Você está na página 1de 31

Curso e- Learning

Sistema de Gestão Ambiental NBR ISO 14001 e Tecnologia Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental NBR ISO 14001 e Tecnologia Ambiental

Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor.

reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do

Objetivos do Curso

Este curso é dirigido a todos os profissionais que querem conhecer os requisitos da norma NBR ISO 14001: 2004 e adquirir os conhecimentos necessários para implantar e manter um sistema de gestão de meio ambiente adequado e eficaz, conforme os requisitos desta norma.

Durante este curso iremos:

Conhecer conceitos e fundamento de aspectos e impactos ambientais; Compreender impactos que estão ocorrendo na terra, na água e no ar; Ter noções básicas das tecnologias utilizadas para minimizar os impactos ambientais; Entender a organização ISO; Conhecer a evolução das normas de Sistemas de Gestão de Meio Ambiente; Compreender e manejar princípios, requisitos e controles da norma NBR ISO 14001:2004; Entender o objetivo da NBR ISO14001; Conhecer o processo de certificação; e Colocar em prática os conceitos apresentados.

Programação do Treinamento

MÓDULO 1

Introdução, história da normas de gestão ambiental, organização ISO e Sistema Brasileiro de Certificação – processo de certificação / Exercícios

MÓDULO 2

Conceitos de aspectos e impactos ambientais / Exercícios

MÓDULO 3

Conceitos: identificação, registros, avaliação de significância de aspectos e impactos ambientais, analise de risco e controles / Exercícios

MÓDULO 4

Tecnologias ambientais para minimizar impactos no ar e no solo, tratamento de resíduos / Exercícios

MÓDULO 5

Tecnologias ambientais para minimizar impactos na água

Introdução a Norma ISO 14001:2004 – Sistema de Gestão de Meio Ambiente /Exercícios

MÓDULO 6

Norma ISO 14001:2004 – Sistema de Gestão de Meio Ambiente – Requisito / Exercícios

MÓDULO 7

Norma ISO 14001:2004 – Sistema de Gestão de Meio Ambiente – Requisito / Exercícios

MÓDULO 8

Norma ISO 14001:2004 – Sistema de Gestão de Meio Ambiente – Requisito / Exercícios

MÓDULO 9

Prova

Módulo 1 Introdução, história da normas de gestão ambiental, organização ISO e processo de certificação

Módulo 1

Introdução, história da normas de gestão ambiental, organização ISO e processo de certificação / Exercícios

Introdução

A questão “meio-ambiente” nas organizaçõesIntrodução Evolução dos conceitos de gerenciamento ambiental Para onde vamos

Evolução dos conceitos de gerenciamento ambientalIntrodução A questão “meio-ambiente” nas organizações Para onde vamos

Para onde vamosIntrodução A questão “meio-ambiente” nas organizações Evolução dos conceitos de gerenciamento ambiental

A questão “meio-ambiente” nas organizações Evolução dos conceitos de gerenciamento ambiental Para onde vamos

Introdução

Nas décadas de 80 e 90, a função meio ambiente ganha força com a ocorrência de acidentes significativos:

Bhopal – 1984 - Índia - vazamento de isocianato metílico, de uma fábrica química, no ar durante uma inversão térmica o que causou 3300 mortes e 20.000 doentes.

Chernobil – 1986 - Ucrânia – acidente em usina nuclear que possuía 3 reatores, houve a explosão de um reator com liberação de césio 137 radioativo contaminando 75% da Europa, da Irlanda ao norte da Grécia, 31 pessoas morreram e 135 mil foram evacuadas, até hoje os números chegam a mais de 500 mortes. A proteção de aço e cimento sobre o reator foi destruída.

Chernobil – 1991 - Outro reator pegou fogo.

Chernobil – 1994 - observou-se deficiência nos 2 reatores em funcionamento, em 95 o protocolo de acordo entre a Ucrânia e 7 países industrializados encerrou as atividades em Chernobil em troca de assistência econômica. Até o final do século passado 3 milhões de pessoas (1 milhão crianças) sofreram doenças congênitas. Em dezembro de 2000 a usina encerrou suas atividades oficialmente. O sarcófago do reator que explodiu está em mau estado de conservação: tem com rachaduras, ameaça explodir e há risco de vazamento de 160 toneladas de combustível ativo. Ainda hoje há radioatividade em alimentos e carnes de caça na Alemanha. A irradiação no ar foi 30 vezes maior que a bomba de Hiroshima.

em alimentos e carnes de caça na Alemanha. A irradiação no ar foi 30 vezes maior

Introdução

Goiânia – 1987 – um aparelho de radioterapia foi roubado de uma clínica e continha cloreto de césio, os ladrões acharam interessante o pó luminoso e o distribuíram a parentes e amigos e parte do equipamento foi vendida a um ferro velho. 249 pessoas foram contaminadas, destas 20 foram hospitalizadas e 4 morreram. Os sintomas característicos foram: náuseas, vômitos, tonturas, diarréias, câncer.

