Você está na página 1de 12

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES ATIVIDADE PRÉ AVALIAÇÃO PROFESSOR FERRUGEM GEOMETRIA ANALÍTICA 3 OS ANOS

FERRUGEM – GEOMETRIA ANALÍTICA – 3 O S ANOS 01. Distância entre dois pontos – Ponto

01. Distância entre dois pontos Ponto médio de um segmento Condição de alinhamento

01. (UFPEL) A distância do ponto (- 7, - 2) ao eixo das abscissas é:
01. (UFPEL) A distância do ponto (- 7, - 2) ao eixo das abscissas é:
a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) – 2.
e) – 3.
02.
(PUCSP) Sendo A(3, 1), B(4, - 4) e C(- 2, 2) os vértices de um triângulo, então esse triângulo é:
a) retângulo e não isósceles.
b) retângulo e isósceles.
c) eqüilátero.
d) isósceles e não retângulo.
e) obtusângulo.
03.
(PUCRS) O ponto que pertence a bissetriz dos quadrantes ímpares é eqüidistante dos pontos A(2, - 1) e B(5, 2)
num sistema cartesiano ortogonal é:
a) (- 1, 1).
b) (1, - 1).
c) (1, 1).
d) (2, 2).
e) (- 2, - 2).
04.
(UPF) O perímetro do triângulo ABC, sabendo que A(1, 3), B(7, 3) e C(7, 11), é igual a:
a) 48.
b) 36.
c) 32.
d) 24.
e) 20.
05.
(PUCRS) O ponto do eixo y eqüidistante dos pontos (1, 2) e (3, 4) é:
a) (0, 5).
b) (0, - 3).
c) (0, 2).
d) (5, 0).

e) (0, 6).

06. (UCS) O comprimento da mediana relativa ao vértice B do triângulo de vértices A(1, 2), B(7, 1) e C(5, 6) é:

a) 5.

b) 10.

c) 15.

d) 20.

e) 25.

07.

(UFRGS) Se M(3, 2) é o ponto médio entre A(1, 3) e B, então à distância de B à origem é:

a)

b) .

.

c) .

d) .

e) .

08. (PUCRS) O ponto do eixo dos x eqüidistante dos pontos A(0, - 1) e
08. (PUCRS) O ponto do eixo dos x eqüidistante dos pontos A(0, - 1) e B(4, 3) é:
a) (- 1, 0).
b) (1, 0).
c) (2, 0).
d) (3, 0).
e) (7, 0).
09.
(UFSM) A área do triângulo cujos vértices são os pontos A(1, 2), B(-1, -1) e C(2, -1) em unidades de área é:
a) 9.
b) 6.
c) 4,5.
d) 4,0.
e) 3,5.
10.
(UFSM) Dados os pontos A(4, 7), B(0, 3) e C(x, 2x + 1), os possíveis valores de x para os quais a área do triângulo
ABC vale 6, são:
a) 3 e – 5.
b) 5 e 3.
c) – 1 e 5.
d) – 1 e – 5.
e) 5 e – 3.
11.
(UPF) os pontos A(k, 0), B(1, - 2) e C(3, 2) são vértices de um triângulo. Então, necessariamente
a) k = - 1.
b) k = 2.
c) k = - 2.
d) k ≠ - 2.
e) k ≠ 2.
12.
(UFRGS) O valor de x para que os pontos A(x, 0), B(3, 1) e C(-4, 2) sejam colineares é:
a) 0.
b) 10.

c) 3.

d) 12.

e) 4.

13. (FURG) As coordenadas do ponto P pertencente à reta r, dada pela equação y = - 2x, e eqüidistante dos pontos

A(2, 1) e B(4, 3) são:

a) (3, 2).

c)

(-5, 10).

d) (-3, 6).

e) (3, -6).

14. (UFMG) Se (2, 1), (3, 3) e (6, 2) são os pontos médios dos lados de um triângulo, quais são os seus vértices?

a) (- 1, 2), (5, 0) e (7, 4).

b) (2, 2), (2, 0) e (4, 4).

c) (1, 1), (3, 1) e (5, 5).

d) (3, 1), (1, 1) e (3, 5).

