Você está na página 1de 3

CONCEITUANDO HIPERTEXTO COLETIVAMENTE

Podemos dizer que em termos de comunicação o hipertexto, no âmbito da internet, engendra uma espécie de revolução. O hipertexto é a possibilidade da produção e absorção compartilhadas de dados, informações e conhecimento; é também a possibilidade de entrar em contato com uma enorme multiplicidade de dados; de um link a outro passeamos por temas bastante diferentes um dos outros. O hipertexto configura o modo de operar básico da navegação pela internet, já que é aquilo mesmo que possibilita a formação da rede, que liga um “texto” a outro. O hipertexto dota assim a produção e a difusão do conhecimento de rapidez e dinamismo inpensáveis sem a internet.

HIPERTEXTO

É um texto em formato digital, ao qual se agregam outros conjuntos de informação, que podem ser outros textos, palavras, imagens ou sons, ligados entre si por conexões. Os hiperlinks fazem essas conexões, são os elos da grande teia que se forma a partir de um tema, onde informações diversificadas se mesclam, se complementam ou divergem buscando conceitos, que expressem a diversidade e multiplicidade de conhecimentos e visões de mundo. Possui características bastante peculiares, como a simultaneidade, pois informações distintas são anexadas e compartlihadas ao mesmo tempo; não existem limites técnicos, científicos ou socioculturais, uma vez que o texto pode ter quantas ramificações forem possíveis . As fragmentações também são permitidas, não se exige dele coesão ou coerência, pois se ramifica de acordo com a visão de mundo. Estimula a interatividade e o compartilhamento de conhecimentos e informações. Num mundo, cada vez mais globalizado, há que se fazer do hipertexto uma prática cada vez mais comum e acessível. Sendo digital, estando disponível em rede e aberto à contribuições, valoriza a multiplicidade de conhecimentos e opiniões.

O USO DO HIPERTEXTO NO AMBIENTE ESCOLAR

O USO DO HIPERTEXTO NO AMBIENTE ESCOLAR Muito se fala em conhecimento colaborativo, em construção coletiva,http://www.unicamp.br/~hans/mh/educ.html (acessado em 19/04 às 14:50) " id="pdf-obj-2-4" src="pdf-obj-2-4.jpg">

Muito se fala em conhecimento colaborativo, em construção coletiva, em aprendizagem em rede, mas na realidade escolar, lócus inicial da formação de cidadãos, no sentido mais amplo da palavra, observamos como a escola está distante da proposta interativa. O que é bastante inapropriado, pois o uso de sistemas de hipertexto no ambiente educacional pode favorecer o aprendizado incidental, onde o aluno pode descobrir respostas diversas na busca de uma informação específica. Esse processo é amplamente favorecido pelo caráter transversal do hipertexto. O fato de suas hiperligações levarem o usuário em diversas direções de forma não cartesiana, pode contribuir para a produção de um conhecimento mais variado e amplamente colaborativo. Ao expor o usuário a informações provenientes das mais variadas fontes e contextos simultâneamente, o uso do hipertexto pode se apresentar como um meio de construção da criticidade do aluno na análise dos assuntos, documentos, fatos e situações. Por outro lado, não se pode descartar eventuais aspectos negativos da presença dos hipertextos. Essa facilidade de acesso às interligações de assuntos que, em diferentes níveis de significação, se tocam pode expor o usuário a a uma variedade de opiniões e textos tão grande que, ao invés de facilitar a construção de um pensamento, pode mesmo dificultar ou distrair o sujeito a tal ponto que este se desvie completamente do tópico em questão. Resumindo, a não-linearidade do hipertexto pode ser fator bastante positivo dentro da educação. Para tanto é necessário planejamento e adequação.

Por: Kátia Mattos Referências: http://www.unicamp.br/~hans/mh/educ.html (acessado em 19/04 às 14:50)