Exxon Valdez – 1989 – um petroleiro colidiu com rochas submersas o que provocou um rasgo no navio e derramou no Alasca cerca de 40.000m3 de petróleo. Morreram 260.000 aves, 20 baleias, 3500 lontras do mar e 200 focas.

Reino Unido – 1993 – um petroleiro sob tempestade chocou-se com rochas e derramou petróleo. Este acidente foi 2 vezes maior que o acidente de Exxon Valdez.

sob tempestade chocou-se com rochas e derramou petróleo. Este acidente foi 2 vezes maior que o
sob tempestade chocou-se com rochas e derramou petróleo. Este acidente foi 2 vezes maior que o

Introdução

Desde 1953 quando 300 pessoas morreram ao ingerir peixe contaminado com mercúrio no Japão houve início da reflexão para preservação do planeta e denúncias da degradação do solo, desflorestamentos, extinção de espécies e acidentes começaram a ocorrer.

Eventos Internacionais:

1972. Clube de Roma – o grupo queria limitar o crescimento econômico com base no conceito que este consumo elevado de produtos levaria a destruição dos recursos naturais, não houve aderência internacional.

1972. Declaração de Estocolmo – foi elaborado um plano de ação

para o meio ambiente e uma lista de princípios, comportamentos e

responsabilidades para decisões ambientais, o conceito utilizado foi de desenvolvimento sustentável: o valor total dos bens disponíveis produzidos pelo homem ou encontrados na natureza deve permanecer constantes de uma geração para outra.

1978. Na Alemanha, o selo azul – passou a ser colocado o selo azul

(também conhecido como anjo azul) em produtos que não produzem impacto sobre o meio ambiente.

1985.

Na Convenção de Viena – foi acordado o objetivo de reduzir

dos CFC’s para proteção da camada de ozônio.

50% no uso

Convenção de Viena – foi acordado o objetivo de reduzir dos CFC’s para proteção da camada
Convenção de Viena – foi acordado o objetivo de reduzir dos CFC’s para proteção da camada

Introdução

Eventos Internacionais:

1987. Protocolo de Montreal + Relatório Brutland – novos acordos para reduzir

substâncias que destroem a camada de ozônio e CFC´s.

1989. Convenção da Basiléia - redução de movimentos transfronteiros de resíduos

perigosos ao mínimo e com manejamento eficiente e seguro para minimizar a quantidade de resíduos gerados e seu tratamento seguro próximo à fonte geradora.

1992. Rio 92 - declaração do Rio sobre o meio ambiente, agenda 21, administração

florestas, mudanças no clima, desenvolvimento sustentável.

2005. Protocolo de Kioto - regula os níveis de

concentração de gases do efeito estufa. Os Estados Unidos não assinou. Há cada dia os paises estão mais conscientes e vem utilizando métodos para informar ao consumidor se o produto que está adquirindo vem de um processo auto sustentável, por exemplo: o selo verde- FSC (Forest Stewardship Council) usado em diversos países

inclusive no Brasil para combater a exploração ilegal de madeira, e este selo ajuda a melhorar a imagem

externa do país.

no Brasil para combater a exploração ilegal de madeira, e este selo ajuda a melhorar a

Introdução

Década de 80 no Brasil:

Lei 6938 de 1981: estabelece a política nacional do meio ambiente, avaliação de impactos ambientais, licenciamento e revisão de atividades efetivas ou potencialmente poluidoras.

Resolução CONAMA nº 01 de 1986: fixa regras de licenciamento ambiental. Discrimina atividades que devem realizar o estudo de impactos ambientais - EIA e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente - RIMA, visando o licenciamento para extração, tratamentos minerais, várias indústrias, serviços de utilidades, uso de recursos naturais e outros.

para extração, tratamentos minerais, várias indústrias, serviços de utilidades, uso de recursos naturais e outros.

Introdução

Hoje no Brasil:

Estão sendo testados automóveis movidos com óleo de palma (palmdiesel) desenvolvido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

No Pará há um projeto para aumentar de 32% para 62% a porção de terras protegidas pelo território paraense, o que despertou o interesse do Banco Mundial (Bird) em financiar um projeto que tem custo estimado de R$ 30 a 40 milhões.