GABARITO 03. D 04. D 05. A 06. A 07. D 08. D 09. C
GABARITO
03. D
04. D
05. A
06. A
07. D
08. D
09. C
10. C
11. E
12. B
13. C
14. A

e) (0, 0), (2, 2) e (3, 3).

15.

a) (5, -9).

b) (9, -7).

c) (-9, 5).

d) (0, 5).

e) (-7, 9).

(UCS) O baricentro de um triângulo é (4, 2), e dois de seus vértices são (1, 5) e (2, 8). O terceiro vértice é:

01. B

02. D

15. B

02.

Reta, Intersecções, Distância entre ponto e reta, ângulo entre duas retas

01.

a) x + y + 3 = 0.

(UPF) A equação geral da reta que passa por P(1, 2), e tem inclinação 135 o é:

b) x y = 0.

c) x + y = 0.

d) x + y 3 = 0.

e) x y + 3 = 0.

02.

a) y + 2x 2 = 0.

(UCS) A equação da reta representada no gráfico é:

b) y x 2 = 0.

c) y + 2x + 2 = 0.

d) y 2x 2 = 0.

e) 2x y 2 = 0.

2 = 0. d) y – 2x – 2 = 0. e) 2x – y –

03.

a) 3.

(FURG) Uma reta passa pelos pontos P(-2, -4) e Q(1, -6). O coeficiente linear da reta é:

b) 16.

c) -16/3.

d) 4.

e) 14/3.

04. (FURG) Dados os pontos A(2, 3), B(4, 6) e C(5, 1), vértices de um triângulos ABC, considere as seguintes afirmações:

I. A reta suporte do lado AB passa na origem. II. A área do triângulo ABC é igual a 7 unidades de área.

III. O triângulo ABC é isósceles. Quais afirmações estão corretas?

a) apenas I.

b) apenas I e III.

c) apenas II.

d) apenas III.

e) todas.

05. (ULBRA) A reta que passa pelos pontos (2, 1) e (-1, 0) intersecta o eixo dos y no ponto:

a) (0, 0).

b) (-1, 0).

c) (0, -1).

d) (0, 1/3).

y no ponto: a) (0, 0). b) (-1, 0). c) (0, -1). d) (0, 1/3). e)

e) (-1/3, 1).

06.

a) (4, 2).

b) (5, 2).

c) (-2, -5).

d) (- 2, 5).

e) (2, 4).

(PUCRS) A reta que passa pelo ponto A(2, 5),com declive 3/2, também passa pelo ponto:

06.

valor de m é:

a) 1.

b) 0.

c) 1.

d) 3.

e) 6.

(PUCRS) As retas representadas pelas equações x 2y = - 4, x + y = 5 e mx y = 3 se interceptam num ponto P. O

08.

A área do triângulo AOB é:

a) 1.

b) 3.

c) 7.

(UPF) A reta r, da figura a seguir,tem equação x + 2y 4 = 0.

d) 5.

da figura a seguir,tem equação x + 2y – 4 = 0. d) 5. e) 4.

e) 4.

09.

a) 4.

b) 8.

c) 7/2.

d) 9.

e) 9/2.

(ULBRA) A área do quadrilátero formado pelas retas x + y + 1 = 0 e x + y + 3 = 0 e pelos eixos coordenados é

10. (UFSM) O valor de k, para que as retas 2y x 3 = 0 e 3y + kx 2 = 0 sejam perpendiculares, é:

a) 6.

c)

3/2.

d) 2/3.

e) 3/2.

