Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE FUMEC

FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA – FEA

Adriana Luiza Nigri Ribeiro


Ana Luiza Girão
Marina Nascimento
Pedro Igor Alvarenga
Raquel Araújo Mendes Vilela
Sara Govêa Torrent Silveira
Tiago Coutinho Mello de Paiva

ELABORAÇÃO DE UM LAYOUT DE ONIBUS ITINERANTE PARA BANHO


ACESSIVEL PARA MORADORES DE RUA

Belo Horizonte
Maio / 2017
ELABORAÇÃO DE UM LAYOUT DE ONIBUS ITINERANTE PARA BANHO
ACESSIVEL PARA MORADORES DE RUA
Adriana RIBEIRO¹, Ana GIRÃO², Marina NASCIMENTO³, Pedro ALVARENGA4,
Raquel VILELA5, Sara SILVEIRA6, Tiago PAIVA7.
1. INTRODUÇÃO

Após a realização de estudos sobre acessibilidade e inclusão social, foi


elaborado um projeto de implantação para adaptar o ônibus da Prefeitura de
Contagem para oferecer o banho quente aos que vivem em situação de risco e
passam dificuldades nas ruas.
Foi pesquisado que nos EUA, os ônibus antigos do transporte público
estão sendo transformados em banheiros sobre rodas para empenhar a
melhoria da dignidade de moradores nesta situação. Os idealizadores criaram
este projeto tendo como objetivo secundário a inclusão destas pessoas na
sociedade, pois através do banho eles poderiam inspirar e incentivar os
moradores de rua procurar emprego e automaticamente poderem ter uma vida
melhor e sair das suas, tendo assim maior qualidade de vida e respeito diante
da sociedade. (REVISTA VIDA SIMPLES, 2017), (ILUSTRAÇÃO 1).

Ilustração 1 – Ônibus do projeto Lave Mae

Fonte: Revista Vida Simples, 2017.

Com isso, através da oportunidade que o Desafio Acadêmico da


Universidade Fumec será possível mostrar e estudar a viabilidade e benefícios
que o projeto irá impactar na sociedade carente do Município de Contagem.

2. DESENVOLVIMENTO

2
2.1. Apresentação do projeto

Foi apresentada pelo Município de Contagem uma planta inicial para a


elaboração do projeto pelos alunos da Universidade Fumec.
Esta planta visa mostrar a estrutura do veiculo onde serão implantados
os banheiros para os moradores de rua, com medidas reais e seus espaços
disponíveis para essa inclusão.
A iniciativa tem como objetivo oferecer aos moradores de rua uma
condição básica de higiene pessoal e, com isso, restaurar a sua dignidade
perante a sociedade. (ILUSTRAÇÃO 2), (ILUSTRAÇÃO 3).

Ilustração 2 – Vista do Ônibus

Fonte: Blog desafio acadêmico, 2017.

Ilustração 3 – Planta do Ônibus

Fonte: Blog desafio acadêmico, 2017.

3
O Desafio Acadêmico tem como objetivo criar um projeto de um
banheiro móvel, com chuveiros masculino e feminino, que estacionem em
alguns dias da semana em local de fácil acesso para o publico alvo
proporcionar a eles um banho quente.
Iniciou-se o estudo com o índice da população de Contagem, de acordo
com os dados do IBGE o município possui 648.766 habitantes. (IBGE, 2015)
A distribuição dos habitantes de acordo com os dados coletados no site
da Prefeitura de Contagem são que 0,028% são moradores de rua,
aproximadamente 182 pessoas teriam a necessidade de atendimento pelo
projeto, sendo que 85,1% são do sexo masculino e 57,1% da população total
de moradores de rua possuem faixa etária entre 25 a 44 anos.
Estes índices apresentados acima foram reduzidos através de uma
iniciativa do Projeto “Mão Amiga” que como objetivo melhorar a situação de
moradores de rua em todas as suas classificações etárias, onde ele encaminha
estes cidadãos à rede de atendimentos, realiza e ajuda em suas
documentações, oferece alimentação e higienização.
Com essa ação voluntária os índices iniciais de moradores de rua no
Município de Contagem era de 0,061%, o que significa uma redução de
aproximadamente 214 pessoas que tiveram oportunidades e saíram das ruas.
Porem, para que toda população carente fosse atendida, deve-se
elaborar o projeto do ônibus de banheiro móvel levando-se em conta os
portadores de necessidades especiais, com isso o veiculo deverá ser adaptado
com rampa móvel de acesso e barras de apoio em seu interior, além de uma
taxa de segurança para que não ocorra falta do serviço para nenhum usuário,
desta forma, o projeto será dimensionado para atender cerca de 290 pessoas.

Tabela 1 - População
População de contagem 648.766
Percentual de moradores de rua 0,061%

Percentual de moradores de rua em contagem 0,028%


Total de moradores de rua 396
Total de moradores de rua em contagem 182
Valor adotado 289
Fonte: Os autores (2017)

4
Baseando nesses estudos e na inclusão social, vimos a necessidade de
que este ônibus fosse acessível para pessoas com necessidades especiais
implantando rampa de acesso e barras de apoio.

