Você está na página 1de 35

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitância A capacitância pode ser definida como sendo a propriedade que alguns componentes ou dispositivos têm de armazenar cargas elétricas. Essa capacitância produz em um circuito elétrico alguns efeitos muitos interessantes. Normalmente, a maioria dos componentes possuem alguma capacitância ou efeito capacitivo, que pode ser, dependendo do caso, benéficos ou maléficos ao circuito onde o componente opera. A capacitância, cujo símbolo é a letra C, é medida em Farad ( F ). Vamos estudar agora, um dos componentes cuja principal função é introduzir uma capacitância nos circuitos eletrônicos : O capacitor .

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

O capacitor é construído basicamente de duas placas metálicas chamadas armaduras, separadas por um isolante chamado dielétrico. Observe o desenho:

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores O capacitor é construído basicamente de duas placas metálicas chamadas armaduras, separadas por

Quando submetemos o capacitor a uma diferença de potencial, uma armadura fica "rica" em cargas negativas, enquanto a outra fica "rica" em cargas positivas, acumulando assim uma certa quantidade dessa carga.

2

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Observação: Quanto maior a área das placas, maior a capacitância.

Quanto menor a distância entre as placas,

maior a

capacitância. O valor da capacitância depende do meio que

se encontra

entre as placas.

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

Os símbolos dos capacitores são apresentados na figura:

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores Os símbolos dos capacitores são apresentados na figura: A figura (a) representa os

A figura (a) representa os capacitores de valores fixos, a (b) os capacitores onde a placa representada pela curva deve ter um potencial menor, e a (c) os capacitores cujo valor da capacitância pode ser variável.

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Da mesma maneira que os resistores, os capacitores podem ser de vários tipos de materiais, tais como:

  • - Capacitores cerâmicos

  • - Capacitores de poliéster metalizado

  • - Capacitores stiroflex

  • - Capacitores eletrolíticos

  • - Capacitores de tântalo, etc.

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Os capacitores cerâmicos e stiroflex são muito utilizados em circuitos de elevada frequência, pois apresentam melhor desempenho que os demais nessa área. Normalmente possuem baixa tensão de isolação.

Os capacitores de poliéster são empregados em uso geral.

Os capacitores

eletrolíticos

e

de

tântalo

são

capacitores polarizados de elevada capacitância (acima de 1μF), muito empregados em circuitos de cc e áudio de baixa frequência.

Exemplo de como especificar um capacitor :

- Capacitor fixo de poliéster metalizado, 20% , 250V.

de

100

nF

6

,

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

Como os resistores, os capacitores também apresentam o código de cores. Mas os capacitores, além dos valores e tolerância, apresentam uma faixa que representa a tensão de ruptura do capacitor.

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores Como os resistores, os capacitores também apresentam o código de cores. Mas os

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores ELETRÔNICA BÁSICA 8

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

As informações, também, podem vir escritas no corpo do capacitor, como mostra a figura a seguir:

Capacitores ELETRÔNICA BÁSICA As informações, também, podem vir escritas no corpo do capacitor, como mostra a

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

Tal

como os resistores,

os capacitores podem ser

associados em série, paralelo e associação mista.

Associação paralelo:

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores Tal como os resistores, os capacitores podem ser associados em série, paralelo e

10

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

A

figura

(a)

apresenta

uma

associação

paralela

de

capacitores ligados a uma fonte de tensão V. Devido á

fonte, aparecerá nos capacitores desta associação uma diferença de potencial. Por Kirchhoff pode-se escrever que:

V = V1 = V2 = V3 =

...

= Vn

A carga em cada capacitor será proporcional ao valor das capacitâncias dos capacitores, visto que a diferença da potencial da fonte é a mesma, para qualquer capacitor da associação paralela. E a carga total armazenada desta associação (QT) será igual à soma das cargas em cada capacitor da associação. Assim, pode-se escrever:

QT = Q1 + Q2 + Q3 +

...

