CORREIOS

O CAMINHO DA CORRESPONDÊNCIA
TEXTO E FOTOS MARCELO GOMES

18

PRI M EIRA IM PR ESSÃ O 2009/ 1

Um passeio por dentro de uma das maiores empresas de logística do mundo mostra como os funcionários trabalham. dia e noite. para garantir que tanto cartas quanto encomendas expressas cheguem no prazo ao seu destino Débora costuma postar cartões para o mundo todo P R I M EI RA I M P R ESSÃO 2 0 0 9 /1 19 .

agradecendo. Tu podes pegar. uuuuuurrrrrr. vrumm. às 16h30min. Em cerca de vinte minutos. com destino a Porto Alegre. os unitizadores coletados deverão estar no Centro de Entrega de Encomendas (CEE) de Novo Hamburgo. Sem tempo a perder. a carta ainda tem um diferen- 18h30min Os funcionários do CEE Novo Hamburgo têm cerca de 30 minutos para processar a carga de mais cinco vans lotadas que chegam ao mesmo tempo e deverão estar dentro do caminhão de uma das linhas tronco regionais (LTR). revela a atendente comercial Ana Fick. que apesar de óbvio para quem trabalha nos Correios deixa muitos usuários intrigados. que nesta hora costuma estar congestionada. com a diferença de que as distâncias percorridas e o volume de carga transportado são infinitamente maiores. 16h20min O tempo que um objeto postal leva para chegar depende do tipo de serviço escolhido e do local de destino. 17h O funcionário responsável pela expedição da agência Unisinos. elaborou para ti. DH significa “depois da hora”. vai enchendo o baú da Kombi. tratamento. mas são as nossas.CORREIOS s Correios chegaram ao Brasil com a família real portuguesa e. a 14 quilômetros dali. “Eu mando postais pelos Correios por causa de um site chamado Postcrossing. quando o motorista chegar. fechando as correspondências nas caixetas e nas malas para. e isso é bem bacana”. pois esgotou-se o horário deste dia. ”Os primeiros postais que eu mandei levaram certo tempo para chegar e eu fiquei na expectativa. Trocando essas correspondências. se aprende muito sobre outras culturas”. fica bem estranho. a carga estar pronta para seguir seu destino”. São utilizados unitizadores primários. cial físico que causa fascínio entre seus adeptos. 17h30min Vrumm. devidamente identificados por rótulos que são lidos e registrados por um sistema próprio dos Correios.644 espalhadas por todo o país. As dimensões continentais do país exigem um planejamento logístico sofisticado de captação. pois pretende retornar à sala de aula antes do fim do intervalo. em uma história que a pessoa vai contar que é só para ti. elas respondem por e-mail. é por ser físico. palavras que ela vai usar com a sua caligrafia. O carimbo indica data de postagem e local de origem. Mais que depressa a clássica van amarela dos Correios estaciona na área destinada ao carregamento. diz a estudante. o que torna possível rastreá-los em todas as fases do processo. “Aqui na Unisinos há uma grande quantidade de cartas postadas para o exterior pelos estudantes. somente com DH. olha no relógio e se desloca até o setor de atendimento para avisar que iniciará o fechamento da carga. desde então. de 17 anos. No caso do cartão de Débora. Essa expedição feita nas agências é uma pré-separação de todos os objetos postais segundo sua característica e seu destino. o que é muito legal. Apesar do advento da internet. uma das 12. mas que disponibiliza seu endereço na internet através desse serviço”. O Quarta-feira. recipientes plásticos especiais para envelopes e malas de lona para caixas e pacotes. transporte e distribuição. que servirá como prova de que ela pagou a tarifa. Em seguida. 15 de abril de 2009 16h15min Em uma tarde quente de outono. podes encostar numa coisa que alguém preparou para ti. o carteiro motorizado Sebastião Antunes Domingues. como é conhecido pelos colegas de trabalho -. por exemplo. a jornada começa com a postagem no balcão da agência Unisinos. Recebe o selo. que possuem contatos para intercâmbio e muitas vezes parentes e amigos morando fora”. quando as pessoas recebem. Ela tem urgência. Após. pois é responsável pela carga de mais quatro agências. mas ainda existem pessoas que gostam de enviar cartas para seus familiares e amigos”. se apressa pelos corredores da universidade para levar um cartão postal à agência dos Correios que fica no prédio administrativo. o selo é obliterado (carimbado de forma que não possa ser usado novamente) por um atendente. O cartão que ela irá postar tem como destino a China. quando escrevem com nossas letras. Tudo o que for postado a partir daquele momento terá o carimbo DH. O cartão irá percorrer um longo caminho e passará por muitas mãos até chegar ao destinatário. Débora explica o que desperta seu interesse pelas cartas: “O mais legal não é por ser antigo. que sai pontualmente às 18h30min. Tião enfrenta o trânsito caótico da BR-116. porque parece com as letras deles. a aluna do curso de Realização Audiovisual da Unisinos Débora Calegari Hertzog. Eugênio Luz da Cunha . Todos os dias. o Tião. As caixetas e malas trazidas por Tião agora são agrupadas 20 PRI M EIRA IM PR ESSÃ O 2009/ 1 . A mesma pressa com que Débora percorre o caminho da sala de aula à agência é uma constante na vida dos cerca de 108 mil funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. ou seja. lembra Ana. Gente que não se conhece. ou seja. Os orientais. “A maioria das cartas postadas é de empresas. explica Eugênio. Faço uma triagem. seguirá somente na próximo dia útil. “Às 17h. que promove a troca desse tipo de correspondência entre várias pessoas ao redor do mundo. típica desta época do ano na cidade de São Leopoldo. esclarece Débora. Aí. do outro lado do mundo. vrumm. vou ao balcão da agência e peço aos atendentes o que têm para trazer. muita coisa mudou no cenário de entrega de correspondências.o Gegê.

