Você está na página 1de 20

Sumário

1 Sinais e sistemas no tempo discreto 1

1.1 Introdução 1
1.2 Sinais no tempo discreto 2
1.3 Sistemas no tempo discreto 7
1.3.1 Linearidade 8
1.3.2 Invariância no tempo 8
1.3.3 Causalidade 9
1.3.4 Resposta ao impulso e somas de convolução 11
1.3.5 Estabilidade 14
1.4 Equações de diferenças e resposta no domínio do tempo 15
1.4.1 Sistemas recursivos × sistemas não-recursivos 19
1.5 Resolvendo equações de diferenças 21
1.5.1 Calculando respostas ao impulso 31
1.6 Amostragem de sinais no tempo contínuo 33
1.6.1 Princípios básicos 33
1.6.2 Teorema da amostragem 34
1.7 Sinais aleatórios 56
1.7.1 Variável aleatória 56
1.7.2 Processos aleatórios 60
1.7.3 Filtrando um sinal aleatório 63
1.8 Faça você mesmo: sinais e sistemas no tempo discreto 65
1.9 Sinais e sistemas no tempo discreto com MATLAB 70
1.10 Resumo 71
1.11 Exercícios 71

2 As transformadas z e de Fourier 79

2.1 Introdução 79
2.2 Definição da transformada z 80
2.3 Transformada z inversa 88
2.3.1 Cálculo baseado no teorema dos resíduos 89
2.3.2 Cálculo baseado na expansão em frações parciais 93

Diniz_Iniciais.indd xv 28/08/13 11:08


Sumário

1 Sinais e sistemas no tempo discreto 1

1.1 Introdução 1
1.2 Sinais no tempo discreto 2
1.3 Sistemas no tempo discreto 7
1.3.1 Linearidade 8
1.3.2 Invariância no tempo 8
1.3.3 Causalidade 9
1.3.4 Resposta ao impulso e somas de convolução 11
1.3.5 Estabilidade 14
1.4 Equações de diferenças e resposta no domínio do tempo 15
1.4.1 Sistemas recursivos × sistemas não-recursivos 19
1.5 Resolvendo equações de diferenças 21
1.5.1 Calculando respostas ao impulso 31
1.6 Amostragem de sinais no tempo contínuo 33
1.6.1 Princípios básicos 33
1.6.2 Teorema da amostragem 34
1.7 Sinais aleatórios 56
1.7.1 Variável aleatória 56
1.7.2 Processos aleatórios 60
1.7.3 Filtrando um sinal aleatório 63
1.8 Faça você mesmo: sinais e sistemas no tempo discreto 65
1.9 Sinais e sistemas no tempo discreto com MATLAB 70
1.10 Resumo 71
1.11 Exercícios 71

2 As transformadas z e de Fourier 79

2.1 Introdução 79
2.2 Definição da transformada z 80
2.3 Transformada z inversa 88
2.3.1 Cálculo baseado no teorema dos resíduos 89
2.3.2 Cálculo baseado na expansão em frações parciais 93

Diniz_Iniciais.indd xv 28/08/13 11:08


xvi Sumário

2.3.3 Cálculo baseado na divisão polinomial 96


2.3.4 Cálculo baseado na expansão em série 98
2.4 Propriedades da transformada z 100
2.4.1 Linearidade 100
2.4.2 Reversão no tempo 101
2.4.3 Teorema do deslocamento no tempo 101
2.4.4 Multiplicação por uma exponencial 102
2.4.5 Diferenciação complexa 102
2.4.6 Conjugação complexa 103
2.4.7 Sequências reais e imaginárias 104
2.4.8 Teorema do valor inicial 104
2.4.9 Teorema da convolução 104
2.4.10 Produto de duas sequências 105
2.4.11 Teorema de Parseval 106
2.4.12 Tabela de transformadas z básicas 107
2.5 Funções de transferência 111
2.6 Estabilidade no domínio z 113
2.7 Resposta na frequência 116
2.8 Transformada de Fourier 123
2.9 Propriedades da transformada de Fourier 129
2.9.1 Linearidade 129
2.9.2 Reversão no tempo 129
2.9.3 Teorema do deslocamento no tempo 129
2.9.4 Multiplicação por uma exponencial complexa
(deslocamento na frequência, modulação) 129
2.9.5 Diferenciação complexa 129
2.9.6 Conjugação complexa 129
2.9.7 Sequências reais e imaginárias 130
2.9.8 Sequências simétricas e antissimétricas 131
2.9.9 Teorema da convolução 132
2.9.10 Produto de duas sequências 132
2.9.11 Teorema de Parseval 132
2.10 Transformada de Fourier para sequências periódicas 133
2.11 Sinais aleatórios no domínio da transformada 134
2.11.1 Densidade espectral de potência 135
2.11.2 Ruído branco 137
2.12 Faça você mesmo: as transformadas z e de Fourier 138
2.13 As transformadas z e de Fourier com MATLAB 145
2.14 Resumo 147
2.15 Exercícios 148

