P. 1
RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

2.0

|Views: 1.782|Likes:

More info:

Published by: Izabel Siebeneichler Brasil on Nov 08, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/15/2014

pdf

text

original

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL IZABEL SIEBENEICHLER BRASIL

IMPACTOS GERADOS PELA DISPOSIÇÃO DE RESIDUOS SÓLIDOS URBANOS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS

BOA VISTA 2011

IZABEL SIEBENEICHLER BRASIL

IMPACTOS GERADOS PELA DISPOSIÇÃO DE RESIDUOS SÓLIDOS URBANOS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA A RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS

Trabalho apresentado ao Curso Tecnologia em Gestão Ambiental da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina de Atividades Interdisciplinares: Portfólio Individual. Prof. Luciana Andréa Pire Rosimeire Midori Suzuki Rosa Lima Thiago Augusto Domingos Willian Luiz da Cunha

BOA VISTA 2

2011 1. INTRODUÇÃO Os serviços de limpeza urbana em Boa Vista são terceirizados por três empresas: SOMA, COPAN E COEMA. As três empresas são responsáveis pela coleta de resíduos domiciliares, especiais, hospitalares, bem como os resultantes da atividade de paisagismo realizada pela prefeitura municipal. Os munícipes não colaboram integralmente para o bom

funcionamento da coleta de resíduos, depositando seus rejeitos nas calçadas fora da data prevista para o recolhimento e com armazenamento muitas vezes inadequado. Os resíduos são coletados e separados por tipo, sendo

posteriormente depositados no aterro sanitário, que apresenta problemas na implantação ainda não finalizada e alguns problemas de manutenção.

3

2. DESENVOLVIMENTO Boa Vista é a Capital do estado de Roraima, situa-se à beira do rio Branco, principal rio do estado e tem cerca de 285 mil habitantes, sendo o município mais populoso do estado e melhor estruturado. Os serviços de limpeza urbana e coleta dos resíduos do município são de responsabilidade da Secretaria Municipal de Gestão Ambiental, delegados à Superintendência de Serviços Ambientais, esta por sua vez optou por terceirizar a prestação destes serviços por meio de convênios e contratos com as empresas: SOMA, COPAN e COEMA. A empresa SOMA responde pelo serviço de coleta, transporte e descarga de resíduos domiciliares e especiais (hospitalares, animais mortos, açougues), coleta seletiva, operação, manutenção e gerenciamento do aterro sanitário do município de Boa Vista. A empresa COPAN realiza os serviços de roçada, poda, limpeza de valas e igarapés, varrição das vias públicas e os serviços de coleta e transporte destes resíduos, bem como a coleta periódica do entulho, mobiliário velho e galhada dos munícipes, que depositam estes resíduos nas calçadas sem o devido cuidado de isolação e separação dos diferentes tipos de resíduos, misturando-os aos resíduos domiciliares. 4

A empresa COEMA presta os serviços de irrigação, adubação, replantio, recuperação e manutenção dos canteiros centrais degradados, praças e jardins do centro e em bairros da cidade, prestando também os serviços de varrição de praças, transporte e descarte dos resíduos. A prefeitura de Boa Vista tem um projeto denominado Operação Cidade Limpa que disponibiliza para os bairros em determinadas datas do mês serviços de coleta de entulho e galhadas, a ação é gratuita durante o período em que a Operação Cidade Limpa permanece nos bairros. E mesmo com a disponibilidade deste serviço, se pode observar monturos de lixo depositados em vários lugares da cidade, pois muitas pessoas da comunidade deixam de obedecer as datas determinadas para cada bairro depositando seus rejeitos de qualquer maneira nas calçadas e sem armazenamento adequado, gerando uma situação de insalubridade que pode causar passivos ambientais como a proliferação de vetores e doenças. O sistema de coleta seletiva não atende a todos os bairros da cidade, apenas dois bairros (Paraviana e Caçari) são atendidos por esta modalidade de serviço urbano, que é realizada de maneira terceirizada pela empresa SOMA e por catadores de papelão e plástico, os resíduos são encaminhados à cooperativa UNIRENDA que foi criada em 11/11/2002, através da organização dos catadores do antigo lixão do município, que com a sua desativação, receberam apoio da prefeitura para implantação da cooperativa. Por uma falta de conscientização dos habitantes de Boa Vista, os resíduos, que são coletados por caminhão baú e caminhões de carroceria, chegam muito misturados à cooperativa, pois não há a conscientização da necessidade da correta separação dos resíduos, o que gera pouco aproveitamento e rendimento do material na triagem dos resíduos. A coleta de resíduos hospitalares é realizada pela empresa SOMA diariamente em todos os estabelecimentos da rede de saúde (clínicas, farmácias e postos de saúde) inclusive os particulares e não há segregação deste tipo de resíduo, sua destinação é ao aterro sanitário. Os resíduos da construção civil são coletados por empresas privadas denominadas de “pega entulho”. Essas empresas têm area própria para o 5