11. (UFSM) as retas são paralelas se: a) p + m = 1. b) p
11. (UFSM) as retas
são paralelas se:
a) p + m = 1.
b) p + m = - 1.
c) p/m = - 1.
d) p.m = 1.
e) p – m = 1.
12.
(UFSM) Sejam r: x + qy – 1 = 0 e s: px + 5y + 2 = 0 duas retas perpendiculares entre si. Então, é correto afirmar
que:
a) p/q = - 5.
b) p/q = 5.
c) p/q = 1.
d) p.q = - 1.
e) p.q = 5.
13.
(UPF) A equação da reta paralela à reta 3x + y – 2 = 0 passando pelo ponto (-2, 3) é:
a) 3x + y + 3 = 0.
b) x + 3y – 11 = 0.
c) x + 3y – 5 = 0.
d) y – 3x – 9 = 0.
e) x – 3y + 11 = 0.
14.
(PEIES) Considere as afirmativas referentes às retas (r): x – y + 1 = 0, (s): x + y – 3 = 0 e (t): y – 1 = 0, assinalando V
nas verdadeiras e F nas falsas.
(
) As retas (r) e (s) são perpendiculares.
(
) O ângulo formado pelas retas (r) e (t) é de 30 o .
(
) A área do triângulo cujos lados estão contidos nas retas (r), (s) e (t) é de 1 unidade de área.
A seqüência correta é:
a) VFF.
b) VFV.
c) FVF.
d) VVF.
e) FVV.
15.
(PEIES) A soma dos possíveis valores de k, para que a distância do ponto P(3, 4) à reta (r): 4x – 3y + k = 0 seja
igual a 1, é:

a) 5.

b) 1.

c) 2.

d) 0.

16. (UPF) As retas r e s, abaixo, representadas graficamente, são paralelas. A equação geral de r é:

a) x y + 5 = 0.

b) x + y 5 = 0.

c) x y 5 = 0.

d) x + y + 5 = 0.

e) x y = 0.

x – y – 5 = 0. d) x + y + 5 = 0. e)

17. (UFSC) Dados os pontos A(1, -1), B(-1,3) e C(2, 7), determine a altura do triângulo ABC relativa ao lado BC.

determine a altura do triângulo ABC relativa ao lado BC. Depois, passe o resultado para o

Depois, passe o resultado para o cartão resposta.

lado BC. Depois, passe o resultado para o cartão resposta. 18. das retas x + y

18.

das retas x + y 3 = 0 e 3x 2y 4 = 0. A declividade (coeficiente angular) da reta determinada por A e B é:

a) 1/10.

b) 1/5.

c) 3/10.

d) 2/5.

e) ½.

(PUCRS) O ponto A é a intersecção da reta 2x + 3y 24 = 0 com o eixo das abscissas e o ponto B é a intersecção

19. (UFRGS 07) Considere os coeficientes angulares das retas r, s e t que contém os lados do triângulo representado abaixo. A seqüência das retas r, s e t que corresponde a ordenação crescente dos coeficientes angulares é

a) r, s e t.

b) r, t e s.

c) s, r e t.

d) s, t e r.

e) t, s e r.

20.

a) 6.

b) 7.

c) 8.

d) 9.

(UFRGS 07) A área do triângulo que tem lados sobre as retas de equações y = - 2x + 9, x = 1 e y = 1 é

sobre as retas de equações y = - 2x + 9, x = 1 e y

e) 10.

21.

(UFSC) De acordo com o gráfico, assinale a (s) proposição (ões) CORRETA (S).

o gráfico, assinale a (s) proposição (ões) CORRETA (S). 01. A equação da reta s é

01.

A equação da reta s é 3x 2y + 6 = 0.

04.

As retas r e s se interceptam no ponto de abscissa 4/5.

08.

A distância da origem do sistema de coordenadas cartesianas a reta r é de

unidades.

16.

A área da região do plano limitada pelas retas r, s e pelo eixo das abscissas é igual a 3/10 unidades de área.

e pelo eixo das abscissas é igual a 3/10 unidades de área. 22. (UFRGS) Observe a

22. (UFRGS) Observe a figura abaixo.

Os lados do triângulo retângulo hachurado são segmentos das retas dadas pelas equações:

a) y = 2, y = - x/2 + 2 e y = 2x + 2.

b) x = 1, y = - x + 2 e y = x + 2.