Diniz_Iniciais.indd xvi 28/08/13 11:08


Sumário xvii

3 Transformadas discretas 154

3.1 Introdução 154


3.2 Transformada de Fourier discreta 155
3.3 Propriedades da DFT 165
3.3.1 Linearidade 165
3.3.2 Reversão no tempo 166
3.3.3 Teorema do deslocamento no tempo 166
3.3.4 Teorema do deslocamento circular na frequência
(teorema da modulação) 169
3.3.5 Convolução circular no tempo 170
3.3.6 Correlação 172
3.3.7 Conjugação complexa 172
3.3.8 Sequências reais e imaginárias 172
3.3.9 Sequências simétricas e antissimétricas 173
3.3.10 Teorema de Parseval 176
3.3.11 Relação entre a DFT e a transformada z 177
3.4 Filtragem digital usando a DFT 178
3.4.1 Convoluções linear e circular 178
3.4.2 Método de sobreposição-e-soma 182
3.4.3 Método de sobreposição-e-armazenamento 184
3.5 Transformada de Fourier rápida 190
3.5.1 Algoritmo de raiz 2 com decimação no tempo 191
3.5.2 Decimação na frequência 201
3.5.3 Algoritmo de raiz 4 204
3.5.4 Algoritmos para valores arbitrários de N 209
3.5.5 Técnicas alternativas para determinação da DFT 211
3.6 Outras transformadas discretas 211
3.6.1 Transformadas discretas e o teorema de Parseval 212
3.6.2 Transformadas discretas e ortogonalidade 214
3.6.3 Transformada de cossenos discreta 217
3.6.4 Uma família de transformadas de senos e cossenos 222
3.6.5 Transformada discreta de Hartley 222
3.6.6 Transformada de Hadamard 224
3.6.7 Outras transformadas importantes 226
3.7 Representações de sinais 226
3.7.1 Transformada de Laplace 227
3.7.2 Transformada z 227
3.7.3 Transformada de Fourier (no tempo contínuo) 228
3.7.4 Transformada de Fourier (de tempo discreto) 228
3.7.5 Série de Fourier (de tempo contínuo) 229
3.7.6 Transformada discreta de Fourier
(equivalente à série de Fourier de tempo discreto) 229

Diniz_Iniciais.indd xvii 28/08/13 11:08


xviii Sumário

3.8 Faça você mesmo: transformadas discretas 230


3.9 Transformadas discretas com MATLAB 234
3.10 Resumo 235
3.11 Exercícios 236

4 Filtros digitais 242

4.1 Introdução 242


4.2 Estruturas básicas de filtros digitais não-recursivos 242
4.2.1 Forma direta 243
4.2.2 Forma cascata 245
4.2.3 Formas com fase linear 245
4.3 Estruturas básicas de filtros digitais recursivos 253
4.3.1 Formas diretas 253
4.3.2 Forma cascata 257
4.3.3 Forma paralela 259
4.4 Análise de redes digitais 262
4.5 Descrição no espaço de estados 266
4.6 Propriedades básicas de redes digitais 269
4.6.1 Teorema de Tellegen 270
4.6.2 Reciprocidade 271
4.6.3 Interreciprocidade 272
4.6.4 Transposição 273
4.6.5 Sensibilidade 274
4.7 Blocos componentes úteis 280
4.7.1 Blocos componentes de segunda ordem 280
4.7.2 Osciladores digitais 284
4.7.3 Filtro pente 284
4.8 Faça você mesmo: filtros digitais 287
4.9 Formas de filtros digitais com MATLAB 290
4.10 Resumo 295
4.11 Exercícios 296

5 Aproximações para filtros FIR 303

5.1 Introdução 303


5.2 Características ideais de filtros-padrão 304
5.2.1 Filtros passa-baixas, passa-altas, passa-faixa e rejeita-faixa 304
5.2.2 Diferenciadores 306
5.2.3 Transformadores de Hilbert 308
5.2.4 Resumo 311

