Você está na página 1de 4

Planificação a Longo Prazo

Área de Competência: MATEMÁTICA PARA A VIDA Ano lectivo 2009/10


Unidade de competência: MV3A – Interpretar, organizar, analisar e comunicar informação utilizando processos e procedimentos matemáticos.

RECURSOS/AVALIAÇÃO
Actividades
Critérios de evidência Metodologias (Material/
Previstas
Equipamento)
Em cada sessão Quadro branco, marcadores, lápis,
1. Sequencializar as tarefas elementares de um projecto.  Análise de gráficos serão distribuídas régua, esquadro, transferidor,
representativos de situações propostas de calculadora, jornais, revistas,
2. Analisar e interpretar criticamente gráficos relativos a situações de realidade. do dia-a-dia. trabalho. computador, sítios na Internet
Ao longo das
3. Organizar dados estatísticos utilizando frequências absolutas e relativas. sessões o
como sejam:
http://www.google.pt
 Tratamento de dados formador orienta
http://www.apm.pt
4. Analisar e comparar distribuições estatísticas utilizando medidas de localização estatísticos envolvendo o trabalho dos http://www.atractor.pt
(moda, mediana e média aritmética). frequências absolutas e formandos e http://alea-estp.ine.pt
relativas, bem como as esclarece http://www.contramat.com
5. Analisar criticamente a validade de argumentos baseados em indicadores medidas de tendência eventuais http://www.fi.uu.nl/rekenweb/pt
estatísticos. central. dúvidas. http://www.onuportugal.pt
Os formandos http://www.unesco.org/efa
6. Compreender e usar a frequência relativa como aproximação da probabilidade de serão chamados a http://www.espaçoprofessor.pt
um acontecimento.  Resolução de problemas
participar,
envolvendo a determinação
apresentando à
da probabilidade de um
7. Calcular, em casos simples, a probabilidade de um acontecimento como quociente turma os A avaliação é processual e
acontecimento
raciocínios por essencialmente formativa, com
entre o número de casos favoráveis e o número de casos possíveis (lei de Laplace). eles efectuados recurso a grelhas de observação
8. Comunicar processos e resultados usando a linguagem matemática e a língua e/ou conclusões
ao longo do período de formação.
obtidas.
portuguesa.

Duração: 50 horas.
1
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Iniciativas Novas Oportunidades – Curso de Educação e Formação de Adultos
Unidade de competência: MV3B – Usar a Matemática para analisar e resolver problemas e situações problemáticas.

RECURSOS/AVALIAÇÃO
Actividades
Critérios de evidência Metodologias (Material/
Previstas
Equipamento)
Em cada sessão
1. Utilizar um modelo de resolução de problemas, nomeadamente o proposto por Polya. serão Quadro branco, marcadores, lápis,
2. Comunicar processos e resultados usando a linguagem matemática e a língua portuguesa. distribuídas régua, esquadro, transferidor,
propostas de calculadora gráfica ou científica, ,
3. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam modelos matemáticos simples: actividades de computadores, sítios na Internet
equações do 1º e 2º grau; inequações do 1º grau; teorema de Pitágoras; relações Resolução de trabalho. como sejam:
trigonométricas do triângulo rectângulo. problemas Ao longo das
sessões o http://www.google.pt
4. Reconhecer diferentes modos de representação de números e determinar valores exactos de formador http://www.apm.pt
números irracionais, por construção com material de desenho, justificando matematicamente
contextualiza http://www.atractor.pt
orienta o
http://alea-estp.ine.pt
este procedimento. dos nas trabalho dos http://www.contramat.com
formandos e http://www.fi.uu.nl/rekenweb/pt
5. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam números racionais não inteiros e situações de esclarece http://www.onuportugal.pt
alguns números irracionais ( π, √2, etc.), usando a estimativa e o cálculo mental como meio eventuais http://www.unesco.org/efa
de controlo de resultados. vida real dos dúvidas. Os http://www.espaçoprofessor.pt

6. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam os conceitos de: perímetro, área, formandos serão
formandos. chamados a
volume; potenciação e radiciação. participar,
apresentando à A avaliação é processual e
7. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam números expressos em notação essencialmente formativa, com
turma os
científica. raciocínios por recurso a grelhas de observação
8. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam raciocínio proporcional: eles produzidos ao longo do período de formação.
e/ou conclusões
percentagens. obtidas.

