Você está na página 1de 67

Amizade

Difícil querer definir


amigo.
Amigo é quem te
dá um pedacinho
do chão, quando
é de terra firme
que você precisa,
ou um pedacinho
do céu, se é o
sonho que te faz
falta.
ombro
amigo, é
mão
estendida,
mente
aberta,
coração
pulsante,
costas
largas.
É quem
tentou e fez,
e não tem o
egoísmo de
não querer
compartilha
r o que
aprendeu.
É aquele que cede e não espera retorno,
porque sabe que o ato de compartilhar
um instante qualquer contigo já o
realimenta, satisfaz.
É quem já sentiu ou um dia vai
sentir o mesmo que você.
É a compreensão para o seu
cansaço e a insatisfação para a sua
reticência.
É aquele que
entende seu
desejo de voar,
de sumir
devagar, a
angústia pela
compreensão
dos
acontecimentos
, a sede pelo
'por vir'.
É ao mesmo
tempo
espelho que
te reflete, e
óleo
derramado
sobre suas
águas
agitadas.
É quem fica
enfurecido por
enxergar seu
erro, querer
tanto o seu bem
e saber que a
perfeição é
utopia. É o sol
que seca suas
lágrimas, é a
polpa que
adocica ainda
mais seu sorriso.
Amigo é
aquele que
toca na sua
ferida numa
mesa de
chopp,
acompanha
suas vitórias,
faz piada
amenizando
problemas.
Amigos estão presentes...
É quem tem
medo, dor,
náusea,
cólica, gozo,
igualzinho a
você. É
quem sabe
que viver é
ter história
pra contar.
É quem sorri pra
você sem
motivo
aparente, é
quem sofre com
seu sofrimento,
é o padrinho
filosófico dos
seus filhos. É o
achar daquilo
que você nem
sabia que
buscava.
Amigo é
aquele que te
lê em cartas
esperadas ou
não,
pequenos
bilhetes em
sala de aula,
mensagens
eletrônicas
emocionadas.
É aquele que te
ouve ao
telefone mesmo
quando a
ligação é
caótica, com o
mesmo prazer e
atenção que
teria se tivesse
olhando em
seus olhos.
Amigo é multimídia. Olhos... amigo é
quem fala e ouve com o olhar, o seu e o
dele em sintonia telepática.
É aquele que percebe em seus
olhos seus desejos, seus disfarces,
alegria, medo.
pacientemente e
se entusiasma
quando vê surgir
aquele tão
esperado brilho no
seu olhar, e é
quem tem uma
palavra sob medida
quando estes
mesmos olhos
estão amplificando
tristeza interior.
É lua nova, é a
estrela mais
brilhante, é luz
que se renova
a cada
instante, com
múltiplas e
inesperadas
cores que
cabem todas
na sua íris.
Amigo é aquele que te diz 'eu te
amo', sem qualquer medo de má
interpretação.
A amigo é quem te ama 'e ponto'.
É verdade e razão, sonho e
sentimento.
Amigo é pra sempre, mesmo que o
sempre não exista."
Existem pessoas em
nossas vidas que nos
deixam felizes pelo
simples fato de terem
cruzado o nosso
caminho. Algumas
percorrem ao nosso
lado, vendo muitas
luas passarem, mas
outras apenas vemos
entre um passo e
outro. A todas elas
chamamos de amigo.
Há muitos tipos de
amigos.
Talvez cada folha de uma árvore
caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o
amigo pai e o amigo mãe. Mostram
o que é ter vida.
Depois vem o amigo irmão, com quem
dividimos o nosso espaço para que ele
floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a
família de folhas, a qual
respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros
amigos, os quais não sabíamos que iam
cruzar o nosso caminho. Muitos desses
denominados amigos do peito, do
coração. São sinceros, são verdadeiros.
Sabem quando não estamos bem, sabem
o que nos faz feliz...
Às vezes, um
desses amigos do
peito estala o
nosso coração e
então e chamado
de amigo
namorado. Esse dá 
brilho aos nossos
olhos, música aos
nossos lábios,
pulos aos nossos
pés.
Mas também há aqueles amigos por
um tempo, talvez umas férias ou
mesmo um dia ou uma hora. Esses
costumam colocar muitos sorrisos na
nossa face, durante o tempo que
estamos por perto.
Falando em perto,
não podemos
esquecer dos
amigos distantes.
Aqueles que ficam
nas pontas dos
galhos, mas que
quando o vento
sopra, sempre
aparecem
novamente entre
uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono
se aproxima, e perdemos algumas de
nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão
e outras permanecem por muitas
estações.
Mas o que nos
deixa mais feliz é
que as que caíram
continuam por
perto, continuam
alimentando a
nossa raiz com
alegria.
Lembranças de
momentos
maravilhosos
enquanto
cruzavam com o
nosso caminho.
em nossa  vida é única.
