Você está na página 1de 2

Questão 101: anulação ou alteração de gabarito

O índice de produtividade por ponto de função é, em geral, constante para o desenvolvimento


de aplicações similares em termos de arquitetura/plataforma tecnológica, métodos de
engenharia de software, experiência da equipe e porte do projeto, o que tornaria a questão
correta. Entretanto, como não há referência na questão à complexidade dos projetos e nem às
equipes envolvidas, pode-se alegar falta de elementos para formar juízo.

Questão 102: alteração de gabarito, de C para E


Não se pode afirmar com certeza que a introdução de uma nova página HTML produza um
aumento na quantidade de pontos de função. Isso ocorrerá somente se essa nova página
oferecer funcionalidades adicionais que atendam a requisitos do usuário. Por exemplo, caso se
trate de uma página criada para atender necessidades ou limitações técnicas, a mesma não
deverá ser computada no cálculo de pontos de função da aplicação.

Questão 103: alteração de gabarito, de C para E


Segundo o RUP, "cada detalhamento do fluxo de trabalho representa uma habilidade-chave
que precisa ser aplicada para executar o gerenciamento eficiente de requisitos. Analisar o
Problema e Compreender as Necessidades dos Envolvidos são o foco durante a fase de
Iniciação de um projeto, ao passo que a ênfase recai em Definir o Sistema e Refinar a
Definição do Sistema durante a fase de Elaboração. Gerenciar o Escopo do Sistema e
Gerenciar Requisitos Variáveis são detalhes feitos continuamente ao longo do projeto."
As atividades "Modelar a interface do usuário" e "Criar um protótipo da interface do usuário"
fazem parte do detalhamento do fluxo de trabalho "Refinar a definição do sistema" e, portanto,
são tipicamente executadas durante a fase de elaboração.

Questão 109: alteração de gabarito, de E para C


O padrão de folhas de estilo XSLT permite que sejam desenvolvidos vários templates
alternativos para aplicação a um mesmo documento-fonte XML, de modo que a seleção entre
os templates se dê por meio de elementos de processamento condicional <xsl:if> e de
definição de variáveis <xsl:variable> e parâmetros <xsl:param>.
O uso dos recursos citados permitiria, por exemplo, criar folhas de estilo XSLT que realizassem
automaticamente modificações no código HTML produzido para se adequar a diferentes
clientes http, fossem eles softwares navegadores (Internet Explorer, Firefox, Opera, etc.) ou
aplicações cliente dedicadas.

Questão 116: alteração de gabarito, de C para E


A decisão pela adesão ao modelo de software livre e pela redistribuição dos softwares gerados
pela organização não necessariamente implica o uso de licenças do tipo copyleft, como a GPL.
Isso seria uma obrigatoriedade apenas se a aplicação desenvolvida fizesse uso de porções de
código ou componentes licenciados sob a GPL.
Ademais, o modelo de software livre é compatível com qualquer linguagem de programação
que seja adotada pela organização, uma vez que sua única exigência é que os códigos-fonte
sejam distribuídos para os usuários.

Questão 120: alteração de gabarito, de C para E


A fonte Times New Roman é reconhecida universalmente como um exemplo típico de fonte
com serifa.

Questão 124: alteração de gabarito, de E para C


Ao descrever o processo de gerenciamento de capacidade, no livro Service Delivery, o ITIL
estabelece a necessidade de realização de quatro atividades: monitoramento, análise, tuning e
implementação.
Especificamente no que se refere ao monitoramento, na seção 6.3.1, ao descrever o
monitoramento dos tempos de resposta percebidos pelos usuários, o ITIL sugere quatro
possíveis abordagens para a atividade: incorporação de código nas aplicações, utilização de
ferramentas automatizadas baseadas em script, utilização de agentes distribuídos de
monitoramento e utilização de softwares de monitoramento passivo.
Portanto, entende-se que as ferramentas de automação de testes, referenciadas na atividade
#17, poderiam ser utilizadas em suporte ao processo de gerência de capacidade.
Questão 125: alteração de gabarito, de E para C
Ao descrever o processo de gerenciamento de disponibilidade, no livro Service Delivery, o ITIL
as principais atividades a serem realizadas no âmbito do processo (seção 8.3.3): determinar os
requisitos de disponibilidade do negócio; definir as metas de disponibilidade, confiabilidade e
manutenibilidade da infra-estrutura de TI; estabelecer indicadores e relatórios sobre esses
elementos; monitorar os indicadores e realizar análises de tendência; identificar problemas de
disponibilidade, investigar suas causas e produzir planos de melhoria.
Entende-se que as atividades #5, #6 e #7 (gerência de servidores, redes e bancos de dados)
possuem relação estreita com a definição, monitoramento e análise dos indicadores de
disponibilidade. Por outro lado, as atividades #15 (testes funcionais) e #21 (correção de bugs)
não fazem parte do escopo do processo descrito pelo ITIL.

Questão 137: alteração de gabarito, de E para C


O CMMI 1.2 for Development descreve os três artefatos citados na questão como sendo
necessários para o alcance do nível 3 de maturidade organizacional: a elaboração de uma
estrutura analítica de projeto é um requisito expresso na prática específica 1.1 do processo
"Planejamento do Projeto"; o desenvolvimento de planos de mitigação de riscos é exigido pela
prática específica 3.1 do processo "Gerenciamento de Riscos"; e a formulação de propostas de
melhoria de processo é recomendada na prática específica 1.6 do processo "Gerenciamento
Integrado de Projeto".

Questão 139: alteração de gabarito, de C para E


O CMMI 1.2 for Development, ao descrever as metas e práticas específicas do processo
"Medição e Análise", não faz qualquer referência à exigência de provas documentais e
testemunhais. Ao contrário, recomenda-se que a coleta de dados seja automatizada, sempre
que possível. A descrição do processo também não requer comprovação de que as métricas
estejam sendo efetivamente usadas para monitoramento e controle do projeto; apenas
determina que os resultados devem ser fornecidos para os stakeholders relevantes.

Questão 148: alteração de gabarito, de C para E


Em um snapshot, os dados primários são relacionados com a chave e os dados secundários
são relacionados com os dados primários.

Questão 149: alteração de gabarito, de E para C


Segundo Richard Kimball et al. (The Datawarehouse Lifecycle Toolkit, Ed. Wiley, 1998), a
primeira etapa do ciclo de vida de um datawarehouse é justamente a definição dos requisitos
de negócio, que serve de base para o projeto de arquitetura técnica, para a modelagem
dimensional e para a especificação da aplicação analítica.

Questão 154: anulação


Pode-se alegar falta de clareza na redação, pois os documentos RSS não "contêm protocolos
de recolhimento, agregação e distribuição", mas sim fazem referência ou utilizam esses
protocolos.

Questão 192: anulação


Pode-se alegar falta de elementos suficientes para formar juízo. O que seria uma "política da
informação"?