Antecipada, Voltando ao exemplo dado anteriormente:
Fornecedores etc.
Enquanto os aspectos quantitativos do patrimô-
nio da empresa “A” eram (10.000 + 50.000 + 40.000
FIQUE LIGADO + 100.000), somando um total de 200.000, os aspec-
tos qualitativos se referem aos bens e aos direitos
Vale lembrar que , assim como os bens e direitos, que estão ligados a esses valores, ou seja, Caixa, Es-
tais obrigações, para terem relevância para a Contabili-
toques, Veículos e Imóveis.
dade, devem ser de ordem econômica.
Imaginemos, agora, que o administrador dessa
empresa decida utilizar 50% (cinquenta por cento)
do dinheiro que está no Caixa (5.000) para adqui-
Variações dos Aspectos Qualitativos e rir computadores para o funcionamento da orga-
Quantitativos nização. A inclusão desses computadores entre os
Como expresso no conceito, a Contabilidade de- bens se referirá a uma variação qualitativa, que deu
ve estudar e controlar o patrimônio, inclusive as va- à relação de bens da organização uma nova com-
riações de seus aspectos qualitativos e quantitativos. posição: Caixa, Estoques, computadores, Veículos
Mas o que isso significa afinal? e Imóveis.

547
Os aspectos qualitativos estão relacionados à des-
crição dos tipos de bens, direitos e obrigações de uma EXERCÍCIO COMENTADO
empresa. Assim, observando tais aspectos, você pode,
por exemplo, identificar seu ramo de atividade. Se for Com base nos princípios fundamentais de contabilida-
um supermercado, os seus estoques serão formados, de, julgue o item subsequente:
predominantemente, por mercadorias para venda
das mais diversas; se for uma concessionária de veícu- 01. (CESPE) O patrimônio não é objeto de estudo ex-
los, seus estoques serão de veículos para venda. Como clusivo da Contabilidade, haja vista que ciências
aprenderemos em breve, cada elemento patrimonial como a Administração e a Economia também se
será representado por uma conta e essa conta recebe- interessam pelo patrimônio, mas é a única que
rá o nome do elemento que ela representa. restringe o estudo do patrimônio a seus aspectos
Vejamos então como ficam os bens da organiza- quantitativos.
ção após as duas alterações anteriormente citadas, ERRADO. A Contabilidade realmente não é a única
doação do imóvel e aquisição de computadores: ciência que estuda o patrimônio, as ciências anterior-
mente citadas também se interessam por ele. Porém,
Empresa A o erro da questão está em afirmar que a Contabilida-
Ativo de se restringe a estudar os aspectos quantitativos do
patrimônio, quando, na verdade, ela estuda o patri-
Caixa 5.000 mônio tanto em seus aspectos quantitativos quanto
Estoques 50.000 os qualitativos.
Computadores 5.000

Veículos 40.000 Técnicas Contábeis


São as ferramentas utilizadas pela contabilidade
FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