No Centro de Tratamento de Cartas de Porto Alegre são triadas todas as correspondências que chegam e saem do Rio Grande do Sul P R I M EI RA I M P R ESSÃO 2 0 0 9 /1 21 .

os carteiros separam os objetos postais por distritos antes das entregas 22 PRI M EIRA IM PR ESSÃ O 2009/ 1 .CORREIOS Todos os dias bem cedo.

Lá são trabalhados somente unitizadores secundários. com seu inseparável walkie talkie. Para cumprir os prazos. Quando é uma entrega dentro do país. que é um dos centralizadores da Rede Postal Noturna (RPN).333 km. onde trabalham os personagens dos Correios mais conhecidos: os carteiros. eles irão entregar as correspondências nas residências de todo o Brasil. como membro da União Postal Universal. ele encontra o Centro de Tratamento de Cartas (CTC) lotado de objetos postais esperando por ele e seus colegas. deverá dar o P R I M EI RA I M P R ESSÃO 2 0 0 9 /1 23 . repleto de máquinas de triagem. O CTC Porto Alegre. quando o operador de triagem e transbordo (OTT) Célio Ruibasciki volta do intervalo do turno 2. esteiras. facilitando a remoção. em São Paulo. Para os funcionários. Deste ponto. scanners. para o CEE mais próximo da residência do destinatário. ou seja. percorri todos os setores do complexo. se for carta vai para o Centro de Distribuição Domiciliar (CDD). Funciona 24 horas por dia. elevadores. Gosto de ser carteiro pelo contato com as pessoas nas ruas e por exercer esta atividade física constante. O tempo é uma preocupação constante na rotina desses trabalhadores. Os dezoito paletes aeronáuticos (uma espécie de plataforma metálica onde são empilhados os contêineres que serão transportados por avião) expedidos diariamente são carregados de caminhão até o Aeroporto Salgado Filho.1 milhões de objetos por dia. o mais automatizado dos 17 espalhados por todo o Brasil. conta Backes. O galpão gigantesco. em Porto Alegre. atravessar o Oceano Atlântico. caminha 10 quilômetros em média por dia e entrega cerca de 700 cartas. de 23 anos. Dia 30 de abril de 2009 Depois de percorrer 18. ou seja. contêineres aramados e CDLs. em três turnos. prontos para serem carregados até as 21h.2 milhões. explica o gerente do CTC. sob pena de comprometer as encomendas e cartas de uma série de cidades nas quais o caminhão já coletou a carga. a correspondência finalmente chega ao destino. o Oceano Índico e parte do Continente Asiático. Em cerca de 30 minutos. Acompanhado pelo gerente de turno Giovani Salcedo de Oliveira. 19h Todos os dias. Toda essa operação não pode atrasar. Quinta-feira. 16 de abril de 2009 3h Um voo fretado leva tudo para o Terminal de Cargas de Guarulhos. estações de trabalho e caminhos marcados pelo chão. Vestidos com suas tradicionais camisas amarelas e calças azuis. responsável pela triagem dos pacotes. que vai ser professor de Educação Física”. sendo que a capacidade operacional é de 4. com 250 funcionários que fazem a triagem de tudo que sai ou entra no Rio Grande do Sul. O gigantesco armazém é dividido com o Centro de Tratamento de Encomendas (CTE). é o centralizador de cartas. 21h Depois de descarregados. Alan Faller.em contêineres desmontáveis leves (CDLs) e contêineres aramados. escorregadores. Trata-se de uma rede integrada com uma capilaridade bastante grande”. o cartão de Débora vai para o Centro de Tratamento de Cartas Internacionais (CTCI) do Rio de Janeiro. o Continente Africano. elevadores. cada caixeta. o objeto faz o caminho inverso. vai para o CTC da região de destino e de lá segue. se for encomenda. “Me identifico muito com a minha profissão. uma certa timidez no início e algumas brincadeiras em pouco tempo dão lugar a uma relação de confiança com o repórter que permite o recorte do cotidiano daquele lugar. Linda Zhang recebeu o cartão postal na sua casa em Hong Kong. o que acabou me influenciando a escolher a minha futura profissão. oito dias úteis após a postagem. São expedidos cerca de 2. carta ou pacote passa por esteiras. Segundo Débora. Aproximadamente 32 toneladas de carga chegam por dia. IMPRESSÃO DE REPÓRTER O entra e sai dos caminhões no terminal de carga. eles contam com a ajuda das máquinas. a grande movimentação de pessoas exercendo funções diversas ao mesmo tempo e a automatização de grande parte dos processos no Centro de Tratamento de Cartas dos Correios me impressionaram muito. que são unitizadores secundários maiores. mesmo tratamento que os Correios do Brasil dispensam à correspondência. quatro deles dedicados à profissão. Temos alguns padrões e prazos a cumprir para que consigamos fazer com que a cadeia toda funcione a contento e tanto as correspondências quanto o Sedex cheguem no horário correto. caixas e malotes. os contêineres retirados dos caminhões das linhas de transportes devem estar prontos para triagem. que. Muitos olhares curiosos. mais parece uma cidade futurística iluminada por suas inúmeras fluorescentes. máquinas de triagem automáticas que irão conduzi-los novamente para os contêineres de destinos. “A operação logística dos Correios é bastante complexa. um tripé e um gravador na mão fotografando e fazendo perguntas. aquela seria apenas mais uma noite de trabalho comum se não fosse um maluco com duas câmeras. onde em até dois dias será encaminhado aos Correios da China. Um carteiro como Fábio João Backes.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful