Você está na página 1de 216

www.concurseirosreunidos.

com

INFORMÁTICA
Redes

SISTEMA DE ENSINO

Livro Eletrônico

Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos


para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

FABRÍCIO MELO

G radu ado em S ist em as de In form aç ã o.


E sp ecialist a em con cu rsos p ú blicos, p rofessor em
div ersos cu rsos p rep arat ó rios de B rasília e S ã o
Pau lo desde 2 0 0 5 . Com m ais de 7 0 cu rsos n a
á rea de In form á t ica, su as au las se dest acam p ela
ex celen t e didá t ica v olt ada p ara con h ecim en t os
p rá t icos ap licados à s q u est õ es m ais recen t es de
p rov as de con cu rsos p ú blicos.

Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos


para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Conceitos e Tecnologias relacionados à Internet, Intranet e Extranet..................5


História......................................................................................................5
Backbone...................................................................................................6
WWW (Web/Surface Web).......................................................................... 11
Motor de Busca......................................................................................... 14
Nuvem Computacional (Computação nas Nuvens/Cloud Computer).................. 25
Classificação das Nuvens............................................................................ 28
Bitcoin..................................................................................................... 40
Deep Web................................................................................................ 43
Rede Social............................................................................................... 46
E-mail (Correio Eletrônico).......................................................................... 51
Campos de Envio de E-mail......................................................................... 57
Outros Serviços da Internet........................................................................ 63

IOT (Internet das Coisas)........................................................................... 66


Aplicativos/Aplicações Móveis...................................................................... 70
Funcionamento da Internet......................................................................... 74
Protocolos da Internet................................................................................ 76
Protocolos de Aplicação.............................................................................. 84
Transferência de Arquivos........................................................................... 89
Intranet................................................................................................. 100
Extranet................................................................................................. 101

Nome de Domínio.................................................................................... 112


Mac Address........................................................................................... 124

www.grancursosonline.com.br 3 de 216
Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

URL ou Endereço Eletrônico...................................................................... 127


Html...................................................................................................... 130
Extensões: HTML ou HTM......................................................................... 131
Download e Upload.................................................................................. 133
Conexões............................................................................................... 135

Meios de Transmissão (Cabeada/Guiada).................................................... 141


Meios de Transmissão (Sem Fio/Wireless/Não Guiada).................................. 145
Topologias Físicas de Rede........................................................................ 152
Topologias Lógicas de Redes..................................................................... 156
Equipamentos Utilizados nas Redes de Computadores.................................. 165
Questões de Concurso.............................................................................. 173
Gabarito................................................................................................. 212

www.grancursosonline.com.br 4 de 216
Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

CONCEITOS E TECNOLOGIAS RELACIONADOS À INTERNET,


INTRANET E EXTRANET
H oj e, in iciarem os n ossa au la de Rede/ In t ern et / In t ran et / E x t ran et ..., v olt ada p ara
o con cu rso da PCD F. O con cu rso será realiz ado p elo CE B RAS PE / CE S PE . L em bran do
q u e irem os, t am bé m , t rabalh ar com q u est õ es de ou t ras ban cas p ara reforç ar o
n osso ap ren diz ado.
Nã o esq u eç a de av aliar a n ossa au la! 
S ej a bem - v in do( a) !
A Internet é u m sist em a g lobal de redes de com p u t adores in t erlig adas q u e
u t iliz am u m con j u n t o p ró p rio de p rot ocolos ( TCP/ IP) , com o p rop ó sit o de serv ir
p rog ressiv am en t e u su á rios n o m u n do in t eiro.

História
ARPANE T: Rede da Ag ê n cia p ara Proj et os de Pesq u isa Av an ç ada, foi u m a rede
de com u t aç ã o de p acot es, e a p rim eira rede a im p lem en t ar o con j u n t o de p rot o-
colos TCP/ IP. Am bas as t ecn olog ias se t orn aram a base t é cn ica da In t ern et . A AR-
PANET foi inicialmente financiada pela Agência de Projetos de Pesquisa Avançada
( ARPA) do D ep art am en t o de D efesa dos E st ados U n idos. A ARPANE T foi desat iv ada

em 1 9 9 0 , dan do v ida à INTE RNE T.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 5 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

L em bre- se: a In t ern et t am bé m é con h ecida com o rede p ú blica ou rede ex t ern a.

J á p arou p ara p en sar com o t odas essas in form aç õ es circu lam n essa im en sa

rede? Com o q u e m ilh õ es de p essoas em seu s eq u ip am en t os con seg u em t rocar

in form aç õ es 2 4 h oras p or dia, em alt íssim a v elocidade? V ocê sabia q u e ao en v iar

u m a m en sag em do seu W h at sap p p ara alg u é m , essa m en sag em é en cam in h ada ao

serv idor do W h at sap p lá n os E U A p ara, dep ois, en cam in h ar p ara a p essoa a q u al

en v iou ? Ag radecem os a u m a g ran de est ru t u ra física q u e est á p or t rá s de t u do isso.

U m a esp é cie de esp in h a dorsal da rede.

Backbone
No con t ex t o de redes de com p u t adores, o backbone ( esp in h a dorsal) n a In -

ternet significa um meio de transferência de dados em alta velocidade e alta ca-

p acidade ao lon g o de cen t en as ou m ilh ares de q u ilô m et ros. E st a rede t am bé m é a

resp on sá v el p or en v iar e receber dados en t re as cidades brasileiras ou p ara ou t ros

países. A interligação pode ser feita tanto por meio de cabos de fibra óptica aéreos

e su bm arin os, q u an t o p or sat é lit es.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 6 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 1 ( CE S PE / TJ - AM/ AS S IS TE NTE ) Ap esar de a In t ern et ser u m a rede m u n -

dial de acesso am p lo e g rat u it o, os u su á rios dom é st icos a u t iliz am p or m eio de

alg u m p rov edor de acesso à In t ern et , ist o é , u m a em p resa p riv ada q u e cobra p elo

acesso ao serv iç o.

Certo.

Podem os lem brar q u e p ara a in fraest ru t u ra ( cabeam en t o, m odem / rot eador) ch eg ar à

n ossa casa, sã o u t iliz ados serv iç os de p rov edores de acesso ( NE T/ CL ARO/ V IV O/ G V T...) .

QUESTÃO 2 ( INAZ D O PARÁ/ CORE - S P/ AS S IS TE NTE ) A Internet se configura no

m u n do de h oj e com o u m a das p rin cip ais ferram en t as de com u n icaç ã o do p lan et a.

Ap on t e a alt ern at iv a q u e ap resen t a con t eú do corret o sobre a h ist ó ria dessa im p or-

t an t e fon t e de in form aç ã o dos dias con t em p orâ n eos.

a) No final da década de 70, uma agência americana de projetos de pesquisa

criou a base da est ru t u ra de com u n icaç ã o de dados q u e m ais t arde se t ran sfor-

m aria n a In t ern et .

b) O tráfego eficiente de dados na grande rede somente começou a dar resultados

p osit iv os a p art ir da u t iliz aç ã o do con j u n t o de p rot ocolos de referê n cia TCP/ IP, de-

sen v olv ido n o in ício da dé cada de 7 0 .

c) A Fu n daç ã o Nacion al da Ciê n cia, in st it u iç ã o am erican a de p esq u isa em t ecn olo-

g ia, desen v olv eu u m a rede com ercial ch am ada FNCNE T, q u e m ais t arde faria p art e

da configuração da Internet.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 7 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) S u a orig em est á fu n dam en t ada n a im p lan t aç ã o de u m a rede ex p erim en t al de

com p u t adores de lon g a dist â n cia, ch am ada ARPANE T, form ada p or u m con j u n t o de
laborat ó rios am erican os de p esq u isa.

e) S om en t e foi p ossív el con solidar a criaç ã o da In t ern et ap ó s a adeq u ada j u n ç ã o


de redes p aralelas com o a In t ran et e a E x t ran et .

Letra d.

U m p ou q u in h o de h ist ó ria! ARPANE T q u e deu v ida à INTE RNE T. L em bram os q u e


a ARPANE T foi im p lem en t ada p elos m ilit ares n a g u erra fria, t am bé m . Foi desat i-

v ada em 1 9 9 0 .

QUESTÃO 3 ( CE S PE / E B S E RH / TÉ CNICO) A In t ern et foi p roj et ada p ara ser alt am en -


t e t oleran t e a falh as, con t in u an do a t ran sm it ir o t rá feg o m esm o n o caso de ocorrer
at aq u es n u cleares em v á rias p art es da rede de com p u t adores.

Certo.
Item que parece ser exagerado, certo?! Basta observarmos a figura acima para
con cordarm os com o it em . A in t ern et t rabalh a com u m t rá feg o redu n dan t e de da-

dos, on de a in t erru p ç ã o de dados em u m p on t o n ã o irá in t erferir em ou t ro, dev ido

ao sist em a de rede Mesh ( m alh a) , on de est á t odo m u n do lig ado a t odo m u n do.

QUESTÃO 4 ( U NIV E RS A/ S E CRIA- D F/ AG E NTE ) Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen -

t a o t erm o q u e corresp on de a u m a esp é cie de esp in h a dorsal da In t ern et n a q u al

as in form aç õ es circu lam en t re os com p u t adores in t ercon ect ados e cu j a est ru t u ra


física pode ser compreendida por cabos de fibra óptica intercontinentais tanto aé-

reos q u an t o su bm arin os.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 8 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) B ack bon e

b) B roadcast in g

c) V PN ( V irt u al Priv at e Net w ork )

d) W AN ( W ide area n et w ork )

e) W W W ( W orld W ide W eb)

Letra a.

a) Certa. Definição de Backbone. Caiu na prova o termo espinha dorsal leia-se:

B ACK B ONE .

b) Errada. B roadcast in g ( t ran sm issã o) é u m m é t odo de t ran sferê n cia de m en sa-

g en s p ara t odos os recep t ores, sim u lt an eam en t e.

c) Errada. V PN ( rede p riv ada v irt u al) é u m t u n elam en t o p ara t ran sm issã o de in -

formações de maneira segura, usando criptografia. Geralmente usado em uma

t ran sm issã o v ia E x t ran et .

d) Errada. WAN (rede de longa distância) é uma definição de rede de abrangência

física de lon g a dist â n cia. Abran g e u m p aís, con t in en t e ou p lan et a.

e) Errada. w w w ( w eb) é u m sist em a de h ip ert ex t os da in t ern et ; serv iç o ao q u al

u sam os p ara acessarm os os sit es.

Ap ó s est u darm os a est ru t u ra física da In t ern et , p recisam os abordar q u al o p rin -

cip al obj et iv o dessa g ran diosa rede p ara n ó s u su á rios e em p resas de t odo p lan et a.

O p rin cip al obj et iv o da In t ern et é p rov er serv iç os, ok ? ! Mas q u ais seriam esses ser-

v iç os? V am os com p ará - la a u m g ran de sh op p in g cen t er. D en t ro de u m sh op p in g ,

ex ist em cen t en as de loj as e serv iç os, cert o? ! Pois bem , é ex at am en t e isso q u e a

rede m u n dial n os oferece! V ej a:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 9 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Cada nome que você observou na figura corresponde a um serviço que a Internet

oferece. D esde a com p ra de u m cu rso on lin e p elo G ran Cu rsos, at é u m a p aq u era em

u m a rede social q u alq u er.

QUESTÃO 5 ( CE S PE / TRT- 7 / TÉ CNICO) E n t re as ferram en t as n ecessá rias p ara o u so

da In t ern et est ã o os brow sers.

Errado.

Os B row sers ( n av eg adores) sã o n ecessá rios p ara a n av eg aç ã o das p á g in as da W W W

( W eb) , e n ã o p ara o u so da In t ern et . E x ist e u m a “ p eg adin h a” q u e as ban cas faz em

em con fu n dir a Rede ( In t ern et ) com os seu s serv iç os. Para acessar a In t ern et , é

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 10 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

n ecessá rio u m Modem . J á os ap licat iv os v ã o dep en der de q u al serv iç o o u su á rio irá

u t iliz ar. E x em p lo: Acesso o m eu In st ag ram com u m ap licat iv o n o m eu S m art p h on e,

e n ã o at rav é s de u m n av eg ador.

V am os a u m a an á lise dos p rin cip ais serv iç os q u e com p õ em a In t ern et ?

WWW (Web/Surface Web)


WWW-World Wide Web: (que em português significa, “Rede de alcance mundial”;

t am bé m con h ecida com o W eb e W W W ) é u m sist em a de docu m en t os em h ip erm ídia

q u e sã o in t erlig ados e ex ecu t ados n a In t ern et . Os docu m en t os p odem est ar n a form a

de vídeos, sons, hipertextos e figuras. Todas as páginas que acessamos via Navega-

dores ( brow sers) e at rav é s das bu scas n o G oog le est ã o in dex ados n a W W W .

Não é sinônimo de Internet! Mas posso afirmar que é o serviço mais utilizado na

Rede Pú blica.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 11 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 6 ( FCC/ TRT- 3 / ANAL IS TA) A W orld W ide W eb, w w w ou sim p lesm en t e

W eb é u m

a) con j u n t o de p rot ocolos H TTP.

b) sin ô n im o de In t ern et .

c) sist em a de h ip ert ex t o.

d) w eb brow ser p ara in t erag ir com p á g in as w eb.

e) serv idor w eb resp on sá v el p or aceit ar e resp on der os p edidos H TTP.

Letra c.

A “ p eg adin h a” é t en t ar in du z ir o( a) can didat o( a) a m arcar a let ra “ b” ( sin ô n im o de

In t ern et ) . E x at am en t e p or ser o serv iç o m ais u t iliz ado n a In t ern et .

QUESTÃO 7 ( CE S PE / S E PL AG E D U C- D F/ ORIE NTAD OR) A In t ern et é u m a rede m u n -

dial de com p u t adores q u e p ossibilit a o acesso, p or m eio de u m n av eg ador, a p á g i-

n as w eb q u e est ej am localiz adas n os m ais div ersos p on t os do p lan et a; p ort an t o,

In t ern et e W W W sã o t erm os q u e p odem ser con siderados sin ô n im os.

Errado.

It em idê n t ico à let ra “ b” da q u est ã o an t erior, m u dan do ap en as a ban ca.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 12 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 8 ( CE S PE / B RB / E S CRITU RÁRIO) Com o su rg im en t o da W W W ( w orld

w ide w eb) , o acesso a arq u iv os de con t eú do ap en as t ex t u al ev olu iu p ara arq u iv os

q u e ag reg am div ersos form at os, com dest aq u e p ara os docu m en t os h ip erm ídia,

q u e sã o a u n iã o de h ip ert ex t o com m u lt im ídia, ou sej a, t ex t os com lin k s, im ag en s,

son s, v ídeos, en t re ou t ros recu rsos.

Certo.

Observ e q u e o it em abordado é sobre W W W , m as com ou t ra con cep ç ã o. B an cas com o

o CE S PE t em o h ist ó rico de cobrar o m esm o assu n t o de v á rias m an eiras diferen t es.

O item afirma uma grande realidade trazida pela WWW, a evolução textual. Evolu-

ím os de in form aç õ es ap en as con t idas em p ap é is, on de só ag reg am t ex t os e im a-

g en s, p ara os at u ais sit es ( sít ios) q u e ag reg am , alé m de t ex t os e im ag en s, v ídeos,

son s, efeit os esp eciais et c.

QUESTÃO 9 ( CE S PE / E CT/ AD MNIS TRAD OR) A W orld W ide W eb, ou sim p lesm en t e

W eb, é u m rep osit ó rio de in form aç õ es in t erlig adas p or div ersos p on t os esp alh ados

ao redor do m u n do.

Certo.

Mais um item sobre WWW, com outra visão. Afirma que WWW é um repositório de

in form aç õ es. E st á cert o q u an do se an alisa n o sen t ido ló g ico, e n ã o físico. Pois o

físico seria o serv idor on de se arm az en a a p á g in a q u e a W W W in dex a.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 13 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 10 ( IAD E S / APE X B RAS IL / ANAL IS TA) Mu it as p essoas, diariam en t e, aces-

sam div ersos sit es, blog s ou assistem filmes utilizando a internet. Assinale, a seguir,
o significado das primeiras três letras apresentadas em quase todos os sites (www).

a) W ord W ild W eb.


b) W ord W ide W eb.

c) W orld W ild W eb.

d) W orld W eb W ild.
e) W orld W ide W eb.

Letra e.
In form á t ica ou in g lê s?

Motor de Busca
Mot or de bu sca: m ot or de p esq u isa ou m á q u in a de bu sca é u m sist em a de sof-
t w are p roj et ado p ara en con t rar in form aç õ es arm az en adas em u m sist em a com -
p u t acion al a p art ir de p alav ras- ch av e in dicadas p elo u t iliz ador, redu z in do o t em p o

n ecessá rio p ara en con t rar in form aç õ es.


O g ran de p roblem a sobre m ot or de bu sca em con cu rsos p ú blicos é con t ar com a

p op u laridade do G oog le, e t en t ar in du z ir o( a) can didat o( a) a acredit ar q u e só ex ist e

ele com o bu scador. Nã o acredit e, p ois t em os ou t ros g ran des bu scadores n o m ercado:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 14 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Alé m dos n om es dos m ais p op u lares bu scadores da In t ern et , os ex am in adores

t am bé m abordam sobre com o faz er u m a bu sca n a rede m u n dial. V ocê , n obre alu -

n o( a) , sabe bu scar corret am en t e u m dado de m an eira p recisa? S e a resp ost a for

n ã o, leia as ex p licaç õ es a seg u ir.

Caso eu en t re n o G oog le e bu sq u e: J oã o da S ilv a S au ro e p ression o E n t er, o

G oog le irá bu scar p á g in as e docu m en t os q u e cit am J oã o, da, S ilv a, S au ro, J oã o da,

J oã o da S ilv a, J oã o da S ilv a S au ro et c. Ap arecerã o m ilh õ es e m ilh õ es de resu lt a-

dos. Para evitar isso, existem os filtros de busca (busca avançada), que poderão

redu z ir os resu lt ados lev an do de m an eira m ais diret a o q u e bu scam os n a Rede. Os

principais filtros são:

” ” – Asp as ( p esq u isa ex at a) . E x : “ J oã o da S ilv a S au ro” . Irá ret orn ar p á g in as e

docu m en t os ap en as com o n om e com p let o, e n ã o m ais frag m en t ado.

” - ” – h ífen ( ex clu ir u m it em da bu sca) . E x : con cu rso – v est ibu lar. B u sq u e con cu r-

so, m as n ã o os q u e t en h am o t erm o v est ibu lar.

“ ~ ” - t il ( t erm os sin ô n im os ou diret am en t e relacion ados) .

AND

OR - Con ect iv os boolean os ( e, ou , n ã o) .

NOT

define: (dicionário, significado do termo).

filetype: (Procura arquivo por sua extensão). Ex: faroeste caboclo filetype:mp3.

allin t ex t : ( p rocu ra u m t erm o den t ro de u m t ex t o de u m sit e) .

in t it le: ( p rocu ra o t erm o n o t ít u lo de u m sit e ou docu m en t o) .

relat ed: ( relaç ã o, m esm o assu n t o) E x : relat ed: w w w .g 1 .com . Irá ret orn ar p á g i-

n as de p ort ais de n ot ícias, com o o G 1 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 15 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

lin k : ( sit es q u e faç am referê n cia a u m ou t ro, p or m eio do lin k ) . E x : lin k : w w w .

g ran cu rsoson lin e.com .br. Irá ret orn ar sit es q u e em seu s t ex t os m en cion am o sit e

do G ran Cu rsos on lin e.

.. – Dois pontos finais (intervalo). Ex: concurso câmara federal 2000..2010. Irá

ret orn ar p á g in as e docu m en t os de con cu rsos da Câ m ara Federal de 2 0 0 0 at é 2 0 1 0 .

G ran Cu rsos on lin e sit e: w w w .g 1 .com ( faz er a bu sca som en t e n o sit e do G 1

at rá s do n om e G ran Cu rsos on lin e) .

# - H ash t ag ( bu scas p or H ash t ag s das redes sociais) .

@ - redes sociais (busca por algum termo em alguma rede social específica) Ex:

“Ayrton Senna” @twitter

$ - ( p esq u isa de p reç os) .

“ * ” – ( t erm os descon h ecidos - cu rin g as – su bst it u i q u alq u er t erm o) E x : Mais

v ale u m * do q u e dois v oan do.

9 / 3 – ( op eraç õ es m at em á t icas) E x : 9 / 3 ap arecerá o resu lt ado da div isã o de

9 p or 3 .

9 / 0 3 – Irá ret orn ar resu lt ados sobre a dat a 9 / 0 3

Op ç õ es de im ag em – ( n o G oog le im ag en s, o u su á rio p ossu i u m form u lá rio com

uma série de filtros sobre imagens. Desde a qualidade (MP-Mega Pixels), colorida

ou p ret o e bran co at é o form at o da im ag em ( J PG , G IF...) .

Con v ersã o de m edidas – ( celsiu s p ara fah ren h eit , cen t ím et ros p ara q u ilô m et ros,

seg u n dos p ara h oras...) .

Con v ersã o de m oedas – ( q u alq u er m oeda do m u n do p oderá ser con v ert ida –

Real p ara Pesos Arg en t in os, D ó lar p ara E u ro...) .

Prev isã o do t em p o p elo m u n do – ( saiba q u an t os g rau s est á faz en do n as

ilhas Cayman).

D oodles ( v ersõ es an im adas dos log ot ip os do G oog le) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 16 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 11 ( IB G P/ PRE F. S ARZ E D O- MG / TÉ CNICO) U m u su á rio u t iliz an do o sit e

de bu sca G oog le, p ret en de bu scar os t ó p icos m ais com u n s ( n o m om en t o) de u m

det erm in ado assu n t o em su a p esq u isa.

Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a o sím bolo q u e dev e ser u t iliz ado p ara realiz ar

a p esq u isa.

a) %

b) #

c) *

d) @

Letra b.

Questão mal formulada. Ele poderia ter sido mais específico. Interpreta-se que

t ó p icos = H AS H TAG .

QUESTÃO 12 ( FCC/ TRT- 2 / ANAL IS TA) Con sidere h ip ot et icam en t e q u e u m An alist a

acessou em seu n av eg ador o sit e de bu sca G oog le ( w w w .g oog le.com .br) . Na p á g in a

q u e se abriu , dig it ou n a lin h a de p esq u isa sit e: h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br in u rl: p j e.

O obj et iv o do An alist a era:

a) refinar a pesquisa para arquivos do tipo.pje no site http://www.trtsp.jus.br.

b) en con t rar art ig os q u e t en h am u m t ít u lo q u e se in icia com p j e e con t en h am m ais p a-

lav ras de q u e ele n ã o se recorda, den t ro da h om ep ag e do sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br.

c) ex clu ir a p alav ra p j e dos resu lt ados da bu sca den t ro do sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 17 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) en con t rar t odos os sit es relacion ados ao sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br q u e con t e-


n h am a p alav ra p j e.
e) rest rin g ir os resu lt ados da bu sca à s p á g in as do sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br q u e
con t en h am a p alav ra p j e.

Letra e.
Uso de 2 (dois) tradicionais filtros do Google.

QUESTÃO 13 ( COPS / U E L / PARANÁ PRE V ID Ê NCIA) O G oog le é u m a das p á g in as de


bu sca m ais u t iliz adas da In t ern et . S obre a realiz aç ã o de bu scas n o G oog le, at ribu a
C (certo) ou E (errado) às afirmativas a seguir.
( ) U m a bu sca p or RE S U L TAD O PROV A irá m ost rar as p á g in as q u e con t en h am essas
du as p alav ras n a m esm a p á g in a.
( ) U m a bu sca p or 1 1 0 0 ..1 8 0 0 irá m ost rar as p á g in as q u e con t en h am n ú m eros q u e
v ariam en t re o in t erv alo m ost rado.
( ) U m a bu sca p or “ RE S U L TAD O PROV A” irá m ost rar as p á g in as q u e con t en h am
ex at am en t e esse t ex t o.
( ) U m a bu sca p or PROV A - RE S U L TAD O irá m ost rar as p á g in as q u e con t en h am as
p alav ras PROV A e RE S U L TAD O soz in h as.
( ) U m a bu sca p or RE S U L TAD O OR PROV A irá m ost rar as p á g in as q u e con t en h am
as p alav ras RE S U L TAD O ou PROV A de form a isolada.
Assin ale a alt ern at iv a q u e con t é m , de cim a p ara baix o, a seq u ê n cia corret a.
a) V , V , V , F, F.
b) V , V , F, V , F.
c) V , F, V , V , F.
d) F, V , F, F, V .

e) F, F, F, V , V .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 18 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra a.
4 – O u so do t raç o/ h ífen , irá ex clu ir da bu sca o t erm o resu lt ado. 5 – o OR ( ou ) n ã o
bu scará de form a isolada.

QUESTÃO 14 ( Q U AD RIX / CRM- D F/ AD MINIS TRATIV O) Pesq u isas de im ag en s com


base em seu s t am an h os n ã o p odem ser realiz adas p elo G oog le.

Errado.
Nu n ca su best im e o G oog le, alu n o( a) !

QUESTÃO 15 ( V U NE S P/ PC- S P/ AU X IL IAR) U TIL IZ AND O O S ITE D E PE S Q U IS A


( B U S CA) G oog le n a In t ern et , o u su á rio dig it ou o seg u in t e t ex t o n a B arra de p esq u isa:
con cu rso - v u n esp
O resu lt ado dessa form a de bu sca serã o os sit es q u e
a) ap resen t am am bas as p alav ras, con cu rso e v u n esp , em q u alq u er ordem .
b) in clu em a p alav ra con cu rso, n o en dereç o do sit e, e a p alav ra v u n esp n a in for-
m aç ã o do sit e.
c) ap resen t am am bas as p alav ras, con cu rso e v u n esp , n essa ordem .
d) in clu em a p alav ra con cu rso, n o t ex t o da p á g in a, e a p alav ra v u n esp n o en dereç o
do sit e.
e) ap resen t am a p alav ra con cu rso e n ã o ap resen t am a p alav ra v u n esp .

Letra e.

O u so do “ - “ an t es da p alav ra irá ex clu i- la da bu sca.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 19 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 16 ( CE S PE / POL . CIV IL - PE / AG E NTE ) Assin ale a op ç ã o q u e ap resen t a

corret am en t e o t ex t o q u e, ao ser dig it ado n o sít io de bu scas G oog le, p erm it e locali-

z ar, n a w eb, arq u iv os n o form at o p df q u e con t en h am a frase “ v aloriz aç ã o do p olicial

civ il” , m as n ã o con t en h am o v ocá bu lo “ con cu rso” .

a) ‘valorização do policial civil’ without ‘concurso’ type(pdf)

b) ‘ v aloriz aç ã o do p olicial civ il’ n o: con cu rso arch iv e( p df)

c) “ v aloriz aç ã o do p olicial civ il” n ot ( con cu rso) in : p df

d) “Valorização do Policial Civil.” -concurso filetype:pdf

e) v aloriz aç ã o an d do an d p olicial an d civ il ex clu de( con cu rso) in : p df

Letra d.

Três filtros abordados: o uso das aspas para a busca exata; hífen para a exclusão

do termo concurso e filetype: para a busca do arquivo em PDF.

 Obs.: Note que existe um espaço de um filtro para o outro. Jamais coloque os fil-

t ros j u n t os, sem o u so do esp aç o.

QUESTÃO 17 ( FG V / MPE - RJ / S U PE RIOR) Maria p rocu ra n a In t ern et u m a im ag em ,

q u e serv irá p ara ilu st rar u m cart az . Com o é n ecessá ria u m a boa q u alidade de im a-

gem e o assunto é amplo, Maria decidiu empregar os seguintes critérios na filtra-

g em dos resu lt ados:

• associada à ex p ressã o “ Rio 2 0 1 6 ” ;

• n ã o associada à p alav ra “ fu t ebol” ;

• com m ais de 1 5 MP;

• colorida;

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 20 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

• est ej a n u m sit e sob o dom ín io “ .br” ;

• est ej a arm az en ada com o u m arq u iv o “ J PG ” ;

• p rop orç ã o q u adrada.

Ao p rep arar a bu sca p or m eio do G oog le, dos crit é rios p ret en didos, Maria con se-

guiu especificar:

a) som en t e t rê s;

b) som en t e q u at ro;

c) som en t e cin co;

d) som en t e seis;

e) t odos.

Letra e.

Alu n o( a) , faç a v ocê m esm o o t est e. E n t re n o G oog le im ag en s, p art e in ferior direit a

da página, clique em configurações, opção Pesquisa Avançada. Você irá assustar

com a quantidade de filtros de pesquisa de imagens que o Google oferece.

QUESTÃO 18 ( Q U AD RIX / CRTR/ TÉ CNICO) com o faz er u m a bu sca n o G oog le p or u m

t erm o q u e est ej a som en t e n o t ít u lo de u m a p u blicaç ã o?

a) D ev e- se in iciar a bu sca com o sin al de m aior ( > ) .

b) D ev e- se en cerrar a bu sca com o sin al de m aior ( > ) .

c) D ev e- se in iciar a bu sca com o t erm o “ in t it le: ” .

d) D ev e- se in iciar a bu sca com a t ag < t it le> .

e) D ev e- se en cerrar a bu sca com a t ag < t it le> .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 21 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

Tít u lo de u m a p u blicaç ã o: In t it le:

QUESTÃO 19 ( CE S PE / FU B / TÉ CNICO) Ao realiz ar u m a p esq u isa n a In t ern et , o G oo-

g le dist in g u e p alav ras dig it adas em m aiú scu las daq u elas dig it adas em m in ú scu las

n o t ex t o ao ser p esq u isado.

Errado.

G oog le n ã o é Case S en sit iv e ( diferen ciar let ras m aiú scu las de let ras m in ú scu las) .

Caract eríst ica p resen t e n o S ist em a Op eracion al L in u x .

QUESTÃO 20 ( U FG / S ANE AG O/ ANAL IS TA) u m m ot or de p esq u isa ou ferram en t a de

bu sca ou bu sca- dor é u m p rog ram a desen v olv ido p ara p rocu rar p alav ras- ch av e,

forn ecidas p elo u su á rio, em docu m en t os e bases de dados. No con t ex t o da in t er-

n et , u m m ot or de p esq u isa p erm it e p rocu rar p alav ras- ch av e em docu m en t os q u e

est ã o n a w eb, com o aq u eles q u e se en con t ram arm az en a- dos em w ebsit es. E n t re

as ferramentas mais usadas encontram-se o Google, o Yahoo!, o Bing, o Lycos e o

Cadê . Ao u sar o G oog le, o u su á rio p ode u t iliz ar

a) o ap ó st rofo, com o em ‘ t ex t o’ , p ara bu scar a frase com p let a e n ã o cada t erm o

em sep arado.

b) as ret icê n cias, com o em 2 0 1 0 ...2 0 1 8 , p ara m ost rar resu lt ados p u blicados n o

in t erv alo de t em p o esp ecificado.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 22 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) a palavra file, como em file:pdf, para especificar um tipo de arquivo a ser localizado.
d) o m en os, com o em seg u ran ç a - p at rim on ial, p ara p rocu rar a p alav ra seg u ran ç a,
ex clu in do os resu lt ados em q u e ap arecem a p alav ra p at rim on ial.

Letra d.
a) Errada. Term o ex at o é o u so das asp as “ “ .
b) Errada. Intervalo; dois pontos finais ..
c) Errada. Arquivo; filetype:
d) Certa. Observe o espaço entre os filtros segurança -patrimonial. Já o hífen é
j u n t o de p at rim on ial.

QUESTÃO 21 ( CE S PE / S E E D F/ MONITOR) O G oog le, m ecan ism o de bu sca p or do-


cu m en t os da W eb a p art ir de p alav ras- ch av e, oferece u m con j u n t o de ap licat iv os,
p ara a ediç ã o de docu m en t os e p lan ilh as elet rô n icas, in t erop erá v eis com ou t ras
plataformas, como, por exemplo, com o Microsoft Office.

Certo.

Alu n o( a) , it em in t eressan t e, q u e aborda ou t ras ferram en t as q u e faz em p art e do


p ort fó lio do G oog le. G oog le D ocs, q u e p erm it e a ediç ã o de docu m en t os on lin e; edi-
tor de texto, planilhas e apresentações. Grande concorrente do Microsoft Office 365.

QUESTÃO 22 ( Q U AD RIX / CONTE R/ TÉ CNICO) No sít io de p esq u isa G oog le, o


recu rso q u e p erm it e q u e sej am m ost rados os resu lt ados en q u an t o o u su á rio dig it a
é con h ecido com o

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 23 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) G oog le Adw ords.

b) G oog le In st an t .

c) G oog le Map s.

d) Pesq u isa av an ç ada.

e) Pesq u isas seq u en ciais.

Letra b.

J á p ercebeu q u e en q u an t o v ocê est á dig it an do o t erm o desej ado, o G oog le j á

com eç a INS TANTANE AME NTE a ap resen t ar resu lt ados? ! Recu rso con h ecido com o

G oog le In st an t .

QUESTÃO 23 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E TE L ) O sit e de p esq u isa ( bu sca) n a In t ern et

G oog le p ossibilit a a realiz aç ã o de p esq u isas direcion adas u t iliz an do- se sím bolos

em con j u n t o com p alav ras e frases. Por ex em p lo, o u so do sím bolo @ an t es de u m a

p alav ra direcion a a p esq u isa p ara

a) n om es de dom ín io.

b) en dereç os de e- m ail.

c) um site específico.

d) redes sociais.

e) en dereç os de serv idores de p á g in as.

Letra d.

S e dig it arm os: “ Cop a do m u n do” @ in st ag ram , irá bu scar o t erm o Cop a do m u n do

n a rede In st ag ram .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 24 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 24 ( FAD E S P/ D E TRAN- MA/ AG E NTE ) É possível filtrar resultados de pes-

quisa explícitos, no Google, como conteúdo pornográfico, usando a configuração

a) S afeS earch .

b) Prot ect .

c) InPrivacy.

d) Podcast s.

e) Padlock .

Letra a.

A importância de ler muito sobre tecnologias Google. É possível filtrar resultados

da pesquisa explícitos no Google, como conteúdo pornográfico, usando a configu-

raç ã o S afeS earch . O S afeS earch n ã o é 1 0 0 % p reciso. Poré m , ele p ode aj u dar v ocê

a ev it ar resu lt ados da p esq u isa com con t eú do ex p lícit o e in adeq u ado n o seu sm ar-

t p h on e, t ablet ou com p u t ador.

Nuvem Computacional (Computação nas Nuvens/Cloud


Computer)

A n u v em com p u t acion al, ou clou d com p u t in g , é u m m odelo de com p u t aç ã o em

q u e dados, arq u iv os e ap licaç õ es residem em serv idores físicos ou v irt u ais, acessí-

v eis p or m eio de u m a rede em q u alq u er disp osit iv o com p at ív el. B asicam en t e, con -

sist e em com p art ilh ar ferram en t as com p u t acion ais p ela in t erlig aç ã o dos sist em as,

sem elh an t es à s n u v en s n o cé u , ao in v é s de t er essas ferram en t as localm en t e ( m es-

m o n os serv idores in t ern os) . A p art ir do m om en t o q u e v ocê p rocessa, ex ecu t a ou

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 25 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

arm az en a dados fora do seu com p u t ador local, ou sej a, n a In t ern et , est á u san do o

fam oso sist em a de n u v em com p u t acion al. Pode observ ar q u e a cada dia q u e p assa
est am os m en os dep en den t es das n ossas m á q u in as locais e m ais dep en den t es da

In t ern et . Tem os u m m ercado “ rech eado” serv iç os de n u v en s, en t re eles:

QUESTÃO 25 ( CE TRE D / S C- CE / ANAL IS TA) O con ceit o de com p u t aç ã o em n u v em ( em


in g lê s, clou d com p u t in g ) refere- se à u t iliz aç ã o das cap acidades de arm az en am en t o
e p rocessam en t o de com p u t adores com p art ilh ados e in t erlig ados p or m eio da In t er-
n et . O arm az en am en t o de dados é feit o em serv iç os q u e p oderã o ser acessados de

q u alq u er lu g ar do m u n do, a q u alq u er h ora, n ã o h av en do n ecessidade de in st alaç ã o


de programas específicos. Dois dos principais serviços disponíveis atualmente para

o arm az en am en t o de dados, baseados n o con ceit o de com p u t aç ã o em n u v em , sã o:

a) B ox e S orag e.
b) E v ern ot e e RAID .

c) iClou d e S S D s ( S olid S t at e D riv es)


d) SkyDrive e Jukebox.

e) D rop box e G oog le D riv e.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 26 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

A im p ort â n cia do( a) can didat o( a) est ar sem p re an t en ado( a) à s n ov as t ecn olog ias.

Com o u m sist em a de n u v em fu n cion a, n a p rá t ica? V am os an alisar o ex em p lo abaix o:

Ten h o cadast rado n o Iclou d ( sist em a de n u v em da Ap p le) t rê s eq u ip am en t os;


Ip h on e, Ip ad e Macbook . Todos n a m esm a con t a. Caso eu t ire u m a fot o n o Ip h on e,
au t om at icam en t e ela irá ao Iclou d, q u e sin cron iz ará com o Ip ad e o Macbook . S e

eu com p rar u m a m ú sica n o Ip ad, au t om at icam en t e irei escu t á - la n o Ip h on e e Ma-

cbook . A n u v em com p u t acion al p erm it e TU D O E M TOD OS . Tu do q u e arm az en o em

u m ap arelh o será sin cron iz ado com os dem ais.


S ist em a FRE E MIU M: t odos esses g ran des serv iç os de n u v em oferecem u m a de-

t erm in ada q u an t idade de esp aç o e ferram en t as g rat u it as. E x em p lo: ( Iclou d e On e-


Drive oferecem 5 Gigabytes de armazenamento). Então, podemos classificar como

u m serv iç o FRE E . Caso o u su á rio p recise de m ais esp aç o, p recisará com p rar m ais

esp aç o ou ferram en t as. Assim , p assará a t er u m serv iç o PRE MIU M.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 27 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

E L AS TICID AD E / E S CAL AB IL ID AD E : é a cap acidade de o u su á rio au m en t ar ou

dim in u ir a q u an t idade de esp aç o con t rat ado a q u alq u er m om en t o. E x em p lo: t en h o

um plano de 5 Gigabytes ao qual não comporta mais arquivos, basta eu ir às con-

figurações do serviço e contratar um plano com mais espaço. Posso afirmar que fiz

u m a elast icidade n a n u v em .

Classificação das Nuvens

D e acordo com o NIS T ( In st it u t o Nacion al de Padrõ es e Tecn olog ia do D ep art a-

mento de Comércio norte-americano), os sistemas de nuvem são classificados nos

seg u in t es m odelos de im p lem en t aç ã o:

• Nuvem privada: a in fraest ru t u ra n a n u v em é p rov ision ada p ara u so ex clu -

siv o p or u m a ú n ica org an iz aç ã o com p ost a de div ersos con su m idores ( com o

u n idades de n eg ó cio) . A su a p rop riedade, g eren ciam en t o e op eraç ã o p odem

ser da org an iz aç ã o, de t erceiros ou de u m a com bin aç ã o m ist a, e p ode est ar

den t ro ou fora das in st alaç õ es da org an iz aç ã o.

• Nuvem comunitária: a in fraest ru t u ra n a n u v em é p rov ision ada p ara u so ex -

clu siv o p or u m a det erm in ada com u n idade de con su m idores de org an iz aç õ es

q u et ê m in t eresses em com u m ( de m issã o, req u isit os de seg u ran ç a, p olít icas,

observ â n cia de reg u lam en t aç õ es) . A su a p rop riedade, g eren ciam en t o e op e-

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 28 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

raç ã o p odem ser de u m a ou m ais org an iz aç õ es da com u n idade, de t erceiros

ou de u m a com bin aç ã o m ist a, e p ode est ar den t ro ou fora das in st alaç õ es das

org an iz aç õ es p art icip an t es.

• Nuvem pública: a in fraest ru t u ra n a n u v em é p rov ision ada p ara u so abert o

ao p ú blico em g eral. A su a p rop riedade, g eren ciam en t o e op eraç ã o p odem ser

de u m a em p resa, u m a in st it u iç ã o acadê m ica, u m a org an iz aç ã o do g ov ern o,

ou de uma combinação mista. Ela fica nas instalações do fornecedor.

