Você está na página 1de 8

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA


CAMPUS EUNÁPOLIS
COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO EM MEIO AMBIENTE

CURSO TÉCNICO DE MEIO AMBIENTE

RELATÓRIO DE PRÁTICAS AMBIENTAIS NO IFBA CAMPUS


EUNÁPOLIS

EUNÁPOLIS, BA
2020

1
GUILHERME MENEZES

GUSTAVO GUIMARÃES

KAYKY GONÇALVES

RELATÓRIO DE PRATICAS AMBIE4 NO IFBA


CAMPUS EUNÁPOLIS

Relatório de Práticas Ambientais apresentado a


Componente Curricular Seminário de
Integração Acadêmica e Práticas Ambientais
como pré-requisito para a avaliação parcial da
III unidade, sob a orientação da professora
Regiane de Oliveira Almeida.

EUNÁPOLIS, BA
2020

2
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ...................................................................................................................4
2. METODOLOGIA.................................................................................................................4
3. CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................................................5

3
1. INTRODUÇÃO: A docente Regiane, da matéria de SIAPA (Seminário de
Integração Acadêmica e Práticas Ambientas), em uma de suas aulas, nos
orientou em sala para produzir um experimento de campo aonde seria
calculado a altura aproximada de diversas árvores do Campus Eunápolis;
a fórmula matemática utilizada seria esta abaixo:

Altura real da Árvore/Altura Relativa da Árvore = Altura Real da Pessoa/Altura Relativa da


Pessoa

Para encontrar os valores que serão inseridos, escolheríamos uma indivíduo, e este
ficaria em frente a uma árvore; depois disso, com uma régua, de longe, mediríamos o
tamanho relativo dele e da árvore, que são as medidas que a régua marca como altura
de seus corpos na perspectiva de quem está medindo, lembrando que é preciso estar
com o braço estendido à frente, para não distorcer as medidas.
A docente também disse que após as medições e cálculos, seria feito uma média
relacionada ao tamanho das árvores daqui do instituto.

2. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Logo após as orientações da docente, o


grupo partiu para as diversas áreas verdes do campus para registrar as medidas e
após isso, fazer as contas. Gustavo Guimarães foi o escolhido para ser o
estudante que ficaria sob a árvore para ser medido, já Guilherme Menezes e
Kayky Gonçalves ficaram revezando entre medidas e anotações; foram feitas dez
medições diferentes no total, e vale ressaltar que a altura real do Gustavo é 1,74
m.

4
CONSIDERAÇÕES FINAIS: Já de volta a sala, calculamos os valores já
organizados numa tabela desenhada a mão, e os resultados foram estes:

Após a obtenção dos resultados, calculamos a média (soma de todos os valores


dívidido pelo número de valores), o que resultou na média aproximada de altura das
árvores do campus, pelo menos com relação as que foram contabilizadas, que é de
1,482,4 centímetros ou 14,824 metros.

5
6
9

7
10