= - x/2 + 2 e y = 2x + 2. b) x = 1, y
= - x/2 + 2 e y = 2x + 2. b) x = 1, y

GABARITO

04. B

05. D

06. A

07. D

08. E

09. C

10. A

11. D

12. A

13. A

14. B

18. A

19. C

20. D

21. (09)

22. C

23. E

24. B

25. E

c) x = 1, y = - 2x + 2 e y = x/ 2 + 2.

d) y = 2, y = x + 2 e y = - x + 2.

e) x = 1, y = - x + 1 e y = x + 2.

23.

diagonal desse quadrado é

a) 2.

(UFRGS 08) sendo os pontos A = (- 1, 5) e B = (2, 1) vértices consecutivos de um quadrado, o comprimento da

b) 2

c) 3

d) 5.

e) 5

24.

ponto (0, v), sendo u e v diferentes de zero, a reta s interceptará o eixo Y em:

(UFRGS) Duas retas perpendiculares r e s se interceptam no ponto P = (u, 0). Se a reta r intercepta o eixo Y no

a) (0, - v 2 /u).

b) (0, - u 2 /v).

c) (0, - u/v).

d) (0, - v).

e) (0, - v/u).

25.

a) y = - x/5 + 13/5.

(UFRGS) Na figura as retas r e s são perpendiculares. A equação reduzida da reta r é:

b) y = - x + 13/5.

c) y = x/2 + ½.

d) y = x + 5/2.

e) y = - x/5 + 5/2.

D 02. D
D
02. D

01.

16. B

03. C

15. D

17. (04)

03.

Circunferência

01. (PUCRS) A equação da reta que passa pelos centros das circunferências x 2 + y 2 4x = 0 e x 2 + y 2 6y = 0 é:

a) 2x 3y + 6 = 0.

b) 3x + 2y 6 = 0.

d)

2x y + 6 = 0.

e) x 3y + 6 = 0.

02. (FURG) Uma reta r contém o centro da circunferência x 2 + y 2 6x 16 = 0 e é perpendicular à reta x 2y + 3 = 0.

A equação da reta r é

a) x + y + 3 = 0.

b) x 2y 3 = 0.

c) x + 2y + 3 = 0.

d) 2x – y + 6 = 0. e) 2x + y – 6 =
d) 2x – y + 6 = 0.
e) 2x + y – 6 = 0.
03.
(UFRGS) Dados os pontos A(1, 1), B(1, 3), C(-1, -1), D(2, 0), E(0, 1), F(2, -3) e G(-2, 2) quais pertencem
a
circunferência x 2 + (y – 1) 2 = 5?
a) B, C, D e G.
b) A, B e G.
c) C, D e G.
d) A, B, D e G.
e) D e G.
04.
(UFRGS) O valor de k que transforma a equação x 2 + y 2 – 8x + 10y + k = 0 na equação de uma circunferência de
raio 7 é:
a) – 4.
b) – 8.
c) 5.
d) 7.
e) – 5.
05.
(UFRGS) A equação da circunferência com centro em (0, a) e tangente ao eixo das abscissas é:
a) x 2 + y 2 – 2ax + 2a 2 = 0.
b) x 2 + y 2 + 2ay + 2a 2 = 0.
c) x 2 + y 2 – 2ay – 2a 2 = 0.
d) x 2 + y 2 – 2ay + a 2 = 0.
e) x 2 + y 2 – 2ay = 0.
06.
(OSEC) O gráfico abaixo representa uma circunferência de equação:
a) x 2 + y 2 – 4x – 6y + 9 = 0.
b) x 2 + y 2 – 4x – 6y + 4 = 0.
c) x 2 + y 2 – 6x + 4y = 0.
d) x 2 + y 2 – 6x + 4y + 4 = 0.
e) x 2 + y 2 – 4x – 6y – 4 = 0.

07. (UFRGS) Considere as afirmações sobre lR.

I. 2x 2 + 2y 2 + 7x 10y + 5 = 0. II. x 2 + 2y 2 + 2x 2y + 4 = 0. III. x 2 + y 2 14y = 0. Quais representam um círculo?

a) apenas I.

c)

apenas III.

d) apenas I e III.

e) I, II e III.

08. (UFRGS 04) Na figura abaixo, o vértice A do retângulo OABC está a 6 cm do vértice C.