Imóveis 200.000
para bem cumprir suas funções. As técnicas utiliza-
Total 300.000 das pela contabilidade veremos em tópico próprio
abaixo.
As alterações nos valores do Caixa (de 10.000
para 5.000), em função da saída de dinheiro pa-
ra a compra dos computadores, e dos imóveis (de
Finalidade da Contabilidade
100.000 para 200.000), em função do imóvel rece-
Como vimos anteriormente, a Contabilidade é
bido em doação, representam variações do aspecto
a ciência que estuda o patrimônio e suas variações
quantitativo desses bens e, consequentemente, do
qualitativas e quantitativas. Mas para que estudar o
valor total do patrimônio.
patrimônio de uma pessoa? Com que finalidade?
Já a inclusão dos computadores entre os bens da
Entendamos que a maioria das pessoas, físicas
organização, representa uma variação do aspecto
qualitativo. ou jurídicas, busca a realização de objetivos nos di-
versos aspectos de sua vida, inclusive no campo pa-
Fatos Contábeis trimonial. Uma empresa com fins lucrativos busca,
precipuamente, obter lucro, já uma organização
O que provoca as alterações qualitativas e quan- com fins filantrópicos busca realizar suas ações de
titativas no patrimônio? Os fatos contábeis. filantropia, e uma pessoa física busca riquezas. E co-
Fatos contábeis são definidos como aconteci- mo obter lucro, no caso da empresa com fins lucra-
mentos com reflexos significativos no patrimônio. tivos, ou recursos suficientes para realizar ações de
Por exemplo: se cai um raio em uma empresa, es- filantropia, no caso da empresa com fins filantrópi-
se fato deve ser registrado pela Contabilidade? É um cos, ou as riquezas, no caso da pessoa física?
fato contábil? Na busca da realização dos seus objetivos pa-
A resposta é: depende. trimoniais, cada pessoa, física ou jurídica, terá que
desenvolver ações que lhe permitam atingir seus
Se esse raio atingir o solo, não provocando im- objetivos, tais como, planejamento, trabalho na
pactos no patrimônio da empresa, tal fato não des- busca de receita para aquisição de bens e assunção
pertará interesse para a Contabilidade. de direitos, assunção de obrigações, como forma
Porém, esse fato deverá ser registrado se esse raio de financiar suas atividades etc. Se nos lembrar-
atingir o edifício onde está instalada a empresa, pro- mos da composição do patrimônio de uma pessoa,
vocando a destruição de equipamentos eletrônicos, bens, direitos e obrigações, observaremos que essas
afinal, tal fato provocou um impacto significativo ações provocarão impactos diretos sobre ele, tan-
no patrimônio, sendo assim um fato contábil. to nos aspectos quantitativos quanto nos aspectos

548
qualitativos. Temos que entender também que tais A depender de sua relação com a pessoa possui-
impactos podem ser positivos ou negativos, ou seja, dora do patrimônio, podemos classificar os usuários
as ações dessa pessoa poderão ajudar ou atrapalhar em duas categorias, usuários externos e usuários in-
nas realizações de seus objetivos. ternos.
Quem toma as decisões que levam a essas ações?
Externos
Essas ações são o resultado das decisões daque- São as pessoas que se encontram “fora” da orga-
les responsáveis pela administração do patrimônio, nização, mas, por algum motivo, têm interesse em
no caso das pessoas jurídicas, seus administradores, saber a situação patrimonial em que se encontra tal
no caso das pessoas físicas, se capazes, elas mesmas. organização, por exemplo: credores, financiadores,
Dessa forma, fica claro que são essas pessoas as res- clientes, governo.
ponsáveis pelo sucesso ou fracasso da administração
de um patrimônio. →→ Vejamos, particularmente, os interesses de al-
guns usuários externos:
Sendo tão grande essa responsabilidade, tomar
decisões que afetem o patrimônio de uma pessoa, ˃˃ Credores
física ou jurídica, na maioria das vezes, não é um Imagine que você seja o gerente de uma agência
processo fácil, pois em função de fatores como a im- bancária e receba o administrador de uma empresa
previsibilidade do futuro, ou a complexidade que que lhe pede um empréstimo.
o patrimônio de uma grande corporação possa as- Assim como acontece com qualquer pessoa, an-
sumir (imagine como é complexo o patrimônio de
tes de decidir sobre a concessão ou não do pedido,
uma empresa como a Petrobras), uma decisão mal
você vai querer saber se essa empresa tem condições
tomada pode ter um impacto desastroso.