Diniz_Iniciais.indd xviii 10/10/13 09:57


Sumário xix

5.3 Aproximação para filtros FIR por amostragem na frequência 311


5.4 Aproximação de filtros FIR com funções-janela 319
5.4.1 Janela retangular 323
5.4.2 Janelas triangulares 323
5.4.3 Janelas de Hamming e de Hann 324
5.4.4 Janela de Blackman 326
5.4.5 Janela de Kaiser 328
5.4.6 Janela de Dolph–Chebyshev 337
5.5 Aproximação maximamente plana para filtros FIR 339
5.6 Aproximação de filtros FIR por otimização 343
5.6.1 Método dos mínimos quadrados ponderados 349
5.6.2 Método de Chebyshev 352
5.6.3 Método WLS–Chebyshev 358
5.7 Faça você mesmo: aproximações de filtros FIR 364
5.8 Aproximação de filtros FIR com MATLAB 367
5.9 Resumo 374
5.10 Exercícios 376

6 Aproximações para filtros IIR 383

6.1 Introdução 383


6.2 Aproximações para filtros analógicos 384
6.2.1 Especificação de um filtro passa-baixas analógico 384
6.2.2 Aproximação de Butterworth 386
6.2.3 Aproximação de Chebyshev 388
6.2.4 Aproximação elíptica 391
6.2.5 Transformações na frequência 394
6.3 Transformações do tempo contínuo no tempo discreto 403
6.3.1 Método da invariância ao impulso 404
6.3.2 Método da Transformação Bilinear 408
6.4 Transformação na frequência no domínio do tempo discreto 415
6.4.1 Transformação de passa-baixas em passa-baixas 416
6.4.2 Transformação de passa-baixas em passa-altas 416
6.4.3 Transformação de passa-baixas em passa-faixa 417
6.4.4 Transformação de passa-baixas em rejeita-faixa 418
6.4.5 Projeto de filtro com corte variável 418
6.5 Aproximação de módulo e fase 419
6.5.1 Princípios básicos 419
6.5.2 Método para minimização de uma função multivariável 424
6.5.3 Métodos alternativos 427
6.6 Aproximação no domínio do tempo 429
6.6.1 Abordagem aproximada 431

Diniz_Iniciais.indd xix 28/08/13 11:08


xx Sumário

6.7 Faça você mesmo: aproximações de filtros IIR 434


6.8 Aproximação de filtros IIR com MATLAB 438
6.9 Resumo 443
6.10 Exercícios 444

7 Estimação espectral 449

7.1 Introdução 449


7.2 Teoria da estimação 450
7.3 Estimação espectral não-paramétrica 451
7.3.1 Periodograma 452
7.3.2 Variações do periodograma 454
7.3.3 Estimador espectral de variância mínima 456
7.4 Teoria da modelagem 459
7.4.1 Modelos por função de transferência racional 459
7.4.2 Equações de Yule–Walker 464
7.5 Estimação espectral paramétrica 467
7.5.1 Predição linear 468
7.5.2 Método da covariância 473
7.5.3 Método da autocorrelação 474
7.5.4 Algoritmo de Levinson–Durbin 475
7.5.5 Método de Burg 478
7.5.6 Relação entre o algoritmo de Levinson–Durbin
e uma estrutura em treliça 481
7.6 Filtro de Wiener 482
7.7 Outros métodos para estimação espectral 485
7.8 Faça você mesmo: estimação espectral 487
7.9 Estimação espectral com MATLAB 494
7.10 Resumo 496
7.11 Exercícios 497

8 Sistemas multitaxa 502

8.1 Introdução 502


8.2 Princípios básicos 503
8.3 Decimação 504
8.4 Interpolação 509
8.4.1 Exemplos de interpoladores 512
8.5 Mudanças de taxa de amostragem racionais 513
8.6 Operações inversas 514

Diniz_Iniciais.indd xx 28/08/13 11:08


Sumário xxi

8.7 Identidades nobres 516


8.8 Decomposições polifásicas 517
8.9 Modelos comutadores 520
8.10 Decimação e interpolação na implementação eficiente de filtros 524
8.10.1 Filtros FIR de faixa estreita 524
8.10.2 Filtros FIR de faixa larga com faixas de transição estreitas 526
8.11 Filtragem em blocos com sobreposição 528
8.11.1 Caso sem sobreposição 531
8.11.2 Entrada e saída com sobreposição 534
8.11.3 Estrutura de convolução rápida I 538
8.11.4 Estrutura de convolução rápida II 539
8.12 Sinais aleatórios em sistemas multitaxa 542
8.12.1 Sinais aleatórios interpolados 543
8.12.2 Sinais aleatórios decimados 544
8.13 Faça você mesmo: sistemas multitaxa 545
8.14 Sistemas multitaxa com MATLAB 547
8.15 Resumo 550
8.16 Exercícios 550

