AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR.

JORGE AUGUSTO CORREIA
Direção de Serviços da Região do Algarve
ES/3EB Dr. Jorge Augusto Correia; EB 2,3 D. Paio Peres Correia; EB1 nº2 Tavira; EB1/JI Conceição; EB1 Cabanas


FILOSOFIA POLÍTICA: Ética e Direito
Princípio meritocrático e justiça social

Segundo Rawls, ainda que o princípio meritocrático recompense aqueles que
mais se empenham, este não é por si só suficiente para que haja, de facto,
justiça social. Porquê? [Justifica fundamentadamente a tua resposta]


“O princípio meritocrático
estabelece que as pessoas que mais se
empenham devem ser recompensadas,
ou seja, que o esforço e o trabalho
devem ser motivo para que as pessoas
sejam recompensadas. Segundo Rawls,
este princípio, por si só, não é suficiente
para que haja, de facto, justiça social. E
porquê? Porque Rawls considera que
as pessoas numa situação normal não
se encontram numa situação de
igualdade e que isso influenciará o
esforço que terá de ser feito por cada
uma delas. Logo, não seria totalmente
justo recompensar as pessoas pelo seu esforço, uma vez que se encontram em
situações desiguais e têm de realizar esforços diferentes. Por exemplo, um rapaz
oriundo de uma família abastada e que durante a sua educação sempre teve acesso a
livros, a ajudas, nomeadamente, explicações, entre outras coisas, sempre teve o
desejo de entrar na Universidade de Harvard, a melhor Universidade. Um outro rapaz
também possuía o mesmo desejo, porém era oriundo de uma família que possuía
pouco dinheiro, e, por isso, durante a sua educação, não teve acesso a livros e nunca
lhe foi possível frequentar explicações, entre outras coisas. Estes dois rapazes querem
a mesma coisa, porém encontram-se numa situação de desigualdade, ou seja, partem
de pontos de partida diferentes. O rapaz oriundo da família com menos posses
monetárias parte de uma posição mais afastada, comparativamente com o outro.
Perante isto, o esforço e o trabalho realizados pelo rapaz mais favorecido é superior
ao do rapaz menos favorecido, que parte de uma posição mais longínqua?
Este exemplo ilustra bem a razão por que Rawls considera o princípio
meritocrático insuficiente para a justiça social, pois, devido a situações de
desigualdade, os esforços e trabalhos realizados são também desiguais.”

Tânia Martinho, 10º A3



Trabalho orientado pela professora Carla Sardinha.
Junho 2014

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful