Você está na página 1de 4

R/50 – APR: Análise Preliminar de Riscos

DATA
EMITENTE
APR: HALOMA / STIHL / CQ ATIVIDADE: INSPEÇÃO LANTERNIM
NOME: CRISTIANO PIRES LOPES
INICIO: 03/02/2021 LOCAL: PRÉDIO 31 / SALA DOS RETIFICADORES
ASSINATURA:
TERMINO: 28/02/2021
SUB - ATIVIDADES POSSÍVEIS CONSEQÜÊNCIAS MEDIDA DE CONTROLE
ITEM DESCRIÇÃO PERIGO DANO DESCRIÇÃO RESPONSAVEL
 É obrigatório acessar com epi’s básicos no local de trabalho (sapato
de segurança, óculos de proteção, capacete de segurança com
jugular, protetor auditivo), e somente transitar pelas faixas de
segurança conforme LS 0217 e NR 6;
 Respeitar e obedecer a sinalização de tráfego de veículos;
1 Movimentação e transporte de materiais e pessoas Trânsito. Atropelamento Iberê Hrsi
 Não falar ao telefone ou escrever mensagens enquanto dirige,
opera equipamentos e ou caminhando;
 Em caso de emergência acionar o ramal 8888 e/ou fone 3579.9787;
 Em caso de emergência, se deslocar para o ponto de encontro mais
próximo e aguardar instruções.
 Ao acessar o local e certificar-se de estar utilizando os epi´s básicos
do setor (protetor auricular, óculos de proteção e calçado de
segurança, capacete de segurança com jugular e luvas de proteção)
conforme LS 0217 e NR 6;
 Em caso de emergência acionar o ramal 8888 e/ou fone 3579.9787;
 É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais
inapropriados.
Batidas contra  Os materiais devem ser armazenados e estocados de modo a
Ferimentos
Quedas de mesmo nível não prejudicar o trânsito de pessoas e de trabalhadores, a
Luxações
Preparação e organização do local de trabalho. Ferramentas afiadas circulação de materiais, o acesso aos equipamentos de
2 Lesões nos membros Iberê
Preparação do entorno do local Desnível combate a incêndio, não obstruir portas ou saídas de
superiores e inferiores
Queda de materiais emergência e não provocar empuxos ou sobrecargas nas
Cortes
Materiais cortantes paredes, lajes ou estruturas de sustentação, além do previsto
em seu dimensionamento
 O armazenamento deve ser feito de modo a permitir que os
materiais sejam retirados obedecendo à sequência de utilização
planejada, de forma a não prejudicar a estabilidade das pilhas.
 É obrigatória a adoção de medidas que atendam, de forma
eficaz, às necessidades de prevenção e combate a incêndio
para os diversos setores, atividades, máquinas e equipamentos.
3 Organização de equipamentos, ferramentas e EPI’S na Ferramentas manuais Cortes  Realizar inspeção nas ferramentas, equipamentos e epi’s antes de
cota zero. Falta de inspeção Lesões nos membros iniciar a atividade;
inferiores e superiores  Utilizar capacete de segurança, protetor auricular, óculos de
Choque elétrico proteção, luva de proteção, calçado de segurança;
 Liberação de PT para as atividades à quente, caso houver;

 Liberação de PT para trabalho em altura, caso houver; conforme LS


0214;
LS 0214 31/01/2013
R/50 – APR: Análise Preliminar de Riscos
 Verificação os selos de liberação para as atividades específicas de
todos os envolvidos.

