Você está na página 1de 5

BOOK DO PATROCINADOR

PROJETO: CAMINHADAS PELO CENTRO

CARACTERISTICAS DO PATROCINIO:

O Patrocínio poderá ser na totalidade do projeto em ou cotas


O Patrocinio é articulado com um percentual a ser recolhido do ICMS

APROVADO PELO PAC ICMS NO MONTANTE DE R$ 73.291,95

VANTAGENS SUPLEMENTARES PARA O PATROCINADOR

Inclusão do logotipo do patrocinador em todo o material de divulgação. ( TV, Rádio,


Áudio pré gravado que precede a caminhada, jornais, Mapa Cultural (3800), cartazes (200),
ingressos (3000), Flyers (5000), Banners (2), Bandeiras (6), capa de chuva (400), Uniforme de
Verão (25), Colete descartável (3000), Colete de Identificação da Equipe (25)).

Para Patrocinadores do valor integral inclusão nos cartazes da Frase:

“EMPRESA”
Apresenta

Para Patrocínio de cotas menores que a integral estipulação das condições, caso a caso.

DADOS DO PROJETO

Número CGP: 0907336324

Nome do Responsável Legal: Carlos Beutel


CPF81403437815
RG6028905

Responsável Técnico: Wellington Rodrigues Costa,


Contatos: Tel. 011 39384469 / 94550402, Wellington.rcosta@gmail.com

Dados do Responsável Técnico/Gestor: Wellington Rodrigues Costa

RESUMO DO PROJETO
O projeto Caminhadas Pelo Centro consiste em possibilitar gratuitamente ao publico o acesso a 22
caminhadas que resgatam e priorizam aspectos patrimoniais, artísticos e culturais existentes na
área central da cidade de São Paulo. Tal caminhada além de atender o público em geral e os
turistas que visitam a cidade; priorizará que as populações periféricas, sob risco social,
deficientes, crianças, adolescentes e idosos tenham acesso pleno a tais serviços.
As caminhadas serão detentoras de uma infla-estrutura de excelência que atenda comodamente e
de modo seguro às necessidades diferenciadas do publico diferenciado a que se direciona.
Atendendo, também, as lacunas educacionais, turístico culturais, de responsabilidade social
preservação do patrimônio histórico e cultural, inclusão de deficientes e revalorização do centro.
Estruturalmente cada uma das caminhadas além de estar aberta gratuitamente ao publico em geral
também será constituída por transporte gratuito para grupos de excluídos sociais, deficientes,
idosos, crianças, etc; Uma palestra que abordará aspectos históricos, artísticos e culturais; lanche e
hidratação; um dos 8 roteiros pré-definidos com cerca de uma hora e meia de duração. Atendendo
a um publico estimado direto de 3000 pessoas + o publico se agrega as caminhadas durante o
percurso estimado em 1000 pessoas.

DESCRIÇÃO
O projeto prevê a articulação de 22 Edições das Caminhadas pelo Centro; sendo durante 4 meses.
As caminhadas serão de acesso livre e gratuito ao publico em geral. Atendendo a um público
direto de 3000 pessoas.
Como infra-estrutura cada caminhada contara com o suporte de 2 guias turísticos, 2 monitores
(devidamente treinados para atender as necessidades especiais de cadeirantes, deficientes físicos,
deficientes visuais e auditivos), 1 enfermeira e um segurança.
Cada caminhada será composta por:
Transporte Gratuito: Gratuidade no transporte para populações periféricas em ônibus fretado. A
origem de tal grupo será de ONGS, CEUS e associações que atendam deficientes, crianças e
adolescentes sob situação de risco social, idosos, etc.
Palestra: Palestra com uma hora de duração, constituída por palestrantes que abordem temas como
arte, cultura, preservação patrimonial, responsabilidade social, revalorização do centro,
arquitetura, etc.
Lanche: Lanche equilibrado para atender as necessidades nutricionais e de hidratação do público
que participara das caminhadas.
Kit de Caminhada: Entrega gratuita do Kit de Caminhada que será composto por Colete de
identificação, Capa de Chuva (quando necessário) Mapa Cultural do Centro e Ingresso.
Caminhada: Com a Duração de uma hora e meia, detendo 8 roteiros diferenciados que abranjam a
totalidade dos bens culturais e artísticos presentes na área central da cidade de São Paulo.

