Você está na página 1de 24

Sistema Nervoso

Guilherme Araújo
Enfermagem-UESPI
Segundo Dangelo e Fatini o Sistema nervoso é à parte do corpo humano
capaz de captar, processar e emitir reações que ocorrem ao redor ou no
próprio corpo.È responsável por toda a nossa sensibilidade e motricidade.Este
sistema controla e coordena as funções de todos os organismos e ainda, é
capaz de interpreta-los e desencadear, eventualmente, respostas adequadas a
estes estímulos.Muitas funções do sistema nervoso dependem da vontade e
muitas outras ocorrem sem delas tenhamos consciência.Divide-se em Sistema
Nervoso Central e Sistema Nervoso Periférico.
Sistema Nervoso-
Classificação
 SNC e SNP
• SNC
 Encéfalo;
 Medula espinhal.
• SNP
 Não-autônomo ou Voluntário;
 Autônomo ou Involuntário.

• Neurônio-Unidade básica do sistema nervoso


MENINGES
São 3 camadas de revestimento
de tecido conjuntivo que se
estendem em torno da medula
espinal e do encéfalo.

FUNÇÃO: proteção a medula


espinhal e encéfalo.

Dura-máter: camada mais externa


Aracnóide-máter: camada média
Pia-máter: camada mais interna
Sistema Nervoso Central
• Origem:
O sistema nervoso central tem
origem embrionária na placa neural,
que por sua vez é uma parte
especializada da ectoderme. Durante
o desenvolvimento embrionário, a
placa neural se dobra e forma o tubo
neural. Cada região desse tubo dá
origem a diferentes partes do
sistema nervoso central.
Prosencéfalo
• anteriormente; dá origem ao
Telencéfalo (que, por sua vez, está na
origem dos hemisférios cerebrais) e
ao Diencéfalo (que dá origem ao
tálamo e ao hipotálamo)
Mesencéfalo
• medianamente; origina os pedúnculos
cerebrais e a lâmina quadrigémea

Robencéfalo
• posteriormente; origina o Metencéfalo
(que, por sua vez, origina a Protuberância e
o Cerebelo) e o Mielencéfalo (que origina o
Bulbo Raquidiano).
Encéfalo
• Divide-se em:
Cérebro
Cerebelo
Tronco encefálico
Cérebro
• É a porção mais desenvolvida do
encéfalo. A superfície do cérebro
(córtex cerebral) apresenta uma
série de circunvoluções que aumentam
a sua superfície, abrigando maior
número de neurônios. O córtex
cerebral controla as ações
voluntárias do indivíduo, além de
abrigar centros nervosos
relacionados à
inteligência, memória e sensibilidade.
Cerebelo
• O cerebelo é a parte do encéfalo
responsável pela manutenção do equilíbrio
e pelo controle do tônus muscular e dos
movimentos voluntários, bem como pela
aprendizagem motora. Dependemos do
cerebelo para andar, correr, pular, andar
de bicicleta, etc.
• É formado por 2 hemisférios - os
hemisférios cerebelosos, e por uma parte
central, chamada de Vermis. O termo
cerebelo deriva do latim e significa
"pequeno cérebro
Patologia
• Quando o cerebelo é lesado, os principais sintomas são:
• Descoordenação dos movimentos (ataxia);
• Perda do equilíbrio;
• Diminuição do tônus da musculatura esquelética.
• Dismetria: dificuldade para "calcular" o movimento..
• Decomposição: os movimentos são decompostos, realizados em
etapas por cada articulação.
• Disdiadococinesia: dificuldade para realizar movimento rápida e
alternadamente. Pode-se testar pedindo ao paciente que toque com
o polegar os dedos indicador e médio.
• Rechaço: ao se pedir ao paciente que flexione cotovelo contra
resistência, ao retirar a mão, o braço do paciente tende a ir contra
o tórax pela demora da ação da musculatura extensora.
• Tremor: tremor que se acentua ao final do movimento(tremor
intencional).
Tronco Encefálico
Mesencéfalo: conecta-se a ponte
e ao diencéfalo. Contém funções:
reflexos dos movimentos, reflexo
pupilar, reflexos que comandam o
movimento da cabeça, olhos, pescoço
e para sobressaltos (sustos)

Ponte: situa-se acima do bulbo e à


frente do cerebelo. Conecta parte do
encéfalo entre si, por meio de
conexões formadas por feixes de
axônios.

Bulbo: contém vários núcleos, entre


eles os principais são – centro
cardiovascular e o centro respiratório.
Além desses, há nervos associados às
sensações de toque, pressão,
deglutição, vômito, tosse e espirro.
MEDULA ESPINAL
Estende-se da parte inferior do encéfalo, o
bulbo, até a margem superior da segunda
vértebra lombar, na coluna vertebral`.
Não percorre todo o comprimento da coluna
vertebral
Os nervos que se originam na porção mais
inferior, se angulam formando a cauda equina

Funções:
• Conduzir impulsos nervosos do corpo para o
encéfalo
• Produzir impulsos nervosos coordenando atos
como, por exemplo, o reflexo involuntário.
• Ato reflexo: resposta involuntária
• Arco reflexo: caminho percorrido pelo impulso
nervoso.
Sistema Nervoso
Periférico

• Parte do sistema nervoso que se


encontra fora do sistema nervoso
central (SNC). É constituído por
nervos e gânglios nervosos.
• Nervos:
Axônios e Dentritos

• Gânglios
Corpos de neurônios
SNP
NERVOS

SENSITIVOS MOTORES
MISTOS
(AFERENTES) (EFERENTES)
SNP
NERVOS

CRANIANOS ESPINHAIS
NERVOS
• Sensitivos
 São os nervos que tem o papel de
transmitir os impulsos nervosos do órgão
receptor até ao SNC
• Motores
 Conduzem o impulso codificado no encéfalo
(SNC), até ao órgão efetor;
• Nervos Mistos
 Tem o mesmo papel que os nervos
sensitivos e motores ao mesmo tempo.
Nervos Cranianos
• 12 pares que se ligam ao encéfalo
• A maioria origina-se no tronco encefálico
• São eles:
 Olfatório
 Óptico
 Óculomotor
 Troclear
 Trigêmeo
 Abducente
 Facial
 Vestíbulo-coclear
 Glossofaríngeo
 Vago
 Acessório
 Hipoglosso
Nervos Espinhais
• 31 pares de nervos espinhais que mantém
conexão com a medula espinhal.
• Da mesma forma da coluna,os nervos
também se dividem em:
 Cervicais
 Torácicos
 Lombares
 Sacrais
 Coccígeos
SNP Voluntário
• Reagir à estímulos do meio ambiente

SNP Involuntário
• Regula o ambiente interno do corpo
• “Nosso cérebro é o melhor brinquedo
já criado, nele se encontram todos os
segredos, inclusive o da
felicidade“.(Charles Chaplim)

Obrigado pela atenção!