Você está na página 1de 8

Lista de Quimica – Pilha e Eletrólise

1. (Upe 2014) Segundo o Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA, a concentração


de íons cobre, dissolvidos numa água classificada como doce, não pode ser superior a 0,009
mg de Cu2+ por litro de água. Num determinado processo industrial, a concentração de íons
Cu2+ no efluente é igual a 350 mg/L.
A equipe técnica da indústria optou por usar um processo de eletrodeposição para reduzir a
concentração de íons cobre no efluente. Para isso, utilizou corrente elétrica igual a 10 A por 2
horas 40 min e 50 s, considerando-se um volume de 100 litros de efluente.

Dados: Massa atômica: Cu = 63,5 u; 1 F = 96500 C/mol; Q = i x t

Considerando o processo de eletrodeposição descrito, assinale a alternativa que apresenta a


afirmativa CORRETA.
a) 95% dos íons Cu2+ presentes no efluente foram eletrodepositados.
b) Após a eletrodeposição, a concentração de íons Cu 2+ é igual a 32,5 mg/L.
c) A concentração de íons Cu2+ é dez vezes maior que a estabelecida pelo CONAMA.
d) A concentração de íons Cu2+ dissolvidos no efluente não é alterada pelo processo de
eletrodeposição.
e) A equipe técnica atuou corretamente, uma vez que a concentração de íons Cu 2+ ficou abaixo
da estabelecida pelo CONAMA.

2. (Pucrs 2014) Um estudante cravou uma lâmina de magnésio e uma lâmina de cobre em
uma maçã, tendo o cuidado para que não encostassem uma na outra. A seguir, mediu a
diferença de potencial entre as lâminas por meio de um voltímetro. Os potenciais de redução
padrão do magnésio e do cobre são, respectivamente, –2,37V e +0,34V.

Pela análise do texto, é correto afirmar que


a) o cobre se oxida, produzindo íons Cu2+(aq).
b) o valor da diferença de potencial entre magnésio e cobre é, aproximadamente, +2,71 V.
c) o magnésio é um agente oxidante, pois força o cobre a sofrer a redução.
d) o experimento descrito resulta em uma reação não espontânea, pois o potencial é negativo.
e) com o tempo, há tendência de a lâmina de cobre desaparecer.

3. (Ufsm 2014) O processo de eletrólise pode ser empregado para tratar paciente com câncer
no pulmão. A terapia consiste na colocação de eletrodos no tecido a ser tratado e, a seguir, é
aplicada uma corrente elétrica originando um processo de oxirredução. O processo de
eletrólise gera produtos, como C 2 e OH , os quais atacam e destroem as células doentes
que estão na região próxima aos eletrodos. Utilizando eletrodos inertes (platina), as
semirreações que ocorrem são:

2H2O  2e H2  2OH


2C  C 2  2e

Analise as afirmações a seguir.

I. No ânodo, ocorre liberação de C 2 .


II. O meio fica básico na região próxima ao cátodo.
III. A água se oxida no cátodo.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas I e II.
e) apenas II e III.

Página 1 de 8
4. (Unifesp 2014) A figura representa uma pilha formada com os metais Cd e Ag, mergulhados
nas soluções de Cd(NO3)2(aq) e AgNO3(aq), respectivamente. A ponte salina contém solução
de KNO3(aq).

a) Sabendo que a diferença de potencial da pilha, nas condições padrão, é igual a +1,20 V e
que o potencial padrão de redução do cádmio é igual a –0,40 V, calcule o potencial padrão
de redução da prata. Apresente seus cálculos.
b) Para qual recipiente ocorre migração dos íons K  e NO3  da ponte salina? Justifique sua
resposta.

5. (Uem 2014) Considere uma pilha montada com duas barras metálicas, uma de magnésio e
outra de prata, que são conectadas por um fio condutor e mergulhadas em um béquer
contendo uma solução aquosa ácida com concentração de H+ igual a 1,0 mol/litro, a 25 °C e 1
atm, e assinale o que for correto.