9 Bancos de filtros 556

9.1 Introdução 556


9.2 Bancos de filtros 557
9.2.1 Decimação de um sinal passa-faixa 557
9.2.2 Decimação inversa de um sinal passa-faixa 559
9.2.3 Bancos de filtros criticamente decimados de M faixas 559
9.3 Reconstrução perfeita 561
9.3.1 Bancos de filtros de M faixas em termos de suas
componentes polifásicas 561
9.3.2 Bancos de filtros de M faixas com reconstrução perfeita 564
9.4 Análise de bancos de filtros de M faixas 572
9.4.1 Representação por matriz de modulação 573
9.4.2 Análise no domínio do tempo 575
9.4.3 Ortogonalidade e biortogonalidade em bancos de filtros 584
9.4.4 Transmultiplexadores 590
9.5 Bancos de filtros genéricos de 2 faixas com reconstrução perfeita 591
9.6 Bancos de QMF 596
9.7 Bancos de CQF 600
9.8 Transformadas em blocos 605
9.9 Bancos de filtros modulados por cossenos 611
9.9.1 O problema de otimização no projeto
de bancos de filtros modulados por cossenos 617

Diniz_Iniciais.indd xxi 14/10/13 14:11


xxii Sumário

9.10 Transformadas com sobreposição 621


9.10.1 Algoritmos rápidos e LOT biortogonal 632
9.10.2 LOT generalizada 636
9.11 Faça você mesmo: bancos de filtros 641
9.12 Bancos de filtros com MATLAB 653
9.13 Resumo 655
9.14 Exercícios 655

10 Transformadas de wavelets 660

10.1 Introdução 660


10.2 Transformadas de wavelets 660
10.2.1 Bancos de filtros hierárquicos 662
10.2.2 Wavelets 662
10.2.3 Funções de escalamento 667
10.3 Relação entre x(t)e x(n) 668
10.4 Transformadas de wavelets e análise tempo-frequencial 668
10.4.1 A transformada de Fourier de curta duração 669
10.4.2 A transformada de wavelets contínua 674
10.4.3 Amostrando a transformada de wavelets contínua:
a transformada de wavelets discreta 677
10.5 Representação em multirresolução 680
10.5.1 Representação em multirresolução biortogonal 683
10.6 Transformadas de wavelets e bancos de filtros 685
10.6.1 Relações entre os coeficientes dos filtros 692
10.7 Regularidade 696
10.7.1 Restrições adicionais impostas ao banco de
filtros devido à condição de regularidade 697
10.7.2 Uma estimação prática da regularidade 699
10.7.3 Número de momentos desvanecentes 699
10.8 Exemplos de wavelets 701
10.9 Transformadas de wavelets de imagens 704
10.10 Transformada de wavelets de sinais com comprimento finito 710
10.10.1 Extensão periódica desinal 710
10.10.2 Extensões simétricas desinal 713
10.11 Faça você mesmo: transformadas de wavelets 718
10.12 Wavelets com MATLAB 725
10.13 Resumo 731
10.14 Exercícios 732

Diniz_Iniciais.indd xxii 28/08/13 11:08


Sumário xxiii

11 Processamento digital de sinais em precisão finita 736

11.1 Introdução 736


11.2 Representação numérica binária 738
11.2.1 Representações de ponto fixo 738
11.2.2 Representação em potências de dois com sinal 741
11.2.3 Representação de ponto flutuante 742
11.3 Elementos básicos 743
11.3.1 Propriedades da representação em complemento-a-dois 743
11.3.2 Somador serial 744
11.3.3 Multiplicador serial 745
11.3.4 Somador paralelo 754
11.3.5 Multiplicador paralelo 754
11.4 Implementação em aritmética distribuída 755
11.5 Quantização de produtos 762
11.6 Escalamento de sinal 768
11.7 Quantização de coeficientes 779
11.7.1 Critério determinístico de sensibilidade 781
11.7.2 Previsão estatística do comprimento de palavra 785
11.8 Ciclos-limite 788
11.8.1 Ciclos-limite granulares 788
11.8.2 Ciclos-limite por overflow 790
11.8.3 Eliminação de ciclos-limite de entrada nula 793
11.8.4 Eliminação de ciclos-limite de entrada constante 800
11.8.5 Estabilidade à resposta forçada de filtros
digitais com não-linearidades de overflow 804
11.9 Faça você mesmo: processamento digital
de sinais com precisão finita 807
11.10 Processamento digital de sinais com
precisão finita com MATLAB 810
11.11 Resumo 811
11.12 Exercícios 812

12 Estruturas FIR eficientes 816

12.1 Introdução 816


12.2 Forma treliça 816
12.2.1 Bancos de filtros usando a forma treliça 818
12.3 Forma polifásica 825
12.4 Forma no domínio da frequência 826

