Você está na página 1de 15

c 



 c
 
     

ESTATUTO SOCIAL 

TÍTULO I
DISPOSIÇÕES INI
Capítulo I
Disposições Ger

Y  - A sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube é uma Entidade
civil, com Personalidades Jurídicas próprias, distintas dos seus filiados, sem fins lucrativos, de
caráter representativo, reivindicatório, social, cultural, esportiva, com duraçãoindeterminada e
indeterminado número de filiados, com sede e foro provisório no município de Alvorada, à Rua:
Doze, n. 92, Bairro Nova Alvorada, Estado Rio Grande do Sul, e rege-se por este Estatuto.

Y  A Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube usará também a
sigla SBCEAFC.

Y   Todo o poder deste Estatuto emana dos filiados da Sociedade Beneficente Cultural e
Esportiva Alameda Futebol Clube e em seu nome será exercido.


 





Y  A Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube tem ás seguintes
finalidades:

a-p A promoção e a defesa da Democracia e dos direitos e valores universais;


b-p Estimula os sensos cívicos, patrióticos, comunitários e morais da comunidade e motivar a
população a participar dos trabalhos da Entidade.
c-p Organizar e apoiar movimentos de assistência social sob todos os aspectos da vida humana,
defendendo e executando, na medida do possível, as normas estabelecidas na LOAS (Lei
Orgânica de Assistência Social) propugnando pela frequência Das crianças e adolescentes na
escola, estimulando a alfabetização, educação e cultura em qualquer idade.
d-p A promoção da Ética, da Paz, da Solidariedade e da Cidadania;
e-p O combate à pobreza, a fome e ao desemprego;
f-p A defesa do Patrimônio Histórico e Cultural;
g-p Participar ativamente das Entidades comunitárias de representação municipal, estadual e
nacional.
h-p A defesa do Direito do Consumidor;
i-p Promover o voluntariado entre seus filiados efetivos.
j-p Elaborar projetos diversos, de interesse da sua comunidade de acordo com a Lei 9.790 de 22
de março de 1999.

§ único ʹp ppp 

p 

 p p  p p  p p


pp

 p  ppp

p
 p p  p   p 
 p
  p    p  p p    p  p  p 
p 
 p p  p  
 p
 
 p p  p p 
p p ! p p 
p  p p  p p  p p
  p p p 

  p p
  ! pp
 p
 p "
#



Y   - A Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube terá as
seguintes categorias de filiados
Fundadores
Efetivo.

Y   É considerado filiado Fundadortodo a pessoa física que participou e assinou a ata de
fundação da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.

Y   - É considerada filiado efetivo, todo a pessoa física que residir, trabalhar ou atuar no
movimento comunitário dentro da área de abrangências da Sociedade Beneficente Cultural e
Esportiva Alameda Futebol Clube em como os Filiados Fundadores, quepreencham preencham
os requisitos deste Estatuto no tocante a filiação à entidade.
 A área de abrangência da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol
Clube será aquele que estiver estabelecido pela legislação municipal.

Y  8° - As pessoas físicas que se enquadram no artigo 7°. Deste estatuto, somente tornar-se-ão
Filiados Efetivos após solicitarem sua filiação à Diretoria Executiva, Que examinará os pedidos e
dará seu parecer no máximo sete (07) dias após a sua reuniãoordinária, exceto os filiados
Fundadores que adquiram esta características pôr serem fundadores da Sociedade Beneficente
Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube e que não manifestarem vontade de se desfiliar da
entidade, nos termos do artigo 9°. Deste estatuto.
 Do parecer da Diretoria Executiva poderá haver recurso a Assembléia Geral que dará
a decisão final.

Y  - Os Filiados Efetivos, perderão a capacidade de filiados se comunicarem sua decisão que
é unilateral à Diretoria Executiva, que lavrará uma ata destas decisões.

Y ! - Os filiados Efetivos poderão ser excluídos pôr decisão da Assembléia Geral, após o
processo instruído pela Diretoria Executiva, nas seguintes condições e havendo justa causa,
após ser dada ampla oportunidade de defesa:
Se mudarem de residência e deixarem de atuar nas atividades da Sociedade Beneficente
Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.
Se praticarem falta grave nos termos deste Estatuto.
" A decisãoda Diretoriadeverá ser através do voto da maioria simples dos presentes,
desde que estejam presentes a maioria absoluta de seus membros. Que para confirmar a
exclusão deverá aprovar com 2/3 do voto de seus membros.

Y São direitos dos filiados Efetivos:

a Ȃ participar das atividades da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol


Clube e Esportiva inclusive das reuniões;
b Ȃ ter voz e voto nas reuniões da Assembléia Geral.

 nas reuniões da Assembléia Geral, os moradores da comunidade que não forem Filiados
Efetivos, somente terão direito à voz, sem direito a voto, se convidados pela Diretoria Executiva
ou pela Mesa Executiva da referida Assembléia Geral no início da sua reunião.


Nenhuns filiados efetivo poderá ser impedido de exercer direito ou função que lhe tenha
sido legitimamente conferido, a não ser nos casos e pelas formas previstas na lei ou neste
Estatuto.
Y  São deveres dos filiados:

a-p Acatar as decisões dos órgãos da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol
Clube
b-p Respeitar as normas deste Estatuto;
c-p Aceitar os encargos que lhe forem destinados.

Y  São direitos exclusivosdos Filiados Efetivos votar e ser votado para os cargos da Diretoria
Executiva e Conselho Fiscal, bem como exercer cargos de confiança da Diretoria Executiva.

Y  Os filiados não respondem subsidiariamente pelas obrigações assumidas pela Entidade.

Y    O ingresso na categoria Filiados Efetivos, obedecerás a normas estabelecidas neste
Estatuto, bem como o Regimento Interno da Diretoria Executiva.

 ##$%&
' ()
*
+, 
-  .
Y
/
, 0  0


 
 123


Y  São órgão da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube

a-p A Assembléia Geral;


b-p O conselho Fiscal
c-p Diretoria Executiva

 

Y/04
3


Y  A Assembléia Geral é o órgão soberano da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva


Alameda Futebol Clube, decide e delibera sobre qualquer assunto e será formada pelos Filiados
Efetivos, que terão direito a voz e voto.

Y 5 A Assembléia Geral terá as seguintes finalidades:

a-p Decidir soberanamente sobre todo e qualquer assunto de competência da Entidade,


inclusive sobre o que é de sua competência, ressalvadas as restrições expressas por este
Estatuto ou para ela mesmo, em última instancia.
b-p Discutir e votar as alterações totais ou parciais neste Estatuto, obedecendo as normas aqui
estabelecidas;
c-p Discutir e votar a extinção da Entidade, de acordo com as normas estabelecidas neste
Estatuto;
d-p Eleger a Comissão Eleitoral e votar o Regime eleitoral;
e-p Discutir e votar os Relatórios Administrativos e Financeiro da Diretoria Executiva, nos
termos deste Estatuto;
f-p Votar seu Regimento Interno;
g-p Julgar, em instancia final, os membros da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal;
h-p Eleger, junto com a Diretoria Executiva, três membros titulares e três suplentes do Conselho
Fiscal;
i-p Discutir e votar as propostas, encaminhamentos, moções, votos e sugestões de seus
membros, bem como as encaminhadas pela Diretoria;
j-p Eleger qualquer membro da Diretoria cujo cargo ficar vago por qualquer motivo de acordo com
este Estatuto, exceto nos casos aqui previstos;
k-p Julgar em primeira Instância Final os membros da Diretoria Executiva, do Conselho Fiscal ou os
seus próprios membros, e em instância final, os sócios efetivos.
l-p Discutir os problemas relacionados com a comunidade em geral, suas prioridades e
necessidades, decidindo sobre as mesmas,

Y   A Assembléia Geral se reúne ordinariamente uma vez por ano, sempre durante um ou mais
dias do mês de março e extraordinariamente sempre que convocada pelo Presidente da Sociedade
Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube ou pelo Presidente do Conselho Fiscal por
decisão própria ou pedido da maioria absoluta dos membros, ou a pedido de 1/5 (um quinto) dos
sócios.

   As reuniões de Assembléias Gerais Ordinárias deverão ser convocadas no mínimo 10 dias
antes, estabelecendo o local, datas e horários, através de circulares enviadas a seus membros e de
editais afixados na sua sede e em outros locais públicos da vila, devendo nestes editais constar ainda
a pauta, das reuniões. As reuniões de caráter extraordinárias deverão ser convocadas no mínimo até
72 horas antes, através de todos os meios possíveis com pauta previamente estabelecida.

