Você está na página 1de 2

O PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

DE HISTÓRIA E A REALIDADE DA ESCOLA


PDE 2014-2015

Autor: Edilberto Aparecido Gasparetto 1


E-mail: eagasparetto@seed.pr.gov.br
2
Orientador: Prof. PhD Cláudio de Sá Machado Júnior

Tem-se visto nos dias atuais, que o ensino de História apresenta dados
importantes no desenvolvimento tanto econômico, político e social, tornando-se
necessárias leituras que envolvam o contexto familiar e social do educando.
Assim, a importância de se trabalhar o cinema em sala de aula, resulta por
conceber no indivíduo discurso crítico e reflexivo; sobremaneira que o papel nas
práticas do educador em sala de aula atenda às necessidades reais do educando
de forma a analisar o estudante, agora como expectador, como participante ativo
do processo de ensino e aprendizagem.
Relevante também, que através de leituras fílmicas, criem-se possibilidades
de se produzirem habilidades críticas que são a base para o desenvolvimento do
sujeito e da sociedade em seu contexto geral. Faz-se necessário então que
trabalhar com as habilidades da leitura fílmica, possa adequar ao educando
condições que colaborem com a sua identidade e seu aprimoramento intelectual e
social.
Não se pode negar que é função da escola planejar um trabalho com o
desenvolvimento e sistematização das tais habilidades; entretanto, compreende-
se que nos papéis desenvolvidas - ações pedagógicas trabalhadas - na escola,
não contemplam diretamente essa função.
Muitas são as questões referentes à leitura fílmica que podem ajudar a
construir um novo espaço de debates dentro da escola. Qual a essência temática
do filme? Como é apresentada a sociedade? Há cenas de exploração social,
política, econômica e/ou religiosa no filme? O filme retrata momentos históricos
atuais?
É refletindo sobre essas lacunas - desenvolvimento de sujeito crítico
através de leituras fílmicas – que se necessita que se desenvolva uma nova
mentalidade entre cinema e história, compartilhadas com os docentes, em
especial deste Estado do Paraná, com objetivo primeiro de que se criem hábitos

1
Professor PDE 2014-2015-NRE-AMNorte-SEED-PR. Licenciado em História, especialista em Educação à Distância,
cientista econômico e político. Atualmente atuando como docente no Colégio Est. Dep. Arnaldo Faivro Busato–Pinhais-PR.
2
Professor do Departamento de Pós Graduação de Educação da UFPR. Coordenador Revista Assuntos Acadêmicos.
http://lattes.cnpq.br/7887221850970408.
de leitura, dando a oportunidade de se incluir e de se privilegiar o mundo
contemporâneo; tal fato é, a utilização de diálogos entre Cinema e História, numa
forma de desenvolver a crítica, que podem ser consideradas ferramentas didática-
pedagógica que estimulem o sujeito a enriquecer-se com a prática da leitura!!
O fato de se trabalhar com filmes em sala de aula, oportuniza ao sujeito, a
ação de realidades múltiplas abarcando no aspecto do espírito pedagógico que a
leitura fílmica precisa ter um encaminhamento metodológico dentro instituição
escolar, o que iria dar amplitude na realização de um processo comunicativo entre
indivíduos e suas realidades históricas, como também, debates entre leitores
organizados que buscam entendimentos mais profundos no discernimento de
obras consideradas “difíceis” para alguns da comunidade escolar.

REFERENCIAS:

FERRO, Marc. Cinema e História. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

HORN, Geraldo B. Cineclube do NESEF e Sessões de Políticas Públicas


Educacionais. Encontro presencial NESEF-UFPR mar-nov/14.
___________. Cineclube do NESEF – Leituras e Debates. Encontro presencial
NESEF-UFPR mar-nov/14.

PARANÁ. Diretrizes Curriculares Estaduais para o Ensino de História.


Curitiba: SEED, 2008.

PARANÁ, Secretaria de Estado de Educação. Diretrizes curriculares da


educação básica. História. Curitiba: SEED-PR, 2008.

RAMOS, Fernão P. (org). Teoria contemporânea do cinema: documentário e


narratividade ficcional. Vol. II. Editora Senac, 2008.

NAPOLITANO, Marco. Como usar o cinema na sala de aula. Ed. 4ª, São
Paulo: Contexto, 2010.

VÁRIOS Artigos. Disponível em www.jw.org acesso em: 09 nov. 2014

VÁRIOS Artigos. Disponível em https://independent.academia.edu/egasparetto


acesso dez. 2014.