• Nuvem híbrida: a in fraest ru t u ra n a n u v em é u m a com p osiç ã o de du as ou

m ais in fraest ru t u ras n a n u v em ( p riv adas, com u n it á rias ou p ú blicas) q u e p er-

m an ecem en t idades dist in t as, m as sã o in t erlig adas p or t ecn olog ia p adron i-

z ada ou p rop riet á ria q u e p erm it e a com u n icaç ã o de dados e p ort abilidade de

ap licaç õ es ( com o t ran sferê n cia de p rocessam en t o p ara a n u v em p ara balan -

ceam en t o de carg a en t re n u v en s) .

Classificação de acordo com os serviços:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 29 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

• Software como Serviço (SaaS – Software as a Service): o recu rso for-

n ecido ao con su m idor é o u so de ap licaç õ es do forn ecedor ex ecu t an do em

u m a in fraest ru t u ra n a n u v em . As ap licaç õ es p odem ser acessadas p or v á -

rios disp osit iv os clien t es at rav é s de in t erfaces lev es ou ricas, t ais com o u m

n av eg ador w eb ( com o em e- m ail baseado n a w eb) , ou p or u m a in t erface de

p rog ram aç ã o. O con su m idor n ã o g eren cia n em con t rola a in fraest ru t u ra n a

n u v em su bj acen t e, in clu in do rede, serv idores, sist em as op eracion ais, arm a-

z en am en t o, ou m esm o recu rsos in div idu ais da ap licaç ã o, com a p ossív el

exceção de configurações limitadas por usuário. Exemplos: Googles Docs,

Office 365, OneDrive e Icloud.

• Plataforma como Serviço (PaaS – Platform as a Service): o recu rso

forn ecido ao con su m idor é in st alar n a in fraest ru t u ra da n u v em ap licat iv os

criados ou adq u iridos p elo con su m idor, desen v olv idos com lin g u ag en s de p ro-

g ram aç ã o, bibliot ecas, serv iç os e ferram en t as su p ort ados p elo forn ecedor ou

com p at ív eis. O con su m idor n ã o g eren cia n em con t rola a in fraest ru t u ra n a

n u v em su bj acen t e in clu in do rede, serv idores, sist em a op eracion al ou arm a-

z en am en t o, m as t em con t role sobre as ap licaç õ es in st aladas e p ossiv elm en t e

configurações do ambiente de hospedagem de aplicações. Exemplos: Win-

dow s Az u re e G oog le Ap p E n g in e.

• Infraestrutura como Serviço (IaaS – Infrastructure as a Service): o

recu rso forn ecido ao con su m idor é p rov ision ar p rocessam en t o, arm az en a-

m en t o, com u n icaç ã o de rede e ou t ros recu rsos de com p u t aç ã o fu n dam en t ais

n os q u ais o con su m idor p ode in st alar e ex ecu t ar soft w ares em g eral, in clu in do

sist em as op eracion ais e ap licat iv os. O con su m idor n ã o g eren cia n em con t rola

a in fraest ru t u ra n a n u v em su bj acen t e, m as t em con t role sobre os sist em as

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 30 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

op eracion ais, arm az en am en t o, e ap licat iv os in st alados, e p ossiv elm en t e u m


controle limitado de alguns componentes de rede (como firewalls). Exemplo:
Am az on W eb S erv ices.

QUESTÃO 26 ( ID IB / CRO- B A/ TÉ CNICO) D as alt ern at iv as abaix o, m arq u e aq u ela

q u e NÃ O rep resen t a u m disp osit iv o de arm az en am en t o n as n u v en s.


a) G oog le D riv e

b) On eD riv e
c) D isco ríg ido
d) D rop box

Letra c.
D isco ríg ido é u m disp osit iv o local, en con t rado in t ern am en t e em n ossos com p u t adores.

QUESTÃO 27 ( FCC/ TRT- 2 / TÉ CNICO) Ao p esq u isar sobre clou d st orag e, u m Té cn ico

verificou que há diferentes tipos de armazenamento em nuvem, dependendo de


com o o st orag e é feit o, den t re os q u ais est ã o:

I– V olt ada p ara p essoas físicas, est a n u v em é com p ost a p or sit es q u e disp on ibi-
liz am u m p eq u en o esp aç o de arm az en am en t o g rat u it am en t e e oferecem p lan os

p ara ex p an dir a cap acidade. Ideal p ara q u em q u er t est ar o serv iç o de clou d st o-

rag e ou p ossu i u m p eq u en o v olu m e de dados e n ã o n ecessit a de u m alt o n ív el de


seg u ran ç a e desem p en h o.

II – D iv idida en t re clien t es com n eg ó cios em com u m , q u e rat eiam os cu st os de


u t iliz aç ã o e m an u t en ç ã o, est a n u v em p ode ser h osp edada e g eren ciada den t ro das

em p resas ou , en t ã o, t erceiriz ada.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 31 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

III – E st a n u v em é p roj et ada p ara u so ex clu siv o de u m a ú n ica em p resa, n as dep en -

dências da qual todo o hardware (storages e servidores) fica alocado. A empresa

p ossu i con t role t ot al da im p lem en t aç ã o das ap licaç õ es n a n u v em .

Os t ip os de I, II e III sã o, corret a e resp ect iv am en t e,

a) FaaS , S aaS e IaaS .

b) n u v em p ú blica, com u n it á ria e p riv ada.

c) IaaS , CaaS e S aaS .

d) n u v em g rat u it a, h íbrida e corp orat iv a.

e) IaaS , E aaS e PaaS .

Letra b.

Examinador explorou as 3 principais classificações sobre nuvem.

QUESTÃO 28 ( FCC/ TRT- 6 / ANAL IS TA) U m An alist a u t iliz a u m con j u n t o de ap lica-

t iv os de escrit ó rio ( G oog le D ocs) q u e n ã o est ã o in st alados em seu com p u t ador,

m as em serv idores esp alh ados em p on t os div ersos da in t ern et . Alé m de acessar os

ap licat iv os, g u arda t am bé m os docu m en t os p rodu z idos p or m eio deles n esses ser-

v idores, de form a a p oder acessá - los a p art ir de q u alq u er com p u t ador com acesso

à in t ern et . O An alist a u t iliz a u m t ip o de com p u t aç ã o em n u v em con h ecido com o

a) D ev elop m en t as a S erv ice.

b) S oft w are as a S erv ice.

c) Plat aform as a S erv ice.

d) In frast ru ct u re as a S erv ice.

e) Com m u n icat ion as a S erv ice.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 32 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra b.

G oog le D ocs, p acot e de S OFTW ARE S p ara escrit ó rio. E n t ã o o classificam os

com o S AAS .

QUESTÃO 29 ( IAD E S / APE X B RAS IL / ANAL IS TA) An á lise de dados ou bu sin ess in -

t ellig en ce sã o cen á rios com u n s a q u e t ip o de serv iç o de n u v em ?

a) D ados com o serv iç o ( D aaS )

b) S oft w are com o serv iç o ( S aaS )

c) In fraest ru t u ra com o serv iç o ( IaaS )

d) B u sin ess com o serv iç o ( B aaS )

e) Plat aform a com o serv iç o ( PaaS )

Letra e.

Term o ch av e: “ An á lise de dados” . J á p odem os con clu ir q u e se refere à PAAS .

QUESTÃO 30 ( CE S PE / E MAP/ ANAL IS TA) O u so do becap e em n u v em p ara sist em as

de arm az en am en t o de im ag en s t em com o v an t ag em a salv ag u arda das có p ias em

ambientes fisicamente seguros e geograficamente distantes.

Certo.

L em bre- se: est am os t erceiriz an do u m serv iç o a u m a em p resa esp ecializ ada em

salv ag u arda de dados, p ossiv elm en t e esses dados est arã o seg u ros.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 33 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 31 ( Q U IAD RIX / CRB - 6 / AS S IS TE NTE ) A com p u t aç ã o em n u v em forn ece

alg u n s serv iç os de com p u t aç ã o p ela in t ern et : p or ex em p lo, arm az en am en t o, p ro-

cessam en t o de dados, rede, an á lise de dados, den t re ou t ros. As em p resas forn ece-

doras desses serv iç os com p u t acion ais em n u v em , em su a m aioria, oferecem essas

fu n cion alidades e cobram p or su a u t iliz aç ã o. Assin ale alt ern at iv a q u e in dica du as

p rov edoras g lobais de serv iç os de n u v em p ú blica ( Clou d com p u t in g ) .

a) Microsoft e Am az on .

b) U ber e W h at sAp p .

c) L in u x e Microsoft .

d) Microsoft e W alm art .

e) Ap p le e Facebook .

Letra a.

b) Errada. U ber = sist em a de t ran sp ort e p riv ado p or ap licat iv o. W h at sap p = rede

social ou ap licat iv o m u lt ip lat aform a p ara a com u n icaç ã o de dados.

c) Errada. L in u x = sist em a op eracion al. Microsoft = em p resa desen v olv edora de

soft w ares e p rodu t os t ecn oló g icos.

d) Errada. Microsoft = em p resa desen v olv edora de soft w ares e p rodu t os t ecn oló -

g icos. W allm art = loj a de dep art am en t o.

e) Errada. Ap p le = em p resa desen v olv edora de soft w ares e p rodu t os t ecn oló g icos.

Facebook = rede social.

QUESTÃO 32 ( CE S PE / S TJ / ANAL IS TA) O q u e diferen cia u m a n u v em p ú blica de u m a

n u v em p riv ada é o fat o de aq u ela ser disp on ibiliz ada g rat u it am en t e p ara u so e est a

ser disponibilizada sob o modelo pay-per-usage (pague pelo uso).

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 34 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Errado.

Tan t o a n u v em p ú blica com o a p riv ada sã o m odalidades p ag as. O sist em a Free-

mium que classifica como grátis ou pago. Free: grátis. Premium: pago.

QUESTÃO 33 ( FE PE S E / PC- S C/ AG E NTE ) D entre as várias definições propostas para

com p u t aç ã o em n u v em , u m a q u e é aceit a p elo m ercado é aq u ela p rop ost a p elo

NIS T ( In st it u t o Nacion al de Padrõ es e Tecn olog ia do D ep art am en t o de Com ercio

norte-americano). De acordo com a definição do NIST indique em qual modelo

de serv iç o a cap acidade en t reg u e ao con su m idor é o forn ecim en t o de cap acida-

de de p rocessam en t o, arm az en am en t o, redes e ou t ros recu rsos de com p u t aç ã o

fu n dam en t ais, n os q u ais o con su m idor é cap az de im p lan t ar e ex ecu t ar soft w are

arbit rá rio, q u e p ode in clu ir sist em as op eracion ais e ap licaç õ es. O con su m idor n ã o

g eren cia ou con t rola a in fraest ru t u ra da n u v em su bj acen t e, m as t em con t role sobre

sist em as op eracion ais, arm az en am en t o e ap licat iv os im p lan t ados; e, p ossiv elm en -

t e, con t role lim it ado de com p on en t es de rede selecion ados.

a) H aaP – H ardw are as a Plat form

b) Paas – Plat form as a S erv ice

c) S aaS – S oft w are as a S erv ice

d) H aaS – H ardw are as a S erv ice

e) IaaS – In frast ru ct u re as a S erv ice

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 35 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

Observ e o t rech o do en u n ciado: “ NIS T in diq u e em q u al m odelo de serv iç o a cap aci-

dade en t reg u e ao con su m idor é o forn ecim en t o de cap acidade de processamento,

armazenamento, redes e ou t ros recu rsos de com p u t aç ã o fu n - dam en t ais, ...” O

ex am in ador in dicou a cap acidade física ( h ardw are) da n u v em , en t ã o t em os o IAAS

( In fraest ru t u ra com o serv iç o n a n u v em ) .

QUESTÃO 34 ( CE S PE / POL . CIV IL - PE / AG E NTE ) U m usuário instalou e configurou,

em u m a est aç ã o de t rabalh o do ó rg ã o on de at u a, u m ap licat iv o de disco v irt u al,

q u e p erm it e arm az en am en t o de dados em n u v em ( Clou d st orag e) , e sin cron iz ou

uma pasta que continha apenas um arquivo nomeado como xyz.doc. Em seguida,

ele inseriu três arquivos nessa pasta e modificou o conteúdo do arquivo xyz.doc.

Posteriormente, esse usuário configurou, em um computador na sua residência, o

m esm o ap licat iv o com a m esm a con t a u t iliz ada n o seu t rabalh o, m as n ã o realiz ou

q u aisq u er ediç õ es ou in serç ã o de arq u iv os n a referida p ast a.

Com base nas informações apresentadas nessa situação hipotética, é correto afir-

m ar q u e, n o com p u t ador n a residê n cia do u su á rio, a p ast a u t iliz ada p ara sin cron i-

z ar os dados con t erá

a) quatro arquivos, porém o arquivo xyz.doc não conterá as modificações realiza-

das n o ó rg ã o, u m a v ez q u e clou d st orag e sin cron iz a in serç õ es, e n ã o at u aliz aç õ es.

b) somente o arquivo xyz.doc sem as modificações realizadas no órgão, uma vez

q u e clou d st orag e sin cron iz a ap en as arq u iv os q u e j á ex ist iam an t es da in st alaç ã o e

da configuração do programa.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 36 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) som en t e o arq u iv o xyz.doc com as modificações realizadas no órgão, uma vez

q u e clou d st orag e sin cron iz a ap en as arq u iv os q u e j á ex ist iam an t es da in st alaç ã o e

da configuração do programa com suas devidas atualizações.

d) quatro arquivos, incluindo o arquivo xyz.doc com as modificações realizadas no

ó rg ã o em q u e o u su á rio at u a.

e) t rê s arq u iv os, u m a v ez q u e clou d st orag e sin cron iz a ap en as arq u iv os in seridos

após a instalação e a configuração do programa.

Letra d.

Alu n o( a) , lem bra da p art e da au la q u e eu cit ei q u e a n u v em p erm it e acessar TU D O

E M TOD OS ? E n t ã o, t u do q u e foi com p art ilh ado em seu serv iç o será acessado

de su a residê n cia.

QUESTÃO 35 ( CE S PE / TCE - PB / ANAL IS TA) Na com p u t aç ã o em n u v em ( clou d com -

p u t in g ) , q u e m u dou a v isã o de p essoas físicas e j u rídicas acerca de recu rsos de

t ecn olog ia da in form aç ã o, o m odelo q u e oferece u m am bien t e sob dem an da p ara

desen v olv im en t o, t est e e g eren ciam en t o de ap licaç õ es de soft w are é den om in ado

a) in fraest ru t u ra com o serv iç o ( IaaS ) .

b) big dat a com o serv iç o ( B D aaS ) .

c) soft w are com o serv iç o ( S aaS ) .

d) p lat aform a com o serv iç o ( PaaS ) .

e) dados com o serv iç o ( D aaS ) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 37 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra d.

Observ e o t rech o do en u n ciado: “ o m odelo q u e oferece u m am bien t e sob dem an -

da p ara desenvolvimento, teste e gerenciamento de ap licaç õ es de soft w are é

den om in ado...” O ex am in ador in dicou o sist em a de p lat aform a, PAAS ( p lat aform a

com o serv iç o n a n u v em ) .

QUESTÃO 36 ( CE S PE / ANV IS A/ TÉ CNCIO) Ao con t rat ar e u t iliz ar u m serv iç o de

com p u t aç ã o em n u v em p ara arm az en ar seu s dados, o u su á rio p erde a g ov ern an ç a

sobre esses dados, p or n ã o v isu aliz ar com o eles sã o su bm et idos aos p rocessos de

becap e, arm az en am en t o e con t role de seg u ran ç a.

Certo.

A g ran de m aioria dos can didat os m arcou com o errado o it em . Pelo fat o de o ex a-

m in ador aleg ar q u e o u su á rio p erde a g ov ern an ç a sobre os dados. Realm en t e,

o usuário perde a governança sobre os dados, porque eles passam a ficar sob a

resp on sabilidade da em p resa con t rat ada p ara o arm az en am en t o. S e v ocê con t rat a

100 Gigabytes no Icloud, a Apple passa a ter a responsabilidade sobre seus dados.

O sist em a de B ack u p e seg u ran ç a dos seu s dados é p or con t a da Ap p le.

 Obs.: O u su á rio n ã o p erde o gerenciamento de seu s dados!

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 38 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 37 ( CE S PE / TE L E B RAS / TÉ CNICO) Os p ossív eis ben efícios relacion ados

ao u so da com p u t aç ã o em n u v em n as org an iz aç õ es in clu em a econ om ia de

en erg ia elé t rica.

Certo.

It em q u e aborda as v an t ag en s do u so da com p u t aç ã o em n u v em . E x ist em v á rias

v an t ag en s, as m ais abordadas em p rov as referem - se à econ om ia q u e as em p resas

tê m ao op t ar p ela m odalidade. U m a delas é a econ om ia de en erg ia elé t rica, p ois

o fat o da em p resa t er u m serv idor em seu esp aç o físico dem an da u m g ran de con -

su m o de en erg ia p ara m an t ê - lo lig ado e o ex cessiv o con su m o de ar con dicion ado

p ara refrig erá - lo.

QUESTÃO 38 ( CE S PE / S U FRAMA/ TÉ CNICO) Na h ierarq u ia da com p u t aç ã o em n u -

v em , o n ív el m ais baix o é o PaaS ( Plat form - as- a- S erv ice) . Nesse n ív el, é disp on ibi-

liz ado ao u su á rio som en t e a est ru t u ra de h ardw are, a q u al in clu i o p rocessador, a

m em ó ria, a en erg ia, a refrig eraç ã o e a rede; ao p asso q u e a est ru t u ra de soft w are,

q u e in clu i o sist em a op eracion al, os serv idores de ban co de dados e os serv idores

web, fica a cargo do próprio usuário.

Errado.

Alu n o( a) , o CE S PE t em o cost u m e de in au g u rar t em as n ov os em su as p rov as. Foi a

p rim eira v ez q u e a ban ca abordou o con ceit o da h ierarq u ia da n u v em . Observ e q u e

o ex am in ador coloca o t erm o ch av e da q u est ã o log o n o in ício, p ercebe? J u st am en t e

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 39 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

p ara o( a) can didat o( a) q u e n ã o est u dou sobre o t em a desist ir e p u lar o it em . A p ar-

t ir de ag ora, n ã o p roceda m ais assim , t u do bem ! ? O CE S PE p erm it e m u it as v ez es

q u e o( a) can didat o( a) acert e o it em p or in t erp ret aç ã o de t ex t o e t é cn icas de reda-

ç ã o. E x em p lo: observ e se o it em p ossu i; n eg aç õ es, rest riç õ es, falar m al, ex ag eros

e, p rin cip alm en t e, a fu g a do t em a.

Nest e caso, o CE S PE p erm it e q u e o( a) can didat o( a) q u e n ã o est u dou a h ierarq u ia

da nuvem mesmo assim acerte o item. O CESPE afirma que a estrutura da nuvem

fica a cargo do usuário. O usuário está contratando um sistema de nuvem justa-

mente para terceirizar e ficar livre em se preocupar com essas estruturas, certo!?

E n t ã o, sem est u dar o t em a, bast aria t er friez a e an alisar o it em q u e seria p ossív el

acert á - lo sem saber n ada sobre PAAS .

Bitcoin

V am os falar da m oeda dig it al m ais fam osa do m u n do? ! Assu n t o q u e com eç ou a

ser abordado em con cu rsos, recen t em en t e.

B it coin ( B TC ou X B T) é u m a m oeda dig it al do t ip o crip t om oeda descen t ra-

liz ada e, t am bé m , u m sist em a econ ô m ico alt ern at iv o ( p eer- t o- p eer elect ron ic

cash system), apresentada em 2008 por um programador ou grupo de progra-

m adores S at osh i Nak am ot o ( p seu don im o) . É resp on sá v el p elo ressu rg im en t o do

sist em a ban cá rio liv re.

O bitcoin permite transações financeiras sem intermediários, mas verificadas

p or t odos os u su á rios da rede ( n ó s da rede) B it coin , q u e sã o g rav adas em u m ban -

co de dados dist ribu ídos, ch am ado de block ch ain .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 40 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

A rede descentralizada, ou sist em a econ ô m ico alt ern at iv o B it coin , p ossu i a

t op olog ia p on t o- a- p on t o ( p eer- t o- p eer ou P2 P) , ist o é , u m a est ru t u ra sem inter-

mediário e sem uma entidade administradora central. Torn a in v iá v el q u alq u er

autoridade financeira ou governamental manipular a emissão e o valor de bitcoins

ou induzir a inflação com a produção de mais dinheiro.

A t ecn olog ia B lock ch ain ( “ Cadeia de B locos” em in g lê s) é u m t ip o de ban co de

dados dist ribu ídos, q u e t em a fu n ç ã o de liv ro- raz ã o de con t abilidade p ú blica ( sal-

dos e t ran saç õ es de con t as) , on de sã o reg ist radas as t ran saç õ es bit coin . E st a t ec-

n olog ia p erm it e q u e esses dados sej am t ran sm it idos en t re t odos os p art icip an t es

da rede ( n ó s P2 P) de m an eira descen t raliz ada e t ran sp aren t e. D essa m an eira, n ã o

é necessária a confiança em um terceiro ou entidade central para que os dados de

con t abilidade est ej am cert os e n ã o sej am frau dados.

A rede B it coin cria e dist ribu i u m n ov o lot e de bit coin s ap rox im adam en t e 6 v e-

z es p or h ora, aleat oriam en t e, en t re p art icip an t es q u e est ã o rodan do o p rog ram a

de m in eraç ã o de crip t om oedas. Q u alq u er p art icip an t e m in erador t em ch an ce de

g an h ar u m lot e. O at o de g erar bit coin s é com u m en t e ch am ado de “ m in erar” ( em

referê n cia à “ m in eraç ã o do ou ro” ) . A p robabilidade de u m cert o m in erador g an h ar

u m lot e dep en de do p oder de p rocessam en t o com p u t acion al com q u e ele con t ribu i

p ara a rede B it coin em relaç ã o aos ou t ros. A q u an t ia de bit coin s g eradas p or lot e

n u n ca p assa de 5 0 B TC, e esse v alor est á p rog ram ado n o p rot ocolo bit coin p ara

dim in u ir com o p assar do t em p o, de m odo q u e o t ot al de bit coin s criadas n u n ca u l-

t rap asse 2 1 m ilh õ es de u n idades B TC. V ale a p en a in v est ir em B it coin s? A resp ost a

v aria de esp ecialist a p ara esp ecialist a. Alg u n s falam q u e p ode ser u m bom in v est i-

m en t o, desde q u e a p essoa p ossu a ou t ros e n ã o con cen t re t u do n a m oeda. Ou t ros

ach am arriscado in v est ir, e alg u n s q u e a ideia é u sar com o reserv a.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 41 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 39 ( FE PE S E / PC- S C/ AG E NTE ) No con t ex t o de m oedas v irt u ais, o B it coin

m it ig a o p roblem a de g ast ar u m a m esm a m oeda m ais de u m a v ez ( o p roblem a de

dou ble- sp en din g ) , em p reg an do:

a) B lock ch ain .

b) Criptografia simétrica centralizada.

c) Criptografia assimétrica centralizada.

d) Au t en t icaç ã o do g ast o e su a v alidaç ã o p or u m com it ê cen t ral.

e) Reg ist ro em t em p o real n o liv ro con t á bil dig it al da en t idade m an t en edora

do bit coin .

Letra a.

B ast aria o( a) can didat o( a) saber u m ú n ico det alh e sobre B it coin p ara acert ar a

q u est ã o. Q u e a m oeda é descen t raliz ada, n ã o ex ist e u m ó rg ã o cen t ral ou serv idor

cen t ral. Observ e q u e t odas as dem ais alt ern at iv as cit am a cen t raliz aç ã o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 42 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Deep Web
Aluno(a), observe a figura abaixo:

O iceberg rep resen t a a In t ern et . A p art e q u e est á fora da á g u a rep resen t a o q u e


j á est u dam os em n ossa au la, W W W ( w eb/ S u rface W eb) . Tu do q u e acessam os v ia n a-
v eg adores ( In t ern et E x p lorer, E dg e, G oog le Ch rom e, Firefox ...) e bu scam os n o G oo-
g le est á n essa p art e descobert a ( W W W ) . J á a p art e abaix o rep resen t a a D eep W eb.

D eep W eb é o con j u n t o de con t eú dos da in t ern et n ã o acessív el diret am en t e p or


sit es de bu sca. Isso in clu i, p or ex em p lo, docu m en t os h osp edados den t ro de sit es
que exigem login e senha. Sua origem e sua proposta original são legítimas. Afi-

n al, n em t odo m at erial dev e ser acessado p or q u alq u er u su á rio. O p roblem a é q u e,


lon g e da v ig ilâ n cia p ú blica, essa en orm e á rea secret a ( 5 0 0 v ez es m aior q u e a w eb

com u m ! ) v irou u m a t erra sem lei, rep let a de at iv idades ileg ais p av orosas. A p art e

biz arra da D eep W eb con h ecem os com o a D ark W eb. Os en dereç os da D eep W eb
podem ser bem bizarros, com uma sucessão de letras e números seguida do sufixo.
on ion , em v ez do t radicion al.com . Orig in alm en t e, su a fu n ç ã o é p osit iv a: p rot eg er

conteúdos confidenciais, como os de governos, bancos, empresas, forças militares

e u n iv ersidades, acessív eis só com log in , p or ex em p lo. Para t er acesso à D eep W eb,

t erá q u e in st alar u m n av eg ador p ró p rio, com o ex em p lo o TOR.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 43 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 40 ( IB FC/ MG S / AD V OG AD O) S it es p ú blicos, arm az en ados em serv ido-

res com erciais e in dex ados n os bu scadores p op u lares com o o G oog le, com p õ em a

in t ern et acessada p ela g ran de p art e dos u su á rios da rede de com p u t adores. E n -

t ret an t o, ex ist e u m a in fraest ru t u ra de rede e de n av eg aç ã o q u e ex p an de essa p os-

sibilidade em alg o con h ecido com o D eep w eb. U m ex em p lo é a rede im p lem en t ada

p elo sist em a Tor ( do in g lê s Th e On ion Rou t er, ou Rot eador Cebola) , n o q u al os sit es

h osp edados n ã o serã o, p or ex em p lo, localiz á v eis p elos bu scadores t radicion ais. A

in form aç ã o da rede e o p rocessam en t o dos dados du ran t e a n av eg aç ã o do u su á rio

sã o realiz ados em div ersos dos n ó s p ert en cen t es ( em u m a est ru t u ra de acesso em

camadas) e a informação é encriptada. O sites da rede Tor são identificados pela

ex t en sã o.on ion em seu dom ín ios e, sã o acessados p elos u su á rios at rav é s do brow -

ser Tor, desenvolvido a partir do Firefox. Analise as afirmativas abaixo, dê valores

V erdadeiro ( V ) ou Falso ( F) .

( ) O rast ream en t o dos dados de n av eg aç ã o de u m u su á rio n a rede Tor com o Tor

brow ser em sit es.on ion é p rat icam en t e im p ossív el.

( ) Os sit es h t t p s: / / facebook corew w w i.on ion / e h t t p : / / 3 g 2 u p l4 p q 6 k u fc4 m .on ion /

p odem ser acessados p or brow sers com o o Firefox ou o G oog le Ch rom e.

( ) U m a rede ocu lt a dos m ecan ism os t radicion ais de bu sca e v isit a foi p rov av elm en -

t e desen v olv ida p ara u so n a p rop ag aç ã o de p orn og rafa e v en da de drog as.

( ) S eu m u su á rio da rede Tor acessa u m sit e n orm al da rede h t t p est á com p rom e-

t en do a seg u ran ç a dos dem ais u su á rios da rede Tor.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 44 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

( ) A est ru t u ra descen t raliz ada do acesso aos sit es n a rede Tor e o p rocesso de crip -

t og rafa dev em in v iabiliz ar a realiz aç ã o de bu scadores de con t eú do com o o G oog le.


Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a a seq u ê n cia corret a de cim a p ara baix o.

a) V , V , F, V , F
b) V , F, V , F, V

c) V , V , V , V , F

d) V , F, F, F, V

Letra d.
2 – S it es cit ados n ã o p odem ser acessados p or n av eg adores t radicion ais.
3 – Deep Web não foi criada para fins ilícitos, sua criação é legitima, como estudado

n o con ceit o acim a.


4 – Acessar a rede t radicion al at rav é s de u m n av eg ador t radicion al n ã o irá afet ar
a seg u ran ç a da rede Tor.

QUESTÃO 41 ( CE S PE / TJ D FT/ TÉ CNICO) D eep W eb é o con j u n t o de con t eú dos da


In t ern et n ã o acessív el diret am en t e p or sít ios de bu sca, o q u e in clu i, p or ex em p lo,
docu m en t os h osp edados em sít ios q u e ex ig em log in e sen h a. A orig em e a p rop ost a

original da Deep Web são legítimas, afinal nem todo material deve ser acessado por

q u alq u er u su á rio. O p roblem a é q u e, lon g e da v ig ilâ n cia p ú blica, essa en orm e á rea

secret a foi t om ada p elo desreg ram en t o, e est á rep let a de at iv idades ileg ais.

Certo.

Observ e q u e o CE S PE cop iou e colou o con ceit o de D eep W eb. U saríam os aq u ele

raciocín io an t erior sobre it en s n ov os, q u e a ban ca aborda. Nã o t em : n eg aç õ es, res-


t riç õ es, falan do m al, ex ag eros e p rin cip alm en t e a fu g a do t em a. E n t ã o, a con clu sã o

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 45 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

é q u e ele con t a u m a h ist ó ria, cert o? O CE S PE n ã o in v en t a h ist ó rias em su as p rov as.


E n t ã o, errado, eu n ã o m arcaria j am ais em u m it em assim . S e t iv er m arg em p ara o

fam oso “ ch u t e” , m arq u e CE RTO.

Rede Social
J á ch ecou seu Facebook e In st ag ram h oj e? S em q u erer in du z ir a dist raç ã o, saiba

q u e eles caem em con cu rsos p ú blicos, t am bé m !

É u m a est ru t u ra social com p ost a p or p essoas ou org an iz aç õ es, con ect adas p or

u m ou v á rios t ip os de relaç õ es, q u e com p art ilh am v alores e obj et iv os com u n s. U m a

das fundamentais características na definição das redes é a sua abertura, possibili-

t an do relacion am en t os h oriz on t ais e n ã o h ierá rq u icos en t re os p art icip an t es.

QUESTÃO 42 ( CE S PE / AL CE / ANAL IS TA) A U RL t w it t er.com disp on ibiliz a u m serv iç o

de rede social q u e p erm it e aos u su á rios a criaç ã o de u m m icroblog u e, n o q u al p o-

dem ser p ost ados t ex t os de, n o m á x im o, 1 4 0 caract eres.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 46 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Errado.

Muito cuidado com questões que ficam defasadas com o passar do tempo. Esse

it em é u m g ran de ex em p lo. Q u an do esse it em foi cobrado, ele est av a cert o, p ois o

Tw it t er p erm it ia t ex t os de, n o m á x im o, 1 4 0 caract eres. Com o foi p assado p or u m a

at u aliz aç ã o, h oj e ele p erm it e at é 2 8 0 caract eres.

QUESTÃO 43 ( CE S PE / ANCINE / TÉ CNICO) O Facebook , esp aç o p ú blico e g rat u it o,

p erm it e a t roca de in form aç õ es en t re u su á rios cadast rados q u e criam su as redes

sociais. As in form aç õ es p ost adas em u m a p á g in a p essoal p odem ser v ist as p or t o-

das as p essoas q u e est ej am cadast radas n o Facebook , em t odo o m u n do.

Certo.

Ou t ro it em q u e req u er at en ç ã o!

Professor, o perfil do Facebook é meu e somente meus amigos e familiares que

podem acessar, então eu marquei errado porque o examinador afirmou que

p essoas do m u n do in t eiro p odem acessar.

Mas, alu n o( a) , observ e q u e o it em colocou u m a p alav rin h a m á g ica, POD E M. E n t ã o

n ã o n ecessariam en t e as p essoas irã o v er. Mas p oderã o v er, ok !

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 47 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 44 ( FU NCE RN/ PRE F. APOD I/ TÉ CNICO) A criptografia de ponta a pon-

t a de u m a rede social asseg u ra q u e som en t e v ocê e a p essoa com q u e v ocê est á

se com u n ican do p ossam ler o q u e é en v iado e n in g u é m m ais, n em m esm o essa

rede social. E ssa rede social descrev e q u e “ as su as m en sag en s est ã o seg u ras com

cadeados e som en t e v ocê e a p essoa q u e as recebe p ossu em as ch av es esp eciais

n ecessá ria p ara dest ran cá - los e ler as m en sag en s” . S eg u n do essa rede social, a

criptografia de ponta a ponta assegura que suas mensagens, fotos, vídeos, men-

sag en s de v oz , at u aliz aç õ es de st at u s, docu m en t os e lig aç õ es est ã o seg u ras e n ã o

cairã o em m ã os erradas. Alé m disso, cada g ru p o criado n ela p ode t er n o m á x im o

2 5 6 m em bros. E ssa rede social é con h ecida p elo n om e de

a) W h at sap p .

b) Teleg ram .

c) In st ag ram .

d) Flick r.

Letra a.

Q u est ã o p erig osa. O Teleg ram t em p rat icam en t e as m esm as caract eríst icas,

p oré m , os g ru p os sã o m aiores, p oden do ch eg ar at é 2 0 0 .0 0 0 p essoas ( at u aliz aç ã o

de J an eiro de 2 0 1 9 ) .

QUESTÃO 45 ( IF- E S / IF- E S / AS S IS TE NTE ) A com u n icaç ã o dig it al p or m eio de redes

sociais é u m recu rso q u e t em sido am p lam en t e u t iliz ado p or em p resas at u alm en t e.

Sobre as redes sociais atuais, marque a afirmat iv a INCORRE TA.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 48 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) O L in k edIn é u m a rede social de relacion am en t o com foco p rofission al.

Nele, u m u su á rio p ode m an t er seu cu rrícu lo cadast rado p ara q u e ou t ras p essoas

t en h am acesso.

b) D iferen t em en t e do Facebook , q u e u t iliz a o con ceit o de ‘ am ig os’ , o Tw it t er u t iliz a

o con ceit o de ‘ seg u idores’ . Cada m en sag em n o Tw it t er é lim it ada a 1 2 0 caract eres.

c) O Facebook p erm it e a criaç ã o de p á g in as p essoais ou corp orat iv as.

d) O In st ag ram é u m a rede social q u e t em com o obj et iv o o com p art ilh am en t o de

fot os e v ídeos.

e) Por m eio de blog s, é p ossív el a p u blicaç ã o de m en sag en s de t ex t o e im ag en s.

Letra b.

O Tw it t er au m en t ou o lim it e p ara 2 8 0 caract eres.

QUESTÃO 46 ( Q U AD RIX / CRO- PR/ AS S IS TE NTE ) Para resp on der a est a q u est ã o,

sobre o ap licat iv o de m en sag en s in st an t â n eas W h at sAp p , leia cu idadosam en t e as

afirmações a seguir.

I– Para p rop orcion ar ao u su á rio u m a com u n icaç ã o m ais abran g en t e, o W h at sAp p

ag ora est á disp on ív el t an t o n o celu lar com o n o com p u t ador at rav é s da su a v ersã o

W h at sAp p W eb.

II – O W h at sAp p W eb é u m a ex t en sã o da con t a do W h at sAp p do ap arelh o celu lar

p ara o com p u t ador.

III – As m en sag en s en v iadas e recebidas sã o com p let am en t e sin cron iz adas en t re

o ap arelh o celu lar e o com p u t ador, p oden do ser v ist as em am bos os disp osit iv os

( com p u t ador e celu lar) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 49 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

E st á corret o o q u e se afirma em:

a) I e II, som en t e.

b) II e III, som en t e.

c) I e III, som en t e.

d) t odas.

e) n en h u m a.

Letra d.

Aluno(a), dificilmente alguém erra uma questão que aborda o Whatsapp, concorda?

Ferram en t a q u e se t orn ou n ecessá ria n a v ida de m ilh õ es de p essoas.

QUESTÃO 47 ( U NIV E RS A/ S E CRIA/ AG E NTE ) assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a o

t erm o u t iliz ado, n o Tw it t er, p ara se referir à fu n ç ã o de in dex ar t ó p icos e assu n t os

específicos de conversa.

a) av at ar

b) in st ag ram

c) selfie

d) h ash t ag

e) perfil

Letra d.

S ei q u e n esse ex at o m om en t o v ocê en t rará em seu In st ag ram , Tw it t er ou Facebook

e irá dig it ar: len do a au la do p rofessor Fabrício. # in focom fabricio. V ocê criou u m a

h ash t ag . V ai associar a frase dig it ada ao t erm o in focom fabricio. In corp oran do a

p ost ag em au m ban co de dados.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 50 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

E-mail (Correio Eletrônico)


U m correio elet rô n ico, ou ain da, e- m ail, é u m m é t odo q u e p erm it e com p or, en -

v iar e receber m en sag en s at rav é s de sist em as elet rô n icos de com u n icaç ã o.

E x ist em dois t ip os de serv iç os de e- m ail:

Webmail: é u m a in t erface da W orld W ide W eb q u e p erm it e ao u t iliz ador ler e

escrev er e- m ails u san do u m n av eg ador.

V an t ag en s: m obilidade: acesso em q u alq u er com p u t ador q u e t en h a in t ern et e

E con om ia de esp aç o em disco.

D esv an t ag em : sem con ex ã o à In t ern et , n ã o se t em acesso à Caix a Post al.

Posso afirmar que o Webmail é o serviço de e-mail mais popular do mundo.

B ast a v ocê t er u m n av eg ador p ara acessar seu s e- m ails sem q u alq u er con h ecim en -

t o adicion al.

Correio Local: Serviço de e-mail que necessita de um software específico para

o g eren ciam en t o das m en sag en s ( Microsoft Ou t look , E - Mail, Th u n derbird...)

Vantagens: leitura offline de e-mails recebidos.

Desvantagens: consome espaço em disco e Configuração de protocolos.

O g ran de p roblem a do correio local é req u erer do u su á rio con h ecim en t o em con -

figurações de protocolos. Mesmo programas mais recentes já oferecem um passo a

passo bem simples. No correio local, o usuário irá configurar os seguintes protocolos:

SMTP (Simple Mail Transfer Protocol): é o p rot ocolo p adrã o p ara en v io de

e- m ails at rav é s da In t ern et . Port a ( 2 5 / 5 8 7 ) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 51 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Post Office Protocol (POP3): é u m p rot ocolo u t iliz ado n o acesso rem ot o a

u m a caix a de correio elet rô n ico. O POP3 p erm it e q u e t odas as m en sag en s con t idas

em u m a caix a de correio elet rô n ico p ossam ser t ran sferidas seq u en cialm en t e p ara

u m com p u t ador local. Port a ( 1 1 0 ) .

IMAP (Internet Message Access Protocol): é u m p rot ocolo de g eren cia-

mento de correio eletrônico em que as mensagens ficam armazenadas no servidor

e o in t ern au t a p ode t er acesso a su as p ast as e m en sag en s em q u alq u er com p u t a-

dor, t an t o p or w ebm ail com o p or clien t e de correio elet rô n ico. Port a ( 1 4 3 ) .

Sobre o conceito de protocolo, fique tranquilo(a) que iremos abordar mais

t arde, com m aiores det alh es.

Como toda essa maravilhosa logística dos e-mails funciona? Observe a figura

a seg u ir:

Observ e q u e o e- m ail n ã o fu n cion a com o o B it coin , p on t o a p on t o ( p 2 p ) . S em -

pre teremos a figura de um servidor central ao qual o usuário conecta, loga, redige

o seu e- m ail e p ede p ara en v iar. O serv idor será en carreg ado p elo en v io, arm az e-

n am en t o, recebim en t o e t oda a log íst ica das m en sag en s.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 52 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 48 ( CE S PE / S TM/ ANAL IS TA) Para o fu n cion am en t o de u m serv iç o de cor-

reio elet rô n ico, sã o n ecessá rios clien t e e serv idor. A fu n ç ã o do clien t e de em ail é a

de acesso do u su á rio a m en sag en s, e o serv idor t em a fu n ç ã o de en v io, recebim en t o

e m an u t en ç ã o das m en sag en s.

Certo.

D escriç ã o ex at a de com o fu n cion a a log íst ica de u m e- m ail. Observ e q u e n esse

it em a p alav ra n ecessá rios n ã o deix ou o it em errado, p ois sem o serv idor o e- m ail

n ã o fu n cion a.

