Você está na página 1de 14

Apogeu e declínio

da influência europeia
Esquema e conceitos
2

Apogeu e declínio da influência europeia

1.1 O imperialismo desde o fim do século XIX


1.2 As causas e o desenrolar da Primeira Guerra Mundial

A Conferência de Berlim. Caricatura da autoria de Rafael Bordalo Soldados com


Pinheiro sobre o Ultimato Britânico, 1890. máscaras antigás.
3

A corrida a África
Conferência de Berlim
(1884-1885)
Objetivos:
• procura de matérias-primas;
• obtenção de mercados; Definição de regras de ocupação
dos territórios em África
• utilização de mão de obra barata.

Princípio de ocupação efetiva

As potências europeias (Grã-Bretanha,


Alemanha, França e Bélgica) pretendiam
desenvolver a sua indústria.

A Conferência de Berlim.
4

O projeto do Mapa Cor-de-Rosa

Ocupação portuguesa
do território entre Oposição da Grã-Bretanha,
Angola e Moçambique que tinha um outro projeto

Projeto de Cecil Rhodes


(do Cairo ao Cabo)
ULTIMATO INGLÊS
11 de janeiro de 1890

• Portugal retira-se dos territórios ocupados, cedendo


às pretensões inglesas — demonstração clara da
frágil colonização nacional.
• Dificuldades nas relações económicas e diplomáticas
Projeto do Mapa Cor-de-Rosa.
com a Grã-Bretanha.
5

Os impérios coloniais em África no final do século XIX


6

Tensões nacionalistas na Europa

Europa
Democracias liberais: Regimes autoritários:
• França • Império Austro-Húngaro
• Portugal • Império Russo
• Grã-Bretanha • Império Alemão
Rivais

• Vasto império. • Grande produtor industrial.


• Matérias-primas. • Pangermanismo
(Movimento que defendia a
• Mercados.
unidade dos povos de língua
alemã e, consequentemente,
a expansão dos seus
territórios.)
7

As alianças militares europeias em 1914

Mapa das alianças


Tríplice Aliança Tríplice Entente
1882 1907

• Império Alemão • Grã-Bretanha


• Império Austro-Húngaro • França
• Itália • Império Russo

A Europa vivia uma «paz armada».


8

As alianças militares europeias em 1914.


9

Os antecedentes da guerra

A questão dos Balcãs:


• Movimentos independentistas face aos Impérios
Austro-Húngaro e Otomano.
• Albaneses, Búlgaros e Sérvios pretendiam a autonomia:
pan-eslavismo.
para o que contavam com o
Apoio do Império Russo

Bósnia:
• Em 1908, o Império Austro-Húngaro anexa este território. Assassínio em Sarajevo do
príncipe herdeiro do
Alsácia-Lorena: Império Austro-Húngaro,
o arquiduque Francisco
• A França pretendia recuperar os territórios que haviam sido Fernando (1914).
perdidos para a Alemanha em 1870 (na Guerra Franco-
-Prussiana).
10

O início do conflito

• Em 1914, em Sarajevo, é assassinado • O Império Austro-Húngaro declara


o arquiduque Francisco Fernando, guerra à Sérvia.
herdeiro do Império Austro-Húngaro,
por um estudante nacionalista sérvio.

Alianças desencadeadas:
• O Império Russo apoia a Sérvia.
• A França e a Grã-Bretanha, ameaçadas pela
Alemanha, juntam-se à Rússia.

Os Aliados: Impérios Centrais:


• Itália (abandona a Tríplice Aliança) • Império Turco
• Portugal • Japão • Bulgária
• Brasil • Estados Unidos
11

As fases da Primeira Guerra Mundial


Agosto e setembro de 1914: De setembro de 1914 a De fevereiro a novembro de
Guerra de Movimentos fevereiro de 1918: Guerra das 1918: Retorno à Guerra de
Trincheiras ou das posições Movimentos

• Movimentação rápida das • Abertura de trincheiras,


tropas. utilizadas para manter as
posições. • A Rússia retira-se da Guerra
(Tratado Brest-Litovsk).
• Invasão da França pelas • Conquista da Polónia pelos • Segunda Batalha do Marne:
tropas alemãs. alemães. retirada dos alemães de
• Primeira Batalha do Marne: • Batalha da Jutlândia. território francês.
os alemães quase atingem a • A ação dos alemães é • O Império Austro-Húngaro
cidade de Paris. travada pelo rigoroso rende-se.
• Contra-ataque das tropas inverno russo. • A República Alemã assina o
anglo-francesas. • Batalha de Verdum. Armistício (11 de novembro
de 1918).

Entrada efetiva dos


Fim da Primeira Guerra
EUA na Guerra
Mundial
12

A intervenção portuguesa na Primeira Guerra Mundial


Divergência de posições em Portugal
Defesa da participação: Defesa da neutralidade:
• Combate das ameaças • Afirmação da soberania
alemãs em África; nacional perante
• Legitimação do novo a Inglaterra.
regime. • Evitar riscos de guerra.

Consequências:
1916: A Alemanha declara
• 7200 mortos. Soldados portugueses do CEP
guerra a Portugal. na Primeira Guerra Mundial.
• Mais de 13 500 feridos.
1917: Partida do Corpo
• Agravamento da dívida nacional.
Expedicionário Português
• Reconhecimento internacional.
(CEP) para França.
• Manutenção da posse das colónias
em África.
13

Corpo Expedicionário Português (CEP)

Fotografia da partida para a frente ocidental (em Um atirador na trincheira (do livro João Ninguém,
primeiro plano, um dos mobilizados despede-se da mulher). Soldado da Grande Guerra, de Menezes Ferreira, 1919).
14

Corpo Expedicionário Português (CEP)

Chegada à frente de guerra, em França (pintura do Museu Militar, Lisboa).