Mg2(aq)  2e  Mg0(s) E0red  2,36 v

Dados: 2H(aq)  2e  H2(g) E0red  0,0 V

Ag(aq)  e  Ag0(s) E0red  0,80 V


01) A reação global na pilha é a seguinte:
2Ag(aq)  Mg0(s)  2Ag0(s)  Mg2(aq) .
02) O fluxo de elétrons é proveniente do eletrodo de magnésio.
04) Na barra de prata, ocorre a seguinte semirreação:
2Ag(aq)  2e  2Ag0(s) .
08) Na barra de magnésio, ocorre a seguinte semirreação:
Mg2(s)  2e  Mg0(s) .
16) Se a barra de prata for substituída por uma barra de grafite, a pilha funcionará sem
alteração alguma da força eletromotriz.

6. (Espcex (Aman) 2014) Algumas peças de motocicletas, bicicletas e automóveis são


cromadas. Uma peça automotiva recebeu um “banho de cromo”, cujo processo denominado
cromagem consiste na deposição de uma camada de cromo metálico sobre a superfície da
peça. Sabe-se que a cuba eletrolítica empregada nesse processo (conforme a figura abaixo), é
composta pela peça automotiva ligada ao cátodo (polo negativo), um eletrodo inerte ligado ao
ânodo e uma solução aquosa de 1mol  L1 de CrC 3 .

Página 2 de 8
Supondo que a solução esteja completamente dissociada e que o processo eletrolítico durou
96,5 min sob uma corrente de 2 A, a massa de cromo depositada nessa peça foi de

Dados: massas atômicas Cr = 52 u e C  35,5 u.


1 Faraday = 96500 C/mol de e-
a) 0,19 g
b) 0,45 g
c) 1,00 g
d) 2,08 g
e) 5,40 g

7. (Pucrj 2014) Uma célula eletroquímica foi montada unindo-se uma semipilha do metal
chumbo mergulhado em solução 1 mol L1 de nitrato de chumbo II. A outra semipilha do metal
cálcio mergulhado em solução 1 mol L1 de nitrato de cálcio, de acordo com o esquema abaixo:

Sendo os potenciais de redução: E0Pb2 /Pb  0,13 V e E0Ca2 /Ca  2,87 V, pede-se, para
essa pilha:

a) escrever a equação de oxirredução na forma iônica.


b) calcular o valor da diferença de potencial padrão (ΔE0 ).
c) indicar a espécie que atua como agente redutor.
d) indicar a semipilha que funciona como catodo.

8. (Mackenzie 2014) Utilizando eletrodos inertes, foram submetidas a uma eletrólise aquosa
em série, duas soluções aquosas de nitrato, uma de níquel (II) e outra de um metal Z, cuja
carga catiônica é desconhecida. Após, 1 hora, 20 minutos e 25 segundos, utilizando uma
corrente de 10 A, foram obtidos 14,500 g de níquel (II) e 25,875 g do metal Z.

Dados: massas molares (g/mol) Ni = 58 e Z = 207


1 Faraday = 96500 C

De acordo com essas informações, é correto afirmar que a carga iônica do elemento químico Z
é igual a

Página 3 de 8
a) +1
b) +2
c) +3
d) +4
e) +5

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Leia o texto:

O uso mais popular do cloreto de sódio é na cozinha, onde é utilizado para acrescentar sabor a
uma infinidade de alimentos e também como conservante e material de limpeza. É na indústria
química, no entanto, que ele é mais consumido. São inúmeros os processos que fazem uso de
produtos do processamento desse sal.

9. (Unicamp 2014) O uso industrial do cloreto de sódio se dá principalmente no processo de


obtenção de alguns importantes produtos de sua eletrólise em meio aquoso.
Simplificadamente, esse processo é feito pela passagem de uma corrente elétrica em uma
solução aquosa desse sal. Pode-se afirmar que, a partir desse processo, seriam obtidos:
a) gás hidrogênio, gás oxigênio e ácido clorídrico.
b) gás hidrogênio, gás cloro e ácido clorídrico.
c) gás hidrogênio, gás cloro e hidróxido de sódio em solução.
d) gás hidrogênio, gás oxigênio e hidróxido de sódio em solução.