QUESTÃO 49 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) At u alm en t e, o u so do sist em a w ebm ail é

mais difundido que aquele que se utiliza de um programa específico de gerencia-

m en t o de e- m ail. No sist em a w ebm ail, a p ast a

a) Rascunhos fica armazenada na pasta Documentos do usuário do computador.

b) S p am con t é m t odos os e- m ails recebidos com m ais de u m dest in at á rio.

c) E n v iados se localiz a n o serv idor de e- m ail acessado p or w ebm ail.

d) Entrada, ou Inbox, fica localizada no computador ou dispositivo móvel utilizado

e arm az en a os e- m ails recebidos.

e) L ix eira é u m at alh o p ara a L ix eira do com p u t ador ou disp osit iv o m ó v el u t iliz ado

p ara o acesso p or w ebm ail.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 53 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

O g eren ciam en t o é t odo feit o p elo serv idor, en t ã o, n o W ebMail, as p ast as de m en -

sagens ficam nas “nuvens”.

QUESTÃO 50 ( FE PE S E / PC- S C/ E S CRIV Ã O) Com relaç ã o aos p rot ocolos u t iliz ados

no âmbito do correio eletrônico são realizadas as seguintes afirmativas:

1. At rav é s de u m p rog ram a clien t e q u e en v ia com an dos ao serv idor de correio ele-

t rô n ico q u e su p ort a o p rot ocolo IMAP, o u su á rio p ode m an ip u lar su as m en sag en s

e p ast as ( t am bé m ch am adas de “ folders” ) a p art ir de com p u t adores diferen t es em

div ersas localidades sem q u e sej a n ecessá ria a t ran sferê n cia das m esm as do serv i-

dor p ara o com p u t ador de on de se est á faz en do o acesso.

2. O p rot ocolo IMAP n ã o se dest in a a forn ecer ex t en sas op eraç õ es de m an ip u laç ã o

de correio n o serv idor; n orm alm en t e, o correio é baix ado e dep ois ex clu ído.

3. Q u an do u m clien t e S MTP p ossu i u m a m en sag em p ara t ran sm it ir, ele est abelece

um canal de transmissão (two-way) com um servidor SMTP. A responsabilidade do

clien t e S MTP é t ran sm it ir a m en sag em de correio elet rô n ico p ara u m ou m ais ser-

v idores S MTP, ou rep ort ar su a falh a n a t en t at iv a de t ran sm issã o.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.

a) É correta apenas a afirmativa 2.

b) São corretas apenas as afirmativas 1 e 2.

c) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.

d) São corretas apenas as afirmativas 2 e 3.

e) São corretas as afirmativas 1, 2 e 3.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 54 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

1. Certa. Abordou o con ceit o do p rot ocolo IMAP, sin cron iz a as m en sag en s n o ser-

v idor e n o com p u t ador do u su á rio, p oden do acessar os e- m ails de q u alq u er lu g ar

sem t irá - los do serv idor.

2. Errada. Fu n ç ã o do p rot ocolo POP, baix a a m en sag em do serv idor p ara o com p u -

t ador do u su á rio, n ã o deix an do có p ia n o serv idor.

3. Certa. Fu n ç ã o do p rot ocolo S MTP, en v iar as m en sag en s. E - m ail u t iliz a o p rot o-

colo de transporte (iremos estudar mais tarde) TCP, que é um protocolo confiável,

in dican do m en sag em de erro em caso de falh a n a t en t at iv a do en v io.

QUESTÃO 51 ( CE S G RANRIO/ B B D F/ E S CRITU RARIO) O u so de correio elet rô n ico é

n orm alm en t e efet u ado p or m eio de clien t es de e- m ail, com o o Ou t look E x p ress da

Microsoft , ou p or m eio de w ebm ails, ferram en t as disp on ibiliz adas p elos p rov edores

de in t ern et em seu s sit es. Con sideran do com o ex em p lo o p rog ram a da Microsoft ,

verifica-se que uma diferença entre essas ferramentas disponibilizadas pelos pro-

v edores e o p rog ram a Ou t look E x p ress con sist e n o fat o de q u e n ele

a) as mensagens são gravadas em uma pasta específica na máquina do usuário

p ara serem v isu aliz adas, en q u an t o, n o w ebm ail, n ã o é n ecessá ria essa op eraç ã o.

b) as m en sag en s sã o salv as au t om at icam en t e, n a p ast a Rascu n h o, assim q u e sã o

criadas, en q u an t o as m en sag en s sã o salv as, n o w ebm ail, ap en as se o u su á rio co-

m an dar essa op eraç ã o.

c) ex ist e u m lim it e de 2 0 dest in at á rios p ara cada m en sag em a ser en v iada, en -

q u an t o, n o w ebm ail, esse lim it e é de ap en as 5 dest in at á rios.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 55 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) existe uma pasta específica para catalogar as m en sag en s en v iadas, en q u an t o,

n o w ebm ail, essas m en sag en s sã o descart adas ap ó s o en v io.

e) os arq u iv os an ex ados à m en sag em p odem ser de q u alq u er t ip o, en q u an t o, n o

w ebm ail, ap en as arq u iv os de t ex t o p odem ser an ex ados à m en sag em .

Letra a.

Abordou a p rin cip al diferen ç a de u m W ebm ail p ara u m correio local. No W ebm ail,

as mensagens não ficam armazenadas em nossa máquina, mas sim, no servidor.

Por isso, quando acessamos o Gmail percebemos que ele oferece 15 Gigabytes de

esp aç o em seu s serv idores. J á n o correio local, as m en sag en s sã o arm az en adas em

n ossas m á q u in as, q u an do baix adas do serv idor.

QUESTÃO 52 ( CE S PE / PRE V IC/ ANAL IS TA) Ap esar de o H TTP ( H ip ert ex t t ran sfer

p rot ocol ) ser n orm alm en t e u t iliz ado p ara acessar p á g in as, em alg u n s casos ele

t am bé m é u sado n a t ran sferê n cia de m en sag en s de correio elet rô n ico do com p u t a-

dor do usuário final para o servidor de correio eletrônico.

Certo.

Mu it o cu idado p ara n ã o associar e- m ails ap en as aos t rê s p rot ocolos est u dados an -

t eriorm en t e. Q u an do u t iliz am os o sist em a W ebm ail, p or ser u m acesso v ia p á g in a

( sit e) feit o at rav é s de u m n av eg ador, u sarem os n a com u n icaç ã o U S U ÁRIO com o

S E RV ID OR o p rot ocolo H TTP ( p rot ocolo u sado n os acessos a p á g in as da W W W ) .

CU ID AD O! No en v io do serv idor p ara ou t ro serv idor, n ã o u t iliz am os o H TTP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 56 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 53 ( CE S PE / B RB / E S CRITU RARIO) Para q u e o S MTP, u m p rot ocolo de

recebim en t o de m en sag en s de e- m ail p ela In t ern et , sej a u t iliz ado, é n ecessá rio

u m en dereç o IP do serv idor q u e arm az en e as m en sag en s de correio elet rô n ico do

u su á rio do serv iç o.

Errado.

A p eg adin h a m ais com u m das ban cas, p rin cip alm en t e do CE S PE , é in v ert er a fu n ç ã o

dos p rot ocolos. S MTP é u m p rot ocolo de en v io, e n ã o de recebim en t o de m en sag en s.

Campos de Envio de E-mail

Já ficou na dúvida de como preencher um e-mail? Vamos relembrar?

D e: Rem et en t e ( p essoa q u e est á en v ian do o e- m ail, em issor) .

Para: D est in at á rio p rin cip al ( p essoa q u e será o p rin cip al recep t or do e- m ail) .

CC: D est in at á rio secu n dá rio ( p essoa q u e receberá u m a có p ia do e- m ail. Mu i-

t o u sado em am bien t e corp orat iv o p ara org an iz ar as m en sag en s da em p resa.

E x em p lo: Para: su bordin ado CC: D iret or da em p resa. O su bordin ado recebe o

e- m ail cien t e q u e o diret or t em u m a có p ia em m ã os, e o diret or est á cien t e q u e

a ordem foi em it ida) .

CCO: D est in at á rio ocu lt o ( o p ara: e o cc: n ã o sabem q u e essa p essoa t am bé m

recebeu o m esm o e- m ail. Mas o cco sabe q u e os dem ais receberam ) .

Assu n t o: Assu n t o do e- m ail ( é p erm it ido en v iar e- m ail sem assu n t o, p oré m ,

m u it o deseleg an t e) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 57 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 54 ( V U NE S P/ PC- S P/ AU X IL IAR) U m u su á rio da In t ern et est á p rep aran do

u m a m en sag em de e- m ail p ara en v iar u m a im ag em em form at o J PE G q u e est á

arm az en ada em seu com p u t ador. U m a das form as de se p rep arar e en v iar corret a-

m en t e esse e- m ail com a im ag em é

a) em m odo t ex t o com form at aç ã o, in clu ir o lin k ( cam in h o) p ara a p ast a com o

arq u iv o da im ag em .

b) em m odo t ex t o sim p les, ou sem form at aç ã o, u t iliz ar o recu rso de an ex ar o ar-

q u iv o com a im ag em .

c) em m odo t ex t o sim p les, ou sem form at aç ã o, in serir a im ag em n o corp o da

m en sag em .

d) in serir o lin k ( cam in h o) p ara a p ast a com o arq u iv o da im ag em n o cam p o Cco

da m en sag em .

e) in serir o at alh o p ara o arq u iv o com a im ag em n o corp o da m en sag em .

Letra b.

S im p les, se a im ag em n ã o u lt rap assar o lim it e de t am an h o do serv idor, bast a

an ex á - la ao e- m ail.

QUESTÃO 55 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) Ao se p rep arar u m a m en sag em p ara

envio por meio de um correio eletrônico, é correto afirmar que

a) os cam p os Cc e Cco sã o am bos obrig at ó rios.

b) o cam p o Assu n t o é obrig at ó rio, e o cam p o Cco é op cion al.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 58 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) os cam p os Para e Cco sã o am bos obrig at ó rios.

d) pelo menos um dos campos Para, Cc ou Cco deve ser especificado.

e) o cam p o Cco é obrig at ó rio, e o cam p o Assu n t o é op cion al.

Letra d.

Impossível enviar um e-mail sem especificar algum campo de destinatário. Então,

q u alq u er u m dos t rê s cam p os p odem ser p reen ch idos p ara o en v io.

QUESTÃO 56 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) Con sidere q u e v ocê recebeu u m a m en sa-

g em de e- m ail com u m arq u iv o de im ag em ( n o form at o J PE G ) an ex o. Caso v ocê u t i-

liz e a op ç ã o de Resp on der esse e- m ail, n a ferram en t a de g eren ciam en t o de e- m ails,

a) dev e- se in clu ir u m t ex t o n o corp o da m en sag em p ara q u e a resp ost a sej a

en v iada.

b) o Assu n t o da m en sag em de resp ost a n ã o p ode ser edit ado.

c) o m odo de t ex t o ( com ou sem form at aç ã o) da m en sag em n ã o p ode ser alt erado.

d) p or p adrã o, t odos os dest in at á rios da m en sag em orig in al receberã o a resp ost a.

e) p or p adrã o, o arq u iv o de im ag em n ã o será an ex ado n a m en sag em de resp ost a.

Letra e.

Ao resp on der u m e- m ail, v ia de reg ra o an ex o n ã o irá j u n t o ao se en cam in h ar o

e- m ail q u e t eríam os a op ç ã o de en v iar o an ex o ou n ã o.

QUESTÃO 57 ( V U NE S P/ TJ - S P/ E S CRE V E NTE ) Q u an do se recebe u m a m en sag em

p or m eio do correio elet rô n ico, h á div ersas op ç õ es de resp ost a, sen do q u e n a op ç ã o

en cam in h ar,

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 59 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) n a m en sag em de en cam in h am en t o, n ã o p ode ser edit ado ou alt erado o cam p o

Assu n t o da m en sag em orig in al recebida.

b) se h ou v er an ex os n a m en sag em orig in al recebida, est a só p ode ser en v iada p ara

u m dest in at á rio.

c) se h ou v er an ex os n a m en sag em orig in al recebida, ap en as u m deles p ode ser

in corp orado à m en sag em de en cam in h am en t o.

d) t an t o o t ex t o da m en sag em orig in al recebida q u an t o ev en t u ais an ex os sã o in -

corp orados à m en sag em de en cam in h am en t o.

e) n ã o p ode h av er dest in at á rios em có p ia, se h ou v er m ais de u m an ex o n a m en -

sag em orig in al recebida.

Letra d.

O recu rso en cam in h ar j á p ode in corp orar, t am bé m , o an ex o. D iferen t e do receber

q u e a reg ra é n ã o in corp orar.

QUESTÃO 58 ( E S AF- ANAC.ME D IO2 0 1 6 ) A especificação do destinatário em Cor-

reio E let rô n ico é u m st rin g alfan u m é rico da form a abaix o.

a) p art e- em p resa@ n om e- u su á rio.

b) m á q u in a- local@ m á q u in a- dest in o.

c) clien t e- p riorit á rio@ log in - em p resa.

d) p art e- local@ serv idor- clien t e.

e) p art e- local@ n om e- dom ín io.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 60 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

A reg ra de u m en dereç am en t o de u m e- m ail é q u e sem p re n o en dereç o v en h a o si-

n al do @ ( arroba) . O @ ( arroba) t em a fu n ç ã o de “ at ” , j u n ç ã o. E x em p lo: eu @ g m ail.

com – eu n o serv idor do g m ail. A q u est ã o abordou t erm os m ais t é cn icos, m as, p or

elim in aç ã o, seria p ossív el ch eg ar at é a resp ost a. Part e- local: u su á rio @ n om e- do-

m in io: o serv idor q u e est á p rov en do o serv iç o.

QUESTÃO 59 ( CE S PE / TRE - B A/ TÉ CNICO) Para resp on der u m a m en sag em de cor-

reio elet rô n ico e, sim u lt an eam en t e, en cam in h á - la p ara t odos os en dereç os de em ail

constantes no campo Para: (ou To) e no campo Cópia: (ou Copy) no cabeçalho da

m en sag em recebida, o u su á rio dev e u t iliz ar a op ç ã o

a) en cam in h ar m en sag em .

b) en cam in h ar m en sag em p ara t odos os dest in at á rios.

c) resp on der p ara t odos.

d) resp on der p ara o rem et en t e.

e) resp on der com có p ia ocu lt a.

Letra c.

S e v ai resp on der p ara TOD OS , bast a u t iliz ar a op ç ã o resp on der p ara t odos.

 Obs.: U su á rios p resen t es n o CCO n ã o receberã o a resp ost a, p ois os en dereç os

deles n ã o est ã o sen do v isu aliz ados p or q u em est á n o Para: ou CC: .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 61 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 60 ( V U NE S P/ ARCE S P/ ANAL IS TA) Observ e a t ela de ediç ã o de n ov as

m en sag en s do G MAIL , acessada n o n av eg ador G oog le Ch rom e, v ersã o 6 4 .0 .3 2 8 2 .

O valor “95K” exibido na imagem identifica

a) o t am an h o do arq u iv o an ex ado.

b) a q u an t idade de arq u iv os an ex ados.

c) a q u an t idade de v ez es q u e a m en sag em foi “ cu rt ida” .

d) a q u an t idade de v ez es q u e a m en sag em foi lida.

e) u m có dig o de acesso p ara abrir o arq u iv o.

Letra a.

95K = 95 KB (kiloBytes) = 95 mil bytes de tamanho.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 62 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Outros Serviços da Internet

Ou t ros serv iç os n ã o m en os im p ort an t es p ara o n osso dia a dia, p oré m m en os

cobrados em con cu rsos, sã o:

Educação a distância (EaD): é a m odalidade de en sin o q u e p erm it e q u e o

aprendiz não esteja fisicamente presente em um ambiente formal de ensino-aprendi-

z ag em . D iz resp eit o t am bé m à sep araç ã o t em p oral ou esp acial en t re o p rofessor e o

ap ren diz . A in t erlig aç ã o ( con ex ã o) en t re p rofessor e alu n o se dá p or m eio de t ecn o-

log ias, p rin cip alm en t e as t elem á t icas, com o a In t ern et , em esp ecial as h ip erm ídias,

m as t am bé m p odem ser u t iliz ados o correio, o rá dio, a t elev isã o, o v ídeo, o CD - ROM,

o t elefon e, o fax , o celu lar, o iPod, o n ot ebook , en t re ou t ras t ecn olog ias sem elh an t es.

Q u an do ap licada n a W eb: E - L earn in g

Wiki: soft w are colaborat iv o q u e p erm it e a ediç ã o colet iv a dos docu m en t os

u san do u m sist em a q u e n ã o n ecessit a q u e o con t eú do t en h a q u e ser rev ist o an t es

da su a p u blicaç ã o. O q u e faz a “ w ik i” t ã o diferen t e das ou t ras p á g in as da In t ern et

é cert am en t e o fat o de p oder ser edit ada p elos u su á rios q u e p or ela n av eg am .

QUESTÃO 61 ( Q U AD RIX / CRMV - RR/ AS S IS TE NTE ) Q u al dos seg u in t es serv iç os da

W eb é u m ó t im o ex em p lo de am bien t e colaborat iv o?

a) G oog le.

b) Y ah oo.

c) W ik ip edia.

d) G m ail.

e) MS Office 365.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 63 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

Ideia cen t ral, colaboraç ã o. Pessoas do m u n do in t eiro g eran do con t eú do p ara u m

am bien t e 2 4 h oras p or dia.

Fórum de discussão/Grupos de discussão: é u m a ferram en t a p ara p á g in as de

In t ern et dest in ada a p rom ov er debat es at rav é s de m en sag en s p u blicadas abordan do

u m a m esm a q u est ã o. Os st at u s de u su á rios reg ist rados em u m fó ru m g eralm en t e

v ariam em t rê s n ív eis de p erm issã o: u su á rios, m oderadores e adm in ist radores.

Chat: que em português significa “conversação”, ou “bate-papo”, usado no

B rasil, é u m n eolog ism o p ara desig n ar ap licaç õ es de con v ersaç ã o em t em p o

real. Esta definição inclui programas de IRC, conversação em sítio web ou men-

sag eiros in st an t â n eos.

Comércio eletrônico (e-commerce): é u m t ip o de t ran saç ã o com ercial fei-

t a esp ecialm en t e at rav é s de u m eq u ip am en t o elet rô n ico, com o, p or ex em p lo, u m

com p u t ador, p erm ean do a aq u isiç ã o de ben s, p rodu t os ou serv iç os, t erm in an do

com a liquidação financeira por intermédio de meios de pagamento eletrônicos.

• B 2 B ( B u sin ess2 B u sin ess) – E m p resa n eg ocian do com E m p resa

• B 2 C ( B u sin ess2 Cu st om er) – E m p resa n eg ocian do com p essoa

• C2 B ( Cu st om er2 B u sin ess) – Pessoa n eg ocian do com em p resa

• C2 C ( Cu st om er2 Cu st om er) – Pessoa n eg ocian do com p essoa

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 64 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Poden do en t rar o G , g ov ern m en t ( g ov ern o) .

DICA:
Nã o con fu n dir com e- bu sin ess, ( e- bu sin ess é m ais
abran g en t e) .

Voz sobre IP: t am bé m ch am ado V oIP, t elefon ia IP, t elefon ia In t ern et , t elefon ia

em ban da larg a e v oz sobre ban da larg a, é o rot eam en t o de con v ersaç ã o h u m an a

u san do a In t ern et ou q u alq u er ou t ra rede de com p u t adores baseada n o Prot ocolo

de In t ern et , t orn an do a t ran sm issã o de v oz m ais u m dos serv iç os su p ort ados p ela

rede de dados. Exemplo de um servidor Voip: Skype.

QUESTÃO 62 ( CE S PE / MIN. S AÚ D E / TÉ CNICO) E n t re os recu rsos disp on ibiliz ados

at u alm en t e n a In t ern et , est ã o os den om in ados g ru p os de discu ssã o, q u e con sis-

t em em com u n idades v irt u ais e p erm it em q u e u su á rios da rede m u n dial de com -

p u t adores p ossam t rocar m en sag en s de in t eresse com u m , u t iliz an do, en t re ou t ros,

recu rsos de correio elet rô n ico e de p á g in as w eb. E n t re os elem en t os n orm alm en t e

p resen t es em u m g ru p o de discu ssã o, en con t ram - se o adm in ist rador do g ru p o, q u e

decide acerca das reg ras do g ru p o, e o m oderador do g ru p o, q u e t em a fu n ç ã o de

ap rov ar, ou n ã o, det erm in ada m en sag em .

Certo.

Con ceit o cop iado e colado sobre os g ru p os de discu ssã o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 65 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

IOT (Internet das Coisas)

A In t ern et das Coisas ( IoT) é a ideia de em bu t ir sen sores em obj et os do dia a


dia – de m á q u in as in du st riais a disp osit iv os w earables – p ara colet ar dados e t om ar
decisõ es baseadas n esses dados p or m eio de u m a rede. E la p ode ser en con t rada
em u m edifício q u e u sa sen sores p ara aj u st ar t em p erat u ra e lu m in osidade au t om a-
t icam en t e ou em eq u ip am en t os q u e alert am a eq u ip e de m an u t en ç ã o sobre u m a
falh a im in en t e. E m resu m o, a In t ern et das Coisas é o fu t u ro da t ecn olog ia q u e p ode
tornar nossas vidas mais eficientes.
Para con t rolarm os essa sé rie de disp osit iv os, p recisam os de p lacas ( h ardw ares)
con t roladores, v ej am os:

Hardware IOT

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 66 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Arduino: é u m a p lat aform a de p rot ot ip ag em elet rô n ica de h ardw are liv re e de

p laca ú n ica, p roj et ada com u m m icrocon t rolador At m el AV R com su p ort e de en t ra-

da/ saída em bu t ido, u m a lin g u ag em de p rog ram aç ã o p adrã o, a q u al t em orig em em

W irin g , e é essen cialm en t e C/ C+ + .

Raspberry: Min i- m icrocom p u t ador eq u iv alen t e a u m cart ã o de cré dit o, abrig a

processador, processador gráfico, slot para cartões de memória, interface USB,

H D MI e seu s resp ect iv os con t roladores. Alé m disso, ele t am bé m ap resen t a m em ó -

ria RAM, en t rada de en erg ia e barram en t os de ex p an sã o. Ain da q u e p eq u en o, o

Raspberry é um computador completo.

As t ran sm issõ es IOT, p odem ser feit as p or q u alq u er t ecn olog ia q u e t ran sm it a

in form aç õ es, com o ex em p lo:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 67 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

RFID (Identificação por rádio frequência): é um método de identificação


au t om á t ica at rav é s de sin ais de rá dio, recu p eran do e arm az en an do dados rem ot a-
m en t e at rav é s de disp osit iv os den om in ados et iq u et as RFID .
U m a et iq u et a ou t ag RFID é u m t ran sp on der, p eq u en o obj et o q u e p ode ser colo-
cado em u m a p essoa, an im al, eq u ip am en t o, em balag em ou p rodu t o, den t re ou t ros.
Con t é m ch ip s de silício e an t en as, q u e lh e p erm it em resp on der aos sin ais de rá dio
en v iados p or u m a base t ran sm issora. Alé m das et iq u et as p assiv as, q u e resp on dem
ao sin al en v iado p ela base t ran sm issora, ex ist em ain da as et iq u et as sem ip assiv as
e as at iv as, dot adas de bat eria, q u e lh es p erm it e en v iar o p ró p rio sin al. S ã o bem
m ais caras do q u e as et iq u et as p assiv as.
Alé m do RFID , t em os o u so da W i- Fi, B lu et oot h e NFC, q u e est u darem os m ais
adian t e.

QUESTÃO 63 ( CE S PE / AB IN/ OFICIAL ) E m u m a residê n cia, caract eriz a u m a solu ç ã o de


IoT a in st alaç ã o de u m det ect or de fu m aç as cap az de g erar alert as em caso de fu m aç a
e ser acion ado, a p art ir de u m sm art p h on e, p ara in iciar u m m ecan ism o de reaç ã o.

Certo.
Q u est ã o bem sim p les e ó bv ia se o( a) can didat o( a) en t en desse o m ín im o de IOT.

QUESTÃO 64 ( CE S PE / AB IN/ OFICIAL ) A at u al g eraç ã o de disp osit iv os IOT ( In t ern et


das coisas) n ã o foi con cebida com foco em seg u ran ç a do soft w are, o q u e os t orn a
can didat os p rov á v eis a in t eg rar g ig an t escas bot n et s q u e, en t re ou t ras at iv idades
ren t á v eis, p odem ser u sadas p ara acelerar q u ebras de sen h as p ara in v adir con t as

on lin e, m in erar bit coin s e reali- z ar at aq u es de n eg aç ã o de serv iç o sob en com en da.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 68 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.
It em q u e lig a com o con ceit o de S eg u ran ç a da In form aç ã o, q u e est u dam os em
u m a ou t ra au la. Teoricam en t e, t odo disp osit iv o q u e est á con ect ado em u m a rede
p ode ser acessado e con t rolado p or t erceiros. A t ecn olog ia IOT, realm en t e, n ã o
foi con cebida com foco em seg u ran ç a, m as sim , em faz er au t om at iz aç ã o em re-
sidê n cias, em p resas et c.

QUESTÃO 65 ( CE S PE / AB IN/ OFICIAL ) Redes wi-fi e Bluetooth podem ser utilizadas


para IoT, já NFC (near field communication) não atende a demandas de IoT.

Errado.
Acim a, cit am os as t ecn olog ias q u e sã o com p at ív eis com a t ran sm issã o de dados
em IOT.

QUESTÃO 66 ( Q U AD RIX / CRM- E S / AG E NTE ) Q u an do o assu n t o sã o n ov as t ecn olo-


g ias, q u al n ov a t ecn olog ia refere- se a u m ex t en so con j u n t o de p on t os u t iliz ados
p ara acessar ap licat iv os e in form aç õ es ou p ara in t erag ir com p essoas, redes so-
ciais, g ov ern os e em p resas, in clu in do disp osit iv os m ó v eis, w earables ( t ecn olog ias
p ara v est ir) , ap arelh os elet rô n icos de con su m o e dom é st icos, disp osit iv os au t om o-
t iv os e am bien t ais – t ais com o os sen sores da In t ern et das Coisas ( IoT) ?
a) Malh a de disp osit iv os.
b) E x p eriê n cia am bien t e- u su á rio.
c) Im p ressã o 3 D .
d) Ap ren diz ag em av an ç ada de m á q u in as.

e) Ag en t es e eq u ip am en t os au t ô n om os.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 69 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra a.
Alu n o( a) , lem bra do in ício da n ossa au la? Q u e a In t ern et t em u m a t op olog ia do t ip o
ME S H ( MAL H A) .

QUESTÃO 67 ( CE S PE / FU B / E NG E NH E IRO) A In t ern et das coisas ( IoT) , fu sã o de


redes de in form aç ã o e de redes físicas, p erm it e m on it orar op eraç õ es ou p rocessos
p or m eio da com p araç ã o en t re o q u e é ex ecu t ado e o q u e foi p rev iam en t e p lan ej ado.

Certo.
At rav é s das p lacas con t roladoras, com p u t adores, sm art p h on es e obv iam en t e, sof-
t w ares de au t om aç ã o.

Aplicativos/Aplicações Móveis

U m ap licat iv o m ó v el ou ap licaç ã o m ó v el é u m sist em a desen v olv ido p ara ser


in st alado em u m disp osit iv o elet rô n ico m ó v el, com o t ablet s e sm art p h on es. Os ap li-
cat iv os sã o n orm alm en t e con h ecidos com o “ ap p s” ou “ ap p m obile” . A sig la “ ap p ” é

u m a abrev iat u ra de “ ap licaç ã o de soft w are” .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 70 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Orig in alm en t e, os ap licat iv os foram criados com o form a de su p ort e à p rodu t iv i-

dade e à recu p eraç ã o de in form aç õ es, com o correio elet rô n ico, calen dá rio, con t a-

t os, m ercado de aç õ es e in form aç õ es m et eoroló g icas, p or ex em p lo. Poré m , com a

crescen t e p rocu ra, a disp on ibilidade e a ev olu ç ã o dos ap licat iv os con du z iu à rá p ida

ex p an sã o p ara ou t ras cat eg orias, com o j og os, G PS , serv iç os de acom p an h am en t o

de pedidos variados, venda de ingressos, confirmações de presenças, redes sociais,

n eg ó cios, m ercados de aç õ es et c. Os ap licat iv os m ó v eis t ê m o p rop ó sit o de facilit ar

o n osso dia a dia.

Os p rin cip ais S ist em as Op eracion ais p ara Mobile, sã o:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 71 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

 Obs.: Alg u n s j á defasados, com o o W in CE e o W in dow s Ph on e, q u e foi su bst it u ído

p elo W in dow s 1 0 .

Aplicativos Mobile

Os ap licat iv os sã o in st alados n os disp osit iv os m ó v eis at rav é s de u m a loj a on -

line, como Google Play, App Store ou Windows Phone Store. Alguns aplicativos

disp on ív eis p odem ser baix ados de form a g rat u it a, ou t ros sã o p ag os. U m m esm o

ap licat iv o p ode cu st ar u m v alor diferen t e, dep en den do do disp osit iv o p ara o q u al

é baix ado. A cada lan ç am en t o de u m n ov o m odelo de S m art p h on e ou Tablet , os

Ap p s sã o at u aliz ados ou desen v olv idos p ara ex p lorarem o m á x im o dos ap arelh os.

Tem os com o ex em p lo Ap p s q u e ex p loram : câ m era ( leit ores de Q RCode n os ban cos

m obile, Realidade au m en t ada em j og os...) , G PS ( Ap p s de com idas, t ran sp ort es e

relacion am en t os...) e at é m esm o o 3 D Tou ch , t ecn olog ia dos Ip h on es q u e, ao t ocar

m ais fort e n a t ela, su rg em n ov as fu n ç õ es.

QUESTÃO 68 ( CE S PE / TCE - PA/ TÉ CNICO) An droid, sist em a op eracion al L in u x m u l-

t iu su á rio em q u e cada ap licat iv o é v ist o com o u m u su á rio diferen t e, at ribu i a cada

ap licat iv o u m a iden t idade de u su á rio ex clu siv a.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 72 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.

Q u an do p eg am os o t elefon e de alg u é m e acessam os o n osso In st ag ram , p or ex em -

p lo, ele n ã o p erson aliz a p ara a n ossa con t a de u su á rio? ! A m aioria dos Ap p s su p or-

t am v á rios u su á rios, cada u m com iden t idade p ró p ria.

QUESTÃO 69 ( FCC/ TRT- S E / ANAL IS TA) S m art p h on es, t ablet s, u lt rabook s et c im -

pulsionaram o uso de redes móveis e o conceito de BYOD − Bring Your Own Device

no meio corporativo. Neste cenário, é correto afirmar que

a) com a disp on ibilidade de t ecn olog ias V PN ( rede p ú blica con st ru ída sobre u m a

rede p riv ada) p ara disp osit iv os m ó v eis, o m eio corp orat iv o p assou a aceit ar q u e

acessar ferram en t as de t rabalh o p elo disp osit iv o m ais con fort á v el p ara o fu n cion á -

rio p ode t raz er au m en t o de p rodu t iv idade.

b) ao invés do client-server passa-se a ter client-cloud − o cliente utiliza as fun-

cion alidades n at iv as dos sist em as op eracion ais p ara desk t op com o iOS e An droid

com esquemas de segurança e criptografia, integrando outras ferramentas nativas

dos disp osit iv os.

c) n ov os ap p s est ã o ex p loran do o u so da câ m era e do G PS e p ara isso h á u m com -

p on en t e im p ort an t e n a arq u it et u ra das n ov as ap licaç õ es corp orat iv as: o Firm w h e-

re, q u e é u m a cam ada de soft w are en t re a ap licaç ã o e o sist em a op eracion al, q u e

facilit a o seu desen v olv im en t o.

d) utilizar apps que permitem o trabalho offline e, quando a rede fica disponível,

p rom ov em a sin cron iz aç ã o dos dados com a n u v em , é u m a caract eríst ica q u e as

ap licaç õ es corp orat iv as p odem t er p ara ev it ar p aradas n o t rabalh o caso a rede n ã o

est ej a disp on ív el.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 73 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

e) ap licat iv os com o dig it al v allet s ( cart eiras dig it ais) p erm it em com p ras seg u ras
at rav é s do disp osit iv o m ó v el e t odos os ban cos j á oferecem u m ap p p ara celu lares
q u e u t iliz a o blu et oot h p ara ler o Q R Code ( có dig o de barras) e p ag ar u m a con t a.

Letra d.
a) Errada. V PN = Rede p riv ada v irt u al. É u m a rede p riv ada den t ro de u m a p ú blica.
b) Errada. IOS é u m S ist em a Op eracion al da Ap p le p ara Mobile, e n ã o D esk t op .
c) Errada. Nã o ex ist e o t erm o Firm w h ere, m as sim , Firm w are.
e) Errada. Para a leit u ra de u m Q R Code, u t iliz am os a câ m era, e n ã o o blu et oot h .
Também não podemos afirmar que TODOS os bancos já possuem carteiras digitais.
É a t ecn olog ia q u e p erm it e cadast rar o cart ã o de cré dit o n o S m art Ph on e p ara a re-
aliz aç ã o de p ag am en t os.

Funcionamento da Internet
Você já se perguntou como a Internet funciona? Onde ficam as páginas e servi-

ç os q u e acessam os t odos os dias, a t odo m om en t o? V ej am os abaix o:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 74 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Observ e q u e ex ist e o p ap el de u m PC ( clien t e) solicit an do a in form aç ã o a u m

IS P ( serv idor) e o serv idor dev olv en do, cert o? E x at am en t e assim q u e a g ran de

m aioria dos serv iç os da In t ern et fu n cion am , sist em a clien t e/ serv idor. E x ist em al-

g u n s ex em p los de serv iç os q u e n ã o sã o baseados em clien t e serv idor; é o caso do

B it coin , q u e t rabalh a com sist em a Peer2 Peer ( P2 P) .

QUESTÃO 70 ( Q U AD RIX / CFO- D F/ AD INIS TRAD OR/ ) A In t ern et é a m aior rede de

com p u t adores ex ist en t e n a at u alidade, sen do dest in ada, ex clu siv am en t e, a est abe-

lecer a con ex ã o en t re com p u t adores den om in ados de serv idores e clien t es.

Errado.

Observ e a p alav ra rest rit iv a, “ ex clu siv am en t e” , n a m aioria dos casos deix a os it en s

errados. O B it Coin é u m clá ssico ex em p lo de serv iç o q u e n ã o op era com clien t e/

serv idor, m as sim , com sist em a P2 P, Peer- t o- p eer ( p on t o a p on t o) .

QUESTÃO 71 ( CE S PE / CE F. RJ S P/ E S CRITU RARIO) Com relaç ã o à In t ern et , assin a-

le a op ç ã o corret a.

a) O clien t e de e- m ail con sist e em u m p rog ram a q u e p erm it e acesso à caix a p ost al

do u su á rio de correio elet rô n ico; p ara essa at iv idade, disp en sa- se o serv idor.

b) U m a V PN é u m a rede v irt u al p riv ada u t iliz ada com o alt ern at iv a seg u ra p ara u su -

á rios q u e n ã o desej am u t iliz ar a In t ern et .

c) V oIP é u m a t ecn olog ia at u alm en t e p rom issora q u e, ao ot im iz ar o u so da lin h a

t elefô n ica residen cial ou em p resarial, p erm it e a realiz aç ã o de lig aç õ es t elefô n icas

em t em p o real e com baix o cu st o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 75 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) A In t ern et em p reg a o m odelo de com u n icaç ã o clien t e- serv idor.

e) D en om in a- se dom ín io da In t ern et o serv idor q u e con t é m as in form aç õ es q u e se

deseja acessar para diversas finalidades, tais como correio eletrônico, transferência

de arq u iv os, acesso à W eb et c.

Letra d.

a) Errada. E - m ail n ã o disp en sa o serv idor.

b) Errada. V PN ( rede p riv ada v irt u al) é u t iliz ada j u st am en t e n a In t ern et .

c) Errada. V OIP n ã o ot im iz a o u so da lin h a t elefô n ica.

d) Certa. O m odelo de com u n icaç ã o da In t ern et .

e) Errada. D om ín io é o en dereç o q u e é reg ist rado p ara o acesso aos sit es.

Protocolos da Internet

Ag ora q u e sabem os com o é em p reg ado o sist em a de com u n icaç ã o da In t ern et ,

clien t e- serv idor, v am os abordar com o t oda essa com u n icaç ã o é p ossív el. Com o

faz em os com p u t adores de fabrican t es e sist em as op eracion ais h et erog ê n eos se

com u n icarem ? S im p les, crian do u m p adrã o de com u n icaç ã o, on de t odos dev em

obedecer. Com o se o p lan et a in t eiro, a p art ir do an o q u e v em , fosse obrig ado a falar

o p ort u g u ê s do B rasil. Para isso, foram criados os ch am ados p rot ocolos. Con j u n t o

de regras e convenções padronizadas que devem ser obedecidas a fim de permitir

a t roca de dados en t re com p u t adores lig ados em rede.

O n om e dado à fam ília de p rot ocolos q u e t orn a p ossív el a com u n icaç ã o de com -

p u t adores de redes diferen t es:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 76 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

TCP/IP

Tam bé m ch am ado de p ilh a de p rot ocolos TCP/ IP, é u m con j u n t o de p rot ocolos

de com u n icaç ã o en t re com p u t adores em rede. S eu n om e v em de dois p rot ocolos: o

TCP ( Tran sm ission Con t rol Prot ocol - Prot ocolo de Con t role de Tran sm issã o) e o IP

( In t ern et Prot ocol - Prot ocolo de In t ern et , ou ain da, p rot ocolo de in t ercon ex ã o) . O

con j u n t o de p rot ocolos p ode ser v ist o com o u m m odelo de cam adas ( Modelo OS I) ,

on de cada cam ada é resp on sá v el p or u m g ru p o de t arefas, forn ecen do u m con j u n t o

de serviços bem definidos para o protocolo da camada superior. As camadas mais

alt as est ã o log icam en t e m ais p ert o do u su á rio ( ch am ada cam ada de ap licaç ã o) e

lidam com dados mais abstratos, confiando em protocolos de camadas mais baixas

p ara t arefas de m en or n ív el de abst raç ã o.

Camada 1 (física) OSI – Camada 1 (rede) TCP/IP: recebe os dados e

com eç a o p rocesso, ou in sere os dados t erm in an do o p rocesso, de acordo com a

ordem . Associam os a cabos e con ect ores. E x em p lo de alg u n s disp osit iv os q u e at u -

am n a cam ada física sã o os h u bs, p lacas de rede, cabos et c. S eu PD U ( U n idade de

dados de p rot ocolo) sã o os B ITS .

Camada 2 (enlace) OSI – Camada 1 (rede) TCP/IP: dep ois q u e a cam ada

física t en h a form at ado os dados de m an eira q u e a cam ada de en lace os en t en da,

com eç a a seg u n da p art e do p rocesso. A cam ada de en lace j á en t en de u m en dere-

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 77 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

ç o, o en dereç o físico ( MAC Address – Media Access Con t rol ou Con t role de acesso

à m ídia) p ara q u e n a p ró x im a p art e do p rocesso de com u n icaç ã o en t re as cam adas

do OS I, q u an do o dado é en v iado à cam ada de rede p ela cam ada de en lace, esse

en dereç o v ira en dereç o IP ( ou sej a, o MAC se con v ert e em IP) . Ap ó s o recebim en -

to dos bits, ela os converte de maneira inteligível (converte de bit para byte, por

ex em p lo) , os t ran sform a em u n idade de dado, su bt rai o en dereç o físico e en ca-

m in h a p ara a cam ada de rede q u e con t in u a o p rocesso. E st a cam ada det ect a e,

op cion alm en t e, corrig e erros q u e p ossam acon t ecer n a cam ada física. At u a com o

S w it ch . S eu PD U ( U n idade de dados de p rot ocolo) sã o os Q U AD ROS .