Diniz_Iniciais.indd xxiii 28/08/13 11:08


xxiv Sumário

12.5 Forma da soma móvel recursiva 827


12.6 Filtro da sinc modificada 829
12.7 Realizações com número reduzido de operações aritméticas 830
12.7.1 Abordagem por pré-filtro 830
12.7.2 Abordagem por interpolação 834
12.7.3 Abordagem por mascaramento da resposta na frequência 838
12.7.4 Abordagem por quadratura 852
12.8 Faça você mesmo: estruturas FIR eficientes 857
12.9 Estruturas FIR eficientes com MATLAB 861
12.10 Resumo 862
12.11 Exercícios 863

13 Estruturas IIR eficientes 868

13.1 Introdução 868


13.2 Filtros IIR em paralelo e em cascata 868
13.2.1 Forma paralela 869
13.2.2 Forma cascata 871
13.2.3 Conformação espectral do erro 878
13.2.4 Escalamento em forma fechada 880
13.3 Seções no espaço de estados 883
13.3.1 Seções no espaço de estados ótimas 884
13.3.2 Seções no espaço de estados sem ciclos-limite 890
13.4 Filtros treliça 900
13.5 Filtros duplamente complementares 907
13.5.1 Implementação de um banco de QMF 912
13.6 Filtros de onda 914
13.6.1 Motivação 915
13.6.2 Elementos de onda 918
13.6.3 Filtros de onda treliça digitais 936
13.7 Faça você mesmo: estruturas IIR eficientes 943
13.8 Estruturas IIR eficientes com MATLAB 946
13.9 Resumo 946
13.10 Exercícios 947
Referências Bibliográficas 952
Índice 965

Diniz_Iniciais.indd xxiv 28/08/13 11:08


xvi Sumário

2.3.3 Cálculo baseado na divisão polinomial 96


2.3.4 Cálculo baseado na expansão em série 98
2.4 Propriedades da transformada z 100
2.4.1 Linearidade 100
2.4.2 Reversão no tempo 101
2.4.3 Teorema do deslocamento no tempo 101
2.4.4 Multiplicação por uma exponencial 102
2.4.5 Diferenciação complexa 102
2.4.6 Conjugação complexa 103
2.4.7 Sequências reais e imaginárias 104
2.4.8 Teorema do valor inicial 104
2.4.9 Teorema da convolução 104
2.4.10 Produto de duas sequências 105
2.4.11 Teorema de Parseval 106
2.4.12 Tabela de transformadas z básicas 107
2.5 Funções de transferência 111
2.6 Estabilidade no domínio z 113
2.7 Resposta na frequência 116
2.8 Transformada de Fourier 123
2.9 Propriedades da transformada de Fourier 129
2.9.1 Linearidade 129
2.9.2 Reversão no tempo 129
2.9.3 Teorema do deslocamento no tempo 129
2.9.4 Multiplicação por uma exponencial complexa
(deslocamento na frequência, modulação) 129
2.9.5 Diferenciação complexa 129
2.9.6 Conjugação complexa 129
2.9.7 Sequências reais e imaginárias 130
2.9.8 Sequências simétricas e antissimétricas 131
2.9.9 Teorema da convolução 132
2.9.10 Produto de duas sequências 132
2.9.11 Teorema de Parseval 132
2.10 Transformada de Fourier para sequências periódicas 133
2.11 Sinais aleatórios no domínio da transformada 134
2.11.1 Densidade espectral de potência 135
2.11.2 Ruído branco 137
2.12 Faça você mesmo: as transformadas z e de Fourier 138
2.13 As transformadas z e de Fourier com MATLAB 145
2.14 Resumo 147
2.15 Exercícios 148

Diniz_Iniciais.indd xvi 28/08/13 11:08


Sumário xvii

3 Transformadas discretas 154

3.1 Introdução 154


3.2 Transformada de Fourier discreta 155
3.3 Propriedades da DFT 165
3.3.1 Linearidade 165
3.3.2 Reversão no tempo 166
3.3.3 Teorema do deslocamento no tempo 166
3.3.4 Teorema do deslocamento circular na frequência
(teorema da modulação) 169
3.3.5 Convolução circular no tempo 170
3.3.6 Correlação 172
3.3.7 Conjugação complexa 172
3.3.8 Sequências reais e imaginárias 172
3.3.9 Sequências simétricas e antissimétricas 173
3.3.10 Teorema de Parseval 176
3.3.11 Relação entre a DFT e a transformada z 177
3.4 Filtragem digital usando a DFT 178
3.4.1 Convoluções linear e circular 178
3.4.2 Método de sobreposição-e-soma 182
3.4.3 Método de sobreposição-e-armazenamento 184
3.5 Transformada de Fourier rápida 190
3.5.1 Algoritmo de raiz 2 com decimação no tempo 191
3.5.2 Decimação na frequência 201
3.5.3 Algoritmo de raiz 4 204
3.5.4 Algoritmos para valores arbitrários de N 209
3.5.5 Técnicas alternativas para determinação da DFT 211
3.6 Outras transformadas discretas 211
3.6.1 Transformadas discretas e o teorema de Parseval 212
3.6.2 Transformadas discretas e ortogonalidade 214
3.6.3 Transformada de cossenos discreta 217
3.6.4 Uma família de transformadas de senos e cossenos 222
3.6.5 Transformada discreta de Hartley 222
3.6.6 Transformada de Hadamard 224
3.6.7 Outras transformadas importantes 226
3.7 Representações de sinais 226
3.7.1 Transformada de Laplace 227
3.7.2 Transformada z 227
3.7.3 Transformada de Fourier (no tempo contínuo) 228
3.7.4 Transformada de Fourier (de tempo discreto) 228
3.7.5 Série de Fourier (de tempo contínuo) 229
3.7.6 Transformada discreta de Fourier
(equivalente à série de Fourier de tempo discreto) 229

