Você está na página 1de 7

REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N.

2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

PLANTA DE CONTROLE DE TEMPERATURA PARA ENSINO A


DISTÂNCIA

Mac Bryan Silva Arruda1*, Wesley Oliveira Maia2


1
Aluno do Curso de Engenharia de Controle e Automação da Faculdade de Ciência e Tecnologia
(FACIT), 2Professor da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FACIT)

*mac.bryan.a@gmail.com
*maia.weol@gmail.com
ARTIGO

RESUMO: Este trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um sistema web capaz de
acionar e monitorar o comportamento de uma estufa com controle em malha fechada, de modo
que os ganhos do controlador podem ser configurados para observação e análise do
desempenho, com intuito de proporcionar o aprendizado do usuário nos conceitos das malhas
de controle e dos efeitos de cada um dos ganhos de forma independente. O sistema é composto
por duas partes, a primeira é o microcontrolador, formado com o microprocessador NodeMCU
ESP-12E e o circuito elétrico que atuam sobre a planta. A segunda parte é composta pela
Raspberry Pi e a estrutura que compõe a interface web. Para a troca de informações entre o
microcontrolador e a interface foram utilizados a pilha TCP/IP, o método GET do HTTP e o
modelo JSON, além de necessitar do software Matlab para o delineamento do controlador e
desenvolvimento de um controlador PID. Com o sistema desenvolvido torna-se possível a
utilização em disciplinas de controle de sistemas lecionados a distância, desta forma, verificou-
se que é possível efetuar alterações no comportamento do controlador e acompanhá-las de
maneira rápida e prática, logo, permite aos acadêmicos realizar experimentos e aprender
através da utilização desta plataforma sem a necessidade de estarem presentes na instituição de
ensino.
Palavras-chave: educação a distância. NodeMCU ESP8266. Raspberry Pi. streaming de
vídeo.

tecnologias em geral, assume papel essencial


1. Introdução no desenvolvimento de ambientes cuja
finalidade é destinada a aprendizagem
O controle automático desempenhou
independente do tempo e do espaço, onde se
um papel essencial e tornou-se uma parte
tem mais autonomia e flexibilidade. Desse
fundamental dos processos industriais
modo, as propostas pedagógicas atuais são
modernos, devido ao avanço da ciência e
desenvolvidas conforme a necessidade do
tecnologia. Com isso, as plantas de controle
ensino, tendo em vista a importância da
didáticas são frequentemente utilizadas em
geração de estratégias que viabilizem a
projetos para desenvolver e aplicar métodos
aquisição, o processamento e a aplicação do
de controle que viabilizam resultados com
conhecimento adquirido em diversos tipos de
exatidão e contribuem para o
situações problema.
desenvolvimento de novas tecnologias. Para
Isso posto, a prática de simulações em
preparar técnicos e engenheiros nesta área,
escalas menores que nas instalações
também são utilizados sistemas de
industriais para que o aluno tenha contato
treinamento, que permitem a execução de
com o controle e manipulação de dados sem
processos de controle e monitoramento em
contato direto com o ambiente industrial, de
um sistema compacto, concomitantemente à
forma segura e em ambiente controlado, é
realidade da automação industrial.
gradativamente empregada nos sistemas
Nesse sentido, Kalatsis (2008) aduz
acadêmicos, uma vez que as instalações
que o avanço da internet assim como das
86
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

didáticas demonstram múltiplas operações e possa controlar a estufa a fim de atingir o