   A Assembléia Geral instala-se com a presença da maioria absoluta de seus membros em l.a
Convocação e com a presença de no mínimo 1/5 de seus membros em 2ª e última Convocação 30
minutos após a 1ª. Convocação, exceto nos casos previstos neste Estatuto que exigem maioria
qualificada.

   A Assembléia Geral deliberará com a maioria simples de filiados presentes, ou seja 50%
(cinquenta por cento) mais 1 (um) na Assembléia Geral, exceto nos casos previstos neste Estatuto
que exigem maioria qualificada.

Y !  As reuniões de Assembléia Geral, serão presididas pelo Presidente da Sociedade


Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.

Y  Nas reuniões de Assembleia Geralque for tratar de alteração do Estatuto ou de extinção da
Entidade, somente poderão participar com direito a voto, os membros que estiverem em dia com
suas obrigações Estatutárias.

Y   Presidente da Assembléia Geral poderão ser convocados e dela participarem, todos os
demais moradores da comunidade que não forem Filiados, bem como, pessoas de outras
comunidades convidadas, tendo o mesmo direito à voz sem direito a voto.


 
     6

p
Y  O Conselho Fiscal Ȃ CONFIS Ȃ é o órgão de fiscalização das ações da Diretoria executiva, e
particularmente o setor financeiro e contábil e será formados três (03) membros titulares e três (03)
suplentes eleitos de quatro em quatro anos pelos Filiados Efetivos, junto com a Diretoria
Executiva.

Y   O Conselho Fiscal terá a competência para examinar e opinar sobre os relatórios de
desempenho fiscal e contábil e sobre as operações patrimoniais realizadas, emitindo pareceres
para a Assembléia Geral.
Y   O Conselho Fiscal Ȃ COFINS Ȃ reúne ordinariamente todos os meses, em datas e horários
previamente estabelecidos, e extraordinariamente sempre que convocado pelo seu Presidente ou
por 2/3 de seus membros, ou ainda a pedido do Presidente da Sociedade Beneficente Cultural e
Esportiva Alameda Futebol Clube e se instalará e decidirá com a presença de no mínimo dois dos
seus três titulares ou, na ausência deles, de seus substitutos legais.

a convocação extraordinária deverá ser feita com um mínimo de 24 horas de antecedência,
atravésde circulares aos seus membros, entregue a eles diretamente e com seu pleno conhecimento,
onde deverá constar o dia, hora, local e a pauta da reunião. Conselho Fiscal terá a competência para
examinar e opinar sobre os relatórios de desempenho fiscal e contábil e sobre as operações
patrimoniais realizadas, emitindo pareceres para a Assembléia Geral.


 7

  
-8 .


Y  A Diretoria Executiva é o órgão que dirige, administra e representa a Entidade em suas
relações internas e externas, em consonância com este Estatuto, e é constituída por:
a Ȃ Presidente;
b Ȃ Vice Presidente;
c Ȃ 1° Secretário;
d Ȃ 2° Secretário;
e Ȃ 1° Tesoureiro;
f Ȃ 2° Tesoureiro;

Y   Os membros da Diretoria serão eleitos para um mandato de quatro anos. Sendo
permitida uma única reeleição e serão eleitos pelos votos dos membros da Assembléia Geral dos
Filiados, pelo Sistema Majoritário. Exceto no caso especial estabelecido neste Estatuto.

Y 5  Compete a Diretoria Executiva, coletivamente, administrar a Sociedade Beneficente


Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube em particular:

a-p Elaborar e votar seu Regimento Interno


b-p Designar Comissões para os encargos que se apresentarem;
c-p Criar Departamentos e nomear seus Coordenadores, de acordo com este Estatuto;
d-p Colher dados e fazer levantamentos sobre as necessidades da comunidade procurando resolvê-
los junto com os moradores ejunto aos poderes constituídos para tal;
e-p Participar ativamente das atividades comunitárias;
f-p Prestar informes a seus associados e relatórios de atividades a Assembléia Geral de Filiados;
g-p Semestralmente, encaminhar a Assembléia Geral de Filiados o Relatório Administrativo e
Financeiro e no fim da gestão o Relatório Final Administrativo e Financeiro, sob pena de falta
grave.

 As decisões da Diretoria Executiva serão tomadas pelo voto da maioria simples, devendo
estar presentes à maioria absoluta de seus membros.

