Você está na página 1de 1
IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

IV Expociência Universitária Sul Capixaba

Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão Administrativa nas Instituições de Ensino Superior

MORAES, Filipe P.; NETO, Lafaiete P. de O.; FIÓRIO, Maurício de O. pinheiroflp@gmail.com lafaietepinheiro@gmail.com mauriciofiorio@gmail.com
MORAES, Filipe P.; NETO, Lafaiete P. de O.; FIÓRIO, Maurício de O.
pinheiroflp@gmail.com lafaietepinheiro@gmail.com mauriciofiorio@gmail.com

INTRODUÇÃO

Sabe-se que a tecnologia está cada vez mais presente no nosso cotidiano, entretanto, nem todas as pessoas nasceram na era digital. Os Imigrantes Digitais ocupam grande parte do

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

mercado de trabalho, nas instituições de ensino não é diferente.

Prensky (2001) descreve imigrantes digitais como pessoas que nasceram antes da

disseminação dos computadores, viveram fora do mundo digital, porém de certa forma foram incluídos nesse meio, ou seja, muitas dessas pessoas só começaram a ter contato com equipamentos tecnológicos após a idade adulta, havendo assim, por parte de algumas certas dificuldades em deixar antigos hábitos para trás.

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Por outro lado temos os Nativos Digitais, que de acordo Marc Prensky são jovens nascidos a partir de 1990, e já cresceram usando as tecnologias digitais, por isso, não vêem problemas em utilizá-las, não se intimidam ao utilizar em novos brinquedos tecnológicos. Segundo Marc Prensky (2001, p.6), essa nova geração, que já nasceu ou pelo menos cresceu na era cibernética, mesmo sem saber definir o que é hipertexto, ciberespaço ou interface, na prática convive muito bem com os recursos tecnológicos, possuindo assim uma habilidade para múltiplas conexões. Diante deste contexto, propõe-se a realização de uma pesquisa que tem como finalidade fazer levantamento de dados para apontar o perfil

no dia a dia. E por

dos colaboradores de uma Instituição de Ensino, além de indicar qual software esses colaboradores sentem mais dificuldades para utilizar

fim, buscar uma solução para melhorar a utilização dos softwares utilizados na administração das instituições de ensino superior, assim, possibilitando desafogar alguns funcionários

com questionamentos básicos que refletem diretamente no desempenho das atividades do próprio colaborador e dos que trabalham ao seu redor.

MATERIAIS E METODOS

As perguntas foram elaboradas de maneira que abrangem as diversas áreas encontradas na Instituição de Ensino, levando em conta os softwares mais comuns que são utilizados, como editor de texto, planilhas, apresentações além da Internet e foi realizada com uma amostra de 30 pessoas com de diversas faixas etárias. O questionário foi enviado por e-mail para a amostra.

RESULTADOS

Após o levantamento dos dados feito através de um questionário respondido pelos colaboradores do Centro Universitário São Camilo Espírito Santo, como citado anteriormente em materiais e métodos, foram obtidos os seguintes resultados:

1- Em qual faixa etária você se encontra?

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Figura 1: Gráfico Idade dos Entrevistados

O gráfico representa a faixa etária encontrada entre os colaboradores do Centro Universitário São Camilo - Espirito Santo participantes da pesquisa. Percebe-se que 55% dos entrevistados encontram-se na faixa etária entre 19 a 27 anos. Enquanto 25% encontram-se na faixa etária abaixo de 18 anos, e 20% na faixa etária de 28 a 36 anos. Pode-se observar também que não há nenhum colaborador

participante da pesquisa acima dos 46 anos.

2- Possui computador em casa?

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Figura 2: Representação Gráfica de acessos de computadores em casa.

Com

este

gráfico

percebe-se

que

100% dos

pesquisados possuem acesso ao computador em casa, até porque está muito fácil a aquisição de computadores pela sociedade.

3- Possui acesso a internet em casa?

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Figura 3: Gráfico de Acesso doméstico a Internet

Este gráfico comprova a disseminação da internet, que

deixou

de

ser

um

artigo

de

luxo

para

se

tornar

uma

ferramenta indispensável no dia a dia. Constata-se que

100% dos entrevistados possuem acesso a internet.

4-

Possui

conta

em

alguma

rede

Facebook, Twitter)?

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

social

(Orkut,

Figura 4: Gráfico Participação em redes sociais.

Este

gráfico mostra que mesmo com a

maior parte dos

pesquisados sendo imigrantes digitais, ele possuem conta

em algum tipo de rede social.

5-Já fez algum curso de informática?

CONCLUSÃO

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Figura 5: Gráfico Curso de Informática.

Através

deste

gráfico

percebe-se

que

64%

dos

entrevistados já fizeram algum curso de informática.

6 - Qual o software dos seguintes você mais utiliza?

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

Figura 6: Gráfico Software mais utilizado.

Percebe-se que o Word é o software mais utilizado pelos colaboradores, em contra partida o Outlook é o menos utilizado.

7-

Qual

o

dificuldade?

software

dos

seguintes

IV Expociência Universitária Sul Capixaba Nativos e Imigrantes Digitais na Utilização dos Softwares para a Gestão

você

mais

tem

Figura 7: Grau de dificuldade de uso de softwares.

Como comprovado, dentre as opções de softwares, o Excel e o Outlook encontram-se empatados em grau de dificuldade de uso, sendo citado por aproximadamente 36% dos colaboradores.

Como se pode observar, o conteúdo deste artigo só foi possível, após ser tomada entrevista de alguns colaboradores do Centro Universitário São Camilo Espírito Santo. Diante o resultado da pesquisa, acredita-se que os Imigrantes Digitais são maioria na instituição de ensino superior, e os resultados mostram que eles possuem uma boa convivência com as tecnologias, tendo em vista que todos possuem acesso à internet, o que a tornou uma ferramenta indispensável na vida moderna, possibilitando a facilitação na busca por conhecimento. Entretanto, a instituição de ensino superior não pode se acomodar, e sempre buscar novas ideias e formas, sejam elas qual for para melhorar a qualificação de seus colaboradores, dessa forma, agilizando e melhorando os processos administrativos da instituição. Ela também deve procurar soluções para integração dos Nativos e Imigrantes Digitais, como por exemplo, um programa de capacitação entre os colaboradores da própria. Como sugestão para um futuro trabalho, pode-se levantar a seguinte questão, os imigrantes digitais possuem realmente mais dificuldades de utilizar novas tecnologias que os nativos digitais? Referências: PRENSKY, M. Nativos Digitais, Imigrantes Digitais. De On the Horizon (NCB University Press, Vol. 9 No. 5, Outubro 2001). Tradução do artigo "Digital natives, digital immigrants", traduzido por Roberta de Moraes Jesus de Souza: professora, tradutora e mestranda em educação pela UCG.