Você está na página 1de 39

GRUPAMENTO DE PROTEÇÃO AMBIENTAL

CURSO DE INTERVENÇÃO EM PRODUTOS PERIGOSOS - NÍVEL OPERAÇÕES


Curso de Intervenção em Produtos Perigosos
Nível Operações - 2020

1º Sgt Marcos Cabral


3º Sgt Kariel
3º Sgt Tayane
Objetivos
1. Identificar os fatores geradores de risco;
2. Definir o risco;
3. Identificar uma operação segura;
4. Definir o termo “Produto Perigoso”
Objetivos
5. Descrever as três categorias de agentes que constituem os
produtos perigosos;
6. Listar dois critérios de classificação utilizados nos acidentes
com Produtos Perigosos;
7. Enumerar pelo menos três características especiais de um
acidente com Produtos Perigosos.
Ameaça
Fator externo às pessoas, objeto ou sistema exposto, representado
pela potencial ocorrência de um evento de origem natural ou
provocado pela atividade humana, que pode manifestar-se em um
lugar específico, com certa intensidade e duração determinada.

Estimativa da ocorrência de um evento adverso, expressa em termos


de probabilidade estatística de concretização do evento (ou acidente)
e da provável magnitude de sua manifestação.
Vulnerabilidade
Fator interno de uma pessoa, objeto ou sistema exposto a uma
ameaça e que corresponde à sua disposição intrínseca de ser
danificado.
Relação existente entre a magnitude da ameaça, caso ela se
concretize, e a intensidade do dano consequente.
Características da Ameaça e da Vulnerabilidade
Ameaça Vulnerabilidade
Fator externo Fator interno

Refere-se ao evento Refere-se ao cenário,


adverso pessoa ou sistema

Capacidade de Disposição para sofrer


provocar danos danos

Agente Ativo - faz a Agente Passivo - sofre a


ação ação

Magnitude Intensidade dos danos


Risco
Relação existente entre a probabilidade de que uma ameaça
de evento adverso ou acidente determinado se concretize e o
grau de vulnerabilidade do sistema receptor a seus efeitos.
Análise de Riscos
Identificação e avaliação tanto dos tipos de ameaça como dos
elementos vulneráveis, dentro de um determinado sistema ou região
geográfica definida.
A avaliação de riscos permite identificar uma ameaça, caracterizar e
estimar sua importância, com a finalidade de definir alternativas de
gestão do processo, controlando e minimizando os riscos e as
vulnerabilidades relacionadas com o ambiente e com o grupo
populacional em estudo.
Avaliação do Ambiente
O RISCO é diretamente proporcional à ameaça e à vulnerabilidade

Ameaça Vulnerabilidade

Risco
Evento Adverso
Transtorno às pessoas, aos bens, aos serviços e ao ambiente
de uma comunidade, causado por um fenômeno natural ou
provocado pela atividade humana.
Desastre
Transtorno às pessoas, aos bens, aos serviços e ao ambiente de uma
comunidade, causado por um fenômeno natural ou provocado pela
atividade humana, excedendo a capacidade de resposta dos
organismos governamentais daquela região.
Resultante de eventos adversos, naturais ou provocados pelo
homem, sobre um ecossistema (vulnerável), causando danos
humanos, materiais e/ou ambientais e conseqüentes prejuízos
econômicos e sociais. (Defesa Civil Rio de Janeiro)
Risco Aceitável
Risco muito pequeno, cujas consequências são limitadas,
associado a benefícios percebidos ou reais, tão significativos,
que grupos sociais estão dispostos a aceitá-lo.
Operação Segura
Toda operação onde os riscos existentes são considerados
Riscos Aceitáveis.
Produto Perigoso
Todo o agente químico, biológico ou radioativo, que tem a
propriedade de provocar algum tipo de dano às pessoas, bens ou ao
meio ambiente.
Qualquer material sólido, líquido e gasoso, que seja tóxico, radioativo,
corrosivo, quimicamente reativo ou instável durante estocagem
prolongada em quantidade que represente uma ameaça à vida, à
propriedade ou ao ambiente.
(Departamento de Transporte dos Estados Unidos – USDOE 1998)
Carga Perigosa
É o mau acondicionamento ou a arrumação física deficiente de uma
carga ou volume, que venha a oferecer riscos de queda ou
tombamento, podendo gerar outros riscos.
Incidentes com produtos perigosos
 Acidente:
Evento repentino e não desejado, onde a liberação de substâncias
químicas, biológicas ou radiológicas perigosas em forma de incêndio,
explosão, derrame ou vazamento, causa dano a pessoas, a bens ou ao
meio ambiente.
 Quase Acidente:
Evento repentino e não desejado, que foi controlado antes de afetar
elementos vulneráveis (causar dano ou exposição às pessoas, bens ou ao
meio ambiente).
Área de Risco ou Zona de Exclusão
Área do acidente ou quase acidente com produtos perigosos
onde os contaminantes estão ou poderão surgir.
Tipos de Agente Perigosos
Químicos
Biológicos
Radioativos
Agentes Químicos Perigosos
Elementos ou compostos que de acordo com suas
características (perigos tóxicos, corrosivos, quimicamente
reativos ou instáveis durante estocagem prolongada, perigos
mecânicos provocados por explosões, perigos térmicos da
combustibilidade e outros) provocam lesões, enfermidades ou
a morte nos indivíduos a eles expostos e danos a bens e/ou
ao meio ambiente.
Agentes Químicos Perigosos
Exemplos:
 Cloro,
 Amônia,
 Soda cáustica,
 Explosivos em geral.
Gás Mostarda Cloro
Agentes Biológicos Perigosos
São seres vivos que provocam lesões, enfermidades ou morte
nos indivíduos a eles expostos.
Agentes Biológicos Perigosos
Exemplos:
Virus HIV,
Filovírus,
Ebola,
Marburg,
Salmonella,
 Harbovirus.
Agentes Radioativos Perigosos
Corpos que emitem radiações ionizantes que provocam
lesões, enfermidades ou morte nos indivíduos a eles
expostos.
Agentes Radioativos Perigosos
Exemplos:
Urânio 235,
Césio 137,
Tório,
Estrôncio,
Cobalto.
Toxicologia dos Produtos Perigosos
 Asfixiantes  Fototóxicos
 Corrosivos  Carcinogênicos
 Irritantes  Neurotóxicos
 Sensibilizantes
Vias de Exposição
Vias de Exposição
Absorção

Ingestão

Inalação

Penetração/Injeção
Características das ocorrências com Produtos
Perigosos
Características das ocorrências com Produtos
Perigosos
 Extrapolação dos limites espaciais e temporais do incidente;
 Existência de uma zona de contaminação ou área de risco:
Necessidade de confirmação do produto perigoso envolvido;
 Necessidade de equipes capacitadas e devidamente aparelhadas;
 Existência de pessoas contaminadas;
 Vítimas apresentam sinais e sintomas especiais.
Características das ocorrências com Produtos
Perigosos
 Necessidade de planejamento prévio das vias de transporte a
serem utilizadas e os hospitais de referência para o tratamento;
 Observação continuada das vítimas expostas (ainda que não
apresentem sinais e sintomas específicos, pessoas expostas ao
acidente requerem observação continuada durante dias, meses ou
anos);
 Necessidade de utilização de agentes extintores especiais e
restrição ao uso da água como agente extintor.
DÚVIDAS