Duração: 50 horas.
2
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Iniciativas Novas Oportunidades – Curso de Educação e Formação de Adultos
Unidade de competência: MV3C – Compreender e usar conexões matemáticas em contextos de vida

Critérios de evidência Actividades Metodologias RECURSOS/AVALIAÇÃO


Previstas (Material / Equipamento)

Quadro branco, marcadores, lápis,


Em cada sessão régua, esquadro, transferidor,
1. Em contexto de vida, resolver problemas que envolvam os conceitos de  Exploração das funções de serão distribuídas
proporcionalidade directa e de proporcionalidade inversa. uma calculadora científica. calculadora gráfica ou científica, ,
propostas de
actividades de
computadores, sítios na Internet
2. Interpretar numérica e graficamente relações funcionais, nomeadamente de  Marcação de números trabalho. como sejam:
proporcionalidade directa e de proporcionalidade inversa. Ao longo das http://www.google.pt
irracionais na recta real.
http://www.apm.pt
sessões o
3. Usar criticamente as funções de uma calculadora científica. http://www.atractor.pt
formador orienta
 “ Imitar o gráfico” http://alea-estp.ine.pt
4. Utilizar estratégias de cálculo mental adequadas às situações em jogo e relacioná-las o trabalho dos http://www.contramat.com
(Actividade que será
formandos e http://www.fi.uu.nl/rekenweb/pt
com propriedades das operações. desenvolvida com recurso
esclarece
ao sensor CBR). http://www.onuportugal.pt
5. Identificar ligações entre a resolução gráfica e a resolução analítica de sistemas de eventuais http://www.unesco.org/efa
dúvidas. Os http://www.espaçoprofessor.pt
equações/inequações.  Resolução de problemas formandos serão
contextualizados nas chamados a
6. Resolver problemas de medida em desenhos à escala, escolhendo escalas para situações de vida real dos participar,
representar situações. formandos. apresentando à
turma os A avaliação é processual e
7. Reconhecer o conceito de semelhança de figuras e usar as relações entre elementos raciocínios por
de figuras com a mesma forma.  Resolução de problemas essencialmente formativa, com
envolvendo o mapa do eles efectuados
recurso a grelhas de observação
Seixal. e/ou conclusões
8. Comunicar os resultados de trabalhos de projecto usando a linguagem matemática e obtidas.
ao longo do período de formação.
a língua portuguesa.

Duração: 50 horas.
3
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Iniciativas Novas Oportunidades – Curso de Educação e Formação de Adultos
Unidade de competência: MV3D – Raciocinar matematicamente de forma indutiva e de forma dedutiva.
.

RECURSOS/AVALIAÇÃO
Actividades
Critérios de evidência Metodologias (Material/
Previstas
Equipamento)
Em cada sessão Quadro branco, marcadores, lápis,
serão distribuídas régua, esquadro, transferidor,
1. Inferir leis de formação de sequências, numéricas ou geométricas, utilizando propostas de calculadora gráfica ou científica, ,
simbologia matemática, nomeadamente expressões designatórias. actividades de computadores, sítios na Internet
 Exploração sequências trabalho.
2. Revelar competências de cálculo, apresentando nomeadamente exemplos de numéricas ou geométricas, Ao longo das
como sejam:
com vista à obtenção de http://www.google.pt
situações em que um produto é menor que os factores e de situações em que o sessões o
expressões designatórias. http://www.apm.pt
formador orienta http://www.atractor.pt
quociente é maior que o dividendo.
o trabalho dos http://alea-estp.ine.pt
3. Estabelecer conjecturas a partir da observação (raciocínio indutivo) e testar  Resolução de problemas formandos e http://www.contramat.com
contextualizados nas esclarece http://www.fi.uu.nl/rekenweb/pt
conjecturas utilizando processos lógicos de pensamento.
situações de vida real dos eventuais http://www.onuportugal.pt
4. Usar argumentos válidos para justificar afirmações matemáticas, verdadeiras ou formandos. dúvidas. Os http://www.unesco.org/efa
formandos serão http://www.espaçoprofessor.pt
falsas, como por exemplo, a particularização e a generalização. chamados a
 Demonstração de
5. Usar modos particulares de raciocínio matemático, nomeadamente a redução ao participar,
propriedades matemáticas.
apresentando à A avaliação é processual e
absurdo. turma os essencialmente formativa, com
6. Reconhecer as definições como critérios embora convencionais e de natureza raciocínios por recurso a grelhas de observação
eles efectuados
precária: necessários a uma clara comunicação matemática; de organização das ao longo do período de formação.
e/ou conclusões
ideias e de classificação de objectos matemáticos. obtidas.

Duração: 50 horas.

4
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Iniciativas Novas Oportunidades – Curso de Educação e Formação de Adultos