10. (Espcex (Aman) 2013) Considere as semirreações com os seus respectivos potenciais-
padrão de redução dados nesta tabela:

Prata Ag aq  e  Ag0 s  E0red  0,80 V

Cobre Cu2 aq  2e  Cu0 s  E0red  0,34 V

Chumbo Pb2 aq  2e   Pb0 s  E0red  0,13 V

Niquel Ni2 aq  2e  Ni0 s  E0red  0,24 V

Zinco Zn2 aq  2e  Zn0 s  E0red  0,76 V

Magnésio Mg2 aq  2e  Mg0 s  E0red  2,37 V

Baseando-se nos dados fornecidos, são feitas as seguintes afirmações:

I. O melhor agente redutor apresentado na tabela é a prata;


II. A reação Zn2 aq  Cu0 s   Zn0 s   Cu2 aq não é espontânea;
III. Pode-se estocar, por tempo indeterminado, uma solução de nitrato de níquel II, em um
recipiente revestido de zinco, sem danificá-lo, pois não haverá reação entre a solução
estocada e o revestimento de zinco do recipiente;
IV. A força eletromotriz de uma pilha eletroquímica formada por chumbo e magnésio é 2,24 V;
V. Uma pilha eletroquímica montada com eletrodos de cobre e prata possui a equação global:
2 Ag aq  Cu0 s   2 Ag0 s   Cu2 aq .

Das afirmações acima, estão corretas apenas:


a) I e II
b) I, II e IV
c) III e V
d) II, IV e V
e) I, III e V

Página 4 de 8
Gabarito:

Resposta da questão 1:
[B]

Tempo = 2h 40min 50s = 9650 segundos


Cu2  2e  Cu0
2  96500C 63,5g
9650  10 x
x  31,75g
Em 100 de efluente:
350mg 1
x 100
x  35g
Após a eletrodeposição, tem-se:
35g  31,75g  3,25g/100 de H2O
ou 32,5mg  L1

Resposta da questão 2:
[B]

Nesse sistema é formada a seguinte pilha:

Mg Mg2  2e E0  2,37V


Cu2  2e Cu0 E0  0,34V

Cu2  Mg0 Mg2  Cu0 E0  2,71V

Portanto:
[A] Incorreta. O cobre reduz, formando Cu0.
[B] Correta. A d.d.p. formada entre os eletrodos é de + 2,71V.
[C] Incorreta. O magnésio oxida, portanto é o agente redutor.
[D] Incorreta. O experimento resulta em uma reação espontânea, pois a d.d.p é positiva.
[E] Incorreta. Com o tempo a lâmina de cobre aumenta sua massa e a de magnésio sofre
corrosão.

Resposta da questão 3:
[D]

Teremos:

(  ) 2H2O  2e H2  2OH (redução  cátodo)


sofre meio
redução básico

( ) 2C  C 2  2e (oxidação  ânodo)


sofre
oxidação

Resposta da questão 4:
a) Teremos:

Página 5 de 8
Cd(s)  Cd2 (aq)  2e o
Ered  0,40 V
2Ag(s)  2Ag (aq)  2e o
Ered  EoAg

Então,
Cd(s)  Cd2 (aq)  2e
2Ag (aq)  2e  2Ag(s)
Cd(s)  2Ag (aq) 
 Cd2 (aq)  2Ag(s)
Global

ΔE  Emaior  Emenor
1,20 V  EoAg  ( 0,40 V)

EoAg  0,80 V

b) Os íons NO3  presentes na ponte salina migram para o recipiente 1.


Durante o funcionamento da pilha o cádmio sólido sofre oxidação e a concentração de íons
Cd2 aumenta na solução. Como há aumento da carga positiva, ocorre migração do íon
negativo para a solução com excesso de carga positiva (devido a presença dos cátions
cádmio) deste recipiente (recipiente 1).

Os íons K  presentes na ponte salina migram para o recipiente 2.


Durante o funcionamento da pilha ocorre redução dos cátions Ag e sua concentração diminui
na solução. Como há aumento da carga negativa, ocorre migração do íon positivo para a
solução com excesso de carga negativa (devido a presença dos ânions nitrato) deste recipiente
(recipiente 2).

Resposta da questão 5:
02 + 16 = 18.

[01] A reação global na pilha é a seguinte:


Mg2(aq)  2e  Mg0(s) E0red  2,36 V

2H(aq)  2e  H2(g) E0red  0,0 V


0,0 V  2,36 V
Mg0(s)  Mg2(aq)  2e

2H(aq)  2e  H2(g)


Mg0(s)  2H(aq) 
 Mg2(aq)  H2(g)
Global

[02] O fluxo de elétrons é proveniente do eletrodo de magnésio (menor potencial de redução).