   É de competência, também, da Diretoria Executiva, convocar todos os moradores da


comunidade, independente de serem ou não Filiados Efetivos, para reuniões amplas e para
tratarem de assuntos de interesse geral da mesma. Nestas reuniões, todos terão direito a voz e a
voto, não podendo, entretanto, as decisões que nelas forem aprovadas, contrariarem decisões
anteriores da Assembléia Geral.
Y   Compete ao Presidente:

AȂpresidir e dirigir todos os atos administrativos da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva


Alameda Futebol Clube cabendo-lhe representar judicial ou extra judicialmente, ativa e
passivamente a Entidade;
b- convocar e presidir as reuniões da Diretoria Executiva e da Assembléia Geral, de acordo com este
Estatuto;
c- empossar os membros dos cargos de confiança, após terem sido nomeados pela Diretoria
Executiva;
d- tomar resoluções ad-referendun da Diretoria Executiva em casos imprevistos e inadiáveis,
notificando logo após o ato.

Y ! Compete ao Vice Presidente substituir o Presidente nos seus impedimentos temporários, e
em definitivo em caso de vacância do cargo, por qualquer motivo, e auxiliá-lo em suas funções.

Y  Compete ao 1°. Secretário:


a-p Coordenar as atividades administrativas da Entidade;
b-p Manter os documentos e fichário da Entidade e ser responsável por eles;
c-p Assinar todo e qualquer documento da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda
Futebol Clube junto com o Presidente, exceto os de caráter financeiro;

 Ao 2° Secretário compete auxiliar o 1° Secretário nas suas funções e substitui-lo nos seus
impedimentos temporários e em definitivo em caso de vacância do cargo por qualquer motivo.

Y  Compete ao 1° Tesoureiro:

a-p Coordenar as atividades da Tesouraria e de todo o setor financeiro da Entidade, fazer


pagamentos e assinar recibos e recebimentos;
b-p Assinar os cheques e ordens de pagamento junto com o Presidente.
c-p Elaborar a Prestação de Contas da Diretoria, assinar junto com o Presidente e encaminhá-la ao
Conselho Fiscal, nos termos estabelecidos pôr este estatuto.

Ao 2° Tesoureiro compete auxiliar o 1° Tesoureiro nas suas funções e substituí-lo nos seus
impedimentos temporários e em definitivo em caso de vacância do cargo por qualquer motivo.

Y   As normas de prestação de contas a serem observadas pela Diretoria estabelecerão o


seguinte:

a-p a observância dos princípios fundamentais da Contabilidade e das Normas Brasileiras de


Contabilidade,
b-p a necessidade de publicidade, pôr qualquer meio eficaz, no encerramento do exercício fiscal, ao
relatório de atividades e das demonstrações financeiras da Sociedade Beneficente Cultural e
Esportiva Alameda Futebol Clube, incluindo-se ai as Certidões Negativas de débito junto as INSS
e ao FGTS, colocando-os ao exame de qualquer cidadão.
c-p A realização de auditoria, inclusive pôr auditores externos e independentes se for o caso, da
aplicação de eventuais recursos objeto de Termo de Parceria entre a Sociedade Beneficente
Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clubee o Poder Público, conforme previsto em
regulamento.

a prestação de contas de todos os recursos e bens de origens públicas recebidos pela
Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube, será feito conforme
determina o parágrafo único do artigo 70 da Constituição Federal.
p
Y   Os Departamentos funcionarão como órgãos auxiliares da Diretoria Executiva, sendo
criado através de um projeto aprovado pela mesma e seus membros e Coordenadores serão
escolhidos pela Diretoria Executiva.
Y   Os cargos de Diretoria e do Conselho Fiscal serão exercidos gratuitamente, podendo,
entretanto se instituir remuneração para os dirigentes da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva
Alameda Futebol Clube que atuem efetivamente na gestão executiva de projetos oriundos de
Parceria entre a Entidade e o Poder Público, bem como para aqueles que a ela prestem serviços
específicos, respeitado em ambos os casos, os valores praticados pelo mercado na área de atuação da
Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.

Y  As funções dos Departamentos deverão estar estabelecidas no projeto de sua criação.

Y   A Diretoria Executiva reunir-se-á ordinariamente uma vez por mês, sempre antes das
reuniões ordinárias do Conselho Fiscal, sem pauta pré-estabelecida e extraordinariamente sempre
que convocada pelo Presidente de Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol
Clube por decisão própria ou a pedido de 1/3 de seus membros, e se instala com a presença da
maioria absoluta de seus membros.