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE
de honrar esse empréstimo. Uma de suas fontes de
Outro ponto a ser considerado, é a necessidade informação é a Contabilidade da própria empresa
de se saber se a pessoa está caminhando no rumo que, por meio dos demonstrativos que veremos em
certo, no rumo de seus objetivos, ou seja, qual o re- breve, informar-lhe-á a situação patrimonial dela e
sultado que as ações tomadas produzirão. as variações que ocorreram em seu patrimônio. As-
Assim, para que o responsável pela administração sim, a composição patrimonial (se a empresa tem
de um patrimônio possa tomar decisões com um mí- mais dívidas que bens e direitos) ou ainda qual vem
nimo de qualidade, com um mínimo de previsibilida- sendo o resultado dessa empresa nos últimos anos,
de de impacto, é importante que ele seja assessorado se lucro ou prejuízo, são informações que vão lhe
com informações sobre o resultado que suas decisões ajudar a decidir sobre a concessão ou não do em-
produzem ou possivelmente produzirão. préstimo.
É para atender a essa necessidade, que encontra- ˃˃ Governo
mos o papel da Contabilidade, que é precipuamente Uma das fontes de recurso das entidades federa-
produzir e prestar informações. Assim, o papel da
tivas (União, Estados e Municípios) são os tributos
Contabilidade não é decidir; seu papel é produzir
que são cobrados de pessoas físicas e jurídicas. Tais
informações para os usuários que, subsidiados por
tributos têm, entre suas bases de cálculo a renda (lu-
essa informação, tomarão decisões de melhor qua-
lidade. cro), atividades como venda de mercadorias, presta-
ção de serviço etc.
Para que o Governo saiba quanto cobrar de cada
FIQUE LIGADO pessoa, ele precisa de informações sobre qual foi o
lucro, quanto foi vendido, quanto serviço foi presta-
O contador não decide pela compra de um bem ou
do. A responsável por produzir essas informações é
pela tomada de um empréstimo, ele informa ao admi-
nistrador o impacto que a compra de um bem e a toma- a Contabilidade.
da do empréstimo causam no patrimônio. Internos
São os usuários que se encontram “dentro” da
Usuários da Informação Contábil organização e necessitam das informações contá-
beis por diversos motivos. São vários os usuários
Como vimos, o papel da Contabilidade é produ- internos: administradores, empregados, auditores,
zir e fornecer informações sobre o patrimônio de proprietários etc.
uma pessoa, física ou jurídica, e suas variações qua- Segue, como exemplificação, o que leva alguns
litativas e quantitativas. Mas para quem se deve pro- desses usuários internos a terem interesse nas infor-
duzir essa informação? mações contábeis:

549
˃˃ Administradores ˃˃ Pública ou privada.
Esses usuários necessitam das informações para Ferreira dá ainda três exemplos de Azienda:
poderem melhor gerir os negócios, utilizam a infor- ˃˃ Entidades com fins econômicos (empresas):
mação contábil para subsidiar suas decisões e, as-
empresas visam ao lucro, a fim de preservar e
sim, terem um grau de acerto maior, proporcionan-
do para organização melhores resultados. aumentar seu patrimônio próprio (empresas
comerciais, indústrias etc.).
˃˃ Proprietários
˃˃ Entidades com fins socioeconômicos: ins-
Os proprietários, quando contratam um admi- tituições que revertem seus resultados em
nistrador, têm na Contabilidade um instrumento
benefício de seus integrantes (associações,
que lhes presta informações sobre o resultado das
ações deste administrador no patrimônio de sua sindicatos etc.).
empresa e assim poder avaliar se este está tendo um ˃˃ Entidades com fins sociais: não têm fins
desempenho satisfatório. lucrativos, destinam-se a um fim em prol
do interesse coletivo (Entes Federados,
Funções da Contabilidade ONG’s etc.).
→→ Entre as funções da Contabilidade, as que mais Dos exemplos anteriores, podemos concluir que
se destacam são: qualquer pessoa, física ou jurídica, que tenha um pa-
˃˃ Função administrativa: essa função está trimônio gerido é campo para aplicação da Contabi-
relacionada ao controle do patrimônio, lidade, embora não tenha como finalidade o lucro,
pois a Contabilidade auxilia o administra- mesmo que seja de direito público.
dor a controlar o patrimônio da organiza-
ção sob sua responsabilidade.
EXERCÍCIO COMENTADO
FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

