Você está na página 1de 15

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO – PIO XII

BIOMEDICINA

Dalvecy Maria David Mathias


Fabiana Regina Barbosa
Karla de Oliveira Freitas
Márcio da Silva
Rafaela de Carvalho Silva

MUSCULATURA DA COXA
Conceituação, Tipos de músculos da região da coxa e
suas funções.

Orientador: Prof. Marcus Ottoni

2013
Introdução
Este trabalho foi desenvolvido para apresentar
uma parte específica do sistema muscular, a
musculatura da coxa.
Os músculos e as articulações são aspectos
fundamentais para a sustentação e locomoção do
organismo. Com isso, o estudo dos músculos do
membro inferior (coxa) foi realizado visando à
estrutura e as funções de cada um deles.
Objetivo
Estudar a estrutura do corpo humano e trazer
informações suficientes e de conhecimento
anatômico relacionado ao sistema muscular da
coxa.
Músculos

São estruturas individualizadas que cruzam


uma ou mais articulações e pela sua contração
são capazes de transmitir-lhes movimento.
Este é efetuado por células especializadas
denominadas fibras musculares, cuja energia
latente é ou pode ser controlada pelo sistema
nervoso. Os músculos são capazes de
transformar energia química em energia
mecânica. É de cor vermelha, denotando a
existência de pigmentos e grande quantidade
de sangue nas fibras musculares. Os músculos
representam 40-50% do peso corporal total.
Coxa

Funções: Locomoção e
sustentação do indivíduo.
Vasto Medial -Região antero-lateral
Origem: Linha intertrocantérica e
lábio medial da linha áspera.

Inserção: Por tendão único, nas


cordas proximais e laterais da patela
e por meio do ligamento patelar e
retináculos da patela, na
tuberosidade da tíbia.

Função: É responsável pelo volume


muscular situado na região inferior e
interna da coxa, logo acima do joelho.
Vasto Lateral – Região antero-
lateral
Origem: Face anterior do trocânter maior e
lábio lateral da linha áspera.

Inserção: Tuberosidade da tíbia e ligamento


da patela.

Função: Extensão do joelho, desacelera a


rotação, adução, flexão e rotação interna
do joelho durante o impacto da marcha,
estabiliza de forma dinâmica o joelho
durante os movimentos funcionais.
Vasto Intermédio – Região antero-
lateral
Origem: Faces anterior e lateral do corpo do
fêmur.

Inserção: Tendão patelar (tendão do


quadríceps à patela), através do ligamento
patelar no tubérculo da tíbia.

Função: Extensão do joelho. Desacelera a


extensão e a rotação interna do joelho.
Estabiliza de forma dinâmica o joelho
durante os movimentos funcionais.
Reto Femoral – Região antero-lateral
Origem: Espinha ilíaca ântero-inferior.

Inserção distal: Tendão patelar (tendão do


quadríceps à patela), através do ligamento
patelar no tubérculo da tíbia.

Função: Flexão do quadril.


Bíceps Femoral – Região Posterior
Inserção Proximal: Cabeça longa -
Tuberosidade isquiática e ligamento
sacro-tuberoso. Cabeça curta – Lábio
lateral da linha áspera.

Inserção distal: Cabeça da fíbula e


côndilo lateral da tíbia.

Ação: Extensão do quadril, flexão do


joelho e rotação lateral da coxa.
Sartório – Região antero-lateral.

Inserção Proximal: Espinha Ilíaca


ântero-superior.

Inserção distal: Superfície medial da


tuberosidade da tíbia.

Ação: Flexão, abdução e rotação lateral


da coxa e flexão e rotação medial do
joelho.
Adutores – Região Postero-medial
 Adutor Adutor Magno
 Adutor
Longo Origem: Porção
Curto adutora, ramo
Origem: Corpo inferior do
Origem: Corpo do púbis.
e ramo púbis. Porção
Inserção: Lábio extensora,
inferior do tuberosidade
púbis. medial da
linha áspera isquiática.
Inserção: Linha do fêmur. Inserção: Porção
áspera do adutora, linha
Ação: Adução e áspera. Porção
fêmur.
auxiliar na extensora, linha
Ação: Adução e flexão da supracondilar
auxiliar na coxa. medial e
flexão da tubérculo adutor.
coxa. Ação: Porção
adutora realiza
adução, e a
flexora, flexão.
Grácil – Região Postero-medial
Inserção Proximal: Sínfise púbica e
ramo inferior do púbis.

Inserção Distal: Superfície medial da


tuberosidade da tíbia (pata de ganso).

Ação: adução da coxa, flexão e rotação


medial do joelho.
Tensor da Fáscia Lata – Região antero-
lateral

Inserção proximal: Crista Ilíaca e espinha


ilíaca ântero-superior.

Inserção Distal: Trato Íleo-Tibial.

Ação: Flexão, abdução e rotação medial do


quadril e rotação lateral do joelho.
Músculos do Jarrete.
Semitendíneo
Inserção Proximal: Tuberosidade Isquiática.
Inserção Distal: Superfície medial da tuberosidade da
tíbia.
Ação: adução da coxa, flexão e rotação medial do
joelho.

Semimembranáceo
Inserção Proximal: Tuberosidade Isquiática.
Inserção Distal: Côndilo medial da tíbia.
Ação: Extensão do quadril, flexão e rotação medial do
joelho.

*Estes músculos são assim chamados porque se os seus


tendões forem cortados, por trás do joelho, este deixa
de poder se fletir impedindo o andar, ficando o paciente
impotente para dar um passo tal como um “velho
jarreta”.
Bibliografia
Http://www.auladeanatomia.com/sistemamuscular/gen-musc.htm
Acessado em: 03/05/13

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-muscular/musculos-6.php
Acessado em: 04/05/13

http://ifanatomia.wordpress.com/category/musculos-dos-membros-inferiores/regiao-anterior-e-medial-da
coxa/
Acessado em: 05/05/13

Livro:
Putz, R.; Pabst, R. (Ed.). Atlas de anatomia humana: Sobotta. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. v.2.
Disponível em: 06/05/13

http://medicina-anatomiahumana.blogspot.com.br/2008/12/sistema-muscular.html
Acessado em: 09/05/13