Você está na página 1de 1

{mix} 3

Sexta-feira, 21/11/2008

CINEMA
Gere e Diane
no cine do
shopping
TV-CINEMA-ARTE-MÚSICA-LITERATURA-SOCIEDADE-LAZER
Edição: Mauro Ulrich – 3715 7938 mauro@gazetadosul.com.br

Ensaios (nada) Amadores


Mauro Ulrich um suspiro na poesia sacraliza produzir e vender lixo:
mauro@gazetadosul.com.br o lirismo que ela carrega. Tal tem os que prome-
lirismo, cristalizado na poesia de tem vida longa, tem
poeta Letícia Losekann Letícia, encontra sua força quan- para quem quer per-

A Coelho, 27 anos, está


fazendo a sua estréia
solo na literatura. Ela, que já
do trabalha o onírico e pontua
cada verso projetando imagens.”
A autora de Ensaios Amado-
der peso e até para
quem quer ficar rico.
São leituras que não
participou de antologias, lança res... Ou Não é contra a idéia fazem pensar, que
amanhã, a partir das 14 horas, criada no mercado editorial de não precisam
com sessão de autógrafos na Li- que poesia é um gênero que não de um pú-
vraria e Cafeteria Iluminura, En- vende. “As pessoas não lêem blico que
saios Amadores... Ou Não (Editora porque as editoras não publi- g o s -
Scortecci, 101 páginas, R$ 20,00). cam. As editoras te de
Seus “ensaios”, na verdade, se acostumaram a ler.”
nada têm de amadores. Apesar
da pouca idade, é dona de uma
LULA HELFER/AG. ASSMANN

amadurecida verve literária e


sabe bem o que quer daqui para
frente: “Quero chegar aos 80 anos
escrevendo. Meu desafio é não
parar e melhorar cada vez mais.”
Incentivo é o que não lhe falta.
Inclusive dentro de casa. Casada
com o escritor paulista David
Nóbrega, 41, convivem em troca
constante de impressões sobre
seus escritos e, juntos, trabalham
um projeto que envolve a cultura
do fumo, da lavoura até a in-
dústria. “O David (ele faz ques-
tão de dizer que pronuncia-se
“Davi”), quando não é a própria
inspiração, me ajuda com idéias. VERSOS ESPARSOS
Minha escrita amadureceu com
o convívio. Existe uma troca diá-
ria de informações, muitas vezes
até escrevemos juntos.”
Eles se conheceram em um en-
contro de escritores em São Paulo,
quando Letícia morava em Porto
Alegre. Depois de seis meses de
O Mauá espera por ti!
“ponte aérea”, escolheram Santa
Cruz como base – é que ela, filha
de militar, morou boa parte de
sua adolescência aqui. Estão na
cidade há três meses, encantados
com tudo, das pessoas à geogra-
fia, e tudo vira material para a
literatura. David se manifesta
em prosa e prepara, para breve, (trechos)
o lançamento do seu livro de Sobre poesias
contos, Uns e Outros. Também Não precisam ser vividas,
domina a fotografia e é dele a foto Mas lidas com a alma.
que ilustra a capa de Ensaios... Podem ser inventadas
Letícia diz que também já se É possível tocá-las.
arriscou pelos caminhos da prosa es
Inscriçõs
aberta os
e sente que ainda escreverá algo Olhos latentes

para alusn
realmente longo. Enquanto isto, Os olhos marcantes, latentes
trilha pela poesia. Leitora de Lya Não se escondem nas burcas,
Luft, Augusto dos Anjos e Hilda Ficam expostos
Educação Infantil - a partir de 3 anos novo
Hilst, entre outros, uma de suas Envolventes... Levam-te a bruma.
características é a utilização das
reticências (“...”) no final de cada Sangrar os olhos
Sangrei meus olhos...
Ensino Fundamental
verso, o que chamou atenção, por
exemplo, da crítica literária Ge-
rana Damulakis: “Levanta a lem-
Cravei meus dedos na maçã...
Fechei os poros.
Ensino Médio - Preparação Especial
brança de Mário Quintana que
dizia serem as reticências como
Sofri a repulsa...
Baixei meu rosto... para o Vestibular Fone: 3711.2144 - www.maua.g12.br
Fiz a vergonha fluir!
representantes dos suspiros. E

Interesses relacionados