+ Qn

11

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Pode-se calcular o valor de um capacitor que equivale á esta associação, ou seja, o valor do capacitor equivalente de uma associação em paralelo (Cp). Sabe- se que em um capacitor a carga é igual ao produto da capacitância pela tensão no capacitor:

Q = C . V

Assim:

QT = C1 . V1 + C2 . V2 + C3 . V3 +

...

+ Cn . Vn

Sendo as tensões iguais, tem-Se:

QT = C1 . V + C2 . V + C3 . V +

...

+ Cn . V

Capacitores

Assim:

ELETRÔNICA

BÁSICA

QT / V = C1 + C2 + C3 +

...

+ Cn

Nota-se

que

o

quociente

da

carga

pela

tensão

capacitância; então

a

capacitância

associação paralela Cp será:

equivalente

de

é

a

uma

Cp = C1 + C2 + C3 +

...

+ Cn

Observe que o cálculo de uma capacitância equivalente de uma associação paralela é feito de modo semelhante ao cálculo de uma resistência equivalente de uma associação série de resistores. Então, o valor da capacitância equivalente de uma associação paralelo é sempre maior que a maior capacitância

da associação.

13

Capacitores Associação em série :

ELETRÔNICA

BÁSICA

Na associação em série, a capacitância total é igual

soma das suas inversas, ou seja :

Ct = 1 / ( 1/ C1 + 1/ C2 + 1/ C3 +

. . .

+ 1/ Cn )

A tensão de isolação da associação será igual à soma das tensões de isolação de cada capacitor.

Notar que a associação de capacitores assemelha-se à associação de resistores, porém de forma que a associação dos capacitores em série corresponde à dos resistores em paralelo, e a associação dos capacitores em paralelo à dos resistores em série.

Capacitores Associação série

ELETRÔNICA

BÁSICA

O circuito da figura abaixo apresenta uma associação

série de capacitores.

Capacitores Associação série ELETRÔNICA BÁSICA O circuito da figura abaixo apresenta uma associação série de capacitores.

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Na figura (a) vemos uma associação série de capacitores ligados a uma fonte de tensão V. Devido à fonte, aparecerá nos capacitores desta associação uma diferença de potencial. Por Kirchhoff pode-se escrever que:

V = V1 + V2 + V3 +

...

+Vn

A carga em cada capacitor será igual à carga dos demais, visto que o potencial positivo da fonte atrairá uma carga do capacitor C1, na placa ligada à fonte, e uma carga negativa na outra placa do capacitor, de mesma intensidade. Esta carga atrairá uma carga positiva da placa do capacitor C2, que está ligada ao capacitor C1, gerando uma carga negativa de mesma intensidade à outra placa de C2, que assim fará em C3 e nos outros capacitores até Cn, sendo que na placa do capacitor Cn ligada à fonte terá uma carga negativa igual aos demais capacitores da associação. Assim pode-se escrever:

Q1 = Q2 = Q3 =

...

= Qn

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Pode-se calcular o valor de um capacitor que equivale a esta associação, ou seja, o valor do capacitor equivalente de uma associação série (Cs). A carga do capacitor equivalente Cs (Q) será igual á carga dos capacitores da associação:

Q = Q1 = Q2 = Q3 =

...

= Qn

Sabe-se

que em

um capacitor a

carga

é

igual

ao

produto da capacitância pela tensão no capacitor:

Q = C . V

Capacitores

Assim:

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores Assim: ELETRÔNICA BÁSICA Sendo suas cargas iguais: Então: 18

Sendo suas cargas iguais:

Capacitores Assim: ELETRÔNICA BÁSICA Sendo suas cargas iguais: Então: 18

Então:

Capacitores Assim: ELETRÔNICA BÁSICA Sendo suas cargas iguais: Então: 18

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Nota-se que o quociente da tensão pela carga é o inverso da

capacitância, então a capacitância equivalente de uma associação série Cs, será:

Capacitores ELETRÔNICA BÁSICA Nota-se que o quociente da tensão pela carga é o inverso da capacitância,

Rearranjando-se, temos:

Capacitores ELETRÔNICA BÁSICA Nota-se que o quociente da tensão pela carga é o inverso da capacitância,

Observe que o cálculo de uma capacitância equivalente de uma associação série é feito de modo semelhante ao cálculo de uma resistência equivalente de uma associação paralela de resistores. Então, todos os casos particulares de uma associação paralela de resistores podem ser aplicados à associação série de capacitores. E o valor da capacitância equivalente de uma associação série é sempre menor que a menor capacitância da

associação.