A cam ada de en lace ( lin k de dados) con t é m as su bcam adas:

LLC – Controle de Enlace Lógico - especifica os mecanismos para endereçamen-

t o de m á q u in as con ect adas ao m eio e con t rola a t roca de dados en t re os u su á rios

da rede. A op eraç ã o e form at o dest e p adrã o é baseado n o p rot ocolo H D L C. E le es-

t abelece t rê s t ip os de serv iç o:

• sem con ex ã o e sem recon h ecim en t o;

• com con ex ã o; e

• com recon h ecim en t o e sem con ex ã o.

MAC - Con t role de Acesso ao Meio - u t iliz ado em redes de com p u t adores p ara

est abelecer p art e da cam ada de en lace. É p rov edora de acesso a u m can al de co-

m u n icaç ã o e o en dereç am en t o n est e can al, p ossibilit an do a con ex ã o de div ersos

com p u t adores n u m a rede. O en dereç am en t o é realiz ado p elo en dereç o MAC ( Ma-

cAddress/ en dereç o físico) .

Camada 3 (rede) OSI – Camada 2 (Internet) TCP/IP: a p art ir de disp osi-

t iv os com o rot eadores( rou t ers) , ela decide q u al o m elh or cam in h o p ara os dados

n o p rocesso de in t ercon ex ã o, bem com o est abelecim en t o das rot as. A cam ada 3 j á

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 78 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

p rocessa o en dereç o físico, q u e o con v ert e p ara en dereç o ló g ico ( o en dereç o IP) .

Op eran do com os p rot ocolos ló g icos IP e o IPX . A p art ir daí, o q u adro da cam ada

de en lace se t ran sform a em u n idade de dado de cam ada 3 . At u a com o Rot eador,

q u e det erm in a as m elh ores rot as baseados n os seu s crit é rios, en dereç a os dados

p elas redes, e g eren cia su as t abelas de rot eam en t o. S eu PD U ( U n idade de dados

de p rot ocolo) sã o os PACOTE S .

Camada 4 (transporte) OSI – Camada 3 (transporte) TCP/IP: resp on -

sá v el p ela q u alidade n a en t reg a/ recebim en t o dos dados. A cam ada de t ran sp ort e

gerencia esse processo, para assegurar de maneira confiável o sucesso no trans-

porte dos dados. Um exemplo de serviço nessa camada é o Q.O.S, ou Quality of

S erv ice ( Q u alidade de S erv iç o) , q u e é u m a coleç ã o de t ecn olog ias q u e p erm it em

q u e ap licat iv os req u isit em e recebam n ív eis de serv iç os p rev isív eis em t erm os de

cap acidade de t h rou g h p u t de dados ( larg u ra de ban da) , v ariaç õ es de lat ê n cia ( j it -

t er) e ret ardo. Ap ó s os p acot es v irem da cam ada de rede, j á com seu s “ rem et en -

t es/ dest in at á rios” , é h ora de en t reg á - los, com o se a en com en da t iv esse acabado

de sair da t ran sp ort adora ( cam ada 3 ) e o cam in h ã o fosse t ran sp ort ar ( cam ada 4 ) .

E n t ram os p rot ocolos de t ran sp ort e, TCP e o U D P. S eu PD U ( U n idade de dados de

p rot ocolo) sã o os S E G ME NTOS .

Camada 5 (Sessão) OSI – Camada 4 (Aplicação) TCP/IP: dep ois da recep -

ção dos bits, a obtenção do endereço, e a definição de um caminho para o trans-

p ort e, in icia a sessã o resp on sá v el p elo p rocesso da t roca de dados/ com u n icaç ã o.

A cam ada 5 é resp on sá v el p or in iciar, g eren ciar e t erm in ar a con ex ã o en t re h ost s/

eq u ip am en t os/ m á q u in as. A cam ada de sessã o resp on sabiliz a- se com a sin cron iz a-

ç ã o en t re as m á q u in as, p ara q u e a sessã o abert a en t re eles se m an t en h a fu n cio-

n an do. S eu PD U ( U n idade de dados de p rot ocolo) sã o os D AD OS .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 79 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Camada 6 (Apresentação) OSI – Camada 4 (Aplicação) TCP/IP: at u a

com o in t erm ediá ria n o p rocesso com as su as cam adas adj acen t es. Resp on sá v el

p ela form at aç ã o dos dados e da rep resen t aç ã o dest es, é a cam ada resp on sá v el p or

faz er com q u e du as redes diferen t es ( p or ex em p lo, u m a TCP/ IP e ou t ra IPX / S PX )

se com u n iq u em , “ t radu z in do” os dados n o p rocesso de com u n icaç ã o. At u a com o

Gateway, que veremos logo abaixo.

Camada 7 (Aplicação) OSI – Camada 4 (Aplicação) TCP/IP: é a m ais p ró -

x im a do u su á rio, p ois ele in t erag e diret o com ela at rav é s de soft w ares com o clien -

t e de correio ( Ou t look , Th u n derbird...) , Nav eg adores ( In t ern et E x p lorer, Ch rom e,

Firefox...) etc. Pode tanto iniciar quanto finalizar o processo, pois como a camada

física, localiz a- se n os ex t rem os do m odelo.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 80 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

V am os abordar cada u m dos p rin cip ais p rot ocolos q u e faz em p art e de t oda a

fam ília TCP/ IP.

Protocolos de IP

IP: en dereç o de Prot ocolo da In t ern et ( E n dereç o IP/ IP address) , é u m n ú m ero

at ribu ído a cada disp osit iv o ( com p u t ador, im p ressora, sm art p h on e et c.) con ect ado

a u m a rede de com p u t adores q u e u t iliz a o Prot ocolo de In t ern et p ara com u n icaç ã o.

Op era n a cam ada 3 do m odelo OS I, Rede.

QUESTÃO 72 ( FU NCE RN/ PRE F. J ARD IM D E PIRANH AS - RN/ AG E NTE ) O m odelo

OS I é u m m odelo de rede de com p u t ador referê n cia da IS O q u e é dist ribu ído em

cam adas. Tem com o obj et iv o p adron iz ar os p rot ocolos de com u n icaç ã o. O m odelo

é div idido em

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 81 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) 7 cam adas.

b) 6 cam adas.

c) 8 cam adas.

d) 5 cam adas.

Letra a.

OS I = 7 cam adas e TCPÍ P = 4 cam adas.

QUESTÃO 73 ( CE S PE / INS S / TÉ CNICO) Na In t ern et , os en dereç os IP ( In t ern et Pro-

tocol) constituem recursos que podem ser utilizados para identificação de micro-

com p u t adores q u e acessam a rede.

Certo.

Definição certa do famoso número IP.

Nat: NAT ( n et w ork address t ran slat ion ) é u m p rot ocolo q u e faz a t radu ç ã o dos

en dereç os IP e p ort as TCP da rede local p ara a In t ern et . Ou sej a, o p acot e a ser

en v iado ou recebido de su a est aç ã o de t rabalh o n a su a rede local v ai at é o rot eador,

on de seu IP é t rocado p elo IP do rot eador. A su bst it u iç ã o do IP da rede local v alida

o en v io do p acot e n a in t ern et . No ret orn o do p acot e, acon t ece a m esm a coisa, p o-

ré m , ao con t rá rio, o q u e g aran t e q u e o p acot e ch eg u e ao seu dest in o. Port a: 5 3 5 1 .

B ast a lem brar da su a con ex ã o ao W i- Fi. E x em p lo: em su a casa, v ocê t em t rê s

eq u ip am en t os lig ados a u m rot eador. Os t rê s eq u ip am en t os est ã o con ect ados ao

IP do seu rot eador, sim p les assim . Pelo fat o do IP dos eq u ip am en t os da rede local

ser um IP fixo ou IP frio, não tendo compatibilidade com a faixa de IP da Internet.

E x em p lo: 1 9 2 .1 6 8 .1 .1

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 82 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 74 ( CE S PE / TJ - E S / ANAL IS TA) O p rot ocolo NAT t em a cap acidade de m o-


dificar o endereço de um datagrama IP em um roteador, a fim de permitir a comu-
n icaç ã o de dados en t re u m a rede p riv ada e u m a rede p ú blica.

Certo.
Abordou a fu n ç ã o t íp ica do p rot ocolo NAT.

Protocolos de Transporte

TCP: O TCP ( t ran sm ission con t rol p rot ocol) , u m p rot ocolo orien t ado p ara a con e-
xão, possibilita a transferência de dados na internet com as características de confia-
bilidade, ist o é , a m en sag em ch eg a ao recep t or ou m en sag en s en v iadas ch eg am n a
ordem de en v io. Prot ocolo q u e op era n a cam ada 4 do m odelo OS I, cam ada de t ran s-

p ort e. O TCP é o p rot ocolo resp on sá v el em t ran sp ort ar os p acot es de dados da rede.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 83 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

UDP: o U D P ( U ser D at ag ram Prot ocol) , u m p rot ocolo n ã o orien t ado p ara a co-

n ex ã o, p ossibilit a a t ran sferê n cia de dados n a in t ern et com as caract eríst icas de

não confiabilidade, isto é, a mensagem pode não chegar ao receptor ou mensagens

en v iadas p odem ch eg ar fora da ordem de en v io. Prot ocolo q u e op era n a cam ada

4 do m odelo OS I, cam ada de t ran sp ort e. U t iliz ado em t ran sp ort e de p acot es q u e

exigem velocidade, e não confiabilidade. Exemplos: streaming de dados (Youtube/

Netflix) e VOIP (Skype e chamada de voz do Whatsapp).

QUESTÃO 75 ( CE S PE / TJ - RR/ ANAL IS TA) O TCP ( t ran sm ission con t rol p rot ocol) , u m

p rot ocolo n ã o orien t ado p ara a con ex ã o, p ossibilit a a t ran sferê n cia de dados n a in -

ternet, com as características de não confiabilidade, isto é, a mensagem pode não

ch eg ar ao recep t or ou m en sag en s en v iadas p odem ch eg ar fora da ordem de en v io.

Errado.

Con ceit o in v ert ido. Foi abordado o con ceit o de U D P, e n ã o do TCP.

Protocolos de Aplicação

DHCP: Dynamic Host Configuration Protocol, é um protocolo de serviço TCP/IP

que oferece configuração dinâmica de terminais, com concessão de endereços IP

de host e outros parâmetros de configuração para clientes de rede. Portas (67/68).

Esse é o protocolo responsável em gerar o número que identifica o nosso computa-

dor n a rede, o n ú m ero IP. E sse n ú m ero é con h ecido com o IP din â m ico, IP v ariá v el

ou IP q u en t e, p ois cada v ez q u e con ect am os à rede, o D H CP g era u m n ov o n ú m ero

ao n osso disp osit iv o. E x em p lo: q u an do colocam os n osso t elefon e em m odo av iã o,

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 84 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

p erdem os t oda a com u n icaç ã o com a rede. Assim q u e t iram os do m odo av iã o, est a-
belecem os u m a n ov a con ex ã o com a op eradora q u e, at rav é s do D H CP, g era u m IP
ao n osso disp osit iv o. Cu idado: j am ais em u m a m esm a rede é p erm it ido m á q u in as
com o m esm o n ú m ero IP. Cada m á q u in a com u m n ú m ero diferen t e da ou t ra. Op era

n a cam ada 7 do m odelo OS I, cam ada de ap licaç ã o.

QUESTÃO 76 ( CE S G RANRIO/ B B / E S CRITU RÁRIO) A In t ern et baseia- se n o p rot o-


colo TCP/IP em que o endereço IP pode ser designado de maneira fixa ou variável.
O resp on sá v el p or desig n ar en dereç os IP v ariá v eis q u e p ossibilit am a n av eg aç ã o n a

W eb é o serv idor de
a) H TTP.
b) H TML .

c) D NS .
d) D H CP.

e) PH P.

Letra d.

Pediu o p rot ocolo q u e desig n a en dereç os IP v ariá v eis q u e p ossibilit am a n av eg aç ã o

n a W eb, D H CP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 85 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

HTTP: sigla de HyperText Transfer Protocol, que em português quer dizer: pro-

t ocolo de t ran sferê n cia de h ip ert ex t o. E st e p rot ocolo é o con j u n t o de reg ras q u e

p erm it e a t ran sferê n cia de in form aç õ es n a W eb, ou sej a, o p rot ocolo q u e p erm it e

a t ran sferê n cia das p á g in as/ sit es/ h ip ert ex t os q u e acessam os n a W W W . Port a ( 8 0 ) .

QUESTÃO 77 ( CE S PE / FU B / TÉ CNICO) O p rot ocolo H TTP p erm it e o acesso a p á g in as

n a In t ern et com o u so de u m n av eg ador.

Certo.

Q u est ã o diret a! Cobra a fu n ç ã o p rim aria do Prot ocolo H TTP, p erm it ir o acesso à s

p á g in as p or m eio de u m n av eg ador ( In t ern et E x p lorer, G oog le Ch rom e, Firefox ...) .

HTTPS: (HyperText Transfer Protocol secure), é uma implementação do pro-

t ocolo H TTP sobre u m a cam ada S S L ou do TL S , essa cam ada adicion al p erm it e

q u e os dados sej am t ran sm it idos at rav é s de u m a con ex ã o crip t og rafada e q u e se

verifique a autenticidade do servidor e do cliente através de certificados digitais.

Port a ( 4 4 3 ) . Pode observ ar q u e sit es de com p ras, ban cos e acessos rest rit os u sam

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 86 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

esse p rot ocolo. E le é sim p les de acert ar n as p rov as. Para o ex am in ador cobrar al-

g u m it em relacion ado ao H TTPS , t erá q u e colocar n o en u n ciado ou n as resp ost as

os seg u in t es t erm os:

QUESTÃO 78 ( CE S PE / TE L E B RAS / TÉ CNICO) O uso do HTTPS (hypertext transfer

p rot ocol secu re) au m en t a a seg u ran ç a de sít ios da In t ern et , ao im p lem en t ar seg u -

rança na comunicação mediante conexão criptografada e uso de certificados digitais.

Certo.

Observe os termos citados no item: segurança, conexão criptografada e certifica-

dos dig it ais. Tem alg u m a dú v ida se é o H TTPS ?

QUESTÃO 79 ( CE S PE / B RB / AD V OG AD O) O u so de H TTPS ( H TTP seg u ro) p erm it e

q u e as in form aç õ es en v iadas e recebidas em u m a con ex ã o n a In t ern et est ej am

protegidas por meio de certificados digitais.

Certo.

Observ e n ov am en t e; H TTPS associado a certificados digitais.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 87 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 80 ( CE S PE / AB IN/ OFICIAL D E INTE L IG Ê NCIA) No In t ern et E x p lorer, ao

acessar u m a p á g in a p or m eio do p rot ocolo seg u ro H TTP, q u e u t iliz a o alg orit m o de

criptografia SSL (secure socket layer), o usuário é informado pelo navegador, me-

dian t e a ex ibiç ã o de u m ícon e con t en do u m cadeado, de q u e a con ex ã o é seg u ra.

Errado.

CE S PE in du z in do o( a) can didat o( a) ao erro. Ao colocar a p alav ra seg u ro an t es da

sigla HTTP, ele classifica o protocolo tradicional, HTTP, como protocolo seguro. A

p alav ra seg u ro dev eria v ir ap ó s a sig la H TTP. E x em p lo: O p rot ocolo H TTP seg u ro.

Assim ele est aria abordan do de form a corret a o p rot ocolo H TTPS .

FTP: significa File Transfer Protocol (Protocolo de Transferência de Arquivos), e

é u m a form a bast an t e rá p ida e v ersá t il de t ran sferir arq u iv os ( t am bé m con h ecidos

como ficheiros), sendo uma das mais u sadas n a in t ern et . Port as ( 2 0 / 2 1 ) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 88 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Transferência de Arquivos
O FTP trabalha com os seguintes tipos de transferências:

TRANS FE RÊ NCIA POR FL U X O CONTÍ NU O: os dados sã o t ran sm it idos com o u m

fluxo contínuo de caracteres.

TRANS FE RÊ NCIA POR MOD O B L OCAD O: o arq u iv o é t ran sferido com o u m a sé rie

de blocos p recedidos p or u m cabeç alh o esp ecial. E st e cabeç alh o é con st it u ído p or

um contador (2 bytes) e um descritor (1 byte).

TRANS FE RÊ NCIA POR MOD O COMPRIMID O: a t é cn ica de com p ressã o u t iliz ada

caract eriz a- se p or t ran sm it ir u m a seq u ê n cia de caract eres ig u ais rep et idos. Nesse

m odo de t ran sm issã o, sã o en v iados t rê s ( 3 ) t ip os de in form aç ã o: D AD OS NOR-

MAIS ; D AD OS COMPRIMID OS ; INFORMAÇ Õ E S D E CONTROL E .

QUESTÃO 81 ( CE S PE / D PF/ AG E NTE ) Nas ap licaç õ es de t ran sferê n cia de arq u iv os

por fluxo contínuo, os dados são transferidos como uma série de blocos precedidos

p or u m cabeç alh o esp ecial de con t role.

Errado.

S eria a t ran sferê n cia p or m odo blocado.

QUESTÃO 82 ( U NIV E RS A/ POL . CIV IL - D F/ AG E NTE ) Q u al a sig la u t iliz ada p ara u m

p rot ocolo q u e p erm it e, de form a bast an t e rá p ida e v ersá t il, t ran sferir arq u iv os de

serv idores p ara u m com p u t ador p essoal, sen do u m dos m ais u sados n a in t ern et

para essa finalidade?

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 89 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) Teln et

b) H TTP

c) POP3

d) FTP

e) S MTP

Letra d.

Alu n o( a) , observ e o u so das seg u in t es p alav ras- ch av e: rá p ida, v ersá t il e t ran sferir

arq u iv os. S em p re associe esses t erm os ao p rot ocolo FTP.

QUESTÃO 83 ( CE S PE / E CT/ AD MINIS TRAD OR) O FTP difere de ou t ras ap licaç õ es

clien t e/ serv idor n a In t ern et p or est abelecer du as con ex õ es en t re os n ó s. U m a de-

las é u sada p ara a t ran sferê n cia de dados, e a ou t ra, p ara a t roca de in form aç õ es

de con t role.

Certo.

Temos nesse item a justificativa do protocolo FTP ser rápido e versátil. É justamen-

t e p or ele op erar em du as p ort as n a rede, p ort a 2 0 e p ort a 2 1 , q u e est u darem os

m ais à fren t e. Os p rot ocolos t radicion ais op eram com ap en as u m a p ort a de con e-

x ã o, cert o? ! E n t ã o, se eu t en h o u m p rot ocolo q u e op era com 2 p ort as, é sin al q u e

a conexão ficará mais rápida e versátil.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 90 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Telnet: é u m p rot ocolo clien t e- serv idor u sado p ara p erm it ir a com u n icaç ã o

en t re com p u t adores lig ados n u m a rede ( ex em p los: rede local/ L AN, In t ern et ) , ba-

seado em TCP. Teln et é u m p rot ocolo de log in rem ot o. E st e p rot ocolo v em sen do

g radu alm en t e su bst it u ído p elo S S H , cu j o con t eú do é crip t og rafado an t es de ser

en v iado. Port as ( 2 3 t eln et / 2 2 ssh ) . Prot ocolo m u it o u t iliz ado em alg u n s com é rcios,

com o as farm á cias, p or ex em p lo. Q u an do irem os com p rar u m rem é dio, o v en dedor

p assa u m leit or de có dig os de barras n a caix a do rem é dio p ara ler o p reç o. O com -

p u t ador u t iliz ado é ap en as u m m ero t erm in al de rede ( t erm in al bu rro) , p ois t odo o

sist em a q u e est á sen do ex ibido n a t ela do com p u t ador v em de u m serv idor cen t ral,

q u e esp elh a as m á q u in as clien t es at rav é s do TE L NE T ou S S H , p or ex em p lo.

QUESTÃO 84 ( FCC/ B ANE S E / E S CRITU RÁRIO) p ara rodar com an dos rem ot am en -

te, executar aplicativos gráficos, transferir arquivos e criar túneis seguros, en-

t re ou t ros recu rsos, NÃ O se t rat a de u m a ferram en t a disp on ív el de acesso re-

m ot o a com p u t adores:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 91 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) V NC.

b) NX S erv er.

c) W TS .

d) S S H .

e) FTP.

Letra e.

Observ e q u e o en u n ciado da q u est ã o só p assa a t er im p ort â n cia ap ó s a p alav ra NÃ O,

p ois ele est á n eg an do e q u er u m p rot ocolo q u e NÃ O sej a de acesso rem ot o. Nas al-

t ern at iv as, t em os o FTP ( p rot ocolo de t ran sferê n cia de arq u iv os) . Todos os ou t ros sã o

de acesso rem ot o. V NC, NX serv er, W TS e S S H , con form e est u dam os an t eriorm en t e.

QUESTÃO 85 ( CE S PE / D PU / TÉ CNICO) Os p rot ocolos de com u n icaç ã o S S H e TE L -

NE T g aran t em com u n icaç ã o seg u ra, u m a v ez q u e os dados sã o crip t og rafados an -

t es de serem en v iados.

Errado.

Comunicação segura é apenas o SSH que utiliza criptografia. O TELNET é um pro-

t ocolo de acesso rem ot o sem seg u ran ç a.

SNMP: ( do in g lê s S im p le Net w ork Man ag em en t Prot ocol - Prot ocolo S im p les de

G erê n cia de Rede) é u m p rot ocolo de g erê n cia t íp ica de redes TCP/ IP, da cam ada de

ap licaç ã o, q u e facilit a o in t ercâ m bio de in form aç õ es. Possibilit a aos adm in ist rado-

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 92 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

res de rede g eren ciar o desem p en h o da rede, en con t rar e resolv er seu s ev en t u ais

p roblem as, e forn ecer in form aç õ es p ara o p lan ej am en t o de su a ex p an sã o, den t re

ou t ras. Port a ( 1 6 1 ) .

 Obs.: Prot ocolo raram en t e cobrado em p rov as da á rea adm in ist rat iv a. Ap en as

t om e cu idado p ara n ã o con fu n dir com o p rot ocolo de e- m ail, S MTP ( en v io

de e- m ail) .

ARP: ( do in g lê s Address Resolu t ion Prot ocol - Prot ocolo de Resolu ç ã o de E n de-

reç o) t em u m p ap el fu n dam en t al en t re os p rot ocolos da cam ada In t ern et da su ít e

TCP/ IP, p orq u e p erm it e con h ecer o en dereç o físico de u m a p laca de rede q u e cor-

resp on de a u m en dereç o IP.

Cada máquina ligada à rede possui um número de identificação de 48 bits. Este

número é um número único, que é fixado a partir da fabricação da placa de rede

n a fá brica. E n t ret an t o, a com u n icaç ã o n a In t ern et n ã o é feit a diret am en t e a p art ir

dest e n ú m ero ( p orq u e seria n ecessá rio alt erar o en dereç am en t o dos com p u t adores

cada v ez q u e se alt erasse u m a p laca de rede) , m as a p art ir de u m en dereç o dit o

ló g ico, at ribu ído p or u m org an ism o, o en dereç o IP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 93 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Assim , p ara faz er a corresp on dê n cia en t re os en dereç os físicos e os en dereç os

ló g icos, o p rot ocolo ARP “ p erg u n t a” à s m á q u in as da rede p ara con h ecer o seu en -
dereç o físico, dep ois cria u m a t abela de corresp on dê n cia en t re os en dereç os ló g icos
e os en dereç os físicos n u m a m em ó ria.

QUESTÃO 86 ( FG V / COMPE S A/ ANAL IS TA) D en t ro de u m a rede local, faz - se n eces-


sá ria a associaç ã o en t re os en dereç os físicos das m á q u in as q u e com p õ em a rede e
seu s en dereç os IP.
E ssa associaç ã o é feit a p elo p rot ocolo
a) U D P.
b) TCP.
c) D H CP.
d) ARP.
e) TE L NE T.

Letra d.
Tom ar cu idado p ara n ã o con fu n dir com o D H CP e NAT. O seg redo das q u est õ es será

sem p re a ideia de associaç ã o en t re en dereç o físico ( MAC AD D RE S S ) p ara ló g ico ( IP) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 94 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Internet Relay Chat (IRC): é u m p rot ocolo de com u n icaç ã o bast an t e u t iliz ado

n a In t ern et . E le é u t iliz ado basicam en t e com o bat e- p ap o ( ch at ) e t roca de arq u i-

v os, p erm it in do a con v ersa em g ru p o ou p riv ada. Prot ocolo de com u n icaç ã o em

t em p o real/ in st an t â n ea. Port a ( 1 9 4 ) .

Ou t ros p rot ocolos de com u n icaç ã o em t em p o real:

 Obs.: X MPP é o p rot ocolo u t iliz ado p elo fam oso W h at sAp p .

QUESTÃO 87 ( FCC/ TRE - S P/ TÉ CNICO) O p rot ocolo da In t ern et q u e p ossibilit a aos

u su á rios t rocar in form aç õ es em t em p o real den om in a- se:

a) IRC

b) E - m ail

c) FTP e. G op h er

d) Teln et

e) H TTP

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 95 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra a.

b) Errada. E - m ail n ã o é p rot ocolo, é u m serv iç o q u e u t iliz a t rê s p rot ocolos, S MTP,

POP e IMAP.

c) Errada. FTP: t ran sferê n cia de arq u iv os. G op h er: p rot ocolo de bu sca de dados

em u m a rede.

d) Errada. Teln et : acesso rem ot o.

e) Errada. H TTP: Tran sferê n cia de h ip ert ex t os ( sit es) .

De acordo com a figura acima, julgue o item que se segue

QUESTÃO 88 ( CE S PE / S TJ / ANAL IS TA) S aben do q u e, ao se p reen ch er os cam p os de

in form aç ã o in dicados n a p á g in a m ost rada e clicar o bot ã o CONS U L TAR, u m a ap lica-

ç ã o clien t e/ serv idor será in iciada en t re u m serv idor do sít io do S TJ e o com p u t ador

do u su á rio, é corret o con clu ir q u e, com base n os con ceit os e m odos de fu n cion a-

m en t o da In t ern et at u ais, u m con j u n t o de p rot ocolos de com u n icaç ã o den om in ado

TCP/ IP será u t iliz ado p ara p ossibilit ar a t roca de in form aç õ es en t re o serv idor e o

clien t e. Com o u so desses p rot ocolos, as in form aç õ es sã o en v iadas n a form a de p a-

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 96 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

cot es, q u e con t ê m , cada u m , alé m da in form aç ã o a ser en v iada e de ou t ros dados,

o n ú m ero IP do com p u t ador de dest in o. Nessa com u n icaç ã o, é p ossív el q u e p acot es

referen t es a u m a m esm a in form aç ã o t rafeg u em p ela rede p or cam in h os diferen t es

en t re a orig em e o dest in o.

Certo.

U m a das q u est õ es m ais bem elaboradas q u e eu j á p resen ciei em t oda m in h a v ida

n o m ercado de con cu rsos p ú blicos. O ex am in ador, em ap en as u m it em , abordou 5

( cin co) t em as q u e p oderiam ser cobrados de m an eiras sep aradas. V am os a eles:

• “ clicar o bot ã o CONS U L TAR, u m a ap licaç ã o clien t e/ serv idor será in iciada en t re

um servidor do sítio do STJ e o computador do usuário,..” Definição da ideia

de clien t e- serv idor.

• “ com base n os con ceit os e m odos de fu n cion am en t o da In t ern et at u ais, u m

con j u n t o de p rot ocolos de com u n icaç ã o den om in ado TCP/ IP será u t iliz ado

p ara p ossibilit ar a t roca de in form aç õ es en t re o serv idor e o clien t e...” Abor-

dou o p rin cip al p rot ocolo da In t ern et , TCP/ IP

• “ Com o u so desses p rot ocolos, as in form aç õ es sã o en v iadas n a form a de p a-

cot es...” E x at am en t e, as in form aç õ es n a rede v iaj am n a form a de p acot es/

dat ag ram as p ara n ã o g erar con g est ion am en t o n a rede.

• “ q u e con t ê m , cada u m , alé m da in form aç ã o a ser en v iada e de ou t ros dados,

o número IP do computador de destino...” Sim, o pacote tem que ser identifi-

cado pelo servidor para ser entregue ao nosso computador. Essa identificação

v em n o cabeç alh o do p acot e, at rav é s do en dereç o IP da n ossa m á q u in a.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 97 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

• “ Nessa com u n icaç ã o, é p ossív el q u e p acot es referen t es a u m a m esm a in for-

m aç ã o t rafeg u em p ela rede p or cam in h os diferen t es en t re a orig em e o dest i-

n o.” Os p acot es v iaj am p or cam in h os diferen t es, de acordo com a escolh a do

Rot eador ( rou t er) , q u e é o resp on sá v el em escolh er esses cam in h os n a rede.

S u g est ã o: alu n o( a) , assist a u m v ídeo n o m eu can al do Y ou t u be ch am ado:

W arriors of t h e Net . E sse v ídeo irá ex p lorar de m an eira bem clara t odo esse fu n -

cion am en t o da In t ern et abordado n o it em acim a. S eg u e o lin k : https://youtu.be/

CE aq f8 V W Z u k

QUESTÃO 89 ( CE S PE / IFF/ ANAL IS TA) No fu n cion am en t o n orm al en t re du as redes

diferentes, o firewall é o elemento de controle entre elas e trabalha na camada de

rede e de t ran sp ort e da p ilh a TCP/ IP.

Na sit u aç ã o p receden t e, p ara p erm it ir q u e u m serv idor w eb con v en cion al fu n cio-

n e n orm alm en t e em u m a rede e q u e u m clien t e o acesse de ou t ra rede p assan do

pelo firewall, a porta padrão e o protocolo de transporte a serem utilizados são,

resp ect iv am en t e, a

a) 8 0 e o S S H .

b) 5 3 e o U D P.

c) 8 0 e o TCP.

d) 5 3 e o TCP.

e) 8 0 e o U D P.

Letra c.

S erv idor W eb con v en cion al = p á g in a W eb t radicion al ( H TTP) , p ort a 8 0 . E o p rot o-

colo p adrã o de t ran sp ort e das p á g in as é o TCP

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 98 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 90 ( FE PE S E / PC- S C/ AG E NTE ) Assin ale a alt ern at iv a q u e con t é m o n ú m e-


ro de p ort as TCP p adrã o em p reg adas p elos p rot ocolos H TTP, FTP ( p ort a de t ran sfe-
rê n cia de dados) e S MTP ( e- m ail) n o serv idor, resp ect iv am en t e.
a) 8 0 • 2 0 • 2 5
b) 8 0 • 2 1 • 2 5
c) 8 0 • 2 2 • 2 5
d) 8 0 • 2 5 • 2 2
e) 8 0 8 0 • 2 1 • 2 5

Letra a.
Mu it o cu idado com esse t ip o de q u est ã o, alu n o( a) . Nã o é recorren t e n as p rov as,
m as p ode v ir com o u m a su rp resa desag radá v el log o n o seu con cu rso dos son h os.
Cada p rot ocolo op era em u m a p ort a de con ex ã o da rede, on de ex ist em as p ort as
já definidas para cada protocolo e as portas aleatórias. Você observou que nas ex-
plicações sobre os protocolos foi colocado, no final, o número das portas que cada

p rot ocolo op era. Abaix o, seg u e u m a t abela com as p rin cip ais p ort as.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 99 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Intranet
U m dos assu n t os m ais p edidos em p rov as é a In t ran et . Con ceit o sim p les, m as

os ex am in adores sem p re dã o u m j eit o de com p licar.

É u m a rede de com p u t adores p riv ada q u e assen t a sobre a su ít e de p rot ocolos

da In t ern et , p oré m , de u so ex clu siv o de u m det erm in ado local, com o, p or ex em p lo,

a rede de u m a em p resa, q u e só p ode ser acessada p elos seu s u t iliz adores ou co-

laboradores in t ern os, n a q u al sã o u t iliz ados os m esm os p rog ram as e p rot ocolos de

com u n icaç ã o em p reg ados n a In t ern et , TCP/IP.

A in t ran et é u m dos p rin cip ais v eícu los de com u n icaç ã o em corp oraç õ es. Por ela,

o fluxo de dados (centralização de documentos, formulários, notícias da empresa

et c.) é con st an t e, p ret en den do redu z ir os cu st os e g an h ar v elocidade n a div u lg aç ã o

e dist ribu iç ã o de in form aç õ es. Ap esar do seu u so in t ern o, acessan do aos dados cor-

porativos, a intranet permite que computadores localizados numa filial, se conec-

t ados à in t ern et com u m a sen h a, acessem con t eú dos q u e est ej am n a su a m at riz .

E la cria u m can al de com u n icaç ã o diret o en t re a em p resa e os seu s fu n cion á rios/

colaboradores, tendo um ganho significativo em termos de segurança.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 100 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Extranet
É u m a rede de com p u t adores q u e p erm it e acesso ex t ern o con t rolado, p ara n e-
gócios específicos ou propósitos educacionais. Em um contexto de business-to-bu-
sin ess, u m a E x t ran et t am bé m p ode ser v ist a com o u m a p art e da em p resa q u e é
est en dida a u su á rios ex t ern os ( “ rede ex t ra- em p resa” ) , t ais com o rep resen t an t es e
clien t es. Ou t ro u so com u m do t erm o E x t ran et se dá n a desig n aç ã o da “ p art e p riv a-
da” de u m sit e, on de som en t e “ u su á rios reg ist rados” p odem n av eg ar, p rev iam en t e
au t en t icados p or su a sen h a ( log in ) .

Alu n o( a) , v ocê irá p erceber q u e os ex am in adores cobram esses con ceit os, est u -
dados acim a, em t rê s v ert en t es;
• Cobrar o conceito de Intranet (rede com um proposito específico de acesso
in t ern o som en t e p or p essoas au t oriz adas) .
• Cobrar a ex ceç ã o ( a In t ran et POD E ser acessada de fora do am bien t e in t ern o
da em p resa) .

• Cobrar o con ceit o do acesso ex t ern o ( E x t ran et ) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 101 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Caso a E x t ran et sej a acessada at rav é s da In t ern et ( m eio p adrã o de acesso) ,

com o é feit o p ara q u e o acesso sej a seg u ro? Observ e abaix o:

Observ e q u e ao acessar a In t ran et ( ex t ran et ) da em p resa em n ossa residê n cia, foi

criado u m t u n elam en t o n a con ex ã o ch am ado de V PN ( rede p riv ada v irt u al) . Trat a- se

de u m a rede p riv ada con st ru ída sobre a in fraest ru t u ra de u m a rede p ú blica, on de é

criado u m t ú n el de con ex ã o p ara t rafeg ar dados crip t og rafados, t raz en do seg u ran ç a

ao acesso da rede in t ern a da em p resa fora de su a circu n scriç ã o ( ex t ran et ) .

QUESTÃO 91 ( CE S PE / S E E D F/ ORIE NTAD OR) É corret o con ceit u ar in t ran et com o

u m a rede de in form aç õ es in t ern as de u m a org an iz aç ã o, q u e t em com o obj et iv o

com p art ilh ar dados e in form aç õ es p ara os seu s colaboradores, u su á rios dev ida-

m en t e au t oriz ados a acessar essa rede.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 102 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.

Observ e q u e foi abordado n esse it em a p rim eira v ert en t e sobre In t ran et , con ceit o
de acesso in t ern o p elos seu s colaboradores at rav é s de acesso seg u ro.

QUESTÃO 92 ( CE S PE / TCU / TÉ CNICO) Mesm o q u e sej a u m a rede p riv ada de


determinado órgão ou empresa destinada a compartilhar informações confiden-
ciais, uma intranet poderá́ ser acessada por um computador remoto localizado na
rede m u n dial de com p u t adores, a In t ern et .

Certo.
Observ e, ag ora, q u e foi abordado n o it em a seg u n da v ert en t e sobre In t ran et , a
POS S IB IL ID AD E de acessá - la de fora da circu n scriç ã o da em p resa.

QUESTÃO 93 ( IAD E S / ME TRÔ - D F/ TÉ CNICO) A in t ern et é u m a im p ort an t e ferra-


m en t a p ara u su á rios e em p resas. A esse resp eit o, n o q u e se refere à s em p resas,
é correto afirmar que o canal de comunicação externo que permite aos usuários
in t erag irem com a em p resa ( n orm alm en t e p arceiros, forn ecedores e v en dedores)
é den om in ado
a) ex t ran et .
b) L AN
c) MAN.
d) W AN.

e) in t ran et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 103 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra a.

Q u est ã o q u e abordou a t erceira v ert en t e, con ceit o do acesso ex t ern o à In t ran et ,

ch am ado de E x t ran et .

QUESTÃO 94 ( CE S PE / TJ - AM/ AS S IS TE NTE ) As in t ran et s u t iliz am t ecn olog ias da In -

t ern et p ara v iabiliz ar a com u n icaç ã o en t re os em p reg ados de u m a em p resa, p erm i-

t in do- lh es com p art ilh ar in form aç õ es e t rabalh ar de form a colaborat iv a.

Certo.

Mais u m it em con ceit u an do de m an eira bá sica a In t ran et .

QUESTÃO 95 ( FCC/ ME TRÔ - S P/ TÉ CNICO) A In t ran et é u m a rede de com p u t adores

q u e disp on ibiliz a u m con j u n t o de serv iç os an á log o à In t ern et . D iferen t e da In t er-

n et , u m a In t ran et

a) n ã o u sa o con j u n t o de p rot ocolos TCP/ IP, m as os p rot ocolos OS I.

b) é u m a rede in t ern a e ex clu siv a de u m a org an iz aç ã o.

c) não pode ser conectada a outras redes, ou seja, fica restrita ao ambiente interno

da em p resa.

d) n ã o con ect a eq u ip am en t os u san do t ecn olog ias W i- Fi, p ois n ã o su p ort a p rot oco-

los w ireless.

e) acessa p á g in as de con t eú do disp on ív eis em serv idor cen t ral u san do o p rot ocolo

H TML .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 104 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra b.

Con ceit o m ais bá sico p ossív el sobre u m a INTRANE T.

QUESTÃO 96 ( IAD E S / ARCON- PA/ AS S IS TE NTE ) As org an iz aç õ es cada v ez m ais

u t iliz am as facilidades da in t ern et e da in t ran et p ara receber e p assar in form aç õ es.


A resp eit o dessas du as form as de org an iz aç ã o dos com p u t adores em rede, é cor-

reto afirmar que


a) g eralm en t e, n a in t ran et , o acesso é rest rit o a det erm in ado p ú blico.
b) com p u t adores q u e u t iliz am in t ran et n ã o t ê m acesso à in t ern et .
c) som en t e n a in t ern et é p ossív el realiz ar a t roca de in form aç õ es p or m eio de
m en sag en s.

d) o cará t er corp orat iv o da in t ran et im p ede a in serç ã o de v ídeos n os con t eú dos.


e) com p u t adores q u e u sam in t ran et dev em est ar in st alados n o m esm o edifício.

Letra a.
Observe que a alternativa “a” cobrou um dos princípios básicos para se definir uma

In t ran et , acesso rest rit o a det erm in ado p ú blico.

QUESTÃO 97 ( V U NE S P/ PC- S P/ INV E S TIG AD OR) U m a das diferen ç as en t re a In t er-

n et e a In t ran et é q u e n a In t ran et
a) o acesso é rest rit o a u m cert o p ú blico q u e se u t iliz a de n om e de u su á rio e sen h a

p ara o acesso.

b) o acesso é realiz ado ap en as p elos com p u t adores localiz ados n o m esm o local

físico do serv idor de In t ran et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 105 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) a t ran sm issã o da in form aç ã o en t re o serv idor e o n av eg ador é sem p re m on it o-

rada p ara p rev en ir o v az am en t o de in form aç ã o.

d) os con t eú dos das p á g in as n ã o p odem in clu ir m ídias com o v ídeo e m ú sica, p ois

se t rat am de sit es corp orat iv os.

e) é disp on ibiliz ada ap en as a t roca de in form aç õ es p or m eio do e- m ail corp orat iv o.

Letra a.

b) Errada. O acesso POD E ser feit o de local físico diferen t e.

c) Errada. Nã o ex ist e u m a obrig at oriedade n o m on it oram en t o do acesso.

d) Errada. As p á g in as p odem con t er q u alq u er con t eú do, desde q u e sej a do in t e-

resse da org an iz aç ã o.

e) Errada. Podem ser disp on ibiliz ados ou t ros m eios de com u n icaç ã o.

