Você está na página 1de 1

TEU SORRIR

Um sorriso é o alerta contra a solidão


A arma sem estouro que irá desarmar
Todo inimigo que a alma atormenta
Fustigando nosso corpo como de pederneira
Que apenas queima a pele com tição
Fere a alma com esmero de fustigar
E mais tarde apenas o sorriso o afugenta
Quando apenas o sol se esgueira
Atrás de um sombrio vulcão
Para apenas teu sorriso restar
Para que engrandeça meu sentimento
Que apenas nasceu duma rosa fagueira
Para que entre em meu coração
Teu sorriso que ilumina noite de fechar
E abre assim do rio a torrente
Que por valados se esgueira
Directo a meu coração
Que com teu sorrir aprendeu a amar
Com teu sentir e afecto que me esquenta
Na chama sem fumo da fogueira
De uma verdadeira paixão
Por muito te querer amar!

Sábado, 30 de Janeiro de 2010