redes de controle, utilizando softwares e setpoint. Por fim, almejou-se desenvolver
monitoramentos semelhantes aos da uma interface web intuitiva para a inserção
indústria. Essa realização permite ao aluno dos ganhos do controlador e acionamento do
intervir diretamente, modificar valores mesmo.
internos, definir metas, alterar valores de Diante de tal perspectiva, este trabalho
ganhos de controle PID e determinar se justifica pela necessidade de proporcionar
setpoints para simular processos industriais aos acadêmicos de Engenharia de Controle e
controle de nível, pressão e temperatura. Automação, a oportunidade de simular
Em 2012, esperava-se que a IoT diferentes tipos de processos em pequena
durasse entre cinco e dez anos, mas o que escala, mas da mesma forma que seria
ocorre é que, hoje, é o maior pico de encontrado nos dispositivos e processos
expectativas sobre a tecnologia industriais. Visto que um dos principais
experimentada na esfera acadêmica e elementos responsáveis por tal fato, é a
industrial. Desta forma, sua utilização no utilização da internet, impulsionadora do
ensino e nas aplicabilidades da engenharia de ensino a distância.
controle, é essencial, visto que é uma
alternativa de grande viabilidade para 2. Metodologia
promover a comunicação entre dispositivos e
usuários (SUNDMAEKER et al., 2010). Para o desenvolvimento deste projeto
Logo, o presente estudo pretendeu adotou-se uma pesquisa bibliográfica, em
desenvolver um sistema web simples e relação à fundamentação teórica e
gratuito, que possibilita o acionamento do quantitativa, acerca da análise dos dados
controlador de uma planta de temperatura armazenados da resposta ao degrau com a
(estufa) pela internet, além disso, é possível aplicação do controle da planta didática pelo
realizar o monitoramento do processo tanto sistema web proposto.
pelas medições e representações gráficas,
quanto com o streaming em tempo real do 2.1 Pesquisa
mesmo. O desenvolvimento deste projeto se
Para alcançar o objetivo do estudo, deu em uma rede privada com acesso à
planejou-se inicialmente, a preparação da internet, onde se utilizou uma Raspberry Pi 3
Raspberry Pi como servidor apache e do Model B+ como servidor. Inicialmente, foi
banco de dados (MySQL), bem como a necessária a instalação de softwares a fim de
implementação de uma rede doméstica que o microcomputador exercesse a função
através da qual pode-se desenvolver e testar de servidor, além de um sistema de
o sistema. A segunda etapa consistiu gerenciamento de Banco de Dados (SGBD)
basicamente na montagem física do para a criação e manipulação.
hardware e no planejamento do software Em seguida, foi utilizado um cartão
cuja função é controlar a temperatura dentro Micro SD de 32GB com o sistema
da estufa. Em seguida, ao considerar a operacional Raspian na Raspberry Pi 3
finalização do sistema físico do controlador, Model B+. Desse modo, realizou-se a
pleiteou-se a identificação de uma função configuração da rede doméstica e o servidor
matemática, a qual aproxima-se do processo para o streaming da webcam e da página de
real da planta de temperatura, e com isso controle.
permite desenvolver um controlador PID que
87
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