QUESTÃO 98 ( IAD E S / PM. CH OAE M- D F/ OFICIAL ) A in t ern et é u m a p oderosa fer-

ram en t a p ara u su á rios e em p resas. Q u an do se u t iliz a essa t ecn olog ia de m an eira

p rot eg ida e in t ern a em u m a em p resa ou dep art am en t o com rest riç õ es de acesso,

é correto afirmar que se está definindo uma

a) ex t ran et .

b) L AN.

c) MAN.

d) W AN.

e) in t ran et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 106 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

Tradicion al con ceit o sobre In t ran et . Observ e o t rech o do en u n ciado: “ Q u an do se

u t iliz a essa t ecn olog ia de m an eira p rot eg ida e in t ern a em u m a em p resa ou dep ar-

t am en t o com rest riç õ es de acesso, ...”

QUESTÃO 99 ( CE S PE / TJ D FT/ ANAL IS TA) U m a v irt u al p riv at e n et w ork é u m t ip o de

rede p riv ada dedicada ex clu siv am en t e p ara o t rá feg o de dados seg u ros e q u e p re-

cisa est ar seg reg ada dos back bon es p ú blicos da In t ern et . E m ou t ras p alav ras, ela

disp en sa a in fraest ru t u ra das redes com u n s.

Errado.

A V PN ( rede p riv ada v irt u al) n ã o est á seg reg ada dos back bon es p ú blicos da In t er-

n et . Pelo con t rá rio, V PN op era den t ro da Rede p ú blica.

QUESTÃO 100 ( Q U AD RIX / CRB / TÉ CNICO) Redes de com p u t adores u t iliz am u m

p rot ocolo de t u n elam en t o q u an do u m p rot ocolo de rede en cap su la u m p rot ocolo

de carg a diferen t e. Assin ale a alt ern at iv a q u e ex ibe du as con seq u ê n cias diret as

dessa u t iliz aç ã o.

a) Maior seg u ran ç a e m aior v elocidade de t ran sm issã o.

b) Maior seg u ran ç a e m en or v elocidade de t ran sm issã o.

c) Men or seg u ran ç a e m aior v elocidade de t ran sm issã o.

d) Men or seg u ran ç a e m en or v elocidade de t ran sm issã o.

e) A seg u ran ç a e a v elocidade de t ran sm issã o n ã o se alt eram .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 107 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra b.

Q u est ã o q u e aborda alg u n s con h ecim en t os sobre a V PN. Com o saberíam os q u e

o ex am in ador est á cobran do V PN? Q u an do ele cit a: “ de t u n elam en t o q u an do u m

p rot ocolo de rede en cap su la u m p rot ocolo de carg a diferen t e...” No u so da V PN

em u m a rede, t erem os du as con seq u ê n cias: m aior seg u ran ç a p or op erar com

criptografia e menor velocidade de transmissão, devido à criptografia aumentar o

t am an h o dos dados.

E x ist e u m a con fu sã o q u e faz em os em alg u n s con ceit os de redes. Con fu n dir o con -

ceito de rede lógica com o conceito de rede física. Rede lógica é classificada de

acordo com a tecnologia da rede (sistema). Já a rede física é classificada de acordo

com a sua abrangência física(geográfica). Observe a tabela abaixo:

Então, podemos afirmar que uma Intranet opera geograficamente dentro de uma

L AN ( rede local) . Ou sej a, n ã o sã o t erm os sin ô n im os.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 108 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 101 ( FCC/ B B / E S CRITU RÁRIO) No con t ex t o de seg u ran ç a do acesso a


dist â n cia a com p u t adores, é o p rocesso q u e en cap su la o p acot e de dados, p re-
v iam en t e p rot eg ido p or m ecan ism os q u e o t orn a ileg ív el, p oden do, dessa form a,
t rafeg ar em u m a rede p ú blica at é ch eg ar ao seu dest in o, on de é desen cap su lado e
t orn ado leg ív el. Trat a- se de
a) au t en t icaç ã o.
b) g eren ciador de ch av es dig it ais.
c) con ex ã o seg u ra.
d) criptografia.
e) t u n elam en t o.

Letra e.
Tu n elam en t o = V PN = seg u ran ç a p ara acesso rem ot o ( dist an t e) .

QUESTÃO 102 ( CE S PE / D PRF/ POL ICIAL ) Por m eio de u m a ap licaç ã o de acesso re-
m ot o, u m com p u t ador é cap az de acessar e con t rolar ou t ro com p u t ador, in dep en -
den t em en t e da dist â n cia física en t re eles, desde q u e am bos os com p u t adores est e-
j am con ect ados à In t ern et .

Certo.
Os com p u t adores p recisam est ar con ect ados em u m a rede, com o ele cit ou , in de-
p en den t em en t e da dist â n cia, u t iliz aríam os a In t ern et . S em con t ar q u e o it em se
referia a con ceit os de In t ern et .
Exemplos de aplicativos de acesso remoto: TeamViewer, LogMeIn, Skype for Busi-

n ess, Con ex ã o da Área de Trabalh o Rem ot a et c.) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 109 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 103 ( FCC/ COPE RG ÁS / TÉ CNICO) Con sidere, p or h ip ó t ese, q u e n a CO-

PERGÁS exista uma VPN − Virtual Private Network, que consegue estabelecer uma

lig aç ã o diret a en t re u m com p u t ador e o serv idor de dest in o, crian do u m t ip o de

t ú n el p rot eg ido n a in t ern et . Nest e cen á rio,

a) é p ossív el q u e u m u su á rio p ossa acessar seu s docu m en t os, e- m ails corp orat iv os

e sist em as n a n u v em , v ia V PN, sem se p reocu p ar em ser in t ercep t ado.

b) u m u su á rio p ode faz er acesso à dist â n cia, q u e é u m a t ecn olog ia q u e p erm it e q u e

u m com p u t ador con sig a acessar u m serv idor p ú blico p or m eio de u m ou t ro com p u -

tador que deve estar fisicamente conectado à rede.

c) a con ex ã o à dist â n cia é feit a com seg u ran ç a de dados som en t e n a direç ã o da

em p resa p ara o serv idor ex t ern o; o cam in h o con t rá rio n ã o é seg u ro.

d) é p ossív el acessar o serv idor ap en as de disp osit iv os q u e est ej am com o m esm o

sist em a op eracion al do serv idor, com o desk t op s, sm art p h on es ou t ablet s con ect a-

dos à rede.

e) p ara realiz ar o acesso à dist â n cia é n ecessá rio u m h ardw are q u e u t iliz e o p rot o-

colo S S L seg p ara faz er a lig aç ã o diret a en t re o com p u t ador e o serv idor.

Letra a.

A fu n ç ã o da V PN é p rov er o acesso seg u ro, p or isso a desp reocu p aç ã o p or p art e de

q u em acessa.

QUESTÃO 104 ( IAD E S / CE ITE C/ TÉ CNICO) Con sidere h ip ot et icam en t e q u e, ap ó s a

in st alaç ã o de u m a rede in t ran et em det erm in ada em p resa, o resp on sá v el p elo set or

con v idou os colaboradores p ara rep assar- lh es orien t aç õ es a resp eit o do p rocesso.

S u p on do q u e t odas as in st ru ç õ es p assadas est ej am corret as, assin ale a alt ern at iv a

q u e ap resen t a u m a in form aç ã o t ran sm it ida aos colaboradores.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 110 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) A in t ran et u t iliz a os p rot ocolos TCP/ IP p ara faz er a con ex ã o en t re os com p u t adores.
b) Para in st alaç ã o da in t ran et , é n ecessá rio q u e o n ú m ero de u su á rios sej a m aior q u e 1 0 .
c) In t ran et e L AN ( L ocal Area Net w ork ) sã o idê n t icas n as resp ect iv as caract eríst icas
de in st alaç ã o e n as fu n cion alidades.
d) A in t ran et n ã o p erm it e o acesso de eq u ip am en t o in st alado fora da em p resa.
e) U m a v an t ag em da in t ran et é q u e ela, diferen t em en t e da in t ern et , é im u n e
à s in v asõ es.

Letra a.
a) Certa. In t ran et u t iliz a os m esm os p rog ram as, t ecn olog ia e p rot ocolos da In t ern et .
b) Errada. Pode ser ap en as 1 ( u m ) u su á rio.
c) Errada. Tradicion al p eg adin h a, q u erer ig u alar o con ceit o de In t ran et com L AN
( rede local) . A In t ran et fu n cion a den t ro de u m a L AN.
d) Errada. Perm it e, sim .
e) Errada. Nã o ex ist e n en h u m a rede im u n e à in v asã o.

QUESTÃO 105 ( CE S PE / TE L E B RAS / TÉ CNICO) As redes locais ( L ANs) sã o aq u elas


in st aladas em g ran des cidades de reg iõ es m et rop olit an as, p ara a in t ercon ex ã o de
u m g ru p o g ran de de u su á rios.

Errado.
PAN – Rede com abran g ê n cia p eq u en a, cen t ím et ros ou m et ros.
LAN – Rede que não tem uma abrangência pré-definida. Desde que esteja em um
lu g ar ( local) . O t am an h o desse lu g ar n ã o im p ort a.
MAN – Rede q u e abran g e u m a cidade ou m u n icíp io.

W AN- Rede q u e abran g e u m p aís, con t in en t e ou p lan et a t erra.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 111 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Nome de Domínio
Domínio é um nome que serve para localizar e identificar conjuntos de compu-

t adores n a In t ern et . O n om e de dom ín io foi con cebido com o obj et iv o de facilit ar a

m em oriz aç ã o dos en dereç os de com p u t adores n a In t ern et . S em ele, t eríam os q u e

m em oriz ar u m a seq u ê n cia g ran de de n ú m eros. Observ e:

Cada en dereç o de u m a p á g in a q u e acessam os n a In t ern et é u m n ú m ero IP. E n -

t ã o, o n om e w w w .p rofessorfabricio.com = 1 4 3 .1 0 7 .1 1 1 .4 2 . J á p en sou se v ocê t iv es-

se q u e decorar cada n ú m ero desse p ara acessar u m det erm in ado sit e? S eria bem

com p licado, n ã o é ? ! V ocê p recisaria con h ecer u m a boa q u an t idade de n ú m eros, v ej a:

D iv isã o dos IPs:

IPV 4 : 1 4 3 .1 0 7 .1 1 1 .4 2

4 g ru p os de 8 bit s ( 0 a 9 ) = 3 2 bit s

Tot al de Ip s = 4 2 9 4 9 6 7 2 9 6 com bin aç õ es p ossív eis

( 4 bilh õ es 2 9 4 m ilh õ es 9 6 7 m il 2 9 6 )

O p adrã o IPV 4 t em 2 ( du as) faix as de IPs; IPs q u en t es ( IPs q u e con seg u im os aces-

sar a In t ern et ) e os IPs frios/ p riv ados ( Ip s q u e só u sam os p ara redes locais ( L AN) ) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 112 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

A FAIX A D E IPS Q U E NÃ O ACE S S AM A INTE RNE T S Ã O:

D e 1 0 .0 .0 .0 a 1 0 .2 5 5 .2 5 5 .2 5 5

D e 1 7 2 .1 6 .0 .0 a 1 7 2 .3 1 .2 5 5 .2 5 5

D e 1 9 2 .1 6 8 .0 .0 a 1 9 2 .1 6 8 .2 5 5 .2 5 5

IPV 6 : 2 0 0 1 : 0 db8 : 8 5 a3 : 0 8 d3 : 1 3 1 9 : 8 a2 e: 0 3 7 0 : 7 3 4 4

8 g ru p os de 1 6 bit s ( 0 a f) = 1 2 8 bit s

Tot al de Ip s = 3 4 0 2 8 2 3 6 6 9 2 0 9 3 8 4 6 3 4 6 3 3 7 4 6 0 7 4 3 1 7 6 8 2 1 1 4 5 6 com bin aç õ es

p ossív eis. ( 3 4 0 u n decilh õ es 2 8 2 decilh õ es 3 6 6 n on ilh õ es 9 2 0 oct ilh õ es 9 3 8 set i-

lh õ es 4 6 3 sex t ilh õ es 4 6 3 q u in t ilh õ es 3 7 4 q u at rilh õ es 6 0 7 t rilh õ es 4 3 1 bilh õ es 7 6 8

m ilh õ es 2 1 1 m il 4 5 6 ) .

Teríam os q u e decorar boa p art e dessas com bin aç õ es p ara acessarm os as

p á g in as. Assu st ador!

E n t ã o, p rofessor, q u em faz esse t rabalh o p ara n ó s?

V am os lá , irei ex p licar! Q u an do dig it am os: w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br e

p ression am os E NTE R, o p edido será en v iado a u m serv idor:

DNS (Servidor/Sistema/Protocolo de nome de domínio)

Cada domínio possui um registro no DNS, que define qual o endereço IP do

serv idor de h osp edag em e o IP do serv idor de e- m ail q u e resp on derã o p or est e

dom ín io. O p rocesso p ara a descobert a dos serv idores q u e resp on dem p or u m do-

m ín io é den om in ado resolu ç ã o do n om e ou resolu ç ã o do dom ín io. O D NS irá faz er

o seg u in t e p ap el: p rocu rar o w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br e associá - lo a u m IP.

Caso o en dereç o ex ist a, a p á g in a será carreg ada em n ossa t ela, caso n ã o ex ist a,

ret orn ará u m erro; p á g in a n ã o en con t rada – erro 4 0 4 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 113 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 106 ( FCC/ PRE F. RE CIFE - PE / AS S IS TE NTE ) U m Assist en t e de G est ã o

Pú blica est á acom p an h an do o en dereç am en t o dos com p u t adores em u m a rede


Classe C u t iliz an do o p rot ocolo IP v 4 . D ep ois de ap resen t ado a ele u m con j u n t o de

endereços IP a serem atribuídos aos computadores da rede, identificou correta-


m en t e com o v á lido ap en as o en dereç o
a) 2 0 4 .1 7 .5 .2 6 2
b) 2 0 4 .3 1 7 .5 .3 2
c) 1 7 2 .4 1 6 .1 7 .2 3 0

d) 2 0 4 .1 5 .3 2 8 .1 2 8
e) 2 0 4 .1 5 .5 .3 2

Letra e.

Observ e q u e a ú n ica alt ern at iv a q u e t raz com bin aç õ es de n ú m eros m en ores do q u e

2 5 5 em cada oct et o é a let ra “ e” .

QUESTÃO 107 ( Q U AD RIX / CRP- 2 / AS S IS TE NTE ) Os com p u t adores em redes IPv 6


são identificados por um conjunto de algarismos conhecidos como endereços IP.

Con sideran do essa in form aç ã o, assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a u m en dereç o

IPv 6 in corret o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 114 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) 2 0 0 1 : 0 D H 8 : 0 0 0 : 0 0 0 : 1 3 0 G : 0 0 0 : 0 0 0 : 1 4 0 B

b) 2 0 0 1 : D B 8 : 0 : 5 4 : :

c) 2 0 0 1 : D B 8 : 0 : 0 : 1 3 0 F: : 1 4 0 B

d) 2 0 0 1 : D B 8 : 0 : 5 4 : 0 : 0 : 0 : 0

e) 2 0 0 1 : D B 8 : : 1 3 0 F: 0 : 0 : 1 4 0 B

Letra a.

B ast a saber u m a reg ra p ara acert ar a q u est ã o, IPV 6 , p or t rabalh ar com n ú m eros

h ex adecim ais su p ort a, n o m á x im o; 0 a 9 e A at é F. Observ e q u e o ex am in ador co-

locou a let ra G n o en dereç o.

QUESTÃO 108 ( CE S PE / TRE - G O/ TÉ CNICO) O en dereç o IPv 6 t em 1 2 8 bit s e é form a-

do p or díg it os h ex adecim ais ( 0 - F) div ididos em q u at ro g ru p os de 3 2 bit s cada u m .

Errado.

O erro está no final do item. IPV6 tem 8 grupos de 16 bits cada um, totalizando

1 2 8 bit s.

QUESTÃO 109 ( IAD E S / CRM/ ANAL IS TA) O m é t odo de bu sca de com p u t adores n a

in t ern et é fu n dam en t ado em u m sist em a de g eren ciam en t o de n om es, h ierá rq u ico

e dist ribu ído, q u e p ossu i a fu n ç ã o bá sica de con v ert er n om es em “ en dereç o IP” , q u e

é a form a com o a rede con seg u e localiz ar q u alq u er com p u t ador a ela con ect ado.

Acerca desse assu n t o, assin ale a alt ern at iv a q u e in dica a sig la corresp on den t e a

esse sist em a de g eren ciam en t o de n om es.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 115 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) E - m ail.
b) H TTP.
c) POP.
d) S PAM.
e) D NS .

Letra e.
a) Errada. S erv iç o de caix a p ost al da In t ern et .
b) Errada. Prot ocolo de t ran sferê n cia de h ip ert ex t o ( sit es) .
c) Errada. Prot ocolo de recebim en t o de e- m ail.
d) Errada. E - m ails en v iados em m assa sem a n ossa solicit aç ã o, g eralm en t e
com p rop ag an das.
e) Certa. S erv idor de n om es de dom ín io.

Mart a u t iliz a u m a est aç ã o de t rabalh o q u e ex ecu t a o sist em a op eracion al W in dow s 1 0


e est á con ect ada à rede local da em p resa em q u e ela t rabalh a. E la acessa u su alm en t e
os sít ios da in t ran et da em p resa e t am bé m sít ios da In t ern et p ú blica. Ap ó s n av eg ar p or
vários sítios, Marta verificou o histórico de navegação e identificou que um dos sítios
acessados com su cesso p or m eio do p rot ocolo H TTP t in h a o en dereç o 1 7 2 .2 0 .1 .1 .
Ten do com o referê n cia essa sit u aç ã o h ip ot é t ica, j u lg u e o it em a seg u ir.

QUESTÃO 110 ( CE S PE / D PF/ AG E NTE ) O endereço 172.20.1.1 identificado por Mar-


t a é o en dereç o IPv 4 de u m serv idor w eb n a In t ern et p ú blica.

Errado.
D e acordo com as faix as de IPS q u e est u dam os acim a, o IP da Mart a é u m IP frio/

p riv ado, p or isso n ã o p ode ser de u m serv idor W eb n a In t ern et p ú blica.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 116 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 111 ( E S AF/ ANAC/ TÉ CNICO) Assin ale a op ç ã o corret a relat iv a a en dereç o IP.
a) Contém 2 bytes no formato 000.000, em que cada byte pode incorporar um
v alor de z ero a 2 5 5 .
b) Contém 3 bytes no formato 0000.0000.0000, em que cada byte pode incorporar
u m v alor de z ero a 1 0 2 3 .
c) Contém 2 bytes no formato 000.000, em que cada byte pode incorporar um
valor de zero a 255, e dois bytes no formato 000.000, em que cada byte pode in-
corp orar u m v alor de z ero a 1 2 8 .
d) Contém 4 bytes no formato 000.000.000.000, em que cada byte pode incorpo-
rar u m v alor de z ero a 9 9 9 .
e) Contém 4 bytes no formato 000.000.000.000, em que cada byte pode incorpo-
rar u m v alor de z ero a 2 5 5 .

Letra e.
Q u est ã o q u e in du z o( a) can didat o( a) a m arcar let ra “ d” . S e com eç am os u m en de-
reç o com o p adrã o 0 0 0 .0 0 0 .0 0 0 .0 0 0 , p oderíam os t erm in ar com 9 9 9 .9 9 9 .9 9 9 .9 9 9 ,
cert o? No IPV 4 , n ã o! ! O p adrã o IPV 4 su p ort a n ú m eros q u e v ariam en t re 0 e 2 5 5 .

A seg u ir, alg u m as dicas sobre dom ín ios.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 117 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 112 ( ID IB / CRF- RJ / TÉ CNICO) In diq u e, n as alt ern at iv as abaix o, a U RL

q u e rep resen t a u m en dereç o elet rô n ico de u m ó rg ã o g ov ern am en t al.

a) h t t p : / / w w w .g oog le.com

b) h t t p : / / w w w .n u ban k .com

c) h t t p : / / w w w .am arican as.com .br

d) h t t p : / / w w w .rio.rj .g ov .br

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 118 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra d.
G OV = Ó rg ã o g ov ern am en t al.

QUESTÃO 113 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) U t iliz an do u m n av eg ador t íp ico de In t ern et ,


o u su á rio dig it ou o seg u in t e en dereç o: w w w .carlos.cim .br. D e acordo com o en de-
reço digitado, é correto afirmar que o usuário está acessando um site web de um
profissional liberal da classe
a) con t ador.
b) in st ru t or.
c) im p ressor.
d) corret or.
e) im p ort ador.

Letra d.
Profissionais liberais: somente para pessoas físicas

Fon t e da relaç ã o abaix o: S it e Reg ist ro.br - Cat eg orias de dom ín ios.br ( D PNs) -
h t t p s: / / reg ist ro.br/ dom in io/ cat eg oria.h t m l
AD M.B R Adm in ist radores
AD V .B R Adv og ados
ARQ .B R Arq u it et os
ATO.B R At ores
B IO.B R B ió log os
B MD .B R B iom é dicos
CIM.B R Corret ores

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 119 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

CNG .B R Cen ó g rafos


CNT.B R Con t adores
E CN.B R E con om ist as
E NG .B R E n g en h eiros
E TI.B R E sp ecialist a em Tecn olog ia da In form aç ã o
FND .B R Fon oau dió log os
FOT.B R Fot ó g rafos
FS T.B R Fisiot erap eu t as
G G F.B R G eó g rafos
J OR.B R J orn alist as
L E L .B R L eiloeiros
MAT.B R Mat em á t icos e E st at íst icos
ME D .B R Mé dicos
MU S .B R Mú sicos
NOT.B R Not á rios
NTR.B R Nu t ricion ist as
OD O.B R D en t ist as
PPG.BR Publicitários e profissionais da área de propaganda e marketing
PRO.B R Professores
PS C.B R Psicó log os
Q S L .B R Rá dio am adores
S L G .B R S oció log os
TAX I.B R Tax ist as
TE O.B R Teó log os
TRD .B R Tradu t ores
V E T.B R V et erin á rios
Z L G .B R Z oó log os

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 120 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 114 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) O U RL u t iliz ado n a B arra de en dereç o de

um navegador identifica o tipo de informação que será encontrado no site visita-

do. No Brasil, o domínio REC.BR é utilizado para identificar sites de empresas com

at iv idades de

a) t elev isã o.

b) t u rism o.

c) radiodifu sã o p ela rede.

d) esp ort es.

e) en t ret en im en t o.

Letra e.

Q u er fam iliariz ar com m ais alg u n s dom ín ios, v ej a abaix o:

Pessoas j u rídicas sem rest riç ã o

AG R.B R E m p resas ag rícolas, faz en das

E S P.B R E sp ort e em g eral

E TC.B R E m p resas q u e n ã o se en q u adram n as ou t ras cat eg orias

FAR.B R Farm á cias e drog arias

IMB .B R Im obiliá rias

IND .B R In dú st rias

INF.B R Meios de in form aç ã o ( rá dios, j orn ais, bibliot ecas et c..)

RAD IO.B R E m p resas q u e q u eiram en v iar á u dio p ela rede

RE C.B R At iv idades de en t ret en im en t o, div ersã o, j og os et c...

S RV .B R E m p resas p rest adoras de serv iç os

TMP.B R E v en t os t em p orá rios, com o feiras e ex p osiç õ es

TU R.B R E m p resas da á rea de t u rism o

TV .B R E m p resas de radiodifu sã o ou t ran sm issã o v ia In t ern et de son s e im ag en s

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 121 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

COM RESTRIÇÃO

AM.B R E m p resas de radiodifu sã o son ora


COOP.B R Coop erat iv as

FM.B R E m p resas de radiodifu sã o son ora


G 1 2 .B R In st it u iç õ es de en sin o de p rim eiro e seg u n do g rau

G OV .B R In st it u iç õ es do g ov ern o federal

MIL .B R Forç as Arm adas B rasileiras


ORG.BR Instituições não governamentais sem fins lucrativos

PS I.B R Prov edores de serv iç o In t ern et


DNSSEC OBRIGATÓRIO

B .B R B an cos
D E F.B R D efen sorias Pú blicas
J U S .B R In st it u iç õ es do Poder J u diciá rio
L E G .B R In st it u iç õ es do Poder L eg islat iv o

MP.B R In st it u iç õ es do Min ist é rio Pú blico

QUESTÃO 115 ( IAD E S / TCD F/ TÉ CNICO) A im ag em 1 m ost ra a p á g in a p rin cip al n a

in t ern et do Tribu n al de J u st iç a do D ist rit o Federal e dos Territ ó rios. O n om e do sí-


t io elet rô n ico foi p rop osit adam en t e ap ag ado da barra de en dereç os p ara q u e v ocê

possa identificá-lo. Assinale a alternativa que contem corretamente a informação


de en dereç o elet rô n ico ( U RL ) p ara a p á g in a p rin cip al n a in t ern et do sít io elet rô n ico

do t ribu n al em q u est ã o e q u e p erm it e a p esq u isa de p rocessos em t ram it aç ã o.

a) h t t p : / / w w w .t j .com .br
b) h t t p : / / w w w .t j df.com .br

c) h t t p : / / w w w .t j .df.g ov .br
d) h t t p : / / w w w .t j dft .com .g ov .br

e) h t t p : / / w w w .t j dft .j u s.br

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 122 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

D om ín ios do j u diciá rio brasileiro sã o.j u s. D ist rit o Federal abran g ia t am bé m os t erri-

t ó rios brasileiros, p or isso o t j dft ( t ribu n al de j u st iç a do dist rit o federal e t errit ó rios) .

 Obs.: Cu idado com a p osiç ã o das barras! Observ e q u e em en dereç os de rede

sem p re u sam os as barras n orm ais “ / ” . S e cair, h t t p : \ \ est ará errado o en de-

reç am en t o. B arras in v ert idas u t iliz am os n o sist em a op eracion al W in dow s.

QUESTÃO 116 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E TE L ) O U RL u t iliz ado n a B arra de en dereç o de

um navegador identifica o tipo de informação que será encontrado no site visita-

do. No Brasil, o domínio REC.BR é utilizado para identificar sites de empresas com

at iv idades de

a) radiodifu sã o p ela rede.

b) en t ret en im en t o.

c) esp ort es.

d) t u rism o.

e) t elev isã o.

Letra b.

a) Errada. Radiodifu sã o: .am ou .fm .

c) Errada. E sp ort es: .esp

d) Errada. Tu rism o: .t u r

e) Errada. Telev isã o: .t v

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 123 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Mac Address

MAC é responsável pela identificação única das máquinas em uma rede, define

u m en dereç o ( n ú m ero) de 4 8 bit s g rav ado em u m a m em ó ria do t ip o ROM, p resen t e

n a p ró p ria in t erface física de rede ( p laca de rede/ NIC) .

U m en dereç o MAC op era n a cam ada de en lace ( lin k de dados) da rede. Os en -

dereç os MAC sã o u sados com o en dereç os físicos p ara a m aioria das t ecn olog ias

do p adrã o IE E E 8 0 2 ( In st it u t o de en g en h aria elé t rica elet rô n ica) , com o p or ex em -

p lo, E t h ern et e W i- Fi. Os en dereç os MAC sã o at ribu ídos à s p lacas de rede p elos

fabricantes, e permitem que identifiquemos quem é o fabricante da placa por

meio de um número de identificação registrado, e o endereço completo também

é con h ecido com o B IA – bu rn ed- in address, ou ain da com o en dereç o de h ardw are

ou en dereç o físico.

O en dereç o MAC n o p adrã o et h ern et é u m en dereç o de 4 8 bit s, con st it u ído p or

6 Bytes, números hexadecimais (0 a 9 e A a F), sendo os 3 primeiros conhecidos

como endereço OUI (Organizationally Unique Identifier), que indicam o fabricante

(atribuído pelo IEEE), e os 3 últimos são controlados pelo fabricante, identificando

de form a ex clu siv a cada p laca fabricada.

E x em p lo: 0 0 - 5 0 - 5 6 - C1 - 0 1 - 1 8

Q u er descobrir o en dereç o MAC do seu com p u t ador? No W in dow s, abra o CMD

(prompt de comando) e digite: ipconfig -all. No Linux, abra o bash (prompt de co-

mando) e digite: ifconfig.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 124 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

V ej a o MacAddress da m in h a m á q u in a n o W in dow s:

QUESTÃO 117 ( FCC/ S AB E S P/ TÉ CNICO) Foi p edido a u m an alist a de su p ort e q u e

verificasse o MAC Address de um computador com o Windows 7 para configurá-lo

em u m rot eador. S aben do disso, assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a u m ex em p lo

desse en dereç o.

a) 2 0 0 1 : D B 8 : 0 : 0 : 1 3 0 F: : 1 4 0 B

b) # m acaddress.com

c) 1 6 - D E - 2 B - E 0 - D 6 - 3 7

d) ipconfig macaddress

e) 2 5 5 .2 5 5 .0 .0

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 125 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

Com o j á ap ren dem os an t eriorm en t e os en dereç os ló g icos, IPV 4 e IPV 6 , a q u est ã o

ficou fácil de acertar.

QUESTÃO 118 ( NC- U FPR/ ITAIPU / TÉ CNICO) Para con ect ar u m n ov o disp osit iv o a

uma rede corporativa, é necessário informar o número de identificação do hardwa-

re. E sse n ú m ero é in form ado p or m eio do:

a) MAC AD D RE S S

b) IP

c) S MTP

d) J S P

e) CG I

Letra a.

ID E NTIFICAÇ Ã O D O H ARD W ARE = MAC AD D RE S S .

QUESTÃO 119 ( CE S PE / ANAC/ TÉ CNICO) O en dereç o físico, t am bé m con h ecido

com o en dereç o MAC, com p reen de 4 8 bit s.

Certo.

Nã o con fu n da com o IPV 4 = 3 2 bit s e o. IPV 6 = 1 2 8 bit s.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 126 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

URL ou Endereço Eletrônico


U m U RL ou en dereç o é o cam in h o q u e lev a o brow ser ( n av eg ador) at é as p á g i-

n as da In t ern et . E sse sist em a de en dereç o é t am bé m ch am ado de localiz ador U n i-


form e de Recu rsos. As p art es q u e con st it u em u m en dereç o elet rô n ico da W eb sã o

sep aradas p or p on t os: E x em p lo: http://www.professorfabricio.com

Descrição sobre uma URL

RFC (Request for Comments) que em português significa: requisição de comen-


t á rios, é u m docu m en t o q u e descrev e os p adrõ es p ara os div ersos com p on en t es
q u e faz em p art e de u m a Rede, em esp ecial a In t ern et .

http://www.professorfabricio.com:80/materiais/excel2016

esquema://domínio:porta/caminho/

• E sq u em a, ou p rot ocolo, p oderá ser H TTP, H TTPS , FTP, en t re ou t ros.

• D om ín io, ou m á q u in a, desig n a o serv idor q u e disp on ibiliz a o docu m en t o ou

recu rso desig n ado.


• Port a é o p on t o ló g ico n o q u al p ode- se faz er a con ex ã o com o serv idor

( op cion al) .
• Caminho especifica o local (geralmente num sistema de arquivos) onde se

en con t ra o recu rso den t ro do serv idor.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 127 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 120 ( CE S PE / D PF/ E S CRIV Ã O) U RL ( u n iform resou rce locat or) é u m en -

dereç o v irt u al u t iliz ado n a W eb q u e p ode est ar associado a u m sít io, u m com p u t a-

dor ou u m arq u iv o.

Certo.

U m ex celen t e resu m o sobre o con ceit o de U RL .

QUESTÃO 121 ( V U NE S P/ TJ S P/ TÉ CNICO) E m geral, a especificação completa do

U n iform Resou rce L ocat or ( U RL ) ap resen t a os seg u in t es cam p os:

esquema://domínio:porta/caminhorecurso?querystring#fragmento Sobre esses

campos, é correto afirmar que

a) o frag m en t o é u m a p art e obrig at ó ria, p resen t e em q u alq u er U RL .

b) o esq u em a p ode ser ap en as h t t p ou h t t p s.

c) o dom ín io det erm in a o serv idor q u e t orn a disp on ív el o recu rso ou o docu m en t o

solicit ado.

d) a p ort a sem p re será u m n ú m ero m en or ou ig u al a 4 0 .

e) o caminho especifica as redes por meio das quais a solicitação será encaminhada.

Letra c.

a) Errada. Frag m en t o n ã o é u m a p art e obrig at ó ria.

b) Errada. O esq u em a t am bé m p oderia ser FTP: / / . E n dereç o de u m arq u iv o

em FTP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 128 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) Certa. O serv idor do recu rso.

d) Errada. As p ort as p odem ir at é 6 5 .5 3 6 . A p ort a do H TTP, p or ex em p lo, é a 8 0 .

e) Errada. Caminho é onde ficam as pastas e arquivos do servidor que estamos

acessan do.

QUESTÃO 122 ( V U NE S P/ PC- S P/ AU X IL IAR) Con sidere o seg u in t e U RL u t iliz ado n a

barra de en dereç os de u m n av eg ador de In t ern et t íp ico:

http://www.policiacivil.sp.gov.br/portal

Com relação a esse URL, é correto afirmar que

a) p erm it e acesso ex clu siv o à In t ran et , e ap en as aos fu n cion á rios da p olícia civ il

do E st ado de S ã o Pau lo.

b) o tipo de serviço identificado pelo URL é para a transferência de arquivos entre

o u su á rio e o serv idor In t ern et .

c) a forma de acesso ao site identificado pelo URL só pode ser executada por meio

de t ablet s.

d) a t ran sferê n cia de in form aç ã o en t re o n av eg ador e o serv idor In t ern et n ã o é

crip t og rafada.

e) é u m sit e cu j o dom ín io é do t ip o com ercial, ou sej a, p ara a realiz aç ã o de t ran -

saç õ es e n eg ó cios.

Letra d.

Para o con t eú do ser crip t og rafado seria n ecessá rio o u so do p rot ocolo H TTPS : / / .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 129 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 123 ( CE S PE / ANAC/ TÉ CNICO) U RL ( u n iform resou rce locat or) é u m

rep osit ó rio de in form aç õ es in t erlig adas p or div ersos p on t os esp alh ados ao redor

do Mu n do.

Errado.

Alu n o( a) , v ocê lem bra desse it em q u e corrig im os an t eriorm en t e n a p art e

sobre W W W .

QUESTÃO 124 ( CE S PE / E CT/ AD MNIS TRAD OR) A W orld W ide W eb, ou sim p lesm en -

t e W eb, é u m rep osit ó rio de in form aç õ es in t erlig adas p or div ersos p on t os esp alh a-

dos ao redor do m u n do.

Certo.

Observ e q u e sã o it en s bem p arecidos, em q u e o ex am in ador q u is con fu n dir U RL

com o con ceit o de W W W .

HTML

Abrev iaç ã o de L in g u ag em de m arcaç ã o p ara H ip ert ex t o, é a lin g u a-

g em p adrã o p ara desen v olv im en t o de p á g in as n a W E B . Resp on sá v el

p ela form at aç ã o das p á g in as at rav é s de Tag s.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 130 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Extensões: HTML ou HTM

Ou t ras lin g u ag en s W eb: X ML , AS P, PH P, J AV A…

Cu idado p ara n ã o con fu n dir H TML ( lin g u ag em ) com H TTP ( p rot ocolo) . H TML n ã o é

p rot ocolo e n em lin g u ag em de p rog ram aç ã o.

Q u an do est iv er n av eg an do em alg u m a p á g in a, cliq u e com o bot ã o direit o do

m ou se em u m a á rea v az ia, op ç ã o ex ibir có dig o fon t e, ou p ression e a t ecla F1 2 . Irá

su rg ir o có dig o H TML da referida p á g in a. V ej a:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 131 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 125 ( IAD E S / ME TRÔ - D F/ OPE RAD OR) Assin ale a alt ern at iv a q u e ap re-

sen t a a lin g u ag em de m arcaç ã o ( t ag s) resp on sá v el p ela form at aç ã o de t ex t os,

dados, im ag en s e t abelas de u m a p á g in a n a in t ern et .

a) H TML .

b) X ML .

c) CS S .

d) J av a S crip t .

e) J av a.

Letra a.

Observ e q u e ex ist em ou t ras lin g u ag en s n as resp ost as; X ML , J av a S crip t , J av a e a

folh a de est ilos ( CS S ) . O( a) can didat o( a) t eria q u e t er at en ç ã o ao frag m en t o: “ lin -

g u ag em de m arcaç ã o ( t ag s) resp on sá v el p ela form at aç ã o de t ex t os, ...” p ara ch eg ar

à con clu sã o q u e a q u est ã o est á abordan do a lin g u ag em H TML .

QUESTÃO 126 ( CE S PE / B RB / AD V OG AD O) A lin g u ag em H TML é u t iliz ada p ara for-

m at ar o con t eú do de u m a p á g in a da In t ern et e p ode ser edit ada com o u so de

q u alq u er edit or de t ex t o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 132 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.

H TML p ode ser edit ada em q u alq u er edit or de t ex t os; W ord, W rit er, W ordp ad, B loco

de n ot as et c. B ast a salv ar o arq u iv o n o form at o corret o, H TM ou H TML . O edit or irá

con v ert er o arq u iv o de t ex t o em u m arq u iv o da W E B ( p á g in a) .

 Obs.: Prog ram as de p lan ilh as ( E x cel e Calc) e p rog ram as de ap resen t aç õ es de

slides ( P.Poin t e Im p ress) t am bé m criam arq u iv os em H TML .

Download e Upload

Download: é n ada m ais q u e p eg ar p ara v ocê alg o q u e est á n a In t ern et .

Upload: em português significa carregar – é a transferência de um arquivo do

seu com p u t ador p ara ou t ro com p u t ador.

 Obs.: Cu idado p ara n ã o con siderar dow n loads som en t e q u an do salv a alg u m arq u i-

v o da In t ern et . O fat o da in form aç ã o ch eg ar em n ossos com p u t adores é

con siderado u m dow n load. E x em p los: Acessar u m sit e, assist ir a u m v ídeo

do Y ou t u be... E o at o de en v iar u m e- m ail, p or ex em p lo, é u m U p load.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 133 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 127 ( S E L E CON/ PRE F.CU IAB Á/ TÉ CNICO) U m in t ern au t a baix ou o arq u iv o

cclean er- 5 - 3 8 - 6 3 5 7 .ex e do sit e do fabrican t e n a in t ern et p ara v iabiliz ar a in st alaç ã o

do soft w are Cclean er em seu com p u t ador. O p rocedim en t o de baix ar u m arq u iv o da

in t ern et p ara o com p u t ador de u m u su á rio é con h ecido p elo seg u in t e t erm o:

a) dow n load

b) dow n siz e

c) u p load

d) u p siz e

Letra a.

B aix ar = D OW N.

QUESTÃO 128 ( V U NE S P/ PRE F. ITANH AÉ M- S P/ RE CE PCIONIS TA) U m u su á rio p re-

cisa en v iar, p or m eio da p á g in a n a in t ern et de u m sist em a de Recu rsos H u m an os,

alg u n s com p rov an t es e có p ias de docu m en t os.

Assin ale a alt ern at iv a q u e con t é m o n om e da aç ã o corresp on den t e a en v iar u m

arq u iv o do com p u t ador do u su á rio at rav é s de u m a p á g in a da in t ern et , con form e a

n ecessidade descrit a n o en u n ciado.

a) U p load.

b) D ow n load.

c) B ack u p .

d) Có p ia de seg u ran ç a.

e) B aix ar.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 134 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra a.

E n v iar = U p load!

QUESTÃO 129 ( CE S G RANRIO/ CE F/ TÉ CNICO B ANCÁRIO) O en v io e o recebim en t o

de u m arq u iv o de t ex t os ou de im ag en s n a in t ern et , en t re u m serv idor e u m clien t e,

con st it u em , em relaç ã o ao clien t e, resp ect iv am en t e, u m

a) dow n load e u m u p load

b) dow n g rade e u m u p g rade

c) downfile e um upfile

d) u p g rade e u m dow n g rade

e) u p load e u m dow n load

Letra e.

Cu idado com a let ra “ a” . O ex am in ador p ediu en v io e recebim en t o, RE S PE CTI-

V AME NTE .

Conexões
Ao con t rat arm os u m a con ex ã o com a In t ern et , p recisam os escolh er q u al a t ec-

nologia que mais nos agrada em custo e benefício. Dentre elas, temos a classifica-

ç ã o p or g ê n eros e esp é cies:

Dial-up (Linha discada, dial-up internet Access, internet discada) : é u m a

form a de acesso à in t ern et q u e u sa a rede p ú blica de t elefon ia com u t ada p ara est a-

belecer u m a con ex ã o com u m p rov edor de acesso à in t ern et at rav é s de u m n ú m ero

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 135 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

de t elefon e p ara com u m a lin h a de t elefon e. O com p u t ador do u su á rio ou rot eador

utiliza um modem para encodificar e decodificar a informação em sinais de áudio.