˃˃ Função econômica: essa função está rela-


cionada à apuração do resultado, ou seja,
determinar se em um determinado período Julgue os item que se seguem, relativo à Contabili-
a empresa teve lucro ou prejuízo, isso se dá, dade.
basicamente, confrontando suas receitas e
despesas. 01. (CESPE) A finalidade da Contabilidade é asse-
gurar o controle do patrimônio administrativo,
Campo de Aplicação devendo o administrador apoiar-se nos dados
por meio dela obtidos para tomar decisões
Sendo o patrimônio o objeto da Contabilidade, que envolvam bens, direitos e obrigações da
ela somente poderá ser aplicada onde existir um empresa, bem como para apurar os resultados
patrimônio. Porém a simples existência desse patri- positivos (lucros) ou negativos (prejuízos).
mônio não é motivo suficiente para justificar a apli- CERTO. Essa questão descreve com perfeição a fi-
cação da Contabilidade. nalidade e as funções da contabilidade, quais sejam
Para que um patrimônio seja campo de aplica- produzir e prestar informações, controlar o patrimô-
ção da Contabilidade, ele tem que ser administrado, nio (função econômica) e apurar o resultado (função
gerido, pois, de forma diversa, esse patrimônio não econômica). A questão cita, ainda, um dos usuários
sofrerá alterações e, assim, também não produzirá internos da informação contábil, o administrador e
um resultado significativo, o que torna as informa- como ele a utiliza.
ções contábeis irrelevantes, afinal se o patrimônio
não variar ou produzir resultados, não haverá o que
controlar e apurar. Técnicas Contábeis
Da ideia de um patrimônio gerido, surge o con-
ceito de Azienda (patrimônio + gestão), que segun- Ao contabilista, é atribuída a árdua missão de re-
do Ferreira (2010): gistrar, controlar, apresentar, verificar a correção e
interpretar o patrimônio e suas variações. Para bem
“É o patrimônio considerado juntamente com a
desenvolver essas funções, a Contabilidade dispõe
pessoa que tem sobre ele poderes de administração e
disponibilidade. Seu conceito reúne o patrimônio e de técnicas. Elas são os instrumentos do contabilista
a pessoa que o administra”. no cumprimento de suas funções e podem ser defi-
nidas como o conjunto de métodos organizados de
Assim, Azienda pode ser: forma sistemática com propósito de alcançar o fim
˃˃ Pessoa física ou jurídica. buscado pela Contabilidade, qual seja: fornecer in-
˃˃ Com ou sem fins lucrativos. formações contábeis sobre a Azienda.

550
São elas: d) Passivo.
A Escrituração: consiste em registrar nos livros e) Compensação.
próprios (Diário, Razão) todos os fatos administra-
05. Com relação ao conceito de Contabilidade, é
tivos que ocorrem na rotina das entidades, sempre
se utilizando do método das partidas dobradas. correto afirmar que a Contabilidade é a arte
que estuda e pratica as funções de orientação,
As Demonstrações: são quadros técnicos, com de controle e de registro relativas à adminis-
aspectos qualitativos e quantitativos, feitos a partir tração econômica.
dos dados extraídos dos registros contábeis da em-
presa. Sua finalidade é expor o patrimônio, suas al- Certo ( ) Errado ( )
terações, além de outros aspectos importantes para 06. Levando-se em consideração que a Con-
a tomada de decisão. Como exemplos, temos o Ba- tabilidade é uma ciência que possui objeto
lanço Patrimonial, a Demonstração do Resultado do
próprio, é correto afirmar que tal objeto é de-
Exercício (DRE) etc.
nominado:
A Auditoria: consiste na verificação da exatidão
dos dados contidos nas demonstrações financeiras, a) Bens.
por meio do exame detalhado dos registros contá- b) Patrimônio, conjunto de bens direitos e
beis, em confronto com os respectivos documentos obrigações.
que os originaram. É a técnica contábil que propicia
c) Direitos de longo e curto prazo.
ao usuário da informação a certeza de que os regis-
tros contábeis e os demonstrativos foram realizados, d) Ativo, parte positiva do patrimônio.
segundo os princípios contábeis adotados. e) Obrigações de longo e curto prazo.