19

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores

Exemplos:

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores Exemplos: 20

20

Capacitores

ELETRÔNICA

BÁSICA

Os capacitores ao serem ligados a uma fonte de corrente contínua, carregam-se com cargas elétricas atingindo níveis de tensão que podem se igualar à tensão da fonte. O nível dessa tensão que ficará no capacitor, depende de sua capacitância, da resistência ligada no circuito e o tempo que o capacitor ficará ligado na fonte. Ou seja, em um circuito com um resistor e capacitor, quanto maior for a resistência, mais tempo demorará a carregar o capacitor. Da mesma maneira que, quanto menor a resistência, menos tempo demorará a carregar o capacitor. Esse circuito é chamado de circuito RC (R de resistência e C de capacitância, ou resistor e capacitor). Nesse circuito existe uma constante de tempo conhecida como “τ” (lê-se TAU), que é o produto de R x C onde:

R = valor medido em Ohms C = valor medido em Farad

τ = resultado dado em segundos

21

ELETRÔNICA

BÁSICA

-

Capacitores - Carga

A constante de tempo “τ” (TAU),corresponde ao tempo necessário para que a tensão no capacitor atinja 63,2% da tensão da fonte na carga. Na figura abaixo, mostramos uma tabela e gráfico de carga do capacitor, baseado na constante de tempo “τ”.

ELETRÔNICA BÁSICA - Capacitores - Carga A constante de tempo “τ” (TAU),corresponde ao tempo necessário para

Onde: Vc = tensão no capacitor Vo = tensão da fonte t = tempo de carga em segundos

22

Capacitores – Carga

ELETRÔNICA

BÁSICA

Na prática, consideramos que para um tempo de 5.τ o capacitor encontra-se totalmente carregado. Observamos pelo gráfico que nos primeiros instantes de carga, o capacitor já atinja um bom percentual da tensão total, e a medida que o tempo passa a carga se torna mais lenta até a totalização. Concluímos então que no início de carga existe uma corrente elétrica alta circulando pelo capacitor que vai diminuindo à medida que o capacitor vai carregando, até que não exista mais uma diferença de potencial entre o capacitor e a fonte, cessando assim a corrente de carga. Devido a essa característica, podemos afirmar que o capacitor inicialmente descarregado, comporta-se como um curto-circuito (pela corrente alta) e após a carga total, comporta-se como um circuito aberto (por não circular mais corrente).

Capacitores – Carga

ELETRÔNICA

BÁSICA

Exemplo: Observe a figura abaixo:

Capacitores – Carga ELETRÔNICA BÁSICA Exemplo: Observe a figura abaixo: Partindo com o capacitor descarregado, se

Partindo com o capacitor descarregado, se ligarmos a chave Ch-1, circulará uma corrente pelo circuito que irá carregar o capacitor C. Pergunta: Qual é o tempo que o capacitor atingirá a carga total?