OBJETIVOS
• Levar a termo à totalidade da produção das 22 edições de Caminhadas Pelo Centro atendo-se à
critérios de rigor técnico e excelência.
• Proporcionar os meios pelos quais o público tenha acesso pleno e gratuito ao projeto.
• Torna possível prioritariamente acesso a uma população periférica e excluída a bens do
patrimônio cultural e artístico presente no tecido urbano.
• Ampliar o debate da preservação do patrimônio artístico e cultural.
• Ampliar o debate sobre os temas abordados pelos palestrantes: Artes, cultura, preservação,
responsabilidade social, revalorização do centro, a importância renovadora do turismo cultural.
• Proporcionar os meios pelos quais os profissionais envolvidos no projeto possam exercer em
plenitude suas atividades. Sendo, portanto, fator de geração de emprego de uma mão de obra
qualificada para ampliar o acesso a bens culturais vivos.
• Resgate de uma área que por décadas foi sujeita a uma degradação urbana.
• Possibilitar a re-ocupação urbana com atividades turísticas e culturais.
• Possibilitar a integração de deficientes e excluídos com a cidade e o tecido social urbano,
ampliando a auto-estima de tal grupo.
• Divulgação de bens culturais que são desconhecidos do grande público assim como os aspectos
históricos que são associados aos mesmos; fator este que ampliará a preservação do patrimônio
cultural e artístico.

JUSTIFICATIVA DO PROJETO
O Projeto Caminhadas Pelo Centro tem múltiplas justificativas para ser implementado:
Educacionais: Promover através das palestras educacionais e das visitas guiadas acesso pleno a
bens culturais, patrimoniais e arquitetônicos presentes na região central da cidade de São Paulo.
Difundir e ampliar o conhecimento histórico urbano; empregando para tal fim enfoques
educacionais, impressos (Mapa Cultural do Centro), visitas presenciais.
Preservação do Patrimônio Cultural, Artístico, Histórico e Arquitetônico: As Caminhadas Pelo
Centro visam esclarecer e sensibilizar a população sobre a importância de preservar os
patrimônios culturais, históricos e artísticos urbano. Possibilitar entender a história evolutiva da
cidade ao longo do tempo gerando ligações afetivas pautadas na nostalgia.
Re-ocupação e Revalorização dos Espaços Urbanos: O Projeto ampliara a ocupação do espaço
urbano em horário e modos diferenciados dos usuais, pretensão está que se integra
harmoniosamente com iniciativas públicas de programas de revalorização da área central.
Turismo Cultural: Ampliação do potencial de uso da área central da cidade de São Paulo por suas
características históricas, artísticas, culturais e arquitetônicas na implantação continuada de ações
de Turismo Cultural.
Responsabilidade Social: Possibilitar que integrantes de comunidades carentes, periféricas e
sujeitas a risco social (preferencialmente crianças, adolescentes, idosos e deficientes) tenham
acesso a bens culturais e educacionais de forma plenamente gratuita.
Implementar por meio de parcerias com ongs e Núcleos de Ação Local o acesso pleno das
comunidades sob risco social com as quais tradicionalmente atuem; promovendo uma articulação
de forças para defender a inclusão dos excluídos dentro do tecido urbano e cultural. Para tal fim,
atender todas as necessidades de tal população com transporte gratuito, alimentação, segurança e
apoio na área de saúde.
Acessibilidade: O projeto contará com monitores e enfermeira devidamente treinados para atender
plenamente as necessidades de crianças, idosos, cadeirantes, deficientes auditivos, deficientes
visuais e idosos. Sendo que as Caminhadas pelo Centro são articuladas com roteiros específicos
para atender as mais diversas necessidades dos deficientes. Fator este que é um agente ampliador
da inclusão de tais grupos a ocuparem o tecido urbano e ampliarem sua interação com os não
deficientes.

SOBRE A LEI DA CULTURA – PAC (PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL)

CONDIÇÃAO INICIAL DE ATUAÇÃO DO PATROCINADOR:


O Patrocinador precisa se inscrever no site da Secretaria de Estado
da Fazenda
(www.fazenda.sp.gov.br) e aguardar a resposta de qual valor poderá
ser disponibilizado
mensalmente para apoiar projetos com isenção de ICMS.