Y 5 Toda a vez que houver vacância de cargos na Diretoria Executiva, excetono do Presidente,
ou de todos os membros, quando caberá a Assembléia Geral de Filiados, em reunião extraordinária,
eleger novos titulares para os cargos vagos, até seis meses antes das eleições, poderá o Presidente da
Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube nomear substitutos temporários,
que terão as mesmas funções, deveres e direitos dos titulares.

##$%&
*9&*:;-*<Y*


 
 *
9
 /=

Y    O Fundo Social e o Patrimônio será constituído pelos bens móveis e imóveis, legados,
doações, títulos de renda, dinheiro em espécie, depósitos bancários ou qualquer outros pertencentes
à Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.

Y ! A Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube terá como fontes de
recursos para a sua manutenção:

a-p As doações de seus Filiados e simpatizantes


b-p Os recursos oriundos dos Termos de Parceria entre ela e o Poder Público, nos termos da Lei
9.970 de 23 de março de 1999;
c-p Os recursos oriundos de promoções sociais, esportivas, culturais e outras, pôr ela promovidas.


 


-12

Y  - As eleições da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube serão
realizadas durante o dia das 9:00 as 17:00 horas, vinte e quatro(24) horas após a realização da
Assembléia Geral. Ordinária, sempre nos anos impares, em um 4 dias dos meses de março e ou abril,
pelo voto direto, secreto e universal dos filiados efetivos, se houver mais de uma chapa inscrita.

Y   Se houver apenas uma chapa inscrita, será realizada uma reunião da Assembléia Geral de
Filiados e a mesma será eleita por aclamação.

Y  Caberá ao Regimento Eleitoral, votado de acordo com este Estatuto, estabelecer as normas
que regerão o processo eleitoral, devendo após ser aprovado, ser registrado no Cartório do Registros
Especiais, junto com os demais documentos da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda
Futebol Clube ficando em caráter permanente, sendo alterado somente se houver manifestação da
Assembléia Geral de Filiados.
   Caberão, também ao Regimento eleitoral estabelecer as normas que determinarão a
inelegibilidade.

Y  O processo acima servirá também para as eleições do Conselho Fiscal, que se renova a cada
dois anos, junto com a Diretoria.

Y  Para estar apto a concorrer a cargos eletivos da Sociedade Beneficente Culturale Esportiva
Alameda Futebol Clube o filiado deverá:

a-p Estar associado há, pelo menos, seis meses antes da realização das eleições;
b-p Estar em dia com suas obrigações de associado;
c-p Não estar respondendo a processo judicial.


 

< /
 



Y  - Incorrerá em pena disciplinar os diretores da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva


Alameda Futebol Clube em particular e, de modo geral, os filiados efetivos que praticarem as
seguintes faltas:

` p Prejudicar direta ou indiretamente, os interesses da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva


Alameda Futebol Clube desrespeitando os Estatutos, Regulamentos Internos e deliberações dos
órgãos da mesma;
0 p Desacatar qualquer diretor da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol
Clube quando no exercício de sua função;
¦ p Representar a Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube ou fazer uso
indevido de seu nome sem que para tal tenha investidura orgânica ou esteja devidamente
autorizado;

Y  Cabe a Diretoria Executiva, analisar, instruir, e recomendar a Assembléia Geral de Filiados
parecer circunstanciado, as seguintes penalidades, de acordo com o dolo ou culpa dos apurados:

`p Advertência;
0p Suspensão dos direitos sociais pôr seis meses;
¦p Suspensão dos direitos sociais pôr doze meses;
½p Exclusão do quadro social da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube.

Y 5  Qualquer filiada ou membro da Sociedade Beneficente Cultural no gozo de suas


prerrogativas, poderá encaminhar a Diretoria Executiva, pôr escrito, denúncia pedindo a apuração
de fato que impliquem em faltas descritas no art. 48 deste Estatuto, assegurando ao acusado amplo
direito de defesa.

   No caso de afastamento a Diretoria Executiva, imediatamente comunicará às filiadas,


apresentando as razões do ato punitivo, e solicitando, se. For o caso, a indicação de membro
substituto.