[04] Na barra de prata, ocorre a seguinte semirreação: 2H(aq)  2e  H2(g) .

[08] Na barra de magnésio, ocorre a seguinte semirreação: Mg0(s)  Mg2(s)  2e .

[16] Se a barra de prata for substituída por uma barra de grafite, a pilha funcionará sem
alteração alguma da força eletromotriz.

Resposta da questão 6:
[D]

Teremos:

Página 6 de 8
Q  i  t  96,5min 2A  96,5  60 s  2A  120  96,5 C
Cr 3 (aq)  3e  Cr(s)
3  96.500 C 52 g
120  96,5 C mCr
mCr  2,08 g

Resposta da questão 7:
a) Equação de oxirredução na forma iônica:
0,13 V  2,87 V
Pb2 (aq)  2e  Pb(s) (redução  cátodo)
Ca(s)  Ca2 (aq)  2e (oxidação  ânodo)
Pb2 (aq)  Ca(s)  Pb(s)  Ca2 (aq)

b) Cálculo do valor da diferença de potencial padrão (ΔE0 ) :


ΔE0  Emaior  Emenor  0,13  ( 2,87)  2,74 V

c) Agente redutor: Ca(s).

d) Semipilha que funciona como catodo: Pb2 (aq)  2e  Pb(s) (redução  cátodo) .

Resposta da questão 8:
[D]

Numa eletrólise em série, a carga é igual nas duas cubas eletrolíticas, então:

Ni2  2e  Ni0


2  96.500 C 58 g
Q 14,5 g
Q  48.250 C
Mx   xe  M0
96.500 x C 207 g
48.250 C 28,875 g
x4
Carga  4

Resposta da questão 9:
[C]

Observe o equacionamento da eletrólise do NaC (cloreto de sódio) simplificada em solução


aquosa:
2H2O( )  2H (aq)  2OH (aq)
2NaC (s)  2Na (aq)  2C  (aq)
Ânodo (+): 2C  (aq)  C 2 (g)  2e  (oxidação)
Cátodo (-): 2H (aq) + 2e   H2 (g) (redução)
 
2NaC (s)  2H2O( )  2Na (aq)  2OH (aq)  H2 (g)  C 2 (g)
2NaOH(aq)

Página 7 de 8
Agora, observe o equacionamento da eletrólise do NaC (cloreto de sódio) não simplificada
em solução aquosa:
Ânodo (+): 2C   C 2 (g)  2e 
Cátodo (-): 2H2O( )  2e   H2 (g)  2OH (aq)
2H2O( )  2C    H2 (g)  C 2 (g)  2OH (aq)
Célula
Global

Resposta da questão 10:


[D]

Análise das afirmações:

I. Incorreta. O melhor agente redutor apresentado na tabela é o magnésio, pois apresenta o


menor potencial de redução (-2,37 V).
II. Correta. A reação Zn2 aq  Cu0 s   Zn0 s   Cu2 aq não é espontânea, pois o potencial
de redução do zinco (-0,76 V) é menor do que o do cobre (+0,34 V).
III. Incorreta. Não se pode estocar uma solução de nitrato de níquel II em um recipiente
revestido de zinco, sem danificá-lo, pois o níquel tem maior potencial de redução (-0,24 V)
do que o zinco (-0,76 V). Neste caso, ocorreria a oxidação do revestimento de zinco.
IV. Correta. A força eletromotriz de uma pilha eletroquímica formada por chumbo e magnésio é
2,24 V:

Mg  Mg2  2e (oxidação) Eoxidação  2,37 V

Pb2  2e  Pb (redução) Eredução  0,13 V


Mg  Pb2  Mg2  Pb
ΔE  2,37  ( 0,13)  2,24 V
V. Correta. Uma pilha eletroquímica montada com eletrodos de cobre e prata possui a equação
global: 2 Ag aq  Cu0 s   2 Ag0 s   Cu2 aq .

Cu  Cu2  2e (oxidação; menor potencial de redução)


2Ag  2e  2Ag (redução; maior potencial de redução)
Cu  2Ag 
 Cu2  2Ag
Global

Página 8 de 8

Você também pode gostar