Capacitores – Carga

ELETRÔNICA

BÁSICA

Carga total = 5.τ Se τ = R.C Carga total = 5.R.C ⇒ 5. 100000(Ω). 0,0001(F) Carga total = 50 segundos

Portanto, a chave Ch-1 deve permanecer ligada no mínimo 50 segundos, para que o capacitor atinja a carga total independente da tensão da fonte. Se desejarmos calcular a carga do capacitor em tempos inferiores a 5.τ, devemos utilizar a seguinte equação:

Capacitores – Carga ELETRÔNICA BÁSICA Carga total = 5.τ Se τ = R.C Carga total =

Capacitores – Carga

Onde:

ELETRÔNICA

BÁSICA

Vc = tensão no capacitor Vo = tensão da fonte e = constante (base) = 2,72 t = tempo de carga em segundos R = resistência em Ohm C = capacitância em Farad

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores – Carga

Exemplo:

Se no circuito da figura anterior mantivéssemos a chave Ch-1 fechada por apenas 25 segundos, qual seria a tensão da carga armazenada no capacitor? Observe que acionamos a

90%.
90%.

chave pela metade do (25s) e a tensão no capacitor passou de

tempo

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores – Descarga

A constante de tempo “τ”, corresponde ao tempo necessário para que a tensão no capacitor atinja 36,8% da tensão da fonte na descarga. Na figura a seguir, mostramos uma tabela e gráfico de descarga do capacitor, baseado na constante de tempo “τ”.

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores – Descarga A constante de tempo “τ”, corresponde ao tempo necessário para que

Capacitores – Descarga

Onde:

ELETRÔNICA

BÁSICA

Vc = tensão no capacitor (final) Vo = tensão inicial (adquirido na fonte) t = tempo de descarga em segundos

Na prática, consideramos que para um tempo de 5.τ o capacitor encontrase totalmente descarregado.

Capacitores – Descarga

ELETRÔNICA

BÁSICA

Consideremos agora que o capacitor do circuito da figura a seguir apresenta-se carregado.

Capacitores – Descarga ELETRÔNICA BÁSICA Consideremos agora que o capacitor do circuito da figura a seguir

Capacitores – Descarga

ELETRÔNICA

BÁSICA

Descarga total = 5.τ Se τ = R.C Descarga total = 5.R.C ⇒ 5. 100000(Ω). 0,0001(F) Descarga total = 50 segundos

Portanto a chave Ch-1 deve permanecer ligada no

mínimo 50 segundos, para

que

o capacitor atinja

a

descarga total

independente

da

tensão

da

fonte.

É

importante observar que o tempo de descarga mesmo que o de carga, ou seja, de 5.τ.

é

o

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores – Descarga

Se desejarmos calcular a descarga do capacitor em tempos inferiores a 5.τ, devemos utilizar a seguinte equação:

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores – Descarga Se desejarmos calcular a descarga do capacitor em tempos inferiores a

Onde:

Vc = tensão no capacitor final Vo = tensão inicial do capacitor e = constante (base) = 2,72 t = tempo de descarga em segundos R = resistência em Ohm C = capacitância em Farad

Capacitores – Exercícios

ELETRÔNICA

BÁSICA

1. Determine as constantes de tempo “τ” para as seguintes combinações, conforme exemplo:

Basta multiplicar um pelo outro, observando os múltiplos e submúltiplos, resultando em tempo em segundos, mili segundos, etc ..

  • a) 2,2μF e 470k - “τ”= R (em Ω) . C (em Farad) = 2,2 x

10 -6 F . 470 x 103Ω = 1034ms (1,03s)

  • b) 330nF e 2M7

  • c) 2pF e 56k

  • d) 470μF e 1M5

  • e) 100μF e 100k

  • f) 10nF e 220k

ELETRÔNICA

BÁSICA

Capacitores – Exercícios 2. Dado o circuito abaixo, e considerando o capacitor inicialmente descarregado, determine qual será a tensão final no capacitor se fecharmos a chave durante 2s. Circuito de carga.

ELETRÔNICA BÁSICA Capacitores – Exercícios 2. Dado o circuito abaixo, e considerando o capacitor inicialmente descarregado,

Capacitores – Exercícios

ELETRÔNICA

BÁSICA

3. Dado o circuito abaixo, e considerando o capacitor carregado, determine qual será a tensão final no capacitor se fecharmos a chave durante 0,04s. Circuito de descarga.

Capacitores – Exercícios ELETRÔNICA BÁSICA 3. Dado o circuito abaixo, e considerando o capacitor carregado, determine