Você está na página 1de 43




  


| 

 

      
|
Professor: Dr. Jean Dalmo Marques

Fevereiro/2011
Manaus/AM
 
     
   

 
 
!      
 "  
elementos. A notação padrão lista os elementos separados por vírgulas
entre chaves.

#$%&
#$$%$&

 
'  (       
   

  


) *      


   
  

     
 +  
  ,   

 -          
 +,  
 
    .  

/  ,   
  .      
 
  
  !
!   


›onceitos essenciais

›onjunto: representa uma coleção de objetos, sempre representado


por letras maiúsculas‰

 lemento: qualquer um dos componentes de um conjunto,


geralmente representado por letras minúsculas‰

Pertinência: é a característica associada a um elemento que faz


parte de um conjunto;

Pertence ou não pertence

Se a !    
 A0   / ,    
a
 
  
A      ü | 1 a não é
um elemento de A0   / ,    
a não
pertence ao conjunto A       |
23|45216781
=nião
 
  
    
 
 
  
   
 |9#:;<=&   

>9#?$%@:&   
  ù  '        â
23|45216781
šntersecção
   
 ,
/  

 
 
 
    

  
 

 
 .      ,    
 

    A  % @ :‰     

,  
     
  
  

23|45216781
] Diferença entre dois
conjuntos
   
 | >
"B  
    
   
 | > 

     
  |
,  
 >
Os números 1 e 2 pertencem
 
  ! exclusivamente ao conjunto A
  
|C >
|  +  -    
 A e B ! 
 
 AlB 
    
 ,
 
         
 A e B

| 
     
 A e B !   
 A
6 B 
    
 ,  
 
 
  
   
 A e B
*epresentação de um conjunto

Há mais de uma forma de representar um conjunto:

a) numerando os elementos
b)›onsiderando uma propriedade dos elementos
c) Desenhando uma figura

 x: represente de diferentes formas o conjunto A,


formado pelos elementos: 1,3,5,7 e 9
šgualdade de conjuntos

Dois conjuntos, A e B são iguais (A=B) quando A e B


tem os mesmos elementos.

A = {x| x é um elemento natural menor que 5}


B = {0,1,2,3,4}

Podemos considerar os elementos iguais pois


apresentam os mesmos elementos.

OBS: Se o conj. A tiver ao menos 1 elemento que


não pertença a um conj. B, dizemos que esses
conjuntos são diferentes (A(B)
›onjunto vazio
›onjuntos que não tem elementos

 x: B = § ou B = { }

N=N›A: B = {§}

›onjunto unitário
›onjunto que tem apenas 1 elemento
› = {1}

›onjunto universo
›onjunto considerado para estudar determinada
situação
= = {fucionários de uma empresa}
›onsiderando os diferentes conjuntos universo,
resolva a seguinte equação:

X+3=0

a)= é o conjunto dos números naturais

a) = é o conjunto dos números inteiros


* SPOSTAS

X+3=0

a) = é o conjunto dos números naturais

S=§

b) = é o conjunto dos números inteiros

S = {-3}
S=B›ONJ=NTOS D  =M ›ONJ=NTO
Dizemos que A é um subconjunto do conjunto B se,
e somente se, todos os elementos de A
pertencerem também a B.
B

OP *AÇÕ S ›OM ›ONJ=NTOS


=nião de conjuntos: ›onsidere os conjuntos
A = {2,3,5,7}
B = {0,2,4,6}
› = {0,2,3,4,5,6,7}
Logo, › é o conj. da união de A e B. šndicamos por:
AlB=›
Dados dois conjuntos M e N hachurar, em cada caso, o conjunto união:

M N
a)

M
b) N

M N
c)
šNT *S ›ÇÃO D  ›ONJ=NTOS
›onsidere A o conj. dos números naturais menor que
8 e B o conj. dos números naturais pares menores
que 10.

Se formarmos o conj. › com o elementos comunso a


A e B, obteremos:

› = {0,2,4,6}

Dizemos que › é o conjunto resultado da


intersecção de A e B e indicamos por A 6 B = ›
Dados 2 conjuntos A e B, a intersecção de A e B é o
conjunto formado pelos elementos que pertencem
a A e a B.

Logo: A 6 B = {x|xüA e xüB}

Dados os conj. M e N, hachurar, o conj. šntersecção:

M M N
a) M N b)
c)
N
 m uma pesquisa sobre o gênero musical
preferido pelos alunos de uma sala de aula, todos
tiveram de optar entre rock, samba ou pelos dois
gêneros. O resultado foi: 15 alunos gostaram
somente de rock, 12 gostaram de rock e samba e
8 gostaram só de samba.

Pergunta-se:

Quantos alunos existem na sala.