Está em andamento um projeto para conservação do meio ambiente em terras privadas na Mata Atlântica.

40 milhões. Está em andamento um projeto para conservação do meio ambiente em terras privadas na
40 milhões. Está em andamento um projeto para conservação do meio ambiente em terras privadas na

História das normas de Sistemas de Gestão Ambiental

A BS 7750

O instituto Britânico de Normalização (BSI) desenvolveu e publicou o padrão

para um sistema de gerenciamento ambiental chamado BS 7750 (1992).

A BS 7750 se relaciona com a ISO 9000, a fim de facilitar a implantação conjunta.

Credenciamento disponível desde julho de 1994.

No Brasil a fábrica de celulose Bahiasul foi a primeira empresa de seu ramo no mundo a receber o credenciamento segundo BS 7750.

a fábrica de celulose Bahiasul foi a primeira empresa de seu ramo no mundo a receber

História das normas de Sistemas de Gestão Ambiental

História das normas de Sistemas de Gestão Ambiental EMAS – Eco Management and Audit Scheme Sistema

EMAS – Eco Management and Audit Scheme

Sistema europeu de eco gestão e auditorias.

Instituído na Comunidade Européia em 29/06/93, através do regulamento CEE nº 1836/93.

Consiste em 21 artigos e 5 anexos.

É voluntário e mais abrangente que a ISO 14001.

História das normas de Sistemas de Gestão Ambiental

Origem das normas ISO 14000:

Reino Unido

BS 5750 BS 7750
BS 5750
BS 7750

Comunidade

Européia

Comunidade

Industrial

Internacional

BS 7750 Comunidade Européia Comunidade Industrial Internacional EM 29000 ISO 9000 EMAS Responsible ISO 14000 Care

EM 29000

BS 7750 Comunidade Européia Comunidade Industrial Internacional EM 29000 ISO 9000 EMAS Responsible ISO 14000 Care
BS 7750 Comunidade Européia Comunidade Industrial Internacional EM 29000 ISO 9000 EMAS Responsible ISO 14000 Care
BS 7750 Comunidade Européia Comunidade Industrial Internacional EM 29000 ISO 9000 EMAS Responsible ISO 14000 Care
ISO 9000 EMAS Responsible ISO 14000 Care
ISO 9000
EMAS
Responsible
ISO 14000
Care

História das normas de Sistemas de Gestão Ambiental

A visão sobre como tratar as questões ambientais foi evoluindo até chegar ao nível de Gestão do Sistema Ambiental das organizações:

• Conscientização – Clube de Roma

• Controle – Conferência de Estocolmo

• Planejamento – EIA e RIMA

• Gestão Ambiental – EMAS/ BS/ ISO

14K

CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL

de Estocolmo • Planejamento – EIA e RIMA • Gestão Ambiental – EMAS/ BS/ ISO 14K

O que é ISO?

A ISO - “International Organization for Standardization” é uma organização sediada em Genebra, na Suiça. Foi fundada em 1946.

A sigla ISO foi originada da palavra isonomia

O propósito da ISO é desenvolver e promover normas que possam ser utilizadas igualmente por todos os países do mundo.

Cerca de 111 países integram esta importante organização internacional, especializada em padronização, cujos membros são entidades normativas de âmbito nacional. O Brasil é representado pela Associação de Normas Técnicas – ABNT.

são entidades normativas de âmbito nacional. O Brasil é representado pela Associação de Normas Técnicas –

O que é ISO ?

Em junho de 1993:

Foi instalado o Comitê 207 da ISO, visando elaborar uma série de normas que ofereçam ferramentas para a gestão ambiental.

A normalização ISO 14000 refere-se à quais elementos do Sistema de Meio Ambiente devem ser implementados e não sobre técnicas e métodos para implementá-los. Estas Normas são genéricas por natureza

As Normas ISO série 14000 foram adotadas e traduzidas, palavra por palavra, pela ABNT recebendo a denominação NBR ISO 14001:2004. Neste trabalho, são tratadas por ISO 14001.

palavra por palavra, pela ABNT recebendo a denominação NBR ISO 14001:2004. Neste trabalho, são tratadas por

Sistemas de Gestão Ambiental

Sistemas de Gestão Ambiental Problemas ambientais devem ser identificados e corrigidos no próprio setor de trabalho

Problemas ambientais devem ser identificados e corrigidos no próprio setor de trabalho

Estágio da detecção do problema / custo:

1)

Corrigido no próprio setor / 1 (referência)

2)

Corrigido na empresa depois de sair do setor / 10 vezes mais

3)