Após a preparação do servidor e a Por ser de código aberto, pela sua


criação do banco de dados, empregou-se facilidade de utilização e por apresentar
também uma placa NodeMCU ESP8266 que suporte à comunicação com diversos tipos de
trabalhou em conjunto com a planta didática. linguagens de programação, utilizou-se o
Este sistema foi projetado para se comunicar MySQL para a gestão do banco de dados.
via WI-FI com o servidor, para que Para tal finalidade, selecionou-se o
possibilitasse o registro destas informações phpMyAdmin no qual se pode classificar
no banco de dados e com isso, a como uma aplicação em PHP para
representação gráfica dos mesmos no sistema manipulação de banco de dados.
web.
2.3 Hardware
2.2 Softwares Foi necessária uma placa Raspberry Pi
Neste projeto foram utilizados os 3 Model B+, uma NodeMCU ESP12E, uma
softwares Matlab, MySQL e o Apache webcam USB WB2102-P, um roteador, uma
Software Foundation, por se destacarem nos planta didática de controle de temperatura,
recursos oferecidos. um sensor DS18B20, uma porta lógica
Matlab é um software desenvolvido 74LS125 tri-state buffer, um módulo relé
para manipulação de matrizes, que SRD-05VDC-SL-C, uma fonte de
atualmente transmutou para uma ferramenta alimentação chaveada de 12V, um módulo
complexa e flexível para resolver cálculos para acionamento de motores VNH2SP30 e
científicos e problemas técnicos de um motor DC AK555/390ML12S18200C.
engenharia (CHAPMAN, 2003). A plataforma Raspberry Pi 3 Model
Desse modo, especificamente neste B+ foi escolhida pelo fato de ser plug-and-
trabalho, o Matlab foi utilizado para a play, pequena e barata, além de ser hackeável
resolução de operações complexas que e educacional (RICHARDSON e
determinariam uma aproximação matemática WALLACE, 2013). Além disso, o
do processo real atuante na planta de desenvolvimento de projetos com a
temperatura. Através desse, tornou-se Raspberry Pi podem ser utilizados as
possível projetar um controlador PID capaz linguagens de programação Scratch, Python,
de forçar a temperatura aferida pelo sensor Pygames, C, Ruby, Java e Perl, além da
até atingir o setpoint informado pelo usuário, possibilidade de utilização das saídas de
além disso, o mesmo ainda possibilitou áudio e vídeo, as conexões ethernet, USB,
realizar uma previsão do modo que o sistema além das GPIOS para o controle e
deveria se comportar quando aplicado esse automatização de dispositivos externos, e a
controlador. possibilidade de inclusão de ferramentas
Para a hospedagem do servidor na adicionais como o módulos de Câmera, e de
Raspberry Pi 3 Model B+ utilizou-se o display LCD (EBERMAM et al., 2017).
Apache Software Foundation, que segundo A placa NodeMCU ESP8266 foi
Severance (2012), é um exemplo de software escolhida pela possibilidade de interagir com
e de código aberto, que compreende mais de o meio ambiente, possibilitar a implantação
160 projetos também de código aberto. Com de códigos em linguagem C, conectar-se,
base nessa informação, foi escolhido o envia e recebe informações através da rede,
projeto do servidor web pelo fato de ser livre, além de poder utilizar seus pinos de entrada e
de fácil instalação, e configuração e ser de saída para medir variáveis e fazer
compatível com o SO Raspian. atuações no meio (KOLBAN, 2015).
88
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

3. Resultados e Discussão

3.1 A rede
O projeto da rede foi desenvolvido para
possibilitar a atuação sobre o processo de
forma indireta, ou seja, sem estar ligado
diretamente ao microcontrolador, de modo
que permita o funcionamento online. O
sistema idealizado pode ser observado na Figura 2 – O esquemático do circuito
Fonte: Os autores.
Figura 1.
Evidencia-se, por meio da Figura 2, a
realização das ligações elétricas para o
desenvolvimento do projeto. Após o
desenvolvimento do esquemático do circuito,
o próximo passo é a montagem elétrica e os
testes para determinar se o circuito proposto
atente às necessidades do projeto. Para tanto,
Figura 1 – Topologia da rede idealizada as montagens elétricas em uma protoboard
Fonte: Os autores. foram efetuadas e podem ser verificadas na
Após o desenvolvimento da rede, Figura 3.
foram feitas configurações no servidor e no
roteador, além da criação do banco de dados,
desta forma, possibilitando o prosseguimento
do projeto.

3.2 Projeto do esquema elétrico


Como continuidade da elaboração Figura 3 – A montagem elétrica do sistema.
Fonte: Os autores.
deste projeto, tem-se também a etapa de
desenvolvimento do projeto do circuito Após o desenvolvimento e a
elétrico, por meio do qual planejou-se tanto o implementação do projeto elétrico do sistema
sistema de controle, como o sistema de inicialmente, a próxima etapa caracteriza-se
potência, necessários para que atuação do pela realização dos testes, para isso,
microcontrolador sobre a planta didática. De inicialmente desenvolveu-se um software
modo que seja possível acionar a lâmpada, para retirar informações necessárias para que
realizar o controle no motor, a fim de atingir o Matlab tenha a capacidade de identificar a
a temperatura desejada dentro da mesma. função de transferência que rege o
Além disso, o circuito deve ser capaz de se funcionamento da planta de temperatura, e o
comunicar com o servidor sem que haja uma software final, utilizado para o controle da
conexão física entre ambos. Dessa maneira, a planta e a comunicação com a interface web.
Figura 2 apresenta a esquematização do
circuito desenvolvido. 3.3 Interface web
Após a configuração do servidor, o
desenvolvimento da rede, e do banco de
dados, o esqueleto de uma interface gráfica,
89
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