4 Instalação de linha de vida; por corda / cabo Batidas contra Fraturas  Antes do início das atividades os trabalhadores envolvidos em Iberê Hrsi
de aço. Queda de mesmo nível Fatalidade trabalhos em altura devem realizar verificação da pressão
(Acesso por escada) Queda de nível diferente Cortes arterial no ambulatório STHIL.
Ferramentas afiadas Lesões nos membros  Os colaboradores devem estar o tempo todo conectado ao
Desnível superiores e inferiores ponto de ancoragem resistente indicado pelo técnico em
Queda de materiais Queimaduras segurança do trabalho e alpinista;
Materiais cortantes Luxações  A Montagem da linha de vida deve ser feita por profissional
Desmaios habilitado (Alpinista);
Óbito  O cabo de aço sempre será travado com no mínimo três clipes
em suas extremidades;
 Realizar inspeção visual do piso / telhado a ser acessado para
evitar queda;
 Para o início das atividades é obrigatório abertura de PT
permissão de trabalho em altura.
 Os trabalhadores envolvidos em trabalhos em altura devem ter
os selos de liberação fixados nos crachás e o mesmo devem
estar em local visível;
 Realizar inspeção na escada de acesso;
 Para a utilização de escada um trabalhador da equipe deve
estar segurando a escada. O uso do cinto de segurança é
obrigatório mesmo durante a subida ou descida, conforme LS
236 item 3.3;
 A escada de acesso deve estar ancorada (travada) de modo a
não a vir cair;
 Verificar se o solo está estável e bem compactado;
 Capacete com jugular, óculos, protetor auricular, luvas de
proteção, sapato de segurança, cinto com talabarte duplo em Y
conforme LS 0217, 236 e NR 6;
 Em caso de emergência acionar o ramal 8888 e/ou fone
3579.9787;
 Os talabartes devem estar fixados no local de ancoragem
definidos pelo fabricante;
 Realizar check list do cinto de segurança e talabarte;
 Não realizar serviços com Raios, Chuvas ou ventos fortes, salvo
quando for em local coberto.
 Realizar isolamento da área de trabalho;
 A instalação da linha de vida será no mínimo em dupla, sendo
obrigatório funcionário com treinamento (alpinista) permanecer
no local;

LS 0214 31/01/2013
R/50 – APR: Análise Preliminar de Riscos
 É obrigatório acessar com epi’s : (sapato de segurança, óculos de
proteção, capacete de segurança com jugular, protetor auditivo e
cinto com talabarte duplo em Y) conforme LS 0217, 236 e NR 6;
 Trabalho no telhado terá acompanhamento constante e
obrigatório de dois (2) (alpinista) que devem permanecer no
local;
 Não realizar serviços com Raios, Chuvas ou ventos fortes, salvo
quando for em local coberto;
 Deverá durante toda a atividade estar com o talabarte fixado a
linha de vida;
 Possuir selos de liberação para as atividades a serem
realizadas no crachá em local visível;
Fraturas
 Realizar check list do cinto de segurança, talabarte;
Batida contra Cortes
Inspeção do Lanternim; (Acesso por escada  Verificar pressão arterial no ambulatório da Stihl;
Queda de material Lesões nos membros
com uso de linha de vida, corda / cabo de  Emitir PT para trabalho em altura;
Fonte de calor superiores Iberê Hrsi
aço).  Em caso de emergência acionar o ramal 8888 e/ou fone
Queda de mesmo nível Queimaduras
Queda de nível diferente Luxações 3579.9787;
Óbito  Em caso de emergência, se deslocar para o ponto de encontro
mais próximo e aguardar instruções
 Realizar inspeção visual do piso / telhado a ser acessado para
evitar queda;
 Caso identifique algum dano na corda e o cabo de aço deve-se
eliminar o mesmo, cortando-a, utilizando o ponto de ruptura
para trás ou do ponto para frente. Se ocorrer em vários pontos
de ruptura, deve-se sacrificar a corda / cabo de aço;
 Linha de Vida Horizontal, de acordo com a norma ABNT NBR
16325-2 devem resistir, no mínimo, o dobro da carga máxima
prevista nas condições de uso;

Disposição inadequada de resíduos,  Realizar a separação dos resíduos, certificar que todos os materiais Iberê Hrsi
6 Organizar e limpar o local de trabalho. Cortes, escoriações
ferramentas e ferramentas foram retirados do local;

APROVADA: ( ) SIM ( ) NÃO EXECUTANTES


LS 0214 31/01/2013
R/50 – APR: Análise Preliminar de Riscos
Declaro ter sido orientado e ter entendido todas as recomendações listadas acima. Concordo em cumprir e fazer com que todas as pessoas sob
NOME: minha responsabilidade envolvidas com a realização do serviço cumpram com essas recomendações. Estou ciente que devo me recusar a
executar o serviço caso qualquer condição insegura por mim detectada não tenha sido completamente corrigida.
ASSINATURA: NOME RUBRICA
Comentários:
1. SEGUIR TODAS AS ORIENTAÇÕES DA APR.
QUALQUER IRREGULARIDADE DURANTE A
EXECUÇÃO, INTERROMPER A ATIVIDADE E
AVISAR O RESPONSÁVEL OU A
SEGURANÇA DO TRABALHO.

LS 0214 31/01/2013