Diniz_Iniciais.indd xvii 28/08/13 11:08


xviii Sumário

3.8 Faça você mesmo: transformadas discretas 230


3.9 Transformadas discretas com MATLAB 234
3.10 Resumo 235
3.11 Exercícios 236

4 Filtros digitais 242

4.1 Introdução 242


4.2 Estruturas básicas de filtros digitais não-recursivos 242
4.2.1 Forma direta 243
4.2.2 Forma cascata 245
4.2.3 Formas com fase linear 245
4.3 Estruturas básicas de filtros digitais recursivos 253
4.3.1 Formas diretas 253
4.3.2 Forma cascata 257
4.3.3 Forma paralela 259
4.4 Análise de redes digitais 262
4.5 Descrição no espaço de estados 266
4.6 Propriedades básicas de redes digitais 269
4.6.1 Teorema de Tellegen 270
4.6.2 Reciprocidade 271
4.6.3 Interreciprocidade 272
4.6.4 Transposição 273
4.6.5 Sensibilidade 274
4.7 Blocos componentes úteis 280
4.7.1 Blocos componentes de segunda ordem 280
4.7.2 Osciladores digitais 284
4.7.3 Filtro pente 284
4.8 Faça você mesmo: filtros digitais 287
4.9 Formas de filtros digitais com MATLAB 290
4.10 Resumo 295
4.11 Exercícios 296

5 Aproximações para filtros FIR 303

5.1 Introdução 303


5.2 Características ideais de filtros-padrão 304
5.2.1 Filtros passa-baixas, passa-altas, passa-faixa e rejeita-faixa 304
5.2.2 Diferenciadores 306
5.2.3 Transformadores de Hilbert 308
5.2.4 Resumo 311

Diniz_Iniciais.indd xviii 10/10/13 09:57


Sumário xix

5.3 Aproximação para filtros FIR por amostragem na frequência 311


5.4 Aproximação de filtros FIR com funções-janela 319
5.4.1 Janela retangular 323
5.4.2 Janelas triangulares 323
5.4.3 Janelas de Hamming e de Hann 324
5.4.4 Janela de Blackman 326
5.4.5 Janela de Kaiser 328
5.4.6 Janela de Dolph–Chebyshev 337
5.5 Aproximação maximamente plana para filtros FIR 339
5.6 Aproximação de filtros FIR por otimização 343
5.6.1 Método dos mínimos quadrados ponderados 349
5.6.2 Método de Chebyshev 352
5.6.3 Método WLS–Chebyshev 358
5.7 Faça você mesmo: aproximações de filtros FIR 364
5.8 Aproximação de filtros FIR com MATLAB 367
5.9 Resumo 374
5.10 Exercícios 376

6 Aproximações para filtros IIR 383

6.1 Introdução 383


6.2 Aproximações para filtros analógicos 384
6.2.1 Especificação de um filtro passa-baixas analógico 384
6.2.2 Aproximação de Butterworth 386
6.2.3 Aproximação de Chebyshev 388
6.2.4 Aproximação elíptica 391
6.2.5 Transformações na frequência 394
6.3 Transformações do tempo contínuo no tempo discreto 403
6.3.1 Método da invariância ao impulso 404
6.3.2 Método da Transformação Bilinear 408
6.4 Transformação na frequência no domínio do tempo discreto 415
6.4.1 Transformação de passa-baixas em passa-baixas 416
6.4.2 Transformação de passa-baixas em passa-altas 416
6.4.3 Transformação de passa-baixas em passa-faixa 417
6.4.4 Transformação de passa-baixas em rejeita-faixa 418
6.4.5 Projeto de filtro com corte variável 418
6.5 Aproximação de módulo e fase 419
6.5.1 Princípios básicos 419
6.5.2 Método para minimização de uma função multivariável 424
6.5.3 Métodos alternativos 427
6.6 Aproximação no domínio do tempo 429
6.6.1 Abordagem aproximada 431