foi desenvolvido, utilizando a linguagem


JavaScript para atuar diretamente com o
banco de dados possibilitando o controle
indireto e o monitoramento do processo de
forma intuitiva, pelas variáveis do sistema da
planta didática. A tela inicial da interface
gráfica pode ser visualizada na Figura 4.

Figura 5 – Funções amostradas e estimadas.


Fonte: Os autores.

Com o sistema equiparado, foi possível


desenvolver o controlar PID, deste modo,
realizou-se a aplicação do controle através da
interface web, possibilitando assim, verificar
a funcionalidade do mesmo. Tal aplicação
pode ser observada na Figura 6.

Figura 4 – Tela de monitoramento


Fonte: Os autores.

Com o sistema web desenvolvido,


seguiu-se por fazer uma aplicação do
controle a partir, possibilitando a observação
do seu comportamento.

3.4 Aplicando o controle pela plataforma


web
Inicialmente foi utilizado o software
Matlab para estimar uma função matemática
Figura 6 – Tela de monitoramento
capaz de equiparar com o comportamento Fonte: Os autores.
observado na planta. Com a Figura 5 é
possível observar a comparação da reposta ao Pode-se observar por meio da Figura 6,
degrau da função amostrada (traçado preto) e que ao considerar a margem de ±2% do valor
a resposta da função estimada (linha azul). final do sistema estabilizado (NISE, 2013) e
o degrau aplicado de 15°C, o sistema entrou
em estado de acomodação no instante
01:07:30, apontando 50.25°C. Desta forma, o
sistema (controlador e processo) necessitou
de 1081 segundos para que a resposta

90
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

alcançasse o regime estacionário mostrando a dificuldades podem surgir. Considerando a


capacidade de controlar a planta didática. facilidade e o controle em si, foi possível
obter um sistema de controle satisfatório e
dentro das especificações desejadas,
4. Considerações Finais obedecendo às definições do projeto. Em
geral, dentro do que foi proposto pelos
Devido à necessidade de proporcionar
objetivos deste estudo, pode-se inferir que o
aos estudantes de Engenharia de Controle e
sistema desenvolvido foi concluído com
Automação a realização de simulações em
sucesso.
escalas reduzidas, sem estar presente no
ambiente acadêmico, verificou-se que o 5. Agradecimentos
desenvolvimento de uma planta didática de
controle de temperatura para ensino a Agradeço primeiramente a Deus, por
distância, mostrou-se satisfatória ao ter me dado força para persistir, calma para
considerar os objetivos propostos e os continuar, e muita fé para superar os
resultados apresentados. obstáculos e dificuldades encontradas ao
Assim, os resultaram permitiram longo de meu caminho. Aos meus pais
depreender que o desenvolvimento do Cristina e Haroldo, que sempre me
sistema web possibilitou o acionamento e ensinaram a ser uma pessoa correta, foram
monitoramento do controlador do sistema em pacientes, amorosos e me incentivaram
tempo real via internet. Portanto, a eficiência mostrando sempre que eu era capaz. À
do projeto apresentado pode ser considerada Faculdade de Ciência e Tecnologia de
satisfatória, uma vez que o sistema Montes Claros (FACIT) que concedeu todo o
desenvolvido foi capaz de controlar a planta apoio necessário.
de temperatura para ensino a distância.
Salienta-se ainda, que o mesmo pode ser 6. Referências
aplicado em outras plantas, que para
CHAPMAN, S. J. Programação em Matlab
melhores resultados, deverão ser de resposta
para Engenheiros. Tradução de Flávio
lenta, como é o caso da planta utilizada, pois Soares Correa da Silva e Revisão Técnica de
tem uma variação lenta da variável Fernanda Almeida Umile e Maria Alice da
temperatura. Costa. 2. ed. São Paulo: Thomson Learning
A este respeito, assume-se que este Ltda, 2003. Título original: Matlab
trabalho pode ser utilizado para Programming for Engineers.
desenvolvimento de novas aplicações para
EBERMAM, E. et al. Programação para
plantas educacionais e industriais, visto que Leigos com Raspberry Pi. Revisão de
os controles modernos são muito abrangentes Antonio Jonas Pinotti. João Pessoa: Edifes
e mais funções são descobertas todos os dias. em parceria com Editora IFPB, 2017.
Este trabalho possibilitou, assim, a aplicação
dos fundamentos adquiridos durante o curso KALATZIS, A. C. Aprendizagem baseada
e a possibilidade de novos conhecimentos, em problemas em uma plataforma de
ensino a distância com o apoio dos estilos
ampliando a visão e a compreensão
de aprendizagem: Uma análise do
profissional e acadêmica da Engenharia de aproveitamento dos estudantes de
Controle e Automação. engenharia. Dissertação (Mestrado) – Escola
Além disso, este projeto inclui muitos de Engenharia de São Carlos, São Carlos, 10
conceitos e também serve para entender o 2008. DOI:10.11606/D.18. 2008. tde-
comportamento destes na prática e quais 05112008-145409
91
REVISTA PESQUISA & EXTENSÃO – V. 9, N. 2, 2019 – ISSN ELETRÔNICO 2674-9254