COMO FUNCIONA PARA O PATROCINADOR


DE CONTRIBUINTE A PATROCINADOR DA CULTURA
O Programa de Ação Cultural – PAC oferece ao contribuinte do ICMS a oportunidade
de patrocinar a produção artística e cultural de São Paulo, apoiando financeiramente
projeto credenciado pela Secretaria da Cultura do Estado. Quem participar do
programa poderá aproveitar-se de benefício fiscal, creditando-se do valor destinado
ao patrocínio obtendo benesses outras ligadas à divulgação associadas ao projeto.
Sistema informatizado
O contribuinte interessado no PAC conta com o apoio de sistema especialmente
desenvolvido pela Secretaria da Fazenda do Estado para facilitar a participação e
imprimir transparência a todo o processo. O acesso ao sistema é disponível aos
contribuintes a partir do Posto Fiscal Eletrônico - PFE - endereço eletrônico
www.pfe.fazenda.sp.gov.br.
INSTRUÇÕES OPERACIONAIS
O contribuinte destina parte do Imposto a Recolher ( ICMS) a projeto credenciado
pela Secretaria de Estado da Cultura. Esse é o momento culminante de um processo
que pode ser visualizado da seguinte forma :
FASE DE CREDENCIAMENTO
A idéia aqui presente é a de reconhecer previamente os contribuintes interessados
em participar do PAC; ganha-se em eficiência : o tratamento complexo exigido pela
lei para habilitação e cálculo de limites é desencadeado a partir de manifestação
formal.
O credenciamento é feito por Inscrição Estadual
No pedido de credenciamento, é recomendável indicar o estabelecimento
centralizador, no caso dos contribuintes que adotam esse procedimento para a
apuração do ICMS
FASE DE HABILITAÇÃO
Confira as situações que afastam a decisão favorável da Fazenda sobre o pedido de
credenciamento:
- Inadimplência em relação ao pagamento do imposto
- Ausência de entrega de GIA
- Outra situação irregular perante o fisco, no que se refere ao cumprimento das
obrigações tributárias principal e acessórias
- Falta de enquadramento no Regime Periódico de Apuração (RPA) no exercício atual
e anterior.
A habilitação é renovada mensalmente; isto significa:
- que haverá um limite específico para cada mês
- que o aproveitamento de todo o potencial do PAC passa por uma distribuição, ao
longo do ano, da destinação de recursos aos projetos culturais
- que a Secretaria da Fazenda decidirá, sucessivamente, sobre a habilitação do
contribuinte, com base em informações atualizadas sobre a regularidade de sua
situação.
FASE DE DESTINAÇÃO DE RECURSOS
Aqui, duas ações são fundamentais e são executadas seqüencialmente: a Consulta
ao Aviso de Habilitação e a Destinação de Recursos através de Boleto Bancário,
funcionalidades abrigadas no sistema PAC.
O limite individual deve mudar a cada mês em função da própria atividade
econômica do contribuinte, logo é fundamental a consulta ao Aviso de Habilitação de
Patrocinador do PAC. É possível destinar recursos a dois ou mais projetos, basta
emitir os boletos bancários correspondentes. Importante : o somatório dos valores
dos boletos pagos não poderá ser superior ao valor máximo autorizado para o mês
de habilitação.
O CÁLCULO DO LIMITE INDIVIDUAL
A legislação prevê tanto a fixação de um limite global (valor que o Estado irá liberar
para captação no ano) de concessão do benefício como a apuração de limites
individuais (valor que cada contribuinte poderá disponibilizar no ano).
ORIENTAÇÃO
Além da consulta a este manual e às normas que disciplinam o PAC, reproduzidas a
seguir, procure se familiarizar com o sistema, acessando o Posto Fiscal Eletrônico-
PFE. Caso persistam dúvidas, obtenha orientação adicional, utilizando-se do Serviço
de Correio Eletrônico da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, serviço
disponível no endereço eletrônico http://www.fazenda.sp.gov.br/email.
Assessoria de Projetos Culturais
Secretaria de Estado da Cultura
Rua Mauá, 51 - Luz - CEP: 01028-900 - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3331-3214
pac@cultura.sp.gov.br