Você está na página 1de 30

Como podemos salvaguardar o ambiente?

PROTEÇÃO E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA:

CRIAÇÃO DE
ORDENAMENTO TRATAMENTO DESENVOLVIMENTO
ÁREAS
DO TERRITÓRIO DE RESÍDUOS SUSTENTÁVEL
PROTEGIDAS
Em que consiste o ordenamento do território?

ORDENAMENTO DO Consiste na gestão da intervenção do


TERRITÓRIO Homem sobre o espaço natural.

Em Portugal, a entidade responsável pelo


ordenamento do território é o Ministério do
Ambiente, Ordenamento do Território e
Energia.

Organiza-se em planos à escala nacional,


regional e municipal.

É implementado através de instrumentos de


gestão territorial (IGT), como por exemplo:
- Plano Regional de Ordenamento do Território
(PROT)
- Plano Municipal de Ordenamento do Território
(PMOT)
Em que consiste o ordenamento do território?

ÁREAS PROTEGIDAS

São locais de grande


significado ambiental,
científico e cultural, onde
as atividades humanas são
limitadas, que têm como
objetivos a preservação dos
recursos naturais e a
manutenção da
biodiversidade.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

ÁREAS PROTEGIDAS:

PARQUE PARQUE RESERVA PAISAGEM MONUMENTO


NACIONAL NATURAL NATURAL PROTEGIDA NATURAL

Ex: Reserva Ex: Arriba Ex: Pegadas


Parque Ex: Parque
Natural da Fóssil da de
Nacional Natural da Ria
Serra da Costa da Dinossáurios
Peneda-Gerês Formosa
Malcata Caparica de Ourém
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

PARQUE NACIONAL

É uma área formada por


vários ecossistemas pouco
ou nada alterados, que inclui
A única área protegida que beneficia deste estatuto
amostras de regiões naturais em Portugal é o Parque Nacional Peneda-Gerês
características, paisagens (criado em 1971).

naturais e humanizadas e
diversos habitats
importantes para espécies
com valor científico, ecológico
ou educativo.
PARQUE NACIONAL: PENEDA-GERÊS Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

PARQUE NATURAL

Constitui uma área pública


ou privada, de paisagens
naturais, seminaturais e
humanizadas, que têm de ser
conservadas e protegidas.
Nos parques naturais
promove-se o
desenvolvimento das
populações (ex: artesanato,
tradições populares), bem
como a proteção e a
recuperação do património
arquitetónico.

Em Portugal Continental existem


atualmente 13 parques naturais.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

Criado em
1987.

Trata-se de
PARQUE NATURAL: RIA FORMOSA

uma zona
húmida (sapal)
formada por um
sistema lagunar
e por um
conjunto de
ilhas arenosas.

Localiza-se na
costa algarvia.

Apresenta uma
extensão de
60 km.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

RESERVA NATURAL

Constitui uma área de


proteção do habitat, da
fauna e da flora, que
apresenta características de
valor científico, ecológico
ou educativo. Numa reserva
natural é impedida qualquer
ação que altere a dinâmica
dos ecossistemas.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

Criada em 1981. Tem uma área de 16 348 ha. O relevo é montanhoso, com
presença de bosques e matagais mediterrânicos. Foi criada para
preservar o habitat natural do lince ibérico (Lynx pardinus), o felino mais
ameaçado de extinção no mundo.
RESERVA NATURAL: SERRA DA MALCATA
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

PAISAGEM PROTEGIDA

É constituída por paisagens


que evidenciem grande valor
estético, ecológico ou
cultural resultantes da
interação harmoniosa entre
o Homem e a natureza.

Atualmente encontram-se
classificadas 2 áreas de
paisagens protegidas de âmbito
nacional.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

É constituída por uma antiga falésia, já não alcançada pelo mar.


Como é uma zona protegida, a captura de animais, plantas
e fósseis é proibida.
PAISAGEM PROTEGIDA: ARRIBA FÓSSIL
DA COSTA DA CAPARICA
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

MONUMENTO NATURAL

É uma ocorrência natural de


interesse cultural, científico,
ecológico ou estético, onde
se propõe a definição de
áreas e medidas
indispensáveis à sua
preservação.
Áreas protegidas: o que são e quais as tipologias?

Criada em 1997. Localiza-se na serra de Aire, numa antiga pedreira, e


é um local onde se podem observar cerca de 20 pistas de dinossáurios
saurópodes datadas do Jurássico, um dos quais, com 147 m de
comprimento, o maior até hoje conhecido no mundo.
MONUMENTO NATURAL: PEGADAS DE
DINOSSÚURIOS (OURÉM)
Gestão dos resíduos: Que tipo de resíduos são
produzidos?

É qualquer substância ou objeto de que o ser


RESÍDUOS humano pretende desfazer-se por não lhe reconhecer
utilidade.

Classificação dos resíduos quanto à sua origem:

RESÍDUOS
RESÍDUOS RESÍDUOS
SÓLIDOS
INDUSTRIAIS HOSPITALARES
URBANOS (RSU)
Gestão dos resíduos: Que tipo de resíduos são
produzidos?

Classificação dos resíduos quanto à sua


natureza:

RESÍDUOS RESÍDUOS
ORGÂNICOS INORGÂNICOS
Que problemas surgem associados aos resíduos?

NÃO HÁ ESPAÇO ÚTIL NO


A POPULAÇÃO MUNDIAL ESTÁ A
PLANETA PARA DEPOSIÇÃO
AUMENTAR!
DE TANTO LIXO!
Que problemas surgem associados aos resíduos?