O raio do círculo mede:

a) 5cm.

b) 6cm.

c) 8cm.

d) 9cm.

e) 10cm.

do círculo mede: a) 5cm. b) 6cm. c) 8cm. d) 9cm. e) 10cm. 09. ponto P
do círculo mede: a) 5cm. b) 6cm. c) 8cm. d) 9cm. e) 10cm. 09. ponto P

09.

ponto P do círculo dista 9 de um dos eixos e 2 do outro. Nessas condições a soma dos possíveis valores para o raio

(UFRGS 05) Um círculo tangencia dois eixos perpendiculares entre si, como indicado na figura abaixo. Um

do círculo é:

a) 19.

b) 20.

c) 21.

d) 22.

e) 23.

10.

e (- 1,1). Então a equação do círculo é:

(UFRGS 06) As extremidades de uma das diagonais de um quadrado inscrito em um círculo são os pontos (1, 3)

a) x 2 + y 2 + 4y 2 = 0.

b) x 2 + y 2 4y + 2 = 0.

c) x 2 + y 2 2y + 2 = 0.

d) x 2 + y 2 + 2 = 0.

e) x 2 + y 2 4y = 0.

11.

tangente ao círculo em um ponto B do primeiro quadrante. A área do triângulo AOB é

(UFRGS 09) Considere o círculo de centro O e de equação x 2 + y 2 = 4 e a reta que passa pelo ponto A = (0,6) e é

a) .

4

b) 6.

c) 6

d) 8.

e) 8

. .
.
.

.

12.

Se a equação do círculo é x 2 + y 2 = 2y, então, o lado do triângulo mede

a) 2.

b) 2

c) 3.

d) 4.

(UFRGS 11) Na figura abaixo, o círculo está inscrito no triângulo eqüilátero.

mede a) 2. b) 2 c) 3. d) 4. (UFRGS – 11) Na figura abaixo, o

13. (UFRGS 10) Os pontos de intersecção do círculo de equação (x 4) 2 + (y 3) 2 = 25 com os eixos coordenados

são os vértices de um triângulo. A área desse triângulo é

a) 22.

b) 24.

c) 25.

d) 26.

e) 28.

14. (UFRGS) A circunferência de equação x 2 + y 2 – 14x = 0
14.
(UFRGS) A circunferência de equação x 2 + y 2 – 14x = 0
a) não tem nenhum ponto em comum com o eixo horizontal.
b) tem apenas um ponto em comum com o eixo horizontal.
c) não tem nenhum ponto em comum com o eixo vertical.
d) tem um ponto em comum com o eixo vertical.
e) tem dois pontos em comum com o eixo vertical.
15.
(PEIES) Uma circunferência de equação C, de centro (4, 2), que passe pelo ponto (3, 1) é
Para
que a reta y = mx + 2 seja tangente à circunferência C, os valores de m devem ser, respectivamente,
e
a) (x – 4) 2 + (y – 2) 2 = 4;
.
b) (x – 4) 2 + (y – 2) 2 = 2;
.
c) (x – 4) 2 + (y + 2) 2 = 2; 1/7, - 1/7.
d) (x + 4) 2 + (y + 2) 2 = 2;
.
e) (x – 4) 2 + (y – 2) 2 = 2; 7, - 7.
16.
(FURG) O ponto (4, -1) em relação à circunferência x 2 + y 2 – 6x + 4y + 9 = 0 está
a) na circunferência.
b) no centro da circunferência.
c) interno à circunferência e fora do centro.
d) externo à circunferência, mas na reta y = - x/4.
e) externo à circunferência, mas na reta y = - 2x + 7.
17.
(UFSM) Considerando à circunferência λ: (x
2) 2
+
(y
+
1) 2
=
5,
a reta
r: y
=
x,
o
ponto P(9/2,
-2) a
reta
r
é
à circunferência λ, o ponto P
à reta r e é
à circunferência λ.
a)
secante, não secante, interno.
b)
tangente, pertence, externo.
c)
secante, pertence, interno.
d)
tangente, não pertence, externo.
e)
secante, não pertence, externo.
18.
(UFSC) Assinale no cartão – resposta a soma dos números associados à (s) proposição (ões) CORRETAS (S).
01.
x 2 + y 2 – 2x + 6y + 1= 0 é a equação da circunferência de raio 3 que é concêntrica com a circunferência x 2 + y 2 + 2x

6y + 9 = 0.