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE
Análise de Balanços: é o exame e a interpretação 07. A Contabilidade se aplica somente às
dos dados contidos nas demonstrações financeiras,
empresas privadas com fins lucrativos, haja
com o fim de transformar esses dados em informa-
vista que as entidades filantrópicas não
ções diversas sobre a situação da entidade.
podem obter lucro.

VAMOS PRATICAR Certo ( ) Errado ( )


08. O papel da Contabilidade é produzir e
Os exercícios a seguir são referentes ao conteúdo fornecer informações sobre o patrimônio de
sobre Conceitos Básicos. uma pessoa, física ou jurídica, e suas varia-
01. (CESPE) O recebimento de um direito pelo ções qualitativas e quantitativas. Credores,
valor contabilizado de longo prazo, apresen- governo, e proprietário são exemplos de
ta, como decorrência, aumento do ativo e do credores externos, enquanto que empre-
patrimônio líquido. gados, e administradores são exemplos de
usuários internos.
Certo ( ) Errado ( )
Certo ( ) Errado ( )
02. (CESPE) Ao avaliar se determinado item
enquadra-se na definição de ativo, passivo 09. Da ideia de um patrimônio gerido, surge o
ou patrimônio líquido, deve-se atentar para conceito de Azienda (patrimônio + gestão),
a sua essência e para a realidade econômica, que pode ser definida como:
não apenas para a sua forma legal. a) O patrimônio considerado separa-
Certo ( ) Errado ( ) damente da pessoa que tem sobre ele
poderes de administração e de disponibi-
03. (CESPE) Uma característica essencial para
lidade, seu conceito não reúne o patrimô-
a existência de um passivo é que a entidade
nio e a pessoa que o administra.
tenha uma obrigação presente.
b) É o patrimônio considerado juntamen-
Certo ( ) Errado ( ) te com a pessoa que não tem sobre ele
04. (CONSULPLAN) Os bens que a empresa poderes de administração e de disponibi-
possui são representados por contas de: lidade, seu conceito reúne o patrimônio e
a pessoa que o administra.
a) Receita.
c) É o conjunto de bens e direitos de uma
b) Despesa. pessoa, considerado juntamente com a
c) Ativo. pessoa que o administra.

551
d) É o patrimônio considerado juntamente a) O principal objetivo da Contabilida-
com a pessoa que tem sobre ele poderes de consiste em identificar as contas de
de administração e disponibilidade, seu apuração dos custos e resultados.
conceito reúne o patrimônio e a pessoa b) A função administrativa tem por objetivo
que o administra o controle do patrimônio
e) É o conjunto de bens, direitos e obri- c) O objeto da Contabilidade é o patri-
gações de uma pessoa, seja ela física, mônio que compreende apenas a parte
jurídica, com ou sem fins lucrativos, de positiva do balanço.
Direito público ou privado.
d) Os bens corpóreos e os incorpóreos são
10. O contador desenvolve um papel fundamen- classificados no passivo.
tal na organização, decidindo, em nome do
Administrador, quais as melhores opções Com relação à Ciência Contábil e às suas caracterís-
referentes ao patrimônio. Isso porque esse ticas, julgue o item que se segue.
profissional detém um conhecimento técnico 14. (CESPE) O objeto da Contabilidade é o pa-
sobre o patrimônio que outro profissional trimônio, constituído pelo conjunto de bens,
não teria dentro da organização. direitos e obrigações próprios de determina-
do ente
Certo ( ) Errado ( )
11. Assinale a opção que contém bens intangíveis. Certo ( ) Errado ( )
15. Aspectos qualitativos do patrimônio refe-
a) Marcas e patentes, ponto comercial,
rem-se ao valor dos elementos patrimo-
direitos autorais. niais, ou seja, o montante, as cifras, a quan-
b) Marcas e patentes, conta bancária, tidade em dinheiro que vale um determinado
FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE

direitos autorais. elemento. Já os aspectos qualitativos do pa-


c) Automóveis, máquinas, imóveis. trimônio referem-se à composição do patri-
mônio, no que tange à nomenclatura dos ele-
d) Obras de arte, conhecimento científico, mentos patrimoniais.
know how.
e) Know how, ponto comercial, despesas an- Certo ( ) Errado ( )
tecipadas. 16. (CESPE) Diversos são os tipos de usuários
12. (FGV) Em relação aos interesses dos prin- interessados nas informações contidas nas
cipais usuários da informação contábil, demonstrações contábeis das entidades. Um
assinale a afirmativa incorreta. desses grupos é constituído pelos clientes,
cujo interesse é tanto maior quanto maior
a) Os acionistas atuais da empresa têm forem a sua dependência e a concentração
grande interesse na sua rentabilidade nos fornecimentos de algumas poucas enti-
atual. dades.
b) Os investidores que podem se tornar Certo ( ) Errado ( )
acionistas futuros efetuam um confronto
da rentabilidade da empresa, comparan- 17. (CESPE)A finalidade da Contabilidade é as-
do com as diversas opções existentes no segurar o controle do patrimônio adminis-
mercado. trativo, devendo o administrador apoiar-se
nos dados, por meio dela obtidos, para tomar
c) O Governo foca na análise do fluxo de decisões que envolvam bens, direitos e obri-
caixa da empresa para determinar o gações da empresa, bem como para apurar
imposto a ser pago. os resultados positivos (lucros) ou negativos
d) Os financiadores concentram-se na ca- (prejuízos).
pacidade de a empresa pagar os valores
Certo ( ) Errado ( )
dos financiamentos e dos juros.
e) Os empregados analisam a capacidade 18. Dentre os elementos patrimoniais abaixo,
da empresa em efetuar o pagamento dos assinale a opção que contém somente
salários e em sua capacidade de expansão. direitos.

13. (CESGRANRIO) Sobre conceitos, objeto, a) Água, luz, telefone e aluguel.


função e objetivos da Contabilidade, analise b) Conta corrente, duplicatas a receber,
as afirmações a seguir e indique a correta. ICMS a recuperar, IPI a compensar.

552
c) Receitas antecipadas, receita de vendas ,
receita de serviços,empréstimos concedi- ANOTAÇÕES
dos.
d) Empréstimos obtidos, caixa, fornecedo-
res, clientes.
e) Patentes, fundo de comércio, deprecia-
ção acumulada, exaustão acumulada.
19. (CESPE) Com base nos princípios funda-
mentais de Contabilidade, julgue os itens
subsequentes: O patrimônio não é objeto
de estudo exclusivo da Contabilidade, haja
vista que ciências como a Administração e a
Economia também se interessam pelo patri-
mônio, mas é a única que restringe o estudo
do patrimônio a seus aspectos quantitativos.
Certo ( ) Errado ( )
20. A Contabilidade tem por finalidade produzir
e prestar informações contábeis aos usuários

FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE
de informação. Com relação à administra-
ção da empresa, o contador não é respon-
sável pela tomada de decisão, seu papel está
em subsidiar, com informações, o adminis-
trador de um patrimônio, para que o mesmo
possa tomar decisões com um mínimo de
qualidade, e previsibilidade de impacto. Para
tanto, é importante que ele seja assessorado
com informações sobre o resultado que suas
decisões produzem ou possivelmente produ-
zirão.
Certo ( ) Errado ( )

GABARITO
01 ERRADO 11 A
02 CERTO 12 C
03 CERTO 13 B
04 C 14 CERTO
05 ERRADO 15 ERRADO
06 B 16 CERTO
07 ERRADO 17 CERTO
08 ERRADO 18 B
09 D 19 ERRADO
10 ERRADO 20 CERTO

553