Você está na página 1de 4

FACULDADE DE EDUCAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO


_________________________________________________________________________________________________________

PLANO ANALÍTICO
DISCIPLINA: TEMA TRANSVERSAL IV: FACTORES POLÍTICOS NA ELABORAÇÃO DE CARTA ESCOLAR
ANO Nº DE Nº DE TOTAL DE DOCENTE
NÍVEL REGIME ANO ACADÉMICO SEMESTRE CRÉDITOS HORAS/SEMANA HORAS
SEMESTRAIS
DE CONTACTO
4 EaD 4º 2020 2º 01 03 15 Sandra Constantina
Zacarias Miquitaio Feijão

1. Introdução

O presente tema transversal IV, visa esclarecer a influência dos factores políticos na elaboração da Carta escolar, estes factores estão relacionados com a
administração do sistema e a autonomia concedida aos diferentes estabelecimentos e agrupamentos que integram a rede escolar.
A preparação da carta escolar comporta vários aspectos políticos. Com efeito, existem sempre múltiplas pressões sobre os responsáveis pela educação que
deverão decidir, ou preparar, as decisões respeitantes à criação ou ampliação de qualquer instituição educativa.
A participação da comunidade na discussão das propostas de alteração à rede escolar poderá minimizar este factor sempre presente que, por vezes, pode
alterar radicalmente as propostas efectuadas no âmbito da carta escolar.

2. Objectivos do programa
 Compreender o significado da carta escolar e o seu objecto de estudo;
 Identificar os objectivos da carta escolar;
 Analisar criticamente a influência dos factores políticos no desenvolvimento da educação a nível local;

 Compreender a influência dos factores políticos na elaboração de Carta Escolar.

1
Nº horas Unidade Conteúdos Estratégias Actividades de Bibliografia Observações b)
Temática metodológicas a) estudo
Semana Co Estu (independente)
nta do
cto

Apresentação da docente,
dos estudantes e do Conferência Leitura das obras 8 (pp. 18-22)
programa da cadeira bibliográficas Caso estudante
indicadas sobre tenha
I  Levantamento de os conteúdos referências
expectativas em Distribuição de apresentados bibliográficas
relação a disciplina; Trabalho de para o debate na relevantes sobre
5 2  Estabelecimento de Pesquisa sala de aulas o tema pode
regras de bibliográfica recorrer.
INTRODUÇÃO

aprendizagem;
A Carta Escolar Identificar e Ler O trabalho deve
1.1Definição obras ser feito em uma
i. Objecto de estudo bibliográficas semanas
ii. Objectivos Pesquisa sobre carta
bibliográfica escolar
2: Mapa Escolar, carta
escolar ou carta educativa. Busca individual e
3. Campo de aplicação do em grupo
mapa escolar. elaboração de
trabalho de
pesquisa
bibliográfica sobre
os temas
distribuídos

2
1. Conceitos de Indicadores Conferência Busca individual,
II i. Indicadores de em grupo e Preparação dos
acessibilidade de elaboração de 4 (pp. 12 – 18) estudantes para
INDICADORES ensino trabalho de os seminários
8:(pp. 44 – 53)
ii. Indicadores de Debate pesquisa
5 4 qualidade bibliográfica sobre
iii. Indicador de eficácia os temas 5 (pp. 32 – 62)
interna distribuídos

Pesquisa
bibliográfica

6:(pp. 9 – 20)
II - Factores políticos que Recolha dos Caso estudante
FACTORES DA CARTA

Seminários trabalhos dos 8(pp. 22 – 25) tenha


influencia o desenvolvimento
5 4 estudantes a referências
ESCOLAR

da educação a nível local; Conferência e apresentar em bibliográficas


Debate sobre os seminários relevantes sobre
- Influência dos Factores
temas apresentados o tema pode
políticos na elaboração de
em plenária recorrer.
Carta Escolar;

Total 15 10

Fim do Programa Divulgação da média semestral Conhecer o seu rendimento


pedagógico semestral

3. Estratégias e métodos de ensino e aprendizage

As principais formas de actividades lectivas para esta disciplina são as aulas teóricas e praticas, seminários, conferencia e visitas aos vários sectores
de Educação. Deve-se incentivar a abordagem integrada dos vários conceitos e processos de planificação e a sua relação com o desenvolvimento
local.

4. Meios de ensino

Na leccionação desta disciplina, serão privilegiados os seguintes meios: mapas estatísticos, de aproveitamento, pautas, relatórios trimestrais,
semestrais e anuais, anuários, datershow, internet, e entre outros meios disponíveis.
3
5. Avaliação

Ao longo do semestre os estudantes serão avaliados nos seguintes instrumentos: Trabalho prático em grupo cada grupo de 5 estudantes, será
atribuído dois tema que irão desenvolver numa instituição educativa ou de ensino, dois testes escritos.

Número e formas de avaliação:

Formas 3
Participação nas aulas Permanente
Assiduidade às aulas Permanente
Testes (orais, escritos, práticos.)
Seminários 1
Exame (normal, de recorrência)

6.BIBLIOGRAFIA

AfriMapy. A prestação efectiva de Serviços Públicos no Sector de Educação. Documento para discussão. Abril de 2012.
AGENDA 2025. Visão e Estratégia da Nação, Documento Preliminar. Maputo. 2003
COMMENT mesurer l’accès et la participation au système éducatif : éléments d’auto-formation sur les techniques quantitatives de base utilisées en
planification de l’éducation – Module 1- IIPE/UNESCO,1997/98;
Governo de Moçambique. PARP 2011 – 2015.
MAPA escolar y microplanificacion, conceptor y processos (Modulo – I)
MATANGUE, Alipio. Micro-Planificação. UP. Maputo. 2007.
PARIS Carron, Gabriel et Ta Ngoc Chau – Disparités régionales dans le développement de l’éducation: un problème controversé – UNESCO, Paris.
1981;
MINED. Indicadores educacionais e efectivos escolares: ensino primário 1983-1994 – Direcção de Planificação, Moçambique. 1994;
MINED. Estatística da educação: aproveitamento escolar 1996 – Direcção de Planificação, Maputo, Moçambique. 1997;
MINED. Plano Estratégico da Educação 2012 – 2016.Maputo. 2012.
PNUD. Relatório Nacional de Desenvolvimento Humano. 1998.
THONSTAD, Tore – Análisis y proyecciones de la matrícula escolar en los países en desarrollo: manual metodológico – n° 24, UNESCO, Paris. 1986;
UNESCO. O Processo de Planeamento em Educação e Administração de Educação e Equipamentos Educativos. Paris. 1997.

Beira, 02 de Novembro de 2020

A Docente

____________________________________

(Sandra Feijão)