Naomi Yokoyama Edelbuttel e Edição de


KOLBAN, N. kolban’s book on esp8266. Rubens Prates. 1. ed. São Paulo: Novatec
[s.n.], 2015. Disponível em: Editora Ltda, 2013. cap. 1, p. 17–36. Título
<https://www.mikrocontroller.net/attachment original: Getting Started with Raspberry Pi.
/263828/The-ESP8266-Book-August-
2015.pdf>. Acesso em: 04 set. 2018. SEVERANCE, C. The apache software
foundation: Brian behlendorf. Computing
NISE, N. S. Engenharia de Sistemas de Conversations, v. 45, n. 10, p. 8–9, 10 2012.
Controle. Tradução e Revisão Técnica de DOI: 10.1109/MC.2012.355. Disponível em:
JacksonPaul Matsuura. 6. ed. Rio de Janeiro: <http://ieeexplore.ieee.org/
LTC, 2013. Título original: Control Systems document/6329873/>. Acesso em: 10 ago.
Engineering. 2018.

RICHARDSON, M.; WALLACE, S. SUNDMAEKER, H. et al. Vision and


Instalação e configuração. In:__. Primeiros Challenges for Realising the Internet of
Passoscom o Raspberry Pi. Tradução de Things. 20. ed. European Commission -
Patricia Tieme Maeda, Revisão gramatical de Information Society and Media DG, 2010.

ABSTRACT: This work aims to develop a Web system capable of triggering and monitoring
the behavior of a greenhouse with closed loop control, so that controller gains can be
configured for observation and analysis of controller performance, with the purpose of
providing the user’s learning in the concepts of control loops and the effects of each of the
gains independently. The system consists of two parts, the first is the microcontroller, formed
with the microprocessor NodeMCUESP-12E and the electric circuit that act on the plant. The
second part is composed of Raspberry Pi and the structure that makes up the web interface.
For the exchange of information between the microcontroller and the interface, the TCP/IP
stack was used, the HTTP GET method, and the JSON model, in addition to needing the
Matlab software for the controller design and development of a PID controller. With the
developed system, it becomes possible to use in disciplines of control systems taught at a
distance, in this way, it was verified that it is possible to make changes in the behavior of the
controller and to accompany them in a fast and practical way, thus enabling academics to
conduct experiments and learn through the use of this platform without the need to be present
at the educational institution.

Keywords: distance education. Node MCU ESP8266. Raspberry Pi. video streaming.
92