Ap esar da p roliferaç ã o da in t ern et de alt a v elocidade ( ban da larg a) , o u so da li-

n h a discada p ode ser u t iliz ada q u an do n ã o ex ist em ou t ras form as de con ex ã o, ou

q u an do essa é m u it o cara, com o em z on as ru rais ou lu g ares rem ot os. Feliz m en t e,

a t ecn olog ia D ial- u p est á em seu s ú lt im os m om en t os de v ida, p ois a cada dia q u e

p assa m en os p essoas u t iliz am .

Caract eríst icas:

• L en t a – v elocidade m á x im a su p ort ada: 5 6 K bp s

• E sp é cie de D ialU p : IS D N

• Tarifaç ã o p or t em p o de u so

• Norm alm en t e ocu p a a lin h a t elefô n ica

Banda larga: é a con ex ã o de in t ern et q u e p erm it e ao u su á rio n av eg ar em alt a

v elocidade. A diferen ç a en t re acesso discado e ban da larg a é a v elocidade de co-

n ex ã o. O acesso discado t em a v elocidade de at é 5 6 K bp s, en q u an t o a ban da larg a

t em v elocidade m ín im a de 1 2 8 K p bs.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 136 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Características:

• Alt a v elocidade: 1 Mbp s- 5 0 g bp s...

• Nã o ocu p a a lin h a t elefô n ica ( AD S L )

• Trê s n ó s de t ran sm issã o: D ow n load, U p load e v oz .

• Valor de tarifação fixo

Espécies de Banda Larga

ADSL: é a sigla para Assymmetric Digital Subscriber Line ou “Linha Digital As-

sim é t rica p ara Assin an t e” , u m t ip o de con ex ã o AD S L q u e p erm it e a t ran sferê n cia

dig it al de dados em alt a v elocidade p or m eio de lin h as t elefô n icas com u n s.

É o t ip o de con ex ã o à in t ern et em ban da larg a m ais u sado n o B rasil e u m dos

m ais con h ecidos n o m u n do. Tem a caract eríst ica p rin cip al de q u e os dados p odem

t rafeg ar m ais rá p ido em u m sen t ido do q u e em ou t ro. É p or cau sa dessas carac-

terísticas que o ADSL ganhou o termo “assymmetric” (assimétrica) no nome, pois

in dica q u e a t ecn olog ia p ossu i m aior v elocidade p ara dow n load e m en or v elocidade

p ara u p load. O m odem ou rot eador AD S L p ode ser lig ado ao com p u t ador v ia u m a

placa ethernet, através de uma porta USB ou ainda em modo wireless (sem fio).

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 137 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Cable modem (Modem a cabo): est a t ecn olog ia u t iliz a as redes de t ran sm is-

sã o de TV p or cabo con v en cionais (chamadas de televisão a cabo - Community An-

t en n a Telev ision ) p ara t ran sm it ir dados em alt a v elocidade, faz en do u so da p orç ã o

de ban da n ã o u t iliz ada p ela TV a cabo.

PLC / BPL: PL C ( ou Pow er L in e Com m u n icat ion ) é a in t ern et t ran sm it ida at ra-

vés dos fios de energia elétrica, conhecida também como BPL – Broadband over

Pow er L in es. E st a m odalidade de in t ern et t en de a ser m ais barat a do q u e as de-

m ais, p elo sim p les fat o de q u e t odo cabeam en t o n ecessá rio p ara a dist ribu iç ã o

do sin al j á est á in st alado, con ect ado e fu n cion an do. A rede elé t rica é a ú n ica q u e

ch eg a a 9 8 % das u n idades h abit acion ais do p aís. Ist o in clu i com é rcio, residê n cias,

in dú st rias e z on as ru rais. E st a som a de fat ores faz em do PL C u m a ó t im a op ç ã o p ara

p roj et os de in clu sã o dig it al. A en erg ia elé t rica é t ran sm it ida n a freq u ê n cia dos 5 0 a

60 Hz, enquanto que o sinal do PLC fica entre 1,7 a 30 Mhz. Por isso, os dois sinais

podem passar pelo mesmo fio, sem que um interfira no funcionamento do outro.

E les t am bé m sã o in dep en den t es, e con t in u am fu n cion an do m esm o q u e o ou t ro

p are de ser t ran sm it ido.

3G: o p adrã o 3 G é a t erceira g eraç ã o de p adrõ es e t ecn olog ias de t elefon ia m ó -

v el, su bst it u in do o 2 G .

4G: é a sig la p ara a Q u art a G eraç ã o de t elefon ia m ó v el.

Satélite: é u m m é t odo de acesso à In t ern et q u e, n a t eoria, p ode ser oferecido

em q u alq u er p art e do p lan et a. Possibilit a alt as t ax as de t ran sferê n cia de dados,

sen do su a com u n icaç ã o feit a do clien t e p ara o sat é lit e e dest e p ara o serv idor ( ou

p oden do p assar o sin al p or ou t ros sat é lit es in t erlig ados) . Tecn olog ia de alt íssim o

cu st o, t orn an do in v iá v el p ara m u it os u su á rios.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 138 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Rádio: con sist e em dist ribu ir o sin al da In t ern et cap t ado p or u m lin k dedicado

u t iliz an do an t en as e dist ribu in do- o at rav é s de POPs ( Poin t of Presen ce) esp alh ados

p ela cidade, form an do u m a g ran de rede de u su á rios. E st a t ecn olog ia est á se esp a-

lh an do p elo in t erior do B rasil dev ido ao baix o cu st o de m an u t en ç ã o e boas t ax as de

p reç o e v elocidade. É m u it o com u m h av er g ru p os de assin an t es — con dom ín ios p or

ex em p lo — q u e j u n t os cu st eiam e div idem o cu st o de t odo o eq u ip am en t o n ecessá rio

p ara lev ar o sin al at é su as residê n cias, t orn an do o p reç o in div idu al ain da m ais baix o.

QUESTÃO 130 ( E S AF/ MI/ AU D ITOR) n os sist em as de con ex ã o à In t ern et ,

a) o acesso discado p erm it e u so sim u lt â n eo da lin h a t elefô n ica p ara t ran sm issã o

de v oz .

b) n o acesso D S L , a lin h a t elefô n ica con du z ex clu siv am en t e dados.

c) o acesso a cabo u t iliz a- se do sin al da t elev isã o p or an t en a.

d) n o acesso D S L , o cabo con du z sim u lt an eam en t e sin ais t elefô n icos e sin ais

de t elev isã o.

e) o acesso discado à In t ern et bloq u eia a lin h a t elefô n ica com u m do u su á rio.

Letra e.

a) Errada. No acesso discado, o u so n ã o é sim u lt â n eo.

b) Errada. A D S L n ã o con du z ex clu siv am en t e dados. D ados e v oz .

c) Errada. Cabo utiliza-se do sinal via cabo (coaxial/fibra óptica).

d) Errada. Q u em con du z sin ais t elefô n icos, t elev isã o e v oz é o Cable Modem .

e) Certa. U m a das g ran des desv an t ag en s da D ial- U p , bloq u eio da lin h a t elefô n ica

com u m .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 139 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 131 ( CE S PE / TE L E B RAS / TÉ CNICO) O acesso à In t ern et com o u so de

cabo ( cable m odem ) é , at u alm en t e, u m a das p rin cip ais form as de acesso à rede

p or m eio de TV s p or assin at u ra, p ois u m cabo ( g eralm en t e coax ial) de t ran sm issã o

de dados de TV é com p art ilh ado p ara t rafeg ar dados de u su á rio.

Certo.

Alu n o( a) , ap en as eu ach ei q u e foi u m a p rop ag an da v elada da NE T? B rin cadeiras a

parte, observe que ele não afirmou que necessariamente a transmissão é feita por

cabos coaxiais, pois o serviço pode ser oferecido também por fibra óptica.

QUESTÃO 132 ( CE S PE / MD S / TÉ CNICO) As em p resas de TV p or assin at u ra a cabo

oferecem a op ç ã o de con ex ã o à In t ern et p or m eio de redes locais com t ecn olog ia

AD S L , o q u e p erm it e o acesso e o u so dos serv iç os corren t es disp on ív eis p ara

essa t ecn olog ia.

Errado.

It em com dois erros q u e m u it os can didat os seq u er p erceberam . 1 - E m p resas de Tv

p or assin at u ra a cabo n ã o op eram com AD S L , m as sim com o Cable Modem . 2 - A

in t ern et n ã o v em p or m eio de redes locais ( L AN) , m as sim , p or m eio de redes de

lon g a dist â n cia ( W AN) . Q u em op era n as redes locais é a In t ran et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 140 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Meios de Transmissão (Cabeada/Guiada)

Cabo Coaxial: O cabo coax ial, u m dos p rim eiros t ip os de cabos u sados em rede.

Possui um fio que transmite os dados, uma camada de resina, uma malha que funcio-

n a com o blin dag em con t ra in t erferê n cias elet rom ag n é t icas e en v olt o p or u m a cam ada

de PV C. O cabo coax ial u t iliz a em su as ex t rem idades con ect ores ch am ados B NC.

• V elocidade: 1 0 Mbp s – ( D ocsis 3 .1 * )

* é u m p adrã o in t ern acion al p ara t ran sm issã o de dados p or u m a rede de cabos

coax iais. É em p reg ado p or m u it os op eradores da t elev isã o a cabo p ara forn ecer o

acesso da In t ern et sobre u m a in fraest ru t u ra de rede H FC ( rede h íbrida) .

• Padrão: 10base2 – coaxial fino - thinnet ( 1 8 5 Mt s) e 1 0 base5 – coax ial

g rosso - thicknet ( 5 0 0 m t s)

Cabo Par Trançado: Par t ran ç ado é o t ip o de cabo m ais u sado, at u alm en -

t e. E x ist em basicam en t e dois t ip os de cabo p ar t ran ç ado: sem blin dag em , U TP

( U n sh ielded Tw ist ed Pair) , e com blin dag em , S TP ( S h ielded Tw ist ed Pair) . A diferen -

ç a é j u st am en t e a ex ist ê n cia de u m a m alh a em v olt a do cabo, p rot eg en do- o con t ra

in t erferê n cias elet rom ag n é t icas. E sse t ip o de cabo u t iliz a u m con ect or ch am ado

RJ - 4 5 . A m aioria das redes h oj e em dia u t iliz a esse sist em a de cabeam en t o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 141 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

• V elocidades: 1 0 , 1 0 0 ou 1 0 0 0 Mbp s

• Padrã o: 1 0 , 1 0 0 ou 1 0 0 0 baseT

• Cat eg oria: 1 - 7

• D ist â n cia: 1 0 0 Mt s

Cabo Fibra Óptica: t ot alm en t e im u n e a in t erferê n cias elet rom ag n é t icas. Na

in st alaç ã o de redes em am bien t es com m u it a in t erferê n cia ( in dú st rias) , a m elh or

solução é a utilização de fibra óptica. A fibra óptica, sob o aspecto construtivo, é

sim ilar ao cabo coax ial, sen do q u e o n ú cleo e a casca sã o feit os de sílica dop ada

(uma espécie de vidro) ou até mesmo plástico, da espessura de um fio de cabelo.

No n ú cleo é in serido u m sin al de lu z v in do de u m L E D ou laser, m odu lado p elo sin al

transmitido, que percorre a fibra se refletindo na casca.

• V elocidades: 1 0 0 , 1 0 0 0 Mbp s, 1 0 G bp s

• Padrã o: 1 0 0 baseF ( 2 0 0 0 Mt s) ou 1 0 0 0 baseS ( 5 5 0 Mt s) ou L ( 5 0 0 0 m t s) ...

• Con ect ores: L C, S C, S T e MT- RJ

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 142 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 133 ( CE S PE / FU B / TÉ CNICO) O cabo coax ial, m eio físico de com u n icaç ã o,

é resist en t e à á g u a e a ou t ras su bst â n cias corrosiv as, ap resen t a larg u ra de ban da

m u it o m aior q u e u m p ar t ran ç ado, realiz a con ex õ es en t re p on t os a q u ilô m et ros de

dist â n cia e é im u n e a ru ídos elé t ricos.

Errado.

E x am in ador ex ag erou u m p ou co n os elog ios a esse cabo. Q u er diz er q u e se j og ar

um ácido no cabo, ele não irá danificar?

QUESTÃO 134 ( U NIV E RS A/ IF- PA/ TÉ CNICO) Os cabos de p ar t ran ç ado sã o os m ais

com u n s p ara lig ar a p laca de rede n os eq u ip am en t os com o h u bs e sw it ch . O t ip o

de cabo de p ar t ran ç ado m ais u sado at u alm en t e t an t o em redes dom é st icas q u an t o

em redes em p resariais e o t ip o de cabo q u e p ossu i blin dag em feit a com a m alh a

m et á lica e é recom en dado p ara am bien t es com in t erferê n cia elet rom ag n é t ica acen -

t u ada sã o, resp ect iv am en t e

a) U TP e S cTP.

b) S TP e S cTP.

c) S cTP e U TP.

d) S TP e U TP.

e) U TP e S TP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 143 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra e.

S em blin dag em , U TP ( U n sh ielded Tw ist ed Pair) , e com blin dag em , S TP ( S h ielded

Tw ist ed Pair) .

QUESTÃO 135 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) Para se realiz ar a com u n icaç ã o de dados

( com u n icaç ã o dig it al) , p ode- se u t iliz ar div ersos t ip os de m eios de t ran sm issã o.

D en t re os t ip os de m eios, o q u e ap resen t a m aior v elocidade de t ran sm issã o é :

a) S at é lit e.

b) PL C ( com u n icaç ã o p elo cabo de en erg ia) .

c) Fibra ó t ica.

d) Sem fio Wi-Fi.

e) Cabo AD S L .

Letra c.

In com p ará v el com os dem ais n o q u esit o v elocidade.

QUESTÃO 136 ( FCC/ MPE - S E / ANAL IS TA) O cabo coaxial fino é também conhecido como

a) 1 0 B ase2 , t ip icam en t e u sado em redes W AN e u sa con ex õ es com os m icros v ia

con ect ores RJ - 1 1 .

b) 1 0 B ase2 , t ip icam en t e u sado em redes et h ern et e u sa con ex õ es com os m icros

v ia con ect ores B NC em “ T” .

c) 1 0 B ase5 , t ip icam en t e u sado em redes MAN e u sa con ex õ es com os m icros v ia

con ect ores RJ - 4 5 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 144 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) 1 0 B ase5 , t ip icam en t e u sado em redes et h ern et e u sa con ex õ es com os m icros


v ia con ect ores B NC em “ T” .
e) 1 0 B aseT, t ip icam en t e u sado em redes W AN e u sa con ex õ es com os m icros v ia
con ect ores B NC em “ T” .

Letra b.
Referiu-se a cabo coaxial fino, 10Base2.

Meios de Transmissão (Sem Fio/Wireless/Não Guiada)

Wireless (sem fio): permite a conexão entre diferentes pontos sem a necessi-
dade do uso de cabos (nem de telefonia, nem de TV a cabo, nem de fibra óptica).

IRDA: Infrared Data Association (IrDA) é uma definição de padrões de comu-


n icaç ã o en t re eq u ip am en t os de com u n icaç ã o w ireless. Tip o de barram en t o q u e
permite a conexão de dispositivos sem fio como controles remotos, celulares, com-
p u t adores, den t re ou t ros. Tecn olog ia con siderada u lt rap assada p ara os p adrõ es de
h oj e, dev ido a alg u m as lim it aç õ es: t ran sm issã o p on t o a p on t o, ap en as dois ap a-
relh os. Precisa de u m â n g u lo de ap on t am en t o, se p erder o â n g u lo, n ã o fu n cion a.

Con som e m u it a en erg ia, p or isso, a t roca de p ilh as con st an t e. Prot ocolo: 8 0 2 .1 5 .4 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 145 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

NFC: comunicação por campo de proximidade (CCP), ou near-field communi-

cation (NFC), é uma tecnologia que permite a troca de informações sem fio e de

form a seg u ra en t re disp osit iv os com p at ív eis q u e est ej am p ró x im os u m do ou t ro.

Ou seja, logo que os dispositivos estejam suficientemente próximos, a comunica-

ção é estabelecida automaticamente, sem a necessidade de configurações adicio-

n ais. E st es disp osit iv os p odem ser t elefon es celu lares, t ablet s, crach á s, cart õ es de

bilh et es elet rô n icos, p u lseiras e q u alq u er ou t ro disp osit iv o q u e t en h a u m ch ip NFC.

Prot ocolo: 8 0 2 .2 0 .

BLUETOOTH: é um padrão global de comunicação sem fio e de baixo consumo

de en erg ia q u e p erm it e a t ran sm issã o de dados en t re at é 8 disp osit iv os com p at í-

v eis com a t ecn olog ia. Para isso, u m a com bin aç ã o de h ardw are e soft w are é u t ili-

z ada p ara p erm it ir q u e essa com u n icaç ã o ocorra en t re os m ais diferen t es t ip os de

ap arelh os. A t ran sm issã o de dados é feit a at rav é s de radiofreq u ê n cia, p erm it in do

q u e u m disp osit iv o det ect e o ou t ro in dep en den t em en t e de su as p osiç õ es, desde

q u e est ej am den t ro do lim it e de p rox im idade. Prot ocolo: 8 0 2 .1 5 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 146 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

AD-HOC: é u m a ex p ressã o q u e, t am bé m , p ode ex p ressar sem cabeç a. E m t e-

lecom u n icaç õ es, o t erm o é em p reg ado p ara desig n ar o t ip o de rede q u e n ã o p ossu i

u m n ó ou t erm in al esp ecial p ara o q u al t odas as com u n icaç õ es con v erg em e q u e

as en cam in h a p ara os resp ect iv os dest in os ( est e t erm in al é g eralm en t e desig n ado

p or p on t o de acesso) . D est a form a, u m a rede de com p u t adores Ad- h oc é aq u ela

n a q u al t odos os t erm in ais fu n cion am com o rot eadores, en cam in h an do de form a

com u n it á ria as com u n icaç õ es adv in das de seu s t erm in ais v iz in h os, sem o u so de

fios. Protocolo: 802.11.

WI-FI: é um conjunto de especificações para redes locais sem fio (WLAN - Wi-

reless L ocal Area Net w ork ) baseada n o p adrã o IE E E 8 0 2 .1 1 . O n om e W i- Fi é t ido

como uma abreviatura do termo inglês “Wireless Fidelity”. Com a tecnologia Wi-Fi,

é p ossív el im p lem en t ar redes q u e con ect am com p u t adores e ou t ros disp osit iv os

com p at ív eis ( t elefon es celu lares, con soles de v ideog am e, im p ressoras et c.) q u e

est ej am p ró x im os g eog raficamente. Protocolo: 802.11.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 147 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

WI-MAX: especifica uma interface sem fio para redes metropolitanas (WMAN).
Foi atribuído a este padrão o nome WiMAX (Worldwide Interoperability for Microwa-
v e Access/ In t erop erabilidade Mu n dial p ara Acesso de Micro- on das) . O t erm o W iMAX
foi criado p or u m g ru p o de in dú st rias con h ecido com o W iMAX Foru m , cu j o obj et iv o
é p rom ov er a com p at ibilidade e in t erop erabilidade en t re eq u ip am en t os baseados
n o p adrã o IE E E 8 0 2 .1 6 . E st e p adrã o é sim ilar ao p adrã o W i- Fi ( IE E E 8 0 2 .1 1 ) , q u e
já é bast an t e difu n dido, p oré m , ag reg a con h ecim en t os e recu rsos m ais recen t es,
v isan do u m m elh or desem p en h o de com u n icaç ã o. Prot ocolo: 8 0 2 .1 6 .

QUESTÃO 137 ( Q U AD RIX / CRF- RJ / AG E NTE ) U m t é cn ico est á u t iliz an do u m eq u ip a-


m en t o de p adrã o 8 0 2 .1 1 n , p ara dist ribu ir o sin al de in t ern et ban da larg a p ara di-
v ersos disp osit iv os m ó v eis, com o t ablet s, celu lares e n ot ebook s n as dep en dê n cias
da em p resa. Pode- se con clu ir corret am en t e q u e t al eq u ip am en t o é u m :
a) Modem AD S L .
b) S w it ch .
c) H u b.
d) Rot eador w ireless.

e) Proxy Wi- Fi.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 148 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra d.

Observ e o p rot ocolo, 8 0 2 .1 1 n , u sado em redes W i- Fi ou AdH oc. Nas redes W i- Fi,

será n ecessá rio o u so de u m Rot eador W ireless.

QUESTÃO 138 ( CE S PE / MPU / TÉ CNICO) W i-Fi (wireless fidelity) refere-se a pro-

dutos que utilizam tecnologias para acesso sem fio à Internet, com velocidade

q u e p ode ch eg ar a t ax as su p eriores a 1 0 Mbp s. A con ex ã o é realiz ada p or m eio

de p on t os de acesso den om in ados h ot sp ot s. At u alm en t e, o u su á rio con seg u e

con ect ar- se em diferen t es lu g ares, com o h ot é is, aerop ort os, rest au ran t es, en t re

ou t ros. Para q u e sej a acessado u m h ot sp ot , o com p u t ador u t iliz ado dev e p ossu ir

a tecnologia Wi-Fi específica.

Certo.

Con ceit u ou bem a t ecn olog ia W i- Fi. Observ e q u e n ã o lim it ou a v elocidade. Isso é

m u it o im p ort an t e observ ar, p ois essas t ecn olog ias v ê m av an ç an do rap idam en t e e

sem p re m elh oran do; v elocidade, seg u ran ç a e est abilidade. E x em p lo: Observ e n a

compra de um aparelho que possua Wi-Fi as seguintes especificações: 802.11/a//

b/ g / n / ac. O p adrã o ac at u alm en t e é o m ais m odern o das t ecn olog ias W i- Fi.

 Obs.: Rot eadores t am bé m p odem ser ch am ados de H ot S p ot ou Access Poin t .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 149 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 139 ( Q U AD RIX / CRTR/ ANALISTA) sobre a tecnologia Wi-Fi, leia as afirma-

t iv as a seg u ir.

I – As redes W i- Fi fu n cion am p or m eio de on das de rá dio. E las sã o t ran sm it idas p or

meio de um adaptador, roteador, que recebe os sinais, decodifica e os emite a partir

de u m a an t en a.

II – O raio de aç ã o de u m a rede W i- Fi é v ariá v el, de acordo com o rot eador e a

an t en a u t iliz ada.

III – A expressão Wi-Fi surgiu como uma alusão à expressão High Fidelity (Hi-Fi),

utilizada pela indústria fonográfica na década de 50.

Está correto o que se afirma em:

a) I e II, som en t e.

b) II e III, som en t e.

c) I e III, som en t e.

d) t odas.

e) n en h u m a.

Letra d.

I – Certa. Con ceit o do fu n cion am en t o da W i- Fi.

II – Certa. As an t en as v ê m m edidas p or D B I ( decibel isot ró p ica) . Q u an t o m aior o

D B I da an t en a e m elh or a localiz aç ã o do rot eador, m aior será a dist â n cia at in g ida.

III – Certa. O nome seria para a abreviação de wireless fidelity, ou “fidelidade sem

fio”, mas não passa de uma brincadeira com o termo Hi-Fi, designado para qualificar

aparelhos de som com áudio mais confiável, q u e é u sado desde a dé cada de 1 9 5 0 .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 150 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 140 ( Q U ADRIX/CRB/TÉCNICO) sobre a tecnologia Bluetooth, leia as afir-


m at iv as a seg u ir.
I – É uma tecnologia de comunicação sem fio que permite que computadores,
smartphones, tablets e afins troquem dados entre si e se conectem a mouses, te-
clados, fon es de ou v ido, im p ressoras, caix as de som e ou t ros acessó rios a p art ir de
on das de rá dio.
II – É um padrão global de comunicação sem fio e de baixo consumo de energia
q u e p erm it e a t ran sm issã o de dados en t re disp osit iv os, in dep en den t em en t e da dis-
t â n cia de u m p ara ou t ro.
III – Para q u e sej a p ossív el at en der aos m ais v ariados t ip os de disp osit iv os, o
B lu et oot h foi div idido em classes; n o en t an t o, com p ou q u íssim as rest riç õ es, disp o-
sit iv os de classes diferen t es p odem se com u n icar.
Está correto o que se afirma em:
a) I e II, som en t e.
b) II e III, som en t e.
c) I e III, som en t e.
d) t odas.
e) n en h u m a.

Letra c.
I – Certa. Con ceit o sobre o B lu et oot h .
II – Errada. D ep en de da dist â n cia, g eralm en t e m et ros.
III – Certa. Já tentou conectar o bluetooth do Iphone com o Galaxy da Samsung?
Pode observ ar q u e v ocê n ã o irá con seg u ir, p or con t a das classes de B lu et oot h , q u e
sã o diferen t es. Os fabrican t es adot am essas classes p or q u est õ es de seg u ran ç a dos

seu s disp osit iv os.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 151 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 141 ( CE S PE / MIN. S AÚ D E / TÉ CNICO) O t erm o W i- Fi é en t en dido com o

uma tecnologia de interconexão entre dispositivos sem fios na qual é usado o

p rot ocolo IE E E 8 0 2 .1 1 .

Certo.

At en ç ã o a esses p rot ocolos q u e cit ei n os con ceit os das t ecn olog ias du ran t e a au la,

caem com freq u ê n cia.

Topologias Físicas de Rede

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 152 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

As t op olog ias físicas definem como são interligados, fisicamente, os compo-

n en t es da rede.

Estrela: t odos os com p u t adores lig ados a u m disp osit iv o sw it ch ou

h u b. O H u b ou S w it ch t em a fu n ç ã o de receber os sin ais p rov en ien -

t es dos v á rios com p u t adores e en v iá - los ao com p u t ador de dest i-

n o. É a t op olog ia m ais u t iliz ada at u alm en t e n as redes locais ( L AN) .

Barramento (BUS): u t iliz a u m ú n ico cam in h o p ara os dados t rafe-

g arem , g eralm en t e p or u m cabo coax ial, en q u an t o t odo os ou t ros

eq u ip am en t os( n ó s/ h ost s) ou p on t os de redes sã o lig ados n o cam in h o

dest e cabo. Os dados se p rop ag am p or t oda ex t en sã o do cabo e sã o

recebidos por todos os nós da rede, cabendo às máquinas verifica-

rem se a t ran sm issã o é dest in ada e aceit ar ou n ã o ( descart ar) .

Anel (RING): as m á q u in as sã o in t erlig adas em sé rie, form an do

u m an el ( ou circu it o fech ado) . A t ran sm issã o é u n idirecion al de

n ó / h ost em n ó / h ost , com o obj et iv o de alcan ç ar o dest in o. Os da-

dos p assam p elas m á q u in as at rav é s da ret ran sm issã o, at é ch eg ar

ao recep t or.

Malha (MESH): é u m a est rela ev olu ída, p ois u m n ó / h ost p ossu i v á rias

con ex õ es n o m esm o n ó / h ost , assim , est ará lig ado p on t o a p on t o

com todos os demais nós/hosts. Na topologia malha fica viável im-

p lem en t ar o con ceit o de redu n dâ n cia e t olerâ n cia a falh as.

Árvore (Hierárquica): é div idida em n ív eis. O n ív el m ais alt o est á

lig ado a v á rios n ó s/ h ost s do n ív el in ferior da h ierarq u ia. E st es n ó s/

h ost s p odem ser eles m esm os con ect ados a v á rios n ó s/ h ost s do

n ív el in ferior.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 153 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 142 ( FU NRIO/ AL - RR/ AS S IS TE NTE ) E m u m a em p resa, foi in st alada u m a

rede de com p u t adores, sen do q u e a t op olog ia de rede, ap licada a essa rede, foi

aq u ela n a q u al t oda a in form aç ã o dev e p assar obrig at oriam en t e p or u m a est aç ã o

cen t ral in t elig en t e.

Nesse caso, foi u t iliz ada a t op olog ia

a) barram en t o.

b) est rela.

c) token ring.

d) t erm in adora.

Letra b.

Passar p elo S w it ch .

QUESTÃO 143 ( CS - U FG / U FG / TÉ CNICO) A t op olog ia de rede est rela p ossu i a se-

g u in t e caract eríst ica:

a) rot eam en t o cen t raliz ado.

b) sen t ido bidirecion al.

c) direcion am en t o sim p les.

d) en cam in h am en t o v ia t ok en .

Letra a.

Rot eam en t o realiz ado p elo S w it ch .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 154 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 144 ( U NIV E RS A/ S IPAM/ TÉ CNICO) Top olog ia é a form a n a q u al com p u -

t adores e dem ais disp osit iv os est ã o con ect ados em u m a rede de com p u t adores. O

n om e da t op olog ia de rede n a q u al t odos os disp osit iv os est ã o con ect ados en t re si,

de form a en t relaç ada é :

a) an el.

b) est rela.

c) m alh a.

d) barram en t o.

e) á rv ore.

Letra c.

Com o t erm o “ en t relaç ada” , p odem os dedu z ir a resp ost a.

QUESTÃO 145 ( CE S PE / TRE - G O/ ANAL IS TA) A t op olog ia de u m a rede refere- se ao

leiau t e físico e ló g ico e ao m eio de con ex ã o dos disp osit iv os n a rede, ou sej a, com o

est es est ã o con ect ados. Na t op olog ia em an el, h á u m com p u t ador cen t ral ch am ado

t ok en , q u e é resp on sá v el p or g eren ciar a com u n icaç ã o en t re os n ó s.

Errado.

Na t op olog ia em An el, n ã o h á u m com p u t ador cen t ral, com o v im os acim a.

QUESTÃO 146 ( CE S PE / S TJ / TÉ CNICO) A t op olog ia física de u m a rede rep resen t a a

form a com o os com p u t adores est ã o n ela in t erlig ados, lev an do em con sideraç ã o os

tipos de computadores envolvidos. Quanto a essa topologia, as redes são classifi-

cadas em h om og ê n eas e h et erog ê n eas.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 155 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Errado.
A t op olog ia física n ã o lev a em con sideraç ã o os t ip os de com p u t adores en v olv idos,
mas sim como estão conectados (layout físico). Redes homogêneas são redes em
q u e é u t iliz ada ap en as u m a p lat aform a ( W in dow s) . Redes h et erog ê n eas sã o redes
em q u e sã o u t iliz adas m ais de u m a p lat aform a ( W in dow s/ L in u x ) .

Topologias Lógicas de Redes

Ethernet: a t op olog ia ló g ica de t ran sm it ir dados p ara t oda a rede ( broadcast ) ,


em bora só a m á q u in a com a p laca de rede com o en dereç o in dicado n os dados é q u e
os receberá . At u alm en t e, p ode ser est abelecida a lig aç ã o só com a m á q u in a a q u e
se dest in a a t ran sm issã o. E x ist em colisõ es q u an do du as t ran sm issõ es com eç am ao
m esm o t em p o. Q u an do ocorrem colisõ es, a t ran sm issã o t em q u e rein iciar ou t ra v ez .

Token Ring: u m p acot e esp ecial, t ok en ( t est em u n h o) , circu la ao lon g o do cabo


do an el; q u an do u m a m á q u in a q u er en v iar in form aç õ es, t em de esp erar p or u m
t ok en liv re; q u an do o t ok en est á sen do u t iliz ado p or u m a m á q u in a, as ou t ras n ã o
p odem t ran sm it ir in form aç ã o; sem colisõ es - n ã o h á desp erdício de t em p o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 156 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

FDDI: o duplo anel consiste em dois cabos independentes de fibra óptica, que

con du z em o t rá feg o em sen t idos ú n icos e op ost os. U m dos an é is é ch am ado de

an el p rim á rio, e é p or ele q u e p assam as in form aç õ es; o seg u n do serv irá ap en as

p ara có p ia ( back u p ) , n ã o sen do u t iliz ado at é q u e h aj a falh as de alg u m seg m en t o

( do an el p rin cip al) .

QUESTÃO 147 ( AOCP/ TCE .PA/ TÉ CNICO) U m a das caract eríst icas das redes

Tok en Rin g é

a) t er u m con t role descen t raliz ado, cada m á q u in a t ran sm it e q u an do q u iser e at é

ao m esm o t em p o.

b) q u e sã o com p u t adores com alt a cap acidade de p rocessam en t o e arm az en ag em

p ara disp on ibiliz ar serv iç os em u m a rede.

c) q u e as m á q u in as da rede realiz am t u rn os n o en v io dos seu s bit s, ev it an do coli-

sõ es n os acessos sim u lt â n eos.

d) possuir um barramento específico para interligar todos os dispositivos existen-

t es em u m a rede local.

e) faz er u so do p rot ocolo Net B E U I p ara a in t erlig aç ã o de p eq u en as redes p or ser

u m p rot ocolo sim p les.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 157 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra c.

Com o v ist o acim a, a Tok en Rin g op era sem colisõ es.

Tipos de Enlace de Transmissão

E NL ACE ( dat a lin k ) é a lig aç ã o en t re disp osit iv os de com u n icaç ã o em dois ou

m ais locais, q u e p ossibilit a t ran sm it ir e receber in form aç õ es.

Nã o con fu n dir o en lace de dados com o can al de com u n icaç ã o q u e se refere ao m eio

u sado p ara t ran sp ort ar u m a m en sag em do em issor ao recep t or.

A rede op era com 3 ( t rê s) m odos de t ran sm issã o.

S ã o eles:

S IMPL E X : a t ran sferê n cia de in form aç ã o é feit a em u m só sen t ido, de u m t ran s-

m issor p ara u m recep t or. É o m ais sim p les, p ois o p ap el de cada disp osit iv o est á

definido ao início e nunca se altera.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 158 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

H AL F- D U PL E X : a t ran sferê n cia de in form aç ã o n a rede p ode ser p rocessada

n os dois sen t idos, m as alt ern ada. E st e m odo de op eraç ã o obrig a a ex ist ê n cia de

m ecan ism os q u e p erm it am au m disp osit iv o de rede p assar de t ran sm issor a re-

cep t or, e v ice- v ersa.

FU L L - D U PL E X : a t ran sferê n cia de in form aç ã o p rocessa- se n os dois sen t idos,

sim u lt an eam en t e.

QUESTÃO 148 ( CE S PE / E B S E RH / TÉ CNICO) Com relação à direção do fluxo de da-

dos, n o m odo de com u n icaç ã o h alf- du p lex u m a est aç ã o p ode realiz ar t an t o a t ran s-

m issã o q u an t o a recep ç ã o, n o en t an t o, elas n ã o p odem ocorrer ao m esm o t em p o.

Certo.

H alf = m et ade/ p art e. Pela t radu ç ã o, p oderíam os dedu z ir q u e o it em est á cert o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 159 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 149 ( CONS U L PL AN/ TRE - RJ / ANAL IS TA) As t ran sm issõ es de dados t ê m

u m p ap el fu n dam en t al at u alm en t e, p rin cip alm en t e q u an do se t rat a de redes de


com p u t adores. At rav é s da in t ern et div ersos serv iç os sã o p ossív eis de serem rea-

liz ados, e ist o t em facilit ado m u it o p ara as em p resas, de u m a m an eira g eral. E m


se t rat an do das redes de com p u t adores, elet ron icam en t e falan do, h á t rê s t ip os de

t ran sm issã o de dados; assin ale- os.

a) S im p lex ; D u p lex ; Fu ll- du p lex .


b) D u p lex ; H alf- du p lex ; Fu ll- du p lex .
c) S im p lex ; H alf- du p lex ; Fu ll- du p lex .

d) D u p lex ; H alf- sim p lex ; Fu ll- sim p lex .1

Unicast X Multicast X Broadcast

U n icast [ u n i = u m e cast = t ran sm it ir] : n essa com u n icaç ã o, u m a m en sag em só


p ode ser en v iada p ara u m dest in o;

Mu lt icast [ m u lt i = v á rios e cast = t ran sm it ir] : n essa com u n icaç ã o, u m a m en sa-


g em é en v iada p ara u m g ru p o de dest in o.
B roadcast ( RE D E S D E D IFU S Ã O) [ broad = t odos e cast = t ran sm it ir] : n essa co-

m u n icaç ã o, u m a m en sag em é en v iada p ara t odos os dest in os.

QUESTÃO 150 ( Q U AD RIX / CRE S S - G O/ AG E NTE ) As redes de difu sã o, u m a das t ec-


n olog ias de t ran sm issã o u t iliz adas em redes de com p u t adores, p ossu em v á rios

can ais de com u n icaç ã o, sen do q u e t odos eles sã o com p art ilh ados p or t odas as m á -

q u in as da rede.

1
Letra c.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 160 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Errado.
Possu i u m Ú NICO CANAL , com p art ilh ado p or t odas as m á q u in as.

QUESTÃO 151 ( Q U AD RIX / CRE A- PR/ AU X IL IAR) No t ip o de t ecn olog ia de t ran sm is-
sã o con h ecido com o redes de difu sã o, as m en sag en s en v iadas p or u m a det erm in a-
da m á q u in a sã o recebidas som en t e p ela m á q u in a en dereç ada, ou sej a, a m á q u in a
de dest in o.

Errado.
D ifu sã o = B roadcast in g . É en v iada p ara t odos os dest in os.

Comutação de Circuitos x Comutação de Pacotes X Comutação de Células

U m p rocesso de com u t aç ã o é aq u ele q u e reserv a e libera recu rsos de u m a rede


p ara su a u t iliz aç ã o. As com u t aç õ es de circu it os e de p acot es sã o u sadas n o sist em a
de t elefon ia at u al. A com u t aç ã o de circu it o p art icu larm en t e é u sada n o t rá feg o de
v oz , ela é a base p ara o sist em a t elefô n ico t radicion al, e a com u t aç ã o de p acot es é
u sada p ara o t rá feg o de dados, sen do, p or su a v ez , a base p ara a In t ern et e p ara
a V oz sobre IP.
Comutação de circuito = Telefonia fixa/celulares. São sistemas de comunicações
q u e ap resen t am t rá feg o con st an t e, n ecessit an do de u m a con ex ã o dedicada p ara a
t ran sferê n cia de in form aç õ es con t ín u as.
Com u t aç ã o de p acot es = Telefon ia V OIP. A com u t aç ã o de p acot es n ã o ex ig e
qualquer tipo de configuração antecipada. A comutação de pacotes é a técnica que
en v ia u m a m en sag em de dados div idida em p eq u en as u n idades, ch am adas de p a-

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 161 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

cot es. E la n ã o ex ig e o p ré v io est abelecim en t o de u m cam in h o físico p ara a t ran s-

m issã o dos p acot es de dados. Os p acot es p odem ser t ran sm it idos p or diferen t es

cam in h os e ch eg ar fora da ordem em q u e foram t ran sm it idos.

A com u t aç ã o de cé lu las = ATM ( Modo de Tran sferê n cia Assín cron o) . Perm it e a

in t eg raç ã o e t ran sp ort e de dados, v oz , im ag en s e v ídeo sobre u m a m esm a rede. É

con siderada a ev olu ç ã o t é cn ica da com u t aç ã o de p acot es. E ssa t ecn olog ia foi criada

v isan do t ax as de t ran sm issã o m ais alt as e m aior facilidade de se obt er u m a baix a

t ax a de erros em t ais t ran sm issõ es.

QUESTÃO 152 ( CE S PE / E CT/ ANAL IS TA) H á du as abordag en s p ara a t ran sm issã o de

dados at rav é s de u m a rede de com u n icaç ã o: com u t aç ã o de circu it os e com u t aç ã o de

p acot es. Na In t ern et , a t ran sm issã o de dados é realiz ada v ia com u t aç ã o de p acot es.

Certo.

Test an do o con ceit o t radicion al das com u t aç õ es.