 A exclusão do filiado efetivo só é admissível havendo justa causa, e após ter sido dado ampla
oportunidade para a defesa do mesmo, obedecido ao disposto neste capítulo e pelo voto concorde da
maioria simples dos filiados presentes a Assembléia Geral de Filiados, após ter sido aprovado pela
Diretoria Executiva conforme estabelece este Estatuto.

p p p p p

 7
   
>, /
-
 

Y    O presente estatuto poderá ser reformado no todo ou em parte em Assembléia Geral de
Filiados Extraordinários, convocada especialmente para tal fim, pelo voto de concorde de 2/3 dos
presentes e com a presença da maioria absoluta dos seus membros em primeira convocação ou em
2ª convocação, com a presença de no mínimo 1/3 dos membros.


 7

-81)9
 /=

Y ! A extinção da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube somente
poderá ser efetivada se obtiver o voto de 2/3 dos filiados efetivos, reunidos em Assembléia Gerais
Extraordinárias, convocadas especialmente para tal fim.

   Em caso de extinção, o Patrimônio da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda


Futebol Clube, após serem saldadas as dívidas existentes, será destinado a Entidades semelhantes e
qualificadas na Lei 9.790 de 23 de março de 1999, cabendo a Assembléia Geral decidir sobre este
assunto.

   Na hipótese da Sociedade Beneficente Cultural e Esportiva Alameda Futebol Clube perder a
Qualificação instituída pela Lei 9.790, de 23 de março de 1999, o respectivo acervo patrimonial
disponível adquirido com recursos públicos durante o tempo em que perdurar a sua qualificação
instituída pela referida Lei será, transferido para outra entidade qualificada pôr aquela Lei,
preferencialmente que tenha o mesmo objeto social e que seja localizada na própria comunidade ou
perto dela.


 7
 12
#
' 


Y A atual Diretoria terá seu mandato até Abril de 2015.


Y   Os casos omissos serão resolvidos em primeira instância pela Diretoria Executiva, e em
instância final pela Assembléia Geral de Filiados.
Y  Ficam revogadas todas as disposições em contrário.
Y  - As emendas a este Estatuto entrarão em vigor imediatamente.

p
p
pppppppppppppppppppppp
½ pp`p p p pppppppppppp¦`p ¦ p½`p
¦  p½ p  `p
p ½  p p p p p pppppppppppppppppppp p ¦ `p
p

p
Y Y DE FUNDY ELEI E PE DY IEDYDE BENEFIEN E UL URYL E
EPR IVY YLYEDY FU EBL LUBE

p  p pp pp$ 


ppp pp$p pp%p p
 &$p ppp
 p  pp
 p pp'p(
ppp

)p p * p(
p p

pp p  pp
pp
p p  p
 p  p+ p 
pp
 pp
#p
p,$p p
pp  ppp
#p,  p' %
p p ! pp
-
p
p


p  p p  p  p p   p
pp p.p

p p
p p 
p    ! p p  p  p  ! p 
p p 
p  p 
p p
 p p 
p    p p  %p p  p  p  p p  p p 
p


 pp p p
 p&$p ppp
 p'p  p p

p p 
 p   p p p p  p  p  ! p p  p  p
 p p p  p 
 p  p . .
p

! #pp
p
p  p  p
  p p  p  p  p p  
 p p 

 #p &p p  p   p p
 p  p 
$p p 
 p p 
p 
! p  p %  p p .p p  p p 
$p
 p  p %  p %  p p 
! #p & p 
p p  
p 
p  
p 
p
p 
p    p 
p p / p %  p 
 p  p p 

 p  p  0p
1'2& 3)
p,$p p42)1'2& 3)'   p5
pp-
p1'252'-p
'36'2-)p ,  p ' %
p  p  ! p p -
p (7 &-p '36'2-)( 
 p
 pp-
p1'252'-p3-7'2'-)
p p
p(7 &-p3-7'2'-)
$ 
p,

p- ,8-p2,) 
p
*pp
pp )'p p' p
' % p  p  p  ! p 5
p p -
p )9p 5
p p -
p
&
p pp-
p5
 p  
p p p,