DšF * NÇA  NT*  ›ONJ=NTOS
Dados dois conjuntos A e B, a diferença de A e B é o
conjunto formado pelos elementos que pertencem
a A mas não pertencem a B

A ± B = {xƒ XüA e xB}

APLš›AÇÕ S DAS OP *AÇÕ S ›OM ›ONJ=NTOS

 m problemas que envolvam a noção de conjunto,


em especial aqueles que se referem a pesquisas,
geralmente não estamos interessados em saber que
elementos pertencem a qual conjunto, mas em
estabelecer o número de elementos de cada
conjunto.
›onsideremos as seguintes situações:

A e B são conjuntos quaisquer


n(A) é o número de elementos do conjunto A
n(B) é o número de elementos do conjunto B
O número de elementos de A lB é: A B

n(AlB) = n(A) + n(B) ± n(A6B)

O número de elementos de A6B é: B


A

n(A6B) = n(A) + n(B) ± n(AlB)

O número de elementos de A - B é: A B

n(A-B) = n(A) ± n(A6B)


 m uma pesquisa em sala de aula, verificou-se
que 15 alunos praticavam basquete como única
atividade esportiva, 25 alunos praticavam futebol,
também como única atividade esportiva e 7 alunos
praticavam as duas atividades: basquete e futebol.

Quantos alunos foram pesquisados se todos


optaram por pelos menos um dos dois esportes?
*esposta

Basquete Futebol

15 7 25

O número de alunos pesquisados é o número de


elementos do conjunto BlF.

n(BlF) = n(B) + n(F) ± n(B6F)


n(BlF) = 22 + 32 ± 7 = 47
Após uma pesquisa com clientes, um
supermercado verificou que 150 pessoas
compraram o refrigerante › e 75 compraram o
refrigerante P. Se foram pesquisadas 200 pessoas,
quantas compraram refrigerantes das duas
marcas?
*esposta

›
P

150
75

200

O número de pessoas que compraram os


refrigerantes › e P é o número de elementos do
conjunto ›6P n(›6P) = n(›) + n(P) ± n(›lP)
n(›6P) = 150 + 75 ± 200 = 25
=ma lanchonete vendeu, em um fim de semana,
1500 hamburgueres. Se 725 foram pedidos com
queijo, quantos sem queijo foram vendidos?
*esposta

H
1500 725
Q

O número de hambúrgueres vendidos sem queijo


é o número de elementos do conjunto H ± Q

n(H-Q) = n(H) ± n(H6Q)

n(H-Q) = 1500 ± 725 = 775


 
  !

  "
0
O homem sempre teve a
necessidade de se
organizar

e administrar os seus bens


de forma
a não ser enganado.
  "
0
O primeiro sistema de
contagem foi as mãos.

Depois riscos em
madeiras e ossos.

Alguns utilizavam
símbolos
para representar
quantidades.
  "
0

]   

" 
 
    


  
 .
 
 ! 
  
. ›  

 
  !
78 1 D6231 |83|E1 C  F 9 $%
8     
 A  
  


78 1 D6231 E82E31 C G


8     
 A  
  
  .

GF 9 B$B$ GH 9 ?$% GB 9  B% B$ B ?

78 1 D6231 3|E|E1 B I


8     
 A  
  
  .
 
  
 /  0

78 1 D6231 E33|E|E1 B E


8     
   
   *

78 1 D6231 32|E1 B 3


8     
  A  ,     

3 E  
  

3   

. !
    
  
  
    
 
  (
 

 
G  
   
 I 3
 
I .    
  

 G  
  

    
  
E   
    

 
3 ! 
  
 
   
    
 GI E
 
  


| $

J4521
Professor: Dr. Jean Dalmo Marques

Fevereiro/2011
Manaus/AM
F=N›Õ S
O que é uma função?
   !   ' 
  
          

    0    
   

. .
x y = f(x)

A B
ariável independente e dependente
|      
  
  ( 
  +  .-  
  *

|      
  
  ( 
  +  .-  .  

*
     
 | >  / 
/  ,  !     |  > + K ! 
   (-   
     

(  | (
  '  A
  
 K  > 3  
  
f: A B
  , 

-    |  >  ,  !  


 |  >   ,  !   

   |  >

- 1 K
       (
" (       
K
      

| !    
 . /
]   . / ( K   

, 
] (  , ,   
 
|
]  (    A
K   
>
]   , K     
   (
|!  L
] 8 /, 
  h
  
   h
. 
  h
  
  h
h
 . h


] Que faça corresponder a h  
todo elemento de h
primeiro conjunto um h
único elemento do h
segundo , ocorre uma 



função.
2 B B 
  
 
(     
] 
 . !  
 

   
M 
] 
  !   
 ‰
]   
* ! 

 
    
]  *
  
M. ! 
   
Domínio e contradomínio das funções
— *   ! 
 
   
    
‰

— 
*   ! 
 
   
    
‰
Objetos , imagens e Função linear

— 
!    
‰

— E. !    


‰

— J  !
  .!  

, 
!. ‰
®ráfico, tabela, esquema e
expressão analítica

  % 
þ

 $ ; $
J   

 

- 1
     |i> !

 ,   , ,  K ü |

 , +(- 9 K   ,  E+- 9 >

- J  
     |i> !

   ,  ,  ( ($  | (
( ($ 
 +(- ( +($-

- J  
     |i> !

  
 

  . .