Diniz_Iniciais.indd xix 28/08/13 11:08


xx Sumário

6.7 Faça você mesmo: aproximações de filtros IIR 434


6.8 Aproximação de filtros IIR com MATLAB 438
6.9 Resumo 443
6.10 Exercícios 444

7 Estimação espectral 449

7.1 Introdução 449


7.2 Teoria da estimação 450
7.3 Estimação espectral não-paramétrica 451
7.3.1 Periodograma 452
7.3.2 Variações do periodograma 454
7.3.3 Estimador espectral de variância mínima 456
7.4 Teoria da modelagem 459
7.4.1 Modelos por função de transferência racional 459
7.4.2 Equações de Yule–Walker 464
7.5 Estimação espectral paramétrica 467
7.5.1 Predição linear 468
7.5.2 Método da covariância 473
7.5.3 Método da autocorrelação 474
7.5.4 Algoritmo de Levinson–Durbin 475
7.5.5 Método de Burg 478
7.5.6 Relação entre o algoritmo de Levinson–Durbin
e uma estrutura em treliça 481
7.6 Filtro de Wiener 482
7.7 Outros métodos para estimação espectral 485
7.8 Faça você mesmo: estimação espectral 487
7.9 Estimação espectral com MATLAB 494
7.10 Resumo 496
7.11 Exercícios 497

8 Sistemas multitaxa 502

8.1 Introdução 502


8.2 Princípios básicos 503
8.3 Decimação 504
8.4 Interpolação 509
8.4.1 Exemplos de interpoladores 512
8.5 Mudanças de taxa de amostragem racionais 513
8.6 Operações inversas 514

Diniz_Iniciais.indd xx 28/08/13 11:08


Sumário xxi

8.7 Identidades nobres 516


8.8 Decomposições polifásicas 517
8.9 Modelos comutadores 520
8.10 Decimação e interpolação na implementação eficiente de filtros 524
8.10.1 Filtros FIR de faixa estreita 524
8.10.2 Filtros FIR de faixa larga com faixas de transição estreitas 526
8.11 Filtragem em blocos com sobreposição 528
8.11.1 Caso sem sobreposição 531
8.11.2 Entrada e saída com sobreposição 534
8.11.3 Estrutura de convolução rápida I 538
8.11.4 Estrutura de convolução rápida II 539
8.12 Sinais aleatórios em sistemas multitaxa 542
8.12.1 Sinais aleatórios interpolados 543
8.12.2 Sinais aleatórios decimados 544
8.13 Faça você mesmo: sistemas multitaxa 545
8.14 Sistemas multitaxa com MATLAB 547
8.15 Resumo 550
8.16 Exercícios 550

9 Bancos de filtros 556

9.1 Introdução 556


9.2 Bancos de filtros 557
9.2.1 Decimação de um sinal passa-faixa 557
9.2.2 Decimação inversa de um sinal passa-faixa 559
9.2.3 Bancos de filtros criticamente decimados de M faixas 559
9.3 Reconstrução perfeita 561
9.3.1 Bancos de filtros de M faixas em termos de suas
componentes polifásicas 561
9.3.2 Bancos de filtros de M faixas com reconstrução perfeita 564
9.4 Análise de bancos de filtros de M faixas 572
9.4.1 Representação por matriz de modulação 573
9.4.2 Análise no domínio do tempo 575
9.4.3 Ortogonalidade e biortogonalidade em bancos de filtros 584
9.4.4 Transmultiplexadores 590
9.5 Bancos de filtros genéricos de 2 faixas com reconstrução perfeita 591
9.6 Bancos de QMF 596
9.7 Bancos de CQF 600
9.8 Transformadas em blocos 605
9.9 Bancos de filtros modulados por cossenos 611
9.9.1 O problema de otimização no projeto
de bancos de filtros modulados por cossenos 617

Diniz_Iniciais.indd xxi 14/10/13 14:11


xxii Sumário

9.10 Transformadas com sobreposição 621


9.10.1 Algoritmos rápidos e LOT biortogonal 632
9.10.2 LOT generalizada 636
9.11 Faça você mesmo: bancos de filtros 641
9.12 Bancos de filtros com MATLAB 653
9.13 Resumo 655
9.14 Exercícios 655