Sempre deixa um pouco
de si e leva um pouco de
nós.  Há os que levaram
muito, mas não há os que
não deixaram nada. Esta
é a maior
responsabilidade de
nossa vida e a prova
evidente de que duas
almas não se encontram
por acaso
Tenho amigos que não sabem o
quanto são meus amigos.
Não percebem o que lhes devoto e
a absoluta necessidade que tenho
deles.
sentimento mais
nobre do que o
amor, eis que
permite que o objeto
dela se divida em
outros afetos,
enquanto o amor
tem intrínseco o
ciúme, que não
admite a rivalidade.
E eu poderia
suportar, embora
não sem dor,
que tivessem
morrido todos os
meus amores, mas
enlouqueceria se
morressem todos os
meus amigos! Até
mesmo aqueles que
não percebem o
quanto são meus
amigos e o quanto
minha vida depende
de suas
existências...
A alguns deles
não procuro,
basta-me
saber que eles
existem. Esta
mera condição
me encoraja a
seguir em
frente pela
vida.
Mas, porque
não os procuro
com
assiduidade,
não posso lhes
dizer o quanto
gosto deles.
Eles não iriam
acreditar.
Muitos deles estão lendo esta
crônica e não sabem que estão
incluídos na
sagrada relação dos meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e
sinta que
os adoro, embora não declare e
não os procure.
E às vezes,
quando os
procuro, noto
que eles não
tem noção de
como me são
necessários, de
como são
indispensáveis
ao meu
equilíbrio vital
porque eles
fazem parte
do mundo
que eu,
tremulamente
, construí e se
tornaram
alicerces do
meu encanto
de vida.
Se um deles
morrer, eu ficarei
torto para um
lado. Se todos
eles morrerem,
eu desabo! Por
isso é que, sem
que eles saibam,
eu rezo pela vida
deles.
E me envergonho, porque essa
minha prece é, em síntese, dirigida
ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto
do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em
pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e
fico diante de
lugares
maravilhosos,
cai-me alguma
lágrima por não
estarem junto de
mim,
compartilhando
daquele prazer...
Se alguma
coisa me
consome e me
envelhece é
que a roda
furiosa da vida
não me
permite ter
sempre ao
meu lado,
morando comigo,
andando comigo,
falando comigo,
vivendo comigo,
todos os meus
amigos, e,
principalmente os
que só desconfiam
ou talvez nunca vão
saber que são meus
amigos!
Pessoas entram na sua vida por uma
"Razão", uma "Estação" ou  uma "Vida 
Inteira". 
Quando você percebe qual deles é,
você vai saber o que fazer  por
cada  pessoa.
Quando alguém
está em sua vida
por uma
"Razão"... 
É geralmente
para suprir uma
necessidade que
você
demonstrou.
Eles vêm para
auxiliá-lo numa
dificuldade,
fornecer
orientação e 
apoio, ajudá-lo
física, emocional
ou
espiritualmente. 
Eles poderão
parecer como
uma dádiva de
Deus, e eles
são! 
Eles estão lá
pela razão que
você precisa
que eles
estejam lá. 
Então, sem
nenhuma
atitude errada
de sua parte, ou
em uma
hora inconvenie
nte, esta pessoa
vai dizer ou
fazer alguma
coisa para levar
essa relação a
um fim. 
morrem. 
Às vezes eles simplesmente se
vão. 
Às vezes eles agem e
te forçam a tomar
uma posição. 
O que devemos
entender é que
nossas necessidades
foram atendidas,
nossos desejos
preenchidos e o
trabalho deles, feitos.
Quando pessoas entram em nossas vidas
por uma "Estação", é porque chegou sua
vez de dividir, crescer e aprender.
Eles trazem para
você a  experiência
da paz ou fazem
você rir. Eles
poderão ensiná-lo
algo que você
nunca fez. Eles
geralmente te dão
uma quantidade
enorme de prazer.
Acredite! É real! 
Mas somente por
uma "Estação". 
Relacionamentos de uma "Vida
Inteira" te ensinam lições para a vida 
inteira: coisas que você deve
construir para ter uma formação
emocional  sólida.
Sua tarefa é aceitar a
lição, amar a pessoa, e
colocar o que você 
aprendeu em uso em
todos os outros
relacionamentos e
áreas de sua vida. E
jamais esquecer ou
maltratar um
relacionamento de
uma "Vida Inteira‘. É 
dito que o amor é
cego, mas a amizade é
clarividente. 
Tata,

Tudo que escrevemos é só um


tiquinho diante do que você
representa pra cada um de nós.
Pequenininha mas enorme pra
cada um, simples e rica.
Um aniversário repleto de amor, de
saúde, de aventuras e sabendo
que pode contar com todos os seus
amigos.

FELIZ ANIVERSÁRIO

06 de janeiro de 2010

Interesses relacionados