Corrigido após o resíduo sair da empresa / 100 vezes mais

Sistemas de Gestão Ambiental

Procedimentos (futuro)
Procedimentos
(futuro)
Sistemas de Gestão Ambiental Procedimentos (futuro) Ações (presente) Registros (passado) Auditorias (
Ações (presente)
Ações
(presente)
de Gestão Ambiental Procedimentos (futuro) Ações (presente) Registros (passado) Auditorias ( Retroalimentação )
Registros (passado)
Registros
(passado)
de Gestão Ambiental Procedimentos (futuro) Ações (presente) Registros (passado) Auditorias ( Retroalimentação )
Auditorias
Auditorias
de Gestão Ambiental Procedimentos (futuro) Ações (presente) Registros (passado) Auditorias ( Retroalimentação )

(Retroalimentação)

SBC – Sistema Brasileiro de Certificação

SBC – Sistema Brasileiro de Certificação Organismos credenciados: INMETRO – Órgão Credenciador (Acreditador)

Organismos credenciados:

INMETRO – Órgão Credenciador (Acreditador)

Certificação de sistemas (BSI, SGS, ABS, DNV, BVQI, Tüv, Fundação Vanzoline etc.), no Brasil temos mais de 40 organismos certificadores nacionais e internacionais;

Certificação de pessoas (RAC, IRKA, RAB).

Treinamentos também podem ser acreditados, por exemplo o treinamento de 5 dias de auditor líder.

Empresas de treinamento em geral podem obter esta acreditação como a MCG, as certificadoras como BSI, SGS, ABS, DNV, BVQI, Tüv, Fundação Vanzoline etc.

Sistema Brasileiro de Certificação Certificação ISO 14001

O Sistema Brasileiro de Certificação é composto no Brasil pelo INMETRO e organismos credenciados para realizarem certificação.

A certificação consiste num processo de avaliação independente do SGA da empresa, frente aos requisitos de uma norma pré estabelecida como a NBR ISO 14001, por um organismo de terceira parte credenciado para tal.

As certificadoras são credenciadas no Brasil pelo INMETRO para realizar certificações nas organizações.

As empresas que desejam se certificar devem pesquisar entre as certificadoras aquela que pode atendê-la melhor e solicitar uma cotação, que vai abranger custos, dias de auditoria, localidades a serem auditadas, norma de referência e deve definir que acreditações a empresa deseja no seu certificado (INMETRO, UKAS, ANAB etc.).

O INMETRO não é muito conhecido internacionalmente portanto se a empresa deseja exportar ela deveria pedir uma acreditação de um pais Europeu coma Inglaterra (UKAS) ou dos EUA (ANAB).

Etapas típicas do processo de Certificação

Contato com a certificadora Manutenção Auditoria de adequação do Sistema Ambiental Auditoria de conformidade
Contato com
a certificadora
Manutenção
Auditoria de adequação
do
Sistema
Ambiental
Auditoria de conformidade
Recomendado ?
Emissão do certificado
Emissão do certificado
do Sistema Ambiental Auditoria de conformidade Recomendado ? Emissão do certificado Auditoria de follow up
do Sistema Ambiental Auditoria de conformidade Recomendado ? Emissão do certificado Auditoria de follow up
Auditoria de follow up
Auditoria de follow up

Auditoria de adequação

Documentação – fase 1:

Auditoria de adequação Documentação – fase 1: Objetivo: analisar se a documentação do SGA está adequada

Objetivo: analisar se a documentação do SGA está adequada aos requisitos normativos aplicáveis;

A auditoria de adequação pode ser feita no escritório do órgão certificador ou na empresa, mas é preferível que seja na empresa, e usualmente gera um relatório específico;

A empresa deverá apresentar sua avaliação de aspectos e impactos ambientais, o programa para controle ambiental, metas ambientais e uma planta da localidade com indicação da medição dos ruídos, na interface com outros terrenos, e os procedimentos documentados exigidos pela norma

Auditoria de Conformidade

Implementação – fase 2:

Auditoria de Conformidade Implementação – fase 2: Objetivo: verificar se o SGA documentado está implementado e
Auditoria de Conformidade Implementação – fase 2: Objetivo: verificar se o SGA documentado está implementado e
Auditoria de Conformidade Implementação – fase 2: Objetivo: verificar se o SGA documentado está implementado e

Objetivo: verificar se o SGA documentado está implementado e concluir se atende a norma de referência;

A empresa deve atender a toda legislação ambiental aplicável, uma não conformidade por não atendimento a legislação impede a certificação;

Os auditores recomendam ou não a certificação e solicitam ações corretivas para as não conformidades identificadas, se houverem, e programam uma auditoria de acompanhamento, normalmente para 6 meses depois;

O relatório deve ser verificado pela empresa de certificação para garantir que não houve falhas no processo e só então junto com as ações corretivas já aprovadas pelo auditor é emitido o certificado com 3 anos de validade.