02.

O coeficiente angular da reta que passa pelos pontos A(3, 2) e B(-3, -1) é ½.

04.

O ponto P(3, 4) é um ponto da circunferência de equação x 2 + y 2 x + 4y 3 = 0.

08.

As retas r: 2x + 3y+ 5 = 0 e s: 4x 6y 1 = 0 são perpendiculares.

16.

Sabe se que o ponto P(p, 2) é eqüidistante dos pontos A(3, 1) e B(2, 4). A abscissa do ponto P é 1.

16. Sabe – se que o ponto P(p, 2) é eqüidistante dos pontos A(3, 1) e

19. (UFSM) A equação da circunferência de centro C(2, 1) e tangente à reta 3x 4y + 8 = 0 é:

a) (x 2 + 2) 2 + (y 1) 2 = 8.

b) (x 2) 2 + (y 1) 2 = 2.

c) (x 2) 2 + (y + 1) 2 = 2.

d) (x 2) 2 + (y 2) 2 = 4.

e) (x 2) 2 (y 2) 2 = 4

20. (PEIES) A reta de equação x + y – 3 = 0 e a
20. (PEIES) A reta de equação x + y – 3 = 0 e a circunferência x 2 + y 2 – 2x – 2y – 3 = 0 sem intersectam nos pontos:
a) (0, 3) e (3, 0).
b) (0, 2) e (2, 0).
c) (
, 1) e (
, 3).
d) (0, 0) e (0, 0).
e) não se cortam.
GABARITO
01.
B
02. E
03. A
04. B
05. E
06. B
07. D
08. B
09. D
10. B
11. A
12. B
13. B
14. B
15. B
16.
C
17. E
18. (18)
19. C
20. A
04.
Inequações no Plano
01.
(UFRGS – 06) A área da intersecção das regiões definidas pelas desigualdades |x| + |y| ≤ 1 e (x – 1) 2 ≤ 1 – y 2 é:
a)  /5.
b)  /4.
c)  /3.
d)  /2.
e)  .
02.
(UFRGS – 07) Assinale entre os gráficos abaixo, o que pode representar o conjunto
4 x  x .
2
dos pontos P = (x, y) cujas coordenadas satisfazem as desigualdades 1 ≤ y ≤

03.

(UFRGS 10) Considere, na figura abaixo, a região sombreada limitada por uma reta e pelo gráfico de uma

função quadrática. As coordenadas dos pontos (x, y) dessa região verificam as desigualdades

a) x 2 – 4x + 1 ≤ y ≤ 1 – x. b) x
a) x 2 – 4x + 1 ≤ y ≤ 1 – x.
b) x 2 – x + 4 ≥ y ≥ 1 – x.
c) x 2 – 2x + 1 ≤ y ≤ 1 – x.
d) x 2 – 4x – 1 ≥ y ≥ 1 – x.
e) x 2 – 2x + 1 ≥ y ≥ 1 + x.
04.
(UFRGS) O número de pontos da região definida pela inequação x 2 + y 2 ≤ 8 que têm coordenadas cartesianas
inteiras é
a) 11.
b) 15.
c) 19.
d) 21.
e) 25.
05.
(UFRGS) Considere a região plana limitada pelos gráficos das inequações y ≤ - x – 1 e x 2 + y 2 ≤ 1, no sistema de
coordenadas cartesianas. A área dessa região é
a)
b)
c)
d)
e)
06.
(UFRGS – 09) Ligando – se os pontos de intersecção das curvas x 2 + y 2 – 8x = 0 e
, obtém – se um
a) ponto.
b) segmento de reta.
c) triângulo.
d) trapézio.
e) pentágono.
GABARITO
01. B
02. A
03. A
04. E
05. A
06. C