#p-pp
p  p p
p
p  p  p   p p   p p p  
 p p  p 
p
. 
 :;<=<>;<=?@#p -p %
p 
p ,$p  p p   p  p 1
p

 p p
! pp p  
! ppp p p 

p p  p.p p   p



p  p.p

ppp
# p

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAApppppppppppppppp ppppppppppppppppp AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA p


p,$p  p p p p ,  p' %
p p ! pp -
p
ppppppp1
pp p p p p p =Bp)p

p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
Ê p p  
p p
 p p  p  p
p 
p
 
p p 

p
p
p
p  Êp Ê p   p p !Ê"p  #p
 p p p  p
p 
p $p %&'p %
p 
p

(p p
p  % p % %p $p %
p )
 *p  *p # 
p +p
%,-./0-0102'p
p !p%,/'&1&21&.3.1p % p%
p
p$pp%*&'p 

*ppp
  
pp p 
p% 
p %p  %
45p
%6
p
p
p
p
p
p
p
p
p
  ppp
pp p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p p p p p p 777777777777777777777777777777 p
p p p p p p p p ! % p
p p p p p p p ppppp% %p $p%
p
p
p
p
p
p
p
p
à p pp 
àpà p
p
p
p
  



9  Ȃ Anderson Luiz Bonai, brasileiro, solteiro, natural de Porto Alegre, Motorista,
nascido em 24/04/83. RG =<CD=D?DE;p 1p Bp 829495490/04 residente e domiciliado a rua
Doze n°92 Alvorada/RS.

79 Rafaela Meireles de Oliveira, brasileira, solteira, dona de casa, natural de


Porto Alegre, nascida em 16/02/83 RG 2086463504, CPF 81132 0850/04, residente e
domiciliada a rua Doze n°92 Alvorada/RS.

79  Ȃ José da Rocha Nunes, brasileiro, casado, comerciante, natural de Viamão,
nascido em 1°/04/54 RG 2051561997, CPF 237740020/53, residente e domiciliado a rua Doze
n°12 casa 15 Alvorada/RS.

* ? Ȃ Luciano Richert da Conceição de Oliveira, brasileiro, solteiro, natural de Porto
Alegre, 22/12/89, militar, RG 1095919261, CPF 022650560/06, residente e domiciliado a rua
13 n°185 Alvorada/RS.

 * ? ȂJanaina Ramos Nunes, brasileira, solteira, natural de Porto Alegre, nascida em
27/05/91, autônoma, RG 1103658447, CPF 852485760/91, residente e domiciliada a rua 12
n°41 Alvorada/RS.

#   Ȃ Everton Nunes Soares, brasileiro, solteiro, autônomo, natural de Porto Alegre,
nascido em 05/07/86, RG 1076474079, CPF 007684260/65, residente e domiciliado a rua Doze
n° 51 Alvorada/RS.

 #   Ȃ $ 


p ,

, brasileira, solteira, técnica em enfermagem, nascido em
02/05/83, natural de Porto Alegre, RG8083222698, CPF 001228410/69, residente e
domiciliado a rua Silveira Martins n°260 bloco A, 101, Alvorada/RS.

   3
Ȃu p 
p  p  p , p 

p 
p  p   p  p <;><;>CEp
 
pp1
p
p'(pE<F=<FGF=?p1p<<??<;=G<>?<p
pp   p p
 p
p
5
p;D<p p&pBH<<

6
# 
@

Emerson André do Amaral dos Santos, brasileiro, solteiro, cobrador, nascido em 21/02/78,
natural de Porto Alegre, RG 8075670003, CPF 947995040/57 , residente e domiciliado a rua
Silveira Martins n°229, Alvorada/RS.

'p p' p' % p



p
p
p  p p;;><=>GDp 
pp1 pp
'(pE<?EHHDC<Dp1pG?HDHFD?<>?Fp
pp   p p
 p-$pBpF;p  p;p
 >'#p
p
 p p ! p5
pp-
p

p   p pp  p   p p<C>=;>D<p
 
pp 1
p
p'(p=<HGH=;H?Hp1p ?E?DD?CH<>CGp
p p    p p
 
p
5
p ppBH<;p
 >'#p
p
onselho Fiscal lente:

9p 5
p p -
p 

p 
p 
p    p  p ;E><;>CCp  
p p 1
p

p'(p?<CDD?C?F;p1p<=E=<DD?<><Fp
pp    p p
 p
p5
p;D<p p
pB;<;p
 >'#p
p
&
p pp-
p

p  p  p  p p;=><G>EEp 
pp1  
p p
5Ip '(p E<<<E?C;CCp 1p ;;=;EG=<<>H<p
p p    p p
 p 
p 5
p ;D<p
 ppB;<;p
 >'#p
p
p
5
 p   
p  p  p ,

p 

p   p   p    p  p <H><G>?=p  
p
 $ p '(p =<<=DD?G<Hp 1p =CHGHGDH<>=Ep
p p     p p
 p -$p Bp F;p  p ;p

 >'#p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
p
IEDYDE BENEFIEN E UL URYL E EPR IVY YLYEDY FU EBL LUBE
͞BEYF
ede Provisória: Ra Doze, 92, Nova Ylvorada/R

RELY D
Y  I
Y FUNDYDRE
Y

® A &.


