Você está na página 1de 4

PRIMEIRA LEITURA

Ef 5,2a.21-33
Leitura da Carta de Sã o Paulo aos Efésios
Irmã os: Vivei no amor, como Cristo nos amou e se
entregou a si mesmo a Deus por nó s.
Vó s que temeis a Cristo, sede solícitos uns para com os
outros.
As mulheres sejam submissas aos seus maridos como
ao Senhor.
Pois o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo
que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do
Corpo.
E como a Igreja é solícita por Cristo, sejam mulheres
solícitas em tudo pelos seus maridos. Maridos, amai as
vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se
entregou por ela.
Ele quis assim torná -la santa, purificando-a com o
banho da á gua unida à Palavra.
Ele quis apresentá -la a si mesmo esplendida, sem
mancha nem ruga, nem defeito algum, mas santa e
irrepreensível.
Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao
seu pró prio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-
se a si mesmo.
Ninguém jamais odiou a sua pró pria carne.
Ao contrario, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o
Cristo faz com a sua Igreja; e nó s somos membros do
seu corpo!
Por isso, o homem deixará seu pai e sua mã e e se unirá
a sua mulher e os dois serã o uma só carne.
Este mistério é grande, e eu o interpreto em relaçã o a
Cristo e à Igreja.
Em todo o caso, cada um, no que lhe toca, deve amar a
sua mulher como a si mesmo, e a mulher deve
respeitar o seu marido.
Palavra do Senhor.
SALMO RESPONSORIAL

207. Salmo 144 (145)


Refrão: O Senhor é muito bom para com todos.

Misericó rdia e piedade é o Senhor,


Ele é amor, é paciência, é compaixã o
O Senhor é muito bom para com todos
Sua ternura abraça a toda criatura.

Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem


E os vossos santos com louvores vos bendigam!
Todos os olhos, ó Senhor, em vó s esperam.
E vó s lhes dais no tempo certo o alimento.

É justo o Senhor em seus caminhos,


É sano em toda obra que ele faz.
Ele está perto da pessoa que o invoca,
De todo aquele que o invoca lealmente.
PRECES DA COMUNIDADE

PR.: Irmã os e irmã s, Cristo prometeu atender-nos quando esti-


vermos unidos no amor e na fé. Façamos neste momento nossas
preces por este novo casal, pela nova família que vã o constituir,
pelos casais aqui presentes e por todos nó s.

1 - Por Gildo Jr e Mariana, para que o Senhor conceda


largamente um amor fiel e amadurecido na alegria e na dor, e
assim o lar que hoje começam seja um ambiente onde haja
sempre acolhida e calor humano, rezemos:

AS.: Senhor atendei a nossa prece!

2 - Pelos pais de Gildo Jr e Mariana, que souberam educar seus


filhos para o amor, para o serviço e para a responsabilidade, a
fim de que possam sentir sempre as alegrias que provêm da
família, rezemos:

3 - Por todos os jovens que se preparam para o casamento, a fim


de que compreendam a beleza e a seriedade do amor verdadeiro,
que tem sua fonte em Deus, rezemos:

4 - Por todas as famílias aqui presentes, para que sejam


verdadeiras comunidades de amor e vida, sinais vivos da
comunhã o de pessoas que existem em Deus, rezemos:

5 - Para que a celebraçã o deste matrimô nio nos leve a acreditar


na força do amor que é eterno, porque vem de Deus, rezemos:

6 - Para que compreendamos que é na família que se formam os


verdadeiros cidadã os, construtores de um mundo de
fraternidade, justiça e alegria, rezemos:

7 - Pelos doentes e todos os que sofrem, pelos idosos e


abandonados de nossa sociedade, para que se sintam acolhidos e
amados pelos casais cristã os, rezemos:

PR.: Ouvi, Senhor, as nossas preces. Ajudai-nos a vos louvar na


alegria, a vos procurar nos momentos tristes e sentir vossa
presença em nossa vida de trabalho. Isso vos pedimos por nosso
Senhor Jesus Cristo, vosso Filho e nosso irmã o, na unidade do
Espírito Santo.
EVANGELHO
Mt 7, 21.24-29 (mais longo)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito
por Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Nem


todo que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos
Céus, mas o que põ e em prá tica a vontade de meu Pai,
que está nos Céus.
Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põ e
em pratica, é como um homem prudente, que construiu
sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram
conta a casa, mas a casa nã o caiu, porque estava
construída sobre a rocha.
Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e
nã o as põ e em pratica, é como um homem sem juízo,
que construiu sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram
e deram contra a casa, e a casa caiu, e a sua ruína foi
completa!”
Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as
multidõ es ficaram admiradas com seu ensinamento. De
fato, ele as ensinava como quem tem autoridade, e nã o
como os mestres da Lei.

Palavra da Salvação.