QUESTÃO 153 ( IB FC/ TRE - AM/ OPE RAD OR) Q u an t o as diferen ciaç õ es da com u t a-

ç ã o de circu it os e a com u t aç ã o de p acot es, selecion e a ú n ica alt ern at iv a q u e est ej a

t ecn icam en t e corret a:

a) A com u t aç ã o de p acot es é u m t ip o de alocaç ã o de recu rsos p ara t ran sferê n cia de

in form aç ã o q u e se caract eriz a p ela u t iliz aç ã o p erm an en t e dest es recu rsos du ran t e

t oda a t ran sm issã o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 162 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

b) A com u t aç ã o de p acot es é u m a t é cn ica ap rop riada p ara sist em as de com u n ica-

ç õ es q u e ap resen t am t rá feg o con st an t e ( p or ex em p lo, a com u n icaç ã o de v oz ) , n e-

cessit an do de u m a con ex ã o dedicada p ara a t ran sferê n cia de in form aç õ es con t ín u as.

c) A com u t aç ã o de circu it os é u m t ip o de alocaç ã o de recu rsos p ara t ran sferê n cia

de in form aç ã o q u e se caract eriz a p ela u t iliz aç ã o p erm an en t e dest es recu rsos du -

ran t e t oda a t ran sm issã o.

d) A com u t aç ã o de circu it os é u t iliz ada p ara ot im iz ar o u so da larg u ra de ban da da

rede, m in im iz ar a lat ê n cia e au m en t ar a robu st ez da com u n icaç ã o.

Letra c.

D e acordo com o q u e est u dam os acim a.

QUESTÃO 154 ( CE S PE / B ANCO AMAZ Ô NIA- AM/ ANAL IS TA) Na com u t aç ã o de p a-

cot es, diferen t em en t e do q u e ocorre n a com u t aç ã o de circu it os, é n ecessá ria a

reserv a p ré v ia de recu rsos, o q u e im p ede q u e dados sej am p erdidos ou com u t ados

erron eam en t e.

Errado.

Con ceit os in v ert idos.

QUESTÃO 155 ( CE S PE / B ANCO AMAZ Ô NIA- AM/ TÉ CNICO) A com u t aç ã o n a In t er-

n et é realiz ada u san do- se a m et odolog ia de dat ag ram as p ara a com u t aç ã o de p a-

cot es n a cam ada de redes.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 163 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.

A In t ern et op era com p acot es/ dat ag ram as n a cam ada de redes.

QUESTÃO 156 ( CE S PE / D PF/ AG E NTE ) Nas aplicações multimídia, os fluxos de da-

dos p odem con t er á u dio, v ídeo e m et adados q u e v iabiliz am a sin cron iz aç ã o de á u -

dio e vídeo. Cada um desses três fluxos pode ser manipulado por diferentes progra-

mas, processos ou hardwares, mas, para que os fluxos de dados de determinada

ap licaç ã o m u lt im ídia sej am q u alit at iv am en t e ot im iz ados n a t ran sm issã o ou n o ar-

m az en am en t o, eles dev em ser en cap su lados j u n t os, em u m form at o de con t ê in er.

Certo.

As aplicações multimídia permitem o fluxo de dados com áudios, vídeo e metadados.

Met adados sã o dados sobre ou t ros dados. S ej am as in form aç õ es disp on ív eis sobre

u m liv ro n o cat á log o de u m a bibliot eca, sej am os dados t é cn icos ex t raídos de u m a

fotografia digital (data de criação, formato, tamanho do arquivo, esquema de cor,

localiz aç ã o et c.) , et iq u et as ( t ag s) com p alav ras- ch av e q u e ap arecem ao lado de u m

artigo de blog ou site e que ajudam a classificá-lo em pesquisas posteriores.

D ados m u lt im ídia p odem ser baix ados sep aradam en t e, o u su á rio p ode baix ar ap e-

nas o áudio de um vídeo ou modificar os metadados do MP3 para exibir as informa-

ç õ es edit adas sobre au t or, disco, n om e da m ú sica et c.

Para serem otimizados e baixados juntos, os fluxos de dados devem ser analisa-

dos na forma de contêiner (pacote encapsulado), a fim de mensurar a qualidade e

q u an t idade de dados t rafeg ados.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 164 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Equipamentos Utilizados nas Redes de Computadores

Roteador – Router

Rot eador ( n eolog ism o deriv ado da p alav ra rou t er ou en cam in h ador) é u m eq u i-

p am en t o u sado p ara faz er a com u t aç ã o de p rot ocolos, a com u n icaç ã o en t re dife-

ren t es redes de com p u t adores p rov en do a com u n icaç ã o en t re com p u t adores dis-

t an t es en t re si.

Rot eadores sã o disp osit iv os q u e op eram n a cam ada 3 ( rede) do m odelo OS I de

referê n cia. A p rin cip al caract eríst ica desses eq u ip am en t os é selecion ar a rot a m ais

ap rop riada p ara rep assar os p acot es recebidos. Ou sej a, en cam in h ar os p acot es

p ara o m elh or cam in h o disp on ív el p ara u m det erm in ado dest in o.

HUB – Concentrador

H U B ou Con cen t rador, é a p art e cen t ral de con ex ã o de u m a rede. Mu it o u sado

n o com eç o das redes de com p u t adores, ele é o disp osit iv o at iv o q u e con cen t ra a

lig aç ã o en t re div ersos com p u t adores q u e est ã o em u m a rede de á rea local ou L AN.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 165 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Trabalh a n a cam ada 1 ( física) do m odelo OS I, ou sej a, só con seg u e en cam in h ar

bit s, n ã o con seg u in do assim rot ear ( en dereç ar) a m en sag em da orig em p ara o des-

t in o. Nest e caso, o H U B é in dicado p ara redes com p ou cos t erm in ais, p ois o m es-

m o n ã o com p ort a u m g ran de v olu m e de in form aç õ es p assan do p or ele ao m esm o

t em p o dev ido à su a m et odolog ia de t rabalh o p or broadcast , q u e en v ia a m esm a

in form aç ã o den t ro de u m a rede p ara t odas as m á q u in as in t erlig adas.

Switch - Comutador

U m sw it ch é u m disp osit iv o u t iliz ado em redes de com p u t adores p ara reen cam i-

n h ar fram es en t re os div ersos n ó s. Possu em div ersas p ort as, assim com o os con -

cen t radores ( h u bs) . A p rin cip al diferen ç a en t re o com u t ador e o con cen t rador é q u e

o com u t ador seg m en t a a rede in t ern am en t e, sen do q u e a cada p ort a corresp on de

um segmento diferente, o que significa que não haverá colisões entre pacotes de

seg m en t os diferen t es e é cap az de en t reg ar o p acot e som en t e à m á q u in a q u e p ediu

— ao con t rá rio dos con cen t radores, cu j as p ort as p art ilh am o m esm o dom ín io de coli-

sã o. U m com u t ador op era n a cam ada 2 ( en lace) , en cam in h an do os p acot es de acor-

do com o en dereç o MAC de dest in o, e é dest in ado a redes locais p ara seg m en t aç ã o.

E x ist em at u alm en t e com u t adores q u e op eram j u n t am en t e n a cam ada 3 ( cam ada

de rede) , h erdan do alg u m as p rop riedades dos rot eadores ( rou t ers) .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 166 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Ponte - Bridge

B ridg e ou p on t e é o t erm o u t iliz ado em in form á t ica p ara desig n ar u m disp osit iv o

q u e lig a du as ou m ais redes in form á t icas q u e u sam p rot ocolos dist in t os ou ig u ais,

ou dois seg m en t os da m esm a rede q u e u sam o m esm o p rot ocolo, p or ex em p lo,

et h ern et ou t ok en rin g . B ridg es serv em p ara in t erlig ar du as redes, com o p or ex em -

p lo, lig aç ã o de u m a rede de u m edifício com ou t ro.

Repetidor

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 167 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Rep et idor é u m eq u ip am en t o u t iliz ado p ara in t erlig aç ã o de redes idê n t icas, p ois

eles amplificam e regeneram eletricamente os sinais transmitidos no meio físico. Os

rep et idores at u am n a cam ada 1 ( física) ( Modelo OS I) . Recebem t odos os p acot es de

cada u m a das redes q u e in t erlig a e os rep et e n as dem ais redes, sem realiz ar q u al-

q u er t ip o de t rat am en t o sobre os m esm os. Rep et idores sã o u t iliz ados p ara est en der a

t ran sm issã o de on das de rá dio, p or ex em p lo, redes w ireless, w im ax e t elefon ia celu lar.

Placa de Rede

U m a p laca de rede ( t am bé m ch am ada adap t ador de rede ou NIC) é u m disp osi-

t iv o de h ardw are q u e op era n a cam ada 1 ( física) do m odelo OS I. É resp on sá v el p ela

com u n icaç ã o en t re os com p u t adores em u m a rede. A p laca de rede é o h ardw are

q u e p erm it e aos com p u t adores con v ersarem en t re si at rav é s da rede. S u a fu n ç ã o

é con t rolar t odo o en v io e recebim en t o de dados at rav é s da rede. As arq u it et u ras

m ais u t iliz adas h oj e em dia sã o: E t h ern et e FD D I.

QUESTÃO 157 ( CE S PE / D PU / TÉ CNICO) S w it ch s e rot eadores sã o eq u ip am en t os

utilizados para definir a origem e o destino de pacotes de dados que trafegam entre

m á q u in as de u su á rios ou de serv idores e p odem ser u t iliz ados p ara in t erlig ar v á rias

redes de com p u t adores en t re si.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 168 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Certo.
U so p rim á rio dos 2 ( dois) eq u ip am en t os. Alu n o( a) , irei dar u m a dica p ara dife-
ren ciá - los:
H U B = B U RRO. Q u an do u m a m á q u in a solicit a a in form aç ã o n o S erv idor, ele en v ia
ao H U B , q u e en cam in h a os p acot es p ara t odas as m á q u in as. Ap en as a m á q u in a q u e
solicit ou q u e recebe, as dem ais, descart am .
S W ITCH = INTE L IG E NTE . Q u an do u m a m á q u in a solicit a a in form aç ã o n o S erv i-
dor, ele en v ia ao S W ITCH , q u e en cam in h a os p acot es ap en as p ara a m á q u in a q u e
solicit ou . O S W ITCH t em u m a t abela de IPs q u e p ossu i o en dereç o de cada eq u i-
p am en t o lig ado a ele.

QUESTÃO 158 ( FG V / MPE - AL / TÉ CNICO) U m ú n ico com p u t ador em u m escrit ó rio é


con ect ado à In t ern et at rav é s de u m a con ex ã o ban da larg a cabeada e u m rot eador
com u m a ú n ica p ort a L AN.
Para com p art ilh ar essa con ex ã o com ou t ros com p u t adores n o escrit ó rio, form an do
assim u m a rede local cabeada, a essa rede dev erá ser acrescido o eq u ip am en t o
a) Firew all.
b) Modem .
c) D NS .
d) Rep et idor.
e) S w it ch .

Letra e.

Fu n ç ã o do S w it ch , in t erlig ar u m a rede cabeada.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 169 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 159 ( FCC/ TRT- 6 / ANAL IS TA) U m An alist a com p rou u m rot eador w ireless

e o con ect ou p or cabo em u m sw it ch p ara acessar a est ru t u ra de rede cabeada.

Isso permitiu que todos os dispositivos sem fio conectados nesse roteador tivessem

acesso a t odos os serv iç os disp on ív eis n a rede cabeada, com o p or ex em p lo, acesso

à internet. Nesse caso, o roteador foi configurado pelo Analista para operar no modo

a) p on t o a p on t o.

b) access p oin t .

c) bridg e.

d) m odem .

e) back bon e.

Letra b.

Processo am p lam en t e u t iliz ado em residê n cias e em p resas.

QUESTÃO 160 ( COPE S E - U FT/ CAMARA PAL MAS / CONTAD OR) Assin ale a alt ern at i-

v a con t en do o it em q u e NÃ O p ert en ce ao rol de disp osit iv os de u m a rede de com -

p u t adores.

a) J av a.

b) Rot eador.

c) Modem .

d) S w it ch .

Letra a.

J av a é u m a lin g u ag em de p rog ram aç ã o am p lam en t e u t iliz ada p ara desen v olv im en t o

de ap licat iv os p ara disp osit iv os m ó v eis.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 170 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 161 ( FCC/ ME TRÔ - S P/ OFICIAL L OG Í S TICA) E m u m a em p resa h á u m

m odem , q u e t am bé m é rot eador, q u e recebe o sin al de In t ern et e o dist ribu i p or

cabo e v ia w ireless p ara com p u t adores e disp osit iv os m ó v eis dos fu n cion á rios.

Como esse roteador não possui portas suficientes para ligar por cabos outros 5

com p u t adores, u m t é cn ico su g eriu u t iliz ar u m eq u ip am en t o q u e, lig ado ao rot ea-

dor, poderá oferecer portas suficientes para ligar outros computadores do escritó-

rio, p erm it in do, in clu siv e, acesso à In t ern et . O eq u ip am en t o su g erido foi u m

a) sw it ch .

b) h u b u sb.

c) dm z .

d) proxy.

e) v n c bridg e.

Letra a.

Mais u m a v ez abordan do u m a das fu n ç õ es do S W ITCH .

QUESTÃO 162 ( CS - U FG / U FG / TÉ CNICO) O disp osit iv o de rede u t iliz ado em circu i-

tos de comunicação que reduz a distorção, amplificando ou regenerando um sinal,

de m odo q u e p ossa con t in u ar sen do t ran sm it ido com forç a e form as orig in ais, é

a) h u bs.

b) rep et idores.

c) sw it ch s.

d) rot eadores.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 171 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Letra b.

Particularmente, não indico a compra do repetidor. Prefiro investir em um roteador

de m elh or q u alidade.

QUESTÃO 163 ( FCC/ D E TRAN- S P/ AG E NTE ) U m Ag en t e de Trâ n sit o p recisa adq u irir

u m eq u ip am en t o p ara con ect ar v á rios com p u t adores em u m a L ocal Area Net w ork

− LAN, de forma que os dados vindos do computador de origem somente sejam

rep assados p or esse eq u ip am en t o ao com p u t ador de dest in o e n ã o a t odos os com -

p u t adores da rede. O eq u ip am en t o q u e realiz a essa fu n ç ã o é u m

a) m odem .

b) firewall.

c) h u b.

d) sw it ch .

e) back bon e.

Letra d.

V ej a o t rech o da q u est ã o: “ de form a q u e os dados v in dos do com p u t ador de orig em

som en t e sej am rep assados p or esse eq u ip am en t o ao com p u t ador de dest in o e n ã o

a t odos os com p u t adores da rede...”

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 172 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÕES DE CONCURSO
QUESTÃO 1 ( CE S PE / TJ - PR/ TÉ CNICO) U m a rede de com p u t adores ap resen t a as

seg u in t es caract eríst icas: u t iliz a p rot ocolo TCP/ IP, é em basada n o m odelo w eb,

oferece serv iç os de em ail, t ran sferê n cia de arq u iv os e acesso a p á g in as H TTP a

u m con j u n t o rest rit o de u su á rios in t ern os de u m a em p resa, p ara t roca de in for-

m aç õ es corp orat iv as.

As caract eríst icas dessa rede de com p u t adores sã o t íp icas de

a) rede de correio elet rô n ico.

b) ex t ran et .

c) In t ern et .

d) in t ran et .

e) W orld W ide W eb ( W W W ) .

QUESTÃO 2 ( CE S PE / MPC- PA/ AS S IS TE NTE ) A In t ern et ap resen t a com o caract erís-

t ica o fat o de

a) t er seu s con t eú dos disp on ibiliz ados con t rolados p elo reg ist ro.br.

b) ser con t rolada de form a g lobal p ela ARPANE T ( Adv an ced Research Proj ect s

Agency Network).

c) ser rest rit a aos u su á rios de u m a rede corp orat iv a.

d) ter criptografia nativa em todas as comunicações.

e) ser form ada p or diferen t es redes.

QUESTÃO 3 ( CE S PE / MPC- PA/ AS S IS TE NTE ) U m a em p resa p ossu i, em su a rede de

com p u t adores, u m com p u t ador q u e disp on ibiliz a arq u iv os p ara m u it os u su á rios, o

q u e p ossibilit a m an t er o con t role do acesso de p essoas a arq u iv os, de acordo com o

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 173 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

u su á rio au t en t icado e o en dereç o IP do com p u t ador q u e foi acessado. Para acessar

u m arq u iv o arm az en ado n esse com p u t ador, o u su á rio dev erá an ex ar esse arq u iv o
em u m em ail e en v iá - lo a ou t ro u su á rio.

Nesse caso, o com p u t ador do u su á rio con ect ado a essa rede é con siderado
a) u m serv idor.

b) u m a est aç ã o de t rabalh o.

c) u m p rov edor de serv iç os.


d) u m g eren ciador de serv iç os.

e) u m orq u est rador de in fraest ru t u ra.

QUESTÃO 4 ( CE S PE / S L U / ANAL IS TA) Os protocolos criptográficos TLS e SSL con-


ferem seg u ran ç a de com u n icaç ã o n a In t ern et p ara serv iç os do t ip o n av eg aç ã o p or
p á g in as ( H TTPS ) e e- m ail ( S MTP) .

QUESTÃO 5 ( FU NCAB / D E TRAN- PB / ANAL IS TA) No m odelo OS I, a cam ada resp on -


sá v el p ela com u t aç ã o de p acot es é con h ecida com o:
a) ap resen t aç ã o.

b) rede.

c) sessã o.
d) in t ern et .
e) t ran sp ort e.

QUESTÃO 6 ( CE S PE / IPE A/ ANAL IS TA) A com u t aç ã o de p acot es é u m a form a de

com u t aç ã o em p reg ada em alg u m as redes de com p u t adores. Nessa form a de co-

m u t aç ã o, os dados das ap licaç õ es sã o t ran sm it idos em p acot es con t en do, alé m dos
dados de ap licaç õ es, dados de con t role. Ao lon g o de u m a rot a, o p acot e é recebido,

t em p orariam en t e arm az en ado e t ran sm it ido p ara o p ró x im o n ó . A t ran sm issã o dos

p acot es p ode seg u ir u m a abordag em com base em dat ag ram as ou circu it o v irt u al.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 174 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 7 ( Q U AD RIX / CRM- D F/ AS S IS TE NTE ) A E t h ern et é u m p adrã o p ara a

t ran sm issã o de p acot es de dados en t re com p u t adores con ect ados p or m eio de dis-

p osit iv os, com o, p or ex em p lo, hubs e rot eadores.

QUESTÃO 8 ( FG V / PRE F. NITE RÓ I- RJ / AU X IL IAR) Tit o q u er en v iar u m e- m ail p ara

u m g ru p o de v in t e p essoas, de m odo q u e n en h u m com p on en t e do g ru p o p ossa

descobrir q u em sã o os dem ais m em bros.

U m a solu ç ã o rá p ida e p rá t ica p ara isso é :

a) cadastrar contatos fictícios com os e-mails de todos os destinatários;

b) colocar t oda a list a de dest in at á rios com o Cc;

c) colocar t oda a list a de dest in at á rios com o Cco;

d) crip t og rafar a list a de dest in at á rios do e- m ail;

e) en v iar u m e- m ail sep arado p ara cada dest in at á rio.

QUESTÃO 9 ( FG V / PRE F. NITE RÓ I- RJ / AU X IL IAR) Tit o p ret en de faz er u m a bu sca n a

In t ern et sobre o v íru s de com p u t ador den om in ado Cav alo de Troia, m as n ã o est á

in t eressado em p á g in as q u e faç am referê n cia à G u erra de Troia, n a an t ig a G ré cia.

O t ex t o de bu sca m ais adeq u ado p ara Tit o é :

a) cav alo de t roia sem falar n a g recia

b) cav alo t roia

c) - g ré cia - t roia + cav alo

d) “ cav alo de t roia” “ g u erra de * ”

e) “ cav alo de t roia” - g recia - g u erra

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 175 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 10 ( FG V / PRE F. NITE RÓ I- RJ / AU X IL IAR) No con t ex t o da lig aç ã o de

com p u t adores e ou t ros t ip os de art efat os a u m a rede de com p u t adores, o t erm o


“ ban da” refere- se:

a) à q u an t idade de m em ó ria disp on ív el n o m odem ;


b) à v elocidade de t ran sm issã o de dados;

c) ao lim it e de t am an h o dos arq u iv os t ran sm it idos;

d) ao lim it e de t em p o q u e u m a con ex ã o p ode du rar;


e) ao n ú m ero m á x im o de arq u iv os q u e p odem ser t ran sm it idos sim u lt an eam en t e.

QUESTÃO 11 ( FG V / PRE F. NITE RÓ I- RJ / AU X IL IAR) Os sit es da In t ern et q u e ofere-


cem navegação mais segura podem ser identificados pelo exame do prefixo da URL
de acesso.

O prefixo que indica essa condição é:


a) h t t p : / /
b) h t t p s: / /
c) u rl:
d) w w w .

e) @

QUESTÃO 12 ( FG V / AL - RO/ TÉ CNICO) E m u m correio elet rô n ico, o en dereç o do des-


t in at á rio secu n dá rio, q u e irá receber u m a có p ia de u m a m en sag em , é p reen ch ido

n o cam p o

a) Cc

b) Cco
c) Para
d) Assu n t o

e) An ex o

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 176 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 13 ( FG V / AL - RO/ TÉ CNICO) Pau lo Mart in s assu m iu seu n ov o t rabalh o n a


em p resa v irt u al.com .br e p recisa de u m correio elet rô n ico ( e- m ail) p ara en v iar e
receber m en sag en s.
Para isso, u m a form aç ã o corret a do en dereç o do correio elet rô n ico de Pau lo Mart in s é
a) p .m art in s@ v irt u al.com .br
b) P, Mart in s@ v irt u al, com , br
c) Mart in s.p .v irt u al.com .br
d) Mart in s.p @ v irt u al, com , br
e) @ p .m art in s.v irt u al.com .br

QUESTÃO 14 ( FG V / AL - RO/ AS S IS TE NTE ) An derson est á n av eg an do p ela In t ern et e


desej a saber as p á g in as do dom ín io.leg .br q u e con t é m seu n om e.
Para isso, usando o Google, Anderson deve fazer a seguinte pesquisa refinada
a) an derson relat ed: .leg .br
b) an derson # .leg .br
c) @ .leg .br an derson
d) an derson sit e: .leg .br
e) u rl: .leg .br an derson

QUESTÃO 15 ( FG V / MPE - AL / TÉ CNICO) Para baix ar arq u iv os p ara o sist em a op era-


cional Ubuntu, uma das fontes oficiais é mostrada a seguir.
Memorial University of Newfoundland ftp 10 Mbps
O acrô n im o ft p refere- se
a) ao m é t odo de au t en t icaç ã o u sado p ara est abelecer a con ex ã o.
b) ao st at u s da con ex ã o.
c) a u m in dicat iv o da seg u ran ç a dos dados n a con ex ã o.
d) a u m in dicat iv o da v elocidade de t ran sferê n cia de arq u iv os.

e) a u m p rot ocolo p ara a t ran sferê n cia de arq u iv o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 177 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 16 ( FG V / MPE - AL / TÉ CNICO) Com relação ao domínio “.br”, avalie as afir-

m aç õ es a seg u ir.
I – É destinado a sites que estejam hospedados fisicamente no Brasil.

II – É reg ido p or u m a en t idade brasileira.


III – S om en t e brasileiros, in clu in do os n at u raliz ados, p odem p ossu ir u m dom ín io “ .br” .

É correto o que se afirma em

a) I, ap en as.
b) II, ap en as.

c) III, ap en as.
d) I e II, ap en as.

e) I, II e III.

QUESTÃO 17 ( FG V / MPE - AL / TÉ CNICO) U m ú n ico com p u t ador em u m escrit ó rio é


con ect ado à In t ern et at rav é s de u m a con ex ã o ban da larg a cabeada e u m rot eador
com u m a ú n ica p ort a L AN.
Para com p art ilh ar essa con ex ã o com ou t ros com p u t adores n o escrit ó rio, form an do

assim u m a rede local cabeada, a essa rede dev erá ser acrescido o eq u ip am en t o

a) Firew all.
b) Modem .

c) D NS .
d) Rep et idor.

e) S w it ch .

QUESTÃO 18 ( COPE S E / PRE F. B OM J E S U S - PI/ PROCU RAD OR) Assin ale a op ç ã o

q u e rep resen t a o n om e do p rot ocolo de com u n icaç ã o en t re com p u t adores em rede.

a) U S B

b) TCP/ IP

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 178 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) E t h ern et
d) Wifi
e) W AN

QUESTÃO 19 ( COPE S E / PRE F. B OM J E S U S - PI/ PROCU RAD OR) A NE TFL IX ( h t t p s: / /


www.netflix.com/br/) é um site que vem se popularizando e oferta serviços de
a) an t iv íru s.
b) antispyware.
c) st ream in g de m ídia.
d) feeds.
e) seg u ran ç a de redes de com p u t adores.

QUESTÃO 20 ( IB FC/ ID AM/ ANAL IS TA) Para se t er acesso à In t ern et at rav é s de


rede W i- Fi, dev e- se est ar n o raio de aç ã o ou á rea de abran g ê n cia de u m p on t o de
acesso. E sse p on t o de acesso é con h ecido t ecn icam en t e p or:
a) sw it ch
b) firewall
c) h ot sp ot
d) bridg e

QUESTÃO 21 ( IB FC/ ID AM/ ANAL IS TA) Para U m dos con ceit os bá sicos de rede de
com p u t adores ap licado n a In t ern et , ou m esm o n a In t ran et , é o p rot ocolo da In t er-
net - endereço IP. Assinale, das alternativas abaixo, a única que identifica correta-
m en t e u m en dereç o IP:
a) 3 5 2 .4 7 2
b) 5 0 1 .9 8 7 .3 0 1
c) 2 0 8 .8 0 .1 5 2 .1 3 0

d) 1 2 3 .4 5 2 .5 7 8 .6 2 1 .8 7 4

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 179 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 22 ( IB FC/ ID AM/ AS S IS TE NTE ) Tan t o p ara a In t ern et com o p ara a In t ra-

n et , q u an do ex ist e a n ecessidade de t ran sferir dados e arq u iv os, u t iliz a- se basica-

m en t e do p rot ocolo:

a) TCP

b) FTP

c) H TTP

d) S MTP

QUESTÃO 23 ( IB FC/ ID AM/ AS S IS TE NTE ) E x ist em v á rios t ip os de redes de com p u -

tadores. Dentro desse tópico pode-se classificar a tecnologia Bluetooth como sendo

u m a rede com as caract eríst icas do t ip o:

a) PAN

b) W AN

c) MAN

d) S AN

QUESTÃO 24 ( IB FC/ MG S / AD V OG AD O) O p rot ocolo m ais p op u lar de t ran sferê n cia de

dados na internet, HTTP (do inglês Hypertext Transfer Protocol) teve desenvolvida,

ao lon g o da ú lt im a dé cada, u m a v ariaç ã o com m aior seg u ran ç a, o ch am ado H TTPS .

O H TTPS u t iliz a u m a com bin aç ã o dos p rot ocolos de com u n icaç ã o crip t og rafados TL S

(Transport Layer Security) ou SSL (Secure Sockets Layers, em inglês). Sobre esse

assu n t o, an alise as afrm at iv as abaix o, dê v alores V erdadeiro ( V ) ou Falso ( F) .

( ) Os sit es q u e sã o acessados a p art ir de u m p rot ocolo de t ran sferê n cia de h ip er-

t ex t o seg u ro, ap arecem com o có dig o “ h t t p s: / / ” an t es da U RL .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 180 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

( ) No H TTPS h á u m a con ex ã o de dados seg u ra en t re o com p u t ador do u su á rio e o ser-

v idor, u san do crip t og rafa, q u e p rocu ram difcu lt ar a in t ercep t aç ã o das in form aç õ es du -

ran t e a t ran sm issã o dos dados en t re o com p u t ador do u su á rio e os serv idores dos sit es.
( ) H ip ert ex t o é im p lem en t ado n a lin g u ag em h t m l q u e é u m a lin g u ag em de p rog ra-
m aç ã o de sit es e q u e p ossibilit a p rog ram ar t é cn icas de crip t og rafa.
( ) No G oog le Ch rom e, desde a v ersã o de 2 0 1 8 , sit es H TTP sem a cam ada de seg u -
ran ç a ap arecem m arcados em v erm elh o com a adv ert ê n cia “ In seg u ro” .
Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a, de cim a p ara baix o, a seq u ê n cia corret a.
a) V , F, F, V
b) F, F, V , F
c) F, V , V , F
d) V , V , F, V

QUESTÃO 25 ( IB FC/ PRE F. D IV INOPOL IS / TÉ CNICO) Q u an t o a ap licabilidade de


uma Intranet numa empresa, analise as afirmativas abaixo e assinale a alterna-
t iv a corret a.
I– o dep art am en t o de p essoal disp on ibiliz a form u lá rios de alt eraç ã o de en dereç o,
v ale t ran sp ort e et c.
II – u m diret or, em reu n iã o em ou t ro p aís, acessa os dados corp orat iv os da em p re-
sa, p or m eio de u m a sen h a de acesso
III – o dep art am en t o de t ecn olog ia disp on ibiliz a aos seu s colaboradores u m sist e-
m a de abert u ra de ch am ada t é cn ica
Estão corretas as afirmativas:
a) ap en as I
b) ap en as II
c) ap en as III

d) I, II e III

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 181 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 26 ( IB FC/ CAMÂ RA FE IRA D E S ANTANA- B A/ PROCU RAD OR) Q u an t o a

Internet, Intranet e Extranet e seus principais protocolos, analise as afirmativas

abaix o, dê v alores V erdadeiro ( V ) ou Falso ( F) e assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen -

t a a seq u ê n cia corret a ( de cim a p ara baix o) :

( ) a E x t ran et é t ip icam en t e u t iliz ada p or forn ecedores, p arceiros e clien t es.

( ) t an t o a In t ern et com o a In t ran et e a E x t ran et u t iliz am o p rot ocolo TCP/ IP.

a) V - V

b) V - F

c) F – V

d) F - F

QUESTÃO 27 ( V U NE S P/ PRE F. V AL INH OS - S P/ AG E NTE ) U m u su á rio, a p art ir da

con t a rem et en t e@ v alin h os.g ov .br, p rep ara u m e- m ail p ara com u n icar u m n ov o m e-

m oran do aos seu s coleg as de t rabalh o, con form e a im ag em ex ibida a seg u ir.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 182 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

É corret o afirm ar:

a) coleg a3 @ v alin h os.g ov .br n ã o sabe q u e o e- m ail foi en v iado p ara coleg a@

v alin h os.g ov .br

b) coleg a@ v alin h os.g ov .br sabe q u e o e- m ail foi en v iado p ara coleg a3 @ v alin h os.g ov .br

c) coleg a3 @ v alin h os.g ov .br sabe q u e o e- m ail foi en v iado p ara coleg a2 @ v alin h os.g ov .br

d) coleg a@ v alin h os.g ov .br n ã o sabe q u e o e- m ail foi en v iado p ara coleg a2 @

v alin h os.g ov .br

e) coleg a2 @ v alin h os.g ov .br sabe q u e o e- m ail foi en v iado p ara coleg a3 @ v alin h os.g ov .br

QUESTÃO 28 ( FCC/ S E ME F- AM/ TÉ CNICO) O uso do encurtador de URL Bitly, nas

p ost ag en s em redes sociais,

a) t em p or fu n ç ã o p rin cip al alt erar a est ru t u ra fu n cion al do sit e ao q u al o u su á rio

será direcion ado

b) foi criado com o obj et iv o de im p lem en t ar m elh orias de con t eú do n o sit e ao q u al

ele direcion a o u su á rio.

c) facilit a a v isu aliz aç ã o do n ú m ero de acessos a u m sit e p or q u an t idade de cliq u es

dos u su á rios.

d) serv e com o lin k alt ern at iv o de sit es com con t eú do m ais sin t é t ico do q u e o con -

t ido n o lin k orig in al.

e) é feit o p ara direcion ar o u su á rio a sit es sim ilares com m aior v elocidade de car-

reg am en t o do q u e o sit e orig in al.

QUESTÃO 29 ( FCC/ PRE F. RE CIFE - PE / TÉ CNICO) U m Assist en t e de G est ã o Pú blica

est á acom p an h an do o en dereç am en t o dos com p u t adores em u m a rede Classe C

u t iliz an do o p rot ocolo IP v 4 . D ep ois de ap resen t ado a ele u m con j u n t o de en de-

reços IP a serem atribuídos aos computadores da rede, identificou corretamente

com o v á lido ap en as o en dereç o

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 183 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) 2 0 4 .1 7 .5 .2 6 2
b) 2 0 4 .3 1 7 .5 .3 2
c) 1 7 2 .4 1 6 .1 7 .2 3 0
d) 2 0 4 .1 5 .3 2 8 .1 2 8
e) 2 0 4 .1 5 .5 .3 2

QUESTÃO 30 ( FCC/ AFAP/ AS S IS TE NTE ) No cam p o de bu sca do sit e da G oog le, n a


internet, um Técnico de Informática digitou a frase financiar as atividades produti-
v as do E st ado do Am ap á e realiz ou a p esq u isa. Percebeu q u e m u it os sit es t raz iam
ap en as p art e da frase q u e dig it ou . Para obt er os sit es q u e p ossu em a referê n cia
ex at a à frase dig it ada, colocou a frase en t re
a) ast eriscos.
b) ch av es.
c) colch et es.
d) os sin ais de < e> .
e) asp as.

QUESTÃO 31 ( CE S PE / PG E - PE / ANAL IS TA) E n t re os delim it adores de p esq u isa p elo


Google, o comando filetype:pdf delimita a busca apenas de arquivos no formato PDF.

QUESTÃO 32 ( V U NE S P/ PRE F. ARU J Á- S P/ E S CRITU RÁRIO) Observ e a p esq u isa

efet u ada n o G oog le exibida na figura a seg u ir:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 184 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Ao clicar n a op ç ã o in dicada p ela set a, o u su á rio fará com q u e o G oog le t rag a os

m esm os resu lt ados da p esq u isa

a) ! p refeit u ra de aru j á !

b) “ p refeit u ra de aru j á ”

c) @ p refeit u ra de aru j á @

d) # p refeit u ra de aru j á #

e) $ p refeit u ra de aru j á $

QUESTÃO 33 ( V U NE S P/ CÂ MARA S E RTÃ OZ INH O- S P/ E S CRITU RÁRIO) Para faz er

u m a con su lt a n o bu scador G oog le q u e en con t re arq u iv os em form at o PD F com a

p alav ra “ con cu rso” , bast a dig it ar n o cam p o de bu sca:

a) concurso typefile:pdf

b) filetype:pdf concurso

c) file:pdf concurso

d) file=pdf concurso

e) p df: con cu rso

QUESTÃO 34 ( V U NE S P/ CÂ MARA S E RRANA- S P/ ANAL IS TA) Con sideran do o t erm o

de p esq u isa a seg u ir, feit o n o sit e de p esq u isas G oog le, assin ale a alt ern at iv a com

o resu lt ado corret o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 185 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a)

b)

c)

d)

e)

www.grancursosonline.com.br 186 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 35 ( V U NE S P/ MPE - S P/ ANAL IS TA) Con sidere os resu lt ados ap resen t ados

p elo G oog le, con form e im ag em a seg u ir.

O com an do de p esq u isa in serido an t es do U RL do Min ist é rio Pú blico_ _ _ _ _ _ _ :

w w w .m p sp .m p .br foi:

a) in fo

b) in t it le

c) in u rl

d) sit e

e) relat ed

QUESTÃO 36 ( V U NE S P/ S E D U C- S P/ OFICIAL ) Na rede m u n dial de com p u t adores,

In t ern et , os serv iç os de com u n icaç ã o e in form aç ã o sã o disp on ibiliz ados p or m eio

de en dereç os e lin k s com form at os p adron iz ados U RL ( U n iform Resou rce L ocat or) .

U m ex em p lo de form at o de en dereç o v á lido n a In t ern et é :

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 187 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) h t t p : @ sit e.com .br

b) H TML : sit e.est ado.g ov

c) h t m l: / / w w w .m u n do.com

d) h t t p s: / / m eu sit e.org .br

e) w w w .# social.* sit e.com

QUESTÃO 37 ( FU NCE RN/ PRE F. APOD I/ TÉ CNICO) Caract eriz a- se p or u m a rede de

com p u t adores p riv ada q u e assen t a- se sobre u m con j u n t o de p rot ocolos da In t er-

n et , p oré m , de u so ex clu siv o de u m det erm in ado local, com o, p or ex em p lo, a rede

de u m a em p resa, cu j o acesso é ex clu siv o aos seu s u t iliz adores ou colaboradores

in t ern os. E ssa descriç ã o refere- se à

a) In t ern et .

b) Arp an et .

c) E x t ran et .

d) In t ran et

QUESTÃO 38 ( FU NCE RN/ PRE F. S Í TIO NOV O- RN/ G U ARD A MU NICIPAL ) Com o

av an ç o do u so de t ecn olog ias dig it ais, bem com o u m a m aior disp on ibilidade de

op ç õ es de con ex õ es de In t ern et , criou - se u m a n ov a alt ern at iv a p ara o arm az en a-

m en t o de arq u iv os, os ch am ados serv iç os de arm az en am en t o em n u v em .

Marque a opção que apresenta um serviço, cujo fim principal é o armazenamento

de arq u iv os em n u v em .

a) Z ilaFile

b) Clou d S t ack

c) D rop box

d) X D riv e

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 188 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 39 ( FU NCE RN/ IF- RN/ AS S IS TE NTE ) E m u m a rede de com p u t adores de

u m a em p resa de m é dio ou g ran de p ort e, div ersos eq u ip am en t os p odem ser u t iliz a-

dos. D en t re esses eq u ip am en t os,

a) o h u b é o q u e p erm it e q u e t oda a em p resa t em acesso à in t ern et .

b) o t eln et é o q u e p erm it e q u e t oda a em p resa t em acesso à in t ern et .

c) o sw it ch é o q u e p erm it e a in t ercon ex ã o en t re div ersos set ores da em p resa.

d) o m odem é o q u e p erm it e a in t ercon ex ã o en t re div ersos set ores da em p resa.

QUESTÃO 40 ( U FU - MG / U FU - MG / E NG E NH E IRO) Con sideran do- se as rev olu ç õ es

ocasion adas p ela in t ern et , assin ale a alt ern at iv a corret a.

a) A n av eg aç ã o n a in t ern et t orn a- se m ais rá p ida q u an do se u t iliz a de u m serv idor

proxy. Esse servidor consegue armazenar todos os recursos já baixados pelos usu-

á rios da in t ern et e en cam in h ar esses recu rsos at é o com p u t ador local diret am en t e.

b) Por m eio do p rot ocolo H TTP e u t iliz an do- se de u m n av eg ador ( brow ser) , o u su á rio

in sere n a U RL som en t e o n om e de u m recu rso q u e q u er acessar, sem p recisar saber

a localiz aç ã o física do recu rso. E sse recu rso, q u e est á em u m serv idor n a in t ern et , é

com p ost o ex clu siv am en t e de lin k s p ara ou t ros recu rsos ou p ara ele m esm o.

c) Os sit es de bu sca de in form aç õ es faz em u so de m ecan ism os cada v ez m ais so-

fisticados. Utilizando-se de palavras-chave, o site retorna diversos links para infor-

m aç õ es relacion adas. E con seg u e, ain da, p esq u isar en dereç os, n om es, descriç õ es,

den t re ou t ras op ç õ es ex cet o im ag en s.

d) Os sit es w eb sã o con j u n t os de h ip ert ex t os q u e, g eralm en t e, com bin am recu rsos

de t ex t o, de im ag en s e de lin k s q u e p odem ser acessados p or m eio de p rot ocolos

H TTP ou H TTPS , u t iliz an do- se a in t ern et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 189 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 41 ( U FU - MG / TÉ C. CONTAB IL ID AD E ) A In t ern et disp õ e de u m a g ran de

q u an t idade de serv iç os, em q u e a m aioria das aç õ es dos u su á rios é ex ecu t ada p elo

acesso a p á g in as W eb. Para at en der à g ran de dem an da, in corp orar m aior fu n cio-

n alidade e m elh orar a ap arê n cia das p á g in as W eb, n ov os recu rsos de n av eg aç ã o

foram desen v olv idos e n ov os serv iç os foram disp on ibiliz ados.

A tabela a seguir apresenta uma lista de recursos/extensões e suas definições.

Recu rsos

I – Adw are

II – J av aS crip t s

III – Cook ies

IV – J an elas de p op - u p

V – Plu g - in s

Definições

( ) Ap arecem au t om at icam en t e e sem p erm issã o, sobrep on do a j an ela do n av eg a-

dor Web, após acessar uma determinada página web ou um hiperlink específico.