, brasileira, solteira, vendedora, nascida em 25/02/88, natural de
Porto Alegre, RG 4086648492, CPF 015106640/09, residente e domiciliada a ru a Silveira
Martins 260, bloco C, n°202 Alvorada/RS.

 *.
  &.
, brasileiro, casado, aposentado, nascido em 21/07/55, natural de
Palmeira das Missões, RG 5000548288, CPF 221257100/30, residente e domiciliado a rua
Silveira Martins 260, bloco C, n°202 Alvorada/RS.
A

 Y 8

 
 *.
 %  , brasileira, casada, aposentada, nascida em 03/07/41,
natural Amazonas, RG 1001664703, CPF 183737630/15, residente e domiciliada a rua Onze n°
92, casa 2, Alvorada/RS.
-/ Y 4Y/

 *
, brasileiro, solteiro, cobrador, nascido em 21/02/78,
natural de Porto Alegre, RG 8075670003, CPF 947995040/57, residente e domiciliado a rua
Silveira Martins n°229, Alvorada/RS.
>0
>
>6
, brasileiro, solteiro, vendedor, nascido em 22/01/76, natural de Passo
Fundo, RG 5045336806, CPF 743639640/49, residente e domiciliado a rua Onze n° 92, casa 2,
Alvorada/RS.
*
( 
 1) A   &.
, brasileira, casada, dona de casa, nascida em
08/12/60, natural de Porto Alegre, RG 1037312343, CPF 454664830/87, residente e
domiciliada a rua Silveira Martins, bloco F, n°302, Alvorada/RS.
B

 
 *.
 %/, brasileiro, solteiro, autônomo, nascido em 02/02/85, natural de
Porto Alegre, RG 5091097914, CPF 004402170/40, residente e dom iciliado a rua Silveira
Martins 260, bloco D n°300.
-C
/
%  , brasileira, solteira, técnica em enfermagem, nascido em 02/05/83, natural
de Porto Alegre, RG8083222698, CPF 001228410/69, residente e domiciliado a rua Silveira
Martins n°260 bloco A, 101, Alvorada/RS.
-.  <  *
, brasileiro, solteiro, autônomo, natural de Porto Alegre, nascido em
05/07/86, RG 1076474079, CPF 007684260/65, residente e domiciliado a rua Doze n° 51
Alvorada/RS.
B


 >
/ < , brasileira, solteira, natural de Porto Alegre, nascida em 27/05/91,
autônoma, RG 1103658447, CPF 852485760/91, residente e domiciliada a rua 12 n°41
Alvorada/RS.
% 
 >6  
 1)  &.
, brasileiro, solteiro, natural de Porto Alegre,
22/12/89, militar, RG 1095919261, C PF 022650560/06, residente e domiciliado a rua 13 n°185
Alvorada/RS.
B4
>6
< , brasileiro, casado, comerciante, natural de Viamão, nascido em 1°/04/54
RG 2051561997, CPF 237740020/53, residente e domiciliado a rua Doze n°12 casa 15
Alvorada/RS.
>
,

A &.
, brasileira, solteira, dona de casa, natural de Porto Alegre, nascida
em 16/02/83 RG 2086463504, CPF 811320850/04, residente e domiciliada a rua Doze n°92
Alvorada/RS.
Y  % C +
, brasileiro, solteiro, natural de Porto Alegre, Motorista, nascido em
24/04/83. RG 1086164652, CPF 829495490/04 residente e domiciliado a rua Doze n°92
Alvorada/RS.
>
A

YC., brasileiro, solteiro, autônomo, natural de Porto Alegre, nascido em
02/02/86, RG 9089647607, CPF 004508450/52, residente e domiciliado a rua Silveira Martins
260, bloco E, n° 100 Alvorada/RS.
p
p