armazenamento e triagem do material que é vendido para as construtoras que os aproveiam em aterramentos, diminuindo o uso de barro e areia. O restante dos resíduos que não podem ser reaproveitados ou reciclados, ou seja, os rejeitos, são enviados para o aterro sanitário. Os resíduos são dispostos no aterro sanitário em áreas distintas para disposição de resíduos hospitalares e poda; domiciliar e comum; dispõe de um galpão de triagem de material reciclado, ainda em construção, e uma estação de tratamento de chorume, que não chegou a ser concluída, além de células para disposição dos resíduos, providas de drenagens de gás e de chorume. O aterro foi projetado para ter capacidade de armazenamento de 20 anos, mas está com sua capacidade comprometida, além de sua implantação não estar em sua completa e adequada finalização. A obrigação de reparação e conservação do aterro sanitário fica a cargo da empresa SOMA que gerencia o local, a obrigação de fiscalização é da Secretaria Municipal de Gestão Ambiental, porém o que se nota é certa negligência com relação à proteção e conservação ambiental circundante ao aterro. Apesar de sua implantação aparentemente ter seguido as premissas de um projeto executivo, inexiste drenagem superficial, e há sérios problemas com a drenagem e armazenamento de chorume, segundo reportagem do jornal folha de Boa Vista, o chorume estaria vazando das montanhas de lixo e escorrendo para o leito de um igarapé que passa ao lado do aterro, gerando sérios riscos ao corpo hídrico, pois todos os igarapés e rios correm para o rio Branco que abastece a cidade.

6

3.

CONSIDERAÇÕES FINAIS Durante a elaboração deste trabalho pôde-se observar que a

qualidade da prestação de serviços urbanos, no que diz respeito a resíduos sólidos, na cidade de Boa Vista apresenta uma certa deficiência devido a disposição inadequada dos resíduos em logradouros, passeios ou calçadas por conta de alguns munícipes, que por desleixo ou falta de consciência, depositam seus rejeitos de maneira desorganizada, não observando o cronograma presvisto pela prefeitura e as empresas coletoras, ou armazenando de maneira inapropriada. A falta de um serviço organizado para a coleta de materiais recicláveis também é um problema ainda não resolvido pela administração municipal, mas já existem algumas iniciativas e investimentos privados nessa área. Reciclagem é uma alternativa viável e que poderia contribuir bastante para uma maior vida útil do aterro sanitário. É importante que seja implementado, em Boa Vista, um serviço de coleta seletiva de resíduos e uma política de educação ambiental, para que seus habitantes possam colaborar com a qualidade do ambiente e ter consciência da importância de suas atitudes e que elas podem mudar a realidade ambiental do município.

7

4.

REFERENCIAS BIBLOGRÁFICAS

SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA-SBPC. Resumos. Disponível em http://www.sbpcnet.org.br/livro/boavista/resumos/1475.html. Acesso em 11/10/2011. PDF SCIELO-SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE. PDF. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/gp/v9n2/a04v09n2.pdf. Acesso em 27/09/2011. WIKIPÉDIA. Pesquisa. Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Aterro_sanit

%C3%A1rio Acesso em 27/09/2011. LIMA, ROSIMEIRE SUZUKI. Gestão de Resíduos Sólidos: gestão

ambiental/Rosimeire susuki Lima. - São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA-PMBV. Disponível em

http://www.boavista.rr.gov.br/ Acesso em 30/09/2011. JORNAL FOLHA DE BOA VISTA – Matéria: Empresas Denunciam Despejo De Chorume. Disponível em http://www.folhabv.com.br/Noticia_Impressa.php?id=92779. Acesso em 30/09/2011.

Trabalho cadastrado com sucesso! Anote seu número de protocolo: 74668572 8

9

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->