10 Transformadas de wavelets 660

10.1 Introdução 660


10.2 Transformadas de wavelets 660
10.2.1 Bancos de filtros hierárquicos 662
10.2.2 Wavelets 662
10.2.3 Funções de escalamento 667
10.3 Relação entre x(t)e x(n) 668
10.4 Transformadas de wavelets e análise tempo-frequencial 668
10.4.1 A transformada de Fourier de curta duração 669
10.4.2 A transformada de wavelets contínua 674
10.4.3 Amostrando a transformada de wavelets contínua:
a transformada de wavelets discreta 677
10.5 Representação em multirresolução 680
10.5.1 Representação em multirresolução biortogonal 683
10.6 Transformadas de wavelets e bancos de filtros 685
10.6.1 Relações entre os coeficientes dos filtros 692
10.7 Regularidade 696
10.7.1 Restrições adicionais impostas ao banco de
filtros devido à condição de regularidade 697
10.7.2 Uma estimação prática da regularidade 699
10.7.3 Número de momentos desvanecentes 699
10.8 Exemplos de wavelets 701
10.9 Transformadas de wavelets de imagens 704
10.10 Transformada de wavelets de sinais com comprimento finito 710
10.10.1 Extensão periódica desinal 710
10.10.2 Extensões simétricas desinal 713
10.11 Faça você mesmo: transformadas de wavelets 718
10.12 Wavelets com MATLAB 725
10.13 Resumo 731
10.14 Exercícios 732

Diniz_Iniciais.indd xxii 28/08/13 11:08


Sumário xxiii

11 Processamento digital de sinais em precisão finita 736

11.1 Introdução 736


11.2 Representação numérica binária 738
11.2.1 Representações de ponto fixo 738
11.2.2 Representação em potências de dois com sinal 741
11.2.3 Representação de ponto flutuante 742
11.3 Elementos básicos 743
11.3.1 Propriedades da representação em complemento-a-dois 743
11.3.2 Somador serial 744
11.3.3 Multiplicador serial 745
11.3.4 Somador paralelo 754
11.3.5 Multiplicador paralelo 754
11.4 Implementação em aritmética distribuída 755
11.5 Quantização de produtos 762
11.6 Escalamento de sinal 768
11.7 Quantização de coeficientes 779
11.7.1 Critério determinístico de sensibilidade 781
11.7.2 Previsão estatística do comprimento de palavra 785
11.8 Ciclos-limite 788
11.8.1 Ciclos-limite granulares 788
11.8.2 Ciclos-limite por overflow 790
11.8.3 Eliminação de ciclos-limite de entrada nula 793
11.8.4 Eliminação de ciclos-limite de entrada constante 800
11.8.5 Estabilidade à resposta forçada de filtros
digitais com não-linearidades de overflow 804
11.9 Faça você mesmo: processamento digital
de sinais com precisão finita 807
11.10 Processamento digital de sinais com
precisão finita com MATLAB 810
11.11 Resumo 811
11.12 Exercícios 812

12 Estruturas FIR eficientes 816

12.1 Introdução 816


12.2 Forma treliça 816
12.2.1 Bancos de filtros usando a forma treliça 818
12.3 Forma polifásica 825
12.4 Forma no domínio da frequência 826

Diniz_Iniciais.indd xxiii 28/08/13 11:08


xxiv Sumário

12.5 Forma da soma móvel recursiva 827


12.6 Filtro da sinc modificada 829
12.7 Realizações com número reduzido de operações aritméticas 830
12.7.1 Abordagem por pré-filtro 830
12.7.2 Abordagem por interpolação 834
12.7.3 Abordagem por mascaramento da resposta na frequência 838
12.7.4 Abordagem por quadratura 852
12.8 Faça você mesmo: estruturas FIR eficientes 857
12.9 Estruturas FIR eficientes com MATLAB 861
12.10 Resumo 862
12.11 Exercícios 863

13 Estruturas IIR eficientes 868

13.1 Introdução 868


13.2 Filtros IIR em paralelo e em cascata 868
13.2.1 Forma paralela 869
13.2.2 Forma cascata 871
13.2.3 Conformação espectral do erro 878
13.2.4 Escalamento em forma fechada 880
13.3 Seções no espaço de estados 883
13.3.1 Seções no espaço de estados ótimas 884
13.3.2 Seções no espaço de estados sem ciclos-limite 890
13.4 Filtros treliça 900
13.5 Filtros duplamente complementares 907
13.5.1 Implementação de um banco de QMF 912
13.6 Filtros de onda 914
13.6.1 Motivação 915
13.6.2 Elementos de onda 918
13.6.3 Filtros de onda treliça digitais 936
13.7 Faça você mesmo: estruturas IIR eficientes 943
13.8 Estruturas IIR eficientes com MATLAB 946
13.9 Resumo 946
13.10 Exercícios 947
Referências Bibliográficas 952
Índice 965

Diniz_Iniciais.indd xxiv 28/08/13 11:08