Riscos advindos de impactos ambientais

Potencial exposição legal e regulamentar;

Custo para alteração do impacto

Efeito das alterações em outras atividades ou processos

Preocupações das partes interessadas

Efeito na imagem pública da organização

Orígem NBR ISO 14004:2004

Benefícios da Implantação da NBR ISO 14001

Com a implantação da ISO 14001 as organizações serão mais competitivas devido a:

Redução de custos com economia de recursos naturais e minimização da geração de resíduos,

Possibilidade de atingir mercados restritos como a comunidade européia,

Diminuição de processos de responsabilidade civil,

Obtenção de recursos de órgãos como BID, Banco Mundial e BNDS,

Controle dos seus impactos ambientais significativos,

Atendimento às regulamentações municipais, estaduais e federais.

dos seus impactos ambientais significativos, Atendimento às regulamentações municipais, estaduais e federais.

Certificação ISO 14001- Pesquisa ISP Survey 2003

Nº de Certificados 134160 5460 5064 4860 4144 1008
Nº de Certificados
134160
5460
5064
4860
4144
1008

Japão

Reino Unido China

Espanha Alemanha Brasil

ISP Survey 2003 Nº de Certificados 134160 5460 5064 4860 4144 1008 Japão Reino Unido China

Exercício

Indique se é Verdadeiro ou Falso:

1 ( ) Aspecto ambiental é um elemento das atividades ou produtos ou serviços de uma organização que pode interagir com o meio ambiente.

2 ( ) A implantação da ISO 14001 não ajuda a organização a obter recursos financeiros, mas a ajuda a não ter pagar multas por não atendimento as legislações federais, estaduais e municipais.

3 ( ) A empresa deve atender a toda legislação ambiental aplicável, uma não conformidade por não atendimento a legislação impede a certificação.

4 ( ) A auditoria de certificação na norma ISO 14001 é um processo de análise de conformidade realizada por auditores de uma certificadora.

5 ( ) Toda certificadora para atuar no Brasil precisa ser acreditada pelo INMETRO.

6 ( ) ISO quer dizer International Organization for Standartization.

7 ( ) O Protocolo de Kioto é um acordo entre paises que regula os níveis de concentração de gases do efeito estufa.

8 ( ) A visão sobre como tratar as questões ambientais evoluiu de controle para gestão do

Sistema Ambiental das organizações.

9 ( ) Um benefício importante da certificação ISO 14001 é que com este certificado aumentam

as possibilidade da empresa atingir mercados restritos como a comunidade européia

Resposta do exercício

Indique se é Verdadeiro ou Falso:

1 ( V ) Aspecto ambiental é um elemento das atividades ou produtos ou serviços de uma organização que pode interagir com o meio ambiente.

2 ( F ) A implantação da ISO 14001 não ajuda a organização a obter recursos financeiros, mas a ajuda a não ter pagar multas por não atendimento as legislações federais, estaduais e municipais. (os bancos internacionais levam em consideração o comportamento responsável das empresas para a liberação de crédito)

3 ( V ) A empresa deve atender a toda legislação ambiental aplicável, uma não conformidade por não atendimento a legislação impede a certificação.

4 ( F ) A auditoria de certificação na norma ISO 14001 é um processo de análise de

conformidade realizada por auditores de uma certificadora. (a auditoria na norma ISO 14001 é

composta por duas fases: auditoria de adequação e auditoria de conformidade)

Resposta do exercício

Indique se é Verdadeiro ou Falso:

5 ( F ) Toda certificadora para atuar no Brasil precisa ser acreditada pelo INMETRO. (cada

certificadora decide em que pais terá acreditação, ela pode ter somente na Inglaterra por exemplo, mas neste caso o certificado emitido por ela não conterá a logo marca do INMETRO)

6 ( F ) ISO quer dizer International Organization for Standartization. (ISO vem de isonomia)

7 ( V ) O Protocolo de Kioto é um acordo entre paises que regula os níveis de concentração de gases do efeito estufa.

8 ( F ) A visão sobre como tratar as questões ambientais evoluiu de controle para gestão do Sistema Ambiental das organizações. (começou com conscientização, passou por controle e planejamento até chegar em gestão)

9 ( V ) Um benefício importante da certificação ISO 14001 é que com este certificado aumentam as possibilidade da empresa atingir mercados restritos como a comunidade européia

Fim do Módulo 1

Fim do Módulo 1