Mais produtos descartáveis Rápida desatualização

Mais embalagens

Pouca durabilidade

HÁ UM CRESCIMENTO DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS!


Que problemas surgem associados aos resíduos?

Tempo de decomposição de alguns resíduos na natureza

A MAIORIA DOS RESÍDUOS DEMORA MUITO TEMPO A


DECOMPOR-SE!
Qual o destino final dos resíduos?

São depósitos não controlados de resíduos, que


LIXEIRAS
são amontoados a céu aberto, em terrenos baldios.

Entrada de animais
Curso de água Contaminação dos
Odores desagradáveis superficial solos e das águas
Chuva superficiais

Lixeira

Infiltração e escorrência
das águas lixiviantes
Contaminação da água
subterrânea

Água subterrânea

Face aos problemas causados, as lixeiras foram progressivamente encerradas


e a sua erradicação no nosso país ocorreu em 2002. Atualmente estão em prática
sistemas integrados de tratamento, valorização e eliminação final de
resíduos.
Qual o destino final dos resíduos?

SISTEMAS INTEGRADOS DE TRATAMENTO, VALORIZAÇÃO E


ELIMINAÇÃO FINAL DE RESÍDUOS

Contentor
Consumo, Aterro sanitário Incineração
indiferenciado
produção de
resíduos

Ecoponto Triagem Reciclagem

Produtos
Recursos naturais Compostagem

RECICLAGEM RECICLAGEM RECICLAGEM RECICLAGEM


Qual o destino final dos resíduos?

Consiste na transformação dos resíduos em novos


RECICLAGEM produtos, idênticos aos originais (reciclagem primária) ou
diferentes (reciclagem secundária).

VANTAGENS DESVANTAGENS
↓ Poluição do ar em Dependência da
↓ Aquecimento global ↓ Chuvas ácidas zonas urbanas separação de resíduos
por parte dos cidadãos
↓ Gasto de
↓ Poluição atmosférica ↓ Consumo de energia
combustíveis fósseis

↓ Quantidade de
↓ Gasto de energia RECICLAGEM resíduos sólidos

↓ Consumo de
↓ Poluição da água ↓ Poluição dos solos
matérias-primas

↓ Ameaças à ↓ Destruição de
biodiversidade habitats
Qual o destino final dos resíduos?

Consiste na destruição por combustão, a altas


temperaturas, de resíduos provenientes das atividades
INCINERAÇÃO
domésticas, industriais e hospitalares, que ficam reduzidos
a cinzas e a gases.
Ocorre a libertação de alguns
gases para a atmosfera.
Os gases resultantes
da queima são
canalizados para
turbinas. Os gases produzidos
Os resíduos são são tratados.
introduzidos
no incinerador.

Os resíduos são
queimados.
Os resíduos são
depositados em Algumas cinzas e escórias
reservatórios. resultantes da queima podem ser A passagem do vapor pelas
usadas na construção civil, outras turbinas gera eletricidade.
são depositadas em aterros.

VANTAGENS DESVANTAGENS
Grande redução do volume e peso Elevados custos, a produção de
dos resíduos e possibilidade do cinzas e a emissão gases poluentes
aproveitamento energético. para a atmosfera.
Qual o destino final dos resíduos?

Consiste num processo de tratamento da fração orgânica


dos RSU ou de alguns resíduos das agropecuárias e pode
COMPOSTAGEM
ser considerada uma adaptação industrial de uma prática
agrícola há muitos anos realizada pelo Homem.

Os restos de vegetais e
fruta fazem parte da fração
orgânica dos RSU.

Os resíduos orgânicos,
juntamente com terra
O composto é utilizado (contendo organismos
na fertilização dos solos. decompositores) e
água, são depositados
em compostores.

Na presença de oxigénio, os
decompositores transformam os
resíduos orgânicos em composto.

VANTAGENS DESVANTAGENS
Necessidade de separar os resíduos;
Utilização do composto na fertilização
risco de provocar libertação de maus
dos solos e redução do volume de
odores e atração de insetos e outros
resíduos a enviar para os aterros.
animais.
Qual o destino final dos resíduos?

São instalações onde são depositados de forma


ATERROS controlada resíduos que não podem ser reciclados ou
SANITÁRIOS tratados de outra forma, como os resíduos indiferenciados,
as escórias da incineração e as lamas provenientes das
ETAR.
Qual o destino final dos resíduos?

ATERROS SANITÁRIOS

VANTAGENS
Rápida construção, grande
capacidade, baixos custos de
manutenção e possibilidade de
recuperação da paisagem após o seu
encerramento (ex: construção de
jardins).

DESVANTAGENS
Necessidade de grandes áreas para
implantação, necessidade de controlo
contínuo dos gases e das águas
lixiviantes e elevados custos de
construção.
Como diminuir a quantidade de resíduos?

Para garantir a não extinção de recursos naturais e a


DESENVOLVIMENTO não acumulação indiscriminada de resíduos no planeta,
SUSTENTÁVEL há que procurar formas de diminuir a quantidade de
resíduos produzidos.

POLÍTICA DOS 3R’S

1º REDUZIR

2º REUTILIZAR

3º RECICLAR
Como diminuir a quantidade de resíduos?

REDUZIR
Como diminuir a quantidade de resíduos?

REUTILIZAR
Como diminuir a quantidade de resíduos?

RECICLAR

Em primeiro lugar temos de fazer uma recolha/separação seletiva…

ECOPONTOS ECOCENTRO

CENTRO
DE
TRIAGEM