( ) Peq u en o frag m en t o de dados q u e u m serv idor en v ia p ara o n av eg ador do u su -

á rio. O n av eg ador p ode, assim , arm az en ar esses dados e en v iá - los de v olt a com a

p ró x im a req u isiç ã o p ara o m esm o serv idor.

( ) Peq u en os p rog ram as q u e p odem ser in st alados em seu n av eg ador W eb p ara

prover funcionalidades extras. Muitos deles são confiáveis, mas há possibilidade de

alg u n s ex ecu t arem at iv idades m aliciosas.

( ) Recurso projetado especificamente para apresentar propagandas. Pode ser usa-

do para fins legítimos ou para fins maliciosos.

( ) Có dig o m ó v el u t iliz ado p or desen v olv edores p ara in corp orar m aior fu n cion alida-

de e m elh orar a ap arê n cia de p á g in as W eb.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 190 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Correlacione a sequência de recursos com suas respectivas definições, e assinale a

alt ern at iv a q u e ap resen t a a seq u ê n cia corret a, de cim a p ara baix o.

a) IV , III, V , I e II.

b) III, II, V , IV e I.

c) V , III, IV , I e II.

d) II, III, V , I e IV .

QUESTÃO 42 ( U FU - MG / U FU - MG / TÉ CNICO E NFE RMAG E M) E m relaç ã o aos con cei-

tos básicos sobre Internet e suas ferramentas, marque V se a afirmativa for verda-

deira ou F se for falsa.

( ) U m u su á rio dom é st ico faz acesso à In t ern et p or m eio de u m serv iç o con t rat ado

de acesso por fibra ótica. Esse acesso, disponibilizado pelo serviço contratado, é

realiz ado p elo p rov edor.

( ) U m w orm é u m arq u iv o de t ex t o arm az en ado n o com p u t ador de u m u su á rio a

p edido de u m serv idor da w eb, p erm it in do q u e u m sit e arm az en e in form aç õ es n o

com p u t ador do u su á rio e dep ois as recu p ere.

( ) No caso de se utilizar de um servidor proxy firewall para acessar um sítio na

In t ern et , o clien t e n ã o t roca p acot es de in form aç õ es diret am en t e com o serv idor

solicit ado.

( ) Para acessar con t eú dos disp on ív eis, u m u su á rio dev e disp or de u m ap licat iv o

con h ecido p or clien t e de e- m ail.

Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a a seq u ê n cia corret a, de cim a p ara baix o.

a) V , V , V , F.

b) F, V , F, F.

c) V , F, V , F.

d) V , F, V , V .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 191 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 43 ( U FU - MG / U FU - MG / E NG E NH E IRO) A In t ern et t orn ou - se ferram en t a

in disp en sá v el em am bien t es de t rabalh o. U m a g ran de v ariedade de p lat aform as

e de ferram en t as m ig rou com p let am en t e p ara sist em as baseados n a in t ern et t ais

com o: sist em as de g eren ciam en t o em p resarial, sist em as ban cá rios e sist em as

de com u n icaç ã o.

Nesse con t ex t o, assin ale a alt ern at iv a corret a.

a) At u alm en t e, é com u m q u e in div ídu os p ossu am div ersas con t as de e- m ail. Por

ex em p lo, u m a con t a de en dereç o elet rô n ico p ara assu n t os p essoais e ou t ra esp ecí-

fica para assuntos corporativos. Devido à diferença em relação ao domínio no qual

cada u m a dessas con t as de e- m ail de u m a m esm a p essoa ( p essoal e corp orat iv o) é

arm az en ada, o n om e de u su á rio, ou sej a, a p rim eira p art e do e- m ail, q u e com p õ e

os endereços e que fica localizada à esquerda do símbolo @, necessita ser diferente

p ara cada e- m ail dessa p essoa.

b) Os m eios de com u n icaç ã o baseados n a in t ern et , se em p reg ados corret am en t e,

permitem uma significativa redução em termos de custos relacionados à comuni-

caç ã o. Corresp on dê n cias t radicion ais p odem ser su bst it u ídas p elo u so de e- m ails,

cu j o cu st o t en de a ser m en or. H á su p ort e in clu siv e p ara o u so de assin at u ras dig i-

t ais. U m a assin at u ra dig it al é u m a form a de au t en t icaç ã o q u e t ip icam en t e é t rat ada

com o su bst it u t a da assin at u ra física.

c) U m a m et odolog ia com u m de in t eraç ã o n as p lat aform as da in t ern et é p or m eio

da t roca de arq u iv os. E ssas t rocas ocorrem , g eralm en t e, em dois sen t idos de co-

m u n icaç ã o. Ao m ov im en t ar u m arq u iv o q u alq u er, localiz ado orig in alm en t e em seu

com p u t ador local, n a direç ã o de ou t ro com p u t ador rem ot o n a in t ern et , esse m o-

v im en t o é den om in ado dow n load n o j arg ã o da in t ern et . Por su a v ez , o m ov im en t o

in v erso é den om in ado p elo t erm o u p load.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 192 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

d) Pá g in as n a in t ern et sã o en dereç adas p or m eio de U RL s ( U n iform Resou rce L ocat or

- L ocaliz ador Padrã o de Recu rsos) . U m a U RL é h ierarq u icam en t e est ru t u rada e,

em geral, possui um prefixo que indica o protocolo a ser utilizado na comunicação

( p or ex em p lo, h t t p e h t t p s sã o os p rot ocolos m ais com u m en t e u t iliz ados) , ou sej a,

u m t erm o q u e rep resen t a o local on de o recu rso est á arm az en ado ( p or ex em p lo,

o nome de um produto ou de uma empresa) e, finalmente, sufixos compostos que

in dicam o t ip o e, at é m esm o, o p aís on de se en con t ra a p á g in a arm az en ada ( p or

ex em p lo, .com .br p ara p á g in as com erciais brasileiras) . O p rot ocolo h t t p é ideal p ara

uso em sites de bancos, pois possui suporte para mecanismos de criptografia, ao

p asso q u e o h t t p s é u m a v ersã o m ais sim p les desse p rot ocolo, sem su p ort e a m e-

can ism os de seg u ran ç a.

QUESTÃO 44 ( FCC/ AFAP/ AS S IS TE NTE ) No cam p o de bu sca do sit e da G oog le, n a

internet, um Técnico de Informática digitou a frase financiar as atividades produti-

v as do E st ado do Am ap á e realiz ou a p esq u isa. Percebeu q u e m u it os sit es t raz iam

ap en as p art e da frase q u e dig it ou . Para obt er os sit es q u e p ossu em a referê n cia

ex at a à frase dig it ada, colocou a frase en t re

a) ast eriscos.

b) ch av es.

c) colch et es.

d) os sin ais de < e> .

e) asp as.

QUESTÃO 45 ( ID IB / CRC- CE / AU X IL IAR) Acerca dos con h ecim en t os de In t ern et ,

E x t ran et e In t ran et , m arq u e a alt ern at iv a falsa.

a) O acesso à In t ern et é de dom ín io p ú blico.

b) O acesso à In t ran et é rest rit o a fu n cion á rios de u m a em p resa ou ó rg ã o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 193 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) A in form aç ã o com p art ilh ada n a rede de In t ern et é dist ribu ída som en t e em de-

t erm in adas em p resas.

d) O acesso a E x t ran et é rest rit o a clien t es, p arceiros e/ ou forn ecedores de u m a

det erm in ada em p resa ou ó rg ã o.

QUESTÃO 46 ( ID IB / CRC- CE / AU X IL IAR) S aben do q u e a E x t ran et é u m a ex t en sã o

da In t ran et e q u e t om a form a a p art ir do m om en t o em q u e as org an iz aç õ es p assam

a p ossibilit ar u m acesso ex t ern o à s In t ran et s, v ia In t ern et , m arq u e a alt ern at iv a

com um tipo de acesso que a exemplifica.

a) TCP

b) V PN

c) ARPANE T

d) D ATAG RAMA

QUESTÃO 47 ( IB G P/ PRE F. S ANTA L U Z IA- MG / PROCU RAD OR) S obre as redes de

computadores, assinale V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) É a in t erlig aç ã o de u m con j u n t o de disp osit iv os cap az es de se com u n icar.

( ) Os disp osit iv os em u m a rede sã o con ect ados u san do m eios de t ran sm issã o com

ou sem fio.

( ) O p rot ocolo de u m a rede é o con j u n t o de diret riz es ou reg ras p ara a com u n ica-

ç ã o en t re com p u t adores.

Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a a seq u ê n cia CORRE TA:

a) F F F.

b) F F V .

c) V V F.

d) V V V .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 194 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 48 ( FCC/ TRT- 2 / TÉ CNICO) Con sidere h ip ot et icam en t e q u e u m Té cn ico

acessou em seu n av eg ador o sit e de bu sca G oog le ( w w w .g oog le.com .br) . Na p á g in a

q u e se abriu , dig it ou n a lin h a de p esq u isa relat ed: h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br in t ex t : p j e.

O obj et iv o do Té cn ico era

a) refinar a pesquisa para arquivos do tipo.pje no site http://www.trtsp.jus.br

b) en con t rar art ig os q u e t ê m u m t ít u lo q u e se in icia com p j e e con t en h am m ais

p alav ras de q u e ele n ã o se recorda, den t ro do sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br

c) ex clu ir a p alav ra p j e dos resu lt ados de bu sca den t ro de t odos os sit es relacion a-

dos ao h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br

d) en con t rar t odos os sit es relacion ados ao sit e h t t p : / / w w w .t rt sp .j u s.br. Caso con -

t en h am a p alav ra p j e, est a será dest acada.

e) rest rin g ir os resu lt ados de bu sca n o G oog le à s p á g in as lig adas ao sit e h t t p : / /

w w w .t rt sp .j u s.br q u e n ecessariam en t e con t en h am a p alav ra p j e.

QUESTÃO 49 ( FCC/ D E TRAN- MA/ AS S IS TE NTE ) At u alm en t e, o acesso à in t ern et é

realiz ado p or m eio de u m a est ru t u ra com p ost a t ip icam en t e p or u m p rov edor de

acesso à in t ern et , u m Modem / rot eador de acesso ao p rov edor, u m AccessPoin t /

roteador sem fio Wi-Fi (802.11g) e um computador portátil.

Com relação à comunicação Wi-Fi, é correto afirmar que

a) u t iliz ar o W E P é m ais seg u ro q u e a com u n icaç ã o p or cabo de p ar t ran ç ado.

b) p erm it e o acesso à in t ern et , m as n ã o à in t ran et .

c) p ossu i v elocidade de t ran sm issã o m aior q u e u m cabo de p ar t ran ç ado Cat eg oria 5 .

d) op era n a freq u ê n cia de 2 , 4 G H z , ou sej a, m icro- on das.

e) op era n a m esm a freq u ência dos telefones sem fio, ou seja, 900 MHz.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 195 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 50 ( IAD E S / ARCON- PA/ CONTROL AD OR) Com relaç ã o à p esq u isa do

G oog le, assin ale a alt ern at iv a corret a.

a) H á diferen ç a de resu lt ado p ara let ras m aiú scu las, com o em RIO D E J ANE IRO e

rio de j an eiro.

b) O cam p o p esq u isa n ã o calcu la a op eraç ã o m at em á t ica 2 ³ , ap en as m ost ra resu l-

t ados p ara o n ú m ero 2 3 .

c) H á diferen ç a de resu lt ado p ara p alav ras com let ras in iciais em m aiú scu lo.

d) O cam p o de p esq u isa realiz a con v ersã o de u n idades.

e) O corretor ortográfico usa automaticamente a grafia mais incomum de uma pa-

lav ra, m esm o q u e ela n ã o t en h a sido dig it ada corret am en t e.

QUESTÃO 51 ( IAD E S / ARCON- PA/ TÉ CNICO) As org an iz aç õ es cada v ez m ais u t i-

liz am as facilidades da in t ern et e da in t ran et p ara receber e p assar in form aç õ es.

A resp eit o dessas du as form as de org an iz aç ã o dos com p u t adores em rede, é

correto afirmar que

a) com p u t adores q u e u t iliz am in t ran et n ã o t ê m acesso à in t ern et .

b) g eralm en t e, n a in t ran et , o acesso é rest rit o a det erm in ado p ú blico.

c) som en t e n a in t ern et é p ossív el realiz ar a t roca de in form aç õ es p or m eio de

m en sag en s.

d) o cará t er corp orat iv o da in t ran et im p ede a in serç ã o de v ídeos n os con t eú dos.

e) com p u t adores q u e u sam in t ran et dev em est ar in st alados n o m esm o edifício.

QUESTÃO 52 ( ID E CAN/ U E RN/ TÉ CNICO) A com p u t aç ã o em n u v em , ou Clou d Com -

p u t in g , v em crescen do con siderav elm en t e, e div ersas em p resas j á est ã o m ig ran do

seus sistemas para a “nuvem”. Isso significa sistemas não localizados no mesmo

esp aç o físico da em p resa, ist o é , u sa- se a in fraest ru t u ra da In t ern et p ara acessar

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 196 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

os recu rsos q u e est ã o alocados em ou t ra localidade. Alg u m as caract eríst icas sã o

próprias da computação em nuvem, que define o seu conjunto de tecnologias. Uma

dessas caract eríst icas ex ig e recu rsos adm in ist rat iv os e g eren ciais q u e p erm it em

au t on om ia de g est ã o e op eraç ã o en t re os div ersos sit es. Assin ale a alt ern at iv a q u e

ap resen t a essa caract eríst ica.

a) E scalabilidade.

b) Adap t abilidade.

c) H et erog en eidade.

d) Abstração da infraestrutura e distribuição geográfica.

QUESTÃO 53 ( ID E CAN/ PRE F. NATAL / AD MINIS TRAD OR) S obre con ceit os de

in t ern et , an alise.

I – Os brow sers sã o p rog ram as desen v olv idos p ara p rop orcion ar a n av eg aç ã o p ela w eb.

II – U p load é o p rocesso de obt er u m arq u iv o de u m com p u t ador rem ot o disp on ív el

n a rede.

III – U RL é u m ap licat iv o q u e p erm it e a t roca de m en sag en s en t re com p u t adores

con ect ados n a in t ern et .

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

QUESTÃO 54 ( ID E CAN/ AG U / AD MINIS TRAD OR) O diret or de u m a cert a em p resa

de v en da de seg u ros, v isan do u m a m aior in t erat iv idade dos seu s colaboradores,

con t rat ou u m a em p resa de t ecn olog ia da in form aç ã o p ara desen v olv er u m p ort al

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 197 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

on de serã o div u lg adas in form aç õ es p ara t odos colaboradores, com o an iv ersarian -

t es do m ê s, m u ral de av isos e em issã o de con t rach eq u e. Ao realiz ar o con t rat o com

a empresa, o diretor foi incisivo ao afirmar que o portal deveria ser de uso restrito

aos colaboradores da su a em p resa, q u e p oderã o acessá - lo at rav é s de u m log in /

sen h a disp on ibiliz ado p ela direç ã o n o at o da adm issã o. D e acordo com as in form a-

ções, afirma-se que o serviço contratado é para criar uma

a) In t ran et .

b) E x t ran et .

c) In t ern et p riv ada.

d) Pá g in a de arq u iv os.

e) S ala v irt u al em am bien t e ex t ern o.

QUESTÃO 55 ( ID E CAN/ CORE N- MA/ AU X IL IAR) U m a p á g in a w eb p erm it e, en t re ou -

t ras fu n ç õ es, v isu aliz ar u m a im ag em , ou v ir m ú sica ou carreg ar u m a ou t ra p á g in a,

ap en as com u m cliq u e do m ou se. Isso é p ossív el dev ido a

a) L in u x .

b) MacOS .

c) W in dow s.

d) Hyperlinks ou links.

e) rede de com p u t adores.

QUESTÃO 56 ( ID E CAN/ B ANE S TE S / ANAL IS TA) S eg u n do K u rose ( 2 0 1 0 ) , o correio

elet rô n ico ex ist e desde o in ício da In t ern et . Ao con t rá rio do correio n orm al, q u e

an da a p assos len t os, o correio elet rô n ico é rá p ido, fá cil de dist ribu ir e barat o. Iden -

tifique dois protocolos utilizados em correio eletrônico.

a) D NS eh ttp .

b) POP3 e TCP.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 198 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) IMAP e FTP.

d) POP3 e S MTP.

e) S MTP e IP.

QUESTÃO 57 ( ID E CAN/ FU NTE L PA/ AD MINIS TRAD OR) S obre a u t iliz aç ã o de ferra-

m en t as de n av eg aç ã o da In t ern et , an alise:

I– U m n av eg ador, t am bé m con h ecido com o w eb brow ser ou sim p lesm en t e brow -

ser, é u m p rog ram a de com p u t ador q u e h abilit a seu s u su á rios a in t erag irem com

docu m en t os v irt u ais da In t ern et , t am bé m con h ecidos com o p á g in as da w eb.

II – In t ern et E x p lorer, Moz illa Firefox e D ebian sã o ex em p los de n av eg adores de

in t ern et .

III – U m a U RL ( U n iform Resou rce L ocat or) em p ort u g u ê s, L ocaliz ador Padrã o de

Recu rsos, é o en dereç o de u m recu rso ( u m sit e, arq u iv o p ara dow n load et c.) , dis-

p on ív el em u m a rede; sej a a In t ern et ou u m a rede corp orat iv a, u m a in t ran et .

IV – U p load é o p rocesso de t ran sferê n cia de u m a có p ia de arq u iv o em u m com p u -

t ador rem ot o p ara u m com p u t ador local, u t iliz an do a est ru t u ra de rede da in t ern et .

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I, II, III, IV

b) I, III

c) III, IV

d) I, III, IV

e) I, II, IV

QUESTÃO 58 ( CE S PE / MPE - PI/ TÉ CNICO) Ao acessar o sít io h t t p : / / w w w s.sim p .

mppi.mp.br/ para efetuar uma pesquisa sobre peças processuais, um usuário ficou

em dú v ida se dev eria in form ar dados sig ilosos. Nessa sit u aç ã o, a dú v ida do u su á rio

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 199 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

é im p roceden t e, p ois o fat o de o sít io p ossu ir u m s ( de secu re) n o en dereç o, esp e-

cificamente em wwws., significa que todo acesso a esse sítio é seguro, uma vez que

os dados t rafeg ados en t re o com p u t ador do u su á rio e o serv idor sã o crip t og rafados.

QUESTÃO 59 ( CE S PE / D PF/ E S CRIV Ã O) In t ern et p ode ser div idida em in t ran et , res-

t rit a aos serv iç os disp on ibiliz ados n a rede in t ern a de u m a org an iz aç ã o, e ex t ran et ,

com os dem ais serv iç os ( ex em p lo: redes sociais e sít ios de ou t ras org an iz aç õ es) .

QUESTÃO 60 ( CE S PE / D PF/ E S CRIV Ã O) A In t ern et e a in t ran et , dev ido à s su as carac-

terísticas específicas, operam com protocolos diferentes, adequados a cada situação.

QUESTÃO 61 ( CE S PE / D PF/ PAPIL OS COPIS TA) O sím bolo @ em en dereç os de em ail

t em o sen t ido da p rep osiç ã o n o, sen do u t iliz ado p ara sep arar o n om e do u su á rio do

n om e do p rov edor.

Mart a u t iliz a u m a est aç ã o de t rabalh o q u e ex ecu t a o sist em a op eracion al W in dow s

1 0 e est á con ect ada à rede local da em p resa em q u e ela t rabalh a. E la acessa

u su alm en t e os sít ios da in t ran et da em p resa e t am bé m sít ios da In t ern et p ú blica.

Após navegar por vários sítios, Marta verificou o histórico de navegação e identi-

ficou que um dos sítios acessados com sucesso por meio do protocolo HTTP tinha

o en dereç o 1 7 2 .2 0 .1 .1 .

Ten do com o referê n cia essa sit u aç ã o h ip ot é t ica, j u lg u e o it em a seg u ir.

QUESTÃO 62 ( CE S PE / D PF/ AG E NTE ) Por meio do serviço de proxy para rede local,

Mart a p oderá acessar, a p art ir da su a est aç ã o de t rabalh o, t an t o os sít ios da in t ra-

n et q u an t o os sít ios da In t ern et p ú blica.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 200 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 63 ( COPS / U E L / U E L / TÉ CNICO) S obre a In t ern et , e- m ail e p rog ram as as-

sociados, considere as afirmativas a seguir.

I – O G oog le Ch rom e é u m n av eg ador W eb.

II – O en dereç o w w w .bin g .com p ert en ce a u m a p á g in a de bu scas.

III – U m en dereç o de e- m ail v á lido con t é m o sím bolo @ em su a form aç ã o.

IV – No G oog le, a bu sca de p reç os é feit a com o sím bolo # .

Assin ale a alt ern at iv a corret a.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

QUESTÃO 64 ( COPS / U E L / PARANÁ PRE V ID Ê NCIA/ TÉ CNICO) Relacion e os p rog ra-

m as/ recu rsos, n a colu n a da esq u erda, com su as fu n ç õ es, n a colu n a da direit a.

( I) W in dow s E x p lorer.

( II) W in dow s L iv e Messen g er.

( III) G oog le Ch rom e.

( IV ) Not ep ad.

( V ) B in g .

( A) Pá g in a de bu sca.

( B ) E dit or de t ex t o.

( C) G eren ciador de arq u iv os.

( D ) Com u n icador in st an t â n eo.

( E ) Nav eg ador de In t ern et .

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 201 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Assin ale a alt ern at iv a q u e con t é m a associaç ã o corret a.

a) I- C, II- D , III- A, IV - B , V - E .

b) I- C, II- D , III- E , IV - B , V - A.

c) I- D , II- C, III- E , IV - B , V - A.

d) I- E , II- C, III- A, IV - D , V - B .

e) I- E , II- D , III- A, IV - C, V - B .

QUESTÃO 65 ( CE S PE / E B S E RH / TÉ CNICO) A in t ran et é u m a rede de eq u ip am en t os

que permite acesso externo controlado, para negócios específicos ou propósitos

edu cacion ais, sen do u m a ex t en sã o da rede local de u m a org an iz aç ã o, disp on ibili-

z ada p ara u su á rios ex t ern os à org an iz aç ã o.

QUESTÃO 66 ( Q U AD RIX / CRM- E S / AG E NTE ) Q u an do o assu n t o sã o n ov as t ecn olo-

g ias, q u al n ov a t ecn olog ia refere- se a u m ex t en so con j u n t o de p on t os u t iliz ados

p ara acessar ap licat iv os e in form aç õ es ou p ara in t erag ir com p essoas, redes so-

ciais, g ov ern os e em p resas, in clu in do disp osit iv os m ó v eis, w earables ( t ecn olog ias

p ara v est ir) , ap arelh os elet rô n icos de con su m o e dom é st icos, disp osit iv os au t om o-

t iv os e am bien t ais – t ais com o os sen sores da In t ern et das Coisas ( IoT) ?

a) Malh a de disp osit iv os.

b) E x p eriê n cia am bien t e- u su á rio.

c) Im p ressã o 3 D .

d) Ap ren diz ag em av an ç ada de m á q u in as.

e) Ag en t es e eq u ip am en t os au t ô n om os.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 202 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 67 ( Q U AD RIX / CRF- MT/ AG E NTE ) S obre as caract eríst icas do p rot ocolo

IP, leia as afirmativas a seguir.

I – Oferece um Serviço de datagramas não confiável.

II – Nã o oferece facilidade de Frag m en t aç ã o e Rem on t ag em de p acot es.

III – Trabalh a com rot eam en t o adap t at iv o.

Está correto o que se afirma em:

a) I e II, som en t e.

b) II e III, som en t e.

c) I e III, som en t e.

d) t odas.

e) n en h u m a.

QUESTÃO 68 ( Q U AD RIX / CRM- D F/ AD MINIS TRATIV O) A E t h ern et é u m p adrã o

p ara a t ran sm issã o de p acot es de dados en t re com p u t adores con ect ados p or m eio

de disp osit iv os, com o, p or ex em p lo, h u bs e rot eadores.

QUESTÃO 69 ( Q U AD RIX / CONTE R AU X IL IAR) Com o faz er u m a bu sca n o G oog le

p or u m t erm o q u e est ej a som en t e n o t ít u lo de u m a p u blicaç ã o?

a) D ev e- se in iciar a bu sca com o sin al de m aior ( > ) .

b) D ev e- se en cerrar a bu sca com o sin al de m aior ( > ) .

c) D ev e- se in iciar a bu sca com o t erm o “ in t it le: ” .

d) D ev e- se in iciar a bu sca com a t ag < t it le> .

e) D ev e- se en cerrar a bu sca com a t ag < t it le> .

QUESTÃO 70 ( Q U AD RIX / CFO- D F/ TÉ CNICO) No G oog le, q u an do u m u su á rio reali-

z ar u m a p esq u isa u san do u m a im ag em , som en t e serã o m ost radas, n os resu lt ados,

as im ag en s q u e sã o ex at am en t e ig u ais à im ag em p esq u isada.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 203 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 71 ( Q U AD RIX / CFO- D F/ TÉ CNICO) Ao se dig it ar a p alav ra Odon t oj ia, o


Google não mostrará resultado algum, pois a palavra apresenta erro de ortografia.

QUESTÃO 72 ( Q U AD RIX / CRQ - 1 8 / AG E NTE ) E m u m escrit ó rio, h á u m com p u t ador


lig ado a u m m odem de ban da larg a q u e t am bé m é rot eador w ireless, p elo q u al se
con ect a à in t ern et . Para q u e u m n ov o com p u t ador com p laca de rede e sem W i- Fi
p ossa acessar a In t ern et , ele:
a) p oderá ser con ect ado p or cabo de rede ao m odem .
b) dev erá ser con ect ado a u m n ov o m odem .
c) p oderá ser con ect ado v ia w ireless ao m odem .
d) dev erá est ar lig ado a u m a lin h a t elefô n ica.
e) dev erá ser con ect ado p or blu et oot h ao m odem .

QUESTÃO 73 ( Q U AD RIX / CRA- AC/ AS S IS TE NTE ) O p rin cip al p rot ocolo de t ran sfe-
rê n cia q u e u m n av eg ador da In t ern et u sa p ara in t erag ir com u m serv idor W eb,
cu j a ex ecu ç ã o será assu m ida m esm o q u e seu n om e sej a om it ido n o en dereç o da
página, é identificado pelo acrônimo:
a) U RL .
b) TCP.
c) H TML .
d) H TTP.
e) W W W .

QUESTÃO 74 ( Q U AD RIX / CRA- AC/ AS S IS TE NTE ) O e- m ail con t in u a a ser u m dos


ap licat iv os m ais u sados n a In t ern et . E x ist em t rê s t ip os de p rot ocolos p adrã o u sa-
dos com m en sag en s, q u e foram div ididos con ceit u alm en t e em du as p art es sep ara-
das: u m a ap licaç ã o de in t erface de m en sag em e u m a ap licaç ã o de t ran sferê n cia de

m en sag em . Para t ran sferê n cia de m en sag en s é u sado som en t e:

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 204 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) o p rot ocolo IMAP.

b) o p rot ocolo S MTP.

c) os p rot ocolos IMAP e POP3 .

d) os p rot ocolos IMAP e S MTP.

e) os p rot ocolos S MTP e POP3 .

QUESTÃO 75 ( Q U AD RIX / CFB / AS S IS TE NTE ) U m a em p resa resolv eu u t iliz ar serv i-

ços e softwares de computação nas nuvens. Isso significa que:

a) t erá q u e p ag ar p elo u so dos soft w ares de t erceiros q u e u t iliz ará n a n u v em .

b) alé m do n av eg ador, t erá q u e in st alar u m soft w are q u e p erm it e acessar recu rsos

n a n u v em .

c) p oderá u t iliz ar t odos os soft w ares disp on ív eis n a n u v em g rat u it am en t e, desde

q u e con corde com os t erm os de u so.

d) p oderá u t iliz ar soft w ares n a n u v em g rat u it am en t e, m as os arq u iv os g erados n ã o

p oderã o ser arm az en ados n a n u v em .

e) p oderá acessar soft w ares in st alados em serv idores de ou t ras em p resas n a in t er-

n et p ara realiz ar serv iç os.

QUESTÃO 76 ( Q U AD RIX / COB RA TÉ CNOL OG IA/ TÉ CNICO) E m u m a g ran de em p re-

sa, div ersos escrit ó rios est ã o localiz ados em v á rios bairros diferen t es, em u m a

m esm a cidade. Todos eles con ect ados em u m a m esm a rede de com p u t adores. Q u e

classificação de rede representa melhor tal distribuição geográfica?

a) S AN.

b) W AN.

c) MAN.

d) L AN.

e) W L AN.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 205 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 77 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) Ao se p rep arar u m a m en sag em p ara en -

v io p or m eio de u m correio elet rô n ico, o u su á rio an ex ou dois ou m ais arq u iv os em

uma mesma mensagem, sendo correto afirmar que esses arquivos

a) p odem ser t odos do t ip o p df.

b) dev em ser crip t og rafados.

c) n ã o p odem ser p rot eg idos p or sen h a.

d) n ã o p odem ser de m esm o t am an h o.

e) dev em ser com p act ados.

QUESTÃO 78 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) Na p rep araç ã o de u m e- m ail a ser en v ia-

do, é n ecessá rio q u e se in sira u m en dereç o de e- m ail v á lido.

U m en dereç o de e- m ail com form at o v á lido é

a) u su ario~ sobren om e@ p rov edor^ br

b) @ u su ario.p rov edor.br

c) u su ario@ p rov edor.br

d) # u su ario@ p rov edor.br

e) u su ario.p rov edor.br@

QUESTÃO 79 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) U m u su á rio da In t ern et est á escrev en do

u m a m en sag em de e- m ail u t iliz an do u m a ferram en t a t íp ica de e- m ail. Por u m en -

g an o, o u su á rio, em v ez de p reen ch er os cam p os dest in ados p ara se colocar os en -

dereç os de e- m ail ( Para, Cc e Cco) escrev eu o en dereç o do dest in at á rio n o cam p o

Assu n t o e n ã o p reen ch eu os ou t ros cam p os de en dereç o. Nessa sit u aç ã o,

a) ao en v iar a m en sag em , o sist em a de e- m ail ret orn ará u m a m en sag em de en -

dereç o in v á lido.

b) a ferramenta de e-mail abrirá uma janela solicitando a confirmação do endereço

dest in at á rio com o sen do aq u ele in serido n o cam p o Assu n t o.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 206 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) ao en v iar a m en sag em , o serv idor de e- m ail de dest in o ret orn ará u m a m en sa-

g em de u su á rio n ã o en con t rado.

d) o e- m ail n ã o será en v iado, p ois o sist em a req u er q u e p elo m en os u m dest in a-

tário seja especificado.

e) o e-mail será enviado corretamente, pois o sistema de e-mail faz a verificação e

a correç ã o au t om á t ica do dest in at á rio.

QUESTÃO 80 ( V U NE S P/ PC- S P/ AG E NTE ) O recu rso de arm az en am en t o n a n u v em

(Cloud Storage) é bastante eficiente e útil para as necessidades de processamento

e arm az en am en t o de dados. E n t ret an t o, dev e- se t om ar alg u n s cu idados n o u so

desse recu rso, com o

a) acessar o sist em a de arm az en am en t o u t iliz an do disp osit iv os m ó v eis q u e p erm i-

t em a com u n icaç ã o de v á rios lu g ares.

b) acessar o sistema de armazenamento utilizando uma conexão sem fio com WPA-2.

c) realiz ar back u p s p ró p rios, u m a v ez q u e n ã o h á esq u em a de back u p n o arm az e-

n am en t o n a n u v em .

d) não realizar o compartilhamento dos arquivos, pois não há como configurar as

p erm issõ es de acesso n o arm az en am en t o n a n u v em .

e) acessar o sistema de armazenamento utilizando os recursos de criptografia e

seg u ran ç a da in form aç ã o.

QUESTÃO 81 ( V U NE S P/ PC- S P/ INV E S TIG AD OR) O sist em a de e- m ail da In t ern et

utiliza um formato de endereço padrão definido pelo consórcio que gerencia a In-

t ern et . D en t re os en dereç os cit ados, o q u e seg u e o p adrã o de form at o p ara u m

en dereç o de e- m ail é :

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 207 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

a) em ail.g m ail.com @

b) m eu _ em ail@ m ail.com

c) g oog le.m ail.com

d) @ m eu _ em ail.com

e) w w w .g m ail.com

QUESTÃO 82 ( V U NE S P/ PC- S P/ INV E S TIG AD OR) O sit e da S ecret aria de E st ado da

S eg u ran ç a Pú blica ( h t t p : / / w w w .ssp .sp .g ov .br/ ) ap resen t a, den t re ou t ros, o seg u in -

t e recu rso localiz ado p ró x im o ao rodap é da p á g in a:

Quando ativo e configurado, esse recurso é utilizado para

a) acessar o sit e de form a an ô n im a e seg u ra.

b) receber, de form a au t om á t ica, as n ot ícias e n ov idades do sit e.

c) alt erar o form at o da p á g in a p ara os disp osit iv os m ó v eis.

d) en v iar o lin k do sit e p ara os disp osit iv os m ó v eis.

e) crip t og rafar as in form aç õ es t ran sm it idas p elo sit e.

QUESTÃO 83 ( V U NE S P/ PC- S P/ E S CRIV Ã O) Q u an do se realiz a u m a n av eg aç ã o n a

In t ern et é n ecessá rio a dig it aç ã o de u m U RL n a B arra de en dereç o do n av eg ador.

Con sideran do q u e se est ej a realiz an do a n av eg aç ã o In t ern et p ara acessar u m a

p á g in a cu j o dom ín io é de u m a org an iz aç ã o g ov ern am en t al brasileira, u m ex em p lo

corret o de U RL é :

a) h t t p s: / / bb.com .br

b) h t t p : / / w w w .ssp .sp .g ov .br

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 208 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

c) h t t p : / / w w w .on g .org .br

d) m ailt o: / / faz en da.g ov .br

e) ft p : / / receit a.g ov .br

QUESTÃO 84 ( V U NE S P/ PC- S P/ E S CRIV Ã O) Con sidere q u e u m u su á rio da In t ern et

est á escrev en do u m a m en sag em de e- m ail n o m odo t ex t o sim p les ( sem form at aç ã o) ,

u t iliz an do o serv iç o de w ebm ail. Nessa sit u aç ã o, n a m en sag em de e- m ail em edi-

ç ã o, o u su á rio p ode

a) in serir im ag en s diret am en t e n o corp o da m en sag em .

b) u t iliz ar diferen t es cores de t ex t o n a m en sag em .

c) u t iliz ar fon t es de t am an h os p eq u en o, n orm al e g ran de.

d) in serir arq u iv os de im ag en s com o an ex os.

e) u t iliz ar o recu rso de dest aq u e de t ex t o em n eg rit o.

QUESTÃO 85 ( V U NE S P/ TJ - S P/ E S CRE V E NTE ) U t iliz an do o sit e de bu sca G oog le,

desej a- se p esq u isar ap en as as p á g in as q u e con t en h am ex at am en t e a frase: feria-

dos n o B rasil. Para isso, dev e- se dig it ar, n a B arra de Pesq u isa do sit e, o seg u in t e:

a) ( feriados n o B rasil)

b) feriados- n o- B rasil

c) feriados& n o& B rasil

d) feriadosAND n oAND B rasil

e) “ feriados n o B rasil”

QUESTÃO 86 ( V U NE S P/ PRE F. ITANH AÉ M- S P/ FIS IOTE RAPE U TA) Foi p rep arada

u m a m en sag em de correio elet rô n ico com as seg u in t es caract eríst icas:

D e: bru n o@ w ebsit e.com .br

Para: m aria@ w ebsit e.com .br

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 209 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Cc: t h ais@ w ebsit e.com .br, v in iciu s@ w ebsit e.com .br

Cco: isabela@ w ebsit e.com .br

Assu n t o: Reu n iã o com felip e@ w ebsit e.com .br

Assin ale a alt ern at iv a q u e ap resen t a corret am en t e p ara q u an t os dest in at á rios a

m en sag em será en v iada.

a) 1 .

b) 2 .

c) 3 .

d) 4 .

e) 5 .

QUESTÃO 87 ( V U NE S P/ TJ - S P/ AS S IS TE NTE ) U m serv idor do Tribu n al de J u st iç a

p recisa resp on der u m q u est ion am en t o de u m cidadã o v ia correio elet rô n ico. Alé m

disso, p recisa q u e su a con v ersa sej a acom p an h ada p or u m j u iz , de m odo q u e o

cidadã o n ã o saiba q u em é o j u iz ( n em o en dereç o de e- m ail u sado p or est e) q u e

acom p an h a a con v ersa. O serv idor en v iará , en t ã o, u m a ú n ica m en sag em p or cor-

reio elet rô n ico p ara 2 dest in at á rios, sen do o en dereç o de e- m ail do cidadã o p re-

en ch ido n o cam p o _ _ _ _ _ _ _ _ e o en dereç o de e- m ail u sado p elo j u iz p reen ch ido

n o cam p o _ _ _ _ _ _ _ _ .

Assin ale a alt ern at iv a q u e p reen ch e, corret a e resp ect iv am en t e, as lacu n as do

en u n ciado.

a) Para … Para

b) Para … Assu n t o

c) Para … Cc

d) Assu n t o … Cco

e) Para … Cco

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 210 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

QUESTÃO 88 ( V U NE S P/ PM- S P/ OFICIAL ) Para acessar u m sit e n a in t ern et , é p reciso

dig it ar o _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ do sit e em _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Assin ale a alt ern at iv a q u e p reen ch e, corret a e resp ect iv am en t e, as lacu n as da frase.

a) lin k … u m a U RL

b) en dereç o … u m lin k

c) en dereç o … u m brow ser W eb

d) U RL … u m en dereç o

e) lin k … u m en dereç o da in t ern et

QUESTÃO 89 ( CE S PE / D PRF/ AG E NTE ) A com p u t aç ã o em n u v em do t ip o soft w are as

a serv ice ( S aaS ) p ossibilit a q u e o u su á rio acesse ap licat iv os e serv iç os de q u alq u er

local u san do u m com p u t ador con ect ado à In t ern et .

QUESTÃO 90 ( IAD E S / CRF- TO/ AS S IS TE NTE ) Prot ocolos de rede sã o reg ras u t ili-

z adas p elos com p u t adores p ara se com u n icarem n a in t ern et . O p rot ocolo NTP é

resp on sá v el p ela fu n cion alidade den om in ada

a) t ran sp ort e de m en sag en s de e- m ail p ela in t ern et .

b) t ran sferê n cia de p á g in as w eb en t re serv idor e clien t e.

c) sin cron iz aç ã o dos reló g ios n a rede.

d) segurança para redes sem fio.

e) t ran sferê n cia de m en sag en s cu rt as en t re t elefon es celu lares.

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 211 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

GABARITO
1. d 25. d 49. d 73. d

2. e 26. a 50. d 74. b

3. b 27. c 51. b 75. e

4. C 28. c 52. d 76. c

5. b 29. e 53. a 77. a

6. C 30. e 54. a 78. c

7. C 31. C 55. d 79. d

8. c 32. b 56. d 80. e

9. e 33. b 57. b 81. b

10. b 34. a 58. E 82. b

11. b 35. e 59. E 83. b

12. a 36. d 60. E 84. d

13. a 37. d 61. C 85. e

14. d 38. c 62. C 86. d

15. e 39. c 63. d 87. e

16. b 40. d 64. b 88. c

17. e 41. a 65. E 89. C

18. b 42. c 66. a 90. c

19. c 43. b 67. c

20. c 44. e 68. C

21. c 45. c 69. c

22. b 46. b 70. E

23. a 47. d 71. E

24. d 48. d 72. a

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 212 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

Chegamos ao fim de mais uma aula.

E sp ero q u e t en h a g ost ado e ap ren dido m u it o sobre esses con ceit os de rede,

In t ern et , in t ran et e su as t ecn olog ias.

At é a p ró x im a au la! !

Fabrício Melo

@ in focom fabricio

Nã o esq u eç a de av aliar a n ossa au la! 

w w w .g ran cu rsoson lin e.com .br 213 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

www.grancursosonline.com.br 214 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

INFORMÁTICA
Redes
Prof. Fabrício Melo

www.grancursosonline.com.br 215 de 216


Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos
para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296
www.concurseirosreunidos.com

Concurseiros Reunidos distribuidor oficial cursos para concursos


para saber mais entre em contato pelo: 41 99111-5296