2.2. Acessibilidade

De acordo com as Normas de Acessibilidade da ABNT (NBR 9050), um


banheiro para deficientes devem ter as dimensões mínimas de 1,50m por
1,70m; as bacias devem ser elevadas; áreas de transferência e barras de apoio
deve estar em lados opostos com uma área de transferência mínima de 0,80m
por 1,20m e pode utilizar uma porta de 0,80m com abertura para fora do
espaço.
Para que haja um maior conforto para os usuários cadeirantes, deverá
ser instada uma rampa de acesso ao banheiro móvel, que será colocada
sempre que houver necessidade, e esta rampa terá que seguir as seguintes
proporções:

i=hX100/c (1)
A equação (1) mostra que i é a inclinação, expressa em porcentagem (%), h é
a altura do desnível e c é o comprimento da projeção horizontal da rampa.
Será adotado este sistema de rampa as medidas de 0,80m de
comprimento e 0,70m de altura, onde que se resultará em uma inclinação de
0,875%.

2.2.1. Medidas de cada componente do banheiro acessível

Box:

 Desnível máximo de 1,5 cm em relação ao piso do banheiro;


 Piso e proteção anti-derrapante Largura mínima do box : 80 cm;
 Assento para banho fixo, largura mínima 45 cm, altura 46 cm do piso;
 Suporte/ corrimão lateral/ barras de apoio alturas variáveis;
 Chuveiro portátil;
 Porta objetos fixo;
 Saboneteira para sabão líquido com altura média de1,20 m;

5
 Fechamento do box com material inquebrável e firme, sistemas de porta de
correr, ou utilização apenas de cortina plástica Torneiras de fácil manuseio –
monocomando;
 Tapete externo de borracha com ventosas;
 Porta toalha bem próximo ao box altura média de 1,30 m.

Vaso Sanitário:

 Altura média: 48 a 50 cm Aumentar em 10 cm a base do vaso, conforme


indica a NBR 9050;
 Descarga simples – caixa acoplada, ou descarga por botão;
 Ducha higiênica manual altura média de 45 cm do piso;
 Sabonete líquido próximo;
 Papeleira externa de fácil acesso altura média de 45 cm do piso;
 Barras de apoio com altura de 30 cm acima do tampo do vaso.  

Bancadas:

 Altura entre 80 e 85 cm;


 Torneiras de fácil manuseio – ½ volta, alavanca, monocomando ou com
célula fotoelétrica;
 Distância máxima das torneiras em relação à face externa frontal – 0,50 m;
 Pia com ralo protetor Barras de apoio junto ao lavatório;
 Tomadas e interruptores altos em área seca – 1,10m a 1,30m;
 Sabonete líquido;
 Porta toalhas alto e próximo da bancada – 1,10m a 1,30m.

Armários:

 Gabinete com área livre para movimentação das pernas no caso do uso de
cadeira, banqueta ou cadeira de rodas;
 Espelho frontal iluminado;
 Espelho de aumento;

6
 Apoio de escovas, lâminas, tubos, remédios em material inquebrável;

 Lanterna, caneta e lente de aumento para ler e marcar os remédios na


gaveta ou porta medicamentos;
 Prateleiras internas em material inquebrável;
 Gavetas com trava de segurança.

2.3. Maternidade

Visando que as mulheres que habitam nas ruas possuem pouca


instrução para prevenção de DST e gravidez indesejadas, o ônibus também
contará com um banheiro para mães possam utilizar do serviço acompanhando
seus filhos, e para maior conforto das mesmas, esta cabine móvel será
montada com as dimensões de um banheiro de deficiente para que possa ser
instalados trocadores e componentes sanitários próprios de uso infantil.

2.4. Instalações

A partir do estudo das informações citadas no decorrer do projeto, a estrutura


interna do ônibus contará com os seguintes itens. (TABELA 1)

Tabela 1 – Infraestrutura interna do ônibus.


Categoria do Box Quantidade Medidas (m) Parede interna (m) Total (m)
Masculino 2 1,3 0,25 3,1
Feminino 1 1,3 0,25 1,55
Infantil (0 a 12 anos) 1 2 0,25 2,25
Necessidades especiais 1 2 0,25 2,25
Total disponível de 9,2
espaço (m)
Valor total utilizado (m) 9,15
Fonte: Os autores (2017)

O que falta:
Patrocínio/doações/parcerias
Banhos/dia
Locais de atendimento
Layout

7
conclusao

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

http://razoesparaacreditar.com/cidadania/projeto-transforma-onibus-
parados-em-banheiros-para-moradores-em-situacao-de-rua/
http://desafioacademicofumec.blogspot.com.br/
http://razoesparaacreditar.com/cidadania/empresario-baiano-cria-
banheiro-itinerante-para-que-moradores-de-rua-possam-tomar-
banho/
https://www.joinville.sc.gov.br/noticias/onibus-social-atende-
moradores-no-bairro-fatima/
http://correio.rac.com.br/_conteudo/2017/03/campinas_e_rmc/47158
7-projeto-muda-vida-de-moradores-de-rua.html
http://www.contagem.mg.gov.br/?guia=373436
http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=733534
http://lavamae.org/
http://www.blogdasppps.com/2014/08/sao-francisco-california-eua-um-
onibus.html
http://cidades.ibge.gov.br/painel/painel.php?codmun=311860

ABCP. Pavimento de concreto é alternativa para melhoria das rodovias - Associação


Brasileira de Cimento Portland. São Paulo, 2012. Disponível em:
<http://www.abcp.org.br/conteudo/imprensa/pavimento-de-concreto-e-alternativa-para-
melhoria-das-rodovias>